30 de jun de 2017

CORINTHIANS 30/06/2017


CORINTHIANS futsal venceu por 3x1 carlos barbosa pela liga nacional de futsal rodada, soma 18 pontos e é vice lider








Corinthians futsal vence jogo disputado sobre Carlos Barbosa pela LNF


Invicto em casa, Timão venceu por 3 a 1 e chegou à vice-liderança do torneio nacional


22h00 30/06/2017 - Agência Corinthians




Vander Carioca após o gol de desempate no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques


© Rodrigo Coca


Nesta sexta-feira (30), o Corinthians, atual campeão, derrotou o Carlos Barbosa por 3 a 1, no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques, em sua nona partida pela Liga Nacional de Futsal 2017. Johnny, Vander Carioca e Edson balançaram as redes pelo Coringão. Com o resultado, o Timão chega à 18 pontos na tabela, ocupando a vice-liderança.


Início de Jogo


Timão entra em quadra com Guitta no gol, Nenê, Leandro Caires, Alex e Vander Carioca na linha.


Nos minutos iniciais, o Timão fez uso do goleiro linha para conseguir mais chances de passe e ter a posse da bola. Foram alvinegras as primeiras chances da partida, em escanteio cobrado por Leandro Caires, Vander Carioca levantou a Fiel após chutar forte na rede de fora do gol adversário.


Na marca dos seis minutos, Edson, Johnny e Genaro entraram em quadra para formar um novo quarteto junto com Nenê. Em bela troca de passes entre Edson e Nenê, Johnny recebeu como pivô e girou bem para chutar de esquerda, mas teve seu gol impedido pelo goleiro adversário em grande defesa. Minutos depois, Wilsinho entraria no lugar de Nenê.


Aos dez minutos da primeira etapa, a equipe do Carlos Barbosa pediu o primeiro tempo da partida e começou a jogar com goleiro linha. O Corinthians/UNIP aproveitou o pedido de tempo e voltou à quadra com Vander Carioca, Alex, Nenê e Leandro Caires. O Timão seguiu com a posse de bola mas não conseguia chegar à conclusão. Em dividida, Leandro Caires sentiu e foi substituído por Matheus.


Faltando três minutos para o intervalo, Garrincha entrou no lugar de Vander Carioca e Johnny no lugar de Alex. Um minuto e meio após as substituições, Nenê lançou para Matheus que, na linha de fundo, chutou no goleiro e, no rebote dentro da área, Johnny encheu o pé e abriu o placar no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques. 1 a 0.


Segunda Etapa


Timão volta à quadra com Guitta no gol, Nenê, Leandro Caires, Alex e Vander carioca na linha.


Atrás no placar, a equipe do Carlos Barbosa marcava na quadra ofensiva e o Timão se movimentava para escapar da marcação adversária. Sem a bola, o Alvinegro também marcava em cima e não dava espaço para o adversário.


Em grande jogada, Leandro Caires aproveitou bola recebida por Vander Carioca, driblou dois mas foi derrubado próximo da marca do tiro livre. Na cobrança, Matheus recebeu, tirou do zagueiro e chutou forte nas mãos do goleiro. Minutos depois, Edson, Johnny e Genaro voltaram à formar o quarteto com Nenê.


Aos seis minutos da segunda etapa, a equipe do Carlos Barbosa aproveitou passe errado no setor defensivo alvinegro e diminuiu a vantagem. 1 a 1.


Em busca da reação, o técnico André Bié colocou Wilsinho e Matheus no lugar de Johnny e Nenê e, aos nove minutos, pediu tempo para o Alvinegro. No retorno à quadra, a equipe do Carlos Barbosa voltou a atuar com o goleiro linha. Em cobrança de escanteio corinthiana, a bola bateu em Wilsinho e sobrou para Genaro que, de calcanhar, quase desempatou a partida.


Nos minutos finais, o Timão continuou pressionando e o cansaço das duas equipes dava espaço para muitos contra-ataques. O Alvinegro chegou três vezes na área adversária mas não concluiu. Faltando três minutos para o fim da partida, Alex tabelou com Nenê na lateral direita da quadra e tocou cruzado para Vander Carioca fazer o dele e desempatar a partida. 2 a 1.


Um minuto depois, Leandro Caires roubou a bola na quadra defensiva e lançou Edson sozinho, de frente para o goleiro, driblar o mesmo e um fixo adversário antes de chutar rasteira e marcar o terceiro do Timão. 3 a 1.


Próximo desafio


Na próxima segunda (03), o Timão enfrenta o líder do Grupo B, Taubaté, às 19h30, pela Liga Paulista no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques.


A equipe do Corinthians/UNIP volta às quadras pela Liga Nacional no domingo - nove de julho – contra o Joinville, às 11h, no Ginásio do Sesc em Joinville - SC.


A equipe adulta do Corinthians/UNIP é patrocinada por Magnus, Colégio Amorim e UNIP-Universidade Paulista.











Corinthiano lateral direito Fagner projeta jogo a jogo e deixa oba oba de invencibilidade para imprensa

Invicto há mais de três meses, o Corinthians vive a sexta maior sequência de invencibilidade de sua história. São 24 jogos nesta condição, sendo os dez primeiros do Campeonato Brasileiro incluídos na conta. Não é à toa que o Corinthians, cujo técnico Fábio Carille projeta jogo a jogo, lidera a classificação com 26 pontos, quatro a mais que o vice-líder. 
Passados dez jogos do torneio, também foi embora metade do primeiro turno da competição. Agora restam mais nove jogos, sendo que o Corinthians tem 27 pontos em disputa. Para o lateral Fagner, é possível manter a invencibilidade nesta primeira metade do Brasileirão.

- Impossível não é. Não existe essa palavra no futebol. Mas temos que pensar exclusivamente no domingo, fazer um grande jogo, nos preparar bem para o fim de semana. Em nove jogos, temos que pensar jogo a jogo. Se pensarmos no último jogo do turno vamos deixar oito para trás. Tem que repetir padrão, nível de atuação individual e coletivo para manter a sequência - disse um dos capitães mais frequentes do Corinthians em 2017, com os pés no chão mesmo diante da ótima sequência.

- Esse número fica para vocês de imprensa, que analisam, para o torcedor, mas para nós é sempre pensar no próximo jogo. Não perder é ótimo para a confiança da equipe, sabemos que um dia vai acontecer e queremos prolongar isso ao máximo. Quando acontecer de perder temos que ter maturidade de saber que não está tudo perdido e podemos retomar.

O próximo desafio do Corinthians para manter a invencibilidade no Brasileirão será neste domingo, às 16h, contra o Botafogo, atual sétimo colocado, pela 11ª rodada da competição.

Sem nunca ter o que perguntar, a imprensa indagou o lateral direito Fágner sobre onde ele gostaria de se aposentar
Mesmo ainda tendo apenas 28 anos, vivendo grande momento, em que serve também a Seleção Brasileira o lateral do Corinthians foi educado e respondeu. “Se pudesse escolher um clube para me aposentar seria o Corinthians. Mas tento não pensar no amanhã para não atrapalhar hoje”, revelou Fagner




















Com 25% pertencente ao Corinthians, em alta na Europa, zagueiro Felipe revê amigos no Corinthians e conversa com Carille

Zagueiro do Porto é presença ilustre na atividade desta sexta, tem papo com técnico e tira fotos com ex-companheiros. Clube mantém 25% dos direitos econômicos



Por GloboEsporte.com


30/06/2017 18h27

Negociado pelo Corinthians há um ano, o zagueiro Felipe não se esquece do clube que o projetou internacionalmente. De férias no Brasil, ele visitou o CT Joaquim Grava na tarde desta sexta-feira, reviu amigos e assistiu ao treino dos reservas em campo

Felipe joga pelo Porto, de Portugal, e convive com sondagens de clubes maiores da Europa – nenhuma negociação foi fechada até o momento. No CT, tirou fotos com ex-companheiros de time e bateu um papo com o técnico Fábio Carille.


O zagueiro volta à Europa nos próximos dias para iniciar pré-temporada. O Corinthians continua de olho em uma possível transferência de Felipe, já que mantém 25% dos direitos econômicos do jogador e pode lucrar em um negócio futuro.





