6 de out de 2016

CORINTHIANS 06/10/2016






“Temos sempre a obrigação de estar em cima”, afirma corinthiano Rodriguinho sobre disputa pela Libertadores

Meia do Corinthians afirmou que o pensamento da equipe alvinegra deve ser sempre brigar pelas primeiras posições da tabela, mesmo com mais vagas disponíveis para a competição continental


17h00 06/10/2016 - Agência Corinthians




Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


No retorno do elenco do Corinthians aos treinos no CT Dr. Joaquim Grava nesta quinta, o meia Rodriguinho conversou com a imprensa em entrevista coletiva. Perguntado se a responsabilidade da equipe alvinegra de se classificar para a Libertadores aumentou com as novas duas vagas via Brasileirão, o meia foi contundente quanto aos objetivos do Timão na competição, explicando que o dever dos atletas segue igual.

"A responsabilidade de brigar pela Libertadores sempre foi a mesma, independentemente de ser G6 ou G4. Isso é importante para o planejamento do próximo ano, para diretoria, jogadores. Temos sempre a obrigação de estar em cima e brigar pelos primeiros lugares”, disse Rodriguinho.

Atuando mais adiantado do que em outras oportunidades e responsável pela criação de jogadas da equipe, Rodriguinho afirmou que o entrosamento ideal tende a se encaixar com mais treinos entre os jogos. O Corinthians terá uma semana de trabalho antes do próximo compromisso no Brasileirão, na quarta-feira (12) contra o Santa Cruz, na Arena Pantanal, em Cuiabá-MT.

"A repetição do time nos traz o entrosamento, movimentações que acabam se repetindo, mas no jogo a gente já sabe onde cada um gosta de se posicionar. Com o treinamento, isso melhora muito. Quanto ao meu posicionamento, encontramos uma forma de jogar. Um 4-1-4-1, com liberdade para eu e Giovanni chegarmos também. Estou me sentindo bem", completou o jogador do Timão.










Em dia da volta do goleiro Cássio, Corinthians vence jogo-treino no CT

Recuperado de lesão no ombro esquerdo, goleiro pode voltar ao time titular na próxima quarta, ante Santa Cruz. Antes disso, vitória por 3 a 1 contra o Ituano. Teve gol até do Isaac!

Cássio participou do treinamento desta quinta-feira, no CT, e deve voltar ao time no dia 12
LANCE!
06/10/2016
17:43

Desfalque do Corinthians nos últimos quatro jogos, o goleiro Cássio deve ser a principal novidade do técnico Fabio Carille no próximo desafio válido pelo Campeonato Brasileiro, na próxima quarta-feira, dia 12, contra o Santa Cruz, na Arena Pantanal, em Cuiabá. O camisa 12, bancado como titular mesmo com as boas exibições de Walter em seu período de ausência, voltou a treinar em campo nesta quinta-feira, dia seguinte do empate sem gols com o Atlético-MG. Assim, a tendência é que esteja apto para voltar ao time na semana que vem.

Durante a reapresentação dos jogadores, Cássio fez um trabalho leve acompanhado do preparador de goleiros do Timão, Mauri Lima. Foi a primeira atividade em campo do camisa 12 desde que sofreu uma lesão no ombro esquerdo e precisou ser afastado das partidas. Segundo o técnico do Corinthians, Cássio voltará ao time titular assim que estiver recuperado, o que pode ocorrer já no próximo jogo do Brasileirão.


Antes do duelo do Corinthians contra Santa Cruz, Fabio Carille tem tempo para trabalhar e preparar a equipe do Corinthians. Nesta quinta-feira, por exemplo, ele observou um jogo-treino dos reservas contra o Ituano, vencido por 3 a 1 de virada. Nesta atividade, o treinador escalou a seguinte formação: Caique; Warian, Jean, Léo e Uendel; Willians, Cristian e Guilherme; Lucca, Rildo e Bruno Paulo. No decorrer da atividade foram acionados Marciel e Isaac.

O Ituano abriu a contagem diante do Corinthians no CT Joaquim Grava, mas Lucca, Cristian e Isaac viraram o placar e deram a vitória aos suplentes do time da casa. O jogo-treino ocorreu durante um protesto de torcedores no estacionamento do CT, mas a manifestação não foi ouvida no campo de jogo.
O Corinthians agora se reapresenta nesta sexta-feira e novamente treina à tarde. A equipe ainda trabalha na manhã de sábado e terá o domingo de volta até a reapresentação, na segunda. O próximo jogo é na quarta-feira, às 21h45, contra o Santa Cruz, na Arena Pantanal.











