30 de out de 2016

CORINTHIANS 30/10/2016

Grato e feliz no Corinthians, goleiro Cássio deixa futuro aberto

Goleiro afirma que decidirá futuro no fim do ano. Ele declara que relação com o preparador Mauri Lima é boa e destaca companheirismo com Walter


Bruno Cassucci

29 OUT2016
20h45


Mesmo tendo perdido a posição de titular do gol do Corinthians para Walter, o goleiro Cássio nega estar incomodado e tenta evitar polêmicas na reta final de 2016. O camisa 12 disse ser grato ao Timão, exaltou a relação que tem com a torcida e seus companheiros, mas não descartou a possibilidade de se transferir na próxima temporada.

Cássio afirmou que pretende se focar nos cinco jogos que restam na temporada e só depois pensar no futuro de sua carreira.

- Comuniquei ao meu empresário que, caso chegasse alguma proposta eu não gostaria de saber. Quando acabar a temporada, vou sentar e conversar porque seria falta de respeito com Corinthians fazer isso agora. Estou feliz no clube e deixo tudo com meu empresário - declarou.

O arqueiro ainda destacou que neste ano renovou seu contrato com o Timão até o fim de 2019 e negou má relação com o preparador de goleiros Mauri Lima.

- Nunca falei que estou incomodado, até pelo respeito. Ouvi que não me dou bem com Walter, que tenho problema com Mauri, sempre respeitei todo mundo. Depois das entrevistas sentamos e falamos como homens com total respeito. Walter, pelo amor de Deus, é um dos melhores amigos que tenho no Corinthians. Alessandro (Nunes, gerente de futebol) comentou que é difícil ter amizade por dois jogadores que disputam posição como nós. Fico um pouco chateado, sempre me dediquei ao máximo, acaba sendo um pouco maldoso. Estou com cabeça boa, vou trabalhar para buscar minha posição, estou feliz onde estou. Procurei o Walter porque mesmo no banco queria que ele contasse comigo. Não quero confusão no Corinthians - declarou..

Cássio pode voltar a ser titular do Corinthians, já que Walter sentiu incômodo no músculo posterior da coxa direita. Foi graças a este problema que o camisa 12 entrou na partida contra a Chapecoense depois de mais de um mês afastado da equipe.

Ele ainda exaltou o técnico Oswaldo de Oliveira e não contestou a decisão do comandante alvinegro que o deixou na reserva.

- O professor Oswaldo e as pessoas que vieram com ele são sensacionais, vim disposto a conversar com ele. A gente vê às vezes muitos jogadores que ganharam muito e querem tumultuar. Eu, pelo contrário, estou para ajudar, sou muito grato a tudo que o Corinthians fez por mim. Vim da Holanda e nem sabia se iria jogar. Para deixar claro que estou a aqui há 5 anos e ganhei muitas coisas. Sou muito grato. Me julgam sem saber, falam sem conhecer, para mim é muito gratificante e vou lutar até o final dentro de campo sem falar para voltar ao Corinthians - comentou.












Chegada de Jô, negociação com Caixa e clássico: semana agitada no Timão!

Atacante é esperado nesta segunda-feira para assinar contrato com o Corinthians. Com pouco tempo, clube também tenta fechar novo modelo de pagamento da Arena

O Corinthians terá uma semana agitada dentro e fora de campo. Se com a bola, o Timão disputará o majestoso, para voltar ao G6 do Campeonato Brasileiro, fora das quatro linhas o clube terá importantes negociações para sacramentar nos próximos dias.

A tratativa mais próxima de um desfecho é a da contratação do atacante Jô. O jogador realizou exames médicos na última semana, visitou o CT Joaquim Grava, e é esperado nesta segunda-feira para assinar contrato de três temporadas. Na sequência, mesmo não podendo atuar pelo clube neste ano, ele deve começar a treinar com a equipe.

Já sem vínculo com o Jiangsu Suning, da China, seu último clube, Jô será o segundo reforço para 2017 do Timão, que também contratou o atacante Luidy, do CRB-AL.

Outra negociação importante que o Corinthians tem a resolver é com a Caixa Econômica Federal, a respeito do pagamento da Arena Corinthians. A diretoria alvinegra pede, pelo menos, mais 17 meses de prazo, para ter igualdade que outros estádios tiveram com as regras do BNDES, nos financiamentos do programa “ProCopa” (ao qual o Timão aderiu) em que podem ter até 36 meses de carência. A Arena Corinthians atualmente conta com somente 19 meses.









Reforçar a defesa é a prioridade do Corinthians para 2017
Ainda em busca da vaga na Libertadores da América 2017, o Corinthians já começou a definir as prioridades para 2017. Preocupada com a falta de experiência (e qualidade) no setor defensivo, a diretoria alvinegra decidiu que contratará dois zagueiros, sendo um deles com status de "titular absoluto".

Oswaldo de Oliveira hoje conta com cinco zagueiros no elenco: Balbuena, Vilson, Yago, Pedro Henrique e Léo. Destes, os últimos 3 são jovens das categorias de base.

