21 de nov de 2016

CORINTHIANS 21/11/2016







Walter exalta trabalho coletivo do Timão: ''Fizemos nosso trabalho bem feito''

Após não tomar gols na vitória sobre o Internacional, goleiro do Timão também comentou atual fase na equipe, defendendo a meta alvinegra

23h05 21/11/2016 - Agência Corinthians

Nesta segunda-feira (21), o Corinthians venceu o jogo sobre inter por 1 a 0 na Arena Corinthians pelo Campeonato Brasileiro. De pênalti, Marlone marcou o gol alvinegro no segundo tempo. Sem sofrer gols na partida, Walter comentou a atuação do Timão no triunfo sobre o time gaúcho.

"Fizemos nosso trabalho bem feito, saímos com os três pontos em busca do G6", disse o goleiro do Alvinegro, que ainda falou sobre o momento na meta do Corinthians e do placar positivo conquistado .

"Estou tentando fazer meu trabalho no dia a dia, ajudar meus companheiros. O Cássio é um grande ídolo da torcida, tenho de entrar para suprir. É difícil, ele está batalhando para jogar também. A gente está bem feliz com o resultado de hoje", finalizou o camisa 27.
O próximo confronto do Corinthians será contra o Atlético-PR, na Arena Corinthians, neste sábado (26), às 21h, pela 37ª rodada do Brasileirão.








Corinthiano meia Marlone diz que assumiu responsabilidade em momento de pênalti: "Quero entrar para a história"

O meia do Timão ainda falou sobre a repercussão da indicação ao Prêmio Puskas nesta segunda (21): "Celular não parou de tocar"


23h15 21/11/2016 - Agência Corinthians

Nesta segunda-feira (21), o Corinthians venceu o jogo contra Internacional por 1 a 0 na Arena Corinthians pelo Campeonato Brasileiro. De pênalti, Marlone marcou o gol alvinegro no segundo tempo. O camisa 8 do Timão afirmou que puxou a responsabilidade da cobrança pra si.

"Falei: 'Quero entrar para a história'. É um clássico de muitos anos. Assumi a responsabilidade. Eu joguei com o Danilo [Fernandes] no Sport, ele sabia onde eu batia. Fui confiante, graças a Deus a bola entrou, pudemos sair com a vitória", disse.

Marlone ainda admitiu que a rivalidade com o Internacional influenciou para que o duelo tivesse um algo a mais. "Eu vinha numa sequência boa, dando assistência, fazendo gol. A gente trabalhando o tempo todo nos treinos. Isso nos dá um ânimo, uma alegria a mais. A confiança voltou de uma forma muito grande. Ainda mais pela rivalidade Corinthians e Inter. Influenciou muito", declarou.

Ainda nesta segunda-feira (21), Marlone foi indicado ao Prêmio Puskas da FIFA de gol mais bonito do ano.O jogador alvinegro foi lembrado pelo golaço de voleio contra o Cobresal (CHI), pela Libertadores. O meia revelou que foi bastante procurado após a divulgação da notícia, que ajudou a deixar o dia do jogador ainda mais feliz.

"A tarde foi longa, recebi a notícia no almoço, o celular não parou de tocar. Fiquei feliz de pelo menos estar entre os 10, representar o Corinthians, um grande clube brasileiro, mundial. Também estou feliz de voltar à equipe titular, ajudar o time com um gol", finalizou.

O próximo confronto do Corinthians será contra o Atlético-PR, na Arena Corinthians, neste sábado (26), às 21h, pela 37ª rodada do Brasileirão.









21/11/2016 23h38

Oswaldo de Oliveira celebra equilíbrio do Timão em vitória: "Superiores nos 90 minutos"
Técnico minimiza polêmica com arbitragem e diz que Inter não criou oportunidades


Por Diego Ribeiro

O Corinthians conquistou uma vitória importantíssima para continuar sonhando com uma vaga na Taça Libertadores da América. O Timão venceu o inter por 1x0 e voltou a encostar no G-6, e agora depende somente de si para ir à Libertadores. Oswaldo celebrou a atuação alvinegra – para ele, dominante de ponta a ponta.

