17 de nov de 2016

CORINTHIANS 17/11/2016

CORINTHIANS SEGUE 7º COLOCADO DO BRASILEIRO 2016 COM 51 PONTOS, A UM PONTO DO G6


















Corinthians futsal vence por goleada e de virada fora de casa sobre Sorocaba e sai em vantagem na final da Liga Paulista

17 NOV2016
21h01

Na noite desta quinta-feira aconteceu o primeiro jogo da final da Liga Paulista de Futsal. Jogando fora de casa o Corinthians venceu goleando por 4 a 2 e segue invicto na competição e quebrou a invencibilidade do rival.
O Sorocaba começou melhor, e logo abriu o placar com Pixote. A partida era emocionante, e os dois times buscavam o ataque a todo momento. Quem teve mais sucesso foram os donos da casa, que aumentaram o marcador após gol do craque Falcão.

Com os goleiros trabalhando bem, o placar não mudou mais até o intervalo, e o Sorocaba foi aos vestiários com 2 a 0 de vantagem.

A história mudou completamente no segundo tempo. Com apoio da fiel torcida e sabendo da importância da vitória fora de casa, o Corinthians foi para cima e virou a partida. Logo no início, o Alvinegro foi às redes com Foglia, que defendeu o Magnus nos dois últimos anos. O empate veio com Rocha.

Aproximando-se dos minutos finais da partida, o Corinthians não desanimou e seguiu pressionando. A virada veio em grande estilo, após Leandro Lino driblar e marcar um belo gol.

Atrás no placar, o Sorocaba optou por usar goleiro-linha, mas foi o Timão quem aproveitou. Deives marcou o quarto do Corinthians e deu números finais à partida, para a alegria dos torcedores alvinegros presentes
No fim da partida, a torcida corinthiana entoou cantos homenageando o goleiro Guitta. Vale lembrar que o primeiro jogo da final havia sido adiado após o arqueiro perder seu filho.

O segundo jogo da decisão acontece no dia 1º de dezembro, desta vez no Ginásio do Parque São Jorge, às 19 horas. Com um empate, o Corinthians fatura o título.



























Gerente corinthiano Alessandro confia em Oswaldo de Oliveira


O gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes exalta a capacidade do treinador Oswaldo de Oliveira e acredita no trabalho

“No fundo, não é uma resposta que precisa ser dada nesse momento (permanência em 2017). Você precisa acreditar. Eu acredito no potencial não só do Oswaldo, mas de todo o corpo técnico que está no clube. Eu preciso avaliar o que está sendo feito aqui, a produção diária”, comentou o dirigente, em entrevista à Rádio Transamérica, afirmando aprovar os treinamentos ministrados para o grupo de atletas.

“Se isso não está sendo transformado em resultado, tenho de ter convicção do que vejo no dia a dia. Confio demais no trabalho do Oswaldo, espero que ele cada vez mais possa evoluir com os atletas. Tem de estar convicto com o trabalho dele e suportar toda ou qualquer pressão quando os resultados não aparecerem”, continuou o ex-lateral-direito, capitão do Corinthians campeão da América e do Mundo em 2012.

Ciente da pressão exercida pela torcida após o empate por 1 a 1 com o Figueirense, na casa do adversário, quarta-feira, quando alguns torcedores cercaram o ônibus na saída do estádio Orlando Scarpelli e, depois, um aficionado reclamou bastante de Oswaldo no desembarque da equipe em Cumbica, Alessandro pediu mais paciência à Fiel.

“Nem sempre as forças vão nesse sentido, mas é assim que tem de ser. A pressão quando não tem resultado vai acontecer, mas se você for forte o suficiente para suportar isso pode colher frutos lá na frente. Não é uma pressão simples assim”, observou

“É muito complicado avaliar o trabalho do Cristóvão pelos três meses que ficou, o do Carille, e muito mais o do Oswaldo. Seria desumano da minha parte ponderar quem foi melhor. Eles tiveram controle do trabalho durante pouquíssimo tempo, não consigo olhar um resultado tão favorável nesse curto período. Não vejo alcançar resultado tão rápido em cinco, seis meses”, concluiu.















