7 de abr de 2018

CORINTHIANS 07/04/2018


Corinthians vence confronto alvinegro no Paulista Feminino
Fora de casa, Timão virou jogo com raça e venceu 
por 4 a 3

07/04/2018





Foto: Agência Corinthians

Neste sábado (07), o Corinthians venceu stos, fora de casa, por 4 a 3, pela terceira rodada do Campeonato Paulista Feminino. Os gols do Timão foram marcados por Marcela, Cacau, Gabi Zanotti e Maglia.

Primeiro tempo: Dominando o jogo desde o apito inicial, o Corinthians acabou sofrendo o primeiro susto logo na primeira vez em que as donas da casa chegaram ao gol alvinegro. Veloz, Chú Santos abriu o placar, tocando na saída de Tainá. Apesar do gol, as meninas do timão não se acuaram e, logo em seguida, Marcela recebeu na área, limpou a goleira e deixou tudo igual. No lance posterior, o Santos passou a frente mais uma vez com Chú, placar que permaneceu assim até Cacau acertar um belo chute para anotar o 2 a 2.

Virada corinthiana: Dominantes, antes dos 30 minutos o Corinthians passou a frente do placar pela primeira vez com um gol de Gabi Zanotti, 3 a 2. Assim, com muita intensidade, os dois times seguiram fazendo um grande primeiro tempo até o apito parcial do árbitro.

Segunda etapa: Nos 45 minutos finais, o jogo passou a ser mais estudado e manteve-se com igualdade de chances entre as equipes até Rosana aproveitar cruzamento de escanteio e empatar em 3 a 3. Porém, com a alma corinthiana que lhes é peculiar, as meninas do Corinthians ainda arrumaram forças para fazer o quarto, garantindo a vitória. Após escanteio de Yasmim, Maglia fechou na primeira trave para tocar e fechar o marcador em 4 a 3.

Próximo confronto: Com a vitória, o Corinthians segue 100% no estadual, com nove pontos em três jogos. Na próxima rodada o time folga na tabela, porém, mesmo assim, seguirá na liderança do Grupo 02 do Paulistão.






Direto do CT: time pronto para a decisão
Corinthians fez o último treino antes da finalíssima do Campeonato Paulista

07/04/2018





Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Timão encerrou a preparação para a grande final do Campeonato Paulista, que acontece neste domingo (08), às 16h. Depois de todo o incentivo dado pela Fiel Torcida na noite da última sexta-feira (06), a manhã deste sábado (07) no CT Dr. Joaquim Grava foi de treino intenso e concentração.
 
O treinador Fábio Carille e a comissão técnica comandaram trabalhos técnicos, como de finalização e troca de passes.  Posteriormente, Fagner, Balbuena, Henrique, Sidcley, Ralf, Maycon, Romero, Jadson, Rodriguinho e Mateus Vital fizeram uma atividade à parte comandada pelo técnico.

Após o treinamento, os 23 atletas relacionados ficaram concentrados no hotel do CT Dr. Joaquim Grava.

RELACIONADOS do Timão

Goleiros: Cássio e Caique França
Laterais direito: Fagner, Mantuan 
Lateral esquerdo: Sidcley
Zagueiros: Balbuena, Henrique e Pedro Henrique
Volantes: Gabriel, Maycon, Ralf e Renê Júnior
Meias: 
Rodriguinho, Jadson, Mateus Vital, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Danilo
Atacantes: Romero, Emerson, Júnior Dutra, Lucca e Matheus Matias











Técnico Fabio Carille confirma mudanças no Corinthians para a final; veja os relacionados

Em treino fechado neste sábado, técnico decide escalação

Por GloboEsporte.com

07/04/2018

O Corinthians está escalado para amanhã buscar o bicampeonato às 16h (de Brasília) de domingo, no contra rival, que está na fila há 9 para 10 anos. Ralf, Jadson e Romero começam entre os titulares.

Os titulares serão Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Jadson, Rodriguinho, Romero e Mateus Vital.

Foram relacionados 23 jogadores, entre eles Matheus Matias e o volante Renê Jr, recuperado de lesão na coxa. Clayson, suspenso por ter sido expulso no jogo em Itaquera, está fora da final.

O último treino da equipe foi realizado na manhã deste sábado, no CT Joaquim Grava. Foram feitas atividades de finalização e troca de passes. Depois, Carille reuniu os titulares num trabalho específico.


