29 de abr de 2017

CORINTHIANS 29/04/2017


Presidente, pênaltis e torcida de fé: o sábado do Corinthians antes da final

Com presença de Roberto de Andrade, titulares do Timão treinam cobranças para duelo com a Ponte Preta. Tudo sob supervisão de duas freiras...

Por Diego Ribeiro
29/04/2017 16h53

Bem agasalhado e na companhia de dois dos seus filhos, o presidente Roberto de Andrade acompanhou de perto o último treino do Corinthians antes da abertura da final do Campeonato Paulista, neste domingo, às 16h (de Brasília), quando o Corinthians joga contra a Ponte Preta, em Campinas.

Na manhã deste sábado, Roberto, o diretor de futebol Flávio Adauto, o gerente de futebol Alessandro Nunes e uma dúzia de torcedores acompanharam a atividade comandada por Fábio Carille. Bem perto do gramado, o presidente viu os titulares treinarem pênaltis.

O atacante Jô foi quem teve melhor aproveitamento, acertando todas as suas cobranças – uma delas no ângulo, sem chance para o goleiro Walter. Nomes como Jadson e Maycon também treinaram o fundamento. Em caso de igualdade após as duas finais, a decisão do título paulista será justamente nos pênaltis.



Roberto de Andrade acompanha tudo de perto: Corinthians está concentrado para final (Foto: Diego Ribeiro)

O clima foi tranquilo e de apoio. Roberto e Adauto cumprimentaram alguns jogadores – o diretor teve um papo com Pablo, que tinha acabado de sofrer uma pancada no treino Os sorrisos dos dois indicavam que o caso não era grave. O zagueiro joga no domingo.

Entre os torcedores, que costumam encher o CT Joaquim Grava aos sábados, destaque para duas freiras. Apoiadas em uma placa de publicidade, assistiam atentamente aos lances da atividade e só saíram dali quando o último jogador deixou o campo.

O Corinthians se prepara bem para a final, mas um pouco de fé nunca é demais...





Freiras se posicionam estrategicamente para dar apoio no treino deste sábado (Foto: Diego Ribeiro)


Veja as informações do primeiro jogo da final:

ponte x CORINTHIANS
Local: Moisés Lucarelli, em Campinas
Data e horário: domingo, às 16h (de Brasília)
Escalação provável da Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Fábio Ferreira, Yago e Reynaldo; Fernando Bob, Jádson e Elton; Lucca, Clayson e Pottker
Desfalque da Ponte Preta: Marllon (suspenso)
Pendurados da Ponte Preta: Emerson, Fernando Bob, Jádson, Jeferson, Matheus Jesus e Yago
Escalação provável do Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalque do Corinthians: Giovanni Augusto (lesão no tornozelo esquerdo)
Pendurados do Corinthians: Fagner, Guilherme Arana, Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Romero, Jô e Léo Jabá
Arbitragem: Raphael Claus apita, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Luiz Alberto Andrini Nogueira







Corinthians promove campanha de doação de sangue antes de final

Clube realiza nova edição da Sangue Corinthiano neste sábado e recebe 250 doadores em seu Memorial de Conquistas, no Parque São Jorge


Por GloboEsporte.com

29/04/2017 14h33

O Corinthians promoveu neste sábado a 21ª edição da campanha de doação de sangue no clube. A Sangue Corinthiano, desta vez, foi realizada no Memorial de Conquistas do Parque São Jorge, ao lado de taças e documentos históricos do Timão.
A campanha alvinegra se estende a outras cidades brasileiras e também a dependências dentro de sua sede. 250 vagas foram abertas para interessados em doar sangue no local.

– A campanha já havia inovado com a doação na Arena Corinthians, agora o torcedor terá a possibilidade de doar junto aos troféus e taças do seu clube de coração. Uma emoção diferente de se fazer o bem em terra sagrada – afirmou Donato Votta, diretor de cultura e responsabilidade social do Corinthians.

O ato antecede a final do Campeonato Paulista. O Corinthians enfrenta a Ponte Preta, neste domingo, às 16h (de Brasília), em Campinas, pelo jogo de ida da decisão.