Timão vai bem em jogo-treino para quem não atuou ontem
Recuperados de lesões, meia e lateral-esquerdo participam bem da vitória do Corinthians por 3 a 1 sobre o Ituano, no CT. Jovem atacante entra no segundo tempo e deixa sua marca
Por Diego Ribeiro

Guilherme no jogo-treino para quem não atuou ontem pelo Corinthians 


(Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Hoje, os titulares do Corinthians não foram a campo na reapresentação do elenco no CT Joaquim Grava. Nesta quinta-feira, os reservas foram os protagonistas em um jogo-treino contra o Ituano.

O confronto terminou com placar de 3 a 1 a favor do Timão: Lucca, Cristian e Isaac fizeram os gols. Outros destaques foram o lateral-esquerdo Uendel e o meia Guilherme, que se recuperaram de lesões, ficaram no banco ontem e participaram de todo o jogo-treino.
O Timão iniciou a atividade com Caíque, Warian, Jean, Léo e Uendel; Cristian; Bruno Paulo, Guilherme, Willians e Rildo; Lucca. O volante Jean foi improvisado na zaga porque Pedro Henrique e Balbuena foram titulares na quarta, e Vilson e Yago estão machucados.

Guilherme jogou mais adiantado, aproximando-se de Lucca, na posição em que mais gosta. O meia tentou triangulações, deu bons passes e deixou o atacante na cara do gol em um bom lance – Lucca driblou o goleiro, mas chutou na rede pelo lado de fora.

Uendel também se mostrou bem fisicamente e pronto para voltar ao time. Ele deve ser titular no jogo do próximo dia 12 contra o Santa Cruz, em Cuiabá, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Guilherme aguarda chance

Isaac entrou no segundo tempo e também não decepcionou. Fez seu gol e foi elogiado pela capacidade de finalização. Ainda à espera de sua estreia em jogos oficiais, ele pode ganhar uma chance do técnico Fábio Carille nas próximas partidas.
Com quem atuou ontem em campo, o Corinthians volta a treinar na sexta-feira, no CT Joaquim Grava.

Cristian em ação pelo Corinthians contra o Ituano (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)
















06/10/2016 18h36
No Corinthians, Cássio volta a treinar, e Yago realiza exames;
Goleiro faz primeiro trabalho em campo desde que deixou o time por lesão no ombro esquerdo, e zagueiro trata dores na coxa esquerda. Corinthians só volta a jogar dia 12


Por Diego Ribeiro

Cássio voltou aos treinos no Corinthians
(Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

O goleiro Cássio treinou com bola pela primeira vez desde que se afastou do Corinthians por dores no ombro esquerdo. Supervisionado pelo preparador de goleiros Mauri Lima, ele foi a campo nesta quinta-feira, fez uma leve atividade durante 20 minutos e não reclamou de incômodo.

A tendência é de que esteja à disposição para o jogo de 12 de outubro, contra o Santa Cruz, em Cuiabá. O técnico Fábio Carille afirmou que ele será o titular se estiver 100% – Walter tem jogado em sua ausência, com boa regularidade.

Além de Cássio, o departamento médico conta com mais quatro: o meia Danilo, que só volta a jogar em 2017, os zagueiros Vilson e Yago, e o meia Rodrigo Figueiredo, recém-promovido do sub-20.

Lesionado nesta quarta-feira, Yago fez exames para detectar a gravidade da lesão no músculo reto femoral da coxa esquerda. O resultado mais detalhado deve sair nesta sexta. Sem ele, Pedro Henrique formou dupla de zaga com Balbuena no resto da partida.

Vilson, por sua vez, está em fase de transição para o gramado depois de se recuperar de um estiramento muscular na coxa direita, mas não tem retorno certo contra o Santa Cruz. Já Rodrigo Figueiredo, promovido ao lado de Carlinhos, Léo Jabá e Warian, foi a campo pela primeira vez para iniciar trabalhos físicos. Ele vinha tratando também de uma lesão muscular.

