8 de jan de 2017

CORINTHIANS 08/01/2017

O próximo adversário do #Timão na #Copinha será o Manthiqueira, de Guaratinguetá-SP. Data e horário do jogo serão confirmados ainda hoje.









Artilheiro do Timão jrs na Copinha, Carlinhos celebra: "Está dando tudo certo"

Atacante do Timão também elogiou os companheiros de equipe que constroem as oportunidades de gol


20h30 08/01/2017 - Agência Corinthians



Autor de dois gols na vitória por 3 a 2 sobre o Taubaté, o atacante Carlinhos chegou a seis na Copa São Paulo de Futebol Jr e se isolou na artilharia do Corinthians na competição Sub-20. Para o camisa 9 alvinegro, o bom desempenho, tanto individual como coletivo, é fruto do trabalho realizado nos treinos e jogos preparatórios para o torneio.




"Muito trabalho, muito treino. Antes de vir pra a gente tava sendo treinando finalizações e está dando tudo certo", comentou Carlinhos.

Feliz com o sucesso que vem fazendo na competição, o atacante não esqueceu dos companheiros de equipe e fez questão de elogiar os meio-campistas alvinegros. Segundo ele, o setor de criação faz com que a única obrigação do camisa 9 seja empurrar a bola pras redes.




"Os meias que a gente tem são habilidosos e em qualquer momento podem deixar alguém na cara do gol. Eu só tenho a obrigação de empurrar", completou o jogador.














Osmar Loss comemora classificação do Corinthians em primeiro no grupo: "Alcançamos parcialmente nossos objetivos"

Técnico alvinegro também elogiou o desempenho ofensivo da equipe na fase de grupos da competição


20h20 08/01/2017 - Agência Corinthians





© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Com a vitória por 3 a 2 sobre a equipe do Taubaté na tarde deste domingo (08), o Corinthians confirmou a classificação para a fase de mata-mata da Copa São Paulo de Futebol Jr. Para o técnico Osmar Loss, a liderança do grupo e a consequente permanência em Taubaté são importantes para que o Timão ganhe confiança para o restante da competição.

"Alcançamos parcialmente nossos objetivos, que era ficar em primeiro, nos manter na mesa sede e ganhar confiança de fato", disse o treinador alvinegro.

Com 13 gols marcados em três partidas na competição, Osmar crê que as características dos jogadores fazem com que o time tenha grande poder ofensivo. Artilheiro do Timão com seis gols até o momento, o camisa 9 Carlinhos ganhou elogios do técnico.

"É uma equipe leve, com jogadores de muita velocidade no setor ofensivo. A gente vem melhorando durante a competição. A equipe tem essa qualidade ofensiva e o Carlinhos está confirmando ser o camisa 9 que a a gente esperava na competição", finalizou o treinador.








Corinthians vence Taubaté e encerra primeira fase da Copinha com 100% de aproveitamento

Carlinhos (2) e Guilherme Romão marcaram os gols da vitória corinthiana contra a equipe paulista


19h00 08/01/2017 - Agência Corinthians




© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Neste domingo (08), o Corinthians encerrou a primeira fase da Copinha com mais um resultado positivo. No estádio Joaquim de Morais Filho, o Timão venceu o Taubaté por 3 a 2, com gols de Carlinhos (2) e Guilherme Romão.

No primeiro tempo, o Timão precisou de 15 minutos para abrir o placar. Após assistência de Pedrinho, o atacante Carlinhos invadiu a área e bateu na saída do goleiro abrindo o placar para o Coringão.

Aos 36 minutos, o Corinthians ampliou o placar no estádio Joaquim de Morais Filho. Após boa jogada coletiva, Pedrinho cruzou rasteiro para Carlinhos, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol e marcar o segundo dele e do Timão no duelo.

Logo no início do segundo tempo, o Timão marcou mais um gol. Guilherme Romão aproveitou bola sobrada, invadiu a área do Taubaté e bateu cruzado sem chances de defesa para o goleiro adversário.

Com a vantagem no placar, o Corinthians buscou administrar o placar. Mesmo com os dois gols feitos pelo Taubaté no segundo tempo, o Timão manteve a vantagem adquirida e terminou como líder do Grupo 17.

O próximo adversário do Timão na Copinha será o Manthiqueira. A data e o horário ainda será definido pela Federação Paulista de Futebol.


























CORINTHIANS JRS VENCE TAUBATÉ POR 3X2 E CLASSIFICA-SE PARA SEGUNDA FASE DA COPINHA COMO PRIMEIRO DO GRUPO, 100% DE APROVEITAMENTO 19H







08/01/2017 20h01

Corinthians jrs vence Taubaté e passa de fase 100%
Timão vence por 3 a 2 com dois de Carlinhos, sofre dois gols em vacilos da defesa e pega o Manthiqueira na outra fase.
Por GloboEsporte.com


O Corinthians deu sinais que venceria mais um jogo de goleada ao abrir 3 a 0 no Taubaté, neste domingo, no Joaquinzão, na casa do adversário, no jogo que definiu a liderança do Grupo 17. Com duas falhas de defesa no segundo tempo, porém, o Burro de Central diminuiu a diferença para 3 a 2. O último deles, aos 47 minutos, um gol contra bizarro do zagueiro João Victor.

