19 de jul de 2017

CORINTHIANS 19/07/2017







FICHA TÉCNICA
avai 0 X 0 CORINTHIANS
Brasileirão 2017 15ª rodada
Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data-Hora: 19/7/2017 - 21h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio, Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público/renda: 10.926 pagantes/R$ 369.435
Cartões amarelos: Betão e Capa (a), Marquinhos Gabriel, Fagner e Romero (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: -


avai 22-Douglas; 2-Leandro Silva, 4-Alemão, 3-Betão e 6-Capa; 93Judson (94-Lucas Otávio, 42'/2ºT), 7Wellington Simião (10-Marquinhos, aos 32'/2ºT), 26Pedro Castro e 55Juan (11-Rômulo, aos 19'/2ºT); 9Junior Dutra e 99Joel. Técnico: Claudinei Oliveira.+ 1 Mauricio Kozlinski, 38Vitor Prada, 31Diego Tavares, 13Maicon, 80Airton,33 Gustavo, 90João Paulo, 28 Willians, 97-Lourenço

CORINTHIANS: 12-Cássio; 23-Fagner, 4-Balbuena, 3-Pablo (34-Pedro Henrique, aos 13'/1ºT) e 13- Guilherme Arana; 5- Gabriel (18-Kazim, aos 35'/2ºT) e 8-Maycon; 10-Jadson (31- Marquinhos Gabriel, aos 14'/1º), 26-Rodriguinho e 11-Romero; 7-Jô Técnico: Fábio Carille. + 27-Wálter, 6-Moisés, 21-Fellipe Bastos, 28-Paulo Roberto, 29-Camacho, 17-Giovanni Augusto, 25-Clayson, 38-Pedrinho


















Timão terá desfalque de um jogador suspenso e atenta a Pablo e Jadson, que vai para hospital

Meia sente dores na costela após entrada e é levado para exames, enquanto zagueiro volta a acusar problema na coxa. Contra Flu, Marquinhos Gabriel recebeu terceiro amarelo

Pablo sentiu dores na coxa direita

Eduardo Valente


Avaí x Corinthians

Eduardo Valente



Avaí x Corinthians

Eduardo Valente






Aavaí x Corinthians

Eduardo Valente



Avaí x Corinthians

Eduardo Valente



Avaí x Corinthians

Eduardo Valente






Avaí x Corinthians

Eduardo Valente



Avaí x Corinthians

Eduardo Valente



Avaí x Corinthians

Eduardo Valente






Avaí x Corinthians

Eduardo Valente



Avaí x Corinthians

Eduardo Valente






LANCE!

19/07/2017

23:31




O Corinthians terá ao menos mais um desfalque para enfrentar o Fluminense, no próximo domingo: o meia Marquinhos Gabriel, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com o Avaí, na noite desta quarta-feira. O técnico Fábio Carille ainda poderá ter mais problemas para a próxima rodada, já que o zagueiro Pablo e o meia Jadson tiveram de ser substituídos ainda no primeiro tempo por razões físicas.




Pablo voltou a sentir dores na coxa direita. Ele havia sofrido uma contratura muscular na semana passada, duante a vitória no derby, e desfalcou o Corinthians no último sábado, diante do Atlético-PR. Nesta quarta, o zagueiro voltou ao time, mas sentiu dores logo no início do jogo e foi substituído aos 13 minutos.




- Ele fez os exames, treinou e foi para campo, fez o aquecimento. Tínhamos certeza que ele ficaria em campo o jogo inteiro, mas são coisas que acontecem. Não sei se foi o mesmo músculo. Agora é se recuperar para os próximos jogos - disse Carille, em entrevista coletiva após a partida.




Logo em seguida foi a vez de Jadson pedir substituição. O meia se chocou com Betão, reclamou de dores na costela e teve de deixar o campo aos 14 minutos. Logo após o jogo, o camisa 10 foi levado de ambulância a um hospital em Florianópolis para passar por exames iniciais. Ele postou no Instagram uma foto a caminho do local e disse: "Meu sonho era andar de ambulância, mas está doendo".







O técnico Fábio Carille disse que "só o médico pode falar sobre as lesões". O Corinthians volta de Florianópolis no início da tarde desta quinta-feira.




















Estatísticas de Avaí 0x0 Corinthians
19 DE JULHO DE 2017 ÀS 23:04



Corinthians ficou apenas no empate com o Avaí (Foto: Eduardo Valente)

NÚMEROS GERAIS DE AVAÍ 0X0 CORINTHIANS
– Dados Footstats

Posse de bola do Avaí: 33%
Posse de bola do Corinthians: 67%
Finalizações certas do Avaí: 5
Finalizações certas do Corinthians: 7
Finalizações erradas do Avaí: 9
Finalizações erradas do Corinthians: 14
Cruzamentos certos do Avaí: 3
Cruzamentos certos do Corinthians: 8
Cruzamentos errados do Avaí: 13
Cruzamentos errados do Corinthians: 30
Passes certos do Avaí: 182
Passes certos do Corinthians: 612
Passes errados do Avaí: 41
Passes errados do Corinthians: 49
Desarmes certos do Avaí: 16
Desarmes certos do Corinthians: 17
Lançamentos certos do Avaí: 14
Lançamentos certos do Corinthians: 11
Lançamentos errados do Avaí: 24
Lançamentos errados do Corinthians: 6
Faltas cometidas pelo Avaí: 18
Faltas cometidas pelo Corinthians: 10





















ATUAÇÕES CORINTHIANS:

6,0
Cássio
Saiu bem para fechar o espaço de Juan. Não precisou fazer defesas difíceis.

