16 de dez de 2016

CORINTHIANS 16/12/2016





CORINTHIANS BUSCA TÉCNICO COM NOMES ENTRE Jair Ventura, bot rj, Paulo Autuori, atlcu ou Vanderlei Luxemburgo, sem clube. Tv gazeta







Diretor diz que Corinthians já definiu treinador, dá pistas e espera resposta

Segundo Flávio Adauto, diretor de futebol do Timão, um único nome está na mira do clube para substituir Oswaldo de Oliveira. Em tom de mistério, dirigente só fala características

Adauto é diretor de futebol do Timão há dois meses
(Foto: Daniel Augusto Jr)

Adauto é diretor de futebol do Timão há dois meses
(Foto: Daniel Augusto Jr)
LANCE!
16/12/2016
15:52

Brasileiro, vencedor e com trabalhos de sucesso no país. Em tom de mistério, o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, deu apenas estas três dicas a respeito do profissional que será contratado para substituir Oswaldo de Oliveira no comando técnico do clube. Segundo o dirigente, o Timão já definiu o nome do novo treinador, não trabalha com nenhuma outra possibilidade e aguarda por uma sinalização positiva nos próximos dias.

- Já escolhemos o treinador. Esperamos que ele nos escolha também - disse, ao SporTV, o diretor de futebol alvinegro, antes de completar:

- Atualmente estamos fixando um nome para que não apareça depois que tem plano B, plano C. Não tem. Estamos trabalhando apenas com um único nome porque temos pressa, mas não excessiva. É brasileiro. Não sei se está empregado ou não, se dermos os detalhes corremos risco de dar um passo errado. E isso não queremos fazer. Vamos segurar. É um profissional vencedor, tem trabalhos bem feitos no Brasil. É um nome que se conseguirmos tê-lo, acredito que vamos atingir o que pretendemos. Se não der certo, vamos partir para um segundo nome - explicou Flávio Adauto.

O diretor de futebol do Corinthians, na mesma entrevista ao canal de televisão, disse que "não houve procura" a dois nomes cotados para técnico e com defensores na cúpula do clube: Guto Ferreira, hoje no Bahia, e Vanderlei Luxemburgo, que teve duas passagens pelo Timão e atualmente está desempregado. O dirigente ainda disse que "não é por esse caminho" quando questionado outra vez a respeito dos dois profissionais. Por fim, Adauto também descartou o nome do colombiano Reinaldo Rueda, do Atlético Nacional e Dorival Júnior. O diretor disse ter recebido indicações, mas não "chamou atenção" ao nome do estrangeiro.

Além de Guto Ferreira e Vanderlei Luxemburgo, outros nomes bem cotados internamente são Jair Ventura, do Botafogo, e Paulo Autuori, do Atlético-PR.

Ex técnico do Corinthians, recém demitido Osvaldo Oliveira, solta nota lamentando sua queda:
O presidente do Corinthians tem todo o direito de tomar as decisões que ele entender as melhores, mas me reservo o direito de contestá-las. Por isso, quero deixar claro meu descontentamento e extrema decepção com minha saída do Corinthians

Quando o presidente Roberto de Andrade me ligou enquanto eu ainda era técnico do Sport, a insistência dele era para que eu assumisse o clube imediatamente, porque ele precisava do meu trabalho para começar logo o planejamento para 2017. Chegamos a conversar sobre a possibilidade de iniciarmos apenas no ano que vem, mas ele sempre fez valer que a urgência era fundamental”, acrescentou, revelando arrependimento com a própria escolha.

Assim, da mesma forma que o presidente admite que errou ao me contratar, quero dizer que cometi também um grande equívoco de avaliação ao acreditar no que ele me disse sobre haver um planejamento para 2017

É preciso que as pessoas não se esqueçam do contexto envolvendo o Corinthians em 2016. Houve troca de comando técnico, na comissão técnica e saída de jogadores importantes. Tudo isso contribuiu muito para este período de transição que o clube vive hoje. Assumo minha parcela de responsabilidade no processo, mas será que trocar o treinador que estava cuidando do planejamento para o ano que vem resolve todos esses problemas? O problema era só esse?


