21 de fev de 2018

CORINTHIANS 21/02/2018














Golaço em primeiro treino no Corinthians é cartão de visita de jovem atacante Matheus Matias

Em atividade sob a supervisão de Carille, atacante driblou o goleiro e fez seu primeiro gol 


atacante Matheus Matias recebeu aplausos e gritos de incentivo de alguns jogadores ao marcar o seu primeiro gol num treino pelo Corinthians, nesta quarta-feira, horas depois de assinar contrato por cinco temporadas.

Levado a campo junto dos demais reservas, o atacante de 19 anos recebeu uma bola na entrada da área, driblou o goleiro e mandou para o fundo do gol.

Inicialmente, a ideia da comissão técnica é fazer um trabalho personalizado com o jogador, tanto físico como técnico. O garoto teve 90% dos seus direitos econômicos comprados. Segundo Duílio, o clube terá paciência com ele. A não ser por "alguma surpresa".

– É jovem, uma aposta, a gente vem preparando um time para três ou quatro anos, e ele tem potencial. A gente tem que ter cuidado, tem 19 anos, não tem um ano de profissional. Chegar aqui não é fácil. Existe uma carência de centroavante, mas não podemos jogar o peso nele. Vai passar por algumas fases. Pode ser que tenha surpresa, mas a ideia é ir devagar com ele – afirmou.



Matheus Matias já fez gol em primeiro treino pelo Corinthians (Foto: Peter Leone/futura Press)
A tendência é que o garoto seja inscrito nas primeiras fases do Paulistão e da Libertadores no fim desta semana. Ele ainda não teve seu nome registrado no BID da CBF.
 




Corinthians instala estrutura de vestiário no CT da base

Ela será utilizada pelos jovens atletas e também pelas jogadoras do time feminino

Por Marcelo Braga
21/02/2018 16h49
O Corinthians em parceria com a Truckvan, empresa especializada na fabricação de unidades móveis, instalaram no CT da base do Corinthians dois vestiários para o uso dos jogadores das equipes inferiores e também para as jogadoras do time feminino, que usam os campos para treinar.



Estrutura será usada como vestiário no CT da base (Foto: Divulgação)

– O vestiário foi revestido em fibra com piso em manta vinílica, o que o torna muito mais resistente à chuva e inundações. Para nós, é uma honra poder proporcionar muito mais estrutura, conforto e comodidade aos jogadores da base do Corinthians – destacou Alcides Braga, sócio-diretor da Truckvan.

A estrutura tem 20 pés, com 6 metros de comprimento por 2,50 de largura, 2,90 de altura e 30 m² de área útil, cada vestiário tem capacidade para acomodar 16 atletas e possui quatro chuveiros individuais e dois banheiros, além de armários e bancos construídos em MDF com cabideiros para pendurar os uniformes.

Vestiários do CT da base podem receber até 16 jogadores cada (Foto: Divulgação)


Presidente eleito no início do mês, Andrés Sanchez diz que concluirá as obras do CT da base ainda neste ano. Segundo o dirigente, o investimenro deve ser perto de R$ 10 milhões. A ideia é constuir vestiários de alvenaria, salas de departamento médico, academia, refeitório e estruturas semelhantes à do CT vizinho, usado pelo time principal.
 


Estrutura será usada por jovens da base e pelo time feminino (Foto: Divulgação)







Corinthians fará treino na Arena na véspera do Dérbi e tenta ter presença da Fiel

Timão treinará em seu estádio na sexta-feira, véspera do derby, pela nona rodada do Paulistão. Medida foi adotada no ano passado e deu resultado com arrancadas do Timão para ser campeão paulista e heptacampeão brasileiro



Corinthians fez treinos abertos à Arena antes dos clássicos de 2017 e rumou para títulos (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Guilherme Amaro
21/02/2018
12:40

O Corinthians treinará na sua Arena na manhã de sexta-feira, véspera do derby. O clube ainda tenta abrir a atividade para a torcida, como aconteceu antes dos dois Dérbis do ano passado.

- Tivemos uma reunião hoje (quarta) e definimos que o treino será na Arena. É importante, até porque teve a troca de gramado. Estamos vendo com o operacional da Arena se será aberto - afirmou o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, em entrevista coletiva nesta quarta.

No ano passado, o Corinthians abriu os dois treinos antes dos derbys que venceu na Arena. Quando o Dérbi foi na casa alugada do adversário, em que o Corinthians ta,bém venceu, a Fiel torcida compareceu à porta do CT Joaquim Grava para apoiar os jogadores. Além disso, antes do empate fora de casa no majestoso, pelo segundo turno do Brasileirão, o Timão também abriu o treino para a torcida em sua Arena.

No segundo turno do Brasileirão do ano passado, quando o Corinthians precisava da vitória para manter distância na liderança, 32 mil pessoas compareceram ao treino na Arena. No dia seguinte, o Timão venceu por 3 a 2 e deu sequência rumo ao título nacional.

O Corinthians, aliás, venceu os três derbys em 2017. No primeiro turno do Brasileiro, ganhou por 2 a 0 fora de casa. Já no Paulistão, derrotou o rival por 1 a 0, na Arena Corinthians, em jogo que ficou marcado pela arrancada da equipe na temporada.

O treino desta sexta-feira está marcado para as 10h. O Corinthians joga o derby no sábado, às 17h, na Arena Corinthians, pela nona rodada do Paulistão.



 



Corinthians treina com 3 recém reforços
Ralf, Marllon e Matheus fazem primeiro treino com bola no Corinthians


Tomás Rosolino

21 FEV2018
13h02


O trio de reforços anunciado pelo Corinthians na última semana fez seu primeiro treino com bola na manhã desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava. O zagueiro Marllon, o volante Ralf e o atacante Matheus ainda não haviam trabalhado com bola ao lado do restante dos companheiros, mas foram direto para o treino técnico realizado pela comissão, em um dos campos do local, sem muitas delongas para tal.

Nome assegurado há mais tempo no clube, o meio-campista foi a presença mais surpreendente. Ele havia dito que esperava atuar apenas na próxima semana, mas agradou os responsáveis pela preparação física e foi acionado. Posicionado como principal protetor da zaga do time sem colete, ele claramente sentiu um pouco o cansaço na parte final, sem, no entanto, pedir para deixar a atividade mais cedo.

