5 de abr de 2017

CORINTHIANS 05/04/2017







FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 univ de chile
Copa Sul Americana 2017- 1ª fase ida
Local: Arena Corinthians
Data-Hora: 5/4/2017 - 21h45
Árbitro: Darío Herrera, Ezequiel Brailovski e Ariel Scime (ARG)
Público/renda: 22.957 total (22.661 pagantes 296 nao pag) R$ 982.780,90
Cartões amarelos: Jadson, Léo Príncipe e Guilherme Arana (COR), Castellanos (u)
Cartões vermelhos: -
Gols: Rodriguinho (40'/1ºT) (1-0), Jadson (23'/2ºT) (2-0)

CORINTHIANS: 12-Cássio; 2-Léo Príncipe, 4-Balbuena, 3-Pablo e 13-Guilherme Arana; 5-Gabriel e 8-Maycon; 11-Romero (29-Camacho, aos 43'/2ºT), 26-Rodriguinho (9-Clayton, aos 30'/2ºT) e 10-Jadson (20-Pedrinho, aos 31'/2ºT); Jô. Técnico: Fabio Carille. + 27-Walter, 14-Léo, 28-Paulo Roberto, 30-Léo Jabá

univ chi 25 J. Herrera; 16 Rodríguez, 2 Vilches, 18 Jara e 14 Schultz; 21Reyes, 5 Espinoza (8Pizarro, aos 15'/2ºT) e 22 Lorenzetti; 24 Rozas (20 Ontivero, no intervalo),11 Ubilla (28 Castellanos, aos 30'/2ºT) e 9 Mora. Técnico: Guilherme Hoyos.+ 1Paul, 4Contreras 19 Leiva 30 Y Leiva











Volante Gabriel vê atuação do Corinthians como uma das melhores de 2017


06/04/2017 00:37:52


Gol de Rodriguinho, com participação de Gabriel, tranquilizou o Corinthians (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O Corinthians foi letal, aproveitou as chances que criou, mesmo tendo só 35% de posse de bola na vitória por 2x0 sobre Universidad de Chile, nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. Para o volante Gabriel, a atuação merece elogios.

“Foi uma vitória importantíssima. Sabíamos que deveríamos construir uma vantagem boa para ir ao Chile, principalmente sem tomar gol. O princípio era este: pressionar e fazer o gol quando tivéssemos a oportunidade. Foi uma das nossas melhores partidas do ano”, exaltou o ex-jogador do rival Palmeiras.

Gabriel reconheceu, contudo, que o Corinthians não chegou a empolgar a sua torcida em boa parte do jogo contra os chilenos. De qualquer forma, ele valorizou o trabalho dos seus companheiros de defesa. “É claro que eles tocam bem a bola e tiveram mais posse em certo momento, mas a gente se defendeu bem. Na garra e na determinação, fomos bem”, argumentou.

O lateral esquerdo Guilherme Arana, que se desentendeu com alguns adversários, seguiu a linha de raciocínio do companheiro. “Foi um jogo muito pegado. Aconteceu um lance em que me choquei com o atacante deles. Mas isso é Corinthians: brigar a cada jogo. Todos estão de parabéns”, disse o prata da casa.

O jogo de volta ocorrerá apenas em 10 de maio, em Santiago
“Todo jogo é uma guerra. Tenho certeza de que o estádio estará lotado, de que será uma pressão enorme, mas vamos treinar para isso. Devemos pensar no Botafogo-SP e depois na Sul-Americana para conseguir um bom resultado também fora de casa”, concluiu Guilherme Arana, lembrando que o Corinthians disputará o jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista neste domingo, na Arena Cotinthians













Técnico Fabio Carille celebra vitória “grande” do Corinthians e boa vantagem para decisão no Chile
O técnico do Corinthians, Fábio Carille, ficou extasiado com a vitória do Timão sobre a Universidad de Chile, na noite desta quarta-feira, na Arena Corinthians. Contente por mais um grande resultado em partidas difíceis, como aconteceu nos clássicos do Campeonato Paulista, o treinador reconheceu que o 2 a 0 é uma boa vantagem para a decisão em Santiago, marcada para o dia 10 de maio, no estádio Nacional.

