4 de jun de 2014

TORCIDA DO CORINTHIANS ADMIRA ARENA CORINTHIANS ATÉ DEPOIS DO APAGAR DAS LUZES


TORCIDA DO CORINTHIANS ADMIRA ARENA CORINTHIANS ATÉ DEPOIS DO APAGAR DAS LUZES

04 DE JUNHO DE 2014 ÀS 01:09

Torcida do Corinthians admira Arena Corinthians até depois do apagar das luzes


Arena Corinthians a meia luz, o jogo acabara há 25 minutos e o advogado Dilson Sales, 25 anos, não arredava o pé das arquibancadas. Fotografava os detalhes do estádio, o que rendeu 50 cliques. 'Estou conhecendo a nova namorada', comparou.

Ele disse que ficou babão demais ao estrear como torcedor na arena que será usada na Copa do Mundo. Acrescenta que o caminho entre a estação do metrô até o portão de entrada foi percorrido com os pelos arrepiados. 'Ao vivo o estádio é mais bonito que em fotos e na televisão. E gritar gol na casa própria é muito melhor', justificou.

Mas para o o advogado algumas modificações deixariam o ambiente perfeito. 'Terminada a Copa, as cadeiras atrás do gol podiam ser arrancadas. O alambrado é o melhor lugar para ver um jogo e bom é assistir em pé'. Nada estranho a declaração vinda de um frequentador assíduo do Pacaembu.

Daniel Prata, 36 anos, está aliviado porque vai ter uma semana sossegada. Ele ficou muito incomodado por não ter assistido a primeira partida do Corinthians na Arena Corinthians e passou os dias seguintes com um misto de raiva e frustração. Mas desta vez tudo mudou e ele nem ligou de acordar às 6h de domingo para viajar 370 quilômetros de Monte Alto até a capital.

Fez o caminho com quatro amigos e todos posavam para fotos com a fachada do estádio ao fundo. 'Lindo né? É o estádio mais bonito do mundo'.

Também pela primeira vez na Arena Corinthians , o comerciante Guilherme conta que no começo do jogo passou mais tempo olhando para o estádio do que a partida. O torcedor estava mais feliz ainda porque não tinha conseguido comprar ingresso durante a semana. A entrada chegou até ele somente às 13h30 de domingo. Terminado o almoço toca o telefone. Do outro lado um amigo dizia ter um imprevisto e oferecia o ingresso. 'O se quero! Achava que ia conhecer o estádio só no segundo semestre e agora estou aqui'.