11 de ago de 2017

CORINTHIANS 11/08/2017






Corinthians acelera reajuste salarial de zagueiro Pablo: para mantê-lo e por mais valorização
O Corinthians decidiu antecipar algumas condições do vínculo seguinte imediatamente e concordou em reajustar o salário do camisa 3 ainda neste ano, quando está em vigência somente o contrato de empréstimo.

Em negociação arrastada com o clube francês dono dos direitos econômicos e o com representantes do jogador, o Corinthians negocia um novo empréstimo. A tendência é que o acordo seja válido por seis meses, até julho de 2018, dentro do mandato do presidente Roberto de Andrade. Assim, o Corinthians ganha tempo para negociar as últimas pendências da transferência, que são as luvas e comissões do agente do jogador, e também terá maior poder de negociação após a troca de pressões e acusações nos bastidores.

O Corinthians pagará 1,2 milhão de euros (pouco mais de R$ 4 milhões) mais 15% de uma venda futura do atacante Malcom ao Bordeaux em troca de 100% dos direitos econômicos de Pablo, que assinará contrato até o fim de 2021. Corinthians e Bordeaux já possuem um acerto desta negociação, mas o acordo emperrou justamente em razão das exigências pessoais do atleta e seu empresário, que desejavam receber luvas e comissão dentro do período do mandato de Roberto de Andrade e com garantias bancárias de pagamento.


Agora, a ideia é que o novo empréstimo valha até julho de 2018 e a partir de agosto o contrato definitivo seja firmado.

Pablo está em tratamento de uma lesão na coxa direita atualmente. Ele foi desfalque nas últimas cinco partidas, por Brasileirão e Copa Sul-Americana, e deve voltar no dia 23, contra a Chapecoen
se.







Corinthians obtém alvará do Parque São Jorge e segue utilizando-o normalmente do Timão está regularizada
Por GloboEsporte.com

11/08/2017 18h22

Em despacho publicado na última quinta-feira, a Prefeitura liberou o alvará de funcionamento do Parque São Jorge. Com o documento, o Corinthians tem sua sede regularizada.

Assim, o Corinthians tem liberação para utilizar a área: são cerca de 58 mil metros quadrados e capacidade máxima de 21.892 pessoas.


Fazendinha, Parque São Jorge, Alfredo Schürig, Corinthians (Foto: Emilio Botta)

Veja a nota oficial emitida pelo Corinthians:

"Na última quinta-feira (10), o processo de pedido de alvará de funcionamento do Parque São Jorge foi deferido pela prefeitura do município. Na ação, o clube foi representado pela diretoria executiva e pela consultoria contratada BNGV.

Diretor administrativo do Corinthians, Eduardo Caggiano comentou o deferimento do processo. "O Corinthians está no Parque São Jorge desde 1929 e, desde então, a legislação sofreu inúmeras alterações. Agora acreditamos que até o fim do ano, o clube estará totalmente readequado às normas da legislação."












Corinthians abre venda de ingressos para jogo contra Vitória ao público geral pela internet

Os setores disponíveis são Leste Superior Central, Leste Superior Lateral, Oeste Inferior e Business Lounge, além do Camarote Festa


16h00 11/08/2017 - Agência Corinthians

O Corinthians volta a atuar na Arena Corinthians no próximo sábado (19) pelo Campeonato Brasileiro. O Timão recebe o Vitória pela 21ª rodada da competição, a partir das 16h. Já foram vendidos 23 mil ingressos para a partida na venda para sócios do Fiel Torcedor. A partir desta sexta-feira (11), as entradas ficam disponíveis também para o público geral pela internet.

A venda no ingressoscorinthians.com começa às 15h. Quem optar pela compra online terá 5% de desconto no preço do ingresso. Os setores disponíveis são Leste Superior Central, Leste Superior Lateral, Oeste Inferior e Business Lounge.
Além desses setores, estarão disponíveis ingressos para o Camarote Festa. Antes de torcer pelo Timão, a Fiel poderá se divertir no espaço movido por muito samba e pagode, feijoada, caipirinha* e cerveja*, a partir das 12h, com uma visão privilegiada do campo de jogo, nas varandas localizadas no quinto andar do setor oeste da Arena Corinthians.

