3 de ago de 2017

CORINTHIANS 03/08/2017










Time de vôlei do Corinthians vence na estréia com ginásio lotado, apoio e festa da Fiel


Vibrante, Serginho liderou a primeira vitória do time do coração no voleibol (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians-Guarulhos iniciou a sua história no voleibol com vitória. No início da noite desta quinta-feira, a equipe liderada pelo veterano líbero Serginho derrotou o São José por 3 sets a 1 no Ginásio da Ponte Grande, com parciais de 25/15, 25/16, 24/26 e 25/16.

A partida era válida pela Copa sp, triangular preparatório para o Campeonato Paulista. Em sua estreia, o São José já havia perdido por 3 a 0 para o Sesi, atual campeão, que decidirá o título do torneio deste ano contra o Corinthians, às 12h30 de sábado, em Santo André.

Ainda se habituando ao vôlei, os torcedores que foram acompanhar a primeira partida da história do Corinthians-Guarulhos contaram com o auxílio de um animador para apoiar o time de Serginho. Com as arquibancadas bem próximas da quadra, no entanto, havia quem tivesse mais receio de levar uma bolada no aquecimento dos atletas do que disposição para gritar.

O acanhamento acabou quando os jogadores do Corinthians foram anunciados. Corintiano fanático e grande estrela da equipe, Serginho foi o último a ser chamado e provocou euforia no público presente. Vestido de azul, o atleta de 41 anos não se deixou levar pelo ambiente e cumprimentou os seus companheiros, trajados com o tradicional uniforme alvinegro, com ar de seriedade.

Foi dessa forma que o Corinthians também encarou os primeiros minutos de sua trajetória em quadra. O time da casa não demorou a abrir uma boa vantagem sobre o São José, alargada quando o ponteiro Alan Patrick fez a alegria do animador de torcida, que berrava “ace” freneticamente, com dois pontos de saque consecutivos.

Sem deixar o São José se aproximar no marcador, o Corinthians fechou o primeiro set em 25/15 com um bloqueio, fundamento que estava apurado, do oposto Rivaldo. Era a hora de o animador entrar em cena outra vez para distribuir brindes aos torcedores.

No intervalo, porém, a torcida foi reforçada. Um grupo de organizados subiu as arquibancadas do ginásio com instrumentos de percussão, ainda proibidos nos estádios de futebol. Serginho os avistou e bateu no peito com o punho cerrado, sobre o distintivo do Corinthians, para retribuir o incentivo.

Quando as músicas dos estádios de futebol começaram a ecoar na Ponte Grande, Serginho se chocou com um companheiro e caiu em quadra. Não passou de um susto. Com o líbero recuperado, o Corinthians novamente se distanciou do São José no placar e, com uma atuação segura, ganhou o segundo set por 25 a 16.

Naquela que poderia ser a parcial derradeira, o Corinthians diminuiu o ritmo, passou a sentir os efeitos do desentrosamento e permitiu que o São José equilibrasse a partida. Aos gritos de “teremos que ganhar”, a equipe do técnico Alexandre Stanzioni chegou a desperdiçar um match point e caiu por 26/24.

A torcida resolveu entrar em ação para mexer com os brios do Corinthians no quarto set, recorrendo a um coro que fez sucesso nos dois últimos clássicos contra o Palmeiras, no futebol. “É sangue no olho! É tapa na orelha! É o jogo da vida! O Corinthians não é brincadeira!”, berraram os uniformizados.

Deu resultado. Um dos muitos jogos da vida do bicampeão olímpico Serginho, único por ser o primeiro pelo seu time do coração, retomou o rumo inicial. Mais atento, o Corinthians conteve o ímpeto do São José, que melhorou bastante, e sacramentou a sua estreia com vitória na modalidade: 25 a 16. Para delírio dos torcedores, que reverenciaram: “P… que o pariu! É o melhor líbero do Brasil! Serginho!”.











Corinthians tem 34 mil ingressos vendidos contra sport

Entradas seguem à venda nas bilheterias e pela internet, no site www.ingressoscorinthians.com
18h20 03/08/2017 - Agência Corinthians


Neste sábado (05), o Corinthians tem novo compromisso na Arena Corinthians pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão recebe o Sport a partir das 19h. Até o momento, já foram vendidos 34 mil ingressos para o confronto contra a equipe pernambucana.