O elenco do Corinthians volta a treinar na tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava. Com 42 pontos, o time é o oitavo colocado no Campeonato Brasileiro.

Jovem Rodrigo Figueiredo iniciou trabalhos no campo (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)












6/10/2016 16h43

Meia Rodriguinho reclama de erros contra o Timão e lamenta a queda de público
Meia do Corinthians diz que os erros de arbitragem contra a equipe alvinegra não ganham repercussão, o que atrapalha o clube: "Isso acaba influenciando o árbitro"


Por Diego Ribeiro

Rodriguinho em entrevista coletiva no Corinthians (Foto: Diego Ribeiro)

Um dia depois do Corinthians ser prejudicado de novo pela arbitragem e empatar sem gols contra o Atlético-MG, pelo Brasileirão, Rodriguinho concedeu entrevista coletiva no CT e lamentou os  erros de arbitragem contra a equipe.

Ontem, Gustavo teve gol legítimo  anulado Antes, em 3 jogos, o Timão sofreu gols em posição de impedimento ignorada.


– Sempre que acontece alguma coisa, o Corinthians é beneficiado. Vou até citar o jogo do Santos contra o Inter, que teve a expulsão do Lucas Lima. Vieram falar que a gente estava sendo beneficiado. Quando erram contra a gente, poucos falam, isso acaba influenciando o árbitro – disse Rodriguinho.

Com 42 pontos, o Corinthians é o oitavo colocado do Campeonato Brasileiro. Os próximos jogos são contraSanta Cruz, dia 12, em Cuiabá, e América-MG, dia 16, em casa.








Para quem chegou agora: os reservas do Corinthians ganharam um jogo-treino contra o Ituano por 3 a 1 no CT. Ao mesmo tempo, cerca de 20 torcedores fizeram um protesto contra a diretoria do lado de fora.



O jogo treino foi 3 a 1 para o Corinthians. Gols de Cristian, Lucca e Isaac.

FOTO: DANIEL AUGUSTO JR/AGÊNCIA CORINTHIANS



FOTO: DANIEL AUGUSTO JR. / AGÊNCIA CORINTHIANS










16:55

Ah, ainda tem jogo-treino rolando! 2 a 1 Corinthians, gols de Lucca e Cristian. #trsccp
"Ladrão, devolve o futebol do povão". Agora são 20 torcedores na manifestação. #trsccp 






Lucca empata para o Corinthians: 1 a 1. #trsccp

Cássio deixa o campo após breve treino com bola. #trsccp






Com dores na coxa esquerda, Yago faz exames nesta tarde. Ele deixou o jogo contra o Atlético ainda no primeiro tempo. #trsccp

A expectativa é de que Cássio volte a jogar contra o Santa Cruz, dia 12. Walter voltaria para o banco. #trsccp


Cássio faz primeiro treino com bola desde que deixou o time com dores no ombro esquerdo. Ele está com o preparador Mauri Lima. #trsccp
Corinthians: Caíque, Warian, Jean, Léo e Uendel; Cristian; Bruno Paulo, Guilherme, Willians e Rildo; Lucca. #

Recuperados de lesões, Uendel e Guilherme participam da atividade. #trsccp






Corinthians e Ituano em campo. Começou o jogo-treino. #trsccp







Em instantes, os reservas do Timão disputam jogo-treino contra o Ituano. Fique ligado!



Fim da entrevista coletiva do meia Rodriguinho. E aí, o que achou das respostas dele?



 "Até a metade do ano o temor era o mesmo, conseguimos resultados, com exceção dos jogos contra Audax e Nacional. A equipe se comportava de forma diferente, deixamos cair um pouco, mas o jogo contra o Atlético-MG nos trouxe um alento. Disputamos contra uma grande equipe, com uma vontade que a torcida nos cobrou e hoje apareceu. Temos de seguir assim para colocar medo nos rivais"


Rodriguinho fala sobre o G-6 do Brasileirão: "A responsabilidade de brigar pela Libertadores sempre foi a mesma, independentemente de ser G-6 ou G-4. Isso é importante para o planejamento do próximo ano, para diretoria, jogadores... Temos sempre a obrigação de estar em cima e brigar pelos primeiros lugares".


