19 de mai de 2015

CORINTHIANS 19/05/2015


Corinthians @Corinthians 
O perfil do Instagram do atacante Emerson foi hackeado e o atleta não consegue mais acessar a conta. O último post não foi feito por ele.




Corinthians está próximo de fechar novo patrocínio de camisa
Departamento de marketing espera anunciar até sexta-feira acordo  que pagará cerca R$ 3 milhões pelo espaço no ombro do uniforme


Bruno Andrade e Felipe Bolguese - 19/05/2015 - 20:33


Caixa e Tim são os atuais patrocinadores do Corinthians (Foto: Divulgação)


O Corinthians deve anunciar até sexta-feira um novo patrocinador para o espaço do ombro da camisa. No início desta semana, o departamento de marketing encaminhou o acordo para estampar a marca no local até o fim do ano. A informação foi divulgada nesta terça-feira à noite pelo site da ESPN e, sem seguida, confirmada peloLANCE!.



O clube não revela valores, mas o LANCE! apurou que são de cerca de R$ 3 milhões

Mesmo em crise financeira, o clube não usará o montante para quitar dívidas, que serão sanadas com empréstimos bancários (já houve um empréstimo de R$ 7 milhões e outro de R$ 11 milhões é esperado nas próximas semanas). A ideia é que o patrocínio seja um lucro de olho no futuro. Os outros espaços devem ser negociados nos próximos meses.

Até o momento, o Corinthians tem a Caixa Econômica Federal como patrocinadora máster, que paga R$ 30 milhões anuais. Já a TIM paga cerca de R$ 2,5 milhões anuais para estampar a sua marca dentro do número.






SUPERINTENDENTE ANDRES SANCHEZ TWITTA QUE JOVEM MEIA MATHEUS CASSINI QUER SER NEGOCIADO E SE CORINTHIANS NÃO NEGOCIA AGORA, ELE SAIRÁ DO CLUBE EM UM ANO E SEM DAR LUCRO AO CLUBE














Corinthians no Cadastro Nacional de Uniformes, apresentado hoje pela CBF:























Corinthians acerta patrocínio de R$ 3,5 milhões até o final do ano, especula imprensa
MARIO ANGELO/SIGMAPRESS/GAZETA PRESS


O Corinthians terá uma nova receita para amenizar a sua situação financeira

O Corinthians, via departamento de Marketing, sob o comando de Marcelo Passos, conseguiu um novo patrocinador para o uniforme. Uma empresa de  aplicativo para celulares, é a nova parceira do alvinegro.
A empresa estará na omoplata (ombro) da camisa time do Parque São Jorge. O acordo deve chegar a R$ 3,5 milhões e valerá até o final deste ano.

O contrato ainda não está assinado, mas a ideia é oficializar nos próximos dias para que a marca seja estampada no uniforme no próximo domingo,
Em menos de três meses, desde a chegada de Passos, o departamento foi totalmente reformulado, com a contratação de um superintendente e quatro gerentes.

O plano fiel-torcedor também passou por mudanças, com o lançamento de novas categorias, uma para as cativas e outra mais acessível, de R$ 9, chegando ao número de 110 mil adesões,

O novo Marketing também acabou com a separação entre a Arena e o clube, que havia durante a gestão passada.











CORINTHIANS PODE A QUALQUER MOMENTO NEGOCIAR O ZAGUEIRO GIL, O VOLANTE PETROS E O JUNIORES: MEIA MATHEUS CASSINI







Corinthians bate martelo e garante 10% de futura venda de promessa
Palermo (ITA) desembolsará 1,5 milhão de euros por Matheus Cassini, que se destacou no Corinthians eneacampeão da Copinha deste ano; Timão tem 70% dos direitos econômicos do atleta


Bruno Andrade - 19/05/2015 - 16:10

Cassini foi promovido ao elenco principal em janeiro (Foto: Agência Corinthians)

O Corinthians espera anunciar na quarta-feira a venda do meia Matheus Cassini, de 19 anos, para o Palermo (ITA). A negociação não foi concretizada no início da semana porque o clube italiano demorou a aceitar que o Timão tivesse direito a 10% em uma futura transferência do jovem jogador. Depois de dois dias de discussões, o acordo foi acertado nesta terça-feira.

