23 de fev de 2017

CORINTHIANS 23/02/2017


23/02/2017 18h16
Em treino do Corinthians, atacante Giovanni Augusto é novidade, Camacho segue de luto
Fábio Carille vai decidir na sexta-feira se irá relacionar o meia para o jogo de sábado, do Corinthians em Mirassol, contra time da casa. Liberado pela morte do pai, volante segue no Rio de Janeiro


Por Marcelo Braga

Giovanni Augusto pode ser novidade do Timão no sábado (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Enquanto os titulares fizeram um treino leve na tarde desta quinta, um dia depois da vitória do Corinthians por 1 a 0 no deby, os reservas foram a campo para um treino técnico.

Recuperado de lesão muscular, Giovanni Augusto foi a principal novidade no gramado. Fábio Carille vai decidir no treino de sexta se irá relacioná-lo para o jogo contra o Mirassol, sábado, às 19h30. 
Fora do Dérbi por uma virose, Marlone foi ausência e deve seguir como desfalque.


Quem também não deve voltar ao time do Corinthians na partida no Estádio Municipal de Mirassol é Camacho, que segue no Rio de Janeiro na companhia da família. O jogador perdeu o pai em um acidente no último domingo, e foi liberado pela diretoria das atividades da semana.




23/02/2017 18h07
No Corinthians, Gabriel usa máscara de Maycon e fala das polêmicas do vitorioso Dérbi: "Na história"
Expulso de forma equivocada no clássico, volante afirma: "Quem sou eu para dizer que o árbitro deva parar de apitar?"


Por Marcelo Braga


Gabriel e Maycon entraram com máscaras na sala de entrevistas coletivas do CT Joaquim Grava na tarde desta quinta-feira, um dia depois da vitória do Corinthians por 1 a 0 no derby. No jogo, o árbitro Thiago Duarte Peixoto confundiu os dois e expulsou Gabriel de forma equivocada.
Apesar do bom alto astral pela da vitória no Dérbi, os jogadores se mostraram ainda perplexos com a confusão causada pelo árbitro. E Gabriel, que teve cartão vermelho retirado pelo Tribunal de Justiça Desportiva após a lambança, disse que a noite de quarta ficará para a eternidade.

Gabriel e Maycon falam em entrevista coletiva nesta quinta: clássico ficou marcado (Foto: Diogo Venturelli)

– Arrepiou, para mim (a vitória) vai ficar marcado. Foi uma noite que aconteceu de tudo, que vai ficar marcada para a história. Deu orgulho, os jogadores supriram a falta de um jogador. O canto da torcida foi fundamental – comentou o jogador.


Confira os principais trechos da coletiva de Gabriel:

 Vou defender a camisa do Corinthians com unhas de dentes. Vimos a rivalidade que é, sempre teve, jogo pegado e truncado. Um clássico centenário que vai entrar para a história. Minha relação com os jogadores de lá é totalmente profissional. Meus companheiros são daqui, estou feliz aqui.
Gabriel e Maycon chegam com máscaras para a entrevista desta quinta (Foto: Marcelo Braga)


RECADO PARA O ÁRBITRO
– Diria para esfriar a cabeça, ele é humano, pode errar. Mas que possa rever algumas coisas e busque melhorar, ele irá fazer isso. Vi o depoimento dele, que espera continuar o seu trabalho. Acredito que vai, quem sou eu para dizer que o Thiago deva parar de apitar. Que fique tranquilo, reveja o que errou. A vitória apagou um pouco esse erro gravíssimo.


PASSO A PASSO DA EXPULSÃO
– Quando o árbitro veio na minha direção e me deu o cartão amarelo e depois o vermelho, mantive a calma porque tinha certeza que ele ia voltar atrás, que alguém ia ajudar na decisão. O time se revoltou, o Maycon falou que ele tinha feito a falta. Ele bateu o pé. Não esperava que ele ia continuar com a decisão absurda. Eu estava longe do lance. Foi um erro grave. Thiago é humano, pode errar, mas ele nos prejudicou. Até sentei no gramado, falei que não ia ser expulso e prejudicar a equipe. Primeira vez que fui expulso na carreira. Depois que caiu minha ficha de que ele não voltaria atrás, esbravejei, chutei a placa, peço até desculpas a quem estava ali.


Bloco do Timão! Um dia após Corinthians vencer Derby, Gabriel e Maycon posarem de máscaras após polêmica
Durante a entrevista coletiva desta quinta-feira (23 de fevereiro), cada atleta usou o rosto do companheiro, colocando ainda mais pimenta em erro de árbitro no Derby vencido pelo Corinthians ontem em casa, na Arena Corinthians
23/02/2017 17h32



Tudo pronto pro carnaval! O Maycon sairá de Gabriel; e o Gabriel sairá de Maycon. #EuSouGabriel #EuSouMaycon#EuSouCorinthians #DerbyDaRaça



O erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto no clássico da noite de quarta-feira (22 de fevereiro),  na Arena Corinthians, já virou motivo de piada para o Corinthians. Na tarde desta quinta-feira (23), o clube fez os seus volantes Gabriel e Maycon posarem com máscaras para tirar sarro da polêmica que marcou a vitória do Timão por 1 a 0 sobre  rival.

"Tudo pronto pro Carnaval! O Maycon sairá de Gabriel; e o Gabriel sairá de Maycon!”, publicou o Corinthians em suas redes sociais. Na foto que acompanha o texto, Gabriel aparece vestido com uma máscara com o rosto de Maycon e vice-versa.
A brincadeira foi motivada pela injusta expulsão de Gabriel no final do primeiro tempo do clássico. O árbitro Thiago Peixoto considerou que ele teria puxou a camisa do atacante rival – quando, na verdade, quem cometeu a falta foi Maycon – e mostrou a ele um segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho.