Torcedores doam sangue no Memorial do Timão (Foto: Divulgação/Corinthians)










Corinthians divulga lista de relacionados para primeiro jogo da final do Paulistão 2017


Imagens do treino deste sábado(Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

LANCE! - 29/04/2017 - 13:16
O Corinthians divulgou neste sábado a lista dos 23 atletas relacionados para o primeiro jogo das finais do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta. Marquinhos Gabriel já está recuperado do desconforto muscular na coxa direita que o tirou da segunda partida das semifinais contra o São Paulo, no último domingo, e será opção do técnico Fabio Carille no banco de reservas. 

Dos 28 jogadores inscritos pelo Timão no Estadual, foram cortados por opção técnica o lateral Moisés - que entrou no segundo tempo do jogo no último domingo -, o goleiro Caique França e o zagueiro Léo 
Giovanni Augusto, em recuperação de uma cirurgia na cartilagem do tornozelo esquerdo, é o único desfalque por lesão. Completa a lista de inscritos o atacante Guilherme, emprestado ao Atl cu até o fim de 2018, e que não pode ser reposto na listagem.


A única preocupação do técnico Fabio Carille é o zagueiro Pablo, que sofreu uma pancada no pé esquerdo último treino antes do jogo e precisou deixar o gramado mais cedo. Contudo, o médico do Corinthians, Júlio Stancati, garantiu que foi apenas um susto e que ele estará à disposição para o jogo deste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O elenco do Timão já está concentrado e viajará para o interior de São Paulo ainda na noite deste sábado.

Confira a lista dos atletas relacionados para o jogo deste domingo:
Goleiros: Cássio e Walter
Laterais direito: Fagner e Léo Príncipe
Laterais esquerdos: Guilherme Arana 
Zagueiros: Balbuena, Pablo e Pedro Henrique
Volantes: Gabriel, Maycon, Camacho, Fellipe Bastos, Marciel e Paulo Roberto
Meias: Jadson, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel, Pedrinho 
Atacantes: Romero, Jô, Clayton, Kazim, Léo Jabá










Corinthians libera meio-campista Alan Mineiro e ele será emprestado pelo Timão ao Vila Nova (GO) até o final da atual temporada





Pablo dá susto, mas deve jogar primeiro jogo da decisão
Jogador sofreu um trauma no pé esquerdo durante treino e chegou a deixar o gramado sem a chuteira no pé esquerdo, mas não deve ser problema para jogar em Campinas

Atleta travou o pé no gramado em uma divida e reclamou de dores (Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)
29/04/2017

O Corinthians parecia se preparar calmamente para a primeira decisão do Campeonato Paulista, marcada para este domingo (30 de abril), às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, mas um lance envolvendo o zagueiro Pablo deu um susto nos companheiros. O jogador sofreu um trauma no pé esquerdo e chegou a deixar o gramado sem a chuteira no pé esquerdo, mas não deve ser problema para jogar em Campinas.

O lance se deu ainda na segunda parte da atividade, antes do treino posicionado e de bolas paradas, tradicional nas vésperas de jogos. De acordo com o médico do clube, Julio Stancati, o atleta travou o pé no gramado em uma divida e reclamou de dores. Naquele momento, Pablo chegou a ser atendido pelo departamento médico e ficou alguns minutos no chão antes de retornar para a atividade.



Depois disso, os titulares foram deslocados para o campo ao lado para executar os trabalhos típicos pré-jogo, principalmente bolas paradas defensivas e ofensivas. Pablo participou durante cerca de meia hora dessa parte, mas, no momento em que o preparador Mauri Lima trocava de lado para seguir com as cobranças de falta, a comissão técnica ordenou que o zagueiro Pedro Henrique fosse completar a movimentação.

Com isso, Pablo tirou a chuteira e a meia do seu pé e saiu caminhando para as dependências internas do CT Joaquim Grava, atendendo inclusive os pedidos por fotos de alguns torcedores que foram ao local para acompanhar o último treino antes do duelo frente à Ponte Preta. Já concentrado para a partida, ele realizaria um tratamento no local apenas para assegurar que não há qualquer problema.

Caso o defensor não tenha condições de entrar em campo, algo que dificilmente vai acontecer, seu substituto imediato seria justamente o garoto Pedro Henrique. A princípio, porém, o técnico Fábio Carille levará ao gramado do Moisés Lucarelli a formação já conhecida do torcedor corintiano, com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.











