6 de ago de 2017

CORINTHIANS 06/08/2017











06/08/2017 09h12

Jô vê Corinthians no padrão europeu: "É difícil fazer gol na gente"
Um dos destaques neste Brasileirão, atacante lembra que quase o time inteiro marca sem dar espaços e, mesmo sem ter muito a posse de bola, é eficiente quando finaliza


Por SporTV.com

Foi uma vitória para fechar com autoridade uma campanha impecável até aqui no Brasileirão. O Corinthians que não se cansa cansa de vencer e quebrar recordes bateu o Sport por 3 a 1, neste sábado, na Arena Corinthians, e terminou o primeiro turno líder, com 47 pontos ganhos, invicto e com 82,5% de aproveitamento. Os gols foram de Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique, com Thallyson descontando para os pernambucanos. Mas um dos astros da companhia é o atacante Jô, artilheiro do campeonato e símbolo da eficiência do time bem treinado por Fábio Carille, beirando à perfeição.

Do alto da sua experiência de ter defendido com sucesso o Atlético-MG e atuado por clubes da Europa, Jô, perguntado pelo comentarista Raphael Rezende, no "Troca de Passes" desse sábado, se via no modelo da atual equipe uma inspiração mais baseada nos times da Europa ou nos brasileiros, não teve dúvidas.

A gente não se desorganiza. A linha de quatro ali atrás, com mais os dois volantes, são seis marcando. E isso na Europa eles prezam muito. Os dois pontas irem até o final com os laterais... Já são mais dois. São praticamente oito defendendo."

Jô, atacante do Corinthians

- O Fábio trouxe a filosofia dentro do estudo dele do futebol europeu, do que eu vivi, que é a organização, prezar sempre o posicionamento. A gente não se desorganiza. A linha de quatro ali atrás, com mais os dois volantes, são seis marcando. E isso na Europa eles prezam muito. Os dois pontas irem até o final com os laterais... Então já são mais dois. São praticamente oito defendendo. Então, um time tendo essa organização é coisa boa, né, e é isso que a gente tem que melhorar. Repetição. É igual a basquete. É sempre estar treinando as mesmas coisas. Chega no jogo, a gente faz no automático. A gente vê o quanto é difícil fazer gol na gente. O gol que a gente tomou hoje (sábado) foi de uma felicidade enorme, um chute de longe. Fora isso, tivemos só uma bola do André por dentro. É muito parecido com as coisas que eu vi na Europa. E eu presencio o treinamento do Fábio, é muito intenso. Quando teve tempo de treinar, porque nos últimos dias foi tudo muito corrido.


Jô comemora com Arana o gol do lateral que abre caminho para vitória sobre o Sport por 3 a 1 (Foto: Marcos Ribolli)


Se por um lado o Corinthians se inspira na organização tática das equipes europeias para defender, Jô vê no fato de o time não ter tanto a posse de bola um contraponto, mas elogia novamente o treinador corintiano. Segundo o atacante, Carille conseguiu dar à equipe tanta organização tática que a torna eficiente na parte ofensiva, na hora de finalizar.

A maneira com que saem os gols é sempre com toque de bola, não é um chutão (...). Então é uma equipe muito eficiente. A gente tem esse poder de maturidade de chegar no ataque, e quando chega é para fazer o gol."

Jô, atacante do Corinthians

- Hoje o Fábio falou uma coisa na preleção que eu fiquei sem meio entender um pouquinho: o Corinthians é a equipe que tem menos posse de bola, mas é a que mais toca a bola. Ele falou que vai nos explicar no meio da semana, mas dá mais ou menos para deduzir isso porque nossa equipe faz muitas triangulações, tanto pelas laterais como por dentro. A maneira com que saem os gols é sempre com toque de bola, não é um chutão, é um ou outro gol que sai assim. Então é uma equipe muito eficiente. A gente tem esse poder de maturidade de chegar no ataque, e quando chega é para fazer o gol. Então isso é um dos méritos. Talvez a posse de bola não seja tão importante para a gente. Claro que você estar com a bola tem a chance maior de fazer o gol. Mas, além da posse de bola, você tem que ser efetivo, tem que ter eficiência, e a nossa equipe mostra isso e mostrou no primeiro turno todinho.

O apresentador Roger Flores, chinelinho, lembrou que a equipe vai descansar pelos próximos 15 dias, já que a partida que inicia o returno, contra a Chapecoense, foi adiada devido à excursão à Europa da equipe catarinense. Depois, Roger perguntou o que seria mais importante para o elenco fazer durante esse período.


