18 de mar de 2015

CORINTHIANS 18/03/2015






18/03/2015 21h16
Comitê Rio 2016 marca encontro para confirmar Arena Corinthians nos Jogos
Entidade se reúne comCorinthians, prefeitura, Federação Paulista e CBF na próxima segunda para acertar quem vai bancar estruturas temporárias para Olimpíadas



Por Leonardo Filipo


O Comitê Rio 2016 marcou uma reunião na próxima segunda-feira, para definir a situação da Arena Corinthians nas Olimpíadas. No início desta semana o estádio foi confirmado pela Fifa como uma das sedes do torneio olímpico de futebol. Porém, alegando não ter condições de arcar com custos estimados em R$ 30 milhões para bancar estruturas temporárias, o presidente corintiano Roberto de Andrade ameaçou deixar a arena fora da disputa.

De acordo com o diretor de comunicação do comitê, Mario Andrada, a reunião com o clube, Federação Paulista de Futebol, CBF e prefeitura o vai definir quem será o responsável pelas instalações provisórias.

Arena Corinthians: presidente Roberto de Andrade quer liberação das CIDs para receber Olimpíadas (Foto: Marcos Ribolli)



- É normal que neste tipo de negociação as partes tendem a sinalizar os seus limites para fazer com que as negociações comecem em um nível mais confortável para A ou B. A nossa posição é concluir as negociações e preparar a cidade de São Paulo receba o futebol olímpico. O Corinthians e a prefeitura colocaram suas estratégias em público. Nós vamos para esse encontro para fechar e chegar a um meio termo nas negociações. Com um plano A e com a agenda de conversas aberta - disse Andrada.

No comunicado do início da semana, o presidente Roberto de Andrade afirmou que o Timão pode rever a decisão de sediar o evento se não receber a garantia de liberação imediata dos CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) para seu estádio. Ainda faltam R$ 40 milhões dos R$ 420 milhões acordados na gestão municipal anterior, do ex-prefeito Gilberto Kassab. Esse valor é concedido em forma de títulos que poderão ser adquiridos por empresas para quitação de impostos como o ISS e o IPTU. Os CIDs são fundamentais para que o Corinthians possa diminuir a dívida para a construção do estádio.











18/03/2015 20h16 Pós vitória do Corinthians e comemoração com novo gol, Felipe promete cuidado com salto mortal: “Não quero levar bronca”
Zagueiro comemora gol sobre o Danubio com movimento que deixa Tite preocupado, mas diz que não vai mais se arriscar caso marque novamente



Por Diego Ribeiro




O segundo gol do zagueiro Felipe, do Corinthians, em 2015, ambos pela Taça Libertadores da América, teve a mesma comemoração do primeiro: um salto mortal, bem executado, mas que causou temor no técnico Tite. Isso porque o comandante alvinegro quer todo o cuidado possível do zagueiro, para evitar uma lesão desnecessária. Felipe fez um dos gols da vitória por 2 a 1 sobre o Danubio, terça-feira, em Montevidéu, pela fase de grupos da Taça Libertadores.


Mesmo sem ter sido repreendido de forma dura, Felipe entendeu o recado e avisou que vai evitar a comemoração se fizer mais um gol. Contra o Once Caldas, pela primeira fase, o zagueiro deu o mesmo salto para celebrar seu gol naquela partida.

Felipe promete ser mais comedido na comemoração de gols
(Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

– Não quero levar bronca do Tite (risos). Foi a emoção do momento, mas é realmente um pouco perigoso. De qualquer forma, espero fazer mais gols – disse.


Felipe saiu feliz pelo gol e pela vitória, mas chateado pelo fim de uma sequência de seis jogos do Corinthians sem ser vazado. Caso não sofresse o gol de Barreto, no minuto final da partida, o Timão igualaria a melhor marca do clube desde 1970: sete partidas seguidas sem gols tomados.


– Não queríamos levar o gol, mas acontece. Nossa defesa está bem postada e fazendo bons jogos. Podemos conseguir outra sequência como essa – afirmou o zagueiro.


Líder do Grupo 2 da Libertadores, com nove pontos em três jogos, o Corinthians dá uma pausa na competição sul-americana e volta suas atenções para o Campeonato Paulista.


Na próxima semana, serão quatro partidas seguidas pelo estadual em oito dias, a começar por este domingo, contra o Capivariano, fora de casa. Depois, o time pega Portuguesa e Penapolense, ambos na arena, e Bragantino, em Bragança Paulista.







18/03/2015 20h06
Após 100% em três jogos, Timão quer melhor campanha da Libertadores da América
Tite pensa em vantagem de decidir mata-mata em casa, e jogadores aprovam meta.
Por Diego Ribeiro

Emerson Sheik, no desembarque do Corinthians (Foto: Diego Ribeiro)

Com nove pontos somados em três partidas na fase de grupos da Taça Libertadores da América, o Corinthians se candidata a ter uma das melhores campanhas entre todos os participantes da competição. Apesar de saber que o time ainda precisa de pelo menos mais uma vitória para se classificar às oitavas de final, o técnico Tite pensa também em assegurar o melhor retrospecto desta fase.

A vantagem é simples: ser o primeiro colocado no geral faz o Corinthians decidir qualquer duelo de mata-mata em sua arena, onde não perde desde maio do ano passado. Por isso, a soma de pontos é fundamental.

Os jogadores corintianos falaram sobre o assunto após a vitória por 2 a 1 sobre o Danubio, terça-feira, no Uruguai. No desembarque da delegação alvinegra no Aeroporto de Cumbica, nesta quarta-feira, Jadson deu o alerta para o cumprimento da meta.

– Ainda faltam três jogos e temos de continuar fazendo pontos e jogando bem. Na Libertadores, a melhor campanha faz diferença e nos dá o direito de jogar em casa. Temos de continuar pontuando – pediu o meia.

Outro que está consciente desse objetivo é o atacante Emerson Sheik, que pediu seriedade ao Corinthians no próximo jogo contra o Danubio, dia 1º de abril, na Arena Corinthians.

– A classificação ainda não existe. Mas, para aquilo que foi projetado, estamos felizes. Temos de ter otimismo sempre. Temos jogos a cumprir e vamos tentar vencê-los para obter a melhor campanha – afirmou Sheik.

Pesa a favor do Corinthians o fato de o time não ter mais de deixar a cidade na fase de grupos. O Timão recebe Danubio e San Lorenzo na Arena Corinthians, e enfrenta 5P, no campo rival. No primeiro turno, os alvinegros venceram argentinos e uruguaios fora de casa, e coloridos na Arena Corinthians.