“Nós sabíamos da dificuldade, uma equipe muito qualificada e que está há muito tempo jogando junto, diferentemente de nós. Não conseguimos encaixar a marcação e eles foram muito superiores a nós no primeiro tempo. No segundo melhoramos e fomos muito melhores do que estávamos, uma vitória muito grande contra uma equipe muito qualificada”, disse o treinador, antes de avaliar o saldo conquistado.

“A vantagem é grande, sim, mas não podemos ir pensando nisso para lá. Agora vamos pensar no Paulista, Copa do Brasil e só lá no dia 10 de maio nessa partida de volta. Não tomamos gol em casa, é uma vantagem muito grande, mas não podemos ir tranquilos para lá”, explicou.

De acordo com o comandante, apesar de o Timão ter demonstrado melhores resultados diante de rivais que ficam mais com a bola e se expõem ao contra-ataque, a ideia é não ficar na dependência disso para criar situações de gol. Em busca de uma melhor produção ofensiva, ele recusa a alcunha de “time defensivo”;

A ideia não é essa, a nossa busca é a melhora é a construção. Estamos nos dando melhor quando as equipes vêm para cima de nós, mas nossa busca é melhorar a produção, os jogadores comprarem nossa ideia. Não quero criar isso de time que não fica com a bola, não, quero ser criativo também”, afirmou, apontando uma mudança na marcação de saída de bola como fundamental para a vitória;

“Nossa proposta era iniciar pressionando lá em cima e nós não conseguimos. Eles vieram trabalhando muito bem no goleiro, no zagueiro, a qualidade do adversário nos dificultou. No segundo a gente conseguiu ajustar, o Jô marcou o zagueiro pelo lado esquerdo (Jara), o Rodriguinho grudou no volante e foi um jogo muito melhor”, concluiu Carille.





Em vitória do Timão, meia Rodriguinho festeja gol, mas diz jogar no sacrifício: “Está bem difícil”

Meia reclama de dores no joelho esquerdo desde a pré-temporada

Desfalque no empate por 0 a 0 do Corinthians contra o Botafogo-RP, fora de casa, pelo Campeonato Paulista, o meia Rodriguinho reforçou o Corinthians na vitória por 2x0 sobre Universidad de Chile e foi importante para o bom resultado obtido no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. Ele marcou o primeiro gol da vitória por 2 a 0 desta quarta-feira em um momento em que os visitantes começavam a se sentir à vontadena aarena Zcorinthians

“Enfrentamos uma equipe muito boa, com uma proposta forte de marcação. Eles têm qualidade. Disputaram muito e impuseram certa dificuldade para nós. Que bom que fizemos o gol. Foi em uma jogada trabalhada, em que a bola sobrou para mim e botei para dentro”, celebrou Rodriguinho, que tirou proveito de um chute no travessão do volante Gabriel seguido de uma batida cruzada do lateral esquerdo Guilherme Arana com rebote do goleiro Johnny Herrera.

Rodriguinho, no entanto, esteve ameaçado de não entrar em campo neste meio de semana. O jogador reclama de dores no joelho esquerdo desde a pré-temporada e ainda não sabe se voltará a Itaquera para enfrentar o Botafogo-RP no domingo, na partida de volta das quartas de final do Estadual.

“Está bem difícil. Tenho sentido um pouco de dor ainda e estou fazendo tratamento para isso sumir e ficar 100%. Quero evoluir cada vez mais. Tenho muito a melhorar”, disse Rodriguinho, antes de não fazer um prognóstico para o compromisso do fim de semana. “Vamos sentar e ver o que vai acontecer. Espero estar bem até lá.”








Atuações do Corinthians em vitória por 2x0 sobre univ de chile: Rodriguinho e Jadson decidem; defesa vai bem

Meias começam mal, mas crescem e fazem os gols da vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile. Setor defensivo sólido ajuda time a obter resultado


Por Diego Ribeiro,

05/04/2017 23h52

Jadson: apesar do primeiro tempo abaixo da média, com muitos passes errados, foi um dos responsáveis pelo crescimento do Timão na etapa final. Ora pela direita, ora por dentro, encontrou mais espaços, fez lançamentos e deixou sua marca com um belo chute de fora da área, que definiu o placar de 2 a 0. Nota: 7,5


Rodriguinho: recuperado de dores no joelho que lhe incomodavam há semanas, o meia se sentiu mais à vontade em campo. Depois de um início difícil, teve mérito ao invadir a área e acreditar na jogada que originou o primeiro gol. No segundo tempo, participou do gol de Jadson e ajudou a criar as melhores situações ofensivas do Timão. Nota: 7,5


