19 de ago de 2017

CORINTHIANS 19/08/2017

18 de ago de 2017

CORINTHIANS 18/08/2017




Corinthians volta das "férias" e tenta ampliar frente contra vit
18 AGO2017
20h09

O Corinthians teve duas semanas sem jogos para treinar, descansar e se preparar ainda mais para o segundo turno do Campeonato Brasileiro, iniciado no último final de semana, mas que só começa para os alvinegros neste sábado, às 16h (de Brasília), contra o Vitória. O duelo, válido pela 21ª rodada, é o primeiro teste da equipe depois da histórica campanha do primeiro turno.

Nos 19 primeiros jogos da competição, os comandados de Fábio Carille obtiveram 47 dos 57 pontos disputados, o melhor aproveitamento da história dos pontos corridos para a metade inicial. Com a sequência interrompida pela viagem da Chapecoense ao Japão, que adiou o duelo entre ambos para quarta-feira, dia 23, o Timão quer manter o ritmo da liderança isolada.

"Dificilmente eu reclamo de alguma coisa. A Chapecoense teve que viajar para um torneio e a gente não jogou. Mas a gente trabalhou para que pudéssemos aproveitar bastante esse tempo. Reuni o elenco, conversamos. Já fui jogador e vi um intervalo desse arrebentar os jogadores", alertou o treinador, que desenhou uma tática para que ninguém sentisse falta dos jogos.

"Na primeira semana a gente trabalhou internamente por três dias, mas, de quinta para cá, o trabalho foi muito bom, não paramos e teve dois dias que a gente levou a intensidade lá em cima, bem próxima de um jogo", avaliou o comandante, que terá o retorno do meia Jadson, recuperado de duas fraturas nas costelas. O camisa 10, porém, fica no banco de reservas.

Clayson, que teve boas atuações nas vitórias do Corinthians sobre Atlético-MG e Sport, recebeu um voto de confiança de Carille, ainda incerto da capacidade física de Jadson, e formará o trio de armadores com Rodriguinho e Romero. Na avaliação do técnico, é preciso bastante paciência para que a equipe consiga furar a provável tática defensiva dos baianos.

"Espero que o Vitória vá vir assim, a preparação é em cima do que fizeram contra o Flamengo", comentou Carille, confiante no apoio da torcida, que comprou todos os ingressos à disposição. "O torcedor cada vez menos acelera nossa equipe, está entendendo a forma de jogar. No começo do ano queria que a gente acelerasse de qualquer jeito, sem calma, mas, cada vez mais, vejo a equipe entendendo nossa proposta de jogo", observou.



FICHA TÉCNICA pre jogo
CORINTHIANS X vit
Brasileiro 2017- 20ª rodada
Arena Corinthians
Data: 19 de agosto de 2017, sábado 
Horário: 16h (de Brasília) 
Árbitro: Eduardo Tomaz Valadão, Fabrício Vilarinho da Silva e Cristian Passos Sorence (Ambos de GO) 
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô Técnico: Fábio Carille

vit: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho; Ramon, Uillian Correia, David e Yago; Neilton e Tréllez Técnico: Vagner Mancini






Corinthians escalado
Clayson é 'premiado' por fase e segue titular do Timão; Jadson será reserva
Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô será a escalação do Corinthians na abertura do returno do Brasileirão, confirmada pelo técnico Fábio Carille.
Depois de apresentar bom rendimento em sua primeira sequência de três partidas como titular no Campeonato Brasileiro, o atacante Clayson terá a chance de emendar a quarta neste sábado, às 16h, contra o Vitória. Em boa fase, o camisa 25 "permitiu" que o Corinthians tratasse a volta do meia Jadson após um mês com cautela. Desta forma, ainda sem plenas condições físicas, o camisa 10 será relacionado para ficar no banco e Clayson inicia a partida.
- O Jadson fez só o terceiro treino com bola, então ele vai ficar no banco à disposição. Se precisar de um jogador com a característica dele, vou usá-lo. Ele mesmo sabe que está sem ritmo. Quando estiver melhor, ele volta a jogar - decidiu o treinador, que vê o time mais agudo com a mudança
- O Jadson é armador. Claro que perco um pouco de armação sem ele, mas o Clayson tem isso também. Fico mais agudo, mas estou dando essa liberdade para o Clayson ser um dos armadores do time também. Eu considero o Clayson, além de ter a jogada individual, um armador. Ele disputou o Paulista assim na Ponte. É um jogador que posso usar nas três funções. Ele está em um processo de entender como jogamos, e sei como ele pode ser e ele vai crescer mais ainda.

O Corinthians teve duas semanas sem jogos pelo Brasileirão em razão do adiamento de sua partida contra a Chapecoense, que realizou jogos festivos fora do país. Neste período, Carille aprimorou diversos fundamentos e características da equipe. Para encerrar o tempo de preparação, houve uma atividade técnica em espaço reduzido e um trabalho tático somente com os titulares nesta sexta-feira. O grupo inicia concentração logo depois no CT Joaquim Grava. 

No treino desta sexta, a novidade foi a volta de Pedrinho aos treinos em campo. Ele havia ficado na parte interna do CT na última quinta por conta de dores no joelho esquerdo sentidas ainda na atividade de quarta.

Contra o Vitória, somente o zagueiro Pablo é desfalque entre os considerados titulares. Carille também não poderá contar com os reservas Caique, Vilson e Mantuan, que se recuperam de lesões. O restante do grupo está à disposição.












Corinthians reduz lista de desfalques e relaciona 23 para encarar o Vitória


Fábio Carille tenta aumentar vantagem corintiana(Foto: Marco Galvão)

Arena Corinthians já tem ingressos esgotados(Foto: Guilherme Amaro)

Time titular será o mesmo de contra o Sport(Foto: Daniel Augusto Jr)


Jadson volta aos relacionados e fica no banco(Foto: Daniel Augusto Jr)

Moisés volta aos relacionados e fica no banco(Foto: Daniel Augusto Jr)

Marquinhos volta aos relacionados e fica no banco(Foto: Daniel Augusto Jr)

Fábio Carille tenta aumentar vantagem corintiana(Foto: Marco Galvão)

Arena Corinthians já tem ingressos esgotados(Foto: Guilherme Amaro)

Time titular será o mesmo de contra o Sport(Foto: Daniel Augusto Jr)

Jadson volta aos relacionados e fica no banco(Foto: Daniel Augusto Jr)1/6

LANCE! - 18/08/2017 - 13:07

Fábio Carille relacionou 23 jogadores para a partida deste sábado, às 16h, contra o Vitória, que marca a abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro para o Corinthians, líder com folga da tabela de classificação. As novidades são os jogadores que voltam de lesão após duas semanas sem jogos: Jadson, Moisés e Marquinhos Gabriel, que ficaram fora da partida contra o Sport e iniciam no banco neste fim de semana.
O Corinthians terá somente cinco desfalques para o compromisso na Arena, sendo que o zagueiro Pablo é o único entre os titulares ou reservas imediatos como baixa. Os demais são o goleiro Caique, em tratamento de fratura na mão esquerda, os zagueiros Pablo e Vilson e o volante Mantuan, em transição física, e o volante e lateral-esquerdo Marciel, que segue no controle de doping e deve voltar a jogar apenas em setembro.

O time titular diante do Vitória será o seguinte: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô.


Contra o Vitória, Corinthians tem Cássio, Balbuena, Gabriel, Jadson e Romero pendurados. Não há ninguém suspenso. O jogo seguinte é no meio de semana contra a Chapecoense.

VEJA QUEM FOI RELACIONADO:
Goleiros: Cássio e Walter
Laterais: Fagner e Léo Príncipe 
Laterais esquerdos: Guilherme Arana  e Moisés
Zagueiros: Balbuena, Pedro Henrique e Léo
Volantes: Gabriel, Maycon, Paulo Roberto, Fellipe Bastos e Camacho
Meias: Jadson, Rodriguinho, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Pedrinho
Atacantes: Jô, Clayson, Romero e Kazim

VEJA QUEM ESTÁ FORA DA LISTA DE RELACIONADOS:
Lesão: Caique
Transição física: Vilson, Pablo e Mantuan
Controle de doping: Marciel
Opção técnica: Matheus, Ameixa, Danilo, Rodrigo Figueiredo, Clayton e Carlinhos









Técnico Fábio Carille prevê volta de meia Danilo nos próximos jogos do Corinthians
Meia treina sem restrições, mas não foi relacionado para enfrentar o Vitória, neste sábado

Por Marcelo Brag

18/08/2017 12h33
O meia veterano Danilo está sendo preparado minuciosamente para voltar a jogar pelo Corinthians. Sem atuar há mais de um ano por conta de graves lesões, o veterano não foi relacionado para a partida contra o Vitória, às 16h deste sábado, na Arena, mas deve voltar a figurar nos próximos jogos do Timão.

O técnico Fábio Carille, que pretende utilizar o veterano de 38 anos centralizado, nas funções exercidas hoje por Rodriguinho e Jô, projetou o retorno do jogador:

– Para este jogo ainda não (foi relacionado), mas é muito provável que para os próximos, sim. Quero ele próximo, mas falta um pouquinho ainda. Quero integrá-lo nas viagens e concentrações o quanto antes – disse o comandante alvinegro, em entrevista coletiva.




Danilo recuperado de lesões, trabalha fisicamente para voltar (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Danilo, ídolo corinthiano, tem contrato até dezembro e ainda não pensa em se aposentar.

No fim de julho, o meia chegou a ficar na reserva diante do Flamengo, mas apenas para voltar a um ambiente de um jogo, já que não tinha condições físicas de atuar.







Pedida do Corinthians faz Nantes recuar e esfria saída de Lucca da Ponte

Timão não é mais procurado por agentes do atacante após contraproposta; com isso, tendência é que jogador cumpra contrato de empréstimo com a Macaca até dezembro



Por Heitor Esmeriz e Marcelo Braga

18/08/2017 11h27

A pedida do Corinthians fez o Nantes recuar nas negociações e esfriar o interesse por atacante Lucca, emprestado a ponte

Em um primeiro momento, os agentes do atacante, que viajaram à França, sinalizaram que o Nantes ofereceria cerca de 2,5 milhões de euros (R$ 9,3 milhões). O valor foi considerado baixo pela diretoria do Timão, que estipulou um mínimo de 5 milhões de euros (R$ 18,7 milhões) para vender Lucca.

A partir da posição do Corinthians, já que não houve oferta oficial, apenas sondagens, a diretoria alvinegra não foi mais procurado pelos representantes do atleta

Dono de 60% dos direitos econômicos do jogador, o Corinthians investiu cerca de R$ 4,5 milhões em 2016 na compra de sua fatia dos direitos. As partes têm contrato até 31 de julho de 2019. Cruzeiro (25%) e Criciúma (15%) detêm as demais "fatias" de Lucca, de 27 anos.











“Tratamos todos os jogos como decisão”, diz corinthiano Carille

Treinador também falou da importância do período sem jogos e do trabalho realizado nas duas semanas


13h00 18/08/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


O Corinthians está pronto para voltar a entrar em campo. Após duas semanas sem partidas, o Timão joga neste sábado (19), às 16h, contra o Vitória na Arena Corinthians. Na manhã desta sexta (18), no CT Dr. Joaquim Grava, a equipe encerrou a preparação para o compromisso válido pela 21ª rodada do Brasileirão. Após o trabalho, o técnico Fábio Carille concedeu entrevista coletiva.

"Foi um período muito importante para nós, aproveitamos bem essas duas semanas, não treinando muito nem treinando de menos. Tivemos dias de intensidade alta, dois dias, quinta da semana passada e quarta dessa, atingimos. Soubemos aproveitar", disse.

"Dificilmente reclamo de alguma coisa. A Chapecoense teve de viajar e ficamos sem jogos, então trago isso para o lado positivo. Antes do último jogo, nos reunimos para programar. Já tive experiências de ter parada, arrebentar de treinar e arrebentar jogadores. Então na primeira semana trabalhamos com eles internamente por 3 dias. E em dois dias levamos a intensidade lá em cima", prosseguiu.

Com oito pontos de vantagem e um jogo a menos do que o Grêmio, o segundo colocado do Brasileirão, o Corinthians fará o seu primeiro jogo no returno. O técnico Fábio Carille falou sobre os objetivos para esta etapa final da competição.

"Fizemos um primeiro turno maravilhoso, mas se queremos algo a mais temos de confirmar. Se não fizer 47 pontos, tem que fazer algo que nos mantenha. A gente acreditava que ninguém ia disparar e nós disparamos. Temos de pensar mesmo jogo a jogo", falou.

"O adversário do Corinthians sempre vai ser o próximo. É Vitória. Não falo de Chapecoense nem de Atlético-GO. Vai ser bastante psicológico, concentração, é a equipe a ser batida, a ser estudada. Quando estamos atrás fazemos isso também. Então tratamos todos os jogos como decisão", continuou.








