7 de abr de 2017

CORINTHIANS 07/04/2017





Próximo dos três milhões na Arena, Corinthians já vende 26 mil ingressos

Marca pode ser batida já neste domingo caso 35.322 compareçam ao duelo de volta das quartas de final do Paulistão, contra o Botafogo. Contagem já está próxima, segundo clube


LANCE!

7 ABR2017
17h54


Próximo de alcançar a marca de 3 milhões de torcedores em seus quase cem jogos na Arena Corinthians, o Timão confia em fazer história neste domingo, no confronto de volta das quartas de final do Campeonato Paulista, contra o Botafogo-RP. De acordo com informação divulgada pelo clube na tarde desta sexta-feira, até o momento já foram vendidos 26 mil ingressos para a partida, restando um dia inteiro de comercialização e mais a própria data da partida, em que os ingressos seguem disponíveis para compra no estádio. 

Faltam 35.322 torcedores para que a marca antecipada seja batida. O Timão acredita em atingir os 3 milhões no fim de semana e prepara até mesmo ações especiais caso a marca seja batida. A média do Corinthians em jogos de mata-mata é próxima de 32 mil pagantes. 



Além da marca de torcedores, o Corinthians também está próximo de atingir outro número importante em seu estádio: o de cem partidas. A Arena inaugurada em maio de 2014 já recebeu 96 jogos do Timão Foram 68 vitórias, 21 empates e somente sete tropeços, além de 181 gols a favor e 57 contra. Nela o Corinthians fez base da campanha de Hexacampeão Brasileiro em 2015















Corinthians vende 26 mil ingressos para as quartas na Arena Corinthians 

No domingo à tarde, na Arena Corinthians,  Corinthians decide semifinal do Campeonato Paulista. Jogo de ida terminou 0 a 0


Por GloboEsporte.com

07/04/2017 21h59 
O Corinthians vendeu 26 mil ingressos para o jogo deste domingo contra o Botafogo, às 16h (horário de Brasília), pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Ainda há entradas à venda para o duelo na Arena Corinthians

A parcial divulgada pelo clube é da tarde desta sexta-feira. As vendas continuam no sábado. Os ingressos podem ser adquiridos pela internet e retirados em cinco locais diferentes. 
Para se classificar o Corinthians tem que vencer no tempo normal ou penaltis

Veja os preços e setores disponíveis:
Norte: R$ 40,00 (R$ 20,00 meia entrada)
Sul: R$ 54 (R$ 27 meia-entrada)
Oeste Superior: R$ 68 (R$ 34 meia-entrada)
Leste Lateral Inferior: R$ 84 (R$ 42 meia-entrada)
Leste Central Inferior: R$ 98 (R$ 49 meia-entrada)
Oeste Corner: R$ 128 (R$ 64 meia-entrada)
Oeste Inferior: R$ 178 (R$ 89 meia-entrada) 


Veja os pontos de venda e retirada de ingressos:
Parque São Jorge
Arena Corinthians
Lojas Poderoso Timão
Tietê Plaza - Av. Raimundo Pereira de Magalhães, 1465, loja 1056, piso térreo, Pirituba
Shopping D - Endereço: Av. Cruzeiro do Sul, nº 1.100, piso I, loja 1055
Rua Augusta - Rua Augusta, 1948 - Cerqueira César



















No Corinthians, meias Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel são relacionados para enfrentar o Bota

Depois de período no departamento médico, jogadores estão na lista dos 23 para a partida de domingo e tentam recuperar espaço perdido no Corinthians neste início de temporada

Por Marcelo Braga,

07/04/2017 12h24


A lista de relacionados do Corinthians será divulgada apenas depois do treino de sábado, mas o técnico Fábio Carille antecipou nesta sexta-feira a presença de dois jogadores. Recuperados de problemas físicos, o meia Giovanni Augusto e o atacante Marquinhos Gabriel estão no grupo para enfrentar o Botafogo, sábado, às 16h, na Arena Corinthians, pelas quartas de finais do Campeonato Paulista. 