Mesmo avisado, Thiago Peixoto só assumiu o seu equívoco, emocionado, após a partida. Nesta quinta-feira (23), a súmula do jogo foi corrigida, e Gabriel ficou livre para defender o Corinthians contra o Mirassol no sábado de Carnaval, fora de casa.





Volante corinthiano Maycon celebra “momento mágico” após atuação decisiva em vitória corinthiana no Derby

23/02/2017 20:20:09 — 23/02/2017 20:25:12

Prata da casa virou titular em vitória corinthiana e não decepcionou a torcida (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Surpresa na escalação do Corinthians no Derby, o volante Maycon correspondeu às expectativas do técnico Fábio Carille. Foi do prata da casa de 19 anos a assistência para o centroavante Jô anotar o gol da vitória do Timão por 1 a 0 na noite de quarta-feira, na Arena Corinthians.

“Vivi um momento mágico”, definiu Maycon. “Jogar um Derby como esse foi indescritível. Todo jogador que nasce no Corinthians sonha com esse jogo. Todos os clássicos são importantes, mas, no Derby, existe algo a mais”, acrescentou.

A presença de Maycon em campo não era esperada, já que, mesmo com as críticas da torcida, Fábio Carille demonstrava preferência pela utilização do mais experiente Fellipe Bastos. Camacho não era uma opção para a partida, já que fora dispensado do Derby em função da morte do pai, Anízio, em um trágico acidente de elevador.

Escalado, Maycon conseguiu chamar a atenção. No final do primeiro tempo, ele foi confundido pelo árbitro Thiago Duarte Peixoto com o companheiro Gabriel, que acabou erroneamente expulso (por um segundo cartão amarelo, sem ter o primeiro). Sem outro volante ao seu lado, precisou se desdobrar na marcação na etapa complementar. E não apenas ajudou a conter as investidas da equipe rival, como criou a jogada que definiu a vitória do Corinthians por 1 a 0 no marcador aos 42 minutos do segundo tempo.

“Naquele lance, o Arana afastou a bola”, comentou Maycon, que aproveitou o vacilo do atleta rival para fazer o desarme e avançar pela ponta esquerda. Depois acertou o passe na segunda chance  para Jô concluir por baixo do goleiro. “Fui feliz no lance. A bola bateu no peito do pé do Zé e voltou justamente para mim. Aí, saiu o gol”, resumiu.Maycon precisou se desdobrar defensivamente após a expulsão injusta de Gabriel (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A boa atuação credenciou Maycon a se firmar como titular do Corinthians. Destaque do Corinthians eneacampeão da copinha jrs em 2015 com 2 gols na final e artilheiro do torneio, ele foi promovido a profissional pelo técnico Tite, e depois foi emprestado à Ponte Preta, para ganhar mais experência. Voltou nesta temporada, após servir a Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20 antes de começar a ser aproveitado por Fábio Carille.

“Apesar de ter feito bons jogos na minha primeira passagem pelo Corinthians, saí para me preparar. Queria voltar da Ponte mais experiente, e foi o que fiz”, disse Maycon, que reencontrou Carille, antigo auxiliar de Tite, e Osmar Loss, antes treinador da equipe sub-20 e agora membro da comissão técnica profissional, no CT Joaquim Grava. “Eles já me conheciam, o que facilitou as coisas. Fiquei bastante contente com as chegadas deles.”

Também deixando contentes os seus superiores, o jovem volante acredita que o seu “momento mágico” poderá servir de exemplo para alguns dos seus antigos companheiros de categorias de base. “Até pela necessidade do clube, estão sendo abertas muitas possibilidades para nós. Quando subi, o grupo estava cheio porque havia acabado de ser campeão brasileiro (2015). Hoje, temos que mostrar ao professor Fábio que merecemos um espaço. Vamos mostrar o nosso futebol diariamente”, concluiu Maycon.







Giovanni Augusto pode ser novidade do Corinthians em duelo dos líderes

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro - 23/02/2017 - 18:27
O Corinthians pode ter uma novidade em campo neste sábado, às 19h30, quando enfrenta o Mirassol pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Para o duelo dos dois melhores times da competição até o momento, o meia Giovanni Augusto tem chances de ser relacionado pelo técnico Fabio Carille. Ausente das últimas partidas, inclusive na vitória corinthians no Derby, o meia está recuperado de lesão na coxa direita e trabalhou sem restrições no gramado do CT Joaquim Grava nesta quinta-feira, véspera da definição do time que vai ao interior paulista brigar pela liderança geral do Estadual.

Sem contar com os titulares do Dérbi, que realizaram apenas trabalhos internos, Carille dirigiu um treino técnico com os reservas, que foram divididos em duas equipes. A primeira foi escalada assim: Matheus; Mantuan, Ameixa, Mangueira (sub-20) e Mendoza; Cristian; Jadson, Rodrigo Figueiredo, Guilherme e Giovanni Augusto; Jô; e a outra da seguinte maneira, com um jogador a menos: Caique; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Vilson e Moisés; Paulo Roberto, Fellipe Bastos e Marciel; Pedrinho e Bruno Paulo. O goleiro Diego também participou do treinamento revezando com os outros dois da posição.

Após o trabalho técnico em espaço reduzido, Carille comandou um treino de cruzamentos e finalização. Léo Príncipe, Mantuan e Jadson, pela direita, e Moisés, Marciel e Mendoza, do lado esquerdo, cruzavam para os outros finalizarem. Cristian até deixou este trabalho mais cedo que os outros companheiros para realizar trabalhos complementares na academia, segundo o clube.

