20 de set de 2016

CORINTHIANS 20/09/2016







Corinthians para amanhã contra FluminenC

Competição: jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil (ida: Fluminense 1x1 Corinthians)

Local: Arena Corinthians, em São Paulo

Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)
Escalação provável do Corinthians: Cássio, Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho; Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone; Romero.
Desfalques: Jean, Gustavo, Guilherme, Bruno Paulo, Pedro Henrique, Uendel e Vilson 









Cássio comemora marca de 250 jogos pelo Corinthians: “Fico muito feliz em fazer parte da história”

Goleiro do Timão alcançará expressivo feito contra o Fluminense pelas oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta (21), na Arena Corinthians


18h20 20/09/2016 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agencia Corinthians


Após o treino do Corinthians na tarde desta terça-feira (20) no CT Dr. Joaquim Grava, o goleiro Cássio conversou com a imprensa em entrevista coletiva. Prestes a completar 250 jogos com o manto alvinegro, o camisa 12 não escondeu a felicidade de alcançar a histórica marca pelo Timão.

“Fico muito feliz por ter atingido essa marca. Estava tão envolvido nos jogos que não prestei atenção nos números. Desde que cheguei, no fim de 2011... Então, fico muito feliz em fazer parte da história", disse Cássio, que chegará aos 250 jogos no gol do Corinthians nesta quarta-feira (21) contra o Fluminense, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Titular nos treinos comandados pelo técnico Fábio Carille, Cássio destacou a importância de um bom resultado contra a equipe carioca. Para o goleiro, a classificação para a próxima fase é de grande importância para a equipe no restante da temporada.

“Nós precisamos desta classificação na Copa do Brasil para darmos confiança ao time, para ganharmos moral. É fundamental nós passarmos de fase, e vamos fazer de tudo para conseguir a classificação contra o Fluminense”, completou o goleiro alvinegro.

Corinthians e Fluminense se enfrentam às 21h45 na Arena Corinthians. Com o empate em 1 a 1 na partida de ida no Rio de janeiro, o Timão garante a classificação para as quartas de final com uma vitória simples ou empate sem gols.











20/09/2016 21h00

STJD interdita setor da Arena Corinthians após briga no clássico
Setor Norte do estádio, destinada às torcidas organizadas, é fechada em decisão do tribunal nesta terça-feira. Punição já vale para a partida de domingo, pelo Brasileirão


Por GloboEsporte.com


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) interditou nesta terça-feira o setor Norte da Arena Corinthians, local em que se concentram as torcidas organizadas. A decisão já vale para a partida diante do Fluminense, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

A punição acontece depois de uma denúncia da procuradoria em virtude dos confrontos entre torcedores do Timão e policiais militares no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro.

De acordo com a decisão, o Corinthians também fica proibido de vender ou ceder ingressos para os integrantes das torcidas organizadas Gaviões da Fiel e Estopim da Fiel em qualquer outro setor da Arena até que o processo seja julgado pelo STJD.

A interdição é válida até que o clube comprove que o setor Norte está em condições de segurança e com os devidos consertos das partes danificadas na confusão. A diretoria do Corinthians ainda não se manifestou.






Técnico Osmar Loss aguarda a lista de quem sobe no Timão; veja cotados
Meia Rodrigo Figueiredo deve puxar a fila de jogadores promovidos ao profissional. Técnico aguarda os pedidos do departamento de futebol: "Ainda não tem nomes"


Por Marcelo Braga
Muitos jovens jogadores do Corinthians chamaram a atenção do profissional, e podem passar a compor os treinamentos do time agora comandado pelo interino Fábio Carille.

O técnico Osmar Loss brincou que não ficará chateado caso tenha a sua equipe desfalcada para as disputas do Paulistão e da Copa do Brasil da categoria, onde o time estreia na próxima terça-feira, contra o Joinville.

– Ainda não sabemos (quem vai subir). Espero que sejam muitos que subam ao profissional. A promoção de um atleta é feita sempre do pedido do profissional. Se estiver nos planos deles, eles devem chamar a gente para dar opiniões. Ainda não tem nomes – disse o treinador.

Do time titular, quatro jogadores estão em último ano de sub-20: os volantes Dawhan e Warian, o atacante Lauder e o meia Rodrigo Figueiredo, que não atuou nos dois jogos da final por conta de uma lesão muscular. Favorito a subir, o meia deve ser o primeiro integrado, já nos próximos dias.

Apesar de serem mais novos, com apenas 18 anos, o meia Fabricio Oya e o atacante Léo Jabá também são candidatos à promoção. Assim como o zagueiro Vinicius Del'Amore e o atacante Carlinhos, ambos de 19 anos.



















Corinthians sub 20 não aproveita vantagem do gol fora em final do Brasileiro sub 20

(Foto: Ricardo Moreira/LANCE!Press)











Gabriel Carneiro
20/09/2016
21:07
Time da casa pressionado, estádio cheio, canto de torcida contra diretoria, visitante precisando partir para cima em busca do resultado, técnico da Seleção nas tribunas, reunião de camisas pesadas do futebol brasileiro... E quem viveu todo esse clima nesta terça-feira, na Arena Corinthians, não foi nenhum veterano, e sim os meninos de 19, 18, 17, até 16 anos de Corinthians e Botafogo, que disputaram o jogo de volta da final do Campeonato Brasileiro sub-20 na Arena Corinthians.
Com bom público na Arena Corinthians, surpreendente para um jogo da base, o Corinthians tentou mostrar logo cedo suas credenciais, principalmente com Lauder. O atacante, porém, parou primeiro em boa defesa de Diego e depois na arbitragem, ao cometer falta no zagueiro Marcelo após lançamento de Léo Jabá e ter o gol anulado. Na terceira tentativa com perigo, Fabricio Oya recebeu cruzamento rasteiro, ajeitou e bateu bem, mas por cima do gol. O Corinthians mostrava organização e disciplina, apesar dos problemas na tomada de decisão. Normal, até por serem garotos em formação.