Conforme o LANCE! revelou com exclusividade na última segunda-feira, Cassini está sendo vendido por 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 5 milhões). Como detém 70% dos direitos econômicos do atleta, o Corinthians ficará com aproximadamente R$ 3 milhões. Os outros 30% pertencem à empresa Art Sports.

- O Corinthians já deu aval para a venda. O acordo está muito bem encaminhado e deverá ser fechado amanhã (quarta-feira) na Itália - declarou Nilson Moura, agente de Matheus Cassini e representante da Art Sports.

Apesar de ter sido um dos destaques na campanha vitoriosa do Timão na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, Cassini nem sequer estreou na equipe profissional. Ele tem treinado com o grupo alvinegro desde janeiro.





19/05/2015 15h46
Timão volta à Justiça por Éverton Ribeiro
Coxa atrasa pagamento das últimas três parcelas. Corinthians quer R$ 180 mil


Por Carlos Augusto Ferrari
O Corinthians cobra R$ 180.825,76 do Coritiba na Justiça pelo não cumprimento de um acordo após o clube paranaense atrasar o pagamento pela compra dos direitos econômicos do meia Éverton Ribeiro. Ele vendido por cerca de R$ 24 milhões para o Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos.


Éverton foi vendido em 2011, mas o Coritiba não conseguiu quitar a dívida. Em 2013, os clubes fizeram um acordo para o parcelamento. Ficou decidido que o Coxa pagaria os R$ 410 mil restantes em dez parcelas de R$ 41 mil. Os paranaenses, porém, novamente falharam.


Aos R$ 123 mil restantes, o departamento jurídico do Corinthians soma o valor corrigido, juros e multa de 10% prevista em contrato, além de honorários advocatícios, para chegar aos R$ 180 mil.


Por e-mail, os advogados do Corinthians relataram o atraso ao Coritiba em setembro de 2014 e abril de 2015, mas, como não obtiveram resposta, entraram com uma ação de execução para efetuar uma nova cobrança. As parcelas em atraso venceram nos dias 15 dos meses de março, abril e maio do ano passado.











Cássio espera recuperar confiança após dois jogos sem sofrer gol no Brasileirão
Goleiro do Corinthians disse que apoio dos companheiros está o ajudando depois de alguns tropeços: “Estou voltando no meu padrão normal de jogo”
14h40 19/05/2015 - FutebolAgência Corinthians


© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansPróximo jogo do Timão será contra o Fluminense, no domingo


O Corinthians treinou na manhã desta terça-feira (19) no CT Dr. Joaquim Grava, de olho na próxima partida pelo Campeonato Brasileiro, contra o Fluminense, que será disputada no Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ, neste domingo (24), às 16h. Após não sofrer gols nas duas vitórias do Timão no início da competição, Cássio, que concedeu entrevista coletiva à imprensa, espera engatar uma boa sequência de atuações para recuperar a confiança.

“Futebol é assim. Às vezes, a gente falha, erra, mas o importante é ter cabeça boa. Se eu ficar mais três jogos sem sofrer gols, vou voltar a ser aquele goleiro de antes. É assim. Sei do meu trabalho, o quanto trabalho”, afirmou o goleiro do Corinthians.

“Fiquei noites sem dormir. Só acontece com quem está lá dentro. Mas tive cabeça boa, apoio dos companheiros. Coisas melhores virão. Acredito que estou voltando no meu padrão normal de jogo”, completou o camisa 12 alvinegro.



FOTOS TREINO CORINTHIANS HOJE PELA MANHA~































































































































19/05/2015 12h53

Corinthians quer R$ 6 milhões por Petros. Tite conta com o meia, mas Timão aceita negociar


Por Diego Ribeiro e Richard Souza

Petros (Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

As conversas entre Corinthians e Flamengo por Petros continuam. A negociação está na discussão dos valores da venda. Dono de 50% dos direitos econômicos do jogador, o Timão pede R$ 6 milhões. O pagamento seria no seguinte formato: R$ 2 milhões de entrada e quatro parcelas anuais de R$ 1 milhão a partir de 2016. Os dirigentes rubro-negros tentam a redução para algo entre R$ 4,5 e 4,8 milhões. Há alguns dias, o diretor executivo Rodrigo Caetano e o vice de futebol Alexandre Wrobel estiveram em São Paulo para conversar com a diretoria do clube paulista. Procurado pela reportagem, Wrobel disse que houve uma sondagem inicial, mas que o assunto está parado por enquanto.


