7 de fev de 2018

CORINTHIANS 07/02/2018


Jovem zagueiro Pedro Henrique prega 'pezinho no chão' no Corinthians

Pedro Henrique iniciou o ano no time principal e tem se destacado, até marcando gols. Ele fala da concorrência com experiente Henrique e espera manter sequência positiva

Pedro Henrique em treino do Corinthian

(Foto: Daniel Vorley/AGIF/Lancepress!)



Pedro Henrique, do Corinthians(Foto: Daniel Augusto

07/02/2018 12:24

O início de temporada do Corinthians tem sido especial para o zagueiro Pedro Henrique, de apenas 22 anos. O jovem começou o ano como titular, tem dado conta do recado e fez até gol para curtir a boa fase, na vitória do Timão sobre o Novorizontino por 1 a 0 no último domingo, a 4ª seguida. Tal sequência anima o defensor, mas não ilude, a menos no discurso. Pedro Henrique só quer saber de humildade.

- Esperava isso (sequência) há muito tempo. Estou tendo uma sequência no começo da temporada, isso é muito importante. Consegui fazer grandes jogos. É continuar trabalhando. Pezinho no chão, com humildade. Tenho muito a trabalhar - declarou o zagueiro, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

A humildade, porém, não tira a confiança. Pedro Henrique sabe que mesmo com a chegada de Henrique, zagueiro de 31 anos, a competição no clube é justa e sempre atua quem estiver melhor. Ele acredita que pode competir de igual para igual com o novo companheiro.

- Hoje que eu treinei com ele no campo. Nos outros dias eu estava em recuperação na academia e piscina. Hoje pudemos trabalhar. É um cara que vem para agregar, é uma disputa sadia. Vou continuar com o pezinho no chão, trabalhando firme, porque tem um cara de qualidade - afirmou.

O zagueiro também comentou sobre a situação do seu companheiro de defesa, o paraguaio Balbuena. Com contrato até o fim deste ano, Balbuena conversa desde o ano passado sobre renovação, mas ainda não chegou a um acordo. Pedro Henrique não acredita que ele seguirá o caminho de Pablo.

- Eu ia falar que não, porque está sendo feliz aqui. Foi o melhor zagueiro do Campeonato Brasileiro. O momento está bom, essa hora não adianta mudar, e isso aqui é Corinthians. Não tem outro clube maior, e o jogador pensa em ficar aqui - declarou.

Pedro Henrique e Balbuena formarão a zaga no duelo de sexta-feira contra o Santo André no ABC. O zagueiro tem contrato com o Timão até dezembro de 2019. Henrique fica a disposição pela primeira vez, entre reservas.


 






Sucesso, Tour na Arena Corinthians alcança 50 mil visitas

Projeto tem pouco mais de oito meses e atingiu marca considerada expressiva. Ídolos do clube já participaram de visita guiada à casa do torcedor corinthiano



Torcedores durante visita no Tour da Arena Corinthians (Foto: Divulgação)

LANCE!
07/02/2018
16:44 

Em pouco mais de oito meses de projeto, o tour Casa do Povo, na Arena Corinthians, já se tornou um dos passeios prediletos dos torcedores do Corinthians e dos amantes do futebol. A visita, guiada pelos bastidores do estádio alvinegro, atingiu a expressiva marca de 50 mil visitantes nesta quarta-feira.  

Durante o tour, o torcedor pode conhecer locais que, frequentemente, são ocupados por jogadores e comissão técnica. Vestiário, campo, sertor de entrevista... Tamanha interação, que já contou com a presença de ex-jogadores do Timão e também do atual elenco, virou febre na Fiel Torcida. 

