23 de nov de 2016

CORINTHIANS 23/11/2016




Corinthians treina com quem nã tuou e com Bruno Paulo como novidade. Ele pode ser relacionado
Oswaldo de Oliveira recebeu mais uma opção para escalar o ataque  (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O treino do Corinthians na tarde desta quarta-feira ainda não contou com a presença dos titulares do Alvinegro no gramado, mas deu ao técnico Oswaldo de Oliveira uma possível outra opção para escalar o Corinthians contra o atl.cu., no sábado, às 21h (de Brasília), na ARENA CORINTHIANS: o atacante Bruno Paulo, contratado em maio e que ainda não estreou, recuperado de uma hérnia inguinal.

Ele trabalhou sem limitações ao lado dos atletas que não foram titulares na partida contra o Internacional, segunda-feira, ficando mais uma vez em condição de fazer sua primeira partida com a camisa alvinegra. Desde que foi adquirido, ele já sofreu uma cirurgia no pé esquerdo, uma lombalgia e esse problema de hérnia, ficando apenas no banco em algumas partidas durante o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil.

Além dele, esteve no gramado o meia Guilherme, recuperado de uma contusão na perna direita, treinando pela segunda vez consecutiva. Oswaldo confia na participação do camisa 10 contra os paranaenses, tanto que preferiu poupá-lo contra os gaúchos. Resta saber, porém, no lugar de quem ele vai entrar, sendo mais provável que ele substitua o paraguaio Romero e atue como “falso 9”.


Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press


Outros nomes que voltam são os meias Rodriguinho e Giovanni Augusto, mas apenas o primeiro tem escalação garantida. Com Camacho em boa fase e Cristian vindo de uma boa partida na vitória do Corinthians sobre Inter, Giovanni pode perder espaço para a dupla e ficar no banco de reservas. As respostas para essas perguntas, porém, só poderão ser dadas após o treino marcado para a tarde desta quinta, no CT.

Wagner perto, salários ainda atrasados

O gerente de futebol, Alessandro Nunes, assegurou nesta quarta-feira que a chegada do meia Wagner depende apenas de detalhes burocráticos. “Tem algumas partes burocráticas que nos impedem neste momento de terminar esse trâmite todo, mas a gente está aguardando alguma evolução”, disse ele, antes de brincar com a situação do armador, visto como reforço certo nos bastidores. “Enrolei bem? (risos)”, continuou.

O dirigente ainda esclareceu que, apesar das promessas, os salários dos atletas referentes ao mês de outubro ainda não foram acertados. Apesar de rebater alguns problemas que indicam falta de comunicação entre o grupo de atletas e a diretoria, Alessandro reconheceu que o clube enfrenta dificuldades para acertar essas pendências.

“Não foi viabilizado ainda, mas será o mais rápido possível. Eles estão sabendo disso, estamos nos comunicando com eles. Outro dia fizemos uma reunião com o presidente, por iniciativa dele. Não existe pressão deles, por mais que seja uma situação excepcional. Está próximo de ser viabilizado, mas não foi ainda. Eles mesmo provaram que não existe problema fazendo um jogo fantástico na segunda. Não existe nenhuma dificuldade de negociação da nossa parte para com eles”, concluiu.










Corinthians vai estrear patrocíniodas costas na Florida Cup 2017

Empresa de tecnologia vai estampar marca nas costas da camisa do clube. Na última terça, Timão acertou com a New Era, fabricante de bonés, que não estará no uniforme de jogo

Corinthians terá novo patrocínio nas costas da camisa

(Foto:Divulgação/Nike)

Boné da New Era, nova patrocinadora do Corinthians

(Foto:Reprodução/Twitter)

Marca prepara ações também para a Florida Cup

(Foto:Reprodução/Twitter)

Mosaico em festa de lançamento de parceria entre Timão e New Era

Contrato entre Corinthians e New Era é válido por três anos

Bruno Cassucci e Fábio Suzuki
23/11/2016
16:22
O Corinthians decidiu adiar para o próximo ano a estreia do novo patrocinador das costas de sua camisa. A nova parceira, uma empresa do ramo de tecnologia, fará a primeira aparição na Florida Cup, dia 15 de janeiro, quando o Corinthians enfrenta o River Plate, em Orlando, nos Estados Unidos.

A diretoria do Timão, o fundo Apollo Sports, que adquiriu esta propriedade por três anos, e a empresa de tecnologia entenderam que não seria interessante começar o patrocínio nos dois últimos jogos do ano, sobretudo porque o momento vivido pela equipe não é bom.

A parte de trás da camisa alvinegra vinha sendo ocupada pela marca Café Bom Dia, cujo contrato acabou há algumas semanas.

