7 de out de 2016

CORINTHIANS 07/10/2016








CORINTHIANS SUB 17 JOGA AMANHÃ  EM SÃO BERNARDO DO CAMPO NO ESTÁDIO BAETÃO AS 11h CONTRA diadema pelo Paulistao da categoria





Uendel revela meta do Corinthians e diz: ''momento da retomada'. Ele revelou que a meta de Carille é chegar a 59 pontos


Olga Bagatini

7 OUT2016
18h29



O principal objetivo do Corinthians nesta temporada é assegurar uma vaga na próxima Libertadores, seja pelo Brasileiro ou sendo tetra campeão da Copa do Brasil. Uendel, recem-recuperado de uma lesão muscular na coxa, alertou sobre os obstáculos que o Timão terá pela frente, mas acredita que a partida contra o Santa Cruz, na próxima quarta, será o momento de tentar virar o jogo.

- Difícil falar em obrigação (de vaga na Libertadores), até porque o Brasileiro está muito equilibrado. Mas o momento da reação é esse, não adianta esperar mais dois ou três jogos. Estamos mobilizados, no momento de retomar as vitórias. Grupo está indignado com a situação porque sabe que o Corinthians tem time para brigar pelo G6 - disse Uendel em coletiva no CT Joaquim Grava.

- Não é obrigação, mas é a oportunidade de retomarmos essa sequência de vitórias que a gente teve em outros momentos. Precisamos conquistar pontos agora para pensar lá na frente, até porque está tudo muito aberto. A gente pensa que esse jogo de quarta pode ser o início da retomada - acrescentou.

Para alcançar a vaga na Libertadores, o técnico Fábio Carille estipulou uma meta ao elenco: conquistar 59 pontos no Brasileirão. Uendel reconhece que o objetivo do Corinthians no torneio mudou radicalmente desde o início do ano. Embalado pelo hexa, o clube entrou no Brasileiro para sonhar com mais um título. Agora, se contentará com uma das seis primeiras vagas. Um dos poucos remanescentes do título de 2015, o lateral lamentou a mudança da realidade no clube do Parque São Jorge e as várias perdas de peças do elenco.

- Foi uma mudança e tanto, mas o sentimento continua o mesmo. Buscar sempre melhorar. (A saída de jogadores) Faz parte do futebol. O jogador que está no Corinthians e faz boa temporada, inevitavelmente vai chamar a atenção de times de fora. Tivemos mudanças grandes no clube, perdemos jogadores, pessoas da comissão técnica e de vários setores do clube. A equipe está em ano de reconstrução e é difícil fazer isso durante o campeonato, mas não dá para ficar lamentando. Tem olhar para frente, nosso grupo é qualificado para conquistar a meta do G6 e é nisso que a gente tem que se apegar. No futuro, e não no passado - explicou Uendel.

O Timão terá uma semana para se preparar para o duelo com o vice-lanterna Santa, na Arena Pantanal. O time treinou nesta sexta, treinará no sábado e terá folga domingo. Na segunda, o técnico Fabio Carille começará a esboçar a equipe que será titular em Cuiabá. O fato de o jogo não ser no Arruda anima o elenco corinthiano

- Jogar contra o Santa Cruz no Arruda é difícil, clima quente, a torcida deles sempre comparece. Lá seria mais difícil porque eles conhecem o gramado. Mesmo assim, será difícil. No Brasileiro, times que estão brigando contra a zona de rebaixamento jogam de igual para igual com quem está brigando pela liderança. Fator casa ajuda, mas vai ser complicado - encerrou Uendel.
Uendel revela meta do Corinthians e diz: ''momento da retomada'. Ele revelou que a meta de Carille é chegar a 59 pontos


Olga Bagatini

7 OUT2016
18h29



O principal objetivo do Corinthians nesta temporada é assegurar uma vaga na próxima Libertadores, seja pelo Brasileiro ou sendo tetra campeão da Copa do Brasil. Uendel, recem-recuperado de uma lesão muscular na coxa, alertou sobre os obstáculos que o Timão terá pela frente, mas acredita que a partida contra o Santa Cruz, na próxima quarta, será o momento de tentar virar o jogo.