Os gols do Timão foram marcados por Carlinhos (2), que chegou a seis na tabela, e Guilherme Romão. O Taubaté, além de ganhar o gol contra de João Victor, marcou com Gabriel Itajubá, em lance que contou com um erro do goleiro Filipe.

Na próxima fase, o Corinthians enfrenta o Manthiqueira, em Taubaté, ainda sem data definida.

Carlinhos marcou os dois primeiros gols em vitória do Corinthians jrs sobre Taubaté (Foto: Agência Corinthians)

O JOGO


Após golear Pinheiro-MA (6 a 0) e Operário-MS (4 a 0), o Corinthians enfrentou os mandantes cheio de moral. Dono das ações e sem ser ameaçado nos primeiros 45 minutos, o Timão marcou aos 15 e aos 36 em cenas parecidas: assistência de Pedrinho e gol de Carlinhos, o sexto dele.
Logo no início do segundo tempo, o lateral-esquerdo Guilherme Romão fez mais um na posição de centroavante, já que Carlinhos, que tinha cartão amarelo, ficou no vestiário. Diante das várias mudanças do técnico Osmar Loss, o Timão foi se encolhendo e deu mais condições ao rival.
Até que, aos 29, a defesa do Timão fez lambança. Após bola estourada da defesa, o goleiro Filipe saiu mal do gol, não conseguiu cabecear e deixou Gabriel Itajubá livre para marcar. Um pouco mais nervoso do que o habitual, o Timão voltou a entregar aos 47. Quatro minutos depois de entrar em campo no lugar de Vinicius Del'Amore, o zagueiro João Victor foi recuar uma bola para o goleiro Filipe, mas errou a força e a pontaria, mandando para o fundo das redes.
– A gente torce para que isso não aconteça. É menino, entrou frio no jogo, mas não olhou onde estava o goleiro. A orientação é que ele olhe. A gente vai dar força e manter o jogador (João Victor) com cabeça firme – explicou o técnico Osmar Loss na saída do gramado.





CORINTHIANS JRS ENFRENTARÁ O MANTIQUEIRA NA 2ª FASE DA COPINHA 18H25

















Conselheiro corinthiano, Andrés promete cobrar presidente e fala em grupo para 'resgatar' Timão

Ex-presidente do Corinthians diz que não está 'propondo nada' sobre ultimato a respeito de licença ou impeachment de Roberto de Andrade, mas faz críticas à gestão e cita conversa

08/01/2017
15:36


No dia seguinte à entrevista em que se disse contra o impeachment do presidente Roberto de Andrade, mas a favor do "diálogo" para que "o Corinthians tenha paz", Andrés Sanchez falou à Rádio Transamérica sobre o momento turbulento que o clube vive nos bastidores. O conselheiro do Timão confirmou que terá uma reunião com o atual mandatário do clube e fez críticas à gestão iniciada em fevereiro de 2015.

- Vou cobrar dele (Roberto de Andrade) amanhã (segunda-feira) e vamos conversar. Sobre saber delegar mais as coisas, porque o Corinthians hoje é uma peneira, todo mundo fala e responde por ele. Precisa estar mais próximo das pessoas do clube, mais próximo do dia a dia. Quem se propõe a ser presidente precisa se afastar mais da vida pessoal. É difícil administrar o clube à distância - afirmou Andrés Sanchez, que ainda criticou a alta rotatividade de treinadores no ano passado e o "silêncio" dos dirigentes alvinegros em momentos de turbulência.

Andrés Sanchez terá uma reunião com Roberto de Andrade nesta segunda-feira, assim que o presidente do Corinthians retornar de férias nos Estados Unidos. À Transamérica, o ex-presidente explicou as ações.

- Depende do presidente. Eu vou falar com ele amanhã, preciso falar um monte de coisas que vejo e sinto. Vamos juntar o máximo de pessoas para resgatar o Corinthians e sair desse noticiário pejorativo. Não estou propondo assumir nada. Mas óbvio que estou à disposição para o que o presidente precisar e o problema é maior que o futebol. Temos que unir as forças e apaziguar o clube. Esse negócio de impeachment atrapalha profundamente as estruturas do clube. Temos vários contratos e isso traz uma insegurança ao seu parceiro - afirmou o ex-presidente, antes de completar.

- O impeachment acho que é um crime para o clube. É muito mais tranquilo se juntarem todos nesse momento e no fim do ano quem quer ser candidato que seja. É melhor resgatar o Corinthians.












 08/01/2017 17h01
Conselheiro Andrés Sanchez fala sobre momento político do Corinthians
Por GloboEsporte.com

– Depende do presidente (se licenciar). Eu vou falar com ele amanhã, preciso falar um monte de coisas que vejo e sinto. Vamos juntar o máximo de pessoas para resgatar o Corinthians e sair desse noticiário pejorativo. Não estou propondo assumir nada. Mas óbvio que estou à disposição para o que o presidente precisar e o problema é maior que o futebol. Temos que unir as forças e apaziguar o clube. Esse negócio de impeachment atrapalha profundamente as estruturas. Temos vários contratos e isso traz uma insegurança ao seu parceiro – disse Andrés à rádio Transamérica.

