18 de jul de 2017

CORINTHIANS 18/07/207




Corinthians chega a SC, e Pablo crê que conseguirá jogar: "Chances grandes"
Zagueiro voltou ao time no treino desta terça, mas sentiu dores na coxa direita novamente e fará tratamento intensivo para conseguir estar em campo diante do Avaí, nesta quarta

O zagueiro Pablo chegou a Florianópolis nesta terça-feira à noite confiante de que terá condições físicas de enfrentar o Avaí, nesta quarta-feira, às 21h, na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador voltou a treinar na equipe titular no período da tarde, mas deixou a atividade no CT Joaquim Grava antes do fim e passou a fazer tratamento intensivo.

– Chances grandes, muito grandes (de atuar). Um leve incômodo, mas não preocupa. Vamos fazer o tratamento o tempo todo para jogar – afirmou o jogador no hotel em que a delegação corintiana está concentrada, na capital catarinense. )

Pablo sofreu uma lesão muscular na coxa direita e não atuou sábado. Caso ele seja vetado pelo departamento médico, Pedro Henrique permanece na vaga.

A delegação do Corinthians chegou a Florianópolis por volta das 22h. O Timão tenta manter a invencibilidade no Brasileirão e, claro, disparar ainda mais na liderança. A equipe dirigida por Fábio Carille tem 36 pontos, oito acima do segundo colocado.

– É manter o que estamos fazendo com tranquilidade. Chegamos respeitando o Avaí, mas buscando a vitória – disse o volante Gabriel.












Corinthians embarcou as 21h para Florianópolis









O Corinthians atua contra Avaí, nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no estádio da Ressacada, em duelo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Timão tem 36 pontos na liderança isoladíssima do torneio, sendo oito de vantagem em relação ao segundo colocado, “gordura” exaltada pelos jogadores na hora de avaliar o desempenho recente na competição e ainda único invicto no torneio
“Vejo como mais um jogo onde a gente tem totais condições de buscar a vitória. Temos de ir lá, montar nossa estratégia, procurar fazer nosso melhor para que o coletivo sobressaia mais uma vez. Não vejo como o jogo-chave, mas eu vejo como mais um jogo importante em que a gente precisa fazer os três pontos”, disse o lateral direito Fagner, sem saber o que vai apresentar o adversário em seus domínios.

“Não sei o que esperar, não sei se vão buscar o resultado, não sei se vão propor o jogo. Vamos esperar para ver o que a gente pode esperar do Avaí”, observou, ressaltando o fato de, nos pontos corridos, todos os jogos terem peso igual na campanha. “A preparação tem que ser igual, os três pontos têm a mesma importância”, continuou o jogador, confirmado entre os titulares para a partida.

Em relação aos desfalques, por sinal, a única ausência deve ser a do zagueiro Pablo, que sofreu uma contratura muscular na coxa direita durante  a vitória do Timão no Derby, há uma semana, e ainda não reúne perfeitas condições de atuar. Pedro Henrique, que foi seu substituto contra o Atlético-PR, volta a ganhar uma chance ao lado de Balbuena.


Diferentemente do que aconteceu diante dos paranaenses, porém, o técnico Fábio Carille poderá contar com o retorno do lateral Guilherme Arana e do meia Rodriguinho, destaques da campanha, suspensos na última rodada.  Moisés e Marquinhos Gabriel voltam a ser opção.



FICHA TÉCNICA
avai X CORINTHIANS
Brasileiro 2017 15ª rodada
Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 19 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Arb Wilton Pereira Sampaio, Bruno Raphael Pires e Leone Carvalo Rocha (ambos de GO)
avai Douglas; Leandro Silva, Fagner Alemão, Betão e Capa; Judson, Wellington Simião, Juan e Marquinhos ; Júnior Dutra e Joel Técnico: Claudinei Oliveira

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô Técnico: Fabio Carille





Corinthians leva 22 jogadores para Florianópolis


Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press





Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press




Zagueiro Pablo viaja (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O Corinthians viaja com 22 jogadores relacionados pelo técnico Fabio Carille para a partida desta quarta-feira, contra o Avaí, às 21h (de Brasília), no estádio da Ressacada, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Dentre eles, as maiores novidades foram o retorno do zagueiro Pablo, do lateral esquerdo Guilherme Arana e do meia Rodriguinho, trio que não esteve no empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, no último sábado, na Arena Corinthians 

O mais surpreendente é Pablo, que chegou a sentir dores na coxa direita durante o treinamento desta terça, no CT Joaquim Grava, mas, mesmo assim, foi levado para a partida. A confiança que ele vai jogar é tamanha que o treinador preferiu nem levar o zagueiro Léo na viagem a Florianópolis, apostando apenas na presença de Pedro Henrique como opção para a zaga entre os jogadores reservas.

Guilherme Arana e Rodriguinho, que estavam suspensos, retomam as vagas ocupadas por Moisés e Marquinhos Gabriel contra os paranaenses. Com o retorno, por sinal, o Alvinegro terá novamente o “time ideal” de Carille

Os desfalques ficam por conta do zagueiro Vilson, fora há quatro meses após passar por uma artroscopia no joelho esquerdo. Disponíveis, os jovens Léo Príncipe, Léo, Mantuan, Warian e Rodrigo Figueiredo ficam fora por opção. Mesmo caso do meia Danilo e do atacante Clayton.


Veja abaixo os 22 relacionados do Timão, lider isolado: 

Goleiros: Cássio e Walter

Lateral direito: Fagner

Laterais esquerdo: Guilherme Arana e Moisés

Zagueiros: Balbuena, Pablo e Pedro Henrique

Volantes: Camacho, Fellipe Bastos, Gabriel, Maycon e Paulo Roberto

Meias: Giovanni Augusto, Jadson, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Rodriguinho

Atacantes: Clayson, Jô, Kazim e Romero










Com três retornos, Corinthians relaciona 22 jogadores para enfrentar o Avaí

Guilherme Arana e Rodriguinho ficam à disposição do técnico Fábio Carille para duelo na Ressacada após cumprirem suspensão. Apesar de deixar treino mais cedo, zagueiro Pablo viaja a Florinópolis

Por GloboEsporte

18/07/2017 18h06
O Corinthians conta com três reforços para enfrentar o Avaí nesta quarta-feira, às 21h, na Ressacada, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desfalques contra o Atlético-PR, no último sábado, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, o meia Rodriguinho e o zagueiro Pablo estão entre os 22 relacionados para a viagem à Florianópolis.

Os dois primeiros voltam ao time titular após cumprirem suspensão por conta do terceiro cartão amarelo. Já o zagueiro está recuperado de uma contratura no músculo posterior da coxa direita que teve na vitória do Corinthians no derby, na última quarta-feira.

Pablo participou do último treinamento antes da partida contra o Avaí, mas se queixou de dores e deixou o campo antes dos demais. Mesmo assim, após reunião entre a comissão técnica, o zagueiro foi relacionado. A tendência é de que ele retome a titularidade, que foi de Pedro Henrique na última rodada.


Rodriguinho voltará a ser titular do Corinthians nesta quarta-feira (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)


O Timão é líder do Campeonato Brasileiro com 36 pontos, oito de vantagem sobre segundo colocado. A equipe não perde há 28 partidas.


Relacionados do Corinthians para a partida desta quarta-feira:
Goleiros: Cássio e Walter;
Laterais direito : Fagner

Laterais esquerdo:  Guilherme Arana e Moisés;
Zagueiros: Balbuena, Pablo e Pedro Henrique;
Volantes: Gabriel, Maycon, Camacho, Fellipe Bastos e Paulo Roberto;
Meias: Jadson, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Giovanni Augusto;
Atacantes: Romero, Jô, Kazim e Clayson;


Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Avaí:
Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data e horário: quarta-feira, às 21h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo (Pedro Henrique) e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Danilo e Vilson (em recuperação física)
Pendurados: Jadson, Cássio, Pablo, Jô, Gabriel e Marquinhos Gabriel










Corinthians treina com volta de zagueiro Pablo, poupado em parte da atividade
O zagueiro Pablo voltou a treinar após quase uma semana nesta terça-feira, deu um susto ao reclamar de dores na coxa direita durante a atividade no CT Joaquim Grava, mas deve ser titular da equipe contra o Avaí, nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no estádio da Ressacada, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo sem terminar o trabalho com os companheiros, ele viajará a Florianópolis à noite, por isso, e atuará contra os catarinenses.

O camisa 3 entrou no campo claramente bastante animado por participar da atividade, sendo um dos mais brincalhões na roda de bobinho, tradicional aquecimento realizado pelo técnico Fábio Carille, com muitas interações e até alguns pulos no meio do gramado. Depois disso, passou a conversar com o parceiro de zaga Balbuena antes de ser posicionado pela comissão no treino de campo reduzido.

Na ocasião, Carille separou o “time ideal”, contando com o retorno de Guilherme Arana e Rodriguinho, que voltam após cumprir  suspensão A movimentação durou cerca de 20 minutos, com os atletas precisando vencer a última linha de marcação e concluir a jogada em dois pequenos gols formados por cones, posicionados nas laterais do gramado, que serviam como linha de fundo neste trabalho específico.

Quando essa parte já chegava ao final, Pablo teve de dar um pique para acompanhar Kazim, que errou ao tentar fazer o “golzinho”. Logo após o lance, o defensor levou a mão à coxa direita e fez uma cara de dor, caminhando com dificuldades. Depois, ainda comentou com o turco alguma coisa sobre o lance e tentou se manter no gramado sem mancar. Para sua sorte, Carille determinou um intervalo logo na sequência.

A caminho do trabalho de bolas paradas, tradicionalmente feito com os titulares antes das partidas, Pablo conversou com o médico Ivan Grava e foi um dos últimos a se juntar aos companheiros. Depois de mais 20 minutos afastando cobranças de faltas laterais e escanteio, ele subiu de cabeça em tentativa de Jadson e despencou logo após voltar ao solo, novamente com a mão na coxa direita. Após ficar ali alguns segundos, levantou e foi diretamente ao encontro de Grava, que o encaminhou para a parte interna do CT.

Como a movimentação já estava no final, o comandante nem sequer chamou um substituto para ele. Pedro Henrique, que trabalhava com os reservas e seria a primeira opção, ficou em outro gramado. Jô foi outro que saiu, ficando sentado no banco de reservas enquanto os companheiros treinavam finalização. Balbuena, por sua vez, deu apenas dois chutes antes de ser liberado do gramado, cerca de 15 minutos antes do treino chegar ao seu fim.














Corinthians escalado
Pablo treina no Corinthians, sai mais cedo, mas deve enfrentar Avaí;

Recuperado de contratura na coxa direita, zagueiro participa de atividade nesta terça, reclama de dores, mas é relacionado. Timão contará com retornos de Arana e Rodriguinho em Florianópolis
Por Diego Ribeiro, GloboEsporte.com

18/07/2017 16h44
O zagueiro Pablo voltou a treinar nesta terça-feira e será opção do Corinthians diante do Avaí, nesta quarta-feira, às 21h, na Ressacada, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Recuperado de lesão, ele participou de trabalho técnico e tático entre os titulares, queixou-se de dores, colocou a mão na perna em diversos momentos e deixou o campo antes dos demais atletas.


O defensor sofreu uma contratura no músculo posterior da coxa direita no clássico contra o Palmeiras, na última semana, e foi desfalque diante do Atlético-PR. Desde então, ele não havia treinado em campo.


Assim foi a tarde de Pablo:
Pablo foi avaliado pelo departamento médico antes do treino desta terça e liberado;
O zagueiro treinou, participou de um trabalho em campo reduzido e depois de um tático;
Em alguns momentos, levou a mão à coxa direita, reclamou de dores e conversou com o médico Ivan Grava;
No fim, deixou o treino ao lado do médico;
Comissão técnica se reuniu para decidir se o zagueiro viajaria ou não;
Pablo, enfim, foi confirmado na lista de relacionados.




Se Pablo não apresentar novas dores, ele ocupará a vaga de Pedro Henrique. Assim, Fábio Carille fará três mudanças na escalação e voltará a ter a sua equipe considerada ideal, já que Guilherme Arana e Rodriguinho, que cumpriram suspensão na última rodada, voltam a ficar à disposição.

Em atividade na véspera do confronto contra o Avaí, Carille comandou um trabalho técnico e tático e definiu o Corinthians com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.


Líder do Campeonato Brasileiro com 36 pontos, oito a mais que o segundo colocado, o Corinthians está invicto há 28 partidas e tem a quarta maior sequência de invencibilidade da sua história nesta quarta-feira


Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Avaí:
Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data e horário: quarta-feira, às 21h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Danilo e Vilson (em recuperação física)
Pendurados: Jadson, Cássio, Pablo, Jô, Gabriel e Marquinhos Gabriel









Zagueiro Léo, que tinha boas chances de ser relacionado, não está na lista. Pablo deve mesmo ser titular. #trsccp
17h49

Fim da dúvida: Pablo relacionado. #trsccp

Departamento médico e comissão técnica do Corinthians se reúnem agora para decidir se Pablo viaja ou não a Floripa. #trsccp 17h17

Fim de treino no CT Joaquim Grava. Em breve, mais informações sobre Pablo. #trsccp 17h10



Zagueiro corinthiano Pablo acaba de deixar o treino ao lado do médico Ivan Grava. #trsccp




A cada bola levantada na área, Pablo se abaixa, leva a mão à coxa... Segue em campo. #trsccp

Pablo começou bem, depois perdeu algumas disputas e reclamou do incômodo. Mesmo assim, ainda treina. #trsccp

Pablo participa do trabalho de bolas paradas. Antes, conversou com o médico Ivan Grava porque sentiu algumas dores. #trsccp

Titulares do Corinthians deixam treino técnico e vão trabalhar jogadas ensaiadas e bolas aéreas. #trsccp






Corinthians quarta na Resssacada na tv 
21h Avaí x Corinthians
Transmissão: Premiere e Premiere HD 






Corinthiano Fagner quer Timão buscando vitórias fora de casa
Em 14 partidas no Brasileirão, o Corinthians soma 11 vitórias e três empates. É o melhor desempenho dentro e fora de casa, melhor defesa e segundo melhor ataque da competição até o momento. Com 36 pontos somados, a equipe tem oito pontos de vantagem em relação ao segundo. Fagner, que tem 203 partidas pelo clube, entrou em campo 33 vezes no ano e espera um resultado positivo nesta quarta-feira, contra Avaí.

- Será mais um jogo em que temos totais condições de buscar a vitória. Todo mundo tem que procurar fazer seu melhor individualmente para que o coletivo se sobressaia. Não vejo como jogo-chave, mas mais um jogo importante em que precisamos fazer três pontos. Temos tido tranquilidade para jogar dentro e fora de casa, mas é difícil jogar no Rio e na Ressacada e precisamos estudar, comprar a ideia do que o Fábio nos passar para que a gente possa, mesmo fora de casa, buscar três pontos - diz o jogador.


Corinthiano Fagner tá sussa quanto ao empate em casa
"Depois do jogo já me desliguei totalmente, procurei ficar com a família, coisa rara para um domingo. Mas não vejo como tropeço. Mais um jogo onde a equipe conseguiu ter um grau de maturidade muito grande. Conseguiu a virada, sofremos o empate no fim e, ainda assim, conseguimos criar situações de gol. Vejo que, num campeonato tão importante como o Brasileiro, o mais importante é você pontuar", observou.

Na avaliação do jogador, cabe a cada um dos atletas pensar o que podem fazer de melhor para o jogo desta quarta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Avaí, no estádio da Ressacada, válido pela 15ª rodada da competição.

"Não vou por uma tensão, né. O ser humano, quando se cobra muito, ele quer vencer. Cada um que foi para casa sabia que poderia ter sido melhor, o que errou e o que acertou. No próximo jogo, então, vamos buscar fazer o melhor", avaliou, confiante no retorno das vitórias em Florianópolis.

"Além do entrosamento, vai de cada atleta ir para casa bravo com ele mesmo de saber que ele não pode errar essas bolas. Treino de passe, que parece besta, é o que vai refletir no jogo. Se é treino de bola parada, executa 100% porque com certeza vai refletir no jogo", concluiu.








Fagner garante fome do Timão em jogo fora de casa contra Avaí: ‘’Precisamos dos três pontos’’
Lateral do Corinthians enfatizou que a postura da equipe em Florianópolis-SC deve ser sempre em busca da vitória, em semana com dois jogos como visitante

16h25 18/07/2017 - Agência Corinthians





© Divulgação


Líder invicto do Campeonato Brasileiro, o Corinthians terá uma semana de jogos fora de casa na competição. Começa nesta quarta-feira (18) em Florianópolis-SC, onde o Timão visita o Avaí no estádio Ressacada, a partir das 19h, pela 15ª rodada. Jogar como visitante não tem assustado o Alvinegro, que é o melhor forasteiro do Brasileirão, com cinco vitórias e um empate em seis jogos. A importância de buscar mais um triunfo longe da Arena Corinthians foi destacada por Fagner.

“Mais um jogo em que temos totais condições de buscar uma vitória, mas respeitando a equipe do Avaí. Temos de montar nossa estratégia, todo mundo procurar fazer o seu melhor individualmente para que o coletivo sobressaia mais uma vez. Não vejo como o jogo-chave, mas como mais um jogo importante em que precisamos fazer os três pontos”, disse o lateral direito em entrevista coletiva concedida no CT Dr. Joaquim Grava, antes do treino desta terça-feira (18).

Após a partida em Florianópolis-SC, a equipe do Parque São Jorge visita o Fluminense no Maracanã, no Rio de Janeiro. Para o camisa 23 alvinegro, estudar os adversários é um fator de suma importância para voltar com bons resultados.

"A maturidade que a equipe está tendo para jogar tanto fora como dentro de casa nos dá uma tranquilidade. Mas a gente sabe que é difícil jogar tanto no Rio quanto na Ressacada. São dois adversários difíceis de jogar fora de casa. Temos de estudar bem e comprar a ideia daquilo que o Fabio nos passar para que a gente possa, mesmo fora de casa, buscar duas vitórias", finalizou.

Com 36 pontos conquistados após 14 rodadas, o Corinthians ocupa a liderança isolada do Brasileirão, com oito de vantagem para o segundo colocado








Pablo treina bem, sem limitações até o momento. #trsccp 



Pablo vestiu o colete. Titulares de azul. #trsccp 


Corinthians escalado: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. #trsccp #trcartola







Aquecimento animado do Corinthians, com esse frio todo. Daqui a pouco, Carille separa titulares. #trsccp

Pablo foi avaliado nesta terça e liberado para treinar. Recuperado de contratura na coxa direita. #trsccp


Comissão técnica do Corinthians mostrava confiança na recuperação de Pablo. Ele está na lista de relacionados da viagem a Floripa. #trsccp


Depois de um vídeo apresentado por Fábio Carille, Corinthians está em campo. #trsccp


Pablo em campo! #trsccp

Corinthians treina











Fagner vê grupo corinthiano maduro

Lateral afirma que Timão está tranquilo com pressão para manter liderança


Por Diego Ribeiro

18/07/2017 15h27 
Líder do Campeonato Brasileiro com oito pontos à frente do segundo colocado, o Corinthians, às vésperas do jogo contra o Avaí, quarta-feira, às 21h (horário de Brasília), em Florianópolis, a missão corinthiana é manter os pés no chão e esquecer o que vem de fora. 

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o lateral-direito Fagner avisou que o grupo está maduro para suportar a pressão. 

– Tem de manter os pés no chão, sabemos que há margem de melhora, sabemos o que precisamos fazer, onde podemos chegar. Vejo um grupo maduro. Fico tranquilo, e ao mesmo tempo pensando em repetir o padrão no próximo jogo – afirmou. 


Fagner conversa com os jornalistas na tarde desta terça-feira (Foto: Diego Ribeiro) 

Para Fagner, o empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, no sábado, não é visto como um tropeço. Em 14 jogos no Brasileirão, o Corinthians tem 11 vitórias e três empates. 

– Não vejo o jogo de sábado como um tropeço, sofremos o empate no fim, mas conseguimos criar situações de gol. Não conseguimos a vitória, mas no Brasileiro é importante pontuar – analisou o corintiano. 

Diante do Avaí, o Timão se prepara para qualquer situação. O técnico Fábio Carille reproduziu vídeos do próximo adversário antes do treino desta terça – prática comum no clube. 

– Não sei o que esperar do Avaí. Não sei se vão buscar o resultado por estarem precisando, ou se vão esperar um pouco, esperar o Corinthians propor jogo. Vamos ver a estratégia que o Carille vai nos passar. Todos os jogos têm a mesma importância, então a semana tem de ser igual a de outros jogos – pediu Fagner. 

O Corinthians viaja a Florianópolis na noite desta terça-feira e se concentra até a hora do jogo. A equipe somou 36 pontos em 42 possíveis no Brasileirão.










Sobre Danilo: vem treinando bem e deve voltar a ser relacionado no fim do primeiro turno/início do segundo. Meados de agosto. #trsccp 15h30

O Danilo está treinando com bola e pode voltar a ser relacionado nas próximas semanas. Já o Vilson enfrenta situação difícil. Ele não joga há mais de quatro meses e está fazendo um trabalho especial antes de retornar: O Corinthians tem os recursos antes mesmo da venda do Léo Jabá, que rendeu R$ 4,1 milhões ao clube. Além disso, existe a possibilidade de o Bordeaux comprar o Guilherme Arana e abater a dívida pelo Pablo nesta operação.


15h10
Pablo está no CT e conversou com preparador físico e médicos do clube. Em breve, saberemos se vai ou não para o jogo. #trsccp



Fábio Carille vai mostrar vídeos do Avaí antes do treino. Prática normal em vésperas de jogos. Depois, time em campo. #trsccp








Após o treino desta tarde, elenco corinthiano embarca para Florianópolis, onde enfrenta o Avaí amanhã. #trsccp


Boa tarde! Daqui a pouco, antes do treino do Corinthians, Fagner conversa com os jornalistas no CT Joaquim Grava. #trsccp



















Corinthians sub 17 enfrenta Atlético-MG nas oitavas da Taça BH
Timão também teve equipe mineira pela frente na campanha do título da competição, em 2015; Relembre como o duelo foi decidido

10h45 18/07/2017 - Agência Corinthians



© Divulgação

O Corinthians tem um grande desafio na noite desta terça-feira (18). No estádio Soares de Azevedo, em Muriaé-MG, às 20h, o Alvinegro encara o Atlético-MG em partida válida pelas oitavas de final da Taça BH Sub-17.

Depois de uma primeira fase com 100% de aproveitamento – 11 gols anotados e apenas um sofrido –, o Timão encara, pela segunda vez na competição, uma equipe de tradição – a primeira foi o Vasco da Gama, na primeira rodada da primeira fase, quando o Corinthians venceu por 1 a 0.

Para o torcedor mais supersticioso, na campanha de 2015, da qual o Alvinegro sagrou-se campeão, a equipe mineira também apareceu no caminho. O duelo aconteceu nas quartas de final, no dia 23 de julho daquele ano, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG. No tempo normal, a partida terminou empatada em 1 a 1 – gol anotado por Léo Jabá. Na disputa de pênaltis, o goleiro Filipe brilhou e o Corinthians venceu por 3 a 0 – com três defesa do camisa 1 campeão da Copinha deste ano.





Confira a escala completa e arbitragem para avai x Corinthians:

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio - GO (FIFA)
Árbitro Assistente 1: Bruno Raphael Pires - GO (FIFA)
Árbitro Assistente 2: Leone Carvalho Rocha - GO (CBF)
Quarto Árbitro: Marcio Soares Maciel - GO (CBF)
Árbitro Assistente Adicional 1: Andre Luiz de Freitas Castro - GO (CBF)
Árbitro Assistente Adicional 2: Osimar Moreira da Silva Junior - GO (CBF)
Analista de campo: Marco Antônio Martins - SC (CBF)




Fiel comprou todos 2.700 ingressos para jogo em Floripa, fato normal e corriqueiro nos jogos do Timão fora de casa





Balbuena vive no Corinthians a melhor fase da vida
Confira abaixo o papo com o zagueiro do Timão:

GloboEsporte.com: Você aparentava ser discreto, pouco afeito a tatuagens, mas apareceu com as costas "fechadas". Esta foi a sua primeira?

Balbuena: Eu sempre gostei, só que nunca peguei coragem para fazer, não achava algo bom para fazer... Tatuagem fica para sempre, tem que ser algo que faça sentido. Eu queria que tivesse também uma paisagem, não só a águia. Ia pegar alguma da minha cidade, mas não achei uma foto legal, que ficasse boa. 
Deve ter doído estrear logo com uma deste tamanho... 

Um pouco (risos)! Foram duas sessões. Na primeira, fizemos só a águia, e a sessão durou cinco horas. Na segunda, para fazer a paisagem, fechar bem as costas, demorou duas horas e meia, mais ou menos. 
Você vive excelente fase. Por que este ano está mais regular do que na última temporada?
Tem vários aspectos. Acho que o principal é a forma de jogar que temos com o Carille, todo mundo assimilou. Mas o fato que acho mais importante é a mudança de lado. Ano passado, eu estava atuando do lado esquerdo e esse ano tenho ficado apenas do lado direito. Eu me sinto mais cômodo assim, é mais meu perfil. Não tenho problema do lado esquerdo, mas em todos os jogos em que fiquei na direita, me dei bem. Além do compromisso do time inteiro na hora de jogar, isso faz a diferença também, tem as características de cada jogador... O Gabriel, por exemplo, dá uma proteção grande na frente dos zagueiros. 
Se colocar o Léo e o Pedro Henrique na zaga, o time vai jogar da mesma forma. Todo mundo se ajuda, tem essa filosofia de marcação, e o compromisso que todo mundo tem facilita para que façamos bons trabalhos



Balbuena, no vestiário do Corinthians. Ele vive grande fase no clube (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians) 

Nós, brasileiros, temos poucas referências do seu desempenho no Paraguai, já que os jogos não são transmitidos por aqui. Mas é possível afirmar que essa é a melhor fase da sua carreira?
Acho que sim. Estou em um momento bom. Acho que, até agora na minha carreira, é onde estou me sentindo melhor. Já teve momentos em que me senti bem, mas agora o time está bem, forte, todo mundo trabalhando bem. Esse ambiente também ajuda para que esse momento seja perfeito. Sei que tenho coisas para melhorar ainda, mas continuando nesta linha de trabalho, com o time conseguindo resultados, vou melhorar a cada dia. 

Além de jogar bem, você tem exercido uma liderança grande perante os demais jogadores. Como conquistou este status? 

É uma característica minha desde pequeno, de estar atento aos detalhes que envolvem o grupo, tratar de aproximar uns dos outros para todo mundo se sentir bem e levar isso para campo, que sempre dá resultado. Não só eu, mas Jô, Fellipe Bastos, que não está jogando, mas é muito positivo para o grupo. E vários outros: Fagner, Rodriguinho, Jadson, Cássio, são líderes positivos. 

Juntando toda essa positividade, o grupo fica muito, muito unido, levamos isso para dentro de campo e isso ajuda a conseguirmos os resultados

Para um estrangeiro, é mais difícil alcançar esse posto?
Dificulta um pouco o idioma e o fato de ser estrangeiro. Há costumes diferentes, coisas a que você não está acostumado ainda. Os gostos, também. Brasileiro tem preferências diferentes dos outros sul-americanos, como argentinos, uruguaios, paraguaios... Então, para nós, estrangeiros, é mais difícil entrar e ser um líder. Mas esse grupo é um grupo inclusivo. Ninguém aqui põe barreira ou se acha mais do que o outro. Todo mundo se trata da mesma forma, isso ajuda a não ter só um líder, mas manter todo mundo num nível para que todos se sintam bem e a gente leve esse ambiente para o jogo, que é um fator fundamental para conseguir resultados.
Além de defender, você tem atacado bem. Já são três gols nesta temporada. Você também se cobra para balançar as redes?
A cada vez que vou para área, é para fazer gol. Eu tive um treinador que falava: na zona defensiva, tem que defender; no meio de campo, criar; no ataque, fazer gol. Em todo jogo tem momento que vou na área com a convicção de fazer gol. Às vezes sai, às vezes não. Ano passado não tive muitas chances... Quer dizer, tive, mas não conseguia marcar. Fazer gol fica em segundo plano. Claro que é bom marcar, ajudar a equipe. Mas nosso papel primordial é defender.


Balbuena festeja o gol marcado(Foto: Marcos Riboli) 
Antes da entrevista, a assessoria de imprensa do Corinthians nos passou que você não gostaria de falar sobre propostas para sair ou o futuro no clube. Está cansado desse assunto
É que há perguntas para gerar controvérsias. É normal se falar que um jogador tem proposta ou vai sair. Nessa época do ano é normal ter ofertas e transferências. A janela está aberta. Mas é difícil. Eu não gosto de falar do futuro porque não sei se vou ficar ou vou embora. Não posso falar "eu vou ficar" e aí chega uma proposta boa e eu vou. Aí, fico como mentiroso. Mesma coisa se ocorrer o contrário, não posso falar que vou sair, aí não chega nada e eu fico. Hoje minha cabeça está somente no Corinthians, me sinto bem aqui, considero o Corinthians minha casa. Isso é o que importa. Estou somente focado no trabalho da equipe e no meu trabalho dentro de campo. Quero seguir com essa boa fase do time e minha, também. 

Curiosamente, seu companheiro de zaga, o Pablo, também tem o futuro incerto no clube. Vocês falam sobre isso?

Não muito, pois é uma questão de cada um, algo muito particular. Às vezes, alguém puxa comentário sobre isso, mas é muito difícil falar. Não só com o Pablo, mas com Arana, Rodrigo, Fagner. A gente se foca mais no trabalho. Se começa a falar muito disso, tira o foco do trabalho e do jogo. Todo mundo está trabalhando sem pensar nisso. É natural a imprensa falar em proposta. Estamos acostumados, todo ano é a mesma coisa, ano que vem nessa época vai ser igual. Então estamos acostumados e trabalhamos somente com o foco no principal, que é o time, trabalhar bem, chegar bem nos jogos e fazer boas partidas.







Corinthians busca zagueiro na Europa e tem um nome favorito para a posição
Mesmo tendo a melhor defesa do Campeonato Brasileiro, Timão ainda deverá tentar a contratação de um nome experiente para compor o setor no restante da temporada
Corinthians busca zagueiro na Europa e tem um nome favorito para a posição
18/07/2017 8h
Por Gazeta Press

O Corinthians tem um grupo praticamente fechado e a diretoria só ouviu do técnico Fábio Carille um pedido para manter os jogadores que estão no elenco até o final do ano. Ainda há, porém, a busca por mais um zagueiro, que chegue para ser reserva de Pablo e Balbuena, mas tenha mais experiência que os jovens Pedro Henrique e Léo

A ideia é aproveitar alguém que esteja saindo da Europa ou em ascensão no futebol sul-americano, perfil em que se encaixa o ex-corintiano Leandro Castán. O problema para a aquisição de um nome nesta condição, porém, é o fato de a janela de transferências para atletas vindos do exterior se fechar na quinta-feira faz com que as tratativas tenham de ser muito mais rápidas do que o normal.

O defensor, que abriu negociações com o clube, mas assustou os dirigentes com a pedida salarial, tem 30 anos e foi emprestado ao Torino (ITA) na última temporada. Sua chegada, além de dar um reforço ao elenco, seria uma espécie de reposição rápida à possível saída do paraguaio Balbuena, alvo de clubes europeus.

Nome que já está no elenco e entra na descrição pedida por Carille, Vilson não conseguiu atuar em partidas oficiais neste ano e ainda se recupera de uma artroscopia no joelho esquerdo, realizada em março. Após quatro meses parados, ele nem sequer tem treinado no gramado.

“A única coisa é que a gente está atento a alguma coisa na questão de zagueiro, por conta de (uma possível) convocação do Balbuena para o Paraguai e de o Léo ir para o sub-20”, explicou o comandante, há uma semana.

Enquanto não tem o jogador, Carille ao menos está mais perto de ver Pablo ser assegurado até 2021 no clube. O empresário do jogador se reuniu com os dirigentes do Corinthians na última segunda-feira e deixou acertado o tempo do novo vínculo entre clube e atleta.
















Corinthians com 28 jogos invicto tem 5ª maior série de sua história. Antes foram 29 jogos em 1956 (26 vitórias, 3 empates). 31 jogos entre 1936 e 1937 (28 vitórias, 3 empates). 37 jogos em 1957 (26 vitórias 11 empates)










Meia Danilo, recuperado de lesão, está perto de retornar no Corinthians após um ano
O Corinthians têm uma novidade para sequência na busca pelo título Brasileiro em 2017: O experiente meia Danilo estará à disposição para disputar o Campeonato Brasileiro ou a Copa Sul-Americana em menos de um mês. O clube entende que o meia de 38 anos terá condições de ser relacionado perto do fim de julho e será opção no meio ou no ataque, como centroavante - posição em que tem treinado no CT Joaquim Grava.
Ele se recupera de uma grave lesão há um ano.
Danilo entrou em campo pela última vez em 31 de julho de 2016, em partida contra o Internacional. Um mês depois, ele sofreu uma grave lesão na perna direita, superou o risco de amputação do membro e trabalhou pesado para voltar ao campo. Depois de superar também uma lesão muscular decorrida das fraturas, o jogador atuou em 17 minutos de um jogo-treino e se mostra cada vez mais confortável nos trabalhos em campo. O Corinthians trata o retorno do meia como um "jogo de xadrez" e um objetivo cada vez mais próximo.
- Você precisa saber mexer as peças para não tomar um xeque-mate logo de cara - explica, ao LANCE!, o preparador físico Walmir Cruz, antes de completar.
- Os cuidados que precisamos tomar são na parte muscular, porque o atleta que fica muito tempo inativo tem que se readaptar às ações e intensidade de treino. Nossa intenção é colocá-lo aos poucos para ir se adaptando, melhorando condição física, sua força, e desenvolvendo naturalmente. Nós fazemos um estímulo e quando percebemos que está num estágio avançado retiramos a carga, até o dia em em que percebermos que ele já se recupera 100% de um esforço de um dia para o outro.
Depois de alternar trabalhos em campo e na academia, Danilo já trabalha somente no gramado desde a semana passada, e ganha cada vez mais elogios da comissão técnica - além da disposição, o meia evolui na parte técnica e se destaca em algumas atividades. De trabalhos em espaço reduzido, ele já está passando para o campo inteiro, em que há necessidade de mais movimentos espaciais e corporais, e não mostra restrição.

O técnico Fábio Carille disse à Rádio Jovem Pan que pensa em relacionar Danilo para jogos dentro do prazo de 20 dias, o que aconteceria na partida contra o Sport, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão. Dependendo do nível de rendimento que Danilo mantiver ao longo da temporada, ele tem chances de renovar o contrato com o clube, segundo disse o gerente de futebol Alessandro Nunes ao L!
No Corinthians, o que está bom ainda pode melhorar.








Corinthians mantém goleiro reserva Wálter
Corinthians recusou proposta pelo seu goleiro reserva Walter vinda do rival 5P e a negociação parou na recusa do clube alvinegro.
A informação foi publicada pelo Yahoo e confirmada pelo LANCE! As conversas nem chegaram ao reserva de Cássio. O presidente corinthiano, Roberto de Andrade, foi comunicado da intenção da diretoria são-paulina de contratar Walter e não só impediu que as conversas continuassem como iniciou negociação para renovação e aumento salarial ao goleiro.

A proposta foi levada ao Corinthians pelo empresário Júlio Fressato, mas os valores que o clube pretendia oferecer por Walter nem chegaram a ser discutidos. Agentes do goleiro relatam a possibilidade de conseguir um aumento para o jogador após o interesse.

O principal motivo para a recusa da oferta é um pedido de Fábio Carille. O técnico não quer se desfazer nem de titular e nem de reserva imediato até o fim do ano e deixou isso bem claro a Roberto de Andrade. Por isso, a negociação não andou.

Walter fará 30 anos em novembro e tem contrato com o Corinthians até 2019. Ele acumula 55 jogos pelo clube e chegou a desbancar Cássio no ano passado, com Tite no comando. Mas, no momento, continua somente como opção do técnico Fábio Carille caso o hoje incontestável titular não possa atuar.