16 de jun de 2016

CORINTHIANS 16/06/2016






Timão aumenta problemas: Walter avaliado e Elias fora por dois meses

Goleiro será avaliado nesta sexta, enquanto meio-campista é encaminhado a hospital e tem diagnosticada uma fratura na costela após dividida com Gum em partida


Capitão do Timão em Brasília, Elias foi substituído aos 28 minutos do primeiro tempo (Foto: Agência Corinthians)
LANCE!
16/06/2016
22:56

O Corinthians segue acumulando problemas a serem resolvidos pelo agora técnico interino, Fabio Carille. Substituídos por lesão na derrota diante do Fluminense, nesta quinta-feira, por 1 a 0, no Mané Garrincha, o goleiro Walter será avaliado nesta sexta-feira e o volante Elias já volta com diagnóstico: fratura na costela e dois meses fora das partidas do Timão.

Elias entrou em dividida com Gum em lance aos 28 minutos do primeiro tempo. O volante corintiano foi deslocado e deixou a partida com dores no ombro direito, substituído por Rodriguinho. Após o fim da partida que acompanhou no banco de reservas, o volante foi levado a um hospital nas proximidades do Mané Garrincha para ser avaliado. O diagnóstico foi de fratura na costela, com previsão de dois meses longe dos gramados.
Já Walter, segundo informou Ivan Grava, médico do Corinthians, tem suspeita de lesão no músculo adutor da coxa direita. O goleiro do Timão permaneceu ao menos cinco minutos com fortes dores entre a virilha e a coxa já no fim do primeiro tempo, e nem voltou do intervalo. Cássio, antigo titular, voltou ao time após sete partidas como desfalque.

Caso Walter também se torne desfalques do Corinthians, a lista de problemas para Carille só aumenta: o Timão já não conta com Matheus Vidotto, Rildo, Vilson, Cristian e Danilo em tratamento de lesão - os dois últimos receberam diagnóstico nesta semana e ficam ao menos um mês fora, e agora Elias. O zagueiro Yago, expulso contra o Fluminense, também é baixa certa no próximo domingo, diante do Botafogo, pela nona rodada do Brasileirão.

*Atualizado às 23h20

















16/06/2016 23h32

Elias sofre fratura na costela e fica fora do Corinthians por até dois meses
Volante teve problema nesta quinta, e foi encaminhado para hospital de Brasília logo após o jogo; exames confirmam lesão


Por Marcelo Hazan
No jogo de hoje, Elias, substituído com dores durante, foi diagnosticado com uma fratura na costela e será desfalque por dois meses. O volante foi encaminhado a um hospital de Brasília logo depois da partida, junto do médico Joaquim Grava.



Elias volta ao hotel após avaliação no hospital: dois meses fora do time (Foto: Marcelo Hazan)

Elias se machucou após um choque com Gum, zagueiro do Fluminense, em disputa no ataque aos 30 minutos do primeiro tempo. Logo após o lance, o volante corintiano desabou e pediu atendimento médico.


O árbitro Ricardo Marques Ribeiro sequer marcou falta. Na sequência, o técnico interino Fábio Carille colocou Rodriguinho em campo.


O jogador voltava ao Corinthians depois de quase um mês fora do time, por causa da disputa da Copa América Centenário com a seleção brasileira. Nesta quinta, ele foi o capitão da equipe e era considerado o nome mais importante do elenco para o Campeonato Brasileiro.


Com a lesão, Elias deve ver as especulações sobre seu nome esfriarem. Às vésperas da abertura da janela internacional de transferências, o volante estava na mira de clubes chineses e dificilmente continuaria no Corinthians no segundo semestre.


Contra o Botafogo, neste domingo, na arena, o Corinthians também não terá os lesionados Cristian, Danilo e Vilson. A tendência é de que Rodriguinho assuma a vaga de Elias no meio-campo. Camacho também é candidato a ser titular nos próximos jogos.


Walter será reavaliado


Também substituído no jogo desta quinta, o goleiro teve uma lesão no adutor da coxa esquerda, mas será reavaliado na sexta-feira. A tendência é de que Cássio o substitua contra o Botafogo.

Elias jogou apenas 30 minutos em seu retorno ao time; ele foi o capitão













16/06/2016 23h27

Em retorno no Corinthians, Cássio admite que "falou algumas besteiras"
Jogador pede desculpas pelas declarações que fez contra o preparador de goleiros no momento da saída da equipe alvinegra. Com a lesão de Walter, pode ser mantido


Por Marcelo Hazan

Cássio teve, contra o Fluminense, no Mané Garrincha, sua primeira oportunidade desde que perdeu a posição para Walter no Corinthians – foi o primeiro jogo do ex-titular no Brasileirão. Com problema muscular, o titular foi sacado no intervalo e coube a Cássio participar ativamente dos principais lances da derrota por 1 a 0. Primeiro, pegou pênalti cobrado por Cícero, mas sofreu o gol no rebote. Depois, nos minutos finais, correu para a área para tentar o empate como um atacante, até cabeceando a bola.