Felipe conversa com integrantes da comissão técnica do Timão (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)












Quarteto treina, mas Corinthians adia definição de time que enfrenta o Botafogo rj

Arana, Maycon, Jadson e Jô trabalham em campo nesta sexta-feira. Desgaste de viagem à Colômbia, porém, faz Fábio Carille confirmar formação apenas no sábado

Por Bruno Cassucci e Diego Ribeiro

30/06/2017 17h22

O técnico Fábio Carille vai decidir apenas no sábado a formação do Corinthians que enfrenta o Botafogo rj, neste domingo, às 16h (horário de Brasília), na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. O desgaste gerado pelas viagens nos últimos dias vai fazer com que os titulares tenham só um dia de trabalho com bola.


Depois do empate por 1 a 1 com o Patriotas, quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, o elenco corinthiano desembarcou no fim da noite de quinta. Os titulares da partida na Colômbia ficaram na academia, em trabalho regenerativo.

Em campo, só reservas e os quatro titulares poupados no meio da semana: Guilherme Arana, Maycon, Jadson e Jô treinaram. Todos atuarão


Corinthiano meia Jadson esteve em campo nesta sexta-feira: titular não viajou à Colômbia (Foto: Diego Ribeiro)


A maior dúvida é relativa ao substituto de Romero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Clayson é o favorito por ser reserva imediato do paraguaio, mas Marquinhos Gabriel corre por fora na disputa.


Nesta quinta, comissão técnica, departamento médico e preparação física avaliaram o desgaste dos jogadores – como sempre acontece após as partidas. O cansaço fez efeito.


– Hoje é o pior dia, até por ontem ter sido a viagem, 48 horas do jogo é quando bate o cansaço. Mas até domingo a galera já estará recuperada. Quem entrar em campo vai estar 100% com certeza – afirmou o lateral-direito Fagner.

Se nenhum jogador for poupado, o Corinthians deve enfrentar o Botafogo com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Clayson; Jô.

Veja as informações do Corinthians para a partida:

Local: Arena Corinthians
Data e horário: domingo, às 16h (de Brasília)
Provável escalação do Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Clayson (Marquinhos Gabriel); Jô.
Desfalques do Corinthians: Danilo e Mantuan (machucados); Léo Príncipe e Vilson (em recuperação física); Romero (suspenso)
Pendurados: Fagner, Rodriguinho, Gabriel e Marquinhos Gabriel.
Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu (PR)

Transmissão: TV Globo para RJ, RS, SC, PR, GO, TO, MS, MT, BA, SE, PB, PI, PA, AM, RO, AC, RR e AP e Premiere














RetrôTimão: Em 1946, Corinthians vencia derby pelo Paulistão

Gol alvinegro foi marcado por Servílio, artilheiro do campeonato com 19 gols marcados


16h55 30/06/2017 - Agência Corinthians

30 de junho de 1946, 71 anos atrás. No estádio do Pacaembu, o Corinthians venceu derby por 1 a 0 em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Paulista.

O Timão começou o confronto contra o arquirival com Jurandyr; Domingos da Guia, Aldo, Palmer e Aleixo; Hélio, Cláudio, Servílio, Ruy, Pipi e Baltazar. O gol da vitória alvinegra for marcado por Servílio.

O meio campista corinthiano terminou a competição estadual como artilheiro do torneio, com 19 gols marcados. O Timão terminou o estadual daquele na segunda colocação.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.











A sexta-feira do Corinthians


Em visita, Felipe posa ao lado de Romero, Balbuena e Fagner antes de treino na tarde desta sexta-feira (Foto: Divulgação)

Gabriel Carneiro - 30/06/2017 - 17:56

Após longa viagem de volta da Colômbia, onde empatou em 1 a 1 com o Patriotas na abertura da segunda fase da Copa Sul-Americana, os jogadores do Corinthians voltaram a treinar no CT Joaquim Grava na tarde desta sexta-feira. Enquanto os titulares do compromisso fora de casa fizeram só treino regenerativo, os reservas trabalharam com bola reforçados pelo quarteto que foi poupado da partida por desgaste físico: Guilherme Arana, Maycon, Jadson e Jô. Os quatro estão confirmados para o jogo de domingo, 16h, contra o Botafogo, pela 11ª rodada do Brasileirão.


O treino técnico dos reservas e do quarteto foi acompanhado de perto por uma figura importante da história corintiana. De férias do Porto (POR), clube para o qual foi vendido no ano passado, o campeão brasileiro Felipe visitou os antigos companheiros nesta sexta-feira. Depois de visitar a parte interna do CT, ele foi a campo e viu toda a movimentação ao lado dos profissionais da comissão técnica.

Felipe só não viu o time que vai enfrentar o Botafogo na próxima rodada do Brasileirão. O técnico Fábio Carille deixou para definir a formação titular no treino deste sábado, às 10h, e manteve em dúvida o substituto do atacante Romero, desfalque por suspensão neste fim de semana. Os candidatos à vaga, Marquinhos Gabriel, Clayson e Clayton, treinaram sem restrições nesta sexta e aguardam a definição do comandante.

Carille dividiu o elenco em dois times para um treino técnico na véspera da definição da equipe. De um lado atuaram Caique, Léo Príncipe, Léo, Guilherme Arana, Paulo Roberto, Rodrigo Figueiredo, Giovanni Augusto, Jadson, Clayton e Jô e de outro Walter, Ameixa, Pedro Henrique, Marciel, Fellipe Bastos, Maycon, Pedrinho, Léo Jabá, Clayson e Danilo, com o goleiro Matheus servindo de curinga e jogando com os pés. Além dos titulares da Colômbia, não treinaram em campo Camacho, liberado para acompanhar o nascimento de sua filha, os lesionados Vilson e Mantuan e Carlinhos, que está com o time sub-20.











Quarteto titular e Danilo se destacam no treino do Corinthians

Meio-campista trabalhou normalmente, mas ainda não tem data de retorno (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

30/6/17 17:22
O quarteto titular formado por Guilherme Arana, Maycon, Jadson e Jô, que não atuou no empate por 1 a 1 com o Patriotas-COL no meio de semana, treinou normalmente na tarde desta sexta-feira, na reapresentação do elenco após a viagem para Tunja, na Colômbia. Os quatro não serão problema para encarar a equipe do Botafogo, neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio de Itaquera, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Sem a presença daqueles que jogaram pela Sul-Americana, realizando apenas um trabalho regenerativo na academia do CT Joaquim Grava, a atividade contou com um breve aquecimento e depois um treino técnico em campo reduzido, contando inclusive com a participação dos goleiros reservas como jogadores de linha, ajudando a compensar a ausência de zagueiros para a movimentação.


De um lado ficaram Caíque França, Léo Príncipe, Léo Santos e Guilherme Arana; Paulo Roberto, Rodrigo Figueiredo, Giovanni Augusto, Jadson e Clayton; Jô. Do outro, foram escalados Walter; Warian, Pedro Henrique e Marciel; Fellipe Bastos, Maycon Pedrinho, Léo Jabá e Clayson; Danilo, este improvisado na função de centroavante.


O meia, por sinal, foi outra atração, atuando sem ser “curinga” pela primeira vez desde a recuperação de um estiramento na panturrilha direita. Com isso, o jogador teve contato liberado frente aos companheiros, podendo encarar uma situação mais semelhante à de jogo. Parado desde o dia 31 de agosto, porém, Danilo ainda não te data para voltar a defender a camisa alvinegra.


A única ausência ficou por conta do volante Camacho, liberado para acompanhar o nascimento da filha. Vilson e Guilherme Mantuan, ainda recuperando-se de lesão, ficaram nas dependências internas do CT. O centroavante Carlinhos, por sua vez, está com a equipe sub-20 para a disputa do Brasileiro da categoria.


A definição sobre quem será o substituto de Ángel Romero, único desfalque entre os titulares para a partida contra o Fogão, só sairá no trabalho da manhã deste sábado, quando os titulares retornam ao gramado. Marquinhos Gabriel é o favorito para ficar com a vaga, mas tem a concorrência de Clayson no setor.









Fagner vê Guilherme Arana pronto para Europa, mas não opina sobre futuro no Corinthians


Lateral-direito afirmou que a situação do jovem companheiro é diferente da que ele enfrentava em 2007, quando deixou o Timão. Camisa 13 é alvo de sondagens do exterior



Por Bruno Cassucci e Diego Ribeiro,


30/06/2017 17h32 


Com a experiência de quem também foi revelado pelo Corinthians e ainda jovem se transferiu para o futebol europeu, Fagner disse ver o companheiro Guilherme Arana pronto para atuar no exterior. Contudo, o lateral-direito não quis opinar se este é o momento adequado ou não para o garoto deixar o Timão. 

