8 de ago de 2017

CORINTHIANS 08/08/2017












Diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto fala sobre renovação de Carille e revela o que técnico pensa sobre boatos: ‘Ele dá risada sobre interesse de outros times’

Diretor de futebol do Timão falou sobre a situação do técnico Fabio Carille em relação a renovação de contrato

15/06/2017 20:52Rio de Janeiro

Por FOX Sports









Dono de um dos trabalhos mais incontestáveis em 2017, o técnico Fabio Carille ainda tem futuro indefinido no Corinthians. Com contrato válido apenas até o final deste ano, o comandante ainda não assinou sua renovação com o time de Parque São Jorge. Porém, em entrevista à ESPN Brasil, Flavio Adauto, diretor de futebol do Timão, garantiu que o treinador seguirá no Corinthians.










‘Não tenho dúvida de que ele não vai sair. Recentemente viemos especulações de interesse do Flamengo ou do Atlético-MG, e ele dá risada sobre o interesse dos outros clubes e diz que quer ficar até quando o Corinthians suportar”, disse o diretor de futebol do clube.










“Esses sete meses no Corinthians deram a ele uma proporção grande. Ele sabe o quanto será importante ganhar um título de peso com o Corinthians, um Campeonato Brasileiro, por exemplo. Ganhou a simpatia de todos vocês por mérito e ele tem uma postura humildade, mas não quer dizer que ele seja submisso”, finalizou Adauto.









Corinthians contrata revelação do Fortaleza para a equipe sub-20

Luís Henrique, de 18 anos, reforça categorias de base do Timão. Promovido por clube cearense há um mês, ele não chegou a acordo para renovar

Por GloboEsporte
08/08/2017 20h29

O Corinthians fechou nesta terça-feira uma nova contratação para a equipe sub-20. Trata-se do atacante Luís Henrique, de 18 anos, que havia sido promovido ao time principal do Fortaleza há um mês. A informação foi divulgada pelo clube cearense e confirmada pela diretoria da base alvinegra na sequência. 


Luís Henrique chega para se juntar à equipe treinada por Dyego Coelho, que disputa o Campeonato Paulista Sub-20 no segundo semestre. Ele deve ser integrado ao elenco nos próximos dias. 


O atacante tinha contrato com o Fortaleza até o fim do ano, mas, sem acordo para sua renovação, acertou com o Corinthians. O clube cearense mantém 35% dos direitos econômicos de Luís Henrique.












Corinthians treina e meia veterano Danilo é destaque


(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)



O meia Danilo foi a maior atração do treino do Corinthians na manhã desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, ainda sem os titulares em meio às duas semanas de folga que o Alvinegro terá devido ao adiamento da partida contra a Chapecoense. Com um belo gol e boa movimentação, ele recebeu elogios dos companheiros e já é visto como um atleta quase no mesmo nível físico dos demais componentes do elenco.

“Ele já está praticamente liberado. Esse trabalho que fazemos é complementar, porque ele precisa”, explicou o preparador físico do clube, Walmir Cruz, que vê a questão psicológica do atleta também como algo a ser trabalhado. “Nós já levamos ele para esse jogo do Flamengo, o Jô, quando fez gol, foi abraçá-lo. Perguntei se ele estava sentindo falta daquilo, ele me disse: “Não vejo a hora de voltar”. Então essa questão, para mantê-lo animado, também é essencial”, continuou Walmir.

“O Danilo ficou muito tempo parado, fez com que ele perdesse algumas variáveis importantes não para treinar, mas para jogar um jogo inteiro. Estamos só tentando que ele retome essa intensidade. E ele vai chegar ao físico que ele tinha”, comentou o fisiologista do clube, Antonio Carlos Fedato Filho, que preferiu não dar uma previsão sobre quando o camisa 20 poderá ser utilizado em partidas pelo técnico Fábio Carille.

“Projeção para tempo de jogo a gente não tem, mas que ele já está muito melhor do que quando voltou a treinar, isso é muito claro. O desequilíbrio muscular dele diminuiu bastante, a diferença de uma perna para outra, a capacidade de acelerar e desacelerar. Não falta muito, mas a gente não quer expor o atleta a um risco maior”, avaliou Fedato, que monitora os níveis de desempenho dos atletas por meio de um GPS que eles carregam tanto nos treinos quanto nos jogos.

