2 de jul de 2017

CORINTHIANS 02/07/2017



















Pedrinho e Jô falam sobre vitória do Timão sobre bota a CorinthiansTV

Crias do terrão tiveram participação direta no gol que deu mais três pontos ao Timão no Brasileirão

21h29 02/07/2017 - Agência Corinthians



Pedrinho e Jô foram os protagonistas na vitória sobre o Botafogo

© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians conquistou mais uma importante vitória no Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (02), na Arena Corinthians, o Alvinegro do Parque São Jorge venceu o Botafogo por 1 a 0 e ampliou a vantagem na liderança na competição para sete pontos – 29 contra 22 do Grêmio. Dois dos principais responsáveis pelo triunfo alvinegro foram Jô e Pedrinho. As duas crias do terrão participaram do gol que deu a vitória ao Timão: Pedrinho fez linda jogada e tocou para a área, e Jô, após bate e rebate, empurrou para o fundo da rede. Ambos falaram com exclusividade para a Corinthians TV.

“Primeiro tempo muito truncado. A gente não estava tendo muita paciência. Depois, a gente conseguiu, no segundo tempo, encaixar”, comentou Jô. “Fico feliz por ter entrado. Estava esperando a oportunidade e o [Fábio] Carille me colocou na hora certa”, brincou Pedrinho.

Confira o bate-papo completo















Elenco avalia atuação do Corinthians na vitória diante do Botafogo

Atletas pregam que a equipe siga com os pés no chão, valorizam resultado positivo e a entrega em busca dos três pontos


21h10 02/07/2017 - Agência Corinthians



Corinthians lutou muito para conseguir sair da Arena Corinthians com a vitória sobre o Botafogo

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Depois de superar a retranca imposta pela defesa do Botafogo, o Corinthians venceu o time carioca por 1 a 0 na Arena Corinthians, na tarde deste domingo (02), em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após o fim do embate, o elenco alvinegro comentou como foi a partida.

“Com muitas dificuldades. A equipe deles veio com uma postura tática defensiva. Nós tivemos maturidade, trabalhamos a bola, criamos várias chances e a bola acabou entrando. O importante é seguir embalado, temos de continuar com os pés no chão”, disse Jadson.

Marquinhos Gabriel frisou: “A gente sabe o que quer, trabalhamos muito bem hoje, pressionamos no campo ofensivo. Merecíamos o resultado, apesar de termos sofrido um pouco com a marcação deles. Temos de continuar trabalhando, estamos no início da competição”.

Maycon foi outro que analisou a partida. “Faltou um pouquinho de movimentação no primeiro tempo, embora a gente tenha jogado bem. No segundo, criamos chances e conseguimos a vitória. Martelamos, o goleiro deles fez uma excelente partida”, ressaltou o camisa 8.

Com a vitória conquistada, o Timão ampliou ainda mais a vantagem na liderança do Brasileirão: chegou aos 29 pontos, sete a mais do que o segundo colocado. Nesta segunda-feira (03), o elenco alvinegro terá folga, voltando à ativa na terça-feira (04), quando começa a preparação para o duelo diante da Ponte Preta, que acontece no sábado (08), às 19h, na Arena Corinthians, também pela competição nacional.


























 







Jovem meia atacante Pedrinho comenta jogadaça do gol da vitória do Timão

“Sempre tento buscar jogadas criativas”, afirmou o jovem meia do Corinthians, que protagonizou lance mágico antes do gol anotado por Jô

19h40 02/07/2017 - Agência Corinthians



Pedrinho deu um lindo chapéu no lance que originou o gol do Corinthians contra o Botafogo

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Pedrinho caiu de vez nas graças da Fiel. Neste domingo (02), contra o Botafogo, o jovem meia saiu do banco para ajudar o Alvinegro do Parque São Jorge a se isolar ainda mais na liderança no Campeonato Brasileiro, na vitória por 1 a 0 na Arena Corinthians

Quando o relógio marcava 33 minutos do segundo tempo, Fábio Carille chamou o garoto para entrar em campo e levou os mais de 40 mil torcedores que foram à Arena Corinthians a loucura. E o meia não precisou nem de um minuto para fazer o estádio explodir: na primeira participação, chapelou dois defensores e serviu Jô. Após bate e rebate na área, o camisa 7 marcou o gol que deu a vitória ao Timão.

Feliz com a atuação, Pedrinho contou como está se preparando para atuar no time principal do Corinthians e afirmou que sempre tenta ser criativo com a bola nos pés. "Tive a oportunidade. Estou trabalhando todo dia, sendo lapidado. Pude fazer a jogada. Eu sempre tento buscar jogadas criativas. Eu vi que os zagueiros estavam saindo e dei um chapeuzinho. É uma jogada que tento desde o início na base. E pude ser feliz”, explicou o camisa 38.

No lance do gol, após os ‘chapéus duplo’, Pedrinho conseguiu proteger e tocar a bola para Jô. “Estou fazendo um trabalho para ficar mais forte, sair na frente dos zagueiros e fazer as jogadas", disse o garoto revelado no terrão alvinegro.