– Eles estão entre os 23 que vão para o jogo. Acredito na retomada deles. Eles já fizeram bons jogos. Quando tiverem oportunidade, vão fazer o melhor por nós – afirmou o treinador, em entrevista coletiva, no CT Joaquim Grava.

Marquinhos Gabriel foi submetido a uma cirurgia de hérnia inguinal em 13 de março, um dia depois de ficar no banco contra a Ponte Preta, em Campinas. Ele atuou apenas três vezes nesta temporada. A última delas em 11 de fevereiro, data da derrota por 2 a 0 para o Santo André, na arena. 




Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto correm pelo CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians) 


Giovanni Augusto esteve ausente desde 18 de março por conta de uma lesão muscular na coxa direita, a segunda nesta temporada. O jogador participou pela última vez em 16 de março, no empate em casa por 1 a 1 diante do Luverdense, pela Copa do Brasil. Ele bateu o pé para permanecer no clube e não ser negociado.

– Giovanni Augusto veio tratar em dois períodos quando estava se recuperando. O ambiente favorece para que ele vá melhor ainda quando puder ir para os jogos – acrescentou Carille.


O treinador decidirá a equipe titular no treino de sábado pela manhã. A tendência é de que Jadson e Rodriguinho, em tratamento no departamento médico, estejam em campo. Caso isso se confirme, a única mudança será o retorno do lateral-direito Fagner na vaga de Léo Príncipe.












Técnico Fábio Carille faz elogios a Romero e diz que Corinthians hoje tem 11 titulares definidos

Técnico diz que deve ter Jadson e Rodriguinho contra o Botafogo-SP, compara Romero a Jorge Henrique e acredita que encontrou sua formação ideal

Por Marcelo Braga

07/04/2017 12h27

O retorno de Fagner para a lateral direita deve ser a única novidade no Corinthians que enfrenta o Botafogo-RP, domingo, às 16h, na Arena Corinthians, na segunda partida das quartas de final do Paulistão. Com Rodriguinho (dores no joelho esquerdo) e Jadson (dores na coxa esquerda) em boa evoução clínica, Fábio Carille deve ter seu time ideal em campo. Nesta sexta, os dois trataram no CT Joquim Grava.


– Estando em condições, os dois vão para o jogo. Não vou poupar ninguém. Do jeito que o Rodriguinho se apresentou hoje, as chances são enormes de ele ir para o jogo – disse Carille, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.
Na conversa com os jornalistas, o treinador admitiu que, hoje, tem 11 jogadores titulares definidos: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.





Fábio Carille conversa com o médico Ivan Grava no CT (Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians)

– No momento, sim (temos 11 titulares). Futebol muda toda semana, com jogadores que se apresentam bem. Aconteceu do Kazim entrar no lugar do Jô, depois Jô no lugar do Kazim. Eu estimulo isso. Deixo em aberto, Clayton entrou bem no jogo, jogador de velocidade, profundidade. Estamos sempre abertos para outros jogadores – destacou o treinador.

Questionado por parte da torcida, o atacante Romero conta com o prestígio da comissão técnica e dos companheiros. Sua doação em campo e sua entrega tática fazem dele um jogador imprescíndível no esquema tático do Corinthians, mesmo tendo marcado apenas um gol no ano.


– Romero é um jogador que visa a área, maior artilheiro da arena (17 gols), cumpre função, jogador que a torcida gosta porque não desiste de nenhuma bola, como um Jorge Henrique. No jogo contra o Palmeiras foi fundamental, tiramos ele aos 40 do segundo tempo porque não dava mais, essa entrega a gente tem que valorizar – explicou o treinador.

Os jogadores iniciam regime de concentração na noite de sexta e fazem o último treino na manhã de sábado. Com um 0 a 0 em Ribeirão Preto, o Corinthians precisa vencer o Botafogo-SP para conseguir a classificação no tempo normal. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.