Além da zaga, o Timão pretende reforçar a lateral direita, o meio-campo (defensivo e ofensivo) e o ataque. Mesmo com a encaminhada contratação de Jô, os dirigentes têm estudado a chegada de mais um atacante.





No Corinthians, Oswaldo defende Pedro Henrique, e como pré determinado terá volta de zagueiro Balbuena em seu lugar

Técnico minimiza pênalti cometido pelo jovem zagueiro na partida contra a Chapecoense, neste sábado. Balbuena volta a ser titular do Corinthians, após ser poupado por estar com 2 cartões amarelos, assim como Vilson
O técnico do Corinthians, Oswaldo de Oliveira, saiu em defesa do zagueiro Pedro Henrique, autor de pênalti na partida contra a Chapecoense, neste sábado, que acabou resultando no empate em 1 a 1. Como pre determinado, para o próximo jogo, Oswaldo terá a volta do poupado zagueiro Balbuena, por eestar com 2 cartões amarelos
Pedro Henrique formou dupla de zaga com Vilson diante da Chape. Na ocasião, Balbuena foi poupado por ter dois cartões amarelos (Vilson também tem e Oswaldo não quis correr o risco de ter que atuar com 2 jovens no majestoso se houvesse punições aos 2 titulares). Assim, a volta do paraguaio no Majestoso é praticamente certa.
















30/10/2016 09h50

Corinthians tem como meta somar mais nove ou dez pontos para ficar no G6


Técnico Oswaldo de Oliveira esperava uma vitória no sábado (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)
O Corinthians calcula que precisa de pelo menos mais nove ou dez para se garantir entre os seis primeiros colocados.

A cinco rodadas do fim, porém, o Corinthians terá de buscar pontos  fora de casa: contra 5P, e Figueirense, no Orlando Scarpelli e  Cruzeiro, no Mineirão, na última rodada. Na Arena, Corinthians enfrente inter e Atl Cu.

– Não muda nada para nós, temos de buscar esses pontos. Independentemente de os jogos serem dentro ou fora de casa – destacou o lateral-direito Fagner.

Desde a metade do segundo turno, a comissão técnica corinthiana estabeleceu que 59 pontos são necessários pelo G-6 – ou 60, para evitar critérios de desempate.
O técnico Oswaldo de Oliveira terá semana livre para preparar o Timão para o majestoso. O meia-atacante Guilherme volta de suspensão, e Balbuena, poupado, deve substituir Pedro Henrique na zaga.






30/10/2016 14h20

Aprovado em exames, recém contratado para 2017, atacante Jô deve iniciar treinos no Corinthians nesta semana
Atacante passa fim de semana em Belo Horizonte e deve assinar contrato nesta segunda. Sem jogar desde julho, ele terá trabalho específico pensando em 2017


Por GloboEsporte.com




Jô está pronto para assinar contrato por três anos com o Corinthians

Depois de um fim de semana em Belo Horizonte, o atacante Jô é esperado no Corinthians nesta segunda-feira para assinar contrato válido por três anos. Ele foi aprovado nos exames cardiológicos semana passada.

Aos 29 anos, o atacante estava no Jiangsu Suning, da China, e não joga desde julho. A ideia da comissão técnica é integrá-lo ao elenco nos próximos dias para começar os trabalhos visando a próxima temporada. Ele não pode mais jogar em 2016 porque as inscrições do Campeonato Brasileiro acabaram.

Revelado pelo Timão em 2003, Jô é o jogador mais novo a ter atuado pela equipe profissional – com apenas 16 anos. É também o jogador mais novo a fazer um gol pelo Corinthians, naquela mesma temporada. Jô integrou o Corinthians PentaCampeão brasileiro em 2005, e tem o carinho da torcida justamente por ser prata da casa. Ele foi negociado pelo Corinthians após 115 jogos e 18 gols.







 Corinthians negocia vinda de meia Wagner

Representantes do jogador já tiveram duas reuniões com os corinthianos. Inclusive, já há um acordo verbal em relação a salários e tempo de contrato, porém Wagner ainda precisa conseguir a rescisão de seu contrato com o Tianjin Teda, da China - o vínculo só termina em dezembro de 2017.






A dúvida é sobre quem sai. Vilson vinha ficando na reserva até então, mas foi capitão no último sábado e tem chances de ser mantido.




- Isso (pênalti) é coisa que acontece com qualquer jogador, não especificamente com os jovens. Quando se joga futebol e se tem influência do adversário, é comum que isso aconteça. Experiência ajuda muito, mas ele tem mostrado que tem capacidade, competência, e vamos ajudá-lo com o tempo a jogar com mais calma e passar por atitudes como a que ele teve hoje (sábado) - declarou Oswaldo de Oliveira.




O Timão não pode contar com Yago, que operou uma hérnia e só poderá voltar a jogar em 2017. A outra opção para o setor defensivo alvinegro é o jovem Léo Santos, de 17 anos, que ainda não estreou pelo clube.