13 de ago de 2017

CORINTHIANS 13/08/2017








Corinthians-Guarulhos volei masculino vence Botafogo na Taça Ouro e fica com a vaga na Superliga

Time alvinegro precisava de uma vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 em cima dos cariocas para ficar com a vaga na Superliga 2017/2018. Time recebe imprensa na sala de coletiva do aeroporto de Guarulhos nesta segunda-feira, 14 de agosto às 11h


23h00 13/08/2017 - Agência Corinthians






Fábio Costa


Foi na raça, no sufoco, como em um bom enredo para quem veste a camisa alvinegra. Na noite deste domingo (13), a equipe do Corinthians-Guarulhos venceu o Botafogo-RJ por 3 sets a 1, parciais de 25/20; 25/20; 28/30 e 25/19, evenceu a Taça Ouro e ficou com a vaga na edição 2017/2018 da Superliga.

Não foi fácil a trajetória do time guarulhense na competição. No primeiro jogo, na última sexta-feira, 11, derrota por 3 sets a 2 para o Caramuru/Castro (PR). O segundo jogo, no sábado, a equipe recém-formada precisava vencer para continuar na disputa. E a vitória veio, por 3 sets a 0 em cima do Rádio Clube (MS). A equipe comandada pelo técnico Alexandre Stanzioni fez conta. Precisava vencer nesse domingo o Botafogo por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 para garantir a vaga.

Que sufoco. O time paulista abriu dois sets a zero, dominando as ações de saque e bloqueio, fechando em um duplo 25/20. No terceiro set viu os cariocas empatarem o jogo em 17 a 17 depois de estarem em vantagem por três pontos (17 a 14). Depois da parcial, o que se viu no ginásio Oscar Zelaya foi uma sucessiva troca de pontos até que o Botafogo fechou o terceiro em 30 a 28. O quarto set começou com uma postura agressiva do Corinthians-Guarulhos. À frente três pontos no placar, o time alvinegro foi administrando a diferença até a reta final do set quando conseguiu deslanchar no placar. Na última bola, o oposto Rivaldo cravou a bola na quadra adversária garantido o set em 25 a 19 e a vaga na elite do vôlei nacional.

“Primeira etapa de planejamento cumprida, de susto, mas conseguimos atingir o objetivo, atingindo um nível bom, um crescimento durante a competição. Aproveitamos para ganhar uma característica de equipe, ganhar corpo. Um time que, se souber jogar coletivo, em conjunto como apresentamos hoje irá fazer sucesso, vai tirar o máximo de cada um e fazer uma grande temporada. Começamos bem, no estilo Corinthians, com um pouco de sofrimento, mas conquistamos a vaga e agora é planejar nossa sequencia na temporada que é o Campeonato Paulista que começa na sexta-feira, 18 e depois Superliga”, comemorou o técnico Alexandre Stanzioni.

A equipe do Corinthians-Guarulhos contou com uma noite inspirada do oposto Rivaldo que marcou 19 pontos, seguido do ponteiro Rogério Mineiro que cravou na quadra adversária 18 bolas. O principal fundamento da equipe alvinegra diante dos cariocas foi o bloqueio: foram 14 pontos assim, sendo seis deles convertidos pelo central Luizinho.

TIME FAZ COLETIVA DE IMPRENSA NO AEROPORTO DE GUARULHOS NESTA SEGUNDA

Nesta segunda-feira, 14, a equipe do Corinthians-Guarulhos desembarca no Aeroporto de Guarulhos pela manhã e o central Sidão, o líbero Serginho, o oposto Rivaldo e o técnico Alexandre Stanzioni atenderão à imprensa na sala de coletiva do Aeroporto de Guarulhos às 11h.

Os profissionais interessados em cobrir a chegada da equipe deverão enviar nome, RG e função para o e-mail imprensa@corinthiansguarulhos.com.br ou então entrar em contato pelo WhatsApp no (11) 9 9686 1181

A sala de imprensa do Aeroporto de Guarulhos fica no CHECK IN E, na área de embarque do Terminal 2, no mezanino, ao lado da delegacia da Polícia Civil. Os atletas só atenderão a imprensa na sala de coletiva.