Arbitragem para Corinthians x vit
Neste sábado (19), o Corinthians volta a disputar o Campeonato Brasileiro. Depois de duas semanas sem uma partida oficial, o Timão estreia no segundo turno do Brasileirão contra o Vitória, na Arena Corinthians, a partir das 16h.

O comando disciplinar da partida ficará por conta do árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadao. Fabricio Vilarinho Da Silva e Christian Passos Sorence serão os auxiliares 1 e 2, respectivamente.

Veja a escala completa de árbitros:

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao – GO (CBF)

Árbitro Assistente 1: Fabricio Vilarinho da Silva – GO (FIFA)

Árbitro Assistente 2: Cristhian Passos Sorence – GP (CBF)

Quarto Árbitro: Edson Antonio de Sousa – GO (CBF)

Árbitro Assistente Adicional 1: Elmo Alves Resende Cunha – GO (CBF)

Árbitro Assistente Adicional 2: Bruno Rezende Silva – GO (CBF)
Analista de campo: Philippe Lombard – SP (CBF)








Por questões burocráticas do regulamento, estreia do Timão no Paulista de vôlei não será exibida na Corinthians TV


16h27 18/08/2017 - Agência Corinthians


Nesta sexta-feira (18), às 20h, o Corinthians/Guarulhos estreia no Campeonato Paulista de vôlei. A equipe enfrenta o Atibaia fora de casa. A partida seria exibida ao vivo na Corinthians TV, mas por questões burocráticas de regulamento – e contra a vontade do clube – a transmissão foi cancelada.

O Corinthians não medirá esforços para que a Fiel possa acompanhar as próximas partidas pela Corinthians TV e se reunirá novamente com os representantes da Federação Paulista de Vôlei em breve.






Técnico corinthiano Fabio Carille aponta Tite como melhor do mundo e brinca com sua ausência na lista

Técnico do Corinthians tira sarro sobre não constar na votação da Fifa para os melhores da temporada e diz que treinador da Seleção é seu favorito pelas dificuldades do futebol brasileiro

Por Marcelo Braga

18/08/2017 12h33
Discípulo de Tite no Corinthians, Fábio Carille não tem dúvidas ao apontar o atual técnico da seleção brasileira como o melhor da temporada.


Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o corintiano fez campanha para o ex-chefe e brincou com a sua ausência na lista da Fifa, que aponta 12 candidatos a melhor comandante do mundo.
– Meu nome não está? (risos). Voto no brasileiro. Não é desmerecendo ninguém, mas voto pela dificuldade que é para um treinador brasileiro. Quantos times Tite teve que fazer aqui no Corinthians? Lá na Inglaterra você tem um time forte e mais milhões para investir. Já que eu não estou, escolho o Tite – disse o treinador.



Para Carille, Tite foi o melhor treinador da temporada (Foto: Marcelo Braga)


Campeão paulista e líder invicto do primeiro turno, o Corinthians estreia na parte final do Brasileirão neste sábado, às 16h, em casa, Arena Corinthians, contra o Vitória. Com 47 pontos, o Timão segue a busca pelo título.


– No fim do Paulistão, disse ao presidente que a gente tinha chance enorme de estar na Libertadores de 2018 se não perdesse nenhum jogador. Está sendo melhor que o esperado.




Confira a entrevista coletiva de Fábio Carille, técnico do Corinthians, nesta sexta-feira



Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Vitória:
Local: Arena Corinthians,
Data e horário: sábado, às 16h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Clayson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Pablo (lesão na coxa direita), Caíque França (fratura na mão esquerda) e Mantuan (lesão na coxa direita)
Pendurados: Romero, Balbuena, Cássio, Jô, Gabriel, Pablo e Jadson
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa) e Cristhian Passos Sorence (todos de GO)
Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCI (com Milton Leite e William Machado)
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 15h








Técnico corinthiano Fabio Carille refaz conta por titulo



O técnico Fábio Carille voltou a falar com a imprensa na manhã desta sexta-feira, quase duas semanas depois de ganhar por 3 a 1 do Sport e “desligar” sua cabeça do futebol em parte do período sem jogos que o Corinthians teve desde então. Contente pelo trabalho realizado desde então, o treinador não deu muito crédito às declarações de rivais desistindo do título do Campeonato Brasileiro, que, para ele, não depende mais apenas de 72 pontos.

“Eu errei daquela vez, respondi rápido. Não sei no que eu pensei naquele momento”, comentou o treinador
“Quando acaba o turno, você sempre olha para a pontuação do segundo. O Grêmio fez 39 pontos, então você sempre dobra, busca 78. Mas é claro que, faltando 8, 7 rodadas você vê o que precisa com uma certeza maior do que agora, na virada do turno. Hoje trabalhamos com 78 pontos”, disse Carille.Sobre os adversarios dizerem que desistiram di torneio, disse:
“Isso é uma pegadinha. Estamos com um grupo bastante maduro, não vamos entrar nessas conversas. Vamos fazer que nem aconteceu no começo do ano, tem que ir para campo e trabalhar. É claro que eles vão priorizar, mas pode ter certeza que não desistiram. Vai ter jogo e o campeonato para depois para as seleções. É muito cedo para desistir”, avaliou o corintiano, celebrando a possibilidade de passar 14 dias só treinando os atletas.

“Foi muito importante para nós, não treinando demais nem treinando de menos. Determinamos a intensidade de dois treinos semelhantes a um jogo para manter esse ritmo de jogo”, avaliou, descartando, por fim, qualquer favoritismo atrelado ao Timão pela boa campanha.

“Sempre falei que a gente tinha de chegar nas últimas dez rodadas embolados lá na frente. Não acreditava que ninguém ia disparar, acabou a gente disparando, mas tem de confirmar”, concluiu Carille.









Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Vitória na Arena; veja lista

Jadson começará a partida deste sábado na reserva. Danilo e Vilson seguem fora

Por GloboEsporte.com,
18/08/2017 12h55

A lista de 23 jogadores relacionados pelo Corinthians para enfrentar o Vitória, às 16h deste sábado, na Arena Corinthians, conta com a volta de Jadson, recuperado de lesão, mas ainda não tem o zagueiro Vilson e o meia Danilo, que aprimoram o condicionamento físico.

O camisa 10, porém, iniciará no banco de reservas, já que não atua há mais de um mês e está sem ritmo de jogo. Assim, o Timão começará a partida da 21ª rodada do Brasileirão com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô.

A equipe alvinegra lidera a competição com oito pontos de vantagem para o segundo colocado, e tem um jogo a menos.

Confira a lista de relacionados do Corinthians para enfrentar o Vitória:

Goleiros: Cássio e Walter;
Laterais: Fagner e 
 Léo Príncipe
Laterais esquerdo : Guilherme Arana e Moisés;
Zagueiros: Balbuena, Pedro Henrique e Léo;
Volantes: Gabriel, Maycon, Camacho, Fellipe Bastos e Paulo Roberto;
Meias: Rodriguinho, Jadson, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Giovanni Augusto;
Atacantes: Romero, Clayson, Jô e Kazim.












Corinthiano técnico Fábio Carille sobre melhor técnico do mundo: 'Já que não sou eu, é o Tite'

Carille foi auxiliar de Tite no Timão (Foto: Daniel Augusto Jr/Divulgação)Guilherme Amaro - 18/08/2017 - 12:35
A Fifa divulgou na última quinta-feira a lista de técnicos que concorrem ao prêmio de melhor do mundo. Na internet, muitos torcedores do Corinthians brincaram ao dizer que Fábio Carille deveria estar entre os cotados. Nesta sexta, o próprio comandante do Timão brincou com a situação


Da lista que conta com Tite (Seleção Brasileira), Antonio Conte (Chelsea), Carlo Ancelotti (Bayern de Munique), Diego Simeone (Atlético de Madrid), Joachim Low (seleção da Alemanha), José Mourinho (Manchester United), Leonardo Jardim (Monaco), Luis Enrique (ex-Barcelona), Mauricio Pochettino (Tottenham), Massimiliano Allegri (Juventus), Pep Guardiola (Manchester City) e Zinedine Zidane (Real Madrid), o técnico do Corinthians diz que Tite, de quem foi auxiliar no Timão, merece o prêmio. Fábio Carille também brincou ao interrromper a pergunta:

- Ué, eu não estou na lista? - disse o treinador, antes de responder ainda mostrando bom humor.


- (Meu voto é no) brasileiro. Com certeza, e vou falar por quê. Não é desmerecendo ninguém, mas pela dificuldade. Quantos times o Tite teve de fazer aqui no Corinthians? Lá na Europa você tem time forte e com dinheiro para investir. Sei que aqui é assim. No meu caso, como auxiliar, claro que é muito mais fácil falar do Tite. Não acompanho os outros, mas é claro que são profissionais de muita qualidade. Minha escolha, já que eu não estou na lista, é o Tite - afirmou Carille.

O técnico corintiano também analisou a contratação de treinadores estrangeiros pelos clubes brasileiros. Nesta semana, o colombiano Reinaldo Rueda foi anunciado pelo Flamengo, e Jair Ventura, comandante do Botafogo, lembrou o fato de a licença da profissão no Brasil não valer para outros países.

- Quem está atrasado nessa questão da licença somos nós. Tem Maurício Marques e Oswaldo que estão correndo para que a gente consiga trabalhar no mundo todo, Europa não podemos. Essa troca de experiência é boa, tanto com atletas quanto técnicos. O Rueda é qualificado, foi para duas Copas do Mundo, não tem nem o que falar dele. Só tem uma coisa que eu não concordo de vocês da imprensa: por que o técnico de fora tem que ter tempo e nós não? "Ah, porque é colombiano". Mentira. Eu consigo ver o Campeonato Colombiano pela televisão. Tem que dar tempo para nós também. Mas essa troca de experiência acho positiva - opinou o treinador corinthiano.

Carille está em seu primeiro ano como técnico efetivado. Neste período, já conquistou o Campeonato Paulista e lidera o Brasileirão. Ele volta a comandar o Corinthians neste sábado, às 16h, contra o Vitória, pela 21ª rodada.







Técnico corinthiano Fabio Carille refaz contas para título e não vê desistência de rivais: 'Pegadinha'
Após o fim da 14ª rodada, o Corinthians somava 36 pontos e o técnico Fábio Carille acreditava que 72 garantiriam o título brasileiroA projeção do treinador, porém, mudou. Nesta sexta-feira, passado o primeiro turno, o comandante do Timão disse trabalhar com a meta de 78 pontos. Ele voltou a ressaltar que os números podem mudar com o decorrer do campeonato.

- Na verdade eu errei na conta naquela resposta, respondi rapidamente até por falta de experiência. Quando acaba o turno, você sempre olha para os primeiros. Você tem de dobrar. Então, se o Grêmio fez 39, trabalho com 78 pontos. Mas faltando umas oito rodadas é que vamos ver realmente o que precisa atingir - analisou Carille, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O Corinthians tem um jogo a menos que os principais concorrentes e está oito pontos à frente do Grêmio, segundo colocado. A boa vantagem do Timão fez os técnicos rivais praticamente jogarem a toalha na briga pelo título. Carille, porém, alertou sobre essas "desistências".
- Isso é uma pegadinha. Estamos com um grupo bastante maduro, não vamos entrar nessa conversa, não adianta ficar escutando o que os outros estão falando. Temos de ir para campo e encarar cada jogo como uma decisão. Claro que às vezes vão priorizar, até tirando o peso do Brasileiro, mas pode ter certeza de que ainda não desistiram. Acho que é muito cedo para desistir. Se sou eu, claro que iria priorizar, mas não desistir - afirmou Carille.

- Em 2015 priorizamos o Brasileiro, já fizemos aqui no Corinthians, e o Grêmio está priorizando Copa do Brasil e Libertadores. Se tivesse do lado deles, também ia priorizar, mas sem desistir do Brasileiro - acrescentou.

Com boa vantagem na liderança do Brasileirão e em busca dos 78 pontos, o Corinthians volta a campo neste sábado, às 16h, contra o Vitória, pela 21ª rodada.








#TimãoNoTempo – A torcida que nasceu antes do time

Todas as sextas-feiras, iremos contar um capítulo da espetacular história que existe por trás da fundação do time do Parque São Jorge e sua gloriosa história ao longo do tempo


12h00 18/08/2017 - Agência Corinthians





Em comemoração aos 107 anos do Corinthians, o site oficial do clube faz uma viagem pelo tempo e relembra os primeiros passos que levaram a criação do time do povo, com a série #TimãoNoTempo. Todas as sextas-feiras, iremos contar um capítulo da espetacular história que existe por trás da fundação do time do Parque São Jorge e sua gloriosa história ao longo do tempo. 

Após o surgimento da ideia de fundar um clube que pudesse brilhar tanto quanto o cometa Halley e nunca mais ser esquecido, o boato do surgimento de um novo time se espalhou pelas ruas do bairro do Bom Retiro, e começou a acumular simpatizantes, antes mesmo da fundação oficial do clube. É neste momento que surge a Fiel torcida corinthiana, como escreveu Lourenço Diaféria no livro “Coração Corinthiano”, que carrega um dos relatos mais precisos do surgimento do Sport Club Corinthians Paulista.