Além dos ingressos, os corinthianos também podem garantir presença na oitava edição do Esquenta da Fiel. Com uma cerveja e um copo inclusos, a festa terá início às 14h, com food trucks, bebidas e atrações musicais próximas ao acesso Leste da Arena. Como na primeira edição, a comercialização de bebidas alcoólicas acontecerá até a abertura dos portões da Arena Corinthians.

Os torcedores que comparecerem ao evento contarão com a presença dos troféus dos Mundiais do Timão, conquistados em 2000 e 2012. As taças estarão expostas desde o início do Esquenta, dando a possibilidade de todos os torcedores tirarem a sua foto com as conquistas erguidas por Rincón, no Maracanã e Alessandro, em Yokohama.

Sócios do Fiel Torcedor que já tem seu ingresso para o jogo podem adquirir sua entrada para o Esquenta da Fiel por apenas R$ 10, no www.fieltorcedor.com.br Quem não é sócio também pode comprar seu ingresso da festa, nas bilheterias, a partir desta quarta-feira, ao 12h, por R$ 15 (meia-entrada).

As bilheterias continuam abertas nesta sexta-feira (04). Na internet, a venda segue no ingressoscorinthians.com até as 11h deste sábado (05). Confira os pontos de venda e horários de funcionamento abaixo:

Das 12h às 17h – Arena Corinthians e loja Poderoso Timão da Rua Augusta

Das 12h às 19h – Parque São Jorge e lojas Poderoso Timão do Shopping D e do Tietê Plaza

SETORES DISPONÍVEIS

Oeste Inferior: R$ 178 (R$ 89 meia-entrada)

TEM DIREITO À CATEGORIA MEIA-ENTRADA

Estudantes

Lei nº 13.933, de 26/12/2013

§2º: ...mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste...

§6º: A Carteira de Identificação Estudantil (CIE) será válida da data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente.

1. É necessário apresentar a carteirinha do ano vigente;

2. Boleto ou declaração com firma reconhecida.

Idosos maiores de 60 anos

Lei nº 13.933, de 26/12/2013

Apresentar RG Original

Professores do Estado e dos Municípios Paulistas

Lei 14729/12

Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerite) do mês vigente - DOCUMENTO IMPRESSO.

Diretores, Coordenadores pedagógicos, Supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas da rede pública estadual e municipal de ensino

Lei 15298/14

Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerite) do mês vigente.

NÃO DÃO DIREITO À COMPRA DE INGRESSOS NA CATEGORIA MEIA ENTRADA

Aposentadorias

Conselhos de classe tais como OAB, CRC ou CREA













Fagner confia que diretoria manterá jogadores no Corinthians

O Corinthians lidera isoladamente o primeiro turno do Brasileirão 2017 com 8 pontos de vantagem. O ani passdo no fim do turno o time estava e, segundo, mas a diretoria teve que negociar o zagueiro Felipe, o volantes Bruno Henrique e Elias e o centroavante Andre, fatos que alteraram o rendimento da equipe. Desta vez, o presidente Roberto Andrade já declarou que não negociará jogadores no meio do ano e só ouvirá propostas após o Brasileiro em dezembro. No desembarque de hoje, na volta da delegação do Corinthians após vitória de ontem por 2x0 sonbre atl min em bh, Fagner falou dobre a possibilidade de alguma negociação:

"O risco vai existir sempre. Quando você vê uma equipe que está em evidência, se destacando coletivamente, o individual vai aparecer. Mas tenho certeza que a diretoria e os atletas que aqui estão pensam em ajudar o Corinthians", disse Fagner."Não se vence um Campeonato Brasileiro com 11 [jogadores], se vence com um grupo de atletas que está compromissado com o trabalho, com a filosofia, com a maneira de se preparar para os jogos. Todos os atletas que vêm entrando, vêm entrando bem", concluiu Fagner.








Corinthians teve treino hoje para quem não atuou ontem

Após o desembarque da delegação corintiana nesta quinta-feira, parte do grupo se dirigiu para o CT Joaquim Grava, onde os atletas que não foram titulares na vitória de ontem do Timão sobre atlmin por 2x0, fora de casa, trabalharam sob o comando do preparador físico Walmir Cruz.