– Estar mais próximo das pessoas, no dia a dia do clube. Ele tem que estar mais presente no clube do que na sua vida pessoal, nem todo mundo tem esse tempo. Administrar um clube como o Corinthians a distância é complicado – continuou.

– Vou cobrar dele amanhã (segunda-feira), para ele estar mais presente, saber delegar as coisas. O Corinthians é uma peneira, todo mundo fala, manda (...) Vamos conversar sobre o problema político do clube – completou ele, que não descarta voltar ao dia a dia do clube.

– É um crime para o clube (impeachment), faz mal ao clube. Mais fácil se juntarem todos agora para tentar resgatar o Corinthians do que ficar falando de impeachment – afirmou Andrés, sem esconder que situação e oposição fazem um movimento de união neste momento.





8/01/2017 16h38
Corinthians fecha patrocínio e prepara amistoso na Arena para 29 de janeiro
Timão fecha acordo de R$ 1 milhão com a escola de inglês Minds e vai realizar um jogo de início de temporada na Arena Corinthians. Adversário ainda está indefinido
Por Marcelo Braga
O departamento de marketing do Corinthians apresenta duas novidades para o início da temporada.
A primeira é o acerto da venda de uma nova propriedade na camisa para a escola de inglês Minds.  A empresa divulgará sua marca na boca da manga camisa. Pelo período de um ano, pagará R$ 1 milhão.
Além disso, o clube prepara um amistoso de início de ano para o dia 29, na Arena Corinthians, dias após a volta da equipe da disputa do Torneio da Flórida. A ideia é apresentar a equipe para o torcedor e gerar receita com bilheteria. O jogo terá a cervejaria Estrela Galícia, fornecedora oficial de bebidas, como patrocinadora master.
No momento, porém, o clube procura um adversário para o evento. O clube aguarda respostas de dois clubes argentinos: Boca Juniors e Racing.
PATROCINADORES
No último dia 31, Special Dog, que ocupava o calção, deixou o clube, preferindo não renovar o seu contrato. A TIM, que ocupava os números, também não ficará na camisa neste ano – sai após o torneio dos EUA. O acordo é válido apenas até o dia 31 de janeiro. Patrocinadora principal do Timão, a Caixa Econômica Federal tem vínculo com o Corinthians até abril.






















Corinthians programa amistoso na Arena para apresentar time de 2017
Arena Corinthians 'abrirá' em 29 de janeiro
Gabriel Carneiro 08/01/2017 16:28
O Corinthians está em fase final de planejamento de um amistoso para o dia 29 de janeiro na Arena Corinthians. A ideia é receber um clube internacional, gerar receitas e apresentar à torcida o elenco que representará o Timão em 2017. A ideia é que o jogo realizado neste ano seja o ponto de partida para um evento anual.

Uma das pendências do amistoso é justamente o clube que irá rivalizar com o Timão. O departamento de marketing alvinegro fez contatos com algumas equipes do Brasil e de fora, mas ainda não há martelo batido e nem convite formalizado

A ideia do Corinthians é definir o adversário no início desta semana e a partir de então iniciar a divulgação, venda de ingressos e promoção de ações de marketing específicas para o amistoso. A Estrella Galicia será patrocinadora deste primeiro evento na Arena.

Todo o valor arrecadado com a bilheteria no amistoso de 29 de janeiro será revertido ao fundo que administra a Arena. Outras receitas possíveis entrariam para os cofres do Timão, como direitos de transmissão e publicidade. O Corinthians, por outro lado, será encarregado do traslado da equipe escolhida para a partida festiva.







Marlone já chegou em Zurique e mandou um recado pra Fiel! Ainda dá tempo de votar no golaço dele: 
http://www.fifa.com/the-best-fifa-football-awards/puskas-award/video=2852525/index.html


Especula-se que hoje Corinthians se reúna com atacante William Potker para acertar sua vinda




 08/01/2017 11h04

Corinthians se acerta com volante Gabriel, mas empresário ainda tenta Europa
volante de 24 anos tem acordo com o Timão e deve ser mais um reforço para o técnico Fábio Carille. Agente ouve proposta do Genoa


Por Marcelo Braga

O Corinthians já tem um acordo com o volante Gabriel Girotto, e o acerto deve ser anunciado no início da próxima semana. Internamente, o negócio já é considerado como "certo".

Apesar do otimismo corinthiano, o empresário Marcelo Goldfarb, da OTB Sports, viajou para a Itália nos últimos dias para tentar ouvir uma proposta do Genoa. O clube italiano, portanto, ainda pode frustrar os planos do Corinthians.
O jogador de 24 anos deve ter parte dos direitos econômicos comprados. Os valores não são revelados. Na quinta-feira, o clube acertou com o também volante Paulo Roberto, do Sport.






Copinha 2017: Corinthians treina na academia antes de duelo contra o Taubaté

Alvinegro vai em busca da vitória na última partida da primeira fase para garantir uma das melhores campanhas entre todos os clubes


18h00 07/01/2017 - Agência Corinthians






© Divulgação


Na tarde deste sábado (07), o Sub-20 do Corinthians ia ao campo do SESI Taubaté realizar sua última sessão de treino antes da partida deste domingo (08), às 17h, contra o Taubaté-SP, no estádio Joaquim Morais Filho, o Joaquinzão, pela terceira rodada da primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Contudo, uma forte chuva atrapalhou os planos e os jovens acabaram realizando uma atividade na academia do hotel onde o Timãozinho está hospedado.

