9 de ago de 2017

CORNTHIANS 09/08/2017









Corinthians empata jogo contra Red Bull Brasil pelo Paulistão Sub-20
Timão começou na frente, mas acabou cedendo o empate em 1 a 1, na Fazendinha; Alvinegro manteve a vice-liderança do Grupo 3 com 26 pontos

17h40 09/08/2017 - Agência Corinthians




Timão saiu na frente mas sofreu o empate contra o Red Bull Brasil

© Divulgação
Na tarde desta quarta-feira (09), o Corinthians entrou em campo pela 13ª rodada do Campeonato Paulista Sub-20. O Alvinegro recebeu o Red Bull Brasil no Estádio Alfredo Schürig, a Fazendinha, e saiu na frente, mas acabou cedendo o empate em 1 a 1 contra a equipe de Jarinu. Com o resultado, a equipe de Parque São Jorge manteve a segunda colocação do Grupo 3, com 26 pontos
Timão jrs escalado: Para o duelo diante do Red Bull Brasil, o técnico Dyego Coelho mandou a campo o Corinthians com Filipe; Samuel, Thiago, Carlos, Kaio; Igor, Lucas Alisson; Zé Gabriel, Fabricio Oya; Marquinhos; e Nathan. No banco de reservas, o treinador tinha Luan (GOL), Lucas Minele (LD), João (ZAG), Felipe Nascimento (VOL), Ramon (MEI), Vitinho (MEI) e David (ATA) à disposição.
Primeiro tempo: Logo no primeiro minuto de jogo, Kaio sofreu falta próximo ao bico esquerdo da grande área. Fabricio Oya surpreendeu o goleiro e chutou direto para abrir o placar na Fazendinha – foi o primeiro gol de falta do camisa 10 em 2017 e o quinto dele no ano (dois na Copinha, um no Brasileirão Sub-20 e dois no Paulistão). A pressão alvinegra seguiu e o placar quase foi ampliado por Kaio, em chute forte de fora da área, aos 16 minutos. No sistema defensivo, o Timãozinho estava seguro e Filipe não precisou fazer nenhuma defesa difícil na etapa inicial. No finzinho dos primeiros 45 minutos, aos 39, Nathan sentiu o joelho esquerdo e precisou ser substituído por David.


Segundo tempo: A primeira boa chegada do Corinthians foi aos oito minutos, quando David deu belo passe para Marquinhos, que driblou o goleiro, mas ficou sem ângulo e acabou batendo na rede pelo lado de fora. Aos 11 minutos, o Red Bull Brasil empatou em bola que bateu no travessão e voltou no zagueiro Thiago. A partida ficou mais equilibrada a partir do gol adversário. Filipe passou a trabalhar mais, mas o ataque também tentava agredir em chegadas, principalmente pelas pontas. O placar, no entanto, não foi mais alterado até o final.


 Comissão técnica da equipe principal: Fábio Carille e os seus auxiliares, Osmar Loss e Leandro Silva – além do diretor de futebol Flávio Adauto –, estiveram na arquibancada do Estádio Alfredo Schürig para acompanhar a partida. Desde antes de ser o comandante do Timão, Carille tem o hábito de acompanhar os jogos da base..













Corinthians vende 19 mil ingressos para jogo daqui a 10 dias

Corinthians enfrenta vit na Arena Corinthians no dia 19, o outro sábado, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Timão tem a melhor média de público da competição

Por GloboEsporte.com

09/08/2017 15h51

A mais de uma semana do jogo contra o Vitória, na Arena, o Corinthians já vendeu 19 mil ingressos. A partida, válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, acontece no dia 19, o outro sábado, às 16h (de Brasília).

A comercialização das entradas para o duelo segue restrita para os sócios do programa Fiel Torcedor. O clube não informou quando começará a venda para o restante da torcida.

Líder do Brasileirão com oito pontos de vantagem para segundo colocado, o Timão tem a melhor média de público do campeonato brasileiro: 37.917 pagantes por rodada. 