Não treinaram em campo os seguintes jogadores: Marlone, ainda em tratamento de virose, Marquinhos Gabriel, que se recupera de uma lesão na coxa direita, Walter, que trata uma lesão no tórax, zagueiro Léo, que voltou contundido da Seleção Brasileira sub-20, Luidy, por razões não divulgadas, e Camacho, que perdeu o pai no último domingo e segue no Rio de Janeiro dando e recebendo apoio de familiares. O Corinthians não estabeleceu uma data para o retorno do jogador após a tragédia pessoal, e ele quem definirá a data do retorno aos treinamentos.

O técnico Fabio Carille deu indícios de que pode mexer em algumas peças para a partida contra o Mirassol por conta do desgaste. Depois deste compromisso, ele terá pela frente o Brusque na segunda fase da Copa do Brasil e o Santos, em clássico da sétima rodada do Paulista, já no sábado. A definição da escalação será no treino desta sexta-feira, às 9h30, no CT.





'Defenderei o Corinthians com unhas e dentes', diz Gabriel após expulsão injusta em erro grotesco de arbitragem
Maycon deveria ter recebido o cartão em vez de Gabriel

Maycon e Gabriel durante chegada para entrevista coletivaDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Dupla de volantes utilizou máscaras ironizando erro de árbitroDaniel Augusto Jr/Ag. Corinthians1/8Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro - 23/02/2017 - 18:10
Gabriel esteve em campo apenas 45 minutos no Dérbi, mas foi um dos grandes personagens da vitória corinthiana por 1x0 na última quarta-feira. Ele foi expulso de maneira injusta.
Gabriel destacou sua relação com o Corinthians:

- Hoje, meu xará, eu jogo no Corinthians. Tenho novos amigos aqui e o que for preciso para defender esse clube vou fazer - declarou.
Vou defender o Corinthians com unhas e dentes, vou defender esse clube - falou o volante.

O jogador deu a entrevista ao lado de Maycon e chegou à sala de imprensa do CT Joaquim Grava utilizando uma máscara do companheiro, autor da falta que acabou gerando a expulsão dele. O volante disse perdoar o árbitro Thiago Duarte Ribeiro pelo erro, porém, ressaltou que ele foi informado pelos auxiliares e não voltou atrás. O camisa 5 em vários momentos exaltou o trabalho do técnico Fabio Carille e também a dedicação do grupo alvinegro.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista coletiva:

EXPULSÃO
No momento que o árbitro me deu o amarelo e depois o vermelho tentei manter a calma, tinha certeza que ele iria voltar atrás, que outras pessoas iriam ajudá-lo a tomar a decisão. Muita gente falou que não tinha sido eu, mas ele bateu o pé e não mudou de decisão. Eu não esperava que ele iria continuar com aquela decisão absurda, porque eu estava muito longe. É um erro grave, mas o Thiago é humano, pode errar. Só que ele nos prejudicou, não podemos falar o contrário.

COMO REAGIU?
Até sentei no gramado, falei que não iria sair e prejudicar a equipe. Nunca tinha sido expulso na carreira. Em várias partidas tomei amarelo no primeiro tempo e joguei o restante tranquilo, mantendo meu estilo de jogo. Mas, depois, saindo de campo caiu a ficha e vi que ele não voltaria atrás. Foi quando até esbravejei, chutei o chão, a placa de ferro, peço desculpas para as pessoas da imprensa que estavam ali. Eu estava indignado.

THIAGO DUARTE RIBEIRO
É complicado, como falei ele é humano, mas da maneira que foi... Primeiro achei que ele não tinha sido avisado, mas depois vi como foi, fiquei mais indignado, mais puto ainda. Era um Dérbi, um jogo de muita responsabilidade para nós, sabemos como é difícil jogar com um a menos. Foi uma irresponsabilidade muito grande. Eu falei "volta atrás, vai se pior para você, eu não fiz a falta". Ele falou "foi você, estou te expulsando". Depois ele viu e acho que se arrependeu.

LIBERADO PELO TJD
Fiquei feliz, esperava isso, foi uma situação absurda. Estou preparado para jogar, vamos ver como o Fábio vai armar a equipe para enfrentar o Mirassol, será uma decisão, uma equipe que vem fazendo grandes jogos. Temos que trabalhar forte, concentrados para fazermos uma grande partida.

rivais CONFUNDIRAM O ÁRBITRO?
A gente sabe que no futebol brasileiro tem essa questão, jogo estava 0 a 0, fica até um pouco pesado para o adversário falar algo pois o jogo estava empatado. Não os culpo por isso, a responsabilidade era do quarteto de arbitragem. Mas a equipe foi guerreira demais, deu gosto de ver o Corinthians jogar, fechado, maduro, superou minha ausência. A torcida inflamou de uma maneira que ainda não havia acontecido esse ano, vimos que eles estão do nosso lado sempre. Foi maravilhoso, dos males que vêm para o bem. Fomos premiados pelo gol do Jô, não só ele, mas todos nós saímos recompensados.

RESPOSTA DO CORINTHIANS
Não um cala a boca, porque imprensa e torcida formaram isso. Nós sempre trabalhamos, conversamos com vocês de maneira aberta, respeitosa. Até a gente viu por parte de alguns comentaristas coisas pesadas sobre nós, desacreditando muito. Isso nos fortalece, aquele pique a mais dentro de campo não é para provar para ninguém, é porque estamos convictos que estamos no caminho certo. O Carille vem passando uma confiança e uma tranquilidade grande, a gente sabia que iria vencer. Tem que tirar o chapéu para o Carille pelo trabalho que ele faz.






Sobre vitória corinthiana: ''Foi indescritível'', diz Maycon

Jogador também falou sobre a assistência que resultou no gol da vitória no Derby


18h00 23/02/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Nesta quinta-feira (23), o Corinthians voltou a treinar no CT Dr. Joaquim Grava após a vitória por 1 a 0 no Derby pelo Paulistão 2017. Após a abertura dos treinamentos para o jogo contra o Mirassol, o volante Maycon, ao lado de Gabriel, concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa.

