23 de jul de 2017

CORINTHIANS 23/07/2017












FICHA TÉCNICA
fluminenC 0 X 1 CORINTHIANS
Brasileirão 2017 16ª rodada
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 23/07/17, às 16h
arb Rafael Traci, Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (PR)
Público/Renda: 23.863 presentes / 21.105 pagantes / R$ 654.360
Cartões amarelos: Léo e Frazan (FLU). Rodriguinho e Balbuena (COR)
GOL: Balbuena, 4'/2ºT (0x1)
flu: 22-Júlio César, 16Renato (26 Mateus Norton, 17'/2ºT), 13-Frazan, 33Henrique e 15Léo; 18Orejuela, 23-Marlon Freitas (28 Matheus Alessandro, 29'/2ºT), 37Wendel e 10Gustavo Scarpa; 70 Richarlison e 9-Henrique Dourado (27?Peu, 33'/2ºT). Técnico: Abel Braga. + 12-Diego Cavalieri, 34 Matheus Phillipe, 41 Ibañez, 6 Marlon,21 Robert, Marcos Jr, 32 Pedro

CORINTHIANS: 12-Cássio, 23-Fagner, 34-Pedro Henrique, 4-Balbuena e 13-Guilherme Arana; 5-Gabriel, 8-Maycon, 26-Rodriguinho (29-Camacho, 47'/2ºT), 17-Giovanni Augusto (38-Pedrinho, 35'/2ºT) e 11-Romero (25-Clayson, 28'/2ºT); 7-Jô. Técnico: Fabio Carille. + 27-Wálter, 14-Léo, 2-Léo Príncipe, 6-Moisés, 21-Fellipe Bastos, 28-Paulo Roberto, 9-Clayton, 18-Kazim




















'Não tem time invencível, e sim time que trabalha sério', diz técnico corinthiano Fábio Carille


Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Divulgação)


Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Divulgação)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Agência Corinthians)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Agência Corinthians)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Rodrigo Gazzanel)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Lucas Merçon)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Lucas Merçon)




Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Lucas Merçon)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Lucas Merçon)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Lucas Merçon)




Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Lucas Merçon)




Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Divulgação)



Timão tem 83% de aproveitamento como visitante(Foto: Agência Corinthians)1/13


LANCE! - 23/07/2017 - 18:56


Melhor visitante ( e também melhor mandnte) do Campeonato Brasileiro com seis vitórias em oito partidas e 83% de aproveitamento, o Corinthians atingiu neste domingo, ao vencer o Fluminense por 1 a 0 no Maracanã, a marca de 30 partidas consecutivas sem derrotas na temporada. O Timão está invicto na competição nacional e tem nove pontos de vantagem na liderança à espera do complemento da 16ª rodada.

No Maracanã, o técnico Fábio Carille foi questionado sobre os números que colocam o Timão como favorito ao título mesmo no decorrer do primeiro turno, mas despistou sobre o assunto. Sobre o time ser "invencível", a resposta do comandante corintiano foi forte.

- Não tem isso de time invencível. Mas que é uma das equipes mais organizadas, com certeza, os jogadores sabem o que fazer, leitura de jogo, coberturas, mudam-se peças e conseguimos manter o padrão. Time invencível não tem, e sim times que trabalham sério - apontou o treinador, que elogiou o equilíbrio do Coringão na vitória diante do Fluminense.

- O que uma comissão técnica busca num time é equilíbrio, e hoje (domingo) fomos o tempo todo equilibrados, jogando com bola ou sem, com triangulações, aproximação. Se a gente tivesse acertado o último passe poderia ter feito até mais gols. Saio feliz com o rendimento. A questão dos empates era mais para fora do que para nós mesmos, o que me preocupa é o rendimento. Mas jogamos contra o Atlético-PR e o Avaí para vencer, não penso nessa história de invencibilidade e saio daqui satisfeito com o jogo - sentenciou.

O Corinthians com seu técnico Fábio Carille reforçou a tese do "jogo a jogo".
- Tem muito campeonato ainda. Não fico pensando em título, é só jogo a jogo. Falaram tanto do nosso empate contra o Avaí, mas Grêmio e Cruzeiro perderam. Não posso pensar lá na frente, então penso no Patriotas e depois no Flamengo.










Corinthians exalta marca defensiva: 25 partidas sem sofrer gols neste ano
Não é apenas a sequência de 30 jogos invictos que impressiona no Corinthians que é líder disparado do Campeonato Brasileiro. Com a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, neste domingo, no Maracanã, a equipe comandada pelo técnico Fábio Carille atingiu a marca de 25 jogos sem sofrer gols em 43 partidas disputadas até o momento nesta temporada.

Após a marca atingida, o treinador corintiano exaltou o desempenho defensivo do time ao ser questionado sobre a série invicta que já é a terceira maior na história do clube.