Corinthians tem maior média de público no ano (somando camp paulista, copa do brasil e brasileiro) no Brasil: 32.255 por jogo









Semanas para relaxar: Gabriel ressalta cansaço e aproveita pausa no Corinthians

Volante é um dos cinco mais desgastados do elenco e ressalta importância do período para recuperação. Churrasco e família também fazem parte da programação

Por Diego Ribeiro
09/08/2017 14h50

Avaliado como um dos cinco jogadores mais desgastados fisicamente no Corinthians após o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o volante Gabriel aproveita o período sem jogos para relaxar, recuperar o fôlego e voltar com novo gás na partida contra o Vitória, dia 19 de agosto, na Arena Corinthians
De acordo com a comissão técnica corinthiana, ele, Balbuena, Guilherme Arana, Maycon e Jô vão receber cuidados especiais nas duas semanas de treinos que o Corinthians tem à disposição. Gabriel comemorou a pausa para o descanso.
– Acredito que não só eu, mas a equipe vinha sentido o cansaço com a sequência de jogos. Foi uma pausa muito oportuna. Quem tiver que descansar, vai descansar. Quem tiver que treinar mais, vai treinar. Vai ser importante para voltarmos com tudo para o segundo turno – afirmou o volante, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.


Gabriel conversa com os jornalistas nesta quarta-feira (Foto: Diego Ribeiro)

Além da recuperação física, a parada é importante para os jogadores passarem mais tempo com suas famílias – inclusive aquela formada dentro do próprio CT. Nesta terça, por exemplo, um churrasco embalou a tarde corintiana no local. Gabriel deu detalhes do evento:
– Já é um marco do Corinthians de fazer esses churrascos, confraternização. Vínhamos numa sequência muito forte. É importante relaxarmos. Teve banda, grupo de pagode para fazer um sonzinho. Uma hora ou outro um jogador cantava. Sorte que somos jogadores, porque para cantar está difícil. Isso dá mais força para a gente continuar. O que construímos na tabela não vai nos fazer relaxar. Eu tentei cantar um pouquinho, falaram que fui bem, mas não gostei muito da minha atuação (risos).




Jadson e Fellipe Bastos cantam sertanejo em churrasco no Corinthians


Fora do ambiente de trabalho, a ordem também é se desligar um pouco do Brasileirão.


– Temos de aproveitar esses dias para relaxar, para quem gosta de cinema ir, quem gosta de sair para jantar... Somos jogadores, atletas profissionais, mas temos uma vida por trás. Vão ser duas semanas de muito trabalho, mas de uma certa tranquilidade também pelo momento que vivemos – avaliou Gabriel.


Com mais dez dias até o próximo jogo, o Timão se ajusta aos poucos para o segundo turno do Brasileirão. Líder da competição com 47 pontos, oito à frente do Grêmio, o elenco volta a treinar na manhã desta quinta-feira.








Gabriel valoriza churrasco no CT e união no Corinthians
Gabriel elogiou a iniciativa de fazer um churrasco no CT (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

O volante Gabriel deixou o gramado do CT Joaquim Grava animado pela boa presença de torcedores, elogiosos ao ótimo momento do líder do Campeonato Brasileiro, caminhando sorridente para falar com a imprensa sobre a parada de duas semanas do clube na competição. Contente, ele ressaltou a importância de eventos como o churrasco da última terça, registrado nas redes sociais de alguns atletsa

“A confraternização sempre tem, é importante para o grupo, é um marco aqui no Corinthians de fazer esses churrascos. Esses momentos nossos são importantes, somos pessoas normais. Vínhamos em uma sequência muito grande, sem tempo para dar uma relaxada assim”, comentou o meio-campista, relembrando a sequência de jogos quarta e domingo que precedeu o hiato causado pelo adiamento do jogo contra a Chapecoense, que seria disputado neste final de semana, mas só será realizado no dia 23.

“Brincamos entre a gente, teve pagode, sertanejo, um ou outro tentava cantar uma música, mas ainda bem que somos jogadores, porque na música está difícil. Com esse momento com o torcedor é importante, estamos com essa liga entre jogadores e torcedores, e nos dá mais força para continuar. Não é isso que vai nos relaxar, e sim nos deixar mais atento para a sequência”, assegurou o camisa 5.