Walter x Cássio. Quem Rodriguinho prefere no gol? "Hoje você está meu amigo, né? (risos) Vou deixar isso para ele responder, não vou me meter. Os dois são grandes goleiros, isso é pepino para o treinador, não tenho nada a ver com isso. Ainda bem que não tenho que resolver essa bronca".


"Contra o Cruzeiro, mesmo vencendo, parte da torcida nos vaiou no final do jogo, ficamos sem resposta, sem saber o motivo. A gente está muito triste, é um momento complicado em termos de diretoria, saída de jogadores, mudanças de comissão... Temos de nos adaptar e voltar a ser aquele time acostumado com glórias", relembra o meia




"Estou tentando melhorar nessa parte de criação para que consigamos fazer os gols. Se caprichar mais um pouquinho, vamos melhorar bastante", completa o meia.


Rodriguinho fala sobre o esquema tático do Corinthians: "A repetição do time nos traz o entrosamento, movimentações que acabam se repetindo, mas no jogo a gente já sabe onde cada um gosta de se posicionar. Com o treinamento, isso melhora muito. Quanto ao meu posicionamento, encontramos uma forma de jogar. Um 4-1-4-1, com liberdade para eu e Giovanni chegarmos também. Estou me sentindo bem".



FALA, RODRIGUINHO!

O tema é Libertadores: "Temos duas possibilidades, primeiro pelo Brasileiro, ainda temos chances, teremos uma sequência interessante para tentar conquistar pontos. E tem também a Copa do Brasil. Esperamos encaixar a equipe, melhorar para que a bola comece a entrar. Podemos alcançar os dois objetivos".

Rodriguinho: "Quando erram contra nós, pouca gente fala. Quando erram a favor, todos falam". #trsccp



Nosso time já não está bom, agora a arbitragem todo jogo está nos prejudicando feio, enquanto isso os adversarios ainda saem reclamando como o Robinho ontem, e nossa diretoria/jogadores se calam[.


Rodriguinho na área. #trsccp




Boa tarde!! Dia de reapresentação no Corinthians, com jogo-treino contra o Ituano. Antes, Rodriguinho fala. #trsccp










Corinthians fará exames para saber se conta com zagueiro Yago. Pedro Henrique é opção 

Escalado como titular do Corinthians pelo técnico Fábio Carille, o zagueiro Yago deixou o jogo de ontem ainda no primeiro tempo na Arena Corinthians . Fora das condições ideais na noite de quarta-feira, o defensor pode ser um novo problema para o Corinthians no Campeonato Brasileiro.

Yago sentiu um desconforto no músculo reto femural da coxa esquerda e aguarda a realização de exames para saber da gravidade do problema. O próximo compromisso do Corinthians, válido pela 30ª rodada do Brasileiro, está marcado para as 21h45 (de Brasília) de quarta-feira, na Arena Pantanal, contra o Santa Cruz.

Com Yago impossibilidade de seguir na partida contra o Atlético-MG, o técnico Fabio Carille resolveu promover a entrada de Pedro Henrique, outro jogador formado nas categorias de base. Recuperado de contusão, ele voltou a ficar à disposição justamente na noite de quarta-feira.

O zagueiro Vilson é mais um que atualmente está sob os cuidados do departamento médico do clube. O outro defensor do elenco corinthiano é Léo,17 anos





Meia corinthiano lamneta erro da arbitragem e confia no Corinthians

O meia Marquinhos Gabriel, insatisfeito com a arbitragem de Rodolpho Toski Marques na noite desta quarta

Escalado como titular pelo técnico Fábio Carille, Marquinhos Gabriel participou dos 90 minutos O meia considerou que o Corinthians fez uma boa exibição.

“(As críticas) são justas, porque não estamos conseguindo vencer. Mas jogamos bem. Quem analisa, que é a comissão técnica, está vendo que jogamos bem. Só na última partida ficamos abaixo da média”, declarou.

Ainda no primeiro tempo, Marquinhos Gabriel recebeu lançamento de Camacho na ponta direita, levou até o fundo e cruzou para cabeçada certeira de Gustavo. Erroneamente o árbitro Rodolpho Toski Marques decidiu anular a jogada que resultou em gol.

“Achei que fomos merecedores da vitória. Tivemos um gol mal anulado. Agora, tem que falar também. Contra o Botafogo, já tínhamos tomado um gol em impedimento, então é hora de falar também”, protestou Marquinhos Gabriel.