Cássio: no momento de maior pressão do time chileno, no primeiro tempo, mostrou segurança e fez uma defesa muito difícil, em chute rasteiro de Felipe Mora. Sempre que acionado, deu tranquilidade à defesa alvinegra. Vive ótima fase. Nota: 7


Guilherme Arana: outro que vive grande fase. Num jogo grande, com pressão, soube se sair bem pelo lado esquerdo, deu caneta, chapéu e não se intimidou. Teve participação no primeiro gol, ao aplicar o voleio que gerou o rebote de Herrera e a finalização de Rodriguinho. Nota: 7



Jadson protege a bola na arena da marcação chilena (Foto: Leonardo Lepri)


Veja as notas dos jogadores do Corinthians:


Cássio [GOL]: 7
Léo Príncipe [LAD]: 6,5
Balbuena [ZAG]: 6,5
Pablo [ZAG]: 7
Guilherme Arana [LAE]: 7
Gabriel [VOL]: 6,5
Maycon [VOL]: 6,5
Rodriguinho [MEI]: 7,5
(Clayton [ATA]): 6
Jadson [MEI]: 7,5
(Pedrinho [MEI]): 6
Romero [ATA]: 6
(Camacho [VOL]): sem nota
Jô [ATA]: 6


Após vitória Corinthians,  meia Jadson acusa desconforto muscular na hora do gol e será reavaliado
Meia disse que vinha sentindo a perna um pouco pesada, mas ficou pior após o gol. Logo depois, Pedrinho entrou na vaga do meio-campistaJadson sentiu um desconforto na coxa após gol do Corinthians (Ricardo Moreira/ Fotoarena)
6/04/2017 0h14Rio de Janeiro

Autor do segundo gol da vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, nesta quarta-feira, na Arena Corinthianso meia Jadson acusou um incômodo muscular na coxa esquerda ao chutar a bola para dentro, de fora da área, aos 23 minutos do segundo tempo. O jogador  será reavaliado para saber se defende o Corinthians contra Botafogo-RP no domingo, pelo Campeonato Paulista.

“Senti um desconforto na hora do gol. A minha perna já estava um pouco pesada. Quando chutei, fui com tanta vontade de fazer o gol que acabei sentindo o desconforto. Agora, vou ver com os médicos”, comentou Jadson, que atuava com uma proteção na coxa esquerda e acabou substituído pelo jovem atacante Pedrinho.

De qualquer forma, o armador não pareceu muito preocupado com o problema. Ele preferiu comemorar o bom resultado que o Corinthians conquistou no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana.

“Enfrentamos uma equipe muito qualificada, que trabalha bem a bola. No começo do jogo, eles fizeram isso, mas a gente marcou o gol e cresceu no jogo”, disse, lembrando que o também meia Rodriguinho abriu o placar no primeiro tempo. “Depois, fizemos o segundo gol e tivemos mais duas chances claras. A equipe está de parabéns pelo resultado”, concluiu Jadson.





00:59
A transmissão em tempo real do pós-jogo de Corinthians 2 x 0 Universidad de Chile fica por aqui. Obrigado pela atenção e boa noite!

00:53 Vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre Univ de Chile marcou a estreia de Fabio Carille em partidas internacionais como treinador do Corinthians #trARENA
00:52 Além das cadeiras, banheiros e uma bilheteria da Arena foram quebrados. 26 chilenos foram detidos e quatro levados ao hospital #trARENA
00:45

A reapresentação do Corinthians será nesta quinta-feira, às 15h30, no CT Joaquim Grava. O meia Rodriguinho e o lateral Léo Príncipe foram escalados para a entrevista coletiva


Jadson e Fabio Carille encerram neste momento a entrevista coletiva conjunta na sala de imprensa da Arena Corinthians

00:35 Jadson: "É triste quando a gente abre as portas da nossa casa e algumas pessoas fazem baderna. É ruim para o futebol" 


00:32 "Por enquanto está dando certo, mas não quero ser sempre reativo. Minha busca é por um time criativo", diz Carille 
#trARENA

00:30

"Sete jogos com Balbuena e Pablo que não tomamos gol, é um número bom, um casamento perfeito, e uma preocupação muito grande', diz Carille