"Vivi momento mágico, joguei a Libertadores e foi sonho realizado, um Derby foi indescritível. Fui para a Ponte falando que ia voltar mais experiente. É um sonho de todo jogador que nasce no Corinthians. Jogar o derby tem algo a mais. Fico feliz, correspondemos à altura", disse Maycon, que ainda comentou o lance do gol da vitória.

"Quando o Arana afastou a bola, o gramado faz a bola deslizar quando quica, pensei que ia quicar e eu ia dar uma abafada. Acho que ele achou que eu ia fazer a falta, tive sorte ainda que toquei, a bola bateu no Zé e voltou em mim e conseguimos o gol", completou o volante, que deu a assistência para o gol de Jô.

O Corinthians volta a entrar em campo neste sábado (26), às 19h30, quando enfrenta o Mirassol fora de casa. O Corinthians joga por vitória par ter melhor campanha geral do Paulista.










Volante corinthiano Gabriel com relação a vitória no Derby: “O canto da torcida foi fundamental

O volante também falou sobre o desempenho da equipe no Derby: “A gente tem de tirar esse jogo como parâmetro”


18h00 23/02/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


Um dia após a vitória do Corinthians por 1 a 0 no Derby na Arena Corinthians pelo Paulistão 2017, o elenco corinthiano voltou a trabalhar no CT Dr. Joaquim Grava. Após o treinamento, o volante Gabriel, ao lado de Maycon, concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa.

"Arrepiou, para mim vai ficar marcado. Foi uma noite que aconteceu de tudo, que vai ficar marcada para a história. Vi do vestiário, eu não podia subir para o camarote por causa do sorteio do doping. Fiquei no vestiário com imagem atrasada, a gente ouvia a reação do torcedor. Vi o que os roupeiros sentem na pele. Deu orgulho, supriram um a menos. O canto da torcida foi fundamental", disse Gabriel.

"Deu orgulho de ver, a gente tem de tirar esse jogo como parâmetro. Mirassol é outra guerra. Nossas ambições são maiores que isso", continuou o volante.

O Corinthians volta a entrar em campo neste sábado (26), às 19h30, quando enfrenta o Mirassol fora de casa. O duelo marca o confronto das duas melhores equipes do Paulistão até aqui: o Timão tem 12 pontos e a equipe do interior soma 13.





Corinthians tem horário de jogo alterado
Ingressos para o jogo que acontece na Arena Corinthians já estão à venda para os sócios do Fiel Torcedor pelo www.fieltorcedor.com.br


18h00 23/02/2017 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

A Federação Paulista de Futebol anunciou a alteração do horário da partida do Corinthians contra s7os dia 4 de março, sábado, válida pela sétima rodada do Paulistão 2017. O clássico, que aconteceria a partir das 16h, teve horário de início alterado para as 18h30. O duelo acontece na Arena Corinthians.

Antes, o Corinthians terá o Mirassol pela frente no Paulistão e o Brusque-SC pela segunda fase da Copa do Brasil. O duelo estadual acontece neste sábado (26), às 19h30. O confronto diante da equipe catarinense será disputado na quarta-feira (01/03), às 21h45. Ambos serão realizados fora de casa.






























23/02/2017 16h09

Corinthians faz máscaras de Gabriel e Maycon: "Tudo pronto pro Carnaval"
Em rede social, clube brinca com confusão de árbitro de Dérbi. Thiago Duarte Peixoto expulsou Gabriel, mas foi o outro volante quem fez falta

Por GloboEsporte.com

O Corinthians não vai se esquecer tão cedo do erro que custou a expulsão do volante Gabriel no clássico desta quarta-feira. Nesta quinta-feira, o clube usou suas redes sociais para fazer mais uma brincadeira depois da vitória por 1 a 0 no clássico.



Maycon e Gabriel trocam máscaras no Corinthians: clube brinca com confusão de árbitro (Foto: Divulgação)

Usando a temática do Carnaval, o clube produziu máscaras de Gabriel e Maycon – este último foi quem puxou Keno no lance da expulsão, mas passou ileso pelo árbitro Thiago Duarte Peixoto. Em uma rede social, o Timão escreveu:


– Tudo pronto pro Carnaval! O Maycon sairá de Gabriel; e o Gabriel sairá de Maycon.


Gabriel, que nem estava na jogada, teve seu cartão retirado após uma correção na súmula da partida. A tendência é de que ele tenha condições legais de enfrentar o Mirassol neste sábado, às 19h30 (horário de Brasília), no interior paulista.







Corinthians ironiza erro de árbitro e faz máscaras de Carnaval de volantes

Gabriel se veste de Maycon e Maycon de Gabriel no dia seguinte da vitória sobre Palmeiras em que o Timão superou erro da arbitragem ao expulsar jogador errado no primeiro tempo

LANCE! 23/02/2017 16:20 Vitorioso no Dérbi desta quarta-feira, o Corinthians ironizou o erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto ao expulsar o volante Gabriel aos 45 minutos do primeiro tempo, em lance que nem teve participação do camisa 5. Nesta quinta-feira, o clube postou em suas redes sociais uma brincadeira sobre o assunto, vestindo o volante Gabriel com uma máscara de Maycon, que foi o verdadeiro autor da falta. Maycon também ganhou uma máscara de Gabriel para completar a zoeira.

"Tudo pronto pro carnaval! O Maycon sairá de Gabriel; e o Gabriel sairá de Maycon. #EuSouGabriel #EuSouMaycon #EuSouCorinthians #DerbyDaRaça", postou o clube nas redes sociais.