O Botafogo aproveitou os problemas ofensivos do Corinthians e abriu a contagem no finzinho do primeiro tempo, em bela jogada. Após passe de Gustavo Bochecha e impressionante corta-luz de Matheus Fernandes, Yuri ajeitou com precisão e bateu no cantinho do goleiro Filipe, que caiu mal no lance.
O Timão foi pra cima no segundo tempo. Léo Jabá quase empatou após cruzamento da direita, mas Diego desviou e a bola bateu no travessão antes de sair. Tranquilo em campo, o Botinha segurou a pressão dos alvinegros de São Paulo e achou espaço para ampliar a vantagem aos 27 minutos do segundo tempo, quando Marcinho bateu falta pela esquerda e Kanu completou
O Botafogo perdeu um pênalti aos 45 minutos do segundo tempo e o Corinthians fez um gol, mas estava impedido aos 48

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 2 bot
final
Local: Arena Corinthians

Data-hora: 20 de setembro de 2016 (terça-feira), às 19h (de Brasília)
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Auxiliares: Daniel Paulo Ziollu  e Fabio Rogerio Baesteiro
Gols: Yuri 45’ 1ºT (0-1) e Kanu 28’ 2ºT (0-2)
Renda/público: 11.425/R$ 184.317,50
Cartões amarelos: Warian e Vinicius Delamore (COR) Matheus Fernandes (b)

CORINTHIANS: Filipe; Samuel (Rafael Bilu 33' 2T), Thiago, Del’Amore e Carlo; Warian (Renan 30' 2T), Dawhan, Mantuan e Fabricio Oya (Carlinhos 16' 2T); Lauder (Pedrinho 17' 2T) e Leo Jabá Técnico: Osmar Loss

bot: Diego; Marcinho, Marcelo, Kanu e Victor Lindenberg; Gustavo Bochecha; Yuri, Matheus Fernandes (Rickson 39' 2T), Alison (Jordan 28' 1T) e Pachu (Mateus Jorge 35' 2T); Gorne Técnico: Eduardo Barroca

Timão relaciona 19 jogadores para decisão contra o Flu
Guilherme, Pedro Henrique, Rildo, Uendel e Vilson não estão à disposição para o duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, na Arena Corinthians

20/09/2016 19:55
O novo técnico do Corinthians, Fábio Carille, divulgou nesta terça-feira a sua primeira lista de relacionados. Com desfalques, ele levará 19 jogadores para a partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, Corinthians contra Fluminense, na Arena Corinthians.

O Timão não poderá contar nesta decisão com Guilherme, Pedro Henrique, Rildo, Uendel e Vilson, todos no departamento médico. Nesta terça o clube divulgou que o lateral-esquerdo sofreu uma contratura na coxa direita, enquanto Vilson tem estiramento no músculo posterior da mesma coxa.

Fábio Carille também não poderá usar o atacante Gustavo e o volante Jean, recém-contratados, que já disputaram a Copa do Brasil por seu ex-clubes.

Em busca de uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o Corinthians deve ir a campo com: Càssio, Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone; Romero.

- Confira abaixo os relacionados do Corinthians:

Goleiros: Cássio, Walter e Caique França.
Laterais: Fagner, Guilherme Arana e Léo Príncipe.
Zagueiros: Yago, Balbuena e Léo
Volantes: Camacho, Cristian e Willians.
Meias: Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone;
Atacantes: Romero, Isaac e Lucca.









Meia corinthiano Danilo visita CT e dá força ao Corinthians antes de duelo decisivo

Três semanas após sofrer lesão e passar por cirurgia, Danilo visitou as instalações do clube, agradeceu mensagens de apoio e garantiu que voltará '100%' na próxima temporada

Danilo passou por uma cirurgia na perna direita e só voltará aos gramados em 2017, mas isso não o impediu de demonstrar apoio ao Corinthians antes do duelo decisivo com o Fluminense, que vale vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta terça-feira, véspera da decisão, o camisa 20 foi ao CT Joaquim Grava, onde foi avaliado pelo Departamento Médico do clube, reviu os companheiros e aproveitou para mandar um recado à Fiel torcida.

"Olá, pessoal. Hoje vim aqui no CT para o médico me avaliar e para ver o pessoal. Estou há 20 dias fora, dá um pouco de saudade. Mas quero avisar a todos que estou muito bem, me recuperando bem. Também quero agradecer o apoio de todos, as mensagens de carinho. Isso aí é uma força muito grande para mim. Certeza que é sói um momento, as coisa vão passar e eu vou estar bem. Também agradecer jogadores, todo mundo me ligou dando apoio, nesse momento é importante. Certeza que vai passar e eu vou voltar 100% no ano que vem. Abraço e obrigado", disse o jogador em vídeo divulgado pelo Timão.

Danilo se lesionou no dia 30 de agosto. O meia-atacante de 37 anos sofreu uma grave lesão após dividida com Yago durante um treino, justamente antes do jogo de ida contra o Tricolor carioca. Ele fraturou a tíbia e a fíbula, foi submetido a uma cirurgia para reparar os dois ossos e só retornará no ano que vem. Seu contrato com o Corinthians, que acabava no fim deste ano, foi renovado por uma temporada.





Presidente do Corinthians reafirma: vaga na Libertadores-17 é o mínimo

Mais uma vez dirigente defende o planejamento, volta a não dar prazo para Fábio Carille e mantém meta do ano. Mandatário acha possível brigar no Brasileirão e na Copa do Brasil
O Corinthians vive uma nova realidade e o presidente do clube, Roberto de Andrade, reafirmou que classificar para a Libertadores da América do ano que vem é o mínimo para o Timão.