O empresário do meio-campista, Fernando Garcia, já teria acertado as bases salariais e pagamento de luvas com o Flamengo para firmar um contrato de quatro anos. O GloboEsporte.com tentou contato com o agente, porém, não conseguiu. Pessoas próximas a Petros dizem que um acerto pode sair ainda esta semana. O vínculo dele com o Corinthians termina em 31 de maio de 2018. A outra metade dos direitos econômicos é do jogador e de seus representantes.

Petros completa 26 anos no próximo dia 29 de maio. Apesar de ser reserva, está nos planos do técnico Tite. O jogador também tem interesse em ficar. A diretoria corintiana, no entanto, não descarta negociá-lo por uma boa quantia. O aval do treinador tem peso, mas o fato de o Corinthians precisar de dinheiro a curto prazo é relevante
Titular com Mano Menezes no ano passado, Petros deixou a equipe em 2015 por conta do esquema de Tite, que atua com dois meias criativos na segunda linha de quatro do 4-1-4-1: Jadson e Renato Augusto.


 


19/05/2015 12h52

Cássio entende críticas da torcida, mas diz: "Foi um pouco injusto"
Goleiro avisa que não há mercenários no elenco do Corinthians e dá receita para retomar boa fase: vencer jogos. Ainda com dores, ele não treina nesta terça


Por Diego Ribeiro

Cássio está com dores no quadril
(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

A eliminação do Corinthians na Taça Libertadores deixou dúvidas entre dirigentes e torcedores para a restante da atual temporada. As críticas e protestos foram direcionados ao grupo de jogadores. Nomes mais experientes do grupo, como o goleiro Cássio, acharam que alguns dos xingamentos foram injustos.

Mercenários, por exemplo. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, Cássio tentou deixar claro que ninguém no Corinthians deixou de correr por causa dos atrasos no pagamento de premiações e direitos de imagem de alguns jogadores.

– Esse problema vem do ano passado, e sempre mostramos o mesmo desempenho. Chegamos cedo, trabalhamos muito, então acho que foi um pouco injusto ser chamado de mercenário e vagabundo. Às vezes as coisas não acontecem da forma que queremos. Normal ouvir cobranças – disse o goleiro.

As duas derrotas para o Guaraní, do Paraguai, deixaram o clima mais pesado no Corinthians. Cássio percebeu a mudança de ares mesmo com a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, sábado passado, pelo Campeonato Brasileiro.

– Quando o time não está bem, muitas coisas negativas aparecem. Todos os jogadores têm história aqui, mas não está no nosso contrato que não podemos ser vaiados ou criticados. Temos de pensar em jogar mais, melhorar e vencer. Jogar em time grande é isso – ressaltou o goleiro.

Cássio não treinou nesta terça-feira porque ainda se recupera de dores no quadril, mas não deve ser problema para o jogo do próximo domingo contra o Fluminense, às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. Com seis pontos, o Corinthians é líder isolado do Brasileirão.



Cássio vê única alternativa para fim das críticas no Timão: 'Ganhar'
Goleiro do Corinthians se incomoda com xingamentos de 'mercenário' e 'vagabundo' e garante cabeça boa para superar críticas e retomar padrão de jogo


LANCEPRESS! - 19/05/2015 - 12:12

Cássio teve ótimas atuações na temporada (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

Para o goleiro Cássio, só há uma forma para o fim das cobranças.


- Aqui no Corinthians é ganhar. Temos de ganhar. A vitória traz tranquilidade, não tem meio termo. As manifestações vão acabar com vitórias. É tentar jogar bem e ganhar para o time ficar melhor visto - disse o goleiro alvinegro, em entrevista coletiva nesta terça-feira.


Na verdade, o Timão venceu por 1 a 0 a Chapecoense, no último sábado, pelo Brasileirão, mas ainda assim foi criticado pelo meu futebol apresentado. O gol saiu após um chute de Fábio Santos desviado na cabeça de Mendoza.


