19 de out de 2017

CORINTHIANS 19/10/2017

Corinthians encerra rodada do Brasileirão 2017 com 9 pontos de vantagem, na liderança isoladíssima após 29ªrodada, faltando 9 rodadas pro fim







Corinthians vence Cerro Porteño por 3 a 0 e vai à final da Libertadores feminina
Amanda Brunner, duas vezes, e Byanca Brasil assinalam os gols do triunfo. Adversário na decisão de sábado é o Colo Colo, do Chile


Por Cíntia Barlem

19/10/2017 23h


O Corinthians/ Audax está na final da Libertadores feminina. Na noite desta quinta-feira, a equipe comanda por Arthur Elias derrotou o Cerro Porteño por 3 a 0, no Paraguai. Os gols foram de Amanda Brunner, aos 45 minutos do primeiro tempo e aos 44 do segundo, e Byanca Brasil, aos 15 da etapa complementar. Destaque para Kerolin, peça decisiva até o momento para o time brasileiro na competição e que fez as duas assistências para as colegas marcarem nos dois primeiros lances. Agora, o Timão tem pela frente o Colo Colo, do Chile na decisão de sábado, 21h15 (de Brasília).

O começo do primeiro tempo foi de duas equipes em igualdade de oportunidades. Brasileiras e paraguaias se revezavam em chances ofensivas principalmente nas chegadas pelos lados. Logo aos 8 minutos, Byanca Brasil apareceu pelo meio da grande área, mas a defesa rival bloqueou a jogada. Aos 15, Peralta mandou de cabeça contra a meta da goleira corinthiana Lelê, que apenas acompanhou sem maiores problemas. Aos 28, o ataque mais perigoso do Cerro. Em contra-ataque, Limpia chegou livre, mas Lelê saiu nos pés da adversária em grande defesa. Tendo boa movimentação e conseguindo se livrar da marcação, Byanca teve ainda mais duas boas aparições, mas foi Amanda Brunner quem abriu o placar. Aos 45, Kerolin avançou pela ponta e mandou para a camisa 14, que acertou uma bela cabeçada sem chance de defesa. As paraguaias ainda tentaram aos 25 em rápido contra-ataque, mas a finalização foi para fora.

Na etapa complementar, o Cerro Porteño buscou ir para cima do Corinthians para tentar igualar o marcador. Adiantou a marcação e aos 6 minutos garantiu uma cobrança de falta por Ana Freitas, que mandou direto para a área. Segura, Lelê afastou a bola para longe. O Timão não recuou e tentou ampliar o placar, mas com a calma de quem estava em vantagem. Aos 13, nova chance de Byanca entre as zagueiras, que bloquearam o chute. Mas aos 15, ela finalmente assegurou o seu. Novamente Kerolin construiu a jogada pela ponta esquerda e cruzou rasteiro. Na direita, dentro da pequena área, a camisa 9 apenas teve o trabalho de empurrar para as redes e fazer o 2 a 0. Aos 44, Amanda Brunner apareceu mais uma vez e, de cabeça, após cruzamento da direita, fez o terceiro sacramentou a classificação à grande decisão da Libertadores.





Corinthians domina jogo, vence o Cerro Porteño por 3 a 0 e está na grande final da Libertadores Feminina

Agora, as meninas corinthianas se preparam para seu último compromisso, diante do Colo-Colo, na grande final da Copa Libertadores Feminina; O jogo acontece neste sábado (21), às 21h15, horário brasileiro de verão.


23h30 19/10/2017 - Agência Corinthians





Foi com um futebol vistoso que o Corinthians/Audax dominou o Cerro Porteño e, sem dar qualquer chance para as donas da casa, venceu por 3 a 0, garantindo assim a vaga na grande final da Copa Libertadores Feminina. Os gols foram marcados por Amanda Brunner, duas vezes, e Byanca Brasil. Agora, as meninas do Timão encaram o Colo-Colo na decisão.

Nem a chuva e muito menos a torcida toda a favor das donas da casa assustaram as alvinegras, que desde o primeiro minuto dominaram o Cerro Porteño. Com a goleira Lelê apenas como mera espectadora, o Timão pouco viu a bola chegar perto de sua área e acumulava diversas chances de gol.

Mesmo assim, o Timão só chegou ao gol no último lance da primeira etapa. Com faro de gol, Amanda Brunner, de cabeça, não deixou passar sua chance e, dentro da área, abriu o placar para o Corinthians/Audax.

Na etapa final, o cenário manteve-se o mesmo, com as meninas alvinegras em cima das suas adversárias. Assim, logo nas primeiras movimentações, Kerolin fez grande jogada pela esquerda e cruzou na medida para Byanca Brasil ampliar.

Com o resultado favorável, o jogo tornou-se mais tranquilo para as brasileiras, que seguiram criando chances e não viram a goleira Lelê ser acionada com perigo em nenhum momento. No fim, ainda houve tempo para Amanda Brunner, outra vez de cabeça, fechar o placar em três a zero.

Agora, as meninas corinthianas se preparam para seu último compromisso, diante do Colo-Colo, na grande final da Copa Libertadores Feminina. O jogo acontece neste sábado (21), às 21h15, horário brasileiro de verão.










Zagueiro Pablo avança em tratamento, mas ainda é dúvida para voltar ao Corinthians

Com futuro indefinido fora de campo, zagueiro também não sabe se enfrenta o Botafogo, no Rio

Por Diego Ribeiro
19/10/2017 19h07

O zagueiro Pablo avançou no tratamento de uma contratura muscular na coxa esquerda, mas ainda é dúvida para o jogo da próxima segunda-feira, do Timão contra o Botafogo, às 20h (de Brasília), no Rio de Janeiro, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Nesta quinta-feira, o zagueiro iniciou a transição entre os departamentos médico e físico, mas ainda não foi a campo no CT Joaquim Grava. 