Nesta segunda-feira (03), Pedrinho e o elenco corinthiano curtirão merecida folga. Na terça-feira (04), todos se reapresentam no CT Dr. Joaquim Grava para dar início à preparação para o duelo do sábado (08), às 19h, diante da Ponte Preta na Arena Corinthians, pela 12ª rodada do Brasileirão 2017.













Jô exalta persistência para marcar em vitória do Corinthians sobre Botafogo

Artilheiro perdeu pênalti, não se abalou e foi recompensado com gol que garantiu a vitória do Corinthians sobre o time carioca

19h40 02/07/2017 - Agência Corinthians



Jô é artilheiro do Corinthians no Brasileirão com seis gols
© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Foi difícil, mas o Corinthians conseguiu superar o Botafogo na Arena Corinthians. Em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, o Timão martelou muito para conseguir superar a defesa adversária, vencer por 1 a 0 e somar mais três pontos na competição, ampliando a vantagem na liderança para sete pontos em relação ao Grêmio. Jô foi o autor do sofrido gol, depois de perder um pênalti.

“Errei o pênalti, mas tive a calma e a tranquilidade. Atacante tem que ser assim, tem que ter persistência. Mais uma vez pude fazer um gol e ajudar a minha equipe a conquistar os três pontos”, explicou.

O Alvinegro tentou de todas as formas abrir o placar, mas parou em tarde inspirada de Gatito Fernández. O goleiro botafoguense e Jô travaram um duelo particular durante os 90 minutos.

No início da segunda etapa, o camisa 7 do Corinthians perdeu um pênalti sofrido por Guilherme Arana. Nem por isso o artilheiro se deixou abalar e continuou buscando o gol. Até que aos 34 minutos da segunda etapa foi recompensado: após grande jogada de Pedrinho, o atacante tentou duas vezes até conseguir balançar as redes.

Jô e companheiros estarão de folga nesta segunda-feira (03). Na terça-feira (04), dão início à preparação para o duelo diante da Ponte Preta, no sábado (08), às 19h, na Arena Corinthians, em partida válida pela 12ª rodada do Brasileirão.










































Técnico Fábio Carille elogia concentração e equilíbrio do Corinthians, lider isolado e invicto,  em vitória sobre bot

Treinador diz que equipe soube manter a calma mesmo depois de pênalti desperdiçado por Jô. Timão terá semana livre para enfrentar a Ponte Preta

Por Bruno Cassucci,
02/07/2017 19h24

O técnico Fábio Carille destacou a concentração do Corinthians na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, neste domingo, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o Timão não se desesperou depois de Jô desperdiçar uma cobrança de pênalti. Mais tarde, o centroavante fez o gol salvador após linda jogada do garoto Pedrinho. 

–  Perdeu um pênalti, mas não acaba o mundo. Isso que me deixa feliz nesse jogo. O goleiro deles pegando bem, e a gente continuando concentrado, não correndo riscos. Isso mostra o equilíbrio da equipe – afirmou. 


Fabio Carille durante Corinthians 1x0 Botafogo (Foto: Marcos Ribolli) 

Depois de um primeiro tempo de muita marcação do Botafogo, o Corinthians conseguiu encontrar mais espaços na etapa final e chegou ao gol. O resultado coloca a equipe com 29 pontos, sete de vantagem para o vice-líder 
– . Estamos fazendo um trabalho de continuar se defendendo bem e chegar com cada vez mais perigo ao gol adversário – ressaltou o tecnico que ficou feliz com o rendimento do Timão

Carille tem agora a semana toda para trabalhar a equipe que enfrenta a Ponte Preta, sábado, novamente na arena. O planejamento é recuperar os jogadores fisicamente e evitar um excesso de treinamentos.

– É uma semana para ter muito cuidado. Uma coisa que eu aprendi é que em uma semana aberta você pode errar a mão e dar muitos treinos. Vamos recarregar as energias.










Corinthiano atacante Jô sobre penaltis – Eu não posso entregar aqui. Se eu falar que vou trocar o lado, eles vão treinando (risos). Eu batia também nos Emirados Árabes e na China, acho que as últimas 20 cobranças foram no mesmo canto. É qualidade, escolha na hora, talvez olhar mais para o goleiro... Isso é treinamento. Vou seguir treinando e não vou abaixar a cabeça porque perdi. É claro que eu queria ter feito o gol, mas atacante é assim mesmo, tem que ter persistência, trabalhar muito. Como um jogador de basquete treina lances livres, vou seguir treinando pênaltis – comentou.










Pablo confia em permanência no Corinthians: '99,9% de chance'


Pablo está emprestado até o fim da temporada(Foto: Daniel Augusto Jr)


Pablo falou após a vitória Timão, do lider isolado, sobre o BotaLuis Moura/WPP


Corinthians venceu o Botafogo por 1 a 0(Foto: Luis Moura/WPP)


Guilherme Amaro - 02/07/2017 - 19:22

O zagueiro Pablo mostrou confiança na relação a sua permanência no Corinthians. Ele está emprestado pelo Bordeaux (FRA) até o fim desta temporada, e as partes negociam para que ele seja comprado pelo Timão. No último sábado, Fernando César, empresário do defensor, se reuniu com o diretor de futebol Flávio Adauto e com o gerente de futebol Alessandro Nunes.
- A chance de eu ficar é 99,9%. Já começamos a conversar. E se começamos a conversar é porque a chance de dar certo é muito grande. Acredito que dará certo, tem tudo para dar. Estou feliz, minha família também, então a chance é muito grande - afirmou Pablo, após a vitória por 1 a 0 do Corinthians sobre o Botafogo, neste domingo.
- Tem a proposta do clube, tem a minha e temos de chegar a um consenso. É só essa parte mesmo, e isso vamos tirar de letra. Acredito que nos próximos dias pode ter uma definição sobre isso - acrescentou o zagueiro, que desconversou ao falar sobre o tempo de contrato que negocia.




