8 de dez de 2015

CORINTHIANS 08/12/2015

CORINTHIANS HEXACAMPEÃO TEVE MÉDIA DE 35.829 EM JOGOS NA ARENA CORINTHIANS PELO BRASILEIRO

SENDO 34.478 PRESENTES POR JOGO COMO MANDANTE NO BRASILEIRO 2015 (CONTANDO UM JOGO EM ARARAQUARA).

 CONFIRA A CONTA
10144 + 29869 + 27572 + 25063 + 26951 + 32737 + 36577 + 30769 + 31383 + 41380 + 29777 + 30470 + 42075 + 42058 + 41179 + 43942 + 44015 + 45469 + 43652 = 655.082 POR 19 JOGOS= 34.478 NA MEDIA

RETIRANDO O JOGO QUE MANDOU EM ARARAQUARA A MEDIA NA ARENA CORINTHIANS NO BRASILEIRO 2015 FICA EM 35.829








8/12/2015 21h35
Corinthians encerra novela e renova com Ralf até 2017
Nesta terça-feira (08), Corinthians e Ralf finalmente entraram em um acordo e selaram a renovação de contrato por mais dois anos. O volante recebeu aumento no salário, assina amanhã (quarta)









CORINTHIANS EMPATA POR CONTRA fig PELO BRASILEIRO SUB 20  E É LÍDER DE SEU GRUPO COM 4 PONTOS APÓS 2 RODADAS. TEM MAIS 2 JOGOS NESTA PRIMEIRA FASE
Passo D'Areia - 08/12/2015 17:00

CORINTHIANS 0X0 FIG












Corinthians beach soccer terá patrocínio da Lorenzetti no Mundialito para buscar bicampeonato

Torneio ocorrerá entre os dias 9 e 13 deste mês na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.


Cointhians foi campeão mundial de futebol de praia em 2013 (Foto: Divulgação)

LANCE!
08/12/2015
20:02


O Corinthians terá o parocínio da Lorenzetti para a equipe de Beach Soccer durante o Mundialito de Clubes e a busca do bicampeonato. O torneio ocorre entre os dias 09 e 13 de dezembro, na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo dos canais SporTV e Bandeirantes.

A equipe do Corinthians, considerada como favorita, busca seu segundo título na competição, uma vez que faturou a última edição do torneio, em 2013. O Mundialito conta com a participação de grandes clubes, como Flamengo-BRA, Fluminense-BRA e Vasco -BRA, além dos internacionais Barcelona-ESP, Sporting-POR, Levante-ESP e Al Ahli-EAU.
“É com grande entusiasmo que patrocinamos um time que mexe com a emoção e com a paixão de muitos torcedores: o Sport Club Corinthians Paulista. Ainda mais no Beach Soccer, um esporte tão democrático, estar presente na camisa de um dos favoritos do Mundialito é motivo de orgulho para a Lorenzetti”, ressalta Alexandre Tambasco, gerente de marketing da empresa.





08/12/2015 20h40

Negociação avança, e Ralf fica mais perto de renovar com o Corinthians
Empresários do volante e diretoria alvinegra se aproximam de acordo salarial, e acerto deve sair até fim da semana. Novo contrato vai até dezembro de 2017


Por Carlos A. Ferrari e Diego Ribeiro

Ralf está perto de anunciar que fica no Timão até o fim de 2017 (Foto: Ricardo Taves/Ag. Corinthians)

Corinthians e empresários do volante Ralf estão mais próximos de acertar a renovação de contrato do jogador até dezembro de 2017. Após novas reuniões, as duas partes cederam na questão salarial e chegaram a um valor comum. A tendência é de que o negócio seja fechado até o fim desta semana.


A diretoria mantém a cautela para falar do caso, mas está otimista. Os agentes de Ralf, Alisson Garcia Costa e André Vieira Costa, mostraram flexibilidade nos últimos dias para ajustar alguns termos do contrato. A dupla não quer mais problemas com a cúpula do clube.


A pedida salarial no começo das negociações beirava os R$ 400 mil, enquanto o Corinthians se dispunha a oferecer R$ 100 mil a menos. O equilíbrio nessa questão foi fundamental para o negócio avançar. Luvas e forma de pagamento dos valores são os últimos assuntos a serem discutidos.


No domingo, o superintendente de futebol Andrés Sanchez garantiu que a renovação contratual com o Corinthians era questão de tempo, mesmo se mantendo crítico à postura dos empresários do jogador. Andrés teve uma conversa particular com Ralf antes de dar declarações mais concretas sobre o caso.


O tempo de contrato (dois anos) estava acertado há algumas reuniões. Ralf tem contrato até dezembro deste ano e vinha chamando a atenção de outros clubes brasileiros. A diretoria do Corinthians se irritou com um possível “leilão” promovido pelos empresários do jogador, mas depois conseguiu negociar com tranquilidade.
Corinthians assume a liderança do Ranking de Clubes da CBF

Entidade divulgou a relação nesta terça-feira


Corinthians hexacampeão brasileiro (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress)


Campeão brasileiro de 2015, o Corinthians assumiu a primeira colocação no Ranking Nacional de Clubes da CBF. A entidade divulgou a relação nesta terça.
É importante ressaltar que, pelo critério adotado pela CBF, os resultados de 2015 têm mais peso do que os anos anteriores. Assim como os de 2014 pontuam mais do que os de 2013, e assim sucessivamente. O ranking leva em conta os resultados dos últimos cinco anos.




O TOP-15 DO RANKING DE CLUBES

1 - Corinthians (14.664 pontos)





























08/12/2015 19h08

Fisioterapeuta do Corinthians aceita proposta da China
Bruno Mazziotti viaja na próxima semana para a Ásia e vai participar da comissão técnica de Mano Menezes no Shandong Luneng. Decisão foi tomada nesta terça


Por Carlos Augusto Ferrari

Bruno Mazziotti deixa o Corinthians depois de seis anos no clube (Foto: Carlos Augusto Ferrari)
Hoje, o fisioterapeuta do Corinthians, Bruno Mazziotti, aceitou a proposta para trabalhar no Shandong Luneng, da China, e deve ir ao país na próxima semana para acertar detalhes do contrato e conhecer o projeto de seu novo clube.


O fisioterapeuta tomou a decisão nesta terça-feira, depois de pesar aspectos profissionais e pessoais. Com a oferta alta dos chineses, o Corinthians não teve como segurar o integrante da comissão técnica permanente do clube.


Bruno Mazziotti chegou ao clube em 2009 com Ronaldo Fenômeno e acabou contratado para fazer parte do corpo clínico do Timão.


