17 de jul de 2016

CORINTHIANS 17/07/2016










CORINTHIANS 1 X 1 5P
Brasileirão 2016- 15ª rodada
Arena Corinthians
Data: 17 de julho de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Público total: 42.410 (PP 42.099 + 301 nao pag)
Renda: R$ 2.620.166,00
Cartões amarelos: Rodriguinho, Fagner e Elias (Corinthians); Cueva, Hudson e Thiago Mendes (5
Gols: CORINTHIANS: Bruno Henrique, aos 21 minutos do primeiro tempo; 5P: Cueva, aos 15 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: 12-Cássio; 23-Fagner, 3-Yago, 4-Balbuena e 6-Uendel; 25-Bruno Henrique, 26-Rodriguinho (7-Elias 12'2ºt),  17-Giovanni Augusto (10-Guilherme 21'2ºt) e 31-Marquinhos Gabriel (19-Rildo 31'2ºt); 
11-Romero, 20-Danilo Técnico: Cristóvão Borges + 27-Walter, 1-Matheus Vidotto, 14-Léo, 32-Léo Príncipe, 13-Guilherme Arana, 5-Willians, 8-Marlone, 9-André, 18-Luciano

5P: 1-Denis; 2-Bruno, 27-Maicon, 3-Rodrigo Caio e 21-Mena; 25-Hudson, 23-Thiago Mendes, 20-Centurión (17-Gilberto 26'2ºt), 13-Cueva e 7-Michel Bastos (31-Luiz Araújo 29'2ºt); 37Ytalo (11-Wesley 32'2ºt)Técnico: Edgardo Bauza 24-Leo 5-Lugano 28Matheus Reis 19Lyanco 26-Auro 6Carlinhos 15-Joao Schimidt 33Artur









Cristóvão abre chance de Pato titular e indica lateral do Furacão ao Timão
técnico do Corinthians diz que há possibilidade do atacante ser titular contra o Figueirense, sábado que vem. Eduardo, lateral, pode chegar
O Corinthians terá um reforço no próximo sábado, quando recebe o Figueirense na Arena Corinthians, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fisicamente preparado, Alexandre Pato estará à disposição do técnico Cristóvão Borges, e há possibilidade até de se titular em Itaquera, dependendo dos testes durante a semana. Neste domingo Danilo atuou como referência do ataque e Marquinhos Gabriel aberto na ponta esquerda, as duas posições em que o treinador enxerga o "reforço".

- É uma possibilidade (Pato titular). Não só ele, como André e Elias. Tenho uma semana e vou ter possibilidade de testar as formações - disse Cristóvão, logo após o empate na Arena Corinthians diante do São Pa
Além de Alexandre Pato, o Corinthians pode ter outras novidades na partida contra o Figueirense: André e Elias com condições de iniciarem a partida após a recuperação de lesões (eles iniciaram no banco hoje), além de outros que estão em fase final de tratamento de lesão e podem ser novidades, como Cristian, Lucca e Bruno Paulo. Para este compromisso, Cristóvão terá o desfalque de Fagner, suspenso com três cartões amarelos, e pode escalar o garoto Léo Príncipe ou improvisar algum jogador de outro setor, como o volante Willians.

A entrada de um lateral-direito que nunca atuou profissionalmente ou a necessidade de improvisação no setor são fatores que fazem o Corinthians buscar a contratação de um novo jogador da posição. Cristóvão, inclusive, já está participando do processo, e indicou ao clube a contratação de Eduardo, do Atlético-PR.

Aos 29 anos, Eduardo já negocia com o Corinthians. Eduardo tem contrato no Atlético-PR até o fim de 2017, e o Timão tenta a liberação de graça para ter uma opção a Fagner nas próximas semanas.

-Tem uma lista de jogadores, ele está entre os que eu indiquei. É um jogador que jogou comigo no Atlético-PR, se encaixa bem no perfil. Mas não tem só ele, tem outros. Estamos com dificuldades nas negociações, não sabemos nem se será viável - disse Cristóvão, ao confirmar o interesse.










CORINTHIANS

6,5
Cássio
Sofreu gol de pênalti. Mas, quando exigido ao longo do jogo, mostrou segurança na meta.

6,5
Fagner
Deu opção e apoio no ataque. Foi preciso nos botes atrás

5,0
Yago
Cometeu pênalti no 1º tempo, comprometendo o placar do jogo. No fim, zaga quase se complica.

5,5
Balbuena
Deu botes precisos e não comprometeu. Mas zaga, no fim, quase se complica. Fica na média.

6,5
Uendel
Deu conta do recado atrás, não deixou espaços. Ainda tentou bom chute ao gol no 2º tempo. 

5,5
Rodriguinho
Foi mais preso atrás, se preocupando mais com a marcação. Na frente, deu pouca opção.

6,0
Bruno Henrique
Partida discreta. Tentou dar opções ao time na saída de bola, mas esteve apagado no jogo. Esforçado, fez o gol.

6,5
Romero
Embora no ataque não tenha sido efetivo como costuma, ajudou até atrás na marcação. Se esforçou.

5,5
Giovanni Augusto
Tentou ajudar na saída de bola e construção no ataque. Mas fez partida muito discreta. 

