9 de jul de 2016

CORINTHIANS 09/07/2016



chap 0 X 2 CORINTHIANS
Brasileiro 14ª rodada  9/7/16
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Thiego (CHA), Luciano (COR)
Cartão vermelho: Thiego (CHA), 49'/2ºT
Público e renda: 11.615/ R$ 380.345,00
Gols: Rodriguinho 14'/2°T (0-1); Marquinhos Gabriel 46' 2ºT (0-2)

chap: 12-Marcelo Boeck, 2-Gimenez, 44-Demerson, 27-Thiego e 6-Dener; 35-Sérgio Manoel, 8-Gil (87-Martinuccio 34' 2ºT), 88-Cleber Santana e 26-Silvinho (50-Arthur Maia 17' 2ºT); 11-Ananias e 9-Bruno Rangel (33-Kempes 25' 2ºT). Técnico: Caio Júnior + 1-Danilo, 36-Nivaldo, 45-Filipe Machado, 77-Matheus Biteco, 10-Hyoran, 85-Rafael BastoS, 55-Rodrigo Andrade


CORINTHIANS: 12-Cássio, 23-Fagner, 4-Balbuena, 34-Pedro Henrique (3-Yago 25' 1ºT) e 6-Uendel; 25-Bruno Henrique, 26-Rodriguinho, 17-Giovanni Augusto (10-Guilherme 27' 2ºT) e 21-Marquinhos Gabriel; 11-Romero E 18-Luciano (20-Danilo 16' 2ºT) Técnico: Cristóvão Borges + 27-Walter, 13-Guilherme Arana, 14-Léo, 22-Maycon, 5-Willians, 8-Marlone, 31-Rildo, 30-Lucca




CORINTHIANS NÃO TEM PRESSA PARA CONTAR COM ATACANTE ALEXANDRE PATO. TÉCNICO CRISTÓVÃO BORGES NÃO O ESCALARÁ DOMINGO CONTRA 5P







09/07/2016 19h24

Cristóvão festeja sequência de vitórias do Corinthians

Técnico do Corinthians há cinco partidas, Cristóvão Borges chega à quarta vitória seguida
Por GloboEsporte.com

A vitória do Corinthians por 2 a 0 contra a Chapecoense, na Arena Condá, neste sábado, foi a quarta consecutiva sob o comando de Cristóvão Borges, que chegou ao quinto jogo pelo Timão.  Sequência que fez Corinthians chegar aos 28 pontos e ser colider.

– É um campeonato duro e parelho. Uma sequência dessa vai sempre para a conta. O importante é que estamos somando pontos. Conseguimos essa sequência e, se seguirmos desta maneira, estaremos sempre bem colocados – destacou o treinador.

Assim como na vitória do Corinthians por 4x0 sobre o Flamengo, porém, o Timão não começou bem a partida, fazendo um primeiro tempo tímido. Na visão do treinador, ajustes táticos mudaram o panorama do jogo.

– Na primeira parte do primeiro tempo, tínhamos um posicionamento para iniciar o jogo, mas ele não foi suficiente para marcar bem. Da metade do primeiro tempo em diante, adiantamos a marcação, pressionamos mais, dificultamos para eles, melhoramos e dominamos o jogo. (O problema inicial) Foi a distância que demos no meio, jogamos com uma marcação intermediária e eles tiveram espaço. Mas corrigimos e melhoramos na partida – analisou o treinador.

Na próxima rodada, o Corinthians recebe 5P na Arena Corinthians, domingo, às 16h.
– Será perigosíssimo porque é clássico e as coisas se equivalem. A motivação é grande por si só. É a hora de quem está em baixa melhorar, por isso o jogo se torna mais perigoso ainda.










09/07/2016 19h57

Zagueiro Pedro Henrique sente dores na coxa e vira nova preocupação do Corinthians
Hoje foi substituído pelo zagueiro Yago na 4ª vitória corinthiana seguida
Substituído no primeiro tempo por dores no músculo posterior da coxa esquerda, jovem será reavaliado Departamento médico do Timão segue inchado


Por GloboEsporte.com


Na vitória do Corinthians sobre Chapecoense por 2 a 0,o zagueiro Pedro Henrique sentiu dores no músculo posterior da coxa esquerda e tve que ser substituído. Ele passará por exames mais detalhados.

O garoto de 20 anos conseguiu espaço e vivia seu melhor momento no clube, tendo emplacado uma sequência de seis jogos como titular.



Pedro Henrique na chegada do Corinthians a Chapecó (Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians)

Caso seja vetado, o garoto deve dar lugar a Yago, que se recuperou de um trauma ósseo no tornozelo direito, voltou a ser relacionado e entrou diante da Chapecoense. Vilson, com dores no tornozelo direito, foi desfalque no jogo.

– É uma pena, estamos começando a tirar todo mundo do DM. É uma pena ele ter sentido dores – comentou o técnico Cristóvão Borges.

Além de Vilson, o departamento médico do Corinthians conta com Camacho e Cristian em recuperação. O volante Elias e os atacantes André e Bruno Paulo já treinam com bola, mas ainda precisam de tempo para voltar a jogar.



Confira abaixo a situação de todos os jogadores corinthianos em recuperação
Elias
Problema: fratura na costela em 16 de junho
Situação: iniciou os treinos leves no campo
Previsão inicial foi de dois meses fora

Cristian
Problema: lesão muscular na coxa esquerda em 12 de junho
Situação: começou a correr no campo
Previsão inicial foi de até quatro semanas fora

André
Problema: operou uma hérnia inguinal em 20 de junho
Situação: iniciou os treinos leves no campo
Previsão inicial foi de um mês fora

Bruno Paulo
Problema: cirurgia nos ligamentos do pé direito dia 21 de maio
Situação: iniciou os treinos leves no campo
Previsão inicial foi de até 50 dias fora

Camacho
Problema: lesão muscular na coxa esquerda dia 29 de junho
Situação: faz tratamento na parte interna do CT
Previsão foi de até quatro semanas fora


Vilson
Problema: dores no tornozelo direito desde 7 de julho
Situação: desfalcou contra a Chapecoense
Sem previsão de retorno


Pedro Henrique
Problema: suspeita de lesão muscular na coxa esquerda
Situação: se machucou contra a Chapecoense
Ainda sem diagnóstico







Cristóvão aponta marcação melhor como fundamental para a vitória corinthiana
Para o treinador do Timão, o que mais se pode ressaltar é o fato de ter conquistado três pontos onde nem um outro time havia conseguido





O treinador corintiano comemorou o crescimento de produção durante a partida (Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)
9/07/2016 20h56

O técnico Cristóvão Borges gostou do segundo tempo da vitória corinthiana aós corrigir os erros

“A gente deu muita distância no meio-campo, eles tiveram espaço. Já corrigimos na metade do primeiro tempo, melhoramos e dominamos. Da metade do primeiro tempo para o final, para ser sincero, aumentamos a marcação, pressionamos e, com essa marcação, fomos superiores ao adversário”, afirmou o treinador corintiano, “mordendo” antes de “assoprar” a atuação da equipe.

