1 de mai de 2018

CORINTHIANS 01/05/2018




Corinthians joga por vitoria para antecipar classificação na liberta


3ª rodada: Independiente 0 x 1 CorinthiansDaniel Augusto Jr./Agência Corinthians


2ª rodada: Corinthians 2 x 0 Deportivo Lara (VEN)Daniel Augusto Jr.

1ª rodada: Millonarios 0 x 0 Corinthians Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Último duelo: Independiente 0 x 1 Corinthians - Libertadores 2017AFP

3ª rodada: Independiente 0 x 3 CorinthiansDaniel Augusto Jr./Agência Corinthians1/4

LANCE! - 01/05/2018 - 20:02


O Corinthians recebe o Independiente (ARG) nesta quarta-feira, às 21h45, em casa, na Arena Corinthians, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Timão é o líder do Grupo 7, com sete pontos. Já a equipe argentina está na lanterna, com três pontos. Veja abaixo as principais informações do confronto:







Corinthians x ind


lib da am 2018 4ª rodada
Local: Arena Corinthians
Data: 2/5/2018 - 21h45
arb: Victor Carrillo, Jonny Bossio e Victor Raez (Peru)

CORINTHIANS: Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho, Jadson e Mateus Vital. Técnico: Fábio Carille.

Desfalques: Fagner, Ralf, Renê Júnior e Clayson (lesionados).

ind: Campaña, Figal, Franco, Amorebieta e Silva (Sánchez Miño); Bustos, Domingo, Rodríguez Berrini e Benítez; Meza e Silvio Romero. Técnico: Ariel Holan













Andrés Sanchez quer entregar Corinthians com dívidas controladas

1 MAI2018
19h03

Andrés Sanchez tem uma meta clara para o seu mandato no Corinthians: acabar a sua gestão com a dívida do clube sendo a metade da arrecadação total, algo que, segundo ele, foi feito na primeira vez que ele foi presidente do Timão.

"Eu saí em 2011, tinha R$ 177 milhões de dívida e faturou R$ 400 milhões. Com os títulos tudo encarece. Hoje peguei com R$ 380 milhões de faturamento e R$ 430 de dívida. A dívida é um problema, mais o maior problema foi a queda de arrecadação. Acredito que temos que entregar o clube com a dívida sendo a metade do que arrecada", declarou ele, que acredita que o importante é ter as dívidas controladas.


O presidente alvinegro ainda criticou o tamanho dos estaduais, querendo que os times da primeira divisão só joguem uma pequena parte da competição. Andrés Sanchez ainda falou sobre sua antiga ideia de comandar a CBF.

"Temos um problema no Brasil que é o estadual. Jogamos 19 datas. Você tira o estadual, é outro calendário. O estadual tem que aumentar. Começar em março, terminar em outubro e os times que estão na Série A e B só entram nas finais", afirmou ao Sportv .

"Eu já tive muito mais push para CBF. Fiquei muito desiludido de uns anos para cá, mas estou no meio do futebol. Dez meses e fui o único dirigente a pedir demissão da CBF. Tem que mudar muita coisa", comentou antes de falar que haverá uma revolução no futebol brasileiro no futuro por causa de como a modalidade é gerida no país. "Daqui dois, três, quatro anos vai ter uma revolução no futebol brasileiro. Os clubes vão se revoltar. Uma hora vai acontecer'.









Gabriel confia em 'clima gostoso' na Arena para Corinthians vencer



Gabriel em treino do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

Guilherme Amaro - 01/05/2018 - 17:57

Após quatro jogos fora de casa, o Corinthians volta a atuar em sua Arena nesta quarta-feira, contra o Independiente (ARG), pela Libertadores da América. E o volante Gabriel confia em um "clima gostoso" no estádio para o Timão superar a equipe argentina.

Gabriel ressaltou a importância de jogar na Arena Corinthians e lembrou que na última segunda-feira o clube divulgou que já haviam sido vendidos 32 mil ingressos. Após o confronto com o Independiente, o Timão ainda tem mais três partidas em casa na sequência.

- É importante pelo fato de estarmos perto das nossas famílias e dos torcedores. O Corinthians faz valer o fator casa na grande maioria dos jogos. E tem a questão de concentração, alimentação, não ter que viajar para lá e para cá. É cansativo. Jogamos na Argentina (vitória por 2 a 0 sobre o Independiente), no Paraná (goleada por 4 a 0 sobre o Paraná), Salvador (empate por 0 a 0 com o Vitória) e depois Minas Gerais (derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG). Acaba sendo desgastante. Mas sabíamos disso, e não usamos como desculpa. Apesar de tudo, conseguimos grandes resultados nessa maratona. Agora é virar a chave, tem a Libertadores pela frente, já foram vendidos mais de 32 mil ingressos, vai estar um clima gostoso e nossa torcida vai nos ajudar como sempre foi para ir em busca da classificação, que é o objetivo traçado pela comissão - afirmou Gabriel, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

- A vitória é fundamental, sim. Como eu disse, temos a nossa força em casa, uma equipe qualificada, e a vitória é o ideal. Conseguimos uma grande vitória lá na Argentina. Sabemos que ainda temos mais três jogos, temos que estar concentrados os 90 minutos. O Independiente tem qualidade, toca bem a bola e tem jogadores perigosos. Temos que pressionar no momento certo para vencer e sair praticamente classificado - acrescentou o volante.

O Corinthians lidera o Grupo 7 da Libertadores, com sete pontos em três jogos. O Deportivo Lara (VEN) é o segundo colocado, com seis pontos, mas já disputou quatro partidas. O Millonarios (COL) também já atuou em quatro jogos, e soma quatro pontos. O Independiente é o lanterna, com três pontos em três jogos.

Com esse cenário, uma vitória nesta quarta deixa o Corinthians com dez pontos, dependendo apenas de mais um empate para avançar sem precisar de resultados de outros times. Além disso, o Independiente ficaria sem chances de classificação.





Henrique prevê jogo pegado, faz alerta, mas confia no Corinthians



Henrique em treino do Corinthians (Foto: Rodrigo Gazzanel / RM Spor / Lancepress!)

Guilherme Amaro - 01/05/2018 - 18:26

O zagueiro Henrique disse que o Corinthians "tem tudo" para vencer o Independiente (ARG) nesta quarta-feira, na Arena, pela Libertadores da América. O defensor acredita em um jogo "pegado" diante da equipe argentina e alertou para o comportamento da arbitragem. O Timão volta a disputar uma partida pelo torneio sul-americano após jogos pelo Brasileirão e Copa do Brasil na última semana.

- O pensamento tem que ser igual em todos os jogos. O estilo de jogo de uma Libertadores, com o juiz deixando seguir mais... Sabemos que não é em qualquer contato que vai ter falta. Então muda um pouco. Vai ser um grande jogo, difícil, de muita pegada, com muito choque. Mas temos tudo em casa para fazer um grande jogo e sair com a vitória - afirmou Henrique, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Corinthians e Independiente já se enfrentaram nesta edição da Libertadores, e o Timão venceu por 1 a 0 na Argentina. Apesar disso, Henrique alertou para a força do adversário fora de casa.