6,0
Marquinhos Gabriel
Um pouco abaixo do esperado, mas, mesmo assim, deu trabalho e buscou bastante o jogo.

6,5
Danilo
Embora ainda um pouco sem ritmo de jogo, conseguiu fazer bons lances e segurar a bola na frente.

5,0
Elias
Entrou para dar mais ritmo ao time no meio-campo. Não conseguiu. Marcação forte rendeu cartão.

5,5
Guilherme
Tentou organizar o time do meio-campo para frente, mas acabou preso na marcação 
6,0
Rildo
Esforçado, tentou chegar pelo lado do campo ao ataque e quase conseguiu bom lance. Ajudou.

5,0
Cristóvão Borges
Substituições na etapa final não surtiram o efeito desejado e Corinthians quase levou gol no fim.







17/07/2016 20h42

De crachá, Pedro Henrique e Pato vão a  Arena Corinthians e veem preleção de Cristóvão no Majestoso
Atacante, que deve ser relacionado pelo Corinthians na próxima rodada, contra o Figueirense, visita vestiário antes de confronto deste domingo


Por GloboEsporte.com


Pato no vestiário do Corinthians, com Pedro Henrique (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Cada vez mais ambientado nessa sua volta ao Corinthians, o atacante Alexandre Pato esteve na Arena Corinthians neste domingo antes do jogo. O jogador, que usou um crachá para acessar o estádio, acompanhou os colegas de elenco no vestiário, ao lado do zagueiro Pedro Henrique, que se recupera de lesão.


As imagens mostram Pato acompanhando conversa do técnico Cristóvão Borges e do presidente Roberto de Andrade momentos antes do empate em a 1 a 1.


Após o Majestoso, Cristóvão afirmou que conta com Pato no jogo contra o Figueirense, no próximo sábado, novamente em Itaquera. O atleta tem contrato com o Corinthians até dezembro.

O atacante acompanhou a preparação para o clássico deste domingo 
Cristóvão declarou que conta com Pato para a próxima rodada, em casa (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

17/07/2016 20h00


Cristóvão fala em seu jogo "com mais erros" e conta com Pato no sábado
"Deve ter sido o jogo com mais erros desde que estou aqui", diz técnico, que ouviu vaias das arquibancadas pela substituição de Marquinhos Gabriel por Rildo


Por GloboEsporte.com


O empate (1 a 1) em casa, do Corinthians hoje contra 5P, na Arena Corinthians, deixou Cristóvão Borges satisfeito. Mesmo com um desempenho abaixo das últimas partidas do time, o treinador corintiano reconheceu que a partida foi muito equilibrada. A posse de bola ficou em 50% para cada lado, e o Corinthians teve apenas uma chance de gol a mais que o adversário, oito contra sete. Cristóvão ouviu vaias da arquibancada ao substituir Marquinhos Gabriel por Rildo e mantendo Danilo, que iniciou como titular, até o final do jogo.


Para a próxima partida, contra o Figueirense, o treinador não vai poder contar com Fagner, suspenso pelo terceiro cartão amarelo – Léo Príncipe pode estrear – mas provavelmente vai promover a reestreia de Alexandre Pato com a camisa do time


Veja abaixo a íntegra da coletiva de imprensa do treinador


Sobre a partida:


– Empatar logicamente não é interessante como ganhar, mas em sendo um clássico existe equilíbrio e vai ser sempre assim. Foi um jogo de altos e baixos do começo ao fim. A equipe se encontrou em alguns momentos, mas em outros não. O São Paulo jogou no nosso erro.


Sobre a manutenção de Danilo até o final e a entrada de Elias:

Cristóvão Borges pode escalar Pato no próximo jogo, contra o Figueirense (Foto: Marcos Riboli)

– Elias entrou para ganhar ritmo e o Rodriguinho saiu porque já tinha amarelo. A manutenção do Danilo é porque o São Paulo tinha um jogo forte pelo corredor, e nossa recomposição não estava boa. Então ele ficou para proteger defensivamente e continuar tendo jogadas de lado, e o Romero e Rildo fizeram. Eles colocaram o Luiz Araújo do lado direito, rápido, então mantive o Danilo para bloquear.


Cristóvão, sobre as críticas da torcida pelas substituições:


– Acontece. O Giovanni Augusto ficou sem treinar quase cinco dias, e sabíamos que ele não aguentaria o jogo inteiro. Ele começou porque eu não queria mudar duas peças no time, e uma já havia feito (colocando Danilo no lugar de Luciano). Quando estávamos errando, encaixamos o jogo do São Paulo, eles esperando bem e a gente errando. Aí coloquei o Guilherme mais descansado para recompor o meio de campo.

Sobre os erros do Corinthians na partida:


– Estávamos errando na construção e no último passe. O São Paulo esperou para jogar no erro e conseguiu, com jogadores leves e rápidos. Por isso o jogo encaixou mais para eles. Deve ter sido o jogo com mais erros desde que estou aqui. O São Paulo jogou melhor no segundo tempo. Apesar disso, as oportunidades mais claras foram nossas. O São Paulo teve mais volume, mas as oportunidades mais decisivas foram nossas.


Sobre o pênalti:


– Esse tipo de jogada é muito rápida, não posso emitir opinião agora, só depois.