“Eu gosto muito do que a gente fez em boa parte do segundo tempo, voltamos com a marcação adiantada, tirando espaço e, na troca de passes, controlamos. Mesmo tendo muitos erros de passes, o gramado atrapalhou. Ainda assim, o desempenho foi satisfatório”, continuou o comandante.
Para ele, o que mais se pode ressaltar é o fato de ter conquistado três pontos onde nem um outro time havia conseguido.

“Fizemos um jogo bom, conseguimos essa vitória. Muita gente vai vir aqui e vai se atrapalhar durante o campeonato, podem ter certeza. É a primeira vez que eles perdem aqui”, apontou Cristóvão, poupando de qualquer crítica o trio de arbitragem, que anulou um gol legal de Balbuena quando a partida ainda estava 0 a 0.

“Não gosto de falar de arbitragem. Os árbitros querem acertar e erram como nós erramos também. Estamos procurando trabalhar para que as coisas aconteçam. O importante é todo mundo estar atento que a gente pode continuar vencendo”, concluiu.

Com 28 pontos conquistados, o Corinthians é colíder. Na próxima rodada, o adversário do Corinthians será 5P, às 16h (de Brasília) do domingo, dia 17, na Arena Corinthians.















Corinthiano meia Marquinhos Gabriel vê “pontos a melhorar”, mas exalta quarta vitória seguida
Ele é um dos artilheiros da equipe na competição com quatro gols marcados, ao lado do paraguaio Romero, 





Marquinhos Gabriel sabe que o Timão pode render mais (Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)
9/07/2016 20h00

O meia Marquinhos Gabriel, responsável por um belo gol nos acréscimos, não poupou adjetivos para a vitória do Corinthians por 2 a 0 na tarde deste sábado (09 de julho), contra a Chapecoense. Contente pelo resultado, nem tanto pelo desempenho, o armador classificou como “importantíssimos” os três pontos conquistados na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“A gente sabia que ia ser difícil, fico feliz pelo time. fez uma bela partida defensivamente. Continuando assim agente tem possibilidades grandes durante o campeonato”, afirmou o jogador, acreditando que a disputa ponto a ponto com o arquirrival Palmeiras vai durar bastante tempo. “Vai continuar assim, enquanto o Plameiras não tropeçar. Mas, se não fizermos nossa parte dentro de campo, não vai adiantar nada”, alertou.


Um dos artilheiros da equipe na competição com quatro gols marcados, ao lado do paraguaio Romero, Marquinhos Gabriel reconheceu que o futebol apresentado em Santa Catarina deixou a desejar no primeiro tempo. Para os alvinegros, no entanto, isso já era esperado.

“Fora de casa tem que ser assim. A gente sabia que seria um jogo brigado, muito pelo alto. O Corinthians precisava ganhar a segunda bola para tomar conta do jogo. Esses três pontos foram importantíssimos”, avaliou o atleta, acreditando no crescimento da equipe sob o comando de Cristóvão Borges.

“Aos poucos, o Cristóvão está implementando o trabalho dele e o time vem correspondendo. Ainda tem muitas coisas para melhorar, mas isso vai acontecer com o tempo”, opinou, sem querer especificar o que exatamente precisa ser aprimorado no Timão.

“Tem tempo ainda para melhorar, alguns quesitos, fica complicado falar agora depois do jogo. Não é nada específico do jogo, mas vamos melhorar daqui para frente. Durante a semana vamos olhar os vídeos, com certeza estamos no caminho certo”, concluiu.







Rodriguinho celebra gol e vitória do Corinthians em “guerra” contra a Chapecoense
Meio-campista ressaltou os embates físicos que deram o tom do embate no Sul do país, mas garantiu que não viu deslealdade no adversário


Rodriguinho foi decisivo para o Corinthians mais uma vez (Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)
9/07/2016 20h36

O volante Rodriguinho emplacou sua sexta partida seguida como titular do Corinthians e, pela primeira vez, saiu de campo com um gol para a sua conta após o triunfo sobre a Chapecoense, na tarde deste sábado (09 de julho), na Arena Condá. Contente pelo desempenho e o belo tento anotado aos 15 minutos do segundo tempo, o meio-campista ressaltou os embates físicos que deram o tom do embate no Sul do país.

“Jogo de contato, uma verdadeira guerra. Soubemos nos defender e depois igualamos o jogo, terminando com certo domínio da partida. Quando fizemos o gol, abrimos mais o jogo e conseguimos nos defender”, avaliou o jogador, que não se considera titular absoluto da equipe apesar do tento marcado.

“O Cristóvão que tem que responder, tem jogadores no departamento médico ainda que vão voltar e somar também. Cabe a ele decidir. Aqui a força do grupo é importante, como o campeonato é longo, precisamos e necessitamos de todos para que, na hora que for preciso, todos possam ajudar”, analisou.

As palavras se referem principalmente a Cristian e Elias, atletas que já correm ao redor do gramado do CT Joaquim Grava e podem iniciar os trabalhos com bola já nesta semana, de Corinthians x 5P, marcado para o domingo, dia 17 de julho, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além da dupla, Camacho também está no DM, mas deve demorar mais para voltar.

Outro que defendeu a atitude defensiva dos visitantes na casa da Chape foi o lateral direito Fagner. O defensor justificou a ideia de jogo como uma forma de “esfriar” os ânimos dos alviverdes, invictos em seus domínios até o duelo contra o Timão.

“A gente sabia que, no começo do jogo, fora de casa, se você se expor, corre o risco de inflamar o torcedor e ele ser o décimo segundo jogador. Conseguimos neutralizar o ímpeto deles, soubemos medir os riscos e conseguimos uma vitória importantíssima”, concluiu Fagner.

Após “projetar” volta, Gil posta foto assistindo ao jogo do Corinthians
Durante a semana, zagueiro já havia enchido os corações dos torcedores de expectativa ao comentar uma foto no Instagram





Zagueiro causou alvoroço entre os corinthianos ao apoiar o ex-time (Reprodução/Twitter)
9/07/2016 18h25

O zagueiro Gil parece estar realmente com saudades do Corinthians. Três dias após fazer comentários indicando um possível retorno em breve ao clube, o jogador postou uma foto em seu Twitter neste sábado (09 de julho) assistindo ao duelo entre o clube e a Chapecoense, na casa do adversário, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Go, go, go”, disse o atleta na legenda, utilizando o verbo em inglês para “vai”. Atualmente no Shandong Luneng, Gil foi vendido no início do ano para o time chinês por 10 milhões de euros (R$ 44 milhões à época), sendo que 90% desse valor foi para o clube do Parque São Jorge.
Durante a semana, zagueiro já havia enchido os corações corinthiano de expectativa ao comentar uma foto no Instagram com: “Saudades de vestir essa camisa. O futuro a Deus pertence. Pode estar muito perto", escreveu em uma foto que exibia Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Uendel.









Timão resolve no segundo tempo, vence a Chape e chega a quatro vitórias seguidas
Com o resultado, Corinthians alcança os 28 pontos conquistados, e é colider

O Corinthians foi o senhor do jogo na etapa final e conseguiu uma importante vitória na tarde deste sábado (09 de julho), por 2 a 0 sobre a Chapecoense, na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do triunfo, o quarto consecutivo da equipe pela competição, foram marcados por Rodriguinho e Marquinhos Gabriel, esse já nos acréscimos.

Com o resultado, o Corinthians alcança os 28 pontos conquistados, e é colíder

Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta 5P, às 16h (de Brasília) do próximo domingo, na Arena Corinthians. 


O duelo em Chapecó mostrou muita dificuldade dos dois times em conseguir criar lances, principalmente pela forte marcação dos dois lados. O único armador de ofício entre os 22 atletas em campo era Giovanni Augusto, que não conseguiu dar prosseguimento nas ações ofensivas do Alvinegro. Para piorar, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro parou o jogo insistentemente, sempre demorando a autorizar cobranças de falta e até interrompendo o embate por cinco minutos para tirar a faixa “CBF da corrupção"  na torcida do Corinthians.

A primeira chance de gol foi dos donos da casa. Aos 17 minutos de bola rolando, Gil ganhou a jogada pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro na primeira trave. Ananias se antecipou ao garoto Pedro Henrique e bateu com o pé esquerdo, exigindo boa defesa de Cássio. Depois, em novo lance pela esquerda, Ananias novamente ganhou de Pedro e cruzou para Bruno Rangel. O centroavante, na marca do pênalti, subiu sem ser incomodado por Uendel, mas mandou para fora.

Sem conseguir criar e vendo o adversário criar certo perigo, o Timão resolveu ficar mais com a bola e parou de esticar o jogo para Luciano e Romero, sempre em desvantagem. O clube teve uma baixa ainda na etapa inicial quando Pedro Henrique conseguiu o corte em investida de Ananias, mas esticou demais a coxa esquerda. O defensor urrou de dor e logo foi substituído para a entrada de Yago.

Os visitantes reservaram seus melhores lances para o intervalo. No primeiro, Luciano recebeu na intermediária ofensiva e, mesmo muito próximo da bola, arriscou de longe. A bola quicou e o goleiro Marcelo Boeck espalmou para o lado. Romero chegou a tempo de chutar, mas mandou na lateral da rede. Depois, Giovanni Augusto recebeu dentro da área e rolou para o mesmo Luciano, que, mesmo sem ângulo, chutou e jogou pela linha de fundo.

O Corinthians voltou bem melhor, mas foi atrapalhado por outro membro do trio de arbitragem. Uendel cobrou falta pelo lado esquerdo e Balbuena subiu mais alto que a zaga adversária para cabecear no canto direito, sem chances para Marcelo Boeck. O auxiliar Pablo Almeida Costa, no entanto, viu impedimento inexistente do corintiano.

A melhora, no entanto, ficou evidente com o domínio territorial dos paulistas. Sempre com a bola, os alvinegros acabaram ajudados pela falta de esforço ofensivo da Chape, que deu quatro “chutões” seguidos em lances nos quais poderia sair jogando. No último, a bola foi trabalhada pelo Timão da esquerda para a direita até cair nos pés de Giovanni Augusto, na meia-lua ofensiva. O meia, que fazia partida ruim, achou Rodriguinho na linha da grande área. O volante teve calma para limpar a bola com a direita e, de esquerda, tocar no canto esquerdo, sem chances para o goleiro.

Ainda sem ficar plenamente satisfeito, apesar da vantagem no placar, Cristóvão promoveu mais duas mudanças no ataque: saíram Luciano e Giovanni para as entradas de Danilo e Guilherme, com o objetivo de reter com mais facilidade a posse de bola. Mesmo com alguns erros de Rodriguinho na saída de bola, as alterações realmente ajudaram o time e deixaram a Chape bem longe da meta defendida por Cássio.

No fim, ainda deu tempo dos alvinegros ampliarem. Depois de saída de bola arrisca, porém bem executada por Yago, Fagner recebeu pela direita e enxergou a movimentação de Marquinhos Gabriel. O meia se aproveitou da bobeira da zaga adversária e tocou com o pé esquerdo na saída de Boeck, selando o triunfo aos 47 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
chap 0 X 2 CORINTHIANS

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 9 de julho de 2016, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)
Público: 11.615 pagantes
Renda: R$ 380.345,00
Cartões amarelos: Thiego (chap); Luciano (Corinthians)
Cartão vermelho: Thiego (chap)
Gols:
CORINTHIANS: Rodriguinho, aos 15, e Marquinhos Gabriel, aos 47 minutos do segundo tempo

chap: Marcelo Boeck; Gimenez, Demerson, Thiego e Denner; Sérgio Manoel, Gil (Martinuccio) e Cleber Santana; Silvinho (Arthur Maia), Bruno Rangel (Kempes) e Ananias
Técnico: Caio Júnior

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique (Yago), Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Romero, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel; Luciano (Danilo)
Técnico: Cristóvão Borges

19:22
19:18
Pós-jogo
Marquinhos Gabriel: "Eu acho que a gente tem que entrar com o mesmo pensamento, que é de vencer e lutar sempre".

19:14
Fagner também comenta a reação de Luciano, que chutou o banco de reservas ao ser substituído: "É difícil. Atacante, quando está jogando, quer fazer gol e ele se auto-pressiona. A gente tem que passar confiança para ele, tranquilizar, na hora certa vai sair gol. Ele vem nos ajudando, é ter tranquilidade, continuar trabalhando, que as coisas vão acontecer."

19:12
"Nosso time foi inteligente hoje, conseguiu neutralizar adversário, conseguimos saber a hora certa de nos expor, de propor o jogo... Conseguimos uma vitória importantíssima", completa Fagner.

19:06
Pós-jogo
"Ele vai estar apto a jogar independente do time. Quando estiver bem fisicamente e a comissão técnica entender que ele tem que ir para o jogo, ele será escalado", completa o cartola.


19:06
Eduardo Ferreira, diretor adjunto de futebol fala sobre Pato: "Ele falou que quer ficar no Corinthians, se negou a proposta da Lazio, não sabemos".

19:05
Marquinhos Gabriel: ", mas temos que pensar no nosso trabalho, não ia adiantar nada, se não fizéssemos a nossa parte. Jogo a jogo vamos crescer."


19:04
Rodriguinho fala em zona mista: "Todo mundo está fazendo o seu melhor, tem jogadores que estão voltando de lesão e vão brigar por chances. Cabe ao Cristóvão decidir."


19:00
Está encerrada a entrevista coletiva do técnico Cristóvão Borges.



18:59
Cristóvão analisa melhora da equipe no segundo tempo: "Foi a distancia que a gente deu no meio de campo. Jogamos com marcação intermediária, corrigimos isso na metade do segundo tempo. Do meio do primeiro tempo para o fim melhoramos e jogamos bem."


18:59
 "É perigosíssimo. Em clássico as coisas sempre valem, já há uma motivação por si só e é hora de quem está por baixo melhorar."


18:57
 "Fizemos jogo bom, conseguimos a vitória, jogar aqui é difícil, foi o primeiro jogo que a Chapecoense perdeu em casa. Muita gente virá aqui e irá se atrapalhar."


18:56
Como você pretende utilizar Alexandre Pato? "Pode ser de lado e 9. O importante é todo mundo estar disposto a contribuir. Esse resultado se deve à força do grupo, desse jeito temos grandes de chegar ao final brigando."


18:56
Ele volta a comentar a insatisfação de Luciano: "A equipe não é definitiva, o campeonato é longo e mudanças vão acontecer ao longo do campeonato. O importante é todos estarem prontos a jogar."


18:55
Cristóvão evita falar da arbitragem, que errou ao anular um gol do zagueiro Balbuena.

18:54
Agora o assunto é Pedro Henrique, zagueiro que saiu machucado no primeiro tempo: "Jogador sentiu um problema muscular e ficamos preocupados. Ainda não falei com o doutor para saber o grau da lesão. Foi uma pena, pois agora estamos começando a tirar todo mundo do DM."


18:53
Treinador analisa a quarta vitória consecutiva: "É uma sequência difícil num campeonato duro e parelho como esse. Antes a equipe vinha somando pontos, mas não tinha sequências."


18:51
"Gosto do que a gente fez em boa parte do segundo tempo. Voltamos com a marcação adiantada, controlamos a Chapecoense e o jogo. Foi satisfatório", diz o técnico.


18:51
Você falou com Luciano, que saiu reclamando de campo? "Não, não tem esses problemas não. Se ele ficou assim, é bobagem. Vai acontecer outras vezes, isso é normal."


18:51
Começa a entrevista coletiva do técnico Cristóvão Borges: "Tínhamos posicionamento para começar o jogo, mas isso não foi suficiente para marcar bem. Depois adiantamos a marcação, começamos a pressionar e isso foi decisivo."


18:46
Rodriguinho também comemorou o triunfo em Chapecó: "Vitória importante, é sempre difícil jogar aqui. Foi um jogo muito brigado, conseguimos equiparar na luta e sobressaímos na técnica."


18:46
O meia Guilherme foi outro que falou na saída do campo: "Passamos por várias coisas neste ano, adaptação, elenco novo, mas a gente vai evoluindo. Pontos assim, como os de hoje, são fundamentais, jogar aqui não é fácil, melhoramos no segundo tempo e matamos o jogo."

18:46
Danilo, 37 anos, voltou de lesão e entrou bem. Deu bons passes, ajudou a reter a bola... Ainda é útil ao Corinthians
18:45
"Aos poucos, o Cristóvão está implementando o trabalho dele e o time vem correspondendo. Ainda tem muitas coisas para melhorar, mas isso vai acontecer com o tempo", completou o autor do segundo gol do Timão.


18:43
Marquinhos Gabriel falou sobre o triunfo do Timão: "Fora de casa tem que ser assim. A gente sabia que seria um jogo brigado, muito pelo alto. O Corinthians precisava ganhar a segunda bola para tomar conta do jogo. Agora a gente tem clássico no fim de semana e precisa se concentrar. Esses três pontos foram importantíssimos."


18:42
#Corinthians na Arena Condá:
2014: 1 a 0
2015: 3 a 1
2016: 2 a 0

Único clube com 100% dos pontos lá desde a subida da Chape

18:40
Guilherme, Pedro Henrique, Fagner e Bruno Henrique. Nenhum levou o 3º amarelo. Próximo jogo do #Corinthians

18:39
Pós-jogo
Elenco do Corinthians ganha folga amanhã e segunda-feira antes de iniciar preparação para o majestoso, no próximo domingo, na Arena.







FICHA TÉCNICA

chap 0 X 2 CORINTHIANS
Brasileiro 14ª rodada
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Thiego (CHA), Luciano (COR)
Cartão vermelho: Thiego (CHA), 49'/2ºT
Público e renda: 11.615/ R$ 380.345,00
Gols: Rodriguinho 14'/2°T (0-1); Marquinhos Gabriel 46' 2ºT (0-2)

chap: 12-Marcelo Boeck, 2-Gimenez, 44-Demerson, 27-Thiego e 6-Dener; 35-Sérgio Manoel, 8-Gil (87-Martinuccio 34' 2ºT), 88-Cleber Santana e 26-Silvinho (50-Arthur Maia 17' 2ºT); 11-Ananias e 9-Bruno Rangel (33-Kempes 25' 2ºT). Técnico: Caio Júnior + 1-Danilo, 36-Nivaldo, 45-Filipe Machado, 77-Matheus Biteco, 10-Hyoran, 85-Rafael BastoS, 55-Rodrigo Andrade


CORINTHIANS: 12-Cássio, 23-Fagner, 4-Balbuena, 34-Pedro Henrique (3-Yago 25' 1ºT) e 6-Uendel; 25-Bruno Henrique, 26-Rodriguinho, 17-Giovanni Augusto (10-Guilherme 27' 2ºT) e 21-Marquinhos Gabriel; 11-Romero E 18-Luciano (20-Danilo 16' 2ºT) Técnico: Cristóvão Borges + 27-Walter, 13-Guilherme Arana, 14-Léo, 22-Maycon, 5-Willians, 8-Marlone, 31-Rildo, 30-Lucca







Corinthians vence a Chapecoense por 2 a 0 e segue 100% na Arena Condá


Com gols de Rodriguinho e Marquinhos Gabriel, Timão engata a quarta vitória consecutiva e empata em pontos com o líder. Corinthians mantém invencibilidade em Chapecó


Chapecoense 0x2 Corinthians
(Foto: reprodução/Premiere)



Chapecoense 0x2 Corinthians
(Foto: JARDEL DA COSTA/FUTURA PRESS)




09/07/2016

18:34

O Corinthians venceu de novo, fora de casa. No terceiro jogo na história em Chapecó, o Timão conquistou a terceira vitória: 2 a 0, gols de Rodriguinho e Marquinhos Gabriel, acabando com a invencibilidade do time da casa no local.

O quarto triunfo consecutivo faz o Corinthians alcançar a coliderança, ma.

Embora "em casa", o Corinthians não pareceu muito à vontade no primeiro tempo. Mesmo repetindo a escalação dos últimos três jogos, a equipe errou muitos passes, chegou a levar sustos da Chape e fez um jogo sonolento. Para piorar, o zagueiro Pedro Henrique sofreu uma lesão muscular e teve de ser substituído.


Os mandantes também não conseguiram exercer a pressão habitual quando jogam na Arena Condá. Ananias e Bruno Rangel até levaram perigo para Cássio, mas nem assim conseguiram dar emoção à fraca etapa inicial da partida.


No intervalo, as coisas mudaram... mas só para o Corinthians. Assim como quando o Corinthians meteu 4x0 no Flamengo, no último domingo, o técnico Cristóvão Borges corrigiu problemas e fez a equipe voltar melhor. Conseguindo triangular, trabalhar a bola pelo chão e contando com o apoio dos laterais, o Timão cresceu e só não abriu o placar logo na volta para o segundo tempo pois o zagueiro Balbuena teve gol mal anulado.


Percebendo que não seria fácil invadir a defesa rival, o Alvinegro passou a arriscar chutes de longe. Bruno Henrique parou no Marcelo Boeck, mas o goleiro da Chape não conseguiu deter Rodriguinho. Com linda finalização, o meia abriu o placar e fez os catarinenses se abrirem.


O treinador corinthiano também fez boas substituições. Guilherme e Danilo não só aumentaram a posse de bola da equipe, como distribuíram bons passes e criaram chances.


A vitória foi sacramentada nos minutos finais, após lindo lançamento de Fagner e belo chute de Marquinhos Gabriel, que encobriu o goleiro, garantindo o triunfo do time "da casa".


FICHA TÉCNICA

chap 0 X 2 CORINTHIANS
Brasileirão 2016- 13ª rodada
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Thiego (CHA), Luciano (COR)
Cartão vermelho: Thiego (CHA), 49'/2ºT
Público e renda: 11.615/ R$ 380.345,00
Gols: Rodriguinho 14'/2°T (0-1); Marquinhos Gabriel 46' 2ºT (0-2)

chap: Marcelo Boeck, Gimenez, Demerson, Thiego e Dener; Sérgio Manoel, Gil (Martinuccio 34' 2ºT), Cleber Santana e Silvinho (Arthur Maia 17' 2ºT); Ananias e Bruno Rangel (Kempes 25' 2ºT). Técnico: Caio Júnior


CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique (Yago 25' 1ºT) e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Romero, Giovanni Augusto (Guilherme 27' 2ºT) e Marquinhos Gabriel; Luciano (Danilo 16' 2ºT) Técnico: Cristóvão Borges












09/07/2016 18h37

Atuações do Corinthians em vitória fora de casa por 2x0: Rodriguinho e Marquinhos Gabriel garantem outra vitória
Meio-campistas decidem a partida em favor do Timão contra a Chapecoense, fora de casa. Zagueiro Balbuena também tem exibição segura atrás e se destaca na frente


Por Marcelo Braga









Rodriguinho
Após boa exibição em Corinthians 4x0 Flamengo, fez gol importantíssimo em nova vitória corinthiana, na Arena Condá. Vem tendo atuações regulares. Acelerou a transição ofensiva e ajudou na marcação. Nota: 6,5

Balbuena
Postura segura na defesa. Foi à frente e fez gol de cabeça, em jogada anulada de forma equivocada pela arbitragem. Mostrou entrosamento com Pedro Henrique e também com Yago. Deu outra cabeçada de perigo nos minutos finais. Nota: 6,5

Marquinhos Gabriel
Foi alternativa de escape importante pelo lado e, após a saída de Giovanni Augusto, também pelo meio. Mostrou rapidez e boa técnica para marcar o seu gol na partida. Nota: 6,5





Corinthians venceu a Chapecoense fora de casa (Foto: Jardel da Costa/Futura Press)



Cássio [GOL]: 6,5
Fagner [LAD]: 6,5
Pedro Henrique [ZAG]: 6
(Yago [ZAG]): 6
Balbuena [ZAG]: 6,5
Uendel [LAE]: 6,5
Bruno Henrique [VOL]: 6
Rodriguinho [MEC]: 6,5
Giovanni Augusto [MEC]: 6
(Guilherme [MEC]): 6
Marquinhos Gabriel [MEC]: 6,5
Romero [ATA]: 5,5
Luciano [ATA]: 5,5
(Danilo [MEC]): 6






















09/07/2016 18h35

Corinthians vence a Chapecoense fora de casa e gruda na coliderança
Rodriguinho e Marquinhos Gabriel marcam

Por GloboEsporte.com

O Corinthians venceu por 2x0 a Chapecoense, que conheceu sua primeira derrota dentro da Arena Condá neste Campeonato Brasileiro na tarde deste sábado, na abertura da 14ª rodada

Com gols de Rodriguinho e Marquinhos Gabriel, o Timão fez 2 a 0 e chegou aos mesmos 28 pontos e é colíder. Balbuena, no início da segunda etapa, havia marcado outro de cabeça, mas a arbitragem anulou o gol de forma equivocada, por enxergar posição de impedimento do beque. A Chape segue em 11º lugar, com 18 pontos.





Rodriguinho comemora o primeiro gol da vitória do Corinthians (Foto: Jardel da Costa/Futura Press)


O primeiro tempo foi de poucas chances. Com uma defesa para cada lado, os goleiros Cássio e Marcelo Boeck mantiveram o zero no placar. Primeiro, Ananias chutou e o camisa 12 do Timão rebateu bem. Mais de 30 minutos depois, o Corinthians assustou com chute de fora da área de Luciano, que quase rendeu rebote açucarado para Romero. O paraguaio, porém, errou o alvo.

Com uma postura mais ofensiva do Corinthians na etapa final, o jogo cresceu em qualidade. Logo aos dois minutos, Uendel cobrou falta na cabeça de Balbuena, que estufou as redes. Pablo Almeida da Costa ergueu a bandeira de forma equivocada.

A partir daí, o time alvinegro passou a sufocar o catarinense e conseguiu o primeiro gol com chute colocado de Rodriguinho, da entrada da área. Aos 40 minutos, após cobrança de falta, o zagueiro Thiago quase empatou, mas chutou para fora.

Nos acréscimos, Fagner lançou Marquinhos Gabriel, que bateu bonito na saída do goleiro, definindo a vitória corintiana. E, mesmo com o jogo decidido, o zagueiro Thiego fez falta dura em Romero e levou o segundo amarelo de Ricardo Marques Ribeiro, sendo expulso.

O Timão volta a jogar no próximo domingo, às 16h, pelo mjestoso, na Arena Corinthians, buscando sexta vitória seguida.























Corinthians Sub-17 goleia na última rodada da primeira fase do Paulistão

Após vitória por 4 a 0 diante do Santo André, foco se vira para a Taça BH, que já começa amanhã (10) para o Corinthians


17h00 09/07/2016 - Agência Corinthians


Mesmo com a equipe principal em Belo Horizonte (MG), para a disputa da Taça BH, o Sub-17 do Corinthians goleou o Santo André por 4 a 0, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. A partida aconteceu na manhã deste sábado (09), no Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos-SP.

Logo aos seis minutos do primeiro tempo, Rafael fez o primeiro gol da partida. Aos 34, Bruno ampliou. Já na etapa complementar, Renatinho fez dois – aos 24 e aos 28 minutos – e fechou a goleada do Alvinegro.

A equipe foi comandada por Mauro Di Giuseppe, auxiliar do técnico Marcio Zanardi que já está na capital mineira para a disputa da Taça BH.

Agora, o Paulistão faz uma pausa até o fim do mês de julho e todas as atenções da categoria se voltam para a Taça BH, uma das principais competições Sub-17 do Brasil. O Corinthians estreia neste domingo (10), contra o Desportivo Brasil.







Cássio se torna o quarto goleiro que mais atuou pelo Corinthians

Multicampeão, Cássio foi essencial nas conquista do Libertadores da América de 2012 e do Mundial de Clubes de 2012


16h00 09/07/2016 - Agência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Neste sábado (09), às 16h30, o Corinthians enfrenta a Chapecoense pelo Brasileirão 2016 com uma marca especial para um dos jogadores com mais tempo de casa. Cássio igualou o goleiro Bino como quarto a mais defender a meta alvinegra.

Com a confirmação do goleiro na equipe titular no duelo contra a Chapecoense, Cássio chegou a 236 jogos e entrou na seleta lista dos quatro goleiros que mais atuaram pelo Timão.

Multicampeão, Cássio foi essencial nas conquista do Libertadores da América de 2012 e do Mundial de Clubes de 2012. Ainda foi titular nas conquistas do Paulistão 2013, Recopa Sul-Americana de 2013, e mais recentemente o Brasileirão 2015.

Confira a lista dos 5 goleiros que mais atuaram pelo Timão:

1º - Ronaldo – 602 jogos

2º - Gilmas – 395 jogos

3º Cabeção – 326 jogos

4º Cássio e Bino – 236 jogos

5º Ado – 206 jogos













CORINTHIANS SUB 20 VENCEU POR 4X1 gremio PELO BRASILEIRO SUB 20
15H55

Corinthians goleia Grêmio e encaminha classificação à semifinal do Brasileirão Sub-20

Vitória por 4 a 1, fora de casa, teve gols de Rodrigo, Dawhan, Lauder e Renan e ótima atuação do goleiro Filipe


16h30 09/07/2016 - Agência Corinthians







© Rodrigo Fatturi/Grêmio


Neste sábado (09), a equipe Sub-20 do Corinthians teve mais um desafio válido pelo Brasileirão da categoria. Jogando na Arena Alviazul, em Lajeado, no Rio Grande do Sul, o Timãozinho venceu o Grêmio por 4 a 1 e manteve a invencibilidade na segunda fase da competição nacional, com três triunfos em três partidas. Um dos grandes destaques da partida foi o goleiro Filipe, que logo no início da partida fez três grandes defesas – fundamentais para a vitória do Alvinegro.

O placar só foi aberto aos 23 minutos. Rodrigo fez excelente jogada individual, driblando dois adversários antes de bater cruzado, sem chances de defesa para o goleiro gremista. O Corinthians ampliou aos 33 minutos. Fabricio cobrou escanteio na cabeça de Dawhan, que escorou para o canto esquerdo do gol. O terceiro veio ainda no primeiro tempo, aos 42 minutos. Mantuan cruzou a bola na área e Lauder dominou no peito e chutou forte para o fundo da rede.

Aos três minutos da etapa complementar, o goleiro Filipe pegou um pênalti. Na sequência, o juiz deu outro pênalti para o Grêmio, na dividida do goleiro alvinegro com o atacante. Desta vez, ele não conseguiu pegar e a equipe do Rio Grande do Sul descontou, aos cinco minutos. Três minutos depois, os gaúchos ficaram com um jogador a menos. O quarto gol do Timãozinho só saiu nos acréscimos: Renan – que havia entrado no lugar de Rodrigo – recebeu bom passe e tocou na saída do goleiro.

“O primeiro gol é sempre importante para você sair na frente do placar”, ressaltou Rodrigo, autor do gol que abriu o marcador. “No lance, consegui driblar dois jogadores e sai de cara com o goleiro. Aí, foi só tirar do goleiro”, descreveu. O camisa 10 exaltou a vitória, mas lembrou que a classificação ainda não está garantida. “Acho que a gente está no caminho certo, mas não é por termos vencido duas fora de casa que temos que baixar a guarda", completou.

Com nove pontos, o Alvinegro é líder isolado do Grupo E e complicou a classificação do Grêmio. Na próxima rodada, o Corinthians encara o clube gaúcho novamente, desta vez na Arena Barueri, em São Paulo, precisando de apenas um empate para se classificar à semifinal. A partida acontece na próxima quarta-feira (13), às 17h.

Confira a classificação até aqui:

1º) Corinthians – 9 pontos (três jogos)













Corinthians vence goleando Grêmio no Brasileiro sub-20
Publicado em 09/07/2016, 15:53 /Atualizado em 09/07/2016, 16:01

O Corinthians somou a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro sub-20 ao bater o Grêmio por 4 a 1, na Arena Alviazul, em Lajeado.
Os gols corintianos foram marcados por Rodrigo, Dawhan e Lauder, aos 23, 33 e 42 minutos do primeiro tempo. Renan fez o quarto, aos 47 minutos da etapa final.

Com o resultado, o Corinthians tem nove pontos em três jogos na segunda fase do Brasileiro sub-20 e lidera o Grupo E. Corinthians enfrenta de novo o gremio dia 13, na Arena Barueri, em Barueri.









CORINTHIANS ESCALADO




A #Fiel já começa a chegar na Arena Condá para apoiar o #Timão no duelo contra a Chapecoense, às 16h30.


Corinthians ‏@Corinthians



Os uniformes do #Timão já estão prontos para a chegada do elenco alvinegro para mais um duelo no Brasileirão.












Corinthians ‏@Corinthians



A Arena Condá já está pronta para receber o #Timão. Às 16h30, o Corinthians encara a Chapecoense, pelo Brasileirão.













Corinthians tem aproveitamento impecável na Arena Condá




09/07/2016 08:36:25



O Corinthians tem um retrospecto bastante favorável diante da Chapecoense, a sua adversária na tarde deste sábado, na Arena Condá. Jogando como visitante, o time paulista acumulou duas vitórias e nenhum tropeço diante do catarinense.



O primeiro jogo entre Corinthians e Chapecoense ocorreu justamente na Arena Condá, em 4 de maio de 2014, com vitória corinthiana por 1x0


Em 2015, ano em que foi campeão brasileiro, o Corinthians novamente levou a melhor fora de casa contra a Chapecoense. No último 30 de agosto, ganhou por 3 a 1, com gols de Elias, Vagner Love, de cabeça, e Jadson, de pênalti. Bruno Rangel anotou para o time mandante.


Na Arena Corinthians, o Corinthians também venceu a Chapecoense em 2015. Venceu por 1 a 0 no ano passado Em 2014 foi 1x1


O histórico de confrontos do Corinthians contra a Chapecoense, portanto, aponta três vitórias alvinegras e somente uma igualdade, com seis gols marcados e dois sofridos.











9/07/2016 09h35


Cristóvão confia em dupla de capitães no Corinthians

Fagner e Bruno Henrique se revezam nos quatro jogos sob comando do técnico e fazem liderança “serena” no elenco. Regularidade chama a atenção


Por Diego Ribeiro e Marcelo Braga




Fagner e Bruno Henrique: dupla de capitães
(Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Cristóvão Borges confia a responsabilidade de capitão a dois jogadores.


O lateral-direito Fagner e o volante Bruno Henrique se revezaram com a faixa nos quatro jogos sob o comando de Cristóvão. Neste sábado, contra a Chapecoense, às 16h30 (horário de Brasília), em Santa Catarina, Bruno deve ser o capitão da equipe.


– Eles estavam fazendo esse revezamento e eu só mantive – disse Cristóvão.



O técnico costuma afirmar que a medida serve para que todos se sintam importantes no elenco – entre os jogadores mais experientes, claro.

Na era Cristóvão, os capitães foram escolhidos com base na regularidade em campo. Tanto Fagner quanto Bruno Henrique não têm tido problemas com lesões e suspensões. Ambos participaram dos 13 jogos do Corinthians no Campeonato Brasileiro e são considerados líderes.


O perfil da dupla é parecido. Fagner e Bruno são mais serenos, bem articulados, e seguem a linha de um capitão recente que fez sucesso no clube. Alessandro Nunes, hoje gerente de futebol, usou a faixa nas conquistas da Taça Libertadores e do Mundial de Clubes.








Em busca de mais uma vitória, Corinthians enfrenta Chapecoense pelo Campeonato Brasileiro

Equipe comandada pelo técnico Cristovão Borges vem de três vitórias consecutivas

10h00 09/07/2016 - Agência Corinthians






© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


O Corinthians tem mais um desafio pelo Campeonato Brasileiro 2016 neste sábado (09). Em Chapecó-SC, o Timão enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá, às 16h30, pela 14ª rodada da competição. Globo (para SP, SC menos Chapecó, PR, MG menos Juiz de Fora, GO, TO, BA, SE, AL, PE, RN, CE, MA, PA menos Santarém e DF) e Premiere (para todo o Brasil) transmitem ao vivo a partida.

Será a quinta partida do técnico Cristovão Borges no comando do Timão. Após uma estreia com derrota para o Atlético-MG, a equipe alvinegra sob nova direção engatou uma sequência de três vitórias seguidas (2 x 1 Santa Cruz, 2 x 0 América-MG e 4 x 0 Flamengo). Com isso, o Coringão chegou à vice-liderança do Brasileirão, com 25 pontos ganhos, e se estabeleceu no G4.

Para buscar o quarto triunfo seguido, Cristovão deve colocar a campo a mesma formação repetida nos últimos três jogos. De acordo com o treinador em entrevista coletiva na última sexta-feira (08), a tendência é que o time titular previsto tenha Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto; Romero e Luciano.

O técnico do Corinthians relacionou 22 jogadores para a partida em Chapecó-SC, com três novidades: o zagueiro Yago, o volante Willians e o meia Danilo, que estiveram ausentes dos jogos passados por lesões.

O duelo entre Corinthians e Chapecoense é bastante recente, com o primeiro confronto realizado no Brasileirão de 2014. Apesar do pouco número de jogos, o Timão já vai construindo retrospecto favorável contra a equipe de Chapecó. Em quatro partidas, o Alvinegro venceu três e empatou um, com seis gols marcados e dois sofridos.

Na campanha do hexa, no ano passado, o Timão conquistou importante vitória atuando na casa do adversário, justamente no último confronto entre as duas equipes, pelo segundo turno do Brasileirão 2015. Com gols de Elias, Vagner Love e Jadson, o Corinthians venceu a Chapecoense por 3 a 1.

O primeiro confronto da história entre as equipes também teve vitória alvinegra na Arena Condá. No primeiro turno do Brasileirão 2014, o Corinthians venceu a Chape fora de casa por 1 a 0, com gol marcado por Guerrero.

Lista de relacionados para o jogo contra a Chapecoense

Goleiros: Cássio (12) e Walter (27)
Laterais: Uendel (6), Guilherme Arana (13) e Fagner (23)
Zagueiros: Yago (3), Balbuena (4), Leo Santos (14) e Pedro Henrique (34)
Volantes: Willians (5), Maycon (22) e Bruno Henrique (25)
Meias: Marlone (8), Guilherme (10), Giovanni Augusto (17), Danilo (20), Rodriguinho (26) e Marquinhos Gabriel (31)
Atacantes: Romero (11), Luciano (18), Rildo (19) e Lucca (30)










11/7/2016 07h10


Novo auxiliar técnico do Corinthians, Cassiano de Jesus explica o modelo de jogo do novo técnico



Por Diego Ribeiro e Marcelo Braga


Cassiano de Jesus e Cristóvão Borges no treino (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)


A avassaladora atuação do Corinthians no segundo tempo diante do Flamengo, na Arena Corinthians, no último domingo, pelo Brasileirão, que permitiu a goleada por 4 a 0, é exatamente o rendimento que o técnico Cristóvão Borges busca para o "novo Timão".


Ele comandará a equipe pela quinta vez neste sábado, às 16h30 (horário de Brasília), diante da Chapecoense, em Santa Catarina, pela 14ª rodada.

 O auxiliar Cassiano de jesus explica como o tecnico Cristovao trabalha

– Nosso trabalho tem influência de várias escolas, já que sempre pesquisamos muito sobre futebol. Da qualidade do jogo, dos times que propõem o jogo, que têm posse de bola e sistema defensivo sólido. O ideal é sempre ter um equilíbrio entre os sistemas defensivo e ofensivo e é isso que a gente busca. Sempre tendo o controle do jogo – explicou Cassiano.