Pablo tem valor de compra fixado em 3 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões). Os dirigentes do Corinthians dizem não ter pressa para fechar a permanência do zagueiro. A partir de julho, porém, caso outro clube faça uma proposta, o Timão tem oito dias para exercer a preferência.




Contratado no início deste ano, Pablo é um dos principais destaques do Corinthians e tem 35 jogos, todos como titular, e dois gols. Ele não participou da Flórida Cup em janeiro.













Fábio Carille analisa vitória do Timão, exalta Pedrinho e segue pregando ‘jogo a jogo’ após vitória do Corinthians sobre bot

Técnico do Timão falou ainda sobre a importância do trabalho que está sendo desenvolvido e valorizou desempenho da equipe no triunfo
18h50 02/07/2017 - Agência Corinthians



Companheiros abraçam Pedrinho após jogada que resultou em gol de Jô

© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de uma partida complicada, o Corinthians precisou de muito sangue frio para vencer o Botafogo por 1 a 0 na tarde deste domingo (02), na Arena Corinthians, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Fábio Carille fez uma substituição fundamental para a conquista dos três pontos: colocou Pedrinho, que fez uma jogada impressionante no gol anotado por Jô.
Em entrevista coletiva após a partida, o treinador avaliou o duelo. “Aconteceu tudo que a gente tinha planejado, ainda mais quando confirmou a escalação deles, com um só atacante de área. A gente sabia que eles iam jogar no nosso erro e tivemos paciência. No segundo tempo foram 15 finalizações, sendo nove certas. A ideia de colocar o Marquinhos Gabriel e trazer o Jadson para dentro funcionou muito bem. Jogamos em cima do Botafogo e foi mais uma vitória merecida”, disse Carille.

Um dos repórteres perguntou se o técnico tinha ‘estrela’ por conta da boa sequência do Timão. “A questão da estrela eu não me apego muito a isso. Tem um ex-técnico que eu admiro muito, que é o Muricy [Ramalho], que fala que ‘aqui é trabalho’. E aqui é trabalho também. Os jogadores sabem o que fazer quando entram em campo, tem um grupo muito equilibrado. Alterações eram para mudar o jogo mesmo, essa foi a intenção primeiro com o Marquinhos e depois com o Pedrinho, que tem o um contra um muito forte. As modificações deram resultado, sim”, explicou.


Com a proposta de jogar no erro do Corinthians, a equipe do Botafogo pouco agrediu o sistema defensivo do Timão. “Não é a primeira equipe que nós enfrentamos uma equipe assim. O próprio São Paulo veio assim, o Santos também com essa proposta de jogar no nosso erro. Quando vimos a escalação deles antes do jogo, sabíamos que era para isso. Tem de ter paciência”, comentou o comandante do Alvinegro do Parque São Jorge.

Carille ficou muito satisfeito com o desempenho da equipe. “Poderia até não ganhar o jogo hoje que eu ia sair muito feliz pelo rendimento. Já tem algum tempo que falo sobre o equilíbrio, falava que, com o tempo e entrosamento, ia melhorar. Hoje foi mais uma prova que melhoramos bastante. A equipe ainda está buscando equilíbrio, e é nosso trabalho fazer essa equipe continuar se defendendo bem e chegar com perigo ao ataque”, declarou.

Pedrinho foi um dos destaques da partida após participar diretamente do gol de Jô. O camisa 38 também foi assunto na entrevista do treinador. “É um jogador de muito talento, estamos fazendo um trabalho com ele, jogos de muito choque ainda não é para ele, temos de prepará-lo. Trabalhei um ano com o Lulinha, em 2009, e que talvez em 2007 foi atropelado pela situação e ficou queimado. Penso nisso, tem que preparar e pode ter certeza de que o Pedrinho vai ser um grande jogador”, exaltou.

Um dos mantras de Carille desde o início do Brasileiro – e também do ano – é ‘jogo a jogo’. Assim, o Timão foi campeão paulista e lidera a competição estadual. “Campeonato de pontos corridos tem de encarar todo jogo como um final e é assim que nós vamos. Não falo nada de invencibilidade, acho que é uma carga a mais. É assim que levo meu grupo, sem trazer mais responsabilidade aos jogadores”, falou o treinador.

Aos sete minutos da etapa complementar, Jô bateu pênalti e Gatito Fernández fez a defesa. Carille foi perguntado sobre o assunto. “Eles [Jadson e Jô] treinaram todos esses dias, e treinaram bem. Eu não sei por que eles decidiram por ele [Jô]. Ele vem se queixando de uma dor no adutor, não sei se foi por isso, vou ver”, disse.