Pablo teve duas etapas de atividade:

Tratamento clínico, com fisioterapia e eletroterapia;
Início das atividades físicas, ainda na academia, de maneira leve.






Pablo será reavaliado no Corinthians para enfrentar o Botafogo (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians) 

Com boa evolução, a expectativa da comissão técnica é de que Pablo vá a campo nos próximos dias. Se não sentir novas dores, será relacionado para a partida de segunda-feira.

Enquanto não tem condições de jogo, Pablo convive com dúvidas e críticas dos torcedores nas redes sociais. Emprestado pelo Bordeaux até o fim do ano, ele ainda não definiu sua permanência no Timão e virou alvo – o agente dele, Fernando César, está na França para iniciar nova rodada de negociações entre as partes

Com 59 pontos, o Corinthians é líder isoladíssimo do Brasileirão. O elenco volta a treinar na manhã desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava




Na avaliação do departamento médico, o jogador terá de passar por uma transição no campo entre sexta-feira e sábado para poder trabalhar com o restante dos companheiros no domingo, último dia de preparação para o duelo contra os cariocas.














Corinthianos Marcelinho e Ricardinho posam para foto com taça do primeiro Mundial do Corinthians que conquistaram em 2000


Corinthians sub 17 classificado as quartas de final da copa do br, pós vencer gre, fora de casa, por 3x2 nos penaltis, depois de empate por 1x1 no tempo normal. (mesmo resultado da ida). Corinthians enfrentará vit ba 20h10





Nos pênaltis, Corinthians vence Grêmio e avança às quartas da Copa do Brasil Sub-17

Na casa rival, Timão se classificou nos penaltis depois de empatar novamente em 1 a 1 no tempo normal. Brilhou a estrela do goleiro Maltos, que defendeu um pênalti no tempo normal, além de outras três cobranças na decisão final para dar a classificação ao Timão

21h00 19/10/2017 - Agência Corinthians



Foto: Rodrigo Fatturi

O Corinthians está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil Sub-17. Na tarde desta quinta (19), o Alvinegro visitou o Grêmio, na casa rival, em Porto Alegre (RS) e empatou por 1 a 1 (gol de Giovanny). Com a repetição do placar do jogo de ida, a decisão foi para os pênaltis e brilhou a estrela do goleiro Maltos, que já havia defendido um pênalti no tempo normal, e evitou três cobranças dos gaúchos para dar a vitória ao Timãozinho por 3 a 2. O Alvinegro tem o Vitória agora pela frente na competição nacional.

Corinthians na pedra: Maltos; Luan, Léo Paraiso, Ronald, Lucas Pires; Felipe, Du; Welliton, Gustavo Mantuan, Lucas Piton; e Giovanny foram os 11 escolhidos por Marcos Soares para começarem a decisão. Guilherme (GOL), Gabriel Dias (ZAG), Henrique Luro (ZAG), Guilherme Gallegos (VOL), Keverton (VOL), Renatinho (MEI), Adson (MEI), Piracicaba (ATA) e Mascarenhas (ATA) estiveram no banco de reservas.

Primeiro tempo: O Corinthians começou bem, partindo para o ataque. Giovanny chegou a mandar uma bola no travessão antes dos 10 minutos. O Grêmio equilibrou a partir dos 20 minutos, também tentando investir em jogadas ofensivas. A grande chance na etapa inicial do Timão ocorreu aos 30 minutos, quando Gustavo Mantuan fez boa jogada pela direita, rolou na área e Du fez o corta-luz para Giovanny, que não pegou bem na bola. Três minutos depois, Mantuan ganhou na força da zaga gremista e tocou para Du, que chutou. A bola desviou com leve toque do defensor e o goleiro fez a defesa. Aos 39, o juiz assinalou pênalti de Luan em Pet – apesar de o adversário estar fora da área. Maltos, no entanto, fez a defesa na batida de Tetê, no canto direito, e evitou que o Grêmio abrisse o placar.

Segundo tempo: Logo no primeiro minuto, Luan cruzou na área pela direita e Giovanny mandou de peito para o gol, mas o goleiro do Grêmio tirou com o pé em cima da linha. Aos sete, finalmente o Alvinegro abriu o placar. Welliton lançou Gustavo Mantuan, que fintou o zagueiro e soltou o pé no travessão. A bola ficou livre para Giovanny mandar para o fundo do gol. Maltos fez mais duas grandes defesas, aos 13 e aos 14 minutos. Aos 22, Tetê acertou um belo chute e, desta vez, o camisa 1 corinthiano nada pode fazer: foi o empate do Grêmio. O equilíbrio permaneceu e poucas chances foram criadas depois do empate gremista. Aos 40 minutos, Mascarenhas recebeu bola de Du por cima e chutou forte, mas em cima do goleiro adversário. Mantuan ainda teve mais uma chance de cabeça, mas a bola saiu pela esquerda do gol, já nos acréscimos.

Pênaltis: O goleiro Maltos foi, mais uma vez um monstro. Pegou as duas primeiras cobranças adversárias. Contudo, Du chutou na trave e Felipe bateu para a defesa do goleiro gremista também nas cobranças iniciais do Timão Tanto Grêmio quanto Corinthians converteram suas duas batidas seguintes – Ronald e Mascarenhas fizeram os gols alvinegros. Na quinta cobrança, Matos e Tetê, ficaram novamente cara a cara, como no fim do primeiro tempo, e o goleiro corinthiano repetiu a defesa. Gustavo Mantuan bateu o último pênalti e deu a classificação ao Corinthians: vitória por 3 a 2.

Próximos desafios: O adversário do Timão  nas quartas de final será a equipe do Vitória. Ainda não há data e local definidos paras os duelos. Antes, o Corinthians tem outro duelo de quartas de final para jogar: no Paulistão Sub-17, o Alvinegro visita o Red Bull Brasil, neste domingo (22), às 10h, no CT do adversário, em Jarinu, pelo primeiro jogo da decisão.