Praia, campo, resort... Veja como os jogadores do Corinthians curtiram a folga

Sem jogo pelo Campeonato Brasileiro, atletas aproveitaram para viajar e ficar com familiares
Por GloboEsporte.com

13/08/2017 20h29
O adiamento da partida do Timão contra a Chapecoense, pela 20ª rodada do Brasileirão, proporcionou um raro fim de semana de folga aos jogadores do Corinthians. Os jogadores do Corinthians, lider isolado e invicto do campeonato foram liberados após o treinamento da última sexta-feira, pela manhã, e só se reapresentarão na tarde desta segunda-feira. O Timão volta a campo no próximo sábado, contra o Vitória, na Arena Corinthians
Nas redes sociais, vários atletas do Timão registraram os momentos de lazer. Alguns foram para a praia, outros para regiões serranas, resorts... Confira abaixo algumas fotos:



Fagner foi com a esposa e os filhos para Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira (Foto: Reprodução/Instagram)


Zagueiro Pablo curtiu momentos com o filho e a esposa em um resort, no interior paulista (Foto: Reprodução/Instagram) 

Gabriel posou para foto ao lado do irmão em um parque aquático (Foto: Reprodução/Instagram)





Giovanni Augusto foi com a família para Santo Antônio de Lisboa, distrito de Florianópolis (Foto: Reprodução/Instagram)









Corinthians vôlei masculino é campeão da Taça Ouro e vai à elite do Brasil disputar Superliga
Corinthians é o novo integrante da Superliga (Foto: Alexandre Loureiro/Corinthians)

Criado há poucos meses, o Corinthians-Guarulhos já começa sua história no vôlei nacional com o pé direito. Neste domingo, o Timão foi campeão ao vencer o botafogo rj no Ginásio Oscar Zelaya, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada e final da Taça Ouro, ao vencer por 3 sets a 1, com parciais de 25/20, 25/20, 28/30 e 25/19. Com a vitória, o Timão faturou o troféu e também uma vaga na Superliga, elite do vôlei em território nacional.

A vitória fez com que o Corinthians-Guarulhos fosse campeão Taça Ouro,  Como a competição dá uma vaga na Superliga 2017/18 ao campeão, a equipe paulista é a nova integrante da elite nacional do vôlei.








Corinthians mantém 8 pontos de vantagem como líder isoladíssimo e invicto mesmo sem jogar Após rodada em que Corinthians teve jogo adiado por compromisso do adversário, time mantém vantagem de 8 pontos na liderança isolada mesmo sem jogar, portanto, agora, com um jogo a menos. Corinthians volta a campo sábado, na Arena Corinthians, as 19h contra vit da ba.  21h






Ex atleta do Timão, Marcelinho Carioca participa de evento e aposta em título do Timão


Marcelinho Carioca participou de eventoRodrigo Coca/Divulgação


Marcelinho Carioca participou de eventoRodrigo Coca/Divulgação


Marcelinho Carioca participou de eventoRodrigo Coca/Divulgação


Marcelinho Carioca participou de eventoRodrigo Coca/Divulgação
LANCE! - 13/08/2017 - 16:11
Marcelinho Carioca voltou ao Parque São Jorge para ensinar cobranças de faltas a pais e filhos no evento "Uh, Marcelinho", realizado no último sábado. O ex-jogador mostrou confiança no título brasileiro do Corinthians.
- O Corinthians está muito bem, muito organizado e eficiente. Se mantiver o trabalho bem feito, com muita humildade e concentração, o título não escapa. Se vai ser campeão invicto, eu não sei, mas tem tudo para ser campeão - apostou.
No evento de sábado, o Pé de Anjo teve uma surpresa especial quando dava uma palestra no teatro do Parque São Jorge. Edilson "Capetinha" apareceu no local com os familiares para prestigiar o ex-companheiro. Após ser chamado para o palco, os dois 

relembraram as parcerias dentro e fora de campo e divertiram os convidados com bastidores e curiosidades dos tempos de jogador.

No campo da Fazendinha, Marcelinho mais uma vez deu grande aula de cobranças de falta. Em sua primeira demonstração, bateu a bola por cima da barreira, até morrer no fundo das redes, arrancando aplausos dos presentes.
- Foi um grande presente para mim ver tantos pais e filhos se divertindo nesta ocasião tão especial. Nossa mensagem aqui é fazer as coisas com alegria e saber que é preciso se dedicar para melhorar e conseguir os objetivos. Graças a Deus, eu tive um dom que Deus me deu, a técnica de bater falta. Os profissionais podem e devem arriscar mais, eles têm que confiar. No Corinthians, o Jadson tem esse dom, ele bate bem de curta distância, tem que arriscar mais de longe também. É uma grande arma nas partidas - afirmou Marcelinho.

