23 de mai de 2014

Andrés prevê Arena Corinthians pronta em próximo teste

23 de maio de 2014 • 22h12 •
Andrés prevê Arena Corinthians pronta em próximo teste

Andrés falou sobre a reta final das obras da arena Corinthians Foto: Alan Morici / Terra

O responsável do Corinthians pela condução das obras da Arena Corinthians prevê que a construção estará praticamente finalizada no próximo evento-teste que será realizado no local. Depois da partida oficial, quando não foram utilizadas as arquibancadas temporárias, a Fifa pediu uma nova avaliação, e Andrés Sanchez acredita em uma evolução no jogo do dia 1/6.

"Para dia 1º, estará 99% pronto. Talvez não com todas as concessões... Se não estiver 100%, vai faltar muito pouquinho para a realidade do estádio para Copa do Mundo", afirmou o corinthiano, nesta sexta-feira, na FASM.

No primeiro jogo oficial realizado no estádio, no dia 18 de maio, as autoridades se mostraram satisfeitas com o teste, apesar de terem apontado algumas falhas.


"É óbvio que abrimos o estádio sabendo que teríamos algumas dificuldades, mas foi muito positivo. Onde molhou um pouquinho tinha que ter molhado mais... A cobertura não fecha tudo, a única coisa é que faltam vidros na leste e oeste, porque não tem transparente sendo vendido, já que acabaram todos no Brasil. Vai chegar entre julho e agosto", comentou.

O responsável pelas obras ainda advertiu que determinadas especificações do estádio só poderão ser concluídas depois da Copa, por fugirem das necessidades da Fifa durante o evento.


"Desde o primeiro dia que começou o estádio, falávamos que só estaria pronto depois da Copa, porque não adianta fazer e destruir depois. Tem restaurante que não feito, porque a Fifa usa para outra coisa. Para a Copa, tudo estará 100% pronto. O que houve de problemas não haverá", completou.

A Arena Corinthians  abrigará a partida de abertura do Mundial, no dia 12 de junho, entre Brasil e Croácia, além de receber também outros cinco jogos do torneio.

'O Lula teve participação muito forte no estádio. Ele é conselheiro vitalício do Corinthians. Muita gente diz que ganhamos o estádio de graça. É papo que ele deu estádio para o Corinthians. Estou esperando até hoje.'

Sanchez diz que o Corinthians tem R$ 630 milhões para pagar em 12 anos. 'O que o Lula fez foi dizer que, se tínhamos projeto, o estádio precisava ser construído na zona leste, para desenvolver a região. O Goldman e o Kassab é que foram me procurar, porque a cidade não podia ficar fora da Copa', disse ele. A negociação para os mais de R$ 400 milhões de isenção de impostos, aprovados pela Câmara Municipal, teve participação política direta de Kassab.

Mais cedo, o Corinthians, por meio de nota, informou que a única participação de Lula no processo foi a 'intenção de que a Arena Corinthians fosse construída na zona leste ', rebatendo reportagem da revista Exame e ratificando o que disse Andres.

Sanchez lembrou que o Brasil foi pedir para sediar a Copa e aceitou os encargos da Fifa. E que agora estranha as críticas ao Mundial , que está prestes a ser iniciado. 'Agora não adianta, um ano e meio antes da Copa, dizer que não concorda com isso ou com aquilo. A imprensa está toda contra. O Brasil aceitou os encargos. Um ano e meio antes da Copa, aparece um monte de gente dizendo que não concorda com isso e com aquilo', afirmou.