A Apollo pagou R$ 10 milhões por ano para ter direito de explorar as costas do uniforme do Timão. Ela repassa a propriedade, numa espécie de terceirização.

- NOVO PATROCÍNIO
Em evento na noite da última terça-feira, o Corinthians anunciou patrocínio da New Era, multinacional fabricante de bonés. A empresa não exibirá seu logotipo na camisa do clube, mas estará em placas de publicidades, redes sociais e, é claro, fabricará chapéus com símbolos do Timão. O acordo é válido por três anos.

A New Era também planeja ações de marketing durante a Florida Cup.






Diretor de marketing do Corinthians vê “interesses estranhos” da imprensa

23/11/2016 18:45:07
Superintendente de marketing do Corinthians, Gustavo Herbetta  (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O treino do Corinthians na tarde desta quarta-feira parecia destinado a receber apenas mais um trabalho protocolar dos jogadores e uma simples apresentação do Torneio da Flórida, que o Alvinegro irá disputar na pré-temporada de 2017, mas mediante aos questionamentos dos jornaleiros, o superintendente de marketing do clube, Gustavo Herbetta, resolveu desabafar sobre as notícias que a imprensa veicula e dá enfase

“Algumas notícias infelizes e irresponsáveis, certamente impactam na imagem. (Os naming rights) são 20 anos de contrato, 400 milhões de reais. Os interessados vêm sempre de alguma marca multinacional que não está no país e só recebe notícias da mídia. Aí alguém coloca que vai cair, que vai ser um desastre de Mariana, faz um alarde disso. A Sabesp e o MP dizem que não tem risco nenhum. Aí não tem o mesmo impacto? Como você fala que o estádio vai desabar por causa de um vazamento de um ano e meio atrás?”, bradou o dirigente, exaltando a política de contenção de despesas aplicada pela diretoria.

“Eu acho uma infeliz coincidência ter tanta parte política atrelada aos resultados. É engraçada essa história do impeachment, nunca tinha visto antes. Como é engraçado ver isso ser protocolado tendo como justificativa a imagem do clube. E meu trabalho do clube é trabalhar essa imagem A imagem do clube é muito positiva, porque o Corinthians entrega resultado, entrega o que o mercado quer. O Corinthians tem problema de imagem? Não tem. Mas será que agora vai sofrer um problema de imagem com o impeachment?”, indagou
“O Roberto assumiu a gestão do Corinthians com uma dívida assombrosa. O Corinthians não tem dinheiro porque está pagando. Eu tenho essa conta exata. Tenho esse patrocínio para pagar tal, se atrasa, infelizmente tem que atrasar pagamentos. A conta é justa porque boa parte da dívida foi sanada. Felizmente, em 2016, o Corinthians bateu recorde de captação de recursos da história do clube”, defendeu Herbetta.

Para o representante do marketing alvinegro, que acertou dois patrocínios por três anos, recentemente, o “oportunismo” se dá por conta de a maioria das polêmicas levantadas recentemente terem lugar em 2015, ano em que o clube foi campeão. Na avaliação do dirigente, as pessoas avaliam a administração apenas pelos resultados dentro de campo.

“Todo dia você vendo sair uma ou duas notícias, um ou dois e-mails que vazam em cima disso, aí não dá. Alguma coisa está errada. Tudo do ano passado. Nada é da gestão do Roberto. Por que sai agora? Tem algum interesse por trás. Por que não saiu ano passado? Porque estava super bem no campo”, continuou, encerrando seu discurso contando uma passagem após o Corinthians golear por 6 a 1 contra 5P, no dia em que o Corinthians levantou a taça de campeão nacional.

“Um ano atrás, no dia 22 de novembro de 2015, dia do (Corinthians x 5P) 6 a 1, a gente estava levantando o troféu, saímos do jogo, foi a festa do título, saí quase em coma alcoólico. Se eu tivesse entrado em coma e acordasse um ano depois, parecia que é a pior gestão de 80 clubes. Um ano depois de ser gestão exemplar, tudo de bom foi destruído em um mês e meio, dois meses. Tudo por causa de notícias que fazem isso”, encerrou.




Jogadores do Corinthians só focam vaga na Libertadores
Próximo à zona de classificação para a edição 2017 da competição, Corinthians pode entrar no G6, sábado, com vitória em confronto direto contra atl cu, na Arena Corinthians
23/11/2016 17h09
No Corinthians, o elenco está focado apenas  na luta por uma vaga na Copa Libertadores de 2017
“Estamos com a cabeça tranquila, focados”, afirmou o meia Giovanni Augusto

“Não só eu como todo o grupo estamos focados nisso. Estamos focados somente em jogar futebol. Fui contratado para jogar futebol e esse é meu pensamento”, continuou o armador.