Corinthians não recebe de patrocinador o que gera atraso salarial a jogadores

“O Sport Club Corinthians Paulista vem a público informar que quitou grande parte de sua folha de pagamento na data prevista. Em razão do não recebimento de créditos que já deveriam ter sido pagos, houve um descompasso no fluxo de caixa do clube, o que ocasionou que alguns atletas do departamento de futebol não recebessem integralmente seus vencimentos. Tal situação já está sendo devidamente solucionada e o pagamento será efetuado nos próximos dias”, diz o comunicado.







17/11/2016 14h49
Reforço do Corinthians para 2017, meia Wagner faz exames e aguarda burocracia para assinar com o Timão
Meia vai firmar vínculo de dois anos com o Corinthians. Alessandro, gerente de futebol, diz que ainda não há data definida para a apresentação do reforço


Por GloboEsporte.com


Wagner depende apenas de burocracia para assinar com o Corinthians
De volta ao Brasil depois de um período de férias nos EUA, o meia Wagner fez exames clínicos nesta quarta-feira e deu mais um passo para ser jogador do Corinthians em 2017. Agora, ele aguarda a regularização de sua documentação no país para assinar contrato de dois anos.

Ex-jogador do Tianjin Teda, da China, Wagner rescindiu contrato de forma unilateral com o clube asiático, no meio do ano. O Corinthians tem a garantia de que ele pode atuar por outra equipe, mas ainda reúne a papelada necessária para formalizar o contrato.

– O Wagner não tem data de apresentação, ainda estamos em processo de avaliações clínicas, exames laboratoriais e biomecânicos para depois ver a documentação e pensar numa apresentação dele – afirmou o gerente de futebol Alessandro Nunes, ex lateral direito, capitão do Corinthians Bicampeão Do Mundo.

Apesar do risco de um processo burocrático na Fifa para que o jogador consiga a sua liberação, o Timão confia na palavra do advogado Breno Tannuri, representante do jogador, que tem assegurado que ele poderá atuar pelo novo clube em 2017.
O clube asiático terá de fazer a liberação da transferência para que ele possa ser inscrito nos torneios brasileiros
A pedido de Oswaldo de Oliveira, o Corinthians busca a contratação de um meia experiente para 2017. 

Até agora, o Corinthians anunciou as contratações dos atacantes Luidy, aposta do CRB, e Jô, de 29 anos, que volta ao clube após 11 temporadas.



















Por vaga na Libertadores, Camacho fala em ''finais" na Arena Corinthians: "Temos de fazer nosso dever"

Volante do Corinthians vê conquista de seis pontos em casa como essencial para o Timão terminar entre os seis primeiros do Brasileirão


14h00 17/11/2016 - Agência Corinthians




Camacho marcou o gol do Corinthians no empate com o Figueirense no Orlando Scarpelli

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians




















17/11/2016 10h12

Oswaldo, por opção e por suspensão, deve mudar meio time do Corinthians contra o Inter; veja opções
Técnico perde três jogadores por suspensão, mas terá série de reforços para jogo de segunda-feira. Só cinco titulares do empate com o Figueirense estão garantidos


Por GloboEsporte.com


Oswaldo terá trabalho para montar time que pega o Inter (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Problemas com lesões, suspensões e retornos de jogadores vão fazer o técnico Oswaldo de Oliveira mudar mais da metade do time do Corinthians para o jogo de segunda-feira contra o Internacional, às 20h (de Brasília), na ARENA CORINTHIANS

Serão pelo menos seis mudanças em relação ao time que empatou por 1 a 1 com o Figueirense, quarta-feira. Os únicos titulares desta partida que estão garantidos são Walter, Fagner, Willians, Camacho e Marquinhos Gabriel.


Fora isso, Oswaldo tem uma série de decisões a tomar. A começar pela zaga: Vilson e Balbuena voltam de suspensão e devem substituir os garotos Pedro Henrique e Léo, muito elogiados

Na lateral esquerda, Guilherme Arana deve ceder seu espaço a Uendel, recuperado de uma tendinite no tornozelo esquerdo. Ele vai treinar com o elenco nesta sexta-feira. As decisões mostram que Oswaldo quer experiência para os três jogos finais do Campeonato Brasileiro.