- Difícil falar em obrigação (de vaga na Libertadores), até porque o Brasileiro está muito equilibrado. Mas o momento da reação é esse, não adianta esperar mais dois ou três jogos. Estamos mobilizados, no momento de retomar as vitórias. Grupo está indignado com a situação porque sabe que o Corinthians tem time para brigar pelo G6 - disse Uendel em coletiva no CT Joaquim Grava.

- Não é obrigação, mas é a oportunidade de retomarmos essa sequência de vitórias que a gente teve em outros momentos. Precisamos conquistar pontos agora para pensar lá na frente, até porque está tudo muito aberto. A gente pensa que esse jogo de quarta pode ser o início da retomada - acrescentou.

Para alcançar a vaga na Libertadores, o técnico Fábio Carille estipulou uma meta ao elenco: conquistar 59 pontos no Brasileirão. Uendel reconhece que o objetivo do Corinthians no torneio mudou radicalmente desde o início do ano. Embalado pelo hexa, o clube entrou no Brasileiro para sonhar com mais um título. Agora, se contentará com uma das seis primeiras vagas. Um dos poucos remanescentes do título de 2015, o lateral lamentou a mudança da realidade no clube do Parque São Jorge e as várias perdas de peças do elenco.

- Foi uma mudança e tanto, mas o sentimento continua o mesmo. Buscar sempre melhorar. (A saída de jogadores) Faz parte do futebol. O jogador que está no Corinthians e faz boa temporada, inevitavelmente vai chamar a atenção de times de fora. Tivemos mudanças grandes no clube, perdemos jogadores, pessoas da comissão técnica e de vários setores do clube. A equipe está em ano de reconstrução e é difícil fazer isso durante o campeonato, mas não dá para ficar lamentando. Tem olhar para frente, nosso grupo é qualificado para conquistar a meta do G6 e é nisso que a gente tem que se apegar. No futuro, e não no passado - explicou Uendel.

O Timão terá uma semana para se preparar para o duelo com o vice-lanterna Santa, na Arena Pantanal. O time treinou nesta sexta, treinará no sábado e terá folga domingo. Na segunda, o técnico Fabio Carille começará a esboçar a equipe que será titular em Cuiabá. O fato de o jogo não ser no Arruda anima o elenco corinthiano

- Jogar contra o Santa Cruz no Arruda é difícil, clima quente, a torcida deles sempre comparece. Lá seria mais difícil porque eles conhecem o gramado. Mesmo assim, será difícil. No Brasileiro, times que estão brigando contra a zona de rebaixamento jogam de igual para igual com quem está brigando pela liderança. Fator casa ajuda, mas vai ser complicado - encerrou Uendel.
07/10/2016 17h50

Uendel assegura que o Corinthians está mobilizado: "Momento da reação"
Lateral-esquerdo diz que o Timão tem condições de brigar por uma vaga no G-6
Por Marcelo Braga


Uendel mostra descontração no treino do Timão (Foto: Marcelo Braga)

De volta aos jogos do Corinthians após desfalcar o time por seis jogos, o lateral-esquerdo Uendel asegurou que o elenco está mobilizado o suficiente para iniciar a retomada no Brasileirão a partir do jogo de quarta-feira, contra o vice-lanterna Santa Cruz, na Arena Pantanal. Sétimo colocado com 42 pontos, o Timão mantém vivo o sonho de disputar a Taça Libertadores no ano que vem.

– Difícil falar em obrigação (de vitória), a gente vê o Brasileirão equilibrado. É o momento da reação, estamos mobilizados. É o momento de retomar as vitórias, o grupo está indignado com a situação, sabemos que temos time para brigar pelo G-6. É uma oportunidade para retomarmos, encaixando duas ou três vitórias.


Nas contas da comissão técnica, que analisou classificações passadas, é preciso a soma de 59 pontos (no mínimo) para garantir a sexta posição na tabela. Com 42, o Timão precisa somar mais 17. Restam quatro jogos em casa e mais cinco fora.

– Sabemos que temos que melhorar. Quatro ou cinco clubes que antes não sonhavam com Libertadores, hoje sonham. Estão em alta e nós não estamos bem no segundo turno, temos de melhorar. A meta é 59 pontos, com ela podemos ficar no G-6. O momento da recuperação tem de ser agora, neste jogo contra o Santa Cruz fora de casa.

Após encarar o Santa Cruz em campo neutro, em Cuiabá, o Timão receberá o lanterna América-MG na aarena Corinthians, e depois visitará o Flamengo. O que anima o jogador é que o time mostrou um bom futebol em algumas partidas.