Tite e os jogadores do Corinthians colocaram primeiro lugar como objetivo (Foto: Daniel Augusto Jr / Ag. Corinthians)









Com 95% de chance de classificação, Timão deve brigar por liderança geral


Gabriela Abrunheiro / Radar - 18/03/2015 - 17:56

Com gols de Guerrero e Felipe, o Corinthians venceu o Danubio por 2 a 1 na última terça-feira (Foto: Daniel Augusto Jr.)
 Com três jogos e três vitórias, o Corinthians tem 95% de chances de classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América de 2015, de acordo com o matemático Tristão Garcia. Com a vaga praticamente assegurada, o especialista considera que o foco do time deve se voltar para a missão de ser o melhor na classificação geral do torneio.

- O Corinthians tem que se preocupar em somar a maior quantidade de pontos possível para brigar pelo primeiro lugar geral e poder definir os confrontos na sua Arena, onde já construiu uma identificação com a sua torcida – declarou Tristão ao LANCE!


Um dado pode ilustrar como a classificação está próxima. Até o momento, a equipe do técnico Tite conseguiu somar nove pontos, com cinco gols marcados e apenas um sofrido em três partidas. 

Para chegar à última rodada da fase de grupos garantido, o Timão precisa somar um total de 11 pontos. Isto é, bastariam dois empates nas três partidas restantes. Entretanto, existe também a possibilidade de somar 12 pontos e não estar classificado antecipadamente.

Assim sendo, os próximos compromissos do elenco alvinegro na Libertadores da AMérica estão marcados para o mês de abril. No returno, o primeiro adversário será o próprio Danubio, dia 1º; depois o 5. Lorenzo, dia 16; e por último 5P no dia 24.






Corinthianos voltam do Uruguai de olho em melhor campanha da Libertadores da América 2015
18 MAR2015
19h11

Os jogadores do Corinthians retornaram na tarde de quarta-feira de Montevidéu, onde deixaram encaminhada sua classificação às oitavas de final da Copa Libertadores da América. Com 100% em três jogos, o time luta pela melhor campanha da fase de grupos, que permite decidir em casa nos mata-matas.

"Faltam três jogos ainda. A gente tem que continuar fazendo os pontos, jogando bem, porque na Libertadores da América quem tem a melhor campanha tem o direito de jogar no seu campo. A gente cumpriu as metas que colocou até agora e tem que continuar crescendo", afirmou Jadson.

O meia recordou que o Corinthians não terá mais desgaste com viagens no restante de sua campanha no Grupo 2. Depois de receber Danubio e SLorenzo na Arena Corinthians, a equipe medirá forças com 5P, fora de casa, na última rodada, em confronto marcado para 22 de abril.

Ganhar os 18 pontos possíveis pode ser o único caminho para a liderança geral. "É difícil, mas nossa equipe está em uma sequência muito boa. Vamos pensando jogo a jogo, mantendo os pés no chão. É dar continuidade no trabalho que a gente está fazando, com muita seriedade", disse Gil.








Corinthiano Tite ajuda roupeiros e seguranças na chegada do Uruguai: hu-mil-da-de!


Rodrigo Vessoni - 18/03/2015 - 20:55

Tite é o treinador do Corinthians, mas não se importa de ser o roupeiro do departamento de futebol profissional do clube. No desembarque da delegação alvinegra em Cumbica, que vinha de Montevidéu, o comandante da equipe fez questão de ajudar a recolher todo material que foi levado ao Uruguai. Dois dos profissionais que têm essa função tiveram dificuldade para deixar a aeronave e, ao ver que apenas um dos seguranças juntava todas as malas e caixas, Tite não pensou duas vezes em ajudar. Ele ainda levou todo material para a parte externa do aeroporto. Em tempo: essa não foi a primeira vez que o treinador fez isso. Pelo contrário. É quase praxe essa colaboração dele nas chegadas e partidas em aeroportos. ASSISTA!















Com 95% de chance de classificação, Timão deve brigar por liderança geral


Gabriela Abrunheiro / Radar - 18/03/2015 - 17:56

Com gols de Guerrero e Felipe, o Corinthians venceu o Danubio por 2 a 1 na última terça-feira (Foto: Daniel Augusto Jr.)
Com três jogos e três vitórias, o Corinthians tem 95% de chances de classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América de 2015, de acordo com o matemático Tristão Garcia. Com a vaga praticamente assegurada, o especialista considera que o foco do time deve se voltar para a missão de ser o melhor na classificação geral do torneio.

- O Corinthians tem que se preocupar em somar a maior quantidade de pontos possível para brigar pelo primeiro lugar geral e poder definir os confrontos na sua Arena, onde já construiu uma identificação com a sua torcida – declarou Tristão ao LANCE!


Um dado pode ilustrar como a classificação está próxima. Até o momento, a equipe do técnico Tite conseguiu somar nove pontos, com cinco gols marcados e apenas um sofrido em três partidas. Na edição do ano passado, quatro times conseguiram passar da fase de grupos com os mesmos nove pontos que o Corinthians tem atualmente, ou até menos.

Para chegar à última rodada da fase de grupos garantido, o Timão precisa somar um total de 11 pontos. Isto é, bastariam dois empates nas três partidas restantes. Entretanto, existe também a possibilidade de somar 12 pontos e não estar classificado antecipadamente.

Assim sendo, os próximos compromissos do elenco alvinegro na Libertadores da AMérica estão marcados para o mês de abril. No returno, o primeiro adversário será o próprio Danubio, dia 1º; depois o S Lorenzo, dia 16; e por último 5P no dia 24.





O maior artilheiro da história do Timão, o atacante Cláudio, marcou seu primeiro gol em um 18 de março.












CBF divulga tabela detalhada do Campeonato Brasileiro 2015
Primeira partida do Timão na Arena Corinthians está marcada para a 4ª rodada

15h58 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansA estreia do Timão no Brasileirão será contra o Cruzeiro, no dia 10 de maio

Na última terça-feira (17), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desmembrou a tabela do Campeonato Brasileiro 2015 até a 10ª rodada. A estreia do Corinthians ficou para o próximo dia 10 de maio às 16h, contra o Cruzeiro no estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF.