00:29


JADSON, sobre precauação pela dor

"Eu sou um cara que não é qualquer desconforto que vai me tirar da partida. Claro que tem a questão médica, mas se for só desconforto vou querer ajudar. Não sou de ficar fora e espero estar pronto para o Paulista", diz


00:28
JADSON, sobre comparações com função em 2015 

"O Carille é um cara experiente, um comandante que todos têm o respeito. Claro que ele pegou a forma do dia a dia que o Tite trabalha, então a equipe está crescendo a cada dia. O importante é a gente criar nossa identidade. Não temos que comparar com 2015, mesmo que a cobrança seja igual, porque o Corinthians é grande e todos sabem disso. É continuar trabalhando firme que vamos melhorar", diz



00:26
CARILLE, sobre as dificuldades do Corinthians

"Nossa proposta era iniciar pressionando lá em cima e não conseguimos, porque eles trabalhavam com muita qualidade de passe. Foi mérito do adversário o que nos dificultou, mas conseguimos ajeitar e fomos melhores no segundo tempo", diz

00:26

JADSON, sobre a camisa 10 na Sul-americana

"Foi uma decisão da comissão técnica e da diretoria, fiquei feliz, porque me sinto bem jogando com a 10. Mas já disse que não quero causar desconforto no grupo, porque o Guilherme é bacana, treina muito bem. Então a ideia é deixar o grupo unido e sadio", diz

00:26

Se não for ressarcido pelos estragos da torcida visitante, clube acionará a Conmebol 


00:25

TIME É REATIVO?

"A ideia não é essa. Nossa busca é a melhora da parte ofensiva, de construção. Estamos nos dando melhor quando o adversário propõe jogo, mas nossa busca é por ser mais ofensivo e sempre chegar com mais jogadores na área do adversário, criando mais chances de gols. Não quero criar essa forma de ser reativo não, quero ser criativo", diz Carille


00:25

Corinthians vai contar as cadeiras quebradas, calcular o prejuízo com a depredação, e enviar cobrança à Universidad de Chile



00:23


TAMANHO DA VANTAGEM

"A vantagem é grande sim, mas não podemos pensar em tranquilidade. Será pressão, uma equipe que propõe jogo, põe a bola no chão. Mas é para pensar nisso só em 10 de maio. Mas a vantagem existe sim, não tomamos gol e não podemos ir tranquilos para lá", diz Carille


"Analisamos muito o time adversário antes do jogo. No primeiro tempo ficamos com pouca posse de bola, mais no chute longo. Mas conseguimos o gol com o Rodriguinho e isso ajudou muito. Depois fizemos o gol e criamos mais duas chances, poderíamos ter ampliado. Mas a equipe está de parabéns e precisa estar concentrada no próximo jogo", diz Jadson


00:22

Jadson e Fabio Carille na sala de imprens









00:21


CARILLE

"Nós sabemos da dificuldade, uma equipe qualificada e jogando junto há um bom tempo, diferente de nós. Eles foram muito superiores a nós no primeiro tempo, mas melhoramos a pressão na saída de bola no segundo tempo. É uma vitória muito grande com uma equipe muito qualificada"

00:21

"Falei com o Carille e com o doutor que senti um desconforto na hora do chute e fiquei com medo de ficar em campo e piorar. Amanhã vou fazer exames, mas acredito que não seja nada grave", diz Jadson


00:10
Gabriel disse que foi uma das melhores partidas do ano do Corinthians:



"É importantíssimo, a gente sabia que o resultado positivo aqui seria essencial para a gente ir jogar no Chile, principalmente não tomando gol, nosso princípio era esse, pressionar e quando tivesse oportunidade, fazer os gols. A equipe fez uma boa partida no meu ponto de vista, uma das melhores do ano, é claro que a equipe deles toca muito bem a bola, então em certo momento do jogo eles tiveram a posse, mas a gente defendeu bem, essa competição é isso e na garra e na determinação a equipe foi bem"

00:06


Rodriguinho, sobre sua presença no jogo de domingo: 

"Vamos sentar, ver o que vai acontecer, como que eu vou suportar essas dores, mas eu espero poder estar bem para domingo"








00:04


Rodriguinho comentou a dificuldade de jogar quase no sacrifício:

"Está bem difícil, estou com um pouco de dor ainda, mas a gente está tratando, trabalhando muito para que essas dores possam sumir e que eu possa estar no meu 100%, estou tentando, fazendo de tudo para poder evoluir cada vez mais, porque ainda tenho muito a melhorar"

00:01


Rodriguinho também falou da qualidade do adversário e de seu gol:


"A gente enfrentou uma equipe muito boa que veio com uma proposta muito forte de marcação, eles têm muita qualidade, dificultaram bastante, principalmente no primeiro tempo, tivemos uma certa dificuldade, que bom que conseguimos fazer o gol ali na jogada trabalhada, sobrou para mim e eu acabei colocando para dentro"


Corinthians chega a 25 gols marcados em 21 partidas na temporada. Destaque é a defesa: só dez sofridos 



23:57


O meia Jadson também conversará com a imprensa, como é protocolo da Conmebol

23:56


Já à espera do técnico Fabio Carille na sala de imprensa da Arena Corinthians

23:53



Mais uma grande atuação de Guilherme Arana, o mais regular dos garotos do Corinthians nesta temporada 




23:52


Rodriguinho valorizou o resultado:

"A gente tem que dar resposta para nós mesmos, não ficar pensando no que as pessoas estão falando, a gente está mantendo o foco no nosso trabalho, estamos felizes de ter conseguido essa vitória que foi importantíssima pro jogo de volta e a gente espera garantir a classificação lá"

23:49




Corinthians reafirma estilo e abre a Sul-americana com vitória sobre La U 




23:48



Defesa do Corinthians em nova atuação sólida. Hoje Cássio sofreu um pouco mais do que normalmente, mas deu conta #trARENA




23:46


Autor do segundo gol do Timão, Jadson falou na saída de campo:

"Só foi ali na hora do chute, que senti um desconforto. Estava com a perna um pouco pesada. Fui com tanta vontade para fazer o gol que acabei sentindo o desconforto. A equipe deles é muito qualificada, trabalha bem a bola. Fizemos o gol, crescemos, fizemos o segundo e tivemos outras duas chances claras. Estamos de parabéns pelo resultado." Corinthians vence por 2x0 univ chile abre boa vantagem na Copa Sul-AmericanaEm jogo complicado, principalmente no primeiro tempo, Timão vence chilenos com gols de Rodriguinho e Jadson. Equipe pode perder por até um gol de diferença em Santiago





Com gols de Rodriguinho e Jadson, o Corinthians venceu a Universidad de Chile por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, na estreia da Copa Sul-Americana. O primeiro voltou ao Timão após dois jogos fora e quase uma semana tratando dores no joelho esquerdo. O segundo chegou ao 15º gol com a camisa alvinegra na arena, igualando Guerrero – ambos estão atrás de Romero, que tem 17.






DESTAQUE COMO FICA?



O resultado coloca o Corinthians em ótima condição para avançar no torneio internacional. O Timão para a segunda fase mesmo se perder por um gol de diferença, dia 10 de maio, em Santiago. Com a regra do gol fora de casa, se marcar um na casa do adversário, pode perder por dois de diferença.





DESTAQUE 90 MINUTOS


O primeiro tempo foi complicado para o Corinthians. Com a bola no pé da Universidad, ficou difícil para os donos da casa chegarem ao ataque – até a metade do primeiro, eram apenas 35% de posse. Com o passar do tempo, o Timão começou a sair mais de seu campo e abriu o placar aos 40, com Rodriguinho, após duas defesas de Herrera em chutes de Gabriel e Guilherme Arana.


O segundo tempo começou do mesmo jeito, com La U na frente, mas com mais posse do que criando chances de gol. E de novo, aos poucos, o Timão foi saindo da situação incômoda. Aos 23, Jadson aumentou o placar, aproveitando de fora da área a sobra de uma falta cobrada por ele. A partir daí, mesmo em casa, o Corinthians se armou para aproveitar os contra-ataques. Jô e Clayton perderam ótimas chances de praticamente classificar a equipe.





















Sangue no olho! Timão vence Universidad de Chile na estreia pela Conmebol Sul-Americana

Corinthians faz 2 a 0 em casa e leva vantagem ao Chile, podendo perder por um gol ou até dois se balançar as redes na partida de volta da primeira fase do torneio continental




23h55 05/04/2017 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians







Com sangue no olho, o Corinthians resistiu à pressão da Universidad de Chile, fez um gol em cada tempo e venceu o time chileno por 2 a 0 no jogo de ida da primeira fase da Conmebol Sul-Americana, na Arena Corinthians, nesta quarta-feira (05). Rodriguinho e Jadson marcaram os gols alvinegros na estreia do Timão na competição continental.