Zagueiro Pablo dá susto, deixa treino mais cedo, mas não preocupa Corinthians para final

Zagueiro leva pancada no pé esquerdo durante treino de sábado, é atendido em campo e faz tratamento. Médico diz que situação é estável e ele vai para o jogo

Por Diego Ribeiro

29/04/2017 12h32


Titular do Corinthians na final do Campeonato Paulista contra a Ponte Preta, domingo, às 16h (horário de Brasília), em Campinas, o zagueiro Pablo deixou o treino deste sábado mais cedo por causa de uma pancada no pé esquerdo. Depois do susto, o departamento médico do clube avisou que não há nada grave com o jogador. Ele deve participar da decisão. 


O lance que ocasionou a pancada foi durante um treino técnico em campo reduzido, com titulares e reservas. Pablo sofreu um choque, caiu e teve de ser atendido pelo médico Julio Stancati. Pouco depois, ele se levantou e participou de um trabalho de bolas paradas. 

No meio desse trabalho, Pablo tirou a chuteira do pé esquerdo e deixou o gramado. Pedro Henrique entrou em seu lugar na formação titular. Depois de uma conversa com o zagueiro, Stancati afirmou que a situação não preocupa para o jogo de domingo. Pablo fez tratamento na parte interna do CT Joaquim Grava. 



Pablo sente dores após pancada em treino técnico; zagueiro joga domingo (Foto: Diego Ribeiro) 

A formação é a mesma confirmada pelo técnico Fábio Carille na sexta-feira: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. 

O elenco se concentra no CT até a noite de sábado. Por volta das 20h, a delegação viaja a Campinas e dorme na cidade que vai receber o primeiro jogo da decisão estadual. 

Escalação provável do Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalque do Corinthians: Giovanni Augusto (lesão no tornozelo esquerdo)
Pendurados do Corinthians: Fagner, Guilherme Arana, Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Romero, Jô e Léo Jabá











Corinthians ao vivo domingo 16h na globo paulista, paranaense e no sportv

Duelo Ponte x Corinthians pela final do Paulista promete muita emoção no SporTV 1 (Foto: Mauro Horita)



PAULISTÃO: PONTE X CORINTHIANS


Se tem final do Gauchão e do Carioca, o Paulistão não podia ficar da fora das transmissões do Canal Campeão. Também às 16h, no SporTV, Ponte Preta e Corinthians começam, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, a fazer aquela que tem tudo para ser uma das decisões mais disputadas deste país. A partida será narrada por Milton Leite, com os comentários de Maurício Noriega. Não dá pra perder essa!





11:57
Fim das atividades no CT Joaquim Grava! Timão viaja hoje à noite para Campinas. Primeira final contra Ponte será domingo, às 16h #trCOR

11:56
Médico diz que Pablo não preocupa. "Acabou chutando o pé no companheiro no lance, mas vamos tratar agora", disse Júlio Stancati #trCOR

11:53
Jô mandou uma bola certeira no ângulo, sem dar chance para o goleiro Walter #trCOR

11:53
Agora é a vez dos titulares cobrarem pênaltis. Corinthians vai com tudo para a final! #trCOR

11:47
Fim do treino dos reservas. Atletas deixam o campo enquanto Bruno Paulo, Léo Príncipe, Felipe Bastos, Kazim e Clayton cobram pênaltis #trCOR

11:43
Titulares treinam jogadas de bola parada. Carille ajusta o posicionamento enquanto o preparador cobra faltas na área #trCOR

11:38
Clayton faz golaço no treino dos reservas. No outro campo, Carille faz interrupções para orientar os atletas #trCOR

11:20
Após levar pancada, Pablo deixa o campo mais cedo, sem a chuteira esquerda. Pedro Henrique assume seu lugar no treino dos titulares #trCOR

11:18
Sem surpresas no time titular. Timão terá Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô #trCOR


11:16
Hoje não haverá coletiva. Após o treino, o time irá para a concentração. A viagem para Campinas está prevista para as 20h #trCOR

11:13
Carille dá muitas instruções para acertar o posicionamento do time. Imprensa não pode fazer imagens do campo onde estão os titulares #trCOR


11:08
Titulares se juntam aos goleiros para treinar posicionamento, enquanto os reservas seguem para o campo em que está o grupo de Danilo #trCOR

11:04
Treino que antecede a final é acompanhado por um bom número de torcedores. Entre eles, duas freiras assistem ao preparo do Timão #trCOR

11:03
Em outro campo, Danilo, Mendoza, Léo Artur, Bruno Paulo, Warian, Rodrigo Figueiredo, Moisés e Léo fazem um trabalho técnico #trCOR