Os titulares fizeram um trabalho regenerativo bem leve. Já os reservas e não relacionados realizaram um treinamento de força.

O Alvinegro lidera o grupo 17 da Copinha, com seis pontos. O Taubaté também tem a mesma pontuação, mas perde no saldo de gols: 10 contra dois. Operário-MS e Pinheiro-MA, dividem a lanterna do grupo, ainda sem pontos. A vitória é fundamental para o Corinthians garantir uma das melhores campanhas da primeira fase – o que pode ajudar o clube mais para frente na competição.






Corinthians jrs busca liderança e melhor campanha da primeira fase da Copinha sub 17 contra o Taubaté
No Estádio Joaquinzão, em Taubaté, às 17h, Alvinegro precisa de uma vitória simples para ser o primeiro do grupo, mas de um triunfo por três gols de diferença ou mais para chegar à melhor campanha


10h00 08/01/2017 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Com a classificação para a segunda fase da Copinha de Futebol Júnior já assegurada, o Corinthians entra no gramado do Estádio Joaquim de Morais Filho, o Joaquinzão, em Taubaté-SP, contra os donos da casa, o Taubaté, neste domingo (08), às 17h (transmissão do Sportv e da ESPN Brasil), para conquistar, não apenas o primeiro lugar no Grupo 17, mas também a melhor campanha geral na primeira fase da competição.

Caso vença o Burro da Central por um saldo de três ou mais gols, o Alvinegro se consolida com a melhor entre os 120 clubes na primeira fase. Em uma projeção de que o Timão avance à terceira fase, esta vantagem adquirida no início da competição pode ajudar, já que, além dos clubes que vencerem nesta fase eliminatória, a equipe com melhor campanha geral na competição também avança – mesmo que seja derrotado.

Apesar disso, o técnico Osmar Loss ressalta que o mais importante é vencer – independentemente do placar. Um triunfo simples já deixa o Corinthians entre os melhores da primeira fase, assegura a primeira colocação e mantém o clube na cidade de Taubaté.

O Corinthians tem seis pontos e lidera o Grupo 17 da Copinha.










08/01/2017 08h05

Em segunda Copinha no Corinthians, goleiro quer seguir intransponível
Filipe, de 18 anos, não sofreu gols no torneio deste ano e deseja manter boa fase até a final. Timão briga pela liderança contra Taubaté neste domingo

Por Danilo Sardinha


Filipe ainda não sofreu gols na Copa São Paulo 2017 (Foto: Agência Corinthians)

Além de ter aplicado goleadas nos dois jogos que disputou na Copinha jrs, o Corinthians também tem se destacado na defesa. O time não sofreu gols nos 180 minutos de torneio.

Apesar de ter sido pouco exigido até agora, um dos responsáveis pelo feito é o goleiro Filipe, de 18 anos, que disputa sua segunda Copinha pelo Timão.
Neste domingo, com o Corinthians já classificado para a segunda de mata-mata, o jogador vai a campo às 17h (de Brasília) para enfrentar o Taubaté, no jogo que decide o primeiro colocado do Grupo 17 – o Timão joga pelo empate.

– Está bom assim (sem levar gol). Graças a Deus, não fiz nenhuma defesa também (risos). Mas esse é o trabalho, o caminho que estamos. Se Deus quiser, pode ficar assim até o dia 25 (data da final do torneio). Foi muito bom garantir a classificação porque deu tranquilidade, a confiança que precisávamos. Agora é focar no Taubaté para conquistar a primeira colocação – afirmou.

Os jogos do Corinthians na Copinha têm sido acompanhados de perto pelo técnico Fábio Carille, do profissional. Com o elenco em reformulação, o treinador quer avaliar os atletas que podem subir de categoria. Filipe já teve oportunidades de treinar com a equipe principal, mas a tendência é que siga na equipe sub-20 durante a temporada. O elenco principal hoje conta com Cássio, Walter e duas crias da base: Matheus Vidotto, de 23 anos, e Caíque França, de 21.

– Todo mundo que está no sub-20 almeja o profissional. Mas é esperar, confiar e continuar trabalhando. É um sonho jogar no profissional, ganhar uma Libertadores, um Mundial... Mas tudo no tempo de Deus. Tem grandes goleiros lá. Uma hora, no tempo certo, tudo vai acontecer.

Por conta da dura sequência de jogos da competição, é possível que o técnico Osmar Loss poupe alguns jogadores diante do Taubaté. 







