28 de mar de 2018

CORINTHIANS 28/03/2018




CORINTHIANS 1 X 0 sp 
Paulistao semifinal volta 
Local: Arena Corinthians
Data: 28 de março de 2018, quarta-feira 
Horário: 21h45 (de Brasília) 
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias 
Assistentes: Anderson de Moraes e Daniel Ziolli 
Público: 43.367 total (43.062 torcedores 305 não pág)
Renda: R$ 2.603.440,11
Cartão Amarelo: Rodriguinho, Fagner e Henrique (Corinthians); Reinaldo, Éder Militão e Sidão 
Gol: Rodriguinho, aos 47 minutos do segundo tempo 
PÊNALTIS: gols;
CORINTHIANS: Mateus Vital, Clayson, Pedrinho, Maycon e Danilo

: Lucas Fernandes, Bruno Alves, Reinaldo e Éder Militão

CORINTHIANS: 12-Cássio; 23-Fagner (2-Mantuan 32’2ºt), 34-Pedro Henrique, 3-Henrique e 16-Sidcley; 5-Gabriel (38-Pedrinho 16’2ºt), 8-Maycon, 22-Mateus Vital, 26-Rodriguinho e 25-Clayson; 47-Emerson Sheik (20-Danilo 37’2ºt) Técnico: Fábio Carille 1-Caique 14-Léo, 6-Juninho Capixaba 15-Ralf, 28-Paulo Roberto, 31-Marquinhos Gabriel, 30-Lucca 19-Junior Dutra 29-Matheus Matias

sp: 12Sidão; 13Militão, 4Arboleda, 34BAlves e 14Reinaldo; 8Jucilei, 6Petros e 31Liziero; 23M Guilherme (36Caíque 30’2ºt), 7Nenê (11LFernandes 20’2ºt) e 17Tréllez (9D Souza26’2ºt) Técnico: D Aguirre 1 jean 32 aderlan 3 Rodrigo Caio 2Bruno 16Edimar 28Araruna 38Morato 30brener 20shaylon













Corinthians faz aos 47min, bate sp em pênaltis e vai à final

O jogo foi bastante disputado na Arena Corinthians, com o Corinthians coagindo um sp retrancado e no fim, falou mais alto a força do do time alvinegro dentro da sua casa. Aos 47 minutos da etapa final, Rodriguinho marcou de cabeça e deu a chance de Cássio pegar dois pênaltis, assegurando a vaga corintiana na final.

Com o resultado, o clube do Parque São Jorge agora encara a equipe da barra funda na final da competição. O primeiro jogo está marcado para sábado, às 16h30 (de Brasília), novamente na Arena, com a segunda partida agendada para o dia 8, fora de casa



Foto: Joca Duarte/Photopress / Gazeta Press
Jogo muito pegado e pouco jogado

O primeiro tempo começou com o adversário marcando de forma adiantada, dificultando a saída de bola corinthiana. Apostando em uma pressão, principalmente quando Fagner era acionado pelo lado direito, os lances corinthianos foram travados e se manteve tranquilo com o 0 a 0, fazendo a temperatura se elevar somente quando Gabriel tirou a bola de Trellez, que estava no chão, causando um princípio de confusão

Em termos de chances de gol, a inicial saiu em escanteio cobrado por Nenê, que tentou surpreender Cássio ao bater direto para o gol. O goleiro alvinegro, no entanto, conseguiu salvar em cima da linha. Na resposta, após outro escanteio, Emerson Sheik dominou bola na segunda trave e conseguiu chutar, mas acabou mandando por cima do gol de Sidão, arrancando gritos de "uh" dos presentes à Arena.


Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press

O Corinthians rondou a área adversária por diversas vezes, mas não conseguiu entrar. Em resposta pontual, Trellez ganhou de Pedro Henrique, mas Cássio saiu da meta e defendeu com o pé. Pouco depois, Sheik viu cruzamento de Fagner passar por Rodriguinho e sobrar limpo para ele chutar. A bola, no entanto, foi para a arquibancada.
. Em uma rara jogada trabalhada do rival. Liziero recebeu na entrada da área e entrou driblando até a linha de fundo. O volante cruzou, a zaga não afastou e Militão bateu forte, exigindo outra boa intervenção de Cássio. 

 

Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press
Defesa são-paulina falha uma vez

O segundo tempo foi de uma tônica sò: Corinthians rondando a área e a zaga do rival afastando todas as vezes em que a redonda entrava na área Arboleda e Bruno Alves, facilitados pela ausência de um homem de referência na área para marcar, conseguiram afastar quase sempre que Clayson e Mateus Vital levaram a bola até o fundo, sem precisar fazer Sidão trabalhar.

Preocupado em fazer o time ter mais perigo, Carille acionou Pedrinho pela ponta direita, na vaga de um sem função Gabriel. Logo na sua primeira bola, o canhoto foi para cima da marcação acionou Rodriguinho e o meia cruzou forte para o meio da área, onde Emerson Sheik não alcançou. A bola ainda quase sobrou para Clayson na esquerda, mas Éder Militão, como em quase todo o jogo, ganhou a disputa.


Foto: Joca Duarte/Photopress / Gazeta Press
publicidade


Preocupado também em não deixar o seu time muito exposto, Carille demorou a mexer, esperando que a formação escolhida fosse para cima do adversário. A mudança seguinte do treinador corintiano veio já na casa dos 30 minutos da etapa final, quando Mantuan substituiu um esgotado Fagner. O lateral, que estava com a Seleção Brasileira na Alemanha, aguentou mais tempo do que o esperado.

A última escolha foi Danilo, que entrou na vaga de Emerson Sheik para tentar dar mais presença de área ao time. O experiente armador nem sequer conseguiu receber uma bola em boa condição dentro da área, saindo mais para ajudar na armação. Quando tudo parecia perdido, no entanto, Clayson bateu escanteio pelo lado direito e achou Rodriguinho livre no meio da área para testar e vencer Sidão, levando a decisão aos pênaltis.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 sp 
Paulistao semifinal volta 
Local: Arena Corinthians
Data: 28 de março de 2018, quarta-feira 
Horário: 21h45 (de Brasília) 
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias 
Assistentes: Anderson de Moraes e Daniel Ziolli 
Público: 43.062 torcedores 
Renda: R$ 2.603.440,11
Cartão Amarelo: Rodriguinho, Fagner e Henrique (Corinthians); Reinaldo, Éder Militão e Sidão 
Gol: Rodriguinho, aos 47 minutos do segundo tempo 
PÊNALTIS: gols;
CORINTHIANS: Mateus Vital, Clayson, Pedrinho, Maycon e Danilo

: Lucas Fernandes, Bruno Alves, Reinaldo e Éder Militão

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Mantuan), Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel (Pedrinho), Maycon, Mateus Vital, Rodriguinho e Clayson; Emerson Sheik (Danilo) Técnico: Fábio Carille
sp: Sidão; Militão, Arboleda, BAlves e Reinaldo; Jucilei, Petros e Liziero; M Guilherme (Caíque), Nenê (LFernandes) e Tréllez (D Souza) Técnico: D Aguirre







Sheik vê desrespeito de rival e cita Corinthians como exemplo

29 MAR2018
00h42


Com uma vitória no tempo normal e nos pênaltis no majestoso, alcançada na noite desta quarta-feira, o Corinthians se classificou à decisão do Campeonato Paulista. Na saída do gramado da Arena Corinthians, o atacante Emerson Sheik lembrou o primeiro jogo da semi e citou a postura do clube alvinegro como exemplo.

"Eu falei na saída de campo lá ,. que o Nenê é um cara que eu respeito, que tem um caráter que não é duvidoso. Às vezes, a gente erra. Precisa ter a grandeza de reconhecer o erro e pedir desculpas. O Corinthians hoje mostrou como se recebe, como joga futebol e vencemos por merecimento", afirmou Sheik ao Sportv .