O que mais irritou os jogadores corintianos foram os xingamentos de mercenários por parte de algumas organizadas. O elenco convive com o problema de direitos de imagem e premiações atrasadas. Antes do duelo diante do Guaraní, parte das dívidas foram quitadas, mas o clube ainda busca um novo empréstimo para findar os débitos com todo mundo.


- A gente joga no Corinthians, time grande, de torcida, sempre haverá pressão. Acho que mercenário foi um pouco excessivo. Muito se falou que fomos eliminados e uma das causas poderia ter sido o fato de ter salário atrasado, premiações atrasadas, mas não vejo isso. Esse problemas vêm do ano passado, da gestão de outro presidente - afirmou.


- Os jogadores chegam cedo para trabalhar, não têm problema de horário. Todo mundo trabalha forte, se dedica, é injusto chamar de mercenário e vagabundo. Mesmo com problemas financeiros, a gente nunca deixou de trabalhar. A gente quer anhar sempre, mas às vezes não acontece como nós queremos - completou.


A chave de Cássio virou negativamente assim como a do Corinthians. Nos primeiros meses da temporada, o camisa 12 somou ótimas atuações e começou a ser cotado para a Seleção Brasileira. Depois, porém, foi criticado por não ter conseguido pegar pênaltis na decisão contra o Palmeiras e pela falha no duelo diante do Guaraní, em Assunção.


- Futebol é assim. Às vezes, a gete falha, erra, mas o importante é ter cabeça boa. Se eu ficar mais três jogos sem sofrer gols, vou voltar a ser aquele goleiro de antes. É assim. Sei do meu trabalho, o quanto trabalho. Fiquei noites sem dormir por não ter pego pênalti, fiz autocrítica, falhei depois contra o Guaraní, acontece... Só acontece com quem está lá dentro. Mas tive cabeça boa, apoio dos companheiros. Coisas melhores virão. Acredito que estou voltando no meu padrão normal de jogo - analisou o goleiro.






19/05/2015 11h04 - Atualizado em 19/05/2015 11h04
Corinthiano atacante Malcom é liberado para seleção brasileira sub 20 para Mundial e pode ficar fora até sete jogos do Timão
Atacante viaja para treinos na Austrália e vai disputar competição sub-20 na Nova Zelândia, com a seleção brasileira.


Por Diego Ribeiro
Malcom: malas prontas para viajar com a Seleção (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

O atacante Malcom foi liberado na manhã desta terça-feira para integrar a seleção brasileira sub-20, que disputa o Mundial da categoria a partir do próximo dia 31 de maio, na Nova Zelândia.


O Corinthians já não conta com o jogador para o duelo do próximo domingo contra o Fluminense, no Maracanã, e pode perdê-lo por até sete jogos.


Se o Brasil chegar à final da competição, Malcom fica de fora de 7 jogos do Corinthians. A decisão do Mundial está marcada para o dia 20 de junho.

Malcom foi titular na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, sábado passado. A tendência é que Emerson Sheik volte a ganhar sequência entre os titulares, ainda que esteja em baixa no elenco e com contrato perto do fim – vence dia 31 de julho.

Além de Malcom, outros dois titulares vão desfalcar o Corinthians no mês de junho, por causa da Copa América. O volante Elias foi convocado pela seleção brasileira, enquanto o atacante Guerrero vai defender o Peru na competição.











19/05/2015 11h03 - Atualizado em 19/05/2015 11h06

Timão negocia venda de promessa da base para clube italiano
Meia Matheus Cassini, integrante do Corinthians eneacampeão da última edição da Copinha jrs, deve ser vendido para o Palermo nos próximos dias. Ele sequer estreou pelos profissionais


Por Carlos Augusto Ferrari

Matheus Cassini, destaque da base do Timão
(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

O Corinthians poderá ganhar um fôlego financeiro com a venda de uma de suas promessas das categorias de base. O Timão espera fechar nos próximos dias a negociação do meia Matheus Cassini com o Palermo, da Itália. O acordo está bem encaminhado entre as partes.


A transação gira em torno de R$ 3 milhões. O Alvinegro é dono de 70% dos direitos do jogador e deve ficar com cerca de R$ 2,3 milhões. Resta agora o meio-campista e seus representantes aceitarem os termos do contrato.