Nesta terça-feira, ele concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, voltou a defender o planejamento do clube para a temporada e reforçou que disputar o torneio continental é obrigação:

- Não tenha dúvida (que disputar a Libertadores seja o mínimo). Quero mais que isso, não gosto nem de repetir essa frase para as pessoas não acharem que só isso está bom - declarou.
Questionado sobre os impactos financeiros que a ausência na Libertadores pode provocar, ele disse:

- Preocupa sempre, no campo esportivo também, mas tenho fé em Deus que vamos classificar.

- Confira abaixo os principais trechos da entrevista de Roberto de Andrade:

Vitória sempre contribui, estamos trabalhando não só por esta vitória, como por outras. Temos total confiança no Carille, é prematuro falar se ele vai ficar, se vai voltar a ser auxiliar. Agora temos que nos unir em prol de um trabalho. Por isso estou aqui presente, para a gente passar confiança, que é uma das coisas mais fundamentais que tem no futebol. Você pode ter qualidade de atletas, mas faltando confiança eles se tornam comuns. Precisamos resgatar isso, e temos certeza que amanhã teremos um bom jogo.

Ninguém fica mal-acostumado com coisa boa. Tentamos fazer um diagnóstico. É claro, ninguém gosta de perder, entramos no campeonato buscando título. Tem uma sequência de coisas que aconteceram, jogadores que saíram no começo do ano, agora no meio do ano novamente. Aí você vê o time não jogando bem e acaba gerando uma irritação em todo mundo, parece que a diretoria não quer vencer, está se desfazendo do time. Eu sou presidente, torcedor, apaixonado, louco, roxo... Mas ao mesmo tempo sou gestor, isso tem confronto. Como torcedor, quero ter o mais, o melhor. Como gestor não posso fazer isso. Em fevereiro de 2015, quando assumimos o clube, sabíamos das dificuldades. Não foi hoje que começamos a fazer os ajustes. De lá para cá fizemos diversas coisas boas ao clube, estamos colocando tudo em dia, contribuindo regularmente com o Profut, o que é fundamental, senão muda de divisão. Até hoje mesmo li que 20% dos clubes não estão cumprindo com o Profut... Enfim, eu tenho todo dia esse confronto entre gestor e torcedor, porque quero o melhor para o Corinthians. Neste momento, não podemos esquecer que o atual campeão brasileiro é o Corinthians.


Não fiz contato com nenhum treinador. Hoje a gente está focado no elenco, na comissão, apoiamos os atletas, e o técnico é o Fábio. Vamos pensar nisso num futuro próximo. O treinador hoje é o Fábio Carille.

De forma alguma a gente vai jogar a toalha. Estamos vivos no Brasileiro, embora esteja difícil. Possibilidade existe. Hoje o foco maior é resgatar a confiança de todo mundo. Estamos vivos no Campeonato Brasileiro e também na Copa do Brasil. Sobre o futuro, enquanto não acomodar tudo, retomar a confiança, não vamos colocar foco em outra coisa.

REFORÇOS
Estamos começando a ver, definindo carências, para depois chegar nos nomes e ver o que fazer. O que a gente precisa fazer para acabar bem o ano é ter apoio. Sem apoio do torcedor é impossível. Se com o apoio dele já estamos com dificuldades, se o torcedor nos abandonar a dificuldade ficará ainda maior.

PLANEJAMENTO
Quando falo perfeito não significa que as peças que chegaram deram certo. Pode ser que elas não se encaixaram. Quando eu falo perfeito, não é porque eu trouxe o Zé e ele está jogando muito. Quero dizer que as peças foram repostas, o Corinthians começou a temporada com elenco completo. O treinador que fez o planejamento foi o Tite, que hoje está na Seleção. É difícil jogar com o imponderável. Não tem como prever quem vai sair no meio do ano, como foi com o Elias, que ele quis sair e ir embora.






20/09/2016 14h28

Atacante corinthiano Romero convocado para defender o Paraguai nas eliminatórias Corinthiano não enfrenta o Atlético-MG,
Desta forma, a dupla é desfalque certo na 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, que será disputada entre os dias 5 e 10 de outubro, durante o período da data Fifa. Romero não poderá enfrentar o Atlético-MG, na Arena Corinthians A participação dos dois na 30ª rodada também é incerta pela proximidade dos jogos.


20/09/2016 15h30

Cássio alcança marca de 250 jogos pelo Corinthians e recebe homenagem
Goleiro ganha das mãos de Fábio Carille uma placa de prata comemorativa


Por GloboEsporte.com

Cássio ganha placa das mãos de Fábio Carille (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Goleiro titular do Corinthians, Cássio completará 250 partidas com a camisa do clube, nesta quarta-feira, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Fluminense, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians. Por conta da marca, o campeão da Libertadores e do Mundial de 2012 recebeu uma placa de prata comemorativa da diretoria alvinegra. Quem entregou o regalo foi o técnico interino Fábio Carille.


– É com muito orgulho que completo esta marca incrível de 250 jogos pelo Corinthians, já parece que estou aqui há uns dez anos de tantas coisas que já vivi com esse manto. Agradeço à Fiel por todo o apoio em momentos difíceis e as críticas que valeram muito para o crescimento dessa marca importante, e a todos os jogadores que estiveram ao meu lado nesses anos de Corinthians, acredito que ainda temos muito o que conquistar – disse Cássio.

Como empatou por 1 a 1 o jogo de ida, fora de casa, um 0 a 0 classifica o Corinthians às quartas da Copa do Brasil. O jogo desta quarta marcará também a estreia de Fábio Carille como técnico interino nesta temporada, dias após a demissão de Cristóvão Borges.