Em boa forma e visto como um atleta a ser utilizado aos poucos pelo excesso de opções no setor, Marllon ficou como zagueiro único da outra equipe. A formação contava com Warian, Marllon( Yago) e Maycon; Gabriel, Camacho, Pedrinho, Jadson e Emerson Sheik; Kazim. Do outro lado estavam Mantuan, Léo e Guilherme Romão; Ralf, Paulo Roberto, Lucca, Danilo e Carlinhos; Matheus. Carlos, lateral esquerdo que subiu da base após a Copinha, atuou como curinga e foi bem, marcando dois gols.

O centroavante dessa equipe, aliás, foi a terceira novidade do dia. Minutos depois de assinar contrato e ser anunciado oficialmente, o ex-jogador do ABC mostrou boa movimentação e chegou a fazer um gol, driblando o goleiro e empurrando para a rede. Aos 19 anos, ele briga para ser utilizado tanto no Paulista quanto na Copa Libertadores da América, mas espera uma definição nos próximos dias da comissão.

A atividade não contou com a presença dos titulares, que fizeram treino físico leve em outro campo, correndo ao redor do gramado e trocando alguns passes. Juninho Capixaba, que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo, trabalhou normalmente e deve ficar à disposição para o Derby. Balbuena, com desgaste acima do normal, fez apenas um treino regenerativo na academia, assim como Mateus Vital, que atuou por 60 minutos no jogo-treino contra o mesmo Red Bull, na terça.

A expectativa pela definição da escalação do Corinthians no derby, no sábado, às 17h (de Brasília), na Arena Corinthians, só deve começar a ser saciada no treino desta quinta-feira, também no CT Joaquim Grava, quando todos que atuaram na segunda-feira estarão à disposição. Líder do Grupo A, o Alvinegro tem 13 pontos conquistados





Corinthians tem Trabalho intenso!
Trabalho físico intenso, recuperação dos jogadores que atuaram no duelo contra o Red Bull e treino tático em campo reduzido - 21/02/2018





Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians teve manhã de bastante trabalho no CT Dr. Joaquim Grava nesta quarta-feira (21). Em preparação para o Derby deste sábado (24), o Alvinegro realizou treinamento intenso, sob muito sol nos campos do centro de treinamento alvinegro.

Após o início do treino com o tradicional “bobinho”, boa parte do grupo partiu para um circuito de trabalho físico, preparado pelo preparador Walmir Cruz. Com muita intensidade, os atletas realizaram cerca de 30 minutos de treino físico , com a presença dos três reforços confirmados nos últimos dias: o volante Ralf, o zagueiro Marllon e o atacante Matheus Matias.

Enquanto isso, outros dois grupos realizavam atividades complementares: os goleiros, sob o comando do treinador Mauri Lima, e os jogadores que atuaram 90 minutos no duelo contra o Red Bull Brasil, na última segunda-feira (19). Eles realizaram trabalho de dois toques em campo reduzido, alternando com trotes em volta do campo.

Ao término do trabalho físico, o grupo partiu para outro campo para um trabalho tático em campo reduzido. Sob olhares do técnico Fábio Carille, o grupo realizou duas atividades: a primeira com objetivo de posse de bola e movimentação, e a segunda num campo um pouco maior, já com os goleiros, com objetivo de transição entre ataque e defesa.

Destaque para a presença dos reforços, que realizaram o primeiro treino no campo com o grupo. O recém-contratado Matheus Matias, que assinou contrato ainda nesta manhã, ainda balançou as redes na atividade e ganhou elogios dos companheiros.










Corinthiano Duílio: “Trabalhamos para reforçar o elenco, mas com os pés no chão”
Diretor-Adjunto de futebol do Corinthians concede coletiva de imprensa nesta quarta-feira (21) no CT Dr. Joaquim Grava - 21/02/2018



Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Na manhã desta quarta-feira (21), o Diretor-Adjunto de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro, concedeu coletiva de imprensa no CT Dr. Joaquim Grava, logo após a apresentação da equipe feminina de futebol do Timão. O destaque foi o anúncio oficial da chegada ao Parque São Jorge, do centroavante de 19 anos, Matheus Matias, vindo do ABC de Natal para o Alvinegro.

“Matheus é a jovem aposta do Corinthians. Estamos trabalhando, preparando um time para três ou quatro anos, e ele possui um grande potencial. Chegar aqui não é fácil. Vai passar por algumas fases. Pode ser que tenha uma surpresa, mas a ideia é ir devagar com ele”, disse Duílio.

Em fase de montagem, o elenco do Timão vem passando por mudanças, seguindo o planejamento do treinador Fábio Carille.

“Temos trabalhado muito forte nesses 15 dias atrás de um camisa 9, sabemos que é uma necessidade, assim como um lateral. O Fábio tenta encaixar as peças, muda a forma de jogar para termos alternativas na Libertadores e em jogos grandes. Trabalhamos para reforçar o elenco, mas com os pés no chão. Temos de ter responsabilidade”, declarou.

Campeão paulista e brasileiro em 2017, seu primeiro ano como treinador profissional, Carille vem ajustando a equipe desde a pré-temporada.

“No ano passado, o time liderando o campeonato, no segundo turno com sete pontos à frente e ele sendo contestado. O Corinthians é assim. Queremos continuidade. Ele tem total tranquilidade para trabalhar sem depender dos resultados imediatos. A gente confia no elenco que a gente tem e sabemos que podemos melhorar”, finalizou.









Corinthians apresenta time de futebol feminino e pode jogar na Fazendinha para 10 mil pessoas

Corinthians tem atualmente 24 jogadoras, sendo 11 contratadas nesta temporada



Corinthians futebol feminino foi apresentada nesta quarta-feira (foto: Daniel Augusto Jr)

Guilherme Amaro
21/02/2018
13:32


O Corinthians apresentou nesta quarta-feira seu time de futebol feminino, que disputará o Paulista e o Brasileiro nesta temporada. O Timão terá sua equipe própria em 2018 e oferecerá a mesma estrutura da base. 

Atualmente, a equipe feminina conta com 24 jogadoras, sendo 11 contratadas nesta temporada..