Nos registros feitos pelos mais diversos membros do elenco, o próprio jogador aparece cantando a música “Moleque Atrevido”, do sambista Jorge Aragão, dando ênfase ao verso “respeite quem pôde chegar onde a gente chegou”. Elogiado pela performance, ele descartou qualquer incursão pelo meio cultural.
“Tentei cantar um pouquinho, falaram que eu fui bem, mas não gostei muito da atuação. Estamos todos juntos, dando risada, no momento estava bom para todo mundo”, avaliou Gabriel. Ele ainda explicou que uma das armas para evitar o cansaço mental do grupo é, assim que deixar o CT, dificilmente pensar em futebol.

“Quando saímos daqui acabamos desligando um pouquinho, porque vivemos intensamente e acaba desgastando o psicológico. Tem de aproveitar esses dias para relaxar, ir ao cinema, sair para jantar com a família… É importante. Somos jogadores, mas temos uma vida. Vai ser um período de trabalho, mas também de certa tranquilidade pelo momento que vivemos”, concluiu.












 Corinthians faz ensaio para enfrentar Vitória; veja time

Titulares vão a campo pela primeira vez nesta semana, e Carille indica permanência de Clayson na formação principal. Balbuena e Pedro Henrique são poupados de atividade. Meia Jadson, por enquanto só observa
Por Diego Ribeiro

09/08/2017 12h58
No primeiro esboço para o próximo jogo, Carille manteve Clayson e Romero abertos pelas pontas, com Rodriguinho na armação e Jô mais avançado. Um trabalho técnico em campo reduzido, sem goleiros, serviu para mostrar a equipe.

Os únicos desfalques da atividade foram os zagueiros Balbuena e Pedro Henrique, que fizeram trabalho de reforço muscular.



Sem a dupla titular, o Corinthians teve na linha: Fagner, Paulo Roberto, Léo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô. 


Jadson assiste ao treino desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava (Foto: Diego Ribeiro) 



Em recuperação de fraturas em duas costelas, o meia Jadson acompanhou de longe o treino do Corinthians na manhã desta quarta-feira. 
Jadson evolui na recuperação das fraturas e pode começar a treinar em campo nos próximos dias.
Com 47 pontos, o Corinthians é líder do Campeonato Brasileiro e tem mais dez dias até sua próxima partida. O duelo contra a Chapecoense, pela 20ª rodada, foi adiado para o dia 23 de agosto.





















Corinthians tem sondagem da França por Lucca; emprestado a Ponte
Clube que detém 60% dos direitos econômicos do atacante dá aval para a negociação, mas ainda aguarda uma proposta oficial pelo jogador que marcou 20 gols na temporada

Por Heitor Esmeriz e Marcelo Braga

09/08/2017 12h49

O Corinthians foi avisado pelos empresários do atacante Lucca sobre uma sondagem do Nantes, da França, autorizou a negociação e agora aguarda a chegada de uma proposta oficial pelo jogador de 27 anos, que está emprestado à Ponte Preta até dezembro.

Inicialmente, o negócio gira em torno de 2,5 milhões de euros (R$ 9,1 milhões), um valor ainda considerado baixo pelo Timão. Agente do jogador, Fernando Garcia está na Europa, mas diz tratar de outros assuntos por lá.

Dono de 60% dos direitos econômicos dele, o clube investiu cerca de R$ 4,5 milhões em 2016 na compra de sua fatia dos direitos. A ideia seria conseguir uma quantia maior pelo atleta, que acumula 20 gols na temporada e é vice-artilheiro do Brasileirão com dez gols.







Zagueiro Vilson volta a treinos do Corinthians, pós 5 meses de recuperação de cirurgia
O zagueiro Vilson voltou hojenaos treinos do Corinthians após 5 meses fora, devido a uma artroscopia no joelho esquerdo realizada ainda em março. Com recuperação bastante demorada e algumas complicações na hora de voltar a receber a carga de treinos de um atleta profissional, ele trabalhou com bola pela primeira vez desde a cirurgia na manhã desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava.