Para ser campeão, o time alvinegro precisa vencer por dois gols de diferença ou nos pênaltis, se vencer tempo normal pelo placar mínimo


Veja os relacionados do Timão para final
Goleiros: Cássio e Caique França
Laterais direito: Fagner, Mantuan
Lateral esquerdo: Sidcley
Zagueiros: Balbuena, Henrique e Pedro Henrique
Volantes: Gabriel, Maycon, Ralf e Renê Júnior
Meias: Rodriguinho, Jadson, Mateus Vital, Marquinhos Gabriel, Pedrinho, Danilo
Atacantes: Romero, Emerson, Júnior Dutra, Lucca, Matheus Matias








Técnico Fabio Carille repete time do Corinthians e relaciona 23 atletas para buscar bicampeonato paulista
Técnico comandou neste sábado última atividade do Corinthians, atual campeão, antes da decisão do Campeonato Paulista. Ele manteve a formação que vinha treinando nos últimos dias



Jadson deve ser novidade do Corinthians neste domingo  (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena/Lancepress!)

LANCE!
07/04/2018
12:33

O Corinthians encerrou neste sábado pela manhã a preparação para a grande final do Campeonato Paulista, que acontece neste domingo, às 16h, fora de casa. Depois de todo o incentivo dado pela Fiel Torcida na noite da última sexta-feira em treino aberto na Arena Corinthians, a manhã dno CT Joaquim Grava foi de ajustes táticos e concentração.

O treinador Fábio Carille e a comissão técnica também comandaram trabalhos técnicos, como de finalização e troca de passes. Depois, Carille repetiu o time que tem treinado nos últimos dias na atividade tática, à parte dos demais: Fagner, Balbuena, Henrique, Sidcley, Ralf, Maycon, Jadson, Rodriguinho, 
Romero e Mateus Vital. Esse trabalho é de posicionamento, com as instruções do que os jogadores devem executar na partida.

Após o treinamento, os 23 atletas relacionados ficaram concentrados no hotel do CT, já com foco na partida. A novidade na lista foram os retornos de Renê Júnior, recuperado de lesão na coxa esquerda e fora há mais de um mês, e do garoto Matheus Matias, de 19 anos, que ficou fora da primeira final.

O Corinthians precisa vencer por dois gols ou mais para conquistar o título no tempo normal. Se vencer por um, tem que vencer nos pênaltis.

RELACIONADOS DO TIMÃO
Goleiros: Cássio e Caique França
Laterais direito: Fagner, Mantuan 


Lateral esquerdo: Sidcley
Zagueiros: Balbuena, Henrique e Pedro Henrique
Volantes: Gabriel, Maycon, Ralf e Renê Júnior
Meias: Rodriguinho , Jadson, Mateus Vital, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Danilo
Atacantes: 
Romero, Emerson, Júnior Dutra, Lucca, Matheus Matias 







Relembre cinco derbys inesquecíveis com vitórias do Corinthians pelo Paulistão
07/04/2018




Foto: Antônio Gaudério

Neste domingo (08), às 16h, o Corinthians busca o biCampeonato Paulista. Para conquistar o bicampeonato estadual sem a disputa de pênaltis, o Timão precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Uma vitória corinthiana simples levará a decisão para as penalidades máximas. Para entrar de vez no clima da grande final, relembre cinco Derbys válidos pela competição:

Corinthians 1×1 p 1954

Um dos títulos mais importantes da história do clube do Parque São Jorge. Campeão paulista no ano do IV Centenário da fundação da cidade

No dia 6 de fevereiro de 1955, penúltima rodada do Campeonato Paulista de 1954, os dois times entraram no Pacaembu para decidir quem seria o campeão do centenário.

A equipe alvinegra entrou em campo com Gilmar; Idário, Goiano, Alan e Homero; Roberto, Cláudio, Luizinho, Baltazar; Rafael e Simão.

Na liderança da tabela, o Corinthians precisava apenas de um empate para assegurar o título. Logo no início da partida, Luizinho abriu o placar para o Timão. A partir daí, o Timão armou uma retranca e o goleiro Gilmar garantiu o resultado. No segundo tempo, o rival conseguiu o empate logo aos seis minutos, mas o Alvinegro segurou o resultado e conquistou o histórico título.