O fisioterapeuta se transformou em um dos principais profissionais da área nos últimos anos por recuperar jogadores com grande histórico de lesões. O último deles foi o meia Renato Augusto. O jogador teve ótimo desempenho no Campeonato Brasileiro e voltou a ser chamado para a Seleção Brasileira
O Corinthians não deve contratar outro profissional para a vaga de Mazziotti. O departamento de fisioterapia passará a contar com Caio Mello, Paulo Rogério Vieira, José Alberto Gonçalves e o analista biomecânico Luciano Rosa.












Corinthians libera fisioterapeuta para a China e remanejará funcionários

Bruno Mazziotti aceitou proposta de clube chinês. Timão não deve contratar substituto para o lugar dele e sim distribuir tarefas


Julio Stancati, médico do Corinthians, ao lado de Bruno Mazziotti (Foto: Daniel Augusto Jr)

Felipe Bolguese
08/12/2015
19:17


A janela de transferências já causou a primeira baixa no Corinthians para 2016. Mas não se trata da venda ou empréstimo de um jogador. O fisioterapeuta Bruno Mazziotti aceitou proposta do Shandong Luneng, da China, e a partir de 2016

O Timão não deve contratar um substituto para o lugar do profissional. A tendência é que os atuais fisioterapeutas do clube sejam remanejados dentro do departamento médico e alguns acumulem funções. Atualmente, além de Mazziotti o Corinthians conta com Caio Mello, Luciano Moreira Rosa, José Alberto Gonçalves e Paulo Rogério Vieira na função.

Mazziotti tem muito prestígio no Corinthians. Ele é chamado de “Santo Milagreiro” no CT Joaquim Grava, conhecido por seu trabalho de recuperação com os jogadores. Nos últimos anos, os casos emblemáticos foram Alexandre Pato e Renato Augusto, que conviviam com sérios problemas crônicos de lesões. Renato Augusto foi o craque do Brasileirão de 201 com o Corinthians hexacampeão e chegou à Seleção Brasileira, com seus melhores históricos de jogos por ano nas duas últimas temporadas.
O fisioterapeuta chegou ao Timão no fim de 2008 para trabalhar exclusivamente com Ronaldo Fenômeno. Na época, sua fama já era ter devolvido o craque para o futebol após graves lesões nos joelhos. Ainda com o ex-camisa 9 na ativa, ele decidiu que se tornaria funcionário permanente do clube, já prevendo a iminente aposentadoria do Fenômeno.

Mazziotti comandava o Lab Corinthians R9, laboratório de biomecânica localizado no CT corintiano. Único centro deste segmento no futebol brasileiro, o departamento acostumou-se a receber diversos jogadores de fora e do próprio Brasil e tornou-se referência em recuperações de lesões.






















08/12/2015 18h33

Tite quer retorno de Alexandre Pato ao Corinthians: "Patrimônio nosso"
Ele tem contrato com Timão até dezembro de 2016. Clube mantém postura de tentar negociar jogador


Por GloboEsporte.com
A diretoria do Corinthians se esforça para negociar Alexandre Pato na próxima janela internacional de transferências, mas o técnico Tite, mais uma vez, abriu as portas para o atacante reforçar o time em 2016.


De maneira mais contundente, o comandante corintiano afirmou em entrevista à Rádio Globo, na tarde desta terça-feira, que quer contar com Pato na próxima temporada. O atacante tem vínculo com o Corinthians até dezembro de 2016.


– É um grande jogador. Quero, sim. É patrimônio nosso. Fez um grande ano, está num processo de maturidade, parece que se readaptou ao Brasil e à necessidade que temos. Vamos estar de braços abertos, sim – avisou Tite.

O técnico, inclusive, imagina como Alexandre Pato pode se encaixar no Corinthians em 2016.

– No 4-1-4-1 ele pode jogar pelo lado esquerdo, na do Lucca e na do Malcom. Pode jogar na do Love, ou na direita, onde joga o Jadson, mas não na função de armação, mas sim de atacante. Ele tem uma capacidade de finalização impressionante – elogiou o técnico.
O futuro de Alexandre Pato poderá ser decidido nos próximos dias. O jogador e o empresário Gilmar Veloz viajaram na noite de segunda-feira para a Europa, autorizado pelo Corinthians a procurar ofertas por ele.

A direção do Timão assegura que até o momento não foi comunicada sobre propostas, mas alimenta a esperança de negociar o atacante. O clube diz que os contatos feitos neste segundo semestre de 2015 não passaram de sondagens.

Nos últimos dias, o nome de Pato voltou a ser especulado no Barcelona. Os ingleses Tottenham e West Ham também estariam interessados na contratação dele

Pato deixou o Corinthians em fevereiro de 2014 após uma troca por Jadson. Apesar da dificuldade em encontrar ofertas, o Corinthians quer € 25 milhões (R$ 102,5 milhões na cotação atual) por 100% dos direitos econômicos – o Corinthians possui 60%. O restante pertence ao jogador. O valor é negociável, segundo os dirigentes.











Ralf e Corinthians acertam tempo e devem selar renovação até sexta

Permanência do volante, que antes era tratada com cautela, hoje é vista com otimismo por ambas as partes. Jogador deve acertar com o Timão por mais duas temporadas


Atual contrato de Ralf com o Timão termina no fim deste mês (Foto: Reginaldo Castro/Lancepress!)
18;24

Empresários de Ralf e a diretoria do Corinthians esperam selar a renovação do volante nos próximos dias. As conversas, que agora são conduzidas pelo agente André Costa e pelo diretor de futebol, Eduardo Ferreira, evoluíram e estão perto de um desfecho feliz.

Já ficou acordado, enfim, que o tempo de contrato, que se encerra em 31 de dezembro deste ano, será por mais dois anos, até o fim de 2017. Os valores estão praticamente acertados também, restando forma de pagamento e prazos. Tudo deve ser alinhado até sexta-feira.

Pela primeira vez, o lado de Ralf começou a sinalizar positivamente pela permanência no clube. Até então, ele e seu estafe não concordavam com a postura da diretoria corintiana, principalmente do superintendente Andrés Sanchez, que deu declarações públicas com acusações de "leilão" e "supervalorização".

No último sábado, após o treinamento na Arena Corinthians, Andrés chamou Ralf de canto para uma conversa e propôs que cada lado cedesse um pouco para a renovação sair. Isso explica suas entrevistas no dia seguinte dizendo que o "fico" já estava certo. O camisa 5 negou e ainda levantou possibilidade de sair, porque faltava a anuência dos empresários - que entraram em contato com Eduardo Ferreira para finalizar as negociações.