Fagner acredita que a situação vivida pelo lateral-esquerdo de 20 anos neste momento não é semelhante à que ele passou em 2007, quando deixou o Brasil para jogar no PSV Eindhoven, da Holanda. 

– Eu vejo situações diferentes no meu caso e no dele, apesar de os dois terem sido formados no clube. Eu joguei muito menos como profissional, fiz apenas sete jogos antes de sair. O Arana está desde 2014 entre os profissionais, em 2015 e 2016 jogou bastante, e nesse ano se firmou como um grande jogador. Esses anos deram bagagem para ele chegar preparado em qualquer clube, com a mentalidade de como deve se comportar um jogador lá fora. É difícil falar se ele tem que ir ou não, isso cabe ao clube e ao jogador, tem uma série de fatores. Esperamos que aconteça o que for melhor para ambos – analisou Fagner, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva. 




Fagner concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (Foto: Diego Ribeiro) 


Guilherme Arana vem recebendo sondagens de diversos clubes. Na última quinta-feira, um jornalista italiano noticiou o interesse do Bayer Leverkusen, da Alemanha.Os representantes do atleta e o presidente do Timão, Roberto de Andrade, negaram qualquer consulta.


Fagner também falou sobre o que é melhor para um jogador de futebol que deseja trocar o Brasil pela Europa: sair no começo ou no meio do ano?


– Indo agora, por ser começo de temporada, o jogador vai pegar o começo de competição, montagem de grupo, mas não vai ter férias. Ele fica seis meses a mais em atividade. Indo no fim do ano, praticamente perde o segundo semestre da temporada europeia até se adaptar. É difícil, cada atleta e empresário tem que avaliar qual é a melhor ocasião para sair – opinou.


Fagner não compara momento que foi negociado quando jovem, com propostas que Guilherme Arana tem
Lateral é um dos líderes do elenco alvinegro (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)O lateral direito Fagner foi formado no Corinthians, mas foi negociado para o PSV-HOL quando ainda tinha 17 anos, no começo de 2007. Apesar de ter deixado o Alvinegro o jovem, porém, o jogador, hoje um dos mais experientes do elenco, não acredita que tenha muito o que conversar com nomes como o lateral esquerdo Guilherme Arana e o volante Maycon sobre uma saída para o futebol europeu.

“Eu vejo situações diferentes”, explicou Fagner, tanto para um quanto para outro. “Apesar de ter sido formado aqui, eu joguei muito menos no profissional, fiz apenas 7 jogos e saí. O Arana já vem desde 2014 com os profissionais, jogou bastante em 2015 e 2016, esse ano se firmou como grande lateral”, discursou, revelando admiração também pelo meio-campista.


“Maycon fez o segundo semestre na Ponte, jogando sempre, esse ano já começou jogando, atuando. Arana também. Essa bagagem faz com que eles cheguem lá fora com uma outra experiência, outra visão do futebol. Eu não tinha essa bagagem quando eu fui, só tinha sete jogos no profissional”, avaliou, sem ver a necessidade de relatar sua trajetória aos companheiros.


“Eles conhecem a história, mas, assim, o que eu digo hoje é que tanto o Maycon quanto o Arana tiveram mais participações no profissional do que eu. O que fez com que eu saísse foi uma outra situação, entra em outros méritos. Para eles é diferente”, avaliou, deixando a decisão totalmente para a dupla, que já afirmou nas últimas semanas que pretende ao menos terminar a temporada no Corinthians.


“Indo agora, por ser começo de temporada, você vai pegar todo o começo de competição, montagem de grupo, mas é claro que não vai ter férias, fica 6 meses a mais em atividade sem ter as férias. Você indo no final do ano você perde o segundo semestre europeu, que complica para adaptar. Cada atleta tem que avaliar bem, empresário, para saber como tem que fazer”, analisou.


Para Fagner, porém, o que tem ficado claro no clube é que a diretoria mostra muito mais força na hora de manter o elenco líder do Campeonato Brasileiro. Diferentemente do “desmanche” ocorrido em 2016, na atual temporada a diretoria já segurou nomes como o zagueiro Balbuena, alvo do Genoa-ITA, o próprio Arana, que interessava ao Bordeaux-FRA, e o meia Rodriguinho, objetivo do Besiktas-TUR


“Sem dúvida. Corinthians é um clube grande que sempre vai disputar título, então, quanto mais forte for o elenco e o grupo, isso é o que o jogador quer. Ninguém quer bate cabeça, ser pressionado, se você está num clube de alto nível, que quer o mesmo que você, faz com que o jogador repense”, observou o lateral direito, atualmente reserva de Daniel Alves na Seleção Brasileira, ressaltando seu bom momento no Timão.


“É difícil falar de futuro, do que pode ou não pode acontecer. Estou muito feliz aqui, realizado profissionalmente e pessoalmente, perto da família. Se eu pudesse escolher um clube para me aposentar seria o Corinthians, apesar de estar muito cedo para isso. Estou muito tranquilo, não penso no amanhã. Penso sempre no hoje para não me atrapalhar no dia a dia”, concluiu.







Fagner revela desejo de se aposentar no Corinthians
Criado no clube, o lateral direito disse estar realizado no clube
18h00 30/06/2017 - Agência Corinthians




© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Dia 1º de novembro de 2006. O Corinthians goleou o Fortaleza-CE, por 4 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. Naquele dia, a história de Fagner como jogador profissional do Timão começou. 11 anos e 200 jogos depois, o lateral direito afirma com convicção estar realizado profissionalmente.

"Eu me vejo muito feliz, realizado por tudo que está acontecendo na minha vida. Só tenho a agradecer as pessoas que estão ao meu lado, as pessoas que me ajudaram no começo, e sem dúvida estou realizado como um todo, no lado pessoal e profissional. Estou em casa, muito feliz, e a melhor maneira de retribuir é se dedicando e tentando melhorar”, revelou em coletiva no CT Joaquim Grava.

Hoje, com 28 anos, Fagner nem pensa em encerrar a carreira. Mesmo assim, já faz planos para o futuro e escolheu o Alvinegro como o último clube que quer defender antes de pendurar as chuteiras.

"É difícil falar do futuro, uma coisa que pode acontecer ou não. Eu estou feliz aqui, realizado, perto da família, fui criado no clube. Se eu pudesse escolher um clube para me aposentar, seria o Corinthians, embora seja cedo. Estou feliz, tranquilo, não fico pensando no que pode acontecer amanhã, porque isso pode prejudicar o hoje. Posso deixar de produzir e trabalhar”, confessou.

Nos 200 jogos em que usou a camisa do Corinthians, ajudou o clube a conquistar o hexacampeonato brasileiro e o 28º título do Campeonato Paulista. Mesmo assim, o lateral direito elege sua estreia como o jogo mais importante pelo Timão.

"O primeiro. Foi onde tudo começou, um menino de 17 anos estava realizando um sonho de jogar como profissional. Se não fosse o primeiro, poderia não ter os outros 199. Era um momento difícil do clube, estreei com vitória. Valeu. O primeiro é inesquecível."























Corinthians  34 mil ingressos vendidos para domingo x bot


Pela internet, a venda de ingressos para a partida continua no www.ingressoscorinthians.com até as 08h do domingo


17h20 30/06/2017 - Agência Corinthians


Neste domingo (02), o Corinthians volta a atuar na Arena Corinthians. Pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Timão recebe o Botafogo a partir das 16h. Já foram vendidos 34 mil ingressos para o duelo.

Pela internet, a venda de ingressos para a partida continua no www.ingressoscorinthians.com até as 08h do domingo. As bilheterias seguem abertas neste sábado (01). Confira os pontos de venda, horários de funcionamento e setores ainda disponíveis abaixo:

Das 12h às 17h – Arena Corinthians e loja Poderoso Timão da Rua Augusta
Das 12h às 19h – Parque São Jorge e lojas Poderoso Timão do Shopping D e do Tietê Plaza

SETORES DISPONÍVEIS
Oeste Superior: R$ 68 (R$ 34 meia-entrada)
Visitante: R$ 54 (R$ 27 meia-entrada)*
*Venda apenas no dia do jogo e com uma antecedência aproximada de duas horas antes do início da partida.

Esquenta da Fiel com Inimigos da HP
Antes da partida, a Arena Corinthians promoverá a sétima edição do Esquenta da Fiel, a partir das 11h, com uma atração mais do que especial: o grupo Inimigos da HP
O primeiro lote de ingressos para o Esquenta da Fiel tem o valor de R$ 10, com direito à primeira cerveja e o copo especial reutilizável do evento. A venda de entradas para o Esquenta, que são limitadas, são feitas neste momento para todos os sócios do Fiel Torcedor que já garantiram ou ainda vão comprar o ingresso para a partida.
Acessando a página do programa (www.fieltorcedor.com.br), já com o ingresso do jogo confirmado, basta clicar em “Esquenta da Fiel”, no menu, para garantir o seu lugar na festa.