Diante de 43.062 torcedores, após ganhar por 1 a 0 no tempo normal com um gol nos acréscimos, o Corinthians levou a melhor nos pênaltis ao vencer por 5 a 4. Com a vaga garantida, Emerson Sheik distribuiu felicitações e enalteceu o comportamento dos anfitriões na Arena.

"Parabéns para o torcedor que lotou e apoiou até o fim. Parabéns pela vitória, por passar de fase. Parabéns pela atitude dos atletas, sem nenhum tipo de provocação. Jogamos futebol, vencemos jogando futebol, não passamos perto de ninguém e não diminuímos ninguém e tampouco alguma instituição. Eles vieram aqui e foram respeitados", afirmou.

"Não criando algum tipo de polêmica, mas talvez o exemplo do Corinthians sirva de exemplo, a fim de conscientizar que todos devem ser respeitados e que atitudes como houve por parte do treinador e por parte dos atletas deles não aconteçam. É feio", reprovou Sheik.





Presidente Andres sobre “soberbanos”
"a soberba vai para casa"

"Se não faltar o respeito e ficar só no disse e disse do marketing, tudo bem. Mas os soberbos são assim, eles devem estar vendendo ingresso para a final do ano que vem. O maior respeito que faltou foi colocar os ingressos à venda", ironizou o dirigente

"Enumerar? Desde que eles foram fundados tem a soberba", continuou o presidente corinthiano
"Corintiano se emociona sempre, o duro é sempre sofrendo. Isso é o corinthiano. Fizemos um bom jogo, foi um grande espetáculo. Felizmente fizemos o gol aos 47 minutos. Se tivéssemos feito antes, talvez poderíamos ter feito os dois gols. Mas a soberba vai para casa hoje", cutucou o dirigente.
"Corinthians vai tentar ser a zebra ganhando. Com a união do clube, vamos tentar ganhar", concluiu um irônico presidente corinthiano.

Mateus Vital também ironizou o Tricolor após a classificação do Timão para a final

Quem também ironizou foi o meia Mateus Vital, que revelou que os jogadores souberam antes do jogo que o site parceiro do sp anunciou a venda de ingressos para a possível final entre o time tricolor 

"Ficamos sabendo, estamos sempre com o celular e sai na internet isso. Agora eles vão ter que ver dentro de casa, no sofá, vai ser mais gostoso para eles", disse Vital.

Para a final do Paulistão, que será um derby, Andrés Sanchez voltou a falar que o rival alviverde é o favorito para conquistar o campeonato. Ele afirmou novamente que o Timão "é zebra".








Com Corinthians em busca de ser bicampeão
Rodriguinho valoriza companheiros após gol heroico e ter sido “salvo” por Cássio
29 MAR2018
00h57

Rodriguinho viveu emoções distintas no triunfo do Timão na semi, conquistado na noite desta quarta-feira. Após desperdiçar sua cobrança de pênalti na arena, o corinthiano, responsável pelo gol no tempo normal, tratou de valorizar a ajuda dos companheiros.


Aos 47 minutos do segundo tempo, Rodriguinho cabeceou firme após cobrança de escanteio do lado direito e proporcionou a vitória do Corinthians por 1 a 0 no tempo normal. Ele teve seu pênalti defendido, mas Cássio fez duas defesas na disputa encerrada com placar de 5 a 4 para o Timão
"Do céu ao inferno e ao céu de novo. Isso, em cinco minutos. Primeiro, a alegria imensa de ter feito o gol e conseguido levar a decisão aos pênaltis. Depois, fui o único a perder, mas todo mundo é passível de erro. Sou ser humano. Ainda bem que meus companheiros estão aqui para ajudar. Todo mundo se ajuda", disse Rodriguinho ao Sportv .