Confira os jogos do Timão:

1ª Rodada

Cruzeiro x Corinthians

10 de maio (domingo) – 16h

Mané Garrincha, Brasília-DF

2ª Rodada

Corinthians x Chapecoense

16 de maio (sábado) – 21h

Local indefinido

3ª Rodada

Fluminense x Corinthians

24 de maio (domingo) – 16h

Maracanã, Rio de Janeiro-RJ

4ª Rodada

Corinthians x Palmeir2as

31 de maio (domingo) – 16h

Arena Corinthians

5ª Rodada

Grêmio x Corinthians

03 de junho (quarta-feira) – 22h

Arena do Grêmio, Porto Alegre-RS

6ª Rodada

Joinville x Corinthians

06 de junho (sábado) – 22h

Arena Joinville, Joinville-SC

7ª Rodada

Corinthians x Internacional

13 de junho (sábado) – 16h20

Arena Corinthians

8ª Rodada

San7os x Corinthians

20 de junho (domingo) – 16h20

Vila

9ª Rodada

Corinthians x Figueirense

27 de junho (domingo) – 21h

Arena Corinthians

10ª Rodada

Corinthians x Ponte Preta

02 de julho (quinta-feira) – 19h30

Arena Corinthians








FPF confirma datas e horários das duas últimas rodadas do Paulistão Itaipava 2015 – Série A1
Timão encara San7os e XV de Piracicaba, respectivamente nas 14ª e 15ª rodadas do estadual

12h30 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians

© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansTimão é líder do grupo B, com 23 pontos em nove partidas




A Federação Paulista de Futebol desmembrou as duas últimas rodadas do Paulistão Itaipava 2015 – Série A1. Nas 14ª e 15ª rodadas, o Corinthians tem pela frente o clássico contra o San7os, em casa, e o XV de Piracicaba, como visitante.

Confira os jogos do Timão:

14ª rodada

Corinthians x San7os

05 de abril (domingo) – 16h

Arena Corinthians



15ª rodada

XV de Piracicaba x Corinthians

08 de abril (quarta-feira) – 22h

Barão de Serra Negra – Piracicaba-










CORINTHIANS EMPRESTA JOVEM VOLANTE/LATERAL ESQUERDO, PC,  O VICTOR GIRO, 21 ANOS, PARA FORT LAUDERDALE/EUA (TIME COMPRADO POR RONALDO QUE CEDEU LOCAÇÃO PARA PRÉ TEMPORADA DO TIMÃO NOS EUA)
 PC,do Corinthians, foi para o Fort Lauderdale/eua








Identificado com o Timão, Fábio Santos elogia a Fiel
Fora de combate, camisa 6 participou do programa ‘FOX Sports Rádio’ e lembrou da Invasão Corinthiana no Japão

14h 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians
 Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansFábio Santos está fora de combate por conta de lesão no joelho direito


Fora dos gramados por contusão no joelho direito, o lateral Fábio Santos participou na última segunda-feira (16) do programa "Fox Sports Rádio", do canal Fox Sports. Questionado sobre a relação com o clube e com a Fiel, o camisa 6 declarou amor ao Timão. “Minha identificação com o Corinthians é grande, é absurda. A torcida do Corinthians nos surpreende sempre. Mesmo em jogos de menor apelo, como aconteceu contra o Mogi Mirim ou Red Bull, a Arena Corinthians está sempre com 30, 35 mil”, disse.

A Invasão Corinthiana ao Japão, durante o Mundial de Clubes da FIFA 2012, também foi lembrada por Fábio Santos. “O que aconteceu lá já diz tudo. No primeiro jogo, quando estávamos aquecendo no vestiário, escutávamos a torcida já. Quando entramos em campo, a gente se sentiu no Pacaembu, foi um absurdo. Só quem estava lá para saber mesmo. Foi emocionante ver um estádio no Japão lotado de corinthianos”, concluiu.











Corinthians faz primeiro turno perfeito na Libertadores da América 2015

11h 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians


© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansTimão bateu 5P, San Lorenzo e Danubio nas três primeiras partidas da competição continental


O primeiro turno do grupo 2 da Copa Bridgestone Libertadores foi dominado pelo Corinthians. O Timão venceu 5P(BRA), San Lorenzo (ARG) e Danubio (URU), somando nove pontos em três jogos. Apenas o Boca Juniors (ARG) havia até agora alcançado 100% de aproveitamento nas três primeiras rodadas da fase de grupos da competição continental.

Para brigar pela melhor campanha da fase de grupos da Copa Bridgestone Libertadores da América, o Timão precisará manter o ritmo












Na Libertadores da América 2015, Corinthians iguala início de campanha de 2003
Outra em que o Timão venceu as três primeiras partidas da fase de grupos da competição ocorreu há 12 anos.


09h 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansGuerrero abriu o placar na vitória alvinegra em Montevidéu (URU)


Não é fácil começar a fase de grupos da Copa Bridgestone Libertadores com três vitórias nos três primeiros jogos. O que foi alcançado pelo Corinthians em 2015 só havia sido feito pelo Timão na competição continental em 2003, em 12 participações na história.

Há 12 anos, o Alvinegro estreou com vitória sobre o Cruz Azul por 1 a 0, no Pacaembu. Depois, no mesmo estádio Luis Franzini onde venceu o Danubio (URU) na última terça-feira (17), superou o Fênix (URU) por 2 a 1. O primeiro turno terminou de forma perfeita com o a goleada sobre o The Strongest (BOL) por 4 a 1, no Pacaembu.

Em 2015, o Corinthians pode superar o início da campanha de 2003, já que na quarta partida, o Timão perdeu para o Cruz Azul (MEX) por 3 a 0, na Cidade do México.

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.


Há 70 anos, Cláudio marcava o primeiro gol pelo Timão
Maior artilheiro da história do Timão marcou seu primeiro gol sobre o maior rival
10h 18/03/2015 - EspeciaisAgência Corinthians


© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansCláudio é o maior artilheiro da história do Timão


Poucos são os jogadores que alcançaram o sucesso com a camisa do Timão da mesma maneira que Cláudio. Nos 104 anos do time do Parque São Jorge, ninguém mais quebrou a barreira dos 300 gols, somente ele, o maior artilheiro da história do clube. Cláudio Christóvam de Pinho, ídolo da República Popular do Corinthians, balançou as redes adversárias 306 vezes em 554 partidas disputadas.

O primeiro dos 306 gols marcados pelo “gerente” foi justamente no clássico contra o principal rival do Corinthians. No dia 18 de março de 1945, o Timão enfrentava o Palmeiras pela Taça São Paulo, no Pacaembu. A partida terminou empatada por 1 a 1 e o gol do Timão foi marcado por Cláudio, que se tornaria o maior artilheiro da história do time do Parque São Jorge tempos depois.

A estreia de Cláudio também foi contra um rival em 14 de março de 1945, contra o São Paulo. O Timão empatou em 4 a 4, no estádio do Pacaembu, em partida válida também pela Taça São Paulo. O último jogo do “gerente”, também contra o time do Morumbi, foi em 29 de dezembro de 1957, pela decisão do estadual. Em seguida, o ex-atacante aceitou o cargo de técnico do Corinthians.

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.