Como nas edições anteriores, a comercialização de bebidas alcoólicas acontecerá até a abertura dos portões do estádio. Entre os food trucks do Esquenta estão: Dom Espetos, Dream Churros, Master Temaki, Irmãos Coxinha, HF Linguiça de Bragança, Blends Burger, Bull Food Truck, Sampa Lanches Pernil e Estação do Pastel.

O Esquenta da Fiel é uma realização da Arena Corinthians, em parceria com a Estrella Galícia, a cerveja oficial do Timão e da casa do Corinthians. Como nas primeiras edições, a Meu Copo Eco fornecerá os copos personalizados reutilizáveis, que reduzem o uso de descartáveis e contribui para a gestão de resíduos. O torcedor poderá comprar os copos separadamente, para levar uma recordação do Esquenta da Fiel para casa.

TEM DIREITO À CATEGORIA MEIA-ENTRADA
Estudantes

Lei nº 13.933, de 26/12/2013
§2º: ...mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste...

§6º: A Carteira de Identificação Estudantil (CIE) será válida da data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente.
1. É necessário apresentar a carteirinha do ano vigente;
2. Boleto ou declaração com firma reconhecida.
Idosos maiores de 60 anos

Lei nº 13.933, de 26/12/2013
Apresentar RG Original
Professores do Estado e dos Municípios Paulistas

Lei 14729/12
Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerite) do mês vigente - DOCUMENTO IMPRESSO.
Diretores, Coordenadores pedagógicos, Supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas da rede pública estadual e municipal de ensino

Lei 15298/14
Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerite) do mês vigente.

NÃO DÃO DIREITO À COMPRA DE INGRESSOS NA CATEGORIA MEIA ENTRADA

Aposentadorias
Conselhos de classe tais como OAB, CRC ou CREA








  Corinthians ainda treina amanhã, às 10h, quando Carille define quem enfrenta o Botafogo. Maior dúvida é pelo substituto de Romero #trCOR
17:12
FOTOFagner exibe a placa que homenageia seus 200 jogos pelo Corinthians. É o terceiro do atual elenco que mais jogou
Crédito: Gabriel Carneiro


17:03

COMEÇO NO FUTEBOL
- Quando eu tinha entre 15 e 16 anos lógico que queria jogar futebol, mas já tinha me privilegiado com escola particular que eu não tinha condições de pagar, e o futebol me proporcionou. Me preocupava muito com estudo, sabia que futebol era concorrido e priorizei o estudo. Se um dia tivesse que optar que teria o estudo. Com 17 anos, graças a Deus, o futebol deu certo. Sinceramente não pensava no que poderia ser, porque deixei as coisas acontecerem, é o que sei fazer - diz Fagner.

17:01

- Vejo como indiferente, porque o Botafogo vai querer ganhar o jogo. Temos que nos preparar para todas as situações, nível de preparação alto, independentemente de como o Botafogo virá - diz Fagner.

17:00
PAPEL DO CARILLE NA COLETIVA?

- É mais fácil ser só o lateral que corre ali na beirada, fica mais fácil. Escalação é com o Carille


17:00 Dá pra chegar invicto ao fim do primeiro turno, Fagner? "Impossível não é", ele responde #trCOR



16:58
QUAL DOS 200 JOGOS É O MAIS ESPECIAL?
- O primeiro, onde tudo começou, um menino de 17 anos estreando como profissional em um momento difícil do clube. Estreia com vitória, o primeiro é inesquecível

16:57



CHEGAR INVICTO AO FIM DO TURNO? 


- Impossível não é. Não existe essa palavra no futebol. Mas temos que pensar exclusivamente no domingo, fazer um grande jogo, nos preparar bem para o fim de semana. Em nove jogos, temos que pensar jogo a jogo. Se pensarmos no último jogo do turno vamos deixar oito para trás. Tem que repetir padrão, nível de atuação individual e coletivo para manter a sequência - diz Fagner.


16:56

DIFERENÇA DE IR PRA EUROPA AGORA OU EM DEZEMBRO

- Indo agora, por ser começo de temporada, vai pegar todo o começo de competição, montagem de grupo, mas é claro que não vai ter férias, fica seis meses a mais em atividade. Indo no fim do ano perde o primeiro semestre da temporada européia e o segundo até entrar em ritmo. É difícil, o atleta tem que avaliar bem - diz Fagner.


16:55

ARREPENDIMENTO QUANDO FOI À EUROPA EM 2007

- Eles conhecem a história. Mas assim, o que eu digo hoje é que tanto o Maycon quanto o Arana tiveram mais participações como profissional do que eu. Na minha época foi outra situação, de término de contrato, com eles é diferente. Maycon fez segundo semestre bom pela Ponte Preta ano passado, aqui já chegou atuando e mostrando bom futebol, Arana como eu citei. Essa bagagem faz com que cheguem lá fora com outra visão. Eu saí com apenas sete jogos, até você adquirir respeito e bagagem é diferente - diz Fagner.



16:53

INTELIGÊNCIA CONTRA DESGASTE
- Eu acredito que quando você entra em uma partida é sempre para vencer. O jogo do Coritiba foi um em que tentamos ficar com a posse de bola, tivemos um gol que nos daria a vitória, mas foi anulado. Contra o Patriotas o gramado prendia a bola, altitude também, desgaste pelos jogos de alto nível. Até pela altitude e gramado, você tem que saber o momento certo de fazer escolhas para aguentar os 90 minutos, tem que ser um jogo inteligente para conseguir resultados - diz Fagner.

16:52


DIRETORIA QUE SEGURA JOGADORES


- O Corinthians é um clube grande, que sempre vai estar disputando título. Quanto mais forte for o elenco para disputar título, é o que o jogador quer. Você não quer bater cabeça. Se tem atletas do lado que querem o mesmo que você, aquilo faz com que você repense o que quer para você - diz Fagner.


16:51

QUAL JOGO CANSOU MAIS

- Acho que a junção dos dois. Você tem um alto nível de atuação contra o Grêmio fora de casa, depois pega jogo com altitude, gramado pesado, viagem, desgaste extra faz com que o jogo dê uma caída. A junção faz com que o desgaste aumente - diz Fagner


16:50




JOGO DE  DOMINGO


- Acredito que hoje é o pior dia, até pela viagem, é onde bate aquele cansaço a mais. Mas até domingo o pessoal vai estar bem, recuperado, descansado, bem alimentado. Quem for entrar em campo vai estar 100% - diz Fagner.


16:49

AINDA PENSA EM SAIR DO CORINTHIANS?
- É difícil falar do futuro, uma coisa que pode ou não acontecer. Estou muito feliz aqui, estou realizado profissionalmente e pessoalmente, perto da minha família, fui criado aqui. Se eu pudesse escolher um clube para me aposentar seria o Corinthians, onde comecei aos nove anos. Mas é muito cedo para isso. Hoje não penso no que pode acontecer amanhã, porque pode atrapalhar. Se eu ficar pensando daqui a 15, 30 dias, vou deixar de produzir - diz Fagner.

16:48

MELHOR MOMENTO DA CARREIRA?
- Eu me vejo muito feliz, realizado com tudo o que vem acontecendo, só tenho a agradecer pelas pessoas que estão ao meu lado, quem me ajudou no começo. Sem dúvida me sinto realizado, estou em casa, e a maneira de retribuir é buscar a evolução para estar sempre em alto nível - diz Fagner.

16:47




INVENCIBILIDADE HISTÓRICA

- Com relação à pressão, jogar em clube grande é sempre assim, sempre vai existir. Esse número fica para vocês de imprensa, que analisam, para o torcedor, mas para nós é sempre pensar no próximo jogo. Não perder é ótimo para a confiança da equipe, sabemos que um dia vai acontecer e queremos prolongar isso ao máximo. Quando acontecer de perder temos que ter maturidade de saber que não está tudo perdido e podemos retomar - diz Fagner

16:45


CHANCE DE ARANA SAIR. ACONSELHARÁ?