– É uma herança muito boa, a parte defensiva, as bolas paradas defensivas, o controle do jogo, a filosofia é parecida, de equilíbrio entre os setores. Aos poucos Cristóvão vai conseguindo implantar situações da filosofia dele, comportamentos de jogo que podem ser mudados, mas a ideia de jogo não terá grandes mudanças – destacou Cassiano, lembrando que o técnico manteve o esquema 4-2-3-1 que, com Tite, vinha dando certo no início do campeonato.







Cristóvão Borges e Cassiano de Jesus no treino do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Um dos comportamentos que deve sofrer pequena alteração é o aumento da intensidade de marcação. Para o treinador, os jogadores de ataque precisam dificultar a organização do contra-ataque adversário.


– Para ter mais a bola você precisa ser agressivo para marcar. Encontramos um time que pode fazer pressão pós-perda. Temos um sistema sólido, então buscamos esse comportamento agressivo na transição. Isso já existe aqui, mas estamos buscando aguçar mais e não deixar perder. Temos sempre de recuperar a bola.



Adepto da transição rápida, Cristóvão Borges quer que o Corinthians consiga organizar jogadas de ataque com rapidez e fluidez, como ocorreu contra o Fla. No gol de Guilherme, por exemplo, Romero ganhou presente de Jorge, passou por dentro da defesa e deixou o meia numa boa para marcar (relembre os gols no vídeo acima). Ser letal ofensivamente é um objetivo.



Outro, é conseguir ter reação defensiva rápida em momentos de contra-ataque do adversário. Por isso, as linhas corintianas ficam bastante compactadas, próximas umas das outras.



– Prezamos linhas próximas, jogar compactado. Isso é bem gritante no nosso trabalho. Não temos linha defensiva alta, é que as nossas linhas andam juntas no momento ofensivo, se compactam. Chamamos isso de bola de prevenção. Deixamos o time postado para o contra-ataque.



Próximo adversário: Chapecoense

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Data e horário: sábado, às 16h30 (horário de Brasília)
Escalação: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Romero, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Luciano.
Desfalques: André, Vilson, Bruno Paulo, Elias, Camacho e Cristian
Pendurados: Guilherme, Pedro Henrique, André, Bruno Henrique e Fagner
Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG), Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)



Cassiano de Jesus, auxiliar de Cristóvão, explica os métodos do técnico no Corinthians (Foto: Diego Ribeiro)







Corinthians hoje contra chapecoense busca 4ª vitória seguida no brasileiro


O Corinthians do paraguaio Romero quer se impor diante da Chapecoense (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)



O Corinthians tenta jogo a jogo melhorar sua campanha e comprovar sua luta pelo título do Campeonato Brasileiro. Após golear o Flamengo, então quinto colocado, e “comprovar” ter condição de brigar no topo da tabela de classificação, a próxima missão dos comandados de Cristóvão Borges é diante da Chapecoense, sempre forte dentro da Arena Condá, às 16h30 (de Brasília) do sábado.


Os alvinegros somam 25 pontos conquistados em 13 rodadas e aparentam ter superado rapidamente a saída do técnico Tite, agora comandante da Seleção Brasileira. Sob a batuta de Cristóvão Borges, os corintianos vêm de três vitórias consecutivas, incluindo o 4 a 0 sobre os rubro-negros. A ideia é estender o feito para melhorar o aproveitamento fora de casa

“É uma final, como estamos encarando todos os jogos para conseguir os pontos. Sempre pensamos assim contra todos os rivais, respeitando, mas querendo fazer um bom jogo e vencer”, afirmou o zagueiro paraguaio Balbuena.

“ a gente quer manter assim e seguir crescendo. Sabemos que tivemos falhas e estamos trabalhando para corrigir e crescer o nível de competitividade. Trabalhando para melhorar”, completou o defensor, assegurado entre os titulares ao lado do garoto Pedro Henrique.


A equipe, por sinal, será a mesma que derrotou os flamenguistas no estádio de Itaquera. A semana “cheia” de trabalho serviu, porém, para recuperar nomes como Yago, Willian e Bruno Paulo, que podem integrar o banco de reservas em Santa Catarina.



FICHA TÉCNICA

chap X CORINTHIANS

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Data: 9 de julho de 2016, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)

chap: Marcelo Boeck; Gimenez, Demerson, Thiego e Denner; Sérgio Manoel, Gil e Cleber Santana; Silvinho, Bruno Rangel e Ananias

Técnico: Caio Júnior

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Romero, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Luciano

Técnico: Cristóvão Borges
















Corinthians encara Grêmio pelo Brasileirão Sub-20, hoje

Alvinegro busca mais uma vitória fora de casa para encaminhar classificação à semifinal da competição nacional

10h00 09/07/2016 - Agência Corinthians


Nesta sexta (08), a equipe sub-20 do Corinthians viajou para Lajeado, no Rio Grande do Sul, onde, neste sábado (09), encara o Grêmio pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da categoria. O duelo será na Arena Alviazul, às 14h, com transmissão da ESPN Brasil.


O Timão lidera o Grupo E com seis pontos em duas partidas A vitória será fundamental para que o Alvinegro encaminhe a classificação para a semifinal da competição nacional.


Confira a classificação completa:

1º - Corinthians - 6 pontos







Corinthians define preços de ingressos para volta ao Pacaembu


Clube enfrentará o Cruzeiro, no dia 6 de agosto, na antiga casa. Valores dos bilhetes varia de R$ 40 a R$ 120. Comercialização para sócios começa na próxima segunda-feira


Pacaembu


A Fiel torcida já tem data para matar a saudade do Pacaembu. Sem poder utilizar a Arena, que estará sendo utilizada na Olimpíada, o Corinthians voltará à sua antiga casa no dia 6 de agosto, em partida contra o Cruzeiro, pela 19ª rodada do Brasileirão, às 16h. Será o primeiro duelo do Timão no Paulo Machado de Carvalho desde que se mudou para Arena Corinthians


Os ingressos para a partida começarão a ser vendidos nesta segunda-feira, com preços que variam de R$ 40 a R$ 120.


Na segunda-feira a comercialização será apenas para membros dos planos Meu Amor, Minha Nação e os demais sócios com 50 ou mais pontos no Fiel Torcedor. Os demais associados poderão comprar a partir de terça-feira.




- Confira abaixo o preço dos ingressos:


Arquibancadas, Tobogã e portão 21: R$ 40.


Cadeira laranja: R$ 70.


Numerada descoberta: R$ 100.


​Numerada coberta: R$ 120.



- Descontos para cada plano:


Minha Nação: 50%.


Meu Amor: 45%.


Minha História: 35%.


Minha Vida: 25%.


Minha Torcida:​ 25%.