27 de abr de 2017

CORINTHIANS 27/04/2017


N Corinthians, Guilherme Arana brinca com vítima Maycon e espera dar "caneta no domingão"


Tomás Rosolino

27 ABR2017
19h00

O lateral esquerdo Guilherme Arana é o jogador que mais deu passes para gol no Corinthians na atual temporada e encanta a comissão técnica pela maturidade demonstrada, mas um lance específico é o que mais tem marcado suas atuações pelo Corinthians em 2017: a caneta. Também conhecido como "rolinho", o drible consiste em passar a bola por entre as pernas dos adversários, algo que ele tem feito frequentemente no Timão.

"A gente brinca no vestiário, mas é ali do momento. Observo muito o atacante quando vem me marcar. O Maycon toca para mim e já observo como o jogador vem, e aí é no improviso", explicou o jogador. Além, segundo ele, de diversos companheiros do clube desde as categorias de base.

"O Maycon já tomou umas canetas minhas na base (risos)", contou o defensor, apontando para o meio-campista sentado ao seu lado na sala de coletivas do CT Joaquim Grava, sem ser rebatido pelo companheiro de anos e anos nas divisões inferiores do Timão. "É um lance bonito, que todo mundo gosta de ver. Espero dar uma caneta no domingão e ajudar o time a sair com a vitória, que é o que mais importa", prometeu Arana.

Dono da posição desde que voltou da Seleção Brasileira sub-20, pela qual disputou o Sul-Americano da categoria entre janeiro e fevereiro, Arana explicou que não se surpreendeu com a condição que lhe foi proposta pela comissão técnica, principalmente pelo tempo em que foi reserva de Uendel, hoje no Internacional.

"Com a saída do Uendel, eu estava na Seleção. Voltei, e o Fábio Carille falou que eu seria titular. Não digo que foi tudo rápido porque estou aqui desde 2014. Estou colhendo os frutos, venho sempre trabalhando, e vou trabalhar mais forte para acertar os erros. Não sou perfeito, tenho muito o que melhorar. Ao longo do ano vou aperfeiçoar e me tornar um lateral ainda melhor", prometeu o jovem de 20 anos, um dos nomes mais gritados por três crianças que acompanharam o treino nesta quinta.

"Antigamente, quando tinha tempo, eu também ficava ali na grade gritando os nomes dos jogadores. E hoje meu nome é gritado. Fico feliz, é um sonho realizado. Em uns anos passados eu estava gritando os nomes, hoje posso jogar ao lado deles. O sonho dessas crianças é estar onde estamos hoje. Espero que tenham um grande futuro", vislumbrou.


Titular garantido na decisão, Arana disse que disputar uma final de campeonato traz uma preparação diferente para os jogadores, principalmente por se tratar de uma semana inteira pensando apenas na Ponte Preta. De olho em um grande desempenho, ele confia em uma concentração alta dos companheiros no Moisés Lucarelli.

"Sabendo que vamos jogar, a gente se concentra ainda mais, pensa no que vai fazer no jogo. Isso é muito importante. Quando você sabe que vai sair jogando, já estuda o adversário. Sabemos o que ele faz, as dificuldades. Quando vamos jogar, fica tudo mais fácil", concluiu









Corinthians terá retorno de peça fundamental do seu elenco para final do Paulistão
Afastado por conta de lesão no joelho direito, Jadson trabalhou normalmente nesta quinta-feira e volta a ser opção para Fabio Carille contra a Ponte Preta no próximo domingoO time titular, que trabalhou em campo reduzido, teve Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô (Foto: Divulgação/ SC Corinthians)
27/04/2017 20



O Corinthians deve escalar a já tradicional base titular montada por Fábio Carille na primeira partida da decisão do Paulistão, que será disputada em Campinas, no próximo domingo (30 de abril), às 16h, no Moisés Lucarelli. O meia Jadson, dúvida após realizar apenas fortalecimento muscular nos dois primeiros treinos da semana, trabalhou normalmente no gramado desta quinta-feira (27) e não será problema para o embate.