Disputando naming rights da Arena Corinthians, patrocinador do Timão, Klar, mira reforços

Presidente da Klar, que fechou parceria com o Corinthians, afirma que empresa é uma das três concorrentes para dar nome ao estádio do clube e revela detalhes do acordo




Klar estreou nas mangas do uniforme do Timão, mas pode migrar para outro espaço (Foto: Divulgação)
LANCE!
08/12/2015
08:10


O Corinthians fechou não só um patrocínio com a marca Klar, de produtos de limpeza, mas uma parceria ampla, que engloba a busca por reforços para a equipe e um "rodízio" no uniforme do clube. Mais do que isso: a parceira sonha até em dar nome à Arena alvinegra.

Marcelo Prado, presidente da empresa, revelou detalhes do acordo e da tentativa de fechar o naming rights do estádio em Itaquera.

- Existem hoje na mesa do Corinthians três propostas para o naming rights: duas são de gigantes financeiros do mercado nacional e uma é da Klar. Existe uma prioridade lá. As duas primeiras propostas têm um tempo para serem analisadas - declarou à Rádio Transamérica.

- Não é concorrência. Quem chegou primeiro tem a prioridade e esses agentes financeiros estão em negociação na frente. Todos existem um tempo de negociação pré-determinado. É um contrato que não é só com Corinthians, entra o consórcio do estádio, o BNDES... Não é uma negociação simples, por isso se alonga mais o tempo de acerto do nome da Arena - completou.

Segundo o executivo, a ideia da empresa é batizar a casa corintiana de "Arena Klar". Ele explicou que a marca faz parte de um conglomerado cujo principal mercado é o de petróleo e gás, atuando em nove países.

A Klar também ajudará o Timão na contratação de reforços, segundo Prado. No entanto, caberá apenas à diretoria alvinegra escolher quais serão os alvos. Também ficará com o Corinthians todo o lucro de eventuais vendas de atleta adquiridos com investimento da patrocinadora. O executivo ainda revelou que um grande astro esteve perto do clube:

- Todo ano, independentemente das dificuldades financeiras, os clubes trazem. Só que quando a gente fala de reforço para o Corinthians, todo torcedor quer reforço de renome. Na verdade há um grande nome, estava bem adiantada a negociação, mas por entrave familiar começou a haver empecilhos. Ele é estrangeiro, um nome internacional e top. Se fizer uma lista dos 30 melhores do mundo, qualquer torcedor coloca o nome dele - declarou Padro, que evitou dizer o nome do atleta, mas contou que o país dele foi um dos quatro primeiros colocados na Copa do Mundo de 2014 (Alemanha, Argentina ou Holanda).

Por fim, Marcelo Prado ainda explicou que a Klar pode ocupar diferentes espaços do uniforme corintiano. O acordo inicial é para dois anos de parceria, mas ele pode ser prorrogado por mais três.

- O valor é variável, pois se trata de um contrato inteligente, de resultados entre Klar e Corinhtians. Quanto melhor os dois andarem juntos e conseguirem os objetivos, maior o investimento. Temos um contrato minimo de milhões anuais por dois anos, com direito a renovação por mais três temporadas. Quanto mais espaço a Klar tiver no mercado nacional com apoio do Corinthians, maior retorno o clube tem da Klar em investimento. Não posso falar os valores de 2016 e 2017, mas em 2018, 2019 e 2020, o investimento a cada ano passa de 20 milhões de dólares (cerca de R$ 75 milhões na cotação atual).


























08/12/2015 18h32

Título brasileiro leva Corinthians à liderança do ranking de clubes da CBF

Por GloboEsporte.co


Corinthians pula do segundo lugar para a liderança do ranking da CBF (Foto: Marcos Ribolli)

O título do Campeonato Brasileiro levou o Corinthians do segundo lugar à liderança do Ranking Nacional de Clubes da CBF, divulgado pela entidade nesta terça-feira. com 14.664 pontos, contra 14.210 do segundo

O ranking leva em consideração a colocação de cada time no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. O cálculo é feito com base nos últimos cinco anos, com peso maior para a temporada mais recente. Por exemplo: o Corinthians ganhou 800 pontos por ter sido campeão brasileiro de 2015, e esse valor foi multiplicado por cinco, já que o último campeonato é o que mais pesa - 2014 passa a ter peso quatro, e 2013, peso três (e assim respectivamente).


Também são aplicados bônus aos clubes participantes da Libertadores e da Sul-Americana. São 400 pontos para a primeira competição e 280 para a segunda.




08/12/2015 17h38

Timão definido para Mundialito de Clubes de futebol de areia. Confira
Competição, que vai de quarta a domingo na praia da Barra, no Rio de Janeiro


Por GloboEsporte.com

O Mundialito de Clubes de futebol de areia terá o Corinthians e mais Vasco, Flamengo e Fluminense. Quatro equipes estrangeiras completam a disputa: os espanhóis Barcelona e Levante, o português Sporting Club e o Al Ahli, dos Emirados Árabes.


As equipes estão divididas em duas chaves. O Grupo A é composto pelas quatro equipes brasileiras, e o Grupo B terá as equipes estrangeiras. Os dois primeiros seguem para as semifinais após a fase classificatória.
Mao, titular da seleção brasileira, camisa 1 do Corinthians (Foto: Marcello Zambrana)




Confira a lista de jogadores do Corinthians
Goleiros: Mão e Leandro Fanta
Defensores: Souza, Antônio Jr e Anderson
Meias: Alan, Rodrigo Souto e Bê Martins
Atacantes: André e Sidney
Técnico: Alexandre Soares














Corinthians assume a liderança do Ranking de Clubes da CBF

Entidade divulgou a relação nesta terça-feira


Corinthians hexacampeão brasileiro (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress)


Campeão brasileiro de 2015, o Corinthians assumiu a primeira colocação no Ranking Nacional de Clubes da CBF. A entidade divulgou a relação nesta terça.
É importante ressaltar que, pelo critério adotado pela CBF, os resultados de 2015 têm mais peso do que os anos anteriores. Assim como os de 2014 pontuam mais do que os de 2013, e assim sucessivamente. O ranking leva em conta os resultados dos últimos cinco anos.