O cartão vermelho de Gabriel será anulado após o árbitro da partida assumir o erro. Mesmo diante da lambança da arbitragem, o Corinthians venceu com gol de Jô aos 42 minutos do segundo tempo.











Corinthians arrecada cinco vezes mais do que os outros jogos da rodada somados

Corinthians venceu deby por 1 a 0 (Foto: Jales Valquer/Fotoarena)

O Corinthians venceu o derby nesta quarta-feira e a renda líquida da partida foi mais de cinco vezes maior do que a soma das outras sete partidas. O Timão arrecadou R$ 900.600,18, contra R$ 161.096,64 do restante da rodada.

O número também é bem superior aos outros dois jogos que o Corinthians havia feito na Arena neste Paulistão contra Santo André e Novorizontino.








Com atuação impecável, Maycon vê Corinthians mais forte após vitória: "A gente vai longe"

Maycon roubou a bola no ataque e deu assistência para Jô marcar o gol da vitória



00h50 23/02/2017 - Agência Corinthians

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Um dos grandes responsáveis por fazer a alegria da Fiel na noite da última quarta-feira (22), na vitória do Corinthians por 1 a 0 no Derby na Arena Corinthians, o volante Maycon comentou sobre a atuação do Timão e projetou novos ares no Parque São Jorge após a vitória no Derby.

"Acho que foi luta. No começo do jogo, a gente se fechou e falou que ia correr pelo Camacho (que perdeu o pai nesta semana). Depois, com a expulsão injusta, a gente falou que ia correr para o Gabriel também. Se conseguir manter esse empenho e luta, a gente vai longe", comentou.

O Corinthians voltará aos gramado neste sábado (25), contra o Mirassol, pela sexta rodada do Paulistão Itaipava, no estádio Municipal de Mirassol, em Mirassol.












Autor do gol da vitória do Corinthians, atacante Jô exalta papel do treinador: "Mérito para o Carille"

Atacante começou a partida no banco de reservas e entrou no fim do jogo para marcar o gol da vitória
23/02/2017 - Agência Corinthians




© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians




O autor do gol que explodiu mais de 30 mil torcedores na Arena Corinthians na noite da última quarta-feira (22), na vitória do Timão por 1 a 0 sobre o Palmeiras, o atacante Jô comentou sobre o gol marcado e afirmou que o mais importante foi ajudar o grupo a conquistar a vitória.

"Eu estou aqui para ajudar o grupo. Se for para ser titular ou entrar depois, o mais importante é fazer isso que eu fiz hoje, ajudar o grupo com gol", disse.

O atacante fez questão de exaltar o papel do técnico Fábio Carille no comando da equipe alvinegra. "A gente tem muito o que crescer. Temos que dar mérito para o Carille também, está todo mundo participando, e vai colher os frutos", falou o atacante alvinegro.

Por fim, o camisa 7 do Timão novamente exaltou o técnico Fábio Carille e exaltou a força do grupo alvinegro. "Eu falo que é mérito do Carille porque ele fala que não existem 11 titulares, e sim um grupo. Não pode ficar de cabeça baixa porque ficou no banco. É só fevereiro, gente. Mérito para o Carille e para o grupo, que está entendendo bem a filosofia dele", declarou.











Corinthiano lateral direito Fagner resume a vitória no Derby: "Transformar dedicação em gol"

Lateral também comentou sobre a postura do Timão após a perda - injusta - do volante Gabriel no fim do primeiro tempo


01h10 23/02/2017 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Um dos principais líderes da equipe do técnico Fábio Carille, o lateral Fagner comentou sobre a vitória do Timão por 1 a 0 sobre o Palmeiras na Arena Corinthians na última quarta-feira (22).

"O jogo estava muito igual até a expulsão, a gente já tinha chegado algumas vezes. Quando você perde um jogador, tem de se organizar bem para que numa bola parada ou contra-ataque você possa fazer o gol. Nossa equipe soube aproveitar o contra-ataque", disse.

O camisa 23 do Timão ainda falou sobre a importancia da vitória para a sequência do trabalho. "A organização da equipe é muito importante para conseguir fazer gol. Por ser começo de trabalho, aos poucos a gente ia começar a transformar essa dedicação em gol. Ficamos muito felizes pelo empenho de todos", finalizou.





Há 87 anos, Corinthians conquistava Taça APEA e se tornava “Campeão dos Campeões”

No torneio disputado em 1930, o Timão levou a melhor sobre o Vasco na disputa que reunia os campeões paulista e carioca de 1929


10h00 23/02/2017 - Agência Corinthians




© Divulgação


Salve o Corinthians, o Campeão dos Campeões. Essa é a frase que abre o hino da equipe do Parque São Jorge, mas talvez poucos saibam de onde surgiu a expressão tão cantada pela Fiel. O título conquistado pelo Timão que rendeu esse apelido completa 87 anos nesta quinta-feira (23).

Em 1930, a Apea (Associação Paulista de Esportes Atléticos) resolveu promover uma disputa entre os campeões paulista e carioca de 1929. Corinthians e Vasco disputaram a Taça Apea em melhor de três partidas.

Na primeira, no dia 16 de fevereiro, o Timão venceu por 4 a 2, na Fazendinha. A segunda foi realizada no dia 23 de fevereiro, em São Januário. O Vasco fez 2 a 0, mas o Alvinegro do Parque São Jorge virou o placar, ganhou por 3 a 2 e conquistou a Taça Apea sem precisar do terceiro jogo.

Por isso, o Corinthians passou a ser conhecido como o “Campeão dos Campeões”, expressão que foi eternizada no hino do clube, que foi composto de 1953 pelo compositor Lauro D’Avila.