“Os simpatizantes começaram a se reunir na barbearia de Salvador Bataglia. Num canto alto do salão, em nicho de madeira pintada, havia uma imagem de Santa Rita de Cássia, a santa das causas impossíveis, que tinha ao lado uma lamparina acesa dia e noite com pavio de bóia num copo com óleo. Foi na barbearia que o novo clube começou a nascer de verdade”.

Segundo o relato acima, é possível afirmar que Santa Rita da Cássia foi a primeira padroeira do clube do Bom Retiro.



“Os outros clubes são fundados e depois conquistam sua torcida. O Corinthians Paulista é a torcida que inventou uma devoção particular e a transformou em um clube. Mesmo sem nome definido, o clube do Bom Retiro já era dono de uma torcida. Tinha feito um pacto com ela, gerado uma simbiose, armado uma união. Daí vem a energia, a base, a seiva que explica a sobrevivência do Corinthians Paulista, mesmo quando tudo e todos parecem conspirar contra sua existência [...] A regra básica para jogar no novo team era simples e objetiva: quem fosse bom de bola e não afinasse nas divididas tinha vaga na equipe.”



Percebem-se também nesses relatos, os primeiros indícios da identidade e da ideologia do clube. Desde os primeiros boatos sobre o nascimento do time do povo, um dos pré-requisitos para jogar na equipe era a raça dentro de campo. Essa máxima se perpetuou na história do clube e se mantém viva até os dias de hoje. Como se vê e um dos principais cantos da torcida corinthiana:

“Vamos jogar com raça e com o coração

É o time do povo, é o coringão”

No próximo capítulo da série, que será lançado na próxima sexta-feira (25), você irá conhecer a história de dois personagens importantíssimos e essenciais para o nascimento do Corinthians: Alexandre Magnani e Miguel Bataglia.

Todas as histórias da séria #TimãoNoTempo foram extraídas do livro ‘Coração Corinthiano’ do jornalista Lourenço Diaféria.








Corinthians faz parceria com serviço de música; veja playlist dos jogadores
O Corinthians apresentará neste sábado, na partida contra o Vitória, uma parceria com o aplicativo de música por streaming Spotify. Com casa cheia na Arena de Itaquera e brigando para aumentar a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro, o clube exibirá no uniforme os dizeres "#TimãoNoSpotify". Já existe uma conta verificada do Timão na ferramenta, que conta com 14 diferentes playlists disponíveis para os fãs, inclusive cinco delas montadas por jogadores do elenco profissional.
Além da mensagem na camisa de jogo, ainda haverá outras ações para promover a parceria, como a distribuição de brindes a torcedores, presentes aos jogadores e a presença do cantor Péricles na Arena Corinthians para entoar o Hino Nacional - o artista, que é corintiano, também escolheu músicas para uma playlist no canal do clube. Ainda haverá ações nos telões e sistemas de som do estádio para promover a novidade.

O Spotify é líder do segmento de música digital, com 140 milhões de usuários e 60 milhões no modo pago. O Corinthians tinha uma parceria com o Napster, mas o contrato não foi renovado e abriu possibilidade para novas parcerias.

Já há 14 playlists à disposição: Cantos em Preto e Branco (músicas famosas em homenagem ao Corinthians), No embalo da Fiel (playlist do cantor Péricles), Bando de Loucos (músicas da torcida), Hinos Corinthians (o hino em vários ritmos), Corinthians TV (músicas escolhidas por quem faz o canal do clube no Youtube), Vozes alvinegras (músicas de artistas corinthianos), Batidão das Boleiras (playlist do time feminino), Natação Corinthians (playlist dos nadadores), Futsal Corinthians (playlist dos jogadores de futsal) e mais cinco de jogadores: Jadson, Cássio, Guilherme Arana, Fagner e Rodriguinho.












Corinthians confirmado para encarar o Vitória
Mesmo com a recuperação de Jadson, que sofreu uma fratura na costela há um mês, atacante Clayson receberá mais uma chance de mostrar seu futebol devido às boas atuações
O técnico Fábio Carille confirmou na manhã desta sexta-feira que o atacante Clayson será titular da equipe do Corinthians na partida deste sábado, às 16h (de Brasília), contra o Vitória, na Arena Corinthians. Mesmo com a recuperação de Jadson, que sofreu uma fratura na costela há um mês, o ex-atleta da Ponte Preta receberá mais uma chance de mostrar seu futebol devido às boas atuações nas vitórias corinthianas sobre Atlético-MG e do Sport.

A confirmação foi feita pelo treinador na entrevista coletiva concedida após o treinamento, no CT Joaquim Grava, ocasião em que separou os titulares e realizou um longo trabalho de bolas paradas. “Eu considero o Clayson um meia armador, foi assim que ele disputou o Paulista. Tem essa qualidade de jogo, passe, drible, posso usar nas três funções da armação. Está num processo de entender o que é jogar aqui ainda. No individual eu sei o quanto ele pode ser ainda”, explicou Carille.

Na atividade, após um aquecimento no gramado, ele separou dois times de dez atletas cada e colocou-os para se enfrentar de uma lateral a outra do campo, com o objetivo de acertar gols feitos por cones em cima das linhas que delimitam o gramado. Foi aí que o garoto de Botucatu (SP) foi confirmado pela esquerda do setor ofensivo, formando um trio com Rodriguinho e Romero, assim como aconteceu na vitória sobre Sport.

Os titulares escalados por Carille tiveram Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô. Do outro lado, o treinador colocou Léo Príncipe, Paulo Roberto, Léo Santos e Moisés; Fellipe Bastos, Camacho, Marquinhos Gabriel, Jadson e Giovanni Augusto; Kazim. Pedrinho, de volta após sofrer pancada no joelho na quarta, atuou como curinga para o time que tinha a bola.

Os suplentes até começaram bem, pressionando a saída de bola e conseguindo um “mini-gol” com Kazim, aproveitando desatenção de Pedro Henrique. O time principal, porém, conseguiu sobressair graças à velocidade de Clayson. Primeiro ele aproveitou “casquinha” Jô, escorando lançamento de Arana, e deixou tudo igual. Depois, após longa troca de passes que agradou bastante Carille, recebeu boa enfiada de Gabriel e conferiu.


Depois, já sem a proximidade dos jornalistas, o comandante dedicou mais de uma hora para os trabalhos de bola parada, desde escanteios até faltas frontais e laterais. Sem Jadson, que ocupa o posto de batedor oficial normalmente, nomes como Fagner, Maycon e Clayson apareceram como opções. Em outro campo, o camisa 10 teve boa atuação no trabalho dos reservas, dando passes para gols de Kazim e Camacho.













Técnico Fábio Carille confirma Corinthians para enfrentar o Vitória; veja escalação

Meia começará a partida deste sábado na reserva. Timão enfrenta equipe baiana com a mesma formação que bateu o Sport, na última partida, há duas semanas


Por Marcelo Braga

18/08/2017 11h23

O Corinthians está definido para enfrentar o Vitória, neste sábado, às 16h, na Arena Corinthians. A equipe irá estrear no segundo turno do Brasileirão com a mesma formação que venceu o Sport, na última partida, há duas semanas. Mesmo recuperado de fraturas na costelas, sofridas há um mês, Jadson começará o jogo no banco de reservas.


A comissão técnica alvinegra preferiu preservar o camisa 10, que precisa readquirir ritmo de jogo e melhorar o condicionamento físico. O bom desempenho de Clayson nas últimas partidas deu mais segurança para Fábio Carille e seus auxiliares tomarem essa decisão

– Gostei muito do jogo contra o Sport. E Jadson está com apenas três treinos com bola depois de um mês. Ele mesmo sabe, está sem ritmo. Quando tiver condições, volta ao time – disse o técnico Fábio Carille.


O Timão irá a campo com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô


Assim, o principal desfalque corintiano segue sendo Pablo, que se recupera de lesão muscular na coxa direita e só deve voltar a atuar em duas semanas

O meia Pedrinho, que sentiu dores no joelho direito e foi baixa na atividade da última quinta, trabalhou com bola sem restrições e ficará no banco.

Na véspera do duelo contra o Vitória, Carille comandou um trabalho técnico e depois separou os titulares para uma atividade tática, que ocorreu sob chuva. Houve também ensaio de jogadas de bola parada e um treino de finalizações. Depois de 13 dias sem jogos, o Timão volta mais forte.


– Foi um período muito importante para nós, aproveitamos bem essas duas semanas – garantiu Carille.

O Corinthians é líder do Campeonato Brasileiro com 47 pontos, oito a mais que o segundo colocado, e tem um jogo a menos. O duelo adiado contra a Chapecoense, válido pela 20ª rodada, acontece na próxima quarta-feira, em Santa Catarina.



Carille e jogadores do Corinthians durante treino desta sexta (Foto: Marcelo Braga)

Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Vitória:
Local: Arena Corinthians
Data e horário: sábado, às 16h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Clayson, Rodriguinho e Romero; Jô.
Desfalques: Pablo (lesão na coxa direita), Caíque França (fratura na mão esquerda), Mantuan (lesão na coxa direita) e Danilo e Vilson (aprimorando condicionamento físico)
Pendurados: Romero, Balbuena, Cássio, Jô, Gabriel, Pablo e Jadson
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa) e Cristhian Passos Sorence (todos de GO)
Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCI (com Milton Leite e William Machado)
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 15h

















Corinthians fecha parceria que promete deixar a Arena Corinthians ainda mais animada
A partir de agora, o Timão será patrocinado por uma empresa de streaming de música, que irá inclusive fazer algumas ações em casa



O Corinthians fechou nesta quinta-feira (17 de agosto) uma nova parceria para a continuação da temporada alvinegra. O clube anunciou seu novo parceiro Spotify, aplicativo líder em streaming de música. Com isso, a torcida poderá se engajar com o Timão por meio do conteúdo musical do app.


Para celebrar a parceria, o Corinthians programou uma série de ativações para o jogo deste sábado (19), contra o Vitória-BA, na Arena Corinthians. Já na concentração, todos os atletas e a comissão técnica irão ganhar fones de ouvido personalizados com os logos do Alvinegro e do novo parceiro.

Além disso, durante o intervalo e após o jogo, os telões irão veicular uma vinheta com os jogadores incentivando os torcedores a acessarem o conteúdo do Timão









Lista de relacionados do Corinthians para enfrentar o Vitória, amanhã. Vilson e Danilo seguem fora #trsccp





RESUMO DA SEXTA-FEIRA:

- Timão definido com Clayson mantido entre os 11
- Jadson volta, mas vai começar no banco
- Sem dores, Pedrinho treinou e também será opção
- Carille apontou Tite como melhor técnico do mundo
- Técnico disse que meta é fazer 78 pontos para o título
- Danilo ainda não volta, mas pode aparecer no banco na quarta

Valeu, galera! Sábado tem jogão contra o Vitória!


Para quem está chegando agora, o Corinthians vai a campo amanhã com:

Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô.

Curtiram?






Hoje o técnico Fábio Carille vai falar por aqui. Dúvidas? Angústias? #trsccp

Os demais atletas fazem um treino técnico em outro campo #trsccp
Carille separa os 10 titulares de linha para o treino fantasma. Goleiro Filipe, do sub-20, ajuda na atividade #trsccp
Hoje o técnico Fábio Carille vai falar por aqui


Os demais atletas fazem um treino técnico em outro campo #trsccp


Carille separa os 10 titulares de linha para o treino fantasma. Goleiro Filipe, do sub-20, ajuda na atividade #trsccpPablo segue em trabalhos no R9 #trsccp


Aqui treinam Danilo, Clayton, Rodrigo Figueiredo, Warian, Marciel e Carlinhos #trsccp

Pedrinho, que não treinou ontem, hoje é o curinga do treinamento #trsccp


Reserva: Léo Principe, Paulo Roberto, Léo e Moises; Camacho e Fellipe Bastos; Marquinhos Gabriel, Jadson e Giovanni Augusto; Kazim #trsccp
Titular: Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho e Clayson; Jo #trsccp 

Fim da primeira parte. Agora vai rolar um treino técnico #trsccp



Ausências no campo: Pablo, Mantuan e Vilson. Treino cheio #trsccp 
Aquecimento #trsccp 
Jogadores iniciaram o dia com um bobinho. Se divertiram muito #trsccp
Bom dia! O Corinthians faz seu último treino antes de encarar o Vitória amanhã na Arena #trsccp

O encontro é também um incentivo para que a Fiel abrace a causa do combate ao câncer infantojuvenil. A TUCCA participa do McDia Feliz 2017. Este ano, a campanha coordenada nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald, acontece no dia 26 de agosto (próximo sábado).



Crianças e jovens com câncer em tratamento no Hospital Santa Marcelina, em parceria com a TUCCA – Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer, irão ao CT do Timão hoje acompanhar o treino. Os pequenos poderão tirar foto com os ídolos, pedir autógrafos e interagir com o time no centro de treinamento.