A atividade contou com a participação de representantes do time de Futebol de Amputados do Corinthians e de atletas do Futebol Feminino de Masters do Timão. Além de receberem orientações de Marcelinho Carioca, de como superar a barreira, os torcedores também fizeram atividades para acertar os ângulos dos gols e terminaram com um grande "rachão" com a presença do ídolo. Ao fim, o Pé de Anjo anunciou um prêmio para os principais destaques: a ida a um jogo com ele na Arena Corinthians.


- Muitos aqui nos inspiraram com um grande poder de superação. As mulheres bateram um bolão, e tem sido lindo ver cada vez mais mulheres jogando futebol. O pessoal do Futebol de Amputados deu um show. No fim, a aula foi deles também - disse o ex-jogador.

O evento foi realizado pela empresa Sabiar em parceria com os departamentos Cultural e de Responsabilidade de Social do Timão
















Entenda como atacante Clayson evoluiu com técnico Fábio Carille e ganhou sequência no Corinthians

Versátil, meia se adapta ao setor ofensivo do Timão e melhora jogo sem a bola

Por Diego Ribeiro

13/08/2017 10h31

Quando foi contratado em maio, Clayson era visto pelo Corinothians como um meia-atacante habilidoso, driblador e que poderia ser opção a Romero no ataque.
Três meses depois, Clayson se tornou titular na reta final do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, aproveitou suas chances e é um dos principais garçons do Timão na competição: são três assistências, mesmo número de Marquinhos Gabriel e Rodriguinho.

Titular quando Romero estava lesionado por dois jogos, ele consolidou sua condição no time mesmo quando o paraguaio voltou. Giovanni Augusto foi quem perdeu vaga entre os titulares.
Jadson estava contundido




Clayson é orientado por Fábio Carille: conselhos do técnico ajudam em evolução (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians)

Três pontos decidiram a permanência de Clayson:


Versatilidade: mesmo aberto pelo lado esquerdo, ele pode jogar mais adiantado, indo à linha de fundo e abusando dos dribles, ou se movimentando para a faixa central do campo, como um meia.
Jogo sem a bola: mais intenso, Clayson evoluiu na marcação e recomposição da linha do meio-campo. Sabe “cumprir função”, como diz Fábio Carille.
Estudo: o meia costuma absorver bem o conteúdo dos vídeos passados pelo CIFUT, departamento de análise de desempenho, para identificar falhas e saber onde melhorar.


– Não tenho dificuldade em nenhuma posição ali, na esquerda, direita ou no meio. São posições em que já joguei. O Carille me conhece, sabe onde posso render mais. Se eu jogar na esquerda ou no meio, principalmente, vai ser indiferente – afirmou Clayson.

Pela Ponte Preta, Clayson fez ótimo Campeonato Paulista jogando mais centralizado. Abriu o Brasileirão com dois gols sobre o Sport, em Campinas, e logo depois foi negociado. Essa atuação específica, quando já negociava com o Timão, chamou a atenção. Clayson, porém, não pode ser cobrado como um artilheiro.


– Sempre fui mais de assistências, mas faço meus gols também. Gosto mais de dar o passe, fazer jogadas de linha de fundo. Tenho certeza de que, na hora certa, o gol vai sair – destacou.


Contra o Atlético-MG, Clayson mostrou sua versatilidade em um lance: apesar de ter começado o jogo pelo lado esquerdo, criou chance de gol pela direita e, no rebote, posicionou-se como pivô ao perceber a movimentação de Maycon, recebeu o passe e deixou Rodriguinho livre para marcar o segundo gol na vitória por 2 a 0.
Na vitória do Corinthians sobre Sport, outra boa característica de Clayson rendeu assistência: sem Jadson, machucado, ele assumiu a responsabilidade nas bolas paradas e cobrou escanteio na cabeça de Pedro Henrique. Foi o terceiro gol alvinegro na vitória por 3 a 1.