“Estamos no Corinthians, né, não dá para se pensar em dinheiro e deixar para o segundo plano. Assinei com clube realizando um sonho com todo meu coração, então não só eu como todos os jogadores estamos em busca dessa classificação e de um final de ano tranquilo”, observou Giovanni Augusto
O lateral esquerdo Guilherme Arana também foca no trabalho

“ Eu faço minhas coisas, treino, volto, fico com minha família, ouço uma música, fico preocupado em treinar bem e fazer bem meu trabalho”, disse o garoto de 19 anos, que luta para continuar como titular na partida de sábado, às 21h (de Brasília), contra o Atl Cu, na Arena Corinthians
Com 54 pontos conquistados até o momento, o Timão é o atual sétimo colocado da competição e com 2 vitórias está garantido na Libertadores do ano que vem.









Corinthians tem dúvidas

Rildo segue fora, Bruno Paulo volta a campo, e

Apenas reservas foram a campo nesta quarta-feira, em treinamento no CT Joaquim Grava. Técnico Oswaldo de Oliveira terá quatro retornos e precisa decidir quem será sacado

(Foto:Daniel Augusto Jr.AgCorinthians)

Bruno Paulo e Gustavo em treinamento do Corinthians

(Foto: Agencia Corinthians)
Bruno Paulo a disposição do Corinthians

(Foto: Daniel Augusto Jr.AgCorinthians)

Jovem atacnte Carlinhos

(Foto: Daniel Augusto Jr.AgCorinthians)

Jovens Guilherme Mantuan e Léo Jabá aguardam chances

(Foto: Daniel Augusto Jr.AgCorinthians)
ZAgueiro yago voltando de contusão

(Foto:Daniel Augusto Jr.AgCorinthians)

(Foto:Daniel Augusto Jr.AgCorinthians)
 Titulares da vitória do Corinthians de segunda feira sobre chorolados por 1x0, paraguaios Romero e Balbuena curtem bebida típica paraguaia com amigos

O Corinthians tem dúvidas para jogo contra o Atl Cu, na Arena Corinthians. O técnico Oswaldo de Oliveira contará com os retornos de Rodriguinho, Giovanni Augusto e Lucca, após suspensão, e de Guilherme, recuperado de lesão, e ainda não decidiu qual escalação levará a campo. Nesta quarta-feira, apenas reservas foram a campo, enquanto os atletas que venceram o Internacional, na última segunda, ficaram na academia.

Assim, a formação alvinegra para o confronto que vale vaga no G6 do Brasileirão começará a ser definida nesta quinta. Oswaldo de Oliveira e comissão técnica cogitam manter o lateral-esquerdo Uendel no meio de campo e devem testar outras variações.

A principal novidade no trabalho desta quarta foi o atacante Bruno Paulo. Recuperado de cirurgia para retirada de uma hérnia inguinal, ele treinou em campo junto dos demais jogadores e não mostrou restrições. Contratado em maio, o atleta espera estrear pelo Corinthians.

Por outro lado, o também atacante Rildo mais uma vez não apareceu. Ele sofreu uma contratura muscular na coluna lombar durante treino na última semana e corre o risco de não mais atuar nesta temporada.

O Timão volta a treinar nesta quinta-feira, às 16h, no CT Joaquim Grava. A partida é sábado, às 21h, na Arena.










Por vaga na final da LNF, Corinthians/UNIP põe em jogo retrospecto positivo em casa no mata-mata

Timão fez jogo de volta nas oitavas e nas quartas no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques, vencendo ambos; Alvinegro precisa ganhar do Assoeva para ir à decisão


19h30 23/11/2016 - Agência Corinthians






© Divulgação


O Corinthians/UNIP vive a expectativa pelo jogo de volta contra a Assoeva pelas semifinais da Liga Nacional de Futsal, no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques, que acontecerá nesta sexta-feira (25), às 19h15, com transmissão ao vivo do SporTV e da Rádio Coringão. O Timão precisa vencer para chegar pela primeira vez na história na final da competição. Se for levado em conta o retrospecto em casa no mata-mata do torneio neste ano, as chances alvinegras aumentam.

Sempre decidindo em casa, foram dois triunfos em dois jogos na fase eliminatória. No dia 14 de outubro, o Timão fez 4 a 2 sobre o Umuarama no jogo de volta das oitavas de final diante da Fiel. Já em 04 de novembro, apoiado por mais de seis mil torcedores, o Corinthians/UNIP goleou o Atlântico Erechim por 7 a 2 pelas quartas e conquistou a vaga para as semifinais.