No setor ofensivo, há mais três vagas abertas por causa das suspensões de Rodriguinho, Giovanni Augusto e Lucca. É ali que residem as maiores dúvidas de Oswaldo.

Vamos trabalhar, os meninos estão voltando aí, Balbuena, Vilson, Romero... Fagner já voltou hoje (quarta). O adversário é dificílimo e qualificado, mas temos de impor nosso jogo e tentar vencer

Oswaldo de Oliveira, sobre mudanças no time


Romero volta da seleção paraguaia e pode jogar tanto na linha de quatro meio-campistas quanto no ataque. Tudo depende da recuperação de Guilherme, que passou a semana em tratamento de dores no adutor da coxa direita. Marlone também é opção para o meio, enquanto Gustavo pode ser utilizado como centroavante. Oswaldo vai ter um panorama melhor a partir desta sexta-feira.

– Vamos trabalhar, os meninos estão voltando aí, Balbuena, Vilson, Romero... Fagner já voltou hoje (quarta-feira). Temos o Guilherme e o Uendel encaminhados também. Temos até segunda-feira para decidir. O adversário é dificílimo e qualificado, mas temos de impor nosso jogo e tentar vencer – afirmou o técnico do Corinthians.
Mais um jogo prejudicado pela arbitragem, fez o Timão ainda não entrar no G6 e ficar com 51 pontos, ainda na sétima posição do Brasileiro. Além do Inter, o Corinthians ainda enfrenta Atl Cu, em casa, e Cruzeiro, fora, para fechar a competição.








17/11/2016 00h29

Oswaldo elogia Corinthians e mantém otimismo por G-6: "Situação palpável"
Técnico diz que defesa foi "irrepreensível" em empate por 1 a 1 com o Figueirense e reclama de erros de arbitragem que empataram ojogo. Com 51 pontos, Timão continua em sétimo na tabela


Por GloboEsporte.
O técnico Oswaldo de Oliveira gostou da postura do Corinthians no empate por 1 a 1 com o Figueirense, nesta quarta-feira, em Florianópolis.

– É muito fácil a leitura. Equipe firme na defesa, mantendo domínio e posse de bola, controlando a vontade do Figueirense, que precisava da vitória e lutou o tempo todo. Os dois meninos da zaga (Pedro Henrique e Léo) fizeram uma partida irrepreensível, controlando tudo, sem temer nada, de igual para igual. A equipe foi bem, equilibrada, infelizmente teve um lance fora de trajetória no final – disse o técnico alvinegro.

Oswaldo de Oliveira elogia atuação do Timão em Floripa (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag.Corinthians)

– Acho que a equipe jogou muito bem, equilibrada, defesa firme, sem dar chance ao adversário. Foi um jogo muito bom que nós fizemos – reforçou.

Satisfeito com o time em campo, Oswaldo concentrou, com razão, suas reclamações no árbitro Anderson Daronco. As principais queixas do técnico: um pênalti em Lucca, ainda no primeiro tempo, e o gol IMPEDIDO E IRREGULAR do adversário.

– Eles fizeram faltas o tempo todo, um pênalti no primeiro tempo. A falta do pênalti foi muito mais falta do que as outras que ele marcou no meio-campo. Isso é óbvio, todo mundo viu. Não tem o que discutir na postura do Corinthians, nada disso, muito pelo contrário – criticou.

O empate levou o Corinthians aos 51 pontos, ainda na sétima colocação no Campeonato Brasileiro. A três jogos do fim da competição, o Timão tem um ponto de distância para o G6 por uma vaga na Taça Libertadores. Oswaldo encara o momento da equipe com otimismo.

– Isso a gente vai ver lá no dia 4 de dezembro (vaga no G-6). Ainda temos três jogos e uma situação palpável na qual podemos conquistar essa classificação – ressaltou o técnico.


O elenco do Corinthians volta para casa na manhã desta quinta-feira. O próximo jogo é contra o Inter, segunda-feira, às 20h (horário de Brasília), na Arena Corinthians. Oswaldo não terá Rodriguinho, Giovanni Augusto e Lucca, todos suspensos.