No mesmo jogo, ele mostrou evolução tática. Além de ter fechado bem a linha de quatro meio-campistas, pressionou a saída do rival para tentar roubar a bola mais perto do gol. Deu certo aos 40 minutos do primeiro tempo. O próprio Clayson chegou à área e foi travado na hora do chute

– Do meio para a frente, o Carille nos dá total liberdade. Ainda venho me adaptando à forma tática de o Corinthians jogar. Primeiro é cumprir a função defensiva, depois fica pela qualidade do jogador dali para frente. É muito importante a função tática sem a bola. Não só aqui, mas no futebol como um todo, quem não joga sem a bola perde espaço – avaliou Clayson.

Ele está a disposição para o próximo sábado contra o Vitória, às 16h (de Brasília), na Arena Corinthians , depende da recuperação de Jadson – ele sofreu fraturas em duas costelas, mas está perto do retorno. De folga no fim de semana, o elenco do Corinthians se reapresenta nesta segunda-feira.








Arena Corinthians sediou futebol olimpico em vitoria do Brasil por 2x0 sobre Colombia há um ano

Estádio alvinegro recebeu 41.560 pessoas no confronto de quartas de final pelos Jogos Olímpicos e viu o retorno de Renato Augusto, hexacampeão brasileiro pelo Timão


10h00 13/08/2017 - Agência Corinthians

A Arena Corinthians foi um dos palcos da trajetória do Brasil em busca da inédita medalha de ouro do futebol masculino nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Há um ano, a Seleção Brasileira vencia a Colômbia por 2 a 0 no estádio alvinegro, pelas quartas de final do torneio de futebol entre os homens, e avançava para as semifinais.

Com 41.560 pessoas presentes na casa do Timão, o primeiro gol da partida foi marcado por Neymar, de falta, aos 12 minutos do primeiro tempo. Foi o terceiro tento anotado pelo atacante na Arena Corinthians -- já havia feito dois na abertura da Copa do Mundo de 2014, na vitória do Brasil sobre a Croácia por 3 a 1. No segundo tempo, Luan fez um golaço aos 38 minutos, encobrindo o goleiro colombiano e dando números finais à classificação brasileira.

O jogo também marcou o retorno de Renato Augusto à Arena Corinthians. Atuando pelo Corinthians, o meia ajudou o clube do Parque São Jorge a conquistar o hexacampeonato brasileiro no ano passado. Pelas boas atuações pelo Timão e o prêmio de melhor jogador do Brasileirão de 2015, retornou à Seleção Brasileira principal. No começo de 2016, o atleta deixou o Alvinegro para se transferir ao Beijing Guoan, da China.

Quem também atuou no jogo foi o zagueiro Marquinhos, atualmente no Paris Saint Germain (FRA), revelado na base do Timão e integrante do Corinthians campeão da Libertadores da América em 2012.
Reforços? Tática? Veja como funciona o centro de inteligência do líder Corinthians
Trabalho analítico é muito utilizado pelo técnico Fábio Carille e rende frutos ao Timão
Por Bruno Cassucci e Marcelo Braga
13/08/2017 07h08


A inteligência é uma das armas do líder isolado Corinthians neste Campeonato Brasileiro. Isso, porém, não se refere só à esperteza da equipe para decidir jogos, nem à experiência para resistir a pressões ou à maturidade contra provocações adversárias, mas também ao CIFUT, Centro de Inteligência de Futebol do clube. 

O departamento de análise de desempenho do Timão foi criado há dez anos e tem sido muito usado pelo técnico Fábio Carille e seu auxiliares nesta temporada, desempenhando tarefas como: 

Observação de adversários e dos jogos
Produção de vídeos (do time e dos rivais) para exibir aos atletas
Fornecimento de relatórios ao treinador no intervalo das partidas
Correção de erros por meio de imagens e treinos específicos
Prospecção de atletas a serem contratados



Denis Luup, coordenador do CIFUT, observando imagens de jogo do Corinthians (Foto: Marcelo Braga)

O CIFUT conta atualmente com seis profissionais, sendo um deles o coordenador Denis Luup. Ao GloboEsporte.com, ele detalhou o trabalho desempenhado pelo setor na campanha do líder do Brasileirão, invicto há 34 partidas na temporada, e apresentou algumas novidades tecnológicas utilizadas.
Confira abaixo a entrevista:
O trabalho do CIFUT é destacado há anos, mas qual a parcela de importância atualmente na campanha do líder Corinthians? O Carille dá importância à análise de desempenho?
Ele usa bastante o Cifut. Dos que eu trabalhei aqui, é um dos que mais usa, está sempre no departamento. Os três auxiliares também estão sempre conosco quando não estão dando treino. Creio que essa é uma diferença do Corinthians para os demais clubes. Isso ajuda muito, até para o nosso crescimento e para podermos entregar um material cada vez melhor.