A venda para sócios do Fiel Torcedor continua pela internet, no www.fieltorcedor.com.br, e no posto de atendimento localizado na galeria central do Parque São Jorge.

*As bebidas alcoólicas serão servidas nos Camarotes Festa até duas horas antes do início da partida.











Corinthians conhece datas e horários das oitavas contra o Racing arg pela Sul-Americana

O Corinthians faz o primeiro jogo na Arena Corinthians, no dia 13 de setembro, às 21h45


16h00 11/08/2017 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou as datas e os horários dos dois confrontos entre Corinthians e Racing (ARG) pelas oitavas de final da Conmebol Sul-Americana. O Timão fará o primeiro jogo da fase de mata-mata do torneio continental em casa.

O jogo de ida acontecerá no dia 13 de setembro (quarta-feira), às 21h45 (horário de Brasília), na Arena Corinthians. Já o duelo que definirá o classificado para as quartas de final da competição continental será realizado em 20 de setembro (quarta-feira), também às 21h45 (de Brasília), no Estádio Presidente Perón.

Para avançar às oitavas da Sul-Americana, o Corinthians superou a Universidad de Chile -- 2 a 0 na Arena Corinthians e 2 a 1 no estádio Nacional, em Santiago (CHI) – e Patriotas – 1 a 1 na Colômbia e 2 a 0 na Arena Corinthians.

















Corinthians quer o dobro do que foi sinalizado pelo Nantes para vender Lucca

Dono de 60% dos direitos, Timão só libera o atacante por mais dinheiro


Por Marcelo Braga

11/08/2017 15h59

Comunicada sobre o interesse do Nantes, da França, na contratação do atacante Lucca, hoje emprestado à Ponte Preta, a diretoria do Corinthians mostrou descontentamento com os primeiros valores apresentados pelos empresários do jogador e bateu o pé: quer o dobro.


A conta é assim:

Num primeiro momento, os agentes sinalizaram que os franceses ofereceriam cerca de 2,5 milhões de euros (R$ 9,3 milhões) na transação.
Pelos 20 gols marcados em 2017, porém, a diretoria do Timão diz que não aceitará menos do que 5 milhões de euros (R$ 18,7 milhões).


Aos 27 anos, Lucca é um dos principais destaques da Macaca na temporada. Vice-artilheiro do Brasileirão, com 10 gols, ele confirmou que seus empresários estão na França em negociação.

Dono de 60% dos direitos econômicos do jogador, o Corinthians investiu cerca de R$ 4,5 milhões em 2016 na compra de sua fatia dos direitos. Se conseguir vendê-lo pelo valor que deseja, recebe pouco mais de R$ 11 milhões pelos 60% que tem.










CORINTHIANS JOGARÁ DIAS 13/9 EM CASA e 20/9 FORA, ambos as 21h45, contra racing arg, pelas oitavas da Copa Sul Americana 2017








CORINTHIANS PEDE 18 MILHÕES PARA NEGOCIAR ATACANTE LUCCA, QUE ESTÁ EMPRESTADO, E INTERESSA A CLUBE FRANCÊS QUE POR ENQUANTO OFERECEU 9 MILHÕES. CORINTHIANS NÃO PARTICIPARÁ DE LEILÃO PELO ZAG EMERSON, QUE TEM CONTRATO COM bot rj Ate dezembro. SE QUISER VIR TERÁ QUE ACEITAR PROPOSTA SALARIAL JÁ FEITA.






















#Partiu! Antes de folga, Corinthians aprimora conceitos e já tem Balbuena



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians










Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians














Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians














Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians














Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians



Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians








Imagens do treino desta sexta-feira no CTRodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians1/17Gabriel Carneiro - 11/08/2017 - 13:22




O Corinthians encerrou na manhã desta sexta-feira a primeira de suas duas semanas livres de jogos do Campeonato Brasileiro ou da Copa Sul-Americana. Em campo, pela primeira vez desde a última partida, o zagueiro Balbuena apareceu após superar desgaste físico e já trabalhou com o restante dos companheiros - Jadson também foi outro destaque do dia, pois iniciou o processo de transição física e deve atuar no próximo jogo, que será dia 19, na Arena Corinthians. Após a atividade, jogadores e comissão técnica foram liberados para folga geral de dois dias, com reapresentação marcada para segunda-feira à tarde.