– Fizemos bons jogos, sempre com posse de bola. Os adversários comentam que a gente tem bom toque de bola. Tem de ter um pouco mais de chegada na área. Os resultados não foram como a gente queria, mas podemos melhorar e dar uma arrancada para ter a vaga da Libertadores. Queremos muito essa vaga no G-6.











Uendel declara que estará em perfeitas condições em retorno ao time titular do Corinthians

Helder Júnior -
07/10/2016 17:26:41
Lateral esquerdo titular Uendel trabalha para voltar 100% (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)


O lateral esquerdo Uendel deverá ser uma das novidades do time titular do Corinthians diante do Santa Cruz na quarta-feira, na Arena Pantanal. Recuperado de uma lesão muscular na coxa direita, o jogador já reforçou o banco de reservas quarta pasada e acredita que estará em perfeitas condições físicas na próxima semana.

“No jogo, não tem como se poupar. Quando você é liberado, já tem o aval das partes médica, fisioterápica e física do clube. Os treinos também te dão garantia para dar 100% em campo”, comentou Uendel, que foi cuidadoso durante o seu tratamento. “Sempre existe o receio de sofrer uma reincidência. Ainda mais no caso de uma lesão muscular, que, às vezes, engana. Você se sente bem, força, abre novamente a lesão e piora. Por isso, a volta deve ser bem gradual”, acrescentou, nesta sexta-feira.

Em meio ao seu processo de recuperação, Uendel aumentou o tempo de atividades no gramado do CT Joaquim Grava de 15 para 30 minutos e posteriormente para uma hora. Sempre com um semblante tranquilo, ele manteve a calma enquanto o prata da casa Guilherme Arana atuava em seu lugar também em função de uma filosofia de trabalho do técnico interino Fábio Carille.

“O Carille prega que quem saiu por lesão retoma o seu lugar quando estiver bem. Isso te dá tranquilidade para fazer o tratamento todo, para não voltar antes do tempo. No meu caso, ainda tenho uma semana de treinos. Estou no processo de retomada. O objetivo é estar 100% para ele optar por mim contra o Santa Cruz. Temos que estar bem para dar conta do recado”, comentou Uendel.

O lateral esquerdo não joga desde 14 de setembro,“O Arana fez belos jogos nesse período. Da minha parte, é ruim ficar fora, percebi que a equipe está recuperando o seu padrão. Só tivemos um desempenho abaixo do normal contra o Botafogo. É claro que os resultados não foram os desejados, mas podemos melhorar ainda mais para conquistar a vaga na Libertadores nesses últimos dez jogos”, avaliou o reforço de Fábio Carille.








Corinthians tem volta de 3 atletas aos treinos e um desfalque

Por Marcelo Braga

Em treino realizado nesta sexta-feira o Corinthians contou com as voltas da presença do goleiro Cássio, do zagueiro Vilson e do meia Rodrigo Figueiredo, recém-promovido do time sub-20, no campo. Assim como na quinta, o goleiro fez trabalhos específicos com o preparador Mauri Lima. Ele trata lesão no ombro esquerdo, mas já apresenta boa melhora.

Vilson está em fase final de recuperação de um estiramento muscular na coxa direita. Nesta sexta-feira, ele fez trabalho específico em campo ao lado do preparador físico Fabrício Ramos do Prado. O zagueiro tem chances de ser relacionado para o jogo de quarta. Rodrigo Figueiredo também foi a campo e treinou com bola ao lado do restante do elenco. Ele se recuperou recentemente de uma lesão muscular.

Dos titulares na última partida, apenas Walter, Léo Príncipe, Rodriguinho e Gustavo participaram das atividades técnicas no campo. Os demais fizeram treino físico na parte interna.
Já o zagueiro Yago, passou por exames na tarde desta sexta-feira, que detectaram uma lesão muscular na coxa esquerda. Titular do Corinthians nos últimos jogos do Campeonato Brasileiro, ele iniciou tratamento no departamento médico do clube e não deve enfrentar o Santa Cruz na próxima quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), em Cuiabá.



Yago sentiu dores na coxa no primeiro tempo do jogo de quarta-feira. Se ele não puder jogar, a tendência é de que Pedro Henrique seja titular e forme dupla de zaga com o paraguaio Balbuena.