Matheus Cassini, de 19 anos, foi um dos destaques do Timãoeneacampeão da copinha jrs em 2015, em janeiro, e em seguida foi promovido ao elenco profissional. No entanto, ainda não foi usado pelo técnico Tite em partidas oficiais.

O Corinthians espera o dinheiro para amenizar a crise financeira que assola o clube desde o ano passado. A ideia é pagar mais uma parte dos direitos de imagem em atraso e quitar outras dívidas com empresários e fornecedores.
















Agência responsável por campanha da Sangue Corinthiano é finalista em premiação
O prêmio Renato Castelo Branco é promovido pela faculdade ESPM; o prazo para escolher o vencedor acontece até esta terça (19)
10h47 19/05/2015 - Responsabilidade SocialAgência Corinthians



© Divulgação/Publicis participe da votação:http://prcb.espm.br/2015/sangue-tipo-c
Responsável pela campanha Tipo C, do projeto social Sangue Corinthiano, a Agência Publicis Brasil é finalista no prêmio Renato Castelo Branco, promovido pela faculdade ESPM e que premia os melhores projetos socioambientais do ano.

A campanha Tipo C do Sangue Corinthiano foi indicada pelos alunos de comunicação da ESPM e aprovado pelo júri da faculdade. O prazo para escolher o vencedor acontece até esta terça-feira (19). Clique aqui e participe da votação.









  Há 77 anos, Servílio fazia o primeiro gol pelo Corinthians
Gol da vitória em Corinthians 3x2 5P
10h 19/05/2015 - EspeciaisAgência Corinthians


© ReproduçãoServílio é o 6º maior artilheiro do Corinthians, com 200 bolas na rede


O dia 19 de maio é especial para um dos maiores artilheiros da história do Corinthians. Há exatos 77 anos, Servílio fazia o primeiro dos 200 gols que o tornaram o sexto homem a mais balançar a rede com o manto alvinegro. O “bailarino” – apelido dado pela beleza de suas atuações - atuou 363 vezes pelo clube entre 1938 e 1949.

O Corinthians enfrentava 5P em amistoso estadual, e apesar de sair atrás com apenas 12 do primeiro tempo, em gol de Carioca, o Timão empatou três minutos depois, com Teleco, e virou aos 37, com Sabratti. Porém, aos 10 minutos da segunda etapa, Pixe igualou novamente o placar.

Foi então que Servílio, há pouco mais de 15 dias no clube, seria decisivo. Aos 15 minutos, o meia fez o gol que recolocou o Corinthians em vantagem e fechou a conta



FICHA TÉCNICA

5P 2 X 3 CORINTHIANS

Amistoso estadual



Data: 19/05/1938

Árbitro: Jorge Miguel

Gols: Carioca (SPO) aos 12, Teleco (COR), aos 15 e Sabratti (COR) aos 37 do 1º tempo; Pixe (SPO) aos 10 e Servílio (COR) aos 15 do 2º tempo



CORINTHIANS: Faustino; Saraiva, Carlos e Paulo; Jango, Sabratti e Tião; Servílio, Carlinhos, Wilson e Teleco. Técnico: Neco
5P: Írio; Annibal, Horácio e Cozinheiro; Damasceno Fellipelli e Brenno; Carioca, Elyseo, Pixe e Oswaldo. Técnico: Tito Rodrigues

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.











Depois de pagar atletas que está no clube, Corinthians promete pagar salários de "emprestável" Alexandre Pato após novo empréstimo bancário
Diretoria do clube conseguiu empréstimo na última semana e pagou parte dos atrasados com alguns jogadores do elenco. Atacanteentrará 'na próxima lista'

Felipe Bolguese - 19/05/2015 - 09:00
Alexandre Pato está emprestado até o fim deste ano

Ralf, Elias, Renato Augusto, Danilo, Jadson e Guerrero receberam parte do valor das dívidas do Corinthians na última semana. Outros jogadores ainda esperam o próximo empréstimo. Entre eles, Alexandre Pato, que está emprestado. O diretor de finanças garantiu que sua situação será resolvida quando o clube receber o próximo montante.

– Com certeza, vamos honrar isso. Temos compromisso com ele, temos de honrar. Por isso que insisto no discurso. Não dá para pegar dinheiro para fazer alguma coisa diferente do que pagar as dívidas. Primeiro, vamos acertar os atrasados, inclusive os do Pato – garantiu Piovesan ao LANCE!.

