1 de out de 2016

CORINTHIANS 01/10/2016











01/10/2016 19h09
Técnico Fabio Carille mantém Corinthians em briga por Libertadores: "Não desistimos"
Técnico reitera confiança no elenco Primeiro tempo abaixo da média será alvo de correções na equipe


Por Vicente Seda
Para o técnico Fábio Carille o Corinthians  ainda tem condições de brigar por uma vaga na Taça Libertadores da América

– Tem 30 pontos a disputar, faltam dez rodadas, e estamos na briga. Não desistimos, não, ainda vamos brigar pelas primeiras posições – avisou Carille, em entrevista coletiva.

Fábio Carille orienta Corinthians contra o Botafogo: time foi abaixo da média (Foto: André Durão)

Apesar da confiança, o técnico admitiu que viu um Corinthians abaixo da média. Principalmente no primeiro tempo, quando mal ficou com a bola e sofreu os dois gols que decidiram o resultado
– O nosso primeiro tempo foi muito abaixo, muito desarme, pouca finalização, entramos com a atenção bem baixa. Nos últimos jogos criamos várias oportunidades, e hoje não conseguimos render o esperado. Tentamos motivar, mas o primeiro tempo foi muito abaixo – analisou Carille.
A derrota fez o Corinthians estacionar nos 41 pontos, a sete do  quarto colocado, e cinco do quinto. Longe do G-4, o Timão pode ver o grupo de classificados à Libertadores se estender e formar o chamado G-5.

Tudo depende de uma reunião do Comitê Executivo da Conmebol, neste domingo, que vai redistribuir algumas vagas na competição.

Enquanto não tem essa garantia, o Corinthians pensa no jogo da próxima quarta-feira contra o Atlético-MG, às 21h (horário de Brasília), na Arena Corinthians. Rodriguinho e Giovanni Augusto voltam de suspensão. Romero, por sua vez, está fora pelo terceiro cartão amarelo.


Veja outras respostas de Fábio Carille:

Temos de chegar a 60, 61 pontos, se for G-5 talvez até menos, e temos a Copa do Brasil que é mata-mata. Não aconteceu nada de anormal, só a nossa baixa concentração

Fábio Carille


OPÇÃO NO MEIO-CAMPO
– Tínhamos a opção de começar com o Marquinhos por dentro, mas não funcionou da forma como a gente imaginava. A resposta das alterações não foi a que a gente esperava. Temos de trabalhar, motivar, procurar fazer com que o time jogue fora da mesma forma que joga em casa, conseguindo se impor.


META LIBERTADORES
– Está em aberto, são 30 pontos a disputar. Temos de chegar a 60, 61 pontos, se for G-5 talvez até menos, e temos a Copa do Brasil que é mata-mata. Não aconteceu nada de anormal, só a nossa baixa concentração.


QUALIDADE DO ELENCO
– É um grupo jovem, um ano que aconteceu muitas coisas. Saíram seis de uma vez, depois Felipe, Elias, então muitas vezes acho que a cobrança é mais do que se deve. Mas sabemos da qualidade do grupo.









O Timão volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Atl-MG, às 21h (de Brasília), na Arena Corinthians




Atuações do Corinthians: defesa falha, e Marquinhos Gabriel perde pênalti

Fagner, Yago e Balbuena vão abaixo da média, neste sábado. Meia tem maior chance, mas Sidão defende cobrança com facilidade

Por GloboEsporte.com


Yago

Atuação abaixo da média, sem confiança. Em vez de ir para uma dividida, tentou chutão para longe e foi surpreendido Bateu cabeça com Balbuena no posicionamento defensivo durante boa parte do jogo. Nota: 4,

Yago disputa jogada pelo Corinthians: defesa não foi bemFoto: André Durão / GloboEsporte.com)


Marciel
De volta ao Corinthians após oito meses de empréstimo , o volante entrou e não conseguiu ser o articulador do meio-campo alvinegro. Bem marcado e sem ritmo, foi presa fácil na marcação dos volantes do Nota: 5


Marquinhos Gabriel
Sem Rodriguinho e Giovanni Augusto, coube a ele ser o principal nome do setor ofensivo corintiano. Pegou pouco na bola e sempre parou na marcação rival. Para piorar, perdeu um pênalti que poderia dar sobrevida ao Corinthians no jogo. Sidão defendeu. Nota: 4,5


Gustavo
Entrou no segundo tempo para tentar dar mais consistência ao ataque, mas repetiu o filme de jogos passados: muita disposição, poucas chances e quase nenhum toque na bola. Nota: 5


AS NOTAS:


Walter [GOL]: 6
Fagner [LAD]: 4,5
Yago [ZAG]: 4,5
Balbuena [ZAG]: 5
Guilherme Arana [LAE]: 6
Willians [VOL]: 5,5
Camacho [MEC]: 5,5
Marciel [MEC]: 5
(Lucca [ATA]): 5,5
Marquinhos Gabriel [MEC]: 4,5
(Rildo [ATA]): sem nota
Marlone [MEC]: 6
Romero [ATA]: 5,5
(Gustavo [ATA]): 5




Goleiro corinthiano Walter fala pos jogo
- A gente fez um baita jogo difícil contra o Cruzeiro na quarta (pela Copa do Brasil), agora já tinha jogo, o cansaço está pegando, mas tem que continuar trabalhando. O trabalho está sendo bem feito na medida do possível. Ter essa derrota aqui fora seria normal pela situação do Botafogo, mas não podemos perder desse jeito - reclamou o goleiro, após a partida.

Ainda sem a definição de como serão divididas as novas vagas para a Libertadores, por enquanto o quarto lugar pega a última vaga ao torneio pelo Brasileiro. E o Corinthians afastou-se do grupo, pois agora está a sete pontos A distância preocupa Walter.

- A gente está se afastando a cada jogo do G4, está ficando difícil. O primeiro tempo foi muito abaixo, no segundo tivemos chance de fazer de pênalti, mas erramos, nossos erros estão custando caro. O primeiro tempo foi muito abaixo, mas o segundo foi bom - acrescentou.

Com 41 pontos, o Timão é o sétimo colocado do Brasileiro. O próximo jogo será na quarta-feira, contra o Atlético-MG, terceiro colocado, na Arena Corinthians.









NÚMEROS GERAIS DE bot x CORINTHIANS:

– Dados Footstats
Posse de bola do Botafogo: 45,6%
Posse de bola do Corinthians: 54,4%
Finalizações certas do Botafogo: 4
Finalizações certas do Corinthians: 2
Finalizações erradas do Botafogo: 5
Finalizações erradas do Corinthians: 3
Cruzamentos certos do Botafogo: 2
Cruzamentos certos do Corinthians: 3
Cruzamentos errados do Botafogo: 9
Cruzamentos errados do Corinthians: 25
Passes certos do Botafogo: 261
Passes certos do Corinthians: 399
Passes errados do Botafogo: 34
Passes errados do Corinthians: 34
Lançamentos certos do Botafogo: 14Lançamentos certos do Corinthians: 10
Lançamentos errados do Botafogo: 28
Lançamentos errados do Corinthians: 22
Desarmes certos do Botafogo: 21
Desarmes certos do Corinthians: 14
Faltas cometidas pelo Botafogo: 21
Faltas cometidas pelo Corinthians: 16











Tecnico do Timão ainda crê: 'Estamos na briga'


Fabio Carille lamenta atuação ruim, mas diz que Corinthians ainda pode brigar pelos primeiros lugares



Fabio Carille, técnico interino do Timão

(Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)




































O próximo jogo do Timão será contra o Atlético-MG, na quarta-feira (05), na Arena Corinthians



18h25 01/10/2016 - Agência Corinthians
Na tarde deste sábado (01), o Corinthians foi derrotado por 2 a 0 para o Botafogo no estádio Luso Brasileiro. O duelo foi válido pela 28ª rodada do Brasileirão 2016.

No primeiro tempo, o Corinthians não conseguiu furar o bloqueio defensivo imposto pelo Botafogo. Com isso, o time carioca aproveitou os contra-ataques e marcou dois gols no Timão, com Neílton e Diogo Barbosa.
No segundo tempo, o Timão continuou buscando um resultado positivo no Luso Brasileiro, mas continuou esbarrando na defesa do Botafogo. Aos nove minutos, Marquinhos Gabriel teve chance de diminuir o placar em cobrança de pênalti, mas não converteu.

Mesmo lutando até o fim do jogo, o Corinthians não conseguiu igualar o placar. Agora, o próximo jogo do Timão será contra o Atlético-MG, na quarta-feira (05), na Arena Corinthians, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Hoje, o Corinthians expôs falhas defensivas da dupla de zaga composta por Yago e Balbuena e a falta que Rodriguinho faz na criação do meio-campo.