Timão vende ingressos de 3 jogos pelo Fiel Torcedor com descontos e bônus de pontos
Sócios do programa que comprarem as partidas contra Danubio (URU), Portuguesa e Penapolense terão descontos de 30% a 50% e cinco pontos a mais
12h 18/03/2015 - Fiel TorcedorAgência Corinthians


O pacote com os próximos três jogos do Timão na Arena Corinthians continua à venda para os associados do programa Fiel Torcedor. Todos os sócios adimplentes podem comprar ingressos para as partidas contra a Portuguesa e Penapolense, pelo Paulistão Itaipava 2015 – Série A1, e contra o Danubio (URU), pela Copa Bridgestone Libertadores. Cada jogo pela competição estadual vale pontuação em dobro – quanto mais pontos obtidos, mais prioridades o associado terá em futuras vendas. Portanto, quem adquirir os três confrontos ganhará cinco pontos: dois da Portuguesa, dois do Penapolense e um do Danubio (URU).

Além da pontuação, quem compra o pacote completo de três jogos obtém o maior desconto: de 30% a 50%, de acordo com o plano do associado e o setor escolhido. Neste momento, estão disponíveis, para os jogos contra Portuguesa e Penapolense, ingressos para Leste Superior, Oeste Inferior e Oeste Vip. Contra o Danubio (URU), ainda restam Oeste Inferior, Oeste VIP e Oeste Superior.

Aqueles que adquiriram o pacote de 10 jogos no início do ano podem comprar apenas a partida do Corinthians contra o Danubio (URU) pela Copa Bridgestone Libertadores com descontos de 30% a 50% e a mesma pontuação máxima.

Os descontos para os três jogos serão válidos até as 23h59 desta quinta-feira (19), quando se encerra a venda para o jogo contra a Portuguesa pelo Fiel Torcedor. A partir de sexta-feira (20), o Fiel Torcedor poderá adquirir os jogos contra Penapolense e Danubio (URU) com os descontos referentes a dois jogos.

Fiel Torcedor, tire suas dúvidas sobre a venda

Quantos jogos eu posso comprar?
De um a três. Porém, o desconto será maior de acordo com a quantidade de partidas. Quem comprar todos terá um desconto maior do que quem adquirir apenas um jogo.

Quais são os descontos?
1 jogo: 20 a 30%
2 jogos: 25 a 35%
3 jogos: 30 a 50%
Os descontos variam de acordo com o plano e setor.

Quantos pontos eu vou ganhar?
Os jogos contra Portuguesa e Penapolense têm pontuação dobrada (2 pontos). A partida contra o Danubio (URU) vale um. Portanto, quem comprar os três jogos ganhará cinco pontos.

Eu já comprei o pacote de 10 jogos. Que benefício eu tenho?
Ao logar no site do Fiel Torcedor, será habilitada apenas a compra do jogo do Danubio (URU) pelo mesmo desconto dos que compram o pacote de três jogos: 30% a 50%.

Eu tenho o pacote de 10 jogos, como fica a questão da pontuação dobrada em cada jogo do Paulistão Itaipava 2015 - Série A1?
Todos que já adquiriram o pacote de 10 jogos terão creditados automaticamente em suas contas dois pontos de bônus (um pela Portuguesa e um pelo Penapolense), independente da aquisição do jogo contra o Danubio (URU).

Quando acontecerão os jogos?
Corinthians x Portuguesa, dia 24/03 (terça-feira), 19h30
Corinthians x Penapolense, dia 26/03 (quinta-feira), 19h30
Corinthians x Danubio (URU), dia 1º/04 (quarta-feira), 22h














18/03/2015 10h40

Timão deve renovar com Malcom, mas evita comprometer orçamento
Cria da base, atacante deve passar a ganhar R$ 70 mil por mês em contrato válido até 2020. Clube, porém, reitera dificuldade financeira e evita outras movimentações


Por Diego Ribeiro
Malcom terá contrato válido até o fim de 2020 (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

O Corinthians espera anunciar ainda nesta semana a renovação de contrato do atacante Malcom, revelação das categorias de base que subiu para os profissionais no ano passado e logo se destacou com a camisa alvinegra. O clube e o empresário do jogador, Fernando Garcia, acertam apenas valor e forma de pagamento das luvas para o acordo se confirmar.


Atual reserva da equipe treinada por Tite, Malcom terá vínculo estendido até dezembro de 2020. Além de ter mantido o garoto de 18 anos por mais tempo no clube, o Timão se garantiu para uma futura negociação.


Como tem apenas 30% dos direitos econômicos do atacante, o Corinthians pode faturar mais com uma multa rescisória maior. Internamente, a negociação foi tratada com naturalidade, mesmo com a crise financeira vivida pelo clube. Isso porque os salários de Malcom, mesmo com o aumento, ficarão bem abaixo da média do elenco.


O atacante terá direito a cerca de R$ 70 mil mensais, mais possíveis premiações. O antigo salário de Malcom era cerca de R$ 10 mil, mesmo montante que recebia na base.


Por isso, o atacante não entra no mesmo rol de nomes como Paolo Guerrero e Emerson Sheik, que têm contratos a vencer no meio do ano e ainda não negociaram novos vínculos. A diretoria promete austeridade nas conversas com os empresários, ainda que isso custe a permanência dos dois ídolos da torcida.


Com Guerrero, a expectativa é de que uma reunião com os empresários do jogador ocorra na próxima semana. A primeira pedida do atacante ultrapassou os R$ 18 milhões em luvas. A alta do dólar também pode influenciar nas conversas.







Guerrero se torna maior artilheiro estrangeiro da história do Corinthians
Ao marcar contra o Danúbio (URU), peruano totalizou 47 gols pelo Timão, ultrapassando Carlitos Tevez em números absolutos, mas não na média

10h 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians



© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansGuerrero fez o 47º gol pelo Timão no triunfo sobre o Danubio, no Uruguai


O gol que abriu o placar na vitória do Corinthians sobre o Danubio (URU) por 2 a 1, em Montevidéu (URU), foi histórico para Guerrero. O atacante peruano chegou à marca de 47 gols pelo Timão e se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história do clube do Parque São Jorge, de forma isolada. Antes, o posto pertencia a Carlitos Tevez, que marcou 46 vezes pelo Alvinegro entre 2005 e 2006.

Guerrero desembarcou no Corinthians no meio de 2012, logo após a conquista da Libertadores daquele ano. O camisa 9 não precisou de muito tempo para entrar na história do clube. O peruano fez os dois gols do Timão no Mundial de Clubes da FIFA de 2012, inclusive o da vitória sobre o Chelsea (ING) na final em Yokohama (JAP), garantindo o bicampeonato mundial ao Alvinegro.

São 47 gols em 122 jogos. A maiores vítimas de Guerrero nesses quase três anos de Corinthians são São Paulo e Internacional-RS. O atacante marcou três vezes cada contra esses times.