17/11/2016 00h13

Corinthians terá três desfalques e 
três retornos para próximo jogo 
Rodriguinho e Lucca levam terceiro cartão amarelo, e Giovanni Augusto é expulso em empate com o Figueirense. Romero, Vilson e Balbuena voltam. Guilherme é dúvida
Por GloboEsporte.com

O Corinthians não terá seu melhor jogador neste Campeonato Brasileiro à disposição para o jogo da próxima segunda-feira contra o Inter RS, às 20h (horário de Brasília), na Arena Corinthians.
Corinthians não terá o meia Rodriguinho e o atacante Lucca,3º cartão amarelo, nem o meia Giovanni Augusto, expulso no fim.

Por outro lado, o Corinthians vai contar com os retornos dos zagueiros Vilson e Balbuena, que cumpriram suspensão nesta quarta, e do atacante Romero, que estava com a seleção paraguaia. O lateral-esquerdo Uendel também tem boas chances de jogar, já que está recuperado de tendinite no tornozelo esquerdo. O meia Guilherme, com dores no adutor, ainda é dúvida.

O técnico Oswaldo de Oliveira terá três dias para definir os substitutos de Rodriguinho, Giovanni e Lucca. Marlone e Romero são os mais cotados para as vagas aberta no meio-campo. Lucca, que normalmente é reserva, também pode ser substituído pelo mesmo Romero no ataque.

Com 51 pontos, o Corinthians se manteve na sétima posição do Campeonato Brasileiro.










Camacho, volante do Corinthians, vê equipe viva na disputa por vaga no G6 e prevê 'finais' nas duas próximas rodadas, na Arena. Jogador afirma que rodada não foi ruim

Camacho fez o gol do Corinthians contra o Figueira
(Foto: Bruno Cassucci)

Camacho fez o gol do Corinthians contra o Figueira
(Foto: Rodrigo Gazzanel)

Camacho fez o gol do Corinthians contra o Figueira
(Foto: Rodrigo Gazzanel)

 

Camacho fez o gol do Corinthians contra o Figueira 






Camacho fez o gol do Corinthians contra o Figueira
(Foto: Rodrigo Gazzanel)





17/11/2016
13:45
O Corinthians foi prejudicado substancialmente ontem ao árbitro confirmar gol impedido do riva no empate em 1 a 1 contra o Figueirense, na última quarta-feira. 


Autor do gol do Corinthians o volante Camacho adotou tom otimista no retorno da equipe a capital. Apesar do tropeço do Timão, com gol IRREGULAR sofrido nos acréscimos, ele afirmou que o clube está vivo na briga por uma vaga no G6 e que a rodada não foi tão ruim.

Camacho também já projetou a próxima partida corinthiana, segunda-feira, na Arena  Corinthians, contra o Inter Depois, também em casa, o Timão recebe o Atl Cu, sexto colocado.

- Estamos a um ponto do G6, serão mais nove pontos disputados, sendo seis em casa. Temos que fazer nosso dever, o Inter virá desesperado e depois teremos um confronto direto. Estamos vivos na competição, é preciso recolher os cacos e ir em frente - declarou.

- Agora são dois jogos em casa, temos que fazer seis pontos. Serão duas finais para a gente. A rodada não foi tão ruim para a gente, os times que estão brigando conosco perderam ou empataram - ponderou Camacho.

O volante ainda saiu em defesa do técnico Oswaldo de Oliveira, dizendo que "ele não é o único culpado" pela má fase e lamentou os erros de arbitragem contra o Corinthians neste Brasileirão.
O Timão volta a treinar nesta sexta-feira






Corinthians/UNIP enfrenta Sorocaba no jogo de ida da final da Liga Paulista de Futsal

Primeiro confronto da decisão será disputado em Sorocaba; técnico alvinegro acredita em boa preparação do Timão para duelo fora de casa


10h00 17/11/2016 - Agência Corinthians




Deives é um dos principais jogadores do Corinthians/UNIP na decisão da Liga Paulista de Futsal

© Divulgação


O Corinthians/UNIP começa a disputa direta por mais um título nesta quinta-feira (17). O Timão encara o Sorocaba fora de casa no jogo de ida da final da Liga Paulista de Futsal 2016. A bola rola a partir das 18h45 na Arena Sorocaba. SporTV e Rádio Coringão transmitem ao vivo a partida.