4-1-4-1: Com o retorno de Rodriguinho, Fabio Carille pôde colocar o Corinthians novamente com o esquema que tem um jogo entre as duas linhas de 4 da defesa e do meio. Mas não contou com Fagner, suspenso. Assim, o Timão entrou em campo com Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel; Jadson, Rodriguinho, Maycon e Romero; Jô.

Primeiro tempo truncado: A etapa inicial foi muito difícil para o Corinthians. Mesmo sendo visitante, La U não se intimidou, foi para cima e teve mais posse de bola. Cássio apareceu bem, com defesas em finalizações do time chileno. O Timão pouco agredia, sem conseguir invadir a área adversária.

Corinthians 1-0: La U atacou, chutou mais. Mas quem não faz toma. Foi assim aos 40 minutos do primeiro tempo, quando o Timão resolveu arriscar de longe. Gabriel acertou um grande chute de fora da área, que foi defendido pelo goleiro do time chileno, antes de a bola bater na trave. No primeiro rebote, Guilherme Arana bateu, para nova intervenção parcial do arqueiro. Só que a bola voltou a sobrar, dessa vez para Rodriguinho empurrar para as redes e abrir o placar.

Magic Jadson: No segundo tempo, La U investiu na mesma estratégia, com posse de bola e atacando sem medo. Mas o Corinthians soube resistir e atacar na hora certa. Aos 23 minutos, após cobrança de falta, a bola sobrou na medida para Jadson na entrada da área. O meia chutou rasteiro no canto do gol do time chileno e ampliou para o Alvinegro.

Cabia mais: Com uma vantagem confortável no placar, o Corinthians se soltou, podendo ter saído com um resultado mais elástico da Arena Corinthians. Aos 27 minutos, Jô arrancou em velocidade até a área chilena, mas chutou em cima do goleiro. Já aos 31, Clayton, que entrou no lugar de Rodriguinho, tabelou com Gabriel, ficou livre, só que também finalizou em cima do arqueiro de La U.

Vantagem no Chile: Dominando o segundo tempo, coube ao Corinthians administrar o 2 a 0, que dá uma razoável vantagem ao Timão na partida de volta. Para se classificar, o Alvinegro pode perder por um gol de diferença ou até dois, se fizer um, no jogo que acontecerá em Santiago (CHI), no dia 10 de maio.

Virando a chave: Mas o foco do Corinthians agora é o Paulistão Itaipava. Neste domingo (09), o Timão tem o jogo de volta contra o Botafogo-SP pelas quartas de final da competição estadual, na Arena Corinthians, às 16h. A equipe alvinegra precisa vencer para passar às semifinais. Um empate pela a disputa pela vaga para as cobranças de pênaltis.












Corinthians 2x0 univ chile

ATUAÇÕES: Rodriguinho faz um gol, participa de outro e leva melhor nota

Com destaques na defesa e no meio-de-campo, o Corinthians venceu a Universidad de Chile por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. Rodriguinho fez o primeiro, participou do segundo, de Jadson, e ganhou a melhor nota. Confira os destaques do Timão:


CORINTHIANS



7,0

Cássio

Boa atuação do goleiro corintiano, que fez defesas muito difíceis no início do jogo e mostrou segurança nos outros lances em que foi exigido.


6,0

Léo Príncipe

Alternou bons e maus momentos na marcação, deu espaços, mas não comprometeu. Desceu pouco ao ataque e não criou quase nada.


6,5

Balbuena

Pecou em algumas saídas de bola, mas foi bem em desarmes e interceptações. Quando necessário, recorreu aos chutões.


6,5

Pablo

Assim como seu companheiro, falhou quando tentou dar lançamentos longos, mas foi muito bem na marcação. Sempre bem posicionado.

7,0

Guilherme Arana

Mostrou personalidade e vigor físico para marcar e atacar com intensidade. Bem no ataque, participou da jogada do primeiro gol.


7,0

Gabriel

Incansável, ocupou espaços, brigou bastante e deu um chutaço no lance do gol. Com ressalva de sempre: exagera um pouco nas faltas.