Você encontra essa e mais informações sobre o Corinthians no aplicativo do Almanaque do Timão, disponível em iOS pela Apple Store e Android, pela Google Play e Samsung Galaxy Apps.











Corinthians recebe homenagem do Danubio
Diretor de Futebol, Sergio Janikian recebeu uma placa antes do início do jogo em Montevidéu

09h45 18/03/2015 - FutebolAgência Corinthians


© Divulgação


Na noite da última terça-feira (17), o Corinthians enfrentou o Danubio pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Bridgestone Libertadores. Com gols de Guerrero e Felipe, o Timão venceu por 2 a 1 e se manteve com 100% de aproveitamento na competição continental.

Antes da bola rolar, o Corinthians recebeu uma homenagem da equipe uruguaia. No estádio Luis Franzini, em Montevidéu (URU), Sergio Janikian, Diretor de Futebol do Timão, recebeu uma placa das mãos dos dirigentes do Danubio.












Corinthians busca mais incentivo fiscal via lei
O Corinthians buscou a Lei de Incentivo não para esportes olímpicos, mas para o próprio futebol de campo. Aprovado em janeiro de 2013, o projeto para construção do Centro de Excelência e Treinamento, posteriormente a ser batizado como Ronaldo Nazário, tem três fases. Dos R$ 41,1 milhões que o clube busca por meio de incentivos fiscais na soma das três, R$ 2,8 milhões, ou 7% do total, foram arrecadados até agora. E a arrecadação perdeu fôlego em 2014 e 2015. A primeira fase recebeu R$ 2,5 milhões em 2013 – dos quais R$ 1 milhão veio da Odebrecht, parceira do time na Arena Corinthians, em abril, e R$ 1,5 milhão veio da Ambev, patrocinadora do clube, em julho. A captação caiu para R$ 160 mil em 2014 e R$ 157 mil nos primeiros dois meses e meio de 2015. As duas fases seguintes estão zeradas.







Organizadas unem bateria para apoiar Corinthians e impressionam uruguaios

LANCEPRESS! - 18/03/2015 - 10:00

Cerca de mil torcedores do Timão compareceram ao jogo contra o Danúbio, em Montevidéu (URU). Torcidas organizadas uniram gritos e bateria (crédito: Rodrigo Vessoni)

O Corinthians recebeu apoio irrestrito de sua torcida durante a vitória sobre o Danubio, por 2 a 1, em Montevidéu (URU). Os cerca de mil corintianos que estiveram atrás de um dos gols do estádio Luis Franzini cantaram, pularam e batucaram durante os 90 minutos, chamando atenção de jornalistas e torcedores uruguaios ainda antes de a bola rolar. O detalhe ficou por conta da união das baterias e dos cânticos pelos membros das seis torcidas organizadas do clube (Gaviões, Camisa 12, Estopim da Fiel, Pavilhão 9, Coringão Chopp e Fiel Macabra) que viajaram à capital uruguaia. Em tempo: após o jogo, Tite e os jogadores foram até onde estavam os cerca de mil corinthianos e agradeceram pela presença no estádio.






Corinthiano zagueiro Felipe pede desculpas a Tite por comemoração; treinador alerta
Zagueiro comemorou o gol contra o Once Caldas com um salto mortal. Após o jogo, foi alertado por Tite que a alegria pode se transformar em tristeza caso a tentativa seja malsucedida


LANCEPRESS! - 18/03/2015 - 09:03

Felipe fez contra o Once Caldas e repetiu a dose contra o Danubio (Nelson Almeida/AFP)

Felipe comemorou o gol contra o Once Caldas, na Arena, com um salto mortal. Após o jogo, o zagueiro foi alertado por Tite que a alegria pode se transformar em tristeza ou tragédia caso a tentativa seja malsucedida. Contra o Danubio, em Montevidéu (URU), o camisa 22 voltou a marcar gol e, apesar do alerta, repetiu o gesto. No mesmo momento, Felipe se dirigiu ao banco e foi pedir desculpas ao comandante. Após o jogo, explicou:

- Foi passado, mas eu desobedeci o professor (Tite). Mas ele sabe que faço isso faz tempo. Mas pedi desculpas depois do gol - afirmou o defensor, em entrevista à Fox Sports.


Questionado sobre o pedido de desculpa do seu comandado, o treinador voltou a ressaltar a importância de não comemorar o gol com saltos mortais.

- Não vi o mortal e saí comemorando com o pessoal do banco. Não posso dizer o que falei. O Cleber (Xavier, auxiliar) balançou a cabeça e sabe dos estudos que fizeram, pormenorizados. Com Felipe, Gil e Guerrero a bola aérea é muito boa. Ele tem uma impulsão parada impressionante. A cambalhota eu não vi. Se tivesse visto, ia cobrar, porque não pode. O Maurides (do Internacional) foi fazer e teve um problema de ligamento cruzado. Deixa isso para acrobata - lembrou Tite.

Felipe já tem dois gols na Copa Libertadores, um a mais do que Guerrero. O peruano fez seu primeiro tento em Montevidéu. Elias, com quatro gols, segue como artilheiro alvinegro no torneio sul-americano.







A renovação de Guerrero

por janca em 18.mar.2015 às 8:47h

Empresários de Guerrero, que negociam a renovação de contrato do atacante com o Corinthians, diminuíram o pedido de luvas diante da alta do dólar do início do ano. Em vez de US$ 7 milhões agora exigem US$ 6 milhões, ou seja, de pouco mais de R$ 21 milhões aceitam valor um pouco acima dos R$ 18 milhões.

O Corinthians, no entanto, mantém-se firme oferecendo luvas de US$ 4 milhões, acima de R$ 12 milhões, portanto, valor que a empresa que representa o peruano acha baixo.
O período de contrato, que seria de três anos, já havia sido acertado entre as partes, mas havendo redução das luvas também pode cair. De três iria para dois anos.

Já o salário está definido, passando de R$ 480 mil para R$ 500 mil mensais.
Caso as partes não cheguem a um consenso, o Timão tenta esticar o vínculo de Guerrero com o Corinthians até as finais da Libertadores, em 5 de agosto. O atual contrato termina em 15 de julho, quando acontece a primeira semifinal.
A diretoria do Timão insiste que o pedido do atacante é fora da realidade do clube e do futebol brasileiro e lembra que há atletas que têm aceitado redução salarial para renovar, já que a situação econômica do país está periclitante.

O peruano resolveu não se manifestar sobre o assunto e seus empresários, apesar da redução nas luvas, ainda veem um abismo entre o que o atleta aceita receber e o que o Corinthians está disposto a pagar.
Na Europa tiveram reunião com a direção da Internazionale de Milão, encontro que deve ser repetido na semana que vem.