- Mais do que invencibilidade, o que me traz satisfação é que são 26 (na verdade, 25) jogos sem tomar gol em 43 jogos oficiais no ano. Claro que isso é legal e nos deixa orgulhosos, mas não trago responsabilidade a mais, não falo disso em reuniões, e sim da responsabilidade que existe em cada jogo - afirmou Carille, na coletiva de imprensa no Maracanã.

Após a vitória do Timão sobre o Fluminense, o goleiro Cássio também ressaltou o entrosamento de todo o sistema defensivo do Corinthians para o time ter conquistado mais três pontos fora de casa.

- Nós temos uma defesa bem organizada e todo mundo entende que é marcar e a gente se defendeu bem para sair com essa vitória - afirmou Cássio.

Em 43 partidas no ano, o Corinthians sofreu 22 gols em 18 partidas. O Corinthians busca contratar novo zagueiro, pois Pablo deve voltar daqui 1 mês

CONFIRA OS JOGOS EM QUE O CORINTHIANS NÃO FOI VAZADO NO ANO:

PAULISTA] 4/2 - São Bento 0 x 1 Corinthians
COPA DO BRASIL] 8/2 - Caldense 0 x 1 Corinthians
PAULISTA] 15/2 - Corinthians 1 x 0 Novorizontino
PAULISTA] 18/2 - Audax 0 x 1 Corinthians
PAULISTA] 22/2 - Corinthians 1 x 0 p...
COPA DO BRASIL] 1/3 - Brusque 0 x 0 Corinthians
PAULISTA] 4/3 - Corinthians 1 x 0 s7os
COPA DO BRASIL] 9/3 - Luverdense 0 x 2 Corinthians
PAULISTA] 1/4 - Botafogo-RP 0 x 0 Corinthians
SUL-AMERICANA] 5/4 - Corinthians 2 x 0 Universidad de Chile
PAULISTA] 9/4 - Corinthians 1 x 0 Botafogo-RP
PAULISTA] 16/4 - 5P 0 x 2 Corinthians
PAULISTA] 30/4 - Ponte Preta 0 x 3 Corinthians
BRASILEIRÃO] 21/5 - Vitória 0 x 1 Corinthians
BRASILEIRÃO] 28/5 - Atlético-GO 0 x 1 Corinthians
BRASILEIRÃO] 3/6 - Corinthians 2 x 0 s7os
BRASILEIRÃO] 14/6 - Corinthians 1 x 0 Cruzeiro
BRASILEIRÃO] 18/6 - Coritiba 0 x 0 Corinthians
BRASILEIRÃO] 22/6 - Corinthians 3 x 0 Bahia
BRASILEIRÃO] 25/6 - Grêmio 0 x 1 Corinthians
BRASILEIRÃO] 2/7 - Corinthians 1 x 0 Botafogo
BRASILEIRÃO] 8/7 - Corinthians 2 x 0 Ponte
BRASILEIRÃO] 12/7 - p.... 0 x 2 Corinthians
BRASILEIRÃO] 19/7 - Avaí 0 x 0 Corinthians
BRASILEIRÃO] 23/7 - Fluminense 0 x 1 Corinthians


















Corinthians soma 40 pontos em 15 jogos com 11 vitórias e 4 empates, segue lider, isolado e invicto no Brasileirão 2017

Estatísticas de FluminenC 0x1 Corinthians

 23 DE JULHO DE 2017 ÀS 18:12



Corinthians conseguiu importante vitória no Maracanã (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)







NÚMEROS GERAIS DE flu 0X1 CORINTHIANS
– Dados Footstats


Posse de bola do Corinthians: 44%
Finalizações certas do Corinthians:1



Finalizações erradas do Corinthians: 11
Cruzamentos certos do Corinthians: 4
Cruzamentos errados do Corinthians: 27
Passes certos do Corinthians: 334
Passes errados do Corinthians: 37
Lançamentos certos do Corinthians: 20
Lançamentos errados do Corinthians: 16
Desarmes certos do Corinthians: 10
Faltas cometidas pelo Corinthians: 12













Atuações dos Corinthians na vitória de hoje do Timão, lider isolado e invicto

flu0x1 CORINTHIANS
O Corinthians, lider isolado e invicto no Brasileirão 2017, venceu um difícil jogo fora de casa por 1x0. Além da defesa consistente e boas defesas do goleiro Cássio, os comandados de Fabio Carille também contaram com um Balbuena inspirado. O defensor, muito bem ao segurar o ímpeto ofensivo dos cariocas, ainda foi lá na frente e resol e interceptações, mas foi facilmente batido por Balbuena no lance do gol.



CORINTHIANS
7,5
Cássio
Fez defesas importantes para o resultado e mostrou mais uma vez que merece ser convocado por Tite para a Seleção Brasileira.

6,5
Fágner
Apareceu menos no ataque do em outros jogos. Mas na defesa foi muito bem em desarmes que o adversário sairia na frente de Cássio.

7,5
Balbuena
Fez grande partida. Foi firme na marcação e ganhou todas pelo alto. Foi premiado com um gol de cabeça. Levou cartão amarelo

6,5
Pedro Henrique
Apareceu na hora certa para tirar a bola de Richarlison que poderia marcar um golaço após chapéu em Balbuena.