Sobre a suspensão de Fagner e a provável estreia de Léo Príncipe:


– Ainda bem que teremos a semana e durante a semana vamos treinar e avaliar o Léo Príncipe, que é da posição. Temos outros jogadores que podem jogar ali também, mas ele é da posição e vamos testá-lo.


Sobre Alexandre Pato:


– Ele já pode jogar, assim como o André. Estamos tendo cuidado para colocá-lo, porque a forma eles vão adquirir a medida em que jogarem. A princípio todos eles já podem jogar em parte do jogo. Pato e André são artilheiros, fazedores de gols, e vão ter oportunidades.

Há 94 anos, nascia Cláudio, maior artilheiro da história do Corinthians

‘Gerente’ foi atleta do Timão de 1945 a 1957 e fez 305 gols em 550 jogos. Em 1958, foi treinador do Alvinegro


09h00 17/07/2016 - Agência Corinthians




Claudio foi o maior artilheiro da história do Corinthians

© Divulgação


O maior artilheiro da centenária história do Corinthians completaria 94 anos neste domingo, 17 de julho: Cláudio Christóvam de Pinho. Em 12 anos no clube, o ‘Gerente’ entrou na história do Timão ao fazer 305 gols em 550 jogos com o manto alvinegro.

Cláudio ficou marcado por duas jogadas mortais: os cruzamentos para Baltazar e as primorosas cobranças de falta. Pelo Alvinegro, conquistou o Campeonato Paulista em 1951, 1952 e 1954, além do Torneio Rio-São Paulo em 1950, 1953 e 1954.

Após sair dos gramados, Cláudio foi treinador do Corinthians de 1958 a 1959, por 75 jogos, com 40 vitórias, 19 empates e 16 derrotas.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.

PUBLICIDADE






Há dois anos, Timão vencia pela primeira vez na Arena Corinthians

Após uma derrota e um empate diante de Figueirense e Botafogo, respectivamente, Corinthians superou o Internacional pelo Brasileirão 2014


09h00 17/07/2016 - Agência Corinthians




A primeira vitória na Arena Corinthians foi sobre o Internacional

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Em dia de clássico contra o São Paulo em casa, o Corinthians celebra neste domingo (17) o aniversário de dois anos da primeira vitória conquistada na Arena Corinthians. No dia 17 de julho de 2014, o Timão fez dois gols em 10 minutos de partida e bateu o Internacional por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, com mais de 32 mil presentes no estádio alvinegro.

O Corinthians estava sedento por aquela primeira vitória, já que não havia obtido sucesso nos dois primeiros duelos: derrota para Figueirense e empate com o Botafogo. Empurrado pela torcida, o Alvinegro começou o jogo a todo vapor e logo fez os gols da vitória. Aos sete minutos, Elias iniciou a jogada no meio de campo e lançou Fagner, que acionou Jadson na intermediária ofensiva. O camisa 10 deu assistência para Guerrero, que dominou e abriu o placar com chute de pé esquerdo.

Três minutos depois, o Timão faria a Fiel explodir mais uma vez na Arena Corinthians. Luciano recebeu a bola pela esquerda e cruzou. A bola atravessou toda a área e encontrou Fagner, que bateu de chapa no canto direito de Dida, fazendo o segundo gol alvinegro na partida. O Inter diminuiu aos aos 47 do segundo tempo.

Desde então, o Corinthians construiu um retrospecto avassalador na nova casa. Em dois anos de Arena Corinthians, o Timão disputou 74 partidas no estádio alvinegro, com 56 vitórias, 14 empates e apenas quatro derrotas.






Corinthiano Casagrande é homenageado e grava os pés na calçada da fama do Timão

17/07/2016 18:55:53
O ex-atacante Casagrande, que nesta semana lançou um livro autobiográfico sobre a sua amizade com Sócrates, foi homenageado durante o intervalo do jogo do Corinthians neste domingo na Arena Corinthians e gravou seus pés na calçada da fama do Timão.

O ídolo alvinegro foi ovacionado pela Fiel e, visivelmente emocionado, gravou sua marca em uma placa de cimento trazida pelo presidente Roberto de Andrade. A calçada da fama corintiana foi inaugurada em 2010 e conta com nomes como Sócrates, Neto, Rivelino, Marcelinho Carioca e Basílio.

Casão vestiu a camisa do Corinthians no início dos anos 80 e ficou eternizado por ser um dos principais líderes da Democracia Corintiana, movimento político dos jogadores do clube. O ex-camisa 9 marcou 103 gols em 256 jogos e participou do Corinthians bicampeão paulista em 1982 e 1983.










17/07/2016 19h23

Corinthians terá desfalque de Fagner, e vaga na lateral direita fica aberta
Léo Príncipe, de 19 anos, é o reserva imediato neste momento, mas Willians pode aparecer na posição. Diretoria tenta contratar um jogador para o setor


Por Carlos Augusto Ferrari


Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Fagner desfalca o Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)
O lateral-direito Fagner recebeu o terceiro cartão amarelo hoje e terá de cumprir suspensão automática sábado em Corinthians x fig.

O garoto Léo Príncipe, de 19 anos, é hoje o reserva imediato da posição. Os treinos da semana, a partir de terça-feira, vão determinar a escalação.