18/03/2015 08h30

Pacotão tático: Tite muda time duas vezes e "antevê" vitória pelas laterais
Técnico abre mão de seu 4-1-4-1 com apenas dez minutos, posiciona Sheik como atacante, mas ganha jogo só na etapa final, depois de cantar jogadas pelas pontas


Por GloboEsporte.com





"Tem de jogar mais pelas laterais. Precisamos de infiltrações".


Foram essas as palavras do técnico Tite na volta do intervalo, após um 0 a 0 truncado no primeiro tempo, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai.


Diante de um Danubio extremamente retrancado (apesar de jogar como mandante), o Corinthians não conseguiu propor o jogo no primeiro tempo. O jeito foi mudar radicalmente a estratégia que vem se tornando padrão da equipe em 2015.


Com Fagner e Uendel liberados para atacar no segundo tempo, o Corinthians venceu por 2 a 1 (teve ainda um pênalti perdido, com Renato Augusto), chegou a nove pontos no Grupo 2 e se aproximou da classificação à fase de mata-mata.

A formação ideal para Tite, o 4-1-4-1, durou apenas os dez primeiros minutos de jogo. Motivo: a retranca do Danúbio

Com a volta de Renato Augusto, recuperado de lesão, Guerrero, que cumpriu suspensão de três jogos na Libertadores, Tite deixou Danilo no banco e montou o time como vem fazendo, no 4-1-4-1. Mas, com apenas dez minutos, o técnico percebeu que não poderia manter esse esquema.


Com o Danubio totalmente recuado, procurando manter todos os seus homens atrás da linha da bola, todos os jogadores de ataque do Timão pareciam ter dois na marcação. Ninguém parecia à vontade. O Corinthians de Tite prefere jogar sem a bola - fazendo blitz, atrás de um erro do adversário, ou buscando os contra-ataques. Como o Danubio se recusava a sequer tentar jogar, cabia ao Corinthians buscar algo diferente. Faltava espaço.


Tite chamou Emerson e Guerrero na beira do campo aos 10. Orientou, gesticulou, e logo foi possível ver Sheik saindo da ponta esquerda e passando o centro do ataque, buscando jogo com o peruano. Jadson, Elias e Renato Augusto tinham a função de buscar triangulações. A melhor delas saiu aos 38, numa bola que acabou chegando para Guerrero dentro da área. O peruano foi segurado de forma escandalosa por Cristian Gonzalez, mas o árbitro chileno Julio Bascuñan ignorou o pênalti.

Tite rapidamente deslocou Emerson para o ataque, na expectativa de que ele buscasse tabelas com Guerrero

Mas ainda era muita gente do Danubio na frente da área, e as tentativas de infiltração pelo meio acabavam esbarrando numa perna uruguaia. Faltava jogar pelas laterais. Em entrevista à Fox, na volta para o segundo tempo, Tite avisou que liberaria Fagner e Uendel para avançarem. Até então, cada lateral só havia aparecido em uma oportunidade durante todo o primeiro tempo.


Fagner foi quem mais se destacou. Como um ponta, ele criou a jogada que gerou o pênalti sofrido por Elias aos 16 (e chutado para fora por Renato Augusto) e o gol de Guerrero aos 24.

No segundo tempo, Tite mandou seus laterais para o ataque, prendendo Ralf com os zagueiros. O lance do pênalti e o primeiro gol saíram em jogadas com Fagner, com Sheik e Guerrero se movimentando muito no ataque

Atrás no placar, e já praticamente eliminado ainda no primeiro turno da fase de grupos, o Danubio tentou esboçar uma reação. Mas sem qualidade técnica nenhuma. O Timão chegou ao segundo gol num lance de bola parada, aos 34: Jadson ergueu na área, e Felipe cabeceou para a rede.


O gol de Barreto já nos acréscimos acabou com a invencibilidade da defesa alvinegra que já durava seis jogos. Foi numa jogada isolada, num momento de falta de atenção de um time que sabia que já havia feito por merecer a vitória.


Com nove pontos, seis deles conquistados como visitante, o Corinthians está pertíssimo da classificação. Mais importante do que isso: vencendo e convencendo, mostrando que Tite não tem nada de teimoso, lê bem o jogo e sabe mudar quando necessário.

Emerson Sheik começou na ponta esquerda, mas logo foi deslocado para o centro do ataque (Foto: AP)





























8/03/2015 09h30

Com muitos jogos a mais, Guerrero quebra recorde de Carlitos (média deste é maior) e volta a dizer que quer ficar no Timão
Peruano vira o maior artilheiro estrangeiro do Corinthians e garante que prioridade é renovar contrato com o clube. Diretoria ainda busca acordo com o centroavante


Por Carlos Augusto Ferrari

Paolo Guerrero bateu recorde de artilharia no time (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

O gol marcado na vitória sobre o Danubio colocou Guerrero ainda mais na história do Corinthians. Herói do título mundial em 2012, o centroavante peruano se transformou agora no maior artilheiro estrangeiro do Timão, com 47, um a mais que o idolatrado Carlitos Tevez, porém com 44 jogos a mais feitos pelo argentino. Momento de festa e apreensão para o atacante. O futuro dele continua incerto no clube.


– Estou feliz por fazer o gol 47, mas quero mais gols. Não penso se passei Tevez ou outro. Estou pensando em fazer meu melhor e ajudar o Corinthians a ser campeão – afirmou o camisa 9.


Contratado em 2012 do Hamburgo, da Alemanha, Guerrero atingiu a marca em 122 partidas com a camisa alvinegra, média de 0,38 por confronto. Tevez tem números melhores. O argentino, hoje referência no Juventus, da Itália, balançou as redes 46 vezes em 78 duelos, média de 0,58.


Guerrero tenta, mas não consegue ficar longe do assunto que toma conta do noticiário corintiano desde o ano passado: a renovação de contrato. Clube e jogador estão longe de um acordo e dão indícios que não chegarão com tanta facilidade a ele nos próximos meses.


O presidente Roberto de Andrade espera se reunir com o empresário Bruno Paiva, um dos representantes de Guerrero, para discutir os termos. Até o fim de 2014, sob a gestão de Mário Gobbi, os agentes pediam R$ 18 milhões para renovar. O Timão chegou aos R$ 13 milhões e descartou aumentar o valor por considerá-lo elevado demais para um atleta de 31 anos.

Artilheiros gringos do Timão:

Guerrero - 47 gols
Tevez - 46 gols
Herrera - 23 gols
Rincón - 11 gols
Espanhol - 9 gols


– Eu não sei o que eles (dirigentes) estão falando com meus empresários. Eu não assisto televisão, não ouço rádio...para mim, o importante é seguir focado no trabalho. Se eu pensar nisso (renovação), não vou conseguir jogar.