Durante a maior parte da etapa complementar, o Corinthians acuou o rival, que não conseguia articular chegadas consistentes ao campo de ataque, nem mesmo em contra-golpes. Satisfeito, Rodriguinho tratou de destacar a obstinação alvinegra em busca do gol.

"A gente fica feliz por estar na final. Fizemos um excelente jogo, pressionamos muito a equipe adversária. Fomos premiados pela insistência e pelo futebol que apresentamos. Está todo o mundo de parabéns", declarou Rodriguinho

"(O Corinthians chega) muito forte, sem dúvida. Mas agora a gente precisa colocar a cabeça no lugar e descansar o máximo possível, porque já tem o primeiro jogo no sábado e devemos estar super ligados, porque vai ser muito difícil também", declarou.





Meia Rodriguinho, autor do gol que permitiu ao Corinthians ir à final do Paulista, celebra noite vitoriosa e diz que faltou respeito da parte do rival: 


Marcio Porto

29 MAR2018
01h18

Autor do gol que levou a decisão para os pênaltis e, consequentemente, classificou o Corinthians para a final do Campeonato Paulista, o meia Rodriguinho foi o responsável por conceder a tradicional entrevista coletiva pós-jogo




Rodriguinho comemora o gol que levou a decisão para os pênaltis Foto: Luis Moura / WPP / LANCE!

O Corinthians não informou o motivo da mudança, mas Rodriguinho, que errou sua cobrança de pênalti, aproveitou a oportunidade para ironizar o rival Durante a entrevista, foram várias cutucadas no rival derrotado em Itaquera. Na visão do corintiano, o Tricolor faltou com respeito ao Corinthians. Citou o episódio do técnico Diego Aguirre não ter cumprimentado Carille no primeiro jogo, e a gafe da empresa que comercializa os ingressos do rival, que antes do Majestoso postou em seu site uma imagem de venda de ingressos para a final. Rodriguinho não perdoou.

- Esse é um fato. A gente ficou sabendo antes do jogo. Foram mal de novo, infelizmente. Mas o primeiro jogo vai ser aqui. Então, quem comprou ingresso, está convidado para assistir aqui (risos) - ironizou Rodriguinho, já no fim da entrevista. 
Antes, ele falou sobre o episódio de Aguirre e Carille. Ainda com o suposto mal entendido em pauta, o Timão colocou no telão da Arena após o jogo uma imagem com os dizeres "Respeita o professor". Rodriguinho aprovou.


- Foi bem bacana a mensagem no telão. O Carille estava bem feliz. Até porque agora o Diego Aguirre conhece ele. Acho que agora vai dar bom dia, boa tarde. Vai ficar bacana - afirmou Rodriguinho.

- Legal que a gente fez um caldeirão na nossa casa. Acho que o São Paulo poderia ter tido mais respeito com os atletas daqui, com o Carille. A gente mostrou que merece respeito - completou.

Ao término, Rodriguinho se despediu sorridente dizendo que agora os jornalistas tinham a cereja do bolo para as polêmicas. Mas ele também falou sobre sua fase e outros assuntos. Confira:

A partida 
Jogo bem ao estilo corintiano, sofrido, último minuto, até os pênaltis, Mas creio que o corintiano vai para casa feliz, porque viu time aguerrido, que propôs o jogo o tempo inteiro, e saiu feliz.

Estava 100%? 
Jogo de ida já foi até para preservar. Era uma contratura, coisa leve. Tratei bastante, para estar apto hoje. Fiz teste no vestiário, não senti nada, e por isso joguei hoje.
publicidade


Estava sentindo fisicamente? 
Fiquei muito triste de não participar do primeiro jogo. É ruim ficar no banco, não ajudar os companheiros, por isso tratei bastante. O ... limitou as ações do nosso time no último quarto do campo, eles estavam muito bem fechados, com duas linhas. A gente tentando rodar a bola, em certos momentos conseguindo, faltando o último passe do gol. Que bom que veio o gol, no finalzinho, sofrido. Mas a equipe está de parabéns, fazendo um jogo bem sólido como fizemos.