6,0
Fagner
Criou boas chances em quase todas as vezes que subiu ao ataque. Vacilou em um lance na marcação, quando Joel recebeu e chutou na trave.

6,0
Balbuena
Foi bem na cobertura pelo lado direito. Vacilou em um lance ao não acompanhar Simião, que não conseguiu finalizar.


Pablo
Sentiu lesão na coxa direita e teve de ser substituído aos 13 minutos do primeiro tempo. Fica sem nota.

6,5
Guilherme Arana
Conseguiu cortar o perigo pelo seu setor. Foi importante no ataque, tanto na criação das jogadas quanto na bola parada.

5,0
Gabriel
Deu espaços no meio de campo e errou saídas de bola. Foi substituído no segundo tempo.

6,0
Maycon
Participou de boas trocas de passes pelo lado esquerdo - em um lance, inclusive, chapelou o adversário. Caiu de rendimento no segundo tempo.


Jadson
Sentiu dores na costela após choque com Betão e foi substituído aos 14 minutos do primeiro tempo. Também fica sem nota.

6,5
Rodriguinho
Não vinha fazendo um grande jogo, mas cresceu no segundo tempo: quase marcou um golaço de voleio que Douglas salvou e acertou a trave


5,0
Romero
Errou a maioria das jogadas que tentou pelo lados do campo e reclamou em um lance e levou cartão amarelo. Voltou para ajudar na marcação.

6,5

Acertou a maioria dos pivôs, distribuiu boas bolas para os companheiros e levou perigo pelo alto. Errou alguns passes.

5,5
Pedro Henrique
Assustou em um lance ao furar, mas conseguiu se recuperar e sofreu falta. Quase marcou de cabeça já nos acréscimos.

5,5
Marquinhos Gabriel
Buscou o jogo e finalizou, mas errou muito e não conseguiu levar perigo. Levou amarelo e está suspenso para a partida contra o Fluminense.

6,0
Kazim
Entrou aos 35 do segundo tempo e participou de dois bons lances. Sofreu falta em um e tabelou com Rodriguinho no outro.

6,0
Fábio Carille
Foi prejudicado pelas substituições ainda no início do jogo, arriscou no fim e quase conseguiu a vitória. Corinthians foi melhor que o Avaí.








.
Corinthians iguala terceira maior sequência invicta de sua história
Com 28 jogos de invencibilidade, o Corinthians campeão paulista e lider do Brasileirão 2017  já está na lista das quatro maiores da história


O empate sem gols com o Avaí colocou o Timão de Fábio Carille entre as três maiores invencibilidades da história do clube, totalizando 29 jogos












Técnico Fábio Carille vê empate como normal e elogia invicto Timão

Corinthians empata pela segunda vez consecutiva no Campeonato Brasileiro e tem vantagem boa na liderança, de seis pontos. Técnico faz elogios e critica expectativa exagerada


LANCE!
19/07/2017
23:52

O Corinthians empatou a segunda seguida e segue lider isolado e invicto do brasileiro, agora com 6 pontos de vantagem. Segundo o técnico corinthiano Fábio Carille, não há nada de anormal neste cenário de oscilação do Timão na competição.

- Disparamos no início, mas não vamos conseguir manter 87, 88, 89% de aproveitamento até o fim. A exigência é de vocês (imprensa), nós trabalhamos com os pés no chão, eu trabalho com a média pela qual fomos campeões em 2015. A gente trabalha jogo a jogo, estamos conscientes de tudo o que está acontecendo, liderando e fazendo um bom trabalho - relatou o comandante, que refutou a hipótese de abalo pelo segundo empate consecutivo.

- Não tem que abalar nada, o campeonato será definido nas últimas rodadas.

Em 15 rodadas já disputadas, o Corinthians soma aproveitamento de 82,2% dos pontos, com 11 vitórias e quatro empates até o momento. A equipe está invicta há quatro meses e tem liderança garantida por pelo menos mais uma rodada na competição. Mesmo com o empate diante do Avaí, o treinador deixa Florianópolis satisfeito pelo resultado.
- Muito feliz pelo nosso trabalho, porque vocês (imprensa) criaram uma expectativa de que seríamos campeões faltando 15 rodadas. Isso é absurdo. Nossa média de pontuação está até acima da normalidade. Foi um jogo dentro da média, dentro do que esperávamos e agora pensamos no próximo desafio. 












Corinthiano técnico Fábio Carille aprova atuação do Timão em empate contra Avaí: “Dentro da média”
Segundo o treinador, o Corinthians rodou bem a bola e criou boas chances no duelo contra o time catarinense

23h30 19/07/2017 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Na noite desta quarta-feira (19), o Corinthians visitou o Avaí no estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC, e não saiu de um empate sem gols pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda invicto na competição, o Timão segue na liderança com 37 pontos, seis na frente do vice-líder. Questionado sobre a atuação alvinegra, o técnico Fábio Carille elogiou o trabalho da equipe e afirmou que foi dentro do esperado pela comissão técnica.



"A gente continuou trabalhando bem a bola, girando de um lado a outro, Rodriguinho fez excelente jogo. Foi um jogo dentro da média, dentro do que esperávamos. Muito feliz pelo nosso trabalho, porque vocês criaram uma expectativa de que seríamos campeões faltando 15 rodadas. Isso é absurdo. Nossa média de pontuação está até acima da normalidade", disse Carille.