Outro que está aos cuidados do departamento médico é o goleiro Matheus Vidotto. Ele torceu o tornozelo direito no treino do dia do jogo, sendo cortado da relação. Apenas Caíque França ficou no banco.


Corinthians realiza treino leve sem zagueiro Yago, machucado, mas Vilson volta a treinar com bola
Zagueiro sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda durante partida no jogo na última quarta-feira, mas possível substituto está recuperado e pode voltar ao time

Vilson pode reforçar o Corinthians no próximo jogo

Zagueiro está recuperado de lesão muscular








Yago não teve prazo para volta divulgado










Rodrigo Figueiredo, durante treino




Goleiro Walter dando ponte em treino






07/10/2016
17:17
O Corinthians terá mudanças na defesa contra o Sta Cruz, na próxima quarta-feira, em partida que o adversário vendeu seu mando para a Arena Pantanal, em Manaus. O técnico Fabio Carille não poderá contar com o zagueiro Yago, que passou por exames nesta sexta-feira e teve diagnosticada uma lesão muscular na coxa esquerda. O clube não divulgou o grau do problema, nem o tempo de recuperação da contusão sofrida na última quarta-feira, no primeiro tempo do jogo
O substituto dele pode ser Vilson, que voltou a treinar com bola no CT Joaquim Grava. O jogador não atua desde 17 de setembro, quando sofreu também uma lesão muscular na coxa direita. Ele está em trabalho de transição e, nesta sexta, trabalhou com o restante do elenco pela primeira vez desde que se machucou.
Outras opções são Pedro Henrique, que substituiu a Yago na quarta e deve ser titular, e Léo, 17 anosCom uma semana livre para treinamentos, o técnico Fabio Carille aproveitou para recuperar alguns titulares fisicamente, casos de Marlone, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel, Guilherme Arana, Balbuena e Camacho. Enquanto isso, os demais fizeram um trabalho técnico em campo reduzido nesta sexta, no CT Joaquim Grava, além de treinarem fundamentos.


O Timão volta a treinar na manhã deste sábado. No domingo, o grupo ganha folga





Fim da entrevista coletiva.

Uendel: "O que o torcedor quer, a gente quer também: o melhor para o Corinthians. Os últimos resultados não são bons, mas a gente confia que pode dar a volta por cima. A gente entende os protestos. Corinthians tem esses dois lados. Quando está bem, é bom jogar aqui. E quando está mal, tem essa pressão, temos de estar acostumados, é normal. Tem que manter um padrão e mostrar trabalho em campo"




Uendel, sobre batedor de falta: "Os números esse ano não são bons. Ano passado a gente tinha o Jadson. A gente vê os treinos de Fagner, Giovanni, Marlone, eles se dedicam, tem saído gols nos treinamentos. Questão de detalhe na hora do jogo. Eles têm treinador, que é o que tem que fazer. Não está saindo gol, mas a gente confia que uma hora o gol vai sair"


Uendel: "Uma linha que ele prega: jogador que sai por lesão ou cartão, ele gosta que retome o lugar no time. Te dá tranquilidade para não voltar antes do tempo. No meu caso, foi uma semana de treinos só, estamos em processo de retomada, aos poucos. Meu objetivo é estar à disposição, 100%, Arana vem fazendo belos jogos. Temos de estar bem para dar conta do recado



Uendel: "A gente fica muito feliz com o Tite, a gente comenta no vestiário. Acompanhamos a carreira dele aqui, feliz por tudo estar bem. Por ele e pelo nosso futebol, de resgatar a confiança. Torcedor sentindo o prazer de acompanhar a seleção. A chegada do Tite trouxe nova atmosfera para a seleção. É capacitado, ficamos felizes com essa retomada do futebol brasileiro"


Uendel: "Uma mudança e tanto. O sentimento continua o mesmo, de buscar sempre melhorar. Jogador quando está no Corinthians e faz boa temporada, chama atenção de times de fora. Tivemos mudanças grandes no clube, perdemos jogadores, pessoas na comissão técnica. Um ano de reconstrução da equipe. A gente sabe que é difícil, não adianta ficar só lamentando. O grupo é qualificado. Melhorar"