- Primeiro, dar uma recuperada. Eu particularmente fui um dos que mais joguei no ano, então vou aproveitar alguns dia para recuperar a forma física porque a gente sabe que essa sequência de jogos em algum momento a gente sabe que cai a qualidade pelo fato de estar cansado. Então é continuar trabalhando. Repetições. O que a gente fez no primeiro turno foi maravilhoso. É pegar o que precisa ser melhorado e continuar trabalhando, porque só com o trabalho a gente vai terminar no final do ano com o objetivo - afirmou Jô.









Corinthianos ressaltam “fase incrível”, conquistada com trabalho e dedicação

Os jogadores do Corinthians reconheceram a fase incrível pela qual passa o clube, campeão simbólico do primeiro turno com a melhor campanha de uma metade de Campeonato Brasileiro nos pontos corridos, e sabem que isso é fruto de trabalho e dedicação Após a vitória do Timão por 3 a 1 sobre o Sport, na Arena Corinthians, os atletas fizeram questão de ressaltar o trabalho estabelecido desde o começo da temporada, que vem dando bons resultados até o momento.

“Realmente, estamos numa fase incrível. Eu acredito em trabalho, merecimento, estar fazendo as coisas certas. Esse grupo, assim como diretoria e comissão, está de parabéns. Estamos colhendo os frutos disso aí”, disse Rodriguinho, empolgado pelo gol marcado

“Se é nota 10, está dado o 10. Mas não tem essa de só fazer golaço, não, o importante é fazer gol, pode ser de bico, de canela, de qualquer jeito. Agora, se der para fazer assim toda vez, está ótimo”, disse o armador Rodriguinho, que ampliou após o lateral esquerdo Guilherme Arana, em outro chute difícil, abrir o placar

Eu treino bastante esse tipo de chute, mas, se eu pego um pouco embaixo, ela ia parar no metrô. Felizmente peguei no meio da bola e fiz o gol”, avaliou o camisa 13, que deixou o gramado reclamando de dores na panturrilha da perna direita, mas não deve ser problema para a sequência da competição.

Contente pelo triunfo, o lateral direito Fagner ciente da dificuldade que é passar pelo sistema defensivo corinthiano, comentou: “Nosso caminho é esse, dificultar ao máximo o adversário para a gente ficar mais perto da vitória”, continuou.

Outro nome de destaque na noite alvinegra, o zagueiro Pedro Henrique, autor do terceiro gol, agradeceu a confiança do técnico Fábio Carille no seu trabalho. Foi a segunda vez que ele balançou a rede na temporada, sendo que a primeira havia sido apenas em fevereiro, na vitória do Timão por 3x2, fora de casa, sobre o Mirassol.

“Deu certo mais uma vez. Sem dúvida tem mérito do Carille, o professor trabalha todos, todos do banco vêm trabalhando forte para quando aparecer a oportunidade a gente agarrar da melhor maneira possível. Os do banco entram e deixam o mesmo nível de concentração neste fim de jogo”, concluiu.











Corinthians terá 13 dias para treinar e recuperar lesionados

Comissão técnica e jogadores do Timão usarão as quase duas semanas de pausa no Brasileirão de 13 dias para recuperar os lesionados e seguir em ritmo forte no segundo turno



Por Marcelo Braga
06/08/2017 10h00

Líder isolado do Brasileirão com 47 pontos, após a vitória de 3 a 1 sobre o Sport, o Corinthians terá 13 dias sem jogo até o duelo contra o Vitória, em 19 de agosto, na Arena. Isso porque a partida contra a Chapecoense, pela 20ª rodada, foi adiada por conta de uma excursão internacional do time catarinense.

Após a folga deste domingo, os jogadores se reapresentarão na manhã de segunda-feira. Serão cinco dias de treinos até o fim de semana livre, quando serão dispensados. Depois, serão mais seis dias de treinamento.

Segundo o técnico Fábio Carille, a programação será toda decidida na segunda. A ideia é conseguir recuperar fisicamente os atletas mais cansados e trabalhar aspectos técnicos específicos em determinados atletas.

– Temos de ser bastante inteligentes nessas duas semanas. Vamos nos reunir na segunda de manhã e usar tudo que oferece o CT, ver quem precisa ganhar força. Temos de ser inteligentes, saber a dosagem, não dar treino demais ou de menos. Para isso, vou contar muito com a experiência do Walmir (Cruz, preparador físico) – explicou o técnico. 



Um dos líderes do time, Balbuena ve o Corinthians preparado para manter o ritmo forte no Brasileirão. Nos primeiros 19 jogos, o time venceu 14 e empatou outros cinco, mantendo-se invicto. Ao todo, são 34 partidas consecutivas sem derrotas.