No jogo de ida, em Venâncio Aires-RS, Corinthians/UNIP e Assoeva empataram por 1 a 1. Se houver mais um empate no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques nesta sexta-feira (25), a partida vai para a prorrogação. Se a igualdade persistir no tempo extra, a decisão por uma vaga na final irá para os pênaltis.

A equipe adulta de futsal do Sport Club Corinthians Paulista é patrocinada por Caixa, Colégio Amorim e UNIP-Universidade Paulista.








Futebol e marketing falam sobre preparação do Corinthians para Florida Cup 2017

Competição nos EUA será a primeira do Timão no ano que vem, com estreia marcada contra o River Plate (ARG) no dia 15 de janeiro


18h45 23/11/2016 - Agência Corinthians

Em meio à disputa da reta final do Campeonato Brasileiro 2016, ainda na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, o Corinthians já mira os compromissos da pré-temporada de 2017. O assunto da entrevista coletiva desta quarta-feira (23) foi a Florida Cup, competição que acontecerá em janeiro do ano que vem nos EUA e contará com a participação do Timão pela terceira vez consecutiva.

Alessandro Nunes, gerente do futebol profissional, e Gustavo Herbetta, superintendente de marketing, falaram sobre os objetivos do Alvinegro do Parque São Jorge no torneio, tanto dentro como fora de campo.

"Na esfera técnica, é o momento mais importante da equipe, que alinhado às ações e interações do marketing, trabalho no dia a dia, com participação do torcedor, levam a trabalhar em excelência, mostrar ao torcedor que estamos mais próximos. Estamos felizes e ansiosos por dia 11, quando embarcamos para a competição", afirmou Alessandro.

"Temos a pretensão de nos relacionar com os torcedores do Corinthians que residem na região, Estados Unidos e Florida. A gente cria ações para isso, vamos repetir algumas, intensificar outras. Também há uma importância em dar todo o suporte à parte técnica, que é o grande diferencial desse evento, desse torneio, que é a preparação do time, para ter uma temporada produtiva e uma performance boa em 2017. São ações de marketing para a torcida que vai até lá, para quem vive lá, e dando suporte ao futebol", declarou Gustavo.

Em 2017, a Florida Cup terá duas competições distintas. Em uma, os clubes vão representar os respectivos países, em um formato similar à Copa Davis. A outra será disputada em formato mata-mata, com quartas de final, semifinais e final -- é nessa em que o Corinthians vai participar, com estreia marcada contra o River Plate (ARG) no dia 15 de janeiro (domingo), em Orlando (EUA).

Mas antes da Florida Cup, o elenco corinthiano pensa somente na reta decisiva do Brasileirão. O grupo treinou no CT Dr. Joaquim Grava nesta quarta-feira (23) em mais uma parte da preparação para o confronto direto contra o Atlético-PR por uma vaga na Libertadores 2017, que acontecerá neste sábado (26), às 21h, na Arena Corinthians, pela penúltima rodada.

Sétimo colocado, o Timão tem 54 pontos, um a menos do que a equipe paranaense, que está em quinto. Uma vitória leva o Alvinegro ao G6, zona de classificação à Libertadores, faltando só mais um jogo para o fim do campeonato.










Dirigente do Timão menciona noticiário 'infeliz e irresponsável' da imprensa: 'Tem algum interesse'

Herbetta é superintendente de marketing do Timão
(foto:Corinthians)

Herbetta é superintendente de marketing do Timão
23/11/2016

Superintendente de marketing do Corinthians na gestão do presidente Roberto de Andrade, o executivo Gustavo Herbetta aproveitou a entrevista coletiva de apresentação da Florida Cup-2017 para fazer uma constatação da perseguição da imprensa ao Corinthians. O dirigente criticou a cobertura de parte da imprensa sobre os problemas do clube

- Até agora, em relação à marca Corinthians, não perco oportunidades de venda, então não impactou. E espero que esse movimento infeliz que vem sendo feito não impacte. Algumas notícias infelizes e irresponsáveis que são divulgadas impactam para acordos de longo prazo, como naming rights. Estamos falando de R$ 400 milhões, marcas internacionais, e alguém coloca que o estádio vai cair, que pode sofrer um acidente como o de Mariana por conta de um vazamento de um ano e meio atrás já resolvido. Como você fala que um estádio vai desabar? Falar de investigação na Operação Lava Jato é justo. Maracanã também, Arena Pernambuco... Isso é justo, ok. Se a empresa que negocia com o Corinthians quer esperar é justo, não tem problema. Agora além disso, todo dia ser veiculado uma ou duas notícias, um ou dois emails que vazam, especulações, aí não dá. Alguma coisa está errada - declarou Herbetta

- Todos os emails são do ano passado, nada do que está sendo dito é da gestão do Roberto. Por que está saindo agora? Por que ninguém para, olha e vê que tem alguma coisa errada? Tem algum interesse. Não sou do futebol, não sabia do Estatuto, mas alguma coisa que está errada. Por que não saiu no ano passado? Porque estávamos dando show em campo e não era interessante falar mal da gestão - disse o dirigente.