O TOP-15 DO RANKING DE CLUBES

1 - Corinthians (14.664 pontos)








Tite diz que vetou 'bicho' para Corinthians vencer o Joinville

Mesmo sem a premiação oferecida pela diretoria, Corinthians venceu por 1 a 0, em Joinville, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro


Técnico Tite no comando do Corinthians (foto:Reginaldo Castro/LANCE!Press)

O técnico Tite revelou nesta terça-feira que vetou "bicho" da diretoria do Corinthians em caso de vitória sobre o Joinville. No primeiro turno, o Timão vinha pressionado.

Tite ouviu de dirigentes que haveria "bicho" para os jogadores, mas vetou a oferta. Mesmo sem a premiação, o Corinthians venceu por 1 a 0, na Arena Joinville, pela sexta rodada do Brasileirão.

O jogo era emblemático. A direção proporcionou um prêmio, e eu padir para não dar. Não jogávamos pelo dinheiro, era pela nossa reabilitação e retomada de prestígio. Eu pedi para eles (dirigentes) não transmitirem isso aos jogadores, e não chegou no elenco. No fim, fomos lá e vencemos - afirmou Tite, em entrevista à Rádio Globo.

O treinador corinthiano voltou a pedir a permanência da base que conquistou o hexa do Brasileirão. Tite ainda especificou o caso de Ralf, que tem conversas com a diretoria para a renovação de contrato.

- A permanência dele é extretamente importante, é uma convicção minha e da direção. Tenho certeza de que está perto de um desfecho legal, estou na expectativa - disse.

- Nossa ideia é segurar os jogadores para potencializar a equipe para o ano que vem. Eu não vejo como potencializar a equipe saindo alguém, e isso é ideia do clube, não é ideia minha, então vamos tentar manter os jogadores - completou.






















“Conversei com o presidente e sei que o Corinthians busca a manutenção da base da sua equipe. Isso não é um recado meu para eles. É uma ideia nossa, algo consensual”, comentou Tite.

Até os jogadores já passaram a repetir as palavras do treinador. Os meio-campistas Renato Augusto e Elias foram dois que projetaram a continuidade no Corinthians, ainda que reconheçam as dificuldades de o clube segurar quem se valorizou com a conquista do Campeonato Brasileiro.

“Os atletas querem permanecer justamente para dar um segundo passo. Isso é a Libertadores. Formamos uma equipe, batemos campeões e agora vamos para um segundo estágio”, programou Tite, ciente de que a conquista do torneio continental será a prioridade em 2016.

Nem todos os jogadores, contudo, já asseguraram participação na próxima Libertadores. O caso mais problemático é do volante Ralf, cujo contrato vencerá no final do ano e uma intriga entre os seus empresários e os dirigentes corintianos emperra a prorrogação.

Além da tentativa de renovar o vínculo de Ralf, o Corinthians estuda a contratação de reforços para o seu plantel. Pato não deverá ser incluído entre essas novas opções de Tite.

“O Pato fez um grande ano, readaptando-se ao futebol brasileiro. É um jogador do clube e será respeitado e trabalhado dessa forma”, comentou o técnico, com o cuidado de não desvalorizar um atleta que o Corinthians pretende vender.










08/12/2015 12h30

Meias do Corinthians sonham com parceria também na Seleção Brasileira
Renato Augusto diz que seria uma honra ter Jadson ao seu lado nos jogos do Brasil. Camisa 10 do Timão vê esperança renascer após dois anos sem ser convocado


Por GloboEsporte.com


A campanha irretocável do Corinthians e os prêmios individuais a Jadson e Renato Augustopermitem que os meias alvinegros sonhem com uma nova parceria, desta vez na seleção brasileira. Renato Augusto já está lá, e Jadson quer voltar depois de quase dois anos sem ser convocado.


O camisa 10 foi à Seleção pela última vez na Copa das Confederações de 2013 Apesar do título do Brasil, Jadson foi um dos jogadores menos utilizados na campanha. No Corinthians, com o protagonismo no título brasileiro fizeram o meia de 32 anos sonhar novamente.

Jadson diz que chama "reacendeu" após elogios em campanha no Brasileirão (Foto: Marcos Ribolli)

– Você sai na rua e vê os elogios, até de torcedores de outros clubes. Você vê pessoas dizendo que mereço mais uma chance. Então isso aí acendeu aquela chama de voltar para a Seleção. Penso, sim, e quem sabe possa ganhar uma oportunidade num futuro próximo e me juntar a companheiros como Renato, Elias, Gil e Cássio – destacou o corintiano.


Renato Augusto, por sua vez, foi convocado para Seleção Brasileira para todos os quatro jogos disputados nas Eliminatórias para a Copa de 2018. A vaga entre os titulares e o gol contra o Peru, em Salvador, aumentaram a confiança do corinthiano, que também quer o amigo Jadson ao seu lado na Seleção.


– Ele vive um momento muito bom. Basta saber se o Dunga quer um jogador como ele, com as características que ele tem. Sem dúvida, seria uma honra tê-lo ao meu lado na Seleção – afirmou Renato Augusto.


A parceria deu tão certo que Renato Augusto, eleito melhor jogador do Campeonato Brasileiro, fez questão de dizer no palco do programa "Bem, Amigos!", do SporTV, que gostaria de dividir o prêmio com Jadson.


Após o título brasileiro, o elenco do Corinthians vai aproveitar as férias e só volta ao trabalho no dia 6 de janeiro. A próxima convocação da seleção brasileira é para os jogos contra Uruguai e Paraguai, no fim de março de 2016.


*Por Chris Mussi, Diego Ribeiro, Diogo Venturelli, Marcelo Braga e Rodrigo Faber

Corinthians hexacampeão Brasileiro e Renato Augusto ganhou prêmio de melhor jogador do torneio e quer parceria com Jadson na Seleção Brasileira (Foto: Marcos Ribolli)


“Foi um ano muito bom”, diz corinthiano meia Jadson

Camisa 10 do Corinthians foi considerado um dos dois melhores meias do Campeonato Brasileiro de 2015 na conquista do Corinthians hexacampeão


12h00 08/12/2015 - Agência Corinthians




O camisa 10 do Corinthians foi eleito um dos dois melhores meias do Brasileirão

© Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians


Na última segunda-feira (07), duas premiações foram realizadas e encerraram a programação do Campeonato Brasileiro de 2015. Um dos principais nomes do Corinthians, Jadson concedeu entrevista  e falou sobre a temporada vitoriosa.

“Foi um ano muito bom pra mim, pro Corinthians. Tenho que agradecer muito a Deus por ele ter me abençoado nesse ano. Acho que foi um ano de muitas bênçãos. Tem que continuar dessa maneira em 2016”, disse Jadson.