Com transmissão da Corinthians TV, Corinthians-Guarulhos estreia no Paulista contra Atibaia

Após a conquista da Taça Ouro, equipe alvinegra começa caminhada no Estadual; Timão contará com o líbero Felipe, recém-contratado


10h00 18/08/2017 - Agência Corinthians






Fábio Costa/Corinthians-Guarulhos


A equipe do Corinthians-Guarulhos começa a caminhada no Campeonato Paulista de Vôlei nesta sexta-feira (18). O primeiro confronto será contra o CLIMED/Atibaia, às 20h, na casa do adversário. A Corinthians TV transmite o duelo ao vivo e com exclusividade, com patrocínio dos Supermercados Nagumo.

Depois da conquista da vaga na Superliga 2017/2018 na semana passada, ao vencer a Taça Ouro no Rio de Janeiro, é hora de virar a chave e pensar nos próximos objetivos. Para o central Riad, um dos mais experientes do grupo, o momento é de focar jogo a jogo e construir um novo objetivo.

“Amanhã começa um outro objetivo, depois de um bem difícil, que foi a vaga na Superliga. Mas já passou, não tivemos tempo nem de comemorar. Estamos focados nesse Estadual. Vamos em busca da nossa primeira já amanhã. Um campeonato que começou de uma maneira já bem perigosa, com o Campinas perdendo para Santo André, Taubaté vencendo no tie break diante de Itapetininga em casa, e isso só prova que o torneio é equilibrado, temos de entrar 100% em todos os jogos. Temos de pensar passo a passo. Não adianta jogarmos o Paulista pensando em Superliga. Amanhã temos um jogo, semana que vem outro e assim por diante”, alertou.

“Vimos na Taça Ouro que só a camisa não ganha jogo. Estamos treinando muito para melhorar não só no individual, mas também como grupo. Nossa meta é ir mais longe. É fazer um bom Paulista, buscar o playoff e beliscar uma vaga na final. Temos de nos importar com a nossa equipe e seguir nosso caminho para dar tudo certo”, acrescentou Riad.

Novo líbero na área

A equipe do Corinthians-Guarulhos terá uma novidade nesta sexta-feira (18). O líbero Felipe foi contratado para a continuidade da temporada 2017/2018. O camisa 4 treina com o time no Ginásio da Ponte Grande há três semanas e não vê a hora de estar em quadra.

“Estou ansioso. Agora que começo a fazer parte da equipe efetivamente. Estava sofrendo só de ficar fora e espero poder ajudar a equipe o máximo que puder. Já deu para entender a proposta de jogo da equipe e como já joguei com muitos que estão no time, isso vai fluindo naturalmente, aos poucos você vai conhecendo a característica de cada um”, afirmou.

Jogos do Corinthians-Guarulhos na primeira fase do Campeonato Paulista de Vôlei

18/08 | 20h
Climed/Atibaia x Corinthians-Guarulhos

23/08 | 20h
Corinthians-Guarulhos x Vôlei Renata

26/08 | 11h30
Sesi x Corinthians-Guarulhos

30/08 | 20h
Corinthians x Funvic/Taubaté

01/09 | 19h30
Corinthians-Guarulhos x São José Vôlei

05/09 | 20h
Vôlei Ribeirão x Corinthians-Guarulhos

13/09 | 20h
Corinthians x Vôlei UM Itapetininga

16/09 | 17h
Santo André x Corinthians-Guarulhos







Boa fase de Clayson ajuda Corinthians a ter cautela em retorno de Jadson

Há um mês sem jogar, meia terá tempo para se preparar. Novo titular tem correspondido


Por Diego Ribeiro

18/08/2017 07h00

Recém-recuperado de fraturas em duas costelas, o meia Jadson treinou com bola nos últimos três dias, mas não deve ser titular do Corinthians no jogo deste sábado, contra o Vitória, às 16h (de Brasília), na Arena Corinthians O clube não tem pressa para o retorno do camisa 10.


Jadson vai completar um mês de recuperação justamente no sábado. Caso seja relacionado pelo técnico Fábio Carille, ele fica no banco de reservas. Titular nas vitórias do Timão sobre Atlético-MG e Sport, Clayson deve ser mantido.

Alguns motivos pesam na decisão:

A boa fase do próprio Clayson, que deu duas assistências nos últimos dois jogos;
A falta de ritmo de jogo, essencial para o bom desempenho de Jadson;
A cautela adotada pelo clube com jogadores que voltam de lesões mais sérias.


Os três pontos são interligados. O momento de Clayson faz a comissão técnica ter maior tranquilidade para preparar o retorno de Jadson. Com Marquinhos Gabriel também de volta, o técnico Fábio Carille sabe que pode deixar o dono da posição treinando por mais tempo.


Jadson está perto do retorno: por enquanto, deve ser opção no banco (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)


Os próprios jogadores sabem que o momento não é de correr riscos. O atacante Jô, por exemplo, concordou com a decisão de dar mais tempo à preparação de Jadson.

– O Jadson está voltando, fez três treinos, natural que ainda esteja um pouco fora de forma, ficou um mês parado, e o ritmo cai um pouco. O Clayson tem evoluído bastante, o Fábio optou por mantê-lo pelas atuações dele. Tem uma velocidade incrível, enquanto o Jadson é maestro e inteligente. São duas características diferentes – contou Jô.

Aos 33 anos, Jadson costuma fazer trabalhos especiais com a preparação física. Essa parte é fundamental para que o meia tenha uma sequência de jogos e não corra risco de lesões – a única que ele teve em 2017 não foi muscular, mas sim uma torção no joelho direito, em abril, 

Clayson tem tido uma sequência boa como titular (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)


Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Vitória:
Local: Arena Corinthians
Data e horário: sábado, às 16h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Clayson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Pablo (lesão na coxa direita), Caíque França (fratura na mão esquerda) e Mantuan (lesão na coxa direita)
Pendurados: Romero, Balbuena, Cássio, Jô, Gabriel, Pablo e Jadson
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa) e Cristhian Passos Sorence (todos do GO)
Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCI (com Milton Leite e William Machado)
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 15h











Repetição é o segredo: saiba como lider Corinthians usou período sem jogos
"Em time que está ganhando não se mexe". O ditado serve para explicar os trabalhos comandados pelo técnico Fábio Carille nas duas semanas que o Corinthians teve sem jogo. Apesar do tempo livre, o treinador não inventou durante a preparação da equipe. Nos nove dias de atividades até agora, aliás, os jogadores do Timão realizaram quase sempre o que estão mais acostumados a fazer no CT Joaquim Grava: trabalho técnico em campo reduzido.

A comissão técnica preparou as atividades para os jogadores e descartou fazer algum jogo-treino. O foco era, principalmente, dar descanso aos atletas e ao mesmo tempo não perder o ritmo intenso que o líder do Brasileirão tem mostrado nas partidas.

- Não é comum no Brasil ter duas semanas livres e treinar um período só. Normalmente é trabalho em dois períodos ou até três com alguns jogadores. Mas como a gente vem nessa sequência grande de jogos, buscamos aproveitar muito bem o trabalho em um período só - disse o preparador físico Walmir Cruz.

Nesse período sem jogo, os atletas ganharam folga em dois dias, no fim de semana. Com os jogadores mais descansados, o Corinthians encerra nesta sexta-feira a preparação para enfrentar o Vitória, sábado, na Arena. Sem inventar, Carille deve comandar o chamado "treino fantasma", apenas com os titulares e com foco no posicionamento e saídas de bola. A atividade tem início às 10h, no CT Joaquim Grava.

VEJA ABAIXO COMO O CORINTHIANS APROVEITOU AS DUAS SEMANAS:

Segunda-feira (dia 7 de agosto): titulares fizeram regenerativo na academia. Reservas realizaram um trabalho em campo reduzido, e depois treinaram triangulações pelos lados seguidas de finalizações. Carille pediu "intensidade" a todo instante.

Terça (8/8): novamente só os reservas foram a campo. Após um trabalho físico com o preparador Walmir Cruz, jogadores fizeram uma atividade em campo reduzido.

Quarta (9/8): titulares trabalharam no gramado. Na primeira parte, Carille comandou um treino em campo reduzido de 13 contra 13, com até os goleiros trabalhando com os pés. Depois, o treinador deu um coletivo em meio campo, de dez contra dez, e já trabalhando o time considerado titular.

Quinta (10/8): mais uma vez Carille esboçou o time titular em um trabalho em campo reduzido. Foram 11 contra 11, além de um curinga atuando pelas duas equipes.

Sexta (11/8): Carille dividiu jogadores de defesa e ataque. Com os de defesa, separou os titulares e aprimorou o posicionamento, equanto jogadores ofensivos titulares, além de Camacho e Fellipe Bastos, atacavam. Jadson correu em campo.

Sábado e domingo: folga.

Segunda-feira (14/8): grupo foi dividido em dois, e jogadores participaram de um treino para aprimorar as triangulações e transições ofensivas.

Terça (15/8): treino em campo reduzido, com número de toques livre e cobrança por muita intensidade e triangulações rápidas. Jadson trabalhou como curinga.

Quarta (16/8): mais um treino em campo reduzido e com esboço do time titular. Carille pediu atenção e cobrou intensidade, como tem sido costume. Jadson trabalhou normalmente.

Quinta (17/8): na primeira parte do treino, os jogadores de ataque e defesa foram separados. Carille comandou os defensores, enquanto os atletas de ataque realizaram um trabalho de finalizações e cruzamentos orientados por Osmar Loss e Cuca. Após o treino específico, jogadores participaram de um rachão. Depois disso, Carille ainda comandou uma atividade de bolas paradas apenas com os titulares.









Corinthians confia que conseguirá manter zagueiro Pablo pelo que está acertado


O Corinthians trouxe o zagueiro Pablo no início deste ano e ele se firmou rapidamente, foi campeão paulista como melhor zagueiro e teve desempenho muito bem avaliado por comissão técnica e opinião pública. A partir de então, o Timão passou a negociar a compra dos direitos econômicos pelo valor fixado em contrato.  O clube que já o observava desde 2014, quando teve boas atuações pelo Avaí.
Um acordo firmado no fim do mês passado definiu o negócio por pouco mais de R$ 4 milhões, mais 15% dos direitos do atacante Malcom, um ativo que o Corinthians detinha desde que vendeu o jovem ao Bordeaux, em 2016. Porém, entraves na forma de pagamento das luvas e comissões esfriaram as conversas, que não têm novos avanços há pelo menos duas semanas.
O imbróglio em relação à permanência no Corinthians despertou atenção de outros clubes, nacionais e estrangeiros, sobre Pablo. Não haverá negociação enquanto a situação não for resolvida com o Timão, algo que as partes esperam que seja logo, inclusive o Bordeaux, que faz pressão nos bastidores. Para os clubes que pensam em ter Pablo, entretanto, o investimento precisará ser mais robusto.

Já acertado com Pablo para um novo contrato até o fim de 2021, o Corinthians tenta retomar as conversas com o representante do jogador com tranquilidade, sem entrar em leilão e otimista quanto à permanência do zagueiro.







Corinthiano jovem Pedrinho conta como venceu desconfiança
Jovem atacante relembra trajetória difícil ao deixar Maceió, fala de apoio incondicional dos pais e comemora parceria com jogadores cascudos do Corinthians


Por Viviane Leão,
18/08/2017 08h55
Aos 19 anos, Pedrinho virou profissional do Corinthians. Mesmo reserva do líder disparado do Brasileirão, o atacante já é o xodó da torcida, o queridinho do elenco... O moleque tem estilo, é ousado, destemido. Diz que se inspira em Messi, admira Robinho, respeita Fred e quer fazer história no Timão.

Só que antes de dar os primeiros passos no futebol, o alagoano precisou se virar. Algumas portas fechadas , outras decepções inesperadas. Pedrinho teve que enfrentar alguns recomeços, buscar motivação nas derrotas. Não foi fácil, pensou em desistir. Um peso grande para um adolescente. Com o apoio da família, ele se manteve firme no propósito. A raiz alagoana é forte, ajudou a deixá-lo de pé
– Desde pequeno tinha esse sonho de ser jogador, sabia que não seria fácil, mas sabia que, com o passar do tempo e com o meu pensamento positivo, as coisas poderiam acontecer. Sempre com a ajuda dos meus pais, eu fui realizando o meu sonho, mesmo com as dificuldades.



Pedrinho manda recado para torcida do Corinthians

Pedrinho teve que abrir mão de coisas importantes: ficou longe da família, dos amigos e da cidade-natal. Mesmo distante, ele carrega no peito recordações de Maceió. Tem orgulho de ser alagoano e, sempre que tem uma folga, dá um jeito de voltar para matar a saudade.
– Sempre que posso, eu venho para Maceió. Mesmo que seja para vir só por um dia, é muito bom. Quando estou aqui, gosto de pegar uma praia, jogar video-game com os amigos, ver filme. Comer a comida da mãe, ela sempre faz pirão para mim, camarão (risos). Estar perto da família e dos amigos de verdade é muito bom.