– Tentei ajudar de todas maneiras. Não é a minha ser atacante, infelizmente não consegui. Não treino nessa função. Agora é bola para frente para tentar vencer a próxima – disse.


Como o problema de Walter pode ser sério, a tendência é que Cássio siga na equipe no jogo de domingo, contra o Botafogo, em Itaquera. Arrependido de declarações que deu logo após perder a posição, principalmente as contra o preparador de goleiros Mauri Lima, o goleiro admite que exagerou, mas considera o episódio já superado por todas as partes.

Cássio deixou o campo chateado com a derrota por 1 a 0 (Foto: Felipe Costa/Futura Press)

– Falaram que eu não estava comprometido, mas nunca faria isso, tenho muito respeito com o Corinthians. Até peço desculpas por uma declaração que dei. Vivi problemas familiares, peço desculpas por aquela declaração, não fui bem. Quando você não está com a cabeça boa acaba falando algumas besteiras. Acabei indo mal, pedi desculpas. Isso é passado. Está tudo certo, serviu de aprendizado e para meu conhecimento como profissional. No primeiro momento, fiquei um pouco chateado, mas continuei trabalhando – destacou o ídolo da torcida alvinegra.


Na ocasião, Cássio afirmou que Mauri deveria estar mais atento para alertá-lo da queda de rendimento e do risco de perder a posição. A declaração pegou muito mal internamente. Arrependido, porém, o goleiro mudou sua visão sobre o profissional.

– Quanto ao trabalho dele, é um dos melhores treinadores de goleiro. Naquele momento não foi uma comunicação legal, mas com o tempo vamos melhorando. Está superado, não tem nada a ver. Seguimos trabalhando, continua tudo igual. Ficou tudo acertado. Muitas vezes de cabeça quente não queremos aceitar alguma situações, mas depois com calma pensamos que o Tite sempre fala as coisas para melhorarmos como pessoa e profissional – explicou.


Pela primeira vez ainda, o goleiro admitiu que, quando saiu da equipe, não vinha jogando bem. Agora, aguarda a chegada do novo treinador para saber se voltará a ser o goleiro titular.


– Quando saí da posição eu estava irregular, vamos ver o treinador novo. Já joguei, todo mundo me conhece, vou continuar trabalhando e fazendo meu melhor. Sempre comprometido com o trabalho. No banco ou titular, devo muito ao Corinthians por tudo que me proporcionou.





NÚMEROS GERAIS
– Dados Footstats

Posse de bola do Fluminense: 45,9%
Posse de bola do Corinthians: 54,1%
Finalizações certas do Fluminense: 4
Finalizações certas do Corinthians: 2
Finalizações erradas do Fluminense: 6
Finalizações erradas do Corinthians: 11
Cruzamentos certos do Fluminense: 4
Cruzamentos certos do Corinthians: 4
Cruzamentos errados do Fluminense: 16
Cruzamentos errados do Corinthians: 24
Passes certos do Fluminense: 315
Passes certos do Corinthians: 441
Passes errados do Fluminense: 40
Passes errados do Corinthians: 48
Desarmes certos do Fluminense: 11
Desarmes certos do Corinthians: 10
Faltas cometidas pelo Fluminense: 11
Faltas cometidas pelo Corinthians: 6

DESTAQUES INDIVIDUAIS:

Artilheiro do jogo: Cícero (Fluminense) – 1
Jogador que mais acertou passes: Uendel (Corinthians) – 59
Jogador com mais desarmes certos: Douglas e Wellington Silva (Fluminense) – 3
Jogador com mais finalizações no gol: Cícero (Fluminense) – 2
Jogador com mais lançamentos certos: Cavalieri e Henrique (Fluminense) – 3
Jogador com mais cruzamentos certos: Osvaldo (Fluminense) e Marquinhos Gabriel (Corinthians) – 2
Jogador com mais dribles certos: Marquinhos Gabriel (Corinthians) – 2
Jogador com mais defesas/bloqueios: Diego Cavalieri e Henrique (Fluminense) – 2
Jogador com mais inversões de jogo certas: Cícero (Fluminense) – 2
Jogador que mais sofreu faltas: Rodriguinho (Corinthians) – 3
Jogador com mais rebatidas: Gum (Fluminense) – 10

DESTAQUES NEGATIVOS:

Jogador que mais errou passes: Giovanni Augusto (Corinthians) – 9
Jogador que mais errou cruzamentos: Scarpa (Fluminense) e Marquinhos Gabriel (Corinthians) – 7
Jogador que mais vezes perdeu a bola: Marquinhos Gabriel (Corinthians) – 5
Jogador com mais finalizações para fora: Marquinhos Gabriel (Corinthians) – 4
Jogador com mais lançamentos errados: Cavalieri (Fluminense) e Walter (Corinthians) – 7
Jogador com mais dribles errados: Fagner, Marquinhos Gabriel e Uendel (Corinthians) – 1
Jogador com mais inversões de jogo erradas: Giovanni Augusto (Corinthians) – 1
Jogador com mais faltas cometidas: Douglas (Fluminense) – 3















Interino diz que não é o momento para assumir o Corinthians

Fábio Carille elogia desempenho do Timão Auxiliar diz que não tem informações sobre quem será o novo treinador da equipe



Por Marcelo Hazan

Técnico interino do Corinthians em Brasília, Fábio Carille afirmou que não está pronto para assumir a equipe de forma definitiva. A diretoria do Timão busca nomes no mercado, e uma reunião na sexta pode definir o novo contratado. Nomes como Oswaldo de Oliveira e Sylvinho seguem cotados para substituir Tite.