Com a semana cheia para treinar e se preparar para a partida contra a Ponte Preta -- que acontecerá no sábado (08) na Arena Corinthians, com ingressos à venda para sócios do Fiel Torcedor em www.fieltorcedor.com.br-, o técnico do Timão explicou o que muda na rotina da equipe. “Uma semana bem normal, amanhã é um dia de folga, terça quem jogou ainda passa por uma recuperação, para quarta, quinta e sexta fazer a parte mais tática. Aprendi que em semana assim pode acabar perdendo a mão, dar muito treino. Essa semana é para carregar a energia para a próxima sequência", finalizou.














Pablo comenta futuro no Corinthians: "A chance de eu permanecer é de 99,9%"

Zagueiro está emprestado pelo Bordeaux, da França, até dezembro. Timão tenta viabilizar a compra do jogador em definitivo


Por Bruno Cassucci

02/07/2017 18h52

O zagueiro Pablo, do Corinthians, disse após a vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, neste domingo, em Itaquera, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, que está otimista com a possibilidade de ser comprado em definitivo pelo Timão.


O jogador está emprestado pelo Bordeaux, da França, até dezembro. A diretoria alvinegra tem tentado viabilizar a compra de seus direitos. Na manhã deste sábado, dirigentes do clube se reuniram com Fernando César, empresário do atleta, e começaram a discutir os termos para um novo contrato do defensor. Participaram do encontro o diretor de futebol alvinegro, Flávio Adauto, e o gerente de futebol, Alessandro Nunes.

– A chance de eu permanecer é muito grande, muito grande mesmo, 99,9% – declarou Pablo.

– A gente começou a conversar sobre minha permanência ontem (sábado). Estou muito feliz com isso. A gente faz alguns planejamentos de carreira e, graças a Deus, está dando tudo certo. Tudo que pensei com meu empresário está acontecendo – completou o zagueiro, que disse não haver ainda um consenso sobre o tempo de seu novo contrato..

O valor fixado para a compra do jogador é de € 3 milhões (quase R$ 10 milhões). Caso outro clube faça uma proposta pelo defensor, o Corinthians tem oito dias para exercer a sua preferência.



Pablo, em entrevista na Arena Corinthians (Foto: Bruno Cassucci)








Corinthians não terá Fagner, mas terá retorno de Romero contra a Ponte





Fagner foi advertido com o terceiro amarelo no Brasileirão e está fora da próxima rodada (Foto: Luis Moura/WPP)

LANCE! - 02/07/2017 - 18:07

O lateral-direito Fagner recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória do Corinthians, lider isolado e invicto por 1 a 0 sobre o Botafogo e será desfalque no Corinthians para a partida diante da Ponte Preta, na próxima rodada do Brasileirão. Por outro lado, o técnico Fábio Carille poderá contar com a volta de Romero, que cumpriu suspensão neste domingo.

Sem Fagner, Léo Príncipe e Paulo Roberto disputam a vaga. O lateral-direito voltou a ser relacionado contra o Botafogo após quase dois meses, por conta de uma lesão muscular sofrida no dia 10 de maio, em partida diante da Universidad de Chile. O volante, por sua vez, recebeu elogios do técnico Fábio Carille pelas atuações improvisado na lateral e deu a assistência para Jadson marcar na vitória do Timão Grêmio, na semana passada, fora de casa














O técnico ainda não decidiu qual será a opção que fará para o próximo compromisso e vai aguardar os acontecimentos da semana para cravar o substituto de Fagner.




- O Léo Príncipe voltou a treinar essa semana. Não tenho a resposta ainda. Vamos ver terça ou quarta para tomar a melhor decisão para o jogo - declarou Carille em coletiva após a partida contra o Bota.




No ataque, Clayson voltará a ficar como opção no banco de reservas. Ele substituiu o atacante paraguaio na partida contra o Botafogo.




Com o desfalque de Fagner, o Corinthians mais uma vez não poderá contar com seu time considerado ideal. Neste Brasileirão, por exemplo, a equipe titular esteve completa em apenas dois jogos: na estreia contra a Chapecoense e diante do Bahia, na nona rodada.




Corinthians e Ponte Preta se enfrentam no sábado, às 19h, na Arena em Itaquera, pela 12ª rodada do Brasileirão.











Fagner recebe terceiro amarelo e desfalca o Corinthians contra a Ponte. Atacante Romero volta

Léo Príncipe, recuperado de lesão muscular, deve ficar com a vaga. Outra opção do técnico Fábio Carille é improvisar o volante Paulo Roberto na posição

Por Bruno Cassucci
02/07/2017 18h25

O Corinthians não contará com o lateral-direito Fagner na partida contra a Ponte Preta, no próximo sábado, na arena, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador estava pendurado e recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo
Recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, Léo Príncipe deve substituí-lo. Depois de um mês e meio em recuperação, o jovem voltou a ficar no banco neste domingo.