Pedrinho é muito ligado à família (Foto: Viviane Leão)

O começo
Pedrinho deu os seus primeiros passos no futebol na escolinha do CSA, com sete anos, em 2005. Naquele tempo, as pessoas já diziam que ele teria futuro no esporte. Acreditando nisso, o pai, também Pedro, investiu no filho e mandou ele para o Vitória. Lá ele fez amigos, ganhou campeonatos, mas acabou dispensado. Um baque difícil de lidar.
– Eu entrei no CSA com sete anos e passei cinco anos lá, depois passei pelo Vila Real e Corinthians Alagoano. Com 13 anos, fui para o Vitória, fiquei um ano. No começo, era muito difícil ficar longe da família, praticamntente perdi a infância, e eu não sabia o que poderia acontecer. Foi um período de adaptação. Eu acabei sendo dispensado do time, foi muito difícil.

– Foi a primeira barreira, ser excluído de um grupo de que eu gostava bastante. Quando aquilo aconteceu, eu achava que não iria conseguir ir para um clube grande. Lembro como se fosse hoje: eu estava triste no meu quarto, e meus pais conversaram comigo, disseram para eu não desistir. Meu pai sempre falou que Deus fecha uma porta para abrir outras melhores. E foi o que aconteceu. Deus proporcionou coisas melhores na frente. No final, tudo isso me fez crescer.




Pedrinho exibe camisa do Corinthians. No detalhe o #FORÇAMACEIÓ (Foto: Divulgação)


Reviravolta no Corinthians
Tinha 14 anos. Quando ele estava praticamente voltando para casa, surgiu a chance de fazer um teste no Corinthians. Começava ali o início de uma história de amor.

– Liguei para os meus pais e disse que aquele estava sendo o pior ano da minha vida, fui dispensado por dois grandes clubes no mesmo ano. Queria voltar para casa, mas meu pai pediu para eu ficar por eles, que eu tinha que realizar o meu sonho. Chorei, chorei... Mas daí veio o teste no Corinthians (com 15 anos), e eu fui lá fazer, ainda estava desanimado por ter sido dispensado em outro lugar. Mas foi um lance que não tinha nada a ver, eu estava com raiva e acabei chutando a bola forte, ela entrou e foi um gol lindo. Foi assim que fui aprovado. Naquele ano disputei vários campeonatos e acabei sendo campeão ... Foi realmente uma reviravolta – lembra. 




Pedrinho guarda medalhas em Maceió (Foto: Viviane Leão/GloboEsporte.com) 

Nos braços da Fiel

No clube, o garoto de Maceió fez por merecer a confiança, virou um dos destaques da Copa São Paulo e chamou a atenção da torcida do Corinthians. Da base para o time profissional, Pedrinho foi alcançando os objetivos. Até vestir a camisa de um grande clube brasileiro. Nas redes sociais, os torcedores pediam para que ele entrasse no time profissional.Não demorou para virar xodó da Fiel, 


– Mesmo quando estava na base, o apoio da torcida era impressionante. Eles iam lá torcer, apoiar e, cada vez que eu vestia a camisa do Corinthians, era uma emoção fazer parte de um clube assim. Não dá nem para explicar. Muitas vezes o mais difícil é conquistar a torcida. Muitas vezes você precisa ganhar muitos títulos, mas comigo não foi assim, eles tinham um carinho enorme por mim, de gritar meu nome, me pedir no time, e eu nunca tinha jogado pelo profissional. Ter esse carinho da torcida foi muito gratificante. É inexplicável, de arrepiar.






Pedrinho recebe o carinho dos torcedores cortintianos após gol na Sul-Americana (Foto: Marcos Ribolli) 

Se receber esse carinho da torcida já era sensacional, o que dirá conviver com os ídolos de infância. De personagens de futebol na TV, os jogadores viraram companheiros de equipe, amigos, conselheiros. Jô virou o parceirão e sempre que pode ajuda Pedrinho, sempre indicando o melhor caminho. Ele acredita no potencial do garoto e já declarou que o menino será um dos maiores talentos do Brasil e até do mundo

– Antes, eu via esses jogadores na TV, o Jadson, o Cássio, Rodriguinho... O grupo é muito bom, é muito fechado. E eu sempre procuro escutar os mais velhos. O Jô, o Cássio, o Gabriel, eles sempre conversam com a gente, dizem que o futebol da gente tem potencial para fora. Falam que a gente pode conquistar o mundo, mas que é preciso ter calma, paciência, que na hora certa as coisas vão acontecer. No geral, tem muito incentivo, é um grupo que acredita. 




Pedrinho mantém relação de amizade e respeito com os atletas mais antigos (Foto: Marcos Ribolli) 

O mestre Carille
E não é só do elenco que Pedrinho recebe apoio. O técnico do Timão, Fábio Carille, também fica de olho no pupilo, lapida, procura passar um pouco da sua experiência e, quando a situação pede, dá aquele puxão de orelha. E a cada dia que passa parece que o jovem atacante vai conquistando um pouco mais a confiança do treinador. Carille tem apostado em Pedrinho. No Campeonato Brasileiro, ele só não foi relacionado para o jogo com o Bahia, na nona rodada. Entrou em oito jogos, sempre no segundo tempo. 

– Eu tento aproveitar o tempo curto que eu tenho [na partida], toda chance que me é dada. Tem que aproveitar, tem que deixar algo para marcar, e não buscar fazer só o simples. Essa foi sempre a minha característica: inventar uma jogada, mas sempre com responsabilidade. Carille conversa bastante comigo, para eu não me precipitar, de querer toda hora querer mostrar para torcida, e que isso pode acabar me prejudicando. Ele fala para eu fazer o simples, e quando tiver na frente fazer o que eu sei, mas para não desgastar tanto tentando mostrar, ele diz que todo mundo já conhece meu futebol e que só basta saber usá-lo na hora certa. 

Chapéu e aplausos
A entrada nos jogos até pode estar sendo curta, mas Pedrinho tem otimizado o seu tempo em campo. Ele entra, caça a bola, vai para cima dos adversários, dribla, finta e até dá chapéu. Como aquele em cima de João Paulo, na jogada do gol da vitória do Corinthians sobre Botafogo – veja abaixo:




Em Corinthians 1x0 Botafogo, Pedrinho dá Chapéu em João Paulo com assistência para o gol

– Foi muito importante para dar confiança, poder entrar mais vezes e saber que posso ajudar. O jogo estava empatado e acabamos vencendo – lembra.

Um dia especial 

A estreia de Pedrinho no time profissional do Corinthians aconteceu na partida contra a Ferroviária, durante o Campeonato Paulista. Com o Timão, ele foi campeão estadual e até entrou para o livro oficial do clube. E como naquela história de que o céu é o limite, o xodó da Fiel segue pensando alto. 


Ele disputou dois jogos da Copa Sul-Americana. Escalado por Carille, disputou a partida de estreia contra o Universidad de Chile, entrou no segundo tempo substituindo Jadson. Depois, no primeiro jogo da segunda fase, contra o Patriotas, ele foi acionado novamente, só que dessa vez para comemorar. O atacante fez um gol de cobertura já nos minutos finais de jogo, classificando o time para as oitavas de final da competição – veja abaixo:




Com gol de Pedrinho, Corinthians vence o Patriotas por 2 a 0 

– Fazer aquele gol foi muito especial. Fazer o primeiro gol como profissional e ainda mais do jeito que foi, por cima do goleiro, um gol que fazia tempo que não fazia. E fazer isso com um estádio lotado, com mais de 40 mil torcedores foi algo muito gratificante. 


Abraçado pelo Corinthians, Pedrinho se sente em dívida com o clube. Torcedor apaixonado do Timão, Pedrinho quer honrar a camisa que veste, quer títulos, quer seu nome cravado na história. 

– Eu tenho muitos sonhos, e acho que o sonho não pode parar. Tem que sempre estar alimentando esse sonho. Cada dia que passa é um sonho que se realiza. Eu quero ainda ganhar muitos títulos pelo Corinthians, quero poder um dia me tornar um ídolo para esse clube, e quero também um dia poder jogar na seleção brasileira. Sobre a Europa, bem, todo atleta sonha em poder um dia chegar lá, mas eu quero primeiro fazer a minha história dentro do Corinthians, ganhar vários títulos para só depois pensar em ir para Europa com a carreira já consolidada. É importante manter a humildade, manter os pés no chão e ter sempre a certeza que as coisas vão acontecer na hora certa.


É importante manter a humildade, manter os pés no chão e ter sempre a certeza que as coisas vão acontecer na hora certa.




Família

Aos 13 anos, Pedrinho saiu de casa para se aventurar no mundo do futebol. Longe dos pais teve que enfrentar os perrengues da vida, mas a família foi sempre o alicerce do jogador, que buscou refúgio no carinho e nos conselhos dos pais. 

– Toda entrevista eu falo de família, e família para mim é a base. Sem eles nada teria acontecido, eles estão comigo em todos os momentos, nos bons e nos ruins. Hoje é fácil chegar e dar parabéns, mas só eles sabem o que passei. E poder ver eles orgulhosos me deixa muito feliz, isso que é felicidade para mim


Pedrinho exibe a faixa de campeão paulista (Foto: Viviane Leão/GloboEsporte.com)

A paixão pelo futebol passou de pai passou para filho, e de filho para irmã. Luana, a caçula, seguiu os passos do jogador e também é atleta. 


– Se eu jogo bola hoje é por causa dele. Ele é uma inspiração para mim, ver ele em um time grande é muito emocionante. Ele me aconselha e tento levar isso sempre comigo. 

A mãe, Luciana, é outra que aprendeu a gostar de futebol. Fã do Corinthians, não perde um jogo do Timão e, claro, larga tudo e até improvisa festa com os vizinhos e familiares para ver o filho em campo. 

– Quando tem jogo do Corinthians essa casa aqui vira uma festa. Fazemos churrasco, e todo mundo vem torcer. Torcemos, sofremos, choramos, rimos... É muita alegria ver nosso filho jogar, ver nosso filho realizando o sonho dele. 

O grande herói

A paixão pelo futebol corre nas veias. Corintiano, o pai queria ser jogador de futebol, mas, vivendo no interior, e sendo de uma família humilde teve que trabalhar logo cedo. A vontade ficou adormecida, mas a paixão pelo esporte e pelo time de coração se manteve viva. O Pedrinho nasceu, e o amor pelo futebol veio junto no sangue. Ele sempre quis ser jogador de futebol. O pai, claro, mergulhou no objetivo do filho e enfrentou com ele todas as barreiras e dificuldades do início da profissão. Teve porta aberta, porta fechada, só que o mais difícil mesmo foi encarar a saudade, as despedidas nas rodoviárias e aeroportos, sempre com o choro preso, solto muitas vezes no canto de uma parede. Relembrar a trajetória do filho emociona seu Pedro, mas é com um brilho especial nos olhos que o pai conta a história do filho. 

– A parte mais difícil era dizer adeus ao meu filho. Ele era uma criancinha, ele sofria, mas sempre esteve muito convicto do que queria. Ele olhava para mim e dizia: "Pai, quero ser jogador de futebol, é o meu sonho". Quando eu ia me despedir dele nas viagens eu segurava o choro, prendia, e quando não aguentava mais eu ia para o canto, me escondia atrás de um ônibus ou uma parede para chorar. Era muito difícil ver o filho partir. Olhando para tudo o que passamos é muito emocionante, eu nem sei explicar, ver meu filho no Corinthians deixa meu coração feliz. Fez todo sacrifício valer a pena. É lindo! 




Além de pai, Pedro é também o melhor amigo do jogador (Foto: Viviane Leão/GloboEsporte.com)
















Corinthiano atacante Jô se anima para fazer história na artilharia do Campeonato Brasileiro


Helder Júnior

18 AGO2017
08h21

O centroavante corinthiano Jô se animou com a possibilidade de terminar o ano não só como campeão brasileiro, mas também como o artilheiro da competição, como é atualmente, com 11 gols. Ainda mais porque o Corinthians jamais conseguiu fazer o goleador de uma edição do torneio nacional.

"É claro que, no começo do campeonato, fica difícil colocar isso como meta. Deixei as coisas acontecerem. Hoje, vejo que tenho grandes chances, pelo que fiz no primeiro turno. Então, é, sim, um objetivo individual", avisou Jô.

Com um jogo a menos do que os seus concorrentes - o compromisso da rodada passada foi adiado em função de uma excursão internacional da adversária Chapecoense -, Jô já atingiu a marca de 11 gols no Campeonato Brasileiro.

Apesar de estar de olho na concorrência, Jô fez questão de salientar que a sua prioridade é outra conquista. Ele não quer que nada desvie o focodo Corinthians, líder invicto do Campeonato Brasileiro, com 47 pontos ganhos, isolado, com 8 pontos de vantagem e um jogo a menos

"Primeiramente, o objetivo é ser campeão", disse Jô, antes de voltar a sonhar com a artilharia. "Seria legal para entrar na história do clube. Vou batalhar para isso, algo muito bom para mim", concluiu.