- Estávamos vendo o time deles, tem um histórico de vitórias muito grande fora de casa. É uma equipe muito perigosa, vimos lá na Argentina, tem muita qualidade e movimentação. Temos que estar concentrados - disse Henrique.

- Sabemos que o Independiente é uma equipe difícil, complica de se jogar. Mas jogando em casa, com a nossa torcida, temos que ser inteligentes para buscar a vitória. Vai ser um grande espetáculo, a torcida vai comparecer e nos incentivar - acrescentou o zagueiro.

Corinthians enfrenta Independiente se nesta quarta-feira, às 21h45, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. O Timão lidera o Grupo 7, com sete pontos, quatro a mais que a equipe argentina, lanterna.











Ídolo do Timão, Idário estreou há 69 anos
- 01/05/2018

No dia 1º de maio de 1949, um grande ídolo estreava com o manto alvinegro. Promovido dos aspirantes, o lateral direito Idário foi escalado pelo técnico Joreca como titular do Corinthians no amistoso contra o São Caetano E. C. No estádio Conde Francisco Matarazzo (Rua Paraíba), em São Caetano do Sul, o Timão venceu por 3 a 1, com gols de Nelsinho, Colombo e Ninim (contra).
A partir daquele 1º de maio, Idário construiu uma história gloriosa com o manto alvinegro. O jogador, que não primava pela técnica, logo ganhou o carinho da torcida corinthiana pela garra e recebeu o apelido de Sangue Azul. No total, defendeu o Corinthians em 469 partidas, marcou seis gols e conquistou seis títulos (Paulistão de 1951/52 e 1954; e Rio São Paulo de 1950 e 1953/54) entre 1949 e 1959.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store







Direto do CT: observação e preservação antes do duelo do Corinthians contra Independiente (ARG)
Timão recebeu instruções sobre o adversário e poupou desgaste na véspera de partida decisiva
01/05/2018



Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O elenco corinthiano concluiu a preparação para enfrentar o Independiente (ARG) na quarta-feira, às 21h45, pela Libertadores, na Arena. Na véspera do jogo, a comissão técnica preservou os atletas de uma carga mais pesada de treinamentos. Nos últimos 14 dias, o Timão jogou cinco vezes, sendo que quatro foram fora de casa.

Na tarde desta terça-feira (01), os atletas participaram de uma reunião com a comissão técnica, em que assistiram a um material audiovisual desenvolvido pelo CIFUT sobre o adversário.

Com dores no joelho direito, o atacante Clayson foi preservado da atividade e fará trabalhos intensivos na academia durante os próximos dias. O lateral-direito Fagner segue em tratamento de uma lesão muscular na coxa direita.

O Timão pode entrar em campo com Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho, Jadson e Matheus Vital.

RELACIONADOS
Goleiros: Caique e Cássio
Lateral direito: Mantuan
Lateral esquerdo Sidcley
Zagueiros: Balbuena, Henrique e Pedro Henrique
Volantes: Gabriel, Maycon e Paulo Roberto
Meias: Jadson, Marquinhos Gabriel, Mateus Vital, Pedrinho e Rodriguinho
Atacantes: Emerson, Júnior Dutra e Romero



Venda de ingressos

Até o momento, 33 mil ingressos foram vendidos para a partida entre Corinthians e Independiente (ARG). Nesta quarta, a venda segue aberta pela internet e nas bilheterias.













Corinthians tem maratona de nove jogos em maio
As quatro primeiras partidas do mês, que acontecem na Arena Corinthians, já têm ingressos à venda 01/05/2018



Seis das nove partidas acontecerão na Arena Corinthians; Foto: Bruno Teixeira

Em maio, o Corinthians terá pela frente nada menos do que nove partidas. A equipe do técnico Fabio Carille jogará por Conmebol Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, e entrará em campo em todos os meios e finais de semana. A maratona será iniciada nesta quarta-feira (02/05) e terminará só no último dia do mês (31).

Na Arena Corinthians, o Corinthians baterá o recorde de atuações em um único mês: serão seis partidas ao todo. As quatro iniciais marcam a primeira quinzena de maio para o Timão. Em seguida, jogadores e comissão técnica enfrentam uma longa viagem até Lara (VEN) para o penúltimo compromisso da fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018.



Confira a agenda completa do Corinthians em maio:

02/05 – 21h45 – Corinthians x Ind (ARG) – Libertadores – Arena Corinthians

06/05 – 11h – Corinthians x Ce – Brasileirão – Arena Corinthians

10/05 – 19h30 – Corinthians x Vit – Copa do Brasil – Arena Corinthians

13/05 – 16h – Corinthians x palm – Brasileirão – Arena Corinthians

17/05 – 21h30 – Dep. Lara x Corinthians – Libertadores – Estadio Metropolitano de Lara (VEN)

20/05 – 16g – Sport x Corinthians – Brasileirão – Ilha do Retiro

24/05 – 21h45 – Corinthians x Mill (COL) – Libertadores – Arena Corinthians

27/05 – 16h – Int x Corinthians – Brasileirão – Beira-Rio

31/05 – 19h – Corinthians x Am MG – Brasileirão – Arena Corinthians









Mais conversa, menos bola: jogadores do Corinthians aprovam "treino teórico" para a Libertadores

Time titular não treinou com bola nesta terça, véspera do jogo contra o Independiente


Por Marcelo Braga,
01/05/2018 18h24

Foram 30 minutos de apresentação da comissão técnica sobre o Independiente, da Argentina, próximo adversário do Corinthians, feita pouco antes do início do treino desta terça, e mais alguns minutos de conversa do técnico Fábio Carille com os jogadores que iniciarão o jogo, em campo.

Com elenco desgastado, a comissão técnica do Timão preferiu investir na preparação teórica para o jogo da quarta rodada da fase de grupos da Libertadores contra a equipe argentina, nesta quarta, às 21h45 (de Brasília).

Costumeiramente, Carille reúne seus 11 titulares em campo para um treino tático. Desta vez, após o papo, dispensou os atletas. Só Jadson, que não jogou domingo, treinou com os reservas.

Fábio Carille conversou com os jogadores titulares no campo (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Algo que foi aprovado pelo elenco.

– Entre esses últimos quatro jogos fora, fizemos poucos treinos. A gente conversa mais na parte teórica, porque na prática...É se alimentar, descansar. A maratona foi puxada – comentou o zagueiro Henrique.

– Tivemos um aquecimento ali mais forte, vimos o vídeo, conversamos com o professor e segue a preparação. Vamos decansar, brincar na concentração e concentrar na partida. É uma decisão. Estamos preparados para dar o nosso melhor – completou Gabriel.