O único gol da partida foi marcado por Marlone, de pênalti, no início do segundo tempo. 
– Essa vitória é importante pela proximidade do fim do campeonato e a forma como a equipe jogou. Fomos superiores nos 90 minutos, não me lembro de uma oportunidade flagrante do Inter fazer o gol, e o Danilo (Fernandes) fez uma grande partida. Lamento o momento do Inter, quero estar solidário com todos eles, diretoria, torcida, jogadores, o técnico... Que tenham melhor sorte – afirmou, em entrevista coletiva.

No próximo sábado, novamente na Arena Corinthians, o Corinthians terá um confronto direto pela Libertadores. Atual sétimo colocado, com 54 pontos, o Timão encara o Atlético-PR, quinto, com 55. Uma vitória coloca a equipe no grupo de classificação à competição continental.

– À medida que o campeonato se aproxima da conclusão, cada jogo tem suas nuances, sua importância. O jogo de hoje tinha a nossa necessidade de vitória, para tentar a classificação, e do Inter, para fugir da zona de rebaixamento. Ele foi muito disputado por isso. Jogadores estavam tensos e nervosos. O Corinthians conseguiu ser mais equilibrado e venceu a partida. Mas por outras razões o jogo de sábado também será tenso e disputado. Da mesma forma que queremos, o Atlético-PR também quer. É provável que tenhamos um jogo neste nível – completou Oswaldo.

Depois, Corinthians ainda tem pela frente o Cruzeiro, fora de casa, na última rodada do Brasileirão e busca até a 5ª colocação

Oswaldo de Oliveira destaca equilíbrio do Corinthians no jogo de hoje (Foto: Marcos Ribolli)




Veja a entrevista coletiva na íntegra:

Análise da partida:
– É uma vitória importante por tudo que envolve essa reta final de campeonato, a possibilidade de classificação (à Libertadores). Tem sido algo difícil, bem indigesto ao Corinthians. Estamos nos aplicando muito no trabalho, mas infelizmente em uma situação ou outra não conseguimos o resultado, mesmo merecendo. Essa vitória é importante pela proximidade do fim do campeonato e a forma como a equipe jogou. Fomos superiores os 90 minutos, não me lembro de uma oportunidade flagrante do Inter fazer o gol, e o Danilo fez uma grande partida. Lamento o momento do Inter, quero estar solidário com todos eles, diretoria, torcida, jogadores, o técnico... Que tenham melhor sorte.


Cuidar do time e pensar em 2017 ao mesmo tempo:
– Realmente eu tenho vivido momentos muito intensos, porque a gente tem essa possibilidade de classificar para a pré-Libertadores e temos de planejar o que pode acontecer no próximo ano. Para mim é muito difícil. Para resolver os problemas atuais temos conversado muito, todos nós da comissão técnica. Esse grupo do Corinthians é sensacional. Estamos trabalhando bastante. Preciso ter a ilustração deles sobre o que fazer com a equipe nestas partidas. Tivemos muitas mudanças para escalar o time hoje, um exemplo disso foi a escalação do Uendel como meia. Foi uma lembrança que o Fabio Carille me fez, não tinha pensado nessa possibilidade. Da minha parte, o desempenho do Uendel foi muito bom, ele preencheu o que precisávamos, isso abre até uma possibilidade de em partidas futuras termos essa alternativa, até pela qualidade do Guilherme Arana.


Ausência de Guilherme hoje:
– O Guilherme vem se recuperando de problema muscular, voltou ao treinamento anteontem e ontem, mas infelizmente ontem ele relatou um desconforto, falta de confiança. O músculo adutor não é o principal, é o coadjuvante nos movimentos, e acaba deixando essa instabilidade. Achamos melhor preservá-lo. Muito provavelmente sábado ele vai estar melhor para ajudar a equipe.

 arbitragem:
– O árbitro hoje atirou no que viu e acertou no que não viu. Se esse pênalti no Romero foi, teve o do Fagner flagrante, que ninguém está comentando. As arbitragens têm sido muito falhas. Hoje, o direito do Internacional reclamar é pleno. Mas isso não vai mudar o que aconteceu contra o Corinthians. No jogo passado tivemos um pênalti mais flagrante que o de hoje e o árbitro não marcou. Depois o Figueirense empatou o jogo num lance impedido. Sinceramente, não vi o lance com detalhes, mas acho que ao Internacional cabe a reclamação, até pela necessidade que teriam de ter pelo menos um ponto.