Com 42 pontos, a três do G6, o Corinthians figura na oitava colocação do Campeonato Brasileiro. Na 30ª rodada do torneio, o Timão enfrenta o Santa Cruz às 21h45 (de Brasília) da próxima quarta-feira, na Arena Pantanal

“Vamos conseguir a vaga, sim. É só acreditar”, disse Marquinhos Gabriel, confiante. “Fizemos jogos bons e na minha opinião merecíamos vencer. Essa vaga vai chegar e vamos lutar enquanto tivermos chance”, completou.








Após ter tido seu primeiro gol roubado pela arbitragem, Gustavo está confiante no Corinthians

Centroavante corinthiano Gustavo teve gol legítimo mal anulado (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Gustavo chegou a comemorar o seu primeiro gol pelo Corinthians. Mas, teve sua alegria, roubada. Ao saber que a sua cabeçada certeira no primeiro tempo do empate por 0 a 0 com o Atlético-MG havia sido anulada e mal anulada pelo árbitro Rodolpho Toski Marques

“Não foi falta. Peguei a bola e o zagueiro só depois. Mas vou fazer o quê? Ele não voltaria atrás”, conformou-se Gustavo, que já tem sete jogos como corintiano e nem um gol marcado sequer. “Estou tranquilo. A diretoria, a comissão técnica e os meus companheiros estão me passando tranquilidade. Como sempre falo, tenho que trabalhar. Uma hora, a bola vai entrar”, acrescentou.







Tecnico Fabio Carile evita falar de erro do juiz e gostou da atuação do Corinthians 

“Já disse que não quero comentar sobre arbitragem. O presidente falou o mesmo ontemVamos procurar evitar e focar no Santa Cruz”, disse o técnico Fabio Carile, referindo-se ao próximo adversário do Corinthians pelo Campeonato Brasileiro.

Neste meio de semana, diante do Atlético-MG, os corinthianos foram prejudicados por um gol mal anulado do centroavante Gustavo, por suposta falta em Gabriel. “Aconteceu o lance do gol, que quero ver com mais tranquilidade. Tive a sensação de que foi gol. Estão falando também de uma penalidade em cima do Balbuena em um escanteio. De onde eu estava, não sei se foi”, citou Fábio Carille, quase esboçando uma reclamação.

Vamos trabalhar para os atacantes fazerem mais gols, mas seria muito mais preocupante se o time não estivesse criando. Saio daqui satisfeito com o desempenho da equipe


“Jogamos como gosto, com um meio-campo solto, com triangulações, com a equipe toda se apresentando no ataque. O que estamos trabalhando nos treinos está acontecendo nos jogos. Agora, precisamos trabalhar para ter mais tranquilidade nas finalizações e reverter as boas atuações em vitórias”, declarou Fabio Carille.


“Falar de elenco neste momento… É esse o que temos para trabalhar. É com esse grupo que vamos até o fim. Então, vamos trabalhar os caminhos para o time chegar mais à área e ter calma na hora da finalização”, conformou-se Fábio Carille.







CORINTHIANS SUB 20 enfrentará inter de porto alegre em confronto das oitavas da copa do brasil sub 20






Jovem meia corinthiano Fabricio Oya, 17 anos, está em lista do jornal inglês The Guardian, entre os 60 nomes de jovens jogadores com futuro promissor







Técnico corinthiano Fabio Carille ve jovem atacante Isaac com chances de debutar em breve.

- Isaac tem trabalhado bastante sério, é um jovem que busca seu espaço. Começou a ir para o banco agora e daqui a pouco pode aparecer uma oportunidade, porque trabalha sério e firme - declarou Fabio Carille.. O garoto alterna bons e maus momentos nos treinamentos 







Recuperado de contusão, meia Guilherme quer espaço no Timão

Conhecido por expor suas ideias com clareza, Guilherme falou após a partida. Lamentou os altos e baixos com Tite e Cristóvão Borges, admitiu que jogou com a lesão para não perder sua vaga no time e explicou, mais uma vez, onde se vê rendendo mais no campo.
– Estava em uma situação que poderia ser mais simples, mas justamente por não querer sair acabei me prejudicando e jogando com esse problema. Mas foram dias de torcedor, de observar de fora, internalizar algumas coisas. Estou de volta e pronto para ajudar – disse.