- Queremos uma sociedade que invista mais no esporte, que seja mais natural. Existem medidas que hoje estão ajudando a modalidade. A obrigatoriedade hoje se faz justiça à falta de apoio que teve por tanto tempo na modalidade. Queremos condições básicas de trabalho para elas, que sejam remuneradas e reconhecidas. O Corinthians sai na frente. Desses times de camisa terem um time feminino. Que se faça de uma forma organizada e respeitosa, como temos aqui - disse o técnico Arthur Elias.

Além do treinador, também falaram em entrevista coletiva as jogadoras Grazi e Alline Calandrini. Enquanto isso, outras jogadoras assistiam na sala de imprensa do CT Joaquim Grava.

- Eu vim por acreditar no que o Corinthians está propondo para a gente. Sem dúvida, será um ano diferente. É uma aposta forte, e os resultados sairão. A diretoria está dando tudo - disse Alline.

- O fato de vestir essa camisa pelo terceiro ano consecutivo e estar com minhas companheiros é muito motivador. Apesar dos 22 anos de carreira, minha vontade diária é de estar com ela. Espero mais títulos. É meu terceiro ano vestindo essa camisa, não vejo diferença na qualidade. Não basta só qualidade, é um grupo, estamos tentando montar isso. Chegaram 11 jogadoras, foram bem recebias, é uma troca de experiência - comentou Grazi.

Além do técnico e das jogadoras, também estiveram presentes na entrevista coletiva a vice-presidente Edna Murad e o diretor de futebol masculino Duílio Monteiro Alves. Questionada sobre a possibilidade de jogar na Arena, Edna mostrou entusiasmo e pediu mais apoio às mulheres.

- A princípio, o mando será na Fazendinha mesmo, um local mais apropriado. Mas, dependendo de uma agenda e de um planejamento, seria tudo de bom jogar na Arena Corinthians. Mas precisamos de mais visibilidade, aumentar os patrocinadores. Precisa crescer. Se nós olharmos aqui hoje, nós temos a maioria dos repórteres homens, então isso também se reflete em outras áreas do esporte. Para as atletas e tudo mais, isso precisa mudar, porque as mulheres são protagonistas, têm qualidade, são guerreiras. Quando quer, vai para cima, bate o pé e quer ganhar. Quem sabe a gente não consiga lotar a Arena em breve - afirmou Edna.

- A camisa é do Corinthians, é o Corinthians. Tudo o que pudermos fazer para ajudar, vamos fazer - acrescentou Duílio.

O técnico Arthur Elias também falou sobre a possibilidade de jogar na Arena, mas elogiou a estrutura do Parque São Jorge.


- Nós gostaríamos de jogar lá, a condição na Arena é a melhor possível para se jogar futebol. Mas entendemos que para o futebol feminino não vão abrir essa casa, com muito custo, para todos os jogos. Eventualmente para jogos decisivos nos interessa. Teria até mais visibilidade. Mas hoje jogar no Parque São Jorge é excelente para nós, o campo foi reformado, está excelente, é um estádio que cabe o público, 8 mil, 10 mil pessoas numa final. E pela identificação forte. Estamos felizes - disse o treinador.









Reforços, Balbuena, Carille... Diretor do Corinthians explica situações

Diretor de futebol Duílio Monteiro Alves diz que está difícil contratar um camisa 9, admite a necessidade de mais um lateral e confirma a compra de 90% dos direitos de Matheus

21/02/2018
13:08


O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, deu nesta quarta-feira sua primeira entrevista coletiva desde que assumiu o cargo, com a eleição de Andrés Sanchez como presidente. Na sala de imprensa do CT Joaquim Grava, o dirigente disse que está difícil contratar um camisa 9, admitiu a necessidade de mais um lateral-esquerdo, revelou esforços para renovar com Balbuena e confirmou a compra de 90% dos direitos econômicos de Matheus Matias

Na primeira resposta, Duílio detalhou as buscas por atacante e lateral-esquerdo. Ele falou diversa vezes em ter "responsabilidade" e "pés no chão" para contratar.

- A gente tem trabalhado muito forte nesses 15 dias atrás de um camisa 9, sabemos que é uma necessidade, e também para a lateral. Temos claro que o Juninho é um garoto, jogar no Corinthians não é fácil, é preciso paciência. O Fábio tenta encaixar as peças, muda a forma de jogar para termos alternativas na Libertadores e em jogos grandes. Trabalhamos para reforçar, mas com os pés no chão. Temos de ter responsabilidade. Trazer alguém que vai resolver. Existem apostas, jogadores novos que podem dar retorno. E tem posições que sabemos a necessidade, mas é preciso calma - afirmou Duílio, antes de falar especificamente sobre a busca por um camisa 9.

- Está difícil. A gente tem trabalhado muito desde o ano passado, com Alessandro e Roberto. Tem pouco no mercado, não só no Brasil. Os que tem os valores são altos. Jogamos na América do Sul pagando salário de Europa. Temos que ter cuidado. Vamos trazer o jogador que resolva. As apostas já estão aqui. Para trazer alguém, é um que chegue e acrescente muito em qualidade, que a gente não tenha dúvida que vai chegar para resolver. Queremos diminuir a margem de erro - afirmou o dirigente.

Em relação a Balbuena, o diretor disse que o Corinthians está se esforçando para renovar o contrato que é válido apenas até o fim desta temporada. Houve uma reunião entre as partes, mas o impasse ainda continua.

- O contrato do Balbuena termina no fim do ano. Desde que chegamos já procuramos os empresários e o jogador. Isso já vinha sendo trabalhado pelo Roberto (de Andrade, antigo presidente) desde setembro, mas não chegou a um acordo. É um excelente jogador, está nos nossos planos, mas temos que manter os pés no chão. Alguns veículos noticiaram que foram pedidos 4 milhões de euros para renovar, e isso não é verdade. Não divulgamos valores. Estamos fazendo esforços para que ele fique, mas temos que ter responsabilidade, sem dar um passo maior que a perna - declarou Duílio.

O diretor ainda falou sobre a situação do técnico Fábio Carille, do jovem Matheus Matias (anunciado nesta quarta) e dos jogadores que possivelmente serão emprestados. Veja abaixo:

Fabio Carille
Isso a gente sabe como é o Corinthians. Ano passado, não estava aqui, mas como torcedor acompanhava o Corinthians liderando o campeonato inteiro. No segundo turno, com sete pontos à frente, o Carille era contestado. O Corinthians é assim. Mas nossa cabeça é continuidade, trabalhar os três anos com ele, o presidente pensa assim também. Foi assim com o Tite (em 2011). Ele tem total liberdade para trabalhar, independentemente dos resultados. Nossa ideia é que ele fique.