Com empenho e compromisso, trabalhei dia e noite durante esses dois meses visando a conquista de uma vaga na Libertadores de 2017, assim como na montagem do elenco para a próxima temporada. Estávamos trabalhando duro para montar um time forte e vencedor, como é o perfil do Corinthians. Não merecia um desfecho dessa maneira. Eu era um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair do CT. E eu me orgulho disso. Mais do que minha obrigação profissional, era um prazer trabalhar no e para o Corinthians. Não sou uma pessoa que sento em cima de glórias do passado, mas acho que a história que o Corinthians e eu construímos juntos não merecia um desfecho dessa maneira


Por tudo isso descrito acima e por minha convicção em que o trabalho seguiria e seria melhor em 2017 que lamento profundamente a interrupção desse compromisso









CORINTHIANS LANÇA AGENCIA PARA VISITAS A ARENA E CT




Fiel, em 2017 viva uma experiência única e conheça mais sobre a estrutura e história do Coringão! O CT Tour e Tour Timão começarão a partir de Janeiro. Fiel Torcedor possui 10% de desconto, basta colocar o número da matrícula.

Acesse: www.agenciainvasaocorinthiana.com.br
#VaiCorinthians #InvasãoCorinthiana








Primeiro título brasileiro do Corinthians completa 26 anos


Timão conquistou o Campeonato Brasileiro pela primeira vez com um time com muita raça e garra; Tupãzinho fez o histórico gol do título na decisão 



10h00 16/12/2016 - Agência Corinthians






© Antonio Milena/Placar



Poucos títulos tiveram tanto a cara do Corinthians e da Fiel como o Campeonato Brasileiro de 1990. Time aguerrido, de poucas estrelas, como Neto e Ronaldo, tido como azarão. Contra tudo e contra todos, o Timão superou etapa por etapa e chegou à conquista do primeiro Brasileirão de sua história há 26 anos. Desde então, o dia 16 de dezembro foi eternizado no calendário alvinegro -- data que virou ainda mais histórica após 2012, com a conquista do bi do Mundial de Clubes da FIFA.


Brasileirão 1990 – Fórmula de disputa


O Campeonato Brasileiro de 1990 foi disputado por 20 clubes. Além do Corinthians, participaram: Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Inter de Limeira, Náutico, Palmeiras, Portuguesa, Santos, São José, São Paulo, Vasco e Vitória.


Na primeira fase, os 20 clubes jogaram todos contra todos em turno único, mas divididos em duas chaves de 10 cada para efeito de classificação. Na primeira etapa (10 rodadas), os times do grupo A enfrentaram os do B. Na segunda (9 rodadas), os jogos foram apenas entre equipes da mesma chave.


Os vencedores de cada grupo em cada etapa, além de outros quatro melhores colocados na soma das duas, avançaram na competição. A partir de então, foram disputadas quartas de final, semifinal e final.


A caminhada do Timão no Brasileirão de 1990 até a final de 16 de dezembro


A estreia do Corinthians no Campeonato Brasileiro de 1990 não foi nada animadora. No dia 19 de agosto de 1990, no estádio Olímpico em Porto Alegre-RS, derrota por 3 a 0 para o Grêmio. Na segunda rodada, no Pacaembu, novo revés: 1 a 0 para o Cruzeiro. O segundo resultado negativo consecutivo na competição derrubou o técnico Zé Maria (não era o ex-lateral direito “Super Zé”, mas, sim, José Maria de Oliveira, outro profissional que comandou o time por 20 jogos).


Nelsinho Baptista, que havia conquistado o vice-campeonato paulista com o Novorizontino em 26 de agosto, foi então anunciado técnico do Corinthians. A estreia do novo treinador aconteceu no dia 2 de setembro, na terceira rodada do Brasileirão. Na Fonte Nova, o Timão empatou com o Vitória em 0 a 0.


Na quarta rodada, finalmente o Corinthians conquistaria a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. No estádio do Morumbi, com gols de Neto e Wilson Mano, o Timão venceu o Palmeiras por 2 a 1. O resultado positivo no clássico trouxe estabilidade. A partir de então, o Alvinegro encaixaria uma sequência de mais nove jogos sem derrota (cinco vitórias e quatro empates).


Após mais uma série que novamente alternou bons e maus momentos (foram duas vitórias, um empate e três derrotas na reta final da primeira fase), o Corinthians garantiu vaga no mata-mata. A campanha do Timão era a pior entre os oito classificados, e o time era apontado como azarão, mas o elenco e a Fiel seguiram acreditando.