Uendel, onde o Corinthians chega em 2016?: "Nosso objetivo no começo do campeonato era o título. Perdemos muitos pontos em casa, ficou impossível. Com G-6, fica aberta a vaga. Objetivo é conquistar a vaga. Ou pela Copa do Brasil. A vaga e o título


Uendel: "A gente não estabelece um jogador só fazer gol. O sistema que a gente trabalha não privilegia um atleta. Todos têm liberdade. A gente sabe que o gol de qualquer um será a alegria de todos. Não tem essa de um fazer gol. Uma hora os atacantes vão fazer também



Uendel, é obrigação vencer o Sta cr?: "Difícil falar em obrigação, a gente vê o brasileiro equilibrado. Mas é o momento da reação. Estamos mobilizados. É o momento de retomar as vitórias, o grupo está indignado com a situação, sabemos que temos time para brigar pelo G-6. Não digo obrigação, mas é uma oportunidade para retomarmos e encaixar duas ou três vitórias"


Uendel: "Nos jogos em casa a gente sempre foi forte, deixamos escapar alguns. Mas se retomarmos a sequência em casa, podemos pensar no G-6. E buscar pontos fora também. Temos condições de fazer jogos melhores fora da casa, começando com o Santa Cruz



Uendel: "Torcida é fundamental jogando em casa. A gente precisa do apoio deles, sabemos que o torcedor está desconfiado com os resultados. Se a gente fizer 100% em casa, podemos brigar pelo G-6. Precisamos fazer cada jogo como final na Arena. Estamos bem na Copa do Brasil também. A gente pede que confiem na gente para fazermos um belo final de ano e buscar a Libertadores"



Uendel: "Mais fácil conquistar as vitórias fazendo bons jogos do que jogando mal, por uma bola apenas, ficando atrás da linha da bola, brigar por bola parada...Se a gente estivesse jogando assim seria mais preocupante. Estamos conseguindo fazer bons jogos. Contra o Atlético-MG, que briga pela liderança, fizemos bom jogo, dominamos no segundo tempo. Não ganha de qualquer maneira. É com trabalho



Uendel: "Queremos muito essa vaga no G-6"



Uendel: "Acredito que o trabalho do Carille vem sendo muito bom no dia a dia, os jogadores entendem o que ele quer dentro do campo, o padrão que ele quer. Respeitamos muito ele. Claro que os resultados não estão aparecendo, mas vai melhorar. Somos avaliados por resultado, mas quem vive o dia a dia sabe que trabalho no dia a dia é importante. Questão de ajuste para arrancar nos últimos jogos"


Uendel: "A gente sabe que o Santa Cruz no Arruda é muito forte. Difícil jogar lá, clima quente, torcida que comparece. Ir para campo neutro...Não que facilite, não tira as dificuldades da partida. As equipes na zona de rebaixamento brigam de igual com os líderes. Sabemos que será um jogo complicado"


Uendel: "A gente sabe que o Santa Cruz no Arruda é muito forte. Difícil jogar lá, clima quente, torcida que comparece. Ir para campo neutro...Não que facilite, não tira as dificuldades da partida. As equipes na zona de rebaixamento brigam de igual com os líderes. Sabemos que será um jogo complicado"



Uendel: "Normal o dirigente ir na TV reclamar, falar que estão roubando. E depois, se é ajudado entre aspas, não fala nada. Acreditamos que eles entram em campo para acertar, eles se dedicam. Sabemos que foram erros nos últimos três jogos. Torcemos para que não tenha erro para nenhum lado. E que pare a hipocrisia de reclamar quando é prejudicado"



Uendel: "O correto é você acreditar que uma pressão externa não influencie na arbitragem. Eles sofrem de problemas, falta de profissionalização. A gente pensa que eles erram sem querer. Nos últimos três jogos fomos prejudicados, mas também já fomos beneficiados. Sempre foi assim, sempre vai ser. Não adianta ver perseguição contra algum clube. "



Uendel: "Walter já teve oportunidades de ser titular, como Cássio. Estamos contentes com os dois, dois grandes goleiros. Corinthians tem muita sorte de contar com os dois, Cássio foi campeão de tudo, fundamental. Walter, quando precisamos dele, faz grandes partidas. Estamos contentes com isso. O titular dará conta do recado"