O período de descanso total em sábado e domingo não ocorria desde a pré-temporada e só foi possível porque a Chapecoense pediu o adiamento da partida que seria neste fim de semana por conta de uma excursão à Europa. Assim, o Corinthians treinou cinco dias seguidos, folga dois e depois treina mais cinco até a partida contra o Vitória, em que o único desfalque deve ser o zagueiro Pablo, em fase final de tratamento de lesão na coxa direita.




Além da recuperação de jogadores como Jadson, Marquinhos Gabriel, Moisés e Mantuan, o período sem jogos também serve para o técnico Fábio Carille aprimorar conceitos. Nesta sexta-feira, ele dividiu o elenco em dois campos. De um lado, seus auxiliares dirigiram um treino técnico em espaço reduzido e de outro o próprio treinador trabalhou a linha de defesa e as transições ofensivas, com repetições em busca do aperfeiçoamento.







No início, a linha defensiva formada por Fagner, Balbuena, Pedro Henrique, Guilherme Arana e Gabriel enfrentou um ataque que contava com Camacho, Fellipe Bastos, Romero, Rodriguinho, Maycon, Clayson e Jô. No outro campo, os times foram divididos assim: de um lado Paulo Roberto, Marciel, Giovanni Augusto, Rodrigo Figueiredo e Clayton e de outro Léo Príncipe, Warian, Kazim, Danilo e Pedrinho. Depois de 45 minutos, os jogadores trocaram de atividade. O zagueiro Vilson foi curinga nos dois trabalhos e o zagueiro Léo e o atacante Carlinhos foram "emprestados" ao time sub-20 neste fim de semana.





Corinthians  "empresta" zagueiro e centroavanre para o sub-20 do Timão, que faz Dérbi neste sábado

Zagueiro Léo se junta a centroavante Carlinhos e reforça a equipe de Dyego Coelho em Barueri

Por Marcelo Braga

11/08/2017 13h07
Apesar da equipe profissional folgar neste fim de semana, o corinthiano terá emoções no sábado.


Às 10h, na Arena Barueri, o sub-20 do Corinthians joga o derby pela 14º rodada do Paulistão da categoria – jogo com torcida única do rival que manda o jogo. E o técnico Dyego Coelho terá reforços do time de cima.

Além do centroavante Carlinhos, de 20 anos, que já participou de 11 jogos e fez sete gols, a equipe contará com o zagueiro Léo, de 18 anos, hoje única opção do profissional para a defesa – Pablo se recupera de lesão muscular, e Vilson iniciou a transição para o campo nesta semana.


Zagueiro Léo vai reforçar o time sub-20 do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthian)

Apesar do risco, o técnico Fábio Carille considerou o jogo importante para o garoto, que não atua desde 22 de maio, quando jogou por quase 30 minutos diante do Vitória, pelo Brasileirão. Desde então, foi opção no banco em várias oportunidades

















Timão foca em repetição no último treino antes de folga "para fazer o que quiser"

Após cinco dias de trabalho, técnico Fábio Carille libera grupo para um fim de semana de descanso


Por Marcelo Braga
11/08/2017 12h52
Chegou ao fim a primeira parte dos treinos programados pela comissão técnica do Corinthians para o período de 13 dias sem jogos no Brasileirão. Liberado por volta das 12h desta sexta para "fazer o que quiser" , o elenco se reapresenta às 14h30 de segunda-feira.

– No fim de semana livre, tem que sair daqui, viajar, fazer o que quiser, ficar bem à vontade – aconselhou o técnico Fábio Carille há alguns dias, no vestiário da Arena Corinthians.

No quinto dia de atividades, a comissão técnica armou dois treinos em 1h30. Um deles, mais simples, contou com 13 jogadores. Num campo reduzido, dois times com cinco na linha e um no gol se enfrentavam. O objetivo era a transição de ataque rápida e a conclusão para gol.
Inicialmente, participaram Kazim, Clayton, Pedrinho, Léo Príncipe, Marciel, Warian, Rodrigo Figueiredo, Paulo Roberto, Giovanni Augusto e Danilo, além de dois goleiros.
Vilson, que está voltando de lesão, foi o curinga da atividade.