– Amanhã (quarta) entraremos em campo para mais um compromisso importante na minha carreira, em especial a Copa do Brasil, que é o único titulo que ainda não conquistei vestindo a camisa do Timão – comentou Cássio.



Corinthians é alterado por técnico Fábio Carille

20 SET 2016 17h23

O técnico Fábio Carille fez cinco mudanças no Corinthians para amanhã

Para esse trabalho, Carille escalou Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho, Giovanni Augusto, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Marlone; Romero. Dessas, as mudanças feitas por desempenho são as entradas de Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel nos lugares de Cristian e Lucca.  Sairam Vilson, por lesão, Cristian e Lucca por opçoes

Na lateral direita, Fagner retorna após cumprir suspensão, deixando o jovem Léo Príncipe entre os suplentes. Já na frente, Romero é outra mudança que estava programada, pois Gustavo, centroavante titular nas últimas três ocasiões, não pode atuar pelo clube na Copa do Brasil. Contratado há quase um mês, ele jogou o torneio pelo Criciúma, seu ex-clube, o que impede a sua escalação.

No trabalho feito por Carille, os maiores pedidos foram por triangulações nos lados do campo, principalmente na saída de bola. Participando ativamente do treino, como fazia Tite, ele fez os jogadores trabalharem situações como laterais ofensivos e defensivos, além de lançamentos longos. Depois, ficou cerca de meia hora orientando o posicionamento nas bolas paradas laterais e escanteios, ocasiões que têm atormentado a defesa nos últimos jogos.


Por ter empatado por 1 a 1 no duelo de ida, o Timão pode até terminar o jogo em 0 a 0 que estará classificado para as quartas de final da competição. Uma vitória simples também assegura ao Alvinegro a vaga








Técnico corinthiano Fábio Carille mantém esquema, mas muda Timão para decisão na Copa do Brasil

Sem contar com Vilson e Uendel, lesionados, técnico do Corinthians escala time no 4-1-4-1 e saca Cristian para promover a entrada de Giovanni. Novidades após demissão de Cristóvão

Carille definiu time no 4-1-4-1. Veja a escalação nas próximas imagens
Foto: Daniel Augusto Jr

Cássio é o goleiro
Foto: Daniel Augusto Jr


Fagner joga na lateral direita
(Foto: Daniel Augusto Jr)

Yago joga na zaga
Foto: Daniel Augusto Jr


Balbuena completa a zaga
(Foto: Daniel Augusto Jr)

Guilherme Arana será o lateral pela esquerda
Foto: Daniel Augusto Jr

Camacho é o primeiro volante
(Foto: Daniel Augusto Jr)

Marquinhos Gabriel é o ponta pela direita
(Foto: Marco Galvão)


Giovanni Augusto joga no meio, por dentro
Daniel Augusto Jr./Agencia Corinthians

Rodriguinho joga no meio, pela esquerda
(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Marlone será o ponta pelo lado esquerdo
(Foto: Mauro Horita/AGIF/Lancepress!)

Romero completa o time como centroavante
Foto: Daniel Augusto Jr



Fabio Carille começou o trabalho como treinador do Corinthians sem mistério, mas com algumas novidades: em treino aberto na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, o comandante confirmou cinco mudanças em relação ao time derrotado pelo Palmeiras no último fim de semana, pelo Brasileirão. Desta forma, saem do time Léo Príncipe, Vilson, Cristian, Lucca e Gustavo, por diferentes razões. Os substitutos são os seguintes no compromisso desta quarta, às 21h45, contra o Fluminense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil: Fagner, Yago, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Romero.

Léo Príncipe deixa o time porque Fagner cumpriu suspensão no fim de semana e agora retorna em outra competição e Gustavo foi sacado porque não está inscrito na Copa do Brasil - já defendeu o Criciúma na edição deste ano. Vilson, lesionado, não treinou em campo nesta semana e se recupera na parte interna do CT Joaquim Grava. Por fim, Cristian e Lucca deixam a equipe por opção do técnico Fabio Carille, que já realizou mudanças na equipe que vinha sendo utilizada por Cristóvão Borges, demitido no fim de semana. Na formação tática, porém, mantém-se o 4-1-4-1.

Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho; Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone; Romero será a escalação do Corinthians contra o Fluminense, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O Timão empatou em 1 a 1 no Rio de Janeiro e agora terá a missão de brigar pela vaga nas quartas na Arena Corinthians.

O Corinthians tem nove desfalques para o compromisso diante do Flu: Uendel, Vilson, Pedro Henrique, Bruno Paulo, Guilherme e Danilo, lesionados, além de Gustavo, Jean e Marciel, que não estão inscritos. Deles, apenas os três últimos treinaram nesta terça-feira, junto com o time reserva. Fabio Carille separou os 11 titulares e agregou alguns garotos da base como sparring do treinamento tático na véspera do jogo. O treinamento comandado pelo novo técnico foi bem parecido com o que costumava ser dirigido por Tite, mentor de Carille, com cobranças por triangulação e muitas orientações. Já no fim dos trabalhos, os jogadores realizaram uma atividade de bola parada.

Atacante corinthiano Romero celebra nova convocação e exalta “grandeza” do Corinthians
Gazeta Press


O atacante corinthiano Romero foi convocado pelo técnico Francisco Arce para mais um compromisso da Seleção Paraguaia, em dois jogos pelas eliminatórias da Copa do Mundo, e fez questão de agradecer o Corinthians pelo feito. Foi a sexta vez que ele recebeu o chamado, a terceira atuando pelo Alvinegro. O primeiro jogo será no dia 6 de outubro, contra a Colômbia, em Assunção, enquanto o segundo está marcado para o dia 11 do mesmo mês, contra a poderosa Argentina, na casa do adversário.