6,5
Guilherme Arana
Mais uma boa partida, principalmente no apoio ao ataque em tabelas com Romero. Faltou caprichar um pouco mais nos cruzamentos.

6,5
Gabriel
Marcou bem os jogadores de meio do Fluminense e ajudou na articulação com bons passes no meio. Fez menos faltas que o habitual.

6,0,
Maycon
Partida regular. Exagerou um pouco nas faltas no 1 tempo. Na etapa final, se soltou mais participando de jogadas no ataque.

6,5
Giovanni Augusto
Bateu bem escanteio para gol de cabeça de Balbuena. Participou de boas jogadas no ataque e levou perigo com chute de fora da área.

6,0
Rodriguinho
Participou bastante dos lances de ataque mas perdeu bolas que poderiam levar perigo ao gol do Fluminense. Levou amarelo por falta.

6,5
Romero
Fez algumas boas jogadas atuando aberto pela esquerda e quase marcou de cabeça. Foi substituído no 2 tempo por contusão.

6,5

Não foi tão decisivo como em outras partidas do Brasileirão. Mas teve boa participação fazendo bem a função de pivô no ataque.

7,5
Clayson
Substituindo Romero, fez boa jogada pela esquerda em lance que faltou pouco para Jô marcar o segundo gol da equipe.

6,0
Pedrinho
Ficou poucos minutos em campo ao substituir Giovanni Augusto e teve poucas chances para fazer jogadas no ataque.

--
Camacho
Entrou nos minutos finais e pouco participou do jogo. Fica sem nota.

7,0
Fábio Carille
Conseguiu manter o padrão de jogo da equipe mesmo com os desfalques de Pablo e Jadson para conquistar boa vitória fora de casa.









Técnico corinthiano Fábio Carille destaca equilíbrio doTimão após vitória no Maracanã sobre o Fluminense

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico do Timão falou ainda sobre as chances de gols criadas, Giovanni Augusto e ressaltou, mais uma vez, o mantra de “jogo a jogo”, adotado desde o início do Brasileirão
18h40 23/07/2017 - Agência Corinthians




© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

“O que uma comissão técnica busca num time é equilíbrio, e hoje tivemos o tempo todo, jogando com bola ou sem, triangulações, aproximação”. Foram com estas palavras que o técnico do Corinthians, Fábio Carille, iniciou sua entrevista coletiva após a vitória conquistada fora de casa, no Maracanã, diante do Fluminense, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Se a gente tivesse acertado o último passe poderia ter feito até mais gols. Saio feliz com o rendimento. A questão dos empates era mais para fora do que nós mesmos, o que me preocupa é o rendimento. Mas jogamos contra o Atlético-PR e Avaí para vencer, não penso nessa história de invencibilidade e saio daqui satisfeito com o jogo”, explicou o treinador do Timão.

O comandante falou também sobre o substituto de Jadson – com uma lesão na costela –, Giovanni Augusto, autor da assistência no gol de Balbuena: “Jogou acima do esperado pelo tempo que ficou fora. Ergueu a bola, fez triangulações, fez tudo muito bem. Jogar fora de casa contra Fluminense, Grêmio, qualquer equipe desse porte, é natural ser pressionado. Tudo estava dentro do planejado, eu também faço isso, como tirar o Gabriel e colocar o Kazim contra o Avaí. Os jogadores cumpriram o que tinham que fazer”, disse.

Carille foi questionado se já pensa em título do Brasileirão e, muito tranquilo, respondeu que ainda há muito campeonato pela frente e frisou seu mantra desde o início da competição. “O Grêmio pega o São Paulo amanhã (24), pode diminuir para seis pontos. Não fico pensando em título, é só jogo a jogo”, comentou, emendando no assunto preparação física e concentração. “A questão da parte física é que todas as equipes vão chegar no mesmo nível, todos jogam quarta e domingo. Sobre desempenho, eu valorizei nossos dois empates. Quando você vence o Palmeiras e depois tem outro jogo é natural que a concentração caia. Falaram tanto do nosso empate contra o Avaí, mas Grêmio e Cruzeiro perderam. Não posso pensar lá na frente, penso no Patriotas e depois no Flamengo.”

Outra pergunta dos jornalistas foi sobre a invencibilidade alvinegra, que já dura 30 jogos. “Não dá para ficar pensando nisso. Mais do que invencibilidade, o que me traz satisfação é que são 26 jogos sem tomar gol em 43 jogos oficiais no ano. Claro que isso é legal e nos deixa orgulhosos, mas não trago responsabilidade a mais, não falo disso em reuniões, e sim da responsabilidade que existe em cada jogo”, ressaltou. “Não tem isso de time invencível. Mas que [o Corinthians] é uma das equipes mais organizadas, com certeza, os jogadores sabem o que fazer, têm leitura de jogo, coberturas, mudam-se peças e conseguimos manter o padrão. Time invencível não tem, e sim times que trabalham sério”, complementou.