No Corinthians, técnico Fábio Carille confia em Rodriguinho e espera por Jadson para decisão

7 ABR2017
12h27


O técnico Fábio Carille espera ter todos os seus titulares à disposição para a decisão deste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Botafogo-rp na Arena Corinthians. Mesmo com a dúvida que paira sobre a presença dos meias Jadson e Rodriguinho, ambos com pequenas contusões, o treinador mostrou bastante confiança em ter pelo menos um deles dentro de campo para decidir uma vaga na semifinal do Campeonato Paulista.

"Vamos decidir amanhã (sábado). A preocupação existe, sim, pela sequência dos jogos. Hoje (sexta-feira) ainda não deu 48 horas do jogo, é normal que esse cansaço bata, mas ainda temos tempo para recuperar", comentou o treinador, que condicionou a presença da dupla a uma resposta positiva do departamento médico. A ideia é usar o trabalho de campo deste sábado como apronto final para o embate.


"Estando em condições de jogo eles vão para o jogo, a não ser que o departamento médico chegue e fale que é perigoso para quarta ou para a sequência de decisões. Do jeito que o Rodriguinho se apresentou hoje as chances são enormes de ele ir para o jogo domingo", observou confiante Carille, minimizando as dores no joelho que incomodam o atleta. Sem entrar em muitos detalhes sobre Jadson, que sentiu um desconforto muscular na coxa esquerda, ele confia na dupla para "abrir" a defesa rival.

"Em muitos jogos durante essa temporada a gente não teve Jadson nem Rodriguinho, ou teve apenas um deles. Acredito que, com a presença dos dois, a nossa capacidade de criar aumenta muito e a gente tem condições de propor o jogo de uma maneira mais eficiente", avaliou o comandante, deixando claro que já tem um titular definido na sua cabeça após as boas apresentações em clássicos e duelos decisivos.


"No momento, sim, são esses os titulares. No futebol tudo muda toda semana, jogadores podem entrar. Kazim já entrou no lugar do Jô, depois Jô retomou. Eu estimulo isso. Deixo muito aberto, Clayton entrou bem no jogo, jogador que pisa na área, mas, hoje, esses são os 11 que eu vejo para iniciar" concluiu Carille.

Após empatar por 0 a 0 no jogo de ida, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, o Timão precisa apenas de uma vitória simples para assegurar um posto na semifinal do Campeonato Paulista. Triunfo dos rivais resulta em mais uma eliminação dentro do estádio de Itaquera, enquanto um empate leva a decisão para os pênaltis. Não há diferenciação entre gol marcado dentro ou fora de casa.








Timão deve ter escalação ideial

Técnico Fabio Carille mostra otimismo e indica que única mudança na escalação deve ser a volta de Fagner à lateral direita. Titulares mais uma vez não foram a campo nesta sexta


Bruno Cassucci

7 ABR2017
12h25


O Corinthians deve ter força máxima contra o Botafogo-RP, domingo, na Arena, em busca de uma vaga na semifinal do Campeonato Paulista. Nesta sexta-feira, o técnico Fabio Carille não quis confirmar a escalação, mas mostrou confiança nas recuperações de Jadson e Rodriguinho e indicou que levará a campo a escalação que hoje considera ideal para a equipe.

A única alteração em relação ao time que bateu a Universidad de Chile, na última quarta-feira, será o retorno do lateral-direito Fagner, que cumpriu suspensão na Copa Sul-Americana.

- Estando em condições, eles (Jadson e Rodriguinho) vão para o jogo, a não ser que o departamento médico diga que é perigoso eles se machucarem. Pelo que o Rodriguinho apresentou, chance dele ir para o jogo é enorme - explicou Carille, que destacou o poder de criação da dupla de meias.

O comandante alvinegro fez questão de manter aberta a disputa por posições no Timão, mas admitiu que o Corinthians de domingo será aquele que hoje mais lhe agrada:

- No momento, sim (é o ideal). Mas no futebol muda a cada semana. Já aconteceu do Kazim entrar no lugar do Jô, depois o contrário. É uma briga sadia, eu tento estimular isso, mas deixo em aberto. O Clayton entrou bem no jogo, é um atleta de velocidade, profundidade, que pisa na área. Hoje os 11 para iniciar são esses, mas deixo em aberto - analisou.