11:01
Parece que foi só um susto! Zagueiro calça a chuteira e volta para a atividade #trCOR


10:59
Pablo sofre pancada, sai mancando e é atendido pela comissão técnica #trCOR


10:58
Titulares e reservas realizam trabalho tático em campo reduzido #trCOR


10:56
Carille terá todo o elenco à disposição. Jadson, que tratou uma tendinite no joelho esquerdo durante a semana, treina normalmente #trCOR

10:49
Jogadores do Timão correm por um circuito de obstáculos montado pela comissão técnica. Brincadeiras e piadas continuam #trCOR



10:45
Preparador Walmir Cruz orienta os jogadores e inicia um trabalho físico #trCOR


11:01
Parece que foi só um susto! Zagueiro calça a chuteira e volta para a atividade #trCOR


10:59 Pablo sofre pancada, sai mancando e é atendido pela comissão técnica #trCOR

10:58  Titulares e reservas realizam trabalho tático em campo reduzido #trCOR



10:56 Carille terá todo o elenco à disposição. Jadson, que tratou uma tendinite no joelho esquerdo durante a semana, treina normalmente #trCOR


10:49  Jogadores do Timão correm por um circuito de obstáculos montado pela comissão técnica. Brincadeiras e piadas continuam #trCOR



10:45 Preparador Walmir Cruz orienta os jogadores e inicia um trabalho físico #trCOR


10:43 Goleiros fazem trabalho específico em campo separado #trCOR


10:38 Timão faz roda de bobinho. Quem erra, é "cornetado" pelo restante do elenco #trCOR




10:33 Jogadores já estão no aquecimento. Clima de descontração prevalece #trCOR




10:33

Para quem não conseguiu ingresso, uma esperança: o Timão colocará à venda hoje, às 12h, as entradas cujo pagamento não foi confirmado #trCOR

10:28 

O clube disponibilizou cerca de 45 mil ingressos. O recorde de público foi na vitória por 6 a 1 sobre o São Paulo, em 2015: 44.976 #trCOR


10:25 

Expectativa de recorde de público para a decisão; a Fiel esgotou os ingressos colocados à venda em apenas 45 minutos #trCOR


10:20


O primeiro jogo será domingo, às 16h, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). A grande decisão será na Arena, dia 7 de maio #trCOR


10:15 Ainda não há sinal dos jogadores por aqui. O campo está sendo irrigado antes do início das atividades






10:13


Bom dia! O LANCE! já está no CT Joaquim Grava para acompanhar o último treino do Timão antes do primeiro jogo da final do Paulistão 













Como Romero se firmou no Timão

Números mostram que atacante é quem mais corre nos jogos do Corinthians, e com velocidades que superam os 25km/h


Por Diego Ribeiro,

Sobe ao ataque, vai até a linha de fundo, entra na área, volta para marcar, acompanha o adversário até o campo de defesa. Respira um pouco. E faz tudo de novo.


A rotina de Romero nos jogos do Corinthians é desgastante, mas tem seu valor. Titular às vésperas da final do Campeonato Paulista, neste domingo, às 16h (de Brasília), contra a Ponte Preta, o atacante tem papel fundamental no time de Fábio Carille.


O monitoramento que o Corinthians faz em seus atletas ajuda a entender a importância de Romero. É ele quem mais tem corrido em campo pelo Timão. A média chega aos 10 quilômetros por partida, e tudo depende da intensidade do jogo e do tempo que ele atua.












Romero tem características que nenhum outro nome do elenco corintiano possui (Foto: Marcos Ribolli)

Os dados abaixo, por exemplo, são do primeiro jogo da semifinal do Paulistão, contra o São Paulo, e levantados pela InStat, empresa que trabalha com esse tipo de análise. O Timão se defendeu bem, aproveitou os contra-ataques e venceu o rival por 2 a 0, no Morumbi. Romero correu 10,3 quilômetros, maior marca do time, e gastou 1.179 calorias.


Em pelo menos 15 piques que ele deu, conseguiu superar a velocidade de 25km/h – esses momentos são chamados de sprints. Mais: desses 10 quilômetros, em 10% do tempo ele conseguiu estabelecer velocidade superior a 20km/h, os chamados arranques. Estatísticas que chamam a atenção, mas não surpreendem a comissão técnica.