Corinthians 1 x 0 – 1983
Pela partida de volta das semifinais do Paulistão de 1983, Corinthians venceu para mais de 95 mil pessoas no estádio. Após empate em 1 a 1 no duelo de ida, o Timão jogava por novo resultado igual por ter a melhor campanha na primeira fase.


Comandado pelo técnico Jorge Vieira, a equipe alvinegra entrou em campo com Leão, Ronaldo (Alfinete) Mauro, Juninho e Wladimir; Biro-Biro, Sócrates e Zenon; Paulinho, Casagrande e Eduardo
(Wagner).

Mesmo começando o jogo classificado, o Corinthians foi melhor que o rival e conseguiu a vitória graças ao craque da equipe. Sócrates, aos 21 minutos, recebeu passe de Biro Biro e, numa virada sensacional, deixou para trás o zagueiro Vagner Bacharel e o lateral Carlão, para chutar no canto baixo do goleiro João Marcos e fazer Timão 1 a 0.

Na segunda etapa, em uma jogada desleal do zagueiro Márcio, Sócrates deixou o campo machucado. Como o técnico Jorge Vieira já havia feito as duas alterações possíveis, Magrão voltou a campo com o braço imobilizado e mesmo assim ainda deu trabalho para a defesa alviverde.

Na final, o Timão da Democracia Corinthiana foi bicampeão denivo sobre sp

Corinthians 2 x 1 1995

No dia 6 de agosto de 1995, Corinthians venceu por 2x1 no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, para decidir que sem tornaria o maior campeão paulista. Até então, ambas as equipes tinham 20 conquistas estaduais.

No primeiro jogo, empate em 1 x 1. Ao Corinthians, bastava um empate no tempo normal e na prorrogação para ser campeão.

A equipe alvinegra iniciou a partida com Ronaldo; André Santos, Célio Silva, Henrique e Silvinho; Bernardo, Zé Elias, Marcelinho, Souza, Viola e Marques. Eduardo Amorim era o técnico corinthiano.

O jogo, realizado em Ribeirão Preto, foi tenso e nervoso, com o primeiro tempo sem gols. Aos 11 minutos da segunda etapa, Nílson abre o placar para o Palmeiras. Mas nem tiveram tempo de comemorar: Marcelinho empata para o Corinthians 4 minutos depois, em cobrança de falta perfeita. Com o empate, o jogo foi para a prorrogação.

Nos últimos 30 minutos de jogo, o Timão segurou o adversário e ia garantindo o título. O jogo se encaminhava para o fim, quando Elivélton, aos 14 minutos do segundo tempo, acertou um belíssimo chute de fora da área, estufando as redes r consagrando o Corinthians como maior campeão paulista.

Corinthians 2×2 1999

Após vencer a partida de ida da final do Campeonato Paulista por 3 a 0 e com a vantagem de poder perder por até dois gols de diferença, o Corinthians entra em campo no dia 20 de junho para conquistar seu 23º título paulista.



















Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.





O Timão entrou em campo com Maurício; Índio, Gamarra, Nenê e Silvinho; Rincón, Vampeta, Ricardinho e Marcelinho; Edílson e Fernando Baiano.

Aos 34 do primeiro tempo, Marcelinho abre o placar para a festa da Fiel. Evair, dois minutos depois empata, e, aos 39, vira o jogo para o Palmeiras. Aos 29 minutos do segundo tempo, Ricardinho tira de Marcos e toca para Edílson marcar: 2 a 2. O título era questão de tempo.

Logo depois de fazer o gol, Edílson recebe uma bola na lateral do campo, começa a fazer embaixadas e coloca a bola atrás da cabeça. Irritados, os jogadores do rival partem com agressão para cima do jogador, o que causou uma briga generalizada. Sem condições de continuar a partida, o juiz apita o final de jogo e o Corinthians comemora mais um título paulista, o 23º de sua história.

Corinthians 1 x 0 – 2017

Pela fase de grupos do Campeonato Paulista, o Corinthians recebia o derby na Arena Corinthians após um início ruim de competição. O Timão precisava da vitória para ganhar a confiança da Fiel, que, como sempre, apoiava o time nas arquibancadas.

O Timão entrou em campo com Cássio; Fagner, Balbuena. Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon; Rodriguinho, Romero e Léo Jabá; Kazim.

