8 de mai de 2017

CORINTHIANS 08/05/2017



08/05/2017 22h49










Rodriguinho vê Timão forte na briga pelo título brasileiro e elogia Jadson
Meia do Corinthians acredita que time está em evolução e, com a chegada de reforços, confia que pode brigar na parte de cima da tabela


Por SporTV.
Um dos destaques da campanha vitoriosa do Corinthians no Paulistão, Rodriguinho sabe que o time tem que virar a chave para o início da disputa do Brasileirão, que já começa no próximo fim de semana. O meia do Timão, em entrevista ao "Bem, Amigos!", sabe que o campeonato nacional é diferente, mas crê que a equipe está em uma crescente e entra forte na competição.

Rodriguinho ficou na seleção do Campeonato Paulista (Foto: Marcos Ribolli)

- O Brasileiro e diferente, muito longo. Mas a diretoria vai se movimentar para trazer reforços pontuais, mas a nossa equipe tem uma vantagem que é bem organizada, então fora de casa mantemos um padrão como jogamos em casa. Vamos entrar forte e, se demonstrarmos essa organização e como melhoramos no final do Paulista, de fazer mais gols, vamos brigar pelo título e posições lá na frente.


Principal reforço do clube para o ano, até o momento, Jadson entrou no time e assumiu a responsabilidade de liderar o meio de campo. O Rodriguinho dividiu essa função com o camisa 77 e não poupou elogios ao companheiro.

- O Jadson é um jogador de muita qualidade, tem aquele último passe, com uma técnica muito apurada. Com a chegada dele dividiria (a responsabilidade de criação), como é um armador nato, jogando pela ponta, flutuando, dá opções pelo meio e coloca na cara do gol, então posso infiltrar na área. Ficamos muito felizes e ele rapidamente entrou em forma e pegou ritmo de jogo. As atuações foram crescendo e nos ajudou muito a chegar nesse título.

Após o título Paulista, Corinthians agora volta a campo nesta quarta-feira para encarar a Universidad do Chile, pela Copa Sul-Americana. Na partida de ida, o Timão fez 2 a 0 e tem boa vantagem para avançar de fase na competição continental. Já pelo Brasileirão, o time estreia no próximo sábado, na Arena Corinthians, contra a Chapecoense, às 19h (horário de Brasília).

#PrimeiraForça: Timão campeão tem cinco jogadores e Carille na seleção do Paulistão 2017

Integrantes da equipe campeã paulista de 2017, Fagner, Pablo, Guilherme Arana, Rodriguinho, Jô e o técnico alvinegro foram eleitos entre os melhores da competição


22h45 08/05/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Campeão paulista, o Corinthians é a base da seleção do Paulistão Itaipava 2017, anunciada na noite desta segunda-feira (08) pela Federação Paulista de Futebol. Cinco jogadores do Timão e o técnico Fabio Carille foram escolhidos para compor a lista dos melhores da competição.

No setor defensivo, ponto forte do Corinthians campeão paulista, três jogadores aparecem. Fagner foi o melhor lateral direito. Pablo está na zaga da seleção. Já Guilherme Arana foi escolhido como o lateral esquerdo do campeonato.

No meio de campo, Rodriguinho, destaque corinthiano no mata-mata da competição, está entre os melhores. No ataque, Jô, artilheiro dos clássicos, foi um dos eleitos. O atacante também venceu na votação #EsseÉoMeuCraque, feita com todas as torcidas pela internet.

Efetivado neste ano como comandante do Corinthians após quase 10 anos como auxiliar técnico do clube, Fabio Carille foi considerado o melhor técnico do Paulistão Itaipava 2017.

Os corinthianos da seleção do Paulistão Itaipava 2017 foram ; Fagner, Pablo, Guilherme Arana, Rodriguinho e Jô, com Fabio Carille como técnico.

"Estou muito feliz demais por poder representar o Corinthians. Sozinho eu não conseguiria, então agradeço aos meus companheiros por me dar essa oportunidade", disse Fagner.

"Fiquei muito feliz por estar na seleção do Campeonato Paulista. Trabalhamos muito para isso. A equipe toda está de parabéns pelo título. Pena que não dá para ganhar todo mundo, a gente queria que fosse todo o time do Corinthians. Mas está todo mundo de parabéns pela campanha que nós fizemos", afirmou Rodriguinho.

"É muito gratificante. Todo atleta que pensa em coisas boas fica muito feliz em ganhar algum prêmio individual. Estou muito feliz com tudo isso que tem acontecido na minha vida. Continuar trabalhando para manter essa regularidade", comentou Pablo.


Após título, titulares descansam para viagem e reservas treinam no Timão

No dia seguinte da conquista do Campeonato Paulista, jogadores que iniciaram partida contra a Ponte fazem só atividade regenerativa. Equipe joga quarta pela Sul-americana


Alexandre Guariglia

8 MAI2017
18h09


O dia do Corinthians no CT Joaquim Grava ainda teve reflexos da conquista do Campeonato Paulista nesse domingo, no empate em 1 a 1 contra a Ponte Preta, na Arena. Isso porque nesta quarta-feira o time já precisará estar em campo pela Copa Sul-Americana, e quem atuou foi preservado da atividade no gramado.

Apenas Gabriel e Rodriguinho, titulares da equipe de Carille que não atuaram contra a Macaca por estarem suspensos, estiveram em campo com os reservas na tarde desta segunda-feira no CT. Além deles, Cássio também realizou treinamento específico com os outros goleiros do elenco.

Enquanto isso, o restante do grupo em que estão aqueles que devem enfrentar a Universidad de Chile nesta quarta-feira, às 21h45, em Santiago, fizeram trabalho regenerativo na parte interna do CT.

Na atividade em que os reservas participaram, foi realizado um pequeno jogo em campo reduzido a fim de dar ritmo aos jogadores menos utilizados. Depois do trabalho, alguns atletas ainda treinaram finalização. Gabriel e Ameixa fizeram trabalho específico de domínio de bola.

O Timão viaja para o Chile na manhã desta terça-feira, com chegada prevista para as 12h35 em Santiago. Já às 19h30, os jogadores reconhecem o gramado do Estádio Nacional do Chile e fazem os últimos ajustes para enfrentar a Universidad na quarta, às 21h45.







08/05/2017 16h33
Técnico do Corinthians campeão paulista 2017, Fábio Carille diz que efetivação veio na hora certa


Por SporTV.com


Campeão paulista com o Corinthians logo em seu primeiro trabalho como técnico principal, Fábio Carille não trilhou, no entanto, um caminho fácil até se consolidar no comando do Alvinegro.

- Eu costumo dizer que tudo acontece na hora certa, no momento certo. Colocando-me no lugar do presidente Roberto, vocês sabem que no ano passado não foi fácil trabalhar no Corinthians. Foram 20 jogadores que saíram, com chegada de outros profissionais. Terminou 2016 procurando treinadores. Colocando-me no lugar do presidente, faria a mesma coisa. Não deu certo com um profissional, não deu com outro, mas acabou efetivando. Mas costumo dizer que tudo acontece no momento certo e, no ano passado, não foi fácil trabalhar no Corinthians.

Fabio Carille comemora título paulista (Foto: Marcos Ribolli)

Carille pregou cautela ao comentar as chances do Corinthians no Brasileirão, mas deixou claro que já se sente satisfeito com a evolução na parte defensiva e vê um lampejo de maior poder ofensivo na frente.

- Não dá para querer, em pouco tempo, abraçar tudo, querer organizar tudo de uma vez. Deixa de fazer bem um setor para fazer tudo. Minha ideia desde o início era acertar o sistema defensivo, que sempre foi muito forte, que no ano passado não funcionou bem, para depois ir equilibrando com a parte ofensiva. Já estou muito satisfeito com o que está acontecendo no ataque, mas sei que, com a qualidade dos atletas e o trabalho, temos muito a melhorar e chegar mais forte ainda no Brasileiro – disse.

O Corinthians empatou em 1 a 1 com a Ponte Preta no último domingo, na arena alvinegra, e conquistou o seu 28ª título do Paulistão. O próximo compromisso será diante da Universidad de Chile, em Santiago, pela Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira. O jogo acontece às 21h45 (de Brasília), válido pela primeira fase - no encontro de ida, o Timão superou os chilenos por 2 a 0.









Corinthians quer lateral direito Cicinho e atacante Clayson
Com desejo de voltar ao futebol brasileiro, Cicinho está perto de deixar por empréstimo o Ludogorets, da Bulgária

Por Bruno Andrade

O Corinthians trabalha para fechar até o fim da semana a contratação do lateral-direito Cicinho. O Blog Ora Bolas apurou que a negociação está adiantada desde o início de mês com o Ludogorets, da Bulgária, que aceitou liberar o jogador de 28 anos por empréstimo. O contrato deverá ser válido até o fim do ano.

O acordo avançou sem grandes obstáculos porque é desejo do ex-lateral de Ponte Preta e Santos retornar ao futebol brasileiro. A boa relação da diretoria do clube búlgaro com o brasileiro também facilitou as conversas com o Timão, que, a pedido de Fábio Carille, quer um reserva mais experiente para Fagner.

Cicinho está no Ludogorets desde julho de 2015, quando foi vendido por 900 mil euros (R$ 3,1 milhões, na época). Na última sexta-feira, o atleta revelado pelo Remo sagrou-se campeão nacional, com uma vitória por 3 a 0 em cima do Lokomotiv Plovdiv.


Clayson perto de ser confirmado

Clayson é mais um reforço que Corinthians espera fechar ainda nesta semana. Conforme o Blog Ora Bolas revelou no dia 17 de abril, o atacante de Ponte Preta também tem conversas avançadas com o Timão, que esperava apenas o término do Campeonato Paulista para sacramentar os últimos detalhes do acerto.