Caso o técnico Cristóvão Borges opte por não colocar o novato, a vaga pode ser ocupada pelo volante Willians. O jogador chegou a treinar na posição algumas vezes com o técnico Tite e agradou.

O Corinthians, aliás, corre atrás de um lateral-direito para ser reserva de Fagner. O nome na mira neste momento é o de Eduardo, do Atlético-PR. O Timão tenta contratá-lo por empréstimo. Sérgio Otálvaro, do Santa Fe, da Colômbia, também é outro jogador que conversou com o Timão recentemente.

O zagueiro Vilson e os atacantes Bruno Paulo e Lucca podem voltar a ser relacionados, mas ainda dependem dos treinos nos próximos dias. Outra possibilidade é Cristóvão Borges mexer na escalação. Elias e André ficaram no banco no clássico. Giovanni Augusto teve má atuação e corre o risco de ir para o banco.






Autor do gol do Corinthians em empate em casa, Bruno Henrique admite má atuação do time

Helder Júnior - 17/07/2016 18:59:27 —



Volante vibrou com o gol de empate, mas sabe que o Corinthians jogou mal (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)




Responsável por um dos poucos lances que motivaram alegria entre os torcedores do Corinthians na tarde deste domingo – um gol de cabeça, marcado aos 21 minutos do primeiro tempo –, o volante Bruno Henrique foi sincero

“Clássico é difícil. Sabemos que não fizemos um grande jogo. É ver o que a gente errou para voltar aqui no sábado e conseguir a vitória”, analisou Bruno Henrique, já pensando no compromisso contra o Figueirense, na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, também na Arena Corinthians.

Apesar da autocrítica, Bruno Henrique observou que o Corinthians teve alguns bons momentos no jogo. A maioria deles ocorreu no primeiro tempo, quando o volante aproveitou um chute para a frente do zagueiro Rodrigo Caio para, com o reflexo em dia, cabecear para dentro.

“O primeiro tempo do jogo foi parelho, com bastante intensidade. A gente se perdeu um pouco da segunda metade para a frente. Erramos muitos passes. Agora, é levantar a cabeça”, comentou.

Nem todos os jogadores do Corinthians, contudo, estavam tão incomodados com o desempenho abaixo das expectativas . O lateral direito Fagner, que recebeu o seu terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão, chegou a parabenizar o time.

“Viemos de quatro vitórias . Isso demonstra que é normal empatar em um clássico. Se não tivéssemos feito o que estamos fazendo, seria preocupante. Só que a equipe saiu atrás no placar e teve frieza para buscar o resultado. Então, está de parabéns”, exagerou Fagner.





Marquinhos Gabriel defende Cristóvão ao ser substituído no Corinthians

O meia Marquinhos Gabriel motivou as primeiras vaias de torcedores do Corinthians ao técnico Cristóvão Borges. Substituído pelo atacante Rildo no segundo tempo do empate por 1 a 1 contra 5P, neste domingo, na Arena Corinthians, ele viu o público criticar bastante a troca feita pelo treinador.

Marquinhos Gabriel aceitou e entendeu a substituição. “O Cristóvão é o comandante da equipe. Temos que acatar as decisões dele, sem nenhum problema, sejam elas durante o jogo ou nos treinamentos. Ele tem todo o direito. A gente está aqui para acatar”, discursou o meia.


Marquinhos Gabriel é conhecido de Cristóvão desde os tempos em que ambos estavam no Bahia. No Corinthians, o técnico já precisou lidar com a insatisfação de um jogador – o também meia Guilherme, que não gostou de perder espaço para Luciano e posteriormente para Danilo na equipe titular.
Após Guilherme se queixar publicamente, Cristóvão conversou em particular com o atleta e ainda com todo o elenco para conter novas queixas. A atitude, ao menos se forem levadas em considerações as palavras de Marquinhos Gabriel, surtiu efeito.

Ainda segundo o meia substituído por Rildo, a aposta de Cristóvão em Danilo como centroavante foi acertada. O veterano armador já havia sido utilizado dessa maneira pelo técnico Tite e também na rodada passada, no decorrer do duelo com a Chapecoense, na Arena Condá.

“O Danilo é um jogador que segura bem a bola e abre espaços para que a gente faça a penetração. Hoje, não conseguimos muito isso. Mas, no outro jogo, ele tinha feito a movimentação para tirar o zagueiro da jogada, e eu passei pelas costas para fazer o gol”, argumentou Marquinhos Gabriel.






Cristóvão crê que Corinthians criou chances mais claras e decisivas de gol

“Mesmo assim, as oportunidades mais claras e decisivas foram nossas, em que o Denis fez grandes defesas. Eles tiveram mais volume de jogo pelos nossos erros, mas as nossas oportunidades foram mais decisivas”, repetiu Cristóvão, triunfante.

Ainda de acordo com Cristóvão, a pressão que o Corinthians sofreu em determinados momentos do Majestoso não se deu por méritos do adversário. “Tivemos muitos erros de passe, na construção das jogadas e na finalização. O rival jogou esperando isso. Eles têm jogadores leves, então o jogo encaixou”, lamentou.


