25 de jun de 2017

CORINTHIANS 25/06/2017






















Líder do Brasileirão, Corinthians terá novidades no time na Sul-Americana

Timão enfrenta o Patriotas, na Colômbia, na quarta-feira. Com time desgastado, Fábio Carille vai deixar alguns jogadores no Brasil Jô, Jadson, Arana e Maycon são candidatos

Por Diego Ribeiro
25/06/2017 19h16

Líder do Campeonato Brasileiro com 26 pontos, o Corinthians terá novidades na escalação diante do Patriotas, quarta-feira, às 21h45, na Colômbia, no primeiro jogo da segunda fase da Sul-Americana.

Com vários jogadores com desgaste físico, a comissão técnica deixará alguns dos titulares em São Paulo. A lista de quem viaja será divulgada pelo clube na manhã de segunda-feira, de acordo com o técnico Fábio Carille.

– Tenho um time na cabeça para a Colômbia. Algumas coisas serão feitas, mas vamos decidir amanhã cedo (segunda-feira). É esperar a reapresentação, o médico, a preparação física. Até amanhã a gente passa para vocês o que vai acontecer. Algumas mudanças vão acontecer.



Corinthians venceu o Grêmio em Porto Alegre, e agora pega o Patriotas da Colômbia (Foto: Diego Ribeiro)
Suspenso em Porto Alegre, o volante Gabriel deve retornar para o time titular. Ele foi substituído por Paulo Roberto, que teve exibição de galana vitória por 1 a 0 sobre Grêmio.
Titular há 23 jogos, Guilherme Arana é um dos candidatos a ser poupado, assim como Maycon, Jadson e Jô, jogadores que vêm acusando desgaste em algumas partidas. Jogadores como Camacho, Marquinhos Gabriel e Kazim podem ganhar oportunidades.
O Corinthians seguirá para Bogotá no início da tarde desta segunda-feira, com chegada prevista para o início da noite. De lá, após o jantar, os jogadores seguirão para a cidade de Paipa, onde ficarão hospedados. Na terça à noite, o time treina no estádio Independência, em Tunja, para reconhecimento de gramado.

Agora com quatro pontos de diferença para o vice-líder Grêmio, o Timão volta a campo no Brasileirão no domingo, às 16h, pela 11ª rodada, diante do Botafogo, na Arena Corinthians








Com 3º amarelo, Romero desfalca o Corinthians contra Botafogo. Clayson é a opção

Advertido na votória corinthiana de hoje em Porto Alegre, atacante paraguaio será desfalque no próximo domingo, às 16h, na Arena Corinthians. Antes, o Timão enfrenta o Patriotas pela Copa Sul-Americana na Colômbia

Por Diego Ribeiro

25/06/2017 20h01

O Corinthians terá um desfalque importante na próxima rodada do Brasileirão, domingo, às 16h, diante do Botafogo, ma Arena Corinthians
Advertido com um cartão amarelo na vitória do lider Timão por 1 a 0 sobre Grêmio, Romero terá de cumprir suspensão automática. Foi a terceira advertência do atacante na competição.
Antes do duelo com o clube carioca, o Timão joga pela Sul-Americana, na quarta-feira, às 21h45, contra o Patriotas, na Colômbia. A partida é válida pela segunda fase da competição.

Romero levou o terceiro amarelo no Sul e não enfrenta o Botafogo (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital)







Gelado e competente, o Corinthians
A maior diferença no jogo para marcar a vitória do líder foi o goleiro. Cássio, seis quilos mais magro e concentrado como talvez nunca antes, pegou tudo, de pênalti a intervenções, de chute de longe a chute de perto, o repertório foi vasto. Do outro lado, o também excelente goleiro Marcelo Grohe sofreu gol em bola defensável. O chute de Jadson foi da risca da grande área, havia tempo para uma reação melhor do goleiro gremista, que não conseguiu evitar a passagem da bola por entre suas pernas. No mais, embora o Corinthians tenha se repetido em regularidade e constância, os times tiveram atuações muito parecidas, embora com propostas diferentes. O anfitrião tomou a rédea do jogo, criou grande volume ofensivo, embora menos chance de gol do que em outras vezes. O visitante reagiu com marcação leal e perfeita. Contragolpeou com verticalidade e grande perigo.

Se no primeiro tempo o número de chances de gol foi igual, uma para cada lado, depois do intervalo o Corinthians aprimorou sua estratégia de amordaçar o Grêmio não dando a frente da jogada para Luan, que muito tentou e se mexeu. Ramiro esteve numa tarde pouco inspirada tecnicamente, ficou abaixo de suas atuações recentes. Gelado, o Corinthians não oscilou. Seguiu se defendendo bem, armou seu contragolpe letal com o segundo avança do volante Paulo Roberto em direção à área gremista. Luan demorou a acompanhá-lo, acabou chegando atrasado no bote e dando espaço para a arrancada do corinthiano. Jô fez corta-luz, Jadson bateu seco e Grohe não pegou.



Depois, o Grêmio mudou para ser mais ofensivo, não criava nada mesmo com Fernandinho em campo, mas teve o pênalti infantiloide cometido por Marquinhos Gabriel em Geromel. Aí, talvez desgastado de tanto tentar, de tanto se mexer e ser o único criador àquela altura no time gremista, Luan foi para a cobrança e bateu muito, muito, muito mal. A defesa de Cássio, embora importantíssima, nem foi difícil, tão mal batido foi o pênalti. Luan já perdera outros cobrando parecido, sem força e longe do canto, mas é o cobrador oficial. Ou era.

A vitória corinthiana, neste contexto, foi justa. Mais uma de suas goleadas de 1x0, embora já tenha goleado de verdade neste campeonato, inclusive fora de casa. Abriu quatro pontos.



















Técnico prof Fabio Carille freia empolgação, mas diz que não tem como não acreditar no Corinthians
Após vitória importante fora de casa do Corinthians sobre Grêmio, técnico afirma que momento é de seguir com os pés no chão, mas destaca que a campanha tem convencido os críticos sobre a qualidade da equipe

Por Diego Ribeiro

25/06/2017 18h49

Com a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmi, neste domingo, em Porto Alegre, o Corinthians abriu quatro pontos de vantagem sobre o time gaúcho na liderança do Brasileirão. Além disso, chegou a 23 partidas de invencibilidade na temporada e, passadas dez rodadas do Brasileirão, coloca-se cada vez mais como favorito ao título nacional.

Técnico do Timão, Fábio Carille tenta frear a empolgação, mas sabe que os holofotes da imprensa e dos torcedores de todo país estão voltados para a sua equipe.




A entrevista de Fábio Carille

– O pessoal já está acreditando no Corinthians. Não gosto de ler muito, assistir, mas as notícias chegam. Não tem como não acreditar agora, por tudo que está acontecendo. O discurso nosso? Isso vem muito de fora para dentro. No começo do ano tinha aquela história de quarta força. Será que Cássio é menos do que os outros? Fagner? Jô chegou a uma Copa porque é bonito? Eu olhava aquilo e ficava quieto, não levava ao grupo. Agora, essa empolgação de fora, também não levo.



Em 10 jogos no Brasileirão, o Corinthians acumulou oito vitórias e dois empates. Restam ainda 28 rodadas pela frente, fato destacado pelo treinador, que pede atenção e diz que o caminho para o título é longo

– Tem muita coisa para acontecer. Num Brasileiro, se você consegue quatro vitórias, faz 12 pontos seguidos. É muito cedo para falar sobre qualquer coisa. Temos de chegar embolados nas últimas oito, dez rodadas. Conseguimos pontos acima do esperado. De 30, conseguir 26? É muito difícil.



Carille admite que desempenho do Timão está acima do esperado (Foto: Agência Estado)

Carille concorda que o resultado traz uma motivação enorme para o grupo.

– Uma vitória desse tamanho é importante para o grupo inteiro. Passamos por algumas etapas que nos fortaleceram muito. Vitória no derby , vitória de 3 a 0 sobre a Ponte, em Campinas (ambos pelo Paulistão). É claro que uma vitória aqui dentro nos deixa muito fortalecidos. Seguimos com os pés no chão, humildade e continuando com nosso trabalho – disse o técnico.