Nesta sexta, apenas reservas foram a campo no CT Joaquim Grava, enquanto os titulares ficaram na academia ou realizando sessões de fisioterapia. O Corinthians encerra a preparação para enfrentar o Botafogo-RP na manhã deste sábado, quando Carille confirmará o time titular.








Técnico corinthiano Fábio Carille fala sobre evolução do time:"Se melhorar o passe, nossa equipe cresce muito"

Treinador alvinegro destacou a importância de melhorar o passe de bola para a partida de volta das quartas de final do Paulistão


12h00 07/04/2017 - Agência Corinthians






Divulgação


Na manhã desta sexta-feira (07), após o treino do Corinthians no CT Dr. Joaquim Grava, o técnico Fábio concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa. Em relação ao confronto contra o Botafogo, pela volta das quartas de final do Paulistão, Carille destacou a importância de melhorar em relação ao jogo de ida.

"Nada deu certo para nós em Ribeirão, alguns jogadores do Botafogo falaram que não deu certo para eles também. Foi um jogo feio. Se a gente melhorar o passe simples, nossa equipe cresce muito e fica mais perigosa", disse o técnico corinthiano.

Para a partida contra a equipe do interior , a equipe alvinegra deve ter apenas uma alteração em relação a que iniciou o duelo contra a Universidad de Chile: Fagner volta no lugar de Léo Principe. Sobre a sequência de jogos da dupla Jadson e Rodriguinho no meio campo, Carille elogiou o poder de criação dos dois.

"Ficamos muitos jogos sem Jadson e Rodriguinho no ano. Com os dois juntos, passamos a ser mais perigosos", completou Carille.

Neste sábado (08), 10h, o Timão realiza o último treino antes do confronto decisivo contra o Botafogo. Na Arena Corinthians, a bola rola a partir das 16h.







Ficamos por aqui, amigos! Amanhã pela manhã estaremos de volta com o último treino do Timão antes de enfrentar o Botafogo. Fiquem ligados!

Carille: "Ano passado o Cássio foi abaixo do que pode ser, na apresentação ficamos surpresos, foi o ano que chegou mais abaixo do peso. Walter ia começar o ano de titular, mas quando a gente viu a questão clínica dele, definimos Cássio. Assim está sendo. Cássio hoje é o titular"



Carille: "As decisões são minhas, mas algumas coisas que estou em dúvida eu escuto para tomar a decisão. Jogadores cansados, veio deles, decidimos mudar o treino e a concentração."


Carille: "Acabou o jogo de quarta, era minha maior preocupação. Será um jogo completamente diferente. La U há três anos juntos, jogam sem pensar, sabemos como isso é bom. É diferente, tem que ter essa maturidade. Sabemos bem o que nos espera no domingo"



Carille: "Romero é um jogador que visa área, maior artilheiro da arena, cumpre função, jogador que a torcida gosta porque não desiste de nenhuma bola,um Jorge Henrique. Jogo contra o Palmeiras foi fundamental, tiramos aos 40 porque não dava mais, essa entrega a gente tem que valorizar"



Carille, sobre Pablo e Balbuena: "Não sei se a melhor do país, mas é um casamento perfeito até agora. Jogadores de imposição física, bola aérea muito boa. Não tenho acompanhado em outros estados. Em números sim, dez jogos sem tomar gol essa dupla



Carille: "Nada deu certo para nós em Ribeirão, alguns jogadores do Botafogo falaram que não deu certo para eles também. Preferiram não molhar o gramado. Foi um jogo feio. Se a gente melhorar o passe simples, nossa equipe cresce muito e fica mais perigosa

Carille: "Não posso e não me preocupo. A pressão vem desde o jogo do Vasco na Florida. Falavam que não ia ficar dois jogos. Não leio, mas as coisas chegam. Olho no olho de todos. Dia a dia. Quarta já tem Copa do Brasil, não posso ficar me preocupando"