– O Romero tem uma característica de atleta de resistência aeróbia muito alta, e resistência de velocidade também muito alta. Ele consegue ter uma velocidade média alta, grande, durante o jogo todo. Por isso consegue cumprir essa função, que exige muito dele – afirmou Antônio Carlos Fedato Filho, fisiologista do clube.

O mapa de calor mostra que ele está presente em toda a faixa esquerda do campo, da defesa ao ataque. O exemplo é da semifinal do Paulistão, mas se aplica a praticamente todos os jogos de Romero na temporada – apesar de ter apenas dois gols marcados, é essencial ao time.

Com uma função única no elenco, a comparação com Jorge Henrique, que atuou pelo Timão de 2009 a 2013, sempre se faz presente. Campeão de quase tudo que disputou com o Corinthians, Jorge também tinha função tática essencial aos esquemas de Mano Menezes e Tite. Carille, coincidência ou não, era auxiliar de ambos.

– É um jogador muito importante para a equipe. Ele está sempre na área para finalizar e ajuda bastante na parte defensiva também, o que nos permite dar mais liberdade para o Rodriguinho na recomposição do time. Existe uma semelhança com o que o Jorge Henrique fazia – disse Carille.
O ônus da dedicação de Romero em campo é o desgaste. Apesar de passar por processo de recuperação semelhante ao de outros atletas, ele tem uma programação individualizada para melhorar sua resistência – que já é das melhores do elenco.


– O jogo para ele é muito intenso, então, normalmente, o desgaste dele é bem alto. No caso do Romero, por ser um atacante e ter essa função de chegar e marcar com velocidade, o trabalho dele é feito em cima de força, resistência anaeróbia e potência aeróbia. Trabalhamos essas variáveis para que ele consiga suprir o que o treinador exige – destacou Fedato.


Artilheiro da Arena Corinthians, com 17 gols, e no clube desde 2014, Romero vive uma de suas fases mais sólidas dentro do Timão. Nos dois jogos contra a Ponte, um possível título serve para consolidar a carreira de um atacante por vezes contestado, mas sempre útil à equipe. 











De pai para filho: Gabriel volta a Campinas, revê Ponte e orgulha família corintiana

Nascido na cidade da final do Paulistão, neste domingo, volante realiza sonho do pai, que tem boas histórias com o Timão. Novo Basílio? A família espera até gol na decisão

Por Diego Ribeiro e Lucas Strabko,
29/04/2017 07h18


Dizer que Gabriel estará em casa neste domingo, contra a Ponte Preta, às 16h (horário de Brasília), no Moisés Lucarelli, não é exagero. Apesar de nunca ter jogado pela Macaca, o volante do Corinthians, natural de Campinas, tem história na cidade e no estádio.

Há quatro meses no Timão, Gabriel se identificou rapidamente com a torcida e se tornou titular incontestável sob comando de Fábio Carille. O motivo está em casa: quase toda a família é corintiana. Incluindo o pai, Edemilson Franco, principal responsável por fazer o volante conhecer o futebol.

Formado no Paulínia, clube próximo a Campinas, Gabriel chegou a passar pela Ponte Preta para jogar futsal e futebol de campo quando tinha 11, 12 anos. Ainda muito garoto. Nessa época, começou a frequentar as arquibancadas do Moisés Lucarelli. Mas no setor de visitante, atrás de um dos gols, acompanhando jogos do Timão.




Gabriel é uma das principais peças do Corinthians de Fábio Carille (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)


– Sempre fomos corintianos, desde pequenos. Não tínhamos nenhuma preferência por time daqui. A mãe dele também gosta do Guarani. Ele até jogou na Ponte Preta, dos nove aos dez anos, no futebol de campo e no futebol de salão. Não éramos sócios, fizemos uma carteirinha só para ele jogar. Frequentávamos só em dias de jogo – explicou Edemilson.

Desde cedo, Gabriel foi incentivado a assistir aos jogos. O primeiro teve até título – o Brasileiro de 1999, contra o Atlético-MG, quando ele tinha apenas sete anos. A experiência maior na arquibancada, porém, é mesmo em Campinas.

– A maioria dos jogos que vi na arquibancada foi em Campinas, contra o Guarani, no Brinco de Ouro, ou no Moisés. Fiquei muito ali atrás do gol, onde a torcida adversária fica. Conheço os atalhos, os caminhos que a torcida faz. Já vivi isso. Vim a alguns jogos do Corinthians na capital também, como a final de 1999. São jogos que entram na memória – contou o volante.