6,5

Maycon

De volta ao centro, rendeu mais, ajudando muito na marcação e ainda aparecendo de surpresa no ataque. Errou mais passes do que o habitual.


6,5

Romero

Nenhuma jogada espetacular, mas demonstrou muita raça e consciência tática. Foi tão importante na defesa quanto no ataque. Cansou no fim.






7,5


Rodriguinho


Era o pior em campo até balançar as redes. Depois, ainda participou do segundo gol. Mesmo não estando 100% por dores no joelho, foi decisivo.






7,0


Jadson


Esteve um pouco apagado no primeiro tempo, embora tenha entrado em divididas e buscado o jogo. Foi inteligente e preciso para fazer anota o gol.






6,5





Percebeu que o time estava com dificuldades para servi-lo e saiu

para fazer o pivô e ajudar a reter a bola. Teve boa chance, mas parou no goleiro.






6,0


Clayton


Ajudou a puxar bom contra-ataque, mas foi mal na finalização. Correu muito, ajudou a fechar espaços na defesa e deu gás à equipe

no fim.






6,0


Pedrinho


Começou centralizado, mas depois foi para o lado direito com a saída de Romero. Se entregou bastante, mas participou pouco da partida.






-


Camacho


Ficou pouco tempo em campo. Sem nota.






7,0


Téc: Fabio Carille


Time entrou mal, mas soube segurar a pressão e depois equilibrou o jogo. Técnicou acertou ao retomar o 4-2-3-1 e centralizar Maycon de novo.















Corinthians vence por 2x0 os chilenos na Arena Corinthians
Em campo, Rodriguinho e Jadson deram a vitória ao Timão

O Corinthians tem motivo de sobra para comemorar a dura vitória em sua estreia na Conmebol Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira (5 de abril), o Timão venceu a Universidad de Chile por 2 a 0 e abriu boa vantagem para o duelo da volta, que acontecerá em Santiago. Os gols alvinegros foram marcados por Rodriguinho e Jadson..

Em campo, Cássio fez grande defesa aos 13 minutos. Após cruzamento na área, a bola passou por todo mundo e sobrou com Felipe Mora, que bateu no canto e obrigou Cássio a fazer grande defesa.

Porém, aos 40 da primeira etapa, Gabriel acertou um balaço de fora da área, que obrigou Johnny Herrera a fazer grande defesa. No rebote do lance, a bola sobrou para Rodriguinho desviar para o fundo das redes. O gol não abalou os chilenos, que seguiram melhor no segundo tempo.

Aos dois do segundo tempo, Espinosa cobrou falta com muito perigo por cima da barreira e assustou a torcida. Mesmo com a posse de bola e rondando a área corintiana, quem marcou foi o Timão. Em lance de falta ensaiada, a redonda sobrou com Jadson, que acertou uma pancada de fora da área no canto direito baixo de Cássio. O gol fez Itaquera explodir de felicidade, o que foi um banho de água fria para cima dos chilenos.

A partir daí o Corinthians teve o contra-ataque todo a seu favor. Em duas oportunidades, Jô e Guilherme Arana perderam chances claríssimas de aumentar o marcador. A vitória por 2 a 0 dá ao Timão a oportunidade de empatar iu até perder por um gol de diferença para seguir no torneio.


















Em jogo complicado, Corinthians estreia na Sul-Americana com boa vitória

Universidad de Chile cria dificuldades, principalmente no primeiro tempo, mas Timão leva vantagem para o jogo de volta com 2 a 0, gols de Rodriguinho e Jadson


Por GloboEsporte.com,

05/04/2017 23h48

Com gols de Rodriguinho e Jadson, o Corinthians venceu a Universidad de Chile por 2 a 0 nesta quarta-feira, em Itaquera, na estreia da Copa Sul-Americana. O primeiro voltou ao Timão após dois jogos fora e quase uma semana tratando dores no joelho esquerdo. O segundo chegou ao 15º gol com a camisa alvinegra na Arena – Romero tem 17.


A partida de volta está marcada para o dia 10 de maio, em Santiago. O Corinthians passa para a segunda mesmo se perder por um gol de diferença – se fizer um gol fora, pode perder por dois de diferença.

Pelo Paulistão, o Timão recebe o Botafogo às 17h de domingo, na Arena, no segundo jogo das quartas de final – depois do 0 a 0 em Ribeirão Preto, novo empate leva a decisão para os pênaltis.