O Corinthians volta a campo na quarta-feira, pela Sul-Americana, diante do Patriotas, da Colômbia, às 21h45 (horário de Brasília). No Brasileirão, recebe o Botafogo, domingo que vem, às 16h, na Arena Corinthians
















gre 0x1 Corinthians
Atuações do Corinthians: Cássio decide e garante vitória; Jadson desencanta
Goleiro defende pênalti é o melhor em campo na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, em Porto Alegre. Meia faz seu primeiro gol com bola rolando no Brasileiro

Por Diego Ribeiro

25/06/2017 18h06

Cássio: em seu melhor ano pelo Corinthians, o goleiro foi gigante na partida mais importante do Brasileirão até agora. Além da defesa decisiva no pênalti de Luan, garantiu o Timão em pelo menos mais duas oportunidades. Uma delas também com Luan, na pequena área. Nota: 8,5

Jadson
O meia dizia que precisava ser mais "fominha". Aparecendo mais na área, aproveitou passe de Paulo Roberto e fez seu primeiro gol com bola rolando no Brasileirão (já tinha feito de pênalti, em Corinthians 3x25P). Bom para o meia ganhar confiança. Nota: 7,5


Paulo Roberto
O substituto do suspenso Gabriel não só foi correto na marcação, mas também criou as duas principais chances do Corinthians no jogo. No primeiro tempo, invadiu a área e quase abriu o placar. No segundo, avançou novamente pela esquerda e deu belo passe para o gol de Jadson. Nota: 7,5



O gol do lider invicto  Corinthians fora de casa contra vice lider pela 10ª rodada do Brasileirão


Veja abaixo todas as notas:

Cássio [GOL]: 8,5
Fagner [LAD]: 7,0
Balbuena [ZAG]: 7,0
Pablo [ZAG]: 7,0
Guilherme Arana [LAE]: 6,5
Paulo Roberto [VOL]: 7,5
(Camacho [VOL]): 6,0
Maycon [VOL]: 6,5
Jadson [MEI]: 7,5
Rodriguinho [MEI]: 6,0
(Marquinhos Gabriel [MEI]): 5,0
Romero [ATA]: 6,0
(Clayson [ATA]): sem nota
Jô [ATA]: 6,5










Após vitória corinthiana fora de casa, volante Paulo Roberto: ''Fomos inteligentes, soubemos jogar''

Autor da assistência para Jadson no gol que deu a vitória para o Corinthians sobre o Grêmio, volante também falou sobre suas características ofensivas
19h00 25/06/2017 - Agência Corinthians

© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians
Depois da vitória do Corinthians sobre o Bahia, na última quinta-feira (22), na Arena Corinthians, por 3 a 0, Fábio Carille já afirmou: Paulo Roberto substituiria Gabriel, que havia sido expulso, no jogo diante do Grêmio. O volante entrou e foi fundamental para a vitória alvinegra, fora de casa, por 1 a 0, dando a assistência para o gol de Jadson – após grande jogada pela esquerda, com direito a drible da vaca em Geromel.

“É um estilo de jogo que tenho. Em diversos jogos eu subia muito ao ataque antes de chegar ao Corinthians”, explicou o camisa 28, que, além da jogada do gol, fez um grande lance no primeiro tempo, chutando para boa defesa de Marcelo Grohe.

O volante também falou sobre o jogo. “Procuramos tratar essa partida como uma que valia os mesmos três pontos das outras. Foi a grande sacada da equipe”, disse. “Fomos inteligentes, soubemos jogar”, complementou.

Já nesta segunda-feira (26), o Corinthians já viaja para a Colômbia para o duelo de ida das oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana, na quarta (28), às 21h45, no Estádio La Independencia, em Tunja, diante do Patriotas.




















Cássio decide em vitória do Corinthians, mas admite: "Não estudei o Luan"

Goleiro pega pênalti de estrela do Grêmio e define placar favorável ao Timão neste domingo. Seleção é sonho, mas ele avisa: "Não é o momento de falar disso"

Por Diego Ribeiro, Porto Alegre

25/06/2017 19h42
Cássio defendeu um pênalti decisivo onde o Corinthians nunca havia vencido, diante de 50 mil pagantes torcendo contra sua equipe. E tudo isso sem estudar o estilo de cobrança do seu rival na vitória corintiana por 1 a 0, neste domingo, em Porto Alegre.
Aos 38 minutos do segundo tempo, Cássio ficou frente a frente com Luan, voou no seu canto direito e fez a defesa. Depois da partida, o goleiro admitiu que só tinha uma referência sobre os pênaltis do gremista –
– Para ser honesto, vinha estudando outros pênaltis e não pegava um. Então não estudei o Luan. Só sabia que ele daria a paradinha. O fato de eu esperar o máximo possível para saber onde ele iria bater foi importante. Esperei e fui feliz com a defesa – comemorou Cássio.

O goleiro ainda citou outro fator decisivo para seu feito:
– Como sou alto, os cobradores costumam bater pênaltis no limite. Hoje, o Luan não bateu tão no canto. Consegui defender.
A ótima fase no Corinthians, claro, faz o goleiro sonhar com um retorno à seleção brasileira – ainda mais com Tite no comando. Depois da vitória sobre o Grêmio, porém, Cássio quis apenas comemorar a liderança isolada do Campeonato Brasileiro.
Cássio defende pênalti de Luan e garante a vitória do Corinthians diante do Grêmio (Foto: Diego Ribeiro)

– O Tite me conhece, trabalhei com ele quatro anos e sabe do meu potencial. Agora não é o momento de falar sobre Seleção, é o momento de elogiar o Corinthians. Tenho uma família me ajudando, companheiros, minha noiva. Eu, com a cabeça boa, sei jogar futebol. No momento do pênalti, o Balbuena já veio e disse que eu iria pegar. Isso dá confiança – destacou o goleiro corintiano.

Com 26 pontos na tabela, o Timão abriu quatro de distância. O próximo jogo é na quarta-feira, contra o Patriotas, na Colômbia, pela segunda fase da Copa Sul-Americana.












Corinthiano goleiro Cássio: ''A vitória mostra a força do grupo''

Paredão alvinegro teve tarde de herói após fazer grandes defesas e, além disso, segurar pênalti cobrado por Luan


18h30 25/06/2017 - Agência Corinthians




© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Na tarde deste domingo (25), o Corinthians bateu o Grêmio fora de casa por 1 a 0 e abriu quatro pontos de vantagem para a própria equipe gaúcha na liderança do Brasileirão. Cássio foi decisivo na partida: fez grandes intervenções e defendeu um pênalti cobrado por Luan.

"A vitória mostra a força do grupo. Um está cobrando o outro. Depois que o Grêmio sofreu o pênalti, os companheiros me deram confiança. Pessoal que fica no banco, todo mundo vibrando com a defesa, até o Walter, que disputa posição comigo”, exaltou o camisa 12. “Mostra que é um conjunto, tem união. Não temos um craque, o grande craque é o conjunto e o professor Carille", comentou.

Sobre o jogo, Cássio avaliou como equilibrado. “O Grêmio é uma equipe que agride muito e hoje não foi tão forte. Ajudei a equipe, mas em outras partidas foram outros jogadores que se destacaram", disse.

Já nesta segunda-feira (26), o Corinthians já viaja para a Colômbia para o duelo de ida das oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana, na quarta (28), às 21h45, no Estádio La Independencia, em Tunja, diante do Patriotas.

















Técnico Fábio Carille valoriza crescimento do grupo após vitória do Corinthians sobre gremio

Técnico alvinegro falou ainda de Cássio, tempo de invencibilidade e o duelo da próxima quarta-feira (28), diante do Patriotas, pela Conmebol Sul-Americana
18h45 25/06/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


O Corinthians foi a Porto Alegre-RS e arrancou uma importante vitória diante do Grêmio por 1 a 0, na Arena do Grêmio, para manter a liderança do Brasileirão e abrir quatro pontos de vantagem sobre a própria equipe gaúcha. O técnico Fábio Carille falou com a imprensa após a partida e exaltou mais um triunfo do Timão, mas ressaltou que todos vão manter os pés nos chão.

“Fomos muito criticados no começo. Agora, que pode ter empolgação, vamos fazer o quê? Ficar fechadinhos, seguindo nossas ideias”, comentou. “O pessoal já está acreditando no Corinthians. Não gosto de ler muito, assistir, mas as notícias chegam. Não tem como não acreditar agora, por tudo que está acontecendo. O discurso nosso? Isso vem muito de fora para dentro. No começo do ano tinha aquela história de quarta força. Será que Cássio é menos do que os outros? Fagner? Jô chegou a uma Copa porque é bonito?”, questionou.

“Eu olhava aquilo e ficava quieto, mas não levava ao grupo em nenhum momento. Agora, essa empolgação de fora, também não levo. É uma ideia, temos de seguir com bastante convicção”, disse.