Assim como em 2004, Jô fez o gol da vitória alvinegra no Derby

Formado nas categorias de base do Timão, atacante, então com 17 anos, marcou o tento alvinegro no Derby pelo Campeonato Brasileiro de 2004


14h00 23/02/2017 - Agência Corinthians

Logo no primeiro toque na bola, após entrar no lugar de Kazim aos 40 minutos do segundo tempo, Jô marcou o gol da heróica vitória corinthiana na Arena Corinthians, na última quarta-feira (22). No primeiro Derby do centenário do clássico, o atacante recebeu passe de Maycon após jogada de pura garra do garoto do Timão para fazer a festa da Fiel.

Formado no antigo terrão alvinegro, Jô viveu experiência parecida na primeira passagem pelos profissionais do Corinthians. Em agosto de 2004, então com 17 anos, o atacante também foi decisivo na vitória corinthiana sobre a equipe palmeirense pelo Campeonato Brasileiro, marcando o gol da vitória por 1 a 0 no estádio do Morumbi.

A equipe alvinegra que derrotou o Palmeiras 13 anos atrás começou a partida com: Fábio Costa; Édson, Betão, Anderson e Marcelo Oliveira; Bruno Octávio, Fabinho, Fábio Baiano e Renato; Jô e Gil.

Na primeira passagem de Jô no Corinthians, o atacante disputou 115 partidas e marcou 18 gols. De volta ao Timão após 12 temporadas e hoje com 30 anos, o camisa 7 marcou na noite da última quarta- feira (22) o o segundo gol desde retorno ao Parque São Jorge.








Em parceria com aplicativo, Timão estimula Fiel a ir de carona à Arena

Corinthians e BlaBlaCar oferecem plataforma específica para torcedores da equipe que moram fora da capital  e desejam ir aos jogos do Timão na Arena Corinthians. Público pode dividir despesas
LANCE!
23/02/2017
16:07

Vai ficar mais fácil a vida dos torcedores do Corinthians que moram fora da capital e desejam ir aos jogos do clube na Arena. Em parceria com a BlaBlaCar,
o Timão lançou uma plataforma de caronas personalizada para a Fiel, disponível a partir de 4 de março, em Corinthians x s7os

Corinthianos que moram no interior e no litoral paulista podem se cadastrar e, então, se conectarem com outros alvinegros para dividir os custos de uma viagem até o estádio. Neste primeiro momento, é esperado um fluxo maior de torcedores das regiões de Campinas (Campinas, Indaiatuba, Americana, Valinhos, Sumaré, Vinhedo e Ortolândia), São José dos Campos (São José dos Campos, Jacareí e Caçapava), Baixada Santista (s7os, Praia Grande, São Vicente e Guarujá) e Sorocaba.

A BlaBlaCar, comunidade de caronas presente em 22 países, funciona da seguinte forma: o condutor - que já tem uma viagem programada - publica informações sobre o trajeto, como horário, pontos de partida e chegada (no caso, Corinthians-Itaquera), número de lugares disponíveis no carro, entre outras. Já o passageiro usa a ferramenta de busca da plataforma para escolher o seu destino, o condutor com quem gostaria de viajar e envia um pedido de reserva. Caso o condutor aceite o pedido, eles viajam juntos e dividem os custos do trajeto.

- Este é mais um benefício para os torcedores que vem à Arena Corinthians. Pensamos em oferecer uma facilidade aos corintianos que moram fora da região metropolitana paulista, mas que desejam vir ao estádio sem ter altos custos com o deslocamento. Nesse sentido, a BlaBlaCar oferece uma plataforma inovadora, que além de atender a essa demanda, irá unir muitos torcedores em torno do mesmo objetivo: chegar à Arena Corinthians - explica Bernardo Pontes, gerente de marketing do estádio do Timão.







Arena Corinthians e BlaBlaCar unem-se para incentivar viagens de carona para o clássico alvinegro

Ação, pioneira na América Latina, vai estimular o uso de carona por torcedores das regiões de Campinas, São José dos Campos, Baixada Santista e Sorocaba até a Arena


16h00 23/02/2017 - Agência Corinthians

Os torcedores que não moram na capital, mas que desejam ir aos jogos na Arena Corinthians, ganharam mais uma opção de locomoção até o estádio do Timão. A Arena e a BlaBlaCar, comunidade de caronas presente em 22 países, firmaram uma parceria - pioneira em estádios de futebol na América Latina - para oferecer uma plataforma de caronas personalizada para a Fiel, disponível já no clássico alvinegro, no dia 04 de março.

Para acessar a página personalizada da BlaBlaCar e da Arena Corinthians, basta conectar-se ao endereço http://blbl.cr/corinthianscondutor (para condutores) ou http://blbl.cr/corinthianspassageiro (para passageiros) e cadastrar-se para dividir os custos de uma viagem até o estádio para torcer pelo Timão. Neste primeiro momento, é esperado um fluxo maior de torcedores das regiões de Campinas (Campinas, Indaiatuba, Americana, Valinhos, Sumaré, Vinhedo e Ortolândia), São José dos Campos (São José dos Campos, Jacareí e Caçapava), Baixada  (S7os, Praia Grande, São Vicente e Guarujá) e Sorocaba.

A BlaBlaCar funciona da seguinte forma: o condutor - que já tem uma viagem programada - publica informações sobre o trajeto, como horário, pontos de partida e chegada (no caso, Corinthians-Itaquera), número de lugares disponíveis e participação do passageiro. Já o passageiro usa a ferramenta de busca da plataforma para escolher o seu destino, o condutor com quem gostaria de viajar e envia um pedido de reserva. Caso o condutor aceite o pedido, eles viajam juntos e dividem os custos do trajeto.