- Eu vejo situações diferentes no meu caso e dele, apesar dos dois terem sido formados no clube. Eu joguei muito menos no profissional, o Arana já vem desde 2014 entre os profissionais, 2015 atuando bastante, ano passado também e esse ano se firmou como grande jogador que vem sendo. Esses anos de profissional deram bagagem a ele para chegar a qualquer clube europeu preparado, com mentalidade de como se comportar. É difícil falar que não tem que ir ou tem que ir, é a escolha do atleta, o que é bom para o clube e para ele, uma série de fatores. Mas a gente espera que aconteça o que for melhor para ambos - diz Fagner.


16:43

SEQUÊNCIA CASEIRA

- Eu vejo como um período para que a gente possa se recuperar, treinar, porque só viajando, descansando e jogando acaba destreinando alguma coisa. É importante esse período para todo mundo estar bem treinado, com mesmos níveis de força. Sem viagem você desgasta menos, mas preparação tem que ser igual e o nível de concentração lá em cima para estar preparado - diz Fagner.



16:43 

Fagner fala com a imprensa aqui no CT. Ele completou 200 jogos pelo clube na última quarta-feira 





16:40

Fagner concede entrevista coletiva aqui na sala de imprensa do CT Joaquim Grava

16:32 



De outro: Walter, Warian, Pedro Henrique, Marciel, Fellipe Bastos, Maycon, Pedrinho, Léo Jabá, Clayson e Danilo #trCOR



16:31 

De um lado: Caique, Léo Príncipe, Léo,  Guilherme Arana, Paulo Roberto, Rodrigo Figueiredo, Giovanni Augusto, Jadson, Clayton e Jô 


16:30   Jogadores do Corinthians fazem um treino técnico em espaço reduzido e até os goleiros trabalham com os pés #trCOR



16:22 



Romero será desfalque contra o Botafogo por suspensão. Marquinhos Gabriel, Clayson e Clayton disputam a posição. Definição amanhã #trCOR



16:16 

Camacho foi liberado do treino de hoje no Corinthians para acompanhar o nascimento da filha Isabella #trCOR

16:12 

Os quatro poupados na Sul-Americana e Cássio treinam em campo aqui no Corinthians. Quem jogou na Colômbia fica na academia #trCOR

16:05

FOTOFelipe, zagueiro campeão brasileiro de 2015, visitou os antigos companheiros no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira
Crédito: Daniel Augusto Jr




16:02

Boa tarde, internauta do LANCE!. Começa agora a transmissão em tempo real do dia do Corinthians, que se prepara para enfrentar o Botafogo, domingo, pela 11ª rodada do Brasileirão!

Fagner: "Quando você joga no Corinthians, sempre vai ser pressionado, sempre existirá a pressão. Números ficam para imprensa e torcedor. A gente pensa jogo a jogo. É claro que não perder é bom para a equipe, dá confiança, mas uma hora vai acontecer. A gente tenta prolongar o máximo possível (a invencibilidade). E quando perder, tem que saber que não é tudo que está perdido."


"Esses anos deram bagagem para ele chegar preparado em qualquer clube, com a mentalidade de como deve se comportar um jogador lá fora. É difícil falar se ele tem que ir ou não, isso cabe ao clube e ao jogador, tem uma série de fatores. Esperamos que aconteça o que for melhor para ambos."


Agora lateral fala sobre 200 jogos pelo Timão e o futuro de Guilherme Arana:


"Eu vejo situações diferentes no meu caso e no dele, apesar de os dois terem sido formados no clube. Eu joguei muito menos como profissional, fiz apenas sete jogos antes de sair. O Arana está desde 2014 entre os profissionais, em 2015 e 2016 jogou bastante, e nesse ano se firmou como um grande jogador."


Fagner começa falando sobre a sequência "caseira" do Corinthians. Serão quatro jogos na capital:


"É um período para a gente se recuperar, ganhar. Só jogando você acaba destreinando algumas coisas. É importante esse período para todo mundo estar sem dor, com bom nível de força. Temos que pensar jogo a jogo, mas é claro que não tendo a viagem você treina mesmo."

Fagner na área. #trsccp



Fagner será o entrevistado do dia. Está a caminho da sala de imprensa. #trsccp


Provável Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Clayson; Jô. #trsccp

Corinthians só será definido no sábado. Clayson é favorito à vaga de Romero. #trsccp



Guilherme Arana e seu corte de cabelo. Número 13 é o da camisa dele. #trsccp






Possível substituto de Romero, suspenso, Clayson treina com os reservas. #trsccp



Guilherme Arana é alvo de sondagens de europeus. Diretoria e agentes dizem não ter qualquer contato do Bayer Leverkusen. #trsccp



Vale lembrar: Romero está suspenso e desfalca o Corinthians contra o Botafogo. Ele recebeu o 3º amarelo na vitória do Corinthians, fora de casa, sobre Grêmio #trsccp #trcartol

Jadson era um dos mais desgastados do elenco. Ao lado de Jô e Maycon, trabalhou no CT durante a semana. #trsccp





Os quatro poupados no empate por 1 a 1 com o Patriotas estão em campo: Guilherme Arana, Jô, Jadson e Maycon. #trsccp




Boa tarde! Depois de longa viagem da Colômbia ao Brasil, Corinthians treina na tarde desta sexta. #trsccp










Corinthians usa 25% dos direitos de Petros para encerrar dívidas com empresário

Clube chega a acordo com grupo de Fernando Garcia e arquiva processos relativos a Vilson, Matheus Pereira e ao próprio volante

Por Bruno Cassucci e Diego Ribeiro
30/06/2017 13h49
O Corinthians negociou os 25% dos direitos econômicos que tem sobre o volante Petros, para encerrar dívidas com os empresários do jogador. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol Flávio Adauto e outros membros da cúpula alvinegra.

Na quarta-feira, antes do jogo contra o Patriotas, na Colômbia, pela Copa Sul-Americana, o dirigente havia dito que o Corinthians manteria sua porcentagem sobre o jogador para lucrar em uma futura venda. Nesta sexta, ele se corrigiu:

– Realmente me equivoquei, pois foi um assunto tratado pelo presidente, e eu estava na Colômbia. Depois que dei a entrevista, fui informado do acordo, que era uma das opções estudadas. Sanar as dívidas é uma das prioridades do Roberto neste fim de mandato.

O acordo homologado no Tribunal de Justiça  é com o SEV Hortolândia, clube do interior paulista controlado pelo grupo do empresário Fernando Garcia. Pelos 25% de Petros, o Timão zerou dívidas relativas ao próprio volante, ao zagueiro Vilson e ao meia Matheus Pereira – todos agenciados por Garcia.

Os casos corriam na Justiça e agora serão arquivados. No caso de Vilson, por exemplo, a dívida estava na casa dos R$ 322 mil. 













Corinthians é o time mais eficiente no ataque do Brasileirão 2017
Alvinegro tem o maior aproveitamento de chances de gol entre os 20 times do campeonato
14h15 30/06/2017 - Agência Corinthians



Corinthians tem 18,6% de aproveitamento nas finalizações

© Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Se há uma palavra que define o início quase perfeito de Campeonato Brasileiro do Corinthians, ela é eficiência. Entre os 20 times que disputam a competição, o Timão é o que consegue aproveitar melhor as chances de gol que apareceram nas 11 primeiras rodadas.

Até aqui, o Alvinegro finalizou 97 vezes contra as metas adversárias e marcou 18 gols – segundo melhor ataque do Brasileirão. Ou seja, 18,6% de aproveitamento nos chutes a gol. É esse desempenho ofensivo que também ajuda a equipe a sustentar a série invicta no campeonato

 O melhor ataque do Campeonato Brasileiro arrematou 127 vezes e marcou 23 gols, aproveitamento de 18,1%.

Quem mais vezes foi às redes pelo Corinthians no Brasileirão é Jô, que soma cinco gols. Com dois, aparecem Romero, Jadson, Balbuena, Marquinhos Gabriel e Clayton.

Não é somente neste quesito que o Timão lidera. A defesa de Fábio Carille é a menos vazada do Brasileirão – sofreu apenas cinco gols. O time também é o mais disciplinado até o momento e o que possui a maior média de público como mandante.











Há três anos, Arena Corinthians recebia Lionel Messi pela primeira vez

Vencedor de cinco prêmios de melhor do mundo recebeu camisa personalizada pela visita


14h20 30/06/2017 - Agência Corinthians




Messi ganhou camisa personalizada do Timão

© Divulgação


A Copa do Mundo de 2014 transformou a Arena Corinthians em um grande cartão de visitas. Além de milhares de torcedores que ocuparam as arquibancadas do estádio, as grandes estrelas do futebol mundial desfilaram pelo gramado da casa corinthiana. Inclusive, um dos maiores da história: o argentino Lionel Messi.