O prazo de inscrição para a Libertadores (dia 25) pressiona na busca por reforços?
Confiamos no nosso elenco, sabemos que é possível melhorar, é uma busca constante. Não vai ser o prazo da Libertadores que vai fazer a gente tomar uma decisão antecipada e também por conta dos valores. O Carille está procurando alternativas para jogar. Não é pelo prazo que vamos fazer qualquer tipo de contratação, sem uma análise bem feita, e também pelos valores de hoje no futebol.

Como vê a chegada do Matheus Matias? Qual a porcentagem adquirida?
O Matheus entra na mesma situação do Juninho Capixaba, que já jogou Série A ano passado, é mais rodado. Matheus é uma aposta, estamos preparando o time para três ou quatro anos, com jogadores com potencial muito grande e sem muito custo. Temos que ter muito cuidado, é um menino, entrou no futebol nem há um ano profissionalmente. Chegar ao Corinthians não é fácil. Existe carência de centroavante, mas não podemos jogar esse peso em cima dele. Ele tem um caminho a ser percorrido. Pode ser que tenha surpresa, mas a ideia é ir devagar, pela idade e por ser recente no futebol. Sobre porcentagem: o Corinthians adquiriu 90% e o ABC ficou com 10%.








Corinthans segue negociando renovação com zagueiro Balbuena
O Corinthians negocia para renovar o contrato do zagueiro Balbuena e o diretor Duílio Momteiro Alves desmente imprensa, que divulgou possível pedida salarial do procurador do atleta
– O contrato termina no fim do ano. Desde que chegamos, procuramos o empresário e o jogador para renovar. Isso já vinha sendo feito desde setembro com propostas e não se chegou a um acordo. Trabalhamos com isso. Faz parte dos nossos planos, mas temos que ter pés no chão e trabalhar com números viáveis. A informação da pedida de 4 milhões de euros de pedido de luvas não é verdade. Não divulgamos valores. Queremos que ele fique, mas não vamos dar passo maior que a perna – afirmou Duílio.
Hoje, o zagueiro Balbuena fez trabalho regenerativo no CT Joaquim Grava e estará a disposição do Timão para o derby de sábado, 16h, na Arena Corinthians.






Prazo apertado não fará Corinthians contratar qualquer atacante, diz diretor

Clube tem sexta-feira como data-limite para achar um novo reforço para o ataque para prineira fase de Paulista e Libertadores da América

Por Marcelo Braga
21/02/2018 12h45
Embora o prazo esteja apertado para as incrições na primeira fase do Paulistão e da Libertadores, a diretoria do Corinthians diz que não contratará qualquer jogador para a função de camisa 9 apenas para dar uma resposta para a torcida.

Em entrevista coletiva nesta quarta, o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves afirmou que o clube não se permite a erros. O último dia para incrições na primeira fase do Estadual é sexta-feira. Na Libertadores, o clube pode mandar a lista até a noite de domingo, 72 horas antes da estreia. Novos jogadores podem ser incluídos apenas na próxima fase.

– Está difícil. A gente tem trabalhado muito desde o ano passado. Tem poucos no mercado, não só no Brasil. Os que tem os valores são altos. Jogamos na América do Sul pagando salário de Europa. Temos que ter cuidado. Vamos trazer o jogador que resolva. As apostas já estão aqui. Para trazer alguém, é um que chegue e acrescente muito em qualidade, que a gente não tenha dúvida que vai chegar para resolver. Queremos diminuir a margem de erro – afirmou.



Duílio Monteiro Alves diz que o Corinthians pode não contratar um novo centroavante (Foto: Marcelo Braga)

Caso não contrate um jogador para a função, a tendência é que a comissão técnica inscreva o recém-chegado Matheus Matias, de 19 anos, que fez seu primeiro treino nesta quarta.

Além dele, o elenco conta com Júnior Dutra, Carlinhos, Danilo e Kazim para a função. O gringo, porém, está suspenso por cinco jogos na Libertadores.

– A gente confia no elenco que a gente tem. Sabemos que podemos melhorar. É oportunidade de mercado e não vai ser o prazo que vai nos fazer contratar alguém que não temos certeza. Para a Libertadores é até domingo, mas trabalhamos com o prazo de sexta-feira – explicou o diretor.

Segundo Duílio, Carille já está ciente da possibilidade de não contar com um novo centroavante. Assim, já cogita adaptar o sistema de jogo.

– Fábio tem olhado possibilidades de jogar sem o nove com o que temos aqui no grupo – afirmou.

De olho no derby de sábado, às 17h, na Arena Corinthians, o Timão volta aos treinos na manhã de quinta-feira.














Corinthians treina com Juninho Capixaba em campo e Balbuena no LabR9

Lateral-esquerdo mostrou estar recuperado de entorse no tornozelo e treinou normalmente, enquanto zagueiro paraguaio realizou trabalho regenerativo



Juninho Capixaba voltou a treinar no Corinthians (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
Guilherme Amaro
21/02/2018
11:52

O Corinthians treinou hoje pela manhã e o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, recuperado de leve entorse, treinou normalmente. O zagueiro Balbuena realizou trabalho regenerativo na parte interna do CT Joaquim Grava. O defensor paraguaio joga sábado

Os titulares do último jogo realizaram um trabalho leve, alternando troca de passes em espaço bem reduzido e trotes em volta do campo. Participaram desta atividade Henrique, Fagner, Juninho Capixaba, Renê Júnior, Rodriguinho, Clayson, Romero e Júnior Dutra, que mostraram bastante descontração.

Já os reservas fizeram um trabalho físico e depois um coletivo em campo reduzido. O jovem atacante Matheus Matias, anunciado nesta quarta-feira, fez seu primeiro treino ao lado dos companheiros. O volante Ralf também participou normalmente da atividade e deve ficar à disposição na semana que vem

Com isso, o técnico Fábio Carille ainda não indicou a escalação do Corinthians para o derby, neste sábado, às 17h, na Arena Corinthians. O Timão volta a treinar na manhã desta quinta-feira, mas apenas o aquecimento será aberto à imprensa.