Jornal paraguaio destaca gol de 'Pé de Ángel' Romero em título do Corinthians
La Nación, do Paraguai, destacou o gol marcado pelo atacante na final contra a Ponte Preta. Foi o 18° do atacante na ArenaRomero foi exaltado em seu país após gol em decisão (Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
8/05/2017 16h45

O atacante Ángel Romero, do Corinthians, mas tem uma importância vital no atual time de Fabio Carille. Aberto pelo lado esquerdo, o paraguaio é o ‘motorzinho’ da marcação pelo setor e na arrancada dos contra-ataques. Campeão paulista com o time do Parque São Jorge, o feito do paraguaio foi exaltado em sua terra natal.

O portal La Nación, um dos maiores do Paraguai, exaltou o feito de Romero, titular absoluto do Timão. A publicação destacou o gol marcado pelo atacante, que deixou o Timão ainda mais perto do título estadual. Romero chegou à marca de 18 gols na Arena Corinthians, sendo o artilheiro isolado do estádio corintiano.

Chamado de ‘Pé de Ángel’, a imprensa paraguaia fez um trocadilho com o primeiro nome do atacante, mas que curiosamente era o apelido de um dos maiores nomes da história do Corinthians. Chamado de ‘Pé de Anjo’, Marcelinho Carioca conquistou inúmeros títulos com o Timão.

Além do título, a partida foi a de número 100 do time de Parque São Jorge em sua arena. Campeão brasileiro em 2015, o título estadual foi o primeiro do Corinthians em seu estádio.



Romero comemora título do Timão com reggaeton, mas avisa: "Ainda não acabou o ano"

Herói da conquista do Paulistão, atacante brinca sobre celebrações, mas resume sentimento do elenco: foco na Universidad de Chile, rival de quarta-feira

Por Diego Ribeiro

08/05/2017 17h56

Depois de muita música, comemoração e brincadeiras pelo título paulista conquistado neste domingo, o Corinthians teve de mudar rapidamente seu foco. O jogo decisivo contra a Universidad de Chile, nesta quarta-feira, em Santiago, pela Copa Sul-Americana, é prioridade da equipe de Fábio Carille poucas horas depois da conquista.

Herói no último jogo do campeonato, contra a Ponte Preta, o atacante Ángel Romero explicou o sentimento do elenco nesta segunda-feira.

– É muito bom ser campeão, comemoramos bastante ontem, mas tem de deixar isso para trás. Temos um jogo muito importante pela Sul-Americana, muito difícil, o time da La U demonstrou na arena que joga um bom futebol. Acho que vai ser difícil. Temos de estar preparados. É recuperar as pernas e descansar. Ainda não acabou o ano, tem campeonato muito forte pela frente, e temos de manter isso.



Romero dá entrevista nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava (Foto: Diego Ribeiro)

Apesar do foco, a descontração ainda se mostrou presente nesta segunda. Questionado sobre as celebrações pelo título, Romero brincou:

– A comemoração teve tudo. Fiquei na minha, escutando reggaeton, e os caras aí no pagode, sertanejo, tudo.

A festa do título teve duas frentes: um jantar mais reservado num restaurante da Zona Sul 
e uma recepção na casa de Jadson. Nesta segunda, porém, o elenco se concentra no CT Joaquim Grava e viaja ao Chile às 8h (de Brasília).


Com a vitória por 2 a 0 no jogo de ida da primeira fase, em casa, o Timão tem essa vantagem na Copa Sul-American


























Reapresentação do Corinthians pós ser campeão Paulista conta com Rodriguinho e Gabriel


Leonardo Moric*

8 MAI2017
18h21

Após a conquista do Campeonato Paulista de 2017, o Corinthians já se reapresentou aos treinamentos na tarde desta segunda-feira. Apesar do clima de euforia pelo título, o motivo para a rápida volta aos trabalhos é o confronto decisivo da próxima quarta-feira, diante da Universidad de Chile, pela Copa Sul-Americana. Apesar de todos os jogadores estarem presentes, os titulares no jogo d título de ontem ficaram apenas na academia do clube realizando um trabalho regenerativo. Com isso, somente Rodriguinho e Gabriel, que não atuaram por suspensão, foram aos gramados.

Titulares durante a maioria dos jogos na conquista do Campeonato Paulista, o volante Gabriel e o meia Rodriguinho participaram de um treino de toque de bola em espaço reduzido do gramado. O trabalho teve a companhia dos reservas da equipe e alguns jogadores das categorias de base, que completaram a atividade. Os dois atletas, que se tornaram fundamentais no esquema do técnico Fábio Carille, devem retornar ao time diante da Universidad de Chile, já que foram desfalques diante da Ponte Preta apenas pela suspensão pelo terceiro cartão amarelo.


Além deles, o goleiro Cássio também esteve em campo, mas apenas para realizar um trabalho separado com os outros goleiros do elenco. No decorrer do treino, os arqueiros reservas participaram de um trabalho de finalizações com os jogadores de linha, mas o camisa 12 não esteve presente.

Como os titulares não foram a campo, a tendência é que Fábio Carille defina a equipe somente no trabalho da próxima terça-feira, já em território chileno. O elenco corintiano viaja rumo ao Chile na manhã desta terça, com o treinamento programado para o período da noite. Antes, no entanto, estes mesmos atletas participarão da cerimônia de premiação dos melhores jogadores do Campeonato Paulista, promovida pela Federação de futebol do Estado, a FPF.

O duelo entre Corinthians e Universidad de Chile, válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana, está marcado para esta quarta-feira, às 21h45(de Brasília), no Estádio Nacional de Santiago. Como venceu o jogo de ida por 2 a 0, o Timão pode até perder por um gol de diferença, que se classifica.









Corinthians x Chapecoense – Ingressos à venda pela internet

Sócios do Fiel Torcedor compram pelo site do programa; Não sócios pelo www.ingressoscorinthians.com


17h30 08/05/2017 - Agência Corinthians


Neste sábado (13), às 19h, o Corinthians estreia no Campeonato Paulista de 2017. Na Arena Corinthians, o Timão recebe a Chapecoense. Os ingressos para esta partida já estão à venda pela internet para sócios e não sócios do Fiel Torcedor.

Os associados do programa podem garantir presença pelo www.fieltorcedor.com.br até as 23h59 de quarta-feira (10). Os ingressos para não sócios estão à venda pelo www.ingressoscorinthians.com até as 11h de sábado.

Além dos ingressos para a estreia, os sócios do Fiel Torcedor também já podem garantir o pacote de 18 partidas do Corinthians na Arena Corinthians durante o Brasileirão.








Corinthians campeão

#PrimeiraForça: as ações que também marcaram a conquista do 28º título paulista do Corinthians

Ações aconteceram na Arena Corinthians e buscaram sempre homenagear a história do clube


16h30 08/05/2017 - Agência Corinthians


A conquista do 28º título paulista já está na história do Sport Club Corinthians Paulista. Além dos jogos e gols inesquecíveis, alguns eventos paralelos marcaram a trajetória corinthiana na competição em 2017: a comemoração dos 40 anos da conquista estadual de 1977, a estreia do novo manto alvinegro e o início da celebração do Derby Centenário.

A primeira ação especial durante a campanha do Corinthians no Paulistão Itaipava 2017 foi o início da comemoração dos 40 anos do inesquecível título estadual de 1977. No dia 11 de fevereiro, na Arena Corinthians, o Timão enfrentou o Santo André. Antes de a bola rolar, Geraldão, Vaguinho, Basílio, Wladimir e Tobias, que fizeram parte importante da conquista há quatro décadas, receberam placas de homenagem. Na ocasião, os ex-jogadores ainda entregaram a camisa 77 para Jadson utilizar durante a competição.

Ainda em fevereiro, outro grande momento marcou a trajetória do Corinthians no torneio: a celebração do Derby Centenário. No dia 22, o Timão venceu na Arena Corinthians. Na ocasião, as duas equipes se enfrentaram pelo Paulistão e abriram a comemoração dos 100 anos do clássico com diversas ações em conjunto. Em campo, o Alvinegro conquistou três pontos de forma sofrida. Com um a menos em campo após polêmica expulsão do volante Gabriel, Jô marcou o gol da vitória nos acréscimos: 1 a 0.

Por fim, a outra grande ação feita durante a campanha do Timão no Campeonato Paulista foi a estreia do novo manto alvinegro. No Dia de São Jorge (23 de abril), na Arena Corinthians, o Corinthians e a Nike apresentaram as camisas I e II para a temporada 207/18. Os uniformes homenageiam o santo padroeiro do clube e também o título do Paulistão de 1977. Nem bem estreou e o manto já trouxe sorte para o Alvinegro com a conquista da 28ª taça estadual.











Corinthiano atacante Romero celebra conquista do Paulistão, mas já coloca foco na Copa Sul-Americana

Atacante também falou sobre os desafios que a equipe enfrentará no Brasileirão; Timão estreia no campeonato nacional no sábado e ingressos já estão à venda


16h30 08/05/2017 - Agência Corinthians






Divulgação


Na tarde desta segunda-feira (08), o elenco do Corinthians se reapresentou no CT Dr. Joaquim Grava após a conquista do Campeonato Paulista de 2017. Após o trabalho, o atacante Romero, autor do gol corinthiano no empate em 1 a 1 com a Ponte Preta, concedeu entrevista coletiva.

"É muito bom ser campeão, comemoramos bastante ontem, mas tem de deixar isso para trás. Temos um jogo muito importante pela Sul-Americana, muito difícil, o time da La U demonstrou na arena que joga um bom futebol. Acho que vai ser difícil. Temos de estar preparados. É recuperar as pernas e descansar", disse o atacante.

"Esse grupo é muito fechado, tem uma união muito forte, é muito legal ver os treinos. Quando tem de treinar sérios, somos sérios. Quando tem de brincar, a gente brinca. É um grupo maravilhoso. Estamos comemorando um campeonato que foi bem merecido. Difícil, mas hoje somos campeões. Ninguém acreditava no nosso trabalho, só a gente. Sabíamos que tínhamos capacidade para conquistar coisas", falou antes de elogiar o técnico Fábio Carille.