Fábio Carille comandou o Corinthians diante do Flu (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

– Sempre deixei claro que quero ser treinador. Mas tenho certeza de que não é momento. Porque saindo uma referência que é (o Tite)...Sou jovem para assumir tudo isso. Sou funcionário do clube, tenho vontade, mas não é o momento – admitiu ele, que tem 42 anos.


Auxiliar fixo do clube desde 2009, Carille foi perguntado sobre quem poderá ser o novo comandante do time. Focado na partida durante toda a quinta-feira, ele disse não saber.

– É muito difícil para eu falar sobre isso. Cheguei hoje a Brasília e só falamos sobre o jogo. Estive com a diretoria, mas realmente não conversamos sobre isso. Estou meio que viajando nessa situação – explicou.


Antes do jogo desta quinta, Carille havia comandado a equipe em outros dois jogos, ambos em outubro de 2010. Questionado se a equipe sentiu a falta de Tite, afirmou que ficou satisfeito com o desempenho.


– Sinceramente, achei que a nossa equipe iria sentir hoje e não sentiu. Conseguiu jogar, criar situações. Fiquei muito satisfeito – destacou.

Fábio Carille comandou o Corinthians  (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)




CONFIRA MAIS TÓPICOS DA ENTREVISTA DE CARILLE


TIME ABATIDO?
Acabei chegando hoje (quinta-feira à tarde) a Brasília. As informações que eu tenho é que ontem eles estavam muito mais abatidos do que hoje. Senti o time hoje muito bem. Cheguei no horário do almoço. Não vejo assim (time sentindo a falta). Gostei da equipe. Mesmo com um jogador a menos, conseguiu rodar bem a bola, trabalhar e agredir o adversário.

COMANDOU ÀS ESCURAS?
Trabalhei com Tite durante cinco anos. Conheço o que ele pensa de futebol. Então, eu sabia bem a ideia de trabalho para o jogo contra o Fluminense.

AVALIAÇÃO
Mesmo com um jogador a menos (Yago foi expulso), gostei da postura. Houve triangulações pelos lados. Já do primeiro tempo eu gostei muito. Criamos oportunidades, não demos chances ao adversário. Infelizmente pecamos nas finalizações. E depois aconteceu o lance do pênalti, expulsão (no segundo tempo) e ainda assim o time conseguiu criar situações para chegar à área.


ELIAS AJUDOU NA ENTRADA DE CAMACHO?
Realmente, nós estávamos em dúvida. minha preocupação era ficar sem um zagueiro por mais 30 minutos. A bola aérea pesada do Fluminense era uma preocupação também. O Fernando (Lázaro, auxiliar) veio, o Elias também encostou ali para conversar. A dúvida era: ficar sem zagueiro por 30 minutos ou colocar o Camacho ou o Maycon. Optamos pelo Camacho.


FUTURO
Continuo como interino até a diretoria anunciar o novo treinador. Conheço bem a equipe, e a minha ideia é seguir na ideia de trabalho do Tite. Linhas bem organizadas, com bastante posse de bola. Essa vai ser a rotina até a chegada do novo treinador.

VOCÊ PODE AJUDAR TITE NA SELEÇÃO TAMBÉM?
Não falei com Tite ainda. O que fiz foi mandar os parabéns. Mas realmente não falei com Tite sobre o que pode acontecer lá na frente.
















16/06/2016 21h59

Atuações do Corinthians: Yago muda jogo com expulsão; Cássio entra bem

Por Diego Ribeiro




Yago
Atuação para se esquecer. Teve dificuldades na marcação dos velozes Marcos Júnior e Richarlison, levou cartão amarelo após falta muito dura no mesmo Richarlison e acabou expulso por pênalti infantil cometido no segundo tempo. Com um a menos, o Corinthians não conseguiu reagir. Nota:3

Cássio
Depois de sete jogos fora do time, foi chamado às pressas para substituir o lesionado Walter. Em 45 minutos de atuação, teve alguns erros em saídas de bola com os pés, mas compensou ao pegar um pênalti de Cícero (que resultou em gol depois) e defender algumas bolas. No fim, foi à área adversária e tentou até fazer o gol de empate. Nota: 7

Camacho
Fez sua estreia, mas entrou quando o Corinthians já tinha um jogador a menos. Tal qual fazia no Audax, aproximou-se dos zagueiros e tentou organizar a saída de bola desde o campo defensivo. O passe de qualidade continua o mesmo, e ele pode agregar muito a esse time. Nota: 6,5


AS NOTAS:


Walter [GOL]: 6
(Cássio [GOL]): 7
Fagner [LAD]: 5,5
Yago [ZAG]: 3
Balbuena [ZAG]: 6
Uendel [LAE]: 6
Bruno Henrique [VOL]: 5
Elias [VOL]: 5,5
(Rodriguinho [MEC]): 6,5
Giovanni Augusto [MEC]: 5
Guilherme [MEC]: 6
(Camacho [MEC]): 6,5
Marquinhos Gabriel [MEC]: 6
Luciano [ATA]: 5,5

Luciano  (Foto: Adalberto Marques / Agência Estado)
























FIEL REPRESENTOU EM BRASILIA












Em Brasília, Corinthians perde para Fluminense pelo Campeonato Brasileiro

Timão lutou bastante, principalmente no fim quando estava com um jogador a menos, mas foi derrotado pela equipe carioca fora de casa


22h05 16/06/2016 - Agência Corinthians




Corinthians perdeu por 1 a 0 para o Fluminense

© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Mesmo com muita luta no fim, o Corinthians foi derrotado pelo Fluminense por 1 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília, nesta quinta-feira (16), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2016. O resultado deixa o Timão com 13 pontos na tabela de classificação, na quinta posição, com quatro vitórias, um empate e três derrotas.

A partida contra o Fluminense foi a primeira agora sem Tite no banco de reservas -- o técnico está de partida para a Seleção Brasileira. Porém, com o comando do auxiliar técnico Fabio Carille, o time alvinegro manteve a mesma postura demonstrada em toda a temporada.

Procurando manter o controle da bola, o Timão tentou impôr seu jogo e arriscou contra a equipe carioca. Com nove minutos, Uendel tentou chute de fora da área, que passou por cima do gol, perto do travessão.

As grandes chances do Alvinegro no primeiro tempo estiveram nos pés de Marquinhos Gabriel. Aos 14 minutos, o meia recebeu passe de Guilherme que o deixou na cara do gol. Porém, o camisa 31 errou o alvo e chutou para fora. Já no fim da etapa inicial, aos 41, M. Gabriel voltou a ficar de frente para a baliza do Fluminense, mas bateu fraco, possibilitando a defesa do goleiro Diego Cavalieri.

A equipe do Corinthians sofreu com problemas de contusões no primeiro tempo. Elias e Walter sentiram lesões, sendo substituídos por Rodriguinho e Cássio, respectivamente.

Na segunda etapa, o Timão voltou a ter uma chance com Marquinhos Gabriel. Após toque de Luciano, o meia chutou ao gol, mas a bola foi espirrada pela defesa do Fluminense e acabou nas mãos de Diego Cavalieri.

O Corinthians seguia tentando no ataque até cometer um pênalti. No lance, Yago recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Na cobrança de Cícero, Cássio pegou a espalmar, mas houve rebote, e o Fluminense abriu o placar.

Apesar de ter um jogador a menos, o Corinthians lutou pelo empate. Camacho entrou no lugar de Guilherme, e o Timão tentou se jogar à frente. Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Luciano buscaram o gol, mas sem sucesso.

A pressão alvinegra foi intensa no fim. Até o goleiro Cássio foi à área adversária pelo gol do empate. Apesar da blitz, o Timão não conseguiu evitar a derrota.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Corinthians tem compromisso em casa. Na Arena Corinthians, o Timão recebe o Botafogo neste domingo (19), às 16h.

Corinthians

Walter (Cássio); Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique; Elias (Rodriguinho), Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Guilherme (Camacho); Luciano.
Técnico: Fabio Carille


Timão tem duas trocas por lesão e uma expulsão e agora é quinto colocado

No primeiro jogo sem o técnico Tite, agora da Seleção Brasileira, o Corinthians deu mostras do quanto será difícil superar a perda de um dos maiores nomes de sua história. Jogando praticamente em campo neutro, em Brasília, o Timão foi derrotado por 1 a 0 pelo Fluminense, que chegou ao seu quinto jogo sem derrota no Brasileirão e igualou os pontos de quem está no G4. 

O primeiro grande lance de perigo foi do Corinthians, armado pelo interino Fabio Carille da mesma maneira com que Tite costumava fazer. Mas faltava algo... Uendel bateu de fora da área e a bola não entrou. O Flu devolveu na sequência, em lance de Marcos Junior e Richarlison, sem sucesso. Lá e cá, os dois gigantes que lutam na mesma faixa da tabela faziam um jogo bem equilibrado, com raros lances fora da faixa central: defesa de Cavalieri em chute de Marquinhos, um lance polêmico que tirou Elias do jogo por lesão e uma falta do Flu. Só.

O Corinthians não deu azar só com seu capitão. O goleiro Walter também saiu lesionado no intervalo. Aquela história... Carro sem estrada, queijo sem goiabada... Aos 15 minutos do segundo tempo, Yago agarrou Cícero na área em lance sem muita necessidade e a arbitragem marcou pênalti. O próprio camisa 7 chamou a responsabilidade e bateu no canto esquerdo. Cássio, que havia entrado há pouco, defendeu, mas não evitou o gol no rebote, desta vez sem chance de defesa.

Inspirado nas ousadias de Tite, Carille não repôs a expulsão de Yago com outro zagueiro, lançando o versátil Camacho. Em busca da manutenção do resultado e da intenção de aproveitar o contra-ataque, Levir Culpi confiou na experiência de Magno Alves nos minutos finais.