Relacionado para a partida contra o Flamengo, há dez dias, Danilo não atua em um jogo oficial desde o dia 31 de julho, quando participou da vitória corintiana por 1 a 0 sobre o Internacional, no Beira-Rio. Desde então, sofreu a fratura na fíbula da perna direita e tenta recuperar sua capacidade física. No treino desta terça, por exemplo, quando todos os atletas foram liberados depois da atividade em campo, ele realizou uma movimentação específica para a aceleração.

Acompanhado pelo auxiliar de preparação física Fabrício Ramos, ele tinha que correr amarrado por uma corda ao corpo do profissional, fazendo força para arrastá-lo entre dois cones. Quando chegava próximo à segunda marca, Danilo se soltava da corda e simulava um arranque em velocidade, exatamente o ponto visto como seu principal problema na recuperação. Depois de seis repetições, visivelmente cansado, abriu um sorriso e caminhou lentamente para o vestiário, recebendo um afago de quem ainda estava no gramado.
















Com semana de “folga”, Corinthians busca recuperar jogadores desgastados

Preparador físico do Timão, Walmir Cruz falou sobre a divisão de trabalho físico que fará no elenco e garantiu que o período sem jogos não prejudicará tecnicamente a equipe

17h00 08/08/2017 - Agência Corinthians



Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


O Corinthians vive um momento inédito desde o primeiro jogo oficial da temporada 2017. Com o adiamento da partida contra a Chapecoense válida pela primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro – a equipe catarinense está em excursão pela Europa e Japão –, o Timão tem 13 dias consecutivos sem partidas para se recuperar da maratona a qual a equipe vem sendo submetida. Nesta terça-feira (08), o preparador físico Walmir Cruz falou sobre o trabalho que será feito com o elenco durante esse período.

“A ideia principal é realmente recuperar esses atletas desgastados. O segundo turno é outro campeonato, e precisamos estar bem fisicamente. Diminuir um pouco o volume, manter a intensidade alta”, disse Walmir em entrevista coletiva no CT Dr. Joaquim Grava após o treino da manhã.
“Essa semana eu estou tendo até sonhos mais agradáveis, uma semana livre de treinamentos para fazermos ajustes. Dividimos o grupo para os treinos. O pessoal com desgaste maior, que vem atuando, com jogos e viagens, colocamos para recuperar a parte muscular. Com os outros, que seriam o grupo 2 e 3, do pessoal que não vem atuando ou entra do banco, trabalho mais específico de força e potência, e de campo para que eles não percam esse volume de treinamento”, acrescentou o preparador físico do Corinthians, que garantiu não haver nenhum prejuízo técnico em ficar sem jogar durante esse tempo para a equipe


“Temos trabalhos planejados, a semana toda temos reuniões com a parte física e técnica para isso. Lógico que em jogo a parte psicológica é muito alta, então perdemos um pouquinho só nisso, mas não na questão física e ritmo de jogo”, concluiu Walmir.

O Timão parte para esse momento de “folga” após uma campanha histórica no primeiro turno do Brasileirão: invicto após 19 jogos, com 14 vitórias e cinco empates, 47 pontos ganhos – a maior de um clube em um turno na era dos pontos corridos –, oito de vantagem para o segundo colocado, Grêmio.

Depois de um longo período de treinos, o Corinthians volta a jogar no dia 19 de agosto (sábado), contra o Vitória na Arena Corinthians, às 16h, pela 21ª rodada do Brasileirão.












Corinthians terá 13 dias para trabalhar forte e descarta jogo-treino
Os 13 dias sem jogo causou alívio para a comissão técnica do Corinthians, que tem como objetivo fazer os jogadores manterem o ritmo que fez o Timão ter boa vantagem na liderança do Brasileirão. A equipe não fará algum amistoso durante esse período, como explicou o preparador físico Walmir Cruz.