 



   


 






Corinthians se reapresenta 
Só os reservas apareceram no gramado nesta quinta-feira (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians) 
    
O Corinthians se reapresentou na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, com muita conversa entre os titulares a respeitos dos pontos positivos e negativos após o empate por 0 a 0 com o Grêmio, na quarta, Arena Corinthians. Ainda líder isoladíssimo e com boa margem de pontos no Campeonato Brasileiro, os jogadores se reuniram antes do trabalho regenerativo para tentar entender porque o time não saiu do zero contra vice-líder da competição. 

Na avaliação dos corintianos, a equipe retomou a consistência defensiva tão pedida pelo técnico Fábio Carille na reta final da competição, voltando a passar um jogo sem tomar gols depois de quatro partidas. Faltou, porém, criar mais chances e ameaçar o gol adversário, já que Marcelo Grohe nem sequer precisou fazer uma defesa. 

“Acredito que sim, que tem que melhorar, ser trabalhado, conversado, como já teve hoje (quarta) essa conversa”, comentou o volante Gabriel, um dos mais elogiados pela atuação frente aos gremistas. Para ele, falta ao clube ter a mesma contundência apresentada no primeiro turno, mesmo com um desempenho bem abaixo dentro de campo.   
  “Foi uma conversa individual de cada um com a comissão, comissão sempre fez isso, vem fazendo de maneira diária. O jogo foi muito truncado, explicando por que não vencemos e por que não perdemos também. Fomos bem consistentes”, avaliou o meio-campista, que realizou apenas movimentações na piscina e na academia com os titulares e o meia Marquinhos Gabriel, que recebeu um descanso por ser o reserva com mais minutos jogados.

Para o campo foram apenas os reservas, que disputaram um treinamento técnico em campo reduzido de 7 contra 7, com um curinga. O destaque da atividade ficou por conta do meia Danilo, dono de boa movimentação, dois gols e passes para boas jogadas de Pedrinho, outro bom nome na atividade.  

A expectativa é que os principais atletas apareçam no campo na manhã desta sexta-feira, mas ainda não façam um trabalho de muita intensidade. Os preparativos para o jogo contra o Botafogo, na segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Engenhão, devem começar apenas no sábado.  
  “Nossa conversa foi mais dessa maneira, já projetando o jogo de segunda também. Dia de recuperação, poucos em condição de treino, é se fechar ainda mais, o Carille conversar com quem ele projeta ir para o Rio. Já mostramos que somos um visitante que costuma ir bem, vamos tentar fazer isso na segunda para vencer”, concluiu Gabriel. 















Gabriel destaca camisa pesada do Corinthians e diz: "Passou a ser exemplo"

Volante afirma que outras equipes passaram a jogar como o líder do Campeonato Brasileiro


Por Diego Ribeiro

19/10/2017 17h57

O volante Gabriel, do Corinthians mostrou confiança no título e projetou uma arrancada do Timão nesta reta final do campeonato. Ele também destacou a superação da equipe em jogos difíceis e atribuiu isso à "camisa pesada" do clube.

Segundo Gabriel, por conta da campanha arrasadora do Corinthians, que terminou o primeiro turno invicto, muitos times passaram a copiar o estilo de jogo da equipe, o que criou dificuldades ao Timão:

– O Corinthians passou o time a ser estudado e servir de exemplo a todos os times do Brasil. O que nós fizemos, os outros tiveram a humildade de reconhecer e fazer o que vínhamos fazendo. Enfrentamos algumas equipes com proposta totalmente igual à nossa. Que não jogavam desse jeito, e passaram a jogar. Viramos o turno com oito pontos na frente, hoje temos nove – declarou.




Gabriel, volante do Corinthians, concedeu entrevista coletiva (Foto: Diego Ribeiro)


Gabriel voltou ao Corinthians diante do Grêmio, na última quarta-feira, depois de cumprir dois jogos de suspensão por conta de gestos obscenos à torcida rival

O camisa 5 deve ser titular novamente na partida de segunda-feira, contra o Botafogo, no rj
Confira abaixo os principais trechos da entrevista do volante:


VANTAGEM NA LIDERANÇA
– Se acontecer tudo, os rivais vencerem, ainda vamos jogar como líderes do campeonato. Ninguém nos deu essa gordura, fizemos por merecer. Nossa equipe sempre mostrou em jogos difíceis que se supera e vai para cima. A camisa do Corinthians é muito pesada nesse aspecto. As equipes vêm com um respeito muito grande e sabem que é o líder do campeonato, melhor equipe da competição.



JOGO de ontem
– Teoricamente, foi um empate bom, não perdemos a partida. Importante foi não ter perdido. Eram dez jogos (para o fim do campeonato), agora são nove. Resultado bom pelo que foi o jogo também, muito truncado, as duas equipes brigando muito e bem concentradas. Foi uma partida parelha, resultado de bom tamanho.


VOLTA AO TIME
– Gostei da minha atuação, me senti muito bem e confiante. Todos me deram total apoio para treinar esses dias que fiquei fora, para que voltasse bem e com confiança. Tentei ajudar e transparecer minha qualidade. A equipe esteve muito concentrada na marcação, com entrega. Fico feliz pela minha atuação. Agora temos nove jogos, vou procurar sempre ajudar. Essa faísca ganha jogo.


CORREÇÕES
– Acredito que tem coisas a serem melhoradas, trabalhadas, isso é importante. Mas em vários jogos do primeiro turno fizemos duas finalizações e ganhamos de 2 a 0. Se a bola entra, o Corinthians é cirúrgico, frio. Se não entra, vêm as críticas. Sabemos que estamos no caminho certo. Somos os líderes, com nove pontos na frente do segundo, faltando nove rodadas.