Das últimas vezes em que perdeu Fagner, o técnico Fábio Carille improvisou o volante Paulo Roberto no setor. Com o retorno de Léo Príncipe, isso não deve se repetir. Porém, o comandante alvinegro pediu tempo até definir a escalação para o próximo duelo:


– O Léo Príncipe voltou a treinar essa semana. Não tenho a resposta. Vamos ver terça ou quarta para tomar a melhor decisão – afirmou Carille.

Por outro lado, o Corinthians contará com a volta de Romero. O atacante paraguaio cumpriu suspensão diante do Botafogo.










Estatísticas de Corinthians 1×0 Botafogo



Corinthians conseguiu superar a forte defesa do Botafogo (Foto: Luis Moura/WPP)

NÚMEROS GERAIS DE CORINTHIANS 1X0 BOTAFOGO
– Dados Footstats

Posse de bola do Corinthians: 62%
Finalizações certas do Corinthians: 9
Finalizações erradas do Corinthians: 9
Cruzamentos certos do Corinthians: 5
Cruzamentos errados do Corinthians: 27
Passes certos do Corinthians: 575
Passes errados do Corinthians: 48
Desarmes certos do Corinthians: 14
Lançamentos certos do Corinthians: 16
Lançamentos errados do Corinthians: 16
Faltas cometidas pelo Corinthians: 14





Atuações do Corinthians na  vitória sobre bot: Jô faz gol da vitória, Pedrinho entra bem e faz jogadaça de gol

Atacante desperdiça cobrança, porém, depois marca o gol da vitória do Timão sobre o Botafogo, na arena. Defesa alvinegra trabalha pouco, e jovens se destacam



Por Bruno Cassucci
02/07/2017 18h03
Jô: No primeiro tempo, se movimentou para tentar abrir espaços e saiu bastante da área. Perdeu pênalti e caminhava para ser o vilão corintiano na partida, mas se redimiu com gol. Nota: 7,0


Pedrinho: Entrou muito bem e fez linda jogada, que resultou no gol de Jô. Arriscou dribles e ajudou a segurar a bola no campo de ataque no segundo tempo. Nota: 7,0


Guilherme Arana: Timão explorou muito as subidas do lateral-esquerdo, sobretudo no segundo tempo. Sofreu pênalti (marcado incorretamente) e participou das principais jogadas de ataque da equipe. Nota: 7,0




Time do Corinthians antes da partida contra o Botafogo (Foto: Marcos Ribolli) 

Confira as notas dos jogadores do Corinthians:


Cássio [GOL]: 6,0
Fagner [LAD]: 6,5
Balbuena [ZAG]: 6,5
Pablo [ZAG]: 6,5
Guilherme Arana [LAE]: 7,0
Gabriel [VOL]: 6,0
(Marquinhos Gabriel [MEI]: 6,5 )
Maycon [VOL]: 6,5
Jadson [MEI]: 6,5
Rodriguinho [MEI]: 6,0 
(Camacho [VOL]: 6,0)
Clayson [ATA]: 6,5
(Pedrinho [MEI]: 7,0)
Jô [ATA]: 7,0











Corinthians 1x0 bot
ATUAÇÕES: Pedrinho entra bem e Jô sofre mas fura o paredão


Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura / WPP

Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Luis Moura/WPP)

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP



Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoMarcello Zambrana/AGIF


Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)


Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura / WPP

Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Luis Moura/WPP)


Corinthians x Gatito. No fim, deu Corinthians, graças a Jô, que sofreu perdendo um pênalti para superar o goleiro do Botafogo depois: 1 a 0. O atacante acabou levando uma das melhores notas, assim como Gatito. Confira:

CORINTHIANS

6,0
Cássio
Mero espectador dentro de campo. Não teve qualquer trabalho durante a partida. Foi notado ao cobrar os tiros de meta e reposições.


6,0
Fagner
Não teve preocupação com a marcação, adversário não o ameaçou. No ataque tentou armar algumas jogadas, mas levou amarelo em falta forte.

6,0
Balbuena
Assim como Fagner, não houve pressão do Botafogo a ponto de testar a marcação. Teve participação maior nas bolas aéreas ofensivas.


6,0
Pablo
Fez um bloqueio importante durante toda a partida. De resto, bastou bom posicionamento na cobertura para fechar os espaços do adversário.

6,5
Guilherme Arana
Sofreu o pênalti (inexistente), mas demorou a engrenar, errou todos os cruzamentos e foi bem usando os dribles pela esquerda.

5,0
Gabriel
Atuação extremamente apagada, estava sem função no campo até ser substituído no intervalo. Não fez sequer um desarme em 45 minutos.

6,5
Maycon
Ficou encarregado da marcação no meio-campo no segundo tempo, mas nem seria necessário. Participação melhor ofensivamente, nas saídas.

6,0
Jadson
Em seu papel, deu o toque de qualidade ao meio-campo, tentou organizar as ações ofensivas, mas sem tanto brilho. Levou perigo nas bolas paradas.

6,5
Rodriguinho
Arriscou duas finalizações mal sucedidas, errou um passe ou outro no ataque, porém buscou o jogo e procurou estar sempre perto da bola.

5,5
Clayson
Ainda destoa um pouco do estilo de jogo corintiano, abusa dos dribles e das jogadas individuais. No entanto, não se omite e colabora no esquema.