- A ideia principal é realmente recuperar esses atletas desgastados. O segundo turno é outro campeonato, e precisamos estar bem fisicamente. Conversamos se faríamos algum jogo-treino, e achamos melhor não. E sim treinar. Diminuir um pouco o volume, manter a intensidade alta, porque não vejo muito ganho em fazer alguns jogos. Às vezes você faz com uma equipe fraca que não adianta nada. Achamos melhor manter esse planejamento - disse Walmir, que mostrou alívio e explicou a preparação dos jogadores.

- Essa semana eu estou tendo até sonhos mais agradáveis (risos), uma semana livre de treinamentos para fazermos ajustes. Dividimos o grupo para os treinos. O pessoal com desgaste maior, que vem atuando, com jogos e viagens, colocamos para recuperar a parte muscular. Com os outros, que seriam o grupo dois e três, do pessoal que não vem atuando ou entra do banco, estamos trabalhos mais específico de força e potência, e de campo para que eles não percam esse volume de treinamento - explicou o preparador físico.

Se por um lado o período sem jogo é importante para recuperar a parte física dos atletas, por outro faz os jogadores "perderem um poquinho na parte psicológica".

- Esse período sem jogos não traz prejuízos técnicos. Temos trabalhos planejados, a semana todo temos reuniões com a parte física e técnica para isso. Lógico que em jogo a parte psicológica é muito alta, então perdemos um pouquinho só nisso, mas não na questão física e ritmo de jogo - afirmou Walmir.

A comissão técnica tem dado trabalhos leves para os titulares, que ficaram apenas na parte interna do CT Joaquim Grava na segunda e terça-feira. Balbuena, Guilherme Arana, Gabriel, Maycon e Jô são os jogadores mais desgastados do elenco.





Com direito a show de dupla sertaneja, Corinthians faz churrasco no CT

Com semana livre para treinos, Timão aproveita a folga para unir jogadores e funcionários após treinamento. Celebração nesta terça-feira contou com a presença do presidente do clube

Por Bruno Cassucci,
08/08/2017 15h26


O Corinthians mantém os pés no chão apesar da vantagem de oito pontos na liderança do Campeonato Brasileiro, mas também se dá o direito de festejar a boa fase. Nesta terça-feira, depois de treinamento, jogadores e membros da comissão técnica se reuniram no CT Joaquim Grava e confraternizaram em um churrasco. 

O almoço contou com a presença do presidente do clube, Roberto de Andrade, o gerente de futebol, Alessandro Nunes, e o diretor Flávio Adauto. 

Uma dupla sertaneja, acompanhada de banda, se apresentou no local para animar ainda mais o encontro, que foi registrado por alguns atletas em postagens nas redes sociais. 






Churrasco no CT anima elenco do Corinthians nesta terça-feira (Foto: Reprodução/Instagram) 


Mauri Lima, preparador de goleiros do Timão, foi um dos responsáveis por comandar a churrasqueira. Diferentemente de outras ocasiões, esta confraternização foi restrita aos corintianos, sem a presença de familiares. 


O próximo compromisso do Corinthians é apenas no dia 19, contra o Vitória, na Arena Corinthians. Por conta do adiamento da partida contra a Chapecoense, o técnico Fábio Carille terá duas semanas livres para treinamentos.








Treino do Corinthians tem ex-jogadores como "estagiários" e trio da base

Ex-volante Maldonado e ex-lateral-direito Alfinete estiveram no CT Joaquim Grava acompanhando o trabalho de Fábio Carille. Garotos do sub-20 completaram a atividade desta terça-feira

Por Bruno Cassucci

08/08/2017 13h42 



Sem a presença de titulares em campo, o treino do Corinthians da manhã desta terça-feira teve como principais novidades a participação de três jogadores da equipe sub-20 e também a visita de ex-jogadores do clube que querem aprender com o técnico Fábio Carille.

Os jovens Lucas Minele, Luisinho e Luiz Carlos participaram de atividade técnica com os reservas do Timão e foram observados de perto por Carille e seus auxiliares. Os garotos, porém, não serão promovidos ao elenco principal por ora, já que têm idade para disputar campeonatos de juniores, inclusive a Copinha de 2018.



