13 de out de 2015

CORINTHIANS 13/10/2015


CORINTHIANO VOLANTE ELIAS PARTICIPOU POR 90 MINUTOS DA VITÓRIA DO BRASIL POR 3X1 SOBRE VENEZUELA EM FORTALEZA PELO SEGUNDO JOGO DAS ELIMINATORIAS PARA COPA DO MUNDO DE 2016. CORINTHIANOS ZAGUEIRO GIL E MEIA RENATO AUGUSTO FICARAM ENTRE RESERVAS. OS TRÊS SÃO ESPERADOS PARA SE REAPRESENTAR AMANHÃ AO CORINTHIANS E TRABALHAR VISANDO JOGO DE QUINTA AS 19H30 NA ARENA CORINTHIANS CONTRA GOIAS .
(23H55)





CORINTHIANO VOLANTE ELIAS JOGA COMO TITULAR DA SELEÇÃO BRASILEIRA EM 2º JOGO DAS ELIMNATÓRIAS DA COPA DO MUNDO 2018, CONTRA VENEZUELA,  CORINTHIANOS ZAGUEIRO GIL E MEIA RENATO AUGUSTO SÃO OPÇÕES ENTRE RESERVAS 13/10/2015 22H





CORINTHIANS JOGANDO SIGA PELO TWITTER DO TIMÃO
https://twitter.com/corinthians








Vagner Love prega foco ao Corinthians: "Fazer nosso dever"

Atacante do Corinthians ainda declarou que o Timão não pode ser ansioso e tem de fazer o que faz sempre contra o Goiás nesta quinta na Arena Corinthians


20h00 13/10/2015 - Agência Corinthians



"Será um jogo difícil, mas sem ansiedade, empolgação", disse o atacante sobre o confronto contra o Goiás

© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians


Um dos principais adversários do Corinthians na reta final do Campeonato Brasileiro vai ser a ansiedade. Muitos atletas já falaram sobre a cautela que a equipe, líder com cinco pontos de diferença para o segundo colocado, deve ter nas últimas rodadas, pensando sempre jogo a jogo. Para Vagner Love, além disso, o foco está inteiramente no que o Timão deve fazer, deixando de lado os confrontos dos adversários pelo título brasileiro.

"A gente tem de fazer nosso dever independentemente do Atlético-MG ganhar ou perder. Lógico que se eles tropeçarem, a gente pode aumentar nossa vantagem. Temos de pensar em fazer o nosso", disse o atacante em entrevista coletiva concedida após o treino desta terça-feira (13) no CT Dr. Joaquim Grava.

Para fazer a lição de casa no próximo compromisso do Corinthians pelo Brasileirão, contra o Goiás na Arena Corinthians, Vagner Love pediu tranquilidade a todos, ressaltando que o Alvinegro encontrará um jogo complicado nesta quinta-feira (15).

"Será um jogo difícil, mas sem ansiedade, empolgação. Temos de ter cabeça no lugar, tranquila e fazer o que estamos fazendo nos jogos até agora", concluiu.










13/10/2015 18h11

Corinthians treina com volta de jovem lateral-esquerdo Guilherme Arana por alguns minutos e retorna para o vestiário para realizar tratamento médico. Uendel segue fora


Por Marcelo Braga
Guilherme Arana durante treino do Timão no CT (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

A lateral esquerda é a principal dor de cabeça para o técnico Tite na preparação do Corinthians para o jogo diante do Goiás, quinta-feira, às 19h30, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. Com Uendel fora de combate por ainda não ter se recuperado de uma lesão na coxa esquerda, o jovem Guilherme Arana foi a campo nesta terça-feira e assumiu a posição no treinamento. Mas só por alguns minutos...


Com ele, Tite repetiu a formação que começou a atividade de segunda-feira pela manhã:. O Corinthians treinou com Cássio, Edilson, Edu Dracena, Yago e Arana; Ralf; Jadson, Rodriguinho, Danilo e Malcom; Vagner Love.


Em um treino de dez contra nove jogadores, o time titular tinha a missão de atacar e finalizar para gol. Quando perdia a posse de bola, precisava evitar que os reservas trocassem cinco passes. Love e Malcom balançaram as redes.


Com o fim desta atividade, Guilherme Arana voltou para o vestiário para realizar trabalhos de fortalecimento muscular na coxa esquerda. Assim, o zagueiro Pedro Henrique ocupou a sua função em um treino específico em outro campo, ao lado de Edilson, Edu Dracena e Yago. É possível que ele fique entre os reservas.


Ainda com incerteza sobre a presença de Gil, Elias e Renato Augusto no jogo de quinta, já que o trio participa do jogo da seleção brasileira contra a Venezuela, nesta terça, o técnico observou ainda um treinamento de finalização dos jogadores do meio para frente.

O lateral-direito Fagner e o volante Bruno Henrique, ainda com lesões na coxa direita e no tornozelo esquerdo, respectivamente, não foram para o campo e sequer serão relacionados .
Tite orienta a equipe do Corinthians durante o treino desta terça-feira à tarde no CT Joaquim Grava(Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)











Campeões de 77 pelo Timão comemoram 38 anos do título paulista


Marcela Attie,
O Corinthians comemorou, nesta terça-feira, os 38 anos do título paulista de 1977, um dos mais importantes da história do Timão, ao encerrar o jejum. Para celebrar a data, alguns dos ex-jogadores do grupo alvinegro na época se reuniram no memorial do clube e receberam o carinho dos torcedores no Parque São Jorge.

Autor do gol do título, Basílio marcou presença no evento. O meia garantiu o troféu ao balançar as redes aos 37 minutos do segundo tempo da terceira partida decisiva contra a Ponte  – no primeiro jogo, o Timão venceu por 1 a 0 e, no segundo, foi derrotado por 2 a 1.

“É mais um ano gratificante. Acho que não tem dinheiro no mundo que pague esse carinho. Quando ligo meu celular pela manhã, já tenho mensagens, pessoas ligando. Quero agradecer aos torcedores pelo cumprimento e ao Corinthians por proporcionar esse momento a todos nós”, afirmou Basílio, já com 66 anos.

“Esse título representa tudo para mim. Primeiro, por ter sido dentro do Corinthians. Não sabíamos que teria essa dimensão, é um dos mais valorizados pelo torcedor, mas isso tem um porquê. De lá para cá, tudo se transformou, o Corinthians começou a ganhar muitos títulos e uma valorização enorme. Passamos por momentos difíceis, ficamos praticamente 23 anos sendo cobrados, pressionados, mas tivemos estrutura e superação que nos fizeram alcançar o título”, completou o ex-jogador.