Nas quartas de final, o Corinthians enfrentou o Atlético-MG. Com uma inesquecível atuação de Neto no primeiro jogo, no Pacaembu, o Timão venceu por 2 a 1. Na segunda partida, no Mineirão, o empate em 0 a 0 deu a vaga nas semifinais para a equipe comandada por Nelsinho Baptista.


Na luta por um lugar na decisão, o Corinthians enfrentou o Bahia. Em mais uma grande atuação de Neto no Pacaembu, o Timão abriu o duelo com uma vitória por 2 a 1. No segundo jogo, na Fonte Nova, outro empate sem gols deu a classificação para a final.


O Corinthians enfrentou o São Paulo na decisão do Brasileirão de 1990. Pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro, a final colocou dois times da capital paulista frente a frente. Nas duas edições anteriores com finais do estado de São Paulo, o Guarani, de Campinas, decidiu o título contra Palmeiras e São Paulo em 1978 e 1986, respectivamente.


O primeiro jogo da final aconteceu no dia 13 de dezembro de 1990. Naquela noite de quinta-feira, mais de 85 mil torcedores compareceram ao estádio do Morumbi. Logo aos quatro minutos de jogo, Neto cobrou falta, Wilson Mano desviou e fez 1 a 0 para o Corinthians. O Timão soube se segurar e garantir a vitória. O resultado positivo deu ao Timão a vantagem do empate no duelo derradeiro.


O dia inesquecível: 16 de dezembro de 1990


Mais uma vez na história, a força da Fiel prevaleceu. Com aproximadamente 80% de corinthianos dos 100.858 torcedores presentes, o Corinthians entrou em campo precisando apenas de um empate para garantir o então inédito título brasileiro. A formação escolhida por Nelsinho Baptista para iniciar o duelo contou com: Ronaldo, Giba, Marcelo Djian, Guinei e Jacenir; Márcio, Wilson Mano, Tupãzinho e Neto; Fabinho e Mauro.


Precisando da vitória, o São Paulo pressionou o Corinthians por todo o primeiro tempo. Aos 12 minutos, Ivan cobrou falta com força, e a bola rasteira passou muito perto da meta de Ronaldo. O Timão, entretanto, soube controlar o ímpeto do rival e foi para o vestiário com o 0 a 0 mantido.


“No intervalo, o Nelsinho colocou o dedo na ferida e arrumou nosso time”, disse Ronaldo, após a partida.


No retorno do vestiário, o Corinthians passou a ser agressivo e mudou as ações dentro de campo. Logo aos oito minutos da segunda etapa, Tupãzinho e Fabinho tabelaram. O talismã corinthiano, então, driblou o são-paulino Ivan, e Fabinho chutou. O goleiro Zetti defendeu, mas a bola sobrou dentro da pequena área. Na raça, Tupãzinho deu um carrinho, empurrou para dentro do gol e fez a Fiel explodir pelo mundo.


Aos 14 minutos do segundo tempo, Wilson Mano, do Corinthians, e Bernardo, do São Paulo foram expulsos. À frente do placar, Nelsinho Baptista tirou Neto e colocou Ezequiel. Antes, o treinador já havia feito a primeira substituição: Mauro havia dado lugar a Paulo Sérgio.


Sem sustos, o jogo caminhou para o fim. Quando Edmundo Lima Filho, árbitro da partida, deu o apito final, os milhões de corinthianos espalhados pelo mundo puderam gritar pela primeira vez ao final de um Campeonato Brasileiro: “É campeão”.


Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.












Em nova tabela, Corinthians estreia nas semifinais do Playoff da Florida Cup 2017
Na primeira partida da próxima temporada, Timão jogará contra vencedor de Vasco x Barcelona (EQU)


10h30 16/12/2016 - Agência Corinthians



A organização da Florida Cup 2017 anunciou ajustes na tabela do Playoff da competição, que será disputado de 15 a 21 de janeiro. O Corinthians estreará nas semifinais do torneio, no dia 18 de janeiro, contra o vencedor do confronto de primeira fase entre Vasco e Barcelona de Guayaquil (EQU), em Orlando (EUA).