“Este é mais um benefício para os torcedores que vem à Arena Corinthians. Pensamos em oferecer uma facilidade aos corinthianos que moram fora da regiáo metropolitana paulista, mas que desejam vir ao estádio sem ter altos custos com o deslocamento. Nesse sentido, a BlaBlaCar oferece uma plataforma inovadora, que além de atender a essa demanda, irá unir muitos torcedores em torno do mesmo objetivo: chegar à Arena Corinthians”, explica Bernardo Pontes, gerente de marketing do estádio do Timão.

"É uma parceria gratificante para nós. Acreditamos que, com a economia gerada pelas caronas, o torcedor poderá investir em mais ingressos para ver os jogos do seu time do coração e poderá viajar mais. É uma parceria com grande potencial para a BlaBlaCar e para a Arena Corinthians", diz Ricardo Leite, diretor da BlaBlaCar no Brasil.

Considerado um dos principais expoentes da economia compartilhada, o aplicativo de caronas para viagens surge como uma alternativa econômica e social para quem precisa viajar com frequência. Condutores que fazem deslocamentos diários entre casa e trabalho chegam a economizar até mil reais por mês.

Sobre a Arena Corinthians

Inaugurada em maio de 2014, a Arena Corinthians foi palco da abertura da Copa do Mundo de 2014 e recebeu outras 5 partidas da competição internacional. No ano passado, foi sede do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos. Estádio oficial do Sport Club Corinthians Paulista, onde o clube possui retrospecto invejável, a Arena Corinthians caracteriza-se por ser uma plataforma completa de entretenimento, com espaços privilegiados para a realização de eventos esportivos, sociais e corporativos.

Sobre a BlaBla Car

A BlaBlaCar conecta condutores que fazem viagens de longa distância a passageiros indo para o mesmo destino. Eles viajam juntos e dividem os custos do trajeto. Cada passageiro faz uma contribuição justa pelo seu assento e o condutor não obtém lucro. O serviço está disponível no endereço www.blablacar.com.br e em aplicativos para iPhone e Android. A BlaBlaCar está presente em 22 países, com mais de 40 milhões de usuários em todo o mundo.

A plataforma é construída para criar uma comunidade segura e de confiança, com perfis que contêm nome, foto, biografia, verificação de celular, e-mail e identidade. Além disso, passageiros e condutores se avaliam mutuamente após a viagem. Os membros declaram no seu perfil se são ‘Bla’, ‘BlaBla’ ou ‘BlaBlaBla’ de acordo com sua disposição em conversar durante a viagem, daí vem o nome BlaBlaCar. Durante o primeiro ano da plataforma no Brasil, os usuários do país compartilharam cerca de 1 milhão de assentos em viagens de longa distância.

Informações sobre a Arena Corinthians
Gabriel Nicolatti
Imprensa
gabriel.nicolatti@arenacorinthians.com.br
(11) 97734-0115

Informações sobre a BlaBlaCar:
Daniela Marques
PR Manager
daniela.marques@blablacar.com
(11) 95465 1607





Árbitro do clássico retifica súmula sobre erro na expulsão de Gabriel

Thiago Duarte Peixoto fez adendo ao documento e informou que cartão amarelo deveria ter sido para Maycon, autor da falta. Juiz já havia reconhecido equívoco depois da partida
LANCE!
23/02/2017
12:14

O árbitro Thiago Duarte Peixoto fez uma retificação na súmula da vitória do Corinthians por 1x0 no derby. No adendo publicado no site da Federação Paulista de Futebol, ele reconhece que o cartão amarelo deveria ser dado ao volante Maycon, que não tinha amarelo e não seria expulso e não a Gabriel, que acabou INJUSTAMENTE expulso.

"Venho através desta retificar o campo de expulsão. Após a partida, em análise de vídeo, constei que o atleta a ser advertido, por cartão amarelo, por segurar seu adversário impedindo um ataque promissor é o atleta de número 30, sr. Maycon de Andrade Barbelan da equipe S.C. Corinthians e não o atleta de número 5, sr. Gabriel Girotto Franco, da equipe S.C. Corinthians, que recebeu o segundo cartão amarelo sendo expulso. Informo que o fato mencionado acima ocorreu aos 45 + 1 min. do 1º tempo" - escreveu o árbitro.

Thiago já havia reconhecido o erro em entrevista na Arena Corinthians logo depois da partida.









23/02/2017 15h19
Corinthiano atacante Jô critica jogadores do rival por induzirem árbitro no clássico: "Errado"
Autor do gol do Corinthians na vitória por 1 a 0 no dérbi, atacante diz que atletas sabiam que Thiago Duarte Peixoto estava expulsando Gabriel de forma equivocada


Por SporTV.com

Autor do gol da vitória do Corinthians no derby, por 1 a 0, na última quarta-feira, pelo Paulistão, na Arena Corinthians, Jô criticou os jogadores rivais por induzirem o árbitro Thiago Duarte Peixoto a expulsar de forma errada o volante Gabriel. Na visão do atacante, os atletas do time alviverde sabiam que o juiz estava aplicando o cartão vermelho à pessoa errada e, mesmo assim, insistiram na punição.

- Foi tudo muito rápido, só acho um pouco errado da parte deles pressionarem sabendo que não foi o Gabriel que fez a falta. Foi muito nítido, eu até revendo o lance, dificilmente, não posso julgar o árbitro, ele errou, assumiu o erro, terá a punição que todo mundo que erra terá. Mas vi que os jogadores deles estavam induzindo. O jogador tem que respeitar –disse.