RECORDES
– Lógico que queremos sempre vencer fazendo história. Brigamos por isso também, mas o importante, o objetivo, é o título. Não pensamos em bater recordes, mas sim em ganhar o título. O que ficou ali atrás não será apagado da história. Trabalhamos muito, entramos para um livro de recordes. Foram 34 jogos invictos, isso ninguém vai apagar. Independentemente do que está acontecendo agora.


ARRANCADA PARA O TÍTULO
– Essa expectativa não pode se transformar numa ansiedade que atrapalhe. Junto com o torcedor, vamos dar o sprint final para definir esse campeonato.  








Corinthiano volante Gabriel celebra volta da “faísca” e pede força da torcida pelo título

O volante Gabriel mostrou confiança na capacidade da equipe em ser campeã (Foto: Tomás Rosolino/Gazeta Press) 

O volante Gabriel voltou ao time do Corinthians no empate contra o Grêmio, na última quarta-feira, na Arena Corinthians e deixou o gramado contente pela sua atuação no 0 a 0 contra o vice-líder do Campeonato Brasileiro. Confiante na capacidade da equipe em segurar a vantagem na liderança da competição, ele disse que viu o time mais ligado frente aos gaúchos e espera que a torcida empurre o elenco nesta reta final do Nacional.

“Gostei, me senti muito bem na partida, confiante com a ajuda dos companheiros, da comissão, me deram total apoio para que eu voltasse com confiança”, disse o jogador, elogioso à entrega demonstrada pelos corintianos após a fraca apresentação na derrota por 2 a 0 para o Bahia, no fim de semana.

“Procurei ajudar. Você vê que fez uma partida também muito concentrada nesse aspecto. Fico feliz pela atuação, agora temos nove jogos e vamos procurar sempre ajudar. Essa faísca, essa raça, essa entrega, ela ganha jogo. Ontem (quarta) não veio, mas, se continuar, elas vão vir e nos ajudar a encurtar o campeonato”, avaliou o meio-campista.  

Mesmo com bastante cautela para não dar a entender soberba na busca pelo sétimo título de campeão brasileiro da história do clube, Gabriel admitiu que a possibilidade de levantar a segunda taça da temporada fica cada vez mais real, mesmo em um segundo turno com apenas 40% de aproveitamento dos pontos disputados.

“Cada dia que passa fica mais perto, sim, vai chegar um momento que vai acabar o campeonato. O título fica mais perto. Somos o líder desde a quarta rodada. É gostoso, é prazeroso ter essa meta de ficar líder até o final. Estamos fazendo de maneira muito bem feita e cirúrgica”, observou, preocupado em tirar a responsabilidade do Timão.

“À medida em que vai passando os dias, fica mais perto. Mas não pode transformar em uma ansiedade que nos atrapalhe. O torcedor vive isso conosco e acho que, juntos, vamos dar esse sprint final para definir o campeonato”, comentou, utilizando uma palavra em inglês comum no atletismo, quando um atleta arranca nos metros finais de uma prova de corrida. 

“Temos que voltar a vencer, claro, até para aumentar a vantagem do segundo colocado e diminuir um jogo. Vão faltar oito depois de segunda, seria maravilhoso para a gente. Respeitando o Botafogo, sabemos que fez um ano surpreendente, é uma grande equipe, nós temos a nossa proposta de jogo que é de ir para lá e vencer. Jogando com inteligência, sem se expor desnecessariamente, mas sempre buscando a vitória. Temos sim que voltar a vencer. Voltar a jogar bem é importante, mas o mais importante é vencer”, concluiu. 








Corinthiano Gabriel aprova atuação no retorno e lembra: ''Só depende de nós''

Volante ressalta vantagem na liderança que faz o Timão não precisar de tropeços dos adversários


18h00 19/10/2017 - Agência Corinthians




Gabriel mirou duelo de segunda-feira (23)

© Divulgação/Corinthians


O empate em 0 a 0 do Timão contra o Grêmi, na última quarta-feira (18), marcou a volta de Gabriel ao time titular do Corinthians. Suspenso por duas partidas pelo STJD pela comemoração do gol do Timão no majestoso, o volante foi substituído aos 30 minutos da etapa final exausto e sofrendo de câimbras. Apesar do placar igual no confronto, o camisa 5 aprovou sua atuação e a de seus companheiros, que conseguiram um bom resultado contra o vice-líder do Campeonato Brasileiro.

"Gostei da minha atuação, me senti muito bem e confiante. Todos me deram total apoio para treinar esses dias que fiquei fora, para que voltasse bem e com confiança. Tentei ajudar e transparecer minha qualidade. A equipe esteve muito concentrada na marcação, com entrega. Fico feliz pela minha atuação.
Agora temos nove jogos, vou procurar sempre ajudar. Essa faísca ganha jogo", falou em coletiva após o treino desta quinta-feira (19).

"Teoricamente foi um empate bom, não perdemos a partida, poderia diminuir a distância para seis pontos. Importante foi não ter perdido. Eram dez jogos, agora são nove", avaliou.

Gabriel avaliou que há pontos no Corinthians que precisam ser ajustados para as próximas partidas, mas lembrou que apesar dos resultados o Alvinegro ainda mantém a mesma distância considerável de pontos para os demais concorrentes ao título do Brasileirão que existia na virada do turno.

"Acredito que tem coisas a serem melhoradas, trabalhadas, isso é importante. Mas em vários jogos do primeiro turno, fizemos duas finalizações e ganhamos de 2 a 0. Se a bola entra, o Corinthians é cirúrgico, frio. Se não entra, vêm as críticas. Sabemos que estamos no caminho certo. Somos os líderes, com nove pontos na frente do segundo, faltando nove rodadas", disse Gabriel.

E o volante espera que o Timão volte a vencer já na próxima rodada, quando viaja até o Rio de Janeiro e encara o Botafogo, na segunda-feira (23), às 20h, no Engenhão.