Carille foi perguntado sobre a importância da defesa que Cássio fez no pênalti batido por Luan e rasgou elogios ao goleiro. “Lembro de muitos pênaltis que esse cara já pegou aqui. De Rogério Ceni, contra o São Paulo. O Cássio não estava precisando disso, esse ano ele está muito concentrado, pegando bolas difíceis. Claro que isso faz crescer, mas não é tão importante para que ele continue bem, porque vem bem o ano todo”, explicou.

Outro questionamento da imprensa foi se o time está pronto para perder – está invicto desde março, quando foi derrotado pela Ferroviária, pela primeira fase do Paulitão. “Não vai ter impacto em momento algum se perder. Estamos falando sobre isso, de não cair nessa pressão, 23 partidas sem perder, que tem de ficar 24... Nada disso. É focar na Colômbia, depois no Botafogo. É assim desde o primeiro dia de trabalho. Assim vamos continuar. Tenho uma equipe muito madura. Se perder, a tristeza é normal, mas não vai nos trazer para baixo”, esclareceu.

O técnico falou das etapas que o Corinthians passou até chegar a este excelente momento: “Vitória desse tamanho é importante para o grupo inteiro. Passamos por algumas etapas que nos fortaleceram muito. Jogo contra o Palmeiras. Vitória de 3 a 0 sobre a Ponte em Campinas. E claro que uma vitória aqui dentro nos deixa muito fortalecidos, sim. Com os pés no chão, humildade e continuando com nosso trabalho”.

Por fim, o jogo diante do Patriotas (COL), na próxima quarta-feira (28), 21h45, no Estádio La Independencia, em Tunja, na Colômbia, pela partida de ida das oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana, foi destaque. “Tenho um time na cabeça para a Colômbia. Algumas coisas serão feitas, mas vamos decidir amanhã cedo. É esperar a reapresentação antes, médico, preparação física. Até amanhã cedo, a gente passa para vocês o que vai acontecer. Mas, algumas mudanças vão acontecer, sim”, revelou.

Já nesta segunda-feira (26), o Corinthians já viaja para a Colômbia para o duelo de ida das oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana, na quarta (28), às 21h45, no Estádio La Independencia, em Tunja, diante do Patriotas.






























Autor do gol da vitória do Timão, Jadson exalta importância do triunfo fora de casa contra o Grêmio

Camisa 10 também comemorou sequência vitoriosa do Alvinegro, que tem oito vitórias e dois empates em 10 partidas no Brasileirão


18h10 25/06/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Um dos nomes da vitória do Corinthians para cima do Grêmio, fora de casa, pela 10ª rodada do Brasileirão foi Jadson. O camisa 10 fez o único gol da partida e, com isso, deixou o Alvinegro na liderança da competição nacional com quatro pontos a mais que o próprio Grêmio, segundo colocado – 26 a 22 pontos.

"Sabia da importância do jogo, nunca tínhamos ganhado na casa do Grêmio”, destacou o meia do Timão. “Foi um jogo muito importante. A equipe soube explorar contra-ataques, fico feliz em voltar a fazer gols e pela equipe estar em sequência vitoriosa", complementou.

No lance do gol, Paulo Roberto fez uma grande jogada pela esquerda, aplicando uma meia-lua em Geromel, tocou para o meio da área, Jô deixou ela passar e Jadson conferiu – chutando por baixo das pernas de Marcelo Grohe.

Já nesta segunda-feira (26), o Corinthians já viaja para a Colômbia para o duelo de ida das oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana, na quarta (28), às 21h45, no Estádio La Independencia, em Tunja, diante do Patriotas.





Goleiro corinthiano Cássio conta estratégia para defender pênalti: 'Esperei o máximo'

LANCE! - 25/06/2017 - 20:06


Cássio foi um dos pilares do Corinthians na vitória sobre o Grêmio. Além das defesas seguras que fez no decorrer da partida na Arena, o goleiro também segurou um pênalti. Depois do jogo, o camisa 12 explicou sua estratégia para parar o gremista. Ele admitiu não ter estudado o estilo de Luan, mas sabia que o jogador costumava diminuir o ritmo da passada antes de bater na bola.

- Fiquei feliz de defender, mas tenho que ser honesto. Eu não observei, única coisa que saia do Luan é que diminuía passada quando estava chegando para a batida. Por ser mais alto, fiquei esperando o máximo possível... Luan geralmente desloca o goleiro, e, por ter esperado o máximo, posso ter, de repente, confundido ele - avaliou Cássio, sem culpar a defesa pela trabalheira que teve ao longo dos 90 minutos.

- Normal que em alguns jogos, de repente, eu tenha que trabalhar mais. Estou aí para isso - acrescentou.

As defesas de Cássio ajudaram o Corinthians a disparar na liderança do Brasileiro, com 26 pontos - os gaúchos somam 22. O resultado também tirou a invencibilidade do Tricolor contra o Timão na Arena: agora, são quatro vitórias dos donos da casa, um empate e um triunfo a favor dos visitantes. O resultado, contudo, não impressionou Cássio. O arqueiro celebrou a vitória e a liderança.

- Foi a primeira vez que o Grêmio perdeu em casa, é um time muito difícil de tirar pontos em Porto Alegre. É complicado, mas essa vitória foi muito boa. Assim, Corinthians vai pontuando, vai crescendo... Tem muitas coisas pela frente, mas fato de pensar jogo a jogo e conseguir vencer uma equipe muito qualificada é importante - disse, sem poupar elogios aos companheiros.

- Fábio (Carille) está de parabéns pela estratégia de jogo, e o Corinthians está de parabéns pela entrega, pelo comprometimento dentro de campo, pelo conjunto. A gente não ganhou só pela linha defensiva, mas pelo conjunto geral de todos os jogadores... Então, se veio muita bola ou não em cima de mim, no final o que vale são os três pontos - encerrou.









Admissão e desabafo: Jadson e Paulo Roberto explicam gol e dia corinthiano em grande vitória fora de casa
Foi o 23º jogo seguido invicto do lider Corinthians
Paulo Roberto deu a primeira assistência do ano(Foto: Rodrigo Gazzanel)

Jadson marcou o sexto gol na temporada(Foto: Rodrigo Gazzanel)

Paulo Roberto deu a primeira assistência do ano(Foto: Rodrigo Gazzanel)




Gabriel Carneiro - 25/06/2017 - 20:00 

Admissão e desabafo: Jadson e Paulo Roberto explicam gol e dia corinthiano com vitória fora de casa para se manter lider isolado
Além do goleiro Cássio, que garantiu a vitória ao defender um pênalti já nos minutos finais, a vitória do Corinthians sobre Grêmio teve dois outros personagens importantes: Paulo Roberto, que fez a jogada e o passe do gol, e Jadson, que estufou as redes passando a bola por baixo das pernas do goleiro. O camisa 10, decisivo para o resultado que coloca o Timão quatro pontos à frente do Tricolor gaúcho no Brasileirão, disse após o apito final que não era exatamente aquilo que pretendia. Até era, mas não do jeito que saiu.

- A perna esquerda não é a minha boa, nem queria chutar entre as pernas do Grohe. Mas deu certo. O que importa mesmo é quando a bola entra no gol - admitiu Jadson, enquanto Paulo Roberto explicou a jogada que resultou no passe, que antes de chegar ao camisa 10 ainda passou por Jô, que errou o domínio.

- Vi um clarão muito grande no meio deles, escutei o Jô gritando e consegui dar o passe para o gol. É muito importante - falou o volante.

A tarde de domingo, aliás, foi especial para Paulo Roberto. Ele substituiu o suspenso volante Gabriel e aproveitou a chance. No primeiro tempo, ele deu uma arrancada que deixou Geromel no chão e quase abriu o placar para o Corinthians. Na etapa complementar, em nova jogada de qualidade técnica, conseguiu o passe para o meio da área que Jô não aproveitou, mas Jadson concluiu aos seis minutos do segundo tempo. Para ele, que chegou contestado ao Timão, o jogo contra o Grêmio é símbolo da volta por cima.

- O mundo dá voltas. Não estou aqui para provar nada para ninguém. Quero provar para mim mesmo que posso jogar bem ao lado de grandes jogadores e no Corinthians. Estou ciente do que posso fazer, onde posso agregar. Eu tenho esse estilo de jogo, de chegar ao ataque. Fico feliz, acho que cumpri bem minha responsabilidade.