Lucas Minele, em destaque, com Luisinho e Luiz Carlos, do sub-20 do Corinthians (Foto: Bruno Cassucci)


Enquanto os suplentes e jovens da base trabalhavam sob forte calor no CT Joaquim Grava, dois ex-corintianos assistiam ao treino com atenção. Maldonado, ex-volante chileno que passou pelo Timão em 2013, e o ex-lateral-direito Alfinete, que defendeu o clube em 1982 e 1983, fazem uma espécie de estágio com Carille.


Maldonado, que está com 37 anos e chegou a trabalhar como empresário no passado, já havia comparecido ao CT em outras oportunidades. Alfinete, por sua vez, estreou nesta terça e foi acompanhado por Carille na maior parte do tempo.


Ex-jogador Alfinete e o técnico Fábio Carille, em treino do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Assim como na última segunda-feira, o meia Danilo fez trabalhos extras para ganhar força e potência . Recuperado de grave lesão, que o afastou por quase um ano dos gramados, o veterano pode ficar na reserva na próxima partida da equipe, dia 19, contra o Vitória.

Líder do Campeonato Brasileiro com 47 pontos, o Corinthians ficará 13 dias sem atuar . A equipe volta a treinar no CT na manhã desta quarta-feira.











Timão tem quinteto desgastado e diminui carga: 'Limite físico perigoso'

Guilherme Amaro - 08/08/2017 - 13:14

Com jogo apenas no próximo dia 19, o Corinthians tem usado o período de preparação para deixar os jogadores bem fisicamente. Nesta terça-feira, por exemplo, novamente só os reservas foram a campo, enquanto os titulares realizaram trabalhos mais leves na parte interna do CT Joaquim Grava.

Balbuena, Guilherme Arana, Gabriel e Maycon são os jogadores que apresentaram maior desgaste por conta da sequência de jogos. Além deles, Jô também terá uma atenção especial da comissão técnica.

- Maycon, Arana, Gabriel e Balbuena são os que mais jogaram, têm sequência maior de jogos consecutivos, vamos ter um cuidado maior com eles e com os atletas que atuaram nos últimos jogos. Eles primeiro vão se recuperar, amanhã (quarta) farão trabalho mais leve e depois vamos seguir uma programação de recondicionamento - afirmou o fisiologista do clube, Antonio Fedato, em entrevista coletiva após o treino desta terça.

O preparador físico Walmir Cruz também comentou sobre a preparação dos jogadores nesta duas semanas sem jogo. Ele seguiu o discurso e pregou cautela na carga de treinos.

- Alguns atletas estão desgastados, sim, principalmente os que mais atuaram na temporada, como Balbuena, Guilherme Arana, Maycon e Gabriel. Esses atletas estavam em um limite físico perigoso. Como trabalhamos essa parte preventiva, com números da fisiologia, conseguimos saber o limite. Por meio dessa comunicação resolvemos poupar um ou outro. Quando um atleta não treina, ele perde muito a capacidade física. Nossa preocupação é essa, de o atleta estar na plenitude da parte física - disse Walmir Cruz, que depois ainda citou Jô ao falar sobre os jogadores mais desgastados.

- Fechamos agora 50 jogos contra o Sport, o que significa três dias e meio para cada jogo, e é muita coisa. Tem a intensidade muito alta nos jogos - acrescentou o preparador.

Dos 50 confrontos no ano, Balbuena participou de 42, Arana de 40, Gabriel de 47, Maycon de 40 e Jô de 47. O goleiro Cássio é quem mais atuou na temporada, com 49 partidas. Romero também tem um número alto de jogos, com 41.

O Corinthians tem esse período livre porque o jogo contra a Chapecoense, que seria neste fim de semana, foi adiado, já que a equipe catarinense está no exterior. O próximo compromisso do Timão é apenas no dia 19, quando recebe o Vitória, na Arena, pela 21ª rodada do Brasileirão.














Corinthians adota cuidados com quinteto e quer usar folga para equilibrar elenco

Balbuena, Guilherme Arana, Gabriel, Maycon e Jô estão desgastados, segundo a comissão técnica. Timão quer aproveitar 13 dias sem jogos para descansar titulares e condicionar reservas

Por Bruno Cassucci

08/08/2017 13h05

O Corinthians quer aproveitar os 13 dias sem jogos para recarregar as energias antes do returno do Campeonato Brasileiro. O cansaço atinge todo o grupo, mas cinco jogadores preocupam mais a comissão técnica por conta de desgaste físico e receberão cuidados especiais. São eles: Balbuena, Guilherme Arana, Gabriel, Maycon e Jô.