Atuação de Marlone, autor do gol da vitória:
– Estou muito satisfeito com o desempenho do Marlone. Observo ele há muito tempo, desde que trabalhava no Rio de Janeiro. No Sport, ansiei a volta dele. Mas ele não vinha bem no Corinthians. No nosso primeiro jogo, contra o América-MG, ele estava estafado. Depois, não vinha repetindo boas atuações. Depois correu atrás, se recuperou e hoje foi o melhor da partida, mereceu fazer o gol. Especialmente no dia em que um de seus gols pode ganhar o Prêmio Puskás. Ele está iluminado, tem grandes chances de jogar sábado. Se ele se recuperar plenamente, tem muita chance de começar a próxima partida.


Punição ao Willians:
– Essa situação é complexa e foge um pouco ao meu controle. Essa punição é decorrente de coisas que já aconteciam aqui, mas teve meu aval. O importante é numa formação de uma equipe é que temos planos futuros, temos que pensar nisso e termos convicção do que estamos fazendo. Não é a primeira nem a última vez que vai acontecer no futebol. Temos de tomar a atitude que achamos que vai ajudar na progressão da equipe. A diretoria falou mais alto, porque desde o início vem acompanhando essa situação, mas eu também participei e acho que foi a decisão correta.


Duelo direto  na sequência:
– À medida que o campeonato se aproxima da conclusão, cada jogo tem suas nuances, sua importância. O jogo de hoje tinha a nossa necessidade de vitória, para tentar a classificação, e do Inter, para fugir da zona de rebaixamento. Ele foi muito disputado por isso. Jogadores estavam tensos e nervosos. O Corinthians conseguiu ser mais equilibrado e venceu a partida. Mas por outras razões o jogo de sábado também será tenso e disputado. Da mesma forma que queremos, o Atlético-PR também quer. É provável que tenhamos um jogo neste nível.






Oswaldo elogia atuação do Timão em vitória contra Inter: "A equipe se saiu muito bem"

De acordo com o técnico do Corinthians, a equipe alvinegra mereceu amplamente a vitória e agora precisa se recuperar para os últimos confrontos valendo uma vaga na Libertadores 2017


22h50 21/11/2016 - Agência Corinthians

Nesta segunda-feira (21), o Corinthians venceu o jogo sobre Internacional por 1 a 0 na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. De pênalti, Marlone marcou o gol alvinegro no segundo tempo. Após a vitória alvinegra, Oswaldo de Oliveira elogiou a partida alvinegra e afirmou que o Timão mereceu os três pontos.

"Procuramos nos precaver, a equipe se saiu muito bem. Conseguimos contê-los, mesmo na fase final da partida, quando bateu aquele desespero, até o Danilo [Fernandes] veio para a área. Acho que merecemos amplamente a vitória", falou o técnico do Corinthians.

Oswaldo comentou as circunstâncias que rodearam a partida, pela situação do Internacional na tabela, que briga para não cair para a Série B, e a necessidade de vitória do Timão para continuar na briga por uma vaga na Libertadores 2017.

"Criou-se um clima muito tenso para essa partida. Sabíamos que teríamos de jogar com cautela. O Inter veio com proposta de jogo de tentar o contra-ataque e as bolas paradas", disse o treinador.

Por fim, o comandante alvinegro falou sobre os próximos passos do Corinthians para buscar um lugar no G6 e a consequente classificação para a competição continental.

"Temos o próximo jogo contra o Atlético-PR aqui, que é o confronto direto, e depois o Cruzeiro em Belo Horizonte. Isso deve ser definido na última rodada. Precisamos de uma recuperação plena, recuperar bem a equipe. Teremos muitos jogadores importantes para esse jogo, Rodriguinho, Giovanni Augusto, Lucca, que estava suspenso, Guilherme deve estar pronto", concluiu Oswaldo.