Desde que o sorteio definiu as chaves da competição, houve uma grande expectativa para o dia 30 de junho, data em que provavelmente o camisa 10 da Argentina estaria na Arena Corinthians. Como a teoria se confirmou, o ganhador de cinco prêmios de melhor do mundo da FIFA esteve no estádio para se preparar para as oitavas de final da Copa do Mundo.

Naquele dia, Argentina e Suíça, que se enfrentariam na tarde seguinte, finalizaram a preparação para o confronto. Na manhã, Lionel Messi treinou com seus companheiros e, após o final da atividade, foi presenteado com o manto alvinegro personalizado com a frase “Messi, bem-vindo à Arena Corinthians”. O argentino ainda voltaria ao estádio em mais duas oportunidades naquela Copa do Mundo.

Além de Messi, o volante Javier Mascherano e o então técnico da seleção argentina Alejandro Sabella, que já defenderam o Corinthians no passado, também receberam camisas personalizadas com seus respectivos nomes.












Integrante do Corinthians hexacampeão brasileiro, Felipe faz visita ao CT Dr. Joaquim Grava

Com passagem pelo Corinthians entre 2012 e 2016, o zagueiro vestiu a camisa alvinegra em 115 jogos e marcou oito gols

16h15 30/06/2017 - Agência Corinthians



Felipe defendeu o Corinthians por quatro anos

© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na tarde desta sexta-feira (30), os jogadores do Corinthians receberam uma visita ilustre no CT Dr. Joaquim Grava. O zagueiro Felipe, que defendeu o Timão entre 2012 e 2016, esteve presente no local.

Atualmente no Porto (POR), o jogador vestiu a camisa do Corinthians em 115 jogos. Além disso, o zagueiro marcou oito gols durante sua passagem de quatro anos com a camisa alvinegra.

Em 2015, Felipe foi um dos principais pilares da equipe do Corinthians comandada por Tite, que conquistou o hexacampeonato brasileiro. Além do título nacional, o zagueiro integrou o elenco do Corinthians Bicampeão Mundial de Clubes da FIFA em 2012 e o Campeão Paulista em 2013.













Integrante do Corinthians hexa Campeão brasileiro em 2015, zagueiro Felipe faz visita ao CT do Timão

Um dos principais nomes do time campeão brasileiro de 2015 pelo Corinthians, o zagueiro Felipe fez uma visita aos seus ex-companheiros na tarde desta sexta-feira. Recepcionado por alguns atletas que atuaram com ele entre 2012 e 2016, como os paraguaios Romero e Balbuena, além do lateral direito Fagner, ele acompanhou toda a atividade em um dos bancos localizados no CT Joaquim Grava.

Em traje descontraído, de bermuda e camiseta, Felipe também fez questão de cumprimentar os membros da comissão técnica e passou quase uma hora conversando com o preparador de goleiros, Mauri Lima, e o médico Ivan Grava. De longe, ainda fez algumas brincadeiras com os atletas que treinavam, arrancando risadas dos presentes.

Destaque também no Porto durante a última temporada, Felipe tem retorno a Portugal marcado para este final de semana, onde realizará a pré-temporada com o clube. A expectativa, porém, é que ele seja alvo de alguns clubes europeus durante a janela de transferências internacionais do continente.

Com 25% dos seus direitos econômicos ainda ligados ao Timão, ele também pode render dinheiro ao Alvinegro em um futuro próximo. Mesmo que não receba ofertas, o mais provável é que os portistas adquiram o percentual restante par alucrar mais em uma futura negociação do defensor.





Zagueiro Leandro Castán, integrante do Corinthians Campeão da Libertadores da América, admite negociação para voltar
O jogador revelou: "meu pai conversou com o Corinthians, explicamos a nossa situação e agora cabe ao Corinthians""Acompanhei pela internet essa negociação (com o Corinthians) e só posso agradecer o carinho de todos", afirmou Castán (no fundo, à direita) (foto: Getty Images)
30/06/2017 14h
Por FOX Sports



Em 2012 integrou o Corinthians campeão da América, e agora admite que pode voltar ao Parque São Jorge. Estamos falando do zagueiro Leandro Castán, que em entrevista ao Portal UOL, afirmou que seu pai conversou com representantes do seu ex-clube, que agora analisa a possibilidade de fazer uma proposta. Aos 30 anos, ele ainda tem contrato vigente com a Roma.

"Acompanhei pela internet essa negociação (com o Corinthians) e só posso agradecer o carinho de todos. Não sei se vai dar certo ou não. Semana que vem, me reapresento na Roma e depois inicio os treinamentos. Mas fico agradecido e feliz pelos torcedores, pelo carinho. É um sinal que o trabalho foi bem feito e quem sabe um dia eu volte. Quem sabe ainda possa ser nessa janela. A cada ano parece que isso fica mais perto. Quem sabe esse dia não esteja chegando", disse Castán

Ainda com dois anos de contrato com a Roma, o zagueiro ainda revelou uma conversa do seu pai com o Corinthians, que ainda não teve um desfecho para nenhuma das duas partes, apesar do Timão achar o seu retorno bem difícil. "Tenho dois anos de contrato e vou começar a trabalhar. Meu pai conversou com o Corinthians, explicamos a nossa situação e agora cabe ao Corinthians", completou.

Contrato pelo Corinthians em 2010, após a boa passagem que teve no Grêmio Barueri, Castán deixou o Parque São Jorge em julho de 2012, alguns meses antes da principal conquista do clube naquele ano, o Mundial. Contratado pela Roma por 5,5 milhões de euros (R$ 13,7 milhões), o jogador passou por um verdadeiro drama em 2014, após ser diagnosticado com um cavernoma no cérebro. Na última temporada, ele atuou por empréstimo no Torino, onde disputou 14 partidas, sem nenhum gol marcado.














Corinthians renova com Guilherme Mantuan


Guilherme Mantuan se destacou nas categorias de base do Timão, inclusive foi o capitão do time que ergueu a taça do décimo título do Corinthians da Copinha de Futebol Junior, em 2017


14h30 30/06/2017 - Agência Corinthians





© Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians


O Sport Club Corinthians Paulista prorrogou o contrato do volante Guilherme Mantuan. Anteriormente, o vínculo do jogador era até dezembro de 2018 e foi estendido até o final da temporada de 2020.

Guilherme Mantuan se destacou nas categorias de base do Timão e inclusive foi o capitão do time que ergueu a taça do décimo título do Corinthians na Copinha de Futebol Junior, em 2017.

O atleta integra o elenco profissional do Corinthians desde o ano passado.



























Corinthians abre série com 'vantagem' que pode consolidar liderança no Brasileiro
Com rodadas apenas na capital paulista até o dia 18 de julho, véspera da partida contra o Avaí, em Santa Catarina, o time não deixará a capital paulista para cumprir seus compromissosCorinthians abre série com 'vantagem' que pode consolidar liderança no Brasileiro (Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Depois de treinar apenas uma vez nos últimos seis dias, com três viagens de avião e duas partidas fora de casa, o Corinthians poderá usar os próximos 20 dias sem sair da cidade de São Paulo, seja para treinar ou para jogar pelo Campeonato Brasileiro. Até o dia 18 de julho, véspera da partida contra o Avaí, em Santa Catarina, o time não deixará a capital paulista para cumprir seus compromissos.

Com atividade marcada para a tarde desta sexta, no CT Joaquim Grava, o Timão terá pela frente os jogos diante do Botafogo, no domingo, da Ponte Preta, no dia 8, e do Atlético-PR, no dia 15, todos na Arena Corinthians. Entre a Macaca e o Furacão, a equipe de Fábio Carille fará uma visita ao chiqueiro, no Dérbi do dia 12 de julho.

Líder do Brasileiro, o Alvinegro poderá utilizar o tempo sem deslocamentos para treinar mais a equipe titular, que pouco conseguiu ir a campo nos últimos dias. Descansados, o volante Maycon, o meia Jadson e o centroavante Jô, por exemplo, são esperados em boa forma física para aguentar a maratona de jogos do segundo semestre, que se inicia contra o Fogão.

“Eu torci muito para pegar um time do Brasil na Sul-Americana e não ter que viajar”, bradou o comandante quando soube que teria de encarar o Patriotas (COL), denotando sua clara preocupação em resguardar o elenco

O grupo, porém, terá de ser novamente acionado para o embate do final de semana. Romero, que recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória do Timão sobre Grêmio, está suspenso e deve dar lugar a Marquinhos Gabriel, que se tornou o primeiro nome para substituir qualquer um do trio formado pelo paraguaio, Rodriguinho e Jadson.