O ídolo corinthiano ainda comentou sobre sua relação com os torcedores. “Recebo um tratamento maravilhoso. Aonde quer que eu vá, tiro fotos, dou autógrafos. O mais engraçado é quando encontro os torcedores das outras equipes que falam que eu poderia ter errado aquele gol. Aí digo que, se tivesse errado, ele não estaria conversando comigo. Tenho certeza que, após 38 anos, receber esse carinho de todos é muito bom e agradeço por proporcionarem esse momento gratificante”, disse.

Basílio também avaliou o atual momento do Timão. “O Corinthians foi campeão da Libertadores e do Mundial, tem um grande time, uma diretoria que sabe administrar e um treinador fantástico, que dá segurança. Os jogadores estão dando a resposta, estão se doando em campo para superar a saída de alguns atletas, mas o principal não é só o comando do Tite, mas ele fazer com que a equipe jogue no coletivo, o que supera qualquer barreira, como vem sendo mostrado mundialmente”, concluiu.

O lateral direito Zé Maria, também com 66 anos, se encontrou com os ex-companheiros no Parque São Jorge, na tarde desta terça-feira. “É gratificante não só poder ver os amigos, mas voltar aos braços da torcida. É sinal de que plantamos algo positivo, e a gratidão é eterna por essa homenagem que recebemos novamente”, declarou.

“A torcida sempre se lembra de 77, foi uma conquista marcante. Às vezes, encontramos torcedores que não tinham nascido na época, e os pais passam para eles. É algo que jamais vamos esquecer”, acrescentou o ex-lateral. “Sinto um pouco de saudades de atuar, mas sei que a minha fase já passou. Esses momentos são especiais porque voltamos no tempo e relembramos coisas que fizemos”, celebrou o ídolo corinthiano










13/10/2015 14:18:08
COM TOUR NA ARENA CORINTHIANS, TIMÃO ESPERA ALAVANCAR RECEITAS DO ESTÁDIO

Com a entrega da Arena Corinthians pela Odebrecht, que afirmou ter concluído suas obras, o estádio passará por uma vistoria para poder receber torcedores no tour pela casa alvinegra, que promete alavancar as receitas do Corinthians.

No final de setembro, Roberto de Andrade, presidente do Timão, confirmou a novidade. "A gente está finalizando o contrato com uma empresa que vai fazer o tour guiado. Logicamente que será uma taxa cobrada por essa visitação, mas no máximo em 30 dias isso já estará em funcionamento", disse à Rádio Globo.
 O roteiro seria: visitas às cabines de imprensa, sala de coletivas, zona mista, camarotes, banco de reservas, túnel de acesso, vestiário e gramado. Na casa alvinegra, particularmente, de acordo com o arquiteto Anibal Coutinho, o Prédio Oeste e os setores Business e Club dos camarotes - que serão customizados para o tour - ainda estão em processo de finalização.

O novo projeto visa ampliar as receitas do Corinthians







No dia dos 38 anos da quebra do tabu, Corinthians homenageia campeões de 1977

Basílio, Vaguinho, Geraldão, Zé Maria e Tobias participaram de um evento comemorativo no Memorial do Corinthians, que contou com a participação de nove sócios do Fiel Torcedor


17h00 13/10/2015 - Agência Corinthians




Os cinco campeões foram homenageados por sócios do Fiel Torcedor, que entregaram uma camisa para cada um dos ídolos alvinegros: Basílio, Vaguinho, Geraldão, Zé Maria e Tobias

© Divulgação


O dia 13 de outubro está eternizado na história do Alvinegro do Parque São Jorge. Há 38 anos, com um gol sofrido de Basílio, o Corinthians conquistava um dos títulos mais importantes da história, o Campeonato Paulista de 1977, quebrando um jejum de quase 23 anos sem conquistar títulos. Na tarde desta terça-feira (13), cinco campeões foram homenageados por sócios do Fiel Torcedor, que entregaram uma camisa para cada um dos ídolos alvinegros: Basílio, Vaguinho, Geraldão, Zé Maria e Tobias.

Goleiro do Corinthians na conquista do título paulista, Tobias exaltou a importância da conquista para a história do clube. “Você vê que independente dos outros títulos que o Corinthians conquistou, 79 também foi campeão, Libertadores e o Mundial de Clubes, títulos muito importantes, mas 77 é para sempre. Igual a esse, quem viu, viu, quem não viu, nunca mais”, afirmou.

Tobias relembrou da pressão que o jejum de títulos trazia, e por esse motivo os campeões daquela conquista jamais serão esquecidos. “Eu vejo assim: um clube como o Corinthians, a potencia que é, ficar 22 anos na fila, isso não pode acontecer com um clube como o Corinthians. Então você vem e consegue quebrar o tabu de 22 anos, você nunca mais será esquecido”, declarou.

Outro destaque daquela equipe, o atacante Geraldão, falou sobre o fato de ser lembrado com tanto carinho mesmo tanto tempo depois da conquista. “Esse titulo, para nós (jogadores), foi gratificante pois veio para dar harmonia ao Corinthians. Você vê que a partir de 77, depois que nós fomos campeões, o Corinthians voltou a ser campeão em 79 e já voltou em 82, foi ficando muito mais fácil, principalmente para os jogadores que vinham para o Corinthians”, comentou.

Geraldão contou que naquela época, devido ao jejum de títulos, os jogadores chegavam no Corinthians sem confiança, mas que a partir de 1975 começou a se formar um grupo vencedor, que foi merecedor da conquista. “Antes de 77, a maior parte dos jogadores que vinha para o Corinthians, vinham com medo, medo de jogar. Então chegavam aqui e não mostravam serviço, o Corinthians não conseguia o objetivo dele. De 75 para cima, veio uma turma, fomos nos entrosando aos poucos, Corinthians foi mantendo os jogadores, foi aí que nós conseguimos entrosar a equipe e conseguir o titulo de 77.”

Por fim, o ex-atacante do Timão agradeceu o carinho da Fiel Torcida pelo apoio incondicional. “Para mim, é a coisa mais maravilhosa que houve na minha vida, vai ficar no meu tempo para sempre. O titulo de 77 é um titulo que deu confiança para nós e confiança a todos que jogam dentro do Corinthians. Para nós que fomos campeões, foi muito bom. Fico muito contente com isso e agradeço a todos os corinthianos, porque em todos os lugares que fui sempre fui muito bem recebido”, concluiu.