Fagner exalta Corinthians, mas avisa:Manter humildade



Corinthians voltou de BH nesta quinta(Foto: Guilherme Amaro)

Corinthians venceu o Galo por 2 a 0 na quarta(Foto: Dudu Macedo/Lancepress!)

Fagner falou durante desembarque do Corinthians(Foto: Guilherme Amaro)

Corinthians voltou de BH nesta quinta(Foto: Guilherme Amaro)


Corinthians voltou de BH nesta quinta(Foto: Guilherme Amaro)




Corinthians voltou de BH nesta quinta(Foto: Guilherme Amaro)

Corinthians venceu o Galo por 2 a 0 na quarta(Foto: Dudu Macedo/Lancepress!)

Fagner falou durante desembarque do Corinthians(Foto: Guilherme Amaro)

Corinthians voltou de BH nesta quinta(Foto: Guilherme Amaro)2/5Guilherme

A invencibilidade e os oito pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro surpreendem até mesmo jogadores e comissão técnica do Corinthians. Nesta quinta-feira, no desembarque da equipe após a vitória sobre o Atlético-MG em Belo Horizonte, o lateral-direito Fagner fez elogios ao grupo do Timão, mas também pregou humildade.:

- . O futebol é muito dinâmico. Achar que já ganhou ou conquistou alguma coisa é perigo. Temos de manter humildade e pés no chão. Ainda faltam 20 rodadas, tem muita coisa para rolar ainda no campeonato. Temos de continuar com nosso foca para conseguir em dezembro o que estamos almejando - afirmou Fagner, que se surpreende com a campanha do Corinthians.

- Surpreende pela dificuldade do Brasileiro. Sabemos que é muito difícil conquistar pontos como nós estamos conquistando. Quando o campeonato começa, você coloca umas dez equipes na briga pelo título. Então, sabemos daquilo que estamos fazendo, mas nos cobrando muito para manter os pés nos chãos e a humildade para não perder o foco - disse o lateral.

O Corinthians está invicto há 33 jogos, a segunda maior sequência da história do clube. Fagner não vê o Timão imbatível e até projeta uma possível derrota.

- Uma hora (a derrota) vai acontecer, e temos de ter essa consciência. Óbvio que quanto mais longe levarmos essa invencibilidade, melhor, sabemos que é importante. Mas quando acontecer a derrota tem de ter a tranquilidade para não jogar fora tudo isso que estamos fazendo até agora. Tem de retomar o quanto antes - analisou Fagner.

O Corinthians tem 44 pontos no Brasileirão, com um aproveitamento de 81.5%. Na próxima rodada, o Timão recebe o Sport, sábado, às 19h, na Arena.








Fagner segue mantra jogo a jogo do Corinthians: Pé no chão

Lateral se surpreende com série invicta no ano e campanha no Brasileiro, mas pede foco para evitar tropeço futuro. Contra o Sport, Timão pode atingir nova façanha


Por Diego Ribeiro

03/08/2017 15h27 
Invicto depois de 18 rodadas no Campeonato Brasileiro e líder com oito pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Corinthians tem como preocupação maior a manutenção do foco de seu elenco para a sequência da competição. 

Com 44 pontos somados, o Timão vem de vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, em Belo Horizonte, que ampliou a série invicta do clube para 33 jogos – segunda maior da história alvinegra. Com tantas marcas positivas, os jogadores mais experientes do grupo tentam evitar qualquer tipo de euforia. O lateral-direito Fagner fez um alerta. 

– O risco sempre existe. Se achar que já ganhou é perigoso. Então é preciso manter o pé no chão. Sabemos que ainda faltam 20 rodadas, muita coisa para rolar, então temos que manter o foco e seguir o nosso caminho para, no começo de dezembro, conquistar aquilo que tanto almejamos – destacou, nesta quinta-feira. 



Fagner no desembarque da delegação do (Foto: Diego Ribeiro) 

Os números são tão bons que surpreendem o próprio time. Diante do Sport, neste sábado, na Arena Corinthians, o Corinthians pode fechar o primeiro turno com a mesma pontuação do Cruzeiro de 2003 – que teve quatro jogos a mais para atingir o feito. 
– Surpreende pela dificuldade do Campeonato Brasileiro. Sabemos que é muito difícil você sair e conquistar pontos como estamos conquistando. Quando o campeonato se inicia, dez ou oito equipes são colocadas na briga pelo título, então a gente sabe o que vem fazendo. Não podemos perder o foco – pediu Fagner. 