Jogadores do Corinthians durante treino no CT Joaquim Grava (Foto: Marcelo Braga)

No outro campo, o foco era na repetição. Carille armou a linha defensiva (quatro zagueiros e um volante) e a colocou para enfrentar sete jogadores. Por cerca de 45 minutos, fez treino de ataque contra defesa, promovendo ajustes finos no pocisionamento dos jogadores.

No início, a atividade contou com titulares: Fagner, Balbuena, Pedro Henrique, Arana e Gabriel, contra Jô, Clayson, Romero, Rodriguinho e Maycon, além de outros dois atletas que vêm sendo suplentes: Camacho e Fellipe Bastos.
Na metade do treinamento, os dois grupos se inverteram.
Entrevistado do dia, Fagner destacou o bom uso da semana de treinos:
– Futebol é repetição. A gente conseguiu ter um padrão de jogo, uma ideia, uma filosofia, isso não vai mudar em duas semanas. A gente vem repetindo o que já havia sendo feito. Com jogos, você não trabalha detalhes. Uma linha defensiva, uma linha de pressão. A correção vinha sendo mais no vídeo e na conversa – explicou o lateral-direito, satisfeito com a semana de trabalho.













Filosofia europeia do Timão põe Copa do Mundo mais próxima para Fagner

Fagner soma seis assistências neste ano(Foto: Gabriel Carneiro)r)

Fagner soma seis assistências neste ano(Foto: Daniel Augusto Jr)
Gabriel Carneiro - 11/08/2017 - 12:58
A consolidação de uma filosofia de jogo com foco no aspecto defensivo há quase dez anos fez do Corinthians o clube brasileiro mais campeão da década e gerou, nesta sexta-feira, comparações com grandes clubes europeus, como Barcelona e Real Madrid, da Espanha, e Chelsea, da Inglaterra. O responsável pela analogia foi o lateral-direito Fagner, titular da equipe desde 2014 e peça primordial na campanha invicta do primeiro turno do Brasileirão.
- O legal é que o Corinthians se tornou um exemplo no Brasil. Você vê clubes europeus e eles têm filosofia, os jogadores que se adaptam, Chelsea, Barcelona, Real Madrid. Aqui o Corinthians já tem isso, o que o torna um clube vencedor. Todo atleta que vem e entende a filosofia tende a dar certo. São anos trabalhando para ter um padrão e conquistar títulos - diz o camisa 23, que vê a presença de Tite, ex-técnico do Corinthians, no comando da Seleção, como um facilitador em sua trajetória rumo à Copa do Mundo de 2018.

- Você já tem uma ideia de como se trabalha lá (na Seleção) e como se trabalha aqui (no Corinthians), então tem a repetição diária. E quando vai atuar você tem automatizado, isso ajuda bastante. Acredito que o futebol seja muito a repetição.
Fagner entrou em campo 38 vezes pelo Corinthians na temporada, todas como titular, e contribuiu com seis assistências. Ele soma 208 partidas pelo clube e é um jogador cada vez mais consolidado na Seleção Brasileira, em que foi convocado em todas as listas do técnico Tite e se firmou como reserva imediato de Daniel Alves e concorrente de Danilo e Rafinha, citados pelo treinador na última convocação. O corintiano ainda não vê sua vaga na Rússia garantida.
- Não me sinto na Copa ainda, tem algumas convocações antes. Tenho de seguir me dedicando. Só na última você pode se sentir ali dentro. Quando não, é seguir mostrando. (Citação a Danilo e Rafinha) Demonstra que todos têm condição e podem estar lá. Se quem estiver lá não se dedicar, buscar evoluir e estiver bem, os outros estão sendo observados. Eu acho interessante isso, porque ele motiva quem está lá e motiva quem não está a ter sua oportunidade - relata o lateral-direito do Corinthians.














Fagner aponta mentalidade européia na tática do Corinthians

Lateral-direito fala um pouco da filosofia que torna o Timão tão líder do Brasileirão

Por Marcelo Braga

11/08/2017 12h35

A campanha arrasadora do Corinthians, invicto há 34 jogos, faz os rivais se perguntarem: qual o segredo da equipe? A pergunta não é fácil de ser respondida, mas o lateral-direito Fagner apontou nesta sexta-feira um dos fatores que considera ser fundamental para o bom desempenho: a manutenção de uma filosofia de jogo. 