- Eu acho uma infeliz coincidência essa parte política estar tão atrelada aos resultados. O Roberto teve o objetivo de sanar as finanças do clube, assumiu com uma dívida assombrosa. O Corinthians não tem dinheiro porque está pagando essa dívida, fazemos uma gestão muito justa e correta. Esse patrocínio paga isso, aquele paga aquilo. E nesse mês atrasou pagamento de patrocinador, três pagamentos. E nossa conta é justa, então houve os atrasos (de salário) - declarou o dirigente, que enumerou fatos positivos sobre o clube.

- Em 2016 o Corinthians quase bateu recordes de captação de recursos na história. Fizemos mais de 150 reuniões de prospecção de patrocínios, a imagem é positiva, porque o Corinthians entrega resultado, ativação, visibilidade, coisas que o mercado almeja. Tanto é que esse ano trouxemos uma marca européia que nunca havia investido. O Corinthians tem problema de imagem? Não tem. Mas entram com impeachment falando em problema de imagem. Criou-se um problema? Eu tenho pouquíssimo contato com a política, felizmente o Roberto blinda a gente de tudo, sou cobrado pela diretoria para estar no mercado, apenas isso. Temos crescimento, recorde de faturamento, dobramos meta de licenciamento, dobramos sócios-torcedores e mantivemos, atingimos 1 milhão de torcedores na Arena. É só dado positivo.









Fim de treino no CT Joaquim Grava. #trsccp


Gustavo Herbetta, superintendente de marketing do Corinthians, desabafa em coletiva no CT. Alessandro, por sua vez, mantém cautela. #trsccp


Quem pode ser a cara do Corinthians no Torneio da Flórida? "Tem bastante, são muitos atletas e vamos escolher no momento mais oportuno", diz Alessandro.


"Um ano depois, parece que tudo está errado. Por quê? Por notícias que saem todos os dias, notícias de dois, três anos atrás. Falei demais", completa Herbetta.


Herbetta desabafa: "Saí dessa festa quase em coma alcoólico. Se eu acordasse só hoje, ia parecer que nossa gestão é a pior entre 80 clubes do Brasil, parece que fazemos tudo errado. Fizemos uma ação de marketing para premiar o único clube que levou 1 milhão de torcedores e falaram que o torcedor invadiu o campo, que a diretoria é de várzea..."


"Ano passado teve uma pesquisa da Octagon, fez pesquisa com 600 pessoas, inclusive jornalistas. Corinthians foi eleito melhor elenco, melhor gestão de clube, segunda melhor gestão de torcedor e melhor gestão de marketing. Há um ano, foi o dia do 6 a 1, saímos do jogo, foi a festa do título"





Corinthians recebe de volta: o zagueiro Rodrigo Sam, o volante Guilherme Andrande, o meia Alan Mineiro e o atacante Claudinho, que estavam no Bragantino.




Corinthians treina com voltas de Rodriguinho, Giovanni Augusto e Guilherme


 Rodriguinho entra no lugar do Uendel, que volta para a lateral. Se voltar, Guilherme entra no lugar do Romero. Mas creio que ele ficará no banco. Se ficar...


"Mais do que dobramos o resultado de licenciamento e ninguém vê. Nesse último jogo, fomos o primeiro clube do Brasil a bater 1 milhão de torcedores no ano. O que teve de negativo para a imagem do Corinthians? É isso que a gente se pergunta", completa o dirigente do marketing.


"Sou cobrado por não estar no clube, mas estou nas reuniões, no mercado. O Corinthians é que tem de procurar o dinheiro. O que vejo é um mercado satisfeito com o Corinthians. Um time de futebol oscila, não fica eternamente no topo. Nenhum time ganha todo ano. Quando mais desatrelar da performance, menos dependo dela. Esse é o fruto que estamos colhendo", continua Herbetta.

"Aí entram com um impeachment nessa gestão por um problema de imagem? Será que agora o Corinthians vai ter um problema de imagem? Criou-se um problema de imagem por causa disso? Eu tenho pouquíssimo contato com a política, felizmente o Roberto nos blinda de tudo", diz Gustavo Herbetta.