O trabalho para o treinador do Timão não para. Na tarde desta segunda-feira (24), ele já estará no gramado do CT Dr. Joaquim Grava comandando a equipe no primeiro treino de preparação para o duelo de volta da segunda fase da Conmebol Sul-Americana, na quarta (26), 21h45, na Arena Corinthians, diante do Patriotas (COL). No jogo de ida, na Colômbia, a disputa terminou empatada em 1 a 1.





Goleiro corinthiano Cássio valoriza os quatro pontos conquistados pelo Corinthians, o lider, fora de casa após triunfo diante do Fluminense

Paredão alvinegro também avaliou o duro duelo diante dos cariocas, dando ainda mais valor à vitória do Timão


18h40 23/07/2017 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


O Corinthians conquistou uma importante vitória, fora de casa, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo (23). No estádio do Maracanã, o Timão superou o Fluminense por 1 a 0 e chegou aos 40 pontos na tabela de classificação, mantendo a primeira colocação – o vice-líder Grêmio tem 31 pontos e um jogo a menos.

Com o resultado, o Alvinegro somou quatro pontos nesta sequência de duas partidas fora de casa – no meio da semana, empatou sem gols com o Avaí, na Ressacada. O goleiro Cássio, que teve grande atuação diante dos cariocas, exaltou os resultados: “A gente vinha de dois empates e para muita gente tinha sido tropeços, mas eu não vejo dessa maneira. Agora fizemos quatro pontos em dois jogos fora de casa e é um número muito bom. Foi muito difícil jogar aqui [Maracanã], mas conseguimos uma vitória muito importante para darmos sequência no nosso trabalho”, disse o camisa 12.

O goleiro e o resto do elenco corinthiano estarão, já na tarde desta segunda-feira (24), no CT Dr. Joaquim Grava, onde darão início à preparação para o duelo da próxima quarta-feira (26), às 21h45, na Arena Corinthians, diante do Patriotas (COL), no duelo de volta da segunda fase da competição continental – 0 a 0 foi o placar na Colômbia.










Jô ressalta importância da vitória do Corinthians por 1x0, fora de casa, sobre Fluminense

Atacante valorizou adversário, que fez jogo dura no triunfo alvinegro por 1 a 0, no estádio do Maracanã
18h20 23/07/2017 - Agência Corinthians



© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Com um gol de Balbuena, o Corinthians venceu o Fluminense por 1 a 0, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e chegou aos 40 pontos no Campeonato Brasileiro – isolando-se ainda mais na liderança da competição. Após a partida, o atacante Jô falou da importância da vitória, já que o invicto, lider, Timão vinha de dois empates – 2 a 2 contra o Atlético-PR, na Arena Corinthians, e 0 a 0 diante do Avaí, na Ressacada.

“Era o nosso objetivo principal. A gente sabe que empatar fora de casa é um bom resultado no Brasileiro, mas a gente vinha de dois [empates], então a vitória era o nosso grande objetivo. Não para provar para alguns, que disseram que a gente ia tropeçar, como todos os outros também vão, mas para nós mesmo”, ressaltou o camisa 7.

Ele também fez uma avaliação da partida: “Jogamos de igual para igual com o Fluminense, que criou várias chances. Por isso, esses três pontos têm muita importância”.

Jô e seus companheiros voltam para São Paulo ainda neste domingo (23) e se reapresentam na tarde desta segunda-feira (24) no CT Dr. Joaquim Grava. Eles começaram a preparação para o duelo de volta da segunda fase da Conmebol Sul-Americana, diante do Patriotas (COL) – na primeira partida, as equipes empataram em 1 a 1 na Colômbia.






Corinthians bate o Flu e chega à 12ª vitória no BR


Créditos: Rodrigo Gazzanel/Corinthians


Mais uma vitória para a conta. Pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o líder Corinthians bateu o Fluminense por 1 a 0, no Maracanã, e agora lidera com 40 pontos. 


No Rio de Janeiro, Fluminense e Corinthians fizeram um primeiro tempo equilibrado. A melhor chance alvinegra saiu dos pés do Giovanni Augusto, que chutou da intermediária e a bola passou rente à trave de Júlio César. Do lado tricolor, as melhores chegadas foram com Richarlison. Na volta do intervalo, o Timão marcou aos quatro minutos. Giovanni Augusto cobrou escanteio, e Balbuena subiu mais que a zaga para testar firme para o fundo das redes: 1 a 0. Na tentativa do empate, o Flu chegou perto aos 14 minutos, quando Gustavo Scarpa chutou cruzado e a bola bateu na trave corintiana. O Corinthians segurou o placar até o apito final e chegou à 12ª vitória no Brasileirão. O time paulista lidera a competição com 40 pontos. 