A única dúvida fica por conta da condição física do armador, que deixou o jogo na Colômbia reclamando de cansaço ainda antes da metade do segundo tempo. Caso ele não esteja bem, Clayson, que não pode atuar na Sul-Americana por já ter defendido a Ponte Preta no torneio, seria o escolhido.



















Em julho, Timão tem nova sequência de maratona e oito partidas agendadas no mês


Durante o mês, Corinthians terá sete compromissos pelo Brasileirão e um pela Conmebol Sul-Americana

11h00 30/06/2017 - Agência Corinthians



Julho começa para o Corinthians neste domingo (02) contra o Botafogo na Arena Corinthians
© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Após encerrar o calendário de junho na liderança do Campeonato Brasileiro e com uma longa série invicta, o Corinthians se prepara para julho. No próximo mês, o Timão tem mais uma sequência da maratona de jogos e apenas uma semana sem partidas agendadas para quarta ou quinta-feira.


O início da série de oito duelos acontece neste domingo (02), às 16h, quando o Corinthians enfrenta o Botafogo na Arena Corinthians pelo Brasileirão. Seis dias depois, o Timão recebe a Ponte Preta novamente no estádio corinthiano, também pela competição nacional.

A sequência das oito partidas também apresenta um clássico – contra o Palmeiras – pelo Brasileirão, a decisão pela vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana e outros seis duelos.

Confira a tabela completa de jogos que o Corinthians terá em julho

02/07 (domingo) | 16h | Corinthians x Botafogo | Arena Corinthians | Brasileirão
08/07 (sábado) | 19h | Corinthians x Ponte Preta | Arena Corinthians | Brasileirão
12/07 (quarta-feira) | 21h45 | Corinthians joga derby fora de casa|| Brasileirão
15/07 (sábado) | 19h | Corinthians x Atlético-PR | Arena Corinthians | Brasileirão
19/07 (quarta-feira) | 21h | Avaí x Corinthians | Ressacada, Florianópolis-SC | Brasileirão
23/07 (domingo) | 16h | Fluminense x Corinthians | Local a definir | Brasileirão
26/07 (quarta-feira) | 21h45 | Corinthians x Patriotas (COL) | Arena Corinthians | Conmebol Sul-Americana
30/07 (domingo) | 16h | Corinthians x Flamengo | Arena Corinthians | Brasileirão











Arena Corinthians apresenta copo oficial do jogo deste domingo

Copos custam R$ 10 e podem ser adquiridos no dia do jogo, no estádio alvinegro

11h55 30/06/2017 - Agência Corinthians

© Divulgação

Neste domingo (02), às 16h, Corinthians e Botafogo se enfrentam pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. Além de ver a partida in loco, os torcedores corinthianos que forem à Arena Corinthians podem garantir também o copo oficial do jogo.

A venda dos copos, que custam R$ 10, acontecerá no dia da partida na Mega Loja da Arena Corinthians, nos quiosques da Rede Poderoso Timão e em todas as concessões de alimentação do estádio.









Nota oficial – Decisão STJD – Fechamento Setor Norte

Conforme notificação, a pena não vale para o jogo deste domingo, contra o Botafogo, e será cumprida na partida seguinte, marcada para o dia 8 de julho


10h50 30/06/2017 - Agência Corinthians

O Sport Club Corinthians Paulista informa que cumprirá a pena do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), de fechamento do setor norte da Arena Corinthians por uma partida, por conta do uso de sinalizadores. Conforme notificação, a pena não vale para o jogo deste domingo, contra o Botafogo, e será cumprida na partida seguinte, marcada para o dia 8 de julho.

O Corinthians comunica aos torcedores dos planos Minha Vida, Minha História, Meu Amor e Minha Paixão, do Fiel Torcedor, que adquiriram ingressos do setor Norte para esta partida, que os mesmos serão transferidos para o setor Oeste Superior, sem custo adicional. Esses torcedores receberão um e-mail, com as instruções para acesso ao jogo do dia 08.

Sport Club Corinthians Paulista







Corinthians vai cumprir punição e fechar setor Norte da Arena dia 8 de julhocontra Ponte 


Uso de sinalizadores na vitória no Majestoso fez Superior Tribunal de Justiça Desportiva decretar interdição das arquibancadas onde ficam as torcidas organizadas do Timão por uma partida

Por GloboEsporte.com

30/06/2017 11h52 

O Corinthians informou nesta sexta-feira que vai cumprir a pena imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)e fechará o setor Norte da Arena na partida contra a Ponte Preta, no dia 8 de julho, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo contra o Botafogo, neste domingo, o espaço estará aberto. 

Por conta da punição, torcedores que já haviam comprado ingressos para o setor Norte serão transferidos sem custos para o Oeste Superior. Segundo o Timão, um e-mail será enviado a estas pessoas com instruções sobre como proceder.

O STJD puniu o Corinthians por conta do uso de sinalizadores pela torcida no majestoso, no dia 11 de junho, quando o Corinthians venceu 5P por 3 a 2, pela sexta rodada do Brasileirão. O setor Norte tem capacidade para até 7.600 pessoas e é o local destinado às torcidas organizadas do Timão. 


O clube foi punido com base no artigo 213, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "deixar de prevenir e reprimir desordens".













Brasileirão: Corinthians lidera média de público pagante após 10 rodadas
Média do Timão como mandante é de 35.759 torcedores por jogo
.











Comparado até com Cristiano Ronaldo, Pablo é líder de impulsão no elenco corinthiano

Matéria publicada pelo Globoesporte.com mostra números impressionantes do zagueiro do Corinthians em bolas paradas


12h20 30/06/2017 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
No futebol atual, as bolas paradas podem ser um grande diferencial. Muitos jogos são decididos nesse tipo de lance, e quanto mais os jogadores conseguem ter impulsão, seja no ataque ou na defesa, mais chances têm de triunfar. Dentro do Corinthians, um jogador consegue se destacar com essa virtude: Pablo.

Conforme revelado em matéria feita pelo site Globoesporte.com, o zagueiro é o líder disparado do elenco do Timão na impulsão. Com 1,88m de altura, o camisa 3 consegue saltar 62cm parado. Em movimento, chega próximo dos 90cm.

Com esses números, Pablo pode ser comparado até mesmo com Cristiano Ronaldo. Durante a Euro 2016, o craque português, que tem 1,85m, fez um gol de cabeça em que saltou 77cm, chegando a 2,6m. No gol que fez contra o Novorizontino, o zagueiro do Corinthians alcançou incríveis 2,94m.

“O Pablo foi favorecido pela genética. Tem uma boa técnica de impulsão, tem a força necessária para isso. Conseguimos, com o trabalho do laboratório, fazer com que ele melhorasse ainda mais o que ele já tem de bom. E ele gosta de treinar, sempre pede para treinar mais, isso nos ajuda bastante”, afirmou o preparador físico do Timão, Walmir Cruz.

“O Pablo tem uma característica excelente. A parte neuromuscular é apropriada para um salto vertical. Tem a parte física e de controle do tempo de bola. Desses meses em que ele está aqui, conseguiu aprimorar ainda mais isso com trabalho de potência. Não sei, no Brasil, se tem um atleta que salta mais do que ele”, analisou o analista biomecânico do Corinthians, Luciano Rosa.










Arma do Corinthians, zagueiro Pablo tem impulsão recorde idêntica à de Cristiano Ronaldo


Defensor se notabiliza pela altura alcançada nos saltos e vira peça-chave no Timão. Testes no clube mostram números iguais aos do craque português 


Por Diego Ribeiro e Diogo Venturelli


30/06/2017 07h00 

  Eficiente nas bolas aéreas defensivas e arma importante em cobranças de faltas e escanteios no ataque, o zagueiro Pablo consegue, com impulsão invejável, atingir quase três metros de altura em seus saltos, durante as partidas do Corinthians. 

O dado, isolado, pode não causar tanto impacto. No comparativo, faz a diferença. Líder disparado do elenco alvinegro nesse quesito, ele também se assemelha a nomes de projeção mundial, como Cristiano Ronaldo. 


– O Pablo tem uma característica excelente. A parte neuromuscular é apropriada para um salto vertical. Tem a parte física e de controle do tempo de bola. Desses meses em que ele está aqui, conseguiu aprimorar ainda mais isso com trabalho de potência. Não sei, no Brasil, se tem um atleta que salta mais do que ele – afirmou o analista biomecânico Luciano Rosa. 