Contra o Sport, o Corinthians deve ter o retorno do atacante Romero, recuperado de dores na coxa direita. Marquinhos Gabriel, com desconforto na coxa esquerda, não deve jogar mais uma vez. O último treino antes da partida é na tarde desta sexta-feira.









A chegada do Corinthians após vitória em BH

Técnico é o mais procurado por torcedores nesta quinta, um dia depois de triunfo sobre o Atlético-MG. Mendoza, emprestado ao Bahia, revê ex-companheiros 

Por Diego Ribeiro
03/08/2017 13h17

Comandante da histórica campanha do Corinthians no Campeonato Brasileiro, o técnico Fábio Carille foi o nome mais assediado da equipe na chegada a São Paulo, no fim da manhã desta quinta-feira, depois da vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, quarta, em Belo Horizonte.

O desembarque no Aeroporto Internacional em Guarulhos, foi rápido – a maioria dos titulares passou pelo saguão quase sem ser notada. Com Carille, porém, foi diferente. Rodeado por torcedores, tirou fotos, ouviu pedidos e até respondeu um torcedor mais abusado, que ousou dar palpites na escalação do time que lidera o Brasileirão. 



Fábio Carille foi bastante assediado na chegada do Corinthians a São Paulo (Foto: Diego Ribeiro) 
– Mais algum pedido? Estou precisando de mais um auxiliar – brincou o técnico. 
O clima leve tem marcado a campanha do Corinthians, que agora soma 44 pontos na tabela e já tem a melhor campanha da história do primeiro turno – desde que o campeonato passou a ter 20 clubes, em 2006. Nem os desfalques abalam o Timão. 
– É um campeonato longo, difícil. Sabíamos da importância de ter um grupo forte e todos os jogadores que não começaram jogando sabiam que era importante se preparar bem para, quando tivessem a oportunidade, ajudar da forma que vem sendo feito – disse o lateral-direito Fagner.  
Um reencontro curioso também marcou a chegada do Corinthians. No mesmo horário, a delegação do Bahia desembarcou vinda de Chapecó, onde empatou por 1 a 1 com a Chapecoense – o time fez escala na capital paulista para voar até Salvador. 

O atacante colombiano Mendoza, emprestado pelo Timão até o fim do ano, bateu papo com os ex-companheiros e membros da comissão técnica, tirou fotos e passou pelo saguão ao lado do lateral Moisés, um de seus melhores amigos no elenco. Pelo Timão, não fez nenhum jogo em 2017. 
Após a chegada, os reservas do Timão foram ao CT Joaquim Grava para um trabalho técnico. O Corinthians volta a campo no próximo sábado, contra o Sport, às 19h (de Brasília), na Arena Corinthians.
















Corinthians lider, isolado, invicto, supera desgaste
Em 34 dias desde a vitória do lider isolado, Timão, por 1 a 0 sobre Botafogo até a partida do próximo sábado contra o Sport, o Corinthians terá disputado dez jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa Sul-Americana. A desgastante maratona de jogos mudou a rotina da equipe no CT Joaquim Grava, e prova disso é o fato de que os titulares da partida contra o Flamengo (rm que a arbitragem tirou a vitória do Timão)  nem sequer treinaram em campo antes do compromisso diante do Atlético-MG vencido por 2 a 0 nesta quarta-feira. A lógica será repetida para o duelo do fim de semana.

- Estamos tendo cuidados físicos. Quinta e sexta os jogadores que atuaram contra o Atlético-MG estarão na mão do Walmir Cruz, nosso preparador físico - disse o técnico Fábio Carille, que comandará trabalhos em campo somente com os reservas nos dois dias antes da concentração para a partida.

O desgaste físico proporcionado pela maratona de jogos causou importantes desfalques para o Corinthians. Na vitória de ontem do Corinthians, por exemplo, Pablo, Romero e Marquinhos Gabriel foram ausências por problemas musculares, além de Jadson, que trata de fraturas em duas costelas. Além deles, o lateral-esquerdo Guilherme Arana e o volante Maycon foram confirmados na partida somente na última hora, pois também haviam apresentado risco de lesão pelo desgaste.