Corinthians vence Flu no Maracanã com gol de Balbuena e segue com grande campanha
O Maracanã não recebeu um primeiro tempo inesquecível neste domingo. Houve alguns lances de mais perigo, mas a maior parte do tempo foi em clima morno. Richarlison cabeceou com precisão após cruzamento de Renato, mas foi flagrado em impedimento. Jô aproveitou erro de Léo na saída de bola, mas Rodriguinho não aproveitou a chance. Giovanni Augusto arriscou de fora da área, mas a bola desviou em Henrique. Pedro Henrique também teve uma chance de cabeça, mas não passou disso.

A divisão das oportunidades deixa claro: apesar do aparente equilíbrio, sem grandes chances de gol, o Corinthians foi superior em criação, enquanto o Fluminense teve mais posse de bola. O único lance polêmico da etapa inicial foi um puxão de Léo na camisa de Jô dentro da área, não notado pelo árbitro Rafael Traci. O técnico corintiano Fábio Carille ficou indignado com a jogada que considerou um pênalti não marcado.

Revoltas à parte, o Corinthians voltou para o segundo tempo com o mesmo padrão de jogo: defesa protegida e toques de qualidade no meio para abrir espaços no ataque. O Fluminense não vivia uma tarde de muita inspiração, e foi na bola parada que sofreu o mais duro golpe: aos quatro minutos, Giovanni Augusto cobrou escanteio aberto e Balbuena pulou mais alto que Henrique para cabecear sem defesa para o goleiro Júlio César.

Os melhores lances do jogo apareceram justamente depois do gol. Primeiro o Corinthians foi para cima, com Rodriguinho parando em boa defesa de Júlio César e depois em cruzamento de Giovanni Augusto na área para cabeceio de Romero para fora. O Flu também criou ótimas oportunidades, com chute cruzado de Gustavo Scarpa que pegou na trave e Richarlison não conseguiu aproveitar o rebote, defesa de Cássio em batida de Peu e um gol de Richarlison em que foi marcado impedimento. Enfim, alguma emoção. Mas nada que tenha alterado o placar...

O Corinthians volta a jogar pelo Brasileirão no domingo, na Arena Corinthians contra o Flamengo - antes disso, entra em campo pela Copa Sul-Americana na quarta, diante do Patriotas (COL), também em sua casa



FICHA TÉCNICA
fluminenC 0 X 1 CORINTHIANS
Brasileirão 2017 16ª rodada
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 23/07/17, às 16h
arb Rafael Traci, Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (PR)
Público/Renda: 23.863 presentes / 21.105 pagantes / R$ 654.360
Cartões amarelos: Léo e Frazan (FLU). Rodriguinho e Balbuena (COR)
GOL: Balbuena, 4'/2ºT (0x1)
flu: 22-Júlio César, 16Renato (26 Mateus Norton, 17'/2ºT), 13-Frazan, 33Henrique e 15Léo; 18Orejuela, 23-Marlon Freitas (28 Matheus Alessandro, 29'/2ºT), 37Wendel e 10Gustavo Scarpa; 70 Richarlison e 9-Henrique Dourado (27?Peu, 33'/2ºT). Técnico: Abel Braga. + 12-Diego Cavalieri, 34 Matheus Phillipe, 41 Ibañez, 6 Marlon,21 Robert, Marcos Jr, 32 Pedro

CORINTHIANS: 12-Cássio, 23-Fagner, 34-Pedro Henrique, 4-Balbuena e 13-Guilherme Arana; 5-Gabriel, 8-Maycon, 26-Rodriguinho (29-Camacho, 47'/2ºT), 17-Giovanni Augusto (38-Pedrinho, 35'/2ºT) e 11-Romero (25-Clayson, 28'/2ºT); 7-Jô. Técnico: Fabio Carille. + 27-Wálter, 14-Léo, 2-Léo Príncipe, 6-Moisés, 21-Fellipe Bastos, 28-Paulo Roberto, 9-Clayton, 18-Kazim
















#Timão40graus: no Maracanã, Corinthians bate Fluminense pelo Brasileirão

Alvinegro chegou aos 40 pontos e se isolou ainda mais na liderança da competição, nove pontos à frente do Grêmio, segundo colocado


17h55 23/07/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Na tarde deste domingo (23), o Corinthians conquistou mais uma importante vitória pelo Campeonato Brasileiro. Em partida válida pela 16ª rodada da competição, o Alvinegro visitou o Fluminense, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e bateu os cariocas por 1 a 0 – gol anotado por Balbuena. Com o triunfo, o Timão chegou aos 40 pontos – 12 vitórias e quatro empates – e manteve a liderança do Brasileirão, com nove pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Grêmio, que jogará nesta segunda-feira (24).

Coringão escalado: O técnico Fábio Carille mandou o Timão a campo com Cássio; Fagner, Balbeuna, Pedro Henrique, Guilherme Arana; Gabriel, Maycon; Giovanni Augusto, Rodriguinho, Romero; e Jô. No banco de reservas, o treinador tinha à disposição Walter (GOL), Léo Príncipe (LD), Moisés (LE), Léo Santos (ZAG), Paulo Roberto (VOL), Fellipe Bastos (VOL), Camacho (MEI), Pedrinho (ATA), Kazim (ATA), Clayson (ATA) e Clayton (ATA).

