26 de dez de 2016

CORINTHIANS 26/12/2016

#RetrôTimão: Arena Corinthians reuniu mais de 50 mil pessoas em eventos além do futebol
Empresas de diferentes segmentos escolheram a casa do Timão para sediar eventos corporativos em mais de 100 datas ao longo do ano

18h00 26/12/2016 - Agência Corinthians

© Rodrigo Coca

A Arena Corinthians é a casa do Timão, mas também um espaço privilegiado para a realização dos mais variados eventos sociais e corporativos. Do segundo semestre de 2015 para cá, o estádio do Corinthians reuniu mais de 50 mil pessoas em ocasiões bastante diferentes, como shows, palestras, convenções, formaturas e atividades corporativas.

Foram mais de 100 datas ao longo do período, sem contar com jogos de futebol, utilizadas por cerca de 20 empresas de diferentes ramos de atuação, como a Honda Motos, Hinode, Fundação Itaú, Patroni, ESPN, Auto Fácil, Unicastelo, Rádio e TV Bandeirantes, Trevisan, Jump Eventos, Tupperware, Colégio Olivetano, Boutique Filmes, entre outros.

“Realizar um evento na Arena Corinthians é uma experiência incrível. É como se nossos convidados vinculassem a grandeza do local ao que estamos fazendo. A Arena cria um sentimento que poucos lugares despertam nas pessoas: o desejo de viver aquilo de novo e apresentar a experiência aos seus melhores e mais chegados amigos”, disse André Borges, da Hinode, que utilizou o Centro de Convenções e o Auditório da Arena para ações de MKT Multinível da empresa, reunindo de 600 a 1.200 pessoas por dia.

Praticamente todos os espaços da Arena Corinthians foram utilizados para realização de ações ao longo deste período, como o Camarote Festa, Salas de Convenções, Auditório, Estacionamento e o Átrio do setor Oeste, escolhido pela Boutique Filmes para gravação de grande parte da primeira temporada do seriado 3%, produção original brasileira do Netflix. O trabalho foi realizado durante 26 dias, reunindo cerca de 180 pessoas por dia.

“Foi um grande desafio fazer uma ficção científica que está sendo exibida, hoje, em 190 países e em 20 línguas diferentes. Para este grande projeto, tivemos o apoio incondicional da equipe da Arena Corinthians, que sempre nos ajudou em diversas questões, como logísticas, operacionais e até apresentando locais para as filmagens”, afirmou Tiago Mello, produtor executivo do seriado.

Outro evento de grande destaque durante o ano foi o Festival Sons da Rua, realizado pela Jump Eventos no estacionamento Leste da Arena Corinthians em novembro e que reuniu 15 mil pessoas. O festival trouxe ao estádio alvinegro grandes nomes do cenário, como Criolo e Emicida.

“Sem dúvida, o mercado já reconheceu a Arena Corinthians como uma excelente plataforma de experiência, não apenas para eventos esportivos, mas sociais e corporativos. Quem ainda não conhece o estádio se surpreende quando faz uma visita prévia para locação e entende que nossos espaços podem agregar muito valor aos eventos promovidos por eles”, declarou Rita La Rocca, gerente de eventos da Arena Corinthians.

Além de shows, palestras e eventos de empresas diversas, a Arena Corinthians já recebeu mais de 15 ensaios fotográficos para books de casamento, aniversário e gestantes. “Esses geralmente são corinthianos, que fazem questão de registrar esse momento tão importante de suas vidas na casa do Timão”, explicou Rita.

As empresas e pessoas físicas que desejarem fazer seu evento na Arena Corinthians podem entrar em contato pelo e-mail eventos@arenacorinthians.com.br ou pelos telefones (11) 3152-4099.






Corinthians faz três reuniões por Farfán, mas não chega a acordo

Atacante peruano foi oferecido, e transferência foi discutida em três encontros entre representantes dele e o gerente Alessandro Nunes. Jogador pretende atuar no Brasil

Bruno Cassucci 26/12/2016 17:03
O atacante peruano Farfán volta a ser colocado na mira do Corinthians pela imprensa peruana em mais uma janela de transferência. Contudo, embora o jogador tenha sido oferecido e até tenha agradado a diretoria do Timão, as negociações entre as partes não evoluíram. Houve três encontros entre o representante do atleta e o gerente de futebol alvinegro, Alessandro Nunes, mas sem acordo.