O jogador entrou na vaga ocupada por Pedrinho na quarta-feira e mostrou movimentação sem qualquer limitação, apesar de manter as duas bandagens nos joelhos, objetos que o acompanham há cerca de duas semanas para minimizar o incômodo no local. O time titular, que trabalhou em campo reduzido, teve Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.

A atividade consistiu em um trabalho contra o time reserva, montado com Walter; Léo Príncipe, Léo Santos, Pedro Henrique e Moisés (Marciel); Paulo Roberto, Camacho e Fellipe Bastos; Léo Jabá (Marquinhos Gabriel), Clayton e Kazim. Pedrinho, por sua vez, atuou como “coringa” durante a primeira parte, sempre para o time que detinha a posse de bola. Após cerca de 20 minutos, ele, Moisés e Jabá foram ao trabalho técnico dos outros reservas, com Marciel e Marquinhos compondo o time dos suplentes.

O treinamento terminou com vitória por 2 a 1 dos titulares, que anotaram seus gols com Jô, deslocando Walter cara a cara, e Romero, em forte chute cruzado, da entrada da área. Já na parte final, Marciel aproveitou um passe ruim de Gabriel, roubou a bola de Fagner no campo de ataque e tocou na saída de Cássio para diminuir e dar números finais à atividade, encerrada pouco depois pelo técnico Fábio Carille.

Após o apito final, alguns reservas foram para outro campo do CT Joaquim Grava e treinaram pênaltis por mais 15 minutos, em meio a muitas reclamações sobre o frio que dominou a cidade nesta quinta. De olho na decisão, os corintianos voltam a treinar na tarde desta sexta-feita (28), no penúltimo apronto antes da final em Campinas.










Corinthiano volante Maycon lembra finais como torcedor e admite ansiedade para decisão


27 ABR2017
19h15



O volante Maycon tem vários títulos no Corinthians pelas categorias de base e neste domingo inicia sua  briga já para conquistar seu primeiro título como jogador profissional, pois só tem 22 anos e conquistou a titularidade recentemente. Torcedor do clube desde criança, o meio-campista relembrou alguns jogos em que ele era apenas um torcedor e admitiu que está ansioso para entrar em campo pelo Timãocontra a Ponte Preta, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Moisés Lucarelli.

"Sempre sonhamos em finais, jogos grandes, jogos de importância. Mesmo assistindo pela TV, queríamos estar ali. Na final da Libertadores, assistimos juntos em Londrina, onde estávamos jogando um campeonato. A gente sempre se via em um jogo desses. O Paulista desse ano vai ser importante para consolidar uma grande campanha que estamos fazendo. Começou desconfiado, mas ganhou força", comentou o atleta, ao lado de Guilherme Arana, companheiro na torcida e agora no campo.

"O Arana já ganhou um título brasileiro, estava no grupo de 2015. Mas, para mim, é difícil controlar a ansiedade. Quando entrar em campo, tem de deixar tudo de lado. Quando a bola rolar, vai amenizar um pouquinho", explicou Maycon, que ganhou a titularidade da equipe no Derby do começo do torneio e não saiu mais do time, em uma das apostas do técnico Fábio Carille para chegar ao time titular atual.

"Desde o Sul-Americano, quando estávamos conversando eu, Arana, Léo  e Jabá, sabíamos que poderia estourar uma oportunidade de título. Serviria para consagrar uma base muito boa que a gente teve, de títulos e vitórias importantes. Somos titulares, a base é muito bem aproveitada, jogadores entrando com frequência. É uma alegria muito grande saber que estamos tão próximos do sonho", avaliou.

Emprestado no ano passado justamente para a Ponte Preta, Maycon não pretende fazer qualquer contato com o adversário enquanto os times tiverem as finais para disputar. "Totalmente focado" na conquista de um título, ele quer deixar uma possível brincadeira apenas para depois da conquista.














Corinthians treina com todos titulares e está escalado




Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


Imagens do treino desta quinta-feira no CTDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians1/13Gabriel Carneiro - 27/04/2017 - 18:48

O Corinthians voltou a treinar hoje a tarde com retorno do meia Jadson, sem restrições físicas, nesta quinta-feira, a três dias da partida contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Com proteções nos dois joelhos e monitoramento do fisioterapeuta Caio Mello, o principal meio-campista do Timão participou de um trabalho físico e logo depois do coletivo em que o técnico Fabio Carille ensaiou a escalação do duelo de domingo.

Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô foi a formação definida por Carille no treino desta quinta-feira. O time titular venceu por 2 a 1 os reservas, que atuaram da seguinte maneira: Walter; Léo Príncipe, Léo, Pedro Henrique e Moisés (Marciel); Paulo Roberto, Camacho e Fellipe Bastos; Léo Jabá (Marquinhos Gabriel), Clayton e Kazim.

O time reserva atuou com uma formação diferente dos titulares porque a missão era reproduzir o esquema e as características dos jogadores da Ponte Preta, que costumam atuar com três volantes e três atacantes enfiados. No fim, os titulares venceram por 2 a 1, com gols de Jô e Romero - Marciel, que entrou no intervalo da atividade, descontou para os titulares. Durante o treino, Carille cobrou reações rápidas e velocidade nas transições ofensivas.


O meia Pedrinho, que havia treinado na vaga de Jadson durante o período de ausência do titular, foi curinga, servindo aos dois times no primeiro tempo do treino, e depois saiu da equipe. No campo anexo, ele treinou ao lado dos seguintes jogadores: Marciel (depois Moisés), Marquinhos Gabriel (depois Léo Jabá), Mendoza, Bruno Paulo, Franklin, Carlinhos, Warian, Léo Artur, Rodrigo Figueiredo e... Danilo, cada vez mais próximo do retorno aos gramados.



Arana e Maycon buscam título para coroar década de amizade no Corinthians

Parceiros desde o início no Timão, lateral e volante são titulares e representam nova geração da base alvinegra em final contra a ponte. "Estamos próximos do sonho", diz Maycon


Por Carlos Augusto Ferrari e Diego Ribeiro

27/04/2017 18h44

Titulares do Corinthians na decisão do Campeonato Paulista contra a Ponte, o lateral-esquerdo Guilherme Arana e o volante Maycon são os maiores representantes de uma geração formada nas categorias de base e que ganha chances na equipe profissional. Um possível título estadual serve para coroar a parceria da garotada. 



Arana e Maycon são amigos há cerca de dez anos. Passaram por toda a base do Timão e foram, juntos, integrantes do Corinthians eneacampeão da Copinha jrs em 2015. Depois de trilharem caminhos diferentes, estão confiantes em um final feliz no Paulistão. 


– Temos uns nove ou dez anos de amizade, eu e o Maycon. Ele chegou um pouco depois aqui no Corinthians, mas é um grande parceiro, já passamos por muitas dificuldades. Hoje estamos em uma final do Paulista, que sempre quis disputar. E é um privilégio estar perto de alguém com uma amizade tão grande assim – comemorou Arana. 





Maycon e Guilherme Arana são grandes amigos desde a base do Corinthians (Foto: Diego Ribeiro) 



A dupla voltou a se reunir na seleção brasileira sub-20, no início do ano, mesmo período em que Maycon retornou de empréstimo. Depois da campanha no Sul-Americano da categoria, os dois voltaram com moral e viraram titulares sob comando de Fábio Carille. 


– Desde o Sul-Americano, quando estávamos conversando eu, ele, Léo  e  Léo Jabá, sabíamos que poderia estourar uma oportunidade de título. Serviria para consagrar uma base muito boa que a gente teve, de títulos e vitórias importantes. Somos titulares, a base é muito bem aproveitada, jogadores entrando com frequência. É uma alegria muito grande saber que estamos tão próximos do sonho – afirmou Maycon. 



Além dos amigos, o Corinthians tem outros dois titulares formados na base, mas em outra época: o lateral-direito Fagner e o atacante Jô. Entre os reservas, os mais utilizados são o lateral Léo Príncipe, os zagueiros Pedro Henrique e Léo, o meia Pedrinho e o atacante Léo Jabá. Todos tiveram participações importantes na campanha do Paulistão.