“Logicamente, o interessante era ganhar, como vínhamos fazendo, mas sempre existe equilíbrio em clássico. Foi um jogo de altos e baixos do começo ao fim. A equipe se encontrou em alguns momentos, mas erramos, o que facilitou o jogo de transição ofensiva deles, que é muito bom”, concluiu Cristóvão Borges





Corinthiano Cristõvão tenta explicar alterações e aceita vaias

“Eles reclamaram. Acontece”, conformou-se Cristóvão, que enfureceu boa parte do público ao trocar o meia Marquinhos Gabriel pelo atacante Rildo no segundo tempo. Ele também apostou no volante Elias na vaga de Rodriguinho e no armador Guilherme no lugar de Giovanni Augusto.

“O Elias, é claro, foi para dar ritmo para ele”, justificou o técnico, desconsiderando a importância do clássico. “O Rodriguinho também já tinha levado um cartão amarelo. Existia o risco”, corrigiu em seguida. Elias foi punido com o cartão amarelo logo em sua primeira participação na partida.

Ao citar a presença de Rildo na vaga de Marquinhos, a mais criticada pela torcida, Cristóvão argumentou que precisava de um atacante rápido para se proteger contra as investidas do São Paulo pela esquerda. Depois, voltou a sua atenção à saída de Giovanni Augusto: “Ele ficou sem treinar quase cinco dias. Como eu já faria uma mudança no time (Danilo ganhou a vaga de Luciano entre os titulares), não quis mudar no começo, mas, depois, optei por ter o Guilherme mais descansado no meio-campo”.

O desgaste de Giovanni Augusto, que mais uma vez não foi bem, obrigou o veterano Danilo a permanecer no gramado durante todo o clássico. O centroavante improvisado até fez algumas boas jogadas no primeiro tempo, porém desapareceu no segundo.

17/07/2016 18h36

Corinthians quebra seu recorde de público no Campeonato Brasileiro
Timão vendeu 42.099 ingressos para o clássico deste domingo

Por Carlos Augusto Ferrari


O Corinthians quebrou seu recorde de público nesta edição do Campeonato Brasileiro. O Timão vendeu 42.099 ingressos para o empate por 1 a 1 contra 5P, neste domingo, NA ARENA CORINTHIANS.

A marca anterior pertencia à vitória do Corinthians por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, quando 35.573 bilhetes foram comercializados.


O recorde da temporada ainda Corinthians 2x2 nacional pela lib da ame. Na ocasião, 43.090 pagantes estiveram na Arena
O maior público da arena em jogos do Corinthians segue a goleada por 6 a 1 sobre o São Paulo, pelo Brasileirão do ano passado. Foram 44.976 ingressos vendidos para a partida.
Placar da Arena Corinthians mostra o público do jogo contra o São Paulo (Foto: Marcos Riboli)


17/07/2016 17h52
Atuações do Corinthians: Danilo faz boa partida; Giovanni vai mal de novo
Veterano meio-campista consegue render bem como centroavante, mas não tem nenhuma chance para marcar. Armador decepciona novamente e deve perder vaga
Por Carlos Augusto Ferrari
Danilo
Fez boa partida jogando como centroavante. Não teve nenhuma chance para marcar, mas foi importante ao se movimentar pelos lados e abrir a defesa rival. Cansou no segundo tempo e caiu um pouco de rendimento. Nota: 6,5
Yago
Errou muito no gol sofrido pelo Timão. Primeiro, perdeu a disputa com Ytalo pelo lado direito. Depois, foi muito afobado ao disputar o lance e derrubar Cueva na área. Também mostrou insegurança em algumas jogadas. Nota: 5
Giovanni Augusto
Vive um péssimo momento no Corinthians. Nada produziu na função de principal articulador de jogadas, errando lances simples. Mais atrapalhou do que ajudou a equipe. Deu lugar a Guilherme no segundo tempo. Nota: 4,5

AS NOTAS:
Cássio [GOL]: 6 
Fagner [LAD]: 5,5
Yago [ZAG]: 5
Balbuena [ZAG]: 5,5 
Uendel [LAE]: 6
Bruno Henrique [VOL]: 7
Rodriguinho [VOL]: 6
(Elias [VOL]): 5,5
Giovanni Augusto [MEC]: 4,5
(Guilherme [MEC]): 6
Marquinhos Gabriel [MEC]: 6,5
(Rildo [ATA]): Sem nota
Romero [ATA]: 6
Danilo [ATA]: 6,5

video





Corinthians empata em casa, soma 5 jogos invicto e segue vice lider
Helder Júnior -
17/07/2016 17:56:04 — 17/07/2016 19:10:14


Corinthiano Balbuena em disputa pelo alto (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians manteve a invencibilidade contra o rival 5P na Arena Corinthians. Na tarde deste domingo, empatou por 1 a 1, com gol do volante Bruno Henrique (de cabeça),e segue vice lider do Brasileiro, 3 pontos atrás do lider

O jogo – Com a lembrança da histórica goleada por 6 a 1 aplicada pelo Corinthians sobre 5P em mente, em faixas e em gritos, a torcida única do clássico deste domingo tentou criar um ambiente semelhante àquele do último Majestoso do Campeonato Brasileiro de 2015. Houve até quem ameaçasse um coro de “olé” para uma troca de passes defensiva.

O Corinthians, no entanto, precisava colaborar com a euforia do seu público. Fagner até tentou, ao aplicar um belo chapéu em Cueva, o que não minimizou as dificuldades da equipe da casa para envolver o adversário nos primeiros 10 minutos de partida.

Cueva acabou derrubado por Yago quando entrou na área. Ele mesmo cobrou o pênalti, no canto para onde Cássio saltou, e converteu. Na comemoração, correu provocadoramente em direção à torcida organizada do Corinthians e recebeu um cartão amarelo como punição.

Thiago Mendes chutou a bola na cabeça de Marquinhos Gabriel com o jogo paralisado, iniciando uma pequena confusão.

Aos 21 minutos, Danilo no lado direito da área, cruzou, eMarquinhos Gabriel chegou antes do que os seus companheiros e bateu de primeira. Rodrigo Caio afastou, e Bruno Henrique estava com o reflexo apurado para cabecear para dentro.

Reanimado, o Corinthians melhorou um pouco na tentativa de se desvencilhar da forte marcação. Aos 28, por exemplo, Rodriguinho só não virou o jogo porque parou em grande defesa de Denis em um chute no canto, da entrada da área.

Já a defesa do Corinthians parou porque achou que seria assinalado impedimento do argentino, e Hudson tirou proveito para avançar e tentar driblar Cássio. O goleiro fez a intervenção providencial.

O Corinthians também assustou. Com Romero, que cabeceou firme após um cruzamento da direita, livre de marcação, e viu Denis trabalhar muito bem. Quase em seguida, Cristóvão Borges resolveu apostar em Elias, recuperado de uma fratura na costela, no lugar de Rodriguinho – e o volante já tomou um cartão amarelo ao acertar Centurión.

Como Elias estava sem ritmo de jogo, Cristóvão não tardou a mudar o Corinthians novamente. Trocou Giovanni Augusto, em mais uma tarde ruim, por Guilherme. Centurión, que também não vinha bem, e Michel Bastos foram substituídos por Bauza pelo estreante Gilberto e por Luiz Araújo.

A última alteração do Corinthians não foi do gosto da sua torcida. Cristóvão sacou Marquinhos Gabriel para a entrada de Rildo e foi vaiado pela primeira vez. De imediato, Bauza colocou Wesley na vaga de Ytalo.

Wesley chegou a ficar com o gol aberto na pequena área, mas levou a pior na dividida com Yago. Depois, o mesmo volante apareceu nem na frente de Cássio, que contou com a ajuda de Balbuena para evitar o gol.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 5P
Brasileirão 2016- 15ª rodada
Arena Corinthians
Data: 17 de julho de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Público total: 42.410
Renda: R$ 2.620.166,00
Cartões amarelos: Rodriguinho, Fagner e Elias (Corinthians); Cueva, Hudson e Thiago Mendes (5
Gols: CORINTHIANS: Bruno Henrique, aos 21 minutos do primeiro tempo; 5P: Cueva, aos 15 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho (Elias), Romero, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel (Rildo); Danilo Técnico: Cristóvão Borges

5P: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Centurión (Gilberto), Cueva e Michel Bastos (Luiz Araújo); Ytalo (Wesley)Técnico: Edgardo Bauza

17/07/2016 18h11

Corinthians empata na Arena

Por GloboEsporte.com



O Corinthians empatou em casa contra 5P por 1x1 e saíram ressabiados com as deficiências ofensivas. Cristóvão Borges chegou a ser vaiado na troca de Marquinhos Gabriel por Rildo.

Com esse empate, o Corinthians vai a 29 pontos, a três da liderança

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians joga mais uma vez em casa, agora contra o Figueirense, sábado, às 16h.
Marquinhos Gabriel disputa a bola durante o clássico deste domingo (Foto: Marcos Ribolli)

Primeiro tempo


O clássico começou morno. As duas equipes pareciam estudar uma à outra. Mas quando Cueva partiu para cima da defesa do Corinthians aos 13 minutos, Yago só conseguiu parar o peruano com falta dentro da área. Pênalti. O próprio atacante bateu e abriu o placar aos 15. Na comemoração, ele levou cartão amarelo por comemorar com a mão no ouvido.


A reação alvinegra não demorou. Aos 21 minutos saiu o empate. Após chute de Marquinhos Gabriel que Rodrigo Caio rebateu, Denis mesmo assim caiu para fazer a defesa e deixou o gol aberto para Bruno Henrique, de cabeça, aproveitar. O Timão melhorou depois do gol,


Segundo tempo


Na etapa inicial, Denis já tinha feito ótima defesa em chute rasteiro de Bruno Henrique, mas sua defesa em cabeçada de Romero, aos 10 do segundo tempo, foi como um gol. Mais ligado, o Corinthians era mais perigoso quando tinha a bola, mas abusou dos erros de passe.

De tanto aproveitar os vacilos do Corinthians no ataque,  5P melhorou e pressionou o rival no campo de defesa. Até o fim da partida. Só que não conseguiu aproveitar o bom momento para construir a vitória. Hudson teve duas chances claras, uma que Cássio salvou e outra que o zagueiro Yago salvou quase em cima da linha.