 Timão termina a oitava rodada em quinto lugar. 
FICHA TÉCNICA
flu 1 X 0 CORINTHIANS
​Brasileirão 2016-8ª rodada 16/06/2016
Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (Asp. Fifa-MG)
Cartões amarelos: Douglas e Maranhão (FLU)
Cartão vermelho: Yago (COR)
Público e renda: 21.148 pessoas / R$ 994.960,00
Gols: Cícero 17' 2ºT (1-0)

flu: 12-Diego Cavalieri; 2-Jonathan, 3-Gum, 33-Henrique e 25-Wellington Silva; 8-Edson, 27-Douglas, 7-Cícero, 40-Gustavo Scarpa (17-Osvaldo 28' 2ºT) e 35-Marcos Júnior (39-Maranhão - intervalo); 19-Richarlison (20-Magno Alves 18' 2ºT). Técnico: Levir Culpi + 22-J.C. 29-Marlon Freitas, 4-Marlon, 31-Renato Chaves, 14-Igor Juliao, 26-Ayrton,  6-Giovanni, 23-Dudu


CORINTHIANS: 27-Walter (12-Cássio - intervalo); 23-Fagner, 4-Balbuena, 3-Yago e 6-Uendel; 25-Bruno Henrique, 7-Elias (26-Rodriguinho 31' 1ºT), 17-Giovanni Augusto, 10-Guilherme (29-Camacho 20' 2ºT) e 31-Marquinhos Gabriel; 18-Luciano. Técnico: Fábio Carille + 34-Pedro Henrique, 13-Guilherme Arana, 5-Willians, 22-Maycon, 8-Marlone, 11-Romero, 30-Luca, 9-André








CORINTHIANS VOLTA A CAMPO DOMINGO CONTRA botafogo 16h NA ARENA CORINTHIANS

CORINTHIANS FICA EM 5º COM 13 PONTOS A 6 DO LIDER
FIM DE JOGO flu1x0 CORINTHIANS

CORINTHIANS ESCALADO
4-5-1
Walter  GOL
Fagner  LAD
Balbuena  ZAD
Yago    ZAE
Uendel    LAE
Bruno Henrique  VOL
Elias             VOL
Giovanni Augusto  MEC
Guilherme         MEC
Marquinhos Gabriel  MEC
Luciano        ATA
Fábio Carille     TEC

RESERVAS

Cássio  GOL
Pedro Henrique  ZAD
Guilherme Arana  LAE

Willians  VOL
Camacho  VOL
Maycon VOL
Marlone  MEC
Rodriguinho  MEC
Romero  ATA
Lucca  ATA
André  ATA


CORINTHIANS ESCALADO



19h53 ESPECULA-SE QUE SYLVINHO SEJA NOVO TÉCNICO DO CORINTHIANS
Nosso colega da Fox Sports, Leandro Quessada, disse que Sylvinho já se desligou da Inter de Milão. 
Marcelo Braga ligou para Sylvinho, mas o possível treinador do Timão não atendeu. 
Será que está na linha com algum dirigente corinthiano?

19H22 torcida do Corinthians é ampla maioria na arquibancada. Times aquecendo 



19h05
CORINTHIANO RODRIGUINHO NA CHEGADA AO ESTÁDIO:

"Foi uma conversa rápida, mas cheia de emoção. A gente ficou um pouco triste pela saída dele, mas vamos ficar torcendo lá, em uma coisa bem melhor, onde ele almejava estar. Foi uma conversa rápida. Acho que ele queria, sim, fazer o jogo (de hoje). O presidente falou: "O Corinthians continua, ele vai seguir a vida dele e a gente a nossa". A vida continua. Os propósitos são os mesmos. Vamos lutar pelo campeonato. O Corinthians é grande e vai continuar. Ele agradeceu por tudo. Estava muito tempo aqui. Agradeceu porque está indo para Seleção pelo nosso trabalho"


Fábio Carille, técnico do Corinthians para o jogo de logo mais  #trsccp 

"Foi uma despedida emocionante. Era um cara querido pelo grupo. Ele (Tite) agradeceu os jogadores", disse Rodriguinho sobre Tite #trsccp
18h50




Corinthians de Marquinhos Gabriel chegou aqui no Mané Garrincha #trsccp
Marlone @Marlone92

Marlone

@Marlone92

Obrigado pela visita, maninho! Te amo! ❤️️🙏🏻 18h30


Fila de corinthianos por ingressos. Ao fundo o Mané Garrincha #trsccp



Corinthianos esperam a saída do time na porta da concentração. Delegação sairá depois das 18h #trsccp
Atacante André também está por aqui na concentração do Corinthians em Brasília. Atendeu alguns torcedores #trsccp 





17h

Atacante Luciano, do Corinthians, recebe amigos na concentração em Brasília. Logo mais tem jogo do Corinthians contra o Flu #trsccp









16h45
Corinthians planeja placa, homenagem em campo e outras ações para Tite no domingo. Acredita que técnico não vai se opor à ideia. #trsccp
Tite ainda não respondeu se vai participar da homenagem que o Corinthians pretende fazer no domingo #trsccp
Eduardo Ferreira e Alessandro são os dirigentes do Corinthians com a delegação aqui em Brasília #trsccp
Funcionários do Corinthians levaram material do time na frente. Saída prevista para o fim da tarde rumo ao Mané Garrincha #trsccp

Soubemos que Edu Gaspar, que agora vai para a Seleção com Tite, gostaria de levar o Sylvinho para o Corinthians. Ele já trabalhou na comissão técnica do Timão e tem a aprovação de outros profissionais do clube.