"Temos de voltar a vencer para aumentar uma vantagem e reduzir um jogo nessa conta das nove rodadas que faltam. Vencendo o próximo jogo, seria maravilhoso para nós. Vamos ao Rio respeitando o Botafogo, que fez um ano surpreendente e tem uma grande equipe. Temos nossa proposta de ir e vencer. Jogando com inteligência, não se expondo, mas a todo momento buscando a vitória", completou.








a quinta-feira do Corinthians

Treino leve marca reapresentação após empate com o Grêmio; meia é principal destaque

Por Diego Ribeiro
19/10/2017 19h15
O Corinthians teve um treino leve para seus reservas na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava. Um dia depois do empate sem gols contra Grêmio, que manteve a grande vantagem do Timão lider, o elenco se reapresentou e já pensa no duelo de segunda-feira contra o Botafogo, às 20h (de Brasília), no Rio de Janeiro.

Os titulares não foram a campo e participaram apenas de uma conversa com a comissão técnica comandada por Fábio Carille. O objetivo? Identificar erros e fazer o Timão retomar o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro. 


– Teve conversa individual com a comissão técnica, sempre tem isso. Comentamos do jogo, que foi muito truncado, vimos por que não vencemos. A equipe foi bem consistente e teve aquela faísca, ela voltou a acontecer. Faísca ganha jogo. E já projetamos o jogo de segunda-feira. Hoje é mais um dia de recuperação – afirmou o volante Gabriel. 

Os reservas fizeram um trabalho em campo reduzido. Danilo, recuperado de lesões e relacionado para os últimos dois jogos, foi o principal nome. 




Danilo tem sido destaque nos últimos treinos do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians) 


Veja os destaques do treino desta quinta:


Marquinhos Gabriel e Clayson, reservas mais utilizados no segundo turno, fizeram o mesmo trabalho dos titulares e não participaram de boa parte da atividade em campo – só Clayson apareceu, e nos minutos finais;
Marciel, recuperado de amigdalite, foi a campo. Paulo Roberto, ainda com dores na coxa direita, fez tratamento;
Danilo teve mais um bom treino, com movimentação, abertura de espaços e até um gol, marcado após passe de Clayson, no finalzinho;
Pablo continuou em tratamento de lesão na coxa e é dúvida para jogar na segunda.


Com 59 pontos, o Timão é líder do Brasileiro e volta a treinar na manhã desta sexta, também no CT.















Corinthians começa hoje a preparação para o jogo contra o Botafogo, segunda-feira. Elenco treina amanhã, sábado e domingo pela manhã.


Fim da entrevista coletiva do volante Gabriel.

Gabriel: "O Carille tem total controle das situações. Sou um membro da equipe e tento fazer meu melhor. Os jogadores do ataque também estão vivendo isso comigo e com o torcedor. Sabemos que a cobrança vem. Jogar no Corinthians tem cobrança diária. Quando entramos num campeonato, é para sermos campeões. Não tem conversa. Mas todos nós estamos nos esforçando muito".


Gabriel: "Essa expectativa não pode se transformar numa ansiedade que atrapalhe. Junto com o torcedor, vamos dar o sprint final para definir esse campeonato".


Gabriel: "Cada dia que passa fica mais perto (o título). Em um momento, vai acabar o campeonato. Fica mais perto porque somos os líderes desde a quarta rodada, se não me engano. Isso é prazeroso para nós, ter essa meta de ser líder até o final. Estamos fazendo isso de maneira muito bem feita e cirúrgica".


Gabriel: "Teve conversa individual de cada um com a comissão técnica, sempre tem isso. Comentamos do jogo de ontem, que foi muito truncado, vimos por que não vencemos. A equipe foi bem consistente e teve aquela faísca, ela voltou a acontecer. Faísca ganha jogo. E já projetamos o jogo de segunda-feira. Hoje é mais um dia de recuperação".


Gabriel: "Temos de voltar a vencer para aumentar uma vantagem e reduzir um jogo nessa conta das nove rodadas que faltam. Vencendo o próximo jogo, seria maravilhoso para nós. Vamos ao Rio respeitando o Botafogo, que fez um ano surpreendente e tem uma grande equipe. Temos nossa proposta de ir e vencer. Jogando com inteligência, não se expondo, mas a todo momento buscando a vitória".

Gabriel: "Essa reta final é pesada, difícil, mas acredito com o apoio do torcedor, com nossa comissão técnica e jogadores concentrados, as coisas vão ficar bem encaminhadas".

Gabriel: "O Corinthians passou o time a ser estudado e servir de exemplo a todos os times do Brasil. O que nós fizemos, os outros teriam a humildade de reconhecer e fazer o que vínhamos fazendo. Enfrentamos algumas equipes com proposta totalmente igual à nossa. Que não jogavam desse jeito, e passaram a jogar. Viramos o turno com oito pontos na frente, hoje temos nove". 


Gabriel: "O nosso objetivo é ser campeão. Quando o segundo colocado não tiver condições de chegar, aí sim vamos comemorar". 


Gabriel: "Lógico que queremos sempre vencer fazendo história. Brigamos por isso também, mas o importante, o objetivo, é o título. Não pensamos em bater recordes, mas sim em ganhar o título. O que ficou ali atrás não será apagado da história. Trabalhamos muito, entramos para um livro de recordes. Foram 34 jogos invictos, isso ninguém vai apagar. Independentemente do que está acontecendo agora".


Gabriel: "Não só nós, os adversários também vêm caindo de rendimento. Tem aquele acúmulo de jogos, estamos chegando no fim do ano. Agora é ter tranquilidade, descansar, e fazer um grande jogo no Rio de Janeiro para tentar vencer o Botafogo e abrir vantagem".