“Para mim, igual a esse ano aqui no Brasil não teve igual. Depois que aconteceram as metas que eu coloquei para mim durante o ano, a confiança que Tite e os jogadores me deram foi fundamental Graças a Deus o Corinthians terminou como campeão brasileiro, isso era um sonho que eu tinha e conquistei junto com os meus companheiros. Estou muito feliz”, completou o jogador.

Jadson foi premiado nos dois eventos realizados na última segunda. O camisa 10 do Corinthians foi eleito um dos dois melhores meias do Brasileirão (ao lado do também corinthiano Renato Augusto) e levou a Bola de Prata e o troféu da CBF.



Tite analisa temporada 2015 do Corinthians hexacampeão brasileiro


11h50 08/12/2015 - Agência Corinthians




Corinthianos campeão, Tite foi escolhido e premiado por ser o melhor treinador do Campeonato Brasileiro de 2015

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


No começo da tarde da última segunda-feira (07),  foi realizada mais uma edição do tradicional prêmio Bola de Prata O técnico Tite foi convidado para participar da cerimônia e entregou a Bola de Ouro, premiação máxima, ao meia corinthiano Renato Augusto. Antes do início do evento, o treinador falou sobre a temporada 2015.

“A equipe amadureceu. A saída de alguns atletas, junto com essas duas situações (eliminações do Paulista e da Libertadores), elas me fizeram pensar. Aí chegou o momento da direção afirmar que ninguém mais sairia. E isso deu tranquilidade para o vestiário. Essa tranquilidade me permitiu a dizer ‘gente, vamos retomar aquele padrão’. Mas confesso que não achava que ela pudesse crescer tanto assim”, disse Tite

À noite, o técnico corinthiano participou de outra premiação: o Craque do Brasileirão, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Tite foi escolhido e premiado por ser o melhor treinador do Campeonato Brasileiro de 2015.








2/2015 11h41
Corinthians só tem sondagens, mas à espera de propostas, atacante Alexandre Pato viaja à Europa para empresários buscarem ofertas


Por GloboEsporte.com


O futuro de Alexandre Pato poderá ser decidido nos próximos dias. O jogador e o empresárioviajaram na noite de segunda-feira para a Europa onde encontrarão o agente autorizado pelo Corinthians a procurar ofertas por ele.


A direção do Timão assegura que até o momento não foi comunicada sobre propostas, mas alimenta a esperança de negociar o atacante na próxima janela de transferências, em dezembro. O clube diz que os contatos feitos neste segundo semestre de 2015 não passaram de sondagens.


Nos últimos dias, o nome de Alexandre Pato voltou a ser especulado no Barcelona. Os ingleses Tottenham e West Ham também estariam interessados na contratação dele .
O Corinthians não quer mais Pato no elenco e busca estas ofertas. No entanto, depende de uma negociação para não precisar regressar ao CT Joaquim Grava. A reapresentação do elenco dirigido por Tite está marcada para o dia 6 de janeiro.


A direção corinthiana também não planejava um reencontro com o jogador, mas se não conseguir negociá-lo... Nas últimas entrevistas, o presidente Roberto de Andrade, o superintendente Andrés Sanchez e até o técnico Tite admitiram que Pato será utilizado em 2016 caso não seja vendido – o contrato dele vai até o fim do próximo ano.


Apesar da dificuldade em encontrar ofertas, o Corinthians quer € 25 milhões (R$ 102,5 milhões na cotação atual) por 100% dos direitos econômicos – o Alvinegro possui 60%. O restante pertence ao jogador. O valor é negociável, segundo os dirigentes.











8/12/2015 10h45

Gil entende propostas no Corinthians e deseja apenas que Felipe seja feliz
Com o zagueiro que joga ao seu lado assediado pelo Monaco, camisa 4 diz que a valorização é natural para os campeões brasileiros: "Meu pensamento é fazer o melhor pelo clube"


Por Marcelo Braga


Gil com o filho no prêmio do Brasileirão da CBF
(Foto: Marcos Ribolli)

Campeões brasileiros, vários jogadores do Corinthians devem virar alvos de clubes internacionais na janela de transferências que se abre neste fim de ano. Na mira do Monaco, da França, o zagueiro Felipe é apontado como o favorito a ter uma grande proposta.


Titular da melhor defesa do campeonato ao lado dele, Gil entende a valorização do elenco e, sobre Felipe, deseja apenas que o atleta de 26 anos tenha um bom futuro pela frente:


– A gente sabe que quando o time é campeão, surgem várias especulações mesmo. Não conversamos sobre isso ainda. A gente sabe que no grupo tem grandes jogadores em condição de receber propostas, mas tranquilo. Cada um sabe o que é melhor para si. A gente torce para que ele seja feliz, no Corinthians ou qualquer outro clube – projetou o jogador, na saída do prêmio do Brasileirão da CBF.


Com contrato com o Corinthians até 31 de dezembro de 2019, Gil garante que seu foco está no Timão na próxima temporada. Mas também não descarta uma transferência caso ela seja boa para o clube e para a sua carreira.

– Tenho contrato até 2019 e meu pensamento é fazer o melhor pelo Corinthians. É o que sempre disse: o Corinthians me abriu as portas quando voltei ao Brasil, sou muito grato e vou ser para o resto da vida. O clube me deu condições de ser conhecido mundialmente. Se aparecer proposta, que passe pelo Corinthians. Se for bom para os dois lados, que todo mundo fique feliz – disse.


A participação do Corinthians na Taça Libertadores da América, porém, empolga Gil para 2016. Com o Corinthians hexacampeão brasileiro, ele concorda que a cobrança pelo título sul-americano será bastante grande.


– A cobrança vai sempre existir. Vamos para as férias e depois voltar em janeiro com pensamento total na Libertadores. Todos queremos essa conquista, eu particularmente quero muito. Estamos focando nisso na próxima temporada – afirmou.














08/12/2015 09h15

"Louco para descansar", hexacampeão corinthiano, Tite define objetivo para as férias: ler e pescar
Desgastado após temporada que levou Corinthians ao título brasileiro, técnico quer tranquilidade para curtir a família e se recuperar de cirurgia para a retirada de varizes

A temporada desgastante do Corinthians faz Tite valorizar o período de férias que terá em dezembro, ainda mais depois do título brasileiro conquistado com autoridade. O técnico agora só quer relaxar. Vai passar as férias no Sul, com a família, em busca de sossego.


– Eu estou louco para descansar um pouco, ficar com a família, para curtir situações normais, a busca de estar um pouco mais em paz, sossegado. O ano teve muita pressão, com um nível de exigência alto, de responsabilidade. Agora é ter o trabalho reconhecido e depois sossegar – afirmou Tite.