Amigos desde categorias de base corinthiana, Guilherme Arana e Maycon celebram chance de estarem juntos em final

Com nove anos de amizade, lateral e volante falaram que se imaginaram em jogos importantes e falaram sobre a preparação para a decisão do Paulistão contra a Ponte Preta


18h55 27/04/2017 - Agência Corinthians





© Divulgação

Parceiros e amigos desde as categorias de base do Corinthians, Guilherme Arana e Maycon terão a oportunidade de disputarem juntos uma final de campeonato, muito provavelmente ambos como titulares. Com a chance de estarem na decisão do Paulistão Itaipava 2017 contra a Ponte Preta, os dois jogadores foram sabatinados pela imprensa em entrevista coletiva no CT Dr. Joaquim Grava, após o treino deste quinta-feira (27). Falaram sobre os sonhos do passado que estão sendo realizados no presente.

“Temos uns nove anos de amizade, eu e o Maycon. Ele chegou um pouco depois aqui no Corinthians, mas é um grande parceiro, já passamos por muitas dificuldades. Hoje estamos em uma final do Paulista, que sempre gostaria de disputar. E é um privilégio estar perto de alguém com uma amizade tão grande assim”, afirmou Arana.

“Sempre sonhamos em finais, jogos grandes, jogos de importância. Mesmo assistindo pela TV, queríamos estar ali. Na final da Libertadores, assistimos juntos em Londrina, onde estávamos jogando um campeonato. A gente sempre se via em um jogo desses”, disse Maycon.

Mas não há deslumbramento quanto ao momento que vivem. Ambos sabem que a hora é de muita concentração. A final começa neste domingo (30), com o jogo de ida no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, às 16h.

“Agora temos tempo para trabalhar e treinar. Tínhamos uma dificuldade no passe, vamos aperfeiçoar. Vamos estudar a Ponte, vai ser um jogo muito difícil. Temos de ajustar algumas coisas durante a semana”, comentou o lateral esquerdo do Corinthians.

“Temos de saber sofrer em alguns momentos do jogo. Importante é que, quando estamos sofrendo, fazemos gols e resultados. Sofrendo bastante, mas sofrendo bem. Sem a bola, somos muito aplicados. E depois tentar criar e fazer os gols”, concluiu o volante alvinegro.













Corinthians treina com todos titulares e está escalado

Jadson volta, e Carille escala os titulares do Corinthians no treino desta quinta

Meio-campista ficou fora da atividade de quarta, mas retornou ao gramado e tem presença certa na primeira final do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta, no domingo





Por Carlos Augusto Ferrari e Diego Ribeiro, São Paulo


27/04/2017 18h00


O técnico Fábio Carille não fará mudanças no Corinthians para a primeira final do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta, domingo, às 16h, em Campinas. O meia Jadson retornou aos treinos no gramado, nesta quinta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava, e está garantido na partida. 


O armador ficou fora da atividade no campo na quarta para realizar um trabalho com o departamento físico. Ele treinou sem nenhuma restrição atuando aberto pelo lado direito no esquema 4-2-3-1. 


A escalação foi a seguinte: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. 


Os reservas formaram com: Walter, Léo Príncipe, Pedro Henrique, Léo e Moisés; Paulo Roberto, Camacho e Fellipe Bastos; Léo Jabá, Kazim e Clayton. 




Jadson no treino desta quinta-feira (Foto: Diego Ribeiro) 



Carille comandou um trabalho técnico em campo reduzido por praticamente uma hora. Ele deu ênfase à marcação ofensiva, estimulando a roubada de bola da defesa adversária e a troca rápida de passes. Já na parte final, o meia Rodriguinho sentiu dores após uma dividida com Pedro Henrique, mas seguiu normalmente em campo. 




O Corinthians ainda treinará mais duas vezes antes da decisão em Campinas. No sábado pela manhã, Carille fará o trabalho de posicionamento tático somente com os titulares em campo e decidirá a lista de relacionados para a viagem ao interior de São Paulo.











Corinthians estreará segunda camisa no domingo, contra a Ponte; veja o modelo

Após levar a campo pela primeira vez o novo uniforme principal na coassificação a final sobre 5P, Timão usará a camisa listrada contra a Macaca, em Campinas, em mais uma homenagem a 77


Por GloboEsporte.com,
27/04/2017 14h23

O Corinthians estreará sua nova segunda camisa neste domingo, às 16h, no Moisés Lucarelli, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, diante da Ponte Preta.