Corinthians hoje 18/08 | Sexta-feira 10h - Treino no CT Dr. Joaquim Grava

17 de ago de 2017

CORINTHIANS 17/08/2017





Corinthians poupa meia Jadson contra o Vitória e mantém Clayson titular


Léo também voltou a treinar(Foto: Daniel Augusto Jr)

Fábio Carille comandou treino nesta quintaDaniel Augusto Jr

Jadson ainda é dúvida para sábado(Foto: Daniel Augusto Jr)


Clayson deve ser titular sábado(Foto: Daniel Augusto Jr)


Guilherme Arana voltou a treinar(Foto: Daniel Augusto Jr)

Clayson deve ser titular sábado(Foto: Daniel Augusto Jr)1/5Gabriel Carneiro - 17/08/2017 - 17:55
Embora tenha treinado sem restrições na última quarta-feira e nesta quinta, Jadson ainda deve ser "seguro" pelo Corinthians para o jogo contra o Vitória, sábado, pela 21ª rodada do Brasileirão. O meia está recuperado de fraturas em duas costelas sofridas no último dia 19, mas não foi chamado pelo técnico Fábio Carille para o trabalho de faltas e escanteios com os titulares. Clayson foi o escolhido pelo treinador.

Com isso, a equipe que deve iniciar o jogo de sábado, na Arena Corinthians, tem: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Clayson (Jadson), Rodriguinho e Romero; Jô. A definição deve ocorrer no treino na manhã desta sexta, véspera do confronto,

Nesta quinta, Carille contou com Guilherme Arana e Léo Santos em campo. A dupla havia ficado na parte interna do CT Joaquim Grava na última quarta, por conta de dores musculares. Além deles, Vilson também trabalhou normalmente e vive expectativa de voltar a ser relacionado.


Por outro lado, Pedrinho ficou em tratamento de dores no joelho direito, sentidas durante a atividade da última quarta-feira. Pablo e Mantuan também não foram a campo, porque estão em fase final de tratamento de lesões musculares

Na primeira parte do treino desta quinta, os jogadores de ataque e defesa foram separados. Carille comandou os defensores, enquanto os atletas de ataque realizaram um trabalho de finalizações e cruzamentos orientados por Osmar Loss e Leandro Silva

Após o treino específico para os defensores e atacantes, os jogadores participaram de um animado rachão. Depois da tradicional foto do time vencedor, ainda teve tempo para Carille chamar os titulares para a atividade de bolas paradas. O técnico deve confirmar a escalação nesta sexta-feira, quando dará entrevista coletiva após o treino de manhã no CT Joaquim Grava.



Corinthians soma 123 mil inscritos no programa fiel torcedor e lidera ranking de sócios torcedores de  clubes do Brasil









Atacante corinthino artilheiro Jô diz que 2º turno será mais psicológico do que físico para o líder Corinthians

Atacante mostra preocupação com o lado emocional dos jogadores do Timão, que entra na reta final do campeonato como adversário a ser batido


Por Diego Ribeiro

17/08/2017 17h57

O Corinthians estreia no segundo turno neste sábado, às 16h, contra o Vitória, na Arena Corinthians, em jogo válido pela 21ª rodada do Brasileirão.


Líder invicto e isolado (8 pontos de vantagem) com 47 pontos e um jogo a menos na tabela – tem partida remarcada contra a Chapecoense para dia 23 –, o Timão sabe que é o adversário a ser batido nos 19 jogos finais da competição. Por isso, terá de jogar com inteligência.

– É o que temos de trabalhar sempre. É tentar ser o mais natural possível, independentemente da cobrança. É tratar cada jogo como mais um, foi o que fizemos até agora. A mesma responsabilidade ... Procuro conversar com todos que temos sempre de tratar o próximo jogo como uma final – destacou o centroavante Jô.


Jô em entrevista coletiva no Corinthians (Foto: Diego Ribeiro)

– Nosso objetivo é tentar fazer o maior número possível de pontos. O trabalho agora é mais psicológico do que físico – explicou.

Dono da melhor campanha da era dos pontos corridos, o Corinthians ficou duas semanas sem jogar, devido a pedido de adiamento de um jogo pelo adversário. Agora, o Timão enfrenta Vitória (casa), Chapecoense (fora) e Atlético-GO (casa).

– Qualquer equipe que está no Campeonato Brasileiro é capaz de vencer o Corinthians. São equipes de qualidade e temos de respeitar cada uma. Não vejo só uma ou duas capazes. Vejo todas. Todos podem jogar de igual para igual com o Corinthians, diz Jô

Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Vit:
Local: Arena Corinthians
Data e horário: sábado, às 16h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Clayson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Pablo (lesão na coxa direita), Caíque França (fratura na mão esquerda) e Mantuan (lesão na coxa direita)
Pendurados: Romero, Balbuena, Cássio, Jô, Gabriel, Pablo e Jadson
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa) e Cristhian Passos Sorence (todos do GO)
















Corinthiano atacante artilheiro Jô vê parte psicológica mais importante no segundo turno para Corinthians manter liderança isolada e invicta



Jô em treino do Corinthians(Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro - 17/08/2017 - 18:32

O Corinthians teve duas semanas sem jogo e pôde recuperar fisicamente os jogadores até o confronto com o Vitória, neste sábado, na Arena Corinthians, 16h, pela 21ª rodada do Brasileirão. Entretanto, um dos líderes do elenco está mais preocupado com o lado psicológico neste segundo turno do campeonato. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o atacante Jô analisou a preparação do Timão para a reta final da competição.

- Essa é a parte psicológica que precisamos trabalhar. É para ser o mais natural possível, independente da cobrança e da responsabilidade. Precisamos tratar como mais um jogo, porque tivemos alguns difíceis no primeiro turno. É sempre tentar ser o mais natural possível, cada jogador se prepara de uma maneira e eu procuro conversar com todos que precisamos tratar todos os jogos como finais. Nosso objetivo é fazer o maior número possível de pontos, mas se vier um tropeço precisamos ter serenidade. Agora é um trabalho psicológico muito grande, maior que o técnico e físico, por exemplo - disse Jô.
O Corinthians tem boa folga na liderança do Brasileirão: oito pontos a mais que o segundo colocado, e ainda tem um jogo a menos. Invicto no primeiro turno, o Timão terá dificuldade "muito maior" no returno, de acordo com a análise de Jô.

- Acredito que teremos uma dificuldade muito maior que no primeiro turno. As equipes sabem nossas qualidades, sabem onde tem alguns defeitos, o que é natural, mas trabalhamos em cima disso, mantemos a organização e também estudamos os adversários. O campeonato fica mais apertado por ser reta final, então vão ser jogos diferentes e nesse aspecto temos que nos agarrar para fazer melhor - afirmou o atacante.

Após duas semanas sem jogo, o Corinthians volta a campo neste sábado, diante do Vitória, na Arena Corinthians. Jô pediu atenção e ressaltou as dificuldades de enfrentar um time que luta contra o rebaixamento.

- Cada jogo gera uma expectativa muito grande. As circunstâncias hoje são de Corinthians líder, contra o Vitória na parte de baixo, mas que tem que ser respeitado. Não podemos entrar nessa atmosfera de oba oba, porque tratamos todos os jogos do primeiro turno com seriedade - declarou Jô.

- O campeonato começa a apertar um pouco. Quem está em cima com pressão de ganhar para se manter e quem está embaixo para se safar. Tem que estudar, e isso nossa equipe tem êxito quando faz. Estudamos o comportamento das equipes, e quem está lá embaixo não se fecha tanto, respeita e vai arriscar um pouco. E precisamos saber explorar isso, ver como as equipes vão se comportar. É estudo, cautela e psicológico - analisou.

Antes do confronto em casa, o Corinthians treina na manhã desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava.








Zagueiro Pablo avança tratamento no Timão

Destaque do Corinthians na campanha do título Paulista e da liderança isolada deste Brasileiro, o zagueiro Pablo deu um novo passo em seu processo de recuperação nesta quinta-feira. Ao lado do volante Mantuan, o camisa 3 realizou atividades físicas no gramado do CT Joaquim Grava, inclusive alguns exercícios usando bolas, e mostrou que está mais perto de voltar.
Foi o primeiro trabalho mais exigente de Pablo, que já encerrou tratamento no departamento médico e agora realiza a transição para o gramado, revezando trabalhos em campo com outros treinos na academia e no laboratório biomecânico, onde há diagnósticos de deficiências que podem ocasionar novos problemas. O zagueiro ainda não será relacionado para a partida deste sábado, contra o Vitória, e não tem data certa para voltar à equipe - o Timão enfrenta Chapecoense no próximo meio de semana e Atlético-GO na semana seguinte.

Enquanto realiza tratamento para voltar ao Corinthians, Pablo aguarda o acerto para sua permanência no clube em 2018. Ele está emprestado até o fim do ano pelo Bordeaux (FRA), e o acordo que o Timão possuía para comprar os direitos do jogador esfriou nas últimas semanas, desde que a diretoria se desentendeu com seu empresário. Mas o zagueiro Pablo acalmou a torcida no seu twitter, desmentindo a imprensa sobre foficas: "Calma gente, tudo isso é mentira".









Zagueiro Pablo volta a campo e deve reforçar Corinthians em duas semanas

Zagueiro se recupera de lesão na coxa direita 

Por Diego Ribeiro

17/08/2017 18h37

O zagueiro Pablo fez seu primeiro treino em campo desde que iniciou tratamento de uma lesão moderada no bíceps da coxa direita. Nesta quinta-feira, ele foi a campo ao lado de um auxiliar da preparação física, fez circuitos e retomou contato com a bola.

A previsão do departamento médico do clube é de que Pablo ainda leve mais duas semanas para estar à disposição do técnico Fábio Carille. O prazo inicial de recuperação era de seis semanas. Isso significa que o zagueiro deve desfalcar o Timão em mais três jogos.


A tendência é de que Pablo entre em fase final de preparação justamente nas duas semanas livres que o Corinthians terá no fim de agosto/começo de setembro – o Brasileirão tem uma pausa porque a seleção brasileira enfrenta Equador e Colômbia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.



Pablo vinha fazendo trabalhos no laboratório do CT desde segunda-feira (Foto: Diego Ribeiro)

Pablo ainda está em fase de transição, o que significa que não está liberado para os treinos com bola ao lado dos companheiros de elenco. Dependendo da evolução, ele pode iniciar esse tipo de trabalho na próxima semana.
Enquanto isso, Pedro Henrique vem o substituindo a altura.
Além de Pablo, o departamento médico tem o volante Mantuan, também com lesão na coxa direita, e o goleiro Caíque, com uma fratura na mão esquerda. O garoto Pedrinho, xodó da torcida corinthiana, tem dores no joelho e fez tratamento nesta quinta. Ele é dúvida para enfrentar o Vitória e será avaliado nesta sexta.

Com 47 pontos, o Corinthians é líder isoladíssimo do Campeonato Brasileiro com 8 pontos a frente e com um jogo a menos.

Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Vitória:
Local: Arena Corinthians
Data e horário: sábado, às 16h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Clayson, Rodriguinho e Romero; Jô.
Desfalques: Pablo (lesão na coxa direita), Caíque França (fratura na mão esquerda) e Mantuan (lesão na coxa direita)
Pendurados: Romero, Balbuena, Cássio, Jô, Gabriel, Pablo e Jadson
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa) e Cristhian Passos Sorence (todos do GO)















Técnico Fábio Carille esboça Corinthians para encarar o Vitória no sábado; veja o time

Guilherme Arana está recuperado de dores musculares e não preocupa para o próximo jogo, na Arena. Jadson não treina entre os titulares


Por Diego Ribeir
17/08/2017 17h30


Com Guilherme Arana e sem Jadson, o técnico Fábio Carille esboçou nesta quinta-feira a escalação do Corinthians para enfrentar o Vitória, no sábado. O lateral-esquerdo, que não treinou na última quarta, está recuperado de dores musculares e não preocupa para o duelo da 21ª rodada do Brasileirão, que acontece às 16h, na Arena. 

Já o meia, embora tenha treinado com bola desde terça, deve ser preservado, iniciando o próximo jogo na reserva. Também há chance de ele nem ser relacionado e voltar apenas contra a Chapecoense, dia 23 de agosto, em Santa Catarina. 

Desta forma, o Timão deve ir a campo com a mesma escalação que venceu o Sport por 3 a 1, há duas semanas, com Clayson na vaga do camisa 10. 

A equipe titular durante treinamento de bolas paradas nesta quinta-feira foi: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô. 



Técnico Fábio Carille esboçou o Corinthians para o jogo de sábado (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians) 


No treinamento desta quinta-feira, Carille comandou as seguintes atividades: 

Aquecimento
Trabalhos específicos de defesa e ataque
Rachão (treino recreativo, com titulares e reservas misturados)
Ensaio de posicionamento em lances de bola parada


O jovem meia Pedrinho, de 19 anos, foi desfalque. Ele sentiu dores no joelho esquerdo e abandonou o treinamento da última quarta antes dos demais. O jogador vai passar por avaliação antes do treino de sexta-feira.