– Não temos preocupação nenhuma. Vão ser bons os dias sem jogos, a gente vem de uma quantidade de jogos muito grande, o pessoal está cansado, alguns sentindo fadiga muscular. Vamos aproveitar esse tempo para descansar, trabalhar e recuperar quem está machucado. Ter o elenco todo disponível contra o Vitória seria o ideal – disse o zagueiro.

Diante do time baiano, o meia Marquinhos Gabriel deve ser reforço.Ele trata dores na coxa, mas não tem lesão. Jadson, que fraturou duas costelas na partida contra o Avaí, também pode voltar. 

Técnico Fábio Carille vê gol decisivo e elogia defesa por jogo limpo do lider invicto Corinthians

O técnico Fábio Carille não escondeu sua satisfação pela tranquilidade com que o Corinthians fez 3 a 1 sobre o Sport, na noite deste sábado, no estádio de Itaquera, mas dois pontos da atuação alvinegra mereceram atenção especial do treinador. Extasiado pelo fato de a equipe ter cometido apenas duas faltas durante os 90 minutos, ele apontou o gol de Rodriguinho, com apenas 19 segundos da etapa final, como determinante para o resultado.

“O gol foi determinante, sim, um jogo em que eu tinha muitas preocupações, o Sport também jogou no meio da semana, mas a gente tinha que propor, tentar as jogadas. E, é claro, esse gol logo no começo do segundo tempo ajudou a facilitar esse caminho para a vitória”, disse o comandante, sem conseguir explicar direito como o time passou 55 minutos de uma partida de futebol profissional sem cometer nem uma infração sequer.

“É o que nós colocamos no trabalho, na prática, é muito trabalho de posicionamento para ficar cortando linha de passe. É pedir para competir na bola, sem ser malandro, jogar firme, mas leal. Ficar de pé, sem carrinho, sem tentar adivinhar”, avaliou Carille, que viu apenas Jô, em lance duvidoso, e Fagner, já na parte final, derrubarem um adversário de forma faltosa.

“Vai muito da compactação da equipe também, fazer falta numa área de risco pode dar chance para o adversário”, explicou o lateral direito Fagner. “Então a gente está, cada vez mais, tentando não fazer falta. Vale ressaltar a arbitragem, que não amarrou o jogo, e os dois times, que jogaram futebol”, concluiu o capitão.

“Nós ganhamos, foi uma ótima vitória, mas senti o time um pouco preso na questão de pressionar. Achei o Sport com muita liberdade para tocar, apesar de o Diego Souza ter ido armar lá atrás. Senti a equipe com a faísca um pouco atrasada. Mas, mesmo sem conseguir apertar, a organização impede que os times entrem”, analisou Carille, sem palavras para explicar os 47 pontos celebrados no primeiro turno.

“Estou muito surpreso, muito feliz, não só pelos pontos, mas pelo desempenho, É surpreendente, mas mostra a valorização de um trabalho, de um grupo. Não vou cansar de falar, mas me sinto abençoado por ter esse grupo. Os caras vão lá e cumprem o que a gente pede. Ficamos sem Jadson e Pablo um tempo, Marquinhos Gabriel, Romero. Todo mundo que entrou foi bem. Estamos felizes e vamos continuar jogo a jogo”, exaltou.









Com bom futebol reconhecido, atacante Clayson recebe elogios por melhor atuação no Corinthians

O atacante Clayson foi aplaudido em pé pela torcida do Corinthians na noite deste sábado, na Arena Corinthians, ao ser substituído para a entrada de Pedrinho durante a vitória por 3 a 1 sobre o Sport, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Autor de uma assistência e de boas jogadas diante dos pernambucanos, o jogador recebeu muitos elogios do técnico Fábio Carille, entusiasmado pela sua produção.

“O Clayson eu acompanho já desde 2015 no Ituano, sei muito do potencial desse atleta, está chegando, cada jogo melhor. Foi bem contra o V asco, no Rio de Janeiro ( Corinthians venceu por 5x2), foi bem em Minas (Corinthians venceu por 2x0 o atl mi min). É um jogador que pode jogar nas três funções, tanto na direita quanto na esquerda. Uma contratação pontual para acrescentar ao grupo”, avaliou o treinador, que assegurou ter pedido diretamente à diretoria a sua chegada.