O atleta de 32 anos se desligou do Al Jazira (EAU) em outubro e também foi oferecido a outros clubes do Brasil. Uma lesão sofrida por ele no meio da temporada e a pretensão financeira de Farfán o afastaram do Timão. O fato de o clube ter fechado com os atacantes Jô e Luidy também ajudou a esfriar as conversas com o peruano.

No momento, o Corinthians negocia com outro atacante estrangeiro: Kazin, inglês com nacionalidade turca, do Coritiba, tem tratativas avançadas para ser o terceiro reforço alvinegro para 2017.

No último sábado, o jornal peruano "Libero" disse que o Farfán teria um acerto com o Timão. Há alguns meses, o periódico "Todo Sport" também estampou um suposto acordo do atacante com o clube de Parque São Jorge.

Após definir Fabio Carille como técnico para 2017, a diretoria do Corinthians agora corre atrás de reforços. O clube espera fechar contratações ainda nesta semana.





Agente de Wagner confia em acerto com o Corinthians antes de 2017

Tomás Rosolino -
26/12/2016 07:46:11

O Corinthians aguarda a liberação necessária do Tianjin Teda, para anunciar oficialmente o meia Wagner. O empresário do armador confia em uma resolução do caso antes de 2017.

“Tudo ainda está na mesma, mas estou com muita esperança de resolver na próxima semana”, explicou João Sérgio à Gazeta Esportiva, que deve retomar as tratativas após o Natal, na penúltima semana antes do retorno do elenco para a pré-temporada, marcado para o dia 11 de janeiro, no CT Joaquim Grava.

O jogador espera uma liberação da Fifa para assinar com o Timão. Ele alega que tem o direito da rescisão unilateral para exercer seu direito de trabalhar. Ele tem vínculo válido até a metade do ano que vem e ainda se mostra confiante na libertação.

“A nossa parte está toda ok – exames médicos e tudo. Está faltando a liberação do clube chinês. Se ele resolver essa situação da liberação, sim, virá. Se não resolver, não tem como”, comentou o presidente Roberto de Andrade, há uma semana, quando anunciou a saída de Oswaldo de Oliveira do comando da equipe.

Caso seja confirmado pelo Timão, Wagner seria o terceiro reforço da equipe, juntando-se aos atacantes Luidy e Jô. Além das peças para o setor ofensivo, o clube também busca ao menos um zagueiro e um primeiro volante para entregar a Fábio Carille.

O Corinthians concentra os seus esforços em atletas livres no mercado.

O elenco do Corinthians se reapresenta no dia 11 de janeiro, quatro dias antes da viagem para os Estados Unidos. Lá, a equipe participará do Torneio da Flórida, com duelos marcados para os dias 18 e 21, ainda sem rival definido.








26/12/2016 08h00

Moisés volta valorizado e deve ganhar chance no Timão: "Estou preparado"



Lateral-esquerdo provavelmente ficará no Corinthians na próxima temporada.

Por Carlos Augusto Ferrari


Moisés foi contratado pelo Corinthians quase como um desconhecido no início deste ano. Depois de duas partidas na pré-temporada, o jogador conversou com o então técnico Tite e foi liberado por empréstimo para o Bahia. Mas a história mudou. Depois de boas atuações por lá, o lateral-esquerdo tem grandes chances de ser aproveitado pelo Timão em 2017 e promete uma intensa disputa pela posição.

Apesar de estar de férias, Moisés treina diariamente em uma academia da zona leste áulistana para manter a forma. A intenção é chegar bem preparado à reapresentação do elenco corintiano, marcada para o dia 11 de janeiro. O jogador garante não saber seu futuro, mas a diretoria do Corinthians já admite que dará uma oportunidade a ele.

– Acredito que melhorei na parte defensiva e na ofensiva, o momento certo de atacar. Não tem nada definido ainda, meu contrato de empréstimo acaba agora. Se eu ficar, estou preparado – afirmou Moisés.


Moisés apresentado no Corinthians em 2016 (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
– Tive três papos com Tite. Ele me elogiou bastante pelos treinamentos que fiz. A diretoria me disse que eram poucas vagas de inscrição no Paulistão, ela não queria me prejudicar, sabia que eu poderia ficar parado. Então, fui para o Bahia. A relação com o Tite sempre foi olhos nos olhos. Todo mundo sabe o trabalho e a honestidade dele – recordou.