Carille, você tem 11 titulares?: "No momento sim, futebol muda toda semana, jogadores que se apresentam bem. Aconteceu do Kazim entrar no lugar do Jô, depois inverteu. Eu estimulo isso. Deixo em aberto, Clayton entrou bem no jogo, jogador de velocidade, profundidade, que pisa área. Estamos sempre abertos para outros jogadores"


Carille: "Acho possível, ficamos muitos jogos sem Jadson e Rodriguinho no ano. Com os dois juntos, passamos a ser mais perigosos"



Carille: "Sim, tendência é só ter a volta do Fagner no lugar do Léo Príncipe


Carille, sobre Maycon e Guilherme, que agora são pais: "Nascimento de um filho é especial para qualquer um, para eles deve estar sedo. É muito particular e familiar. É gostoso, ganhamos os dois mais ainda por estarem próximos da esposa. Estão trabalhando sério, Guilherme ficou no DM tratando do joelho esses dias, mas amanhã estará em campo"


Carille: "Maior preocupação é estarmos concentrados na parte defensiva. Fazem ligação direta e vão forçar nosso erro. Não podemos ser surpreendidos no contra-ataque"

Carille: "Estando em condições, eles vão para o jogo. Não vou poupar ninguém. Do jeito que o Rodriguinho se apresentou hoje, as chances são enormes de ele ir para o jogo"



Carille: "Botafogo não vem para os pênaltis, vem para jogar no nosso erro e tentar vencer. Francis jogador de velocidade, fazem muita ligação direta. Estão pensando mais do que levar para os pênaltis"



Carille fala da posse de bola: "É a nossa busca, precisamos melhorar contra as equipes que vêm fechada para termos melhor passe, melhor triangulação, erramos muitos passes em Ribeirão. Equipe grande tem que melhorar isso"



Carille, sobre concentração: "Não gosto de muita concentração, mas aconteceu no vestiário na quarta dos próprios atletas acharem necessário. Piscina ajuda, mas o essencial é dormir, foi um pedido deles. Por isso vamos deixá-los à tarde à vontade na folga para apresentar à noite e irmos para o jogo"



Carille: "Não sei e vou ser sincero. Não leio e não assisto nada. Sigo minhas convicções e meu trabalho. Respeito as redes sociais, o que escrevem, mas não leio e não assisto"




Carille: "Ótimo, cabeça muito boa, Giovanni veio tratar em dois períodos quando estava se recuperando. O ambiente favorece para que ele vá melhor ainda quando puder ir para os jogos"



Carille, sobre Giovanni e Marquinhos: "Estão relacionados para o jogo de domingo, vamos concentrar hoje, eles estão entre os 23 que estão para o jogo. Acredito na retomada deles, que já fizeram bons jogos. Quando tiverem oportunidade, vão fazer o melhor por nós"

Carille: "Vamos decidir amanhã, a preocupação pela sequência de jogos existe sim, mas ainda não deu 48h do jogo, normal o cansaço bater. Amanhã teremos uma ideia melhor"



#trsccp





Jadson faz fisioterapia 

Treino em campo reduzido #trsccp





Segunda-feira tem entrega de ovos de Páscoa para crianças no Parque São Jorge. Pablo, Pedrinho e Léo Jabá participam #trsccp

Danilo em mais um dia de recuperação #trsccp










Titulares fazem treino na academia nesta manhã #trsccp















Jogadores reservas treinam finalização neste momento. Chove no CT #trsccp





Pedro Henrique e Kazim aqueceram no campo, mas agora fazem um trabalho específico com um preparador físico 



Titulares seguem na parte interna do CT. Carille define o time apenas amanhã. Rodriguinho é dúvida 




Jogadores do Timão serão liberados após o treino e voltam à noite para a concentração #trsccp
Guilherme e Maycon não treinam hoje. Foram liberados para acompanhar o nascimento de seus filhos

Fábio Carille acompanha a atividade. Jogo decisivo no domingo contra o Botafogo-






Só reservas + Fagner em campo neste momento 





Bom dia! O Corinthians treina nesta manhã paulistana gelada. Penúltima atividade antes do jogo contra o Botafogo