'Marlone, meia-atacante do Corinthians disputa nesta segunda-feira o prêmio do gol mais bonito do mundo em 2016, e carrega uma história de lutas e vitórias que representa o povo brasileiro


Corinthians será representado por gol de Marlone em premiação da Fifa nesta segunda-feira, na sede da entidade, na Suíça (Foto: Eduardo Viana/Lancepress)
Gabriel Carneiro
08/01/2017
10:00

Mais de 6.500 crianças e adolescentes brasileiros esperam por uma família, segundo dados do Cadastro Nacional de Adoção. Por dia, nove crianças filhas de mães adolescentes morrem antes de completar um ano de idade. Aproximadamente 14% das crianças adotadas possuem riscos elevados de desenvolver problemas de saúde mental. No Brasil, 9 milhões de meninos tentam jogar futebol, mas nem 5% dos que entram nas peneiras conseguem se tornar profissionais. Mais de 80% dos jogadores no país ganham menos de R$ 1 mil por mês. E por aí vai.

Eu podia ficar até segunda-feira enumerando estatísticas, mas haverá algo mais importante a fazer: acompanhar a cerimônia de premiação dos melhores jogadores do mundo da Fifa e especialmente o Prêmio Puskas, que tem o brasileiro Marlone com boas chances de vencer como autor do gol mais bonito de 2016. Eu estava na Arena Corinthians naquele dia e escrevi essa crônica aqui sobre a viótiria do Corinthians por 6 a 0 na Libertadores da América.

Nesta segunda-feira, Marlone representará o Corinthians na premiação da Fifa.

Somos um povo feliz, criativo, adaptável, aberto e guerreiro. Somos um povo que vence estatísticas diariamente e acorda no dia seguinte para matar novos leões. Sofremos todo tipo de pancada - violência, corrupção, desonestidade, maldade -, mas levantamos, nos refazemos e sorrimos. Que maneira melhor de enfrentar os problemas a não ser com um sorriso?

Marlone, este brasileiro que estará na festa da Fifa segunda-feira, é filho de uma relação extraconjugal, nasceu quando a mãe tinha 13 anos e tem um irmão gêmeo que só conheceu quando adolescente. A família biológica não tinha condições de criá-lo - e não estou falando de luxo, estou falando do básico. Colocado para adoção, foi escolhido para ter uma família, mas o irmão, não.

Marlone descobriu esse irmão por acaso, mas a alegria durou pouco: foi separado de novo, porque Marlon precisava ajudar a família a se sustentar. Anos mais tarde, o Orkut os reaproximou. E você aí, me diga, o quanto as redes sociais te aproximam de quem você ama? A foto do filho, a mensagem de áudio da mãe, a oração da tia... Nem que seja por meio de uma tela, podemos ficar próximos de quem amamos de vez em quando.

Marlone fez a vida no futebol, esse sonho de tantos brasileiros. Foi descoberto numa dessas peneiras Brasil afora, mas ralou. E como ralou. Chegou a ser dispensado por conta de um erro em seu registro de nascimento, mas seguiu. Não tinha dinheiro pra voltar pra casa durante os períodos de festas, tipo Natal, Ano Novo e Carnaval, e sofria. Mas seguiu. A alimentação era insuficiente e a necessidade o obrigava a catar restos, como biscoitos murchos e sacos de amendoim cheios de formiga. Não é exagero! Ele chorava, mas seguia. Doente? Nada de cuidados da mãe. Muito longe, muito caro. Mas era pra seguir. Amigos? Poucos. Se não contasse dinheiro ou esbanjasse boa vida na cara dele já era alguma coisa... Dificuldades? Imensas. Mas ele seguiu.

Marlone seguiu e seguiu. E hoje defende o Corinthians, um dos clubes mais importantes do país, e pode ser premiado como autor do gol mais bonito do mundo. Marlone é bem pago, assediado, disputado. Tudo isso porque seguiu. Deu valor à família, respeitou quem devia ser respeitado, confiou em si e trabalhou duro para ter alguma coisa. Como nós fazemos todos os dias.

Nelson Rodrigues, escritor, dizia que o brasileiro, quando acredita em si mesmo, é imbatível. Nós somos um povo único, especial. E histórias como as de Marlone nos representam.








Artilheiro no Sul captado pelo Timão sonha com contrato após a Copinha

Aos 18 anos, Matheus está no Corinthians desde setembro, quando deixou o Juventude como artilheiro do Gauchão sub-20. Morando sozinho na capital paulista, ele fala com o LANCE!


Matheus Weissheimer tem contrato com o Corinthians até julho (Foto: Reprodução/Facebook)
Gabriel Carneiro e Guilherme Amaro
08/01/2017
08:30
Aos 18 anos, o atacante Matheus Weissheimer sonha com uma oportunidade no Corinthians neste domingo, a partir das 17h, contra o Taubaté, pela última rodada do Grupo 17 da Copinha Júnior. Como todos os jovens jogadores que disputam a competição por um grande clube, o atleta busca se destacar para subir ao elenco profissional.

A situação de Matheus, porém, é um pouco mais complicada. Ele chegou ao Corinthians em setembro do ano passado, vindo do Juventude, e está emprestado apenas até julho. Ele deixou a família no Sul e veio em busca do sonho.

Além da mudança de cidade, o atacante também se surpreendeu com a mudança de estrutura dos clubes. Matheus elogiou o Corinthians e disse que já está adaptado após quase cinco meses.