O treinador também afirmou que o empate e a diminuição da diferença para o vice-líder não abalam a equipe alvinegra e elogiou a consistência do time na competição.
"Não tem que abalar nada, o campeonato será definido nas últimas rodadas. Disparamos no início, mas não vamos conseguir manter 87, 88, 89% de aproveitamento. A exigência é de vocês, nós trabalhamos com os pés no chão, eu trabalho com a média pela qual fomos campeões em 2015. A gente trabalha jogo a jogo, estamos conscientes de tudo o que está acontecendo", finalizou.








Corinthians empata fora de casa e segue lider invicto e isolado

Avaí x Corinthians
Eduardo Valente

Avaí x Corinthians
Eduardo Valente



Avaí x Corinthians
Eduardo Valente

Avaí x Corinthians
Eduardo Valente


Avaí x Corinthians
Eduardo Valente

Avaí x Corinthians
Eduardo Valente


Avaí x Corinthians
Eduardo Valente

Avaí x Corinthians
Eduardo Valente


Avaí x Corinthians
Eduardo Valente

Avaí x Corinthians
Eduardo Valente

 

Com menos de 15 minutos de bola rolando, o time de Fábio Carille se viu com duas peças em campo fora do planejado. E a reação foi a melhor possível: o Timão seguiu criando, como no cabeceio de Pedro Henrique após escanteio cobrado por Maycon ou o chute de Guilherme Arana após lançamento de Marquinhos Gabriel. Mesmo fora de casa, o Corinthians dominou a posse de bola e a armação de jogadas.

Apesar de ter tido espaço em alguns lances do primeiro tempo, como no chute de Juan por cima do gol de Cássio ou a batida forte de Joel que passou rente à trave direita de Cássio, o Avaí se soltou de verdade na etapa complementar. A primeira chance saiu aos nove minutos, quando Leandro Silva fez boa jogada pela direita e bateu cruzado. Na área, Simião deu com a coxa na bola e quase abriu o placar.

A chance avaiana acendeu o Corinthians na Ressacada, mas os erros de finalização se acumularam. No contra-ataque, o time da casa teve chance valiosa após tabela do lado esquerdo que terminou na trave de Cássio após chute de Joel. Ninguém aproveitou o rebote. Pressionado, o Timão foi para cima: Jô teve chance em cruzamento de Fagner e Kazim foi acionado na vaga de Gabriel. Ataque total pela vitória, que quase deu certo...

Aos 41 do segundo tempo, Guilherme Arana cruzou na área e Betão tentou o desvio, mas acabou acertando o travessão de Douglas. Pouco depois, Rodriguinho tabelou com Kazim e bateu de esquerda, de novo na trave, e Douglas defendeu cabeceio de Pedro Henrique. O duelo da Ressacada parou na trave e nas mãos do goleiro avaiano.

O Corinthians tenta voltar a vencer no próximo domingo, às 16h, contra o Fluminense, e o Avaí planeja somar três pontos no mesmo dia e horário, contra o Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA
avai  0 X 0 CORINTHIANS
Brasileirão 2017 15ª rodada
Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data-Hora: 19/7/2017 - 21h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio, Bruno Raphael Pires  e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público/renda: 10.926 pagantes/R$ 369.435
Cartões amarelos: Betão e Capa (a), Marquinhos Gabriel, Fagner e Romero (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: -

avai  Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson (Lucas Otávio, 42'/2ºT), Wellington Simião (Marquinhos, aos 32'/2ºT), Pedro Castro e Juan (Rômulo, aos 19'/2ºT); Junior Dutra e Joel. Técnico: Claudinei Oliveira.

CORINTHIANS: 12- Cássio; 23-Fagner, 4-Balbuena, 3-Pablo (34- Pedro Henrique, aos 13'/1ºT) e 13- Guilherme Arana; 5-  Gabriel (18- Kazim, aos 35'/2ºT) e 8-Maycon; 10- Jadson (31- Marquinhos Gabriel, aos 14'/1º), 26- Rodriguinho e 11- Romero; 7-Jô Técnico: Fábio Carille.












Mesmo com pressão no fim, Timão empata sem gols com Avaí pelo Brasileirão
Jogando fora de casa, o Corinthians partiu para o ataque, meteu bola na trave, mas não conseguiu vencer; ainda assim, é líder invicto do campeonato

23h00 19/07/2017 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians bem que tentou, martelou bastante, atacou mesmo jogando fora de casa, mas não saiu de um empate contra o Avaí por 0 a 0 no estádio da Ressacada, em Florianópolis, nesta quarta-feira (19), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão chegou aos 37 pontos, invicto com 11 vitórias e quatro empates, ainda na liderança absoluta da competição, agora com seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Grêmio.

A escalação inicial: O técnico Fabio Carille colocou força máxima para o duelo em Florianópolis. O Corinthians iniciou a partida com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.

Problemas logo de cara: A bruxa estava à solta no primeiro tempo. Com 15 minutos, duas substituições. Pablo voltou a sentir a lesão muscular na coxa direita e deu lugar a Pedro Henrique. Jadson sofreu uma pancada nas costelas e teve de sair para a entrada de Marquinhos Gabriel.

No ataque desde o início: Antes das substituições, o Corinthians já tinha chegado com perigo ao ataque. Jô recebeu perto da área, segurou e deu em profundidade para a chegada de Maycon, que invadiu e finalizou. Mas o chute saiu fraco e para fora.


Superando as dificuldades: Mesmo com duas modificações, o Timão se manteve no campo de ataque, com mais posse de bola e boas tramas na área do Avaí. Teve cabeçada de Pedro Henrique, chute de fora da área de Rodriguinho, ambas defendidas pelo goleiro Douglas. Guilherme Arana também teve uma grande chance, após fintar um defensor adversário, mas errou a finalização.

Defesa sólida: O Avaí teve poucas chances no primeiro tempo. Só apenas uma vez conseguiu entrar na área com perigo, mas Juan se complicou na hora do chute. Os mandantes tentavam muitos arremates de longe, sem muito perigo para a meta de Cássio.

Ufa: No início do segundo tempo, o Corinthians tomou um grande susto. Após jogada pela direita, a bola foi lançada na área alvinegra, bateu na coxa de Simião e passou por cima do gol, com Cássio já batido.

Vai pra cima, Timão: Depois do susto, o Timão partiu para a pressão. A equipe rondava a área, tentava invadir, mas a defesa do Avaí segurava os ataques alvinegros.

Uhhhhh: A partir dos 28 minutos, a partida entrou em um modo frenético. No lado do Corinthians, os ataques pela direita, com Fagner, criavam muito perigo. Foram dois cruzamentos do camisa 23 que quase terminaram em gol, como um voleio de Rodriguinho defendido pelo goleiro Douglas e uma cabeceio de Jô em que a bola foi por cima do travessão.

Ufa (2): Para atacar, o Corinthians correu riscos. Chegou a levar um novo susto, quando Joel apareceu livre e chutou rasteiro. A bola bateu caprichosamente na trave.

A mudança final: Fabio Carille foi para o ataque no fim. Na última substituição, tirou Gabriel e colocou Kazim.

Uhhhhh (2): A trave que ajudou lá trás tirou o gol na frente. Na primeira vez, Guilherme Arana cruzou na área e Betão, do Avaí, quase fez contra, explodindo a bola no travessão. Depois, Rodriguinho finalizou de fora da área, a redonda bateu no canto da trave direita e foi para fora.

No apagar das luzes: Aos 46 min, a última tentativa. Guilherme Arana cobrou escanteio, Pedro Henrique ganhou no alto e mandou de cabeça, mas Douglas espalmou e evitou novamente que o Timão abrisse o placar. Sem gols na Ressacada no fim.

Jogo a jogo: O Corinthians voltará a ser visitante na próxima rodada do Brasileirão, a 16ª. O Alvinegro vai ao Rio de Janeiro para encarar o Fluminense no Maracanã, no domingo (23), às 16h.
















CORINTHIANS escalado

CássioGOL

FagnerLAD

BalbuenaZAD

PabloZAE

Guilherme AranaLAE

GabrielVOL

MayconVOL

JadsonMEC

RodriguinhoMEC

Romero ATA

JôATA



Fábio CarilleTEC




reservas
WalterGOL

Pedro HenriqueZAD

MoisésLAE

Fellipe BastosVOL

CamachoVOL

Paulo RobertoVOL

Marquinhos GabrielMEC

Giovanni AugustoMEC

KazimATA

ClaysonATA

PedrinhoATA

Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Avaí:
Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data e horário: quarta-feira, às 21h (de Brasília)
Provável escalação do Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo (Pedro Henrique) e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques do Corinthians: Danilo e Vilson (em recuperação física)
Pendurados do Corinthians: Jadson, Cássio, Pablo, Jô, Gabriel e Marquinhos Gabriel
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO-FIFA), auxiliado por Bruno Raphael Pires (GO-FIFA) e Leone Carvalho Rocha (GO)






Emprestado pelo Corinthians, adversário hoje, goleiro Douglas se valoriza  e pode voltar em 2018

Jogador está cedido até dezembro de 2017 e vem chamando a atenção com boas atuações no Brasileirão. Diretoria do Timão não descarta o retorno ano que vem

Por Marcelo Braga
19/07/2017 11h10
O Corinthians além de Cássio, cotado para Seleção Brasileira  e Wálter, cobiçado por rivais, conta para o futuro com outro bom goleiro, que será seu adversário, hoje. bom momento de Douglas Friedrich com a camisa do Avaí tem tido uma boa repercussão no Corinthians. Sem espaço no Timão, o goleiro foi emprestado ao clube catarinense e será um obstáculo para a equipe de Fábio Carille na partida desta quarta-feira, às 21h, na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro.

Com Cássio em grande fase, e Walter sondado por outros clubes, o Timão ainda não tem definições sobre o futuro de Douglas, mas trata o retorno dele em 2018 como uma possibilidade. Outra seria conseguir uma negociação em definitivo no fim do ano.

Nas últimas semanas, empresários turcos fizeram perguntas informais sobre ele aos seus representantes.  O Corinthians tem 70% dos direitos econômicos. Capivariano (20%) e Bragantino (10%) possuem o restante.

Aos 28 anos e com contrato com o Timão até o fim de 2018, Douglas foi titular nos últimos cinco jogos, com atuações decisivas nas vitórias contra Botafogo e Grêmio

Contratado pelo Corinthians no fim de 2015 após uma boa Série B pelo Bragantino, Douglas foi emprestado ao Grêmio na temporada passada, mas não entrou em campo nenhuma vez por conta de lesões. Também sem jogar pelo Timão, Douglas foi para o Avaí e começou a temporada na reserva. No Brasileirão, a chance veio
Preparador de goleiros do Timão, Mauri Lima vê bastante qualidade em Douglas e diz que ele poderia estar brigando por uma vaga caso ainda estivesse no clube. Além de Cássio e Walter, Matheus e Caíque são opções na meta alvinegra.

– O empréstimo é positivo para ele, pois está disputando o Brasileirão com chances de jogar. No Corinthians, a concorrência é difícil pelos goleiros que temos aqui. Mas ele poderia brigar de igual para igual com todos, seria uma questão de ter chance caso saísse alguém, por exemplo.

No Corinthians, a perspectiva é que Cássio atue menos na próxima temporada caso receba uma chance na seleção brasileira e passe a fazer parte da lista definitiva de Tite. A situação abriria vaga para Walter, que ainda não disputou nenhuma partida em 2017. Cássio jogou 43 vezes.
























Corinthians já vê Cássio na Seleção: as razões do veto à saída de Walter


Walter tem 55 partidas pelo Corinthians(Foto: Daniel Augusto Jr)

Walter tem 55 partidas pelo Corinthians(Foto: Daniel Augusto Jr)

Walter e Cássio são companheiros desde 2013(Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro - 19/07/2017 - 06:50


As visitas de Taffarel ao CT Joaquim Grava e os elogios públicos de Tite indicaram uma possibilidade que se transformou em informação já conhecida e trabalhada internamente pelo Corinthians: Cássio estará nas próximas convocações da Seleção Brasileira e pode já chegar até mesmo como titular. Para o Timão, isso não significa somente a valorização do feito de seu ídolo, mas também a possibilidade de mais um desfalque além de Fagner durante o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana. Foi isso, basicamente, que fez a diretoria vetar a saída de Walter, atual reserva de Cássio
Representantes de Walter procuraram o Corinthians nesta semana para tentarem a liberação do reserva de Cássio para um clube grande onde ele tinha garantias de titularidade.A procura dos empresários supõe interesse do próprio jogador, mas ainda assim o Timão foi definitivo e não levou as conversas adiante: Walter não só permanece, como deverá ter reajuste salarial e oportunidades neste segundo semestre, graças à provável convocação de Cássio para a Seleção Brasileira.

O veto ainda tem mais dois motivos: a diretoria tem como projeto não se desfazer de nenhum titular ou reserva imediato até o fim do ano (a única venda do segundo semestre foi Léo Jabá, que nem vinha sendo relacionado) e o técnico Fábio Carille considera importante a presença no elenco de um jogador que reúna qualidades técnicas para substituir bem o titular e ainda seja positivo no vestiário.

Titular escolhido pelo próprio Tite na temporada passada, Walter não jogou nenhum minuto neste ano. Ele iniciaria a atual temporada como titular, conforme já admitiu o próprio Carille, mas sofreu uma lesão em janeiro que comprometeu sua presença em 2017: Caique foi o substituto e Matheus a opção nos poucos jogos em que Cássio foi desfalque até o momento. No clube desde 2013, Walter tem apenas 55 partidas realizadas.

Cássio, por sua vez, vive uma temporada especial. Após um ano de problemas físicos e técnicos, o camisa 12 readquiriu a condição que o tornou ídolo do Corinthians e está bem perto de 300 jogos pelo clube. Ele foi convocado por Mano Menezes e Dunga e agora deve ganhar a primeira chance pelas mãos de Tite, a um ano da Copa do Mundo da Rússia. Até Carille já sabe.
- Conversei bastante com o Taffarel, porque o Tite tem um trabalho de fazer com que os profissionais de sua comissão técnica vão até os clubes dos jogadores que estão se destacando, e o Cássio está se destacando muito. O Taffarel está visitando os clubes onde os goleiros estão se destacando, mas não falou sobre convocação. No dia em que o Tite for anunciar é bem provável que o Cássio esteja nas próximas convocações.



Mais presente e artilheiro no Corinthians: zagueiro e um dos líderes do elenco, Balbuena cresce com Carille em ano marcante


Paraguaio tem 40 vitórias em 78 jogos pelo clube(Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro - 19/07/2017 - 07:00
Balbuena chegou do Libertad (PAR) em fevereiro de 2016, ele foi titular na maior parte do ano, com investimento de R$ 6 milhões feito pelo Corinthians. Agora adaptado, o paraguaio camisa 4, faz nesta quarta-feira, às 21h, pelo lider isolado Corinthians contra o Avaí, ele faz o 37º jogo na temporada e ficará a apenas cinco do total de vezes que entrou em campo no ano passado.

A regularidade de atuações com a camisa corinthiana coincidem com a boa fase técnica: além de mais presente, Balbuena está mais artilheiro do que em 2016. Se ano passado foram dois gols marcados, contra Linense e Ponte Preta, nesta temporada já são três, em jogos importantes e votórias do Corinthians sobre Bahia por 3x0, Cruzeiro por 1x0 e empate no último lance, fora de casa, por 1x1 contra Patriotas (COL), pela Copa Sul-Americana.

O paraguaio é o jogador de defesa com mais gols pelo Corinthians na temporada. Apenas seis jogadores do clube marcaram mais vezes que ele, mas todos de meio-campo ou ataque: Jô (14 gols), Rodriguinho (9 gols), Jadson (8 gols), Romero (5 gols) e Maycon e Marquinhos Gabriel (4 gols cada). Na defesa, o Timão sofreu apenas 22 gols em 41 jogos da temporada, e os bons números também têm a marca de Balbuena, que evoluiu após a entrada de Fábio Carille no comando técnico.

- O Corinthians teve uma mudança de atletas no ano passado que desandou um pouco, foi difícil de arrumar. Então, para dar uma consistência ao grupo escalei uma formação em que todos cumprem função. São 25 jogos (ao todo) sem tomar gol, é algo surpreendente - discursa o treinador, que promoveu o crescimento do futebol de Balbuena a partir de suas mudanças.

Desde o início do ano, Balbuena atua do lado direito da defesa, sem variações. O jogador entende que isso facilitou seu jogo e posicionamento dentro da área. Além disso, a filosofia do time em que pontas, meias e volantes marcam deixou a zaga mais protegida. Ponto para Carille. E sorte de Balbuena.
















Presidente abre o jogo sobre patrocínio e garante que jogadores ficam até fim do ano

Atual líder do Campeonato Brasileiro, invicto, isolado, com 8 pontos de vantagem, o Corinthians segue sem patrocínio master no uniforme. O assunto vem sendo tratado internamente pela diretoria corinthiana, e o presidente Roberto de Andrade aproveitou para abrir o jogo aos torcedores.

“As empresas estão se afastando do futebol. Não está fácil você trazer uma empresa para o clube. (Se tivesse a renda do estádio) Estaria melhor, mas não estaria fácil. Estamos equalizando muita coisa e lutando com dificuldade”, desabafou Roberto de Andrade em entrevista à Rádio Globo.

Além da situação financeira, Roberto de Andrade também comentou sobre o GCCor (Grupo de Comunicação do Corinthians), comitê criado por empresários com afinidade com o clube paulista, que tem como objetivo buscar parcerias no mercado nvicto e isolado, com 8 pontos a frente,brasileiro.

“Temos quatro negociações em andamento. Está andando o patrocínio master, coisas novas no marketing, de tecnologia.. O Corinthians está fazendo uma realidade virtual, que será lançada em breve”, acrescentou o presidente corinthiano


O mandatário espera não sofrer uma nova baixa no elenco até o fim de seu mandato. Roberto de Andrade afirmou não ter propostas por jogadores e esclareceu a situação de Guilherme Arana, que vem recebendo investidas de clubes do futebol europeu.
“Ele está bem tranquilo. A nossa ideia é não se desfazer de ninguém nesta janela. Já chegaram propostas mas não aceitamos. Existiu uma sondagem neste número (15 milhões de euros) e acho é pouco”, comentou.

Titular do Corinthians, o zagueiro Pablo vem sendo mantido como prioridade pela diretoria corinthiana. O jogador tem contrato de empréstimo com o líder do Brasileirão até o final deste ano, e Roberto de Andrade conversa com representantes do atleta para realizar a contratação do defensor junto ao Bordeaux.

“Ainda não acertamos com o agente do Pablo para depois acertar com o Bordeaux. Está um pouquinho longe com o Pablo, mas vai dar. O Bordeaux não quer um acerto financeiro com o Corinthians sem que o jogador esteja em acordo”, acrescentou.









Veja os números que comprovam ascensão física e técnica de Jô no Corinthians
Em grande fase, o ambidestro e equilibrado atacante surpreende dentro e fora de campo

Destaque do líder Corinthians e artilheiro do Brasileirão, Jô é o jogador quem mais evoluiu fisicamente neste ano no elenco alvinegro. Em setembro, quando voltou ao Timão após 11 anos, o atacante estava havia cinco meses sem jogar e fora de forma. Após muita dedicação, hoje, apesar de ser alto (1,89m), ele surpreende por ter um equilíbrio muscular bem acima do que os seus companheiros de equipe (veja o vídeo). 

Um dos reflexos de ter um equílibrio muscular acima da média é o fato de o camisa 7 conseguir finalizar bem com as duas pernas. Prova disso é que dos nove gols que ele marcou neste Brasileirão, cinco foram de direita e quadro de esquerda. Isso impressiona, pois, em tese, Jô é canhoto.

A torcida do Timão espera que Jô e o seu dom sejam importantes para a equipe mais uma vez na noite desta quarta-feira, às 21h (de Brasília), Corinthians contra o Avaí, em Florianópolis, pela 15ª rodada do Brasileirão.



Jô vive ótima fase no Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)











Corinthiano meia Rodriguinho busca ter de volta sua efetividade
O meia Rodriguinho é o vice-artilheiro do Corinthians na temporada e o segundo atleta que mais deu passes para gol no elenco, sempre com destaque nos jogos de mata-mata. Soma-se a isso o fato de ter sido o melhor jogador da final do Campeonato Paulista, que o Corinthians foi campeão sobre  a Ponte Preta, mesmo atuando apenas no primeiro jogo. Desde que voltou da Seleção Brasileira, porém, o jogador só conseguiu uma assistência em seis partidas, fato que ele pretende mudar na noite desta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no estádio da Ressacada.

Antes de se juntar ao elenco do técnico Tite, no mês passado, para a disputa de dois jogos na Austrália, o armador participou em três dos cinco gols corintianos anotados (60%). Desde então, porém, só teve atuação fundamental no segundo gol da equipe contra a Ponte Preta, no dia 8 de julho, na Arena Corinthians, quando cruzou bola rasteira para a finalização de Jô. O time, por sua vez, fez 11 gols neste período, totalizando apenas 9% de participação de Rodriguinho.

Para melhorar a produção efetiva do atleta, que é visto como uma referência em campo pela comissão técnica marcando gols ou não, o técnico Fábio Carille pode contar com algo que parece fundamental no bom momento do camisa 26: o descanso de sete dias sem entrar em campo, que ocorreu pela última vez justamente frente a Macaca.

Sem atuar no final de semana, Rodriguinho teve agora um período sem jogos semelhante ao obtido, por exemplo, antes da primeira final do Campeonato Paulista, quando o Alvinegro teve uma rara semana “cheia” de treinamentos. O resultado foram dois gols e um passe para Jadson, naquela que ele próprio classificou como melhor performance da carreira

Suspenso para a volta, Rodriguinho teve dez dias para se preparar antes de outro bom jogo, cna vitória corinthiana sobre Universidad de Chile, em Santiago. Na ocasião, abriu o placar com um dos gols mais bonitos do Timão no ano, se livrando de dois marcadores, e fez toda a jogada do segundo, concluída por Jadson. Contra o Atlético-GO, também inteiro após sete dias de descanso, anotou o gol da vitória por 1 a 0.

Dessa forma, o breve período sem jogos parece ser uma senha para que os nove gols e seis assistências de 2017 do armador alvinegro sejam melhorados em Florianópolis. “O nosso entendimento tem sido muito bom dentro de campo, por isso as individualidades aparecem. Procuramos cuidar dos atletas para, na hora do jogo, eles estarem 100% para jogar”, explicou o técnico Fábio Carille, que poderá contar, pela 11ª vez no ano, com aquele que considera ser seu “time ideal”














Corinthians visita Avaí em busca de mais uma vitória fora de casa no Brasileirão

Líder isolado da competição, Timão busca o sexto triunfo na sétima partida como visitante; equipe tem a volta de Guilherme Arana e Rodriguinho e aguarda Pablo

11h00 19/07/2017 - Agência Corinthians





Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Em mais um compromisso pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians visita o Avaí no estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC, nesta quarta-feira (19), às 21h, pela 15ª rodada. Líder da competição, o Timão busca uma vitória longe de casa para aumentar ou ao menos manter a vantagem de oito pontos para o segundo colocado. O Premiere transmite a partida ao vivo e com exclusividade.

Lados opostos da tabela

O empate contra o Atlético-PR na rodada passada, na Arena Corinthians, fez a equipe alvinegra chegar ao 28º jogo seguido invicto em 2017. No Brasileirão, o aproveitamento é de quase 90%, com 36 pontos ganhos em 11 vitórias e três empates após 14 partidas.


Retornos

Guilherme Arana e Rodriguinho, que não atuaram por suspensão, retornam. Além disso, há a possibilidade de Pablo voltar à equipe.

O zagueiro ficou fora do último compromisso do Corinthians por causa de uma lesão muscular sofrida no clássico contra o Palmeiras. Com uma recuperação avançada, viajou para Florianópolis-SC e mostrou confiança para estar em campo contra o Avaí.

"Chances grandes, muito grandes. Um leve incômodo, mas não preocupa. Vamos fazer o tratamento o tempo todo para jogar", afirmou Pablo já em solo catarinense.

Foram relacionados 22 jogadores para o confronto. Os goleiros serão Cássio e Walter. Nas laterais: Fagner, Guilherme Arana e Moisés. A zaga terá Balbuena, Pablo e Pedro Henrique. Entre os volantes, vão Camacho, Fellipe Bastos, Gabriel, Maycon e Paulo Roberto. Para o meio de campo, foram chamados Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel, Jadson, Pedrinho e Rodriguinho. Clayson, Jô, Kazim e Romero são os atacantes que completam a lista.

Desempenho como visitante
Em seis partidas longe da Arena Corinthians no Brasileirão 2017, o Timão ainda não sofreu sequer uma derrota. São cinco vitórias e um empate até o momento, o que dá à equipe alvinegra um aproveitamento fora de casa até melhor do que como mandante, embora a diferença seja mínima. Por isso, Fagner garantiu que o Alvinegro vai para Florianópolis buscando a vitória, sempre respeitando o Avaí.

“A gente tem de respeitar a equipe do Avaí, procurar fazer um grande jogo, se impor e buscar a vitória. Se a gente for lá e não procurar os três pontos, não estaremos sendo o Corinthians”, afirmou o lateral direito, que ainda falou sobre o que esperar da postura do próximo adversário.

“Não sei se eles vão buscar o resultado por estarem precisando ou se vão esperar um pouco, esperar o Corinthians propor o jogo. É difícil. A preparação não é diferente. Os três pontos contra Grêmio, Palmeiras e Avaí têm a mesma importância. A nossa semana tem de ser igual, como tem sido”, concluiu o camisa 23.

Confronto direto

Corinthians e Avaí já enfrentaram 11 vezes na história, com cinco vitórias alvinegras, três empates e três triunfos do adversário. Pelo Brasileirão, o confronto tem total equilíbrio, com três vitórias para cada lado e outros dois empates. 


As equipes se enfrentaram pela última vez em 2015, ano do hexacampeonato brasileiro do Timão. Na Ressacada, vitória corinthiana por 2 a 1. Já na Arena Corinthians, na última rodada, com o Corinthians já campeão, empate por 1 a 1.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.

