"A confiança é sempre importante, ele passou essa confiança de que precisava. A sequência de jogos foi muito boa, pude aproveitar. Ele falou que me daria chances. Eu queria agarrar isso e ficar como titular. Está dando certo, bem encaminhado. Ganhamos um título. Mas ainda não acabou o ano. É muito bom ver a briga por posição no nosso grupo, tem jogadores de qualidade", prosseguiu.

Após enfrentar a Universidad do Chile na quarta-feira (10), em Santiago, o Corinthians estreará no Campeonato Brasileiro de 2017. Na Arena Corinthians, o Timão receberá a Chapecoense no sábado (13), às 19h. O atacante paraguaio também falou sobre os desafios que a equipe terá pela frente na competição nacional.

"Sempre vamos manter essa humildade que é nossa característica. Vamos fazer a mesma coisa que estamos fazendo. Manter sempre o trabalho, o treino, com muita vontade. Todo mundo treinando sério. Isso foi muito bom e muito legal no Paulista, mas agora começa outro campeonato. Totalmente diferente, times mais competitivos, tem de ganhar fora de casa", comentou. "Ainda não acabou o ano, tem campeonato muito forte pela frente, e temos de manter isso", finalizou.

Os ingressos para a estreia do Corinthians no Campeonato Brasileiro já estão à venda para os sócios do programa Fiel Torcedor, no www.fieltorcedor.com.br, e para não sócios pelo ingressoscorinthians.com.








Corinthians campeão
#PrimeiraForça: Fiel mantém boa média de público e faz festas inesquecíveis com mosaico e bandeirão

Durante a competição estadual, torcida ainda quebrou o recorde de público na Arena Corinthians


15h40 08/05/2017 - Agência Corinthians





O maior patrimônio do Sport Club Corinthians Paulista é a Fiel. Como não poderia ser diferente, a torcida esteve ao lado do Timão durante a campanha do 28º título paulista e ainda protagonizou festas inesquecíveis na Arena Corinthians.

Ao longo do Campeonato Paulista de 2017, o Corinthians disputou nove jogos na Arena Corinthians e teve a ótima média de 2X.XXX torcedores pagantes por partida. No último duelo em casa, a Fiel ainda registrou o recorde de público em confrontos do Timão na nova casa alvinegra: XX.XXXX na final contra a Ponte Preta.

O apoio e a festa da torcida corinthiana também foram, como de costume, inesquecíveis. Dois foram os grandes momentos protagonizados pela Fiel na Arena Corinthians: o mosaico antes do início do duelo contra o São Paulo pela semifinal e o bandeirão apresentado na final diante da Ponte Preta.

Fiel, obrigado pelo apoio incondicional em mais uma competição!









Título corinthiano é destaque na imprensa do Paraguai

Principais portais paraguaios destacaram o gol de Romero e a conquista alvinegra
15h30 08/05/2017 - Agência Corinthians





No último domingo (07), na Arena Corinthians, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista pela 28ª vez na história ao empatar com a Ponte Preta em 1 a 1. O gol corinthiano foi marcado por Ángel Romero. Nesta segunda-feira (08), a imprensa paraguaia destacou o título do Timão.





Confira os prints dos principais portais em levantamento feito pelo portal Meutimao.com.br:





















Arbitragem para Universidad do Chile e Corinthians

Timão venceu a primeira partida, disputada no dia 05 de abril, por 2 a 0


17h00 08/05/2017 - Agência Corinthians

Na noite desta quarta-feira (10), no estádio Nacional em Santiago (CHI), Universidad do Chile e Corinthians se enfrentam pela partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. O árbitro do confronto será o uruguaio Daniel Fedorczuk. Os assistentes serão os compatriotas Richard Trinidad e Carlos Pastorino. Oscar Rojas, também do Uruguai, será o quarto árbitro.

No primeiro jogo do duelo, disputado na Arena Corinthians no dia 05 de abril, o Corinthians levou a melhor e venceu por 2 a 0. Na ocasião, os gols corinthianos foram marcados por Rodriguinho e Jadson.








Corinthians campeão paulista 2017
#PrimeiraForça: campanha do 28ª título paulista do Timão conta com participação gigante da base alvinegra

No grupo alvinegro que foi campeão estadual de 2017, 11 jogadores vieram das categorias de base do Corinthians, quatro deles titulares


15h05 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Maior campeão da Copinha de Futebol Júnior, o Corinthians provou a força da base alvinegra na conquista do 28º título paulista da história do clube. Da equipe que se firmou como titular do time comandado pelo técnico Fábio Carille, quatro jogadores são formados nos campos do Parque São Jorge. Além deles, mais sete foram campeões fazendo parte do elenco.

Fagner

Formado pelo Timão, foi promovido ao profissional em 2006, mas pouco tempo depois foi transferido para o PSV Eindhoven (HOL). Oito anos depois, em 2014, retornou ao Corinthians para substituir Alessandro na lateral direita, que havia se aposentado. Desde então, é o dono da posição. As grandes atuações renderam convocações para a Seleção Brasileira a ele. Foi ainda um dos destaques da campanha do hexacampeonato brasileiro em 2015.





Jogador mais jovem a vestir a camisa corinthiana em todos os tempo, tinha apenas 16 anos, três meses e 29 dias quando entrou em campo para enfrentar o Guarani pelo Brasileirão de 2003. Também foi o mais novo a marcar um gol pelo Timão, na vitória por 3 a 1 sobre o Internacional. Em 2005, saiu para o CSKA Moscow (RUS). Depois de rodar por vários clubes e disputar a Copa do Mundo de 2014, voltou ao Corinthians nesta temporada. Contestado por parte da imprensa, deu a volta por cima sendo o artilheiro alvinegro nos clássicos e um dos principais jogadores na conquista do título paulista.

Guilherme Arana

O lateral esquerdo subiu ao profissional após o vice-campeonato da Copinha de 2014, junto com o atacante Malcom. Após a saída de Fabio Santos, virou reserva imediato de Uendel e acabou sendo titular na reta final do Brasileirão 2015 com a lesão do companheiro. Neste ano, com a saída de Uendel para o Internacional, não só se firmou na posição como também foi um dos principais jogadores alvinegros na conquista estadual.

Maycon

Uma das principais apostas da base alvinegra, o volante foi autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-RP na final da Copinha de 2015 e o principal destaque na campanha do vice-campeonato do torneio em 2016. Promovido após a disputa da Copinha de Futebol Júnior do ano passado, Maycon enfrentou grande concorrência na posição e foi emprestado para a Ponte Preta, em que teve grandes atuações no Campeonato Brasileiro. Retornou ao Timão no inicio de 2017 e conquistou um lugar na equipe titular. Jogador dinâmico e com características ofensivas, foi mais uma cria da base a se afirmar na conquista do título paulista.

Marciel

Destaque do time campeão da Copinha  de Futebol Júnior de 2015, o volante estreou pelos profissionais do Corinthians na vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, na Arena Corinthians, na campanha do hexacampeonato brasileiro, há dois anos. Versátil, também vem atuando pela lateral esquerda na atual temporada.

Caíque França

Goleiro seguro, subiu ao profissional junto com o zagueiro Pedro Henrique após a conquista do nono título da Copinha  de Futebol Junior, em 2015. Teve a oportunidade inicial no Brasileirão 2016, na vitória sobre o Botafogo por 3 a 1 na Arena Corinthians. Mas o grande teste dele aconteceu na campanha do 28º titulo paulista. Na primeira partida como titular, fez grandes defesas e ajudou o Timão a vencer a equipe do Linense por 3 a 1 no estádio alvinegro.


Léo Príncipe

Campeão da Copinha em 2015 e vice em 2016, o lateral direito foi promovido à equipe profissional após a disputa da competição no ano passado. Com atuações seguras, firmou-se na reserva de Fagner.

Pedro Henrique

Zagueiro titular do Corinthians na conquista do nono título da Copinha, o zagueiro foi promovido ao time principal na disputa da Florida Cup, em 2015. Pelo Brasileirão do ano passado, destacou-se por uma grande atuação em jogo Corinthians 4x1 Flamengo  Na campanha do 28º título paulista, marcou o gol da vitória sobre o Mirassol por 3 a 2 fora de casa.

Léo Jabá

Uma das grandes esperanças da base alvinegra, o atacante foi promovido ao profissional após o vice-campeonato brasileiro Sub-20, no fim do ano passado. Depois de Jô, é o mais novo a vestir o manto alvinegro. Estreou em amistoso contra o ABC-RN em 22 de julho de 2015, quando ainda tinha 16 anos. No Paulistão, fez algumas partidas como titular e marcou o primeiro gol dele como profissional pelo Corinthians na vitória por 3 a 1 sobre o Linense na Arena Corinthians.

Léo 

Zagueiro rápido e de bom jogo com a bola nos pés, Léo subiu ao profissional em 2016 e estreou como titular com apenas 17 anos, no empate em 1 a 1 contra o Figueirense, em partida válida pelo segundo turno do Brasileirão. Na campanha do título paulista, marcou importante gol que evitou a derrota para a Ponte Preta, no empate em 1 a 1 no Moisés Lucarelli pela fase de grupos da competição.

Pedrinho


O jovem de 18 anos de idade foi eleito o melhor jogador da Copinha 2017, comandando a equipe campeã do 10º título alvinegro na principal competição de base do país. Após a disputa do torneio, no fim de janeiro, Pedrinho foi imediatamente integrado ao elenco profissional. Fez a estreia como profissional na derrota alvinegra por 1 a 0 para a Ferroviária e jogou como titular em algumas partidas da campanha do 28º título paulista do Timão.