Após quatro jogos seguidos fora de casa, com viagens para Buenos Aires, Curitiba, Salvador e Belo Horizonte, o Corinthians fará quatro jogos em Itaquera: contra Independiente (pela Libertadores), Ceará (pelo Brasileirão), Vitória (pela Copa do Brasil) e Palmeiras (pelo Brasileirão).





Corinthians tem 18 relacionados para enfrentar o Independiente

Carille não pode contar com Clayson, Fagner, Renê Júnior e Ralf, todos machucados

Por GloboEsporte.com
01/05/2018 18h09

A comissão técnica do Corinthians relacionou 18 jogadores para o jogo contra o Independiente, da Argentina, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera, pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América
Clayson, com dores no joelho direito, foi a última baixa do técnico Fábio Carille, que já não conta com outros quatro atletas: Renê Júnior (lesão no joelho direito), Ralf (lesãono ombro esquerdo), Fagner (lesão na coxa direita) e Léo Santos (tendinite no joelho direito).


Jadson está de volta ao time titular do Corinthians (Foto: Marcelo Braga)

Recém-contratado, o centroavante Roger ainda não foi incrito na competição. Ele só poderá ser utilizado a partir das oitavas de final, quando será possível realizar trocas na lista.

O time titular deve ter Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Romero, Jadson e Matheus Vital.

O banco terá Caíque, Pedro Henrique, Paulo Roberto, Marquinhos Gabriel, Pedrinho, Sheik e Júnior Dutra,

Com sete pontos, o Corinthians lidera o Grupo 7 com duas vitórias e um empate.

RELACIONADOS do TIMAO
Goleiros: Caique e Cássio
Lateral direito: Mantuan


Lateral esquerdo: Sidcley
Zagueiros: Balbuena, Henrique e Pedro Henrique
Volantes: Gabriel, Maycon e Paulo Roberto
Meias: Jadson, Marquinhos Gabriel, Mateus Vital, Pedrinho e Rodriguinho
Atacantes: Emerson Sheik, Júnior Dutra e Romero
















Corinthians tem o retorno de Jadson contra o Independiente

Dores no joelho direito tiram o meia-atacante Clayson do jogo desta quarta-feira

Por Marcelo Braga

01/05/2018 16h54
Corinthians terá a volta do meia Jadson e poupará o atacante Clayson contra o Independiente, da Argentina, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians, pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América

Com dores no joelho direito, o meia-atacante Clayson fez tratamento intensivo nesta terça e seguirá no departamento médico nos próximos dias, sendo retirado da partida.

Sem ele, o técnico Fábio Carille chamou 10 jogadores de linha para conversar no início da atividade. Entre eles estava Jadson, que foi poupado contra o Atlético-MG, e retorna ao time nesta quarta.


Carille conversou com os titulares do Corinthians (Foto: Marcelo Braga)

– Carille conversou com alguns jogadores, com o possível time que inicia o jogo, não sabemos a situação do Clayson, acho que está um pouco fadigado pela sequência de jogos. A princípio, é o time que ele conversou – revelou o volante Gabriel, em entrevista coletiva.

Assim, o Timão deve ter Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Rodriguinho, Romero, Jadson e Mateus Vital.

Após um breve papo, quase todos os titulares foram liberados para uma brincadeira de futmesa. Apenas Jadson, que não jogou no domingo, trabalhou com bola junto dos reservas.


Emerson Sheik aqueceu no campo, mas deixou o treino mais cedo (Foto: Marcelo Braga)

Aos 39 anos, Emerson Sheik também não treinou no campo. O veterano aqueceu junto dos demais jogador, mas partiu para a parte interna do CT no momento do treino coletivo dos reservas.
Corinthians empresta meia Marquinhos ao Bragantino para disputar Série C

Atleta foi destaque na conquista da Copinha de 2017. Com contrato até 2019, não tem idade para disputar torneios de base

Por GloboEsporte.com,
01/05/2018 16h44

O meia Marquinhos, um dos destaques da base do Corinthians nos últimos anos, foi anunciado pelo Bragantino para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogador de 21 anos tem contrato até junho de 2019 e chega por empréstimo até o final do ano.


O talentoso meia-atacante foi, ao lado de Carlinhos, o destaque do 10 título do Corinthians da Copinha de 2017, quando marcou um gol e deu uma assistência na final contra o Batatais, vencida por 2 a 1 pelo Timão

Tecnico Fábio Carille aposta em conversa e deixa dúvida na escalação do Corinthians

Jadson volta a treinar e deve reforçar o time, enquanto Clayson vira dúvida

Por Marcelo Brag
01/05/2018 16h54

O técnico Fábio Carille tem dúvidas para escalar o Corinthians que enfrenta o Independiente, da Argentina, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians, pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores.
Desgastado, Clayson não foi a campo nesta terça-feira, fazendo apenas trabalhos na parte interna do CT.

Assim, o treinador chamou 10 jogadores de linha para conversar no início da atividade. Entre eles estava Jadson, que foi poupado, e deve voltar nesta quarta.


Carille conversou com os titulares do Corinthians (Foto: Marcelo Braga)

Após um breve papo, quase todos os titulares foram liberados para uma brincadeira de futmesa. Apenas Jadson, que não jogou no domingo, trabalhou com bola junto dos reservas.

O Timão deve ter Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Rodriguinho, Romero, Jadson e Clayson (Mateus Vital).





Emerson Sheik aqueceu no campo, mas deixou o treino mais cedo (Foto: Marcelo Braga)


Aos 39 anos, Emerson Sheik também não treinou no campo. O veterano aqueceu junto dos demais jogador, mas partiu para a parte interna do CT Joaquim Grava no momento do treino coletivo dos reservas.











Andrés Sanchez descarta reforços de peso no Corinthians: "Não quero jogador consagrado"

Presidente dá entrevista para Cléber Machado no quadro "1 x 1", do Seleção SporTV

Por SporTV.com,
01/05/2018 16h11




Cléber Machado entrevista o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, no quadro "1 x 1"

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, afirmou nesta terça-feira, em entrevista ao quadro "1 x 1", do Seleção SporTV, que não contratará jogadores consagrados para a equipe de Fábio Carille.

– Já chegou o Roger. Aí já falaram que (o Corinthians) não precisa mais de um 9. Antes precisava, aí contratou o Roger, e o time está bem, não precisava. Estamos investindo. A minha política de investimento é outra. Não quero jogador consagrado. Já contratamos seis garotos que têm futuro para crescer. Quando contratei Paulinho e Ralf, todo mundo reclamava – disse Andrés Sanchez ao narrador e apresentador Cléber Machado (veja a entrevista completa no vídeo acima).

Tirando o centroavante Roger, recém-contratado aos 33 anos, os reforços mais recentes do Corinthians foram o lateral Juninho Capixaba, o volante Thiaguinho, os meias Mateus Vital e Fessim, o meia-atacante Bruno Xavier e o atacante Matheus Matias. Para o ataque, Emerson Sheik, de 39 anos, voltou ao Timão no início da temporada.