7,0

Desperdiçou cobrança de pênalti, mas se redimiu e estava na área para tentar duas vezes antes de marcar o gol da vitória em Gatito Fernández.

6,5
Marquinhos Gabriel
Sua entrada deu maior volume ofensivo e decretou a blitz corintiana na defesa botafoguense. Movimentação confundiu a marcação adversária.


7,0
Pedrinho
No primeiro lance depois de entrar em campo na vaga de Clayson, deu um chapéu na entrada da área e tocou para trás no lance do gol da vitória.

6,0
Camacho
Renovou o fôlego do meio-campo para a manutenção do placar.

7,0
Téc: Fábio Carille
Foi ousado ao trocar Gabriel por Marquinhos Gabriel no intervalo. Ação mudou o o jogo que já era plenamente controlado pelos corintianos.





Técnico Fabio Carille elogia concentração e equilíbrio do Corinthians em vitória sobre Botafogo

Treinador diz que equipe soube manter a calma mesmo depois de pênalti desperdiçado por Jô. Timão terá semana livre para enfrentar a Ponte Preta

Por Bruno Cassucci
02/07/2017 19h24
O técnico Fábio Carille destacou a concentração do Corinthians na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, neste domingo, na arena, pelo Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o Timão não se desesperou depois de Jô desperdiçar uma cobrança de pênalti. Mais tarde, o centroavante fez o gol salvador após linda jogada do garoto Pedrinho.

– Saímos da Copa do Brasil contra o Inter, mas não acaba o mundo. A vida segue. Perdeu um pênalti, mas não acaba o mundo. Isso que me deixa feliz nesse jogo. O goleiro deles pegando bem, e a gente continuando concentrado, não correndo riscos. Isso mostra o equilíbrio da equipe – afirmou. 






Fabio Carille durante Corinthians 1x0 Botafogo (Foto: Marcos Ribolli)

Depois de um primeiro tempo de muita marcação do Botafogo, o Corinthians conseguiu encontrar mais espaços na etapa final e chegou ao gol. O resultado coloca a equipe com 29 pontos, sete de vantagem para o vice-líder Grêmio.

– Poderia até não ganhar o jogo hoje, mas eu sairia feliz pelo rendimento. Estamos fazendo um trabalho de continuar se defendendo bem e chegar com cada vez mais perigo ao gol adversário – ressaltou.

Carille tem agora a semana toda para trabalhar a equipe que enfrenta a Ponte Preta, sábado, novamente na arena. O planejamento é recuperar os jogadores fisicamente e evitar um excesso de treinamentos.

– É uma semana para ter muito cuidado. Uma coisa que eu aprendi é que em uma semana aberta você pode errar a mão e dar muitos treinos. Vamos recarregar as energias.






Corinthians vence jogo sobre Botafogo e se distancia na liderança


Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura / WPP

Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)

Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Luis Moura/WPP)


Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP




Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoMarcello Zambrana/AGIF

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP




Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura / WPP




Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)

Corinthians 1x0 Botafogo(Foto: Luis Moura/WPP)

Corinthians 1x0 BotafogoLuis Moura/WPP1/11

Guilherme Amaro - 02/07/2017 - 17:56

Sete pontos. Essa agora é a diferença do líder Corinthians para o segundo colocado na tabela do Campeonato Brasileiro. O Timão aumentou sua vantagem neste domingo, ao vencer o Botafogo por 1 a 0, na Arena Corinthians, pela 11ª rodada

Do time considerado ideal, o Corinthians só não teve o atacante Romero, que cumpriu suspensão.
A estratégia do Botafogo ficou bem clara: ficar fechadinho e buscar contra-ataques. E deu certo durante o primeiro tempo, porque o Corinthians não conseguia achar espaços para criar. O Timão rodava a bola, mas não penetrava, e só levou certo perigo após erros nas saídas de bola do Botafogo e pelo alto.



Sem a necessidade de ter dois volantes, já que o adversário praticamente não atacava e deixava apenas dois jogadores mais avançados, o técnico Fábio Carille deixou o Corinthians mais ofensivo na volta do intervalo. Marquinhos Gabriel entrou no lugar de Gabriel, o Timão passou a atuar no 4-1-4-1 e, enfim, conseguiu criar chances de gol.


Em cinco minutos do segundo tempo, o Corinthians fez mais do que nos 45 da etapa inicial. E o goleiro Gatito começou a se tornar o principal jogador botafoguense. Aos dois, ele fez boa defesa após chute de Rodriguinho, livre dentro da área. Aos cinco, defendeu o pênalti cobrado por Jô - a marcação, aliás, foi equivocada pelo árbitro, já que Guilherme Arana sofreu falta fora da área.

O Corinthians manteve a pressão. O Botafogo abdicou de jogar e foi castigado. Estava na cara que o gol do Timão era só questão de tempo, e veio aos 33 minutos. Pedrinho, que havia acabado de entrar, chapelou pela esquerda e cruzou para Jô, que parou em Gatito. Rodriguinho chutou no rebote, mas também parou no goleiro. No segundo rebote, Gatito não pôde fazer nada: Jô chutou rasteiro, entre os defensores.