- A nossa ideia sempre foi fazer um tour diferente, para que o torcedor se sentisse em casa, e acho que estamos cumprindo o nosso objetivo. O feedback tem sido muito positivo nas redes sociais, na pesquisa de satisfação, e isso mostra que estamos no caminho certo. A parte mais legal de tudo, é que cada pessoa que vem é uma história diferente que a gente ouve, porque são pessoas que vivem relações diferentes com o futebol e com o Corinthians, e tudo isso só acrescenta - ressaltou Gabriel Dolce, gerente do Tour.

Durante as 50 mil visitas históricas, o tour já contou com a presença de pessoas de mais de 30 países. Torcedores e corinthianos de toda parte do mundo vieram conhecer a Arena Corinthians. Além disso, ídolos do clube, como Zé Maria, Basílio, Edílson e Vampeta, tornaram o passeio ainda mais especial. Do elenco atual, Balbuena e Clayson também marcaram presença.  

- Vamos continuar sempre trabalhando para que as pessoas tenham cada vez mais motivos para vir ao tour, e quem já veio, ter vontade de voltar, seja para conhecer um jogador, ou para trazer algum amigo ou parente para sentir a mesma satisfação que ela sentiu quando fez o tour pela primeira vez – completou Dolce.

O Tour

Duração de 1h10 de visita aos camarotes, Átrio, Business Lounge, sala de imprensa e de coletiva, zona mista, sala de aquecimento, vestiários e campo. Além de conhecer cada ambiente, o visitante descobre o porquê de cada espaço e como eles são utilizados para que o Corinthians seja vencedor dentro e fora de campo.

Como comprar

O tour funciona de domingo à domingo, e os ingressos custam R$ 40 durante a semana e R$ 60 aos finais de semana e feriados, com desconto de 20% para membros do Programa Fiel Torcedor. Estudantes, idosos e crianças de quatro a 12 anos têm direito à meia-entrada. Menores de três anos não pagam.


A compra pode ser realizada pelo site www.tour.arenacorinthians.com.br, ou na bilheteria do tour, localizada no portão A da Arena Corinthians.





 







Corinthians fica perto de acertar venda de volante reserva Maycon ao Shakhtar

Nova diretoria conversa com representantes do clube ucraniano e pode chegar a acordo nesta semana. Uma oferta já foi aceita, mas precisa ser formalizada


Maycon, volante do Corinthians
(Foto: Daniel Augusto Jr)
Guilherme Amaro
07/02/2018
17:19

O Corinthians tem negociações avançadas para acertar a venda do volante Maycon ao Shakhtar Donetsk (UCR). A nova diretoria do clube comandada pelo presidente Andrés Sanchez tem conversado com representantes do clube ucraniano e já aceitou uma oferta, que ainda necessita ser formalizada. É o que falta para que o negócio seja selado. A expectativa é que o Shakhtar coloque a proposta no papel nesta quinta-feira.

A oferta dos ucranianos gira em torno de 6 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões). O Corinthians possui 80% dos direitos do jogador formado nas categorias de base do clube.

Maycon tem 20 anos e vem sendo reserva nesta temporada após ser peça importante nos dois títulos da temporada passada. A reserva no momento contribuiu para ele aceitar a transferência. O jogador e seu estafe acreditam que a negociação deve ser concretizada nos próximos dias.

Alçado ao profissional em 2016, Maycon disputou 78 jogos e marcou seis gols pelo Corinthians. Integrou o Corinthians campeão paulista e heptacampeão brasileiro ano passado. Agora é opção, pois, o Timão do técnico Fábio Carille tem atuado apenas com um volante (Gabriel), no esquema 4-1-4-1 e conta com mais cinco opções para a posição: Renê Júnior, Paulo Roberto, Camacho, Jean e Warian.   







Corinthians admite negociar o volante reserva Maycon

Corinthians espera por uma proposta do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

Por Marcelo Braga

07/02/2018 16h43
Se em 2017 o volante Maycon ganhou status de protagonista no Corinthians aos 19 anos – completou 20 em julho –, na atual temporada ele viu seu prestígio diminuir internamente.