Gabriel: "Acredito que tem coisas a serem melhoradas, trabalhadas, isso é importante. Mas em vários jogos do primeiro turno, fizemos duas finalizações e ganhamos de 2 a 0. Se a bola entra, o Corinthians é cirúrgico, frio. Se não entra, vêm as críticas. Sabemos que estamos no caminho certo. Somos os líderes, com nove pontos na frente do segundo, faltando nove rodadas".

Gabriel: "Estamos a nove jogos de fazer história. Não podemos mudar nossa maneira de trabalho. Se todos ganharem, vamos abrir sete pontos se vencermos o Botafogo. Só depende da gente. Não precisa ver os outros jogos, nem se preocupar com os outros".

Gabriel: "Se acontecer tudo, os rivais vencerem, ainda vamos jogar como lideres do campeonato. Ninguém nos deu essa gordura, fizemos por merecer. Nossa equipe sempre mostrou em jogos difíceis que se supera e vai para cima. A camisa do Corinthians é muito pesada nesse aspecto. As equipes vêm com um respeito muito grande e sabem que é o líder do campeonato, melhor equipe da competição".


Gabriel: "Gostei da minha atuação, me senti muito bem e confiante. Todos me deram total apoio para treinar esses dias que fiquei fora, para que voltasse bem e com confiança. Tentei ajudar e transparecer minha qualidade. A equipe esteve muito concentrada na marcação, com entrega. Fico feliz pela minha atuação. Agora temos nove jogos, vou procurar sempre ajudar. Essa faísca ganha jogo".


  
Tudo rápido por aqui. Gabriel já vai dar entrevista. #trsccp
 


Gabriel fala por aqui: "Teoricamente foi um empate bom, não perdemos a partida, poderia diminuir a distância para seis pontos. Importante foi não ter perdido. Eram dez jogos, agora são nove. Resultado bom pelo que foi o jogo também, muito truncado, as duas equipes brigando muito e bem concentradas. Foi uma partida parelha, resultado de bom tamanho".


Marciel na área! #trsccp





Marquinhos Gabriel e Clayson, os dois reservas mais utilizados no segundo turno, estão na parte interna do CT. #trsccp  


Cortado do jogo contra o Grêmio por causa de uma amigdalite, Marciel treina. Paulo Roberto, com dores musculares, esta fora. #trsccp



Caíque e Walter, goleiros, participam de treino na linha. #trsccp 



Reservas do Corinthians fazem trabalho em campo reduzido. #trsccp 

  


Pablo não está em campo. Ainda em recuperação de contratura na coxa, faz tratamento no departamento médico. #trsccp



Boa tarde! Reservas do Corinthians estão em campo para o treino desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava. #trsccp












Corinthianos podem comorar ingressos para jogo de segunda feira no RJ no Engenhão Ingresso pra fiel jogo do Corinthians no RJ Engenhão 23/10 seg as 20h





Corinthians inicia venda de ingressos para o Derby 

Clássico pela 32ª rodada, terá mais uma edição do Camarote Festa na Arena Corinthians 


14h40 19/10/2017 - Agência Corinthians





© Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians



O Corinthians inicia, nesta quinta-feira (19), a venda de ingressos para o derby, válido pela 32ª rodada do Brasileirão e marcado para o dia 05/11, as 17h, na Arena Corinthians

Beneficiados do programa Fiel Torcedor (com 30 pontos ou mais) e sócios do Plano Meu Amor podem comprar a partir das 15h de hoje. Sócios dos outros planos compram a partir de amanhã (20), também às 15h. Os descontos, de até 68%, variam de acordo com o plano e setor escolhidos, conforme tabela abaixo.
   
Na abertura, haverá ingressos disponíveis para os setores Norte, Sul, Leste, Leste Central, Oeste Superior, Oeste Inferior e Oeste Corner. 
Além dos setores tradicionais, ingressos para o Business Lounge e Mais Arena, que incluem serviço de buffet com salgados, mini lanches, sobremesa, refrigerante e suco, estarão à venda para a Fiel.

Já estarão disponíveis, também, ingressos para acompanhar o Derby do Camarote Festa da Arena Corinthians. Com descontos de até 25%, os sócios do Fiel Torcedor poderão garantir um lugar no camarote, com direito a comida, cerveja Estrella Galícia e atrações musicais, além de uma visão privilegiada do gramado da casa do Timão.

Torcedores do Plano Minha Nação  (www.arenacorinthians.com.br/minha-nacao  ) já têm a sua cadeira garantida neste e em todos os jogos do Timão na temporada. Para associar-se a este e outros planos, ou garantir o seu ingresso, acesse www.fieltorcedor.com.br










Estreia de Neco pelo Corinthians completa 104 anos

Jogador é até hoje o atleta que defendeu o clube por mais tempo na história


11h40 19/10/2017 - Agência Corinthians






© Arquivo Corinthians


Há 104, Manoel Nunes, o Neco, iniciava a história mais duradoura de um jogador pelo Corinthians. Pelo segundo turno do Campeonato Paulista de 1913, no empate por 1 a 1 com o Americano, no Palestra Itália, o meia atuou pela primeira vez com o manto alvinegro.

Neco estava no clube desde 1910, quando o Timão fez seu primeiro jogo oficial. Àquela época com 15 anos de idade, era jogador do terceiro quadro da equipe. Três anos mais tarde, viraria atleta do time principal e de lá não sairia mais até se aposentar em 1930.

Em seus 17 anos de serviço pelo Corinthians, jogou 296 jogos e anotou 234 gols, que ajudaram o Alvinegro do Parque São Jorge a conquistar oito vezes o Campeonato Paulista (1914, 1916, 1922/23/24 e 1928/29/30).

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.