“Estou muito contente pela convocação, para mim e para a minha família é muito importante ser convocado, jogar com meu irmão na seleção, sempre tive esse sonho e ele está sendo cumprido”, afirmou o jogador em entrevista concedida ao site do clube. Com a ida para a equipe do seu país, Romero não poderá defender o Timão no duelo do dia 5 de outubro, contra o Atlético-MG, em Itaquera, e provavelmente não atuará no dia 12, contra o Santa Cruz, no Recife.


Além dele, o Timão já sabe que não poderá contar com o lateral direito Fagner, chamado por Tite para a Seleção Brasileira, que atuará nas mesmas datas. O alento para o técnico Fábio Carille, porém, é que apenas Romero atuou na última vez que foi convocado, sendo titular na goleada por 4 a 0 do Uruguai sobre o Paraguai. Para amenizar a ausência, o avante fez questão de exaltar a importância do clube do Parque São Jorge na convocação.


“Estou jogando em um time muito grande como o Corinthians, um campeonato muito difícil, competitivo, e o treinador percebe isso. Isso demonstra a grandeza do clube e a possibilidade que um atleta aqui tem de ser convocado”, completou o camisa 11, que pode ser titular nesta quarta, contra o Fluminense, pela Copa do Brasil.























Corinthians busca inédito título do Brasileirão Sub-20 na Arena Corinthians, hoje

Alvinegro precisa apenas de empate sem gols para levar a taça para o Parque São Jorge


10h00 20/09/2016 - Agência Corinthians






© Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians


Nesta terça-feira (20), às 19h, o Corinthians entrará em campo em busca do inédito título do Campeonato Brasileiro Sub-20. Na Arena Corinthians, o Timão recebe o Botafogo e precisa apenas de um empate sem gols para sair de campo com a taça. Qualquer vitória também leva a conquista para o Parque São Jorge e o empate em 1 a 1 leva a decisão para as cobranças de pênalti.

Com um aproveitamento de 77,7% dos pontos disputados dentro de casa – quatro vitórias e dois empates –, o Alvinegro jogará pela primeira vez na casa corinthiana na competição nacional. A última vez que o Sub-20 jogou na Arena foi na semifinal da Copa de Futebol Júnior, no dia 22 de janeiro, contra o Cruzeiro. Em partida dura, o Corinthians venceu de virada: 2 a 1, com gols de Claudinho e Pedrinho – este, ainda no grupo comandado por Osmar Loss.

Confira os relacionados do Corinthians sub 20 para o grande jogo:

Goleiros: Filipe e Zé Guilherme
Zagueiros: Del’Amore, Franklin, João Victor e Thiago
Laterais: Carlo, Cesinha, Guilherme Romão e Samuel
Volantes: Dawhan, Guedes, Renan Areias e Warian
Meias: Dudu, Fabricio Oya, Mantuan, Pedrinho e Rodrigo
Atacantes: Carlinhos, Lauder, Léo Jabá e Rafael Bilu











Antes de “estreia”, Carille tem primeira missão: definir seu goleador

O técnico Fábio Carille, que já trabalha no Corinthians desde 2009 e agora terá uma chance como nome principal da comissão, assumiu o cargo prometendo poucas mudanças no esquema e muitas na atitude da equipe dentro de campo, mas já tem uma missão complicada para o jogo do Corinthians contra o Fluminense, na noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil: definir o substituto de Gustavo, atleta que não pode atuar pelo clube nessa competição.

“Trazer muitas coisas pode ser prejudicial nesse primeiro momento, vamos fazer algo para mudanças mais básicas, treino e montar o time bem. A ideia é mais importante do que a forma de jogar”, avaliou o treinador, que não pode contar também com os volantes Jean e Marciel para o torneio. O primeiro, assim como Gustavo, atuou por outra equipe já nesta edição da Copa. O segundo, por sua vez, foi reincorporado após a data-limite de inscrição.

Dentre as opções mais prováveis, quem larga na frente no quesito preferência é o paraguaio Romero,. Na avaliação da comissão técnica, ele entrou bem no sábado, e tem capacidade para fazer a função, mesmo que seja com mais mobilidade e menos presença de área em relação ao camisa 9.

Uma prova da simpatia de Fabio Carille por Romero é o fato de ele ter sido o escolhido pelo comandante para o setor na partida contra o Botafogo, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro, quando o então auxiliar “cobria” o espaço entre a saída de Tite e a chegada de Cristóvão. Foi ali que Romero iniciou uma sequência de 13 jogos como titular da equipe

Para completar, Romero ainda teve o melhor desempenho entre os reservas na atividade realizada segunda-feira, mostrando aplicação na movimentação pedida pela comissão técnica e conseguindo um grande aproveitamento no trabalho de finalizações. Em uma delas, acertou chute sem deixar a bola cair, no ângulo de Walter, recebendo aplausos dos companheiros.

Os outros nomes que surgem como possíveis titulares são o de Lucca, que já fez a função no duelo de ida contra o próprio Flu, mas depois voltou a atuar pelas pontas nas partidas seguintes. Isaac, jovem que ainda não estreou no profissional, corre por fora, assim como a improvisação de algum meio-campista na função. Guilherme, que poderia ser esse nome, não deve se recuperar a tempo de jogar.

“Vamos trabalhar para triangular e chegar bem ao ataque. Um treinamento será o que teremos, praticamente com todos, para definir o time para quarta-feira. O certo é ajeitar dia a dia isso, preciso dar tranquilidade para os atletas. A gente é muito avaliado pelos resultados, tenho certeza que o trabalho vai ser muito bem realizado”, assegurou Carille.