Um dos mais decisivos do time 
Não sabia dos dados, vi a matéria hoje. Fico feliz de poder estar sendo importante, de ter assumido essa importância na equipe, de estar vivendo um momento maravilhoso. Não puxo essa responsabilidade só para mim, tem 30 atletas. Hoje tive meu momento, mas Maycon no último jogo, e assim nos tornarmos fortes. Vejo que sou um jogador importante, mas vamos sendo fortes como time.











Corinthians ironiza no seu telão
 #RespeitaoProfessor

Assim que Cássio defendeu o pênalti de Liziero, o Corinthians colocou em seu telão a hashtag #RespeitaoProfessor, em referência clara ao entrevero entre o técnico alvinegro Fábio Carille e o técnico Diego Aguirre, do triculor, no domingo passado, quando o treinador corinthiano reclamou do não cumprimento do uruguaio antes de a bola rolar, justificado com um "não te reconheci".

Os jogadores ainda comemoravam quando o treinador abraçou os companheiros de comissão técnica e deixou o gramado para ir ao vestiário, sem comentar o triunfo na decisão. O comandante ainda foi tirado da coletiva pós-jogo, sem explicação posterior. Praticamente uma voz para responder ao treinador, o meia Rodriguinho gostou da brincadeira e ironizou o comandante adversário.

"Achei bem legal, realmente foi bem bacana ter visto ali no telão, bom que o Aguirre agora consegue ele, na próxima ele vai dar bom dia, boa noite, boa tarde, vai ficar bacana", comentou o armador corintiano, admitindo que tomou as dores do seu treinador na passagem.

"Particularmente para mim, não, para o Fábio foi mais no momento. Depois ele esfriou a cabeça, a repercussão foi grande e, ao meu ver, até um pouco desnecessária, mas, como eu já disse, agora o Diego conhece ele", continuou o autor do único gol da partida, sem deixar de palpitar sobre a famigerada venda antecipada de ingressos realizada pelos triculores.

"A gente ficou sabendo antes do jogo, foram mal de novo, a final não vai ser lá, né, vai ser aqui em Itaquera. Quem comprou ingresso e quiser vir assistir o jogo aqui, está convidado", concluiu o corintiano.






Cássio volta a se agigantar em cima de Diego Souza após seis anos
e ajudar Coringão a vencer e se classificar

Tiago Salazar

29 MAR2018
01h48


Cássio viveu nessa quarta-feira mais uma noite histórica como jogador do Corinthians. E de novo o goleiro será exaltado por ter parado Diego Souza.  Cássio defendeu o pênalti cobrado por ele depois do Corinthians conseguir a vitória pelo placar mínimo no tempo regulamentar graças a um gol de Rodriguinho, aos 47 minutos do segundo tempo.

Depois de ajeitar a bola, Diego Souza caminhou lentamente para a batida, chegou a quebrar o ritmo, enquanto Cássio se manteve estático, no centro da meta. Quando não lhe restou escolha, o meia-atacante escolheu seu canto esquerdo, o direito de Cássio, que se lançou imediatamente e espalmou a bola.

O lance trouxe a memória das quartas de final da Copa Libertadores da América de 2012. Na ocasião, Diego Souza era do Vasco e teve uma oportunidade de ouro aos 17 minutos do segundo tempo do confronto de volta com o Corinthians.
Diego Souza partiulivre do meio de campo em direção à meta corintiana sem zagueiros a sua frente. Cara a cara com Cássio, o então vascaíno arriscou um chute rasteiro. Com a ponta dos dedos, Cássio evitou o gol de forma milagrosa e se transformou em herói de uma classificação que veio por meio de um gol de Paulinho, também nos minutos finais. A campanha resultou no título do Corinthians em cima do Boca Juniors.

Nessa quarta, na Arena Corinthians, Cássio não brilhou somente contra Diego Souza. O camisa 12 também defendeu o chute de Liziero para garantir a ida da equipe alvinegra à final do Campeonato Paulista.