Corinthians campeão paulista 2017
#PrimeiraForça: técnico campeão, Carille ganha brilho próprio com fidelidade a trabalhos anteriores

Após ser auxiliar de Mano Menezes e Tite, Fabio Carille precisou de cinco meses como treinador efetivo para cumprir promessas e levar o Corinthians ao 28º título paulista


14h30 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Fabio Carille não é novato quando o assunto é Corinthians. Auxiliar técnico desde 2009, acompanhou o desenvolvimento da equipe nos últimos anos, esteve em todas as conquistas recentes sob o comando de Mano Menezes e Tite e foi efetivado com a garantia de já estar inserido na rotina do clube, tendo conhecimento sobre as metodologias de treinamento e as carências do elenco. Por isso, quando assumiu de vez o cargo de técnico do Timão, sabia muito bem o que fazer e qual seria o projeto de equipe dele.

“O torcedor do Corinthians pode esperar uma equipe muito organizada e com muita entrega. As linhas serão muito organizadas e compactas”, avisou em dezembro de 2016. A promessa já foi cumprida com cinco meses de trabalho, com um time muito coeso, forte defensivamente e campeão paulista.

Apesar dos comentários de que o Corinthians seria a "quarta força" do estado de São Paulo que tomaram conta da opinião pública, Carille seguiu trabalhando, conquistando resultados "humildes". Das 10 vitórias alvinegras no Paulistão Itaipava 2017, seis foram pelo placar de 1 a 0, que também vale os mesmos três pontos de uma goleada.

Com a equipe organizada e comprometida com a dedicação prometida no fim do ano passado, Carille levou o Corinthians à invencibilidade em clássicos. Contra as equipes que eram apontadas como melhores do que o Alvinegro, foram três vitórias e dois empates.

Os resultados foram aparecendo, a confiança foi aumentando, e o Corinthians chegou ao 28º título paulista. Aliás, Carille se tornou o primeiro técnico campeão pelo Timão fora da dupla Mano Menezes/Tite desde 2005. O curioso é que o atual treinador estava em todas as conquistas do dueto como auxiliar técnico. Talvez isso ajude a explicar o rápido sucesso no comando da equipe.

Mas não é a conquista de um título que vai mudar o jeito de ser de Carille. “Eu não fico pensando em título no domingo, pensando em Campeonato Brasileiro, Sul-Americana. Eu penso no amanhã. No que eu posso ser melhor? O que eu posso melhorar na minha equipe que não está funcionando?”, disse recentemente.

Um técnico que se manteve fiel aos ideais dele e trabalhou para a evolução de toda a equipe. Que hoje comemora o primeiro título de uma longa carreira pela frente.











Corinthiano líbero Serginho pode participar de projeto de time de voley do Timão
Nas últimas semanas, o jogador se aproximou de uma parceria com o Corinthians para montar um time para a próxima temporada. Corinthiano fanático, Serginho planeja montar o projeto em Guarulhos, onde chegou a jogar no início da carreira. Adilson Mendes Ferreira, Diretor de Esportes Terrestres do Corinthians, confirmou o avanço na negociação. A resposta definitiva deverá sair até o fim da semana.




Corinthians #PrimeiraForça: após empréstimo, Maycon retorna e se afirma na campanha do 28º título paulista

Volante virou uma das peças do time titular do Corinthians no Paulistão após atuação e assistência para gol da vitória no Derby

14h00 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

A campanha do 28º título paulista serviu como a afirmação de Maycon na equipe principal do Corinthians. Uma das principais apostas da base alvinegra, o volante foi autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-RP na final da Copinha de Futebol Júnior de 2015 (nono título do Corinthians) e o principal destaque em 2016. Promovido após a disputa da Copinha, enfrentou grande concorrência e acabou emprestado para a Ponte Preta, em que teve grandes atuações no Campeonato Brasileiro do ano passado.

Com a confiança da comissão técnica, retornou ao Timão no inicio de 2017. Jogador dinâmico e com características ofensivas, foi mais uma cria da base a se afirmar na equipe titular do técnico Fábio Carille.

Maycon se estabeleceu como titular da equipe corinthiana a partir da vitória no Derby na Arena Corinthians. Além de uma grande atuação, o lance do gol de Jô começa com a superação do volante. Após um jogo pegado, em que o Timão teve um a menos durante todo o segundo tempo, o camisa 30 teve fôlego para dar um pique e roubar a bola. Em seguida, tenta uma vez, erra, mas recupera a bola e dá o passe que deixou o atacante na cara do gol do rival.

A partir daí, Maycon se estabeleceu como uma das peças do conjunto formado por Fabio Carille. Logo após o clássico, fez um dos gols da vitória sobre o Mirassol por 3 a 2 fora de casa. No empate com o Red Bull Brasil por 1 a 1 na Arena Corinthians, acabou com um jejum de quase dois anos sem gols de falta do Corinthians.









Romero celebra título pelo Timão, mas já pensa nas próximas marcas

Paraguaio concedeu coletiva no CT Joaquim Grava e falou do bom momento que vive no clube, da confiança de Carille e das críticas, mas principalmente de seus próximos passos

LANCE
8 MAI2017
17h45

Um dia após o Corinthians ser Campeão Paulista pela 28ª vez, o atacante Romero, que marcou o gol de seu time na segunda partida da final, na Arena Corinthians, foi à sala de imprensa para conceder a entrevista coletiva como novo herói corinthiano. Mais do que adaptado ao clube e ao país, ele falou aos jornalistas do bom momento que vive e deixa as críticas de lado.

- É normal em um time grande como o Corinthians, as críticas vêm e estou preparado para isso. Só trabalho para mim, para melhorar, e para meu time. Se vou agradar a imprensa e torcida, fica em segundo plano. Quero trabalhar para o Corinthians, para meu treinador. Tenho um treinador que confia em mim e estou muito grato a ele. Quero aumentar minhas marcas no Corinthians com títulos, gols, ganhar coisas importantes - declarou.

O estilo de jogo do paraguaio divide opiniões entre torcedores e críticos do esportes, no entanto essas opiniões convergem quando o assunto é entrega dentro de campo e nesse quesito, é difícl argumentar contra o jogador, mas ele admite que os gols são prioridade em sua função.

- Minha característica é essa. No Paraguai eu também corria muito, de não ter bola perdida. Encaixei muito bem no Corinthians porque a torcida gosta de quem corre os 90 minutos. Eu queria isso, mas não tinha sequência de jogos. Hoje que estou tendo essa sequência, trato de fazer isso a cada dia. A torcida gosta, vem junto, fico feliz por isso. Mas, como atacante, tenho de fazer gols. Agora estou conseguindo voltar para defender, ajudar o time, e também fazer os gols. Meu trabalho aqui tem de ser esse, fazer gol - afirmou.

Romero não esconde que deve ao seu treinador, Fabio Carille, boa parte dos momentos que tem vivido no Corinthians. Como ele mesmo havia dito na resposta anterior, a sequência de jogos fez a diferença, assim como a confiança de seu comandante.

- A confiança é sempre importante, ele passou essa confiança de que precisava. A sequência de jogos foi muito boa, pude aproveitar. Ele falou que me daria chances. Eu queria agarrar isso e ficar como titular. Está dando certo, bem encaminhado. Ganhamos um título. Mas ainda não acabou o ano. É muito bom ver a briga por posição no nosso grupo, tem jogadores de qualidade - disse.

Embora o momento seja de comemoração e elogios, não há muito tempo para estender os festejos, nesta quarta-feira o Timão enfrenta a Universidad do Chile pela Copa Sul-Americana. Com viagem marcada para Santiago já nesta terça-feira, é hora de mudar a chave e pensar no torneio sul-americano e também no Brasileirão.

- Sempre vamos manter essa humildade que é nossa característica. Vamos fazer a mesma coisa que estamos fazendo. Manter sempre o trabalho, o treino, com muita vontade. Todo mundo treinando sério. Isso foi muito bom e muito legal no Paulista, mas agora começa outro campeonato. Totalmente diferente, times mais competitivos, tem de ganhar fora de casa. Falta muito ainda para sermos um time mais forte, temos de entrar focados nos próximos campeonatos. Sul-Americana e Brasileiro, temos um jogo difícil na quarta e outro no sábado - finalizou.

A delegação do Corinthians chega ao Chile nesta terça-feira, às 12h35 e treina no Estádio Nacional do Chile, às 19h30 para reconhecimento do gramado e últimos ajustes para a partida contra a Universidad, na quarta-feira, às 21h45.











Corinthiano atacante Romero celebra título como titular e comenta repercussão no Paraguai


Leonardo Moric*

8 MAI2017
17h42

O atacante Ángel Romero vive um bom momento com a camisa do Corinthians. Após sofrer muitas contestações em relação a seu futebol, o paraguaio conseguiu dar a volta por cima e conquistar seu primeiro título no Timão como titular, fazendo inclusive o gol no segundo jogo da final, no último domingo, contra a Ponte Preta. Feliz com o momento, o jogador admitiu um sabor especial pela conquista.

"Com certeza vai ficar na memória. Muito importante o título, principalmente para nós como grupo. Pelo lado pessoal também estou feliz porque foi um título que pude participar em muitos jogos, com uma boa continuidade", declarou o atacante, que também esteve presente na conquista do Brasileirão de 2015 como opção no banco de reservas.


O título, porém, não teve um grande tamanho apenas para o jogador. No Paraguai, país aonde nasceu, a imprensa local também repercutiu muito o título e a importância de Romero para a conquista. O atacante alvinegro foi destaque em jornais como o Hoy , La Nación , e ABC Color .

"Foi grande a repercussão, porque é muito difícil sair campeão em um time muito grande como o Corinthians. Acho que a maioria dos jornais falou que fomos campeões no Brasil. É um título que me marcou muito e acredito que para o Balbuena também", afirmou, lembrando o também paraguaio Balbuena.

Romero também fez questão de exaltar o carinho da torcida, que o aplaudiu após substituição no jogo do último domingo. "Fico feliz pelo carinho da torcida. Quando fui substituído gritaram meu nome e aplaudiram. Sempre ficará marcado na memória", enalteceu.

Com a boa fase, o jogador, que é o artilheiro da Arena Corinthians em sua curta história, com 18 gols, prometeu trabalhar ainda mais para aumentar sua marca.