Uendel: "A gente sabe que tem que melhorar. Quatro ou cinco clubes que antes não sonhavam com Libertadores, hoje sonham. Estão em alta e nós não estamos bem no segundo turno, temos de melhorar. A meta é 59 pontos, com ela podemos ficar no G-6. São dez jogos. O momento da recuperação tem de ser agora, neste jogo contra o Santa Cruz fora de casa. Perdemos muitos pontos"



Uendel: "Os resultados não foram como a gente queria, mas podemos melhorar e nestes dez jogos dar uma arrancada para ter a vaga da Libertadores"


Uendel avalia a fase do Corinthians: "Ruim ficar fora, a gente nunca quer. Nesse período foram seis jogos, o jogo contra o Botafogo foi um pouco abaixo. Temos sempre as conversas pós-jogo, fizemos bons jogos, sempre com posse de bola. Os adversários comentam que a gente tem bom toque de bola. Tem de ter um pouco mais de chegada na área. Abaixo do padrão que tínhamos, mas normal pelas saídas"



Uendel: "Quando a gente vai para o jogo, tem o aval da parte médica, fisioterapeuta, tem a garantia para ir e dar 100%. Quando está escalado para ir para o jogo, você está 100%"



Uendel: "Quando a gente vai para o jogo, tem o aval da parte médica, fisioterapeuta, tem a garantia para ir e dar 100%. Quando está escalado para ir para o jogo, você está 100%"



Uendel: "Receio maior é ter reincidência da lesão, ainda mais muscular. Você acaba forçando e abrindo de novo e piorando. Precisa ser uma volta gradual, como a gente vem fazendo. Treina um dia 15 minutos, outro 30, ontem fizemos 60. Estou me recuperando para estar à disposição"




Uendel a caminho da coletiva #trsccp







Exames apontaram lesão muscular na coxa esquerda de Yago. Sem previsão de retorno por enquanto #trsccp





Guilherme em campo #trsccp







treino segue


Isaac durante o treino.



Goleiro Luan completa o treino, já que Matheus Vidotto está machucado #trsccp



Rodrigo Figueiredo já treina com o elenco. Pode ser opção em breve. Destaque do sub-20 #trsccp 





Marlone, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel, Arana, Balbuena, Camacho fazem trabalhos na parte interna. Yago trata no DM #trsccp


Cássio treina no campo #trsccp 







Vilson no trabalho específico #trsccp 










Vilson, recuperado de lesão, inicia fase de transição no gramado #trsccp 








Na verdade alguns titulares estão no campo. Gustavo, Léo Príncipe, Rodriguinho... #trsccp 








Goleiro Matheus Vidotto não treina com o elenco. Teve entorse no tornozelo direito no treino de goleiros #trsccp






Jogadores reservas do Corinthians treinam no campo #trsccp 





Invasão corinthiana!


O Corinthians lançou uma linha especial de produtos em alusão aos 40 anos da invasão ao Maracanã, em 1976. Veja trecho do comunicado do clube:


"O Timão criou uma promoção especial e o torcedor que adquirir uma peça da nova linha em homenagem à data ganhará um par de vale-ingressos* para assistir ao filme “1976 – O Ano da invasão Corinthiana”.


Caso a loja visitada não conter mais estoque da linha, o torcedor terá direito a um vale-ingresso ao realizar compra total de no mínimo R$ 150.


Haverá também o sorteio de outros 100 pares de ingressos pela página do Facebook da Poderoso Timão (Rede Poderoso Timão). Para participar, o torcedor deverá compartilhar no próprio Facebook pelo menos um post sobre as camisas da Invasão e acrescentar a hashtag #InvasaoNaPoderosoTimao"




NOTÍCIAS SOBRE YAGO!

O zagueiro teve detectada uma lesão muscular na coxa esquerda após exames realizados nesta sexta. Ele fará tratamento no departamento médico.
O zagueiro Yago, com um desconforto no músculo reto femural da coxa esquerda, faria exames hoje à tarde. Logo saberemos o resultado #trsccp
Boa tarde, amigos! O Corinthians treina logo mais aqui no CT. Dia de Uendel na entrevista coletiva pós-treino #trsccp








Ingressos para jogo do Corinthians dia 29/10 as 19h30 na Arena Corinthians contra chapecoense entram à venda no Fiel Torcedor

Compra será liberada para sócios beneficiados às 18h desta quinta (06). Entradas a partir de R$ 30 com descontos do programa


16h40 06/10/2016 - Agência Corinthians

Os ingressos para a partida entre Corinthians e Chapecoense na Arena Corinthians, válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, entram à venda a sócios beneficiados do Fiel Torcedor a partir das 18h desta quinta-feira (06). Com os descontos do programa, o associado poderá comprar entradas a partir de R$ 30 para o jogo.