Começo estudado: Os primeiros minutos da partida foram com as duas equipes bem postadas e observando as ações adversárias. O Fluminense marcava o Alvinegro desde o campo de ataque, o que dificultava a saída de bola do Timão. Aos poucos, o Corinthians foi se desprendendo da marcação – principalmente nas descidas pela esquerda – e, logo aos quatro minutos, Romero fez boa tabela com Guilherme Arana pela esquerda e tentou o cruzamento, mas a bola do paraguaio saiu um pouco forte e passou por todo mundo.

Primeira chance de perigo: Aos 11 minutos, Léo saiu jogando errado e Jô ficou com a bola. O camisa 7 tocou para Rodriguinho, que deixou a bola escapar um pouco na hora do domínio e não pegou bem na hora do chute. Neste momento do jogo, o Coringão era ligeiramente superior na partida e criou outra boa oportunidade, aos 17 minutos, quando Maycon tocou para Giovanni Augusto, que carregou e chutou forte. A bola desviou no zagueiro Henrique e quase entrou no cantinho. No escanteio, Pedro Henrique cabeceou e a bola passou muito perto da trave esquerda - Rodriguinho quase chega nela para desviar para o gol também.

Corinthians segue melhor: Depois dos 20 minutos, a partida esfriou um pouco. Os cariocas tiveram a bola por mais tempo, mas o Alvinegro era mais agudo quando detinha a posse. Em dois contra-ataques – aos 36 e aos 43 minutos –, o Fluminense chegou perigosamente com Richarlison, mas Fagner foi bem e evitou a chegada adversária. No finalzinho na etapa inicial, aos 45 minutos, Rodriguinho encontrou Romero na esquerda e o camisa 11 arriscou o chute, que saiu à esquerda.

Placar aberto: Logo no início do segundo tempo, aos quatro minutos, Giovanni Augusto cobrou escanteio e Balbuena testou forte, no canto esquerdo do goleiro Julio Cesar, que nada pode fazer. Foi o terceiro gol do zagueiro paraguaio no Brasileirão – o quarto no ano.

Alvinegro no ataque: Depois do gol, o Fluminense passou a tentar lançamentos para chegar ao gol de empate. O Corinthians, bem postado na defesa, seguiu consistente e, com isso, também criava algumas oportunidades. Aos oito minutos, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Fagner fizeram uma linda troca de passes, mas o lateral ficou em posição irregular. Aos 14 minutos, Scarpa tentou o chute e acertou o pé da trave Cássio. Pouco depois, aos 17 minutos, veio o troco do Timão em cabeçada de Romero.

Cássio corajoso: Aos 19 minutos, Scarpa fez o cruzamento, Henrique Dourado escorou de cabeça e Richarlison tentou o chute. Cássio saiu de soco na bola e dividiu de maneira perigosa com o adversário. Ambos precisaram de atendimento médico, mas seguiram no jogo.

Substituições: Aos 28 minutos, Romero sentiu e pediu para ser substituído. Clayson entrou em seu lugar. Depois, aos 36 minutos, Giovanni Augusto deu lugar a Pedrinho. Camacho foi o último a entrar, já nos acréscimos, no lugar de Rodriguinho.

Boa chegada: Guilherme Arana deu belo passe dentro da área para Rodriguinho, que tentou chutar cruzado, mas Henrique conseguiu desviar e a bola foi para escanteio.

Pressão do Fluminense: Nos minutos finais, os cariocas se atiraram ao ataque em busca do empate. Aos 42 minutos, após cobrança de escanteio de Scarpa, Peu chutou de dentro da área e Cássio, como um muro, fez uma excelente defesa. Aos 44 minutos, Peu subiu de cabeça e, mais uma vez, o camisa 12 do Timão foi muito seguro e agarrou sem dar rebote. Aos 49 minutos, Richarlison chegou a anotar para o Flu, mas ele estava em posição de impedimento. Com isso, o placar foi mesmo de 1 a 0 para o Alvinegro.

Foco na Conmebol Sul-Americana: Na próxima quarta-feira (26), às 21h45, na Arena Corinthians, o Timão recebe o Patriotas (COL), para decidir uma vaga nas oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana. Na primeira partida do duelo, as equipes empataram em 1 a 1, na Colômbia. Um empate sem gols e vitória por qualquer placar dá a classificação ao Corinthians. Caso o empate seja de 1 a 1, a decisão vai para os pênaltis. Empates por mais de dois gols e triunfo dos colombianos por qualquer marcador classifica o Patriotas.














Corinthians encara o Fluminense no Maracanã pelo Brasileirão
Devido as lesões de Jadson e Pablo, que se contundiram no duelo da última quarta-feira contra o Avaí, o Timão deve ter escalação inédita no jogo contra o Flu
10h00 23/07/2017 - Agência Corinthians




Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Na tarde deste domingo (23), o Corinthians volta a ter um desafio pelo Brasileirão 2017. Após dois empates nas últimas rodadas, o Timão aposta no bom rendimento fora de casa para buscar a vitória contra o Fluminense, às 16h, no Maracanã, pela rodada da competição.