"Felizmente, em 2016, o Corinthians deve bater o recorde de captação de recursos da história do Corinthians. Neste ano, fizemos mais de 150 reuniões de prospecção de patrocínios e a imagem é muito positiva porque o Corinthians entrega: resultado, ativação, visibilidade. Uma série de coisas que o mercado quer e almeja. Tanto que trouxemos uma marca que nunca pensou em investir no Brasil": Herbetta.


Herbetta: "O movimento que precisa ser feito hoje é de olhar para dentro, resgatar nossos valores, nosso DNA, cuidar dessa geração. Cada vez mais próximo da nossa marca, do nosso time, criar nossos ídolos, ter eles próximos. Mais do que torcer, ele precisa consumir o nosso time. Isso traz dinheiro. Todos os clubes precisam de dinheiro, que faz a roda girar, faz o clube investir, traz ídolos"


"Quanto antes você tiver um elenco pronto, melhor. Ano passado foi o maior exemplo. Quando a equipe entrou em férias campeã brasileira, gostaríamos que se apresentasse do mesmo jeito, mas não aconteceu. O quanto antes você tiver todos os setores preenchidos, melhor", comenta Alessandro.


"Aqui no departamento, a política fica bastante distante. Para que possamos fazer o melhor para nosso torcedor aos 90 minutos de partida. Não vejo nenhuma questão política interferir no nosso dia a dia. A relação continua a mesma", assegura Alessandro.


Mais Alessandro: "Não tenho experiência política para dizer se isso pode ou não ser por causa dos resultados em campo. Não tenho experiência política para me posicionar".


Alessandro é questionado sobre o pedido de impeachment de Roberto de Andrade: "Não atrapalha em nada na aquisição de um atleta, nada. Reforço aqui toda minha confiança no presidente, ela não passa só por mim, é do departamento de futebol por inteiro. Confiamos demais no presidente, sabemos tudo o que ele tem feito. Não vai atrapalhar em nada, estamos nos comunicando todos os dias".



"Vamos tratar com a verdade. Não foi regularizado, está muito próximo de ser viabilizado, mas não estamos tendo nenhum tipo de restrição. Eles fizeram um jogo excelente contra o Inter, nenhum problema desse tipo vai impedir os atletas de buscarem as vitórias. Não existe nenhuma dificuldade na comunicação, reconhecemos e explicamos todos os problemas", diz Alessandro.


Alessandro é questionado sobre o pagamento de salários. Já foi acertado? "Ainda não foi viabilizado, mas será o mais rápido possível. Eles estão sabendo disso, estamos nos comunicando com eles todos os dias. Recentemente, fizemos uma reunião em que o presidente tomou a iniciativa de falar com todos os atletas. Não existe pressão por parte deles, foram sempre muito compreensíveis".


"Não adianta a gente se enganar e falar que vai internacionalizar a marca jogando Torneio da Flórida, ganhando Libertadores ou Mundial. É maravilhoso para manter a criança de 8 anos torcendo para meu time, para me defender do ataque dos europeus", diz Herbetta.



"A preocupação é com crianças de 8 a 12 anos que podem começar a torcer por clubes europeus. Queiram ou não, o produto europeu é muito melhor do que o nosso", completa Gustavo Herbetta.


"Depois, o mercado dos EUA. Jogamos para 10 mil, 12 mil pessoas. O Chelsea vai jogar lá e dá 110 mil pessoas. O mercado americano já está dominado pelos clubes europeus, o asiático também, vai internacionalizar a marca onde? O Brasil precisa muito mais se preocupar com a defesa dos clubes europeus do que com o ataque".


"A Libertadores tem um peso super importante, que a torcida valoriza, é um campeonato continental. Mas se você quiser internacionalizar a marca, tem de ter dinheiro. Nenhum clube tem dinheiro, capacidade, estrutura e tempo para fazer isso. Nem foco. Em primeiro lugar você precisa do mercado asiático, os clubes europeus já conquistaram", diz Gustavo Herbetta.


O que falta para o Wagner assinar? Alessandro responde: "Tem algumas partes burocráticas que nos impedem neste momento de terminar esse trâmite todo. Estamos aguardando alguma evolução nesse sentido".


"Vamos criar pacotes para o torcedor daqui poder ir aos EUA. Acho que a Flórida propicia o momento em que o time está mais aberto para dar atenção aos torcedores. Tem a parada da Disney, um ambiente mais próximo nos treinos...", diz Gustavo Herbetta.


"Lamentamos o que aconteceu este ano, modificamos uma série de coisas para os resultados aparecerem, não apareceram, mas vamos continuar buscando para que as coisas sejam melhores", completa Alessandro.