O confronto direto entre Corinthians e Atlético-PR, podendo valer uma vaga na Libertadores 2017, acontecerá neste sábado (26) na Arena Corinthians, às 21h, pela 37ª rodada do Brasileirão.

















Corinthians vence e só depende de si para ir a Libertadores da América

Marlone marca no triunfo por 1 a 0, na Arena, deixa Timão próximo do G6
Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Marco Galvão)

Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Ale Cabral)

Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Ale Viana)

Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Ale Viana)

Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Ricardo Moreira)

Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Marco Galvão)

Corinthians 1x0 Internacional
(Foto: Bruno Ulivieri /Raw Image)


O Corinthians venceu por 1x0 o chorolado hoje na Arena Corinthians com gol de penalti de Marlone e segue na briga por vaga a Libertadores da América


O confronto é cercado de rivalidade devido ao chororô em 2005 do chorolado com o Corinthians pentacampeão brasileiro, com a entregada do inter para prejudicar o Corinthians a 9 anos atrás e porque o Corinthians foi tricampeão da Copa do Brasil 2009, na casa do adversário e desde então o hit põe no dvd entoa na arquibancada corinthiana para zoar o adversário chorolado.

O Timão partiu para cima nos primeiros minutos.

Mesmo repleto de desfalques e com Uendel improvisado no meio de campo, o Corinthians conseguiu envolver o Inter nos primeiros minutos com triangulações e muita movimentação. O gás, contudo, durou pouco e a intensidade caiu. Na verdade, o jogo ganhou ares de pelada, com muitos passes errados, chutões e faltas a todo momento.

O enredo parecia que iria se repetir no segundo tempo, mas o pênalti de Ernando em Romero, aos oito minutos, mudou tudo.

Atrás no placar e sem criatividade, o Colorado passou a cruzar bolas na área do Corinthians, que ganhou espaços para contra-atacar. Não fosse a trave e alguns milagres de Danilo Fernandes, o placar seria ainda mais elástico.

Após o apito final, o fim do jejum de cinco jogos e mais de um mês sem vencer, além da proximidade do G6, pareciam secundários para os alvinegros, que gritavam em coro "ão, ão, ão, segunda divisão".

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 chorolado

Brasileiro 2016- 36ª rodada​
Local: Arena Corinthians,
Data-Hora: 21 de novembro de 2016 (segunda-feira), às 20h (de Brasília)
​Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Cartões amarelos: Marlone, Marciel (COR), Ernando, Anselmo (INT)
Público/Renda: 19.769 total, 19.493 pagantes 276 nao pag/ R$ 907.361,50
Gols: Marlone 9' 2ºT (1-0)

CORINTHIANS: 27-Walter; 23-Fagner, 15-Vilson, 4-Balbuena e 13-Guilherme Arana; 16-Cristian (21-Jean 40' 2ºT); 29-Camacho (22-Marciel 22' 2ºT), 31-Marquinhos Gabriel, 6-Uendel e 8-Marlone (18-Léo Jabá 41 2ºT); 11-Romero. Técnico: Oswaldo de Oliveira + 12-Cássio, 1-
Matheus Vidotto, 32-Léo Principe, 34-Pedro Henrique, 14-Léo, 33-Warian, 37-Guilherme Mantuan, 28-Isaac, 9-Gustavo

inter: 1-Danilo F; 2-William, 25Paulão, 14Ernando e 6-Geferson; 13Rodrigo Dourado, 21Anselmo, 8Anderson, 9Eduardo Sasha (7Nico López 12' 2ºT) e 18Aylon (29Valdívia 33' 2ºT); 11Vitinho (23-Seijas - intervalo). Técnico: Lisca + 32-M Lomba, 26-Alan Costa, 30Eduardo, 15-Artur, 17-Fabinho, 27E Henrique, 31G Ferrareis, 12-Alex, 37Ariel






Corinthians vence Inter rs e se mantém na briga por uma vaga na Libertadores

Marlone fez o único gol da partida; Timão terá confronto direto contra o Atlético-PR por um lugar no G6 do Brasileirão na próxima rodada, na Arena Corinthians


22h00 21/11/2016 - Agência Corinthians

O Corinthians iniciou bem a semana. Com gol de Marlone, indicado ao Prêmio Puskas FIFA de gol mais bonito do ano, o Timão venceu o Internacional por 1 a 0 na Arena Corinthians nesta segunda-feira (21). Com o resultado, o Alvinegro do Parque São Jorge voltou à sétima posição com 54 pontos, encostado em Atlético-PR e Botafogo, que têm 55 e fecham o G6, a zona de classificação para a Libertadores 2017.