Desde que ele foi emprestado, em fevereiro do ano passado, a diretoria do Timão paga R$ 400 mil dos R$ 800 mil mensais de salários. As dívidas com o jogador chegam a dez meses – cerca de R$ 4 milhões.

O empréstimo do jogador  acaba no fim deste ano e o Corinthians espera vendê-lo para a Europa depois deste período. Sua contratação em janeiro de 2013, após desembolsar cerca de R$ 40 milhões ao Milan (ITA), contribuiu para a má situação financeira atual do clube.

Pagamento na gestão Roberto
O Corinthians que o empréstimo bancário feito tem como limite o fim da gestão do presidente Roberto de Andrade, em fevereiro de 2018. O clube prevê pagar o empréstimo, com todos os devidos juros, em menos de três anos.

Depois de conseguir cerca de R$ 7 milhões, a expectativa é ter um novo empréstimo, de cerca de R$ 11 milhões, para pagar o restante das dívidas.










CORINTHIANS SÓ RENOVA COM ATACANTE EMERSON SE ELE BAIXAR SALÁRIO EM 50 % E TECNICO TITE PEDIR PERMANÊNCIA























Próximo de marca expressiva, Gil festeja vitória de número 70 no Timão
Se entrar em campo nos dois próximos jogos do Corinthians, zagueiro chegará ao jogo de número 150 pelo clube

LANCEPRESS! - 19/05/2015 - 10:30




Gil está próximo de completar 150 partidas pelo Corinthians (Foto: Divulgação)

O zagueiro Gil tem motivos de sobra para comemorar a vitória do último sábado, por 1 a 0, sobre a Chapecoense, em Araraquara. Presente em campo ao longo dos 90 minutos, o defensor chegou ao triunfo de número 70 com a camisa do Corinthians. De quebra, o jogador completou 148 jogos com a camisa do clube e, portanto, se aproxima da expressiva marca de 150 partidas pelo Timão.

Gil foi titular em todos os jogos do Corinthians desde que foi contratado, no início de 2013. O zagueiro soma 27 vitórias em 2013, 30 em 2014 e 13 em 2015. São cinco gols marcados e dois títulos (Recopa e Campeonato Paulista de 2013). O aproveitamento de 58% dos pontos ganhos é lembrado pelo próprio defensor..

– Atingir quase metade dos jogos com vitória me deixa muito satisfeito com o desempenho da equipe e com o meu. Estamos passando por um momento difícil, tentando buscar o melhor futebol, mas acreditamos no nosso potencial e sabemos que vamos nos acertar para seguir em busca de um título em 2015 – afirmou Gil.

– É gratificante saber que estou perto do jogo 150 e que consegui manter uma regularidade nos últimos anos. Mesmo trabalhando forte no dia a dia, é difícil estar presente em quase todos os jogos, pois o calendário é apertado. Mas tenho conseguido graças ao auxílio da comissão técnica e espero continuar assim durante todo este ano – finalizou o camisa 4.

Se entrar em campo nas próximas duas partidas, Gil completará a marca de 150 jogos em Corinthians x palm, dia 30 de maio, na Arena Corinthians, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

CONFIRA O RETROSPECTO DE GIL PELO CORINTHIANS:

2013 - 27V, 15D, 28E - 70J
2014 - 30V, 11D, 15E - 56J
2015 - 13V, 4D, 5E - 22J










 Corinthians @Corinthians  ·
Bom dia, Fiel! Nesta manhã, o Corinthians realiza mais um treino no CT Dr. Joaquim Grava. O Timão joga domingo contra o Fluminense, no Rio



Timão descarta luvas à vista para Guerrero: 'Prioridade é pagar dívidas'
Diretor financeiro, que dará aval para viabilizar contratações e renovações, diz que empréstimos ou patrocínios não serão usados com atacante. Definição deve ocorrer antes da Copa América

Felipe Bolguese - 19/05/2015 - 07:05








 Guerrero tem contrato até 15 de julho (Foto: Alan Morici/LANCE!Press)

Nas próximas duas semanas, Corinthians, Guerrero e seus empresários sentarão para discutir a renovação de contrato do jogador, que acaba em 15 de julho deste ano. Antes, o clube avisa que não tem como pagar luvas à vista, exigência feita nas conversas desde o fim do ano passado. O peruano queria R$ 18 milhões e agora, porém, terá de aceitar assinar o novo acordo sem ver a cor do dinheiro.