Corinthians/Audax encara o Cerro Porteño por vaga na grande final da Copa Libertadores Feminina

Meninas do Timão enfrentam as donas da casa às 21h15 desta quinta-feira, em Assunção, no Paraguai, apenas 48h após garantirem sua passagem à semifinal


11h00 19/10/2017 - Agência Corinthians






© Divulgação

A Copa Libertadores Feminina chega a fase semifinal e, nesta quinta-feira (19), às 21h15 (horário de verão), as meninas do Corinthians/Audax buscam, diante do Cerro Porteño, donas da casa, uma vaga na grande decisão continental. O jogo será disputado no estádio Luis Alfonso Giagni, em Assunção, e terá transmissão do Esporte Interativo 2, além do Facebook do Corinthians/Audax e do Corinthians, esses via compartilhamento.

Com apenas 48h de intervalo entre fim da primeira fase e a partida semifinal, o técnico Arthur Elias priorizou o trabalho de recuperação de suas atletas. Assim, parte do elenco realizou um treinamento físico, enquanto o restante participou de uma atividade na piscina do resort onde o time está hospedado.

Diante do Cerro Porteño, último time paraguaio ainda vivo na competição, o treinador não terá problemas para escalar sua equipe e, desta forma, a definição das onze titulares ficará para momentos antes do apito inicial.

Agora com jogos eliminatórios, a Libertadores Feminina terá seus finalistas decididos em apenas um jogo entre os quatro times ainda postulantes ao título. Em caso de igualdade nos 90 minutos, o vencedor será conhecido por cobranças de pênaltis.

Na outra semifinal, as argentinas do River Plate enfrentam as chilenas do Colo-Colo no mesmo estádio, mas às 19h. A grande final da Copa Libertadores Feminina está marcada para o sábado.








Cássio, Fagner, Balbuena... Veja status do pacote de renovações no Corinthians

Clube negocia para manter pilares de sua defesa a longo prazo. Goleiro está perto de acerto

Por Diego Ribeiro
19/10/2017 09h05
O Corinthians mantém negociações para renovar contratos de três dos seus principais nomes do setor defensivo. Além do lateral-direito Fagner e do zagueiro Balbuena, que conversam há algumas semanas, o goleiro Cássio é outro que está perto de estender seu vínculo. 
 A ideia é resolver todas as situações antes do fim do Campeonato Brasileiro. 


Fagner e Balbuena são duas das prioridades da diretoria alvinegra (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)


O GloboEsporte.com mostra abaixo o status das três negociações.



Balbuena


Já foi alvo de uma primeira reunião entre seu empresário, que é argentino, e o Corinthians. A proposta alvinegra é de um contrato de quatro anos – o atual vínculo vence em dezembro de 2018. O zagueiro está inclinado a aceitar e seguir sua carreira no clube.


– Eles se reuniram, falaram desse especto da renovação. Não sei detalhes da reunião. Vai ter uma nova reunião aqui, quando ele vier. Só sei que é por quatro anos. Importante é que há intenção de ambas as partes, é isso que vale. Meu foco é trabalhar – disse Balbuena.
– É um sinal de que meu trabalho está sendo bem feito. Eu valorizo muito isso. Conheço o pessoal da diretoria, sempre nos tratam muito bem – completou.



Cássio
Seu empresário, Carlos Leite, iniciou conversas na semana passada. O goleiro renovou no ano passado até dezembro de 2019, e a ideia é estender esse vínculo por mais uma temporada.


– Espero que tudo esteja acertado em uma ou duas semanas – disse o goleiro
 

Cássio deve acertar "em uma ou duas semanas", segundo o próprio (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)



Fagner
Representado pelo mesmo agente de Cássio, já foi tema de primeira conversa com a diretoria. Ainda não há sinal de acerto, mas a negociação não é considerada difícil pelas partes envolvidas. Tal qual Balbuena, tem contrato válido até o fim de 2018.


Com 59 pontos, o Corinthians é líder isolado do Brasileirão e volta a jogar na segunda-feira, contra o Botafogo, às 20h (de Brasília), no Rio de Janeiro.









Corinthians encara Grêmio por vaga nas quartas da Copa do Brasil Sub-17

Timão precisa de empate por mais de dois gols ou vitória por qualquer placar para garantir classificação e encarar o Vitória

10h00 19/10/2017 - Agência Corinthians






© Divulgação/Corinthians


O Corinthians tem mais uma decisão pela Copa do Brasil Sub-17. Nesta quinta-feira (09), às 18h, o Alvinegro visita o Grêmio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelo jogo da volta das oitavas de final da competição – com transmissão do Sportv 2. No primeiro jogo, as equipes empataram em 1 a 1, na Arena Barueri.

A equipe do técnico Marcos Soares precisa empatar por mais de dois gols ou vencer os gaúchos por qualquer placar para chegar às quartas de final. Novo empate em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Ele e seus atletas chegaram em Porto Alegre no início da tarde da última quarta (18), após treino realizado no Parque São Jorge.

Em caso de classificação, o Timãozinho terá pela frente o Vitória, que se classificou no duelo diante do Botafogo (vitória 2 a 0, na Bahia, e derrota por 2 a 1, no Rio de Janeiro).




Técnico Fábio Carille aprova desempenho do Corinthians: “Lutando e brigando”

Técnico analisou o empate sem gols contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro


00h30 19/10/2017 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O resultado de ontem não surpreendeu o técnico Fábio Carille. Na coletiva após o confronto, ele analisou o jogo, definiu a partida como um “jogo de xadrez” e mostrou estar satisfeito com o desempenho do Timão.

"O Grêmio não nos deixou jogar, e nós não deixamos o Grêmio jogar. Jogo grande, de competição, e com isso a parte técnica fica devendo. Os dois times marcaram muito. É um jogo de xadrez”, disse.

"Gostei do desempenho. Time lutando e brigando. O próximo passo é buscar a vitória", completou.

Faltando nove rodadas para o fim da competição, Carille voltou a ressaltar a importância da vantagem que o Alvinegro sustenta na liderança e pediu inteligência de sua equipe para evitar surpresas nas partidas.