Se for pescar, coloco a vara ali no cano e fico lendo ou tomando chimarrão. Algumas caminhadas também. Quero recuperar a saúde agora, está difícil caminhar ainda, mas logo estarei bem

Tite, sobre os planos para as férias

O técnico corintiano teve um de seus últimos compromissos profissionais nesta segunda-feira, quando acompanhou a premiação dos melhores do Campeonato Brasileiro no programa “Bem, Amigos”, do SporTV - ele foi eleito o melhor técnico.


A partir desta terça-feira, Tite terá duas estratégias para descansar e se recuperar do desgaste. O técnico também convive com pequenos cuidados após uma cirurgia para a retirada de varizes, realizada há uma semana.


– Vou ler e pescar. Se for pescar, coloco a vara ali no cano e fico lendo ou tomando chimarrão. Algumas caminhadas também. Quero recuperar a saúde agora, está difícil caminhar ainda, mas logo estarei bem – avisou o comandante.


O técnico se reapresenta com o elenco do Corinthians no dia 6 de janeiro. A expectativa de Tite é de que a maior parte do elenco seja mantida. A pré-temporada vai contar com uma viagem para os EUA e a disputa de três amistosos: contra Atlético-MG e Shakhtar Donetsk, pelo Torneio da Flórida, e um jogo contra o Fort Lauderdale Strikers, clube de Ronaldo.


*Por Chris Mussi, Diego Ribeiro, Diogo Venturelli, Marcelo Braga e Rodrigo Faber

Tite cumprimenta Caio Ribeiro no "Bem, Amigos": técnico terá mês de descanso (Foto: Marcos Ribolli)






































Corinthiano Tite pede evolução dos dirigentes, projeta 2016 e não esquece sonho europeu

Eleito melhor treinador do ano em eleição promovida pela CBF, técnico campeão brasileiro criticou mandatários de clubes por não darem continuidade aos trabalhos dos treinadores


Tite mostrou incômodo com falta de continuidade dos técnicos no futebol brasileiro (foto:Marco Galvão/Fotoarena)

Técnico do Corinthians hexacampeão brasileiro, Tite critica falta capacidade e conhecimento para os mandatários de clubes no Brasil:

- Quanto mais capacidade de escolher os profissionais, mais conhecimento eles tiverem, mais possibilidade de permanência dos técnicos vai acontecer. Isso (demitir rapidamente o treinador) é uma assinatura de incompetência de quem comanda. Se a cada insucesso, se a cada 17 jogos você manda um técnico embora, o problema não é do técnico, porque não dá pra avaliar. O problema é de quem comanda, que não dá suporte suficiente para o trabalho. Falta até redirecionar. Falta até o dirigente sentar na mesa e cobrar: "O que tá faltando?". Por que tu não faz o seguinte: "Tu precisa de mais um armador? A gente vai trazer. Está precisando corrigir disciplinarmente? Então vamos fazer". Só vai mudar quando os dirigente mudarem - atacou o treinador em entrevista ao canal por assinatura Sportv durante a premiação promovida pela CBF aos melhores do Brasileirão.

 Tite  já começou a planejar a próxima temporada do Corinthians. O treinador já imagina, inclusive, quanto tempo terá para manter a equipe jogando o futebol de campeão apresentado no Campeonato Brasileiro deste ano e antecipa: vai priorizar a Libertadores quando necessário.

- O calendário permite a retomada do nível de futebol em que a gente estava agora. O Campeonato Paulista vai nos proporcionar isso. E a prioridade nesse momento é a Libertadores. Se tiver jogos próximos, a prioridade vai ser sempre a Libertadores - projetou o treinador.

Laureado e extremamente valorizado após mais uma conquista à frente do Timão, Tite já declarou recentemente que, no atual momento, pensaria bastante antes de trocar o trabalho no clube paulista por uma chance na seleção brasileira, por exemplo. No entanto, a vontade de comandar uma equipe europeia ainda passa pela cabeça do técnico.

- Italiana, de preferência, porque tenho domínio da língua. Minhas origens são italianas. Depois do fim do contrato com o Corinthians, se tiver essa oportunidade, vou querer sim - encerrou Tite.









08/12/2015 08h25

Corinthiano meia Renato Augusto sustenta vantagem e leva o Troféu Armando Nogueira 2015, como melhor jogador
Mesmo sem jogar nas duas rodadas finais, meia do Corinthians mantém a ponta, com média de 6,98. Jadson é o segundo.


Por SporTV.com

Meia Renato Augusto teve média 0,12 superior à de seu companheiro Jadson (Foto: Marcos Ribolli)


O talento e a regularidade de Renato Augusto fizeram a diferença. Destaque da campanha que culminou com o hexacampeonato do Corinthians, o meia nem precisou jogar nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro para garantir o Troféu Armando Nogueira, com uma média de 6,98 das notas recebidas na competição. Num duelo caseiro, Renato Augusto teve como principal concorrente pelo prêmio o também meia e corintiano Jadson, que acumulou 6,86 e fechou na segunda colocação.



As lesões e as adversidades que você enfrentou tornam esse título ainda mais especial? Hoje você ainda sente dores?
Não está sendo constante, mas de vez em quando a dor incomoda. Eu respeito muito meu joelho, meu corpo... Tem dia que ele começa a doer e eu já vejo que não vou ganhar dele, então aceito. Por conhecer mais meu corpo, eu converso com ele: “Hoje é seu, mas no jogo é meu. Domingo e quarta pelo amor de Deus, não me abandona”, brinco.

Quais são seus maiores objetivos para o próximo ano?
Eu não gosto de fazer uma projeção a longo prazo, gosto de coisas curtas. Primeiro queria voltar a jogar bem, depois vi que dava para jogar vários jogos em alto nível, e depois que dava para ganhar o Brasileirão. Terminar o ano como estou terminando me faz acreditar que dá projetar coisas maiores. Hoje quero me manter na Seleção e conquistar a Copa Libertadores.
Ano passado, você previa ter em 2015 o melhor ano da sua carreira, tanto em desempenho como em participações. Isso se confirmou. Acha que dá para evoluir ainda mais e jogar mais jogos na próxima temporada?
Não penso mais em número de jogos. Prefiro fazer 50 partidas em alto nível do que 60 meia-boca. Foi o que fiz este ano. Quando estava realmente desgastado, fiquei fora de jogos. No Brasil, infelizmente, não tem como jogar todos os jogos, não tem corpo que aguente, ainda mais quem teve problemas como eu. Se eu jogar quatro jogos em alto nível, é melhor do que mais quatro meia-boca.