“Os ajustes se tornaram necessários e levaram em conta as questões técnicas do torneio e também a excelência na preparação de todos os clubes”, afirmou Ricardo Villar, CEO da Florida Cup. “Todos os times foram consultados, entenderam os motivos das mudanças e temos convicção de que encontramos, em conjunto, a melhor solução, uma vez que não abrimos mão do nível técnico da competição”, completou.
 A final e a disputa do terceiro lugar do Playoff da Florida Cup 2017 serão disputadas no dia 21 de janeiro, em Orlando (EUA).













Há 88 anos, Corinthians conquistava Campeonato Paulista pela sexta vez


Empate em 0 a 0 com rival garantiu o título alvinegro em 1928



12h00 16/12/2016 - Agência Corinthians







© Arquivo Corinthians



Há 88 anos, o Corinthians fazia história mais uma vez no Campeonato Paulista. Com empate em 0 a 0 com o Palestra Itália, o Timão conquistava pela sexta vez o torneio estadual.


A equipe comandada pelo treinador Ângelo Rocco fez boa campanha durante a trajetória do sexto título paulista do Corinthians em 1928. Em 20 jogos, o Timão venceu 15, empatou um e perdeu quatro. Foram 68 gols marcados e 30 sofridos.


No jogo decisivo do Campeonato Paulista, o Corinthians tinha a missão de enfrentar o Palestra Itália no Parque Antártica. Apesar do jogo sem gols, o placar em 0 a 0 foi suficiente para que o Timão conquistasse mais uma vez a competição estadual.


Para este duelo, o treinador Ângelo Rocco escalou o Corinthians com Tuffy; Grané, Del Debbio, Nerino, Soares; Munhoz, Apparício, Rodrigues, De Maria, Rato; Gambinha.


Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.












Comunicado – Planejamento de arrecadação 2017
14h30 16/12/2016 - Agência Corinthians
Aos associados do Sport Club Corinthians Paulista

Ref.: Planejamento da arrecadação para o ano de 2017.


Vimos pela presente informar as alterações no sistema de arrecadação para o ano de 2017, após reunião com a Presidência e autorização da Diretoria Financeira:

Mensalidade para 2017
Diante do atual cenário econômico de nosso país, manteremos os valores das mensalidades dos títulos individuais e familiares praticados em 2016, portanto, não aplicaremos reajustes ou reposições inflacionárias para o próximo período.

Anuidade Antecipada de 2017

De 15 de dezembro de 2016 a 31 de janeiro de 2017, a anuidade de 2017 poderá ser paga com 5% de desconto, e seu parcelamento em até 10 vezes.

Aquisição de títulos novos
Os valores dos títulos serão preservados, mantendo os mesmos valores de 2016, mas o parcelamento poderá ser em até 10 vezes sem juros.

Reativação de títulos.

Os valores nominais para reativação hoje são de R$ 864,00 para títulos individuais e R$1.200,00 para títulos familiares.

Até o dia 31 de janeiro, oferecemos 50% de desconto nos valores para as reativações dos títulos, desde que a anuidade de 2017 seja paga antecipadamente, conforme item 2.


A somatória da anuidade e taxa de reativação poderá ser parcelada em até 10 vezes, mas somente no cartão de crédito.


Estou à disposição para quaisquer eventuais dúvidas.


Atenciosamente,


SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA


Eduardo Caggiano

Diretor Administrativo







Corinthians recebe mais R$ 2,3 milhões da CBC para Esportes Olímpicos
Com isso, o clube totaliza 3,8 milhões conquistados em 2016 para as modalidades olímpicas


16h50 16/12/2016 - Agência Corinthians


Nesta sexta-feira (16), na cidade de Foz do Iguaçu-PR, o Sport Club Corinthians Paulista assinou mais um convênio com a Confederação Brasileira de Clubes, totalizando R$ 3,8 milhões conquistados no ano de 2016 para modalidades olímpicas. A nova gestão financeira é a principal responsável por esse benefício, por manter todos tributos do clube pagos em dia.


“Isso só está acontecendo graças à iniciativa do presidente Roberto de Andrade em criar um departamento de Projetos Incentivados que não existia. Nossa meta para 2017 é contribuir com a redução do déficit do clube, com projetos já em análise no Ministério do Esporte e na Secretaria Estadual”, afirmou Eduardo Caggiano, Diretor Administrativo que está representando o Corinthians no evento da assinatura do convênio no Paraná.