'Não vai ter empolgação': professor técnico Fábio Carille vê Corinthians, lider, fortalecido



Fábio Carille tem 49 partidas pelo Corinthians(Foto: Rodrigo Gazzanel)

Carille tem 49 partidas pelo CorinthiansItamar Aguiar/Agência Freelancer


Gabriel Carneiro - 25/06/2017 - 19:24
Enviado especial a Porto Alegre (RS)

O melhor visitante do Campeonato Brasileiro e lider, Corinthians,  superou  o vice lider e abriu quatro pontos de vantagem na ponta da tabela. Após alcançar o 23º jogo consecutivo invicto  na temporada, o técnico Fábio Carille admitiu que o Corinthians sai de Porto Alegre "fortalecido" pela vitória por 1 a 0 contra o Grêmio. Apesar de toda essa força, falar em título ainda não é o objetivo do treinador.

- Tem muita coisa para acontecer. Num Brasileiro você consegue quatro vitórias, faz 12 pontos seguidos e dispara. É muito cedo para falar sobre qualquer coisa. Temos de chegar embolados nas últimas oito, dez rodadas. Conseguimos pontos acima do esperado. Por nós também. De 30 pontos, conseguir 26? É muito difícil - relatou Carille, sem deixar de destacar a importância do resultado
- Vitória desse tamanho é importante para o grupo inteiro. Passamos por algumas etapas que nos fortaleceram muito. Vitória no derby, vitória de 3 a 0 sobre a Ponte em Campinas. E claro que uma vitória aqui dentro nos deixa muito fortalecidos, sim. Com os pés no chão, humildade e continuando com nosso trabalho. Fomos muito criticados no começo. Agora, que pode ter empolgação, vamos fazer o quê? Ficar fechadinhos, seguindo nossas ideias.

No Campeonato Brasileiro, o Corinthians soma oito vitórias e dois empates, um deles tendo sido prejudicado pela arbitragem, com 26 pontos conquistados em 30 possíveis, uma campanha histórica na competição. Estas dez primeiras rodadas do Nacional correspondem a uma parte da série invicta, que é a sexta maior em 106 anos de história corintiana, e já chega a 23 jogos. Carille não dá muito valor ao número e segue o mantra repetido desde a pré-temporada: no Corinthians o pensamento é jogo a jogo.

- Não vai ter impacto em momento algum se perder. Estamos falando sobre isso, de não cair nessa pressão, 23 partidas sem perder, que tem de ficar 24... Nada disso. É focar na Colômbia, depois no Botafogo. É assim desde o primeiro dia de trabalho. Assim vamos continuar. Tenho uma equipe muito madura. Se perder, a tristeza é normal, mas não vai nos trazer para baixo.










Atuações do Corinthians em vitória em POA: Cássio pega tudo e garante vitória do Timão em Porto Alegre

Olga Bagatini - 25/06/2017 - 19:20

Cássio mostrou porque o Corinthians tem a melhor defesa do Campeonato Brasileiro e garantiu mais uma vitória do líder na competição com boas defesas, incluindo um pênalti. Confira as notas da partida: 

ATUAÇÕES CORINTHIANS

8,0
Cássio
Herói alvinegro. Fez grandes defesas e pegou até pênalti para garantir a vitória. Levou cartão amarelo infantil por fazer cera no tiro de meta. 

6,5
Fagner
Bem na marcação e na cobertura. Muito acionado por Jadson, ajudou na criação e arriscou cruzamentos, mas a defesa do Grêmio levou a melhor. 


7,0
Pablo
Mais uma atuação segura do zagueiro. Atrapalhou a vida dos atacantes gaúchos e soube pará-los com faltas quando foi necessário. 

7,0
Balbuena
Também foi bem. Cortes certeiros, tanto por baixo quanto pelo alto. Evitou gol de Pedro Rocha afastando um chute com cabeceio certeiro na área. 

5,5
Guilherme Arana
Atuação abaixo do esperado. Maioria das tentativas de avançar e chegar à linha de fundo foi impedida pela encaixada defesa gremista. 

7,0
Paulo Roberto
Entrou no lugar do suspenso Gabriel e foi muito bem. Além da marcação segura, mostrou habilidade e construiu a jogada do gol de Jadson. 

6,0
Maycon
Diminuiu os espaços no meio-campo do Grêmio e fez bem sua parte. Arriscou alguns chutes de fora da área, mas não teve sucesso. 

7,5
Jadson
Principais jogadas passaram por ele. Soube trabalhar com Fagner na direita e invadiu a área na hora certa para fazer o gol da vitória alvinegra. 

5,5
Rodriguinho
Partida discreta. Sofreu para passar pelos marcadores e, na melhor chance que teve, recebeu na área e cabeceou para fora. Foi substituído. 

5,5
Ángel Romero
Se entregou na marcação, mas levou sufoco de Edílson tanto na defesa quanto no ataque. Perdeu a grande maioria das bolas para o ex-corintiano. 

6,5

Bem postado, incomodou a zaga. Foi inteligente no lance do gol, puxando a marcação e deixando a bola para Jadson, mas errou muitos passes. 

4,5
Marquinhos Gabriel
Com menos de dez minutos em campo, puxou a camisa de Geromel na área e viu o juiz marcar pênalti. Foi salvo pela defesa de Cássio. 

6,0
Camacho
Após a lesão de Paulo Roberto, foi acionado e mostrou disposição. Logo arrancou pela esquerda e encontrou Jadson, mas a zaga parou o lance. 


Clayson
Entrou no fim. Fica sem nota. 

7,5
Fábio Carille
Time teve paciência contra a defesa encaixada do Grêmio e, com organização, esperou o erro do rival para marcar. Liderança merecida!














Ninguém para! Corinthians vence confronto direto, fora de casa e se distancia na liderança


Grêmio 0x1 CorinthiansFabio Gomes / Raw-Image







Fabio Gomes / Raw-Image





Gabriel Carneiro - 25/06/2017 - 18:01

Restava apenas um grande teste para o líder Corinthians: enfrentar o Grêmio em Porto Alegre. Se nem o vice-líder foi páreo aos comandados de Fábio Carille, quem será? Com gol de Jadson logo no início do segundo tempo, após linda jogada de Paulo Roberto, e defesas impressionantes do goleiro Cássio, o Corinthians venceu o Grêmio por 1 a 0 em Porto Alegre e aumentou sua vantagem na liderança da tabela de classificação para quatro pontos. Isso passadas apenas dez rodadas. Ninguém para!
O jogo em Porto Alegre começou exatamente como todo mundo esperava que começasse: domínio de posse de bola pelo Grêmio, pressão e provas de fogo à defesa do Corinthians. De fato, o time visitante se fechou muito bem e esfriou o jogo com base em um sistema defensivo quase impenetrável, sem espaço entre as linhas de marcação e nem pelos lados. A prova é que Luan precisou voltar quase ao meio-campo para que os mandantes pudessem criar chances ofensivas. Era um jogo de estratégias. Já conhecidas, mas bem estabelecidas e aplicadas.

No primeiro tempo os dois times tiveram chances de gol - o Grêmio um pouquinho mais. Pelos donos da casa, Edílson ameaçou, Pedro Rocha arriscou duas vezes (uma com defesaça de Cássio) e Geromel tentou dentro da área após cruzamento de Luan. O Corinthians teve uma boa oportunidade com Paulo Roberto, em lance de qualidade de Jô para segurar a marcação e muita habilidade do volante para tirar a marcação, e também com Maycon, que obrigou Marcelo Grohe a uma defesa de segurança.
Para a etapa complementar houve uma mudança na estratégia do Corinthians. Só assim para desequilibrar grandes confrontos... Mais ativo no ataque, o Timão contou com boa arrancada em velocidade do volante Paulo Roberto pela esquerda. O substituto do suspenso Gabriel entrou na área e rolou para o centro. A bola passou por Jô e chegou até os pés de Jadson, que bateu no meio do gol e contou com uma falha de Marcelo Grohe para anotar o gol que colocou o Timão em vantagem.
Atrás no placar, o Grêmio passou a pressionar com mais vigor, mas a liderança do Corinthians pode ser explicada por um fator: enquanto Grohe falhou, Cássio salvou. Primeiro em chance de Luan, na entrada da pequena área, aos 20 minutos, depois em cobrança de pênalti de Luan aos 38 e mais uma vez em chance impressionante de Gastón Fernández aos 47. Era dia de Corinthians. Ninguém para. 