Mudanças na equipe

Devido as lesões de Jadson e Pablo, que se contundiram no duelo da última quarta-feira contra o Avaí, o Timão deve ter escalação inédita no jogo contra o Flu. No lugar de Pablo, o substituto natural será o zagueiro Pedro Henrique, que faz dupla com Balbuena. Já no lugar de Jadson, o técnico Fábio Carille optou por escalar o meia Giovanni Augusto, que volta a ser titular do Timão após longo período afastado por lesão.


Retrospecto histórico em Brasileiros


O Corinthians leva vantagem com 18 vitórias contra 16, sendo 17 empates

Manutenção da vantagem na liderança

Após duas rodadas sem vencer – fato inédito para o Timão na competição nacional – o Corinthians busca a vitória para mantem a vantagem de, no mínimo, seis pontos para o vice-líder, mas também pode aumentá-la para 7 ou 9.









Há 28 anos, Neto estreava com a camisa do Corinthians

Em duelo pela Copa do Brasil, o primeiro jogo do eterno Xodó da Fiel aconteceu contra o Sampaio Corrêa, em 1989

10h00 23/07/2017 - Agência Corinthians



Neste domingo (23), a estreia de um dos maiores ídolos do Corinthians completa 28 anos. No dia 23 de julho de 1989, Neto jogava pela primeira vez com o manto alvinegro. O ex-jogador foi um dos principais pilares da conquista do Campeonato Brasileiro de 1990, o primeiro da história do Timão.

No Pacaembu, o Corinthians enfrentava o Sampaio Corrêa pelo jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil. Mais de 19 mil pessoas acompanharam o primeiro jogo do eterno Xodó da Fiel. Com gol de Fabinho no segundo tempo, o Corinthians venceu a equipe adversária por 1 a 0 e seguiu adiante na competição nacional.

Para aquele duelo, o treinador Palhinha escalou o Corinthians com Ronaldo; Wilson Mano, Marcelo, Dama e Denys; Márcio Bittencourt, Eduardo, Neto; Fabinho, Viola e Mauro.

Após sua estreia, Neto contabilizou 228 jogos com a camisa do Corinthians e dois títulos conquistados. Além do Brasileirão de 1990, o ídolo corinthiano também foi campeão paulista, em 1997. Especialista em cobrança de falta, o eterno Xodó da Fiel marcou 80 gols com a camisa do Timão.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.















Corinthians preparou jovem zagueiro para sequência sem Pablo

Camisa 34 atuou 18 vezes nesta temporada(Foto: Daniel Augusto Jr)
Gabriel Carneiro - 23/07/2017 - 07:00

O discurso de apostar nos jogadores formados nas categorias de base feito e repetido no começo do ano tem sido levado a sério pelo Corinthians. Uma das provas é a entrada de Pedro Henrique na equipe titular neste domingo, às 16h, na partida contra o Fluminense. Sem pressa para buscar reforços da posição e agora sem contar com Pablo, que está em tratamento de lesão, a chance de uma nova sequência como titular caiu no colo do jogador de 21 anos, e que integra o elenco profissional desde 2014.

Do elenco formado por 34 jogadores, Pedro Henrique é um dos 15 revelados pelo próprio Timão. E mesmo já tendo atuado 34 vezes e até marcado um gol, o jovem zagueiro ainda é considerado um atleta em formação. Tanto é que o Corinthians preparou, a partir de fortes trabalhos no dia a dia, a entrada do camisa 34 na vaga de Pablo: Pedro Henrique amadureceu, evoluiu fundamentos e já demonstrou à comissão técnica que pode ser um substituto à altura do nível de atuação do titular nos próximos oito jogos.

O Corinthians diagnosticou algumas dificuldades de Pedro Henrique e trabalha para corrigir cada aspecto com treinamentos e geração de imagens. As principais questões eram as coberturas, o posicionamento e o trabalho com a linha defensiva, que exige compactação e movimentação em bloco. A distância das coberturas, quando é preciso reforçar a marcação após algum companheiro ter sido superado pelo adversário no um contra um, e a posição do corpo nos cabeceios e rebatidas foram e continuam sendo trabalhadas. Apesar da desconfiança dos torcedores, a comissão técnica acredita no potencial de Pedro Henrique para o futuro do Timão.

A maior sequência de jogos do camisa 34 pelo Corinthians foi no ano passado, sob o comando de Cristóvão Borges. Pedro Henrique aproveitou brechas do elenco para entrar no time titular e se firmou com boas atuações - especialmente na goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo pelo Brasileirão. O problema é que o zagueiro sofreu contusão, perdeu espaço, viu a equipe encerrar uma série de vitórias e também nunca mais repetiu a sequência de seis jogos que teve naquela oportunidade. Em 2017, a sorte voltou a aparecer.