Corinthians tem 15 mil ingressos vendidos para dia 26 em jogo de volta contra patriotas col; compra online começa nesta quarta

Além dos sócios do Fiel Torcedor, o público geral poderá comprar as entradas para o jogo pela Conmebol Sul-Americana a partir das 15h, com 15% de desconto


12h00 19/07/2017 - Agência Corinthians


O Corinthians volta a atuar na Arena Corinthians na próxima quarta-feira (26), pela Conmebol Sul-Americana. O Timão recebe o Patriotas (COL) no jogo de volta da segunda fase da competição continental, a partir das 21h45. Já foram vendidos 15 mil ingressos para a partida na venda para sócios do Fiel Torcedor. A partir desta quarta-feira (19), as entradas ficam disponíveis também para o público geral pela internet.

A venda no ingressoscorinthians.com começa às 15h. Quem optar pela compra online terá 15% de desconto no preço do ingresso. Os setores disponíveis são Leste Inferior, Leste Superior, Leste Superior Central, Oeste Inferior, Oeste Corner e Oeste Superior.

A venda para sócios do Fiel Torcedor continua pela internet, no www.fieltorcedor.com.br, e no posto de atendimento localizado na galeria central do Parque São Jorge.














Corinthians lider invicto, bom em casa, melhor fora: os segredos do Corinthians para ser quase perfeito como visitante

Timão tem aproveitamento ainda superior quando atua longe de seus domínios no Brasileirão. Nesta quarta-feira, clube tenta manter invencibilidade diante do Avaí, na Ressacada

Por Bruno Cassucci e Diego Ribeiro

19/07/2017 08h48

Invicto, dono da melhor defesa, com o maior saldo de gols, aproveitamento de 85,7%... O Corinthians tem números impressionantes neste Campeonato Brasileiro. Mas o desempenho é ainda mais impactante quando considerados apenas os jogos como visitante. Se já é forte em sua casa, na Arena Corinthians, o Timão vem sendo arrasador também longe de seus domínios. 

Em seis jogos fora de casa, o Corinthians conquistou cinco vitórias e um empate (88,9% dos pontos). Marcou dez e sofreu apenas dois gols. Com tal retrospecto, o time tem mais um desafio longe de casa nesta quarta-feira, quando encara o Avaí, às 21h, na Ressacada, pela 15ª rodada do Brasileirão. 
Contando todos os jogos da temporada, o aproveitamento como visitante se mantém excelente: 71,6%. Mas quais os segredos do Corinthians para ser tão letal? Confira abaixo alguns deles:




Jogadores do Corinthians comemoram gol na vitória no derby, fora de casa (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians) 
Encaixe perfeito

O estilo de jogo é propício para as partidas fora de casa. Costumeiramente, os mandantes se abrem mais e oferecem espaços para contra-ataques, algo que tem sido fatal contra o Timão. Quando visitante, a equipe de Fábio Carille não se importa em ter menos posse de bola, pois não sofre muitos sustos. A estratégia é eficaz: são duas linhas de quatro jogadores para defender. A ajuda começa também na frente, com Rodriguinho e Jô tentando dificultar a saída de bola dos adversários. Assim, o Alvinegro cria uma armadilha para seus oponentes. Ao recuperar a bola, sai com velocidade e explora os avanços dos laterais Fagner e Guilherme Arana, além das infiltrações dos homens de meio. Jô também é peça-chave neste sistema. Desempenha com sucesso o papel de pivô e retém a bola na frente até que os companheiros se aproximem. 
Estudo
O Timão tem a sua forma de jogar, mas também se adequa aos oponentes, sobretudo quando sai da arena. A equipe tenta explorar ao máximo os pontos fracos de seus adversários e, para isso, faz um mapeamento minucioso deles. O trabalho envolve membros da comissão técnica e do Centro de Inteligência do Futebol (CIFUT) do clube. Vídeos dos rivais são apresentados aos atletas e treinos específicos são aplicados por Fábio Carille. Além disso, um auxiliar do treinador é destacado com semanas de antecedência para estudar a outra equipe. É este o profissional que fica no banco de reservas no dia do jogo. Fabinho, Leandro Silva e Osmar Loss se revezam na função. 



Sempre à frente
Virar o placar não é missão fácil, ainda mais fora de casa – e o Corinthians sabe disso. Em cinco dos seis jogos como visitante neste Brasileiro, o Timão não foi vazado. A única partida fora em que a equipe sofreu gols foi diante do Vasco, quando vencia por 2 a 0 e sofreu o empate. Mesmo assim, o clube conseguiu a vitória: 5 a 2. 


Frieza
A paciência tem sido uma das maiores virtudes do Corinthians quando é o visitante. A equipe consegue segurar os adversários até cansarem e se abrirem em busca do gol. Então... xeque-mate! Foi desta forma que o Corinthians bateu Vitória e Grêmio e, por pouco, não venceu  o Coritiba (Jô teve gol mal anulado, nos minutos finais). Contra o Vasco, o Timão também demonstrou muita frieza ao sair na frente, sofrer o empate e, mesmo assim, achar forças para triunfar. Já diante em vitórias sobre atl go e no derby,  o Alvinegro balançou as redes ainda na primeira etapa, fechou-se apostando nos contra-ataques e conseguiu vencer. 



Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Avaí

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data e horário: quarta-feira, às 21h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo (Pedro Henrique) e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Danilo e Vilson (em recuperação física)
Pendurados: Jadson, Cássio, Pablo, Jô, Gabriel e Marquinhos Gabriel
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (GO)