Líder do Campeonato Brasileiro com oito pontos de vantagem sobre o Grêmio, segundo colocado, o Timão encerra a preparação para enfrentar o Vitória na manhã desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava.




Corinthiano atacante Jô revela saudade de jogar após duas semanas e intenção de ser artilheiro do Brasileirão

Goleador do Timão na temporada 2017 alerta para dificuldades que equipe encontrará no segundo turno e disse que pretende fazer história individualmente no Alvinegro


18h20 17/08/2017 - Agência Corinthians




Jô é artilheiro do Timão nesta temporada e do Campeonato Brasileirão; 18 e 11 gols, respectivamente

© Divulgação


A longa espera está para acabar. Falta pouco para o Corinthians voltar a campo. Será neste sábado (19), contra o Vitória, as 16h, na Arena Corinthians, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de o Timão ter passado quase duas semanas sem jogar, Jô, artilheiro alvinegro na temporada, não escondeu a expectativa para o retorno.

“Já bateu a saudade de jogar”, afirmou o atacante em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (17) após o treino no CT Dr. Joaquim Grava. “Tivemos duas semanas intensas de treinamento. Nesse período, conseguimos fazer um pouco de tudo. Consegui passar um tempo com minha família e deu tempo de treinar. Estamos preparados para o jogo”, acrescentou.

Será a estreia do Corinthians no returno do Brasileirão, após um primeiro turno histórico, com a melhor campanha na parte inicial do campeonato na era dos pontos corridos de todos os tempos – 47 pontos, com 14 vitórias, cinco empates e nenhuma derrota em 19 jogos. Jô alertou para as pedras que virão pelo caminho depois de um desempenho tão notável.

"Claro que agora os adversários virão com mais cautela, vão estudar mais a nossa equipe. Mas temos de ter a mesma entrega e organização. Os ajustes são em termos de finalizações, físicos, para não ter lesões. A parte psicológica também é importante. Temos consciência de que fizemos um belo primeiro turno, mas não vai adiantar se não fizermos um segundo turno bom. Nosso objetivo é tentar fazer o maior número possível de pontos, mas se o tropeço vier, não pode deixar cair", disse o camisa 7.

Jô é artilheiro do Corinthians na temporada 2017, com 18 gols anotados. Desses, 11 foram no Brasileirão, que o coloca como goleador máximo da competição no momento. Apesar de focar o coletivo, o atacante revelou que vê com bons olhos a chance de entrar na história de forma individual, já que o Timão nunca teve o artilheiro de uma edição de Campeonato Brasileiro.

"Claro que no começo do campeonato é difícil eu colocar a artilharia como meta, deixo as coisas acontecerem. Mas pelo primeiro turno que fiz, vejo que tenho grandes chances e coloco agora como objetivo individual. Primeiro é o objetivo de ser campeão, mas é claro que vou buscar isso porque posso entrar na história. Vou me esforçar para que eu possa ser o artilheiro. Será muito bom", concluiu Jô.






Jô vai falar aqui no CT Joaquim Grava!
Fim da breve atividade com os titulares. Clayson deve mesmo jogar no sábado. #trsccp



Carlinhos, Danilo, Clayton e Rodrigo Figueiredo fazem trabalho físico complementar. #trsccp




 
Jadson deixa o campo ao lado dos outros reservas. Agora, só titulares em campo no CT Joaquim Grava. #trsccp
Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô. #trsccp

Técnico Fábio Carille acaba de separar os titulares para um trabalho de cobranças de faltas e escanteios. Clayson está no time, Jadson não. #trsccp

Fim de treino. Ali está o time vencedor do rachão. #trsccp



Por outro lado, há a preocupação da comissão técnica em não queimar etapas com Jadson. Por isso, decisão fica para sexta. #trsccp

Jadson participa de todo o treino e tem chance de ser relacionado para o jogo de sábado. Dúvida é se será titular ou reserva. #trsccp
Rachão é bem animado, apesar do frio. É a única atividade do tipo no período de duas semanas livres do Corinthians. #trsccp


Fim de trabalho técnico. Hora do rachão! Atividade vai fechar a quinta-feira no CT Joaquim Grava. #trsccp


Jovem zagueiro Léo deixa o treino mais cedo. Carille vai comandar novo trabalho com os defensores. #trsccp

Romero é um dos melhores no treino de finalizações. Acaba de fazer um belo gol por cobertura após rebote de Cássio. #trsccp
Pablo, com lesão muscular na coxa, deve levar pelo menos duas semanas para voltar a jogar. #trsccp

Pablo e Mantuan fazem trabalho físico à parte. Ainda não estão liberados para treinos com bola. #trsccp

Muita gente perguntando sobre a parceria com o Spotify: os jogadores montarão playlists com músicas preferidas. Todos os detalhes serão divulgados no jogo contra o Vitória. E, claro, apesar de ser a cor do aplicativo, não haverá verde na camisa.

Pedrinho não está em campo. Faz tratamento de dores no joelho direito, que lhe tiraram mais cedo do treino de ontem. #trscc

Sobre a parceria do Corinthians com o Spotify: clube fará a divulgação no jogo de sábado. Cantor Péricles estará na Arena #trsccp

Auxiliares Osmar Loss e Leandro Silva comandam o trabalho de finalizações. Dupla exige precisão e repete mantra de Carille: "Acerta o gol". #trsccp

Em outro campo, meio-campistas e atacantes treinam finalizações. #trsccp

Corinthians não foi mais procurado pelos agentes de Lucca. Preço subiu, e o interesse do Nantes esfriou #trsccp

Fábio Carille e o auxiliar Fabinho dão atenção à defesa. Saída de bola é uma das prioridades. #trsccp

Vilson já treina no time de baixo, o que significa que ele pode ser relacionado para o jogo contra o Vitória. #trsccp

Defesa titular: Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana. Reserva: Léo Príncipe, Vilson, Léo e Moisés. #trsccp

Aí estão defensores titulares e reservas! Vilson está no grupo. #trsccp




Treino de hoje será por setores. Defesa num campo, ataque em outro. #trsccp
Com uma fratura na mão esquerda, goleiro Caíque vai a campo com proteção no local. Fará trabalho físico. #trsccp


 
Jadson também está em campo. Corinthians deve definir hoje se ele será ou não relacionado. #trsccp

Elenco faz aquecimento. Guilherme Arana e Léo , que não treinaram ontem, estão em campo. #trsccp







Boa tarde, pessoal! Daqui a pouco, Corinthians faz seu penúltimo treino antes do jogo contra o Vitória, sábado, na Arena Corinthians #trsccp

SOLIDARIEDADE

Amanhã, crianças e jovens com câncer em tratamento no Hospital Santa Marcelina irão ao CT Dr. Joaquim Grava acompanhar o treino do Corinthians.

Fala, galera! O Corinthians treina nesta tarde no CT Joaquim Grava. Você vai conferir tudo aqui com a gente!


Nove dias de férias e 46 jogos: Guilheme Arana tem cuidado especial no Corinthians

Lateral-esquerdo teve pouco tempo de férias porque disputou o Sul-Americano Sul-20 no início deste ano. Ele apresenta desgaste físico e nem participou do treino na última quarta


Guilherme Amaro

17 AGO2017
08h06

As duas semanas sem jogo do lider Corinthians têm sido importantes para o elenco descansar e recuperar jogadores, como o meia Jadson. Em um caso específico, a comissão técnica adota ainda mais cuidado neste período: com o lateral-esquerdo Guilherme Arana. 

Não à toa que Arana apresenta desgaste físico e não participou do treino em campo na última quarta-feira por conta de dores musculares. Ele, inclusive, já havia deixado a atividade mais cedo na terça. O lateral teve apenas nove dias de férias no fim do ano passado e já soma 46 jogos na temporada - 40 pelo Corinthians e seis pela Seleção Brasileira Sub-20. 

Ao contrário da maioria dos jogadores, Arana não teve férias após o fim do Brasileirão de 2016. Ele se apresentou à Seleção Sub-20 para a preparação para o Sul-Americano da categoria. Os jogadores ganharam apenas nove dias de férias, de 24 de dezembro até 1ª de janeiro. 

Logo que voltou ao Corinthians, Arana assumiu a titularidade. Apesar de ter retornado da Seleção na segunda metade de fevereiro, o lateral é o quinto jogador que mais participou de jogos pelo Timão temporada, atrás de Cássio (49 partidas), Gabriel (47), Jô (47) e Balbuena (42). Agora com essas duas semanas sem jogo, a comissão técnica pôde dar descanso aos atletas mais desgastados. 

- A gente vinha em uma sequência muito intensa. Essas duas semanas são muito importante, primeiro para recuperar os atletas, e depois para treinar algumas variáveis. Por conta dos muitos jogos, acabamos tendo tempo apenas para recuperar e não fazer trabalhos de condicionamento. Então essas duas semanas servem para recuperar e depois trabalhar essas variáveis - explicou o fisiologista Antonio Fedato, na semana passada. 

Embora não tenha trabalhado em campo na última quarta, Arana não deve desfalcar o Corinthians neste sábado, contra o Vitória, pela 21ª rodada. O lateral tem sido um dos destaques do líder do campeonato, com oito assistência e dois gols. Isso que ele só teve nove dias de férias!















Volante Gabriel em nova e boa fase no Timão
Titular do Corinthians desde o início da temporada, camisa 5 diminui quantidade de faltas e melhora o posicionamento em campo. Segredo é 'trocar' os desarmes pelas interceptações


Gabriel Carneiro

17 AGO2017

Há uma diferença entre os termos "desarme" e "interceptação" no futebol. Ambos são sustentados em recuperar a posse de bola durante o jogo, mas de formas diferentes: no primeiro, é simplesmente tirar a bola do adversário, e no outro é impedir que ela seja passada de um jogador rival a outro. A diferença entre os dois termos é justamente um dos segredos da boa fase do volante Gabriel pelo Corinthians. São 47 jogos no ano e titularidade incontestável. 

Ao longo deste ano, Gabriel tem evoluído sob o comando de Fábio Carille. São cada vez menos faltas e cartões amarelos recebidos 

- Isso se deve à parte física e ao posicionamento nos treinamentos - disse, em entrevista recente, o volante do Corinthians, que já não recebe cartões há 12 partidas nesta temporada. 

O posicionamento a que se refere Gabriel é uma novidade que ele encontrou no Corinthians. Em vez da marcação individual, o volante trabalha hoje em um sistema de marcação por zona com Carille, com controle de espaços, posicionamento mais qualificado e cortando as linhas de passe do adversário. Em resumo: Gabriel não precisa mais dar tantos botes, então faz menos faltas e recebe menos cartões amarelos. Em vez de brigar pela bola, ele chega antes. 

No ano, Gabriel soma 47 jogos, com 82 faltas (média de 1,7 por jogo), 14 cartões (sendo 12 amarelos e dois vermelhos) e 116 desarmes (2,4 por jogo, em média, somando interceptações e recuperações com contato). Ele também já soma um título, do Paulistão, e está à caça de outros dois, que são a Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.











Há 48 anos, Corinthians vencia Barcelona pela última vez; Timão está invicto contra time catalão

Corinthians e Barcelona se enfrentaram quatro vezes em toda a história. O retrospecto do Timão é impressionante diante do time espanhol: quatro vitórias em quatro jogos


14h00 17/08/2017 - Agência Corinthians






Divulgação/Corinthians

Há exatos 48 anos, o Corinthians vencia o Barcelona por 2 a 1, no estádio La Rosalera, em Málaga, na Espanha, conquistando o título da IV Copa Costa Del Sol, no último duelo entre as equipes na história.

Após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Timão conseguiu a vitória com gol de Benê, já na prorrogação. A vitória manteve o tabu sobre a equipe da Catalunha.

Corinthians e Barcelona se enfrentaram quatro vezes em toda a história. O retrospecto do Timão é impressionante diante do time espanhol: quatro vitórias em quatro jogos.

Os dois primeiros duelos foram pela ‘Pequena Taça do Mundo’, disputada em Caracas, na Venezuela. Neste torneio, o Timão encarou o Barcelona duas vezes, com duas vitórias: 3 a 2 e 1 a 0. 

No terceiro jogo, em 1959, o Timão venceu o Barcelona em pleno Camp Nou, por 5 a 3, em amistoso internacional. O Barça abriu o placar com o brasileiro Evaristo de Macedo. Menos de um minuto depois, Luizinho empatou para o Timão. Após nova vantagem do time da Catalunha, o Timão conseguiu o empate com Bataglia e logo ampliou com Índio e Tite (2). Evaristo ainda diminuiu nos minutos finais, encerrando o marcador.














No Corinthians, zagueiro Balbuena prevê “Pedrão” correndo o dobro depois de virar pai


Balbuena ganhou Pedro Henrique como parceiro a partir da lesão de Pablo (foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Balbuena espera ver o seu companheiro de zaga ainda mais disposto nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro. Com a experiência de quem é pai de dois garotos, Lucas e Liam, o paraguaio acredita que o prata da casa Pedro Henrique ganhou novo incentivo com o nascimento do filho Pietro, nesta semana.