Por conta da mudança de esquema do 4-2-3-1 para o 4-1-4-1, o técnico Fábio Carille excluiu uma vaga de volante da equipe, tornando a função de Maycon praticamente inexistente na equipe.

Diante deste cenário, a diretoria de futebol admite a possibilidade de negociar o jogador. Nas últimas semanas, o Shakhtar Donetsk fez uma sondagem pelo atleta. O Timão espera a formalização da proposta. A janela de contratações da Ucrânia fecha no noite de 2 de março.


Maycon é opção no Corinthians em 2018 (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Apesar de reconhecer o talento de Maycon, a nova diretoria de futebol do Timão deve tomar a decisão de negociar o atleta, que tem 80% dos direitos econômicos ligados ao clube. Segundo o site "Uol", a proposta gira em torno de 6 milhões de euros (R$ 24 milhões).

Hoje, o reserva imediato de Gabriel é Renê Júnior (Paulo Roberto está voltando de lesão) e para substituir Jadson e Rodriguinho o treinador aposta em Camacho, Mateus Vital ou Pedrinho.

Por conta da falta de espaço, ele tem treinado na lateral esquerda em alguns dias, tudo para facilitar a montagem do banco – ao invés de Carille relacionar um lateral reserva, o volante pode quebrar um galho na função em caso de necessidade (expulsão ou lesão de Juninho Capixaba).

No elenco profissional desde 2016 – com um empréstimo para a Ponte Preta no período – , o jogador acumulou 78 partidas e seis gols marcados e integrou o Corinthians campeão paulista e heptacampeão brasileiro ano passado 








Corinthians pode emprestar meia Giovanni Augusto
O jogador, que tem 28 anos e não vem sendo muito utilizado pelo técnico Fábio Carille, pode ir por empréstimo até o fim deste ano.






 


 




No Corinthians, Trabalho intenso!
Com todo o grupo de jogares no campo, Fábio Carille comandou o penúltimo treino antes do próximo desafio pelo Estadual - 07/02/2018





© Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Sob uma manhã de muito sol nesta quarta-feira (07), o Corinthians realizou mais um treinamento no CT Dr. Joaquim Grava, em preparação para o próximo desafio pelo Paulistão 2018: Duelo contra o Santo André, nesta sexta-feira (09), às 19h30, no estádio Bruno José Daniel, em Santo André.

Após aquecimento preparatório na academia, os jogadores iniciaram o trabalho no campo com o tradicional bobinho. Em seguida, o grupo foi dividido em dois para um trabalho defensivo e de contra-ataque. Os auxiliares Leandro Cuca e Fabinho lançavam bolas para os defensores afastarem de cabeça, um trio ofensivo partia pra cima da zaga, buscando a finalização rápida e objetiva, constantemente cobrada pelo técnico Fábio Carille.

Após o trabalho, dois times foram formados para um trabalho tático sob o comando do comandante alvinegro. Enquanto isso, o restante do grupo realizou um trabalho em campo reduzido. A novidade no treinamento ficou por conta da presença do volante Paulo Roberto, que apareceu no último campo para o último estágio de tratamento de uma lesão no músculo adutor coxa esquerda.

O Timão volta aos trabalhos na tarde desta quinta-feira (08), a partir das 16h, novamente no CT Dr. Joaquim Grava, no último treino em preparação para o duelo contra o Santo André.









 





Corinthians tem escalação mantida para sexta feira contra Santo André   
Técnico Fábio  Carille vai repetir na sexta-feira o time que vem de 4 vitórias seguidas



Por Marcelo Braga
  07/02/2018 11h31 


O Corinthians não apresentará novidades no jogo de sexta-feira, às 19h, no Bruno José Daniel, contra o Santo André, pela sexta rodada do Paulistão. 