Precisando da vitória, o Corinthians tratou de se impôr em casa. Logo aos três minutos, o Timão chegou próximo ao gol de Danilo Fernandes, mas Romero foi travado na hora do chute.

Em todo o primeiro tempo, o Alvinegro teve seis finalizações contra nenhuma do Internacional. Duas foram muito perigosas. Aos 11 minutos, Camacho ficou frente ao gol. O chute foi defendido parcialmente por Danilo Fernandes, mas a bola voltou a ficar à disposição do volante corinthiano. O gol não saiu porque o defensor adversário salvou quase em cima da linha.

Mais próximo do fim do primeiro tempo, com 32 minutos, Marlone recebeu dentro da área. O chute saiu por cima do gol do Internacional.

A pressão corinthiana só foi dar certo no segundo tempo. Próximo dos 10 minutos, o juiz marcou penalti de Ernando em Romero. Marlone foi para cobrança e chutou no canto direito de Danilo Fernandes, abrindo o placar na Arena Corinthians.

Com vantagem no placar, o Corinthians tratou de partir para matar a partida. Em dia que foi reconhecido pela FIFA por um golaço que fez no início do ano, Marlone quase fez outra pintura aos 25, ao chutar colocado. A bola explodiu na trave.

Quatro minutos depois, após cobrança de escanteio, Uendel foi esperto no rebote e cabeceou de longe. Danilo Fernandes se esticou todo para evitar o segundo gol do Timão. Já aos 32, foi a vez de Vilson aparecer livre na área para cabecear por cima do gol do Internacional.

Como a derrota complicava bastante o time gaúcho, que briga para não cair para a Série B, os visitantes tentaram fazer um abafa para chegar ao empate. Bem postada, a defesa corinthiana evitou qualquer tipo de tentativa adversária.

Perto do fim do jogo, aos 43, Léo Jabá, que entrou no segundo tempo, chutou cruzado. Danilo Fernandes deu rebote, mas voltou a defender após chute de Marquinhos Gabriel. Dessa forma, a partida acabou, com a vitória alvinegra por 1 a 0.

Na luta por uma vaga na Libertadores 2017, o Corinthians terá um confronto direto na próxima rodada do Brasileirão: o Atlético-PR na Arena Corinthians, neste sábado (26), às 21h, pela penúltima rodada da competição.





21/11/2016 22h32

Corinthians vence, se aproxima do G-6
Com gol de pênalti, Timão mantém acesa a esperança de ir à Libertadores da América

Por GloboEsporte.com
O Corinthians venceu o Inter por 1 a 0 na noite desta segunda-feira, na ARENA CORINTHIANS, e se aproximou novamente do G-6, mantendo as esperanças de ir à Taça Libertadores da América de 2017. Com gol de pênalti, convertido por Marlone no início do segundo tempo
O Corinthians, que voltou a vencer após cinco partidas, quatro pelo Brasileiro, está com 54 pontos, agora a um do Botafogo, primeiro time na zona de classificação para a Libertadores. No sábado, às 21h, novamente na Arena Corinthians, faz duelo direto pela vaga contra o Atl Cu

Romero empurrado na área, penalti que resultou gol do Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)




O jogo

Dominante desde os primeiros minutos, o Timão viu Danilo Fernandes, criado nas categorias de base do clube, salvar em chute cara a cara de Camacho.
O Corinthians tinha espaços  mas também dificuldades para finalizar. Com quase 70% de posse de bola durante todo o primeiro tempo, o Corinthians apostava nas triangulações rápidas. Marlone chegou a assustar os colorados, em chute forte dentro da área, mas pecou pela falta de mira.