O Alvinegro do Parque São Jorge joga em busca do 11º título da competição, terceiro após a reformulação no formato do torneio estadual. Após o empate em 1 a 1 contra o Assoeva no primeiro jogo das semifinais da Liga Nacional de Futsal, no último domingo (13) em Venâncio Aires-RS, o Coringão teve um curto espaço de tempo de preparação para o confronto inicial da decisão contra a equipe do interior paulista.

Técnico do Corinthians/UNIP, André Bié afirmou que a preparação foi muito baseada no estilo de jogo do adversário, devido ao tempo reduzido. O comandante lembrou que será um jogo difícil, mas demonstrou confiança no trabalho alvinegro.

“Acertamos apenas alguns detalhes. Eles têm jogadores experientes e vencedores, mas nossa equipe está muito bem preparada. Será um grande espetáculo para todos que estiverem presentes na Arena Sorocaba”, declarou Bié.

A equipe adulta de futsal do Sport Club Corinthians Paulista é patrocinada por Caixa, Colégio Amorim e UNIP-Universidade Paulista.
Corinthians leva gol irregular pela terceira vez e reclama de Daronco
Treinador do Timão, Oswaldo de Oliveira, reclamou de pênalti não marcado em cima de Lucca, ainda no primeiro tempo.
Oswaldo de Oliveira culpou arbitragem por empate contra Figueirense
17/11/2016 9h14


O Corinthians FOI ROUBADO DE NOVO NESTE BRASILEIRO AO TER UM GOL IRREGULAR CONTRA SI CONFIRMADO. As reclamações para a arbitragem após o empate por 1 a 1 com o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, mais especificamente para Anderson Daronco. O juiz, que apitou o duelo em Florianópolis, também foi o mediador quando o Timão perdeu para o Fluminense e empatou com o Flamengo, todos jogos em que o clube levou um gol irregular do adversário.

“Falta ganhar os jogos, falta o árbitro marcar o impedimento que não marcou contra o Flamengo, o pênalti no Lucca, o impedimento não marcado hoje (quarta). Está faltando isso”, avaliou o técnico Oswaldo de Oliveira, que ainda não havia assumido o comando da equipe no primeiro dos jogos polêmicos sob a batuta de Daronco, contra o Flu.

Naquela ocasião, apenas quatro dias após eliminar os cariocas da Copa do Brasil em jogo com muita reclamação dos tricolores, o Timão saiu de campo contestando a falta marcada na origem do gol carioca. Além disso, Gum, que participou do tento marcado por Cícero, estava impedido na hora em que Gustavo Scarpa cobra a infração. À época, o interino Fábio Carille criticou a pressão exercida no árbitro antes do duelo.


Depois, os corinthianos não pouparam críticas ao mesmo juiz na partida contra o Flamengo, no Maracanã, que terminou em 2 a 2. Na ocasião, Daronco expulsou Guilherme no segundo tempo e foi contestado por alguns critérios, mas o que mais irritou foi o gol, completamente impedido do rival


“Se a gente faz um gol desses, iam ficar 15 dias ou um mês falando, em um jogo tão importante e numa fase tão decisiva como essa, não pode ter um erro tão grosseiro”, observou o atacante Lucca. Na ocasião, por sinal, também era o mesmo auxiliar que cuidava do lance do gol de Cícero em Itaquera: Rafael da Silva Alves.

Já na noite desta quarta, o bandeirinha responsável pelo lance era outro: Jorge Eduardo Bernardi, também gaúcho, que havia acertado momentos antes ao anular lance do mesmo Rafael Moura. A Daronco, sobraram críticas pelo número de faltas marcadas e pelo pênalti ignorado em Lucca, no primeiro tempo. “Foi claro o pênalti”, ressaltou Oswaldo.

Com 51 pontos conquistados até o momento, o Timão precisa ganhar os 3 jogos para chegar ao G6. Na próxima rodada, o Corinthians terá pela frente o Internacional, na segunda-feira, às 20h (de Brasília), na ARENA CORINTHIANS, precisando de uma vitória para se manter na briga pelo torneio continental.