“Tem dois jogadores que eu pedi muito que viessem: Jadson e Clayson. Foi muito bem contra o Vasco, participando dos gols, acompanho desde Ituano e Ponte. Foi a melhor partida dele no Corinthians, sim. Veio para acrescentar e está jogando demais”, avaliou o comandante, que, até o momento, considerava Marquinhos Gabriel o primeiro substituto para a linha de três armadores, mas pode mudar de ideia com a boa produção do pupilo.

Entusiasmado com as palmas e o bom momento, Clayson deixou o gramado mais uma vez bastante cansado pela dedicação demonstrada na marcação do lateral adversário, fator apontado como seu principal defeito na comissão técnica. Para ele, sua performance foi boa o bastante para considerar que ele aproveitou a chance de ser titular.

“É verdade, venho trabalhando forte para isso, procurar aproveitar as oportunidades. Vou estar brigando pelo meu espaço, vou dar o meu máximo em todos os jogos. O professor Carille pode contar comigo sempre que precisar”, avaliou o jogador, que já havia dado uma passe para gol diante do Atlético-MG, no meio da semana.










Corinthians tem o melhor primeiro turno da história do Brasileirão por pontos corridos

10h00 06/08/2017 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Neste sábado (05), o Corinthians venceu o Sport, por 3 a 1, na Arena Corinthians. Em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique marcaram os gols do Timão.

Com 47 pontos em 19 jogos, o Alvinegro é líder do Brasileirão e segue batendo recordes. Nesta noite, alcançou a marca do melhor primeiro turno da história do Campeonato Brasileiro por pontos corridos – à partir de 2006. O Cruzeiro, em 2003, detém o mesmo número de pontos, mas teve mais quatro jogos na primeira fase.

Com a vitória, a equipe comandada pelo treinador Fábio Carille aumentou a distância para o segundo colocado. São 11 pontos de vantagem











Lider isoladissimo, invicto, Corinthians terá descanso, estudo, treino e chance de voltas: os planos do Timão até dia 19

Fábio Carille monta planejamento que dará tempo livre e também treinos mais pesados aos jogadores. Até mesmo Pablo e Jadson passarão por novos exames antes da 21ª rodada

Gabriel Carneiro

6 AGO2017
07h48

Após dez partidas no intervalo de apenas 34 dias, o Corinthians enfim terá uma folga na tabela do Campeonato Brasileiro. Em virtude das mudanças de calendário pleiteadas pela Chapecoense para realizar amistosos internacionais, o compromisso entre os clubes válido pela 20ª rodada foi adiado, o que fará o Timão ter duas semanas livres até enfrentar o Vitória no próximo dia 19 de agosto. O técnico Fábio Carille programou trabalhos diferenciados para o período.

O elenco terá este domingo de folga, mas já volta aos treinamentos na segunda-feira pela manhã. As atividades da semana ocorrerão em apenas um período e sempre às 9h30, mas os jogadores terão um raro fim de semana sem trabalho depois desta semana mais intensa. A programação dos outros seis dias antes da partida contra o Vitória ainda não foi definida pela comissão técnica, mas de acordo com Carille terá o dedo do preparador físico Walmir Cruz.


- Vamos preparar o jogadores para dois treinos intensos nesse período, temos um centro de inteligência para ajudar, temos o Fedato (fisiologista), que nos traz números dos jogadores, temos o Walmir, que prepara os trabalhos. Então vamos saber levar bem essa semana e não vamos perder a questão de ritmo de jogo - adianta o comandante alvinegro.

Além da preparação mental e física do elenco, Carille também investirá as duas semanas em estudos de novas táticas e possibilidades para o Corinthians, principal time a ser batido no Campeonato Brasileiro. Por fim, o período servirá para recuperar os jogadores atualmente lesionados: Pablo, Vilson, Moisés, Mantuan, Marquinhos Gabriel e Jadson. As principais preocupações são os dois titulares da lista, que são o zagueiro Pablo, com lesão na coxa direita, e o meia Jadson, que sofreu fraturas em duas costelas.

- Eles vão passar por novos exames até o meio de semana e aí teremos uma resposta mais certa - relata Fábio Carille, que no primeiro turno do Campeonato Brasileiro em 19 jogos somou 14 vitórias, cinco empates e está invicto.















Com segunda maior invencibilidade da história do clube, Corinthians chega a 34 jogos, 140 dias invicto
10h00 06/08/2017 - Agência Corinthians




© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
A vitória do Timão sobre o Sport, no último sábado (05), aumentou a série invicta do Corinthians, para 34 jogos, durante este período o Corinthians foi campeão Paulista e é lider osoladíssimo do Brasileiro. Em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique balançaram as redes pelo Timão no triunfo por 3 a 1 diante da equipe pernambucana.