"Muito bom, com certeza. Mas quero aumentar ainda minha marca. É muito cedo para falar, o estádio ainda tem três anos. Mas quero fazer mais gols importantes como o de ontem. Vou seguir trabalhando para também aumentar minha marca na Arena e ajudar meu time", finalizou.











Atacante Jô comemora nova fase e aponta Corinthians como favorito no Brasileirão

8 MAI2017
16h42


Se tem um jogador que representa bem esta conquista de Campeonato Paulista do Corinthians, este jogador é o centroavante Jô. Retornando com muita desconfiança para seu ex-clube, que vivia uma situação parecida, o jogador foi decisivo para a alteração dessa fase vivida pela equipe. Autor de um gol em todos os clássicos disputados até agora pelo Alvinegro, o atacante celebra este seu novo momento.

"Hoje estou num momento melhor. Tenho mais disposição, estou com um físico ideal, consigo me movimentar mais, com mais facilidade. Perdi bastante peso e por estar mais leve tudo isso fica mais fácil, não preciso ficar tão estático como antes. Hoje eu consigo fazer a função de centroavante ser precisar ficar lá na frente parado. Acho que isso ajuda o esquema adotado pelo técnico Carille e isto é importante", declarou Jô

O Corinthians deu a volta por cima durante a campanha do Estadual e acabou levantando a taça de campeão paulista. A conquista dá novo ânimo ao Alvinegro para a disputa do Campeonato Brasileiro. Na visão de Jô, o Timão entra na competição nacional como um dos principais candidatos ao título.

"É difícil avaliar em que posição de força está o Corinthians hoje para a disputa do Campeonato Brasileiro. Mas podemos afirmar que estamos bem fortes. Entramos como um dos favoritos com certeza. Da mesma maneira que nos tornamos a primeira força do estado de São Paulo, tentaremos agora nos tornar a primeira força do Brasil. Respeitando todas as equipes, mas o Corinthians entra como um dos favoritos sim", analisou.

O Corinthians estreia no torneio nacional no próximo sábado, contra a Chapecoense, na Arena Corinthians, às 19h (de Brasília). Antes, porém, a equipe viaja até o Chile, onde encara a Universidad de Chile, em Santiago, às 21h45 desta quarta-feira, com a vantagem de ter vencido o primeiro duelo por 2 a 0








Corinthians tem duas comemoraçòes por título paulista
Maior campeão da história do Paulistão, o Corinthians levantou o 28º título da competição, e os jogadores comemoraram o título com música e muita "resenha". A conquista veio após o empate por 1 a 1 contra a Ponte Preta, na Arena Corinthians, no último domingo. O duelo também marcou a primeira conquista de título do time em sua nova arena.
publicidade

Jogadores e comissão técnica do Corinthians se dividiram em dois grupos e comemoraram em duas festas distintas. O comandante Fabio Carille, que levantou seu primeiro título como técnico profissional, além dos titulares Pablo e Gabriel, e dos reservas Walter, Léo Príncipe, Matheus Vidotto e Rodrigo Figueiredo, foram a festa "oficial" do clube, em uma churrascaria na cidade de São Paulo.

Enquanto isso, na casa do meia Jadson, em Alphaville, parte do restante do elenco comemorava o título Paulista com um jantar. Outros atletas do elenco ainda preferiram celebrar a conquista com seus familiares, como o atacante Jô. O atacante Kazim publicou um vídeo em sua rede social onde aparece curtindo uma roda de samba. Já o volante Fellipe Bastos postou foto ao lado dos colegas Camacho e Bruno Paulo.










Corinthiano campeão paulista, técnico Fábio Carille revela "segredo do sucesso" e analisa campanha vitoriosa

8 MAI2017
12h42



Campeão em sua primeira oportunidade como treinador profissional, ao ser efetivado no Corinthians, Fábio Carille é um dos principais destaques do 28º título paulista do clube.

"Tem alguns detalhes que trago comigo [desde quando era auxiliar]. Chamar a atenção de um atleta eu não faço em grupo. Normalmente faço isso individualmente. Elogiar, isso sim faço em grupo. Pode ser com o jogador mais experiente, como pode ser com o mais jovem. Então é olhando no olho, sendo verdadeiro com eles", revelou. "Cada vez mais o atleta não aguenta 'conversinha furada', então sou curto nas minhas reuniões, não passam de 15 minutos. Sou muito direto, muito objetivo", acrescentou logo em seguida.

Além disso, o técnico ressaltou o momento mais importante da campanha no Paulistão. Para ele, assim como foi para Jô, a vitória no Derby na Arena Corinthians, por todas as circunstâncias envolvidas, deu força e uniu o elenco corintiano.

"Sim, tem este momento [decisivo para o título]. A questão da organização [tática] sempre foi muito boa, desde a Copa Flórida. Mas a entrega dos jogadores a partir do jogo do Palmeiras, a gente com um a menos,  muito qualificada, e a gente se comportar como se comportou naquele jogo e vencer no final, fortaleceu demais a amizade, a comemoração", reiterou.

Em seguida, quando perguntado, avaliou como será daqui para frente, com a disputa do Campeonato Brasileiro - bem mais difícil em relação ao estadual e que, pela duração, geralmente premia as equipes de melhores elencos.

"Eu sou muito ciente das condições do Corinthians, muito ciente. Todo técnico sempre quer fortalecer, sempre quer trazer jogadores de qualidade, mas a gente tem que trabalhar em conjunto com o clube. Se chegar alguns atletas, vai ser muito bom para fortalecer. Se não chegar, vamos do nosso jeito, trabalhando forte. Com o grupo que temos, que já mostrou que dá. Não dá para falar em título, em vaga na Libertadores, mas eu garanto que será uma equipe muito organizada, de muito entrega", finalizou.











Após promeiro título pelo Timão, volante Maycon projeta mais títulos

8 MAI2017
11h21


Maycon é uma das promessas da base do Corinthians que soube aproveitar a oportunidade no time principal nesse início de temporada. O jovem volante de 19 anos se tornou titular com Fábio Carille e, nesse domingo, já conquistou seu primeiro título na ainda curta carreira. Empolgado com o momento, o garoto do "Terrão" não colocou limites ao traças os objetivos do clube a partir de agora, em uma nova situação, como campeão Paulista depois de muita desconfiança até mesmo por parte dos torcedores.

"Só nós vamos poder dizer isso. Acho que ninguém mais pode desconfiar da gente. Ganhamos de todos os grandes, entramos em um patamar muito forte, mas ainda está muito cedo para falar onde o Corinthians pode chegar. Mas, vamos chegar, sim, brigando para ser campeão. É para isso que nós vamos jogar", avisou, cheio de personalidade.

Coincidentemente, Maycon foi emprestado a Ponte Preta no meio do ano passado. Na época, a saída do volante gerou muitas críticas ao Corinthians, que justificou a escolha dizendo que o empréstimo serviria para o jovem ganhar mais experiência e ter mais oportunidades de jogar. Depois de um belo Campeonato Brasileiro, ele voltou ao clube com um novo status e acabou campeão nesse domingo justamente em cima de sua ex-equipe.

"Me sinto realizado. Um sonho que eu tinha de conquistar um título com essa camisa. Espero que seja o primeiro de muitos. A gente luta por isso, jogador fica marcado por título. Estou muito feliz. É pura alegria, emoção, de estar representando essa camisa", contou, antes de avaliar a principal característica do grupo corinthiano.

"Nosso time tem muito jogador de qualidade, sim, mas nenhuma grande estrela. Temos referências como o Jadson e o Jô, mas uma força de grupo muito forte. Quando tivemos que marcar, marcamos. Quando tivemos de atacar, atacamos. Tenho certeza que ainda vamos dar muitas alegrias ao torcedor", concluiu, otimista como toda promessa que ergue sua primeira taça










Vida nova, artilharia e o 'primeiro' Paulista: Jô vira exemplo no Timão


Jô atuou os 90 minutos do segundo jogo das finaisMarco Galvão / Fotoarena

Marco Galvão / Fotoarena1/11Guilherme Amaro - 08/05/2017 - 07:00
A contratação do atacante Jô, ainda no fim do ano passado, teve desconfiança por parte da torcida do Corinthians. O atacante ainda carregava a fama ruim por conta de problemas extracampo, mas logo em sua chegada ao Timão ele avisou: sua vida havia mudado "100%" após tornar-se cristão há cerca de dois anos. E ele provou em campo que virou um "novo Jô", sendo o artilheiro e um dos principais jogadores da equipe na campanha do título paulista.

Aos 30 anos, Jô se tornou exemplo para os demais jogadores do elenco, especialmente aos jovens por também ter sido cria do Terrão. O atacante, inclusive, comanda o "Bonde da Zona Leste", que conta com os garotos Léo, Guilherme Arana, Maycon e Léo Jabá, todos oriundos de bairros da zona leste de São Paulo. Jô disse em algumas oportunidades que os trata "como filhos".

A importância do atacante para o Corinthians não é apenas extracampo. Dentro das quatro linhas, Jô participou de 17 partidas no Paulistão e marcou seis gols - o primeiro do Timão no campeonato e os outro cinco nos cinco clássicos disputados.

O início desta passagem de Jô no Corinthians, porém, não foi só de alegria com a Fiel. Ainda na segunda rodada do Paulistão, o atacante desperdiçou um pênalti na derrota para o Santo André, na Arena, e começou a sofrer críticas da torcida. Ele até chegou a perder a posição de titular para Kazim, que lesionou-se depois de alguns jogos. Sem reserva, Jô segurou a bronca: engatou uma sequência de 11 partidas como titular (13 contando as que entrou no segundo tempo) até ser poupado.

Em sua volta ao clube após quase 12 anos, Jô conquista seu primeiro Paulistão em campo - ele participava do grupo campeão estadual em 2003, mas não chegou a atuar e disse que "nem considera como um título". Exemplo dentro e fora de campo, o atacante provou que valeu a pena a aposta da diretoria corintiana.