Bruno Henrique comemora gol do Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)








Corinthians empata contra 5P pelo Brasileirão 2016
O Corinthians volta a atuar neste sábado (23), às 16h, novamente na Arena Corinthians, contra o Figueirense, pela 16ª rodada


18h00 17/07/2016 - Agência Corinthians


Zagueiro Balbuena em ação no empate do Corinthians em 1 a 1 contra 5P© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Na tarde deste domingo (17), o Corinthians empatou por 1 a 1 com 5P, na Arena Corinthians, pela 15ª rodada do campeonato Brasileiro 2016. O gol do Alvinegro foi marcado por Bruno Henrique. Com o resultado o Timão soma agora 29 pontos e se mantém na vice-liderança da competição.


A partida começou bastante movimentada dos dois lados, mas com poucas chances claras de gol. Aos 15 minutos do primeiro tempo o peruano Cueva sofreu e converteu o pênalti cometido pelo zagueiro Yago, mas o Timão não se abalou e foi para cima.


Cinco minutos depois, Bruno Henrique aproveitou rebote dentro da área e deixou tudo igual. Marquinhos Gabriel chutou forte da cabeça da área, a defesa 5P cortou, o camisa 25 do Alvinegro cabeceou de primeira e soltou o grito da Fiel em Itaquera.

Aos 28 minutos Rodriguinho quase marcou o segundo do Corinthians. Marquinhos Gabriel recebeu na esquerda e cruzou para o meio da área. A defesa rival tirou, o camisa 26 pegou a sobra na meia lua e mandou por baixo, colocado. Denis, atento, pulou para defender e mandou a bola para escanteio.

A etapa complementar começou quente e com boas chances para ambas as equipes. Logo aos quatro minutos Cássio fez ótima defesa. Após vacilo da zaga, Hudson saiu cara a cara com o goleiro Alvinegro, que se esticou todo para tirar a bola do adversário. Aos oito, Uendel recebeu em velocidade pelo meio e tentou da entrada da área. A bola passou perto do ângulo direito de Denis.

Dois minutos depois, em ótima tabela de Fagner e Giovanni Augusto pela direita, o camisa 17 cruzou com precisão e Romero, bem postado, cabeceou forte para grande defesa de Denis. Apesar das oportunidades o jogo terminou com o placar que ficou definido no primeiro tempo.

O Corinthians volta a atuar neste sábado (23), às 16h, novamente na Arena Corinthians, contra o Figueirense, pela 16ª rodada do campeonato Brasileiro.









Corinthians ‏@Corinthians 
Pelo Brasileirão, o Corinthians empatou em 1 a 1 contra 5P na Arena Corinthians. O Timão volta a jogar sábado, contra o Figueirense.

 Corinthians ‏@Corinthians 
Substituição no Corinthians: sai Marquinhos Gabriel para a entrada de Rildo.

#VaiCorinthians #COR
 Corinthians ‏@Corinthians  
Substituição no Corinthians: sai Giovanni Augusto para a entrada de Guilherme.

#vaiCorinthians #COR
 Corinthians ‏@Corinthians 
Substituição no Corinthians: sai Rodriguinho para entrada de Elias.

#VaiCorinthians #COR
 Corinthians ‏@Corinthians  
QUASE!!!!! Romero completa cruzamento de cabeça e o goleiro são-paulino faz grande defesa.

#VaiCorinthians #COR
 Corinthians ‏@Corinthians 
UUUUUUUUUHH! Após bom passe de Giovanni Augusto, Uendel arrisca de fora e a bola passa ao lado do goleiro adversário.

#VaiCorinthians
 Corinthians ‏@Corinthians 
Bola rolando para o segundo tempo de Corinthians 1 x 1.

#VaiCorinthians @COR
 Corinthians ‏@Corinthians  
Fim de primeiro tempo na @A_Corinthians. #Timão 1 x 1 5P

 Corinthians ‏@Corinthians  4 hHá 4 horas
GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLL!!!!!!! Bruno Henrique empata para o #Timão!

#VaiCorinthians
 Corinthians ‏@Corinthians  
Corinthians 0x1 
 Corinthians ‏@Corinthians  
Corinthians troca passes e tenta encontrar espaços na defesa adversária.

#VaiCorinthians #CORx5P
 Corinthians ‏@Corinthians 
Bola rolando na @A_Corinthians!!

Vamos Corinthians!!! Este jogo, teremos que ganhar!!!!

#VaiCorinthians #CORx5P












Corinthians é confirmado para o Majestoso com Danilo e Giovanni
Helder Júnior -

O técnico Cristóvão Borges alimentou bastante mistério ao longo da semana, mas não fez nada mais do que o esperado na escalação do Corinthians para o clássico contra 5P, neste domingo, na Arena Corinthians. A principal novidade da sua equipe será a presença do veterano meia Danilo como centroavante, o que já havia sido ensaiado.

Dessa forma, Danilo herda a vaga de Luciano, que vinha destoando tecnicamente dos seus companheiros nos últimos jogos (quatro vitória) e terá a oportunidade de aumentar a fama de carrasco das menina5P
O meia Giovanni Augusto, que apresentou queda de rendimento após ser deslocado como armador central do Corinthians, também corria o risco de perder espaço. Guilherme, no entanto, seguirá como opção no banco de reservas.

A outra mudança na formação corintiana foi forçada. O jovem zagueiro Pedro Henrique sofreu lesão muscular na coxa esquerda e será substituído por Yago ao lado do paraguaio Balbuena.