Para sábado, às 19h, contra o Sport, a escalação do Corinthians ainda está indefinida. Romero já havia voltado a treinar sem restrições e deve aparecer na vaga de Clayson, mas Marquinhos Gabriel ainda é dúvida para a ponta-direita, ocupada por Giovanni Augusto neste meio de semana. O restante da equipe deve ser o mesmo: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto), Rodriguinho e Romero (Clayson); Jô.

Após a partida contra o Sport, o Corinthians terá duas semanas antes de seu próximo desafio no Brasileirão, já que a Chapecoense pediu o adiamento da partida válida pela 20ª rodada para fazer uma viagem internacional. Depois do dia 5/8, o Timão volta a campo somente em 19/8, contra o Vitória. A partida remarcada diante da Chape será no dia 23/8.





Jô iguala número de gols da primeira passagem pelo Corinthians 



Jô tem 18 gols na temporada (Foto: Daniel Vorley/Agif)

O atacante Jô abriu caminho para vitória do Corinthians sobre o Atlético-MG e igualou o número de gols da primeira passagem pelo Corinthians. Ele chegou a 18, porém agora precisou de bem menos jogos.
Entre 2003 e 2005, Jô entrou em campo 118 vezes para alcançar a marca. Agora, foram somente 43 partidas. O camisa 7 do Timão é o artilheiro do Brasilerão com 11 gols marcados.












Corinthians espera ter Romero diante do Sport; Marquinhos Gabriel será reavaliado

Paraguaio já não sente dores e espera treinar com bola nos próximos dias. Meia será reavaliado nos próximos dias, mas comissão técnica do Timão considera remota a chance de retorno


Por Bruno Cassucci e Marcelo Braga

03/08/2017 09h02
Após o Corinthians vencer por 2x0 o Atlético-MG, nesta quarta-feira, no Mineirão, o Corinthians volta a campo contr o Sport, sábado, às 19h, na Arena Corinthians, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão, no qual já tem o simbólico título, para manter ou aumentar a diferença de oito pontos como lider. O atacante Romero se recupera bem de incômodo na coxa direita e tem grandes chances de voltar. 
O paraguaio já não sente dores e espera treinar com bola nos próximos dias. Se isso ocorrer, ele deve recuperar a vaga na ponta esquerda do Timão, que foi ocupada por Clayson nas duas últimas partidas. 


Romero pode voltar ao Corinthians depois de dois jogos fora (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians) 


Por outro lado, a chance de retorno de Marquinhos Gabriel é remota. Com desconforto na coxa esquerda, ele será reavaliado, mas a comissão técnica alvinegra praticamente descarta a sua presença em campo diante do Sport. 

Como Jadson também está machucado e só voltará a atuar em cerca de duas semanas, Giovanni Augusto vem sendo o escolhido para a posição. Uma alternativa seria Pedrinho, mas Fábio Carille entende que o garoto ainda precisa se fortalecer fisicamente. O volante Camacho treinou no meio na última terça-feira, mas o treinador preferiu não improvisá-lo pelo lado do campo. 

A possibilidade de Romero e Clayson atuarem juntos é quase nula. Carille entende não ser possível atuar com atacantes pelos dois lados, pois isso comprometeria a criação da equipe. 

Depois da vitória em Belo Horizonte por 2 a 0, o elenco corinthiano volta a capital paulistanesta quinta-feira. Na sexta, o grupo faz no CT Joaquim Grava o único trabalho em campo antes do confronto com o Sport.



























Meia corinthiano Rodriguinho volta a marcar em niva vitória do lider isolado e chega a 10 gols no ano
Na vitória do Corinthians sobre o Atlético-MG por 2 a 0, fora de casa, além de brilhar na armação e ajudar a marcação, o meia  Rodriguinho voltou a marcar pelo Timão e coroou grande atuação.

O último tento de Rodriguinho havia sido no dia 28 de maio, pela 3ª Rodada do Brasileirão, na vitória do Corinthians por 1x0 sobre Atlético-GO. Ele foi destque com dois gols na final do Paulista que garantiu título ao Timão. Com o desta quarta-feira ele chegou ao décimo na temporada 2017. Apesar da conquista pessoal, ele preferiu valorizar o grupo corinthiano.