Gabriel, claro, não era nascido em 1977, quando o Timão venceu a Ponte, conquistou o Paulistão e encerrou um período de quase 23 anos sem títulos importantes. Edemilson tinha 11 anos de idade, já entendia de futebol e passou a colecionar histórias. Contadas e reproduzidas pelo próprio filho.

– Ouvi muitas coisas sobre aquela final. Se não me engano, foi 13/10/77. E a senha de um dos cartões do meu pai era essa data do título. São coisas de família, histórias para contar. Um fato interessante – disse Gabriel.

O pai coruja não só confirmou a história, mas também reforçou sua paixão pelo Corinthians depois do gol de Basílio, do Corinthians campeão paulista 77


– Eu lembro praticamente de tudo, dos três jogos da final. Eu morava em Campinas, na casa da minha mãe, e vi o jogo lá. Foi um gol muito chorado. Lembro do gol como se fosse hoje. Aliviou a gente, tirou aquela gozação da escola. Depois da final, corremos para rua, perturbando os vizinhos pontepretanos. Foi meu primeiro título como corintiano. Teve muita zoação na escola. Não esqueci nunca. Sempre tenho lembranças, agora mais ainda – destacou Edemilson.

A expectativa pela nova final com a Ponte é enorme na família. Gabriel deve receber apoio de boa parte da família neste domingo e vai poder curtir a folga de segunda-feira em Campinas, com a comida da avó e o carinho dos pais. Se fizer um gol, então... Seria o novo Basílio?


– Chega até a arrepiar! Sempre comentamos, quem sabe esse gol não está guardado? – desejou Gabriel.

– Pelo amor de Deus, seria muita emoção. Se ele faz um gol na final, o pai infarta. Nem sei a reação. Os exames mostram que está tudo certo. Vai ser muito legal se acontecer. O mais importante seria o título agora, até pela construção do time. Ganhar esse campeonato vai dar moral para entrar no Brasileiro com todo mundo – completou Edemilson, esperançoso.


Escalação provável do Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalque do Corinthians: Giovanni Augusto (lesão no tornozelo esquerdo)
Pendurados do Corinthians: Fagner, Guilherme Arana, Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Romero, Jô e Léo Jabá












Preparador físico percebe “melhora enorme” em Jadson e Rodriguinho
A comissão técnica do Corinthians aproveitou bem a semana para treinamentos que o Corinthians teve para a decisão estadual contra a Ponte Preta, no domingo, no Moisés Lucarelli. Os meias Jadson e Rodriguinho, dois dos jogadores que mais se queixavam de problemas físicos, já não causam mais preocupação.

“O Jadson passou a terça-feira e a quarta-feira praticamente só fazendo tratamento, exercícios de fortalecimento. Ele tinha uma tendinite e sentiu uma melhora enorme. A mesma coisa aconteceu com o Rodriguinho (queixa-se de dores no joelho esquerdo desde a pré-temporada). É importante que todos estejam 100%. Hoje, o grupo está inteiro”, comemorou o preparador físico Walmir Cruz.

Para amenizar o risco de lesões nesta fase do ano, o técnico Fábio Carille havia rodado bastante o seu elenco na reta final da etapa de grupos do Campeonato Paulista.

“Esta foi a primeira semana livre que tivemos desde o final de janeiro. Passamos dois meses e meio com jogos de quarta-feira e domingo. Isso acarretou um acúmulo. Agora, foi importante dividir o grupo e recuperar alguns atletas”, valorizou Walmir Cruz.

Ainda que fisicamente o Corinthians se sinta seguro, há grande possibilidade de o time ficar desfalcado no jogo de volta contra a Ponte Preta, no domingo seguinte, na Arena Corinthians Nove jogadores estão pendurados com dois cartões amarelos – os laterais Fagner e Guilherme Arana, os volantes Gabriel e Maycon, os meias Jadson e Rodriguinho e os atacantes Romero, Jô e Léo Jabá.

“Pedimos a eles o mesmo de todos os jogos, que não entrem em discussão, que não tomem um cartão bobo, dando um bico na bola depois de fazer uma falta, por exemplo. É o de sempre. Sabemos que uma decisão é um jogo mais pegado, mas podemos ter esses cuidados”, disse Fábio Carille.