Maiores informações sobre o Departamento de Projetos Incentivados podem ser solicitadas através do e-mail projetosincentivados@sccorinthians.com.br










Imprensa especula que Corinthians pagará multa de quase R$ 1 milhão para demitir Oswaldo


Nota de esclarecimento

12h40 16/12/2016 - Agência Corinthians
O Sport Club Corinthians Paulista esclarece, através desta nota, a informação sobre a multa rescisória que pagará ao ex-treinador Oswaldo de Oliveira. A quantia fixada em contrato é de dois salários.

Como dito na última quinta-feira (15) em entrevista coletiva do presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, o clube arcará com todos compromissos firmados em contrato com Oswaldo.















16/12/2016 19h55

Revelado pelo Corinthians, volante Dawhan diz que fechou com o CSA

Atleta de 20 anos fala que tem pré-contrato assinado e deve se apresentar em janeiro

Por GloboEsporte.com*

O Corinthians não deve renovar o cotrato do jovem volante Dawhan e ele está fechando com o CSA. Revelação das categorias de base do Corinthians, o atleta, de 20 anos, será uma das apostas do clube alagoano para 2017. A diretoria azulina, por enquanto, não confirma o acerto, mas, segundo o próprio jogador, há um pré-contrato assinado.
O volante tem contrato com o Corinthians até o dia 31 de dezembro. Após encerrar o vínculo com o Timão, Dawhan deve definir a data de apresentação ao CSA.

- Eu assinei um pré-contrato com o CSA. Tenho ainda contrato com o Corinthians, daí tenho que voltar no dia 2 de janeiro para resolver minha documentação. Minha expectativa é muito grande. Espero corresponder e ajudar da melhor maneira possível. Vai ser muito bom estar perto de casa e da minha família, assim posso te rum apoio maior - disse o volante. 







Corinthians adia votação de orçamento que prevê R$ 13 milhões em reforços

Conselho Deliberativo do Timão se reúne, mas previsão de gastos para 2017 será discutida em outro encontro.
Bruno Cassucci
16/12/2016
07:45

O Conselho Deliberativo do Corinthians se reuniu na noite da última quinta-feira para votar o orçamento do clube para 2017, mas adiou a decisão. Foram apontados erros no documento, que precisará passar por adequações às regras do Profut (Programa de modernização da gestão e de responsabilidade fiscal do futebol brasileiro). Assim, o tema voltará à pauta em um novo encontro dos conselheiros.

No documento apresentado preliminarmente, a previsão de gastos com contratações de jogadores no próximo ano é modesta, de apenas R$ 13 milhões. Para efeito de comparação, este foi o valor aproximado que o Timão gastou em 2016 apenas para ter o meia Marquinhos Gabriel.

Este e outros dados do orçamento, porém, não precisam ser seguidos à risca. A previsão para 2016, por exemplo, era usar R$ 10 milhões com reforços e arrecadar R$ 45 milhões com vendas de atletas. Contudo, a debandada de jogadores para o futebol chinês mudou tudo.

- O orçamento existe porque é estatutário. Mas vamos supor que eu tenho um orçamento de R$ 100 milhões para gastar no futebol. Mas e se eu não tiver R$ 100 milhões? Por isso administro o Corinthians pelo caixa. Se eu tenho dinheiro gasto e se não tenho dinheiro não gasto. Independente de estar no orçamento ou não. O orçamento é estatutário, mas na minha administração não tem um valor prático. O orçamento nada mais que é um achismo. Tem que ser equilibrado. É regime de caixa - explicou o presidente corintiano, Roberto de Andrade, no meio deste ano.

O departamento financeiro do Corinthians estimou que o clube arrecadará R$ 62 milhões com transferências de jogadores. Porém, na conta estão parcelas que o Timão tem a receber de atletas já negociados.
A cúpula corintiana já acredita que pode ter superávit nesta temporada e projeta terminar 2017 com R$ 4 milhões no azul.

Apesar de algumas ressalvas, os orçamentos costumam ser aprovados no Conselho. A votação deste ano, porém, tem importância maior. O resultado servirá como uma espécie de termômetro sobre o processo de impeachment de Roberto de Andrade, que deve ser julgado no início de 2017.