Em treino nesta quarta, no CT Joaquim Grava, o técnico Fábio Carille fez o que havia prometido: manteve Júnior Dutra no comando de ataque, como já havia ocorrido na vitória por 1 a 0 contra o Novorizontino. Assim, Kazim começa mais uma partida na reserva. 


Rodriguinho e Gabriel seguem titulares absolutos do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians) 

O Corinthians treinou com:

Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel; Romero, Rodriguinho, Jadson e Clayson; Júnior Dutra.

Os reservas começaram o coletivo com: 

Caíque França, Mantuan, Léo , Henrique e Maycon; Renê Júnior; Lucca, Camacho, Mateus Vital e Emerson Sheik; Kazim. 
Danilo ocupou a função de curinga, jogando nos dois times. 


Na parte final, Guilherme Romão e Marquinhos Gabriel entraram no reserva. E Danilo substituiu Gabriel no time titular, num esquema 4-4-2, que pode ser usado no decorrer de uma partida.

Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Romero, Rodriguinho, Jadson e Clayson; Danilo e Júnior Dutra.

Assim como aconteceu em Novo Horizonte, Emerson Sheik deve ser opção no banco. A comissão técnica vai contar ainda com a presença do zagueiro Henrique, relacionado pela primeira vez.








Corinthians pode emprestar meia Giovanni Augusto ao v.asco. Hoje ele ainda treina no CT Joaquim Grava







Técnico Fábio Carille esboça Corinthians para pegar o Santo André; veja o time

Técnico deve repetir a escalação da partida contra o Novorizontino, no último domingo. Com isso, Júnior Dutra segue como titular no ataque corinthiano


Guilherme Amaro

7 FEV2018
11h35

O técnico Fábio Carille deve repetir a escalação do Corinthians para enfrentar o Santo André, sexta-feira, às 19h, pela sexta roda da do Paulistão e a sequência da busca pelo bicampeonato paulista. No primeiro esboço, realizado no treino desta quarta-feira, a equipe titular foi a mesma que iniciou o confronto que o Timão venceu sobre Novorizontino, no último domingo, fora de casa, por 1x0; 4ª vitória seguida




Corinthians escalado pelo técnico Fábio Carille (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!) Foto: LANCE!

Assim, o Corinthians deve ir a campo com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel; Rodriguinho, Jadson, Romero e Clayson; Júnior Dutra.

A equipe reserva teve: Caíque, Mantuan, Léo, Henrique e Maycon; Renê Júnior; Camacho, Mateus Vital, Lucca e Emerson Sheik; Kazim.

Na primeira parte, Danilo foi o curinga da atividade, atuando pelos dois times. No decorrer do treino, entraram na equipe reserva Marquinhos Gabriel e Guilherme Romão.

Carille deve confirmar a escalação no treino desta quinta-feira, véspera da partida. A atividade será realizada à tarde, no CT Joaquim Grava.











Corinthians recorda
30 anos da estreia de Ronaldo Giovanelli
Goleiro que mais vezes atuou pelo Corinthians fez o primeiro dos 602 jogos pelo Timão no dia 07 de fevereiro de 1988
07/02/2018



Foto: Nelson Coelho

Nesta quarta-feira (07), a estreia de Ronaldo Giovanelli pelo Corinthians completa exatos 30 anos. Em um amistoso contra o São José-SP, no dia 07 de fevereiro de 1988, o goleiro vestiu pela primeira vez a camisa do Timão com 20 anos de idade. O jogo acabou empatado sem gols.

Com 602 jogos, Ronaldo é o terceiro jogador que mais vezes atuou pelo clube do Parque São Jorge, ficando atrás apenas do lateral Wladimir e do atacante Luizinho. Durante uma década, foi dono da camisa 1 do Corinthians.

No ano de estreia, o arqueiro pegou um pênalti na vitória sobre o São Paulo por 2 a 1 pelo Campeonato Paulista 1988, dando início à campanha da conquista do título estadual daquela temporada. Excelente debaixo das traves, dono de apurado reflexo e muito ágil, Ronaldo gostava de valorizar as defesas, executando pontes acrobáticas, levando a Fiel ao delírio.