- O Corinthians abriu as portas, e eu mostrei que tenho lenha para queimar. Não estou satisfeito com o que fiz até agora, mas me sinto muito feliz pelo que estou apresentando - analisa Jô, lembrando os seis meses sem jogar no fim do ano passado.

Com uma vida "100% mudada" e cheio de vontade, Jô quer aumentar sua galeria de títulos pelo Corinthians nesta sua segunda passagem - ele agora tem dois Paulistas e um Brasileirão, em 2005. É o que a Fiel também espera!







O preço justo
POR JANCA 8 DE MAIO DE 2017 ÀS 9:11
COMPARTILHAR
Ainda festejando o título paulista, o Corinthians quer rever o preço da Arena Corinthians e só pagar o valor “real” do estádio.

Conselheiros da situação e da oposição também querem que a diretoria contrate uma auditoria estrangeira para verificar minuciosamente as contas e as planilhas de gastos referentes à construção da arena Corinthians.





Corinthians aposta em 'parceria' com Bordeaux e vê Pablo disposto a ficar



Zagueiro tem contrato só até o fim do ano(Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro tem contrato só até o fim do ano(Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro celebra primeira taça pelo TimãoDaniel Vorley/AGIF

Zagueiro celebrou primeira taça pelo TimãoMarco Galvão / Fotoarena

Corinthians selou título estadual em ItaqueraMarco Galvão / Fotoarena

Corinthians selou título estadual em ItaqueraMarco Galvão / Fotoarena

Corinthians selou título estadual em ItaqueraDaniel Vorley/AGIF

Zagueiro tem contrato só até o fim do ano(Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro tem contrato só até o fim do ano(Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro celebra primeira taça pelo TimãoDaniel Vorley/AGIF

Zagueiro celebrou primeira taça pelo TimãoMarco Galvão / Fotoarena1/7Bruno Cassucci, Gabriel Carneiro e Guilherme Amaro - 08/05/2017 - 08:05
Apenas quatro meses depois de ser anunciado como reforço do Corinthians, o zagueiro Pablo já é unanimidade no clube. Além de ter convencido a comissão técnica e a torcida de sua qualidade, formando ao lado de Balbuena a dupla de zaga da melhor defesa do Campeonato Paulista vencido pelo próprio Timão, o camisa 3 também já desperta atenção da diretoria do clube: seu contrato de empréstimo do Bordeaux (FRA) é válido somente até o fim do ano, e há necessidade do pagamento de cerca de R$ 10 milhões para contratá-lo em definitivo. O Corinthians nem pensa na possibilidade de perder o zagueiro.

Uma das cartas na manga do Corinthians na negociação para comprar os direitos econômicos de Pablo envolve Malcom, atacante vendido pelo Timão ao próprio Bordeaux em 2016. Na venda, o Timão manteve em contrato o direito a uma alta porcentagem de venda futura de Malcom, hoje em alta e assediado no futebol europeu. O Corinthians tem parceria com empresários nesta cota e está disposto a utilizá-la como um caminho na negociação para ter Pablo. Gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes já admite publicamente a opção. E também a pressão em torno do nome do zagueiro de 25 anos.

- A gente tem contrato que nos assegura com relação à prioridade da aquisição. Não é um valor baixo pela nossa realidade, mas vamos esgotar todas as possibilidades de ter o Pablo em definitivo com a gente. Ele quer ficar no Corinthians, nós queremos contar com ele, e vamos trabalhar para chegar a um entendimento com o Bordeaux, que não deixa de ser um clube parceiro e que recentemente fez a aquisição do Malcom. Temos uma porcentagem lá ainda, e fico bastante tranquilo para no futuro poder contar definitivamente com o Pablo - relatou Alessandro, em contato com a imprensa após o título.


Contratado no início da temporada, Pablo soma 24 partidas com a camisa do Corinthians, sendo todas como titular. Ele até marcou dois gols na campanha do título do Paulistão. Apesar da história recente com a camisa do Timão, o camisa 3 tem sido observado desde que se destacou com a camisa do Avaí, entre 2013 e 2014. Depois, ele se transferiu à Ponte Preta e em seguida ao futebol francês, comprado por R$ 24 milhões e sob contrato até 2019.

- Só depende do Corinthians, que tem tudo nas mãos. Tem vários outros fatores que podem influenciar na compra, mas estou tranquilo, estou feliz com tudo o que tem acontecido e vamos ver o que vai acontecer. Agora é com o Corinthians, de exercer a opção de compra, conversar comigo, colocar à mostra o projeto, tudo o que tem. Mas o importante é que eu estou feliz, então vamos ver o que vai acontecer - diz o zagueiro, que já relatou internamente o desejo de permanecer no Corinthians após o fim do ano.












De descartado a campeão: Carille cumpre palavra e se livra de rótulos


Fabio Carille festejando o título paulista conquistado sobre a PonteMarco Galvão / Fotoarena

Comandante alvinegro foi jogado para o alto pelo elenco do TimãoMarco Galvão / Fotoarena

- O torcedor do Corinthians pode esperar uma equipe muito organizada e com muita entrega. As linhas serão muito organizadas e a equipe compacta.

Bastaram poucos jogos para Carille provar que era um homem de palavra. Mas foi necessário bem mais para ele se livrar de alguns rótulos.

O afastamento de Cristian acabou com os argumentos de que ele não conseguiria "bater de frente" com os medalhões do elenco. A desistência do esquema 4-1-4-1 mostrou que ele não era apenas uma cópia mal acabada de Tite, seu mentor. A vitória por 3 a 0, fora de casa, na primeira final do Paulistão contra a Ponte Preta, deu a certeza de que era injusto chamá-lo de retranqueiro.

Houve também quem dissesse que ele não duraria muito no cargo. Talvez Carille tenha até acreditado e, por isso, tratou de garantir um título logo na primeira competição disputada, menos de cinco meses após a estreia.

A conquista do Paulistão-2017 acaba com uma hegemonia de mais de 11 anos de Tite e Mano Menezes, que haviam levantado as últimas nove taças do clube. Quem sabe uma nova era não esteja começando...










Confiança de Carille, ovação da Fiel e artilharia da arena: Romero brilha no Corinthians

Reserva com Tite, paraguaio agradece ao atual treinador, pede respeito da imprensa e diz que guardará gol do título paulista para sempre na memória

Por Marcelo Hazan,

08/05/2017 09h56
Romero diz viver a melhor fase pessoal no Corinthians. Contratado em 2014, o atacante era reserva sob o comando de Tite, hoje na seleção brasileira.

O gol no empate do Corinthians por 1 a 1 contra Ponte Preta, domingo, na Arena Corinthians, jogo que garantiu o Corinthians campeão Paulista 2017, pela 28ª vez, 
coroou o auge da carreira,. Ele é titular com o técnico Fábio Carille e o artilheiro do estádio alvinegro, com 18 gols.

– É verdade que com Tite fiquei muito tempo na reserva, mas tenho de trabalhar para seguir titular. Aqui cada dia é uma briga forte pela posição,. Têm muitos jogadores de qualidade. Ele (Carille) deu essa confiança que eu precisava. Sou um cara muito autocrítico. A confiança do treinador é muito importante. Vivo meu melhor momento no Corinthians conseguindo esse título.



Romero beija taça de campeão Paulista do Corinthians: artilheiro da Arena e gol decisivo na final contra Ponte Preta (Foto: Marcelo Hazan)


A melhora de produção se deve à adaptação ao futebol brasileiro, na avaliação do paraguaio. Antes, ele tinha dificuldade para recompor taticamente e ajudar na marcação, além de atacar. Hoje, faz o movimento com naturalidade e vê a entrega em campo ser recompensada com apoio da Fiel.

Na final do Paulistão, Romero foi ovacionado pelos 46.462 corintianos, após ser substituído por Léo Jabá, aos 44 minutos do segundo tempo.

– É muito bom. Jogador sempre quer o apoio da torcida. Hoje a torcida está respeitando meu trabalho. Tomara que a imprensa respeite mais meu trabalho. Vou comemorar esse tíulo com meus companheiros e família. Depois pensar na Sul-Americana. O ano não acabou e temos jogos pela frente – disse.




Romero finaliza e faz o gol do Corinthians na final do Paulistão (Foto: Marcos Ribolli)

A emoção de fazer o gol do título corintiano superou a de defender a seleção paraguaia contra o Brasil, na mesma arena, pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. Romero disse:

– A Arena é muito especial. Jogar na arena com a minha seleção contra o Brasil vai ficar na memória. O gol do título superou o jogo com o Brasil. Vou lembrar sempre e contarei para meus filhos e família que tive a chance de jogar na arena e fazer esse gol do título.

Com contrato até julho de 2019, o atacante de 24 anos caiu nas graças da Fiel pelos gols, raça e marcou o nome na história do Corinthians com o gol do 28º título paulista.



Romero comemora gol do Corinthians contra Ponte Preta (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)



Romero é o artilheiro da Arena Corinthians: 18 gols (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)



Paraguaio Romero caiu nas graças da Fiel (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)



Atacante agradeceu apoio de Fábio Carille: "Ele deu essa confiança que eu precisava" (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)










Corinthians vai retomar negociação por Clayson e quer mais reforços

A conquista do Campeonato Paulista não faz o Corinthians se acomodar para o restante da temporada. A diretoria alvinegra entende que, apesar do título estadual, o elenco precisa ser reforçado para o segundo semestre, quando o Timão disputará a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.

Uma das contratações possíveis é a do atacante Clayson, da Ponte Preta. Os clubes iniciaram negociações há algumas semanas, mas interromperam por conta da decisão do Estadual. As tratativas agora serão retomadas:

- Não tem nada agora, ainda nem saí do estádio! Mas vamos voltar a conversar agora, sim. Por enquanto, não tem nada certo com o jogador ou com a Ponte - afirmou o presidente Roberto de Andrade, na saída da Arena.