Cléber Machado entrevista Andrés Sanchez no Seleção (Foto: Reprodução/SporTV)
POR QUE VOLTOU?
– Vários fatores, né? Pela administração do Mário (Gobbi, ex-presidente do Corinthians) e do Roberto (de Andrade, também ex-presidente)... Um grupo com 10 anos no poder tem muito desgaste e teve muita dissidência. Foram 10 anos e teve um problema que começou comigo, que não foi um problema, foi uma solução, que foi o estádio. E ninguém mais do que eu e o Luis Paulo (Rosemberg, diretor de marketing) que começamos lá atrás e voltamos agora para tentar resolver esse problema da Arena, para parar esse "diz que me disse".

ARENA
– Dizem que eu ganhei um estádio, depois que eu não tinha dinheiro para pagar. O Corinthians deve R$ 1,180 bilhão para a Caixa (Econômica Federal) e a Odebrecht. O estádio custou R$ 985 milhões. O fundo pegou o dinheiro do BNDES. A Caixa era a repassadora de R$ 400 milhões, depois a Odebrecht pagou 500 milhões. Nós temos R$ 480 milhões de CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento), que vamos começar a vender. Você vai ter cerca de 45, 50% para sanar (a dívida). Temos 12 anos para pagar. É igual uma casa: você financia, você fica desempregado e refinancia, mas eu acho que o Corinthians não vai precisar refinanciar. Em tudo que teve no estádio eu estive envolvido. Tanta coisa já foi investigada e nunca saiu nada.


FUTEBOL BRASILEIRO
– Melhorou muito de uns 10 anos para cá, mas talvez não estamos na velocidade que se necessita. Precisamos melhorar muito, O futebol brasileiro hoje não atingiu nem 50% da sua potencialidade. No marketing, ainda estamos pequenos, na parte de organização estamos menores ainda. Tudo isso atrapalha o futebol. O motivo? O motivo é um pouco a CBF, um pouco os clubes.


ÁRBITRO DE VÍDEO
– Eu sou a favor, mas não o que queriam colocar na CBF. Não só por causa de grana, mas o diretor da CBF foi falar que não sabia quais regras seguir. Ele falou isso publicamente. Ai depois ele falou que custava R$ 40 milhões. Um presidente falou: "Lá em Portugal é 1,5 milhão de euros. Como aqui são R$ 40 milhões?" Não está sendo usando no Campeonato Brasileiro porque a CBF não tinha certeza de como seria usado. Os clubes têm que formar uma comissão e ver como a detentora dos direitos de imagem vai administrar isso.

ELEIÇÃO NA CBF
– Eu achei uma vergonha (a eleição de Rogério Cabloco, no último dia 17), mas está no estatuto, você não pode reclamar. Eles não deram golpe nenhum. Está no estatuto, o que eu posso fazer?

REVOLUÇÃO NO FUTEBOL
– Daqui um, dois, três anos vai ter revolução no futebol brasileiro. Os clubes vão se revoltar. Uma hora vai acontecer. Quando eu saí do Clube dos 13, até hoje eu pagou caro: "Olha, tá vendo, os clubes não têm união porque o Andrés quebrou o Clube dos 13"...


SER PRESIDENTE DA CBF
– Eu já tive muito mais punch para a CBF. Fiquei muito desiludido de uns anos para cá, mas estou no meio do futebol. Fui o único dirigente do futebol brasileiro a pedir demissão da CBF. Mas (para me candidatar à CBF) precisa mudar muita coisa, o futebol tem que mudar muito.


CALENDÁRIO
– Todos os clubes aprovaram, porque uns dizem que, se o time jogar menos, arrecada menos. Nós temos um problema no Brasil que são os campeonatos estaduais. São 19 datas. Tira o Estadual. Aliás, acho que o Estadual tem que aumentar. Começar em março, terminar em outubro, mas com os times que estão na Série A e, talvez, na Série B, só entrando nas finais. Você não pode ter uma Libertadores com oito times brasileiros e sete argentinos. Já não está tendo tanta graça. Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores serem jogados no segundo semestre é difícil. Não dá para o jogador jogar esses três campeonatos ao mesmo tempo.



COMO DEIXOU E ENCONTROU O CORINTHIANS
– Eu saí em 2011. Tinha R$ 177 milhões de dívidas e faturou R$ 400 milhões. Veio campeão da Libertadores, Mundial e Recopa, encarecendo o elenco. Hoje existe bicho. O cara que ganha R$ 400 mil por mês merece ganhar bicho? Hoje eu peguei com R$ 380 milhões de faturamento e R$ 430 milhões de dívidas. A crise é um problema? É, mas o maior problema foi a falta de arrecadação. Eu trouxe o (Luis Paulo) Rosemberg para fazer o marketing incrementar muito mais. Nós temos dois anos e meio para arrecadar metade e arrumar metade para sobreviver.







Corinthians não faz treino tático e só tem escalação especulada e não confirmada
O Corinthians encerrou na tarde desta terça-feira (1) a preparação para encarar o Independiente nesta quarta (2), às 21h45 (horário de Brasília), na Arena, em jogo válido pela quarta rodada do grupo 7 da Copa Libertadores.

Na véspera do duelo, o técnico Fábio Carille optou por não promover o treinamento tático, em função do desgaste físico proporcionado pela maratona de jogos. Os atletas considerados titulares bateram papo com Carille e depois foram liberados para o futmesa. O atacante Clayson fez atividades na academia, não foi ao gramado e virou dúvida contra os argentinos. Caso ele não tenha condições, Mateus Vital deve permanecer na equipe.

Vale lembrar que o lateral-direito Fagner, com lesão muscular, é baixa confirmada. O jovem Mantuan será titular. Os volantes Ralf e Renê Júnior seguem vetados pelo departamento médico.

Poupado contra o Atlético-MG, no último domingo, em Belo Horizonte, o meia Jadson participou de treino coletivo em campo reduzido e deve voltar a ser titular nesta quarta-feira.

A provável escalação corinthiana tem: Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho, Jadson e Clayson (Mateus Vital).


O Corinthians lidera o grupo 7 da Libertadores, com sete pontos ganhos, e vencendo o Independiente ficará a um empate da classificação das oitavas de final.








Corinthians sub 20 passa por Fla na Copa do Brasil com vitoria em temo normal e nos pênaltis, fora de casa

Timão vence o Rubro-Negro, na Gávea, por 2 a 1 e tem aproveitamento melhor nas penalidades, avançando para a semifinal do Sub-20

LANCE!

1 MAI 2018 17h26

O Corinthians está nas semifinais da Copa do Brasil Sub-20. Na tarde desta terça-feira, o Timão reverteu a vantagem - ao vencer por 2 a 1, mesmo resultado do primeiro jogo - em plena Gávea, e eliminou o rival nas penalidades. Os gols da vitória foram assinalados por Lucas Pires e Rafinha. O Fla saiu na frente com gol de Pablo. No primeiro jogo, o Fla tinha vencido por 2 a 1 e chegou para o jogo decisivo com a vantagem do empate. E a vantagem foi ampliada já no segundo tempo, aos nove minutos. Depois de um contra-ataque, Pepe encontrou Pablo na área e o lateral empurrou para as redes.