"Nem percebi na hora que era o Diego Souza. Eu estava muito concentrado, foquei em todos, um de cada vez, e a gente foi muito feliz. Hoje os pênaltis foram muito bem batidos. A gente fica feliz por chegar à final", comentou Cássio após a vitória, minimizando qualquer questão pessoal. 









Atuações do Corinthians: Cássio brilha em classificação heroica em majestoso

Goleiro faz grandes defesas no tempo normal, defende dois pênaltis e conduz Timão à final

Por Bruno Cassucci,


29/03/2018 00h04 
Cássio: Fez duas grandes defesas no primeiro tempo, uma em chute de Militão e outra cara a cara com Tréllez. Nos pênaltis, pegou duas cobranças e foi o herói da classificação . Nota: 9,5

Rodriguinho: Que estrela! Claramente não estava 100% fisicamente e pouco produziu durante a maior parte do jogo, mas fez o gol que garantiu a vitória. Teve seu pênalti defendido, mas foi salvo por Cássio. Nota: 7,5

Clayson: Não esteve em uma de suas melhores noites, mas foi o responsável pelo cruzamento que originou o gol. Foi a terceira assistência dele na temporada. Marcou na cobrança de pênaltis. Nota: 6,5

Emerson Sheik: Foi o melhor do Timão no primeiro tempo, se movimentando bastante e ajudando a criar jogadas. Depois, porém, cansou e sumiu da partida, sendo substituído por Danilo. Nota: 6,0






Titulares do Corinthians no majestoso, na Arena (Foto: Marcos Ribolli) 


Veja as notas dos jogadores do Corinthians:


Cássio [GOL]: 9,5
Fagner [LAD]: 6,5
(Mantuan [LAD]: 5,5) 
Pedro Henrique [ZAG]: 5,5
Henrique [ZAG]: 6,0
Sidcley [LAE]: 5,5
Gabriel [VOL]: 6,0
(Pedrinho [MEI]: 6,0)
Maycon [VOL]: 6,0
Mateus Vital [MEI]: 6,0
Rodriguinho [MEI]: 7,5
Clayson [ATA]: 6,5
Emerson Sheik [ATA]: 6,0
(Danilo [ATA]: 5,5)






Motivos que dão força ao Timão hoje
Arena Corinthians

O aproveitamento do Corinthians em sua Arena é muito bom (76%), e em majestosos é ainda melhor (80%). Em sete Majestosos disputados na Arena, forma cinco vitórias do Timão, dentre elas a por 6 a 1, em 2015, e mais dois empates.


No total, a equipe marcou 18 gols no rival em sua casa e sofreu apenas sete.

Força nos clássicos
O retrospecto recente do Corinthians diante dos rivais segue bom. Sob o comando de Carille, que se tornou técnico da equipe no início do ano passado, o Timão venceu nove clássicos, empatou cinco e perdeu apenas dois –


Retrospecto no mata-mata
Corinthians passou pelo rival no último sete mata mata

Depois disso, porém, o Timão prevaleceu e levou a melhor nos seguintes confrontos:
2002 – Semifinal da Copa do Brasil
2002 – Final do Rio-sp
2003 – Final do Paulistão
2009 – Semifinal do Paulistão
2013 – Semifinal do Paulistão
2013 – Final da Recopa Sul-Americana



Reforçado
O Corinthians continua com desfalques importantes, como Jadson, machucado, e Balbuena, que estava com a seleção paraguaia. Porém, o Timão contará com reforços importantes para o segundo jogo da semifinal. Relacionado para o clássico desta quarta-feira, Rodriguinho é o responsável por mais de um terço dos gols da equipe neste ano. O atacante Clayson, outra referência da equipe de Fábio Carille, também está recuperado de desgaste muscular e deve ser titular.


É freguês!
O Corinthians leva vantagem nos majestosos. Em 336 confrontos, foram 126 vitórias do Timão, 107 empates e 103 derrotas.