Rodriguinho comemora o primeiro gol, marcado aos 40 minutos do primeiro tempo (Foto: Mauro Horita/Estadão Conteúdo)


O jogo


O primeiro tempo foi complicado para o Corinthians. Com a bola no pé da Universidad, foi difícil para os donos da casa chegarem ao ataque – até a metade do primeiro, eram apenas 35% de posse. Aos 13 minutos, Cássio já tinha defendido um chute perigoso de Felipe Mora.

Com o passar do tempo, o Timão começou a sair mais de seu campo. E abriu o placar aos 40, com Rodriguinho, após duas defesas de Herreira em chutes de Gabriel e Guilherme Arana. Na etapa inicial, foram sete finalizações para cada lado, com 59% de posse de bola para a equipe chilena.

O segundo tempo começou do mesmo jeito, com La U na frente, mas com mais posse do que criando chances de gol. E de novo, aos poucos, o Timão foi saindo da situação incômoda. Aos 23, Jadson aumentou o placar, aproveitando de fora da área a sobra de uma falta cobrada por ele.


A partir daí, mesmo em casa, o Corinthians se armou para aproveitar os contra-ataques. Com Jô e Clayton, perdeu a chance de fazer o terceiro gol. No fim das contas, com seis chances reais de gol contra duas do adversário, os 22.661 pagantes (renda de R$ 982.780,90) deixaram a Arena com a sensação de que a classificação alvinegra para a segunda fase está encaminhada.
Copa do Brasil Sub-20: Corinthians empata sem gols com o Náutico

Decisão será na próxima terça (11), às 18h45, na Arena Barueri, em Barueri


00h00 05/04/2017 - Agência Corinthians

O Corinthians empatou na estreia da Copa do Brasil Sub-20. No Estádio do Arruda, em Recife-PE, o Alvinegro ficou no 0 a 0 com o Náutico.

O Timão jrs teve algumas boas chances de abrir o placar. A melhor delas foi com Miullen, na segunda etapa, que recebeu excelente passe de Fabricio Oya, driblou o goleiro, mas foi travado pelo zagueiro na hora da conclusão.

Na próxima terça-feira (11), às 18h45, na Arena Barueri, em Barueri, acontece a partida de volta do duelo. Se o Corinthians se classificar, enfrentará o vencedor de Chapecoense e Internacional – os gaúchos venceram os catarinenses, fora de casa, no primeiro confronto por 1 a 0.
Corinthians atuou com Filipe, Samuel, Franklin, Carlos e Guilherme Romão (Luisinho); Renan (Roni) e Guilherme Mantuan; Natan (Jonatas), Fabrício Oya (Igor) e Marquinhos (Rafael Bilu); Matheus (Miullen)




Corinthians inicia mata mata de Sul Americana contra Univ de Chile na Arena Corinthians
Timão voltará a atuar no 4-2-3-1 nesta quarta-feira



O Corinthians faz sua estreia na Copa Sul-americana de 2017 nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians contra Universidad de Chile.

Em busca de vantagem no duelo de ida, o técnico Fabio Carille mudará o sistema tático da equipe para esta partida. Ele voltará a armar o Timão no 4-2-3-1.

O Corinthians terá a importante baixa de Fagner, suspenso, mas o rival também estará desfalcado.

As equipes se enfrentaram três vezes na história, com duas vitórias do Timão e uma dos chilenos. O jogo de volta acontecerá apenas daqui a mais de um mês, em 10 de maio, em Santiago.










Corinthians x univ chile


Copa Sul Americana 2017- 1ª fase ida
Data: 5 de abril, às 21h45
Local: Arena Corinthians
Árbitro: Dario Herrera (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Ariel Scime (ARG)


CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fabio Carille.
Desfalques: Fagner (suspenso) e Pedro Henrique e Kazim (lesionados)

Universidad de Chile: Herrera; Rodríguez, Vilches, Gonzalo Jara e Schultz; Reyes, Espinoza e Lorenzetti: Rozas (David Pizarro), Ubilla e Mora. Treinador: Guillermo Hoyos.
Desfalque: Beausejour (lesionado).

Onde acompanhar: Globo (paulista, RS, SC, PR, MG - menos Juiz de Fora - GO, TO, MS, MT, AL, RN, PA - menos Santarém - e DF).