O camisa 23 lembrou que, apesar de alguns percalços, o Timão manteve uma forma de atuar nos últimos anos. Ele apontou o clube como referência no país e o comparou com gigantes da Europa: 

– O Corinthians acabou se tornando um exemplo no Brasil. Qualquer clube europeu, Chelsea, Barcelona, Real, tem filosofia de jogo. Todos que chegam têm de se adequar. O Corinthians tem isso. E isso nos torna um clube vencedor. Todo atleta que chega e entende a filosofia, dá certo. Às vezes não dá. Mas quando dá, você forma um time vencedor. É um time que há tempos tem um padrão – analisou.



Fagner concedeu entrevista coletiva ao lado do filho (Foto: Marcelo Braga) 


– Acredito que o futebol é com muito repetição. A gente conseguiu ter um padrão de jogo, uma ideia, uma filosofia, isso não vai mudar em duas semanas. O que a gente vem fazendo é repetição do que já havia sendo feito. Com jogos, você não trabalha os detalhes. Uma linha defensiva, uma linha de pressão, tudo isso você consegue trabalhar. Com jogos, a correção é vídeo e conversa – completou o camisa 23. 




 lateral Fagner


Com rara folga neste final de semana, já que a partida contra a Chapecoense foi adiada, Fagner aproveitará o tempo livre com a família em Campos do Jordão, cidade serrana do estado
Acompanhado do filho Henrique, de sete anos, na entrevista coletiva desta sexta, o lateral brincou e disse que não quer ver ou pensar sobre futebol nos próximos dias: 

– Vamos andar de bicicleta, subir em árvore. Jogar bola esse fim de semana, não! 

O Timão volta a campo no próximo sábado, dia 19, contra o Vitória, na Arena Corinthians

































Fagner explica bom momento do Timão na temporada: “Temos um padrão de jogo”
O lateral do Timão também comentou a convocação de Cássio pra Seleção: “Fico feliz de ver um companheiro sendo lembrado”

13h00 11/08/2017 - Agência Corinthians




Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Nesta sexta-feira (11), o lateral do Timão Fagner foi o escolhido para falar com a imprensa após o trabalho realizado no CT Dr. Joaquim Grava. Entre diversos assuntos abordados, o jogador comentou a grande fase vivida pelo Timão. Atualmente, a equipe comandada por Fábio Carille é líder isolada no Brasileirão com 47 pontos e terminou o primeiro turno invicto
"Acredito que o futebol é muito repetição. A gente conseguiu ter um padrão de jogo, uma ideia, uma filosofia, isso não vai mudar em duas semanas. O que a gente vem fazendo é repetição do que já havia sendo feito. Com jogos, você não trabalha os detalhes. Uma linha defensiva, uma linha de pressão, tudo isso você consegue trabalhar. Com jogos, a correção é vídeo e conversa", falou Fagner.

O lateral do Timão afirmou que o sucesso do Timão na temporada deve-se muito a filosofia de jogo do clube, que já tem um padrão estabelecido.

"O Corinthians acabou se tornando um exemplo no Brasil. Qualquer clube europeu, Chelsea, Barcelona, Real, tem filosofia de jogo. Todos que chegam têm de se adequar. O Corinthians tem isso. E isso nos torna um clube vencedor. Todo atleta que chega e entende a filosofia, dá certo. Às vezes não dá. Mas quando dá, você forma um time vencedor. É um time que há antes tem padrão", disse.

Convocado na última quinta (10) pelo técnico Tite para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo Rússia 2018 com a Seleção Brasileira, Fagner comentou sobre a convocação do goleiro Cássio, que foi chamado pela primeira vez pelo treinador da amarelinha.


"Fico feliz de ver um companheiro sendo lembrad . A gente sabe o quanto o Cássio se cuidou, está bem, fruto do trabalho. E não me sinto na Copa ainda, tem algumas convocações antes. Tenho de seguir me dedicando. Só na última você pode se sentir ali dentro. Quando não, é seguir mostrando", contou.
 