Por ter empatado em 1 a 1 no jogo realizado em Mesquita (RJ), o Timão entrará em campo já classificado. Além do empate sem gols, o clube também joga por uma vitória simples para assegurar sua passagem de fase. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis








De 'filho do dono' a joia corinthiana, Fabrício Oya diz: 'Eu gosto de pressão'

Uma das apostas do Timão para conquistar o Campeonato Brasileiro Sub-20 nesta terça-feira, meia foge do tipo 'boleiro'. Ao L!, ele se apresenta à Fiel e chama a responsabilidade

Fabricio Oya é um dos prodígios do Corinthians
(Foto:Ale Cabral/Lancepress)

Fabricio Oya é um dos prodígios do Corinthians
(Foto:Ale Cabral/Lancepress)

O meia do Corinthians sub 20, Fabricio Oya tem apenas 17 anos, mas já fala melhor do que muito jogador profissional. Com a consciência de que é mais do que o “filho do dono da escolinha”, mas também que ainda tem muito a fazer no futebol, o garoto sonha em dar nesta terça-feira mais um passo importante em sua carreira e conquistar o 12º título com a camisa do Corinthians. Ele é uma das principais apostas da equipe para bater o Botafogo, às 19h, na Arena, na final do Brasileirão Sub-20 - as equipes empataram no duelo de ida em 1 a 1.

Badalado e apontado como uma das joias da base corintiana atualmente, o “Japa”, como é chamado por alguns de seus companheiros, viveu situação bem diferente em sua chegada, aos 12 anos. Filho de dono de quatro unidades da escolinha do clube, a Chute Inicial, em Campinas, ele passou por diversos testes (da franquia e do próprio clube), mas mesmo assim teve de lidar com o preconceito e os comentários irônicos de que tinha privilégios.

Com talento e personalidade, porém, ele aos poucos foi vencendo e convencendo, mesmo não fazendo o tipo “boleiro”. Basta pouco tempo de conversa com Fabricio para perceber que ele foge do padrão dos jogadores. Bem articulado, ele estudou em bons colégios, faz aulas de inglês e diz que seguiria para a área da gestão caso não fosse um atleta:

– Estudaria para administrar os negócios da família – contou, ao L!.

Mas, ao que tudo indica, a carreira de Oya será mesmo com as chuteiras e só está começando. Meia de qualidade, especialista em bolas paradas, ele tem chances de ser promovido em breve ao time profissional. Personalidade para isso não falta:
"Desde pequeno a gente aprende o que é ser Corinthians. Essa pressão de jogar aqui é muito boa, jogar sem pressão não tem razão"

– Desde pequeno a gente aprende o que é ser Corinthians. O Corinthians não é apenas um time, é mais do que isso, o torcedor é muito fanático, ama o clube, e a gente aprende desde pequeno a amar o clube como o torcedor. Quando subimos para o profissional isso já está dentro da gente. Essa pressão de jogar no Corinthians é muito boa, pois jogar sem pressão não tem motivo. O que mais gosto no futebol é isso, jogar com pressão e mostrar o que sei!

- Confira abaixo a entrevista com Fabricio Oya:

Qual a sua trajetória no Corinthians e como se apresenta à Fiel?
Cheguei aqui no sub-13, com 12 anos, e ganhei muitos títulos, 11 no total, sendo três Paulistas e um Mundial. A torcida pode esperar um meia de qualidade técnica, bom na bola parada, e vontade não falta a mim. Tenho certeza de que vou fazer a torcida feliz. O Corinthians foi meu primeiro clube, sou 100% Corinthians.

O que significa o possível título do Campeonato Brasileiro Sub-20?
Um título como o Brasileiro Sub-20 é importante no currículo. Ganhando, tem facilidade maior na hora de revelar, uma coisa complementa a outra. Somando esse título com uma atuação boa na final, ajuda ainda mais para crescer no clube.

Como vê a chance de poder subir ao elenco profissional?
"Todo mundo tem ego e sonha estar no time de cima, mas não é nem meu primeiro ano no sub-20, estou crescendo no clube, ganhando espaço, tenho muito a evoluir"

Todo mundo tem ego e sonha estar no time de cima, mas não é nem meu primeiro ano no sub-20, estou crescendo no clube, ganhando espaço, tenho muito a evoluir. Se eu trabalhar bem no sub-20, treinar de vez em quando com o elenco profissional, posso ganhar experiência... Quem sabe logo posso subir.

Vocês conversam sobre isso?
Sempre é comentado na resenha. Cada um ali sabe o que pode fazer ainda, o que espera na frente. Agora o Corinthians está melhorando, já melhorou bastante nos últimos tempos, e daqui para frente terá ainda mais jogadores formados na base, todos nós esperamos isso. A gente espera subir, mas temos consciência de que não é só chegar e jogar, tem jogadores com experiência e potencial. Não é uma coisa que vai acontecer do dia para noite.

O que espera desta decisão na Arena? Será sua primeira vez no estádio...


Jogar na Arena é um sonho para qualquer um, venho buscando isso como uma meta. Imagino jogar na Arena, com mais de 10 mil pessoas gritando o meu nome, isso não tem preço. É algo que espero muito, se Deus quiser farei tudo certo.








Tecnico Fabio Carille define três missões no Corinthians

Bancado no comando do Corinthians, mas sem prazo, Fabio Carille espera melhorar a defesa, levantar o moral do grupo e... futuramente ser efetivado.

Fabio Carille


Fabio Carille faz parte da comissão técnica do Corinthians há sete temporadas. Trabalhou com Mano Menezes, Adilson Batista, Tite e até Cristóvão Borges, demitido na semana passada. Ele já apagou incêndios em quatro jogos durante seu período no Timão, mas nunca enfrentou um desafio tão grande quanto o deste momento. Será do ex-auxiliar, agora treinador, a missão de ajudar a devolver a paz ao Parque São Jorge.