O Corinthians avançou e chegou ao empate aos 16, depois de belo lançamento, Rafinha tocou na saída de Gabriel Batista e empatou. Aos 43 foi a vez de Lucas Pires receber o lançamento e tocar na saída de Gabriel para virar o jogo, Corinthians 2x1 fla, e levar a partida para os pênaltis.

Nos pênaltis, Samuel, Bilu e Lucas Pires converteram para os paulistas. Fabrício Oya e Carlos Augusto desperdiçaram. Já pelos lados do Fla, apenas Wendel e Vitor Ricardo marcaram. Já o goleiro Gabriel Batista, Yuri e Wesley desperdiçaram.




Nas semifinais, o Corinthians encara o vencedor de Botafogo e Ponte Preta. O Glorioso venceu a primeira partida por 1 a 0, no Rio de Janeiro.

Há exatamente 18 anos, falecia Cláudio, o maior artilheiro da história do Corinthians
01/05/2018
Ninguém em mais de 107 anos de história do Sport Club Corinthians Paulista marcou mais gols que Claudio Christóvam de Pinho. Foram nada menos do que 305 nos 550 jogos que disputou entre 1945 e 1957. Nascido no dia 17 de julho de 1922, o ídolo corinthiano faleceu no dia 1º de maio de 2000 – há exatamente 18 anos.

Claudio foi ainda além de ser o maior artilheiro da história do Corinthians. Durante os 12 anos de clube, foi o capitão e o cérebro de uma das melhores e mais vitoriosas equipes do Timão: aquela que conquistou o bicampeonato paulista em 1951/52, o IV Centenário, em 1954, e três torneios Rio-São Paulo, em 1950, 1953 e 1954.

Claudio, que também atendia pelo apelido de Gerente, também foi técnico do Corinthians em 1958, após saída de Oswaldo Brandão.

Claudio, eternamente dentro dos nossos corações.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store


















Corinthians divulga fotos da nova pintura do ônibus: "Todos por um"

Timão enfrenta o Independiente pela Libertadores na quarta-feira, na Arena Corinthians
Por GloboEsporte.com
O Corinthians divulgou nesta terça-feira nas redes sociais algumas fotos da nova pintura do ônibus que leva a delegação aos jogos. O veículo é todo preto com uma espécie de escudo em branco. Em volta da imagem de um punho cerrado há a inscrição: "Todos por um. Corinthians".

Veja as imagens na postagem do Corinthians:





O nosso busão tá de cara nova. Ficou bem louco!


Imagem da nova pintura do ônibus do Corinthians (Foto: Divulgação/Corinthians)

A frase também faz parte da campanha dos novos uniformes do Timão, que serão lançados na quarta-feira. No mesmo dia, às 17h (de Brasília), antes de Corinthians x Independiente, uma estátua feita em homenagem a Sócrates será inaugurada no entorno da Arena, em Itaquera. O punho cerrado era característica das comemorações de gol do Doutor, ídolo corinthiano.






Ficamos por aqui, amigos do GloboEsporte.com. Voltaremos a qualquer momento com mais novidades do Timão.

RESUMO DA TERÇA-FEIRA DO CORINTHIANS

- Carille apostou em muita conversa e pouca bola para os titulares;

- O técnico não mostrou seus 11 em ação, mas Jadson deve voltar;

- Clayson, desgastado, deve deixar de ser titular;

- Emerson Sheik, também cansado, deixou o trabalho mais cedo;

- Gabriel e Henrique deram entrevista coletiva.

O Timão pega o Independiente, da Argentina, nesta quarta, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians, pela Libertadores. Até lá!


E como reclamam com os árbitros na Libertadores?

Henrique: "Dependendo das palavras o juiz entende. Dentro de campo o futebol tem muita mímica. Falar espanhol, o juiz às vezes finge que não escuta, mas a gente tenta cobrar o que é certo"

Gabriel: "De vez em quando a gente dá uma desenrolada (risos)"







Henrique usou a tarja em Minas

"Todo mundo no Corinthians tem essa liderança. Estou há pouco no Corinthians, aprece que faz tempo, me acolheram bem, me sinto feliz de vestir a camisa, de ser o capitão neste jogo. Todos têm sua voz"


Gabriel defende Mantuan

"Ele foi um vencedor no Corinthians, onde está há muito tempo, sabe o que é Corinthians, foi campeão da Copinha, capitão da equipe, você não ouve ele reclamando nos treinos. Joga por seu merecimento. São lances pontuais que acontecem com todo mundo. Contra o Atlético-MG, na minha opinião foi falta nele e o juiz não deu. Vida que segue. Amanhã é outro campeonato e ele tem total apoio da nossa equipe"


Henrique, ainda sobre os poucos treinos

"O treinamento é fundamental numa bola parada, num estilo de jogo diferente, às vezes o professor quer colocar algo. Mas temos jogadores experientes no grupo"

Henrique fala do Independiente

"Eles têm um histórico de muitas vitórias fora de casa. Temos que ter atenção para fazermos um grande jogo e conseguirmos o nosso objetivo"


Gabriel, como é treinar sem treinar?

"Treinamos, tivemos um aquecimento ali mais forte, vimos o vídeo, conversamos com o professor e segue a preparação, quem precisar fazer algo a mais ou a menos, vamos decansar, brincar na concentração e concentrar na partida. É uma decisão. Estamos preparados para dar o nosso melhor"


Estão cansados?

Henrique: "É diferente o cansaço de cada um, de meias, volantes, atacantes, todos se dedicam, a gente se cobra em campo. Nesses quatro jogos fora, foram poucos treinos. A gente conversa mais na teórica, porque na prática....É se alimentar, descansar. A maratona foi puxada, procuramos fazer o melhor. Agora temos uma sequência em casa, muda a rotina de viagens e hotel. O cansaço é de cada um, é conversado internamente para darmos 100%"


Volante analisa o rival

Gabriel: "Vencer é fundamental, pela equipe que temos, uma vitória é o ideal. Tivemos uma grande vitória na Argentina, onde um empate não era mau resultado, mas vencemos. Temos três jogos ainda. Amanhã é mais um. O Independiente é uma equipe de qualidade, que toca bem a bola, tem jogadores que se aproximam. Vamos tentar pressioná-los no momento certo para ficar com a bola"

Henrique, sobre o Independiente

Henrique: "Uma equipe difícil, que sempre chega, mas claro que jogando em casa, com nossa torcida, temos que ser inteligentes para fazer um grande jogo e buscar a vitória. Será um grande espetáculo. Vamos tentar fazer um grande jogo"

Na matemática

Gabriel: "Queremos sair amanhã classificados, o que é um objetivo nosso"