– Estes atletas estavam em um limite físico perigoso. Como trabalhamos essa parte preventiva, com números da fisiologia, conseguimos saber o limite. Por meio dessa comunicação resolvemos poupar um ou outro. Quando um atleta não treina, ele perde muito a capacidade física. Nossa preocupação é essa, de o atleta estar na plenitude da parte física – comentou o preparador físico corinthiano, Walmir Cruz. 



Fagner, Gabriel, Jô e Balbuena, na piscina do CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)


Na segunda e na terça-feira apenas reservas do Timão foram a campo. Os titulares ficaram na parte interna do CT, realizando trabalhos regenerativos na academia e na piscina.


Por outro lado, o técnico Fábio Carille e seus auxiliares pretendem pegar pesado com os reservas. As semanas livres servirão também para dar condicionamento físico aos atletas que têm atuado menos, mas devem ser exigidos na reta final do Brasileirão e da Copa Sul-Americana.

– Todo mundo espera ter um tempo desse no meio do campeonato para conseguir trabalhar e recuperar os atletas. A inteligência que o Carille fala que precisamos ter é de usar todos os dados que temos, na fisiologia e preparação física, para conseguir equilibrar G1 (titulares), G2 (reservas) e G3 (jogadores que não costumam ser relacionados para os jogos). Cada vez mais precisaremos dos atletas do banco, já que perderemos atletas suspensos, machucados. Esse G2 treina menos, então precisamos equilibrá-los – comentou o fisiologista Antonio Carlos Fedato.

O Corinthians ganhou esse tempo livre por conta do adiamento da partida contra a Chapecoense, pela 20ª rodada, já que a equipe catarinense viajou à Espanha para enfrentar o Barcelona. O Coringão volta a atuar apenas no dia 19, contra  o Vitória, na Arena Corinthians









Sucesso de garotos titulares do Corinthians atesta importância da formação desde cedo
Líder absoluto do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem, em seu time titular atual, cinco jogadores formados na base: Guilherme Arana, Maycon, Jô, Pedro Henrique (substituindo Pablo, lesionado) e Fagner. Mais do que o número, a história de quatro deles (Pedro Henrique é a exceção) mostra que formar jogadores lá atrás, desde o início, é fundamental, por mais que existam, Brasil afora, advogados de defesa do fim das categorias menores (abaixo de sub-15) em times grandes.

Guilherme Arana e Maycon são da mesma geração, a 97, que ainda tem Malcom, vendido no ano passado, e o promissor volante Mantuan, capitão do time campeão da Copinha. Há também garotos talentosos nascidos em 1998, como o zagueiro Léo, o talentoso meia Pedrinho e Léo Jabá, este já vendido ao futebol russo. De todos, quem chegou mais tarde ao Parque São Jorge foi Pedrinho, aos 15 anos.

A afirmação desses meninos mostra que a presença deles desde cedo no clube é importante. Acostuma o jogador a jogar com a camisa, cria uma identificação, e sobretudo dá uma continuidade no trabalho que, quando bem feito, dá resultado. Foi esse o caso do Corinthians lá atrás, quando essa geração foi montada.



































Preparador físico Walmir Cruz: Timão vai encarar a Sul-Americana com força máxima, sem poupar titulares #trsccp







Fisiologista Antonio Fedato diz que Balbuena, Guilherme Arana, Gabriel e Maycon são os mais desagastados do elenco #trsccp






Alfinete, lateral-direito do Corinthians Bicampeão Paulista 1982 e 1983, veio ao CT aprender um pouco com Carille #trsccp






Danilo faz trabalho de força e potência. Meia pode ficar na reserva diante do Vitória, no dia 19 #trsccp







Treino acabou, mas Cássio é Fellipe Bastos seguem em campo correndo #trsccp






Giovanni Augusto vê dados de seu treino em um tablet. Estatísticas são monitoradas pela comissão técnica #trsccp