O gerente de futebol alvinegro, Alessandro Nunes, afirmou que outras posições além do ataque podem ser reforçadas. Contudo, ele não quis comentar quais setores são vistos como carentes pela direção:

- Nosso momento financeiramente não é positivo para trazer muitos atletas, mas com certeza temos coisas em andamento para qualificar o elenco - disse o cartola, que também exaltou Clayson.

- Na minha opinião foi um baita destaque no Paulistão, se pudermos contar com ele, vamos ficar muito felizes! - declarou.

Alessandro também não quis falar em quantidade de jogadores que chegarão. Além de contratar, o clube também planeja emprestar alguns atletas que têm sido pouco aprovados.






Corinthians teve duas comemorações: Festa na casa de Jadson e em churascaria


Carille lamentou o pouco tempo de comemoraçãoGuilherme Amaro

Gabriel foi à festa oficial

Guilherme Amaro1/3Guilherme Amaro - 08/05/2017 - 00:33

A comemoração "oficial" do Corinthians pelo título do Campeonato Paulista ocorreu na noite deste domingo, horas após a final contra a Ponte Preta, em uma churrascaria na zona sul . Porém, além da diretoria, marketing e comissão técnica do clube, apenas seis jogadores compareceram: os titulares Pablo e Gabriel e os reservas Walter, Léo Príncipe, Matheus Vidotto e Rodrigo Figueiredo.

A ausência dos principais atletas do elenco foi por conta de uma outra festa: um jantar na casa de Jadson, em Alphaville. Outros jogadores ainda preferiram comemorar apenas com familiares.

Na churrascariao, onde a imprensa compareceu, o técnico Fábio Carille destacou o pouco tempo para comemorar. O elenco do Corinthians volta a treinar nesta segunda-feira e viaja na terça a Santiago (CHI) para enfrentar a Universidad de Chile, pela volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. O Timão venceu o duelo de ida por 2 a 0.

- O ideal era não ter jogo na quarta, queríamos aproveitar mais para abraçar e agradecer a tantas pessoas que foram importante, mas não temos tempo. Depois do jogo contra a Chapecoense (na estreia do Brasileirão), os jogadores terão dois dias de folga - analisou Carille, que teve o coro endossado por Pablo e Gabriel.

A festa "oficial" contou com a presença do cantor de pagode Salgadinho, mas muitas pessoas já haviam ido embora antes mesmo da apresentação dele, inclusive Gabriel.Campeão paulista, 









Corinthians promete reforços e manter dois titulares

Depois da conquista do estadual, diretoria acredita terá que trabalhar para segurar o zagueiro Pablo e o lateral esquerdo Guilherme Arana. Clayson, da Ponte, pode ser o primeiro a chegar


Por Carlos Augusto Ferrar

08/05/2017 06h58


Passada a festa pela conquista do Paulistão, o Corinthians volta a pensar em contratações. O clube planeja buscar três jogadores para fortalecer o elenco no Campeonato Brasileiro.


Mas a grande preocupação neste momento é com a possibilidade de perder dois titulares absolutos: o zagueiro Pablo e o lateral-esquerdo Guilherme Arana, fundamentais na equipe do técnico Fábio Carille


Pablo está emprestado até o fim do ano, mas o contrato com o Bordeaux, da França, obriga o Timão a exercer o direito de compra até julho – o valor é de € 3 milhões (quase R$ 10 milhões). Depois do ótimo rendimento neste primeiro semestre, o jogador chamou a atenção de outras equipes e corre o risco de sair.



Pablo e Guilherme Arana no treino do Corinthians; diretoria teme perder a dupla durante o Brasileirão (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)


Sem dinheiro para fazer grandes investimentos, o Corinthians busca alternativas para não perder o jogador. Nas próximas semanas, o clube deve acertar a venda de 25% dos direitos do zagueiro Felipe ao Porto, de Portugal. Outra possibilidade é envolver na transação por Pablo os 15% que ainda detém do atacante Malcom, também do Bordeaux.


– O contrato nos assegura a prioridade de compra. Vamos esgotar todas as possibilidades de ter o Pablo definitivamente. É um atleta que quer continuar no clube – afirmou o gerente de futebol Alessandro Nunes.


Durante a comemoração do título, numa churrascaria, neste domingo, Pablo disse:


– Só depende do Corinthians, tem tudo nas mãos. Tem vários outros fatores que podem influenciar a possível compra. Estou feliz, tranquilo. O Corinthians tem de exercer a compra e depois conversar comigo, colocar à mostra o projeto que tem pra crescer ainda mais. Vamos ver o que vai acontecer.



O caso de Guilherme Arana também tem deixado a cúpula do futebol apreensiva. O jogador, de apenas 20 anos, brilhou na campanha do título estadual e recebeu algumas sondagens de clubes europeus. A diretoria acredita que receberá propostas por ele na reabertura do mercado europeu – o Timão tem 40% dos direitos.


Atacante Clayson pode ser o primeiro reforço

O Corinthians também se movimenta para contratar. O presidente Roberto de Andrade não esconde o interesse no atacante Clayson, da Ponte Preta.


A negociação não está fechada, mas avançou bastante recentemente e pode ser fechada nos próximos dias. Há a possibilidade de mais um jogador ser emprestado à Macaca, como os atacantes Mendoza ou Claudinho.

A diretoria mantém os outros nomes na mira em segredo. A chegada de um lateral-direito para ser reserva de Fagner também deve acontecer, já que Léo Príncipe não se firmou. Um meio-campista para ser opção a Jadson e Rodriguinho vem sendo procurado no mercado.

A tendência é de que as contratações sejam efetuadas já para as primeiras rodadas do Brasileirão. O Corinthians enfrenta a Universidad de Chile, quarta-feira, em Santiago, pela Copa Sul-Americana, e estreia no torneio nacional diante da Chapecoense, sábado, às 19h














CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA 2017


#PrimeiraForça: no retorno, Jadson representa 77 e é mais uma vez campeão pelo Corinthians

No Paulistão, meia vestiu a camisa 77, disputou dez partidas e marcou 2 gols


10h45 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


De volta para ser campeão paulista! Uma das grandes contratações do Corinthians para a temporada 2017 foi confirmada dois dias depois da estreia no Paulistão Itaipava. Após vencer o São Bento pela primeira rodada por 1 a 0 em um sábado (04/02), o Timão anunciou o retorno do meia Jadson na manhã da segunda-feira seguinte (06/02) pelas redes sociais do clube.

Um dos principais destaques da vitoriosa e inesquecível campanha do hexacampeonato brasileiro, Jadson vestia a camisa 10 na passagem anterior. Para celebrar os 40 anos do histórico título do Paulistão de 1977, o meia recebeu a 77 das mãos de Geraldão, Vaguinho, Basílio, Wladimir e Tobias.

“Eu me sinto honrado por voltar à Arena Corinthians, onde tive muitas alegrias com essa torcida maravilhosa. Podem contar comigo para esse ano. Tenho certeza de que esse grupo tem qualidade. Com apoio de vocês, vamos dar muitas alegrias, como em 2015”, disse Jadson ao receber o manto da mão dos ídolos históricos na Arena Corinthians, no dia 11 de fevereiro.

Com a camisa 77, Jadson fez a estreia em 1º de março, quando o Corinthians venceu o Brusque nos pênaltis pela Copa do Brasil. Pelo Paulistão, a primeira partida do jogador nesta segunda passagem aconteceu três dias depois. Na Arena Corinthians, foi titular na marcante vitória do Timão por 1 a 0 sobre s7os.

Depois do clássico, Jadson disputou mais 10 jogos pelo Corinthians e marcou 2 gols no Paulistão. Um deles foi marcante: o segundo tento corinthiano na primeira partida da final, contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.










#PrimeiraForça: Guilherme Arana é principal 'garçom' do Corinthians campeão paulista de 2017

Durante a campanha do título estadual, lateral esquerdo, que virou titular do Corinthians no início do ano, deu quatro passes para gol


13h30 08/05/2017 - Agência Corinthians

O 'garçom' do Corinthians no Paulistão Itaipava 2017 foi Guilherme Arana. O lateral esquerdo foi responsável por quatro assistências na campanha da conquista do título paulista, o jogador que deu mais passes para gol do Timão na competição.

Tudo começou com um cruzamento perfeito, um passe na cabeça de Jô, para o atacante estufar as redes do Santos e decretar a vitória por 1 a 0 sobre o rival na Arena Corinthians.

Depois, Arana repetiu a dose em outro clássico pela fase de grupos. No empate por 1 a 1 com o São Paulo no Morumbi, o lateral esquerdo fez novamente dobradinha com Jô, cruzando para o atacante explodir as redes e igualar o placar.

O camisa 6 – que passou a ser titular depois da saída de Uendel para o Internacional no começo do ano – deu mais um novo cruzamento perfeito na vitória sobre o Linense por 3 a 1 na Arena Corinthians, na última rodada da fase de grupos. O triunfo alvinegro foi aberto com o passe do lateral esquerdo para Léo Jabá marcar.

Por fim, foi Guilherme Arana quem passou a bola para Rodriguinho dominar, ajeitar e soltar uma bomba contra o São Paulo no jogo de ida das semifinais, no Morumbi, sacramentando a vitória por 2 a 0 no clássico.

Além de Arana, Jadson (3), Fagner (2), Jô (2), Rodriguinho (2), Léo Jabá e Maycon também deram assistências na campanha do 28º título paulista do Corinthians.


#PrimeiraForça: dono do mata-mata, Rodriguinho se torna unanimidade no Corinthians campeão paulista 2017
O meia fez gols, deu assistências, apareceu nas horas decisivas e ajudou a comandar o meio de campo da equipe que conquistou o Paulistão pela 28ª vez na história do Corinthians


10h30 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


De questionado à unanimidade. Se antes muitos não imaginavam que Rodriguinho poderia ser um dos principais jogadores do Corinthians, agora todos veem o meia assumindo um papel de destaque na equipe do Timão que se sagrou campeã paulista de 2017.