- A gente vem falando desde o começo internamente para todo mundo se preparar porque o campeonato é longo e a oportunidade vai aparecer. Nosso grupo está mostrando uma união muito grande, e quem entra dá conta do recado - comentou na saída de campo.

Sobre a partida e mais uma grande vitória como visitante, Rodriguinho fez elogios ao adversário e explicou como o segundo gol deixou tudo mais tranquilo para o Corinthians, que buscava ampliar no erro do adversario

- Depois que fizemos o gol, ficamos com uma postura mais defensiva, o Atlético-MG tem muita qualidade na frente, tentamos explorar contra-ataque, o Victor fez boas defesas, mas depois conseguimos ampliar o placar e a partida ficou mais tranquila - finalizou.

O lider, isolado, invicto, melhor do turno, Timão, volta a campo neste sábado, às 19h, para enfrentar o Sport, na Arena, pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Brasileirão-2017.


















Diretor do Timão fala em ganância de agente de Pablo, mas vê negociação reversível
Um dia depois de o empresário de Pablo anunciar que a negociação com o Corinthians estava suspensa, o diretor de futebol do Timão, Flávio Adauto, atacou o agente. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, o dirigente falou em ganância de Fernando César, advogado e representante do zagueiro.

- Acho que o empresário pensou nele e esqueceu que tinha trazido um jogador de caráter, um grande profissional, um camarada que tem no Corinthians a maior vitrine da sua vida, que chegou desacreditado, mas soube aproveitar por sua competência. Acho que ganância do digirente (na verdade, quis dizer empresário) faz algumas coisas não serem concluídas - afirmou Flávio Adauto, ao "Globoesporte.com".

Pablo está emprestado até o fim da temporada pelo Bordeaux (FRA), que detém os direitos econômicos do jogador de 26 anos. Os clubes já haviam entrado em um acordo pela compra, mas o empresário do zagueiro anunciou a suspensão da negociação com o Timão na última terça-feira à noite. A permanência de Pablo é incerta.


- Se é irreversível? Digo que não, é só a pessoa na hora de deitar botar a cabeça no travesseiro e fazer o que é usual no futebol. Se não confia no clube, temos o direito de também não confiar nele - disse Flávio Adauto.

Há uma semana, Corinthians e representantes de Pablo fecharam acordo sobre o novo contrato. Dias depois, entretanto, o clube avisou ao empresário que não conseguiria cumprir com dois combinados: a diluição do pagamento de luvas e a divisão da comissão pelo negócio. A ideia do estafe de Pablo era receber os valores durante o mandato do presidente Roberto de Andrade, até fevereiro de 2018, ou ter garantias de pagamento posterior, colocando os valores em carteira de trabalho. 

O Corinthians sugeriu dividir as luvas ao longo de todo o contrato, que terá duração de 54 meses, e pagar a comissão (equivalente a 10% de tudo o que Pablo receberá em quatro anos e meio) também ao longo do período, sendo uma parcela por ano. Em relação ao acerto com o Bordeaux, o Timão pagaria três parcelas de 400 mil euros (R$ 1,4 milhão), sendo a primeira depositada apenas em 2018, e ainda cederia os 15% que ainda tem do atacante Malcom, vendido ao clube francês no ano passado.

- O Corinthians fez tudo correto, tudo nas normas que os contratos são feitos. Cumprimos nossa palavra o Bordeaux, os contratos foram assinados, os valores acertados, envolvemos os direitos do Malcom, fizemos os planos de pagamento. Os valores de salários, luvas e imagem estavam acertados e faltava o contrato ser concluído. Na segunda, nos reunimos com o empresário, mas não concordamos com uma coisa lógica. Em um contrato de 54 meses, não somos obrigados a pagar luvas e imagem tudo à vista. Ele deixou claro que quer receber assim - rebateu Flávio Adauto.

- Você não pode assumir o risco de pagar à vista um contrato de 54 meses. É um excelente jogador, pode ter propostas no fim do ano que o Corinthians possa aceitar e o que vamos fazer com o que já pagamos? Não é assim. Se ele achava que o Corinthians tem essa condição, não temos. Não é lógico. Pablo é fantástico, vai continuar jogando no Corinthians no mínimo até o fim do ano - acrescentou o dirigente.