O problema é que a diretoria considera que ele tem pouca experiência para assumir um clube tão grande. Não há restrição ao nome dele, nenhuma por sinal. Mas a ideia é contratar alguém com mais rodagem.

Mesmo assim, Sylvinho não está descartado neste momento!







CORINTHIANS TENTA FAZER HOMENAGEM A TITE NO FINAL DE SEMANA

O Corinthians convidou, nesta quinta-feira, o técnico Tite para comparecer à Arena Corinthians, no próximo domingo (19 de junho), para o duelo contra o Botafogo, às 16h, pela nona rodada do Brasileirão. As informações são do jornal Folha

O Corinthians quer preparar uma homenagem ao treinador, que na última quarta-feira encerrou a sua terceira passagem pelo Parque São Jorge, assim aceitando convite para treinar a seleção brasileira. Até sexta, o clube aguarda a resposta do ex-funcionário, que ainda não assinou contrato com a CBF.

No primeiro jogo sem Tite, o Corinthians enfrenta o Fluminense, nesta quinta-feira, às 20h, em Brasilia, no Mané Garrincha, pelo Brasileirão. A equipe será dirigida interinamente por Fábio Carille, enquanto a diretoria não define o substituto.

Além de Tite, deixaram o Timão os auxiliares Matheus Bachi, seu filho, e Cleber Xavier, além do gerente de futebol, Edu Gaspar.

Entre janeiro de 2015 e junho de 2016, Tite comandou o Corinthians em 99 jogos oficiais, com 61 vitórias, 23 empates e 15 derrotas. Neste período, levou o clube ao hexacampeonato brasileiro.










CORINTHIANS LUCRA 24 MILHÕES COM ZAGUEIRO FELIPE, FICA AINDA COM 25% DE SEUS DIREITOS FEDERATIVOS E PODE LUCRAR MAIS 48 MI EM FUTURA REVENDA
No último domingo, Felipe fez o último jogo pelo Corinthians e na última terça-feira se apresentou ao Porto, de Portugal. Os Dragões compraram o jogador por R$ 24 milhões e estipularam uma multa milionária para o zagueiro. Ao olhar o valor quem comemora é o Alvinegro, já que ainda possui 25% do passe do zagueiro.

Isso porque o Porto colocou a multa rescisória de Felipe em 50 milhões de euros, segundo o jornal portuguêsA Bola, ou seja, R$ 200 milhões. Sendo assim o Corinthians poderá ter um lucro futuro de 12,5 milhões de euros, cerca de R$ 48 milhões. Isso só irá acontecer porque, tendo em vista o crescimento do jogador, o Alvinegro investiu R$ 13 milhões no início de 2016 por 50% que pertenciam ao banco BMG.

Felipe chegou ao Corinthians em 2012, quando veio do Bragantino. Foi reserva quase três anos e ganhou a oportunidade em 2015, quando o empréstimo de Anderson Martins acabou. Ao lado de Gil foi um dos destaques do clube na campanha que culminou no hexacampeonato brasileiro do Timão.

O zagueiro disputou 109 jogos e marcou oito gols. Além do Brasileirão de 2015, Felipe também esteve presente nas conquistas do Mundial de 2012, Paulistão e Recopa de 2013.















CORINTHIANS ATUAL RECORDA VITÓRIA DO CORINTHIANS no ano passado POR 2X0 sobre flu, adversario de hoje















Publicado em 3 de set de 2015
CORINTHIANS 2 X 0 florminenC
Data e horário: 2/9/2015, às 22h.
Local: Arena Corinthians,
Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-SC)
Auxiliares: Fabio Pereira (FIFA-TO) e Carlos Berkenbrock (CBF-SC).

Público/Renda:29.777 total ( 29.328 pagantes 449 np) / R$ 1.553.141,50
Cartões amarelos: Antônio Carlos, Renato e Marcos Júnior (FLU)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Marciel, aos 4'/1ºT (1-0); Ralf, aos 25'/2ºT (2-0);