Gabriel fala dos quatro jogos em casa

"Importante pelo fato de estarmos perto da família, dos nossos torcedores, jogar em casa, no estádio em que o Corinthians faz valer o fator casa. E questão de concentração, alimentação, não ter que pegar voos, é cansativo. Lógico que acaba sendo desgastante, mas não usamos como desculpa. Em quatro partidas, duas vitórias, um empate bom e apenas uma derrota. Foram grandes resultados. Agora é virar a chave, temos uma Libertadores, com mais de 32 mil ingressos vendidos. Vai estar um clima gostoso"



Henrique analisa o momento

"A gente sabe o que fez ou deixou de fazer nos últimos jogos. Lutamos ao máximo. Empate fora com o Vitória não foi reusltado ruim. Contra o Atlético-MG, saímos tristes pelo resultado. Mas no próximo jogo vamos corrigir e melhorar"

Henrique, sobre marcar gringos

"Pensamento e mentalidade é igual em todos os jogos. Estilo de jogo de Libertadores, juiz deixa o jogo seguir, não é qualquer contato que dá falta. Muda, não a pegada, mas questão de faltas e intensidade de jogo. A gente conhece as equipes fora do Brasil. Vai dar um grande jogo amanhã, de muita pegada, muito choque, temos tudo para fazer um grande jogo e saírmos com a vitória"


Gabriel fala do time titular

"Então, Carille conversou com alguns, o possível que time que inicia, não sabemos a situação do Clayson, acho que está um pouco fadigado pela sequência de jogos. Mas tosos estão preparados. Até quem não estava na conversa tem condições de jogar. A princípio, é o time que ele conversou, não sei se ele tem a dúvida do Clayson ou não. Quem entrar, vai estar preparado"


Henrique, sobre mudança na zaga (entra Mantuan)

"A gente sabe que é difícil para o Fagner, machucar. A gente perde o jogador, mas tem o Mantuan com qualidade e potencial, tem mentalidade de jogo. Todo mundo sabe a responsabilidade de jogar aqui. Ele tem potencial e tem tudo para fazer um grande jogo"

Gabriel fala da lesão de Ralf e de não ter uma sombra

"Não muda nada para mim, temos o Paulo Roberto no elenco que vem bem, que sempre respeitamos por tudo o que fez no ano passado, o que demonstrou em campo. Ralf, Rene...Isso faz parte do futebol, temos de estar preparados para treinar e fazer o nosso melhor para conseguirmos nosso objetivos, que são muitos"







Henrique e Gabriel #
17:10 - 1 de mai de 2018



Henrique e Gabriel chegam para a coletiva.



Campeão da Copinha em 2017, o meia Marquinhos foi emprestado ao Bragantino #gecorinthians


Corinthians empresta meia Marquinhos ao Bragantino para disputar Série C

Atleta foi destaque na conquista da Copinha de 2017. Com contrato até 2019, não tem idade para disputar torneios de base


Entrevistados do dia, Henrique e Gabriel seguem jogando futmesa. Vão falar dentro de alguns minutos



Corinthians lançará seus novos uniformes amanhã. Placas da campanha do clube estão no CT Joaquim Grava. A mesma frase e desenho estampam o ônibus a partir de agora





Carille observa a atividade dos reservas
16:37 - 1 de mai de 2018



Aos que perguntam sobre Roger: o centroavante não está inscrito na Libertadores ainda. Vai entrar só nas oitavas de final
16:27 - 1 de mai de 2018





Fábio Carille não atenderá em entrevista coletiva nesta tarde. Gabriel e Henrique serão os entrevistados do

Departamento médico do Corinthians está cheio: Renê Jr (lesão no joelho direito), Ralf (lesão no ombro esquerdo), Fagner (lesão na coxa direita), Vilson (lesão muscular) e Léo Santos (tendinite no joelho) 16h20



Titulares só no futmesa. Escalação do time fica incerta. Jadson volta mesmo? Clayson estará bem amanhã?
16:19 - 1 de mai de 2018






Jadson, como não jogou no domingo, treina com os reservas. É o único trabalho com bola do dia
16:18 - 1 de mai de 2018



Muitos jogadores estão desgastados. Sheik começou o treino dos reservas, mas logo partiu para a parte interna
16:17 - 1 de mai de 2018



Então vamos lá: Clayson está no LabR9. Carille chamou os 10 de linha com Jadson. Conversou e liberou o camisa 10 para o treino dos reservas. Os outros fazem futmesa
16:13 - 1 de mai de 2018 ·





Correção: Clayson não estava no bolo de jogadores. Está fazendo um trabalho na parte interna. A conversa de Carille no último campo foi com 10 de linha. Jadson estava lá e depois veio treinar com reservas 16h10

Jogadores, porém, não farão um treino tático. Vão só jogar um futmesa #gecorinthians




Fagner publicou foto com Vilson hoje iniciando seu tratamento. Tem lesão muscular de grau 2
15:58 - 1 de mai de 2018


Com lesão muscular, Fagner será desfalque por no mínimo dois jogos - mas o prazo pode chegar a até um mês. O lateral será reavaliado a cada três dias. Ele já iniciou tratamento no CT Joaquim Grava
15:56 - 1 de mai de 2018


Corinthians terá o retorno de Jadson contra o Independiente. O meia foi poupado da viagem para Belo Horizonte, mas deve voltar ao time titular neste jogo
15:54 - 1 de mai de 2018
Boa tarde, amigos! O Corinthians treina nesta tarde no CT Joaquim Grava. Jogadores tiveram a conversa pré-jogo e agora seguem para o campo
15:53 - 1 de mai de 2018



Andrés abre o jogo sobre valor da Arena Corinthians e crava prazo para pagamento
Presidente do Corinthians ainda destacou que não houve nada de errado na construção do estádio, alegando que 'se tem alguma coisa de errado, o Corinthians é vítima'

O presidente Andrés Sanchez está confiante de que o Corinthians irá resolver as dívidas relacionadas à arena nos próximos 12 anos e ainda esclareceu os números dos custos e do total que o Timão deve em relação ao estádio alvinegro.

“Tem um problema que começou comigo. Não é um problema, mas sim uma solução que é um problema até se resolver que é o estádio. Dizem que ganhei, depois falam que não tem direito para pagar. Deve R$ 1,5 bilhão, agora dizem que deve R$ 2 bilhões. O Corinthians deve hoje, com tudo, R$ 1,187 bilhão para a Caixa e para Odebrecht. O estádio custou R$ 985 milhões. Pegamos dinheiro do BNDES. O Fundo pegou e a Caixa é repassadora e depois a Odebrecht colocou mais R$ 500 milhões”, explicou o mandatário corintiano em entrevista.

“Temos R$ 480 milhões de CID e agora vai entrar na segunda instância e vamos começar a vender. Ganhamos na justiça. Tem que ser pago em 12 anos. Nós pagamos R$ 6 milhões por mês, mas vendendo o CID você tem 45%, 50% (do valor do estádio). O pagamento está em dia e em 60 dias vamos refazer o acordo inteiro. Com certeza (o estádio estará pago o estádio em doze anos)”, completou

Andrés Sanchez ainda destacou que não houve nada de errado na construção da Arena, alegando que: “se tem alguma coisa de errado, o Corinthians é vítima”. Ele ainda se declarou a favor do árbitro de vídeo (VAR), mas questionou a falta de preparação da CBF.