Inicialmente, a compra dos ingressos estará liberada para associados com 35 pontos ou mais – contabilizados até 05 de outubro – dos planos Minha Vida e Minha História e sócios dos planos Meu Amor e Minha Nação com qualquer pontuação. A prioridade será dada até as 15h desta sexta-feira (07).

Às 16h da mesma sexta, a venda será aberta a todos os sócios adimplentes, exceto dos planos Minha Paixão e Minha Nação.

O Corinthians enfrenta a Chapecoense no dia 29 de outubro (sábado), às 19h30. O sócio do Fiel Torcedor pode comprar os ingressos para esse jogo na internet (www.fieltorcedor.com.br e no posto de atendimento do programa, localizado no Parque São Jorge.

Valor de face dos ingressos (sem descontos)



Norte: R$ 50

Sul: R$ 50

Leste Inferior: R$ 80

Leste Superior: R$ 100

Oeste Inferior: R$ 180
Oeste Superior: R$ 120*

*Setor só será liberado quando o Leste Superior se esgotar

Descontos por plano

Minha Vida: 35%

Minha Vida (apenas Norte): 40%

Minha História: 45%

Meu Amor: 55%

Valor dos ingressos com descontos




Setores disponíveis por plano

Minha Vida: Norte, Sul, Leste Inferior, Leste Superior e Oeste Superior

Minha História: Leste Inferior, Leste Superior, Oeste Superior e Oeste Inferior

Meu Amor: Leste Inferior, Leste Superior, Oeste Superior e Oeste Inferior










Corinthians presta homenagem a Wlamir Marques no dia 22 de outubro no Parque São Jorge

O ginásio da sede social alvinegra receberá o nome do ex-jogador de basquete do Timão


10h00 07/10/2016 - Agência Corinthians






© Arquivo Corinthians


No próximo dia 22 de outubro, o Sport Club Corinthians Paulista homenageará um dos maiores atletas que já vestiu a camisa alvinegra. Wlamir Marques, ex-jogador de basquete do Timão, dará nome ao ginásio do Parque São Jorge. O evento está marcado para as 10h, na sede social do clube.

Atleta do Timão nos anos 60, Wlamir Marques conquistou oito campeonatos paulistas pelo Corinthians. À época, o ex-atleta foi contratado junto ao XV de Piracicaba, uma das potências do basquete brasileiro naquele período.

Além disso, Wlamir fez parte da geração de ouro da Seleção Brasileira campeã mundial em 1959 e 1963 e bronze nos Jogos Olímpicos de Roma 1960 e Tóquio 1964.








CORINTHIANS PARABENIZA SEU EX GOLEIRO DIDA
Paredão da Fiel, Dida completa 43 anos de idade

Em duas passagens pela equipe alvinegra, Dida vestiu a camisa alvinegra em 94 oportunidades


10h00 07/10/2016 - Agência Corinthians






© Ricardo Correa/Placar


O ex-goleiro Dida faz aniversário nesta sexta-feira (07). Nascido em Irará, na Bahia, Nélson Jesus da Silva completa 43 anos de idade.

Conhecido por sua frieza, Dida foi um dos goleiros mais seguros a defender o Timão. Especialista em cobranças de pênaltis, Dida chegou a defender seis cobranças nos primeiros dez meses como goleiro alvinegro. Na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1999, Dida defendeu duas penalidades, levando o Timão à final da competição após triunfo por 3 a 2 sobre 5P

Pela equipe do Parque São Jorge, Dida disputou 94 jogos e ganhou quatro títulos: Campeonato Brasileiro de 1999, Mundial de Clubes FIFA 2000, Copa do Brasil e Torneio Rio-SP, ambos em 2002.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.




CORINTHIANS SUB 20 NAS OITAVAS DA COPA DO BRASIL

JOGO DE IDA
12 de outubro, quarta-feira
15h - Inter RSx Corinthians (Morada dos Quero-Queros)


JOGO DE VOLTA

19 de outubro, quarta-feira
16h - Corinthians x Inter RS (Arena Barueri)