CORINTHIANS: 12-Cássio, 23-Fagner, 2-Edu Dracena, 4-Gil e 13-Guilherme Arana; 5-Ralf, 22-Marciel, 10-Jadson (31-Rildo, aos 28'/2ºT), 20-Danilo e 21-Malcom (26-Rodriguinho, aos 43'/2ºT); 99-Vagner Love (11- Romero, aos 31'/2ºT). Técnico: Tite. 27-Wálter, 32-Matheus Vidotto, 33-Edílson, 3-Yago, 16-Cristian, 14-Gustavo Viera, 15-Matheus Vargas, 19-Matheus Pereira


florminenC: 12-D Cavalieri, 16-Renato, 2-A Carlos, 21-Henrique e 40-G Scarpa; 8-Edson, 7-Jean, 11-Cícero (29-Vinícius, aos 29'/2ºT) e 30-Gerson (17-Osvaldo, aos 21'/2ºT); 35-M Júnior e 31-W Paulista (19-Michael, aos 12'/2ºT). Técnico: E Moreira.22-J Cesar,3-Gum, 5-Pierre, 14-V. Oliveira, 28-Willian 20-M Alves










































16/06/2016 13h04

Corinthians começa busca por novo treinador; veja as opções da diretoria
Por Carlos Augusto Ferrari

O Corinthians começa nesta quinta-feira a escolher quem será seu novo treinador. O fim repentino da era Tite fez a diretoria do Timão se apressar para encontrar um substituto que possa comandar a equipe já no domingo, CORINTHIANS X Botafogo, NA ARENA CORINTHIANS, pelo Brasileirão. Muitos nomes estão sendo especulados nos bastidores do clube, mas alguns deles começam a ganhar mais força.

A direção corinthiana nega ter procurado Roger Machado, do Grêmio, e recebido um não como resposta.

Outros especulados: Oswaldo de Oliveira, do Sport, aparece como o mais cotado neste momento. Alguns motivos o colocam em vantagem. O técnico tem boa relação com o presidente Roberto de Andrade, fã do trabalho dele. Internamente, o técnico conta com o apoio de integrantes da comissão técnica permanente, como o preparador físico Fábio Mahseredjian, muito próximo dele.


Pessoas ligadas a Oswaldo relataram que dirigentes corintianos fizeram um contato preliminar e que o técnico se mostrou disposto a trocar de equipe – a diretoria não confirma que procurou o treinador. Ele não vive bom momento desde que chegou a Pernambuco e agora teria a oportunidade de retornar ao clube pelo qual conquistou o Mundial de Clubes de 2000.

Outro "medalhão" bem avaliado pelos dirigentes é Abel Braga. A negociação, porém, esbarra no assédio do Flamengo nos últimos dias. Em contato com a reportagem do GloboEsporte.com, o treinador negou que tivesse sido procurado por dirigentes corinthianos e indicou que pode acertar com o clube do Rio de Janeiro nos próximos dias.
Dorival Júnior também teve o nome cogitado no CT Joaquim Grava em alguns momentos. A direção avalia como improvável qualquer conversa, porque está em um rival.

Apesar dos elogios na entrevista coletiva de quarta-feira, dirigentes corintianos acreditam que dificilmente o presidente Roberto de Andrade vai investir em um treinador novato. Fernando Diniz, do Oeste, é constantemente citado por torcedores nas redes sociais, sobretudo depois da ótima campanha no Paulistão com o Audax.

Eduardo Baptista, da Ponte Preta, se encaixa no mesmo perfil.Ele é muito próximo do ex-presidente Andrés Sanchez. Tanto ele quanto Diniz já manifestaram que não pretendem deixar seus clubes neste momento. Sylvinho, ex-lateral-esquerdo e atual auxiliar da Inter de Milão, corre por fora.

A tendência é que o Corinthians escolha um treinador com experiência para substituir o técnico mais vencedor da história do clube. Mais que isso, alguém que também sirva como referência para momentos de turbulência e pressão. Seja qual nome for, Roberto de Andrade tem pressa para anunciá-lo, no máximo, até sexta-feira.








16/06/2016 07h00

No Corinthians hoje, Fabio Carille vai manter ideia de ex-técnico 
Primeiro jogo do Corinthians sem seu comandante não terá grandes mudanças. Fábio Carille tem estilo semelhante ao de Tite; Balbuena e Elias são as únicas novidades


Por Diego Ribeiro

Fábio Carille vai manter ideias de Tite em campo (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

A figura de Tite não estará mais à beira do gramado, mas o Corinthians terá o mínimo possível de mudanças para a partida desta quinta-feira Corinthians contra o Fluminense, às 20h, em Brasília. O auxiliar Fábio Carille será o técnico interino e vai substituiro novo comandante da seleção brasileira até que o clube escolha um sucessor.Fabio Carille está no Corinthians desde 2009 e conviveu com Tite durante duas passagens dele pelo clube – entre 2010 e 2013 e desde 2015. Ambos compartilham de conceitos parecidos, e Carille não pretende mudar o estilo de jogo do Timão.


Balbuena e Elias voltam de suas seleções após a disputa da Copa América, e essas são as alterações, sensíveis, às quais o Corinthians vai ter de se acostumar nas próximas rodadas.


Na defesa, Yago trocou de lado por causa da saída de Felipe. Acostumado ao lado esquerdo, ele vai jogar pela direita para dar espaço a Balbuena. Os dois dizem não se importar com o setor da defesa que ocupam. A princípio, o padrão será mantido.