Mesmo diante de um cenário adverso, com turbulências dentro e fora de campo, Carille estabeleceu importantes metas a curto e médio prazo. A primeira é solucionar os problemas defensivos do Corinthians, que não vence há três jogos, então dar confiança aos jogadores e, por fim... ser efetivado no comando técnico. “Quem sabe?”, ele mesmo questionou em sua “apresentação”.

– Pode acontecer. É um sonho também. A oportunidade está aí, está aparecendo agora. A partir de agora vou ser avaliado – diz o técnico de 42 anos. Carille tem sete temporadas de Corinthians a chance apareceu de dirigir a equipe principal em uma mínima sequência de confrontos.

Definidas as três metas, Carille agora corre atrás. Como ex-zagueiro profissional, tentará implantar medidas para acertar a defesa a começar pelo jogo de amanhã, contra o Fluminense. No ambiente, o profissional é querido e respaldado, tem o perfil pacífico e é motivador.

O terceiro objetivo é mais complicado, dada a pressão do momento, mas o novo técnico tem se cercado de elementos positivos: Fernando Lázaro, coordenador do Cifut (Centro de Inteligência do Futebol do Corinthians) será seu auxiliar, e apoiará o trabalho técnico com dados e números. Mauro da Silva, observador, estará mais próximo para dar suporte ao trabalho de Carille. Pode estar só começando. Ou não. “Quem sabe...”.

– Tudo tem seu momento, o meu está aparecendo agora – ele reflete.











Força-tarefa! Nova comissão técnica do Timão integra Cifut e observador

Fabio Carille, auxiliar promovido a treinador , dividirá responsabilidades com Fernando Lázaro, coordenador do departamento de análises, e Mauro da Silva, observador técnico

Fernando Lázaro, auxiliar, e Fabio Carille, técnico do Timão
(Foto:Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)



O Corinthians conta com sua comissão técnica fixa para seguir o trabalho no ano: Fabio Carille, ex-auxiliar e agora treinador, e Fernando Lázaro, filho do ídolo Zé Maria e coordenador do Cifut (Centro de Inteligência do Futebol do Corinthians), que agora será efetivamente auxiliar técnico - nos últimos meses, o profissional especializado em análises de desempenho já tem participado dos trabalhos em campo com mais frequência.

O trabalho da dupla será acompanhado de perto por Mauro da Silva, observador técnico do Timão, e que agora participará mais das atividades no gramado. Nesta segunda-feira, o trio já comandou o treinamento no campo, e a receita será mantida nos próximos meses, até a contratação de outro treinador ou incorporação de novos profissionais para auxiliar Carille.

- Quando tomamos a decisão da saída do Cristóvão e o presidente já passou que o Fabio Carille assumiria, não temos tempo de consultar outros profissionais. Temos que ter convicções, e as nossas são em cimas de número, conhecimento e qualidade do professor Carille, Lázaro e Mauro, todos com potencial de assumir o time no momento. Não é jogar nos ombros deles, e sim ter confiança no que vêm fazendo. Eles têm domínio da função e temos tranquilidade, porque eles sabem da responsabilidade - disse Alessandro, gerente de futebol do Timão e homem da diretoria mais próximo da comissão técnica e do grupo de jogadores.


A princípio, o Corinthians descarta a promoção de Osmar Loss, treinador do time júnior, para auxiliar o trabalho no time profissional. Há três anos na base do Timão, o treinador gaúcho encara justamente nesta terça-feira, a final do Campeonato Brasileiro sub-20, em partida diante do Botafogo na Arena Corinthians.










































20/09/2016 10h30

Como Carille, Osmar Loss admite que se prepara para ser técnico do Timão
Técnico do Corinthians finalista do Brasileirão Sub-20, contra Botafogo rj, nesta noite, na Arena Corinthians.

Osmar Loss tenta mais um título com o Timão (Foto: Tossiro Neto)

Bastou Cristóvão Borges ser demitido e o auxiliar Fábio Carille ser anunciado como técnico interino do Corinthians até dezembro para os torcedores do Timão levantarem mais uma opção caseira para assumir a equipe profissional: Osmar Loss.

Comandante do time sub-20 em mais uma final – desta vez do Brasileirão Sub-20, Corinthians x Botafogo rj, na Arena Corinthians, às 19h (de Brasília) desta terça-feira –, o treinador de 41 anos deu uma entrevista ao GloboEsporte.com dias antes da queda de Cristóvão e admitiu que se prepara para, um dia, ser um treinador formado em casa no profissional do Timão.

– Não tem como não ser objetivo: todo treinador de base quer chegar ao profissional. Estou a cada dia mais conhecendo o Corinthians, sua política, estrutura e parte administrativa. Entendo a parte funcional do clube e, se um dia, no futuro, acharem que mereço uma oportunidade, estarei muito mais preparado do que quando cheguei. É oportunidade. Rogério Micale era desconhecido no universo do futebol profissional e conquistou um feito inédito (o ouro olímpico) – disse Loss.


Técnico do sub-20 há três anos, Loss vem conquistando resultados importantes. Nas últimas edições de Copa São Paulo, conquistou um título (2015) e dois vices (2014 e 2016). Venceu ainda o Campeonato Paulista no ano passado e o Brasileiro sub-20 em 2014.

Nesta terça-feira, um empate sem gols já dá o título ao Timão, que empatou o jogo de ida por 1 a 1. Apesar das especulações de que pode passar a fazer parte da comissão técnica fixa do profissional, o gerente de futebol Alessandro Nunes disse que ele deverá seguir mesmo na base.