Fagner e Jô de gerações mais antigas, Guilherme Arana e Maycon de formações mais recentes, e agora Pedro Henrique abrindo a possibilidade de sua maior sequência de jogos como profissional do Corinthians. A base vem forte.



















 Após 3 meses de contusão e cirurgia, meia Giovanni Augusto busca reação no Corinthians


Por Diego Ribeiro
23/07/2017 08h23

Escolhido pelo técnico Fábio Carille para substituir Jadson no jogo deste domingo no Corinthians contra o Fluminense, às 16h (horário de Brasília), no Maracanã, o meia Giovanni Augusto encara a oportunidade como uma nova maneira de reagir dentro do Corinthians. 

Depois de recusar empréstimo em troca de Valdívia com o Intern, que está na segunda divisão, no início de abril, Giovanni Augusto afirmou que se sentia útil ao Corinthians e pretendia dar a volta por cima para reescrever sua história no clube. Carille, por sua vez, prometeu recuperar o jogador em 2017. 

Pouco depois de garantir permanência, porém, Giovanni Augusto teve uma lesão séria na cartilagem do tornozelo esquerdo, em falta desleal do chorolado Rodrigo Dourado sofrida justamente diante do Inter, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Desde então, é a primeira chance real que o meia tem para mostrar valor. 




Giovanni Augusto sorri em treino do Timão: nova chance à vista (Foto: Diego Ribeiro) 


Giovanni Augusto participou de seu último jogo dia no empate por 1 a 1 com o Patriotas, na Colômbia, pela Copa Sul-Americana. 

– Eu não vou desistir de jogador nenhum. O Giovanni entrou bem também, triangulando e iniciando jogadas. Fico satisfeito e vamos recuperar esse atleta. Primeiro porque ele quer, e segundo porque vamos trabalhar bastante – afirmou Carille, em abril. 

Giovanni Augusto foi escolhido pela comissão técnica porque é quem tem características mais parecidas com as de Jadson. Pedrinho também poderia ser opção para o setor, mas é mais de drible, velocidade e jogadas de linha de fundo. 

Contratado em fevereiro de 2016, Giovanni Augusto é um investimento de 3 milhões de euros (R$ 11 milhões) 
Desde então, são 65 jogos e seis gols com a camisa alvinegra.


Com 37 pontos, o Corinthians é líder do Campeonato Brasileiro, 6 a frente do segundo


Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o FluminenC
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data e horário: domingo, às 16h (de Brasília)

Provável escalação do Corinthians : Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Giovanni Augusto, Rodriguinho e Romero; Jô


Desfalques: Marquinhos Gabriel (suspenso); Pablo (lesão na coxa direita) e Jadson (fratura nas costelas); Danilo e Vilson (em recuperação física)
Pendurados: Jadson, Cássio, Pablo, Jô e Gabriel
Arbitragem: Rafael Traci, com Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum, todos do Paraná








Timão manterá estilo com mudança. Giovanni Augusto substitui o contundido, Jadson.



Meia será titular pela quarta vez no ano(Foto: Daniel Augusto Jr)
Giovanni Augusto(Foto: Daniel Augusto Jr)


Gabriel Carneiro - 23/07/2017 - 06:05

O treinador do Corinthians, Fábio Carille, escolheu Giovanni Augusto, como titular na vaga do lesionado Jadson. 

A ideia do comandante e sua comissão técnica é fazer com que o Corinthians não sofra uma alteração muito forte em seu padrão de jogo, como ocorreria caso a opção fosse um atacante mais leve e não um meia com características semelhantes às de Jadson. Além do próprio camisa 10 e de Marquinhos Gabriel, que está suspenso da partida deste domingo, só Giovanni Augusto treina habitualmente como ponta-direita, sendo opção natural para o setor em uma fase com pouco tempo para ajustes - foram apenas dois treinamentos entre a partida contra o Avaí e a viagem ao Rio de Janeiro.

- O Jadson é um cara que vem por dentro e, com ele, a gente consegue fazer superioridade numérica muitas vezes - explica Rodriguinho, que é um dos principais atingidos pelas mudanças neste setor por conta da flutuação, uma ideia de jogo que o Corinthians planeja manter mesmo com a mudança de peças na terceira linha do 4-2-3-1.

Flutuação é uma orientação para a equipe se movimentar conjuntamente quando tem a posse de bola, com a função de organizar os ataques e transições ofensivas sem desequilibrar as linhas. Essa manutenção dos jogadores próximos uns dos outros facilita a abertura de linhas de passe seguras, e a distribuição de jogo nesta faixa do campo é uma das especialidades de Jadson. Com um jogador mais agudo, a ideia seria explorar mais os fundos do campo para fazer a bola chegar na área, um conceito menos utilizado pelo Corinthians em 2017 do que a circulação de bola pelo meio.

Na capacidade de Giovanni Augusto de repetir os movimentos de Jadson, especialmente na flutuação pelo meio-campo, está a confiança de Carille na manutenção do padrão do lider invicto, Corinthians.