No meio-campo, Elias volta para ocupar seu lugar cativo como segundo volante. O Corinthians treinou na quarta-feira como vinha jogando nas últimas partidas – dois jogadores mais recuados e três meias. A diferença é que sem Cristian, machucado, Bruno Henrique terá de ocupar novamente a função de primeiro volante.
Mais à frente, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel trocam de lado – pelo menos na formação inicial. O primeiro vai para o lado direito, onde estava acostumado a jogar desde o início do ano, e o segundo fica na esquerda. A ideia, porém, é manter a movimentação do trio formado por eles e Guilherme, que fica centralizado.


Fábio Carille conta com a simpatia dos jogadores, mas só deve treinar o Corinthians contra o Fluminense. No máximo, contra o Botafogo, no próximo domingo. A cúpula alvinegra prefere mantê-lo na comissão técnica permanente, apesar de ele já ter manifestado o desejo de ser treinador principal num futuro próximo.


Pensando a médio e longo prazo, a ideia da diretoria é causar o menor impacto possível no elenco e contratar alguém que represente a continuidade do atual modelo de jogo – com pressão na saída de bola adversária, variações entre o 4-1-4-1 e o 4-2-3-1 e intensidade durante os 90 minutos das partidas.


Um dos nomes mais afeitos a essa filosofia foi vetado logo de cara pela diretoria: Mano Menezes, com duas passagens pelo Corinthians, não tem bom relacionamento com o presidente Roberto de Andrade, que descartou o ex-técnico do Timão durante entrevista coletiva.


O mandatário quer alguém que tenha atenção a detalhes como Tite costumava ter em campo, dando suporte até àqueles reservas pouco utilizados durante a temporada. Substituir o técnico mais vitorioso da história do Corinthians não será tarefa fácil.







Fabio Carille comanda o Corinthians nesta quinta-feira

Em outubro de 2010, Fabio foi técnico do Timão em dois jogos do Brasileirão daquele ano


19h00 15/06/2016 - Agência Corinthians


Fabio será o treinador corinthiano no duelo que acontece em Brasília, a partir das 20h

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Com a saída do técnico Tite, o Corinthians terá Fabio Carille no comando da equipe nesta quinta-feira (16), quando enfrenta o Fluminense pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro de 2016. Auxiliar técnico da comissão comandada pelo treinador gaúcho que foi para a Seleção, Fabio será o treinador corinthiano no duelo que acontece em Brasília, a partir das 20h.

Fabio Carille também assumiu interinamente a função em outubro de 2010. 










No Instagram, Arena Corinthians é o ponto turístico mais fotografado da cidade

Novo estádio corinthiano aparece na lista ao lado de pontos turísticos tradicionais do país


11h30 16/06/2016 - Agência Corinthians

Uma pesquisa feita pela empresa Busbud que lista os pontos turísticos, acessíveis por ônibus, mais fotografados dos 26 estados do Brasil, revela que a Arena Corinthians é o local que tem mais registros











Em jogo 100 da história, Corinthians enfrenta Fluminense pelo Campeonato Brasileiro

No último duelo contra a equipe carioca, o Timão venceu por 2 a 0 na Arena Corinthians, pelo segundo turno do Brasileirão do ano passado


09h20 16/06/2016 - Agência Corinthians


Em 99 jogos entre as equipes, o Timão venceu 35, perdeu 35 e empatou 29, com 133 gols marcados contra 132 sofridos


O Corinthians volta a campo pelo Brasileirão 2016 no duelo contra o Fluminense, nesta quinta-feira (16), às 20h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, com mando da equipe carioca, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Este será o duelo de número 100 da história do confronto, que tem retrospecto extremamente equilibrado.

Em 99 jogos entre as equipes, o Timão venceu 35, perdeu 35 e empatou 29, com 133 gols marcados contra 132 sofridos.

Nessa história, nada é mais emblemático do que o ano de 1976. Pelas semifinais do Campeonato Brasileiro daquele ano, as equipes se enfrentaram em jogo único no Maracanã. O que se viu no histórico estádio carioca foi uma enorme invasão da Fiel. Dividindo as arquibancadas com a torcida mandante, o Timão venceu o jogo nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, e fez a festa dos 70 mil corinthianos presentes.

No último duelo contra o clube carioca, o Timão venceu por 2 a 0 na Arena Corinthians, pelo segundo turno do Brasileirão de 2015, com gols de Marciel e Ralf. Essa será a primeira vez em que as equipes se enfrentarão no estádio Mané Garrincha.

Ocupando a quarta colocação do Brasileirão, o Corinthians busca uma vitória sobre o time carioca para se aproximar dos líderes. Antes da abertura da oitava rodada, o Internacional ocupava a primeira posição, com três pontos a mais do que o Timão (16 a 13).

Confira a lista de relacionados do Corinthians para a partida

Goleiros: Cassio e Walter

Laterais direito: Fagner, 

Laterais esquerdo: Guilherme Arana e Uendel

Zagueiros: Balbuena, Pedro Henrique e Yago

Volantes: Bruno Henrique, Camacho, Elias, Maycon e Willians

Meias: Giovanni Augusto, Guilherme, Marlone, Marquinhos Gabriel e Rodriguinho

Atacantes: André, Lucca, Luciano e Romero

Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.