Animado, o defensor foi um dos primeiros a aparecer no gramado, procurando desde o começo um contato rápido com a bola, fosse em passes curtos com os companheiros, fosse em algumas embaixadinhas. Parado em meio a academia e idas ao laboratório R9, ele se empolgou ainda mais ao receber o colete azul, que indicava participação na atividade em campo reduzido, com toques curtos para sair da pressão.
Obviamente fora de ritmo, Vilson fez o papel de curinga, atuando para os times que tinha a posse de bola, mas demorou a se encaixar. Após perder algumas bolas, seu primeiro teste foi em uma dividida com Maycon, que passou sem sustos para o local da lesão. No fim, a confiança aumentou de tal jeito que ele tentou dar um drible por entre as pernas de Léo Príncipe, mas foi desarmado e arrancou algumas risadas.

Assim que o técnico Fábio Carille separou as equipes para irem ao campo vizinho na disputa de um treino técnico-tático, porém, ele foi liberado para finalizar sua movimentação na academia, não sem antes receber afagos de alguns amigos que estavam lá para acompanhá-lo. Um deles, por sinal, estava trajado com a camisa de número 15, com o nome de Vilson às costas, e ficou contente ao ver o colega nos gramados.
O Timão avançou na busca por Emerson, do Botafogo, mas nada foi concretizado ainda.

Atualmente, o treinador tem como opções para o setor Balbuena, Léo e Pedro Henrique. Pablo, que foi titular desde que chegou, se recupera de uma lesão na coxa direita e só deve voltar a jogar em setembro. Até lá, é provável que Vilson também já tenha retomado o condicionamento e fique disponível para atuar.
















Volante Gabriel agradece comissão técnica por evolução no Corinthians: “Sou um novo jogador”

Protetor do sistema defensivo do Timão, o volante exaltou o trabalho do técnico Fábio Carille junto à comissão técnica

12h00 09/08/2017 - Agência Corinthians



Na manhã desta quarta-feira (09), o Corinthians realizou mais um dia de trabalho no CT Dr. Joaquim Grava. Após o treino, o volante Gabriel conversou com a imprensa e comentou sobre a evolução de seu futebol desde que chegou ao clube. O jogador afirmou que deve muito ao técnico Fábio Carille e à toda a comissão técnica.

“Eu sou um novo jogador desde que cheguei aqui, por tudo que aprendi com eles. Isso se deve muito ao sistema da equipe. O Carille e a comissão técnica são muitos competentes”, afirmou o camisa cinco do Timão.

Gabriel também falou sobre a importância da pausa sem jogos para a recuperação de atletas e também para intensificar os treinamentos, ajudando na energia da equipe para enfrentar o segundo turno do Brasileirão.

"Acredito que não só eu, mas a equipe vinha sentido o cansaço com a sequência de jogos. Foi uma pausa muito oportuna. Quem tiver que descansar vai descansar. Quem tiver que treinar mais vai treinar. Vai ser importante para voltarmos com tudo para o segundo turno”, disse.

Por fim, o volante comentou sobre os grandes números alcançados pelo Timão na temporada e afirmou que servem de motivação para seguirem conquistando novas marcas.

“Nós procuramos levar todas as estatísticas para o lado positivo: invencibilidade, de quem vence o primeiro turno é campeão. Isso é bom, mas a gente sabe que os clubes que venceram o primeiro turno lutaram muito para ganhar o título. A gente sabe que a medida que vai passando o Brasileiro, ele fica mais difícil. Estamos bem conscientes”, finalizou.


