Quais as novidades tecnológicas do centro de inteligência?
O trabalho é muito parecido com o que vinha sendo desenvolvido desde os tempos do Mano e do Tite. Mas destaco uma câmera que estamos utilizando. Já utilizávamos a filmagem em plano aberto, que é comum na maioria dos clubes hoje em dia, mas agora temos na Arena uma câmera tática. Acredito que o Corinthians seja o único que tenha esse recurso. Ela fica no arco da cobertura do estádio, lá no teto, e é controlado por controle remoto. Com este equipamento, nessa posição, é possível ter uma noção de estruturação do espaço mais real. Por outros ângulos, a gente perde um pouco de profundidade. Por essa dá pra ver melhor os espaços que podem ser explorados, por exemplo. Como temos imagens de todos os jogos, vamos criando um banco de dados e estudando nossa própria equipe também.




Centro de Inteligência do Corinthians usa câmera em plano aberto para observar o time



Estas imagens são usadas durante os jogos ou apenas depois das partidas ?
É tudo em tempo real. No intervalo, os vídeos feitos por essa câmera ficam à disposição do Carille. Temos uma cabine na Arena que possui comunicação com o vestiário. Antes do segundo tempo, apresentamos essas imagens ao Carille, caso ele queira, ou vídeos feitos de outro ângulo e também estatísticas. 


O Carille gosta de usar estes dados no intervalo ou só em casos específicos?
Gosta. Sempre há um auxiliar com a equipe do CIFUT acompanhando aos jogos. Então, muitas vezes, nem precisamos falar no intervalo, só vamos mostrando a imagem em cima do que é comentado entre o técnico e os auxiliares. 

Os atletas também recebem vídeos, certo?
Sim, mas antes e depois dos jogos, não no intervalo. Enviamos aos jogadores, via WhatsApp, vídeos dos atletas que vão cair no setor deles, com duração de dois minutos e meio aproximadamente. Mandamos de quatro a seis vídeos, dependendo da posição do atleta em questão. Os caras de meio, por exemplo, recebem menos vídeos do que os atacantes, porque têm menos adversários na faixa de campo em que atuam. E no dia seguinte às partidas enviamos um vídeo detalhando como foi a participação do atleta na partida. Além disso, em situações específicas, Carille e auxiliares isolam alguns lances e chamam o jogador em uma sala para correção. Ou mesmo todo o setor, como o defensivo, quando pega os quatro jogadores da primeira linha.

O jogador está cada vez mais procurando informações sobre si mesmo e os adversários. Quando a gente demora um pouquinho para enviar os vídeos, já cobram. "Pô, não vai mandar?" Eles percebem que isso faz diferença


Quais são os jogadores que mais exigem de vocês, gostam de vídeos, estudam...?
Tem vários, mas acho Pablo, Gabriel e Jô são os principais. O Marquinho Gabriel também. Ele quer estudar tudo, é um cara que pede muito mais que os outros. 

O CIFUT também filma treinos. Qual o objetivo disso?
A partir dessas imagens, fazemos correções com o Carille e os auxiliares Leandro, Osmar Loss e Fabinho. São trabalhos específicos. Hoje mesmo fizemos uma abordagem com o Léo Santos, outro dia teve com Carlinhos, Pedrinho... esses últimos que subiram como campeões da copinha. São trabalhadas técnicas de cabeceio, posicionamento corporal, coisas desse tipo. 

Vocês também têm imagens dos atletas da base quando eles sobem?
Também filmamos os treinos e jogos do sub-20. Os bancos de dados da base e do profissional são integrados. A gente tem tudo registrado do que fez na base e no profissional, as duas comissões recebem. 


 
Denis Luup, coordenador do CIFUT do Corinthians, analisando vídeos (Foto: Marcelo Braga) 


A maioria das contratações do Corinthians nesta temporada deu certo. Qual o papel do CIFUT nisso?