Jô fez o gol da vitória do Corinthians no clássico (Foto: Futura Press)

O clássico marcou a comemoração do centenário do dérbi entre as duas equipes e foi marcado por uma grande polêmica. Aos 45 minutos do primeiro tempo, Maycon puxou o rival e não tinha cartão amarelo, mas o árbitro imaginou que fosse Gabriel, que já tinha amarelo e lhe expulsou. Apesar de contar com um jogador a menos, o Corinthians venceu a partida com gol de Jô, que entrou no lugar de Kazim aos 40 do segundo tempo e balançou a rede dois minutos depois.

Na visão de Jô, a vitória alvinegra no clássico serve para calar os críticos que desmereciam a qualidade do Corinthians em 2017. Para o atacante, o triunfo mostra que o time comandado por Fabio Carille, mesmo não sendo o melhor em termos técnicos, pode superar as adversidades pela garra.

- No intervalo estava muito tenso o clima. Até nós que temos um pouco mais de experiência tentamos acalmar os jogadores porque passaram por aquela situação confusa. Deu tempo do professor Carille orientar bem, falar o que tínhamos que fazer na partida, e graças a Deus deu tudo certo. Depois da partida, é o momento de êxtase, todos satisfeitos pelo dever cumprido. Muitos diziam que era quase impossível, pela maneira de cada pessoa criticar nosso grupo. Mas o grupo assimilou bem, está sendo construído, tem qualidade. Tem muito o que crescer, mas esta mostrando que para ganhar do Corinthians os adversários vão ter que correr e correr muito. Porque se não der na técnica, vai ser na garra.






















23/02/2017 13h29

Presidente do Timão reitera esforço para vetar árbitro: "Não vou permitir"
Roberto de Andrade diz que não há mais ambiente para que Thiago Duarte Peixoto apite partidas do Corinthians e diz que atitude dele foi "arrogante e prepotente"


Por GloboEsporte.com


Roberto de Andrade continua irritado com a atuação do árbitro Thiago Duarte Peixoto no derby que o Corinthians venceu ontem pelo Paulistão. O dirigente voltou a dizer nesta quinta que pedirá à Federação Paulista de Futebol que o juiz não participe mais de jogos do Timão.


– Não vai ser (escalado). Eu não vou permitir. Eu não sei de que maneira vou pedir isso, mas acho que não tem ambiente para ele – afirmou o dirigente, em entrevista à Rádio Bandeirantes.


Peixoto cometeu um grave erro ao expulsar o volante Gabriel depois de uma falta . O problema é que quem segurou o atacante palmeirense foi Maycon. O árbitro mostrou o cartão amarelo para Gabriel, que estava perto do lance. Como tinha levado outro cartão aos 22 minutos, por falta, o volante tomou o vermelho.

– Não quero atrapalhar a vida de ninguém. O torcedor acende um sinalizador, e eu perco mando de campo. Não dá mais, as coisas têm de ser reais. Houve um erro? Tem de ser punido. Se for um ou dez jogos não sou eu quem vou dizer. O que ele fez ontem foi um erro que ficou pior ainda por não ter ouvido seus parceiros de trabalho.


Roberto de Andrade disse ainda que jogadores e integrantes da comissão técnica já haviam reclamado de Thiago Duarte Peixoto por conta da postura em campo.

– Não é reclamação da atuação, mas, sim, pela arrogância e prepotência para se reportar às pessoas dentro de campo. Isso não deixa de ser um defeito. Respeito tem de haver – disse.






23/02/2017 13h26

TJD anulará cartão de volante Gabriel
Presidente do órgão espera apenas representação do Corinthians para suspender a expulsão do volante, que foi erronea
O TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) vai anular o cartão vermelho recebido pelo volante Gabriel, do Corinthians, no derby, na última quarta-feira (22). Além disso, o presidente do órgão, Antônio Olim, vai pedir imagens da cotovelada de Vitor Hugo, do rival, em Pablo, no final do segundo tempo do dérbi.

O ofício que suspenderá a expulsão de Gabriel já está pronto e assinado por Olim. Nele, o presidente do TJD classifica o erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto de falha "grotesca". Além disso, diz que existem "provas cabais e cristalinas, inclusive a declaração do próprio árbitro anunciando o equívoco" para conceder efeito suspensivo.

– Só estamos esperando a representação do Corinthians. Já deixei pronto e assinado – afirmou Olim.

Gabriel foi expulso por engano pelo árbitro, que lhe deu segundo amarelo e se confundiu em falta feita, na verdade, por Maycon, que não tinha cartão. O juiz assumiu o erro após o jogo e, nesta quinta, corrigiu a súmula do derby.

Peixoto também ignorou a cotovelada de Vitor Hugo em Pablo. Ele marcou a falta, mas não advertiu o rival.

– Eu já pedi essas imagens para analisar – disse Olim, que pode denunciar o defensor.




23/02/2017 12h38

Corinthians vê renovação de contrato de Rodriguinho está próxima
Principal jogador do time, meia tem vínculo com o Timão até o fim desta temporada


Por Carlos Augusto Ferrari


Rodriguinho durante treino do Timão no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O Corinthians espera anunciar nos próximos dias a renovação de contrato do meia Rodriguinho, principal jogador do time desde a temporada passada. Diretoria e representante do armador se reuniram nos últimos dias e avançaram na negociação.


– Está perto. Vai dar certo – disse o presidente Roberto de Andrade, na saída da arena após a vitória no derby.

O Timão tem pressa em um acordo. Rodriguinho tem vínculo com o até o fim de 2017.


– Estamos nos acertando para que seja bom para todo mundo - resumiu Rodriguinho.


No mês passado, o Corinthians rejeitou uma proposta do Fenerbahce, da Turquia, pelo meio-campista. O jogador tinha interesse na negociação em virtude dos altos valores, mas o presidente Roberto de Andrade optou por segurá-lo apostando na renovação.


O Timão possui 50% dos direitos econômicos. Capivariano (40%) e América-MG (10%) dividem o restante.