Voltar à Seleção mudou algo em seu jeito de jogar ou pensar?
Acho que nada mudou. O que muda é ser reconhecido em algumas coisas, mas da forma de ser e pensar continuo o mesmo, até porque acho muito fácil chegar à Seleção. Fácil não, mas é mais fácil chegar do que se manter. Quantos chegaram e depois caíram? Minha cabeça hoje está voltada em me manter no grupo no ano que vem.


Tanto na Seleção como no Corinthians, você se emocionou bastante. Primeiro, chorou ao marcar seu primeiro gol com a amarelinha. Depois, foi às lágrimas quando conquistou o título brasileiro. Sozinho, depois, você também chorou?
Sou muito emotivo, sempre fui, mas no jogo contra o Vasco gastei tudo, meu estoque de lágrimas acabou ali (risos). Depois do jogo da Seleção eu estava no ônibus e minha mãe ligou. Pensei: “Ela vai estar chorando e eu vou chorar também”. Atendi e falei pra ela me ligar depois! Aí ligou minha esposa também, e como ela estaria chorando com certeza, falei que não dava para falar. Elas começaram a rir e aceitaram falar depois. Por tudo que passei, aquela foi uma semana muito emocionante, mexeu muito comigo. Um amigo me falou que a gente não tem noção do que representa e é verdade. Chegar à Seleção Brasileira, fazer gol num jogo oficial... Não tinha como não emocionar naquela hora.

Você acha que não tem noção mesmo do que representa?
​Para mim, eu continuo o mesmo. Aqui dentro do Corinthians sou o Renato Augusto, mas ali fora sou o Renato, um a mais. Não dá pra ter noção do que representamos para uma criança, um torcedor. Acabou o jogo Corinthians 6x1 5P, e fui a uma pizzaria. Estava cheio de torcedor e eu lá, normalmente. Muitos estranharam. Se fosse na minha época de garoto eu estaria maluco. Já pensou? Seu time campeão, faz 6 a 1 em um rival...

Eu torço para o Corinthians ser campeão, não adianta, estou aqui. Hoje sou corintiano, quero que o Corinthians seja campeão de tudo, quero botar meu nome na história do clube.

Você acredita que outros atletas deveriam ter a mesma postura e assumir o clube que torciam?
Cada um tem que se sentir bem. Eu sou claro com tudo, não tem motivo para ficar inventando. Antes, eu torcia para outro time, agora vou fazer de tudo para esse ser campeão. Depois que você roda um pouco mais no futebol, quer fazer o seu, conquistar o seu... Mas tive uma identificação forte com o Corinthians. Até nos momentos difíceis... Claro que uma parte da torcida ficava chateada e cobrava, mas uma parte grande me apoiava muito. Não é porque eu torcia para outro que vou ter identificação menor.


Acha que carregará essa identificação para sempre?
Com certeza! É impossível não ter essa ligação. Principalmente por coisas que vivi aqui. Se tiver dois filhos vai dar briga, cada um vai querer torcer para cada time, não tem como (risos). O Corinthians já está marcado na minha vida para sempre.

Você foi eleito o craque do campeonato também pelo LANCE! e recebeu vários prêmios mesmo tendo feito poucos gols no Brasileirão (foram apenas cinco). Você se cobra para balançar mais as redes?
Eu nunca me cobrei por gol ou assistência. Às vezes você não dá o passe, mas inicia a jogada. Eu toco para você, você toca para ele, e ele faz o gol. Eu não faço questão de ser o último a dar o passe ou finalizar, faço questão de ganhar. Porém, mudei um pouco. Não me cobrava tanto para gol, mas depois comecei a me vigiar mais para entrar na área, não só para fazer gol, mas para estar próximo dele.

Foi você que passou a se cobrar ou o Tite que te pediu isso?
​O Tite primeiro conversou comigo para colocar isso na minha cabeça, e eu vi que posso chegar mais. Hoje me cobro mais para isso, não só por gols.

Qual o momento mais marcante para você neste Brasileirão?
​De uma forma coletiva, um jogo que me marcou foi o do segundo turno Corinthians 3x0 Atlético-MG, por ter sido praticamente uma final e termos feito uma partida quase perfeita de forma tática e coletiva. Está entre as nossas três melhores partidas do ano. Individualmente, fui muito bem contra o Atl-PR 1x4 Corinthians, quando marquei dois gols, e contra o Corinthians 1x1 Grêmio, quando fiz um gol importante, que nos deu o empate.













Disputando naming rights da Arena, patrocinador do Timão mira reforços

Presidente da Klar, que fechou parceria com o Corinthians, afirma que empresa é uma das três concorrentes para dar nome ao estádio do clube e revela detalhes do acordo


Klar estreou nas mangas do uniforme do Timão, mas pode migrar para outro espaço (Foto: Divulgação)


O Corinthians fechou não só um patrocínio com a marca Klar, de produtos de limpeza, mas uma parceria ampla, que engloba a busca por reforços para a equipe e um "rodízio" no uniforme do clube. Mais do que isso: a parceira sonha até em dar nome à Arena alvinegra.

Marcelo Prado, presidente da empresa, revelou detalhes do acordo e da tentativa de fechar o naming rights do estádio em Itaquera.

- Existem hoje na mesa do Corinthians três propostas para o naming rights: duas são de gigantes financeiros do mercado nacional e uma é da Klar. Existe uma prioridade lá. As duas primeiras propostas têm um tempo para serem analisadas - declarou à Rádio Transamérica.

- Não é concorrência. Quem chegou primeiro tem a prioridade e esses agentes financeiros estão em negociação na frente. Todos existem um tempo de negociação pré-determinado. É um contrato que não é só com Corinthians, entra o consórcio do estádio, o BNDES... Não é uma negociação simples, por isso se alonga mais o tempo de acerto do nome da Arena - completou.

Segundo o executivo, a ideia da empresa é batizar a casa corintiana de "Arena Klar". Ele explicou que a marca faz parte de um conglomerado cujo principal mercado é o de petróleo e gás, atuando em nove países.