"Vantagem é muito grande. Viramos o turno com oito, hoje estamos com nove, talvez sete, esperar o jogo de amanhã, faltando nove rodadas. Campeonato afunilou. Chegamos nessas últimas rodadas à frente. É parabenizar e voltar a buscar as vitórias para buscarmos nosso objetivo", explicou.

"Nessa reta final, a gente não pode mais ser surpreendido por nada. Sabemos como cada equipe está jogando e temos de ser inteligentes neste momento", encerrou Carille.






Corinthians lider também de público
1º) Corinthians - 38.634 pagantes por jogo






Técnico Fábio Carille vê Timão com grande vantagem

19/10/2017 10:51

Após ter projetado que com cinco vitórias o Corinthians será campeão e não ser entendido pela imprensa, tendo que responder a mesma questão em todas entrevistas, desta vez o técnico Fábio Carille preferiu não fala nada
“Não, não vou fazer uma nova projeção, não”, afirmou rapidamente o comandante ao ser questionado sobre o assunto
O treinador sabe que tem boa margem com relação ao segundo colocado da competição. No momento, o Timão possui 59 pontos, contra 50 do segundo e 49 do terceiro, que tem um jogo a menos

“Muito grande, muito grande (a vantagem). Hoje (quarta-feira) temos talvez sete pontos faltando nove rodadas. Na virada do turno eram oito faltando 19 partidas. Sempre disse que eu queria chegar embolado entre os primeiros nas últimas dez, oito rodadas. De repente estamos chegando à frente. Agora tem que estar atento e alerta para voltar a buscar as vitórias”, frisou o comandante.

O desejo pelas vitórias pode ser explicado pela campanha no segundo turno, com três vitórias, três empates e quatro derrotas conquistadas até o momento. Diante do Botafogo, segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Engenhão, ele tenta repetir os bons desempenhos como visitante apresentados na metade inicial do torneio.

Para ele, o time precisa ter mais criatividade para fugir das marcações adversárias. “O que estou vendo: os times brasileiros têm muito mais organização. O Grêmio não deixou a gente jogar e nós não deixamos o Grêmio jogar. O Grêmio marcou demais e a gente também. Esse vai ser o padrão do Brasileiro nesse final, times brigando para não cair e times brigando pelo título”, concluiu o treinador.










Marquinhos Gabriel após empate do lider Corinthians manda recado a rivais: "Eles que têm que correr atrás"
Logo após o 0 a 0 contra Grêmio, em casa, atletas comentaram sobre o resultado. Para o meia, Timão não tem necessidade de se arriscar nos jogos, já que tem uma boa vantagem na tabela
19/10/2017 2:34

Os jogadores do Corinthians asseguraram que o plano sempre foi vencer o Grêmio, mas reconheceram que o empate por 0 a 0 diante do vice-líder do Campeonato Brasileiro ficou de bom tamanho para a equipe. Líder da competição, com 59 pontos, o Corinthians aguarda a rodada pra saber de quanto será sua vantagem


“É isso que a gente precisa fazer, marcar bem para não perder os jogos, temos uma vantagem que os caras têm que correr atrás, querendo ou não, então a gente vai administrar”, analisou o meia Marquinhos Gabriel, que teve boa atuação ao substituir Romero, construindo os dois melhores lances da equipe no segundo tempo. Para ele, o time soube ser frio ao não se expor e correr o risco de perder a partida.

“A gente está trabalhando para ficar campeão e a equipe do Grêmio começou a segurar o jogo, e eles que precisam do resultado. Precisamos ser inteligentes e administrar até o final do campeonato”, observou o armador, com opinião semelhante à de alguns dos seus companheiros.

“As rodadas vão passando e a gente ainda tem uma distância boa. Acho que foi um jogo muito equilibrado, muito difícil, o Grêmio também não teve muitas chances. Jogo de detalhes, não saímos vitoriosos, mas o empate não foi um mau resultado”, comentou o meia Rodriguinho.

“Tem que seguir nesse caminho, somando pontos importantes. Conseguimos o empate para manter essa vantagem que a gente tem sobre eles, mas ainda tem muito jogo, vamos ter que nos dedicar bastante para conseguir ficar lá em cima. A gente sai satisfeito porque o Grêmio é um concorrente direto, mas a gente vai ter muita coisa para fazer aqui no Brasileiro, vai ter que lutar bastante”, continuou o zagueiro Balbuena.










Empate e espírito do Corinthians satisfazem Carille em "jogo de xadrez"

Técnico aprova o empate diante do Grêmio, que manteve diferença de nove pontos

Por Diego Ribeiro e Marcelo Braga

19/10/2017 01h13

Pelo desempenho e pela situação de tabela, o técnico Fábio Carille aprovou o empate sem gols do Corinthians contra o Grêmio, na Arena Corinthians, na noite de quarta-feira.

– O resultado não foi ruim. Manteve os nove pontos com uma rodada a menos. Em relação ao campeonato, vai depender da rodada – disse o técnico.


 Fábio Carille, técnico do Corinthians

A avaliação do treinador é que o time soube segurar uma equipe qualificada e voltou a mostrar uma postura que teve em diversas partidas do primeiro turno.

– Primeiro tempo foi muito intenso, as duas equipes brigando por todas as bolas. No segundo, caiu a intensidade das duas, os goleiros não trabalharam. Teve só a falta do Edilson que pegou na trave. Mas o Corinthians voltou a ter aquele espírito de guerrear, de brigar, de competir, de não ter pressa e ficar com a bola. A gente valoriza o ponto por ser um jogo de disputa e ponta de tabela.

Com poucas finalizações, o jogo ficou marcado pela marcação dos dois lados. Na avaliação do Carille, a vitória interessava mais ao Grêmio do que ao Timão.

– O Grêmio não nos deixou jogar, e nós não os deixamos jogar. É jogo grande, de competição, e com isso a parte técnica fica devendo. Os dois times marcaram muito. É um jogo de xadrez – destacou.

O Corinthians volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro