16 de jul de 2017

CORINTHIANS 16/07/2017


Corinthians encerra 14ª rodada do Brasileirão 2017 com 36 pontos, são com 8 pontos de vantagem na liderança








Corinthians é o melhor rankeado da América Latina e 4º clube do mundo com mais interações no Facebook em junho

19h40 16/07/2017 - Agência Corinthians






© Reprodução/Facebook


De acordo com o perfil de Twitter "Deportes&Finanzas®", o Corinthians foi o quarto clube do mundo com mais interações no Facebook no último mês de junho. A conta oficial do Timão na principal rede social do mundo teve 4,73 milhões de interações.

No ranking, o Corinthians é o melhor time da América Latina e 4º do Mundo

Além de diversos posts diários, o perfil oficial do Corinthians no Facebook -- com mais de 11,3 milhões de fãs -- leva conteúdo exclusivo à torcida alvinegra, como transmissões ao vivo de entrevistas coletivas e bastidores das partidas do Timão.













Nota de pesar: Duque

Técnico do Corinthians na Invasão Corinthiana de 1976, Duque comandou a equipe alvinegra em 113 jogos


18h45 16/07/2017 - Agência Corinthians

O Sport Club Corinthians Paulista lamenta a morte de Duque, técnico do Corinthians no famoso jogo da Invasão Corinthiana ao Maracanã em 1976, ocorrida neste domingo (16). O enterro do ex-treinador alvinegro acontecerá nesta segunda-feira (17), no Rio de Janeiro.

Duque foi comandante alvinegro em duas passagens: entre 1972 e 1973 e entre 1976 e 1977, com 113 jogos no total. Era o treinador na campanha do vice-campeonato brasileiro de 1976, que se tornou notória pelo jogo das semifinais.

Na partida que o Corinthians passou pelo flu no dia 05 de dezembro daquele ano, 70 mil corinthianos invadiram as arquibancadas do Maracanã para apoiar o Timão rumo ao final. Dentro de campo, empate por 1 a 1 e vitória alvinegra por 4 a 1 nos pênaltis.

No ano seguinte, Duque era o técnico do Corinthians no início da campanha do histórico título paulista de 1977, que acabou com um jejum de quase 23 anos sem títulos do clube do Parque São Jorge. Com a competição em andamento, foi substituído por Oswaldo Brandão, que comandou a equipe na reta final.

O clube deseja força aos familiares de Duque neste momento tão difícil.













Longe de preocupar: Corinthians sente falta de trio, mas joga bem em empate
Sem Pablo, Guilherme Arana e Rodriguinho, Timão mostra paciência para virar pela primeira vez no Brasileirão. Infortúnio no fim impede nova vitória
Por Carlos Augusto Ferrar
16/07/2017 07h08
Em um lance fortuito, o Corinthians cedeu empate ao atl cu, ontem,  com 40 mil alvinegros presentes na Arena Corinthians, mas segue lider isoladissimo, invicto e tranquilo do Brasileirão. dentro de campo o Timão fez uma boa atuação e só não venceu graças a um chute de Otávio que Balbuena desviou. Não há motivo para preocupação.  
Vale lembrar que o Corinthians foi a campo sem três jogadores muito importantes. Pablo e Guilherme Arana fizeram falta ao lado esquerdo da defesa. Por lá, Jonathan armou um carnaval e marcou um golaço, abrindo o placar aos 37 minutos da etapa inicial. Datalhe: foi a primeira vez que o Corinthians teve que buscar resultado neste Brasileirão.   

Corinthiano Jô fez 2 gols(Foto: Marcos Ribolli) 

O Timão também sentiu a ausência de Rodriguinho. Sem o meia para encostar na área e virar mais um atacante, o Atl conseguiu fechar muito bem a entrada da área. Entrou em ação, então, a paciência. O Corinthians passou a tocar a bola incansavelmente à procura de espaço. E achou quando Moisés cruzou forte, e Jô empatou na segunda trave
Ninguém no torneio, aliás, sabe pensar o jogo tão bem quanto o Corinthians. Os movimentos ensaiados à exaustão nos treinamentos trazem benefícios nítidos nos jogos. O segundo gol surgiu igualmente ao primeiro, com passes e movimentação entre as linhas de marcação. Maycon cruzou pelo lado esquerdo da área, e Jô virou.
O Corinthians tirou o pé depois disso? Recuou demais? Não. Fagner perdeu ótima oportunidade para fazer o terceiro e acabar com o jogo.


Maycon cruzou para 2º gol de Jô

O gol de Otávio, em chute da intermediária que Balbuena desviou, foi uma casualidade. O Corinthians não cometeu nenhuma grande falha defensiva para sofrer o empate. No máximo, alguém poderia ter tentado bloquear o volante antes da finalização. O Timão ainda criou mais duas grandes chances, mas Jô e Pedrinho não conseguiram vencer Weverton.. Os impressionantes 85,7% de aproveitamento dão muita tranquilidade para o Corinthians ser o grande favorito ao título nacional. Como Carille disse em entrevista após jog, a preocupação virá quando o Corinthians não jogar bem. E isso ainda não aconteceu.


 Corinthians teve desfalques diante do Atl-PR (Foto: Marcos Ribolli)







Além de título, Jô sonha ser o primeiro artilheiro do Corinthians no Brasileirão: "Meta pessoal"

Atacante é um dos artilheiros máximos do Brasileiro. Ele enfatiza que prioridade é conquistar títulos pelo Timão e voltar à seleção brasileir
Por Bruno Cassucci
16/07/2017 11h22
Os dois gols no empate em 2 a 2 do Corinthians com o Atl Cu, no último sábado, colocaram Jô no topo da lista de goleadores do Campeonato Brasileiro. Com nove agora. A marca motiva o centroavante corintiano por poder ser o primeiro artilheiro do Timão na história da competição.

Jô, contudo, diz ter outras prioridades coletivas e individuais. As principais, no momento, são conduzir a equipe ao título nacional e voltar à seleção brasileira. O atacante disputou a última Copa do Mundo e alimenta a esperança de ser convocado por Tite.

– Todo atacante sonha com artilharia. Venho fazendo gols e hoje sou o artilheiro. O Corinthians nunca teve um artilheiro no Brasileiro, essa é uma meta pessoal, mas não posso colocar como o principal objetivo na minha vida. O principal é buscar títulos e voltar à Seleção. Para acontecer isso, tenho de fazer meu trabalho. Estou feliz pelo momento, mas em primeiro lugar está buscar títulos – declarou.


 

Jô marcou os dois gols do Corinthians  (Foto: Marcos Ribolli)

Jô balançou as redes 16 vezes nesta temporada e é o goleador da equipe em 2017. Questionado se, atualmente, se considera o melhor atacante do futebol brasileiro, o centroavante adotou discurso modesto, mas também valorizou a sua boa fase.

– Não posso me colocar no topo, mas é claro que estou entre os melhores. Tem muitos atacantes bons que tenho como referência. Venho fazendo um grande campeonato, as coisas estão acontecendo e fico feliz de ajudar minha equipe – afirmou.




Jô está próximo de igualar gols de início no Corinthians 12 anos atrás muito jovem

POR RAFAEL BULLARA16 DE JULHO DE 2017 ÀS 0:02



Jô tem 16 gols na temporada (Foto: Daniel Vorley/Agif)

Jô marcou duas vezes pelo Corinthians ontem e pela primeira vez na temporada ele fez mais de um gol no mesmo jogo desde o retorno ao clube. Em 41 partidas desde o começo da temporada, são 16 gols pelo Timão e o número já é quase o mesmo da primeira passagem dele, quando fez 18 entre 2003 e 2005, quando tinha entre 16 e 18 anos.

A diferença é que Jô precisou de 115 partidas. Agora, está perto de igualar com quase um terço de jogos. O atacante também entrou para a história da Arena ao fazer o gol 200 do Corinthians no estádio.



















Corinthians terá duas voltas para quarta
O técnico Fábio Carille ainda poderá contar com as voltas de Guilherme Arana e Rodriguinho, que cumpriram suspensão. O zagueiro Pablo, com uma contratura na coxa direita, será o único desfalque em relação ao time titular.

A preparação para o confronto com o Avaí começa nesta segunda-feira de manhã, no CT Joaquim Grava. Os jogadores ganharam folga neste domingo.









Jô sonha com artilharia inédita no Corinthians, mas prioridade é título
Com dois gols ontem pelo lider isoladissimo, Corinthians, , o atacante Jô alcançou o posto de goleador máximo na 14ª rodada, após marcar duas vezes no empate por 2 a 2 com o Atl, mas disse ter outras metas na frente.

- Todo atacante sonha com artilharia, e eu venho fazendo gols, é uma meta pessoal, mas não é o principal objetivo na minha vida. Os principais são buscar títulos e a Seleção Brasileira - disse o atacante, que também é o artilheiro do Timão na temporada, com 16 gols.

Jô sabe que vive grande fase, mas não se coloca como o melhor atacante do Brasil na atualidade. Ele acredita que a concorrência pelo posto é grande e diz que tem de ir devagarzinho.
- Não posso me colocar no topo, estou entre os melhores, existem vários atacantes bons, mas venho fazendo um grande campeonato. As coisas têm acontecido, e fico muito feliz, mas tem que ir devagarzinho - afirmou.
Jô ainda falou sobre a invencibilidade do Corinthians, que agora não perde há 28 jogos, com 17 vitórias e 11 empates. O atacante minimizou a marca e disse que o Timão não é imbatível.


- Temos que tentar ganhar os jogos, vamos tentar segurar a invencibilidade, mas o objetivo é ser campeão. Não é um objetivo manter a invencibilidade, nossa equipe não é imbatível, tem erros e acertos. Nosso objetivo é buscar o título e ficar no topo da tabela. Não é a invencibilidade, porque não sei quanto vai durar, mas uma hora vai acabar - declarou.


Com o empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, o Corinthians chegou a 36 pontos no Brasileirão. Na próxima rodada, o Timão visita o AVaí, quarta, às 21h
.