Em busca de vaga na final do Paulistão, Corinthians joga majestoso na Arena Corinthians
Timão precisa de vitória por dois gols de diferença para classificação direta



28/03/2018

Nesta quarta-feira (28), o Corinthians entra em campo para buscar vaga na grande final do Paulistão 2018. Às 21h45, na Arena Corinthians, o Timão recebe sp com o apoio da Fiel torcida, em busca da vitória sobre o rival

Em busca da virada
Com o apoio da Fiel torcida na Arena Corinthians, o Timão tenta reverter o placar, e precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença para a classificação direta. Em caso de vitória corinthiana simples, Timão tem que vencer nos pênaltis.

Retrospecto positivo

O retrospecto geral do confronto é amplamente favorável ao Corinthians. São 126 vitórias, 107 empates, 103 reveses, 487 gols marcados e 459 sofridos nas 336 partidas disputadas até aqui.

Na Arena Corinthians, palco do jogo desta quarta, o Corinthians em sete oportunidades contrao rival, soma cinco vitórias, dois empates, 18 gols marcados e sete sofridos.










Corinthians tem 41 mil ingressos vendidos para majestoso hoje
Fiel Torcida deve lotar a Arena Corinthians no Majestoso decisivo


28/03/2018

Nesta quarta-feira (28), às 21h45, o Corinthians tem um jogo decisivo na Arena Corinthians. Pela segunda partida das semifinais do Campeonato Paulista de 2018, o Timão enfrenta sp, precisando da vitória para avançar às finais. Para este duelo, 41 mil ingressos já foram vendidos até o fim desta manhã.

Nesta quarta, dia da partida, a venda prossegue pela internet até as 14h, com 10% de desconto pelo www.ingressoscorinthians.com, e em cinco pontos de venda físicos. Confira abaixo os setores ainda disponíveis, além dos horários de funcionamento e dos endereços das bilheterias:

Setor ainda disponível:
Oeste Inferior: R$ 178

Veja os endereços dos pontos de venda e os horários de funcionamento:
A partir das 15h até a hora do jogo
• Arena Corinthians – Portão A – Avenida Miguel Ignácio Cury, 111 – Artur Alvim
12h às 17h
• Poderoso Timão da Rua Augusta – Rua Augusta, 1948 – Cerqueira César
12h às 19h
• Parque São Jorge – Rua São Jorge, 777 – Tatuapé
• Poderoso Timão do Shopping D – Av. Cruzeiro do Sul, 1100 – Loja 2039
• Poderoso Timão do Shopping Tietê – Av. Raimundo Pereira de Magalhães, 1465
Tem direito à categoria meia-entrada:
Estudantes
Lei nº 13.933, de 26/12/2013
• 2º: …mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste…
• 6º: A Carteira de Identificação Estudantil (CIE) será válida da data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente.
1. É necessário apresentar a carteirinha do ano vigente;
2. Boleto ou declaração com firma reconhecida.
Idosos maiores de 60 anos
Lei nº 13.933, de 26/12/2013
Apresentar RG Original
Professores do Estado e dos Municípios Paulistas
Lei 14729/12
Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado  e o comprovante de pagamento mensal (holerite) do mês vigente – DOCUMENTO IMPRESSO.
Diretores, Coordenadores pedagógicos, Supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas da rede pública estadual e municipal de ensino
Lei 15298/14
Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerite) do mês vigente.
NÃO DÃO DIREITO À COMPRA DE INGRESSOS NA CATEGORIA MEIA ENTRADA
Aposentadorias
Conselhos de classe tais como OAB, CRC ou CREA




Veja 10 curiosidades de Corinthians em majestosos 28/03/2018



Na noite desta quarta-feira (28), o Corinthians decide em um majestoso o confronto das semifinais do Campeonato Paulista de 2018. Na Arena Corinthians, as equipes jogam a partir das 21h45. Na história, os clubes já se enfrentaram em 336 oportunidades. Confira 10 curiosidades sobre o duelo:

– O retrospecto geral do confronto em majestosos é favorável ao Corinthians. São 126 vitórias, 107 empates, 103 tropeços, 487 gols marcados e 459 sofridos nas 336 partidas disputadas até aqui;

– Em toda a história, Corinthians em majestosos atuou apenas uma vez no dia 28 de março. Em 2010, no estádio do Pacaembu, o Timão venceu por 4 a 3. Os gols corinthianos da vitória válida pela primeira fase do Campeonato Paulista daquele ano foram marcados por Elias, Danilo, Roberto Carlos e Alex Silva (contra);

– Na Arena Corinthians, palco do jogo desta quarta, o Corinthians em sete majestosos, soma cinco vitórias, dois empates, 18 gols marcados e sete sofridos;

– Romero é o artilheiro da história do confronto em majestosos na Arena Corinthians. O atacante marcou três gols disputados no novo estádio corinthiano. Jadson, Lucca, Bruno Henrique e Fabio Santos, todos com o manto alvinegro, vêm logo em seguida com dois cada;

– A primeira partida do Corinthians contra este rival  na Arena Corinthians foi disputada no dia 21 de setembro de 2014. Pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, o Timão venceu por 3 a 2, com gols de Fabio Santos (2) e Guerrero;

– A última vez que o Corinthians enfrentou o rival em seu estádio foi no dia 11 de junho de 2017. Também pelo Campeonato Brasileiro, o Timão venceu com o mesmo placar (3 a 2). Romero, Gabriel e Jadson anotaram os tentos corinthianos;

– O terceiro maior público em jogos do Corinthians na Arena Corinthians pertence a um Majestoso. No dia 22 de novembro de 2015, 44.976 pagantes viram de perto a CORINTHIANS 6x1sp Após a partida, o Timão recebeu a taça do Hexa do Brasileirão – conquistado na rodada anterior, após empate em 1 a 1 com o Vasco;

– Este ano o Corinthians já enfrentou o rival como mandante. Como o gramado da Arena Corinthians estava em fase final de renovação, o Timão recebeu o rival no Pacaembu. No dia 27 de janeiro, pela fase de grupos do Paulistão, o Alvinegro venceu por 2 a 1, com gols de Jadson e Balbuena;

– Corinthians tem grande vantagem em semifinais em majestosos 5 classificações do Timão  (1999, 2009, 2013 e 2017) contra uma do rival (2000)

– De acordo com previsão do Climatempo, a temperatura no horário do jogo em São Paulo deve ficar por volta de 21°C, sem chance de chuva.

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.






Corinthians na copa do Brasil Sub-20: Corinthians faz último treino antes da estreia diante do Boa Esporte
Timão começa, nesta quarta (28), às 16h, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha, a busca pelo título inédito


27/03/2018



Na tarde desta terça-feira (27), o Corinthians encerrou a preparação para a estreia na Copa do Brasil Sub-20. Os comandados do técnico Dyego Coelho treinaram no centro de treinamento do Bola Preta, em Eloi Mendes, município vizinho a Varginha, onde, nesta quarta (28), às 16h, no Estádio Dilzon Melo – com transmissão da Federação Mineira de Futebol https://mycujoo.tv/fmf?id=15383 –, o Alvinegro encara o Boa Esporte-MG pela primeira fase do torneio.

A atividade durou pouco menos de uma hora e Coelho focou num trabalho mais próximo daquilo que o Timão deve enfrentar no duelo diante da equipe mineira.

O Alvinegro busca o título inédito da competição. As melhores campanhas do Corinthians ocorreram em 2012, 2016 e 2017, quando foi eliminado nas oitavas de final. Vale lembrar que se a equipe de Parque São Jorge bater o Boa por dois ou mais gols de diferença elimina a partida de volta, que está marcada para o dia 4 de abril, às 19h, na Arena Barueri.