Planejado para homenagear o título paulista de 1977, o modelo será utilizado pela primeira vez justamente diante da Macaca, que foi adversária que o Timão superou na decisão de 40 anos atrás.



Corinthians fará a estreia da nova camisa neste domingo (Foto: Divulgação)

No último domingo, 23 de abril, dia de São Jorge, o clube levou a campo pela primeira vez o seu novo uniforme principal, que faz referência ao santo padroeiro do clube. Vestidos com ele, os jogadores do Timão se classificaram a final do Paulistão no 1x1 contra 5P, na volta da semifinal.

Ainda nesta temporada, o Corinthians deve lançar um terceiro uniforme, provavelmente em setembro, no mês do seu aniversário.




Em 45 minutos, Fiel Torcedor esgota reservas de ingressos para final do Paulistão na Arena Corinthians

Ainda há chance de ingressos voltarem ao sistema caso não haja confirmação de pagamento de quem reservou


16h14 27/04/2017 - Agência Corinthians


A Fiel deu mais uma prova de grandeza na tarde desta quinta-feira (27). Em apenas 45 minutos de venda, os associados do programa Fiel Torcedor esgotaram todas as reservas de ingressos disponíveis para o segundo jogo de final do Paulistão Itaipava 2017 contra a Ponte Preta, no dia 07 de maio (domingo), às 16h, na Arena Corinthians.

Se houver reservas sem confirmação de pagamento, esses mesmo ingressos voltarão a ficar disponíveis no sistema do Fiel Torcedor no sábado (29), às 12h.

Ainda restam poucos lugares para o segundo confronto da final do Paulistão Itaipava 2017 em setores corporativos, como camarotes e Business Lounge, a partir de R$ 480 por assento. Interessados poderão entrar em contato com a equipe comercial da Arena Corinthians no e-mail comercial@arenacorinthians.com.br.

















Corinthians estreará nova camisa 2 neste domingo

Os novos mantos já estão à venda no www.shoptimao.com.br e no www.nike.com/Corinthians


15h00 27/04/2017 - Agência Corinthians





Neste domingo (30), no estádio Moisés Lucarelli, o Corinthians enfrenta a Ponte Preta pela primeira partida da final do Campeonato Paulista de 2017. Neste jogo, a nova camisa 2, recém-lançada pela Nike, estreará. O modelo é inspirada em São Jorge, santo padroeiro do clube, e também homenageia o título do Paulistão de 77.

A camisa 1 estreou no último domingo (23), na Arena Corinthians. O modelo, predominantemente branco e que também traz a lança de São Jorge, foi utilizado no empate em 1 a 1 contra o São Paulo. O resultado igual garantiu a classificação do Corinthians para a final do Campeonato Paulista.

As camisas 1 e 2 do Corinthians já estão à venda no www.shoptimao.com.br, loja online oficial do clube, e no www.nike.com/Corinthians.







Há três anos, Corinthians se despedia do Pacaembu com vitória sobre Flamengo

Timão bateu o time carioca por 2 a 0 com gols do volante Guilherme e zagueiro Gil


14h00 27/04/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Há três anos, o Corinthians se despedia de sua antiga – e eterna – casa: o Pacaembu. No dia 27 de abril de 2014, o Corinthians recebeu o Flamengo no estádio municipal, em partida válida pela segunda rodada do Brasileirão, e venceu o adversário carioca por 2 a 0.

Com mais de 39 mil loucos presentes, o Timão não decepcionou e em apenas 10 minutos abriu o placar. Jadson bateu escanteio pela direita e após bate-rebate na área, a bola sobrou para o volante Guilherme, que, de perna esquerda, colocou a bola entre as pernas do goleiro Felipe e fez o primeiro gol do jogo.

Quando o duelo já se aproximava do fim, o Alvinegro ainda aumentou a diferença. Aos 35 do segundo tempo, Fábio Santos recebeu passe pela esquerda e cruzou rasteiro para o zagueiro Gil, que só empurrou para a rede e deu números finais ao jogo. A partir do tento, o show foi da Fiel, que se despedia do estádio que tantas glórias deu ao Corinthians.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.