Apesar de não ter atuado no duelo decisivo contra a Ponte Preta na Arena Corinthians, suspenso por três cartões amarelos, Rodriguinho, sem sombra de dúvidas, teve papel decisivo na campanha alvinegra no Paulistão Itaipava. Principalmente no mata-mata.

Juntando quartas, semifinais e final, Rodriguinho foi fundamental com quatro gols decisivos, balançando as redes nas vitórias do Corinthians sobre Botafogo-RP (1 a 0 no jogo de volta das quartas), 5P (2 a 0 na partida de ida das semis) e duas vezes diante da Ponte  (3 a 0 no primeiro duelo da final). Além disso, ainda deu duas assistências na fase final do estadual.

Mas a participação de Rodriguinho não se resume só a isso. O jogador teve influência direta no meio de campo do Timão no torneio. A dupla formada com Jadson trouxe ao jogador uma consistência maior e um poder de decisão inquestionável.
#PrimeiraForça: de criticado a artilheiro dos clássicos, Jô ressurge no Corinthians para ser campeão paulista

Atacante revelado na base alvinegra voltou ao clube com desconfianças por parte da opinião pública, mas deu a volta por cima com muitos gols na campanha do título


11h00 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Jogador mais jovem a vestir a camisa corinthiana em todos os tempos, Jô tinha apenas 16 anos, três meses e 29 dias quando entrou em campo para defender o Timão contra o Guarani pelo Campeonato Brasileiro de 2003. Também foi o mais novo a marcar um gol pelo Timão, na vitória do Corinthians por 3 a 1 sobre o Internacional. Em 2005, saiu para o CSKA Moscow (RUS). Depois de rodar por vários clubes e disputar a Copa do Mundo de 2014, voltou ao Corinthians no fim de 2016 para jogar a temporada 2017. Contestado por grande parte da imprensa, o atacante deu a volta por cima sendo o goleador alvinegro nos clássicos, artilheiro do Timão e um dos principais jogadores do Coringão na conquista do 28º título paulista da história do clube.

Toda essa história começou no dia 22 de fevereiro deste ano. O Corinthians venceu o Derby por 1 a 0, com gol do camisa 7, que tinha acabado de entrar no lugar de Kazim, aos 43 minutos da segunda etapa.

Poucos dias depois, o Timão entrou em campo para mais um clássico na Arena Corinthians, desta vez sobre s7os. A história se repetiu: nova vitória por 1 a 0, com gol de Jô de cabeça.

Já no dia 26 de março, o camisa 7 encontraria a principal vítima: 5P. Ainda pela fase de grupos do Paulistão, em duelo realizado fora de casa, o Timão empatou o jogo novamente com gol de Jô. E de novo de cabeça.

Já pelas semifinais do Paulistão, o Corinthians passou por 5P. No primeiro jogo, fora de casa, o Timão conquistou uma importante vitória por 2 a 0. O placar foi aberto por Jô, dessa vez com o pé. Rodriguinho, em chute de fora da área, completou o placar.

No duelo que garantiu o Alvinegro na final do Paulistão, o Corinthians recebeu 5P. No fim da primeira etapa, o Timão abriu o placar com mais um gol do rei dos clássicos: Jô. O rival empatou no segundo tempo, mas o Coringão se garantiu na decisão.







#PrimeiraForça: 'Pé de Ángel', Romero faz gol do título em primeira conquista como titular

Atacante paraguaio ganha espaço de vez na equipe do Corinthians com muita dedicação, luta, fidelidade tática e gols importantes


11h20 08/05/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


No Corinthians campeão paulista de 2017, Ángel Romero é o jogador que mais personifica a raça, uma das características mais intrínsecas do clube do Parque São Jorge. O atacante se esforça, volta para marcar, rouba bola, dá carrinho, se doa e nunca desiste. E também faz gol. De título.

Atacante que costuma jogar na linha que fica atrás de Jô, o paraguaio se notabilizou por ser um jogador dedicado e fiel ao esquema tático. Depois de quase três anos de Timão, Romero definitivamente fincou o espaço dele no time titular.

Não é o primeiro título do atacante no Corinthians, já que o paraguaio fez parte do grupo que conquistou o hexacampeonato brasileiro em 2015. Mas o título paulista desta temporada pode ser considerado o primeiro com uma participação efetiva dentro de campo dele.

Até o confronto final contra a Ponte Preta na Arena Corinthians, Romero só tinha marcado um gol na campanha do Corinthians no Paulistão Itaipava 2017. Mas o destino tinha reservado ao paraguaio mais um gol. O mais importante de todos.

Assim como em 1977, quando Basílio ficou conhecido como "Pé de Anjo" com um sofrido gol contra a Ponte Preta que tirou o Timão da fila de quase 23 anos sem títulos, Romero fez um gol chorado em 2017. O primeiro chute não entrou, deu rebote. No segundo, finalmente balançou as redes.

O trocadilho estava ali, evidente. Romero virou "Pé de Ángel". E pôde comemorar um título com uma efetiva participação dele.









#PrimeiraForça: Cássio se renova, volta a ser paredão e levanta taça de campeão paulista

Contestado e reserva em alguns jogos de 2016, goleiro focou na reviravolta em 2017, fechou o gol no Paulista e conquistou sexto título pelo Corinthians




12h05 08/05/2017 - Agência Corinthians

Um campeonato de redenção. Dessa forma que o 28º título paulista da história do Corinthians pode ser encarado para Cássio. Depois de uma temporada 2016 com muitas desconfianças sobre as condições do camisa 12, chegando a perder a posição de titular, o goleiro se focou para voltar à antiga forma e retomar as grandes atuações do passado. O resultado está aí: campeão e capitão na partida final do Paulistão Itaipava.




Depois do confronto contra a Ponte Preta na Arena Corinthians, coube a Cássio a missão de levantar a taça do Paulistão. Desde 1997, quando Ronaldo foi o capitão daquela conquista estadual, que um goleiro não erguia um troféu de campeão pelo Timão.

Em números, Cássio e a defesa do Corinthians foram os grandes destaques alvinegros no Paulistão Itaipava. Em 18 jogos realizados, o Coringão sofreu apenas 11 gols. Méritos para as defesas do camisa 12 e o posicionamento eficaz do sistema defensivo do Timão.

Além de todo o treinamento feito no dia a dia e dos ensinamentos passados pelo treinador de goleiros Mauri Lima, Cássio tem todo mérito de estar vivenciando este momento histórico. Apenas o camisa 12 tinha oportunidade de mudar e voltar a ser o grande atleta que sempre foi desde o início no Corinthians, em 2012. E com muita seriedade e trabalho, o arqueiro conseguiu.

Além disso, entrou ainda mais na história do clube do Parque São Jorge. Cássio agora tem seis títulos conquistados pelo Corinthians: dois paulistas (2013 e 2017), um brasileiro (2015), uma Recopa Sul-Americana (2013), uma Libertadores (2012) e um Mundial de Clubes da FIFA (2012).
























#PrimeiraForça: Jô é artilheiro do Corinthians na campanha do 28º título paulista




Atacante fez seis gols no Paulistão Itaipava, sendo cinco em clássicos 


13h00 08/05/2017 - Agência Corinthians


Dos 22 gols alvinegros na campanha do título paulista de 2017, Jô marcou seis e terminou como o artilheiro do Corinthians no Paulistão Itaipava. O atacante ficou na frente de Rodriguinho, que fez quatro.

Jô ficou conhecido durante a trajetória rumo à 28ª taça estadual do Timão como o goleador dos clássicos. Dos seis gols dele, cinco foram em confrontos contra os principais rivais paulistas: nas vitórias do Corinthians por 1x0 no Derby e sobre s7os, na vitória corinthiana sobre 5P na semifinal, fora de casa e no empate contra mesmo adversário na fase de classificação.

O único gol de Jô que não foi marcado em clássico foi justamente na estreia do Corinthians no Paulistão Itaipava. De pênalti, o camisa 7 sacramentou a vitória sobre o São Bento por 1 a 0 em Sorocaba.

Além de Jô e Rodriguinho, mais oito jogadores do elenco balançaram as redes pelo Corinthians campeão paulista de 2017: Jadson (2), Maycon (2), Pablo (2), Romero (2), Kazim (1), Léo Jabá (1), Léo Santos (1) e Pedro Henrique (1).













#PrimeiraForça: Corinthians volta a ser campeão com melhor defesa do campeonato

Timão sofreu apenas 11 gols em 18 jogos do Paulistão Itaipava 2017 e terminou nove partidas sem ser vazado na campanha do 28º título estadual da história do clube

12h40 08/05/2017 - Agência Corinthians

Já faz muito tempo que o Corinthians forma grandes defesas, que levam o clube do Parque São Jorge às conquistas. Quando foi apresentado como técnico alvinegro, Fabio Carille prometeu começar o trabalho fortalecendo a retaguarda. Por isso, em 2017, não foi diferente. Com um sistema defensivo forte, que não se limita apenas a goleiro, laterais e zagueiros, o Corinthians foi campeão paulista com o menor número de gols sofridos do campeonato.

Com o empate contra a Ponte Preta por 1 a 1 na Arena Corinthians no confonto final do Paulistão Itaipava, o Timão terminou com apenas 11 gols sofridos em 18 jogos disputados, média abaixo de um por partida, a melhor defesa do campeonato. O Botafogo-rP também teve a mesma marca, mas em 14 duelos.

Das 18 partidas que disputou no Paulistão Itaipava, o Corinthians não teve a defesa vazada em nove e apenas em duas sofreu mais do que um gol.


Resultado do sucesso do trabalho de uma equipe que se une na missão de não levar gols. A retaguarda formada por Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo, Guilherme Arana e Gabriel na maior parte dos jogos é bastante responsável pelos números, mas todos fazem questão de exaltar a contribuição dos jogadores de frente, que também têm a missão de fazer pressão e marcar os defensores adversários.