Corinthiano zagueiro Gil realiza sonho de torcedor em treino da Seleção Brasileira

Zagueiro do Corinthians deu camiseta autografada a torcedor que levou uma faixa em sua homenagem
16h00 13/10/2015 - Agência Corinthians




Torcedor na arquibancada com faixa em homenagem a Gil

© Rafael Ribeiro/CBF


Em Fortaleza-CE, com a Seleção Brasileira, o zagueiro Gil viveu uma noite emocionante no estádio Presidente Vargas, no treinamento do grupo nacional, na última segunda-feira (12). Durante toda a atividade, um torcedor segurava uma faixa que dizia: “Gil, meu filho é teu fã. O sonho dele é ganhar uma camisa autografada sua. Ajude-nos a realizar este sonho”.

Após o treino, o zagueiro do Timão não hesitou. Foi em direção à arquibancada do estádio, autografou a camiseta e a entregou para o garoto, que, abraçado ao pai, foi às lágrimas.

Com Gil, Elias e Renato Augusto no elenco, a Seleção Brasileira enfrenta a Venezuela nesta terça-feira (13), às 22h, na Arena Castelão, em Fortaleza-CE, pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo.




Tite define motivação do elenco do Corinthians por título brasileiro: “Este grupo está com tesão”

Comandante falou do elenco e deixou um recado para a Fiel em entrevista exclusiva ao jornal "Lance!"


15h30 13/10/2015 - Agência Corinthians




O crescimento do Corinthians durante a competição nacional foi fruto das lições aprendidas no início do ano, segundo o treinador

© Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


Nesta terça-feira (13), o jornal “Lance!” publicou entrevista exclusiva com Tite, técnico do Corinthians. Na reportagem, o comandante alvinegro falou sobre a reta final do Campeonato Brasileiro, a evolução do elenco e elogiou alguns atletas. Desafiado a comparar o grupo atual com o de 2011, quando o Timão conquistou o penta, o treinador disse que, quatro anos atrás, o Alvinegro contava com mais experiência, mas destacou a vontade de vencer do atual elenco.

“Aquele time era cascudo, vencedor. Já agora, vi uma declaração recente do Jadson, um dos pilares do nosso time, que falou o seguinte: ‘Eu não fui campeão pelo Corinthians’. Aí comecei a elencar os atletas que estavam aqui em 2011 e vi que só têm Danilo e Ralf. Sinto nesse grupo que ele observa muito, já aprende e testa as soluções que passamos. Quando falamos que algo está errado, o atleta já leva para o outro jogo e arruma. Este grupo está com tesão para c****** por esse campeonato. Você pede para fazer, e eles falam ‘vamos nessa’, estão sedentos”, declarou.

O comandante alvinegro também lembrou o início do Brasileirão, quando o Corinthians teve de superar um momento conturbado para arrancar na frente. “Quando começou o Brasileiro, eu disse que havia uma equipe na frente Mas dizia também que nós tínhamos uma margem de crescimento muito grande. Falava aos jogadores: ‘É vocês estarem bem que a oportunidade vai aparecer, vai crescer o grupo’. A gente mudou um pouco a estrutura tática, e a equipe cresceu de uma maneira impressionante. Eu não pensava ‘Vai bater campeão’, e é claro que em um momento de reestruturação ficava pensando que seria mais difícil sonhar com título. Eu pensava: ‘Será que vai crescer? Será que vamos buscar o título?’. As respostas dentro de campo foram consolidando isso”, analisou Tite.

O crescimento e a manutenção do bom futebol do Corinthians durante a competição nacional foi fruto das lições aprendidas no início do ano, segundo o treinador.  O maior aprendizado é ficar focado, ter equilíbrio emocional, cuidados fora de campo com sono, alimentação e trabalho. Isso será determinante para tornar realidade a conquista.”

Por fim, Tite deixou um recado para a Fiel. “Espero que eles tenham essa compreensão e continuem nos ajudando nos momentos em que o atleta erra, o técnico erra. E focar no nosso trabalho, nada em relação ao adversário. Dá para curtir com o que a gente está fazendo de bom. Vamos ficar atentos a nós, incentivando a gente, como a torcida tem feito em nossa casa. Isso tem sido um diferencial na campanha”, finalizou.

O Corinthians volta a campo nesta quinta-feira (15), às 19h30, diante do Goiás, na Arena Corinthians, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.


















3/10/2015 18h38

Corinthians tem mais de 37 mil ingressos vendidos até essa terça para seu jogo de quinta as 19h30 contra goias na Arena Corinthians
Restam ingressos para o setor oeste inferior com o preço de R$ 180 (R$ 90 meia)


Por GloboEsporte.com
Fiel torcida corinthiana deve lotar Arena Corinthians e manter lider Corinthians também na liderança de público (Foto: Marcos Ribolli)

O Corinthians contabiliza até essa terça-feira a venda de 37.500 ingressos para a partida contra o Goiás, quinta, às 19h30, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. Restam poucas entradas para o setor oeste inferior. A venda continua na quarta.


Os bilhetes que ainda sobraram custam R$ 180 (R$ 90 meia). A comercialização permanece das 10h às 17h no Parque São Jorge, na Arena Corinthians e nas lojas Poderoso Timão (veja abaixo os endereços). É possível adquirir também pela internet: fieltorcedor.com.br/ingressos.


Pontos de venda:
Parque São Jorge
Arena Corinthians
Lojas Poderoso Timão:
- Rua Augusta - Rua Augusta, 1948 - Cerqueira César
- Shopping D - Rua Cruzeiro do Sul, 1100 - Loja 2039
- Pirituba (Shopping Tieê) - Av. Raimundo Pereira de Magalhães, 1465, loja 1056












Corinthians x Goiás: 37.500 ingressos vendidos

As entradas para o jogo desta quinta-feira (15) serão vendidas na Arena Corinthians, no Parque São Jorge e em três lojas da rede Poderoso Timão


18h30 13/10/2015 - Agência Corinthians


Os ingressos restantes para a partida do Corinthians contra o Goiás pelo Campeonato Brasileiro, que será disputado nesta quinta-feira (15), continuarão a ser vendidos nas bilheterias nesta quarta-feira (14). Até a tarde desta terça-feira (13), foram comercializadas 37.500 entradas.


A Arena Corinthians, local do duelo, é um dos pontos de venda. Os torcedores podem comprar entradas para a partida na bilheteria localizada ao lado do portão A do estádio alvinegro, com acesso pelo lado Oeste, localizado na Radial Leste, das 10h às 17h.


A venda também é realizada no Parque São Jorge e em três lojas da Rede Poderoso Timão: Tietê Plaza, Shopping D e Rua Augusta, também das 10h às 17h. O ponto que era localizado na unidade de São Mateus foi desativado.




Setores ainda disponíveis:


Oeste Inferior: R$ 180 (R$ 90 meia-entrada)

OBS: A compra de ingressos nas bilheterias pode ser feita somente com dinheiro.


PONTOS DE VENDA


Arena Corinthians

Parque São Jorge
Lojas Poderoso Timão:

Tiete Plaza

Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, 1465, loja 1056, piso térreo, Pirituba
Shopping D

Avenida Cruzeiro do Sul, 1100, loja 2039
Rua Augusta

Rua Augusta, 1948 - Cerqueira César


TEM DIREITO À CATEGORIA MEIA-ENTRADA

Estudantes

Lei nº 13.933, de 26/12/2013

§2º: ...mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste...

§6º: A Carteira de Identificação Estudantil (CIE) será válida da data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente.

Idosos maiores de sessenta (60) anos

Lei nº 13.933, de 26/12/2013

Apresentar RG Original
Professores do Estado e dos Municípios Paulistas

Lei 14729/12
Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerith) do mês vigente
Diretores, Coordenadores pedagógicos, Supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas da rede pública estadual e municipal de ensino
Lei 15298/14
Apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação do Estado e o comprovante de pagamento mensal (holerith) do mês vigente
NÃO DÃO DIREITO À COMPRA DE INGRESSOS NA CATEGORIA MEIA ENTRADA

Aposentadorias

Conselhos de classe tais como OAB, CRC ou CREA












CORINTHIANS TREINO 13/10/2015

























































CORINTHIANS ESTARÁ EM ÁLBUM DE OURO DA FIFA, A Panini irá lançar no Brasil um álbum de figurinhas especial com os clubes mais tradicionais do mundo do futebol. E O CORINTHIANS ESTARÁ PRSENTE NO ALBUM  "Fifa 365: o Álbum Dourado do Mundo do Futebol"







Timão tem escalação indefinida para quinta
Tite definirá o time para o próximo duelo após a volta de trio que está na Seleção, Elias, Renato Augusto e Gil. Já Guilherme Arana treinou campo e academia deve voltar a lateral esquerda

LANCEPRESS! - 13/10/2015 - 17:39 

Guilherme Arana pode voltar à lateral do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

A escalação do Corinthians para a partida contra o Goiás, nesta quinta-feira, na Arena Corinthians, as 19h30 segue indefinida. Nesta terça-feira, em trabalho de ataque contra defesa no CT Joaquim Grava, o técnico Tite repetiu a formação utilizada nos últimos dias. O lateral-esquerdo Guilherme Arana recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, trabalhou campo e fortalecimento muscular na academia.

O comandante alvinegro já sabe que não poderá contar com os laterais Fagner e Uendel, que se recuperam de lesões musculares, e com o volante Bruno Henrique, com edema ósseo no tornozelo direito. Felipe, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, também está vetado.

Nesta quarta-feira, quando Gil, Elias e Renato Augusto retornam da Seleção Brasileira, o Timão deve ter sua escalação definida. Ainda sem o trio de astros, a equipe treinou nesta terça com a seguinte formação (sem goleiro): Edílson, Edu Dracena, Yago e Guilherme Arana; Ralf, Jadson, Rodriguinho, Danilo e Malcom; Vagner Love.

Depois da atividade de ataque contra defesa, Tite dividiu o grupo em dois. Em um campo ficaram apenas os defensores, ensaiando o posicionamento na primeira linha de quatro marcadores, treinando lançamentos e a saída ao ataque. No outro, os demais atletas trocavam passes e chutavam a gol.

O Corinthians, líder do Brasileirão com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, encerra a preparação para o duelo contra o Goiás, nesta quarta-feira a tarde, no CT Joaquim Grava.












No Corinthians, Vagner Love espera deslanchar na reta final do Brasileirão. Objetivo dele é aumentar sua efetividade nos últimos nove jogos e ajudar o Timão na briga pelo título


Por Marcelo Braga


Vagner Love durante treino do Timão no CT (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)
A fim de ajudar mais a equipe com bola na rede, o camisa 99 espera embalar nas últimas nove partidas do torneio.Tem 8 gols em 23 jogos no Brasileiro, média de 0,34/jogo


– Por incrível que pareça, pensei nisso ontem (segunda-feira). Quem sabe eu não possa marcar gols nestas últimas rodadas e ajudar o time a ser campeão? Seria muito bom para mim e ajudaria o time na busca pelo título – afirmou ele, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava.


Há quatro partidas sem marcar – o último gol do atacante foi na vitória por 3 a 0 contra o Joinville, há um mês –, ele afirma que ser mais efetivo é um objetivo, também, para dar uma resposta a quem ainda desconfia da sua capacidade como jogador do Timão.


– Desconfiança, né? Às vezes ainda tem. Seria uma ótima coisa de acontecer (marcar na reta final). Quem sabe o Vagner Love não pode deslanchar e ajudar o time? (Seria uma resposta) Às críticas que alguns colegas de vocês fazem, mas confio no meu trabalho. Se isso acontecer, vai ser muito bom para mim – declarou o jogador.


Com Love no comando do ataque, o Timão volta a campo na quinta-feira, às 19h30, contra o Goiás, em Itaquera. Líder com 61 pontos, a equipe paulista tem cinco de vantagem para o Atlético-MG.








17:26 Está encerrada a entrevista coletiva de Vagner Love.

17:24 Atacante continua falando sobre o tema: "Seria bom por conta da desconfiança, que muitos ainda têm. Seria uma ótima coisa a acontecer, quem sabe o Vagner Love não possa deslanchar nessa reta final e ajudar o Corinthians? Pelas críticas. Eu confio no meu potencial, não preciso provar nada a ninguém. Isso seria bom para mim e para minha família."

17:22 Love é perguntado sobre balançar as redes na reta final do Brasileirão: "Pensei nisso ontem, quem sabe eu possa marcar gols nesses nove jogos que restam. Seria muito bom para mim e ajudaria o Corinthians a conquistar o título no fim do ano."

17:21 Cautela: "Quinta-feira será um jogo difícil, mas sem ansiedade, empolgação, temos que ter cabeça no lugar, cabeça tranquila, e fazer o que estamos fazendo nos jogos até agora."

17:20 "A gente tem que fazer nosso dever 

17:19 Love diz que trio que está na Seleção faz falta no dia a dia e até nas brincadeiras do grupo.

17:18 "Sabemos da qualidade do grupo que o Corinthians tem, Tite está treinando o Rodriguinho, Danilo, Dracena está no lugar do Felipe... A gente sabe do grupo forte do Corinthians, quem entrar contra o Goiás terá a mesma disposição, o Tite cobra muito isso da gente. Mesmo com desfalques, entraremos com a mesma pegada", afirma.

17:15 Esse período de treinos pode ajudar? "Estou procurando treinar finalização, elas estão saindo. O Tite cobra muito que acerte o gol, que tenha precisão na batida, de forma a dificultar a ação dos goleiros. Venho fazendo isso no treino, tenho certeza que vão acontecer coisas boas nos jogos."

17:13 Como seria jogar com o Pato? "Não sei como era antes de ele sair. Entre os jogadores vai ser tudo bem para ele voltar, mas tem a coisa da torcida, da direção do clube, não sei como vão conduzir essa situação. Mas se vier será bem vindo. Se jogar comigo, vai me ajudar, se disputar posição, o Corinthians vai sair ganhando. Mas vamos deixar para a diretoria resolver isso."

17:12 Como você lida com os gols e a falta deles? "Quando fica sem marcar é chato, é aquela antiga frase: atacante vive de gols. Mas sei que a bola uma hora vai entrar novamente. Quando o gol sai é uma alegria, aquele gostinho de dever cumprido."

17:11 O jogador brinca com os jornalistas e o assessor de imprensa do clube por conta dos problemas técnicos.

17:09 Microfones estão sendo testados. Já vai começar a entrevista.

17:08 O camisa 99 entra na sala de imprensa e cumprimenta os jornalistas.

17:07 Vagner Love já está a caminho da sala de imprensa do CT.

17:07 Atividade de meias e atacantes também chega ao fim.

17:04 Treino dos defensores parece finalizado, jogadores vai deixando o gramado.

17:01 Yago, que vinha sendo improvisado na lateral, está treinando como zagueiro porque Felipe está suspenso, e Gil, na Seleção.

16:57 Tite estava no campo dos defensores, mas agora acompanha os meias e atacantes finalizando.

16:54 Quem treina na lateral esquerda é o zagueiro Pedro Henrique e não o volante Marciel. No entanto, Guilherme Arana deve ser o titular na quinta-feira.

16:53 Jogadores de defesa treinam lançamentos longos para as laterais do campo.

16:52 Frieza! Rodriguinho mostrou calma e qualidade para driblar o goleiro Matheus Vidotto e marcar um belo gol agora.

16:51 No momento, não há divisão entre reservas e titulares. Amanhã, já com o trio da Seleção, Tite deve realizar mais um trabalho tático.

16:47 Seguem os treinos específicos. Atacantes vêm tendo bom desempenho nos arremates. Tite acompanha tudo à distância.

16:43 Além de Uendel e Fagner, o volante Bruno Henrique, machucado, e o zagueiro Felipe, suspenso, estão fora 

16:42 Depois de dias de calor, faz muito frio no CT Joaquim Grava e venta bastante.

16:39 No treino de ataque, jogadores recebem bola cavada e têm de chutar de primeira.

16:38 No outro, marcadores se posicionam em linha e tentam roubar a bola e também ensaiam a saída para o ataque.

16:37 No treino de ataque, jogadores trocam passes, desviam de obstáculos e finalizam.

16:37 Agora, Guilherme Arana vai para a academia. O volante Marciel treina improvisado na lateral esquerda.

16:35 Tite separa o grupo. Meias e atacantes vão para um campo, defensores ficam em outro.

16:34 Vale lembrar que os laterais Fagner e Uendel não treinaram ontem e também não apareceram em campo hoje. Assim, eles devem seguir fora da equipe. Ambos se recuperam de lesão muscular.

16:33 Esse time deve contar para quinta-feira com o reforço do trio que está na Seleção. Gil recupera a vaga de Yago, Elias, a de Rodriguinho, e Renato Augusto, a de Danilo.

16:32 Equipe titular está formada (sem goleiro) com: Edílson, Edu Dracena, Yago e Guilherme Arana; Ralf, Rodriguinho, Jadson, Danilo e Malcom; Vagner Love.

16:31 No momento, técnico Tite comanda um trabalho de ataque contra defesa em meio campo.

16:31 Após a atividade, também acompanharemos a entrevista coletiva do atacante Vagner Love.

16:30 Boa tarde, internauta do LANCE!. Estamos no CT Joaquim Grava acompanhando mais um treino do Corinthians antes da partida contra o Goiás, quinta-feira, às 19h30, na Arena. Siga tudo em tempo real.






3/10/2015 17h39

Corinthians basquete feminino se reforça com cubana para sequência da temporada
Aos 31 anos, Oyanaisy Gelis chega ao Brasil com experiência no basquete europeu e conquistas com a seleção. Burocracia, porém, atrasa estreia de jogadora pelo Timão


Por GloboEsporte.com


O elenco do Corinthians/Americana ganhou mais um reforço para a sequência da temporada do basquete feminino. O clube anunciou nesta terça-feira a contratação da ala cubana Oyanaisy Gelis, de 31 anos. Com passagens por Europa e seleção nacional, a jogadora espera apenas a regularização de documentos para estrear na equipe.

Gelis tem experiência de sobra para se firmar como titular na equipe de Antônio Carlos Vendramini. A ala defendeu Cuba em campeonatos mundiais e torneios pré-olímpicos, além de conquistar a medalha de bronze no Pan-Americano de 2007. A contratação foi bastante elogiada pelo treinador.

– Foi uma contratação feita lá atrás. Por causa de compromissos com a seleção na Copa América e no Pan, ela pode chegar só agora. A Gelis é uma jogadora muito versátil, rápida, com boa marcação, boa penetração. Ela pode jogar nas posições 2 ou 3, e vai nos ajudar, com certeza, pois ela chega pronta – afirmou o comandante.