Canetas, chapéus e assistências: Jovem Guilherme Arana brilha como titular do Corinthians

Depois de dois anos na reserva, lateral de 19 anos assume posição e não sente peso. Além dos dribles, ele é líder em participações nos gols do Timão em 2017

Por Diego Ribeiro,

07/04/2017 07h10

A ótima fase de Guilherme Arana com a camisa do Corinthians combina técnica e habilidade na lateral esquerda da equipe treinada por Fábio Carille. Aos 19 anos, mas com grande experiência no Timão, ele passou a ser um dos alicerces do clube em 2017.


Guilherme Arana deixa marcador da Universidad de Chile no chão: cena comum em 2017 (Foto: Leonardo Lepri)


A técnica é observada nas subidas ao ataque, cruzamentos e assistências para gols. Arana participou de nada menos que seis dos 20 gols do Corinthians em jogos oficiais na temporada – aproximadamente 30% do total. São quatro assistências, maior número do elenco.

A habilidade, por sua vez, está nas canetas e chapéus distribuídos a cada jogo.

A maioria das participações nos gols vem contra rivais. Arana deu duas assistências para Jô, em clássicos, Corinthians 1x0 s7os, Corinthians 1x0 p..., 5P 0x0 Corinthians, e foi importante na jogada do gol que abriu o placar na vitória do Timãopor 2 a 0 sobre a Universidad de Chilena quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. Um voleio dentro da área fez a bola sobrar para Rodriguinho marcar.

Com liberdade para subir ao ataque, Arana tem sido opção fundamental no setor. Seja com Maycon (amigo desde a base), Rodriguinho ou Jadson pelo seu lado, ele aparece para tabelas, triangulações e tem a jogada individual como arma para fugir da marcação e chegar à linha de fundo para cruzar ou invadir a área.

Confiante depois de passar dois anos na reserva, principalmente de Uendel, Arana se vê mais experiente. A ponto de já ter se tornado referência para os garotos recém-promovidos.

– Eu tenho muito a aprender, esperei pela minha oportunidade, ela chegou, e tenho a confiança de todos para render bem dentro de campo... Tento passar essa confiança para quem está chegando também. É fundamental – afirmou Arana, depois da vitória de quarta.
Nas canetas e chapéus, não há preconceitos – o rival pode ser veterano, garoto, brasileiro, gringo... Arana aplica seus dribles com naturalidade, como se ainda jogasse bola nas ruas da zona leste Essa é a explicação que ele dá para tamanha desenvoltura em campo.
– Observo muito os atacantes adversários. E tenho esse dom também por jogar muito tempo futebol na rua, onde muitos lances como esse acabavam acontecendo. E ainda treino para me aperfeiçoar cada vez mais – contou Arana.

Com o lateral-esquerdo entre os titulares, o Corinthians volta a campo neste domingo, contra o Botafogo, às 16h (de Brasília), na arena. Quem vencer passa às semifinais do Paulistão – empate leva a decisão da vaga para os pênaltis.











Após sucesso "sem a bola", Timão trabalha para se impor no Paulista


Tomás Rosolino

7 ABR2017
08h36

O Corinthians tem conseguido bons resultados nos jogos mais importantes do ano. Invicto em clássicos e duelos de mata-mata, quase sempre aproveitando brechas em contra-ataques enquanto o rival ficava mais tempo com a bola, o Timão quer agora melhorar sua produção ofensiva para vencer o duelo frente ao Botafogo-SP, neste domingo, time que deve pouco atacar na Arena Corinthians

"Realmente é aí que está o nosso desafio", afirmou o meia Rodriguinho, peça fundamental no setor de criação, que mostrou certa preocupação com a dificuldade que o Alvinegro demonstra em construir suas principais jogadas. Para ele, o clube precisará mostrar uma criatividade maior com a bola nos pés se quiser assegurar uma classificação no tempo normal.