O primeiro tempo foi de amplo domínio do time da casa. Incisivo com Diogo Barbosa no meio, o Botafogo era superior ao Corinthians, que atuava mais resguardado, esperando uma bola. Vinícius Tanque - que ganhara a vaga de Canales - já havia desperdiçado ótima chance. Aos 23 minutos, Neilton recebeu passe do camisa 9 alvinegro - que estava em IMPEDIMENTO - e fez

Botafogo na frente. A partir do gol, o Timão tentou adiantar as linhas. Marlone era participativo, compensando o sumiço de Marquinhos Gabriel. Mas, aos 38 minutos, em bobeada de Fagner, que cortou mal a bola, Diogo recebeu livre, pela esquerda, para acertar linda finalização no ângulo de Walter.

As falhas defensivas corintianas ficavam ainda mais evidentes com a velocidade de Neilton, que foi um dos melhores da etapa inicial. Balbuena e Yago batiam cabeça, com Willians não conseguindo proteger e congestionar o meio. O Botafogo era melhor e virava o primeiro tempo vencendo por 2 a 0 na Ilha.

Para o segundo tempo, Carille inverteu os lados dos dois pontas, com Marlone caindo pela direita. Foi em chute dele pelo setor que, aos 8 minutos da etapa final, a bola bateu no braço de Emerson. Pênalti para o Corinthians. Era a chance de botar fogo no jogo. Mas do outro lado tinha Sidão. o arqueiro botafoguense defendeu cobrança de Marquinhos Gabrie.

O pênalti perdido foi um balde de água fria no Timão. O ataque seguiu pouco efetivo, mesmo com a entrada de Lucca. Romero, bem marcado por Carli, não teve chance de finalização no jogo. Nem mesmo Gustavo conseguiu dar maior presença no ataque. Enquanto isso, Jair Ventura reorganizou o meio, encaixou a trinca de volantes com Dudu Cearense, protegendo bem o sistema defensivo.

No final das contas, um Corinthians que pouco agrediu, até certo modo apático, contra um Botafogo intenso e enérgico, ainda mais por jogar em casa. Não deu outra: o Glorioso venceu por 2 a 0 e colou no bola de cima do Brasileirão.




FICHA TÉCNICA
bot 2 X 0 CORINTHIANS
Brasileiro 2016 28ª rodada
Local: Arena Luso Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ)
Data-hora: 1/10/2016, às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Vieira (RN)
Auxiliares: Flávio Barroca (RN) e Vinícius Lima (RN)
Renda/Público: R$ 254.440,00 / 9.123 presentes
Cartões amarelos: Joel Carli, Victor Luis, Bruno Silva e Dudu Cearense (BOT); Fagner, Romero, Lucca e Marquinhos Gabriel (COR).
Cartão vermelho: Não houve.
GOLS: Neilton (1-0, 23'/1ºT) e Diogo Barbosa (2-0, 38'/1ºT)

bot 1Sidão, 4Alemão, 3Carli, 2Emerson e 6Victor Luis; 8Bruno Silva, 5Rodrigo Lindoso, 11Diogo Barbosa (18-Rodrigo Pimpão 4'/2ºT), 10Camilo e 7Neilton (16Dudu Cearense 16'/2ºT): 9Vinícius Tanque (23Luis Henrique 32'/2ºT) - Técnico: Jair Ventura. +12-Helton Leite, 13-Diego, 14-Emerson Silva 15-Renan Fonseca,  17-Leandrinho, 19-Canales, 20Gege, 21-Gervasio Nunes, 22-Dierson

CORINTHIANS: 27-Walter, 23-Fágner, 3-Yago, 4-Balbuena e 13-Guilherme Arana; 5-Willians; 29-Camacho, 22-Marciel (30-Lucca - Intervalo) e  31-Marquinhos Gabriel (19-Rildo 35'/2ºT),  8-Marlone; 11-Romero (9-Gustavo 21'/2ºT) - Técnico: Fábio Carille.
+ 1-Matheus Vidotto, 14-Léo, 32-Léo Príncipe, 33-Warian, 16-Cristian, 21-Jean, 28-Isaac, 18-Léo Jabá, 

CORINTHIANS DE NOVO PREJUDICADO POR ARBITRAGEM QUE VALIDOU GOL IMPEDIDO DO ADVERSARIO




Corinthians goleia Guarani e se classifica para oitavas do Paulistão Sub-20



Com hat-trick de Carlinhos e dois gols de Fabricio Oya, Alvinegro alcançou os 40 pontos e está na segunda fase da competição estadual




Na tarde deste sábado (01), o Corinthians garantiu sua classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista Sub-20. No Estádio Rubro-Negro, em Itatiba, o Timãozinho goleou o Guarani por 5 a 2 e, com uma rodada de antecedência, garantiu seu lugar nas oitavas-de-final da competição estadual. Os comandados do técnico Osmar Loss chegaram aos 40 pontos em 19 jogos e assumiram a segunda colocação do Grupo 3.