Filho de Fagner esbanja categoria em "altinha" com Jadson no Corinthians

Henrique, de sete anos, foi mais uma vez atração no CT Joaquim Grava, nesta sexta-feira

Por GloboEsporte.com

11/08/2017 10h57

O jovem Henrique, de sete anos, filho do lateral-direito Fagner, foi atração do treino do Corinthians novamente nesta sexta-feira. O garoto mostrou que não é apenas na aparência que se assemelha ao pai. Em vídeo divulgado pelo Timão, ele aparece na parte interna do CT Joaquim Grava em desafio de "altinha" com o meia Jadson.
Vestindo uniforme alvinegro, o pequenino demonstrou habilidade e trocou passes com o camisa 10 corintiano sem deixar a bola cair. Veja:
Recentemente, o "Mini Fagner", como Henrique passou a ser chamado no clube, chegou até mesmo a treinar com os jogadores do Timão em campo

Líder isoladíssimo do Campeonato Brasileiro, o Corinthians ganha folga neste final de semana, já que a partida contra a Chapecoense foi adiada por conta de compromissos internacionais do adversário. A equipe volta a campo apenas no próximo sábado, dia 19, contra o Vitória, na Arena Corinthians















#TimãoNoTempo – Reunião sob a luz do cometa Halley 
12h00 11/08/2017 - Agência Corinthians


Em comemoração aos 107 anos do Corinthians, o site oficial do clube faz uma viagem pelo tempo e relembra os primeiros passos que levaram a criação do time do povo, com a série #TimãoNoTempo. Todas as sextas-feiras, iremos contar um capitulo da espetacular história que existe por trás da fundação do time do Parque São Jorge e sua gloriosa história ao longo do tempo.   

Tudo começou no ano em que o mundo ia acabar. O surgimento da ideia, a formação da ideologia e a concepção de um dos maiores clubes do mundo, aconteciam em meados do mês de maio de 1910. Naquele ano, o cometa Halley atravessava os céus de todo o mundo com brilho extraordinário, como jamais se havia visto. Quando um cometa aparecia nos céus, o povo imaginava que algo muito importante estava para acontecer. Ou uma grande tragédia, ou uma grande alegria. Enquanto uns acreditavam que o mundo ia acabar, outros diziam que uma grande alegria estava por vir. 


Segundo uma versão antiga sobre o nascimento do Corinthians, foi em uma noite fria do mês de maio de 1910, quando o cometa atingiu seu ponto mais próximo do sol, entre centenas de pessoas se reuniram em um areal do Bom Retiro para observar o astro, que cinco rapazes operários imaginaram organizar um time de futebol que pudesse brilhar tanto quanto o cometa Halley e nunca mais ser esquecido. Eles acreditavam que o cometa traria uma energia mística, uma essência de outro universo, capaz de unir raças, religiões e classes sociais. Os rapazes chamavam-se Antônio Pereira, Joaquim Ambrósio, Anselmo Correia, Carlos Silva e Raphael Perrone, os fundadores do Sport Club Corinthians Paulista.



No próximo capitulo da série, que será lançado na próxima sexta-feira (18), você irá conhecer a história do nascimento da grande e fiel torcida corinthiana, que nasceu antes mesmo da fundação do clube, e também irá entender como foi formada a ideologia do clube que nasceu para popularizar o futebol brasileiro. 

Todas as histórias da séria #TimãoNoTempo foram extraídas do livro ‘Coração Corinthiano’ do jornalista Lourenço Diaféria.












Meia Jadson reaparece em campo e pode reforçar o Corinthians

Meia está recuperado de fratura nas costelas e se prepara para ficar à disposição de Carille; veja quando ele pode voltar a jogar
O treino do Corinthians nesta sexta-feira trouxe uma ótima notícia para a torcida do Corinthians. Três semanas após fraturar duas costelas, o meia Jadson voltou a aparecer no campo do CT Joaquim Grava e ficou mais próximo de voltar à equipe.
O camisa 10 está recuperado da lesão, mas ainda precisa aprimorar o condicionamento físico, por isso é dúvida para a próxima a próxima partida, contra o Vitória, sábado, dia 19, na Arena Corinthians.