Corinthians treina para derbi. Novidade é Juninho Capixaba em campo. Zagueiro Balbuena trabalha fisicamente
Juninho Capixaba treina e pode ser opção do Corinthians em Dérbi
Recuperado de torção no tornozelo, lateral participa de atividade no CT; Balbuena jogará sábado

Por Marcelo Braga

21/02/2018 12h27

No Corinthians, o lateral-esquerdo Juninho Capixaba treinou com bola nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, e tem chances de jogar.

Substituído no segundo tempo do empate por 1 a 1 do Corinthians contra o RB Brasil, na noite de segunda-feira, em jogo válido pelo Paulistão, o lateral teve uma torção no tornozelo esquerdo confirmada na terça, dia de reapresentação do elenco.

No mesmo dia, o clube informou que ele passaria por exames diários até sexta, véspera do jogo. Nesta quarta, ele treinou sem limitações entre os titulares do Corinthians.


Juninho Capixaba treina em campo nesta quarta (Foto: Marcelo Braga )

Entre os titulares, o zagueiro Balbuena não foi a campo porque fez trabalho regenerativo  – ele não preocupa para o Dérbi.

A atividade desta quarta-feira contou com três novidades: o zagueiro Marllon, o volante Ralf e o atacante Matheus Matias treinaram pela primeira vez com os companheiros. Os reforços ainda não estarão disponíveis para o clássico.







Corinthians apresenta time de futebol feminino no CT Joaquim Grava
Na manhã desta quarta-feira (21), meninas do Timão e a comissão técnica concederam coletiva de imprensa no CT - 21/02/2018




Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (21), o time feminino do Corinthians e sua comissão técnica se apresentaram no CT Dr. Joaquim Grava. Na sala de imprensa, responderam perguntas dos jornalistas e falaram mais sobre a nova temporada da equipe Alvinegra.

“É um novo momento do futebol feminino no clube, agora dentro do Corinthians. Antes era gestão compartilhada, agora é gestão única. Estamos muito orgulhosos. Já iniciamos os trabalhos e temos ansiedade para iniciar os campeonatos e honrar essa camisa”, disse o treinador, Arthur Elias.

Treinando no CT Dr. Joaquim Grava, a equipe feminina agora compartilha a infraestrutura da base corinthiana. Buscando espaço e reconhecimento, Arthur planeja ampliar a projeção da modalidade e conquistar cada vez mais espaço.

“Queremos condições básicas de trabalho para elas, que sejam remuneradas e reconhecidas. O Corinthians sai na frente, como o Santos, que tem um time há bastante tempo. Desses times de camisa terem um time feminino. Que se faça de uma forma organizada e respeitosa, como temos aqui”, declarou,

Representando o elenco na mesa de entrevistas, as jogadoras Alline Calandrini e Grazi falaram sobre a situação do elenco no início desta temporada e da projeção pessoal de cada uma dentro do clube do Parque São Jorge.

“Dificilmente um clube no Brasil dá o que se dá para as meninas, bem igual ao que o Corinthians nos dá esse ano. Saí de lá acreditando no que o Corinthians tem proposto para nós. É uma aposta forte que dou. Resultados sairão”, disse a zagueira Aline.

“O fato de vestir essa camisa pelo terceiro ano consecutivo e estar com minhas companheiros é muito motivador. Apesar dos 22 anos de carreira, minha vontade diária é de estar com ela. Espero mais títulos, uma hora vou ter que me aposentar. Tenho uma sobrinha de oito anos que quer seguir o meu caminho. Espero que ela consiga mais coisas do que eu”, declarou Grazi, campeã da Libertadores com o Timão em 2017.

























Veja o resumo do que aconteceu no treino do Corinthians na manhã desta quarta-feira (21):
- Juninho Capixaba voltou a treinar com bola e está a disposição para o clássico de sábado.
- Corinthians apresentou o atacante Matheus Matias, que assinou contrato, já foi a campo e marcou gol.
- Carlinhos volta a treinar após uma inflamação no siso que tirou o garoto dos treinos.
- Balbuena não treinou no campo; zagueiro fez trabalho regenerativo na parte interna.
- Além de Matheus Matias, Ralf e Marllon fizeram a primeira atividade com bola no clube.
- Correndo por reforços, o gerente de futebol, Alessandro Nunes, e o diretor Duílio Monteiro Alves acompanharam o treino.

-Corinthians apresentou time de futebol feminino e anunciou que mandará jogos na Fazendinha, Pq São Jorge
-Corinthians anunciou que treinará sexta pela manhã na Arena, mas ainda não definiu se deixará torcida asssti-lo





Duílio: "A gente confia no elenco que a gente tem. Sabemos que podemos melhorar. É oportunidade de mercado e não vai ser o prazo que vai nos fazer contratar alguém que não temos certeza. Trabalhamos com o prazo de sexta-feira, mas com o nosso elenco, Fábio tem olhado possibilidades de jogar sem o nove, com o que temos aqui"

Duílio fala da segurança no trabalho de Carille: "Isso a gente sabe como é o Corinthians. No ano passado, o time liderando o campeonato, no segundo turno com sete pontos à frente ele era contestado. O Corinthians é assim. Queremos continuidade, trabalhar três anos com ele, presidente quer assim, foi com Mano e Tite. Ele tem total tranquilidade para trabalhar independente dos resultados imediatos"

Duílio: "Está difícil. A gente tem trabalhado muito desde o ano passado, com Alessandro e Roberto. Tem pouco no mercado, não só no Brasil. Os que tem os valores são altos. Jogamos na América do Sul pagando salário de Europa. Temos que ter cuidado. Vamos trazer o jogador que resolva. As apostas já estão aqui. Para trazer alguém, é um que chegue e acrescente muito em qualidade, que a gente não tenha dúvida que vai chegar para resolver. Queremos diminuir a margem de erro"

Duílio confirma que o treino de sexta-feira vai ser na Arena Corinthians. Ainda não há informações se ele será aberto para a torcida.