Walter era mero espectador. O time gaúcho passou os 45 minutos iniciais sem chutar uma bola ao gol. A única vaga oportunidade do Inter foi em cruzamento de Vitinho, que desviou em Marlone e quase traiu o goleiro corintiano. Ao todo, foram seis chances criadas pelo Timão, contra nenhuma do Colorado - incluindo um pisão de Paulão em Fagner, dentro da área, lance que gerou reclamações do lado alvinegro.
O  árbitro Rodolpho Toski Marques marcou pênalti de Ernando em Romero, após dividida pelo alto. Marlone bateu bem, alto, no canto esquerdo, para abrir o placar.

Com sérias dificuldades até mesmo para trocar passes curtos, o Inter não melhorou com a segunda alteração - entrada de Nico López na vaga de Eduardo Sasha. O Corinthians continuou pressionando, e teve chances para ampliar: primeiro, Marlone acertou a trave esquerda de Danilo Fernandes. Depois, Uendel desviou de cabeça, para grande defesa do goleiro colorado, que evitava um prejuízo maior.
O Corinthians segurou o rival mesmo com a entrada de Valdivia no lugar de Aylon. Mais ofensivo e já desesperado, o Inter teve em um chute perigoso de Nico López sua última chance de gol. Em vão. O Corinthians quase ampliou novamente com Léo Jabá, que entrou no lugar de Marlone, e Marquinhos Gabriel, mas Danilo fez novos milagres. O goleiro chegou a subir à área nos últimos lances de bola parada, sem sucesso.










Marlone convoca Fiel para votar no Prêmio Puskas: “Conto mais uma vez com a ajuda da torcida”

Meia do Corinthians concorre ao prêmio de gol mais bonito do ano; escolha será através de voto popular


18h00 21/11/2016 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agencia Corinthians


Indicado ao Prêmio Puskas da FIFA de gol mais bonito do ano, Marlone mandou um recado para os companheiros de Corinthians e convocou a Fiel para votar no golaço marcado contra o Cobresal (CHI) pela Libertadores que concorre ao prêmio. Por meio das redes sociais do Timão, o meia demonstrou muita felicidade por concorrer ao prêmio.

“Quero agradecer os meus companheiros que me ajudaram e colaboraram para esse momento. Também quero agradecer à torcida, que sempre nos apoiou e sempre nos incentivou, e conto mais uma vez com a ajuda da torcida para votar e me ajudar, para quem sabe eu possa ganhar o prêmio”, agradeceu Marlone.

O prêmio será entregue durante a cerimônia do FIFA The Best, evento que anuncia o melhor jogador do mundo, no dia 9 de janeiro de 2017, em Zurique, na Suíça. O voto é aberto ao público no site da entidade. Clique aqui para votar: fifa.to/MarlonePuskas.





Poderoso Timão do Boavista Shopping terá Marcelinho Carioca em seu primeiro evento

Loja inaugurada em outubro receberá o ídolo nesta quarta-feira (23)


17h40 21/11/2016 - Agência Corinthians






© Rodrigo Coca/Ag. Corinthians




A recém-inaugurada loja Poderoso Timão do Boavista Shopping, em Santo Amaro, receberá seu primeiro evento e contará com a presença do eterno camisa 7 Marcelinho Carioca. O ‘Pé de Anjo’ atenderá clientes e torcedores nesta quarta-feira (23), das 17h30 às 20h30.

Para participar do evento, basta o torcedor comparecer à loja dentro do horário marcado. A unidade preparou alguns kits especiais alusivos ao ‘Pé de Anjo’ somente para este evento. Na compra de um dos kits, o torcedor terá preferência no acesso ao ídolo.








Golaço de Marlone pela Libertadores concorre a Prêmio Puskás da FIFA de gol mais bonito de 2016

Ao lado de Neymar e Messi, meia do Corinthians disputa prêmio com gol de voleio marcado contra o Cobresal (CHI) na Arena Corinthians; votação é aberta ao público


14h00 21/11/2016 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians




O golaço de Marlone na goleada por 6 a 0 sobre o Cobresal (CHI) pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores 2016 foi indicado ao Prêmio Puskás da FIFA. Na manhã desta segunda-feira (21), a entidade máxima do futebol mundial divulgou os 10 candidatos ao prêmio de gol mais bonito desta temporada, que inclui tentos anotados por Neymar e Messi.