Maycon, do Corinthians, comemora nascimento do seu primeiro filho

Jovem volante de 19 anos é presenteado com chegada de menino na semana do primeiro jogo da final do Campeonato Paulista contra a Ponte Preta


Por GloboEsporte.com,

27/04/2017 15h17 A



Dias antes de disputar a sua primeira final de Campeonato Paulista, o volante Maycon viveu a alegria de ser pai. Nasceu nesta quinta-feira Asafe Lucca, filho do jovem de 19 anos com Lyara. Maycon chegou a se ausentar de dois treinamentos neste mês para ver o nascimento do rebento. Mas foi alarme falso.

– Obrigado Deus, por me proporcionar momentos como esse, mais um guerreirinho para os seus própositos. Parabéns amor, por ser essa guerreira que você é! Amo muito vocês – escreveu Maycon no seu perfil em uma rede social.

De volta ao Corinthians neste ano após empréstimo para a Ponte Preta, o volante formado na base do clube vive boa fase. Maycon é titular do meio-campo do Timão na disputa da final estadual contra a Ponte. O primeiro jogo acontece neste domingo, às 16h (de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas.














Eterna casa corinthiana, Pacaembu completa 77 anos

Corinthians venceu 966 de 1.690 jogos disputados e conquistou títulos históricos no estádio municipal


10h25 27/04/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Coca/Agência Corinthians


Casa corinthiana por muito tempo, o Pacaembu completa 77 anos nesta quinta-feira (27). O estádio municipal Paulo Machado de Carvalho foi palco de inúmeras conquistas, vitórias e jogos emocionantes do Timão.

O primeiro jogo do Corinthians no Pacaembu aconteceu no dia 28 de abril de 1940. Nesta data, o Timão venceu o Atlético-MG por 4 a 2, por um torneio amistoso.

Desde então, o Alvinegro do Parque São Jorge fez 1.690 partidas profissionais no Pacaembu, com 966 vitórias, 397 empates, 327 derrotas, 3.309 gols marcados e 1.925 sofridos.

No Pacaembu, o Corinthians conquistou títulos históricos, como o Paulista do IV Centenário de 1954, o penta brasileiro em 2011, a inédita e invicta Libertadores de 2012 e a Recopa Sul-Americana de 2013.

Quando estava prestes a inaugurar a Arena Corinthians, em 2014, Timão e Fiel fizeram uma festa para celebrar a história alvinegra no Pacaembu. Exatamente no dia de aniversário do estádio, 27 de abril, o Coringão venceu o Flamengo por 2 a 0 pelo Brasileirão, no jogo que marcou a transição para a nova casa corinthiana.

Mesmo assim, o Corinthians voltou ao Pacaembu para mandar partidas. A última, até o momento, foi o empate com o Cruzeiro por 1 a 1 no dia 08 de agosto de 2016, pelo Campeonato Brasileiro.

Copinha

O Corinthians ainda vive momentos históricos no Pacaembu, inclusive recentemente. O estádio costuma ser anualmente o palco da final da Copinha de Futebol Júnior. Dos 10 títulos alvinegros na Copinha, 7 foram conquistados lá.

Sempre no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, o Timão foi campeão da Copinha jogando no Pacaembu em 1999, 2004, 2005, 2009, 2012 e 2015. A mais recente foi neste ano, na conquista da 10ª taça.








Corinthians hoje
27/04 - Quinta-feira
15h30 - Treino no CT Dr. Joaquim Grava




Especula-se que Corinthians se interesse por jovem lateral direito Dodô

Revelação da base do Coxa e titular da Seleção Brasileira sub-20 no último Sul-americano, lateral-direito Dodô é observado pelo Timão

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro

27 ABR2017
05h49


Em busca de reforços para posições carentes do elenco no segundo semestre, o Corinthians observa e até já iniciou contatos com representantes de alguns jogadores e clubes nas últimas semanas. Um destes nomes é do lateral-direito Dodô, revelação das categorias de base do Coritiba e titular da Seleção Brasileira no último Sul-americano sub-20

A contratação de um lateral-direito é um dos principais focos do Corinthians no momento, pois o clube enxerga a necessidade de outra peça para disputar com Léo Príncipe a condição de sombra de Fagner no time titular. Bem avaliado internamente, Dodô é profissional do Coritiba desde o ano passado e já atuou 34 vezes pela equipe principal. Neste ano, ele foi titular da Seleção Brasileira no Sul-americano sub-20 e ainda não conseguiu uma sequência convincente de atuações após o retorno.