Corinthians vai treinar na Arena Corinthians na sexta-feira. Clube ainda não confirma se ele será aberto para a torcida
12:14 - 21 de fev de 2018





Duílio: "A gente adquiriu 90% do Matheus e o ABC de Natal ficou com 10%"
12:13 - 21 de fev de 2018

Duílio explica a chegada de Matheus Matias: "Entra na situação do Juninho Capixaba, que jogou no Bahia na Serie A. Matheus é jovem, aposta, a gente vem trabalhando, preparando um time para três ou quatro anos, potencial grande. A gente tem que ter cuidado, tem 19 anos, não tem um ano de profissional. Chegar aqui não é fácil. Existe uma carência de centroavante, mas não podemos jogar o peso nele. Vai passar por algumas fases. Por ser que tenha surpresa, mas a ideia é ir devagar com ele"Duílio fala de Balbuena: "O contrato termina no fim do ano. Desde que chegamos, procuramos o empresário e o jogador para renovar. Isso já vinha sendo feito desde setembro com propostas e não se chegou a um acordo. Trabalhamos com isso. Faz parte dos nossos planos, mas temos que ter pés no chão e trabalhar com números viáveis. A informação da pedida de 4 milhões de euros de pedido de luvas não é verdade. Não divulgamos valores. Queremos que ele fique, mas não vamos dar passo maior que a perna"



Duílio fala da saída de alguns atletas: "Saíram Giovanni, Moisés, outros existem interesses. Esperamos o Fabio escolher o time ideal, esperamos a chegada de mais alguns para depois liberar outros. Esperamos o Fábio, por isso ainda temos alguns jogadores com a gente"





Duílio: "Juninho é um ótimo jogador, tem nosso apoio, fez bons jogos. Estamos trabalhando. Sabemos que o prazo é curto, não vamos correr e fazer de qualquer forma."





Duílio: "A gente tem trabalhado muito forte nesses 15 dias atrás de um camisa 9, sabemos que é uma necessidade, e também para a lateral. Temos claro que o Juninho é um garoto, jogar no Corinthians não é fácil, é preciso paciência. O Fábio tenta encaixar as peças, muda a forma de jogar para termos alternativas na Libertadores e em jogos grandes. Trabalhamos para reforçar, mas com os pés no chão. Temos de ter responsabilidade. Trazer alguém que vai resolver. Existem apostas, jogadores novos que podem dar retorno. E tem posições que sabemos a necessidade, mas é preciso calma"

Duílio fala de Balbuena: "O contrato termina no fim do ano. Desde que chegamos, procuramos o empresário e o jogador para renovar. Isso já vinha sendo feito desde setembro com propostas e não se chegou a um acordo. Trabalhamos com isso. Faz parte dos nossos planos, mas temos que ter pés no chão e trabalhar com números viáveis. A informação da pedida de 4 milhões de euros de pedido de luvas não é verdade. Não divulgamos valores. Queremos que ele fique, mas não vamos dar passo maior que a perna

Duílio fala da saída de alguns atletas: "Saíram Giovanni, Moisés, outros existem interesses. Esperamos o Fabio escolher o time ideal, esperamos a chegada de mais alguns para depois liberar outros. Esperamos o Fábio, por isso ainda temos alguns jogadores com a gente"

Duílio: "Juninho é um ótimo jogador, tem nosso apoio, fez bons jogos. Estamos trabalhando. Sabemos que o prazo é curto, não vamos correr e fazer de qualquer forma."


Duílio: "A gente tem trabalhado muito forte nesses 15 dias atrás de um camisa 9, sabemos que é uma necessidade, e também para a lateral. Temos claro que o Juninho é um garoto, jogar no Corinthians não é fácil, é preciso paciência. O Fábio tenta encaixar as peças, muda a forma de jogar para termos alternativas na Libertadores e em jogos grandes. Trabalhamos para reforçar, mas com os pés no chão. Temos de ter responsabilidade. Trazer alguém que vai resolver. Existem apostas, jogadores novos que podem dar retorno. E tem posições que sabemos a necessidade, mas é preciso calma"


Duílio Monteiro: "A camisa é do Corinthians, é o Corinthians. Tudo o que pudermos fazer para ajudar, vamos fazer"


Arthur Elias: "Nós gostaríamos de jogar lá, a condição na Arena é a melhor possível para se jogar futebol. Mas entendemos que para o futebol feminino não vão abrir essa casa, com muito custo, para todos os jogos. Eventualmente para jogos decisivos nos interessa. Teria até mais visibilidade. Mas hoje jogar no Parque São Jorge é excelente para nós, o campo foi reformado, está excelente, é um estádio mais acanhado, mas que cabe o público, 8 mil, 10 mil pessoas numa final. E pela identificaçaão forte. Estamos felizes"





  




Alline Calandrini e Grazi falam por aqui

12:00 - 21 de fev de 2018

Grazi: "Uma hora vou ter que me aposentar. Tenho uma sobrinha de oito anos que quer seguir o meu caminho. Espero que ela consiga mais coisas do que eu"



Grazi: "O fato de vestir essa camisa pelo terceiro ano consecutivo e estar com minhas companheiros é muito motivador. Apesar dos 22 anos de carreira, minha vontade diária é de estar com ela. Espero mais títulos"


Alline Calandrini: "Conheço o Arthur há bastante tempo e a parte defensiva dele sempre foi muito boa. Ficaram algumas meninas e eu venho de uma lesão de um ano e meio sem jogar. Todas as defensoras que estão aqui tem potencial. Vai ser uma briga sadia"

Arthur diz que o elenco conta com 24 jogadoras. Foram contratadas 11 nesta temporada. Alline Calandrini é uma das estrelas.



Corinthians vai disputar o Paulista e o Brasileiro nesta temporada.


Arthur: "Queremos uma sociedade que invista mais no esporte, que seja mais natural. Existem medidas que hoje estão ajudando a modalidade. A obrigatoriedade hoje se faz justiça à falta de apoio que teve por tanto tempo na modalidade. Queremos condições básicas de trabalho para elas, que sejam remuneradas e reconhecidas. O Corinthians sai na frente, como o Santos, que tem um time há bastante tempo. Desses times de camisa terem um time feminino. Que se faça de uma forma organizada e respeitosa, como temos aqui"



Arthur: "Estamos usando a mesma estrutura que o Corinthians oferece para a base. Treinamos aqui do lado. Uma condição ótima. Tínhamos antes também no Audax, a gente agradece, foram dois anos vitoriosos. Agora a gente amplia a projeção estando no Corinthians. Queremos mostrar um trabalho organizado e conseguir cada vez mais espaço para elas, que merecem"




Alline Calandrini e Grazi representam as jogadoras na mesa da sala de entrevista.