Jadson ao lado de Moisés e Marquinhos Gabriel (Foto: Marcelo Braga)

Jadson correu ao redor do gramado ao lado do lateral-esquerdo Moisés, o volante Mantuan e o meia Marquinhos Gabriel, que também estão em transição da fisioterapia para os trabalhos com bola.

O camisa 10 está dentro do prazo de retorno. Após choque com o zagueiro Betão, do Avaí, no dia 9 de julho, ele não só fraturou duas costelas como também teve uma pequena lesão pulmonar. A expectativa do departamento médico alvinegro era de que ele voltasse a ficar à disposição de Fábio Carille em um mês. 

Já o zagueiro Pablo, que se machucou na mesma partida que Jadson, vai demorar mais tempo para atuar. Com uma lesão muscular na coxa direita, o defensor ainda deve ficar pelo menos mais duas semanas no departamento médico.








Recuperado, meia Jadson já trabalha em campo e deve reforçar o Corinthians
Em recuperação de contusão,, o meia corinthiano Jadson deve reforçar o Corinthians no próximo compromisso, dia 19, contra o Vitória, na Arena Corinthians, pela abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Recuperado de fraturas em duas costelas sofridas no jogo contra o Avaí, há menos de um mês, o camisa 10 correu ao redor do gramado do CT Joaquim Grava no treino desta sexta-feira e deve iniciar os trabalhos com bola na próxima semana.

As fraturas de Jadson já estão consolidadas, então o jogador é considerado recuperado da lesão, sem cuidados diários do departamento médico. Agora, a missão é reequilibrar a parte física perdida durante o período de tratamento, o que teve início nesta sexta. Jadson participou de tiros de corrida e atividades leves ao lado de outros três jogadores que estão em transição para o gramado: Moisés, Mantuan e Marquinhos Gabriel, recuperados de lesões em coxas e que também devem ficar à disposição do técnico Fábio Carille no próximo jogo.
Jadson está dentro do prazo estipulado pelo departamento médico corintiano para voltar aos trabalhos, que era de um mês. A tendência é que retome o condicionamento para jogar novamente exatamente um mês depois das fraturas e da leve lesão pulmonar que sofreu contra o Avaí.

Também contra o Avaí, o zagueiro Pablo sofreu lesão na coxa direita com previsão de retorno para um mês e meio. O prazo segue válido: o zagueiro já está recuperado da lesão, mas iniciou trabalhos no laboratório biomecânico do Corinthians nesta semana e fará a transição na semana que vem. Sua participação na partida contra o Vitória é improvável. Já no duelo seguinte, contra a Chapecoense, no dia 23, o zagueiro deve aparecer.















Corinthians tem 23 mil ingressos vendidos para dia 19 contra vitoria

A venda de ingressos para o jogo ainda está restrita para os sócios do programa Fiel Torcedor


10h50 11/08/2017 - Agência Corinthians


O Corinthians só volta a atuar pelo Campeonato Brasileiro no próximo dia 19 de agosto, quando enfrenta o Vitória, às 16h, na Arena Corinthians, no primeiro desafio do segundo turno da competição. Para este duelo, 23 mil ingressos já foram vendidos.

A venda de ingressos para o jogo contra o rubro-negro de Salvador ainda está restrita para os sócios do programa Fiel Torcedor.

Torcedores do plano Minha Nação já têm a sua cadeira garantida neste e em todos os jogos do Timão na temporada.

Para associar-se ou garantir o seu ingresso, acesse www.fieltorcedor.com.br








Corinthiano meia Rodriguinho tem como motivação título Brasileiro voltar a seleção
Um dos melhores jogadores do Brasileirão 2017, em que o Corinthians é líder isoladíssimo e invicto, o meia Rodriguinho frustrou-se por não ser convocado.
Na manhã da última quinta-feira, durante o treino do Corinthians, o meia Rodriguinho demostrou abatimento ao ser informado que não estava na lista do técnico Tite. Em seguida, cumprimentou Cássio e Fagner, convocados, e deixou o campo do CT Joaquim Grava.

A expectativa de Rodriguinho era grande. Afinal, ele tem feito bons jogos pelo Corinthians e havia sido convocado para os últimos compromissos da Seleção, nos amistosos contra Austrália e Argentina. Mas nada disso foi suficiente para o meia do Timão superar a grande concorrência no setor.