Dodô tem 50% dos direitos econômicos detidos pelo Coritiba, clube com o qual tem contrato até 30 de junho de 2018. Inclusive em razão do pouco tempo restante para o fim do vínculo, a multa rescisória do lateral é considerada baixa: 2 milhões de euros (R$ 6,9 milhões). A questão é que o Corinthians não dispõe do recurso, e pensa até mesmo no empréstimo com valor dos direitos fixado ao fim do vínculo como alternativa de negócio. A possibilidade não é considerada pelo Coritiba, que só aceita a transferência em caráter definitivo. Oficialmente, as duas diretorias dizem que não existe negociação em curso.

Revelação da base coxa-branca, Dodô é natural da cidade de Taubaté, no interior paulista, mas chegou ao Coritiba aos 15 anos, em 2014, e logo se destacou nas divisões inferiores. 










Corinthians aposta na melhor defesa para decidir em casa

27 ABR2017
09h48

Os jogadores do Corinthians falam repetidamente que o objetivo do elenco é ir até Campinas neste domingo e, a partir das 16h (de Brasília), contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, conseguir uma vitória para poderem decidir mais tranquilos dentro da Arena Corinthians o título do Campeonato Paulista. Para que isso aconteça, porém, o grande trunfo alvinegro não é a dupla Jadson e Rodriguinho no meio ou a fase inspirada do centroavante Jô. Dono da melhor defesa da competição, o clube aposta no setor para segurar a rival e ficar mais próximo do título.


Até o momento, o Timão sofreu apenas dez gols no Estadual, em 16 partidas disputadas, e ainda pode ostentar um número imponente quando se trata de adversários de Série A: em seis jogos disputados, foi vazado apenas três vezes, uma média (0,5 gol por jogo) inferior à do resto do torneio (0,66).



"E vou falar que, mesmo esses poucos gols que a gente sofreu, dava para evitar", avaliou o volante Gabriel
Na avaliação dos corintianos, os primeiros 15 minutos de jogo serão de intensa pressão dos donos da casa, ávidos por construir uma vantagem semelhante à obtida contra o Palmeiras, na semifinal. Ciente da força dos campineiros e da necessidade de coibir isso sem fazer muitas faltas, já que tem oito atletas pendurados com dois cartões amarelos, o técnico Fábio Carille não quer que o Timão entre em campo de forma tão defensiva. Para ele, é necessário manter o estilo adotado quando o time se defendeu, mas propôs o jogo quando teve a bola no pé.

"A gente espera chegar nesses momentos porque confia no trabalho, no elenco, nosso objetivo era chegar na decisão, ainda bem que conseguimos. Agora é manter, não é porque é uma decisão que tem que fazer tudo diferente", continuou Gabriel, reconhecendo que, em jogos mais decisivos, como clássicos e mata-mata, a retaguarda corintiana tende a ser ainda mais eficiente.


"O time pode ser que entre com uma concentração um pouco acima da média. Eu vejo de um lado muito positivo, o grupo não quer tomar gol de jeito nenhum. Um ou outro foram falhas nossas, podem ser evitados. Todos jogos nós entramos entramos concentrados, mas mata-mata requer um pouco mais", observou o jogador, presente em 21 dos 22 jogos disputados na temporada.

Com o objetivo claro já na mente dos atletas, o Timão fará a partir desta quinta os aprontos necessários para deixar a equipe titular com a melhor condição física possível no Moisés Lucarelli. Diante da primeira "semana cheia" de trabalhos, Carille não deve ter problemas para utilizar seu já conhecido time com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.