Arthur Elias, técnico do Corinthians, faz agradecimentos à diretoria: "Novo momento do futebol feminino no clube, agora dentro do Corinthians, antes era gestão compartilhada, agora é gestão única. Estamos muito orgulhosos. Já iniciamos os trabalhos e temos ansiedade para iniciar os campeonatos e honrar essa camisa"


Meninas do time feminino do Corinthians chegam para ser apresentadas
11:38 - 21 de fev de 2018


Matheus Matias faz o seu primeiro gol: bola enfiada, Matheus dribla Cássio e manda para o fundo do gol
11:19 - 21 de fev de 2018


Foto de mais cedo: Carille conversou bastante com Alessandro e Duílio.
11:09 - 21 de fev de 2018 


Juninho Capixaba treinou sem limitações entre os titulares.
11:04 - 21 de fev de 2018

Carille observa a atividade
11:03 - 21 de fev de 2018

Matheus Matias em ação nesta quarta-feira
11:02 - 21 de fev de 2018


Zagueiro Balbuena não treina no campo nesta quarta
10:43 - 21 de fev de 201


Zagueiro Marllon e o atacante Matheus Matias serão apresentados amanhã à imprensa
10:41 - 21 de fev de 2018
Diretor de futebol Duílio Monteiro Alves vai dar entrevista coletiva hoje no CT.
Ver imagem no Twitter


Juninho Capixaba treina com bola. Ontem, a notícia é que tinha uma torção no tornozelo e que passaria por exames diários até o Dérbi  
10:37 - 21 de fev de 2018
Titulares fizeram uma roda de aquecimento e agora correm no campo. Juninho Capixaba entre eles
10:35 - 21 de fev de 2018






Treino físico para os reservas  
10:34 - 21 de fev de 201

Jogadores fazem um aquecimento no último campo. Perto dali, Fábio Carille conversa com Alessandro, Duilio Monteiro Alves e Mauro da Silva
10:32 - 21 de fev de 2018



Hoje às 11h30 o Corinthians vai apresentar seu time feminino próprio, após dois anos de parceria com o Audax. O técnico Arthur Elias e as jogadoras Grazi e Alline Calandrini farão coletiva
10:20 - 21 de fev de 2018


Ralf, Marllon e Matheus Matías ainda não foram registrados no BID da CBF. O volante e o atacante devem ser registrados no Paulistão. Nenhum estará disponível para o Dérbi Timão ainda busca outro centroavante até sexta
10:14 - 21 de fev de 2018





Bom dia, amigos! Matheus Matias assinou por cinco anos com o Corinthians. Time treina nesta manhã no CT Joaquim Grava
10:11 - 21 de fev de 2018
O Corinthians volta a treinar na manhã desta quinta-feira, às 10h.





Corinthians apresenta jovem centroavante Matheus Matias como novo reforço 
Jogador tem 19 anos e é o artilheiro do Brasil na temporada 2018 com 10 gols marcados - 21/02/2018




Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Nesta quarta-feira (21), o Sport Club Corinthians Paulista anuncia a contratação do atacante Matheus Matias. Revelado pelo ABC, o atleta tem vinculo até 2022 com o Timão.

Matheus Matias tem 19 anos e é o artilheiro do Brasil na temporada 2018 com 10 gols marcados. Confira a cobertura feita pela Corinthians TV na assinatura de contrato que aconteceu no CT Dr. Joaquim Grava.

“É uma emoção que não tem explicação. Espero fazer o que eu vinha fazendo e dar muita alegria para a torcida”, disse Matheus.


Perfil do jogador:
Matheus Matias Ferreira
Data de nascimento: 26.06.1998
Local de nascimento: Natal-RN
Altura: 1,86m  
Clubes por onde passou: ABC




Atacante Matheus Matias assina contrato com o Corinthians

Jogador de 19 anos quer "dar muita alegria para o torcedor"


Por GloboEsporte.com

21/02/2018 10h08

O atacante Matheus Matias, de 19 anos, assinou contrato com o Corinthians na manhã desta quarta-feira. O vínculo é válido por cinco anos.  

Matheus Matias é o artilheiro do Brasil em 2018, com dez gols em dez partidas pelo ABC, de Natal. Para contratar o centroavante, o Corinthians ganhou a concorrência de outros interessados 

No momento da assinatura do contrato, Matheus Matias mandou um recado para a torcida: 

– Emoção que não tem explicação... Espero fazer o que eu venho fazendo e dar muita alegria para o torcedor. 
  

Matheus Matias assinar contrato com o Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)  

Como Matheus Matias, os recém-contratatos Ralf e Marllon ainda não foram registrados no BID da CBF. Nenhum estará disponível para o derby, no sábado, na Arena Corinthians 











Renê Júnior diz porque preferiu o Corinthians

Provável titular no Dérbi de sábado, volante mostra identificação com o Timão

Por Marcelo Braga

21/02/2018 09h02

Com boa atuação diante do RB Brasil na segunda-feira passada, pelo Paulistão, Renê Júnior tem grandes chances de ser mantido pelo técnico Fábio Carille entre os titulares d Crinthians no derby, na Arena Corinthians, sábado, às 17h (de Brasília)

Será o primeiro clássico do volante de 28 anos pelo Corinthians, clube em que ele poderia ter iniciado sua passagem em 2012 ou em 2015 – após ele usar o CT por oito meses para fazer tratamento de uma lesão na região do púbis.

Depois de duas negociações que não se concretizaram, finalmente conseguiu vestir a camisa do Timão em 2018, após boa temporada pelo Bahia.

– É tudo no tempo de Deus, minha vontade de vir para o Corinthians sempre foi grande, mas só na terceira vez que deu certo. Esse é o lugar em que eu queria estar. No fim de 2017 tive outras propostas, até de rival do Corinthians, mas minha vontade era vestir essa camisa – disse ele, que não revelou se a proposta recusada foi de São Paulo, Palmeiras ou Santos, onde atuou em 2013.


Renê Júnior deve ganhar mais uma chance de Carille no Dérbi 


Nascido na favela, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, Renê Júnior se mudou com a família muito cedo para a Vila Kennedy, na zona oeste da cidade. Enquanto iniciava o futebol em clubes como Estácio de Sá e Madureira, passava o tempo em bicos feitos em mercearia e até em feiras livres.

– A gente desenrolava (risos) – brincou, ao ser perguntado se o serviço lhe caía bem.