- A principal diferença do Corinthians para o Juventude é a estrutura. Não tem como discutir, estrutura aqui, nível de treinamento é muito mais alto, muito mais intenso. Até me prejudicou um pouco no começo, vim de um ritmo médio e agora estou em ritmo alto no Corinthians. Mas agora já está tudo certo. Adaptação, casa, moradia, está tudo bem. Estou morando no Tatuapé, perto do Corinthians, sozinho - afirmou Matheus, ao LANCE!.

O atacante chamou a atenção do Timão ao ser artilheiro do Campeonato Gaúcho Sub-20. Antes disso, iniciou a trajetória no futebol ao ver o seu irmão, Vinícius, jogar. Após atuar em escolinhas e no futsal, ele foi para o campo aos 12 anos pelo Vila Nova de Passo Fundo-RS. Aos 15, foi para o Juventude e conseguiu se destacar nas categorias de base.

Nesta Copinha, embora tenha sido reserva, Matheus pode ter uma chance neste domingo, contra o Taubaté. Isso porque o Corinthians já está classificado, e o técnico Osmar Loss admitiu fazer algumas mudanças no time. Pode ser mais um passo em busca do sonho...

- Tenho contrato com o Corinthians até o meio do ano só, e mais dois anos com o Juventude depois, porque estou emprestado. Meu plano é ficar aqui no Corinthians, jogar bem agora a Copinha, e que o Corinthians me compre para eu ficar aqui e subir para o profissional - disse.

Com foco nos planos para 2017, Matheus se apresentou à torcida e contou como tem sido sua trajetória no futebol. Confira:

Como foi o início da sua trajetória no futebol?
Percebi que queria ser jogador quando vi meu irmão jogar. Ele jogava futsal quando a gente era bem pequeno e eu sempre acompanhei, sempre via os jogos e torcia, então eu pensei "ah, é isso aí que eu quero". Quando eu via meu irmão jogando, aí pensei "bah, quero entrar na escolinha também, quero jogar futebol". Aí desde ali foi sempre indo nas escolinhas, depois na escola, daí futsal, e só depois eu fui para o campo, com 11 ou 12 anos. Comecei no Vila Nova de Passo Fundo-RS. Joguei na escolinha lá até os 15 anos, no campo já. Com 15, fui para o Juventude. Consegui me destacar na base e ser artilheiro.

Quais são as características principais do seu jogo?
Eu gosto de jogar aberto e de centroavante, ambos em velocidade. Depende da característica do time, se time gosta de jogar com centroavante mais fixo, eu não seria o caso. Agora, se for mais móvel, movimentando, seria o ideal. Gosto de jogar aberto, pelas pontas.

E você mora sozinho aqui. Quais são os maiores sacrifícios?
Maior sacrifício é ficar longe da família. Deixei a família longe, vim viver um sonho agora meio que sozinho, batalhar sozinho, geralmente foi assim desde que eu fui para o Juventude, sempre foi sozinho. Lá eles estavam perto, claro, a gente conseguia se ver mais. Agora que a gente está longe acho que é o maior sacrifício, família, amigos, e viver uma coisa nova. Cheguei em setembro. A proposta do Corinthians chegou bem em cima da hora. Estavam negociando meio em off, e eu não sabia de nada. Estava treinando, focando para jogar a Copinha pelo Juventude. Treinando, me esforçando lá, aí bem em cima da hora, numa segunda-feira, o pessoal do clube me tirou de um treino para dizer que eu já estava negociado. Só que meu empresário não tinha me falado nada, eu não sabia. Falei: "ué, mas que estranho". E daí na quarta-feira foi que eu viajei. Fiquei terça e quarta meio que na expectativa, porque ninguém falou nada. Meu empresário ligou e disse: "olha, a gente está tentando, não está certo, não sei porque te tiraram do treino. Mas ainda não está certo. A gente vai dar o máximo aqui para fechar o negócio". Fiquei meio assim esperando... depois deu tudo certo e consegui vir para cá.

Como foi ser artilheiro do Gauchão Sub-20?
Fiquei muito feliz, só que vou dizer que não esperava, sinceramente. Como é sub-20, e tenho 18 anos, foi meu primeiro ano nessa competição. Comecei o ano em amistosos de reserva no Juventude, foi a subida ali, pessoal já vinha da Copinha, o time já vinha pronto. Aí eu comecei a treinar e comecei a ver que dava para ser titular e para jogar naquele time.

Já se acostumou à rotina?
Já acostumei. Quer dizer, mais ou menos, porque é bem complicado aqui, cidade totalmente maluca, tudo meio louco. Mas já estou acostumado, já sei ir para casa (risos). Aqui eu já fui na 25 de março, gostei bastante, mas fico mais em casa, vendo série, filme, jogando videogame e descansando, porque a rotina de treino é puxada. Minha mãe veio me novembro e passou 15 dias comigo, meus pais já vieram para ajeitar apartamento e dar apoio, no começo é sempre difícil, então sempre ajudam.



8/01/2017 07h10

Cristian, Mendoza, Lucca... Corinthians tenta empréstimos para reduzir elenco
Depois de ceder Gustavo, Douglas e Alan Mineiro, Timão pode ter novas saídas em breve. Técnico Fábio Carille pensa num elenco com no máximo 30 jogadores


Por Marcelo Braga


Com grupo cheio, Corinthians tenta emprestar Cristian (Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Fora da disputa da Taça Libertadores, o Corinthians não quer trabalhar com um grupo maior do que 30 atletas no primeiro semestre, durante o Campeonato Paulista e as primeiras fases da Copa do Brasil.