“Eu sou a favor, mas não pelo o que a CBF propôs. Por causa de grana e o diretor da CBF disse não sabia as regras que tinha que seguir ainda. Ele falou publicamente e depois falou que custava R$ 40 milhões, sendo que em Portugal é um milhão e meio de euros… (o árbitro de vídeo) não está usando porque a CBF não tinha certeza de como seria usado e pelo valor. Entendo que os clubes têm que participar totalmente da licitação”.



Corinthians hoje
Terça-feira (01/05)*: Treino CT Dr. Joaquim Grava – 15h30 (treino aberto, com coletiva)






Meia Mateus Vital abre leque de opções no Corinthians

Tomás Rosolino -
01/05 07:29

O meia Mateus Vital chegou ao Corinthians falando que poderia atuar em qualquer posição da linha de armação idealizada pelo técnico Fábio Carille e não demorou muito para comprovar suas palavras. Cerca de três meses depois da sua apresentação como reforço do Alvinegro, o jovem de 20 anos já foi titular nas quatro funções determinadas pelo comandante (tanto no 4-1-4-1 quanto no 4-2-4).

“Por ser acostumado a jogar desde a base, gosto de jogar por dentro, mas qualquer uma das quatro posso fazer meu trabalho da melhor forma”, disse o garoto na sua apresentação, no CT Joaquim Grava, pouco antes de estrear como titular na posição que ele próprio disse ser sua preferência: armador central, contra a Ferroviária, no Campeonato Paulista, no Pacaembu.

Desde então, Mateus Vital fez da versatilidade um trunfo para estar presente nos jogos mais importantes do ano. Na estreia da Libertadores, por exemplo, foi o escolhido para substituir Rodriguinho, suspenso para o embate frente ao Millonarios, ficando mais à esquerda na dupla de meias centrais, ao lado de Jadson.

Na primeira final do Campeonato Paulista, esteve em campo na vaga de Romero, pela ponta direita, seguindo um padrão estabelecido desde as quartas de final, contra o Bragantino. Com a necessidade da vitória e de um time mais “cascudo” para o segundo jogo, o paraguaio voltou à equipe, mas isso não foi problema para Vital.

Com Clayson suspenso, ele atuou na ponta esquerda e obteve destaque, fazendo a jogada que culminou no gol de Rodriguinho, o único em que possibilitou Corinthians ser bicampeão, nos pênaltis. Para completar, ele teve a missão de ser um organizador de jogadas na vaga de Jadson, poupado.
Todas essas opções fizeram com que ele estivesse em campo em 17 dos 25 jogos oficiais da equipe, assumindo o posto de suplente mais utilizado e, consequentemente, pouco se importando com o rótulo de reserva. “Estou tranquilo (na reserva do Jadson), faz parte também, é bom para que o elenco se fortaleça e fique bem mais forte com o ritmo de jogo”, comentou o atleta na chegada a capital paulista, na segunda-feira, antes de encarar o Independiente-ARG, nesta quarta, às 21h45 (de Brasília).

“É ruim perder jogadores, ainda mais nomes de peso como Ralf, Renê Júnior e Fagner, mas tenho certeza que quem entrar vai suprir essas ausências da melhor forma possível”, assegurou Mateus Vital







Carille admite ter que poupar jogadores no Timão

O Corinthians terá que driblar a maratona de jogos na temporada pelo péssimo calendário do futebol brasileiro. Ainda vivo na Copa do Brasil e na Libertadores da América, além de disputar o longo Brasileirão de pontos corridos, o Timão terá que começar a poupar alguns jogadores para evitar novas contusões, cre tecnico Fabio Carille

“Agora a gente começa a mudar o planejamento, rodar mais o grupo a partir do final de semana”,
afirmou o treinador, em entrevista ao Bem Amigos, do Sportv.

Além do desgaste, as lesões passaram a assustar o Corinthians. Os primeiros problemas vieram com os volantes Ralf e Renê Júnior, submetidos a cirurgia – só retornam ao time após a Copa do Mundo. Agora, foi a vez de Fagner sentir uma contusão muscularque o tira dos gramados por até um mês.

E a sequência de jogos segue forte mas agora com 4 jogos em casa sem desgaste das viajens. Nesta quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Independiente pela Libertadores. No domingo de manhã, o desafio será contra o Ceará pelo Campeonato Brasileiro., deois vit pela copa do br e um derby pelo bras, sem tempo pra treinar. Carille admite que, até a pausa para a Copa do Mundo, o Timão irá sofrer muito.

“A parada da Copa será ótima, serão 25 dias de treino, enquanto tive 12 dias no começo do ano. Mas até lá será um desafio”, definiu o treinador






Em 2014, operários da Arena Corinthians celebraram Dia do Trabalho com jogo no estádio
01/05/2018





Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Há exatamente quatro anos, o início da operação da Arena Corinthians foi marcado por um evento importante. Por inciativa do clube, em 1º de maio de 2014, Dia do Trabalho, dois jogos foram disputados por quem nela trabalhou duro por quase três anos e construiu o sonho de mais de 30 milhões de corinthianos: os operários da Odebrecht Infraestrutura, empresa responsável pela construção do estádio e seus subcontratados.

Foram realizadas duas partidas com 20 minutos em cada tempo. Além dos funcionários dentro de campo, familiares dos mesmos prestigiaram o evento nas arquibancadas da Arena Corinthians.

No primeiro jogo, o time branco venceu o preto por 2 a 1, de virada. Apesar de estar na equipe que perdeu, Luciano Ávila, engenheiro civil responsável pela área de seguros do estádio e que já jogou no Sub-17 do Corinthians, se destacou ao fazer o primeiro gol de uma partida na Arena, isso após ter de batalhar muito para estar em campo devido a problemas físicos.

“Depois de um ano parado, após cinco cirurgias, quando fiquei sabendo que ia ter o jogo dos funcionários, virei para o pessoal da fisioterapia e falei que esse jogo eu tinha de jogar. A gente fez uma correria, e consegui estar aqui hoje nessa grande festa e fazer o primeiro gol da Arena. É muito emocionante, é indescritível”, disse Luciano.

No segundo jogo, o time branco venceu por 1 a 0.










Senna, eternamente dentro dos nossos corações
01/05/2018





Foto: Revista Placar/Sergio Berezovsky

Paixão, intensidade e determinação. Estas três palavras resumem o que é ser corinthiano. E ninguém no mundo do automobilismo soube aplicar melhor estes três sentimentos do que Ayrton Senna da Silva. Há 24 anos, no dia 1º de maio de 1994, o tricampeão mundial de Fórmula 1 nos deixava.