Alessandro é questionado sobre um possível novo desmanche, semelhante ao que o time teve nos EUA ano passado: "Eu trabalho com uma expectativa só, que é de apresentar o grupo aqui dia 4, pegar esses seis, sete dias de trabalho aqui e intensificar muito, seguir com o elenco para a pré-temporada, e fazer com que esse elenco inicie o trabalho. Cravar que ninguém vai sair é impossível".


O Corinthians embarca para a Florida no dia 11 de janeiro. O primeiro jogo é dia 15, contra o River Plate, em Orlando.

Vai começar a coletiva sobre a Florida Cup. O superintendente de marketing Gustavo Herbetta e o gerente de futebol Alessandro Nunes serão os entrevistados do dia.




Novidade no treino: Bruno Paulo está recuperado de cirurgia e trabalha com o elenco. Pode ser opção para os dois últimos jogos. #trsccp

17H40


Em campo, treino continua no CT Joaquim Grava. Só reservas pelo segundo dia seguido. #trsccp

Gustavo Herbetta, superintendente de marketing do Corinthians, desabafa em coletiva no CT. Alessandro, por sua vez, mantém cautela. #trsccp

Gustavo Herbetta e Alessandro a postos para a entrevista. #trsccp


Guilherme está mais uma vez em campo. Sinal de que deve mesmo estar à disposição do Corinthians no sábado. #trsccp

Daqui a pouco, o clube recebe uma coletiva sobre o Torneio da Flórida. Alessandro vai participar. #trsccp


Boa tarde! Corinthians treina no CT, só com reservas por enquanto. #trsccp









CORINTHIANS HOJE
23/11 - Quarta-feira 16h - Treino no CT Dr. Joaquim Grava

































Dicas de Jô, 'benção' de Dinei e calma: Gustavo busca primeiro gol no Timão

Atacante está tranquilo. Segundo o camisa 9, questões físicas atrapalharam início no clube


Bruno Cassucci

23 NOV2016
11h12

Após mais de dois meses, sete jogos e uma tatuagem com a camisa do Corinthians, o atacante Gustavo ainda busca primeiro gol. Mesmo assim, o camisa 9 do Timão está tranquilo e mostra até bom humor ao falar sobre a seca de gols.

Em evento de lançamento do patrocínio da marca New Era ao Corinthians, Gustavo encontrou o ex-jogador Dinei e pediu uma benção do ídolo da Fiel. O centroavante até brincou com o veterano e passou na cabeça dele para tentar pegar um pouco de sua estrela e faro de gol.

- Fiquei pedindo a benção do Dinei ali, pegando os gols dele com o pé, com a cabeça para ver se o meu sai logo (risos) - afirmou Gustavo, que tem 22 anos e não se recorda do ex-atacante jogando, mas nem por isso o desconhece:

- Não cheguei a ver o Dinei jogar, mas meu pai, minha família sempre falaram muito bem dele - completou.

Para Gustavo, calma e paciência são fundamentais para acabar com a seca. Se manter tranquilo foi um dos conselhos que ele recebeu do seu amigo e futuro concorrente Jô, recém-contratado pelo Corinthians.

- Ele é um jogador muito experiente. Eu vou procurar me espelhar nele dentro do clube. Hoje mesmo eu procuro me aproximar dele, conversar e até pedir algumas orientações. Espero aprender muito com ele. Ele pede para eu ficar tranquilo. Eu tenho como característica sempre dar o passe de primeira, ele pede para eu esperar um pouco mais, escorar no zagueiro, segurar a bola e esperar os companheiros chegarem de trás. Isso eu guardo comigo e vou praticando no dia a dia - contou o atleta.

Contratado no fim de agosto, Gustavo sofreu com a falta de condicionamento físico no início no Timão e depois de alguns jogos como titular foi para a reserva. Com Oswaldo de Oliveira ele tem sido pouco aproveitado e ainda não começou uma partida. O camisa 9 tem contrato com o Corinthians até o fim de 2020.
Dicas de Jô, 'benção' de Dinei e calma: Gustavo busca primeiro gol no Timão


Gustavo, Dinei, Giovanni Augusto e Guilherme Arana, em evento do Corinthians, lançamento de bonés Corinthians new era
Foto: Divulgação / LANCE!













Taça do Corinthians campeão Mundial 2000 ficará exposta em megaloja da Arena Corinthians

Torcedores poderão tirar fotos com o troféu na loja Poderoso Timão localizada no estádio alvinegro


11h40 23/11/2016 - Agência Corinthians




Conquistado pelo Corinthians em 2000, a taça do primeiro Mundial de Clubes da FIFA ficará exposta na loja Poderoso Timão da Arena Corinthians neste domingo (27), das 13h às 17h.