A direção corintiana, aliás, acredita que Guerrero tem boas ofertas do mercado internacional. Por isso, estaria irredutível na negociação. No ano passado, Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, e os italianos Internazionale e Sampdoria manifestaram interesse em contratá-lo.


– Minha intenção é ficar no Corinthians. Mais ainda pela importância que tem a Libertadores. Eu gostaria de ser campeão.


Vinculado até 15 de julho, Guerrero teria condições legais de atuar apenas na primeira partida das semifinais, caso o Corinthians chegue até lá. Há a possibilidade de o contrato dele ser estendido por três meses apenas para disputar as partidas finais do torneio, sendo rescindido novamente assim que o Timão encerrasse sua participação.


– Então, lógico que sim...minha vontade é ficar aqui, já falei muitas vezes. Vou deixar para meus empresários, não quero mais falar disso. Quero seguir jogando – finalizou.

















Centroavante corinthiano Guerrero comemora marca, reclama dos árbitros e volta a falar da renovação
Camisa 9 do Corinthians, que voltou à equipe após cumprir três jogos de suspensão, marcou um dos gols da vitória corinthiana sobre o Danubio em Montevidéu

Rodrigo Vessoni - 18/03/2015 - 08:02

Guerrero fez o primeiro gol do Corinthians em Montevidéu (Foto: Daniel Augusto Jr.)

Guerrero marcou seu 47º gol com a camisa do Corinthians contra o Danubio (URU) e se tornou o maior artilheiro entre os estrangeiros que já atuaram pelo clube em quase 105 anos de história. Após o jogo, como não poderia ser diferente, o peruano comemorou a marca e garantiu não se importar com o fato de ter deixado para trás um dos principais jogadores do futebol argentino.

- Feliz por isso. Na verdade, dentro do campo não estou pensando nisso. Estou focado em fazer meu jogo, em fazer o time ganhar. Fico muito feliz por isso, mas quero fazer mais gols. Não estou pensando nisso, se passou o Tevez, passou outro. Estou pensando em dar o meu melhor no Corinthians e conseguir meu objetivo que é ser campeão - afirmou.


Como já virou praxe quando está diante dos microfones, o assunto da renovação do seu contrato foi abordado e comentado mais uma vez. Sem querer entrar em qualquer tipo de polêmica, o camisa 9 voltou a falar em permanecer no Parque São Jorge após 15 de julho, quando encerra seu vínculo contratual.

- Minha intenção é ficar no Corinthians. Estou muito feliz jogando aqui. Mas ainda tem a Copa Libertadores da AMérica, gostaria de sair campeão com o Corinthians. Vamos ver, ainda tem o contrato. Vou deixar nas mãos do meu representante - avisou o atacante.

- Eu tento não ligar para isso. Eu não assisto televisão, não ouço radio, então não sei o que eles falam. Estou focado em outras coisas", disse. "Focado no trabalho, focado no Corinthians. Para mim é importante estar bem aqui, estar concentrado - completou.

Por fim, Guerrero falou da quantidade de faltas recebidas durante os jogos. Elogiado por Tite, que ressaltou sua paciência durante os 90 minutos, o jogador fez uma crítica aos homens do apito.

- O pior de tudo é que os juízes não estão apitando nada para mim. Eles batem, já passou a jogada e a bola está em outro lugar, eles ficam batendo em mim. Eu fico um pouco irritado, mas não posso fazer nada. Tenho que ficar com a maior tranquilidade, seguir jogando bola como o professor Tite quer - finalizou.







Atacante Emerson, 36 anos,  com contrato até o dia 31 de julho, quer ficar, mas não descarta vestir outra camisa caso seu vínculo com o Corinthians não seja renovado


Rodrigo Vessoni - 18/03/2015 - 07:02

Danubio x Corinthians - Emerson Sheik (Foto: Daniel Augusto Jr.)

Emerson Sheik tem contrato com o Corinthians até o dia 31 de julho. O atacante sabe que não conseguirá repetir o que fez em 2013, quando conseguiu mais um ano e meio de vínculo. Mesmo assim, tem a intenção de permanecer no clube por mais um período.

Porém, de acordo com o camisa 11, apesar da vontade de ficar no Parque São Jorge, ele não descarta a possibilidade de vestir outra camisa a partir de julho. O detalhe é que as finais da Copa Libertadores serão em agosto. Em entrevista à Fox Sports, Sheik afirmou:

– Se não for aqui, que é uma coisa que eu desejo, isso está claro para todo mundo, será em outro lugar bacana também, deixo nas mãos de Deus. Então, eu tenho 36, com corpinho de 27, 28. Sinceramente, não estou pensando ainda na aposentadoria. Quando eu entender que fisicamente eu não consigo mais, aí eu vejo. Mas enquanto eu estiver bem, vou continuar – afirmou.

– Estou desfrutando de cada treinamento, cada viagem, cada lugar diferente... hoje mesmo estamos num lugar completamente diferente daquele ao qual estamos acostumados (o acanhado estádio Luis Franzini). Estou de boa, estou feliz, e isso é o que é importante. E se porventura não acontecer (de renovar contrato), também serei eternamente grato ao Corinthians por abrir duas vezes as portas para mim e deixar com que eu representasse 33 milhões de torcedores. Só tenho a agradecer, e muito – emendou o atacante.

Vale lembrar que a situação de Emerson Sheik é a mesma de Paolo Guerrero, que ficará sem vínculo contratual no dia 15 de julho. Em caso de ida do Timão à final da Copa Libertadores da América, os dois teriam de renovar seus contratos para entrarem em campo.












Vice-presidente do Corinthians rebate MP sobre torcidas organizadas

por Fábio Suzuki em 18.mar.2015 às 6:23h



Dirigente corintiano quer que torcidas organizadas volte a fazer grandes festas nos estádios de futebol

O vice-presidente do Corinthians, André Luiz de Oliveira, o André Negão, divulgou carta na internet, ontem, propondo encontros com as torcidas organizadas para combater a violência e retomar as festas nos estádios. À De Prima, ele afirmou que o Ministério Público (MP) está correto em combater a violência mas age de forma equivocada ao apenas restringir e proibir as ações das torcidas uniformizadas nos estádios. Ele disse ainda que não consultou o presidente Roberto de Andrade antes de divulgar o texto.

Em campanha
A carta de André Negão foi enviada também para associados do Corinthians. Alguns diretores, entretanto, entenderam a ação do VP como o início de sua campanha pela sucessão de Roberto de Andrade, que foi eleito presidente pela situação em fevereiro. Negão, apesar de escrever no texto “na condição de vice-presidente do Corinthians”, afirma que a proposta é uma opinião pessoal dele.