Depois do 0 a 0 no jogo de ida, em Ribeirão Preto, a equipe do Parque São Jorge precisa de uma vitória para avançar à semifinal. Caso perca, está fora, enquanto um novo empate leva a decisão para a disputa de pênaltis, sem diferenciação de gols marcados fora de casa.

"Vamos enfrentar uma equipe que vai se defender bastante, explorar os contra-ataques. vamos ter de propor o jogo, com poucos espaços, tentando triangular e criar os espaços. Temos de trabalhar forte esses dias para que isso seja uma tônica do jogo", avaliou o meio-campista, descartando, porém, que a equipe saia com tudo para o ataque.

"Não podemos também nos expor porque, se tomarmos o gol, fica complicado de tirar. Se conseguirmos fazer um gol no primeiro tempo facilita muito o jogo. Se persistir o 0 a 0 fica muito mais difícil. Tem que atacar forte, não deixar o adversário respirar nem um minuto", observou, já ciente dos problemas adquiridos em disputas eliminatórias em Itaquera, com cinco eliminações em dois anos.

T"em essas estatísticas aí, foram coisas que aconteceram, mas têm que ficar no passado. O nosso time tem que focar primeiro nos 90 minutos. Lógico que tem de treinar pênaltis porque é uma situação que pode ocorrer, mas a gente espera melhorar esse nosso aproveitamento antes de precisar ir para esse desempate", avaliou, mostrando confiança no futebol apresentado até o momento.

"Não me incomodo nem um pouco com ser a quarta força. Por enquanto vai dando tudo certo o que a gente faz em campo, já vencemos os clássicos, já mostramos que temos totais condições de vencer os favoritos. Provamos agora na Sulamericana, Paulista tivemos a segunda melhor campanha, esperamos chegar forte em todos os campenatos que disputamos", concluiu o jogador.





16h Corinthians x Botafogo-RP
Transmissão: TV Globo para estado paulista (com Cleber Machado, Caio Ribeiro, Casagrande e Leonardo Gaciba) e Premiere HD, Premiere HD e PFCI (com Milton Leite e William Machado)







CORINTHIANS BUSCA RECURSO PARA PAGAR PARCELA DE MARÇO AO ctb PELO CENTROAVANTE KAZIM







Timão monitora mercado por lateral, mas Léo Príncipe crê em evolução

Diretoria alvinegra estuda a contratação de um substituto para Fagner. Jovem do elenco não se abate com críticas e diz que conta com confiança do técnico Fabio Carille


Bruno Cassucci

7 ABR2017
07h33

Uma das posições que a diretoria do Corinthians pensa em reforçar para a disputa do Campeonato Brasileiro e as outras competições a serem disputadas no segundo semestre é a lateral-direita. O Timão entende que seguirá perdendo Fagner para a Seleção Brasileira e não vê Léo Príncipe, de 20 anos, como pronto para assumir o lugar dele.

Contudo, não há pressa da diretoria alvinegra, que busca um nome barato e com potencial de crescimento. Ano passado o clube buscou Gilberto, da Fiorentina, mas não obteve sucesso.

Léo Príncipe, por sua vez, mostra confiança e acredita que ainda pode evoluir e se firmar na lateral corintiana. Após críticas recentes, ele diz não se abater:

- Eu jogo no Corinthians, um time grande, de massa, cobrança vai ter sempre. No jogo contra o RB Brasil eu falhei, mas estou tranquilo, o Carille me dá confiança, preciso seguir evoluindo. Eu sou jovem e tenho um grande exemplo, o Fagner. Sempre falo com ele. Procuro não ver essas coisas, somos seres humanos e isso afeta, ver pessoas falando mal. Pego as críticas para evoluir - declarou, em entrevista coletiva.

Em treinamentos recentes, o técnico Fabio Carille escalou o volante Paulo Roberto improvisado nesta função.

Suspenso diante da Universidad de Chile na última quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, Fagner volta a ser titular do Corinthians neste domingo, contra o Botafogo-SP, em duelo valendo vaga na semifinal do Campeonato Paulista.