Mesmo com a chance quase certa, Moisés precisará disputar espaço no elenco. Hoje, o grupo conta com Uendel (titular) e Guilherme Arana (reserva) para a posição. O Timão, porém, vive a expectativa de negociar Guilherme Arana por uma boa proposta de um clube europeu na próxima janela de transferências. Se isso acontecer, Moisés passa a ser o suplente direto.

– Não fico pensando muito nisso. Se eu voltar e tiver outros dois laterais, vamos ver o que acontece. As coisas no Corinthians podem mudar a qualquer momento. Vou dar meu máximo, sempre respeitando os companheiros.


Maycon mira titularidade do Timão e diz: 'Volto melhor e mais experiente!'
Volante de 19 anos comenta passagem pela Ponte Preta e comemora efetivação de Fabio Carille como técnico do Corinthians: 'Já nos conhece, para os jovens foi bom'
  

Maycon tem contrato com o Corinthians até o fim de 2019 

Bruno Cassucci 26/12/2016  06:20
Maycon voltará ao Corinthians apõs empréstimo como uma das principais esperanças da torcida e da diretoria para a próxima temporada. O volante de 19 anos, que já era um xodó da Fiel depois do bom desempenho no jrs Corinthians pela copinha, em janeiro, passou a ser ainda mais valorizado 
Ele comemorou o retorno ao Parque São Jorge e festejou a efetivação de Fabio Carille, com quem já trabalhou.
O garoto, que realizou 15 jogos e marcou um gol com a camisa alvinegra, não participará da pré-temporada da equipe pois disputará o Sul-Americano sub-20 com a Seleção.

Mesmo assim, o volante acredita que poderá se firmar como titular do Timão e ganhar destaque no ano que está prestes a começar. Confira abaixo a entrevista:

"Quando sai do Corinthians, talvez não tivesse tantas chances como tive na Ponte. Volto melhor e mais experiente, com uma bagagem de jogos"
O intuito de ser emprestado era pegar rodagem, e tive oportunidade de pegar Brasileirão, Copa do Brasil... Quando sai do Corinthians, talvez não tivesse tantas chances como tive na Ponte. Volto melhor e mais experiente, com uma bagagem de jogos. Acho que fiz uns 17 ou 18 jogos só no Brasileiro., quase Quase 22 no total. Tive sequência, foi importante para minha carreira.
Eu não sei se teria chances naquele momento no Corinthians, poderia ter, mas não fico pensando nessas coisas. Quando eu sai era difícil porque tinha Elias, Bruno Henrique, todos de nível muito bom, enquanto eu estava começando. Ali a melhor coisa era ser emprestado mesmo.

- Ser emprestado para um clube do interior serve não só para pegar rodagem, mas também para valorizar "privilégios" que se tem em times grandes, não é?
A estrutura que o Corinthians fornece, não desmerecendo a da Ponte Preta, é melhor. A gente passa a dar valor a pequenas coisas na vida. Eu mesmo passei a morar sozinho lá, então a gente cresce como ser humano também. Dei um passo para trás para depois dar dois a frente.- 
Claro! Eu estava em um clube que paga em dia, disputa a primeira divisão e que está dando passos para se tornar ainda maior. Mas o Corinthians está num patamar acima. Sempre estive no Corinthians, então passo a dar valor. 

- Você falou que passou a morar sozinho. Agora voltará para a casa dos pais?
Eu casei, minha mulher foi para Campinas, mas com viagem e tudo mais não deu para aproveitar. Ela também é da capital, vai ser mais fácil agora, não vou voltar pra casa da mãe.

- O que está projetando para essa volta ao Corinthians?

Vou retornar para casa, onde fui criado, tenho carinho e admiração grande. A ansiedade da estreia antes de subir é igual à que sinto agora. Estou pensando na Seleção Sub-20, pois temos um campeonato importante, mas o coração bate mais forte pensando no Corinthians, pretendo buscar espaço no grupo, respeitando a todos.