Saguão festivo
O excesso de pessoas ligadas ao dia a dia do Parque São Jorge chamou atenção no hotel onde a delegação do Corinthians esteve hospedada em Montevideu. Ao invés da presença de apenas integrantes do departamento de futebol no local, havia conselheiros e membros de outros segmentos do clube. Um deles chegou a parar os goleiros, que voltavam do treino na manhã do jogo, para fazer brincadeiras com os atletas.
























18/03/2015 08h02

Após vitória no Uruguai, corinthianos mostram descontração em jantar
Gil posta foto com alegria do elenco depois da vitória do Corinthians por 2 a 1 sobre o Danubio, nesta terça-feira. Corinthians dispara na liderança do Grupo 2, com nove pontos em três jogos


Por GloboEsporte.com
O clima foi de muita descontração entre os jogadores do Corinthians após a vitória por 2 a 1 sobre o Danubio, em Montevidéu, pela Taça Libertadores. Eles foram recepcionados por alguns torcedores no hotel e depois seguiram com muita brincadeiras para o jantar.


Enquanto aguardavam a comida, os atletas tiraram fotos reunindo todo o grupo. “Parabéns negrada por mais uma vitória Tmj (tamo junto) sempre”, escreveu o zagueiro Gil em uma rede social.

Corintianos mostram descontração após boa vitória sobre o Danubio (Foto: Reprodução/Instagram)















Pós novo gol em nova vitória do Corinthians na Lbertadores da América 2015, Felipe desobedece a Tite com pirueta: "não faz mais isso"
18 MAR2015
00h12
atualizado às 07h49

Repreendido por Tite por comemorar com um salto mortal seu gol na vitória sobre o Once Caldas, ainda na fase prévia da Copa Libertadores, Felipe não resistiu. Ao marcar de cabeça e matarum jogo que terminaria em 2 a 1 para o Corinthians sobre o Danubio, o beque voltou a mostrar seu lado acrobático.

"Eu desobedeci ao professor, mas ele sabe que faz tempo que eu faço isso. Pedi desculpa na hora do gol", disse o zagueiro, que já praticou regularmente vôlei e basquete. Ele é frequentemente elogiado pelo chefe justamente pela capacidade de saltar alto.


 Foto: Matilde de Campodonico / AP

Felipe marcou segundo gol do Corinthians na partida desta terça-feiraFoto: Matilde de Campodonico / AP

Tite disse nem ter percebido. "Não sei dizer, porque não vi o mortal dele. Saí comemorando com o Cleber (Xavier, auxiliar técnico). Se tivesse visto, já ia cobrar, não pode. Teve um jogador internacional que foi fazer a cambalhota e teve um problema de ligamento cruzado. Não faz mais isso, cara. Deixa pra... É acrobata isso? Deixa para o acrobata", sorriu.

O gaúcho estava particularmente satisfeito porque havia percebido, em trabalho com o departamento de informática do Corinthians, fragilidade aérea no Danubio em partidas anteriores. Foi por ver a previsão de sucesso pelo alto se concretizar que ele se empolgou na celebração.

"Não posso falar o que falei para o Cleber e para o pessoal do banco. Não é nada impublicável. Só não posso falar, estrategicamente, dos estudos que fizeram. Com o Felipe, o Gil, o Danilo, o Guerrero, nossa bola aérea é muito pesada, muito pesada. Sabíamos dessa possibilidade. O Felipe tem uma impulsão, mesmo parado, impressionante", disse Tite, permitindo-se sorrir com a pirueta.




Após novo gol pelo Corinthians, Guerrero mostra cansaço com assunto renovação (e a torcida também: baixa a pedida e renova logo)
18 MAR2015
00h44

Felipe tem se tornado zagueiro-artilheiro no Corinthians Foto: Matilde de Campodonico
 Guerrero fazia uma partida ruim, na noite de terça-feira, até abrir caminho para a vitória por 2 a 1 do Corinthians sobre o Danubio. Ele ainda sofreu a falta que resultou no segundo gol e terminou o jogo no Uruguai com o moral renovado na negociação da renovação de seu contrato com o clube do Parque São Jorge.

Questionado sobre o assunto, o peruano demonstrou alguma irritação. "Minha vontade de ficar aqui é muito grande, já falei muitas vezes. Vou deixando nas mãos dos meus empresários para resolver. Não quero falar disso mais. Estou focado, quero seguir meu trabalho", afirmou.

Fora um aumento salarial - já acertado -, Guerrero pede US$ 7 milhões como prêmio pela assinatura de um novo compromisso até o final de 2017. Com a moeda norte-americana em dispara, o valor já equivale a quase R$ 23 milhões, algo que o Corinthians não está disposto a pagar.

"Na verdade, não sei o que estão falando com meus empresários. Também não sei o que falam para vocês (jornalistas). Não vejo televisão, não ouço rádio. Para mim, é importante seguir focado no meu trabalho ou não vou conseguir jogar", comentou o centroavante.Dificulta a negociação o fato de o Corinthians estar em dificuldades financeiras e dever dinheiro a vários jogadores - entre eles, o próprio Guerrero. O contrato atual expira em 15 de julho, durante as semifinais da Copa Libertadores, e o atleta já pode assinar um acordo com qualquer clube. A Inter de Milão estaria interessada.

Diante da indefinição, o peruano reiterou que só quer se concentrar no futebol. "Vou ao shopping, as pessoas falam, mas tento não ligar. Estou focado no meu trabalho, no Corinthians. Para mim, é importante estar bem aqui, concentrado, porque tenho um objetivo com meus companheiros, que é ser campeão do Paulista e da Libertadores."





















De volta para casa, Corinthians se vê tranquilo em "grupo da morte"
18 MAR2015
00h44


Na chave chamada de "grupo da morte" imediatamente após o sorteio da Copa Libertadores da América, o Corinthians está tranquilo. Com 100% de aproveitamento em seus três primeiros compromissos, a equipe jogará 2 jogos na Arena Corinthians nas três partidas restantes.

"Não foram só três vitórias. Foram duas fora de casa, o que pesa muito numa Libertadores", afirmou o meia Renato Augusto, satisfeito com o triunfo por 2 a 1 sobre o Danubio, na noite da última terça-feira, em Montevidéu. "O aproveitamento está dentro daquilo que foi projetado", acrescentou o atacante Emerson.

A equipe lidera o Grupo 2 com nove pontos.  Seja qual for o resultado, o Corinthians já se vê em condições de brigar não pela classificação, mas pela melhor campanha da primeira fase - que permite decidir em casa nos mata-matas.

"É muito cedo ainda, mas, na virada do turno, você consegue projetar situações mais reais. Agora, vai se definindo melhor o quadro", disse o técnico Tite, satisfeito além dos números com sua equipe. A média do desempenho tem a aprovação do gaúcho, que ainda espera uma evolução.