“Virar pai é uma felicidade inigualável. O Pedrão vai mudar para melhor”, comentou Balbuena, referindo-se ao companheiro pelo apelido carinhoso que adotou. “Agora, a motivação dele será um pouco diferente. Sabendo que precisa dar de comer a uma criança, correrá o dobro”, completou Balbuena, sorrindo.

Com 39 jogos a serviço do time profissional do Corinthians, Pedro Henrique ainda alterna bons e maus momentos, o que desperta a desconfiança dos torcedores mais críticos. O prata da casa se firmou como titular a partir da lesão muscular sofrida por Pablo, ainda sob os cuidados do departamento médico, e anotou um gol no último compromisso da equipe, a vitória do Corinthians por 3 a 1 sobre o Sport.


“O Pedrão é um cara muito tranquilo, de cabeça boa, firme. O filho será uma motivação a mais para ele trabalhar bem, como já vem fazendo”, reforçou Balbuena, que sempre faz questão de manifestar apoio ao companheiro.

De fato, o Corinthians manteve sua consistência com a troca do elogiado Pablo por Pedro Henrique. O invicto Timão lidera o Campeonato Brasileiro com folga, com os seus 47 pontos ganhos, e ostenta a defesa menos vazada da competição, com só nove gols sofridos em 19 jogos.

“Isso é porque o pessoal que não joga sempre também cumpre a sua função. Com eles, o rendimento não diminui”, enalteceu Balbuena, antes de falar especificamente sobre a defesa formada por ele e Pedrão. “Sempre trabalhamos um perto do outro, fazendo as coberturas. É importante ter repetição e concentração. Além disso, estamos bem protegidos por Maycon, Gabriel e Rodriguinho. Diminuindo os espaços, os adversários criam menos perigo”, analisou o paraguaio.













Corinthians informa sobre troca de ingressos comprados pela internet para jogo de sábado contra vit
Pontos abrirão para torcedores trocarem os vouchers das compras pelo ingressoscorinthians.com; não haverá venda nas bilheterias

12h00 17/08/2017 - Agência Corinthians



Bruno Teixeira

A troca dos vouchers de quem comprou ingresso para Corinthians x Vitória, jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, pela internet começa nesta quinta-feira (17). O torcedor pode retirar a entrada para a partida em cinco pontos.

Na Arena Corinthians – palco do duelo deste sábado (19) – e na loja Poderoso Timão da Rua Augusta, a troca acontece das 12h às 17h. No Parque São Jorge e nas unidades da Poderoso Timão do Shopping D e do Tietê Plaza, das 12h às 19h.


Devido à reserva de grande parte dos ingressos, não haverá venda nas bilheterias. Pela internet, no ingressoscorinthians.com, estão disponíveis os seguintes setores:

- Business Lounge, que inclui serviço de buffet com salgados, mini lanches, sobremesa, refrigerante e suco;

- Camarote Festa, que terá feijoada e caipirinha, com atrações musicais (Samba e Pagode), buffet completo e cerveja (bebidas alcóolicas serão servidas até duas horas antes do início da partida) a partir das 12h, além de uma visão privilegiada do campo de jogo, nas varandas localizadas no quinto andar do setor Oeste da Arena Corinthians.


Torcedores do plano Minha Nação já têm a sua cadeira garantida neste e em todos os jogos do Timão na temporada. Para associar-se ou garantir o seu ingresso, acesse www.fieltorcedor.com.br.








Corinthians encaminha compra, e volante Paulo Roberto deve assinar até 2019
Emprestado pelo Osasco Audax ao Corinthians apenas até o fim desta temporada, o volante Paulo Roberto deve ser comprado pelo Timão. As partes já encaminharam o acerto, e uma reunião na próxima semana pode selar a negociação. A tendência é de que o novo contrato seja válido até o fim de 2019.

- Acho que já está até renovado com o Paulo Roberto, acertamos tudo, está consolidado que ele fica - disse o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto

, Paulo Roberto teve boas atuações e é visto como polivalente pela comissão técnica corintiana. Ele atuou na lateral direita quando Fagner e Léo Príncipe eram desfalques. Além de ter se destacado pelo lado, o volante tem treinado de zagueiro por conta da lesão de Pablo, mas ainda não foi utilizado na função.

Aos 30 anos, Paulo Roberto atuou em 13 partidas pelo Corinthians, sendo seis como titular. Ele se destacou principalmente em vitórias fora de casa, Corinthiams 3x0 Ponte, no primeiro jogo da final do Paulistão, e em Corinthians 1x0 Grêmio, pelo Brasileirão

Na sua posição de origem, ele é o reserva imediato de Gabriel. Os outros volantes do elenco do Timão são: Maycon, Fellipe Bastos, Camacho, Marciel, Mantuan e Warian





Após boas atuações, Corinthians encaminha compra de Paulo Roberto

Emprestado até dezembro, volante de 30 anos deve fechar por mais duas temporadas com o Timão

Por Marcelo Braga

17/08/2017 13h00

O Corinthians está muito próximo de acertar a compra em definitivo do volante Paulo Roberto, que está emprestado pelo Osasco audax ao Timão até dezembro. 

– Acho que já está até renovado com o Paulo Roberto, acertamos tudo, está consolidado que ele fica – disse o diretor Flávio Adauto em entrevista


Paulo Roberto deve acertar por mais dois anos com o Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag Corinthians) 

A tendência é que o Timão acerte um contrato válido por mais duas temporadas com o jogador de 30 anos. 

Contratado em janeiro, Paulo Roberto soma 13 partidas pelo Timão, com algumas atuações importantes, como na vitória do Timã por 3x0 sobre Ponte Preta, na primeira final do Paulistão, e em jogo fora de casa: Corinthians 1x0 Grêmio, no Brasileirão, quando fez a jogada do gol da vitória. 

Polivalente, Paulo Roberto já foi escalado como volante e como lateral direito por Fábio Carille. Atualmente, tem treinado de zagueiro por conta da lesão de Pablo.















Tabela do Paulistão vai definir a presença do Corinthians nos EUA em 2018

Por conta da Copa do Mundo, torneio estadual deve ter primeira rodada antecipada em cerca de duas semanas, o que pode atrapalhar os planos do Timão

Por Bruno Cassucci e Marcelo Braga

17/08/2017 12h44

Participante das últimas três edições do Torneio da Flórida, o Corinthians aguarda o lançamento do calendário do futebol brasileiro de 2018 para decidir se seguirá fazendo sua pré-temporada nos Estados Unidos. Por conta da Copa do Mundo, porém, os planos podem mudar. 
Assim como ocorreu em 2014, no ano do último Mundial, o Campeonato Paulista deve ter sua primeira rodada antecipada em cerca de duas semanas. 
Se em 2017 o Timão estreou contra o São Bento, em 4 de fevereiro, a tendência é de que no ano que vem a equipe já vá a campo entre os dias 17 e 20 de janeiro. A tabela oficial da Federação Paulista de Futebol só deve ser divulgada em novembro. 
Diretor de marketing do Timão, Fernando Sales diz que a definição da participação será 100% da comissão técnica. 
– A gente tem um contrato que prevê a disputa de cinco edições, mas há uma cláusula que diz que, dependendo da temporada, podemos não jogar. Será um ano de Copa do Mundo, em que todos os campeonatos devem ser antecipados. A legislação determina um mês de férias aos atletas. Vamos imaginar a felicidade de ir para a final da Sul-Americana, dia 13 de dezembro. Assim, só voltaríamos a treinar em 13 de janeiro. Não teríamos tempo, já que a Flórida começa dia 15. Temos de fazer exames, avaliação física, não posso colocar os caras no campo porque eles se arrebentam.
Nesta temporada, o Timão se reapresentou das férias em 11 de janeiro, viajou para os EUA no dia 15 e atuou em Orlando nos dias 18 e 21, respectivamente. Desta forma, a antecipação do Paulistão seria conflitante em 2018. O contrato prevê uma liberação amigável. 

– Não tem multa, porque há uma cláusula dizendo que se o clube for impedido de participar por questões de tabela não há penalidade. Aí vamos em outro ano, tem que ver – completou Sales. 
Nos últimos dias, a diretoria se reuniu com os organizadores do Torneio da Flórida para tratar do tema. A definição, porém, ainda deve demorar alguns meses para acontecer.












Há um ano, Arena Corinthians recebia semifinal olímpica entre Nigéria e Alemanha

Duelo no estádio corinthiano valia vaga na final do futebol de campo marculino, contra o Brasil, pelos Jogos Olimpícos Rio 2016


10h00 17/08/2017 - Agência Corinthians





Há um ano, no dia 17 de agosto de 2016, Nigéria e Alemanha se enfrentaram na Arena Corinthians pelas semifinais do torneio masculino de futebol dos Jogos Olímpicos Rio 2016. No fim da tarde daquela quarta-feira, mais de 30 mil pagantes presentes no estádio alvinegro viram os alemães superarem os nigerianos por 2 a 0 e conquistar uma vaga na disputa pela medalha de ouro.

A Alemanha saiu na frente logo após o apito inicial. Após jogada pela direita, o lateral direito Lucas Klostermann aproveitou cruzamento rasteiro e, livre na grande área, completou para o gol e inaugurou o placar da semifinal.

Com Obi Mikel, na época volante do Chelsea, os nigerianos pressionavam a saída de bola alemã para tentar o gol de empate. Após alguns minutos de marcação, quase empataram com o atacante Sadiq, após falha do goleiro alemão Horn, que o nigeriano não conseguiu aproveitar.

Depois de um jogo duro, a Seleção Alemã confirmou a vitória aos 43 minutos da segunda etapa. Selke recebeu livre na direita e arrancou em contra-ataque. Livre, o atacante bateu cruzado para Petersen empurrar para as redes.

Foi o último jogo do futebol masculino do Rio 2016 na Arena Corinthians. A Nigéria ainda conquistou a medalha de bronze após vencer Honduras por 3 a 2, no Mineirão. Já a Alemanha ficou com a medalha de prata após empatar com o Brasil no tempo normal por 1 a 1 e perder nos pênaltis por 5 a 4, no Maracanã.



















Timão e zagueiro Pablo creem em acerto e voltarão a negociar; Encontro nesta quinta deve iniciar reaproximação

Por Bruno Cassucci

17/08/2017 07h12

Hoje, o procurador do zagueiro Pablo se encontrará com um funcionário corintiano em caráter informal. Este será o primeiro passo antes de o empresário voltar a falar com Flávio Adauto e o gerente de futebol Alessandro Nunes, que conduzem as negociações.
– Eu vou procurar o Corinthians logo. A prioridade do Pablo sempre foi permanecer – disse o empresário.
Contudo, a diretoria do Timão anda ressabiada com o representante de Pablo. Além de terem se irritado com as declarações dele, os cartolas suspeitam que Fernando César esteja fazendo um leilão do zagueiro. Os corintianos foram informados que o jogador teria sido oferecido para clubes do Brasil, entre eles Flamengo e Palmeiras.
Mesmo assim, a cúpula alvinegra acredita estar bem protegida do assédio dos rivais. Alguns fatores são fundamentais para isso:
Dirigentes ouviram que Pablo está alugando um amplo apartamento na Zona Leste, próximo ao clube, indicativo de que ele planeja seu futuro no Corinthians.
Jogador, mulher e filho estão bem ambientados em São Paulo
Atleta mantém ótima relação com outros membros do elenco e seus familiares
A boa fase do clube e a possível disputa da Libertadores-2018 são trunfos.

Fernando César afirma que não voltará a conceder entrevistas enquanto a permanência de Pablo não estiver sacramentada, mas colocou panos quentes na polêmica com o Corinthians:
– Não falei com nenhum clube e jamais faria leilão, até porque o Pablo não quer jogar em outro clube do Brasil e jamais trocaria o Corinthians por outra equipe da cidade – declarou.
A forma de pagamento das luvas do jogador é o que emperra a negociação. Já há um acerto salarial com o atleta, que também concordou com o tempo contrato, até o fim de 2021.
Para liberar Pablo, o Bordeaux, da França, receberá cerca de R$ 4,4 milhões e ainda ficará com 15% do atacante MalcomFoi cogitada a possibilidade de reempréstimo até o meio do ano que vem, para que haja mais tempo para o Timão negociar com o defensor, mas isso ainda não está definido. .
– O Corinthians não tem pressa, podemos exercer a compra do Pablo até dezembro. Nós não vamos entrar em leilão. Quando fazemos uma proposta é de acordo com o que podemos, não com o que queremos. Mas temos muita confiança que o Pablo irá permanecer – comentou Flávio Adauto.
Pablo se recupera de uma lesão muscular na coxa direita, sofrida em 19 de julho. A expectativa é de que na próxima semana ele volte a trabalhar com bola no gramado do CT Joaquim Grava.
Corinthians hoje 17/08 | Quinta-feira 15h30 - Treino no CT Dr. Joaquim Grava