Após o gol sofrido, o Botafogo não teve forças para reagir e buscar o empate. O Timão, como sabe fazer muito bem quando está em vantagem no placar, rodou a bola e gastou tempo. Teve até gritos de "olé" nos minutos finais.


O líder agora tem um raro período sem jogos: volta a campo apenas no sábado, contra a Ponte Preta. Já o Botafogo tem importante duelo nesta quinta-feira, diante do Nacional, no Uruguai, pela Libertadores.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 bot
Brasileiro 2017- 11ª rodada
Local: Arena Corinthians
Data-Hora: 2/7/2017 - 16h
Árbitro: Rodolpho Toski Marques,  Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Público/renda:40.658 total ( 40.341 pagantes 317 nao pag) /R$ 2.235.726,90
Cartões amarelos: Jadson, Jô e Fagner (COR), Victor Luis e Arnaldo (BOT)
Cartões vermelhos: -
Gols: Jô (33'/2ºT) (1-0)

CORINTHIANS: 12- Cássio; 23- Fagner, 4-Balbuena, 3-Pablo e 13- Guilherme Arana; 5-Gabriel (31- Marquinhos Gabriel, no intervalo) e 8-Maycon; 10- Jadson, 26- Rodriguinho (29- Camacho, aos 37'/2ºT) e 25- Clayson (38- Pedrinho, aos 33'/2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille. + 27-Wálter, 34- Pedro Henrique, 2-Léo Príncipe, 6-Moisés, 21-Fellipe Bastos, 28-Paulo Roberto,  17-Giovanni Augusto,  18-Kazim, 9-Clayton

bot : 1-Gatito Fernández; 4 Arnaldo, 3 Marcelo,2 Igor Rabello e 6 Victor Luis;5 Dudu Cearense, 8 Bruno Silva; 7 João Paulo, 10Camilo (19Marcos Vinícius, aos 19'/2ºT) e 11 Gilson (18Roger, aos 36'/2ºT); 9 Guilherme (17Rodrigo Pimpão, aos 33'/2ºT). Técnico: Jair Ventura. + 12Jeferson, 13-Emerson, 14-Emerson Silva 15-Carli, 16-R Lindoso 20 Vinicius 21Fernandes




















#SangueFrio: Corinthians vence Botafogo

Timão teve paciência para superar a forte retranca do adversário, contou com lance mágico de Pedrinho para somar mais três pontos e ampliar a vantagem na liderança do Brasileirão


18h25 02/07/2017 - Agência Corinthians




Jô marcou de novo e garantiu vitória do Corinthians

© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


O Corinthians é ainda mais líder do Campeonato Brasileiro. Em tarde fria na Arena Corinthians, o Timão teve sangue frio para superar o Botafogo por 1 a 0 com gol no fim, após jogada mágica de Pedrinho e conclusão cirúrgica de Jô – que se redimiu depois de perder pênalti, também no segundo tempo. Com a vitória, o Alvinegro chegou aos 29 pontos em 11 partidas disputadas pelo Brasileirão 2017 e ampliou a vantagem na liderança da competição.

Timão escalado: Sem Romero, que cumpriu suspensão, o técnico Fábio Carille mandou o Corinthians a campo contra o Botafogo com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Rodriguinho, Jadson e Clayson; Jô. No banco de reservas, o treinador tinha à disposição Walter, Léo Príncipe, Moisés, Clayton, Giovanni Augusto, Kazim, Fellipe Bastos, Paulo Roberto, Camacho, Marquinhos Gabriel, Pedro Henrique e Pedrinho.

Início sem emoção: Com o Botafogo jogando recuado, o Corinthians encontrou dificuldades para quebrar a defesa do adversário e ofereceu pouco perigo nos minutos iniciais. O adversário também não agredia o sistema defensivo do Timão.

Pressão alvinegra: Com domínio de campo, o Corinthians passou a rondar a área do adversário e se aproximar do gol. Aos 28 minutos, Clayson arriscou de fora e mandou por cima da meta de Gatito.

Já nos acréscimos: Maycon aproveitou sobra do escanteio e bateu de fora da área. A bola passou rente a trave e saiu pela linha de fundo.

Primeira troca e Timão no ataque: Antes de iniciar a etapa final, Carille mexeu no time colocando Marquinhos Gabriel no lugar de Gabriel. A postura mais ofensiva tornou o Timão perigoso. Em apenas cinco minutos, a equipe já tinha chegado perto de marcar por três vezes.

Chance desperdiçada: Aos sete minutos, Guilherme Arana foi derrubado e o juiz marcou pênalti. Jô foi para a bola e o goleiro Gatito fez a defesa. Maycon tentou no rebote, mas também parou no goleiro botafoguense.

Talismã: Pedrinho entrou no lugar de Clayson, aos 33 minutos, e não precisou nem de um minuto para resolver. No primeiro lance dele, chapelou dois marcadores e cruzou rasteiro para Jô. Gatito fez a defesa na primeira e na segunda, quando Rodriguinho tentou no rebote, mas o camisa 7 aproveitou o segundo rebote seguido para abrir o placar.

Última mudança e vitória garantida: Após o gol, Carille tirou Rodriguinho e colocou Camacho para reforçar a defesa alvinegra. Com a vitória por 1 a 0, o Corinthians agora tem sete pontos a mais que o Grêmio, segundo colocado.