FICHA TÉCNICA
gre 0 x 1 CORINTHIANS
​Brasileiro 2017- 10ª rodada
Local: Arena poa
Data/hora: 25/6/17 (domingo), às 16h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio, Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público/Renda: 54.022 total (50.116 pagantes) /R$ 2.093.208,00
Cartões amarelos: Kannemann, Geromel, Edilson (g), Rodriguinho, Romero, Jô e Cássio (Corinthians)
GOLS: Jadson, aos 6/1ºT (0-1)


gre: 1Marcelo G; 2Edilson (11Everton, aos 33/2ºT),3 Geromel, 4Kannemann e 6Cortez; 5Michel, 29 Arthur (21Fernandinho, aos 22/2ºT) e 17Ramiro; 7Luan, 32P Rocha (10GFernández, aos 29/2ºT) e 8 Barrios. Técnico: Renato +20 Léo, 15 Rafael Thyere, 22Bressan, 33Bruno Rodrigo, 28Kaio, 25 Jailson, 8 Maicon, 27 Lincoln, 38 Conrado


CORINTHIANS: 12- Cássio; 23-Fagner, 4-Balbuena, 3-Pablo e 13- Guilherme Arana; 28- Paulo Roberto (29- Camacho, aos 33/2ºT) e 8-Maycon; 10- Jadson, 26- Rodriguinho (31- Marquinhos Gabriel, aos 27/2ºT) e 11- Romero (25-Clayson, aos 37/2T); 7-Jô. Técnico: Fábio Carille. + 27-Walter, 34-Pedro Henrique, 6-Moisés, 21-Fellipe Bastos, 17-Giovanni Augusto, 9-Clayton, 38-Pedrinho, 18-Kazim













Corinthians bate Grêmio e dispara em 1º

Jadson define vitória corinthiana por 1 a 0 na tarde deste domingo, em POA, que faz Timão abrir quatro pontos dos gaúchos no Brasileirão. Cássio defendeu pênalti no fim

Por Diego Ribeiro e Eduardo Moura
25/06/2017 17h53

O Corinthians se valeu de organização defensiva, marcação implacável, contra-ataque mortal e uma dose de "estrelismo" do goleiro Cássio, ao defender pênalti, para vencer os donos da casa por 1 a 0 na tarde deste domingo, pela 10ª rodada do Brasileirão. No duelo do líder contra o vice, o "jogo do ano" até o momento, o Timão disparou na primeira colocação com certa folga. Agora, o Corinthians chega aos 26 pontos, quatro a mais que o segundo.
O Corinthians tem compromisso no meio de semana, pela Copa Sul-Americana, contra o Patriotas, às 21h45, na Colômbia. No domingo, recebe o Botafogo, na Arena Corinthians, às 16h, pelo Campeonato Brasileiro.




Corinthianos comemoram o gol de Jadson que definiu a partida (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital)
As duas equipes foram a campo com o que melhor tinham para a partida. E o Grêmio começou em cima. O Corinthians se fechava com um 4-4-2 bem alinhado, deixando poucos espaços. Aos oito, Pedro Rocha fez o cruzamento fechado da esquerda, mas Ramiro não conseguiu o desvio. Aos 11, foi a vez do Timão chegar com força. Paulo Roberto roubou a bola no meio, deixou Geromel no chão e bateu cruzado. Marcelo Grohe tocou com a ponta dos dedos, e Bruno Cortez completou ao mandar pela linha de fundo.
Com o meio congestionado, o Grêmio tentou finalizar de longe. Primeiro, Luan cobrou falta lateral direto para fora. Depois, Pedro Rocha limpou o lance na intermediária e soltou a bomba. Cássio espalmou bonito. Aos 22, Luan cruzou na área do Corinthians, e Geromel, livre, tocou por cima. De novo de longe, aos 32, Barrios arriscou para defesa segura de Cássio. Aos 34, Fagner recebeu de Jô e caiu na área ao dividir com Bruno Cortez. O árbitro Wilton Pereira Sampaio mandou seguir.

Os times voltaram sem modificações para o segundo tempo. E num contra-ataque o Timão abriu o placar. Aos seis, Paulo Roberto tentou disparar pela esquerda e acabou beneficiado por um "passe" de Luan que tentava desarmá-lo. O toque do atacante fez a bola avançar e enganar Edílson. Assim, o volante corinthiano foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Jô fez o corta-luz e Jadson chutou de canhota, sem muita força, mas Marcelo Grohe deixou passar por baixo das pernas.
A primeira tentativa de empate gremista veio aos 10, em cobrança de lateral de Bruno Cortez direto para a área que Barrios cabeceou sem força para a defesa de Cássio. Aos 19, brilhou a estrela do goleiro corintiano pela primeira vez. Pedro Rocha recebeu na área pelo lado esquerdo, conseguiu o toque para Luan, e o chute até saiu fraco, mas na cara de Cássio, que agarrou firme.) 

Então, Renato Gaúcho colocou o time à frente, com Fernandinho no lugar de Arthur. Logo após entrar, o atacante invadiu a área em tabela com Barrios, porém, adiantou demais, e o goleiro ficou com a bola. Depois, vieram Gastón Fernández e Everton nas vagas de Pedro Rocha e Edílson, enquanto os visitantes trocaram Rodriguinho e Paulo Roberto por Marquinhos Gabriel e Camacho.

Um escanteio aos 37 poderia mudar o rumo do jogo, mas Cássio brilhou pela segunda vez. Na confusão dentro da área do Corinthians, Marquinhos Gabriel puxou a camisa de Geromel e derrubou-o: pênalti. Luan foi para a bola, deu duas paradinhas e chutou mal, no meio, para a defesa do goleiro corintiano. Aos 41, Everton bateu colocado da entrada da área, e a bola passou à esquerda do gol. Estava assegurada a vitória corinthiana para disparar na liderança do Brasileirão.
















Segue o líder! Fora de casa, Corinthians vence Grêmio e se isola na liderança do Brasileirão

Com gol de Jadson e atuação impressionante de Cássio – com direito a defesa de pênalti –, Alvinegro abriu quatro pontos de diferença para a equipe gaúcha, que ocupa a vice-liderança da competição


18h00 25/06/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


O Corinthians conquistou uma importante vitória, na tarde deste domingo (25), pelo Campeonato Brasileiro. Fora de casa, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS, o Alvinegro bateu o Grêmio por 1 a 0, em partida válida pela 10ª rodada da competição. Com a vitória, o Timão manteve a liderança isolada, com 26 pontos, e abriu quatro do próprio Grêmio, segundo colocado na tabela de classificação.

Alvinegro escalado: Com a ausência de Gabriel, suspenso, o técnico Fábio Carille mandou o Corinthians a campo com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo, Guilherme Arana; Paulo Roberto, Maycon; Jadson, Rodriguinho, Romero; e Jô. Os suplentes desta partida foram Walter (GOL), Pedro Henrique (ZAG), Moisés (LE), Fellipe Bastos (VOL), Camacho (MEI), Giovanni Augusto (MEI), Marquinhos Gabriel (MEI), Clayson (ATA), Clayton (ATA), Kazim (ATA) e Pedrinho (ATA).

Pressão adversária: O Grêmio iniciou a partida marcando a equipe do Corinthians desde a defesa. O Alvinegro, pouco a pouco, foi ganhando campo e, aos 11 minutos, criou sua primeira grande chance. Paulo Roberto roubou bola na intermediária, driblou dois marcadores e chutou. Marcelo Grohe resvalou na bola e Cortez evitou que Jadson batesse para o gol. O troco veio pouco depois, aos 19 minutos, quando Pedro Rocha arriscou de fora da área e Cássio fez uma excelente defesa.

Equilíbrio: A partida seguiu parelha entre os 20 e 30 minutos, com o Corinthians apostando nas saídas em velocidade – na maioria das vezes com a bola no chão – para surpreender a defesa adversária e o Grêmio trabalhando a bola para tentar chegar ao gol de Cássio. Aos 29 minutos, Maycon teve mais uma boa chance de inaugurar o marcador da Arena do Grêmio depois de chutar de fora da área e, após leve desvio de Geromel, quase pegar o Marcelo Grohe desprevenido.

Minutos finais no ataque: O Corinthians pressionou o Grêmio nos minutos finais e, apesar de não ter criado nenhuma chance de grande perigo, assustou com chegadas pelas laterais. Aos 42 minutos, Fagner cruzou na área e Rodriguinho, no primeiro poste, desviou, mas a bola passou pela esquerda do gol. No lance seguinte, Guilherme Arana e Romero tramaram bom lance pela esquerda, mas o cruzamento do lateral acabou cortado por Edilson. O placar, no entanto, seguiu inalterado.

Jadson balança as redes: Aos cinco minutos da etapa complementar, Paulo Roberto aplicou um drible da vaca em Geromel na ponta esquerda, rolou para o meio da área, Jô deixou a bola passar e Jadson chutou por baixo das pernas de Marcelo Grohe para inaugurar o marcador na Arena do Grêmio. Foi o sexto gol do camisa 10 do Timão em 2017 – o segundo no Brasileirão.