Os torcedores que quiserem tirar fotos com o troféu e com o Mosqueteiro devem comparecer no horário citado. A ação não está vinculada à compra de produtos. Ou seja, basta ao corinthiano ir ao local da exposição.

A loja Poderoso Timão da Arena Corinthians fica aberta diariamente das 10h às 18h. O acesso para pedestres é feito pela escadaria da Radial – Setor Oeste –, enquanto veículos entram pelo portão Staff. Em dias de jogos, o funcionamento acontece em horário especial.

Em outubro, mais de 500 torcedores marcaram presença na loja Poderoso Timão da Arena Corinthians para tirar fotos com a taça do Mundial de 2012.

Título mundial

O Mundial de Clubes da FIFA de 2000 foi disputado no Brasil.  O Corinthians ficou no Grupo A com Real Madrid, Al Nassr e Raja Casablanca. Classificado em primeiro na chave, o Timão enfrentou o Vasco da Gama na decisão. Após 0 a 0 no tempo regulamentar, o Alvinegro venceu por 4 a 3 nas penalidades.

Exposição da Arena

A maquete da Arena Corinthians estará exposta na loja do estádio até o dia 31 de janeiro de 2017. A peça está à venda aos interessados, com preço sob consulta no local.








No Corinthians, centroavante Gustavo se espelha em Jô e pede bênção a Dinei por primeiro gol


Tomás Rosolino

23 NOV2016
09h23
atualizado às 09h23

O atacante Gustavo chegou ao Corinthians no começo do segundo turno como um trunfo do time na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Credenciado pelos 11 gols marcados na Série B, quando estava no Criciúma, ele até começou como titular, mas ainda não conseguiu marcar nas seis vezes em que foi a campo. Por isso, tenta se espelhar em nomes de sucesso na função para enfim corresponder às expectativas acerca do seu futebol.

Escolhido como um dos representantes do elenco no lançamento de uma parceria com uma marca de bonés, na noite da última terça-feira, o centroavante esteve na companhia do ex-atacante Dinei, tricampeão brasileiro pelo Alvinegro em 1990, 1998 e 1999. Conhecido por marcar gols decisivos, o ex-atleta foi só sorrisos ao cumprimentar o camisa 9 do Timão, que fez questão de tentar "arrancar" do ídolo a capacidade de balançar as redes adversárias.

"Eu fiquei pedindo a benção do Dinei ali, pegando os gols dele com o pé, com a cabeça para ver se o meu sai logo (risos)", disse o jogador, nascido em 1994, sem tempo hábil para ver Dinei em campo, mas com família corintiana o bastante para saber a importância daquele que o abraçava. "Eu não cheguei a ver o Dinei jogar, mas meu pai, minha família sempre falaram muito bem dele", contou.
Outro nome conhecido da torcida, no entanto, é que tem sido o responsável por mudanças no estilo de Gustavo: Jô, contratado para a próxima temporada, já treina no CT Joaqum Grava e é sempre visto ao lado do pupilo. De acordo com o atleta de 22 anos, a chegada do reforço em nada atrapalhou seus planos para a próxima temporada, apesar da concorrência. Para ele, por sinal, 2017 deve ser ainda melhor com a ajuda do atacante que integrou o Corinthians Tetra campeão brasileiro de 2005.

"A chegada do Jô vai ser muito importante, não só para mim, mas também para o Corinthians. Ele é um jogador muito experiente. Eu vou procurar me espelhar nele dentro do clube. Hoje mesmo eu procuro me aproximar dele, conversar e até pedir algumas orientações. Espero aprender muito com ele", comentou, explicando quais foram as principais dicas recebidas até o momento.

"Ele pede para eu ficar tranquilo. Eu tenho como característica sempre dar o passe de primeira, ele pede para eu esperar um pouco mais, escorar no zagueiro, segurar a bola e esperar os companheiros chegarem de trás. Isso eu guardo comigo e vou praticando no dia a dia", afirmou Gustavo, assegurando estar em plena forma para ajudar o clube nos últimos dois jogos da temporada, essenciais na briga por uma vaga na Libertadores.

"Estou muito tranquilo, diretoria, jogadores, comissão estão me dando a maior força. No meu jogo de estreia eu estava sem atuar fazia dois meses e eu senti que eu estava muito abaixo do restante dos companheiros na parte física. Por isso pedi para treinar a mais durante a semana. Infelizmente tive uma lesãozinha que me tirou de dois, três jogos e fiquei fora. Mas é continuar trabalhando que logo logo Deus abençoa", concluiu.