O jogador de 29 anos agora tem o desafio de não se abater e continuar sendo decisivo para o Corinthians. Neste ano, Rodriguinho participou de 38 partidas, é o vice-artilheiro da equipe com 11 gols e também o segundo que mais deu assistências, com sete.


- Nossa vida é uma cobrança diária. Eu também tenho que estar sempre bem para querer voltar para a Seleção. O time dessa forma que está, com todo mundo se ajudando, os jogadores crescem. Fico feliz por deslanchar com todo o grupo - disse Rodriguinho, em entrevista coletiva na última segunda-feira.

O sonho de ser convocado, aliás, é um dos motivos que fazem Rodriguinho querer continuar no Corinthians. Outro fator que pesa é a grande possibilidade de conquistar mais um Brasileirão pelo clube. Nesta janela de transferências, por exemplo, a diretoria alvinegra recusou uma proposta do Lokomotiv Moscou (RUS) pelo jogador.

- Estou adaptado aqui, jogando bem, podendo ser campeão brasileiro, com possibilidade de ser convocado para a Seleção. Eu só sairia se fosse uma possibilidade absurda, que não tivesse como negar - afirmou Rodriguinho, também na última segunda.

Rodriguinho ainda tem mais de uma semana para "esquecer" a ausência na Seleção até voltar a defender o Corinthians. Isso porque o próximo jogo do será apenas no dia 19, contra o Vitória, na Arena, pela 21ª rodada do Brasileirão.












Menos pressão e trabalho cuidadoso: jovens vivem cenário ideal no Timão
Com desfalques por lesão, o técnico Fábio Carille armou no treino da última quinta-feira um esboço de time titular para a retomada do Campeonato Brasileiro, no próximo dia 19. Um fato que chamou atenção foi a quantidade de jogadores jovens ou formados nas categorias de base do clube na escalação: Fagner, Léo, Pedro Henrique, Guilherme Arana, Maycon e Jô.

O número representa um entendimento claro a respeito do Timão em 2017, que é o maior aproveitamento das promessas da base após anos de talentos perdidos ou mal trabalhados na transição para o futebol profissional.

Dos 27 jogadores do atual elenco do Corinthians que entraram em campo com Fábio Carille em 2017, dez passaram pelas divisões inferiores. O elenco ainda conta com outros jovens da base que aguardam chances, como Carlinhos, Mantuan e Rodrigo Figueiredo. Todos, porém, realizam o mesmo tipo de treino dos jogadores consagrados e seguem em evolução, à espera de oportunidades para se encaixarem em posições e funções que já conhecem por observação e rotina de trabalhos.

O cenário ideal para o surgimento de novas opções foi possível graças a alguns fatores, a começar por um projeto estabelecido pelo técnico Fábio Carille, que trabalhou ao lado de treinadores que não colocavam a base como plano. Auxiliar responsável pela observação dos jovens, o atual técnico decidiu apostar na formação e também em Osmar Loss, que era técnico do sub-20 e foi promovido a assistente do time profissional após Corinthians ser campeão da Copinha de Juniores. Osmar Loss nutre Fabio Carille de informações e comanda atividades específicas para jovens promovidos da base após o treinamento tradicional.

Obviamente, a falta de recursos do Corinthians para investir também permitiu a inclusão de jogadores já vinculados ao clube em vez de contratações que demandassem investimento. Gerente de futebol do Corinthians há pouco mais de um ano e antes disso coordenador técnico responsável pela intermediação entre futebol profissional e base, Alessandro Nunes admite em entrevista ao LANCE! que o maior uso de jovens começou pelas dificuldades financeiras.

- Nós conversamos logo nas primeiras reuniões, deixamos bastante claro o panorama de investimento e que seria uma oportunidade de ver a garotada. É importante ressaltar a coragem do Carille. E também ressaltar os atletas, porque ele só coloca no jogo quem mostra nos treinos, senão não teria confiança de colocar. O trabalho que ele faz com sua comissão deu convicção para colocar esses garotos para jogar. Tem que ressaltar a coragem do Carille, que é bastante calculista, porque às vezes você coloca o jovem numa situação mais difícil e não dá muito certo - afirma o dirigente..