Com as confirmações das chegadas dos atacantes Luidy, Jô e Kazim, além do volante Paulo Roberto, o elenco conta hoje com 34 atletas – excluindo da lista Mantuan e Carlinhos, que disputam a Copinha

Ainda atrás de reforços, o grupo deve inchar mais caso ocorram acertos com o zagueiro Pablo, o volante Gabriel e o atacante William Pottker.
Diante disso, o técnico Fábio Carille avalia o empréstimo de alguns jogadores que, na primeira impressão, não devem ser muito utilizados.

Com um dos maiores salários do elenco e sem se firmar nos últimos dois anos, o volante Cristian, de 33 anos, tem sido oferecido a clubes da Série A, mas o Timão não tem encontrado mercado para ele, que tem contrato até o final do ano.

O atacante Mendoza é outro que deve pintar na reapresentação no elenco dia 11, mas que não deve permanecer no elenco. Com mais dois anos de contrato no Parque São Jorge, o jogador também está na lista de atletas negociáveis. Recentemente, recusou uma proposta de empréstimo para o Bahia.

O atacante Lucca com contrato até 31 de julho de 2019, tem sido usado como moeda de troca nas negociações por William Pottker, da Ponte Preta. Vitória, Botafogo e Inter também estão de olho no jogador, todos tentando um empréstimo por uma temporada.

Caso as contratações de Pablo, Gabriel e William Pottker se concretizem, outros podem ter de deixar o clube também. O zagueiro Yago, os volantes Jean e Warian e até o atacante Bruno Paulo, que não estreou em 2016, são opções. Nos últimos dias, o Timão cedeu o atacante Gustavo ao Bahia, enviou o goleiro Douglas ao Avaí e emprestou o meia Alan Mineiro para a Ferroviária.

CONFIRA COMO ESTÁ O ELENCO DO TIMÃO:

GOLEIROS: Cássio, Walter, Matheus Vidotto e Caíque França
LATERAIS DIREITO: Fagner, Léo Príncipe

LATERIAS ESQUERDO: Guilherme Arana, Moisés e Uendel
ZAGUEIROS: Yago, Vilson, Balbuena, Pedro Henrique e Léo
VOLANTES: Cristian, Jean, Camacho, Marciel, Warian e Paulo Roberto
MEIAS: Danilo, Rodriguinho, Marlone, Guilherme, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Rodrigo Figueiredo
ATACANTES: Jô, Romero, Lucca, Léo Jabá, Bruno Paulo, Luidy e Kazim














08/01/2017 09h57

Presidente sofre pressão para deixar o cargo no Corinthians ao voltar de férias
Roberto retoma suas funções na segunda-feira, mas ainda sem saber se conseguirá apoio para cumprir o mandato até 2018. Movimento quer forçá-lo a se licenciar


Por Carlos Augusto Ferrari e Marcelo Braga


Roberto de Andrade está isolado no Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

A segunda-feira será quente no Corinthians. De férias desde o fim de dezembro, o presidente Roberto de Andrade retorna à função no clube, mas sem saber se continuará à frente do cargo até o fim do seu mandato, em fevereiro de 2018.

Por pressão de oposicionistas e antigos aliados, o dirigente deve ser forçado a pedir licença da presidência por três meses. Caso não aceite, o processo de impeachment que corre no Comitê de Ética do Conselho Deliberativo ganhará mais força nos próximos meses. 

Por conta da internação a que teve de ser submetido no fim de novembro, após um mal estar, Roberto de Andrade tem sofrido pressão também de sua família para abandonar o cargo, o que pode pesar a favor da decisão. Diferentemente de renúncia, uma licença não exigiria a convocação de eleições imediatas. Outra opção é não ter influência nas decisões.

Liderado pelo ex-presidente Andrés Sanchez, o movimento ganhou força na última quinta-feira, em reunião presidida por André Luiz Oliveira, conhecido como André Negão, vice-presidente que esteve à frente do Timão nas últimas três semanas de forma interina. No encontro, o nome do antigo vice Luis Paulo Rosenberg também foi aprovado para um retorno ao Timão. É possível que ele reassuma o departamento de marketing, que perdeu Gustavo Herbetta na sexta-feira.
Via assessoria de imprensa, Andrés confirmou que conversará com Roberto para tentar "buscar a paz no clube". Presidente do Timão entre 2007 e 2011, mas onipresente desde que deixou o cargo, o deputado federal que quer unir o Corinthians e evitar a crise.

– Meu desejo é a paz no clube. Esse clima só atrapalha o Corinthians. Estamos unindo forças do clube para que essa situação seja resolvida da melhor forma – afirmou.

Nos bastidores do Parque São Jorge, a informação que circula é que a saída de Roberto abriria caminho para a eleição de Paulo Garcia no próximo pleito. Antes oposicionista, hoje o empresário conta com o apoio de Andrés. Sem Roberto, André Negão ficaria à frente da presidência.