No dia 21 de abril, quando o Timão já vencia a equipe chilena por 2 a 0 na Arena Corinthians, Marlone recebeu cruzamento na entrada da área, dominou a bola no peito e acertou um lindo voleio, sem chances para o goleiro. O jogo terminou 6 a 0 para o Alvinegro do Parque São Jorge.

O prêmio será entregue durante a cerimônia do FIFA The Best, evento que anuncia o melhor jogador do mundo, no dia 9 de janeiro de 2017, em Zurique, na Suíça. O voto é aberto ao público no site da entidade. Clique aqui para votar: fifa.to/MarlonePuskas.







Poderoso Timão do Boavista Shopping terá Marcelinho Carioca em seu primeiro evento

Loja inaugurada em outubro receberá o ídolo nesta quarta-feira (23)


17h40 21/11/2016 - Agência Corinthians






© Rodrigo Coca/Ag. Corinthians




A recém-inaugurada loja Poderoso Timão do Boavista Shopping, em Santo Amaro, receberá seu primeiro evento e contará com a presença do eterno camisa 7 Marcelinho Carioca. O ‘Pé de Anjo’ atenderá clientes e torcedores nesta quarta-feira (23), das 17h30 às 20h30.

Para participar do evento, basta o torcedor comparecer à loja dentro do horário marcado. A unidade preparou alguns kits especiais alusivos ao ‘Pé de Anjo’ somente para este evento. Na compra de um dos kits, o torcedor terá preferência no acesso ao ídolo.








Nota de pesar - Solitinho


17h00 21/11/2016 - Agência Corinthians

O Sport Club Corinthians Paulista informa com pesar o falecimento do ex-goleiro Solitinho, que atuou no Timão entre 1980 e 1982, com 34 jogos disputados com a camisa do clube.
Formado na base do Corinthians, Solitinho estava no elenco do título paulista de 1982, o primeiro da Democracia Corinthiana. O ex-goleiro ainda voltou ao clube como preparador de goleiros, em 2005.

O velório será nesta segunda-feira (21), a partir das 19h, no cemitério do Araçá, na Zona Oeste de São Paulo.

O clube deseja forças à familia de Solitinho neste momento tão difícil.






Artilheiro do Timão em 2016, Romero é atração do “Dez Perguntas Para” no YouTube do Corinthians

Atacante paraguaio falou da responsabilidade de defender o Timão, da Fiel e da relação com o compatriota Balbuena


14h00 21/11/2016 - Agência Corinthians







Artilheiro do Corinthians na temporada 2016 e maior goleador da história da Arena Corinthians, o atacante paraguaio Romero é a atração da semana no quadro “Dez Perguntas Para”, no canal oficial do Timão no YouTube.

Nascido em Fernando de La Mora, no Paraguai, o jogador de 24 anos falou sobre a grandeza do clube e da Fiel. “A torcida do Corinthians é única para mim. Desde que eu cheguei aqui, me impressionei. Desde o primeiro momento, porque é uma torcida que apoia os 90 minutos do jogo, sempre apoiando e torcendo para que o Corinthians vencer. Tenho o maior prazer de jogar aqui", afirmou.

Além da Fiel, o atacante falou da saudade de casa, elegeu o gol mais bonito com a camisa alvinegra, comentou a identificação do conterrâneo Gamarra com o Timão e destacou a amizade com o companheiro de equipe e também paraguaio Balbuena.

Confira o bate-papo com o Romero na íntegra:










Episódio do “Resenha” no YouTube do Timão tem Dr. Joaquim Grava como convidado

Excepcionalmente sem a presença de Gilmar Fubá, Dinei recordou o período em que trabalhou com o médico na década de 90 no Corinthians


14h00 21/11/2016 - Agência Corinthians





O 20º episódio da série "Resenha", apresentada pelos ex-jogadores Dinei e Gilmar Fubá, está no ar no canal oficial do Corinthians no YouTube. Nesse capítulo, Dinei -- já que Fubá não pôde participar por ter fraturado o braço -- recebe o Dr. Joaquim Grava, que dá nome ao Centro de Treinamento do Timão.