Corinthians treina e tem esboço de time titular

Elenco corinthiano de 34 jogadores teve 26 em campo nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava (Foto: LANCE!Press)

Gabriel Carneiro - 09/08/2017 - 12:23
No CT Joaquim Grava, o Corinthians treinou sob comando do técnico Fábio Carille
Com 26 jogadores à disposição, o técnico Fábio Carille dividiu o grupo em dois para um trabalho técnico em espaço reduzido e com os goleiros trabalhando com os pés em que a grande novidade foi o zagueiro Vilson, recuperado de lesão. Depois deste trabalho, os atletas do Timão disputaram um treino coletivo em meio campo, 11 contra 11 já sem contar com Vilson e os goleiros Matheus e Caique, além do atacante Carlinhos ter atuado como curinga. Neste treino, o comandante montou um esboço do time titular.

Cássio; Fagner, Paulo Roberto, Léo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon. Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô formaram o time titular, com os seguintes nomes no banco: Walter; Léo Príncipe, Ameixa, Fellipe Bastos e Marciel; Rodrigo Figueiredo; Pedrinho, Giovanni Augusto, Danilo e Clayton; Kazim. Este último trabalhou durou cerca de 30 minutos e o treino inteiro foi intenso, de 1h30.
Foram sete desfalques no treinamento desta quarta além de Jadson: os lesionados Pablo, Moisés, Mantuan e Marquinhos Gabriel e os desgastados Pedro Henrique, Balbuena e Camacho, sendo que o último nome da lista até iniciou os trabalhos no gramado, mas deixou após alguns minutos.


Em fase final de tratamento de fraturas em duas costelas sofridas em 19 de julho, na partida contra o Avaí, o meia Jadson reapareceu em campo nesta quarta-feira, primeira de duas semanas sem jogos que o Corinthians terá na temporada. Uniformizado, o camisa 10 apenas acompanhou as atividades ao lado do médico Júlio Stancati, sem realizar esforços, mas mostrou que está mais próximo de voltar à equipe. O próximo jogo do Timão é contra o Vitória no dia 19, exatamente um mês depois da lesão, e Jadson já pode ser considerado dúvida para este compromisso.

Após a atividade, Fábio Carille conversou com três ex-jogadores que fazem estágio no clube nesta semana, que são Maldonado, Alfinete e Guilherme, todos com passagens pelo Corinthians, e alguns jogadores participaram de uma disputa de pênaltis com um torcedor especial e atenderam torcedores.


O Corinthians volta aos treinos na quinta-feira, novamente pela manhã, e ainda trabalha mais um dia antes de um fim de semana de folga.




 



Titulares voltam aos treinos no Corinthians

Corinthians treinou forte na manhã desta quarta-feira (Foto: Tomás Rosolino/Gazeta Press) 



O treino do Corinthians na manhã desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, contou pela primeira vez com os atletas titulares desde a vitória por 3 a 1 sobre o Sport, no último sábado. Poupados nos dois últimos dias, os jogadores mais utilizados do elenco apareceram no gramado para um trabalho técnico e tático, observados de perto pelo meia Jadson, que se recupera de duas fraturas nas costelas.

Ainda sem condição de praticar qualquer exercício de contato, o camisa 10 chegou ao banco de reservas do campo 3 pouco depois do início do trabalho dos companheiros, calçando um tênis e bastante sorridente. O armador, que começou suas atividades antes, na academia, ficou cerca de 40 minutos como espectador da movimentação até rumar à academia para finalizar a programação do departamento médico.

Ele se machucou durante o empate por 0 a 0 contra o Avaí, no dia 19 do mês passado, e teve seu prazo de recuperação estipulado em um mês pelo médico Julio Stancati. Com seu retorno gradual aos trabalhos externos, é possível que ele consiga defender o Corinthians contra Vitória, no dia 19 de agosto, na Arena Corinthians.

Em campo, os atletas foram divididos inicialmente em dois grupos, um em cada lateral, disputando entre eles um jogo com dois mini-gols. Pouco depois, o técnico Fábio Carille, que obse

rvou atentamente e gostou do desempenho dos goleiros, forçados a trabalhar como jogadores de linha, levou-os ao campo vizinho para comandar um treino tático-técnico em metade do gramado, com 10 para cada lado.