Há quatro anos, Corinthians derrotava Chelsea e conquistava bi do Mundial de Clubes da FIFA


Com mais de 40 mil corinthianos em Yokohama, Timão venceu a poderosa equipe inglesa com gol do atacante Guerrero e show de defesas do goleiro Cássio


10h00 16/12/2016 - Agência Corinthians



Pela segunda vez, o Corinthians era o dono do futebol mundial


© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



O dia 16 de dezembro de 2012 estará para sempre no coração do torcedor alvinegro. Há quatro anos, na mesma data do primeiro título brasileiro, o Corinthians derrotou o Chelsea (ING) por 1 a 0 no Yokohama Stadium, em Yokohama (JAP), e conquistou o bicampeonato do Mundial de Clubes da FIFA.


Assim como na partida semifinal, na vitória sobre o Al-Ahly (EGI) por 1 a 0, a Fiel tomou as arquibancadas do estádio com mais de 40 mil ‘loucos’ e comandava a festa do outro lado do mundo. Dentro de campo, o adversário seria o poderoso Chelsea, com estrelas do futebol mundial. Mas o Corinthians não se intimidou e jogou de igual para igual com a equipe inglesa.


O primeiro tempo foi equilibrado, com ambos os times tendo poucas oportunidades claras de gol. O destaque alvinegro foi o paredão Cássio, que fez duas defesas difíceis. Primeiro após chute à queima-roupa de Cahill e mais tarde em chute colocado de Moses.


O mesmo equilíbrio prevaleceu na segunda etapa. Até que aos 23 minutos, os 30 milhões de corinthianos espalhados por todo o mundo explodiram de felicidade. Veio o gol com a cara dos times formados pelo técnico Tite: lance construído com troca longa de passes e passando pelos pés dos dez jogadores de linha alvinegros que estavam em campo.


Após troca de passes que durou cerca de um minuto, Chicão lançou para Paulinho, que de letra tabelou com Jorge Henrique e rolou para Danilo. O camisa 20 cortou Ivanovic e chutou. A bola rebateu em Cahill, mas sobrou para Guerrero cabecear para o fundo da rede e fazer o gol do título.


A partir deste momento, como não poderia deixar de ser, a Fiel sofreu por 20 minutos para soltar o grito de campeão. Cássio ainda teve tempo de fazer mais um milagre, em um chute de Fernando Torres à queima roupa, aos 40 minutos. A série de defesas rendeu ao goleiro alvinegro o prêmio de melhor jogador do Mundial de Clubes da FIFA de 2012.


O Chelsea também teve um gol corretamente anulado, aos 46 do segundo tempo. Mas a festa era da Fiel. Pela segunda vez na história, o mundo era pintado com as cores preto e branco do Sport Club Corinthians Paulista.


Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.


















16/12/2016 16h49


Corinthians comemora aniversário de Brasileirão e Mundial nesta sexta-feira

Dia 16 de dezembro marca duas grandes conquistas recentes do Timão: o primeiro campeonato nacional, em 1990, e a vitória sobre o Chelsea, no Japão, em 2012


Por GloboEsporte.com


O site oficial do Corinthians traz uma comemoração dupla nesta sexta-feira. O clube celebra o aniversário de 26 anos da conquista do Campeonato Brasileiro de 1990, e quatro anos do Mundial de Clubes de 2012, vencido diante do Chelsea.

A capa do site mostra os dois times posados com a inscrição “90-12, Time de campeões”. Em 1990, o Corinthians venceu o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi, e conquistou seu primeiro Brasileirão. Em 2012, no Japão, a vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea também deu a taça.

Corinthians personaliza capa do site com comemoração de títulos em 16 de dezembro (Foto: reprodução)



CORINTHIANS ATUAL LEMBRA QUE HOJE É DATA DA CONQUISTA DE BICAMPEÃO MUNDIAL PELO CORINTHIANS, HÁ EXATOS 4 ANOS








CORINTHIANS SE IMPÕE E É BICAMPEÃO MUNDIAL

16 DE DEZEMBRO DE 2012 ÀS 10:45

Doze anos depois, o mundo é do Corinthians de novo! A manhã deste domingo (16) estará para sempre na memória de 30 milhões de loucos do bando. Com gol de Guerrero, o Timão derrotou o Chelsea por 1 a 0, em Yokohama, e sagrou-se Bicampeão Mundial da FIFA.