O trabalho de observação é uma via de mão dupla. O CIFUT faz observação da Série B, campeonatos regionais, campeonatos sul-americanos, mas também recebe indicações da comissão técnica e da diretoria. Gosto de deixar claro que não contratamos jogador, nem falamos "esse tem que ser contratado". Se vamos procurar um lateral, por exemplo, listamos as qualidades dele e de outros, como força, técnica, se gosta de jogo apoiado... Dentro do nosso modelo de jogo, apresentamos as opções variadas. Aí a comissão e a diretoria escolhem dentro do que eles pensam para a equipe. 

Neste ano, a demora para definir o técnico dificultou a busca por reforços?

Começamos a observação muito antes. O Pablo, por exemplo, a gente observava desde 2014, no Avaí, na Ponte Preta. Temos relatórios dele desde essa época. O Camacho a gente também observava há um bom tempo. 



















Fagner destaca filosofia longeva e vê Corinthians como exemplo

"O Corinthians acabou se tornando um exemplo no Brasil. Qualquer clube europeu tem a sua filosofia de jogo. É assim aqui. Os atletas que chegam têm que se habituar à filosofia do clube, e não o clube ao atleta. O Corinthians já vem com a sua filosofia há anos, o que o tornou um clube vencedor", comentou Fagner.

"Quando o atleta entende a filosofia do clube, as coisas tendem a dar certo e são formadas equipes vencedoras. Vejo o Corinthians com um padrão, pronto para conquistar títulos dessa maneira", insistiu Fagner.

O lateral direito ainda avisou que o Corinthians não mudará a sua forma de jogar mesmo após ficar mais visado, graças à impressionante campanha que faz no Brasileiro. O líder invicto, com os seus 47 pontos ganhos, ganhou um longo período de inatividade (o jogo contra a Chapecoense, em excursão, foi adiado) para se renovar. Só voltará a campo no sábado de 19 de agosto, contra o Vitória, na Arena Corinthians.

"Futebol é muito repetição. Conseguimos aprimorar o nosso padrão de jogo, a nossa filosofia, e isso não mudará em duas semanas. O que a gente está fazendo agora é apenas a repetição do que já vinha sendo feito", simplificou Fagner.



Corinthians tem quase meio time prestes a ser pai

Cássio, Pedro Henrique, Vilson e Jô têm motivo a mais para comemorar o Dia dos Pais neste domingo, já que suas respectivas mulheres estão grávidas. Elenco ganhou folga
Corinthians vive uma calmaria dentro e fora de campo. Líder do Campeonato Brasileiro, com oito pontos de vantagem para o segundo colocado, o Timão vê seu elenco não ter qualquer tipo de turbulência extracampo.

Grande parte dos jogadores é casada e também religiosa. Praticamente meio time, inclusive, terá mais um motivo para comemorar neste domingo, no Dia dos Pais: as mulheres de Cássio, Vilson, Pedro Henrique e Jô estão grávidas. Camacho, Maycon e Kazim já tiveram filho neste ano.

Os filhos dos jogadores costumam frequentar constantemente o CT Joaquim Grava, principalmente os de Pablo, Fagner e Kazim. Na última sexta, Henrique, o "mini Fagner", até acompanhou o pai na entrevista coletiva na sala de imprensa.

Jogadores, comissão técnica e dirigentes sempre ressaltam esse clima do elenco. Sem preocupação, o Timão deu folga ao grupo neste fim de semana.

- Graças a Deus não preciso ficar sendo babá de ninguém fora do clube, não temos esse problema - diz Jô, um dos líderes do elenco.

No Dia dos Pais, o clima é só de comemoração no Corinthians. A volta ao trabalho será nesta segunda à tarde, no CT Joaquim Grava.



Corinthians proporciona jantar surpresa para dois pais corinthianos

Fanáticos pelo Timão, Marcelo Cinquetti e Ednir Costa foram surpreendidos com a chegada surpresa de jogadores do Timão


11h00 13/08/2017 - Agência Corinthians





O Corinthians junto com a Alcatel, Truckvan e o Bravo Bistrô prepararam uma surpresa a dois pais corinthianos: um jantar com os atletas Gabriel, Fellipe Bastos, Clayson e o ex-jogador Basílio.

O que era pra ser apenas um jantar entre pais e filhos corinthianos, acabou com uma “resenha” com a presença com os jogadores do Timão. Os pais homenageados, Marcelo Cinquetti e Ednir Costa, além do jantar no Bravo Bistrô, ainda ganharam um celular Alcatel A5 Led.

Confira toda essa história na Corinthians TV!