Na ocasião, ele formou a equipe titular com Cássio; Fagner, Paulo Roberto, Léo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô. Do outro lado, em um 4-1-4-1, estavam Walter; Léo Príncipe, Warian, Fellipe Bastos e Marciel; Rodrigo Figueiredo, Pedrinho, Giovanni Augusto, Danilo e Clayton; Kazim. O centroavante Carlinhos, com um colete azul, atuou como curinga para o time que tinha a posse da bola.

As ausências ficaram por conta dos zagueiros Balbuena e Pedro Henrique, que realizaram um trabalho mais leve na academia. Pablo, em recuperação de uma contusão na coxa esquerda, segue entregue ao departamento médico, assim como o lateral direito Guilherme Mantuan, o lateral esquerdo Moisés e o meia Marquinhos Gabriel. Camacho, por sua vez, realizou um treino no laboratório R9 para medir seus níveis de força.










Vilson treina com bola após cinco meses de comtusão e cirurgia  e mostra evolução no 
Corinthians
Fora do time desde março, zagueiro se recupera de cirurgia no joelho e faz primeiro trabalho em campo. Ainda não há data marcada para o retorno aos gramados


Por Diego Ribeiro
09/08/2017 11h37

A principal novidade do Corinthians no treino desta quarta-feira ainda não entrou em campo pelo Campeonato Brasileiro. Recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, o zagueiro Vilson fez seu primeiro treino com bola desde a artroscopia realizada, em março. 

Há cinco meses fora de combate, Vilson participou de um trabalho técnico em campo reduzido com titulares e reservas do Timão. Ainda em fase de transição para o campo, ele recebeu orientações do técnico Fábio Carille, atuou sem limitações e foi elogiado. 


Vilson deixou o gramado antes da segunda parte do trabalho, conversando com o preparador físico Walmir Cruz. A volta dele aos treinos com bola será gradual. Por isso, não há data para o zagueiro reforçar o Corinthians no Brasileiro. 



Vilson treina com bola nesta quarta: retorno está mais próximo (Foto: Diego Ribeiro)

Neste ano, o defensor só participou dos 3 jogos amistosos de pré temporada. Entre maio e junho, o jogador chegou a ir a campo para alguns trabalhos programados, mas sentiu dores e deu um passo atrás. A ideia do departamento médico era evitar nova lesão.

Sem Vilson e nem Pablo, com estiramento na coxa, o Corinthians tem três zagueiros à disposição no momento: Balbuena, Pedro Henrique e Léo.















De aluno a professor: em sete meses, Carille ensina 'estagiários' no Timão

Fábio Carille sempre valoriza o que aprendeu no Corinthians entre 2009 e 2016, quando ainda era auxiliar. Porém, desde que foi efetivado no comando da equipe no fim do ano passado, o técnico passou a ser professor durante alguns treinos no CT Joaquim Grava.

Em sete meses, Carille já recebeu visitas de Alex Alves e Renê Marques, e atualmente outros dois ex-jogadores fazem uma espécie de estágio no Timão: Maldonado e Alfinete.

O ex-volante chileno, que atuou pelo Timão em 2013, está há algumas semanas acompanhando treinos no CT Joaquim Grava. Já o ex-lateral-direito, que defendeu o Corinthians em 1982 e 1983, apareceu no gramado na última terça. Ele ficará uma semana aprendendo com Carille.

Nos outros dois casos, a troca de experiência foi mais pontual. Alex Alves é amigo de Carille desde 2001, quando atuaram juntos no Juventus. Ele iniciou carreira como técnico na base da Portuguesa, passou pelo Nacional e aproveitou para pegar dicas com o comandante do Timão em abril.

Renê Marques também é amigo de Carille. Eles trabalharam juntos no Grêmio Barueri e trocam informações atualmente sobre a vida de treinador. O ex-goleiro visitou o CT corintiano em julho e acertou na semana passada com o Marcílio Dias (SC).

Antes aprendiz, Carille já conquistou o Paulistão e lidera o Brasileirão em seu primeiro ano como técnico efetivado. Não é à toa que ele tem sido professor nos últimos meses.