Próximo compromisso: O Corinthians volta a entrar em campo no sábado (08), às 19h, contra a Ponte Preta na Arena Corinthians, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Corinthians insiste vence e mantém folga na liderança

Recuado e bem organizado, cariocas quase conseguem segurar pressão do líder com grande atuação de Gatito. Após perder pênalti, Jô marca e garante 9º vitória. Timão mantém vantagem na tabela

Por GloboEsporte.com
02/07/2017 17h53




Gol do Corinthians! Após briga na área, Jô marca aos 33' do 2º Tempo





Não foi fácil, em certo momento parecia que não iria acontecer, mas o Corinthians conseguiu mais uma vitória e segue passeando no Brasileirão. Neste domingo, em seu estádio, a equipe paulista venceu por 1 a 0 o valente time misto do Botafogo, que poupou cinco titulares. Jô marcou o único gol do jogo e se redimiu, após ter cobrança de pênalti defendida por Gatito.


Invicto há 25 jogos e há mais de três meses, o Corinthians tem o melhor início de uma equipe na era de pontos corridos do Brasileirão e segue tranquilo na liderança, com 29 pontos, nove vitórias e dois empates. Com 15 pontos, o Botafogo caiu duas posições e está em 9º. No próximo sábado, o Timão recebe a Ponte Preta, enquanto o Glorioso pega o Atlético-MG, no domingo, no Nilton Santos. Antes, no entanto, a equipe de Jair viaja a Montevidéu para enfrentar o Nacional-URU, na quinta, pelas oitavas da Libertadores.





João Paulo observa Bruno Silva dar o carrinho em Jô (Foto: Marcos Ribolli)


Goleiros apenas observam


O jogo começou com um desenho claro. Com um time misto, fora de casa, contra o líder do campeonato, o Botafogo decidiu esperar. E deu o campo para o Corinthians. A estratégia, em partes, deu certo. O Timão ficou com a bola, teve volume de jogo e chegou a ter 77% de posse. Chances, porém, foram raras. A equipe paulista tentava, e o Glorioso afastava. A primeira finalização da partida ocorreu somente após 27 minutos, em cabeçada por cima do gol de Jô. Alguma emoção, apenas nos minutos finais da primeira etapa. O Botafogo teve a chance de sair na frente com João Paulo, que escorou rente à trave cruzamento de Bruno Silva. Nos acréscimos, o Corinthians respondeu com bom chute de Maycon, que passou pertinho do gol de Gatito.







Arbitragem marcou pênalti de Marcelo em Arana em falta fora da área. Gatito defendeu cobrança de Jô (Foto: Marcos Ribolli)


Gatito defende (quase) tudo; Jô decide

O Corinthians retornou do intervalo com Marquinhos Gabriel no lugar de Gabriel, mas não foi a única mudança. O time voltou com outra atitude e partiu para cima do Botafogo. Só deu Timão. Com menos de cinco minutos, Rodriguinho teve duas boas chances, mas parou em Gatito. Aos sete, o paraguaio voltaria a ser protagonista. Marcelo derrubou Arana fora da área, mas o Rodolpho Toski Marques errou e marcou pênalti. Jô cobrou mal, e Gatito defendeu.
O Corinthians pressionou e raramente deixou o Botafogo passar do meio de campo. As principais oportunidades do Corinthians, no entanto, geralmente eram em jogadas de bola parada. Mas de tanto insistir, o Timão à vitória. Após sensacional jogada do jovem Pedrinho, que acabara de entrar, Gatito pegou chutes dois chutes à queima-roupa, mas não conseguiu segurar a terceira finalização, de Jô. Placar justo pela perseverância




Corinthians joga em casa para se distanciar na liderança
O Corinthians volta a campo neste domingo, às 16h (de Brasília), encarando o Botafogo, na Arena Corinthians, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Líder da competição e com pontos de vantagem, o Timão contará com alguns retornos de atletas ao time titular, poupados do embate pelo torneio sul-americano.

O volante Maycon, o meia Jadson e o atacante Jô, que nem se quer viajaram, juntam-se ao lateral esquerdo Guilherme Arana, que esteve no banco de reservas, e retornam aos 11 inicial. Com longas sequências de jogos quebradas, a expectativa é que os jogadores apresentem um bom condicionamento físico. "Conseguimos rodar bem e dar descanso a quem precisava", avaliou o técnico Fábio Carille.

A outra mudança se dará por opção, com o paraguaio Ángel Romero, suspenso, dando lugar a Clayson pelo lado esquerdo. O reforço não pôde jogar na Sul-Americana por já ter atuado no torneio pela Ponte Preta. Já Rodriguinho, apesar de ter ficado apenas na academia na véspera do jogo, deve começar a partida. Mesmo assim, Marquinhos Gabriel está de sobreaviso.



FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X bot

bras 2017- 11ª rodada
Local: Arena Corinthians
Data: 2 de julho de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques, Bruno Boschilia e Victor Hugo  (ambos do PR)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho (Marquinhos Gabriel) e Clayson; Jô  Técnico: Fábio Carille

bot Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger  Técnico: Jair Ventura