A Klar também ajudará o Timão na contratação de reforços, segundo Prado. No entanto, caberá apenas à diretoria alvinegra escolher quais serão os alvos. Também ficará com o Corinthians todo o lucro de eventuais vendas de atleta adquiridos com investimento da patrocinadora. O executivo ainda revelou que um grande astro esteve perto do clube:

- Todo ano, independentemente das dificuldades financeiras, os clubes trazem. Só que quando a gente fala de reforço para o Corinthians, todo torcedor quer reforço de renome. Na verdade há um grande nome, estava bem adiantada a negociação, mas por entrave familiar começou a haver empecilhos. Ele é estrangeiro, um nome internacional e top. Se fizer uma lista dos 30 melhores do mundo, qualquer torcedor coloca o nome dele - declarou Padro, que evitou dizer o nome do atleta, mas contou que o país dele foi um dos quatro primeiros colocados na Copa do Mundo de 2014 (Alemanha, Argentina ou Holanda).

Por fim, Marcelo Prado ainda explicou que a Klar pode ocupar diferentes espaços do uniforme corintiano. O acordo inicial é para dois anos de parceria, mas ele pode ser prorrogado por mais três.

- O valor é variável, pois se trata de um contrato inteligente, de resultados entre Klar e Corinhtians. Quanto melhor os dois andarem juntos e conseguirem os objetivos, maior o investimento. Temos um contrato minimo de milhões anuais por dois anos, com direito a renovação por mais três temporadas. Quanto mais espaço a Klar tiver no mercado nacional com apoio do Corinthians, maior retorno o clube tem da Klar em investimento. Não posso falar os valores de 2016 e 2017, mas em 2018, 2019 e 2020, o investimento a cada ano passa de 20 milhões de dólares (cerca de R$ 75 milhões na cotação atual).






08/12/2015 07h27

Clube de Ronaldo quer Romero, e Corinthians oferece novato
Fort Lauderdale Strikers, que tem Ronaldo Fenômeno como um de seus acionistas, quer o empréstimo do paraguaio, mas pode acertar com o jovem Gabriel Vasconcelos


Por Marcelo Braga

Romero está na mira do Strikers, mas não deve sair (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Destaque do Corinthians na goleada por 6 a 1 sobre o São Paulo, na reta final do Brasileirão, Ángel Romero chamou a atenção do Fort Lauderdale Strikers, time dos Estados Unidos que tem Ronaldo Fenômeno como um de seus acionistas. Em conversas preliminares, os dirigentes do clube norte-americano pediram o empréstimo do paraguaio, mas podem acabar levando outro atleta.


Artilheiro do Timão no Campeonato Paulista Sub-20, Gabriel Vasconcelos, de 19 anos, foi oferecido e pode ser emprestado pelo Timão.


Com contrato até 2018, Gabriel tem 70% dos seus direitos econômicos ligados ao Timão. Do restante, 15% pertencem à própria família e empresário, e o restante ao Fluminense, seu ex-clube.


Quem já está certo no Strikers é o zagueiro André Vinícius, filho do vice-presidente corintiano André Luiz de Oliveira, o André Negão. Aos 24 anos, ele tem contrato até 31 de dezembro e, após o nono empréstimo (para o Grêmio Osasco), já tem onde jogar na próxima temporada.


As negociações são conduzidas por Caio Zanardi, que assumiu recentemente a função de diretor de futebol do clube norte-americano. Ex-técnico da seleção brasileira sub-17, ele busca ainda um novo gestor de futebol. Fábio Barrozo, gerente da base corintiana, foi sondado para a função.








Renato Augusto diz que Corinthians marcou sua vida e mira Libertadores

Eleito o craque do campeonato pelo LANCE!, meia concede entrevista exclusiva e fala sobre os planos para a próxima temporada. Jogador prefere atuar menos do que ser 'meia boca'


Renato Augusto posou com a taça do Campeonato Brasileiro ao LANCE! (Fotos: Mauro Horita/Lancepress!)



Há um ano, Renato Augusto sonhava em ter regularidade e se machucar menos. Ele foi além. Muito além. Além de campeão nacional, ele voltou à Seleção e abocanhou uma série de prêmios, dentre eles o de craque do Campeonato Brasileiro pelo LANCE!.

Depois do que considera ter sido a melhor temporada da sua carreira, o camisa 8 quer descanso. Ao receber a reportagem do L! para uma entrevista exclusiva no CT Joaquim Grava, ele se disse exausto, não só pelo desgaste em campo, como também pelos preparativos do casamento, que ocorre sexta-feira.
Mesmo assim, o meia tem tempo e energia para fazer planos para 2016. Vencer a Libertadores é o principal. Confira a entrevista:

O que representa para você ser eleito o craque do Brasileirão?
É uma coisa muito especial, mas se não tivesse conquistado o prêmio, isso também não teria apagado meu ano, o ano do Corinthians e também não deixaria de ficar feliz por isso. Minha cabeça está muito boa. Sem dúvidas, esse foi meu melhor ano.

Por muito tempo você foi perguntado sobre ser o craque e se esquivou. Você se acha o melhor jogador da competição?
O campeonato é muito longo, e tudo depende de como você analisa. Talvez, eu tenha sido o mais regular, constante, comecei bem e terminei bem. Por outro lado, houve jogadores que oscilaram mais, como o Jadson. Esses jogadores não foram tão constantes, mas tiveram picos excelentes. Depende muito do que é craque para cada um, do critério, mas estou entre os dois ou três melhores do Brasileiro, com certeza.






Corinthiano meia Renato Augusto é o Craque do Brasileirão 2015

Camisa 8 esteve em campo 30 vezes e fez cinco gols na campanha do hexacampeonato nacional


00h00 08/12/2015 - Agência Corinthians




Renato Augusto foi peça fundamental na campanha do hexacampeonato nacional

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


"Atingi o meu melhor nível técnico, tático e físico. Tenho certeza que foi o melhor ano da minha vida". Foi assim que Renato Augusto descreveu o ano de 2015 ao receber o troféu de melhor meia do Brasileirão 2015. Porém, as glórias não pararam por aí: como não poderia deixar de ser, a temporada inquestionável do camisa 8 foi presenteada com o prêmo de Craque do Brasileirão, com 58% dos votos. Jadson foi o segundo colocado, com 25%.

Renato Augusto atuou 30 vezes no Campeonato Brasileiro 2015, fez cinco gols e deu cinco assistências. Com visão de jogo privilegiada, toque refinado e atuações inesquecíveis, o meia se tornou peça fundamental do elenco comandado por Tite e comandou o meio-campo alvinegro na campanha do hexacampeonato nacional.

Desde que chegou ao Corinthians, em 2013, o camisa 8 entrou em campo 127 vezes e fez 15 gols, além de conquistar os títulos do Paulistão (2013), Recopa Sul-Americana (2013) e Brasileirão (2015).

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.