Novo reforço defendeu Cuba em campeonatos mundiais e ganhou medalha de bronze no Pan -2007

Gelis chega ao Brasil nesta quarta-feira e acompanhará a partida entre Corinthians/Americana e São Bernardo, marcada para a próxima sexta-feira, às 20h, no Centro Cívico, em Americana. A cubana é considerada uma das principais novidades do elenco, que recentemente conquistou o bicampeonato sul-americano e tenta manter o nível de conquistas.

– O retrospecto dela é inquestionável, tem grande experiência internacional. É um jogadora que tem muito a acrescentar dentro de quadra e vai, rapidamente, se adaptar e assimilar muito bem o que queremos – ressaltou Vendramini.
CORINTHIANS NAS QUARTAS DE FINAL DA LIGA NACIONALDE FUTSAL 2015

19/10 SEG 19:00h
Joinville (SC) – Cau Hansen
join X S.C. Corinthians Paulista

26/10 SEG 19:00h
Pq. São Jorge
S.C. Corinthians Paulista X joinville






Corinthianos Gil, Elias e Renato Augusto atuam pela Seleção Brasileira que enfrenta Venezuela nesta terça-feira

Na estreia das eliminatórias, a Seleção Brasileira foi derrotada por 2 a 0 para o Chile, no Estádio Nacional


10h30 13/10/2015 - Agência Corinthians


Nesta terça-feira (13), a Seleção Brasileira realiza mais um jogo pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Na Arena Castelão, em Fortaleza-CE, o Brasil encara a Venezuela às 22h com três atletas do Corinthians no grupo de convocados: Gil, Elias e Renato Augusto.

As eliminatórias serão realizadas em 18 rodadas, nas quais os 10 países da América do Sul se enfrentam em turno e returno. Os quatro primeiros classificados já garantem a vaga direta para a Copa do Mundo FIFA 2018, na Rússia. A seleção que terminar na quinta posição disputará a repescagem intercontinental.

Na estreia da competição, a Seleção Brasileira foi derrotada por 2 a 0 para o Chile, no estádio Nacional, localizado em Santiago.








No Timão, zagueiro Edu Dracena garante: "Vaidade não existe"
Zagueiro, de 33 anos, afirma não se contentar com o banco de reservas, mas prega respeito ao trabalho de Tite e dos companheiros para entender momento da carreira


Por Carlos Augusto Ferrari
Edu Dracena será titular na quinta-feira, contra o Goiás (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

O zagueiro Edu Dracena é reserva no Corinthians em boa parte da temporada, o zagueiro garante que deixa a vaidade de lado para pensar exclusivamente no sucesso da equipe com o título do Campeonato Brasileiro.


– Todo mundo quer jogar, todo mundo tem suas ambições. Algumas pessoas têm o dom de lidar com o grupo. O que estraga é a vaidade. Quando você deixa a vaidade de lado e foca em ajudar... Não estou jogando, mas estou ajudando. É um ciclo, entre nós há respeito – afirmou.

Edu Dracena chegou ao Corinthians com a missão de substituir Anderson Martins e formar dupla com Gil. No entanto, encontrou Felipe pela frente. O jovem zagueiro, antes muito criticado pela torcida, passou a atuar em alto nível e ganhou a confiança do técnico Tite.
Edu Dracena teve chance como titular, mas Felipe voltou a crescer e reconquistou posição. Até agora, ele vestiu a camisa do Timão 30 vezes.


– Todo mundo quer jogar, mas tenho de respeitar o comandante e meu companheiro de profissão. Isso faz um grupo forte – disse.


Com Felipe suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Edu Dracena ganhará uma nova chance no Corinthians contra o Goiás, nesta quinta-feira, às 19h30, NA ARENA CORINTHIANS








13/10/2015 07h50

Corinthians sobe o preço de atacante Alexandre Pato e busca reaproximação com atacante
Boa fase do jogador faz direção aumentar para € 25 milhões o valor mínimo por 100% dos direitos.


Por Carlos Augusto Ferrari


Alexandre Pato janta com Kia Joorabchian, Andres Sanchez e Giuianno Bertolucci (Foto: Reprodução/Twitter)

O Corinthians quer aproveitar a melhor fase da carreira de Alexandre Pato para lucrar com a venda do atacante. A diretoria do Timão decidiu aumentar para € 25 milhões (R$ 107 milhões na cotação atual) o valor mínimo da negociação. Por outro lado, passou a pensar na possibilidade de reintegrá-lo ao elenco alvinegro em 2016 caso não consiga se desfazer dele na janela de transferências do fim do ano.


O acréscimo tem uma outra explicação, além do bom momento técnico vivido por Pato. O Corinthians é dono de 60% dos direitos econômicos – o restante pertence ao próprio jogador. Se o atacante for vendido por € 25 milhões, o Timão ficará com € 15 milhões (R$ 64,2 milhões), bem acima dos R$ 41 milhões que pagou para tirá-lo do Milan no fim de 2012. A direção diz que não há multa rescisória para o mercado internacional. Anteriormente, o clube falava em € 50 milhões.


– No momento são só sondagens. Mas se vier algum clube com € 25 milhões, vamos liberar. Caso contrário, ele se reapresentará no CT (em janeiro) – afirmou o diretor adjunto de futebol Eduardo Ferreira.
O Corinthians buscou se reaproximar de Pato nas últimas semanas. No último domingo, o jogador foi fotografo em uma pizzaria jantando com o superintendente de futebol do Timão, Andrés Sanchez, além dos empresários Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian, empresários com influências no exterior.


O jogador foi informado pelos agentes de que clubes europeus estão interessados em contratá-lo no fim do ano e se animou com a possibilidade de voltar ao Velho Continente. Pato foi convencido a trabalhar em conjunto com o clube. Uma oferta maior renderá a ele mais dinheiro por conta de sua porcentagem dos direitos.

A imprensa alemã especulou recentemente que o destino poderia ser o Borussia Dortmund. Kia e Bertolucci também possuem mercado aberto na Inglaterra. Se o negócio não der certo, Pato terá que voltar ao Corinthians em 2016















Tite se empolga com o Timão: 'Este grupo está com tesão pra c...'
treinador analisa a liderança no Brasileirão, admite que seria frustrante não ser campeão e até abre exceção no discurso sereno para soltar um palavrão

Bruno Cassucci, Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni - 13/10/2015 - 07:01 

Corinthiano Tite, (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)

Por mais que tente controlar a ansiedade e o clima de oba-oba em relação à liderança corinthiana no Brasileirão, Tite não consegue esconder a empolgação. Assim como os jogadores se encantam e rasgam elogios ao trabalho do técnico do Corinthians, ele exalta o elenco que tem em mãos e até abre exceção no discurso sereno e polido para soltar um palavrão:




– Este grupo está com tesão pra caralho. Por esse campeonato!