Cássio decisivo: Com o gol sofrido, a equipe gaúcha partiu para o ataque e, aos 20 minutos, quase chegou ao empate. Contudo, Cássio fez uma grande intervenção e bola chutada de dentro da pequena área por Luan, encaixando a bola.

Substituições: Aos 27 minutos, Fábio Carille fez a primeira troca no Alvinegro. Rodriguinho saiu e Marquinhos Gabriel entrou. Com isso, Jadson passou a atuar mais pelo meio, enquanto o camisa 31 passou a ocupar a ponta direita. Pouco depois, aos 33 minutos, Paulo Roberto – um dos nomes da partida – foi substituído por Camacho.

Pênalti para o Grêmio: Aos 37 minutos, o árbitro assinalou pênalti de Marquinhos Gabriel em Geromel. Luan bateu e Cássio fez a defesa no canto direito! No rebote, Luan foi atrapalhado por Cássio e por Balbuena e a bola saiu pela linha de fundo em escanteio para os gaúchos.

Final de jogo controlado: Carille fez mais uma substituição, aos 37 minutos, colocando Clayson no lugar de Romero. O Alvinegro segurou a pressão que o Grêmio impôs nos últimos minutos, com o sistema defensivo bem postado. Já nos acréscimos, Cássio fez mais uma segura defesa em chute de Gastón Fernandes. Não teve jeito: a vitória foi do Corinthians!

Desafio continental: Na próxima quarta-feira (28), às 21h45 (horário de Brasília), o Corinthians encara o Patriotas (COL), no Estádio La Independencia, em Tunja, na Colômbia, pela partida da ida das oitavas-de-final da Conmebol Sul-Americana.











19:32
A transmissão em tempo real da vitória corinthiana fica por aqui. Obrigado pela audiência e boa noite
19:11
Elenco corinthiano embarca de volta  logo após o jantar no Rio Grande do Sul

19:03 Corinthians atingiu a marca de 20 jogos sem sofrer golS nos 36 compromissos oficiais do ano. Uma fortaleza defensiva

18:57
Elenco do Corinthians volta do Rio Grande do Sul hoje à noite e amanhã à tarde já embarca para a Colômbia, palco da Sul-Americana

18:55
Todos os jogadores do Corinthians já passaram pela zona mista. Elenco retorna  ainda hoje


18:52
Cássio diz que não viu falha de Marcelo Grohe no gol do Corinthians. "Talvez o Jadson tenha errado o chute e enganado ele"


18:50
"Fiquei muito feliz por ter pego o pênalti, confesso pra ti. É um estádio onde nunca tínhamos ganho, sempre quis", diz

18:47
Fagner: "Mais importante é fazer isso papel, pensar jogo a jogo. É cedo para falar em vantagem, ainda tem 28 rodadas pela frente. Mais do que com o resultado de hoje, ficamos satisfeitos pela maneira como o Corinthians atuou os 90 minutos".

18:46

Cássio: "Nossa confiança veio desde o começo da temporada. Víamos que com time unido e junto podíamos fazer uma grande temporada. Quando a gente foi campeão paulista, falavam de quarta força. A gente não começou a jogar bem para calar os críticos, isso é raiva, e raiva não é bom. A gente teve humildade de saber trabalhar. Estilo do Corinthians é esse. Falta qualidade em alguns momentos, mas entrega, raça e dedicação são fundamentais. Se for buscar histórico do Corinthians de uns anos atrás a gente se destacava pela raça e dedicação dos jogadores".

18:44
Estudou como Luan cobra pênaltis, Cássio?
"Deixei na hora. Fui feliz em defender, mas tenho que ser honesto, não observei. O que sabia do Luan é que diminui passada quando está chegando na batida. Pela minha altura, esperei o máximo possível ele chegar. Pênalti do Luan geralmente desloca o goleiro, por ter esperado posso ter confundido ele e fui feliz de fazer a defesa."


18:43
Cássio: "É difícil jogar contra Grêmio aqui. Não perdeu pontos nem tomou gols em casa. É normal que em algum jogo alguém defensa mais, e estou aqui para isso. Conjunto geral dos jogadores, a entrega e dedicação é o que vale. Objetivo eram os três pontos, muito importantes, e agora é dar sequência no campeonato."

18:42
Cássio: "Primeira vez que o Grêmio perde em casa. É uma equipe que vai brigar por título até o final."

18:40
O que pode parar o Corinthians, Rodriguinho?

"Não podemos menosprezar os adversários. Manter tranquilidade e vontade em todos os jogos, ver todos como decisão. Os próximos também serão. Que a gente possa manter mesma humildade para conseguir coisas grandes."

18:40


Rodriguinho: "Importante vitória de hoje, Grêmio estava na nossa cola. Tínhamos que igualar na vontade, na pegada, neutralizar ataque deles que se movimenta bastante. Fomos eficazes e, quando surgiu a oportunidade, conseguimos fazer o gol."

18:38
Jô disse que intenção no gol de Jadson era dominar e chutar, mas o "errado deu certo": ele deixou a bola passar e Jadson chegou para marcar.
"Sorte também faz parte", avaliou o atacante.

18:38
Jô: "A gente cumpriu bem a função de neutralizar o meio. Tabelas, infiltrações, Luan sempre acha o passe. A gente estudou isso e conseguiu colocar em prática. Taticamente nossa equipe foi boa, defensivamente impecável, ficaram cara a cara com o gol poucas vezes. Fomos muito efetivos na frente, com duas ou três chance. Parabenizar Cássio pela defesa do pênalti, nossa equipe cresce cada vez mais. Está no caminho certo."


18:37

"Vi um clarão muito grande no meio deles, escutei o Jô gritando e consegui dar o passe para o gol. É muito importante", completa

18:36
Jô: "Agora é hora de mostrar que tem sabedoria, colocar pés no chão e continuar fazendo a mesma coisa. Não dá para a gente pensar que é imbatível porque, em algum momento, vai tropeçar. Fácil chegar, difícil manter uma regularidade muito boa no campeonato, mas o time vem mantendo isso. É por a cabeça no lugar, pensar jogo a jogo para alcançar os objetivos."

18:35
Jô: "Foi decisão, mais uma guerra. São 38 finais, passamos por mais uma. Próximo jogo contra o Botafogo em casa, antes tem Sul-Americana, mas vai ser outra final no Brasileiro."

18:34
Fim da coletiva de Fábio Carille, que chega a 23 jogos invicto com o Timão!

18:33
Mudanças no time que enfrentará o Patriotas (COL), quarta, pela Sul-Americana:

Tenho um time na cabeça para a Colômbia. Algumas coisas serão feitas, mas vamos decidir amanhã cedo. É esperar a reapresentação antes, médico, preparação física. Até amanhã cedo a gente passa para vocês o que vai acontecer. Mas, algumas mudanças vão acontecer sim."

18:33
Importância da vitória sobre o Grêmio:

"Vitória desse tamanho é importante para o grupo inteiro. Passamos por algumas etapas que nos fortaleceram muito. Jogo contra o Palmeiras. Vitória de 3 a 0 sobre a Ponte em Campinas. E claro que uma vitória aqui dentro nos deixa muito fortalecidos, sim. Com os pés no chão, humildade e continuando com nosso trabalho".

18:32
Invencibilidade de 23 jogos:
"Não vai ter impacto em momento algum se perder. Estamos falando sobre isso, de não cair nessa pressão, 23 partidas sem perder, que tem de ficar 24... Nada disso. É focar na Colômbia, depois no Botafogo. É assim desde o primeiro dia de trabalho. Assim vamos continuar. Tenho uma equipe muito madura. Se perder, a tristeza é normal, mas não vai nos trazer para baixo", disse Carille.

18:32
Técnico fala sobre o goleiro Cássio:
"Lembro de muitos pênaltis que esse cara já pegou aqui. De Rogério Ceni, contra o São Paulo. O Cássio não estava precisando disso, esse ano ele está muito concentrado, pegando bolas difíceis. Claro que isso faz crescer, mas não é tão importante para que ele continue bem, porque vem bem o ano todo".

18:32
Dá pra falar em título?
"Tem muita coisa para acontecer. Num Brasileiro você consegue quatro vitórias, faz 12 pontos seguidos. É muito cedo para falar sobre qualquer coisa. Temos de chegar embolados nas últimas oito, dez rodadas. Conseguimos pontos acima do esperado. Por nós também. De 30 pontos, conseguir 26? É muito difícil."

18:31

"Eu olhava aquilo e ficava quieto, mas não levava ao grupo em nenhum momento. Agora, essa empolgação de fora, também não levo. É uma ideia, temos de seguir com bastante convicção."

18:31
Carille alfineta quem chamou o Corinthians de "quarta força":

"O pessoal já está acreditando no Corinthians. Não gosto de ler muito, assistir, mas as notícias chegam. Não tem como não acreditar agora, por tudo que está acontecendo. O discurso nosso? Isso vem muito de fora para dentro. No começo do ano tinha aquela história de quarta força. Será que Cássio é menos do que os outros? Fagner? Jô chegou a uma Copa porque é bonito?".

18:30
Sobre as críticas no início do ano:

"Fomos muito criticados no começo. Agora, que pode ter empolgação, vamos fazer o quê? Ficar fechadinhos, seguindo nossas ideias", disse Carille.


18:29
“Um dos poucos lances em que agredimos no primeiro tempo foi com o Paulo Roberto. Trabalho com meus volantes alternados. Contra o São Paulo, Maycon e Gabriel estavam na área. Quando um sai para o jogo, o outro trabalha por trás. Pode acreditar, não vai ter empolgação com esse grupo, muito maduro. Pode acreditar que não vai ter empolgação”, avaliou o treinador.


18:29
Confira a coletiva do técnico Fábio Carille.


18:27
Carille confirma que poupará na Sul-Americana. Fala em time "bem diferente", mas só diz quem joga após receber resultados de exames

18:25

"Estou com uma equipe muito madura. Vitória desse tamanho é muito importante, nos deixa fortalecidos", diz Carille

18:21 

"Conseguimos pontos acima do esperado por todos e por nós também. 26 de 30 é muita coisa", diz o técnico do Corinthians

18:17  "Podem acreditar: não vai ter empolgação e vamos continuar focados nos objetivos", diz Fábio Carille






18:08
Cássio:

"A vitória mostra a força do grupo. Um está cobrando o outro. Depois que o Grêmio sofreu o pênalti, os companheiros me deram confiança. Pessoal que fica no banco, todo mundo vibrando com a defesa, até o Valter, que disputa posição comigo. Mostra que é um conjunto, tem união. Não temos um craque, o grande craque é o conjunto e o professor Carille."

18

Ninguém para! Corinthians passa por maior teste, vence e se distancia do Grêmio no Brasileirão
18:06


Cássio, herói do Timão na partida:

"Foi um jogo muito equilibrado. Grêmio é uma equipe que agride muito e hoje não foi tão forte. Hoje ajudei a equipe,mas em outras partidas foram outros jogadores que se destacaram", avaliou o goleiro.

18:05


Luan, sobre o pênalti perdido:

"Fui eu que errei. Peguei errado e ficou fácil para ele. Faz parte. A gente fez um grande jogo. Acabei perdendo pênalti que poderia mudar o jogo. É trabalhar para que a bola possa entrar."

18:04


Fala, Jadson!

"A gente sabia da importância desse jogo, nunca tínhamos ganho na casa do Grêmio. Jogo importante, conseguimos explorar os contra-ataques e fazer o gol. Fico feliz por voltar a fazer gols e porque a equipe está com essa sequência", disse o autor do gol alvinegro.

18:03 
O melhor visitante superou o melhor mandante e a melhor defesa foi superior ao melhor ataque do Brasileirão aqu

17:56

Com 23 jogos, Corinthians vive pelas mãos de Fábio Carille a sexta maior invencibilidade de sua história. É muito líder!


17:57
Superioridade do Corinthians sobre o Grêmio ficou evidente em uma cena hoje: enquanto Grohe falhou, Cássio salvou. Fez a diferença 











Pelo Brasileirão, o Corinthians pega o Botafogo no domingo na Arena Corinthians
Não para! O próximo desafio do #Timão será contra o Patriotas (COL), nesta quarta, no chile, no 1° jogo da segunda fase da Copa Sul-Americana!


Corinthians @Corinthians
Mais imagens da vitória do líder, cada vez mais líder! Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians #SegueOLider #VaiCorinthians 
























Corinthians @Corinthians


Comemora, Jadson!

: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians #SegueOLider
#VaiCorinthians

























Aquela arrancada que você respeita! As imagens da grande jogada do volante Paulo Roberto, que serviu Jadson no gol do #Timão #SegueOLider
























A defesa do GIGANTE Cássio no pênalti

Linda arrancada de Paulo Roberto, corta-luz do Jô, tapa seco do Jadson! O gol do, cada vez mais líder, Corinthians! #SegueOLíder

#SegueOLide Corinthians vence Grêmio fora de casa e amplia vantagem na liderança do #Brasileirão2017







Corinthians @Corinthians
CÁSSIO MAIS UMA VEZ! 2T | 47' | gre 0-1COR


Corinthians @Corinthians
Cassião é embaçado, irmão.


Última mudança no #Timã! 2T | 40' | gre 0x 1 Corinthians






GIGANTE! Cássio defende cobrança de pênalti cobrada por Luan! 2T | 39' |0-1



Corinthians @Corinthians
CAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAASSIO!


Mais uma mudança no #Timão ! 2T | 35' |0-1






Corinthians @Corinthians

Que raça do Romero! 2T | 30' | g  0-1 COR

Primeira mudança no #Timã! 2T | 27' | g 0-1 COR






Vale exaltar também a grande partida que vem fazendo o volante Paulo Roberto! 2T | 23' |  0-1


 CÁSSIO ESPETACULAR! 2T | 20' | gre 0-1 COR


Corinthians

Após linda arrancada de Paulo Roberto, Jô serve Jadson, que chuta firme para abrir o placar na Arena do Grêmio! 2T | 10' | gre 0-1 COR 

GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Bola rolando para o segundo tempo! VAI, CORINTHIANS! #VaiCorinthians#Brasileirã #GRExCOR




Corinthians @Corinthians

Fim do primeiro tempo ! Por enquanto, empate sem gols em Porto Alegre. #VaiCorinthians #Brasileirão






Corinthians @Corinthians
BOA CHANCE! Maycon chuta de longe e o goleiro espalma para o escanteio! 1T | 29' | 0-0


Corinthians @Corinthians
São quase 25 minutos de um duelo bastante equilibrado na Arena do Grêmio! Uma grande chance pra cada lado. 1T | 24' | 0-0

 Corinthians @Corinthians

UUUUUUUUUUUUUH! Paulo Roberto desarma, dribla dois marcadores e quase faz um golaço na Arena do Grêmio! 1T | 11' | gre 0-0 COR


BOLA ROLANDO! VAMOS JOGAR COM RAÇA E COM CORAÇÃO! É O TIME DO POVO É O CORINGÃO! #Brasileirão gre x COR











CORINTHIANS escalado

CássioGOL

FagnerLAD

PabloZAD

BalbuenaZAE

Guilherme AranaLAE

Paulo RobertoVOL

MayconVOL

JadsonMEC

RodriguinhoMEC

RomeroATA

JôATA
Fábio CarilleTEC

RESERVAS

WalterGOL

Pedro HenriqueZAD

MoisésLAE

Fellipe BastosVOL

CamachoVOL

Giovanni AugustoMEC

Marquinhos GabrielMEC

ClaysonATA

ClaytonATA

PedrinhoATA

KazimATA

15h30






Menos espaços, mais bola no pé: o plano do Corinthians contra o Grêmio
Timão espera pressão do Grêmio neste domingo, em Porto Alegre, mas fala em inteligência para aproveitar brechas do rival. Empate não é considerado ruim em confronto direto

Por Diego Ribeiro

25/06/2017 08h30
O Corinthians sabe que para enfrentar o Grêmio neste domingo, às 16h (horário de Brasília), em Porto Alegre, é inviável passar o tempo todo se defendendo.

Apesar de ser o time menos vazado do Campeonato Brasileiro (cinco gols sofridos em nove jogos), o Timão tem consciência de que precisa agredir, levar perigo ao rival, para sair com um bom resultado

– Tem que sair para o jogo, claro que na questão da marcação nossos jogadores são muito comprometidos, por isso passam da linha da bola, mas na hora que tivermos a bola temos que agredir, não dá para ficar marcando o tempo todo. Da mesma forma como chegamos até aqui, vamos jogar em Porto Alegre – afirmou o técnico Fábio Carille.
Paciência e inteligência foram as palavras mais repetidas por jogadores e comissão técnica nos últimos dias. O Corinthians está preparado para uma pressão inicial do Grêmio em seu estádio lotado. Mas também espera brechas para transições rápidas no contra-ataque.

Para isso, o time se defende da maneira que o torcedor se acostumou a ver em 2017. Na maior parte do tempo, serão duas linhas de quatro jogadores, com Rodriguinho e Jô avançados. Setores mais próximos e pressão em quem está com a bola são objetivos do Corinthians para esfriar o adversário.

– Primeiro é segurar o ímpeto deles de atacar, que é muito forte, tentar, quando tiver a bola, manter uma posse para equilibrar o jogo, esfriar um pouco. Eles gostam de propor o jogo, movimentam-se bastante, criam muitas oportunidades. Temos de diminuir os espaços, forçar erros, aproveitá-los e chegar ao gol – receitou o meia Rodriguinho.

Diante das circunstâncias do campeonato, um empate não é considerado ruim. A diferença de um ponto na tabela seria mantida. A invencibilidade aumentaria para 23 jogos. E o Timão mostraria, diante de um rival direto, que a briga na parte de cima da tabela é para valer.

Veja as informações do Corinthians para o jogo contra o Grêmio:
Local: Arena oas, poa
Data e horário: domingo, às 16h (de Brasília)
Provável escalação: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Paulo Roberto e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.
Desfalques: Gabriel (suspenso); Danilo e Mantuan (machucados); Vilson (em recuperação física)
Pendurados: Fagner, Gabriel e Romero
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Transmissão: TV Globo para estado paulista, SC, PR, MG, GO, TO, MS, MT, AL, PE, CE, MA e PA (com Cleber Machado, Casagrande e Arnaldo Cezar Coelho) e Premiere e Premiere HD (com Marcio Meneghini e Batista)
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 14h

Rodriguinho encara jogo do Corinthians hoje contra gre como mata-mata. E disso ele entende



Meia já soma 108 jogos pelo Corinthians(Foto: Daniel Augusto Jr)

Meia já soma 108 jogos pelo Corinthians(Foto: Célio Messias

Gabriel Carneiro - 25/06/2017 - 06:0
Invicto a 22 jogos na temporada, sendo nove deles válidos pelas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians neste domingo defenderá a liderança da competição. Em duelo, fora de casa, às 16h, o Timão tenta se manter na ponta da tabela. Para jogos importantes como o deste fim de semana, nada melhor do que contar com a experiência de alguém que entende do assunto, como o meia Rodriguinho.

Em 28 partidas disputadas no ano, o meia do Timão contabiliza nove gols e seis assistências.

O jogo deste domingo do Timão contra o Grêmio não é de mata-mata, mas será encarado assim pelo meia do Corinthians e da Seleção Brasileira. Foi o que ele disse em entrevista 
- Estou sendo iluminado, trabalhando bastante para estar sempre bem e tentar desempenhar o máximo que posso, estar em um nível de excelência alto. As coisas estão acontecendo pelo trabalho que estou fazendo, e agora é como se fosse final de campeonato. Está no começo ainda, se a gente acabar perdendo nossa invencibilidade não será o fim do mundo, mas é um jogo importantíssimo, que pode nos colocar em uma vantagem maior sobre os adversários e nos manter lá em cima brigando pelos objetivos.

Em ocasiões anteriores, Rodriguinho já manifestou que um de seus sonhos pessoais é se tornar ídolo do Corinthians. Hoje ele é referência técnica da equipe e tem lugar na história como campeão paulista e brasileiro (este como reserva, em 2015). Agora ele quer mais. Titularidade em uma campanha de título nacional, por exemplo, ajudaria a dar alguns passos na "caminhadinha" que ele segue. Então, uma vitória contra o Grêmio será fundamental.

- Acho que já melhorou bastante, deu para dar uma caminhadinha nesse sentido de ser ídolo (risos). Mas a ambição nesse tema é legal, a gente tem sempre que estar buscando mais, não estou satisfeito ainda, quero buscar mais, repetir o que já fizeram aqui sendo campeões mundiais, de Libertadores, Brasileiro, que quero outro. Já melhorou, já tenho uma participação, mas quero mais.

'Nossa responsabilidade aumenta'

LANCE!
Muda alguma coisa na preparação para um jogo de um campeonato de pontos corridos, mas com cara de mata-mata?



Rodriguinho
Realmente vai ter um gostinho especial. Terá a mesma importância dos outros jogos, porque todos valem os três pontos, mas por ser um concorrente direto nossa responsabilidade aumenta. Sabemos que será um jogo muito difícil, principalmente por se tratar de um time com futebol muito ofensivo, para cima dos adversários. Mas a gente vai tentar conter esse ímpeto deles e sair daqui com o resultado, que vai ser importantíssimo para nossa sequência.



LANCE!
Rodriguinho. Mas temos algo muito bom a nosso favor, que a equipe dificilmente perde, para vencer a gente tem que fazer valer, impor seu jogo, porque somos um time consistente, organizado, que sofre poucos gols e consegue resolver com poucas chances.



LANCE!
O Corinthians caminha para fazer história?
Rodriguinho
Lógico que sim, estamos trabalhando para isso. Todo mundo consciente, com os pés no chão. A derrota uma hora vai acontecer, mas temos que ter a sobriedade e o discernimento para que assim que a derrota venha a acontecer a gente já se erga rápido, porque a perda de pontos no começo do campeonato decide as coisas no futuro. Temos que estar bem ligados mesmo quando a invencibilidade cair. Se mantivermos o nível de atuação que já fizemos até agora temos tudo para fazer história.



LANCE!
E como avalia seu momento pessoal, de ter sido decisivo em tantos jogos de mata-mata?

Rodriguinho
Realmente está sendo um ano bem especial por estar conseguindo ser decisivo e ajudar em momentos cruciais, pelo título que já aconteceu, pelos jogos importantes eu me destacar. Espero que seja assim mais um vez, que a gente possa estar num dia inspirado. Mas independentemente se não for eu que vá fazer o gol que dê a vitória, mas que a gente possa estar com a equipe bem sólida e bem concentrada para sair com a vitória ou mesmo com o empate, que é um resultado que nos deixa na primeira colocação.



Rodriguinho
Pela proximidade na tabela e o tanto que estão falando desse jogo, o grupo está bem consciente e vai fazer de tudo para sair daqui com o resultado positivo.








Para se manter líder, Corinthians encara Grêmio em Porto Alegre

O volante Gabriel, suspenso por expulsão na última rodada, é o único desfalque do Timão para a partida; Ele dá lugar à Paulo Roberto


10h00 25/06/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Neste domingo (25), o Corinthians entra em campo para o duelo mais esperado da 10ª rodada do Brasileirão 2017. Valendo a liderança do nacional, o Timão vai a Porto Alegre para encarar o Grêmio, na Arena do Grêmio, a partir das 16h, com transmissão da TV Globo (para alguns estados), e Premiere.

Como chega o Timão

A equipe do técnico Fábio Carille não terá grandes novidades na equipe que entra em campo contra o Grêmio. O único desfalque no time que vinha atuando como titular será o volante Gabriel, que cumpre suspensão pelo cartão vermelho tomado contra o Bahia, na última rodada. Ele dá lugar a seu substituto natural, o também volante Paulo Roberto.

Vale a liderança

O duelo entre Corinthians e Grêmio marca o confronto das duas equipes que mais pontuaram na competição até agora. Com 23 pontos, o Timão segue na liderança da competição, dois pontos na frente dos gaúchos, que somam 22 pontos. Uma vitória ou empate mantém o Alvinegro na ponta da tabela do Brasileirão. Somente uma derrota tira o primeiro lugar do Timão.

Invencibilidade

O Corinthians chega a Porto Alegre pondo à prova a maior invencibilidade entre os clubes brasileiros que disputam a série A1 do Brasileirão. Após a vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, pela última rodada do Brasileirão, o Timão chegou à marca de 22 jogos sem derrota na temporada.

Tabu

O Timão busca quebrar o tabu de nunca ter vencido nenhuma partida na nova Arena gremista desde que foi inaugurada, em 2013. Em cinco jogos com o rival gaúcho no novo estádio, o Corinthians perdeu quatro e empatou um, com nove gols sofridos e apenas dois marcados.

Fala, Professor

Na última sexta-feira (23), o treinador do Corinthians conversou com os jornalistas na saída do treinamento realizado no CT Dr. Joaquim Grava. Apesar do clima que cerca o confronto, Carille preferiu tirar o rótulo de decisão e lembrou que o campeonato deve ser disputado jogo a jogo. "Não é uma final. Não vai se definir o campeão neste jogo, mas será um jogo decisivo, como a gente trata todos. Foi assim contra Bahia, Vitória, Atlético-GO, enfim, desde o começo do ano vimos cada jogo como uma decisão. E no domingo será mais uma”, afirmou.