À reportagem, Osmar Loss falou sobre o bom trabalho executado no Timão . Confira:

Osmar Loss durante o primeiro jogo da final sub-20 (Foto: Agência Corinthians)

GloboEsporte.com: Finalista da Copinha e do Brasileiro Sub-20. É uma rotina no clube? Osmar Loss: – Passamos por uma reformulação grande daquela equipe para essa, mas o que me deixa satisfeito é que mantivemos o nível de competitividade alto, com qualidade, não chegamos por acaso na decisão. É o time mais jovem que iniciou a competição, com só três jogadores do último ano de sub-20. Fizemos uma base boa do sub-17 que está nos dando uma resposta ainda mais positiva no sub-20. Estamos montando uma mentalidade de equipe vencedora. Com tantas finais em sequência, a equipe se sente mais confortável para a decisão.


Fabrico Oya é uma das armas do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O que pode falar do meia Fabricio Oya, esse garoto de 17 anos que apesar de não ter feito uma competição primorosa, é muito decisivo com a bola nos pés?
– É natural que ele não tenha o mesmo nível que apresentou no sub-17, tem 17 anos, por vezes sente o ritmo do jogo e a maior força do adversário, é um processo natural, mas tem muito talento, está competindo, sofrendo, cada vez ganhando mais casca grossa, aprendendo a jogar com jogadores de mais força. Em cima da qualidade técnica, vem correspondendo.


Léo Jabá é outro muito elogiado. A torcida já pede ele no profissional. Está pronto?
– Ele está conosco desde o ano passado, foi campeão paulista, chegou à final da Copinha com destaque, teve experiência profissional e está bem mais maduro, carece ainda de algumas coisas, tem potencial de evolução, tem oscilações que gostaríamos de minimizar, mas é um processo que vai se consolidar no profissional.


Outro jogador que vem forte é Rodrigo Figueredo, que foi ausência no primeiro jogo...
– Desde que cheguei, há três anos, é apontado como um talento grande, mas faltava aflorar algumas coisas, liderar a equipe, marcar gols importantes. Talvez agora esteja de fato amadurecendo para jogar no nível que se exige o Corinthians.


Apesar da pressão pela subida deles, seu diagnóstico parece mais pés no chão...
– A gente entende a ansiedade. O Corinthians é o pai desses jogadores e todo pai quer ver o filho logo se destacando, mas os departamentos profissional e de base estão sabendo ter calma. Como fizemos com Léo Príncipe e Pedro Henrique, que passaram dois anos na base em destaque e nessa temporada tiveram uma resposta positiva. É natural a ansiedade da torcida, mas o clube tem conseguido dar espaço aos jovens. Ainda é pequeno, mas vem melhorando.


Ver que alguns jogadores da base vêm jogando no profissional te anima?
– Isso me deixa muito satisfeito e feliz. Alimenta a confiança da comissão técnica e também dos jogadores que estão na base, eles sentem que no futuro próximo isso pode acontecer também com eles. É importante o exemplo que Léo Príncipe, Pedro Henrique, Maycon e Marciel deram. Alimenta nos garotos esse sonho.


E no caso do Matheus Pereira, que saiu do clube sem nem jogar no profissional?
– Tudo depende do momento. Matheus Pereira subiu em um time brilhante, com um meio-campo fantástico. As oportunidades foram pequenas em função disso e também de questões burocráticas, valores econômicos, são muitos fatores, não só os técnicos.


Há três anos no clube, como vê sua realidade na base?
– Sinto-me satisfeito no Corinthians, sou valorizado na base e no profissional, com a diretoria, tenho um feedback positivo, estou tentando me aperfeiçoar, fiz o curso Licença A da CBF em junho, estão investindo em mim. Os resultados que obtemos consolidam uma confiança, uma certeza que o investimento está dando retorno. Assim como esses jogadores que chegam lá.

Coelho auxilia o trabalho do time sub-20
(Foto: Divulgação)

Como é ter o Coelho, um ex-jogador da base do clube, como seu auxiliar?
– Ele ajuda demais, estamos juntos há um ano e pouco e minhas considerações sobre ele são altamente positivas. Ele conhece o que eu não tive, o sentimento do jogador, a palavra de apoio, faz a consideração ao que eu pretendo como meta. Pelo fato de ter sido criado no Corinthians, ter sido jogador aqui, ajuda muito. Conhece o clube, tem sido fantástico. Tem potencial para ser treinador. Tenho cobrado que se especialize, ele agora vai fazer a Licença B na CBF. O Corinthians quer formar profissionais para trabalhar nas mais diversas áreas.


Roberto de Andrade diz que o grande problema são algumas pessoas que rodeiam a base, que vivem de esquemas e que precisam ser exterminadas. Concorda?
– É o grande problema e talvez no Corinthians seja até mais que em outros clubes, porque no clube social não se pode restringir acesso. Realmente há muita interferência. A gente não vê a hora de mudar para o CT da base, onde o acesso vai ser altamente restrito. O exemplo a seguir é o próprio profissional. Na medida que saiu do Parque São Jorge e foi para o CT, muitos problemas pararam de ocorrer. Quando mudarmos, eles também vão diminuir ou até sumir.

E o que pode falar do Corinthians?
– Nossa característica principal é a velocidade nas transições, principalmente da defesa para o ataque. Temos uma bola parada muito boa com o Fabricio Oya, que coloca a bola onde quer. E uma defesa que se porta bem, que sabe jogar sob pressão e suporta sofrer.




CORINTHIANS HOJE

20/09 - Terça-feira

15h30 - Treino profissionais no CT Dr. Joaquim Grava

19h- Corinthians sub 20 decide título brasileiro na Arena Corinthians