Profissionalizado no Figueirense, rodou por vários clubes do Brasil e um da China (Guangzhou Evergrande) até conseguir chegar ao Corinthians, onde assinou por três temporadas.

– Corinthians é Corinthians, né?! Não tem como, é o maior do Brasil. Acho que por vir da favela, por ser maloqueiro, eu me identifico. Até por ser o time do povo, e eu sou de baixo também. Sei da dificuldade que esse pessoal passa para estar no estádio e para nos acompanhar – destacou.



Rene Junior teve boa atuação na estréia (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians)


Veja abaixo mais trechos do papo com Renê Júnior:

GloboEsporte.com: Você já está 100%?
Renê: Vim para o Corinthians lesionado, na Flórida não pude ajudar da forma como eu queria, mas voltei, fiz um trabalho à parte, me preparei, e creio que pude ajudar um pouco o time na segunda-feira, mas sei que posso render muito mais. Tive uma lesão de ligamento colateral no Bahia e infelizmente não consegui zerar. Quando cheguei no Corinthians, conseguimos. Fiz trabalhos de fortalecimento e agora estou em igualdade com os demais atletas.


Na estréia, você deixou boa impressão por carrinhos e desarmes. Esse é seu estilo?
– Sempre fui um cara de bastante desarme. No Brasileirão de 2017 fui o que mais desarmou, junto com o Jean, que está aqui no clube também. Meu futebol sempre foi aguerrido, e creio que no Corinthians ele se enquadra bem. Mas da mesma forma que marco, gosto de jogar. Aos poucos, vou pegando confiança.


Por que você não veio antes para o Corinthians?
– A primeira negociação foi quando saí do Mogi Mirim (2012), antes de ir para a Ponte Preta. Só que na época a primeira opção do Corinthians era o Guilherme Torres (então na Portuguesa). Em 2015, o que faltou foi o meu clube (Guangzhou Evergrande) liberar. Saíram coisas na época que eu pedi salário alto, mas é mentira. O clube não me liberou. Eles não me usavam e nem me liberavam. Eu tinha acabado de operar, fiquei uns quatro meses sem jogar. E o Corinthians foi campeão brasileiro.


Como foi a experiência na China?
– Foi boa, aprendi bastante, principalmente pelos técnicos com quem trabalhei. Marcello Lippi foi o cara que soube reconhecer meu trabalho. Aprendi muito taticamente com ele, a forma de jogar. Hoje sou muito mais maduro do que quando saí do Brasil (em 2014). Com Fabio Cannavaro trabalhei cinco ou seis meses. Era mais tranquilo e reservado que o Lippi, que era intenso.


Aprendeu italiano com eles?
– Não, só a xingar mesmo (risos).


Como foi sua infância?
– Foi sofrida, mas nunca precisei fazer coisas erradas. Minha família nunca deixou faltar nada, mas também não tivemos luxo. Tive que correr atrás, comecei de novo a trabalhar e a jogar futebol. Trabalhei em mercearia, em feira. Sempre com bastante humildade. Casei cedo, com 16 anos. Tive minha primeira filha com 16 para 17 anos. Hoje tenho duas (Rayane e Raynara). Estou com minha esposa há 11 anos. Ela que me ajudou do começo até agora. São meus suportes.
O que espera desse derby ?
– É clássico, jogo de detalhes, um dos maiores do Brasil. Não tive a oportunidade de jogar ainda, mas se tiver vou entrar e dar o meu melhor, como sempre. A gente espera que a rivalidade possa ser só no campo, que não tenha problemas fora, que seja um jogo legal e que a gente possa vencer.












Meia corinthiano Mateus Vital faz jus a discurso e mostra versatilidade em busca de chance

O meia Mateus Vital chegou ao Corinthians dizendo que faria qualquer função da linha de quatro armadores idealizada por Carille na pré-temporada, mas só conseguiu provar seu discurso na tarde da última terça-feira. Com apenas um jogo no clube até o momento, ele recebeu a chance de atuar por 60 minutos contra o Red Bull e foi posicionado em três funções diferentes pelo técnico Fábio Carille, respondendo bem em todas.

“Por ser acostumado a jogar desde a base, gosto de jogar por dentro, mas qualquer uma das quatro posso fazer meu trabalho da melhor forma”, assegurou Vital à época da sua apresentação, enquanto ainda se acostumava com a ideia de trocar o Vasco pelo Timão. Em busca de um espaço na errante campanha do time corintiano, ele mostrou a versatilidade que pode ser fundamental nessa procura.

Contra os campineiros, começou a partida atuando na ponta direita, sendo a principal válvula de escape da equipe, principalmente quando fazia dupla com o lateral direito Mantuan. Jadson, centralizado, também teve boa participação, ajudando o jovem atleta a disparar nos contra-ataques e segurar a bola quando era necessário. Faltou a Vital, porém, uma precisão maior nos cruzamentos e passes finais.

Ele acabou compensando isso com um gol, posicionando-se no espaço deixado por Danilo no centro da área, após boa jogada de Lucca. Com moral, recebeu a missão de ser praticamente um segundo volante no começo da etapa final, atuando ao lado de Paulo Roberto. Mesmo no setor em que afirmou não se sentir tão bem, foi o único corintiano a levar perigo, aparecendo como surpresa no meio da área logo no início, mas sem ninguém para completar seu cruzamento.

Para fechar, o ex-vascaíno ainda foi posicionado como armador central quando Jadson deixou o gramado para a entrada de Warian. Responsável pela coordenação do time, trocou de posição com Pedrinho algumas vezes e deu lindo lançamento para o companheiro no lance que acabou em chance clara de gol perdida por Kazim, já nos minutos finais do embate.

Ainda que sua presença no Derby, no sábado, às 17h (de Brasília), em Itaquera, esteja certamente condicionada ao banco de reservas, o atleta de 19 anos deixou claro na atividade que pode entrar em campo mais vezes do que o que lhe foi oferecido até o momento, principalmente por demonstrar capacidade de contribuir em muitos setores. E o passado recente é animador para o armador.

Depois de boa participação no jogo-treino contra o Atlético-PR, também no CT, o volante Renê Júnior recebeu de Fábio Carille a chance de ser titular contra a Ponte Preta. Correspondeu e, caso Maycon realmente seja deslocado para a lateral esquerda, está na briga para começar o derby