Carille segue o treino de perto e exige bastante dos reservas. Ele cobra intensidade e precisão nos passes #trscc



Zagueiro Balbuena concede entrevista à TV Globo e fala da inspiração em Gamarra #trsccp


















Aviso de pauta: No Parque São Jorge, evento ''Uh, Marcelinho'' especial Dia dos Pais


O ídolo da Fiel ensinará cobranças de faltas aos adultos neste sábado
10h00 08/08/2017 - Agência Corinthians

Neste sábado (12), Marcelinho Carioca ensinará cobranças de falta no Parque São Jorge, no evento "Uh, Marcelinho" especial de Dia dos Pais, realizado pelo Corinthians em parceria com a Sabiar.

O evento terá a presença de representantes das equipes de Futebol de Amputados, Futebol Feminino e jogadores das categorias de base do Corinthians, além de convidados do ex-jogador.

Marcelinho começará o dia com uma explanação no Teatro Omni Corinthians, em momento de interação com os participantes, e depois todos irão a campo para a atividade.


Parte da renda do evento será revertida para os projetos sociais do Timão.
Serviço - Uh Marcelinho
Data: 12 de agosto (sábado)
Entrada para imprensa (entrada do prédio administrativo): a partir de 13h20
Início : 14h
Encerramento: 17h 

Endereço: Parque São Jorge - Rua São Jorge, 777 - Tatuapé -
Acesso - Teatro Omni Corinthians (porta à esquerda após a entrada do prédio administrativo)


















Corinthians é o clube mais disciplinado do Brasileirão

No duelo contra o Sport, o Timão fez apenas duas faltas em toda a partida


10h00 08/08/2017 - Agência Corinthians





© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


O Corinthians vem fazendo campanha histórica no Brasileirão 2017. Líder isolado da competição, o Timão fechou o turno com o melhor aproveitamento da história, e também se destaca por ser a equipe mais disciplinada da competição.

Com apenas nove gols sofridos – o Corinthians também tem a melhor defesa do torneio -, a equipe do técnico Fábio Carille também é a mais disciplinada da competição. Entre todas as equipe do campeonato, o Timão foi quem menos tomou cartões.

Em 19 rodadas, o Alvinegro foi amarelado 35 vezes, com uma média de 1,8 cartões por jogo. Além disso, o Timão teve apenas uma expulsão na competição. Essa virtude da equipe ficou escancarada no último duelo contra o Sport, quando o Corinthians fez apenas duas faltas em toda a partida.












Com Corinthians em alta, Guilherme Arana aposta na moda, cria marca e emprega familiares

Lateral-esquerdo lança linha de bonés e já pensa em expandir os negócios. Irmão e primos do jogador do Timão são responsáveis por vendas e entregas dos produtos
Por Bruno Cassucci

08/08/2017 08h58

Guilherme Arana passou a ser reverenciado por corinthianos e temido pelos adversários devido ao seu estilo ousado, que tem garantido gols, assistências e canetas (marca registrada do jogador). Mas o que pouca gente sabe é que o lateral-esquerdo do Corinthians também é arrojado fora de campo, nos negócios. 

Aos 20 anos, o camisa 13 do Timão decidiu apostar no mercado da moda e lançou a marca "Ladies and Gentleman" ("Senhoras e Senhor", em inglês). O negócio começou com a venda de bonés, mas Arana já pensa em ampliar o catálogo de produtos, com camisetas, agasalhos e outros artigos. 

Os sonhos são altos, mas as cifras, ainda modestas, ínfimas se comparadas aos mais de R$ 74 milhões que o Corinthians pede para vendê-lo – e ainda "entregar" só depois do Brasileirão. Por enquanto, o comércio de Arana é informal e envolve apenas familiares. Cada boné é comercializado por R$ 70. A divulgação é feita em uma conta no Instagram. 


Guilherme Arana (segundo da direita para a esquerda) posa com seus primos e o irmão (Foto: Arquivo pessoal) 

De acordo com Arana, a ideia da marca surgiu justamente para empregar seu irmão mais velho, Gustavo, e os primos Vitor e Felipe, mais novos, de quem não desgruda. 