O Corinthians abriu o placar aos oito minutos do primeiro tempo. Pedrinho descolou um lindo passe para Carlinhos – que desceu do profissional para reforçar o Sub-20 nesta partida – e ele tocou por cobertura, na saída do goleiro, para fazer um golaço. O Guarani empatou três minutos depois. Aos 25, o Timão voltou a ficar na frente. Em uma jogada cheia de passes pela esquerda, Fabricio Oya tocou para Carlinhos dominar com a perna direita e bater com a esquerda para o fundo do gol. No fim da etapa inicial, aos 39, Carlinhos chegou ao hat-trick. Pedrinho tocou entre os zagueiros para o camisa 9 driblar o goleiro e fazer seu terceiro gol na partida – e o terceiro do Alvinegro.


No segundo tempo, aos sete minutos, Fabricio Oya ampliou. Em falta sofrida por Pedrinho, pela esquerda, ele bateu forte e guardou seu quarto gol de falta na competição estadual. Três minutos depois, Geovani tocou para Fabricio Oya, que, de fora da área, acertou o ângulo esquerdo do goleiro do Guarani, anotando um golaço: 5 a 1 para o Corinthians. O adversário descontou, aos 16 minutos.

Carlinhos falou sobre a boa atuação que teve. “Graças a Deus, pude contribuir para a classificação da equipe. Estou muito feliz com o meu desempenho”, afirmou o atleta. “Agora, na nova etapa da minha vida, agora no profissional, espero dar muitos títulos para a torcida corinthiana”, complementou.


Autor de dois golaços, Fabricio Oya falou da emoção de voltar a marcar – a última vez havia sido no dia 11 de junho, na vitória por 6 a 0 contra o Taubaté, quando ele fez três gols. “É sempre bom fazer gols. O primeiro, de falta, é algo que eu tenho trabalhado para melhorar cada dia mais. Já o segundo, de fora da área, é algo que me cobram para que eu arrisque mais e, felizmente, acertei hoje”, disse o meia.


Na próxima rodada, sábado (08), às 15h, o Alvinegro recebe o Atibaia, no Estádio Alfredo Schürig, a Fazendinha.


Corinthians

Filipe; Guedes, Del’Amore, João Victor, Geovani; Renan Areias, Dawhan, Mantuan, Fabricio Oya (Carlo); Pedrinho (Rafael Bilu) e Carlinhos (Dudu)


Técnico: Osmar Loss


1/10/2016 07h15

De olho no G-5, Corinthians busca vencer Botafogo no Rio


Possível mudança no número de vagas para a Libertadores 2017 faz Timão tratar partida no Rio de Janeiro como decisiva.


Por Carlos A. Ferrari e Diego Ribeiro


Fabio Carille tenta 1ª vitória no Brasileiro com ele no comando (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)



A possibilidade do G-4 do Campeonato Brasileiro virar G-5 encheu o Corinthians de esperança de, pelo menos, terminar a temporada com uma vaga na Taça Libertadores de 2017. Antes mesmo da alteração ser confirmada pela Conmebol, o Timão passou a tratar como fundamental a partida contra o Botafogo, neste sábado, às 16h30, no Rio de Janeiro.


A tabela explica a importância que o jogo ganhou nos últimos dias. O Corinthians aparece na sétima colocação, com 41 pontos, apenas dois abaixo do quinto neste momento.


As decisões sobre a nova distribuição das vagas na Libertadores e confirmação da final única serão feitas apenas na reunião do Comitê Executivo da Conmebol, neste domingo, em Bogotá.


– O jogo ganha (uma importância maior) porque abriu a possibilidade de uma quinta vaga para a Libertadores. Fica muito mais acirrado o campeonato, e a gente precisa vencer de qualquer maneira – afirmou Marquinhos Gabriel.




Walter


vai ser titular do Timão mais uma vez


(Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Sem Rodriguinho e Giovanni Augusto, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o Corinthians terá um meio de campo com mais poder de marcação. Willians entra como primeiro volante, enquanto Marciel tem mais liberdade para se aproximar dos atacantes. Camacho completa o setor.


A responsabilidade ofensiva está nos pés de Marquinhos Gabriel, Marlone e Romero. O paraguaio quebrou a série de 13 partidas sem marcar no ano e se firmou como titular na disputa com o recém-contratado Gustavo.

Veja as informações do Corinthians para a partida de sábado contra botafogo


Data e horário: sábado, às 16h30 (de Brasília)


Escalação provável: Walter, Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Willians; Marquinhos Gabriel, Camacho, Marciel e Marlone; Romero.