 

Pablo atinge quase três metros de altura ao saltar (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians) 


Pablo tem 1,88m de altura. Testes realizados no início do ano indicaram que o zagueiro corinthiano, parado, saía 55cm do chão ao pular. Hoje, esse número já chega aos 62cm. Em movimento, é possível chegar perto dos 90cm de impulsão. Ao GloboEsporte.com, o defensor fez uma demonstração dos dois tipos de testes 

   

Nas alturas! Impulsão de Pablo, do Corinthians, se assemelha à de Cristiano Ronaldo  

  – Acho que é treinamento, 100%, na minha visão. Quanto mais você treina, tem um melhor tempo de bola. Não adianta nada ter uma impulsão e não conseguir pegar a bola no máximo dela. Consigo ver bem essa evolução em seis meses. Os testes que fazemos normalmente mostram essa evolução. Eu saltava um número, e hoje já salto outro – comemorou Pablo. 

A comparação com Cristiano está longe de ser exagerada. Na semifinal da Euro-2016, contra País de Gales, o português saiu 77cm do solo para marcar, de cabeça, o gol da vitória de sua seleção. Com 1,85m, ele superou os 2,6m com a impulsão. O travessão, por exemplo, está a 2,44m do chão. Saltos do tipo são comuns na carreira do craque.


Pablo tem características físicas parecidas com as do português. Em um gol contra o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista, medições do laboratório do clube trazem números semelhantes: na cabeçada que deu a vitória ao Timão, o zagueiro chegou à casa dos 2,94m de altura. Um gol de Cristiano pelo Real Madrid, contra o Manchester United, em 2013, teve o português saltando a mesma marca. 


– O Pablo foi favorecido pela genética. Tem uma boa técnica de impulsão, tem a força necessária para isso. Conseguimos, com o trabalho do laboratório, fazer com que ele melhorasse ainda mais o que ele já tem de bom. E ele gosta de treinar, sempre pede para treinar mais, isso nos ajuda bastante – destacou o preparador físico Walmir Cruz.



Com Pablo em campo, o Corinthians volta a jogar neste domingo, contra o Botafogo, às 16h (de Brasília), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.













Até tabuada! Preparador de goleiros do Corinthians explica suas 'loucuras'

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Fábio Carille e Mauri Lima CorinthiansDaniel Augusto Jr

Cássio faz treino preparado por MauriDaniel Augusto Jr


Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr


Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr


Fábio Carille e Mauri Lima CorinthiansDaniel Augusto Jr

Cássio faz treino preparado por MauriDaniel Augusto Jr

Mauri Lima, preparador de goleiros do CorinthiansDaniel Augusto Jr1/10

Guilherme Amaro - 30/06/2017 - 06:30


"Três vezes três, cinco, cor vermelha". Ao ouvir isso durante um treinamento no CT Joaquim Grava, fica claro: os goleiros do Corinthians também precisam ser bons também de matemática. O preparador Mauri Lima se diverte ao tentar explicar os exercícios que ele exige de Cássio, Walter, Matheus e Caíque.

- Eles até brincam comigo: "pô, Mauri, está ficando louco de novo?", "hoje vai ter mais uma loucura" (risos). Mas é uma forma de mudar o dia a dia, para não ficar monótono. E faz com que eles trabalhem sistemas diferentes do corpo, formas diferentes de a bola chegar, deslocamentos diferentes... Tudo isso acrescenta - afirma Mauri, em entrevista ao LANCE!.

A loucura preferida até agora foi o painel com números, cores, imagens de bolas e escudos do Corinthians implantado nesta temporada. No exercício, Mauri falava alguma tabuada, um outro número e cor. O goleiro, então, tinha de bater no número que simbolizava o resultado da tabuada e depois nos outros itens que haviam sido falados pelo preparador.


- Eu gostei do banner da tabuada, porque força a cabeça. Tem que fazer um raciocínio rápido, e eu acho muito bom. E na parte final é bola. Antes tinha só as cores, mas depois coloquei os números. Obriga o goleiro a pensar com mais rapidez, senão chega atrasado na batida da bola - diz Mauri, nesta hora já com o semblante mais sério ao tentar explicar os benefícios do exercício.

Mauri assiste a vídeos de treinos em outros clubes, mas diz que inventa a maioria, como o próprio painel com símbolos e a lona na barreira fixa para encobrir totalmente a visão do goleiro.

- Às vezes eu vejo alguns vídeos. Se um profissional está fazendo algum trabalho diferente, eu procuro ver e destrinchar em uma, duas ou três coisas diferentes. Mas tiro muito da cabeça, crio quando chego em casa ou em viagens, nos hotéis. Pego uma canetinha e começo a desenhar e escrever. Fico bolando os treinos e vou trazendo. Tem alguns que te ajudam, outros que não conseguem adquirir o melhor do goleiro, então você faz mudanças - conta o preparador, que está no Timão desde 2008.

Em uma entrevista muito descontraída, Mauri também falou de assuntos mais sérios, como o desentendimento com Cássio no ano passado e a situação do reserva Walter. Confira abaixo:

Quais os objetivos destes exercícios "loucos"?
Trabalhamos a parte lúdica e também o deslocamento, porque tem de estar atento onde tocar e ir para a bola. Buscamos trabalhos de velocidade, com a lona que cobre a barreira, tem de ter reação e velocidade muito grandes. O pessoal fala muito em reflexo, mas hoje não tem reflexo. Para goleiro não existe reflexo, tem reação e velocidade. Reflexo é só no espelho (risos). Tudo é preparação para ter a reação.

Como explicar a boa fase de Cássio?
A fase é mais proveniente dele, que trouxe para si a reconquista da responsabilidade e o que apresentou sempre desde que chegou aqui. Em 2016 tivemos uma dificuldade muito grande, mas em 2017 ele viu que perdemos um ano e se conscientizou para fazer esse grande trabalho, com muita regularidade. Esperamos que ele possa continuar assim, ele tem chance de estar na Seleção, tem qualidade para isso, e está em aberto. É o que nós buscamos.

O próprio Cássio já disse que mudou na parte extracampo. Conversam sobre isso?
Nós conversamos um pouco sobre o extracampo, mas a gente cobra quando está errado. Quando está certo deixamos caminhar. Ele me falou sobre essa mudança, com a religião e com a esposa que o ajuda também na parte da alimentação, com amigos que também estão ajudando bastante. O profissional precisa do corpo para trabalhar, e o goleiro muito mais, o trabalho é muito mais árduo. Ele tem feito de uma maneira gratificante, provando que aquele goleiro que conhecíamos desde que chegou pode estar cada vez até melhor.

E o Cássio ainda pode evoluir?
Todos nós temos a chance de evoluir, basta queremos. Se ele quiser (evoluir), sim. Daquilo que nós tínhamos e vimos hoje, a evolução foi enorme. Basta querer que dá para crescer.

Como foi a volta por cima após o desentendimento em 2016?
Nós erramos, tanto eu quanto ele. Eu talvez tenha errado em cobrar demais porque sabia que não estava certo. Ele talvez tenha errado porque às vezes sem prensar falava alguma coisa que não condizia com o que pensava. O mais importante foi que ele conscientizou. Foi o melhor ano que ele chegou aqui em relação ao peso e ao percentual de gordura, em termo de condicionamento físico... Então foi fácil dar sequência. Tivemos uma conversa no fim do ano passado e no início do ano, falei que tinha sido um ano perdido: "vamos tentar recuperar". E estamos recuperando. Estou muito feliz por ele, e espero que continue assim, mantendo essa regularidade, ele ajudando o clube e procurando fazer as portas se abrirem em relação ao futuro, em termos de Seleção Brasileira, coisa que eu gostaria muito que acontecesse.

E como motivar o Walter?
O goleiro só joga um. Não diria só o Walter. Tem o Caíque e Matheus também. A motivação bem mais deles. Eles torcem, ajudam e sempre procuram fazer o melhor. Lógico que na consciência de cada um eles sabem, e tem de estar sempre bem. O trabalho é igual para todos, não tem diferença. Os quatro estão no mesmo nível. Tem de estar sempre incentivando da mesma forma cada um. Não tem um jeito especial, tem de tratar todos igualmente. Eles estão ali juntos, e nós sabemos que qualquer um dos quatro pode jogar. É difícil, mas é a vida que eles escolheram (risos). Às vezes é um pouquinho complicado para eles, e até para nós, mas tem de estar preparado.