Após início de jogo bastante truncado, o Chelsea criou a primeira chance. Aos dez minutos, Cássio fez ótima defesa após chute à queima roupa de Cahill. O Alvinegro respondeu aos 18 min, quando Jorge Henrique puxou contra-ataque pelo meio e arriscou de fora da área, mas o goleiro Cech fez a defesa. No minuto seguinte, Paulinho foi quem chutou de fora, mas a bola saiu sobre o gol.


Aos 23 min, o Corinthians se postava melhor em campo, valorizando a posse de bola e apertando a saída de jogo adversária. Aos 28, Emerson recebeu de Guerrero às costas da zaga e bateu colocado, mas a bola saiu por cima.


O Timão voltou a levar perigo aos 33 min, quandoGuerrero brigou dentro da área e a bola sobrou para Emerson, que chutou sem ângulo, mas a bola tocou na trave e saiu. Os ingleses responderam aos 37 min com Torres, que recebeu lançamento e chutou para defesa de Cássio.


Minutos depois, o goleiro alvinegro apareceu mais duas vezes, nos chutes de Moses e Mata. Aos 46 min, o árbitro finalizou a primeira etapa.


O mundo é nosso!


A segunda metade da partida começou aberta, com ataques das duas equipes. Aos oito minutos,Cássio fez mais uma defesa ao crescer na frente de Hazard. Depois desse lance, o Corinthians passou a ficar mais com a bola, ocupar o campo de ataque e pressionar o adversário. Paulinho levou perigo aos 18 min, após receber de Guerrero, mas a bola passou à esquerda.



A torcida presente no palco da final cantava alto quando a pressão do Timão deu resultado. Aos 23 min, Danilo cortou a marcação e chutou, a bola desviou na defesa e subiu. Junto com ela, subiu também o peruano Guerrero, que aproveitou o rebote e cabeceou para às redes. Na metade do segundo tempo, o Alvinegrou tinha a vantagem de 1 a 0.


O time inglês sentiu o gol e passou a apostar nos lançamentos, mas o sistema defensivo corinthiano esteve bem postado e não cedeu campo ao adversário. Na chance que o Chelsea criou, aos 40 min, o gigante Cássio operou outro milagre. Após cruzamento, a bola sobrou para Torres, mas o goleiro corinthiano cresceu mais uma vez.


Aos 44 min, a expulsão de Cahill, zagueiro de Seleção Inglesa, mostrou o quanto é difícil jogar uma final de Mundial de Clubes. Pelo equilíbrio e pela entrega do Corinthians, o Alvinegro mereceu o posto de melhor time do mundo. Nos acréscimos, Torres, impedido, fez o gol de empate, mas a jogada foi anulada. O coração dos loucos disparou, mas foi confortado pelo apito final, aos 49 min.


Este foi a última partida disputada pelo Corinthians no ano de 2012. A temporada, marcada pelo título invicto da Copa Libertadores e agora pelo título mundial, foi uma das mais vitoriosas da história do Timão. O elenco alvinegro ganha férias nesse final de ano e só volta aos gramados no dia 20 de janeiro, quando enfrentará o Paulista de Jundiaí pelo Campeonato Paulista 2013.


Gol
Guerrero

Substituições
Martínez (Guerrero) e Wallace (Emerson)

Cartões Amarelos
Jorge Henrique

Fonte: Site Oficial do Corinthians





Corinthians é bicampeão mundial

16.12.12 às 10h23 > Atualizado em 16.12.12 às 19h17


Yokohama, Japão - O Corinthians é bicampeão mundial. Em partida emocionante, o Timão derrotou o Chelsea por 1 a 0, com gol de Guerrero e atuação exuberante de Cássio, para a alegria da Fiel,que fez do Estádio de Yokohama a sua casa. Em maior número na arquibancada, empurrou a equipe durante todo o jogo com a música "Corinthians minha vida". Pouco se percebia a presença dos torcedores ingleses.


Conforme já havia sinalizado no último treino antes do duelo com o Chelsea, Tite fez uma alteração na equipe que havia derrotado o Al Ahly por 1 a 0. O meia Douglas foi para o banco de reservas e Jorge Henrique ganhou a oportunidade de jogar na equipe titular. Já o Chelsea veio com duas mudanças. Lampard entrou no lugar de Mikel e o brasileiro Oscar foi barrado pois o técnico Rafa Benítez preferiu colocar Moses em campo.