Apaixonado pelo automobilismo, intenso a cada curva e determinado com os objetivos profissionais, Senna tinha o espírito do corinthiano. O piloto não media esforços para conseguir as vitórias, ou na técnica ou na raça, como muitas vezes o Corinthians superou os adversários dentro do gramado.

Ayrton Senna faleceu há 24 anos após acidente fatal no Grande Prêmio de San Marino. Apesar disso, os grandes momentos dentro das pistas e os valores que Ayrton mostrou aos brasileiros e ao mundo estão eternizados.

Um dos legados deixados pelo piloto é o Instituto Ayrton Senna, que tem como missão ampliar as oportunidades de crianças e jovens por meio da educação.

Ayrton Senna, eternamente dentro dos nossos corações!







Técnico Fabio Carille diz que lesões de volantes do Corinthians vão abrir espaço a recém-chegado: "Promissor"

Emprestado pelo Nacional, Thiaguinho pode começar a ter chances no Timão em breve

Por Anselmo Caparica
01/05/2018 09h00

As lesões de Ralf e Renê Júnior, volantes que tiveram de passar por cirurgias e que só voltam a defender o Corinthians após a Copa do Mundo, devem acelerar o processo de adaptação do volante Thiaguinho, de 20 anos.

Emprestado pelo Nacional junto do amigo Bruno Xavier, atacante de 21 anos, Thiaguinho pode atuar nas duas funções do meio-campo: como primeiro volante, como jogava no Juventus, e como segundo volante, como se destacou no Nacional na disputa da Série A-2 do Paulistão.

– Vai abrir espaço para outros jogadores, como Thiaguinho, que está chegando agora, é da função, um jovem promissor. É não ficar lamentando, e sim buscar soluções – disse o técnico Fábio Carille.

Thiaguinho deve começar a ter chance em breve no Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Thiaguinho e Bruno Xavier foram emprestados ao Timão até 31 de maio de 2019. A dupla já treina com o elenco, está registrada na CBF, mas ainda não foi relacionada para nenhuma partida.

Carille escalou o time com Gabriel e Maycon na contenção. No banco, a única opção para o setor foi Paulo Roberto, de 31 anos. Mantuan, de 20, também é volante de origem, mas vem jogando como lateral-direito.


Os desfalques

Os volantes Ralf e Renê Júnior foram operados na manhã de sexta-feira, no Hospital São Luiz, em São Paulo. Ralf, que luxou o ombro esquerdo, ficará afastado por três meses. Já Renê Júnior, que machucou o menisco do joelho direito, deve voltar em dois meses.






Corinthians irá rodar elenco, devido a maratona de jogos, calendario apertado e evitar mais lesões, diz técnico Fábio Carille

Fábio Carille revelou nesta segunda-feira no "Bem, Amigos!" que mudará o planejamento do Corinthians até a parada para a Copa do Mundo: o técnico rodará o seu elenco, mudando com mais frequência os titulares a cada partida.
A decisão de Carille se deve à maratona de jogos que o Timão vem realizando nos últimos dias e que ainda irá enfrentar até o Mundial da Rússia, que começa no dia 14 de junho.. A partir de agora, a gente já começa a mudar um pouquinho o planejamento, principalmente para o fim de semana. Rodar mais o grupo para que tenha mais força. Vou perder um pouco do entrosamento, mas, por outro lado, vou ganhar em imposição – afirmou Carille.



Carille é convidado do "Bem, Amigos!" nesta segunda-feira (Foto: Reprodução/SporTV)

O Corinthians também sofre com desfalques de jogadores por lesão. Renê Júnior e Ralf se contundiram na semana passada. No domingo foi a vez de Fagner: o lateral-direito lesionou a coxa e pode ficar até um mês longe dos gramados
Fábio Carille creditou uma parcela dessas baixas ao pouco tempo que os clubes tiveram de pré-temporada neste ano. Devido à Copa do Mundo, o calendário ficou mais apertado e as equipes tiveram cerca de 12 dias para se preparar.
– Não é pela sequência. Você pega o Campeonato Espanhol e é tudo pertinho. Aqui temos três horas de viagem, tudo longe. São pequenos detalhes que somam e fazem diferença. Tivemos 12 dias de pré-temporada. Agora a Copa do Mundo vai me dar 25 dias de preparação. Até lá vai ser um desafio muito grande – completou Carille.

O Corinthians faz seu último jogo no Campeonato Brasileiro antes da Copa do Mundo no dia 13 de junho, contra o Bahia, e retorna diante do Botafogo, em 18 de julho. O Timão também está disputando a Libertadores e a Copa do Brasil.





Léo Príncipe segue rotina de treinos no Corinthians e aguarda propostas

Lateral-direito está fora dos planos do técnico Fábio Carille; na quarta, quem joga é Mantuan

Por Marcelo Braga
01/05/2018 06h00

Léo Príncipe, de 21, bastante usado em 2017, perdeu prestígio com a comissão técnica e apenas treina no CT Joaquim Grava junto dos companheiros, sem expectativa de ser utilizado – ele nem está inscrito na Libertadores.
Ele participou de 15 jogos na temporada passada quando o dono da posição esteve fora do time por suspensão, lesão ou convocação para a seleção brasileira,

No fim do ano, porém, Carille e sua comissão técnica concluíram que o jogador não correspondia às expectativas e poderia ser emprestado, já que seria o momento de apostar em outro jogador.



Léo Príncipe continua treinando no CT do Corinthians (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinhians)

– Sigo treinando normalmente com meus companheiros e dando o meu melhor no dia a dia do clube. Sei que chegaram algumas propostas, meu empresário me passa as situações e estamos aguardando algumas possibilidades. Mas como falei, continuo me dedicando e treinando forte – disse Léo.

No ano passado, Léo Príncipe teve sondagens de Benfica, de Portugal, Anderlecht, da Bélgica, e Sevilla, da Espanha. Ele tem contrato até até 31 de dezembro de 2019. Segundo Marcelo Robalinho, empresário que agencia a carreira do jogador, a ideia é tentar negociá-lo com o exterior.

– Surgiram diversas propostas no Brasil, mas a ideia é aguardar o mercado do exterior. Estamos buscando retomar as propostas que trouxemos ano passado, e que o Corinthians não aceitou. O Léo Príncipe sempre foi no nível da equipe quando teve oportunidades, sem falhas graves, marcou gol, deu assistências, foi campeão paulista e brasileiro – a Robalinho.


Mantuan deve ser titular do Corinthians contra o Indepediente (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Sem um reforço para a posição na virada do ano, Fábio Carille optou por bancar Mantuan em 2018, volante de origem que fez a função de lateral-direito num campeonato na base e agradou.

Desde então, Mantuan fez oito jogos, e deve atuar quarta

– O substituto natural do Fagner é Mantuan, que tem que jogar, senão nunca vamos criar o jogador. Se a gente quer trabalhar com formação, temos que aceitar. Mantuan é o substituto de Fagner – declarou Fábio Carille, em Belo Horizonte.