- A disputa do Sul-Americano pela Seleção vai te tirar da pré-temporada do Corinthians. Acha que isso pode te atrapalhar?
Eles vão estar fazendo a pré-temporada, vão aos Estados Unidos, mas o Fabio (Carille) me conhece, sabe meu estilo, como jogo... Não vou perder tanto espaço, mas é claro que seria importante começar com os demais, pois brigaria pela titularidade desde o início. Chegando depois sera uma briga sadia e boa. A Seleção não vai afetar tanto, é um passo importante para minha carreira também, o Sul-Americano é uma competição importantíssima.

- Essa promoção do Fábio Carille no Corinthians pode ajudar os jovens, como você? O Osmar Loss, técnico do sub-20 também pode ser promovido.
Com certeza. Eu e o Osmar ganhamos títulos juntos, ele me conhece bastante, sabe da minha índole, viemos juntos para a Seleção em amistosos contra o México... Só vai agregar para nós, da base.

- Acredita que os garotos da base podem ter mais chances?
O intuito do clube esse ano talvez seja talvez dar mais espaço para a base, mas temos que lutar pelo nosso espaço. É o dia a dia que vai mostrar, não adianta ter o técnico que conhece os garotos se não colocarmos em prática o que sabemos.

- Uma posição que o Corinthians busca reforços é a de primeiro volante. Você está acostumado a jogar mais avançado, mas poderia quebrar o galho?
Eu quero ajudar da melhor forma possível. O Fabio e os outros profissionais da comissão sabem onde posso render mais, como todos jogadores. De primeiro tem o Cristian, Camacho vinha fazendo a função... Jogadores de qualidade! Vou deixar para a comissão decidir. Subi como segundo volante, é onde me dou melhor, mas se precisar faço o papel de primeiro, quero ajudar o clube.

- Muitos torcedores se manifestam nas redes sociais pedindo sua volta e utilização. Como vê esse carinho da Fiel?

"Fico feliz com o carinho da torcida, quero voltar para retribuir o carinho com vitorias e títulos"
Me motiva. Nós, jogadores, nos sentimos muito felizes com o carinho da torcida.Nos jogos que fiz a torcida gostou, isso é importante para mim, não só o técnico, mas a torcida gostar é importante. Fico feliz, quero voltar para retribuir o carinho com vitorias e títulos. 

- 2016 foi o ano que você apareceu. Agora é o momento de se consolidar?
Com certeza, eu trabalho para isso, estou focado desde o ano passado para chegar em um momento de ser reconhecido por tudo, meu trabalho, meu jogo... Vou batalhar para que 2017 seja melhor. 2016 foi muito bom, espero que 2017 eu desponte no cenário nacional, estou trabalhando para que seja um ano grande para mim e para o clube. Sei que o Corinthians está passando por dificuldades, mas vamos lutar com raça e dedicação.
Sempre acompanho programas de esporte, tento ficar antenado no que está acontecendo. No Corinthians não é diferente.

- Como viu essa indefinição sobre o novo técnico?
Estava ansioso. É importante saber com quem a gente vai trabalhar. Trabalhei com o Fabio Carille quando ele era auxiliar do Tite e depois também, antes do Cristóvão. Eu, Guilherme Arana e o Léo  ficamos meio preocupados aqui na Seleção para ver quem assumiria. Conversamos sobre as possibilidades... Ainda bem que o Fabio já nos conhece, sabe como gostamos de trabalhar. Para nós, jovens, foi legal.

- E esta experiência na Seleção, como está sendo?

- Faz tempo que você não tem férias...
Já são três anos mais ou menos. Disputei a Copinha em 2015 e em 2016. Ano passado as férias seriam em fevereiro, mas teve um campeonato nos Estados Unidos. Já neste ano vim para o profissional. Mas está sendo importante tudo isso na minha carreira.

- Para finalizar, deixe um recado para a Fiel torcida.
O Maycon vai voltar com raça, determinação, muita vontade de ganhar, gana. Isso é o minimo que um jogador do Corinthians pode ter. Quero ganhar títulos, vitórias importantes. Espero que a torcida nos apoie e incentive. Nós vamos lutar, não só eu, mas todos. Para nós será um ano grande!









Corinthians está de olho em atacante Kazim e ainda vive imbróglio por Wagner
Timão pode trazer atacante inglês naturalizado turco Kazim Richards para formar dupla com o já contratado Jô; já o meia, ainda aguarda rescisão com o Tianjin Teda, seu clube atual na China