Confira a escalação do Corinthians para o Majestoso: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Romero e Danilo





















Corinthians campeão da Recopa Sul-Americana completa três anos

Romarinho e Danilo fizeram os gols da vitória que deu o título ao Corinthians e a Tríplice Coroa Internacional, completada pela Libertadores e pelo Mundial de Clubes da FIFA


09h00 17/07/2016 - Agência Corinthians




Romarinho marcou um dos gols da grande final da Recopa Sulamericana

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


O domínio internacional do Corinthians no biênio 2012/2013 teve o terceiro e final capítulo concluído há três anos. No dia 17 de julho de 2013, o Timão completava a Tríplice Coroa Internacional ao ser campeão da Recopa Sul-Americana, pela primeira vez na história,

Disputada em dois jogos o campeão da Copa Libertadores da América do ano anterior, o Corinthians tinha saído na frente na final ao vencer o rival por 2 a 1na casa rival. Um empate já daria o título inédito, mas o Timão sobrou na partida decisiva no Pacaembu.

Com muita intensidade, o Timão tomou o controle do jogo logo nos primeiros minutos. Romarinho ameaçou aos três minutos e Danilo chutou de fora da área para defesa do goleiro aos 12.

A pressão corinthiana continuou no primeiro tempo até o gol sair. Ralf arriscou de fora da área para nova intervenção do goleiro do São Paulo aos 28. Com 34 minutos, Gil ficou muito de abrir o placar ao desviar uma bola alçada na área, que passou triscando a trave esquerda.

A insistência foi premiada com o gol aos 36. Emerson avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para o meio da área. Guerrero ficou com a bola, girou e bateu. goleiro defendeu parcialmente, mas o rebote ficou com Romarinho, que concluiu para o fundo das redes.

O placar era mais do que suficiente. Mas a impressão era de que o Alvinegro ampliaria. Com 10 minutos, Fabio Santos teve a chance de deixar a taça mais próxima, avançando livre até a área, mas chutou fraco para defesa do goleiro.

O domínio completo do Timão foi quebrado por dois minutos, a partir dos 20, quando Cássio fez a primeira defesa no jogo. Logo depois, Aloísio ficou cara a cara, mas o goleiro corinthiano impediu o gol à queima-roupa.

Foi o único momento de perigo à área do Corinthians. Para não correr mais riscos, o Timão conseguiu matar a partida aos 23. Fabio Santos cruzou para cabeçada de Danilo. o goleiro conseguiu espalmar para frente, mas, no rebote, o camisa 20 executou.

A partir daí, não houve mais jogo. E o Corinthians completou a tripleta: Libertadores, Mundial de Clubes da FIFA e Recopa Sul-Americana.

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.





















Na briga pela liderança do Brasileirão 2016, Corinthians tem majestoso em casa

Majestoso acontecerá pela quinta vez na Arena Corinthians. Em todas, o Timão saiu como vencedor


10h00 17/07/2016 - Agência Corinthians

Na disputa acirrada pela liderança do Campeonato Brasileiro 2016, o Corinthians tem um importante jogo pela frente neste domingo (17). O Timão recebe 5P na Arena Corinthians para a disputa de mais um clássico Majestoso da história, às 16h, pela 15ª rodada da competição. O canal Premiere transmite o duelo ao vivo para todo o Brasil.

O Alvinegro do Parque São Jorge chega para o clássico com uma sequência de quatro vitórias. Graças à essa série, o Corinthians pulou para 28 pontos ganhos, alcançando a vice-liderança.

Focado nesse objetivo, o elenco do Corinthians teve toda a semana para treinar com vista para o Majestoso. A definição sobre o time titular que atuará no clássico só será conhecida na Arena Corinthians, já que o técnico Cristovão Borges não confirmou a escalação. Apenas revelou os relacionados: 23 jogadores, incluindo três novidades: os retornos de André, Elias e Matheus Vidotto, que estavam ausentes por lesões.


O retrospecto do Majestoso é favorável ao Timão. Em 312 clássicos disputados contra 5P, o Corinthians teve 121 vitórias, 98 empates, 93 zebras, 459 gols marcados e 412 sofridos.


Quando o histórico é puxado apenas para a Arena Corinthians, o Alvinegro domina. Em quatro partidas disputadas na casa corinthiana, o Timão venceu todas.

Os dois últimos clássicos entre Corinthians e 5P foram disputados na Arena Corinthians. No fim do ano passado, o inesquecível 6 a 1 do hexa, na celebração da conquista do título brasileiro de 2015. Já no início de 2016, pelo Campeonato Paulista, o Timão triunfou por 2 a 0, com gols de Lucca e Yago.


Lista de relacionados do Corinthians

Goleiros: Matheus Vidotto (1), Cássio (12) e Walter (27)

Laterais: Uendel (6), Guilherme Arana (13), Fagner (23) e Leo Príncipe (32)

Zagueiros: Yago (3), Balbuena (4) e Leo Santos (14)

Volantes: Willians (5), Elias (7) e Bruno Henrique (25)

Meias: Marlone (8), Guilherme (10), Giovanni Augusto (17), Danilo (20), Rodriguinho (26) e Marquinhos Gabriel (31)

Atacantes: André (9), Romero (11), Luciano (18) e Rildo (19)