Tite também está e projetou a reta final do campeonato. Leve e descontraído, o comandante corintiano extrapolou em quase meia hora o tempo previsto para a entrevista e comentou sobre os momentos difíceis enfrentados no ano, revelou como lidou com "caras feias" de jogadores e mandou um recado à Fiel torcida. Confira abaixo:
Neste ano o maior aprendizado é ficar focado, ter equilíbrio emocional, cuidados fora de campo com sono, alimentação e trabalho. Isso será determinante para tornar realidade essa conquista.

Você foi importante nesse momento, até evitando que mais jogadores saíssem, não é?
O técnico teve importância, sem falsa modéstia, mas o mais importante foi a credibilidade diretiva. Não adianta eu falar se não tiver na parte de cima o comando do Roberto (de Andrade, presidente), do Eduardo (Ferreira, diretor de futebol), do Edu (Gaspar, gerente de futebol), do Alessandro (coordenador técnico), que abalizam isso. Foi o fato de eles chegarem e falarem: “não estamos atrás de grandes atletas, queremos primeiro pagar vocês”. Dizer isso aos atletas de forma direta foi mais importante do que minha atuação. Mostrar a verdade de quem comanda. A verdade não foi escondida, omitida, mentida. Demos prioridade a quem já estava. Esse foi o primeiro passo, depois veio o meu trabalho, os atletas acreditarem...

Acredita que isso foi decisivo para o time arrancar e hoje estar na liderança do Brasileirão?
Estrategicamente, a confiança diretiva e falar a verdade foi determinante. Isso gera comprometimento. Foi fundamental no nosso direcionamento. O atleta pensa: “vamos ficar focados porque mais dia menos dia isso vai acertar”.



Quando começou o Brasileiro dizia também que nós tínhamos uma margem de crescimento muito grande. Falava aos jogadores: “É vocês estarem bem que a oportunidade vai aparecer, vai crescer o grupo”. A equipe me surpreendeu no início do ano pela forma eficiente e bonita que jogou. Teve jogo que foi sacanagem. O primeiro foi contra o Bayer Leverkusen. A gente mudou um pouco a estrutura tática e a equipe cresceu de uma maneira impressionante. Depois entraram alguns jogadores, saiu o Lodeiro e entrou o Jadson, que deu capacidade de assistência e criatividade maiores. As coisas foram se construindo e crescendo. Eu não pensava “vai bater campeão”. E é claro que em um período de reestruturação ficava pensando que era mais difícil sonhar com título. Eu pensava “será que a equipe vai crescer? Será que vai buscar o título”? E as respostas dentro do campo foram consolidando isso.

Aquele time ( Corinthians campeão Brasileiro 2011) era cascudo, vencedor, embora ainda tivesse fome de vencer. Já agora, vi uma declaração recente do Jadson, um dos pilares do nosso time, que falou o seguinte: “Eu não fui campeão pelo Corinthians”. Aí comecei a elencar os atletas que estavam aqui em 2011. Vi que tem Danilo, Ralf... O Cássio só chegou em 2012. Sinto nesse grupo que ele observa muito, já aprende e testa as soluções que passamos. Quando falamos “isso está errado”, o atleta já leva para o outro jogo e arruma. Este grupo está com tesão para c... por esse campeonato. Associado aos três títulos que perdemos, o tesão que esse grupo tem... Você pede para fazer, e eles falam “vamos nessa”, estão sedentos.

Dosar essa ansiedade é difícil?
Eu falo: “Invista um pouquinho, segura, fica com a família, depois vai dar entrevista para todo mundo”. Pedi para segurarem as entrevistas, não para atrapalhar o trabalho da imprensa, mas para manter o foco.

Você tem jogadores de renome no banco, como Cristian, Danilo, Edu Dracena e outros. Houve algum momento em que foi necessário administrar insatisfações ou caras feias?
Claro que sim. Estamos falando de seres humanos, não de robôs. A gente fica em um dia mais chateado às vezes. Coloquei para eles, sobretudo àqueles que não tinham trabalhado comigo, que dessem tempo para ver que não faço julgamento de quem é melhor, mas vejo o momento de cada um. Um jogador acaba machucando ou tem declínio técnico, outro entra melhor, e aí não tem como tirar. Foi o caso do Ralf. As oportunidades surgiram, o Cristian entrou, depois o Bruno Henrique jogou muito e teve uma sequência, até que novamente o Ralf retornou. Quero que ninguém se machuque, mas isso acontece. O mais legal é ver a relação de respeito deles. Um dia chamei o Ralf e o Cristian para uma conversa, e vi os dois abraçados depois. Pô, a gente luta, mas é leal. Mas é claro que teve (cara feia), é chato, mas o respeito é importante.



Tite, o comandante do Corinthians, líder do Brasileirão















Tite (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)



Ralf
Vou contar algo que aconteceu. A qualidade do passe é a grande crítica em relação a ele, e no treinamento sempre orientamos o Ralf a ter o passe vertical, entre linhas ou até cavado, dando liberdade a ele. E aí ele pegou há uns jogos uma bola, virou de frente, e fez um passe entre linhas de uns 30 metros no chão. Depois mostrei o lance a ele. O que eu quero dizer com isso? Sempre há espaço de crescimento, a todos nós, por maior nível que estejamos. E quando a gente vê ele ou um Danilo sendo cobrado e vendo que é uma crítica para ajudar e não menosprezar, é legal. É uma relação de respeito, confiança entre nós. Fico feliz de ver o atleta crescer.

Esse tato com os atletas é sua maior qualidade como técnico?
Humana, sim. Eu aprendi quando era boleiro, às vezes era colocado no banco, mas sem o devido respeito, aí ficava puto. Aprendi com Carlos Alberto Silva, que foi meu técnico, e Pedro Pires de Toledo, preparador, que me mostrou que você pode ter respeito a todos e escolher aqueles que no momento estão melhor. Aí trouxe para mim esse jeito. Não vou agradar a todos, mas vou respeitar.