E o Corinthians não se intimidou em jogar uma final de Mundial. Jogou de igual para igual contra o Chelsea, utilizando a sua principal arma: o contra-ataque. Com forte marcação em seu campo de defesa, o Timão aproveitou a velocidade de Jorge Henrique e a habilidade de Paolo Guerrero para chegar ao gol adversário.


Mas faltava o herói da Libertadores Emerson aparecer com mais eficiência. Na etapa inicial, o camisa 11 do Timão pecou no preciosismo e em vez de passar para Guerrero, livre na grande área, e tentou fazer, sem sucesso, jogada individual. A pontaria do atacante também não estava boa. De frente para o goleiro Petr Cech, Sheik chutou para fora e na melhor chance do time do Parque São Jorge, ele finalizou na trave, após um bate-rebate na área.

No contra-ataque, o Corinthians também deu o seu cartão de visitas para os Blues. Chutes de Jorge Henrique para o goleiro, Paulinho para fora e Emerson para fora. E quando o Chelsea chegava havia Cássio na meta. O goleiro fez um milagre no início do jogo em chute de Cahill na pequena área, ficou 25 minutos sem ser incomodado e depois fez três defesas difíceis em finalização de Fernando Torres, Moses e Juan Mata.


No segundo tempo, a partida continuou equilibrada e com o arqueiro corintiano em noite inspirada. Logo no começo da etapa final, ele foi fundamental ao sair nos pés de Hazard para fazer mais uma intervenção no duelo. E depois deste lance, o time de Tite dominou o confronto com maior posse de bola e no campo de ataque. A pressão era grande, mas faltava tranquilidade para concluir ao gol. Calma que Guerrero teve aos 23 minutos, depois que o chute de Danilo foi travado por Cahill. No rebote, o peruano cabeceou para fazer 1 a 0.


Com a vantagem no placar, o Corinthians voltou a jogar no erro do adversário, que teve uma chance para empatar, mas de novo Cássio salvou o Timão. Fernando Torres recebeu sozinho aos 40 minutos e concluiu a gol, mas o arqueiro espalmou. Ainda teve tempo da torcida corintiana levar um grande susto. Nos descontos, o atacante espanhol cabeceou para o fundo das redes, mas estava impedido, para alívio da Fiel que viu seu clube conquistar o segundo título mundial.


FICHA TÉCNICA

Corinthians 1

Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Jorge Henrique, Danilo e Emerson (Wallace); Guerrero (Martínez). Técnico: Tite.


Chelsea 0

Cech; Ivanovic (Azpilicueta), Cahill, David Luiz e Ashley Cole; Ramires, Lampard, Moses (Oscar), Mata e Hazard (Marin); Torres. Técnico: Rafa Benitez

Arbitragem: Cuneyt Cakir (Turquia)
Gols: Guerrero, aos 23 minutos do 2º tempo.
Amarelo: Jorge Henrique (Cor) e David Luiz (Che).
Vermelho: Cahill (Che)
Público: 68.275 torcedores









FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 chelsea
Local: Estádio Internacional de Yokohama, em Yokohama (JAP)
Data: 16 de dezembro de 2012 (domingo)
Horário: 8h30 (de Brasília)
Árbitro: Cüneyt Çakir (TUR)
Assistentes: Bahattin Duran (TUR) e Tarik Ongun (TUR)
Cartões amarelos: Jorge Henrique (Corinthians); Cahill e David uiz (Chelsea)
Cartão vermelho: Cahill (Chelsea)
Gol: CORINTHIANS: Guerrero, aos 23 minutos do segundo tempo
Público: 68.275 pagantes

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Jorge Henrique, Danilo e Emerson (Wallace); Guerrero (Martínez) Técnico: Tite

chelsea: Cech; Ivanovic (Azpilicueta), Cahill, David Luiz e Ashley Cole; Ramires e Lampard; Moses (Oscar), Juan Mata e Hazard (Marin); Fernando Torres Técnico: Rafael Benítez










CORINTHIANS ATUAL LEMBRA QUE HOJE COMPLETA-SE EXATOS 26 ANOS DO PRIMEIRO TÍTULO BRASILEIRO DO CORINTHIANS, EM 1990