Desfalques: Cássio, Uendel, Danilo, Bruno Paulo, Guilherme, Vilson, Giovanni Augusto e Rodriguinho


Pendurados: Balbuena, Vilson, Guilherme, Uendel, Pedro Henrique e Romero


Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira (RN), Flavio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)




















Há 19 anos, Edílson estreava com a camisa do Corinthians contra o Bragantino

No Timão, Edílson jogou em 164 oportunidades e marcou 55 gols

10h00 01/10/2016 - Agência Corinthians










© Ricardo Corrêa/Placar



Há 19 anos, um dos maiores atacantes da história do Corinthians vestia pela primeira vez o manto sagrado. Edílson da Silva Ferreira, ou apenas Edílson “Capetinha” estreava no Timão na vitória por 2 a 0 contra o Bragantino, no estádio do Morumbi, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro de 1997.



Titular desde o início do duelo, Edílson fez dupla de ataque com Mirandinha, que marcou o segundo gol alvinegro no duelo. O primeiro foi marcado pelo zagueiro Sangaletti.



Conhecido pela sua habilidade e velocidade dentro de campo, Edílson ganhou quatro títulos com a camisa do Corinthians. O bicampeonato brasileiro nos anos de 1998 e 99, um Campeonato Paulista em 1999 e o Mundial de Clubes FIFA em 2000.



Entre os inúmeros lances inesquecíveis com a camisa do Timão, Edílson marcou dois gols contra o Real Madrid, em jogo válido pelo Mundial de Clubes FIFA, realizado no Morumbi. Um deles foi uma pintura. Após dar uma caneta no zagueiro merengue Christian Karembeu, Edílson invadiu a área e chutou no canto do goleiro adversário. Tal lance ficou eternizado na história alvinegra e marcou pra sempre a passagem do ex-atacante com a camisa corinthiana.



Além das conquistas e lances memoráveis, Edílson vestiu o manto sagrado em 164 oportunidades e marcou 55 gols.


Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.




















Marciel volta ao Timão, se recupera e tem nova chance

Volante não joga há exatos quatro meses, quando ainda defendia o Cruzeiro. Neste sábado, terá uma nova chance no Corinthians: será titular no confronto com o Botafogo

Marciel voltou à rotina de treinos


(Foto: Rodrigo Gazzanel/AgenciaCorinthians)





Marciel realizou trabalhos específicos preparados pela comissão técnica


(Foto: Daniel Augusto Jr)


Marciel em treino com Jean, outro volante do Timão


(Foto: Daniel Augusto Jr)





Marciel voltou em setembro


Marciel tem seis jogos e um gol no time profissional do Timão


Foto: Ari Ferreira)


O volante Marciel terá neste sábado, a partir das 16h30, na partida contra o Botafogo, uma nova chance para mostrar seu potencial no Corinthians. Ele voltará a atuar depois de exatamente quatro meses, já que seu último jogo foi no dia 1º de junho, ainda pelo Cruzeiro, na quinta rodada do Brasileirão. Coincidentemente, o adversário na ocasião foi justamente o Botafogo.


Sem espaço no Corinthians, Marciel foi emprestado ao clube mineiro até o fim desta temporada, em negociação que envolveu o também volante Willians. No entanto, ele não conseguiu ter uma sequência, ainda sofreu uma lesão no joelho esquerdo e foi devolvido ao Timão no mês passado. Ao todo, fez apenas cinco jogos pelo Cruzeiro.


Quando retornou à rotina de treinos no CT Joaquim Grava, Marciel estava acima do peso. A comissão técnica preparou atividades para o jogador recuperar a forma. O volante correspondeu e ganhou uma nova oportunidade, já como titular.



Marciel e Willians substituirão os suspensos Rodriguinho e Giovanni Augusto – o restante da equipe é o mesma que venceu o Cruzeiro na quarta-feira, pela Copa do Brasil. Marciel atuará na linha de quatro atrás de Romero, enquanto Willians ficará à frente da zaga.


Com a nova chance, Marciel voltará a atuar pelo Timão após praticamente um ano. O último jogo dele pelo clube foi na campanha do título brasileiro de 2015, dia 9 de setembro, no empate por 1 a 1 com o Grêmio, na Arena Corinthians.


Revelação das categorias de base do clube, Marciel atuou seis vezes no time profissional, inclusive como titular em um clássico contra o Palmeiras, e tem um gol marcado, diante do Fluminense pelo Brasileirão de 2015. Hoje aos 21 anos, ele quer deixar de ser apenas uma promessa.