– Não temos esse recurso disponível. Ele tem de entrar em um acordo se quiser continuar. Não vamos pegar um valor emprestado para resolver isso, não há a menor condição. A nossa prioridade é pagar os atrasados. Nossa prioridade zero. Não vamos pegar dinheiro para fazer qualquer outra coisa sem liquidar de vez essa questão – garantiu ao LANCE! o diretor financeiro do Corinthians, Emerson Piovesan.

Na última semana, o clube conseguiu um empréstimo bancário de cerca de R$ 7 milhões para quitar parte das dívidas com alguns jogadores do elenco. Os débitos são referentes a direitos de imagem e premiações. Guerrero, inclusive, estava na lista. O clube ainda não tem prazo para conseguir um novo empréstimo e acabar com os atrasados.

Até resolver a situação, a ideia era não conversar sobre renovação. Como o tempo está chegando ao fim, um novo acordo terá de ser feito com condições futuras, como luvas diluídas em salário ou bônus por metas – em contrapropostas passadas, o camisa 9 não aceitou esses termos.



Nos últimos dias, o presidente Roberto de Andrade deixou claro no departamento de futebol que qualquer condição de contratação ou renovação tem de passar pelo aval do diretor financeiro. E Piovesan descarta um eventual acordo de empréstimo ou patrocínio com o objetivo único de resolver a situação de Guerrero.

– As coisas não estão fáceis. Você pega uma empresa e fala "Me dá R$ 18 milhões para eu dar para o jogador e você estampa sua marca na manga". Não dá. A situação econômica do país está difícil, assim como a do Corinthians. O que a gente quer, efetivamente, é resolver o problema dos atrasados. Depois, vamos em busca de recursos para ver o que podemos discutir com o Guerrero. Ele vai ter de aceitar essa realidade – concluiu o dirigente corintiano.

Guerrero se apresentará à seleção do Peru entre o fim de maio e início de junho para a disputa da Copa América no Chile. A intenção é que ele já viaje com o futuro definido, seja ficar ou sair. Cabe ao jogador aceitar a realidade econômica atual.

Em março, os empresários do peruano, da OTB Sports, viajaram à Itália para procurar possíveis destinos para o cliente, entre eles a Internazionale de Milão (ITA). A Europa é a primeira opção caso ele não queira continuar mais no Corinthians.

BATE-BOLA: EMERSON PIOVESAN, DIRETOR FINANCEIRO

‘Eu quero ser campeão, mas com os pés no chão’

Existe alguma previsão para sair o novo empréstimo bancário?
Ainda não há prazo. Hoje (ontem) de manhã, fiquei trabalhando fortemente nisso, tenho trabalhado todos os dias. Infelizmente, ainda não tenho nada objetivo. Ainda não tenho previsão.

Pagar parte das dívidas aliviou a pressão para a diretoria?
Pagamos salários, boa parte da imagem atrasada, mas ainda continua o assunto. Acabou o jogo de sábado e ainda falaram de atraso. Esperamos quitar logo todas as dívidas com eles.

Roberto disse que as questões passarão pelo financeiro...
Vamos discutir juntos. Não quero atrapalhar nada. Sou torcedor antes de ser diretor, quero o melhor para o clube, quero ser campeão. Mas vamos ter os pés no chão. A gente está em sintonia em relação a isso. Se tiver que fazer algum gasto com relação a o futebol, vamos tentar correr atrás.

O caso do Guerrero deve ser resolvido até a Copa América. O quanto isso atrapalha o clube?
Até o começo de junho, não tem como arrumar R$ 18 milhões ou qualquer outro valor para pagar o Guerrero. Primeiro, repito, vamos tentar resolver o problema dos direitos atrasados.

Até lá, não há tempo para buscar algum novo recurso para que a situação dele seja resolvida?
Não temos o recurso e não vamos sair no mercado caçando dinheiro para fazer uma coisa dessas. Realmente, vamos tentar chegar a um acordo com ele e os agentes em outro formato. Não podemos pagar luvas agora. Vamos quitar os nossos atrasados.