O jogo era bastante equilibrado, e o Corinthians fazia uma boa exibição animadora. Até que um erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto desequilibrou a partida. Em uma jogada de contra-ataque do Palmeiras, Maycon fez a falta de frente para o juiz.

Mesmo em cima do lance, o juiz deu o cartão amarelo para Gabriel, que não estava envolvido na jogada. Por ser o segundo, o jogador foi expulso, já nos acréscimos.

Com um jogador a menos durante toda a segunda etapa, o Timão se fechou na defesa e segurou o ímpeto palmeirense, que pressionava em busca da vitória.

Quando a partida se encaminhava para um empate, o que parecia um ótimo resultado para o Timão, a Arena Corinthians explodiu. Maycon roubou a bola, puxou contra-ataque e serviu para Jô, que havia acabado de entrar no jogo, marcar o gol da vitória aos 42 minutos do segundo tempo.

Segundo o técnico Fábio Carille, a vitória fez o Corinthians embalar na temporada, que terminou com a conquista do 28º título paulista e o sétimo Brasileirão da história do clube.

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.






Diário Olé exalta festa da Fiel em treino aberto na Arena Corinthians
Segundo o jornal, a festa da Fiel torcida mostra que a paixão pelo futebol não para de surpreender


07/04/2018


Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O principal noticiário esportivo argentino, o diário Olé, repercutiu a grande festa da Fiel torcida no treina aberto realizado na noite da última sexta-feira (07), onde mais de 37 mil pessoas fizeram uma festa histórica e apoiaram o Timão no penúltimo treino antes da decisão do domingo (08)

O portal exaltou a grande festa da torcida corinthiana, e afirmou que o que aconteceu na Arena Corinthians na noite da última sexta-feira (07) mostra que a paixão pelo futebol não para de surpreender.





Corimthians recorda10 curiosidades sobre derby
07/04/2018





Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Neste domingo (08), a partir das 16h, o Corinthians decide o título do Campeonato Paulista de 2018 em um derby fora de casa

Confira 10 curiosidades sobre a partida que abre a decisão:

– A última vez que um derby decidiu final de Campeonato Paulista foi há 19 anos. Em 1999, com vitória do Corinthians por 3 a 0 e empate em 2 a 2, o Timão ficou com o título;

– Quatro anos antes, as equipes também se encontraram na decisão do Paulistão. Em 1995, o Corinthians levou a melhor novamente. Os dois jogos foram disputados no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O primeiro terminou em 1 a 1; e o segundo, em 2 a 1, com gols corinthianos de Marcelinho e Elivelton;

– No palco do jogo deste domingo, o Corinthians tem vantagem sobre o rival: duas vitórias, um empate, um tropeço, seis gols marcados e quatro sofridos;

– A primeira vez que Corinthians  jogou o derby no campo rival foi no dia 08 de fevereiro de 2015. Pelo Campeonato Paulista daquele ano, o Timão venceu por 1 a 0, com gol Danilo;

– A última vez que Corinthians jogou lá foi em 12/6/17. Pelo Brasileirão daquele ano, o Timão venceu por 2 a 0, com gols de Jadson e Guilherme Arana;

– O artilheiro dos quatro Derbys disputados lá, é Guilherme Arana, com dois gols;

– Esta é a 20ª vez que o Timão chega à decisão do Estadual. O time disputou a final em 1936, 1974,1977, 1979, 1982, 1983, 1987, 1988, 1991, 1993, 1995, 1998, 1999, 2001, 2003, 2009, 2011, 2013, 2017 e 2018. Das 19 que já realizou, conquistou 13 títulos;

– Este é o segundo ano consecutivo que o Corinthians disputa a final do Campeonato Paulista. Em 2017, o Timão enfrentou a Ponte. Com uma vitória por 3 a 0 em Campinas e um empate em 1 a 1 na Arena Corinthians, a equipe do técnico Fabio Carille ficou com o título;

– Em campanha criada e promovida pela Federação Paulista de Futebol (FPF), a final deste ano foi batizada de #DerbyDoSéculo;

– Segundo previsão do Climatempo, não há chance de chuva na cidade no horário que o jogo será disputado. Ainda de acordo com o portal, a temperatura deve ficar entre 25°C e 22°C.

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.