O Corinthians tem a melhor campanha como mandante da história dos pontos corridos. Isso te dá mais confiança e segurança na busca pelo título nacional?
O aproveitamento é muito alto, até porque a gente criou relação com o torcedor de ele acreditar na equipe, apoiar em muitos momentos em que o atleta precisa disso. É normal o torcedor reclamar, ele está ali na emoção do jogo, eu como torcedor às vezes xingo e falo. Mas ele está entendendo. Teve um lance errado do Malcom recentemente e aí houve um burburinho. Uns começaram a reclamar, outros aplaudir, e eu aplaudi. Aí o pessoal entendeu e veio junto. Em um momento bom é fácil apoiar, mas na adversidade... Essa situação se criou, o torcedor se identificou bastante. Isso ajuda a explicar a força que temos em casa.

É seu “comandar” a torcida? Você se prepara para isso?
Isso é instinto. Não dá para ensaiar, senão perde a naturalidade, vira teatral. Tem de ter feeling para ajudar.

Que recado deixa ao torcedor nessa reta final de Brasileirão?
Peço que ele continue dando esse auxílio, porque a nossa ansiedade é a mesma que a dele. A minha, a da comissão, a dos atletas... Espero que eles tenham essa compreensão e continuem nos ajudando nos momentos em que o atleta erra, o técnico erra... E focar no nosso trabalho, nada em relação ao adversário. Dá para curtir com o que a gente está fazendo de bom. Claro que tem a brincadeira. Mas nada que fuja do lado esportivo. Vamos ficar atentos a nós, incentivando a gente, como a torcida tem feito em nossa casa. Isso tem sido um diferencial na campanha.





Graças a CR7, Tite fica mais 'chato' em relação a peso e noitadas
Treinador viu a rotina de Cristiano Ronaldo e acredita que o fato de um jogador estar em forma é um jeito até de demonstrar respeito com os seus companheiros e com o time

Bruno Cassucci, Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni - 13/10/2015 - 10:05 

Corinthiano Tite  (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)

Tite afirma que voltou ao Corinthians neste ano “mais chato” com os cuidados extracampo dos seus comandados. Ele tem sido mais exigente com o peso, o descanso e a alimentação dos atletas, e faz questão de acompanhar de perto o percentual de gordura de cada jogador e outros testes físicos e fisiológicos de rotina. O cuidado com tais questões aumentou ano passado, após ver a rotina do vencedor da Bola de Ouro de 2014.



– Virei mais chato, cobrador, controlador. Atleta de alto nível precisa. Um quilo a mais que ele tem pode ser uma bola perdida. Mudei a partir da minha visita ao Real Madrid (ESP), quando vi que o Cristiano Ronaldo, que, afora a nutricionista do Real Madrid, tem uma particular. Se o maior do mundo tem essa preocupação, por que qualquer um outro jogador não pode ter? – afirmou.


O técnico acredita que o fato de um jogador estar em forma é uma forma até de demonstrar respeito com os seus companheiros e com o time. Ao comentar o assunto, ele se recordou do Brasileirão de 2011, quando Adriano ajudou o Timão a levantar a taça mesmo fora de forma. Tite declarou ter sentido vergonha por escalar um jogador acima do peso:

– Ganhamos, fomos campeões, mas no jornal saiu uma foto do Adriano que fez o Fábio Mahseredjian (preparador físico) me dizer: “Eu fiquei com vergonha”. Eu falei “eu também”. Ele ficou no banco por uma circunstância, não tínhamos pivô, mas a gente não pode deixar um atleta com tamanho sobrepeso. Existem algumas exigências. Eu posso estar, você pode estar, mas ele, não. Quando falo disso, falo do meu compromisso com eles, e deles com o clube. Tem que ter lealdade, manter esse senso de equipe












Há 38 anos, Corinthians campeão Paulista 77
Basílio foi o Pé de Anjo que deu a vitória sobre a Ponte Preta e o histórico título paulista de 1977 no dia 13 de outubro


10h00 13/10/2015 - Agência Corinthians




De forma heroica, Basílio anotou o gol do título de 1977 e libertou o Timão do jejum de títulos

© José Pinto/Placar

Há exatos 38 anos ocorreu uma das vitórias mais marcantes dos 105 anos de história do Sport Club Corinthians Paulista. No dia 13 de outubro de 1977, acabou um sofrimento que durou quase 23 anos. Timão era, enfim, campeão.

Foi no Campeonato Paulista. O adversário era a Ponte Preta, apontada na época como um dos melhores times do Brasil. O começo da final, disputada em melhor de quatro pontos -- a vitória valia dois --, foi promissor, com o Corinthians ganhando por 1 a 0. Mais um triunfo no segundo duelo acabava com o jejum e angústia da Fiel. Mas se nada foi fácil para o Alvinegro do Parque São Jorge, a quebra do tabu também não o seria.

A Ponte Preta levou a melhor na segunda partida, ganhando de 2 a 1 de virada, no dia em que o Corinthians teve o maior público da história do clube, do Paulistão : 146.072 pessoas. A decisão foi adiada para o terceiro confronto.

Noite de quinta-feira. Não havia mais para onde correr. Tinha de ser naquela noite. O canto da Fiel ainda não existia na época, mas naquela noite, o Corinthians tinha de ganhar.

E como sofrimento pouco é bobagem, o título tão esperado veio na base da raça. O placar de 0 a 0 se arrastou por um longo tempo, até os 35 minutos do segundo tempo. O Timão jogava com um a mais -- o centroavante Rui Rei, carrasco do segundo duelo, havia sido expulso. O empate forçaria uma prorrogação, em que o Coringão teria a vantagem de uma nova igualdade. Que não foi necessária.

Quem estava no estádio naquela noite, quem viu pela TV ou quem só acompanhou tempos depois sabem de cor o lance. Falta pelo lado direito. Zé Maria cobra na área. Basílio desvia de cabeça e Vaguinho chuta no travessão. No rebote, Wladimir cabeceia. A bola bate no zagueiro adversário, mas dá rebote. Aí surge o Pé de Anjo. Basílio aparece para estufar as redes 










Corinthians ‏@Corinthians

Uma festa que nunca terá fim, um grito que jamais silenciará. Bom dia, Fiel! Hoje é 13 de outubro de para sempre.














CORINTHIANS HOJE
13/10 - Terça-feira
16h - Treino no CT Dr. Joaquim Grava
CORINTHIANS ATUAL RELEMBRA CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA 77 HA EXATOS 38 ANOS DEPOIS




Corinthians ‏@Corinthians

#1977PraSempre








13/10 - Terça-feira
16h - Treino no CT Dr. Joaquim Grava