Roberto apresentou defesa contra o impeachment que é apoiado por 63 conselheiros em 8 de dezembro. São dois os casos investigados pelo Comitê de Ética: no primeiro, Roberto rubricou, como presidente em exercício, uma lista de presença de assembleia geral de cotistas da Arena que ocorreu dois dias antes de ele ser eleito. Além disso, o nome dele apareceu, também como presidente, em um contrato, 27 dias antes das eleições.










Com forte concorrência, Bruno Paulo carrega lema para brilhar pelo Timão

Ainda sem estrear pelo Corinthians por conta de duas cirurgias, atacante se preocupa com concorrência, principalmente após contratações, mas diz: 'Só preciso de uma chance'

Bruno Paulo busca mais oportunidades em 2017
(Foto: Agencia Corinthians)

Bruno Paulo tem 26 anos e veio do Audax
(Foto: Agencia Corinthians)
Gabriel Carneiro e Guilherme Amaro
08/01/2017
07:00

- Concorrência pesada, né? Sai todo mundo, mas da minha posição não sai ninguém (risos). Quem veio pra jogar ali?

A pergunta acima é do atacante Bruno Paulo, que ainda não estreou no Corinthians por conta de duas cirurgias e está disposto a mudar essa história em 2017. Preocupado com a concorrência no setor ofensivo, principalmente após as contratações de Luidy, ex-CRB, e Kazim, ex-Coritiba, o jogador de 26 anos confia em seu potencial para brilhar nesta temporada.

Bruno Paulo chegou ao Corinthians no meio do ano passado. Ele acredita que precisa apenas de "só uma chance" no Timão e se espelha em Camacho, que veio jumto com ele e conseguiu ter oportunidades com a camisa alvinegra.

- Eu fui para seis jogos e não joguei em 2016, mas confio no meu potencial. Se a gente não confiar, é melhor não sair de casa. E eu confio em mim quando as chances aparecem. Só preciso de uma oportunidade. Se pintar, vai acontecer como foi com o Camacho, que conquistou o espaço dele. Só preciso de uma chance. A concorrência aumentou, mas vamos ver. O mais difícil é aparecer a chance. Se pintar, eu vou aproveitar, porque é o sonho de todo mundo e meu também estar aqui - afirmou o atacante, que chegou ao Corinthians com uma lesão ligamentar no pé direito e depois retirou uma hérnia lombar em outubro.

Para brilhar em 2017, Bruno Paulo carrega um lema que está até em seu WhatsApp: "não se prenda a erro. Só há uma coisa a fazer com relação ao passado: esquecer".

- Esquecer metade, né? (risos). Porque até o Paulistão foi bom. Agora é esquecer o resto, então. É isso que me move!

CONFIRA A ENTREVISTA COM BRUNO PAULO:

Que análise faz da sua temporada passada?
O primeiro semestre no Audax foi excelente. Aí vim para o Corinthians, que mudou minha vida. Até aí estava tudo maravilhoso, mas aconteceram essas coisas (lesões). Me machuquei, operei e não estreei ainda. Em cinco meses foram duas operações, e eu nunca tinha operado nada na vida. Não estava nos planos tudo isso que aconteceu, para nenhum jogador é bom, porque temos o sonho de chegar e jogar, ainda mais bem como eu estava no Audax. Então foi um ano mais ou menos. Mas agora está tudo certo. Operação não tem mais e minha hora vai chegar. Tudo no tempo de Deus.

Primeira lesão foi por esforço excessivo no Audax?
Eu estava jogando com o pé quebrado no Audax. Mas não tinha o que fazer, era meu momento, podia mudar minha vida. Aí forcei e enfrentei as dores. Quando cheguei no Corinthians não estava aguentando mais, então falei isso ao doutor Ivan. Corinthians não é que nem Audax, né? É diferente. Chegando eu teria que mostrar, mas não podia. Eu fui honesto com o Corinthians, disse de cara todos os problemas, mesmo sendo o sonho de todo mundo. Algum outro clube poderia desistir, mas o Corinthians cumpriu a palavra e eu fiz o meu papel.

Torcida já desconfia de você por não ter jogado. O que pode falar para eles?
Desconfiança todo mundo tem. Mas precisam ver que não é o Bruno fazendo "migué", fiquei fora por causa de duas operações. Eu estava tentando. Na coluna fiquei dois meses tentando voltar, pedi para não operar, porque queria jogar. Mas teve uma hora que não aguentei mais. O que posso falar é que eu confio que vou dar alegrias, fazer gols, mostrar minha habilidade, só essas coisas boas.

Apesar de você não ter jogado, seu amigo Camacho jogou. Como é vê-lo atuando?
É uma alegria muito grande ver o Camacho jogando. Ele teve oportunidade e abraçou. Tanto eu quanto ele sabemos do nosso potencial, sabemos o que fazer. Só precisamos de espaço. Se pintou para ele vai pintar para mim também.

Qual sua expectativa para trabalhar com o Fábio Carille?
O Carille é que nem o Tite. Está desde sempre no clube, conhece todos os jogadores, sabe como joga todo mundo e apoia todo mundo, conversa. Ele é um cara excelente, não tem o que falar. Tenho certeza que ele vai dar oportunidade a todos, até porque começa do zero agora que ele é o treinador de vez, o comandante. Ele vai querer fazer o melhor.