Na longa trajetória pelo Corinthians, Ronaldo foi três vezes campeão paulista (1988, 1995 e 1997), campeão brasileiro (1990) e da Copa do Brasil (1995). Além de títulos, o goleiro ostenta também média de menos de um gol sofrido por partida (0,97).

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.






Juninho Capixaba, do Corinthians, conta sua história
Lateral-esquerdo fala da infância pobre, da relação com o pai e diz que é "um segundo Arana"

Por Thiago Crespo

07/02/2018 06h0

Embora use os pés – principalmente o esquerdo – em sua caminhada no futebol, é nas mãos que o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, do Corinthians, carrega calos.  

Contratado aos 20 anos por cerca de R$ 6 milhões, o jogador não esquece da infância e adolescência difícil que teve, quando a mãe sustentou sozinha uma família de sete filhos, deixados para trás pelo pai.
   
  
Juninho Capixaba exibe os calos nas mãos: herança da infância (Foto: Marcelo Braga)  

Natural de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, o garoto se mudou aos oito anos para Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Por lá, colocou a mão na massa junto de um tio para ajudar a mãe.    
  
– Minha infância foi muito pobre. Aos seis anos tivemos problemas familiares, meu pai se separou da minha mãe e abandonou a família. Ela criou sete filhos, mas um deles faleceu aos dez meses. Nunca nos deixou faltar arroz e feijão, mas isso marca muito a situação da minha vida. O futebol é o fator principal para ajudar a mim e minha família, principalmente minha mãe – contou.  

Embora o episódio tenha marcado a vida de Juninho, ele diz não guardar mágoas do pai. A prova do sentimento sincero está tatuada em seus braços. O direito leva o nome de Luis Antônio. O esquerdo o de Joanilza, a sua "guerreirinha", como ele diz. 

– Tenho contato com meu pai até hoje. Apesar de tudo, eu o perdoo. Trato normal e tenho amor por ele. Mas claro que o amor que tenho mesmo, de verdade, é pela minha querida mãe. 
   
Detalhes das tatuagens de Juninho Capixaba (Foto: Marcelo Braga)  
    
A referência aos calos das mãos de Juninho no início do texto não é figurativa. Durante a entrevista, o jogador mostrou as marcas do passado no corpo que guarda com orgulho. 

– Fui para Campos para ficar perto da minha mãe, eu e minha irmã mais nova ficamos dois anos e meio longe dela. Por lá, apareceram oportunidades para ajudá-la, chances de ganhar um trocado para comprar um pão, um arroz. Junto do meu tio, capinava quintais, carregava carroças, tirava entulhos, me deixava feliz ajudar minha mãe. Tenho calos na mão até hoje. 

    

Juninho Capixaba diz que se preparou mentalmente para jogar pelo Corinthians (Foto: Marcelo Braga)   
   
A realidade para o camisa 6 do Corinthians, porém, hoje é muito diferente. Depois de brilhar no Bahia na temporada passada, foi identificado por Fábio Carille como o substituto ideal para Guilherme Arana no atual campeão brasileiro. No novo clube, assinou até o fim de 2021. E se diz já adaptado.

– Eu, psicolologicamente, já vim preparado. Sabia que era o Corinthians. É o maior do Brasil, o clube que todo jogador quer jogar. Vim preparado mentalmente. O Fábio e os jogadores me deixaram num ambiente à vontade. Para mim, é como se eu fosse um segundo Arana. Foi fácil. 

Com Juninho Capixaba, o Corinthians volta a jogar na sexta-feira, às 19h (horário de Brasília), contra o Santo André, no ABC.
  










CORINTHIANS hoje 07/02 | Quarta-feira
10h | Treino no CT Dr. Joaquim Grava