– Fiz a marca também para meu irmão e meus primos não ficarem parados, trabalharem. Eu só divulgo, eles que ficam vendendo, cuidando. Dá um lucro até, vai tudo para eles. Eles merecem, trabalham de dia, de tarde e de noite! – afirma o lateral, entre uma foto e outra durante noite de autógrafos numa loja do Timão. 

Brincadeira vira nome da marca

Arana até arrisca algumas expressões em inglês, mas está longe de ser fluente no idioma. O nome da marca vem de uma brincadeira entre o lateral e os amigos. 


– O Gui sempre falava "ladies and gentlemen", só para zoar. Aí os outros moleques também acharam engraçado e todo mundo começou a falar. Quando ele quis criar a marca, escolheu esse nome – conta Vitor Arana, um dos primos.

O logotipo da marca conta com a imagem de uma caneta e o número 13, em referência ao drible característico e à camisa do jogador. 

Detalhe do logotipo da marca, com a caneta e o número 13 (Foto: Arquivo pessoal)

O marketing foi mais importante do que o design dos produtos para o sucesso do início da empreitada. Arana lançou a marca no dia 12 de julho, justamente quando fez um dos gols da vitória do Corinthians no derbi na casa alugada do rival. Estrela da noite, o lateral concedeu dezenas de entrevistas na zona mista do estádio... todas ostentando um boné preto da "Ladies and Gentleman". 

– Começou na brincadeira. Fizemos 125 só para ver o que ia dar. Mas, em duas semanas, acabou tudo. O gol no Dérbi fez bombar. Estamos até sem estoque agora. Mas já encomendamos mais! – explica Gustavo Arana, que também joga futebol, mas não viu, até aqui, a carreira deslanchar como a do irmão. 

Ampliando mercados

O novo lote de bonés terá 300 peças e contará com novidades. A família Arana percebeu que os modelos brancos e pretos não eram suficientes. Em breve, também estarão à venda unidades nas cores rosa e azul bebê, que vinham sendo requisitadas pelo público feminino. 


E se engana quem pensa que apenas corinthianos são clientes da marca. Os parentes de Arana contam que até mesmo palmeirenses já adquiriram bonés. 


Também houve pedidos de diferentes lugares do Brasil e até mesmo dos Estados Unidos. Entretanto, a "Ladies and Gentleman" ainda não faz entregas internacionais. A distribuição, aliás, é à moda antiga. Os próprios familiares do lateral levam os produtos às casas dos clientes (frete sem custos) ou postam pelos Correios (com taxas). O "delivery" fica mais fácil quando as encomendas são da Zona Leste , onde vivem os Aranas. 


Com a rotina de jogos, treinos e viagens, Arana gerencia os negócios à distância e atua como garoto-propaganda. Isso não quer dizer, porém, que o jogador não fique ligado no trabalho dos sócios: 

– Ele fica enchendo o saco para saber se estamos respondendo tudo direitinho. Ele fica só vendo as directs (mensagens do Instagram) e, se deixar alguém sem resposta, ele já briga (risos) – diz Felipe, que se diverte ao "entregar" o primo. 

Devido à rotina de jogos, Guilherme Arana gerencia o negócio à distância (Foto: Marcos Ribolli) 

Consultoria

O lateral não é o único a supervisionar o trabalho. Há uma outra peça fundamental para a estrutura da "Ladies and Gentleman": Cíntia Arana, mãe do jogador. 



– Eles nunca tinham mexido com isso. Aí eu falei assim: "Já que vão usar a imagem do Guilherme, tem que ser direito, com material bom, coisa legal, preço justo e tem que entregar direitinho". Nos primeiros dias, ficavam eu e minha irmã em cima para ver se eles estavam anotavam os pedidos, atendiam, entregavam – explica. 


Foram estipulados horários de trabalho e houve uma organização na logística: quem faz a venda ao cliente passa a ser o responsável também por separar o produto e fazer a entrega.

Como o Corinthians ficará duas semanas treinando e só voltará a campo no próximo dia 19, contra o Vitória, Arana terá mais tempo nos próximos dias para se dedicar à marca. Segundo a mãe dele, a visão de negócios é tão boa quanto a de jogo: 

– O Guilherme é muito esperto para mexer com dinheiro. Rápido, sabe? Leva jeito!