Na resenha entre as ilustres figuras alvinegras, Joaquim Grava relembrou a época em que trabalhou com Dinei na equipe do Parque São Jorge.

O programa reúne os companheiros na equipe bicampeã brasileira de 1998 e 1999 do Timão com figuras importantes da história alvinegra, relembrando fatos de forma muito bem-humorada.

Confira o 20º episódio da série:







Para se manter colado ao G6, Corinthians recebe Internacional pelo Brasileirão

Com 51 pontos, Timão joga na Arena Corinthians para não perder distância de Atlético-PR e Botafogo, últimos colocados da zona de classificação à Libertadores


10h00 21/11/2016 - Agência Corinthians






Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Em um importante confronto para seguir com a meta de chegar à Libertadores 2017, o Corinthians recebe o Internacional na Arena Corinthians nesta segunda-feira (21), às 20h, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016. SporTV (menos para o estado paulista) e Premiere (para todo o Brasil) transmitem a partida.

O confronto fechará a 36ª rodada do Brasileirão, que teve nove jogos disputados no último domingo (20). Com os resultados, o Timão, que tem 51 pontos, caiu para a nona colocação. Porém, uma vitória leva a equipe alvinegra de volta ao sétimo lugar, próximo de Atlético-PR e Botafogo, que têm 55 e são os últimos times do G6, a zona de classificação para a Libertadores.

O dia a mais de preparação para o jogo foi celebrado pelo técnico do Corinthians, Oswaldo de Oliveira. "Isso é preponderante. O treinamento que fiz ontem [sábado] não poderia ter sido feito com intensidade, volume, detalhes, porque os jogadores estariam bem próximos do jogo anterior e do próximo. Esse diazinho que ganhamos foi benéfico, porque nos últimos jogos fizemos muitas alterações. No jogo passado, a defesa foi muito alterada e nesse jogo, ao contrário, é o ataque. Temos de afinar isso", afirmou.

Quando fala em alterações no ataque, Oswaldo quer dizer dos desfalques que tem para o jogo contra o Internacional em relação à partida passada, o empate com o Figueirense por 1 a 1. Rodriguinho, Giovanni Augusto e Lucca estão suspensos. Para montar a equipe titular, o técnico alvinegro promoveu novidades, como a improvisação do lateral Uendel no meio de campo, que mantém Guilherme Arana na lateral esquerda.

"Movimentação provocada muito pelo Arana, jovem, tem jogado firme. Aí, como tivemos muitas baixas na posição, acabou virando para o Uendel, que já atuou ali na Ponte Preta, jogou muito bem", explicou Oswaldo.

Dessa forma, o Corinthians deve entrar em campo contra o Internacional com Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Guilherme Arana; Cristian, Camacho, Uendel, Marquinhos Gabriel e Marlone; Romero.

No histórico do confronto contra a equipe gaúcha, a vantagem é do Timão. Em 81 jogos disputados até hoje entre os clubes, o Alvinegro do Parque São Jorge venceu 30, empatou 29 e perdeu 22, com 89 gols marcados e 82 sofridos.

O jogo mais recente entre as equipes foi vencido pelo Corinthians: 1 a 0 no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS, pelo primeiro turno do Brasileirão 2016. No palco do duelo desta segunda (21), a vantagem alvinegra é total. Duas partidas na Arena Corinthians, duas vitórias por 2 a 1, nas edições de 2014 e 2015 do Brasileirão.

Confira a lista de relacionados para hoje

Goleiros: Matheus Vidotto (1), Cassio (12) e Walter (27)
Laterais: Uendel (6), Guilherme Arana (13), Fagner (23) e Léo Príncipe (32)
Zagueiros: Balbuena (4), Léo Santos (14), Vilson (15) e Pedro Henrique (34)
Volantes: Cristian (16), Jean (21), Marciel (22), Camacho (29) e Warian (33)
Meias: Marlone (8), Guilherme (10) e Marquinhos Gabriel (31)
Atacantes: Gustavo (9), Romero (11), Léo Jabá (18) e Isaac (28)