Na última partida do primeiro turno, o Timão bateu o recorde de série invicta da história do Brasileirão em pontos corridos e também o melhor primeiro turno da competição desde 2006, com aproveitamento de 82,5%.

A maior série invicta da história do clube do Parque São Jorge foi de 37 partidas invicto, em 1957.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.















Corinthians retoma conversas por Pablo e pode ter novo zagueiro
Corinthians retomou as conversas com o empresário do zagueiro Pablo, Fernando César, que havia suspendido as tratativas na semana passada. De acordo com o diretor de futebol, Flávio Adauto, o agente do atleta se precipitou ao reclamar do Alvinegro, que teria mudado um acordo antigo de valores a pagar, mas nada disso irá atrapalhar a contratação em definitivo do camisa 3.

"Conversamos bastante e temos uma posição definida do Corinthians: a gente queria, quer e vai ter o Pablo. Dentro das condições que o Corinthians pode fazer, sem aceitar faca no pescoço, nenhuma pressão. Com o Bordeaux está praticamente tudo acertado, Corinthians assinou, resolveu tudo com eles", disse o dirigente, que vê no período sem jogos até o dia 19 um bom momento para deixar tudo certo.

"Agora em relação ao contrato são detalhes que serão definidos ao longo desta semana que entra e temos 14 dias sem jogos, não vai ter problema nenhum. Nós nos alteramos um pouquinho quando imaginaram o Corinthians refém, e o Corinthians não fica refém de ninguém, nem de dirigente, nem de jogador", continuou Adauto, ainda incomodado com as palavras de Fernando César.

"Precipitação. Não falamos em momento algum, o que ele reivindicou é outra coisa. No momento em que imaginou que fôssemos fazer loucura em razão de pressão não vamos fazer. Não houve falha do Corinthians. Quem disser que o Corinthians prometeu e não cumpriu está mentindo", avaliou.

Com os números do negócio praticamente definidos, resta ao Alvinegro assegurar ao empresário que pagará as luvas estabelecidas em contrato independentemente do rumo que a diretoria tomar após a eleição, marcada para fevereiro do ano que vem. Com otimismo de ambos os lados, Pablo assinaria contrato até o final de 2021.

Paralelamente, o Timão conduz ainda a negociação pelo também zagueiro Émerson, jogador do Botafogo. A ideia da cúpula alvinegra é avançar nas operação nesta semana, com uma reunião no Rio de Janeiro para definir uma compensação aos cariocas para a liberação imediata do zagueiro.

Para que isso aconteça, o clube do Parque São Jorge estuda liberar algum atleta emprestado no momento ou deixar o botafogo manter uma porcentagem dos direitos federativos do atleta, que se perderia caso ele saísse ao final do seu contrato, em dezembro deste ano.













Corinthians vai tentar contratar zagueiro Emerson nesta semana
Nesta semana, o Corinthians planeja enviar um dirigente ao Rio de Janeiro para conversar com a diretoria do Botafogo sobre uma moeda de troca plo zagueiro Emerson  - o clube descarta investimento financeiro, mas colocará jogadores à disposição dos cariocas para troca O Corinthians quer Emerson ainda para 2017, mas tem cautela na condução do caso, como diz o diretor de futebol Flávio Adauto.

- Vamos conversar de novo com o Botafogo, sem usar essa letra fria da lei de assinar pré-contrato, isso não faremos. O Corinthians está conversando, recebeu os pais dos jogadores no CT, mas não vai atropelar.

Emerson é revelação das categorias de base do Botafogo, foi titular em boa parte do ano passado, mas nesta temporada só atuou duas vezes no Brasileirão em razão das recusas para renovar o contrato.










Corinthians tem maior invencibilidade em uma edição do Brasileirão em pontos corridos

10h00 06/08/2017 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Neste sábado (05), em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians venceu o Sport, por 3 a 1, na Arena Corinthians e continuou a quebrar recordes. Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique marcaram os gols do Alvinegro.O Corinthians alcançou a maior marca de jogos invictos no Brasileirão dos pontos corridos de todos os tempos:19 jogos, possuindo a melhor campanha da história dos pontos corridos. O Timão também detém a quarta melhor campanha, em 2015, foram 17 jogos invicto

Nos 19 jogos disputados, foram 14 vitórias, 5 empates, 32 gols feitos e apenas 9 sofridos. Com um aproveitamento de 82,5%, o Timão venceu sete vezes como visitante e empatou duas. Na Arena Corinthians, foram sete vitórias e três empates.