Muralha alvinegra: entenda por que o Corinthians sofre poucos gols


Fábio Carille dá ênfase à compactação dos jogadores e ao balanço defensivo para fortalecer o sistema de marcação. Timão foi vazado apenas 12 vezes em 23 partidas na temporada





Por Carlos Augusto Ferrar

27/04/2017 07h00



O Corinthians chega à decisão do Campeonato Paulista amparado pelo grande momento de seu sistema defensivo. Em 23 jogos na temporada, o Timão sofreu apenas 12 gols e conseguiu bons resultados graças à força na marcação. Agora, a equipe dirigida por Fábio Carille precisará novamente de um ótimo desempenho do setor para segurar o ataque da Ponte Preta e ficar com o título estadual.



Mas qual o segredo do Corinthians para ser pouco vazado? A dupla Pablo e Balbuena está firme, mas há outros motivos relevantes. O GloboEsporte.com lista abaixo alguns pontos que mostram como é feito o trabalho que consolidou a defesa alvinegra como uma das melhores do país.



Posicionamento e compactação

Apesar de ser um discípulo de Tite, Fábio Carille alterou a forma de colocar a equipe em campo em comparação com anos anteriores. Se marcava praticamente no campo do adversário sob o comando do atual treinador da Seleção, o Corinthians de 2017 atua com as linhas mais recuadas. A equipe se torna mais defensiva, porém, dificilmente é pega de surpresa em contra-ataques.



Colocar o time mais atrás de nada adiantaria se os jogadores não estivessem próximos no gramado. Essa, aliás, virou uma das principais virtudes do time. A distância entre defensores e atacantes é pequena. Por exemplo: sem a bola, os zagueiros se posicionam quase sempre na linha da grande área, enquanto Jô fica costumeiramente no meio de campo. Veja na imagem abaixo:






Boa compactação defensiva do Corinthians atrapalha ataque do São Paulo (Foto: GloboEsporte.com)



Balanços defensivos

A rotina de treinos apenas com os titulares no gramado permitiu que o Corinthians tivesse bem claro o que precisa fazer na hora de marcar. Tudo depende do posicionamento do adversário com a bola. Na segunda linha, os jogadores se alternam no combate. Quando a bola deixa o setor, quem avançou retoma sua posição de origem. A explicação fica mais fácil com o vídeo abaixo. Repare nos movimentos de Maycon, Gabriel, Rodriguinho e Jadson pelo meio.







Corinthians faz balanço defensivo para impedir ataque do Inter



Auxílio nas laterais

Com dois volantes de boa marcação por dentro, alguns times tentam atacar o Corinthians pelas laterais. É aí que aparece o trabalho de Romero, principalmente. Criticado pela torcida pelo desempenho ofensivo, o paraguaio tem mostrado fôlego inesgotável para ajudar Guilherme Arana. A equipe ainda ganha a ajuda dos volantes, que se aproximam pelos lados. Na direita, Jadson tem a missão de dar o primeiro combate e facilitar o trabalho de Fagner.






Coberturas

Mas o Corinthians não joga apenas na defesa. Quando a equipe avança, Maycon tem liberdade para encostar na área, e Gabriel fica responsável por impedir que os adversários ataquem nas costas dos laterais. Fagner e Arana também diminuem espaços. Quando um é atacado, o outro se aproxima dos zagueiros na área para não abrir buracos em que os rivais podem se infiltrar. Contra o São Paulo, funcionou:




Guilherme Arana faz a cobertura da defesa pela esquerda (Foto: GloboEsporte.com)



Gabriel e Pablo

A chegada dos dois jogadores também foi determinante para o Corinthians crescer na defesa. Com eles titulares absolutos desde que foram contratados, o Timão passou a ser mais consistente. No ano passado, a equipe não conseguiu fixar um primeiro volante durante toda a temporada e sofreu muito sem uma forte marcação no setor. Na zaga os problemas foram semelhantes. Pelo menos neste início de temporada, Ralf e Gil/Felipe finalmente tiveram substitutos à altura.





Pablo e Gabriel durante treino do Corinthians no CT (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)



MAIS DO GLOBOESPORTE