Guilherme vai participar de um jogo-treino dos reservas na tarde desta quinta, contra o Ituano, e está à disposição do técnico Fábio Carille para o jogo contra o Santa Cruz, dia 12, em Cuiabá.


Veja as principais respostas do meia corintiano:

FASE DO CORINTHIANS
– Em alguns jogos deixamos escapar vitórias por detalhes, mas algo que as pessoas deixaram de falar é que mudamos muito, e quando estávamos reencontrando um novo modelo a comissão saiu, foi mais uma remontagem. Tem sido um ano difícil, mas a gente cresce e logo retoma caminho de vitórias e títulos.



Estava em uma situação que poderia ser mais simples, mas justamente por não querer sair acabei me prejudicando e jogando com esse problema. Mas foram dias de torcedor, de observar de fora, internalizar algumas coisas
Guilherme

SAÍDA DO TIME
– Quando cheguei fui fazer uma função de 4-1-4-1 que nunca tinha feito na minha vida, sofri para poder fazer, fui cobrado por uma melhora ofensiva, mas como eu marcava muito tinha dificuldade. Aí saí do time, e quando retornei foi com um ajuste. Aí sim, no lugar perfeito para mim, ideal, com dois volantes por trás. Joguei sete ou oito jogos dessa forma em crescente, evolução muito boa. E de repente eu saí, não sei porque saí até hoje. Não foi tecnicamente, taticamente, não foi um motivo dentro do campo, talvez só uma opção.
PERÍODO NO BANCO
– Fiquei durante três meses no banco e nunca entrei em função confortável. Como titular fiz falso 9 em três jogos antes de me machucar, e a lesão acabou interrompendo a sequência. Agora estou pronto para ter oportunidade de retomar.








Técnico Fabio Carille gostou do futebol do Corinthians em jogo que foi prejudicado pela arbitragem
Ontem o Corinthians foi prejudicado pela arbitragem após ter um gol legal anulado e o técnico Fábio Carille ficou satisfeito com o desempenho da equipe alvinegra.

Após a partida, o comandante avaliou que o Timão está no caminho certo - principalmente no que se refere à criação. Carille exaltou as chances criadas pelos donos da casa e afirmou que é necessário lapidar os atacantes para que aproveitem as oportunidades que surgirem.

- Nossa preocupação no primeiro tempo, que tornou o jogo perigoso, foram erros de passes simples. Mas corrigimos, crescemos e controlamos o jogo. Claro que preocupa não vencer, é trabalhar os atacantes para quando tiver chance fazer os gols. Mas seria pior se não estivéssemos criando. Foram 19 finalizações contra 11 de um adversário forte - afirmou o treinador.

- Sensação triste pelo resultado, mas feliz pelo rendimento. Tudo o que estamos trabalhando nos jogos está acontecendo, e chegamos com muita gente dentro da área. Agora é trabalhar mais com os atacantes para podermos transformar isso em vitórias. Mostrar os caminhos e ter calma - acrescentou.

Carille tentou tirar a responsabilidade das costas de Gustavo. Em noite inspirada, o atacante de 22 anos teve gol mal anulado pelo árbitro Rodolpho Toski Marques e ainda parou três vezes no goleiro Victor. O treinador elogiou os esforços do menino, mas reconheceu que ele ainda precisa amadurecer.

- Todos os jogadores que chegaram desde que estou aqui sempre tivemos mais paciência para colocar. Castan, Romarinho, Paulinho... Com o Gustavo, pela necessidade, aceleramos o processo. Sempre buscamos um 9 e ele chegou para ser o 9 depois que André e Luciano não deram resposta que esperávamos. Hoje ele melhorou bem, fez pivô, parou a bola e vai melhorar o dia a dia. Ele não precisa desse peso de ter que fazer gol - explicou Carille.

Agora, o Corinthians terá uma semana de folga para se preparar para o duelo contra o Santa Cruz, no Arruda, válido pela 30ª rodada da competição. O tempo será fundamental para Carille trabalhar com seus atacantes, já que o Timão precisa vencer para seguir na briga por uma vaga na Libertadores.

- Dos cinco jogos que dirigi só fomos muito abaixo contra o Botafogo. É manter o que vem sendo feito e procurar fazer os gols quando tivermos oportunidade - encerrou o comandante alvinegro.